Views
3 months ago

Revista Desporto&Sports ed 13 (versão gratuita)

#Futsal Os diferentes

#Futsal Os diferentes tipos de pisos das quadras Pisos e o impacto sobre a musculatura dos atletas Willians LONGEN Fisioterapeuta, Pós-Graduado em Ciências do Esporte e Medicina Esportiva, Mestre em Ergonomia, Doutor em Ciências da Saúde / Laboratório de Biomecânica-LABIOMEC-Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC willians@unesc.net 42 •

Futebol de salão (futsal) é um esporte derivado do futebol de campo, que migrou e foi adaptado pela falta de espaços amplos e adequados para se jogar e pela necessidade de criar alternativas para a prática protegida das intempéries de diversas ordens (Navarro e Almeida, 2008; Lefchak e Longen, 2014). Trata-se de uma modalidade com progressiva ascensão e que tem atraído adeptos em todo o mundo. Em geral é praticado em quatro tipos distintos de pisos: concreto, asfáltico, de madeira e de material sinteticamente estruturado (conhecido popularmente por “sintético”). Preconizase que sejam rigorosamente nivelados, sem declives, nem depressões, visando prevenir escorregões, entorses ou outros tipos de mecanismos de trauma indireto, além dos impactos na qualidade da fluidez da bola e portanto, da prática do esporte em si. Sobre trauma é importante destacar que trauma direto é o ocasionado pela ação de um agente (geralmente adversário) diretamente sobre a estrutura corporal, ocasionando lesões, muito frequentemente entorses e fraturas. O trauma indireto é sofrido sem o contato com outro agente, onde a cinética (movimento) do próprio lesionado acaba acarretando a lesão, não sendo raros também os entorses e os estiramentos musculares. Cada superfície de jogo tem suas características que refletem nas exigências psicofisiológicas de uma prática rápida e fluída, como do futsal, até chegar ao esforço físico demasiadamente intenso do futebol de areia, que por vezes exige que a condução da bola seja aérea, tamanha a exigência imposta pela irregularidade e absorção de energia cinética (do movimento) que a areia exige. O futsal caracteriza-se por ser uma modalidade esportiva onde a movimentação em quadra requer súbita aceleração e desaceleração, com bruscas mudanças de direção, expondo as estruturas osteomioarticulares dos praticantes a grandes exigências, elevando o risco de lesão em relação à outras modalidades (Moreira et al, 2004; Lefchak e Longen, 2014). A busca pela melhor preparação competitiva, bem como, a evolução tática e técnica das últimas décadas abriu espaço ao futebol-força, visto que, o futsal é caracterizado por uma expressiva necessidade de preparo físico, rapidez, forte marcação em espaço restrito exigindo esforços de alta intensidade, explosões, arrancadas e desacelerações, paradas bruscas, velocidade, direção, na maioria das vezes com curta duração. A força muscular é um O piso de madeira é tido como uma melhor solução de qualidade para quadras especialmente as poliesportivas, incluindo o futsal. Nas mesmas, via de regra, há uso de amortecedores de impacto de borracha, com perspectiva de absorção de 60% do impacto envolv ido nas quedas, frenagens, arrancadas, saltos e impulsos envolv idos na dinâmica da prática do futsal. dos mais importantes componentes para o desempenho dessa modalidade. O desempenho dos atletas em quadra sofre influência do nível de preparo da musculatura exigida para a prática do futsal (Junior e Assis, 2010; Moraes, Martins e Longen, 2016). Em relação às exigências musculoesqueléticas e os riscos da prática do futsal há fatores intrínsecos e extrínsecos. • 43

Desporto&Esport - ed 11
Desporto&Esport - ed 9
Desporto&Esport - ed. 4 Plus
Revista LiteraLivre 4ª edição (versão 1)
Desporto&Esport - ed 11
Desporto&Esport - ed.7 versão plus
Desporto&Esport - ed. 5 - Plus
Desporto&Esport - edição1 2014
SUB-20 PORTUGAL, 2 CABO VERDE, 0. - Post Milenio
Portugal FC vs Brampton Lions - Post Milenio
Desporto&Esport - ed 10
Desporto&Esport ed. 2 plus
cláudia nandi formentin - Unisul
versão para imprimir (arquivo em pdf) - Revista Espaço Acadêmico