Views
8 months ago

dissertação parcial r1 11042018 formatacao igor rev02

TÍTULO DA HORA COM

TÍTULO DA HORA COM MUITAS LINHAS! Com o aumento das linhas férreas dentro do território urbano durante os anos 1930, várias mudanças foram acontecendo ao longo do seu traçado, como a instalação de indústrias, que buscavam nelas meio de escoar sua produção e de facilitar o acesso a matérias primas; e por consequência das indústrias os bairros operários que surgiam ao seu redor, entre eles, Mooca, Brás, Vila Prudente, entre outros (MORAES, 2000). Desta forma, a ferrovia, que havia colaborado ma organização dos bairros populares e industriais paulistanos na década de 1930, começava a desempenhar importante papel na metropolização dos arredores de São Paulo. (MORAES, 2000. P.126) Destacam-se também como obras de modernização as transformações ligadas ao transporte rodoviário no período a construção de muitas rodovias de importância nacional, como as rodovias Dutra e Anchieta, que melhoravam as ligações com o Rio de Janeiro e o litoral de Santos, respectivamente (REIS FILHO, 2010). O desenvolvimento da cidade sempre teve em sua ordem programática uma mistura, por vezes bastante confusa, de interesses públicos e privados, sem nunca deixar claro qual a real intenção de determinada ação. Com as transformações no território urbano a região mais nobre da cidade no período estava próxima ao Rio Pinheiros, na zona oeste, e apresentou um desenvolvimento mais lento, e quase todo ele realizado e ◊ 56 ◊

sinfonia paulistana: uma imagem do progresso patrocinado por empresas particulares. Quanto a isso, Moraes (2000) afirma: Esse jogo de interesses entre uma poderosa companhia internacional de urbanização, uma instituição financeira, uma associação particular de elite e a administração municipal revela como, apesar da real e visível modernização da cidade, o cenário político e as ações urbanizadoras continuavam reproduzindo as tradicionais práticas da Primeira República, de “confundir” os interesses privados com públicos. (MORAES, 2000. P.125) Na mesma cidade dos bairros operários ao redor das indústrias, dos bairros mais nobres construídos por empresas particulares, desenvolviam-se também os subúrbios. Conforme Penteado (1958), o geógrafo Aroldo de Azevedo define os subúrbios paulistanos como áreas circundantes à metrópole e que começaram a se formar após a Primeira Guerra Mundial. Segundo ele, os subúrbios tinham características distintas, alguns funcionando como extensão da zona rural da cidade de São Paulo, outros como continuação do parque industrial, e outros ainda como “bairros moradias” que, devido ao aumento de impostos territoriais e do crescimento populacional da capital, colocavam-se como uma alternativa de habitação. O geógrafo destaca ainda que os contrastes vistos nos subúrbios e na metrópole estavam fortemente relacionados e considera alguns municípios como Cotia, Itapecerica da Serra, Santo Amaro, São Bernardo do Campo, São Miguel Paulista e ◊ 57 ◊

Formatação: Guilherme Augusto Pinotti - COPEN
MSDesktopMC-1.3-M.1057.20.02-pt_BR-A-r1 - IFBa
Purificação parcial de anticorpos presentes em soro normal ... - Unesp
Dissertação Zimmermann, T.G. 2011 - UFSC
Os Valores de Deus - Igor Oliveira Ferreira
Laringectomia Parcial - Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço
Material: Derivadas Parciais - Sec 1 - Página
Untitled - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
Baixar - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
The L Word - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
Manual Aquecedor Halógeno Mondial A-07 02-13 Rev02