Views
8 months ago

Almanaque2

Almanaque número 2, com o conteúdo completo das edições nº 7 a nº 12 da Revista Mensal Peripécias Contendo as Seções Destaques, Túnel do Tempo, Sociais, Turismo, Literatura, Sala de Leitura, Teatro, Arte, Personalidades, Poesias, Atualidades, do Fundo do Baú, Fotografia, Formaturas, Humor, Culinária, Esportes, Curiosidades, Aniversariantes, Classificados, Biblioteca, História de Família e Espaço do Leitor.

Colaboração: Paulo

Colaboração: Paulo Lapagesse Junior..

RUA SANTA LUIZA Colaboração: Jose Francisco Simões Correa ATO I - Entre as décadas de 1940 e 1950. Nessa época a Rua Santa Luiza era conhecida como uma das ruas das Batalhas de Confetes, juntamente com a rua D. Zulmira. Quando se pegava um taxi, e dizia, por favor, para a Rua Santa Luiza, o motorista falava “Ah! aquela rua de boas Batalhas de Confetes, sei onde fica!“. Essa última tinha um apito, de ar comprimido, que saia pela chaminé, e era ouvido longe. Funcionava às 6h e 40min, às 7h – às 11h às 12 h – às 16h e 40min e às 17 horas. Operários e operárias que moravam no subúrbio, saltavam do Bonde na Mas além do movimento com relação ao pré-carnaval com as Batalhas, era esquina da Rua São Francisco Xavier e caminhavam a pé pela Santa Luiza, frequente o movimento de para chegar até ao transeuntes, em função das fábricas Serviço. O fluxo era maior entre 7 e que existiam na rua Ribeiro 8 horas – ida - e 16 e 17 horas - Guimarães, a Perfumaria Myrta, dos volta, de segunda a sexta-feira. produtos EUCALOL, a Fábrica Peixe, Além disso, a quantidade de de Goiabada e Marmelada PEIXE, e ainda a FÁBRICA BOTAFOGO DE TECIDOS, na Av. Maracanã com Vendedores Ambulantes era grande. E dos mais variados tipos de serviços. Barão de Mesquita.

Almanaque nº 1
Peripécias 12