Views
5 months ago

jornal março edição 3

4 CULTURA INFORMAÇÃO &

4 CULTURA INFORMAÇÃO & ESPORTES Hora da Prosa apresenta proposta de preservação do Cemitério Municipal Nesta quinta-feira (1 2/4), a Fundação Cultural de Curitiba realiza, às 1 9h, na Casa Romário Martins, mais uma edição do projeto Hora da Prosa com o tema Proposta para a Preservação do Cemitério São Francisco de Paula. O encontro terá como mediadoras a pesquisadora Clarissa Grassi e a arquiteta Silvia Bueno, ambas da Diretoria de Patrimônio Cultural de Curitiba. A entrada é gratuita e não é necessária inscrição. No encontro será realizada uma apresentação sobre o cemitério do bairro São Francisco, o mais antigo da cidade, inaugurado em dezembro de 1 854. As mediadoras vão abordar os estilos arquitetônicos do local, os materiais líticos que compõem os túmulos, além de mostrar a proposta de conservação e preservação da necrópole que prevê o zoneamento de quatro áreas com graus diferentes de proteção. Responsável pelas visitas guiadas ao Cemitério Municipal São Francisco de Paula, a pesquisadora Clarissa Grassi é membro da Associação Brasileira de Assuntos Cemiteriais (ABEC) e autora do livro Um Olhar: a Arte no Silêncio, lançado em 2006. O projeto O Hora da Prosa é um programa desenvolvido pela Diretoria de Patrimônio Cultural da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e promove discussões sobre temas relacionados à história, à memória e ao patrimônio cultural de Curitiba. Com periodicidade bimestral, em formato pocket, trata-se de uma conversa sobre vários temas relativos ao Patrimônio Cultural com convidados locais, ou não, realizada, comumente, às quintas-feiras, entre às 1 9 e 21 h e tem entrada franca. Serviço: Hora da Prosa – Conversas sobre Patrimônio Cultural Tema desta edição: Proposta para a Preservação do Cemitério São Francisco de Paula Local: Casa Romário Martins Largo Coronel Enéas, 30 (Largo da Ordem) Data: 1 2 de abril (quinta-feira), das 1 9h às 21 h Entrada franca

CULTURA INFORMAÇÃO & ESPORTES 5 Exposição As Bruxas de Antonina está em cartaz em Santa Felicidade Desde o dia 3 de abril, as telas da artista Regina Bostulim estão em exposição no Espaço da Fundação Cultural em Santa Felicidade. A mostra é baseada no livro de contos homônimo da artista, que reúne histórias fantásticas ocorridas no Paraná, algumas das quais a própria autora vivenciou. As pinturas foram feitas em Antonina em 2007 e 2008, período em que a artista morou na cidade do Litoral. A coletânea de imagens retrata de forma abstrata o cotidiano da cidade. A artista Moradora de Santa Felicidade, Regina estudou Artes Plásticas na Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Foi aluna de desenho e pintura de Luís Carlos de Andrade Lima e Oscar Gagliastri. Em seu currículo há diversas exposições individuais e participações em coletivas. Serviço: exposição as Bruxas de Antonina Local: sala de exposições da FCC na Rua da Cidadania de Santa Felicidade (Rua Santa Bertila Boscardim, 21 3) Data: até 30 de abril de 201 8 Horário: de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 1 2h e das 1 3h30 às 1 7h30 Classificação livre Entrada franca

jornal Edição 3 jac agosto
Edição Março/Abril 2012 - aeapg
OBSERVATORIO DO ANALISTA EM REVISTA - 3 EDICAO
Jornal-Agora-Edicao - Agora Jornais Associados
Jornal-Agora-Edicao - Agora Jornais Associados
Edição do Dia 19 de Março de 2012 - TJDFT na mídia
Edição 147 - março e abril/2012 - Unifenas
Jornal VIP Pelotas Edição 119