Views
7 months ago

GAZETA DIARIO 555

12 Estadual Foz do

12 Estadual Foz do Iguaçu, sábado e domingo, 14 e 15 de abril de 2018 Com o PT, sem chance O deputado federal Sérgio Souza não gostaria de ver uma coligação do MDB com o PT. "O problema é que existem muitas pessoas destes partidos em um cenário de denúncias e investigações. Isso complica. Não gostaria de uma coligação do MDB com o PT, mas não tenho controle partidário para influenciar nisso. Acho que teremos articulação para barrar, mas precisamos aguardar para ver. Daqui a pouco teremos que cuidar apenas da candidatura de deputado e deixar essa situação de governador para que definam o que vão fazer", disse em entrevista ao O Presente, de Marechal Cândido Rondon. ExpoLondrina A governadora Cida Borghetti destacou ontem (13) a força e a importância da ExpoLondrina para o agronegócio e ao setor produtivo da Região Norte e do Paraná. "A ExpoLondrina recebe mais de 500 mil pessoas, movimenta R$ 500 milhões em negócios, é um dos maiores eventos do agronegócio brasileiro. É um símbolo de Londrina e bem representa a pujança e a riqueza desta região", disse ela, ao visitar estandes da feira e conversar com produtores da região. Cidadania ACP O empreendedor e educador Wilson Picler acaba de receber o prêmio ACP Cidadania. O título é concedido pela Associação Comercial do Paraná a personalidades que se destacam por sua atuação em benefício do aperfeiçoamento e defesa das instituições nacionais e da democracia, dos princípios da cidadania, do direito, da justiça e da solidariedade. Bilhete premiado Parece piada, mas não é que uma mulher de Foz do Iguaçu, que não quis identificar-se, caiu no famoso golpe. A vítima informou à polícia que sacou R$ 19 mil em diversos bancos, na tentativa de ajudar uma pessoa com "aparência de ser do campo, agricultor". Imagens de câmeras de monitoramento registraram o momento em que ela passa pelos bancos. Novo reitor Informa o Cláudio Osti, no Paçoca com Cebola, que numa das eleições mais tranquilas para o novo comando da Universidade Estadual de Londrina, o professor do Departamento de Economia Sérgio de Carvalho foi eleito reitor. Ele recebeu 67% dos votos válidos. Pelo SD O ex-ministro Aldo Rebelo será candidato à presidente pelo Solidariedade. Ele anunciou a saída do PSB por discordar da entrada no partido do ex-presidente do STF Joaquim Barbosa, possível candidato ao Planalto da sigla. "Aceitei o convite para ser candidato a presidente pelo Solidariedade", disse ontem. Como lembra o Estadão, Rebelo é um militante histórico do PCdoB, partido que deixou no ano passado. Sem aventura "O Paraná não pode errar, o Brasil não pode errar, tem que colocar gente séria, competente, com experiência. Não é hora de apostar numa aventura, é hora de votar em quem a gente sabe que vai dar conta do recado, senão nós vamos colocar o Paraná e o Brasil mais próximo do abismo." Do ex-senador e pré-candidato ao Governo do Estado Osmar Dias, em palestra a estudantes da UCP — Faculdade do Centro do Paraná, em Pitanga. Mais de política no www.bocamaldita.com. MEIO AMBIENTE Parque das Aves participa da atualização da lista de aves ameaçadas de extinção no Paraná Empreitada é viabilizada graças a convênio firmado entre a Secretaria de Estado do Meio Ambiente, IAP e Parque das Aves Da redação Reportagem O processo de revisão da Lista Vermelha de Aves Ameaçadas de Extinção no Estado do Paraná foi apresentado nesta semana em Curitiba. Objeto de convênio firmado entre a Secretaria de Estado do Meio Ambiente, Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e Parque das Aves, de Foz do Iguaçu, o processo visa a atualizar a lista e monitorar o status de conservação dessas espécies. O Parque das Aves ficou responsável pelos recursos, contratação e monitoramento das equipes de trabalho. "Um projeto que deve ser modelo para os demais segmentos da área ambiental, em que a parceria entre governo e a iniciativa privada traz frutos para a sociedade, promovendo a preservação do meio ambiente e, com isso, a melhoria na qualidade de vida dos paranaenses", afirma o secretário do Meio Ambiente do Paraná, Antonio Carlos Bonetti. O trabalho será desenvolvido em três etapas. A primeira é uma consulta popular em que o público poderá contribuir por meio de uma plataforma aberta e livre na internet. Em seguida, cientistas e ornitólogos do Paraná vão avaliar todos os dados segundo o procedimento científico. A etapa final será a elaboração e publicação da Lista Vermelha de Espécies de Aves Ameaçadas do Paraná atualizada. Todo o processo será mediado e executado pela Hori Consultoria Ambiental, coordenada por Fernando Straube e Paraná é o primeiro estado brasileiro a ter a Lista Vermelha de Animais Ameaçados de Extinção com 117 espécies de aves Autoridades e especialistas acompanharam apresentação do processo nesta semana Alberto Urben Filho, ornitólogos paranaenses com ampla experiência na supervisão da criação das listas vermelhas. "A ideia é que esse projeto seja finalizado em nove meses, mas existe a possibilidade de um pequeno atraso, tendo em vista que o prazo estimado para a consulta pública foi de um mês e provavelmente será estendido por mais tempo. Entretanto, até o começo do ano que vem, já teremos uma lista definitiva das espécies de aves ameaçadas no Paraná", garante Urben Filho. "Para o estado é excelente, pois teremos à disposição material científico sobre espécies ameaçadas, que servirá de base para criação de políticas públicas voltadas à proteção, possibilitando a implementação de programas e ações voltadas para educação ambiental, com o objetivo de sensibilizar a sociedade no sentido de conservar espécies tão importantes para a fauna de nosso estado", destaca a coordenadora de Biodiversidade e Florestas da Secretaria do Meio Ambiente, Sueli Naomi Ota. As Listas Vermelhas de Espécies Ameaçadas foram criadas em 1964 pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN). O Paraná é o primeiro estado brasileiro a ter a Lista Vermelha de Animais Ameaçados de Extinção com 117 espécies de aves. Para a diretora-geral do Parque das Aves, Carmel Croukamp, "é extremamente importante fazer este trabalho agora, pois a atual lista está muito defasada. Precisamos urgentemente identificar as espécies que mais precisam da nossa ajuda", explica. (Com informações da AEN)

Foz do Iguaçu, sábado e domingo, 14 e 15 de abril de 2018 13 F