Views
4 months ago

Anatomia_Topogrfica__MMSS_resumo

exercicios

Ana Karoline Bittencourt Alves MED 12.2 ANATOMIA DO MEMBRO SUPERIOR – Carla Gabrielli Professora Dra. Carla Gabrielli MEMBRO SUPERIOR I • Plexo braquial • Veias superficiais do membro superior O membro superior é composto por uma RAIZ, a parte que fixa o membro superior ao tronco: o OMBRO. E uma parte livre que é composta de 3 segmentos: o segmento proximal: BRAÇO; o segmento médio: ANTEBRAÇO; e o segmento distal que será a MÃO. Tem uma construção de estratimeria, isto é, os segmentos são compostos por camadas que se sobrepõe: pele, tela subcutânea, nervos cutâneos e veias superficiais, fáscia muscular, músculos, artérias, veias profundas e nervos motores. Além disso, tem as articulações e os ossos. Diz-se então que a construção segue o PRINCÍPIO da ESTRATIMERIA. PLEXO BRAQUIAL Constituinte do sistema nervoso periférico Vai ser responsável pela inervação de QUASE todo o membro superior. Ele é composto por fibras nervosas motoras, com inervação motora PARA OS MÚSCULOS estriados esqueléticos, fibras sensitivas ou sensoriais para a pele e para as articulações (propriocepção - sensação de posição nas articulações); além das fibras autônomas que vão para os vasos sanguíneos, regulam a secreção das glândulas sudoríparas e músculos eretores do pelo promovendo o arrepio por conta dessas duas ações na pele, o membro superior não é completamente inervado pelo plexo braquial. De cada lado da medula espinal saem raízes nervosas: as raízes dorsal e ventral se unem para formar os nervos espinais. A raiz dorsal é sensitiva, sensorial, leva informações para o SNC, e a outra raiz, a raiz anterior ou ventral, contêm fibras motoras para controlar a contração da musculatura. O nervo espinal, sendo a união dessas duas raízes, é um nervo misto. Os nervos espinais saem pelos forames intervertebrais e bifurcam-se: O ramo maior segue anteriormente e o menor ramo é o dorsal (nervo espinal > ramo ventral e ramo dorsal). AMBOS os ramos também são MISTOS (logo os termos raiz e ramos acarretam em funções diferentes). . Qual o destino desses ramos dos nervos espinais? Os ramos dorsais em toda a extensão da coluna inervam a musculatura intrínseca do dorso e a pele. E os ramos ventrais vão ter um destino anterior. Os ramos ventrais da região cervical, torácica alta, lombar e sacral vão intercambiar fibras entre si, para constituir os plexos (intercruzamento de fibras nervosas procedentes sempre de ramos ventrais de nervos espinais de diferentes níveis (L1 com L2..)) os únicos que não constituem plexos são os nervos torácicos de T1 a T11 que são ditos nervos intercostais, correndo nos espaços entre as costelas (pertencentes ao feixe vasculonervoso). Topograficamente o plexo braquial ocupa duas partes: supraclavicular (em cima da clavícula) e infraclavicular. A parte supraclavicular fica situada no pescoço. Enquanto a parte infraclavicular fica situada na axila. O plexo braquial é formado a partir dos ramos ventrais dos nervos espinais C5, C6, C7, C8 e T1 (apesar de haver somente 7 vértebras cervicais temos 8 nervos cervicais, o nervo c1 sai em cima do atlas da coluna vertebral). . RAMOS VENTRAIS > TRONCOS > FASÍCULOS > RAMOS TERMINAIS ... + RAMOS COLATERAIS (no decorrer do plexo) • O ramo ventral de C5 une-se ao C6 e forma o tronco SUPERIOR. . • O ramo ventral do C7 continua como tronco MÉDIO; • E o ramo ventral de C8 se une ao ramo ventral de T1 e forma o tronco INFERIOR. . Apresenta então 3 troncos: superior, médio e inferior. Esses troncos vão bifurcar cada um deles em uma divisão anterior e uma divisão posterior, estas vão se unir para formas fascículos. .

Exercícios Exercícios Juros e Porcentagens Juros e Porcentagens
Aula 02 - Exercícios - Prof. Allbert
Como prescrever o exercício no tratamento do Diabetes ... - Uniube
Biometria - Exercícios 2 - Probabilidade - Resolução
Regime de exercício da actividade industrial - Adegas
Formação e exercício profissional do Nutricionista no Programa ...
servidor efetivo estar em efetivo exercício – mesmo aqueles em ...
EXERCÍCIOS COM SUAS RESPOSTAS - Editora Pollux
Regulamentação do Exercício Profissional no Sistema CONFEA ...
Biometria - Exercícios 1g - Criação de gráficos
Exercícios de Concordância - Sagrado - Rede de Educação
O AMOR PRÓPRIO & OS SETE MALES DO SER
Exercícios de Sistemas Numéricos
Exercicio - Universidade de Coimbra
Biometria - Exercícios 2 - Probabilidade
gru apresentação- encerramento do exercício - Ministério da Fazenda
Exercicios espirituaes, e meditações da via purgativa : sobre a ...
Máis exercicios - Xunta de Galicia
Ritmos Biológicos e Exercício Físico - FEA
Síncope Relacionada ao Exercício: Qual a Importância ... - DERCAD
Instrumentos para a fiscalização do exercício profissional ... - CFESS
Exercícios de concordância - Sagrado - Rede de Educação
Diretriz em CarDiologia Do esporte e Do exerCíCio Da soCieDaDe ...
caderno de exercicios manual de direito adm.
Termologia - Teoria e Exercícios - Projeto Rumo ao ITA
2. Tipos de exercício e protocolos - Leonel Bernardino