Views
1 week ago

Jornal A Notícia Ed 684

A

A Notícia / 04 CARA DE PAU Senador tem alta rejeição do eleitor só perdendo para o odiado Michel Temer Collor comemora conquista medíocre de 2% em pesquisa Fernando Collor de Mello (PTC) anun ciou no último mês de janeiro que irá dis putar a Presidência da República desde ano. E na última pesquisa divulgada pelo Ins tituto Datafolha, na madrugada de quarta-feira (31), apresentou que o expre sidente estreou na pesquisa da corrida pre sidencial como um dos líderes em re - jei ção. De acordo com a pesquisa, 44% dos eleitores afirmaram que não votariam em Collor "de jeito nenhum". A rejeição de Fernando Collor só é menor que a do pre sidente Michel Temer, que atingiu a 60% dos eleitores. As informações são da Fo lha de S. Paulo. Collor ainda está 2%, numerica men - te empatado com o presidente da Câ ma ra, Rodrigo Maia (DEM), e com o mi nis tro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD). A estratégia do PTC é usar a can di datura como atrativo para eleger de 9 a 11 deputados federais. Um deles será o fi lho do senador, Arnon Collor, atual vice-pre - sidente na América Latina do grupo NBA, liga de basquete americano. O partido espera também as candidaturas à ree lei ção dos atuais deputados Uldurico Pin to (PV- BA) e Brunny (PR-MG), que fo ram eleitos em 2014 pelo PTC, mudaram de agremiação e agora negociam o retorno à sigla. A legenda também traçou como me - ta eleger de três a quatro senadores em ou tubro deste ano, pelo Amapá, Rio Gran de do Norte e Amazonas. Eles se jun tarão a Collor, que, caso não se eleja pre sidente, terá mandato de senador até 2022. Em Alagoas, a tendência é o PTC re petir a aliança de 2014 e apoiar a ree lei - ção de Renan Filho (MDB) a governador e do pai dele, Renan Calheiros (MDB- AL), a senador. Réu na Operação Lava Jato, Collor é acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Em agosto de 2017, o Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou a denúncia do então procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o político. Ele é acusado de ter recebido ao menos R$ 29 milhões em propinas, entre 2010 e 2014. A defesa do senador nega e diz que vai provar sua inocência. Segundo o site da revista Veja, Collor está contente com os resultados da pesquisa. A razão da alegria de Collor é que ele alcançou dois pontos percentuais. Está confiante de que os números serão ainda melhores nas próximas pesquisas. O Datafolha entrevistou 2.826 pessoas em 174 municípios entre os dias 29 e 30 de janeiro. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou menos. Maceió, 03/02 a 09/02 de 2018 DEMOCRACIA BURRA Lula tem 37 por cento das intenções de voto, contra 16 por cento de Bolsonaro Brasil quer condenado por corrupção como presidente O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve a liderança nas intenções de voto para a eleição presidencial de outubro apesar da condenação em segunda instância, enquanto em cenário sem o petista o deputado Jair Bolsonaro (PSC) lidera e até quatro concorrentes disputam o segundo lugar. Lula tem 37 por cento das intenções de voto, contra 16 por cento de Bolsonaro e 7 por cento tanto para o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), como para o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), em um cenário sem a participação de Marina Silva (Rede). Nos demais cenários, a participação de Lula varia entre 34 e 36 por cento, enquanto Bolsonaro aparece com 16 a 18 por cento das intenções de voto. No entanto, sem a presença de Lula os votos do petista são pulverizados. Nesse caso, Bolsonaro lidera com 18 por cento das intenções de voto, contra 13 por cento da ex-ministra Marina Silva (Rede), 10 por cento de Ciro e 8 por cento tanto para o apresentador de TV Luciano Huck (sem partido) com para Alckmin, em um dos cenários. Nos demais cenários sem Lula, Bolsonaro aparece com 19 e 20 por cento das intenções de voto.

Maceió, 03/02 a 09/02 de 2018 A Notícia / 05 CANAL DO SERTÃO As 200 famílias beneficiadas cultivarão hortaliças e frutas de modo sustentável e autossuficiente Recursos da Desenvolve vão estimular pequenas lavouras ELIETE AMÂNCIO Atuando mais uma vez em favor de pequenos produtores do interior do Estado, a Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve) acaba de firmar uma nova parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) e a Emater. O propósito é implementar um projeto de desenvolvimento rural que visa a transformação social, produtiva e ambiental de 200 famílias que moram nas proximidades do Canal do Sertão. De acordo com o diretor de Desenvolvimento e Projetos da Desenvolve, Israel Lessa, que recentemente foi empossado ao cargo, a ideia é liberar pouco mais de R$ 5 milhões e meio para pequenos produtores de frutas e hortaliças, mas também de forragens, que necessitam garantir suas irrigações, o que depende exclusivamente de projetos que possibilitem o acesso às águas do canal sertanejo. A maior parte deste recurso, segundo Lessa, está garantido pelo Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), por orientação do governador Renan Filho, que entende como urgente o atendimento às necessidades dos agricultores familiares alagoanos. Uma outra parte, cerca de 400 mil reais, serão aportados pela Desenvolve, para assegurar que os ribeirinhos possam iniciar suas plantações e mantê-las de modo sustentável e ambientalmente responsáveis. „Precisamos realizar essas liberações de maneira coerente, com embasamento técnico e garantias de que as produções darão retorno aos pequenos agricultores. Esse papel é o que entendo como o que devemos adotar, provando que não basta dar o investimento, mas, principalmente, ajudar o tomador a aplicá-lo de modo eficaz‰, apontou o diretor. Para os órgãos parceiros neste projeto, a prioridade deve ser o fator humano, cuja união de forças deve buscar como meta soluções para a utilização dos recursos naturais, mas sem deixar de lado a questão ambiental e social. Os técnicos envolvidos no projeto terão como maior desafio aglutinar estratégias que promovam o desenvolvimento de culturas aliadas às condições climáticas e geoambientais daquela localidade, afastando aquelas famílias do fantasma da extrema pobreza. Segundo o diretor administrativo financeiro da Desenvolve, Flávio Dória, a concepção destas liberações para o desenvolvimento das plantações no perímetro do Canal do Sertão, é a concretização de um sonho de mais de duas décadas e que seguramente vão contribuir efetivamente com o fortalecimento da agricultura familiar. “ Esse papel é o que entendo como o que devemos adotar, provando que não basta dar o investimento, mas, principalmente, ajudar o tomador a aplicá-lo de modo eficaz ISRAEL LESSA, DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO E PROJETOS DA DESENVOLVE “ „Toda e qualquer ação direcionada a esses agricultores que residem no semiárido alagoano, consolida-se como forma de gerar renda e, consequentemente, o desenvolvimento do Estado de Alagoas‰, afirmou Dória. “ Toda e qualquer ação direcionada a esses agricultores que residem no semiárido alagoano, consolida-se como forma de gerar renda e, consequentemente, o desenvolvimento do Estado de Alagoas FLÁVIO DÓRIA, DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO DA DESENVOLVE “ Um convênio de cooperação técnica deverá ser assinado, ainda este mês entre a Desenvolve, a Seagri e a Emater. Posteriormente 200 módulos serão implantados com recursos do Governo do Estado, através da Desenvolve, para a contratação das equipes técnicas para O projeto terá início com a implantação de Módulos Irrigados de Produção e Aprendizagem (Mipa), uma estratégia metodológica de construção do conhecimento sobre os diversos temas ligados à técnica do sistema de irrigação e de manejo. Esse instrumento de produção e aprendizagem permite que a assessoria técnica trabalhe, na prática, junto às famílias de agricultores, todos os conceitos de montagem e manejo do sistema de Principais ações a elaboração dos 68 projetos pendentes, contratação dos dias de campo com capacitações e criação de um fundo de aval. Os módulos são áreas escolas-produtivas, pequenas áreas irrigadas e cultivadas (cerca de meia tarefa), a partir irrigação, manejo da fertilidade dos solos, manejo ecológico de insetospraga, manejo dos diversos cultivos, chegando até a gestão da produção e comercialização nas feiras agroecológicas. de princípios agroecológicos para os manejos de água, solo e biodiversidade e produção para as feiras agroecológicas que vão gerar renda para sertanejos dos municípios de Delmiro Gouveia, ˘gua Branca, Inhapi, Pariconha e Olho DÊ˘gua do Casado.

Jornal Noticias de Albufeira - PST Portugal
BASF Notícias - Ed. 2/2017 (PORTUGUÊS)
Jornal UNEC Noticias - 1º Semeste 2010/1
JORNAL PQ RESID LAGOINHA - NOTICIAS (OUT_17)
Cem artigos de jornal : insertos no Diario de noticias de Lisboa e ...
O JORNAL MARICÁ ED 2 - PRIMEIRA QUINZENA DE AGOSTO DE 2016
Ed-44