Views
8 months ago

Revista Desporto&Sports ed 13 (versão gratuita)

#Grandes Perguntas Pode

#Grandes Perguntas Pode a Idade relativa REPRESENTAR UMA VANTAGEM PARA CHEGAR ÀS SELECÇÕES DE FUTSAL EM PORTUGAL? 38 •

Maria F. Serrano Mestre em Jornalismo Desportivo; Jornalista Desportiva da Real Madrid TV João M. Serrano Professor Auxiliar com Agregação da Universidade de Évora, Mestre em Treino Desportivo, Treinador de Futsal Grau III, Seleccionador Distrital de Futsal da Associação de Futebol de Évora jmrs@uevora.pt As competições desportivas encontram-se organizadas por escalões etários, procurando desta forma proporcionar às crianças e jovens em formação a possibilidade de competirem dentro de padrões semelhantes de desenvolvimento físico e cognitivo. No Futsal em Portugal, por exemplo, os escalões de formação abrangem normalmente dois anos: Petizes (6-7 anos); Traquinas (8-9 anos); Benjamins (10-11 anos); Infantis (12-13 anos); Iniciados (14-15 anos); Juvenis (16-17 anos); Juniores (18-19 anos), com a contagem da idade a acompanhar o ano civil, a iniciar-se em Janeiro e a terminar em Dezembro. A diferença de idade cronológica entre um jogador do segundo ano do escalão que nasceu em Janeiro e um jogador do primeiro ano do escalão que nasceu em Dezembro é, neste caso, de praticamente dois anos, pelo que é normal que existam diferenças de desenvolvimento, criando desvantagem aos mais jovens (Penna et al., 2012). Esta questão ganha maior importância nos escalões em que as competições assumem um carácter formal. Se nos escalões lúdicos (até aos Benjamins) se aposta em geral no modelo formativo, de igualdade de oportunidades, com uma formação gradual e integral dos jogadores com objectivos de longo prazo, nos escalões pré-competitivos (Infantis) e, especialmente, nos escalões etários acima deste a aposta é claramente no modelo competitivo, procurando as equipas alcançar o sucesso a curto prazo. No Futsal em Portugal, são organizadas as taças nacionais Sub 15, Sub 17 e Sub 19 em masculinos e Sub 19 femininos, é, por isso, de esperar que nesta perspectiva e nestes escalões muitos treinadores se preocupem mais com o resultado do que com o processo, proporcionando menos tempo de competição aos jogadores do primeiro ano do escalão (Sub 14, Sub 16 ou Sub 18), normalmente com menor desenvolvimento físico do que os colegas do segundo ano do mesmo escalão. Efeito da Idade Relativa” (EIR) encontra-se associado às diferenças físicas e psicológicas entre atletas do mesmo ano de nascimento mas de meses diferentes. De acordo com este efeito, estas diferenças fisiológicas (muito associadas à idade cronológica) conferem vantagem temporária na prática de um determinado desporto aos atletas nascidos nos primeiros meses do ano (Andronikos et al., 2016). • 39

Desporto&Esport - ed 11
Desporto&Esport - ed 11
Desporto&Esport - ed.7 versão plus
Desporto&Esport - ed 9
Desporto&Esport - ed. 5 - Plus
Desporto&Esport - ed. 4 Plus
Desporto&Esport - edição1 2014
Revista LiteraLivre 4ª edição (versão 1)
Portugal FC vs Brampton Lions - Post Milenio
SUB-20 PORTUGAL, 2 CABO VERDE, 0. - Post Milenio
Desporto&Esport ed. 2 plus
Desporto&Esport - ed 10
cláudia nandi formentin - Unisul
versão para imprimir (arquivo em pdf) - Revista Espaço Acadêmico