Views
1 week ago

GAZETA DIARIO 553

06 Opinião Foz do

06 Opinião Foz do Iguaçu, quinta-feira, 12 de abril de 2018 João Miranda O vereador chamou a imprensa e falou que vai processar a denunciante, ou quem registrou o BO contra ele na Delegacia da Mulher. Para variar, o assunto é cercado de lacunas; e, se a notícia é falsa, a saída de Miranda seria mover ação por denunciação caluniosa contra a suposta vítima. Disseram ao Corvo que é difícil a vítima provar a acusação, e o João, por sua vez, desmenti-la, porque o diálogo teria ocorrido entre as quatro abafadas paredes do gabinete, reforçadas pelo gesso, onde não se consegue escutar o que falam nem com estetoscópio. Sem ouvidos Já que as paredes dos gabinetes são "surdas", quem está falando a verdade? A pessoa que teria sido supostamente assediada ou o João Miranda, agora no alvo do apedrejamento, sobretudo na condição de chefe da Comissão de Ética? Taí um caso difícil de se elucidar — nem Sherlock Holmes daria cabo, a não ser que exista uma gravação, um áudio, uma prova do tal assédio. Ou que não houve o assédio. CPI Puxa vida, imagina o constrangimento que haverá se resolverem instaurar uma Comissão Processante de Inquérito para apurar este caso? Que senhora saia-justa, hein? E se levarem a discussão para plenário então, Foz chegará à sublimação dos agouros legislativos! Que barbaridade! Comissão de Ética Quem será o próximo presidente da Comissão Parlamentar de Ética da Câmara de Foz a enfrentar o paredão? Corre à boca miúda que o João Miranda está sendo fuzilado em razão da sindicância contra a Nanci. Deu Na Toca do Leão! Ele teria confidenciado a dificuldade de encontrar razões para culpar a colega pedetista. Decerto o João confidenciou para a pessoa errada; foi abrir a boca e já levou uma metralhada. Máquina mortífera O presidente Rogério Quadros, como bom policial que é, deve estar no encalço de quem manipula o triturador de ossos da Casa de Leis. Do jeito que vai, não restará uma viva alma nesta legislatura; é falar em ética que o urubu levanta voo e larga a titica. Sai de baixo! Lembrança Este Corvo jamais esquecerá um "causo" ocorrido nas dependências da redação: alguém pediu para o saudoso Gauchinho, o Adair Leandro, ir ao Paraguai buscar um telescópio, mas ele se atrapalhou com o nome e trouxe um microscópio. Isso faz parte do folclore e do anedotário do jornalismo iguaçuense. Sempre é bom lembrar-se do Gauchinho, a gente ri à toa e acha graça da vida. Que figura maravilhosa e que saudade ele nos causa. Haja suplentes! Levando em conta os últimos acontecimentos, e fazendo uma projeção futura, Foz terá de buscar suplentes em Santa Terezinha se precisar substituir cada vereador supostamente enrolado em alguma denúncia. A Câmara parece uma olaria, tamanha a quantidade de tijolos voando para todos os lados. Isso é reflexo do ano político e da prática de um esporte perigoso: "puxada de tapete". Temporada aberta Viu, Nanci, no que deu ir assistir ao Rock in Rio? Se fosse à missa nada disso teria acontecido. Bom, no caso da Nanci, ela levaria chumbo até em caso de ir pagar promessa na Basílica de Nossa Senhora! Iriam dizer que, pelo fato de tratar o joelho, não poderia pagar promessa. A temporada de caça está aberta! Concorrência Com tantos acontecimentos inusitados, tudo leva a crer que o plenário da Câmara estará concorrido nos próximos dias. Há vereador pensando em votar um projeto para numerar as cadeiras. Polo Astronômico O site TripAdvisor certificou mais uma vez a estrutura localizada no Parque Tecnológico Itaipu (PTI). Isso aconteceu pela terceira vez consecutiva. Pelo visto Foz possui um bom céu para quem aprecia viajar pelas estrelas por meio de um telescópio. E um dado é estarrecedor: Foz é uma das cidades brasileiras que mais possuem um telescópio pelo número de moradores. Isso se deve à demanda de produtos nas lojas de Ciudad del Este e Duty Free, onde os preços de fato são muito atrativos. Passando um olhar nas sacadas e janelas dos edifícios, é possível avistar uma porção de telescópios — e de todos os tamanhos. Mas o Corvo notou uma particularidade: eles estão virados para baixo. Vai ver os observadores estão mais interessados na vizinhança. No fim das contas, pode-se dizer que Foz é um grande polo astronômico! Inconstitucionalissimamente Márcio Rosa garante que proibir o ensino da ideologia de gênero não combina com a Constituição federal. E na visão do Corvo, o vereador está correto; é a União quem delibera sobre o caso. Taí uma das razões de a Câmara viver no olho do furacão: ficam futucando desnecessariamente caixa de marimbondo. Na sessão de inutilidades do Corvo, uma curiosidade: inconstitucionalissimamente (27 letras) não é a maior palavra da língua portuguesa como muitos insistem; pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico é a palavra campeã, com 46 letras! O Corvo premiará quem souber pronunciar a palavra sem titubear! Isso porque não faz parte da competição o dicionário do saudoso Valdo Vieira. Lá há palavras com um quilômetro de comprimento! E inconstitucionalissimamente ainda vem em décimo lugar! O prêmio é o transporte de graça, de Uber, para assistir a uma sessão da Câmara! Grande notícia Este Corvo infelizmente não está autorizado a falar nem do milagre nem do santo, mas muito em breve uma das regiões mais populosas de Foz, e que carece de instrumentos para o desenvolvimento, terá motivos para armar uma grande festança. E é notícia das boas de verdade. Enfim usaram a cabeça para um empreendimento no alvo. Rotura Este Corvo informa que o orifício asfáltico protuberante localizado na entrada da cidade, depois da aduana com a Argentina, continua vazio, enchendo-se apenas com os pneus dos veículos que caem nele. A cavidade é odiada pelos motoristas e amada pelos borracheiros e mecânicos especializados em suspensões e amortecedores. De tantas reclamações, logo o buraco vai transformarse em cova, levando para dentro dela os administradores públicos. Imposto de Renda Corvo, o prazo vai terminando, e eu aqui pensando: vou declarar o quê? Que tenho cara de palhaço? Que ânimo um cidadão brasileiro tem de pagar imposto diante de tanta roubalheira e sem-vergonhice? Pela primeira vez na vida estou seriamente pensando se vou declarar. PRB (Naturalmente, o leitor pediu para não publicarmos seu nome.) O Corvo responde: sonegar ou deixa de pagar é pior. Aí sim a vaca vai para o brejo, sem contar que o leão tem o dente bem afiado. Quem não cumpre a tarefa pode complicarse, pagar multa e correr o risco de passar aperto com a documentação. Os brasileiros estão muito revoltados com a situação política e os escândalos de corrupção, mas isso não quer dizer que vamos esculhambar a nação. GM insatisfeita Falta paciência por parte de muitos servidores. Vamos imaginar que se eles, dentro da coisa pública, estão na base da tolerância "zero", imagina o cidadão? A Guarda Municipal disse que vai comemorar o aniversário com protesto. Quem bomba esse Chico herdou, hein? Se conseguir arrumar a casa até o fim do governo terá estátua em praça pública! Feirinha Como este Corvo é fã incondicional da Feirinha da JK, vai dar uma força adicional publicando inclusive a arte publicitária que divulga a iniciativa desta sexta-feira, 13. A feirinha vai abrir das 19h30 à 0h. É só não cruzar com gato preto e não passar embaixo de escada que tudo vai dar certo. "Pé de pato mangalô trêis veis", dizia a avó do Corvo.

Foz do Iguaçu, quinta-feira, 12 de abril de 2018 Política 07 TRIBUTO MUNICIPAL Câmara analisa projeto que restabelece ISSQN fixo para profissionais liberais Representantes de entidades de classe opinam sobre decisão do prefeito de retornar ao sistema anterior Elson Marques Freelancer Em sessão extraordinária desta quinta-feira (12) será apresentado no expediente o projeto do prefeito Chico Brasileiro (PSD) que restabelece o sistema de ISS fixo para autônomos e profissionais liberais. Depois da aprovação polêmica no ano passado, o Executivo resolveu voltar atrás e manter a forma que vinha sendo cobrada. Um dos fatores é que a lei complementar federal da alíquota mínima de 2% (LCF 157/2016) não afetou a tributação aplicada a esses profissionais. A alteração feita no ano passado acabou com o valor anual fixo e passou a exigir recolhimento de ISS mensal. A medida atingiu os autônomos, incluindo taxistas, mototaxistas e profissionais como contadores, médicos, dentistas, advogados, engenheiros, arquitetos, administradores, economistas e outros. Nesta semana, o prefeito se reuniu com vereadores para anunciar que enviaria o projeto desfazendo a alteração na forma de tributação. As entidades de profissionais opinaram. Para o presidente do Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade de Foz do Iguaçu, Ocivaldo Gobetti Moreira, a decisão de Chico Brasileiro foi "em decorrência de mais de cem ações judiciais Valter Domingos: "Prefeito percebeu o equívoco e, de forma sensata, está revogando a lei" contra a cobrança do ISSQN sobre o faturamento dos profissionais autônomos liberais e das empresas de serviços profissionais liberais com alíquota de 2%, bem como já com duas ações deferidas favoravelmente aos contribuintes". Segundo o presidente do Sincofoz, "isso mostra a força de uma classe que congrega vários profissionais na área de serviços da nossa cidade. Isto tudo dentro da lei e ordem jurídica, dentro daquilo que nós tínhamos proposto ao prefeito antes da aprovação desta lei". Ocivaldo informou que quem entrou na Justiça está fazendo recolhimento do imposto em depósito judicial. "Quem não entrou na Justiça efetuou o recolhimento normal para a prefeitura e agora tem que solicitar a devolução", completou. Prefeito corrige erro, diz OAB O presidente da subseção de Foz do Iguaçu da Ordem dos Advogados do Brasil, Valter Cândido Domingos, afirmou que na época da votação do projeto, no ano passado, a OAB e outras entidades como o SESCAP alertaram tanto o prefeito quanto a Câmara sobre a questão legal. "Alertamos sobre as demandas judiciais que seriam ingressadas e também do erro jurídico e político que estavam cometendo", citou. De acordo com Valter Domingos, o prefeito havia adian- Ocivaldo disse que a alteração na lei gerou mais de cem ações judiciais tado esse assunto a ele em reunião recente. Disse que iria entrar com o projeto para revogar o que foi aprovado no ano passado. "Desta forma, volta ao regime anterior que é o ISS fixo, conforme lei maior prevê, ou seja, em tempo o prefeito reconheceu isso, mudando o pensamento dele e do corpo jurídico que o assessorava. Percebeu o equívoco e, de forma sensata, está alterando a lei. Queremos agora a tramitação o mais rápido possível", concluiu o presidente da OAB/Foz. Após ser lido no expediente da sessão de hoje, o projeto será enviado às comissões reunidas para parecer antes de ser levado ao plenário para a votação em regime de urgência. Médico que humaniza tratamento do câncer será homenageado nesta quinta O médico oncologista Aref Muhieddine, idealizador do projeto Moça Bonita, será homenageado hoje (12) durante a sessão ordinária com a entrega da Moção de Aplauso da Câmara Municipal. O tratamento humanizado implantado pelo profissional em atenção às vítimas de câncer, especialmente mulheres jovens, teve o reconhecimento do Legislativo por meio de uma iniciativa do vereador Tenente-Coronel Marcos Antônio Jahnke. "Destacamos os relevantes serviços prestados na área médica e especialmente na oncologia, não somente em Foz do Iguaçu, mas também no Brasil, no Oriente Médio e em breve nos Estados Unidos. Ele é o idealizador do projeto Moça Bonita, que atende jovens e moças com câncer", lembrou e o vereador. Por quase uma década foi responsável pelo tratamento de radioterapia na região da Tríplice Fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai. Por falar árabe, inglês e espanhol, muitos pacientes de diversas partes do mundo são atendidos no Brasil, sob os cuidados do médico.

gazetanit@gmail.com - Gazeta Niteroiense