Views
5 months ago

Almanaque2

Almanaque número 2, com o conteúdo completo das edições nº 7 a nº 12 da Revista Mensal Peripécias Contendo as Seções Destaques, Túnel do Tempo, Sociais, Turismo, Literatura, Sala de Leitura, Teatro, Arte, Personalidades, Poesias, Atualidades, do Fundo do Baú, Fotografia, Formaturas, Humor, Culinária, Esportes, Curiosidades, Aniversariantes, Classificados, Biblioteca, História de Família e Espaço do Leitor.

A NOVA CARTEIRA DE

A NOVA CARTEIRA DE IDENTIDADE O novo Registro de Identidade Civil (RIC), documento que substituirá as atuais carteiras de identidade, já está sendo produzido pela Casa da Moeda, no Rio. A entrega, que começaria em janeiro, foi adiada para fevereiro. Mas, por enquanto, apenas 25 mil cariocas terão direito ao documento renovado — um cartão com chip, considerado praticamente à prova de fraudes. A escolha dos primeiros beneficiados, já concluída, foi feita por meio de um sorteio, segundo o Detran-RJ, órgão responsável pelo banco de dados no Rio. O diretor do Instituto Nacional de Identificação (INI), Marcos Elias Araújo, explica que essas pessoas ainda não sabem que receberão o cartão: — Esses primeiros selecionados receberão, em casa, um aviso para buscarem o novo documento, que será gratuito. Até o fim do ano, serão emitidos dois milhões de RICs em todo o país. O Detran-RJ ainda não decidiu se, nos próximos meses, a seleção continuará aleatória ou se a solicitação poderá ser feita por qualquer pessoa em postos de atendimento. O modelo antigo da carteira de identidade continuará sendo emitido normalmente nos postos e a migração será feita, de forma gradual, nos próximos dez anos: O cartão segue um modelo amplamente usado em países da Europa e torna quase impossível as fraudes. Há um conjunto de detalhes técnicos que o tornam muito seguro. A partir de julho deste ano o público terá acesso também à nova carteira de identidade do Brasil pelo celular, se correr como esperado o cronograma do Tribunal Superior Eleitoral, que coordena a empreitada. O sistema que dá suporte ao novo documento, porém, já está de pé. Desenvolvido pelo Serpro, ele já incorpora o que funciona como a segurança do Documento Nacional de Identificação: um sistema por QR Code criptografado capaz de reconhecer se a documentação é legítima ou foi adulterada.

O MEXIDINHO DO PONTO CHIC Colaboração: Antônio Carlos Quando fui para São Paulo, em 1972, uns colegas da Carvalho Hosken me levaram para almoçar no “Ponto Chic”, disseram que ali faziam um “mexidinho” delicioso. Tinham razão! Desde então, todas as vezes que vou a São Paulo faço questão de comer um mexidinho no Ponto Chic! E acabei aprendendo a fazer, passou a ser uma das minhas especialidades. O Ponto Chic é um dos bares mais tradicionais de São Paulo, com mais de 90 anos de existência e história. Os alunos da Faculdade de Direito do Largo São Francisco também se tornaram assíduos frequentadores. Um de seus mais ilustres alunos, Casimiro Pinto Neto, o Bauru, que tinha esse apelido por ser da cidade de Bauru, SP, foi o responsável pela invenção do sanduíche que levou seu nome (1937), O Famoso Bauru e até hoje o Ponto Chic mantém sua receita original: O Bauru ao Ponto Chic é um delicioso sanduíche no pão francês com finas fatias de rosbife, tomate em rodelas, pepino em conserva e uma mistura de 4 tipos de queijos fundidos em banho-maria (queijo prato, estepe, gouda e suíço). Esta mistura também é usada no mexidinho, mais presunto e ovos... É imperdível visitar o Ponto Chic e conhecer as tradições e as delícias que fazem sucesso há tanto tempo!

Almanaque nº 1