Views
6 days ago

Revista +Saúde - 10ª Edição

90,

SARNA SARCÓPTICA SARNA SARCÓPTICA A Sarna Sarcóptica ou Escabiose é uma doença dermatológica que ocorre nos cães e gatos e pode ser transmitida ao homem. É causada por um ácaro parasita e o contagio se dá após o animal entrar em contato direto com animais infectados ou com locais e objetos contaminados pelo ácaro, pois este pode sobreviver por alguns dias fora do hospedeiro. O cão é, sem dúvidas, o animal de companhia mais atingido pela sarna sarcóptica, especialmente quando se trata de um cão vadio ou que vive em canis de cães abandonados. O gato raramente é infectado. Este tipo de sarna causa coceira intensa no animal, vermelhidão da pele, queda de pelos e desenvolvimento de crostas e cascas. Infecções bacterianas na pele comumente ocorrem na pele inflamada e irritada. Os ácaros sarcópticos preferem peles com pouco pelame, portanto são mais numerosos nas orelhas, cotovelos e abdome. Com a evolução da doença, os pelos caem e, eventualmente, os ácaros ocupam grandes áreas de pele. O diagnóstico é realizado através de um raspado de pele e, posteriormente, observação do ácaro no microscópio. ricida associada à medicação sintomática e, se necessário, antibióticos, tratamento da coceira, banhos antissépticos e suplementos nutricionais específicos. A medicação acaricida pode ser administrada sob a forma injetável (sempre pelo médico veterinário) em banhos medicamentosos ou por via oral. A melhora do animal é visível poucos dias após o início do tratamento e, em regra, a cura completa pode ser conseguida em duas semanas de tratamento. Casos graves ou crônicos podem demorar mais tempo, não pela ineficácia da medicação acaricida, mas pela dificuldade em reverter as alterações que se vão produzindo na pele do animal (seborreia oleosa, hiperqueratose, hiperpigmentação, ou seja, pele espessa, escura e gordurosa). Os animais contaminados devem ficar isolados, seguindo com os cuidados de proteção (luvas, roupa descartável e etc) ao realizar o tratamento, pelo risco de contágio fácil desta doença de pele. O ambiente contaminado por ácaros deve ser higienizado e tratado com um produto acaricida. TRATAMENTO O tratamento consiste na medicação aca- pet center ,91 Dr. Filipe de Freitas Faria CRMV:6640 Diusa Maria de Souza Administradora

Revista +Saúde - 2ª Edição
Revista 015 - 10ª Edição
Revista Em Diabetes edicao 12
Revista Em Diabetes Edição 10
Revista Em Diabetes - Edição 4
Revista Em Diabetes Edição 09
saude mental 2012 FINAL 5.indd - BVS Ministério da Saúde
manual de condutas - Portal Saude Brasil . com
Revista literalivre - 7ª edição
edicao-86-revista-entre-lagos
Revista SF - Edição 01
Revista Fúcsia - Edição 16
Edição 16 | Ano 8 | No.3 | 2010 REVISTA - Contemporânea - Uerj
Revista Em Diabetes - Edição Especial