Views
1 week ago

Anatomia_Topogrfica__MMSS_resumo

exercicios

Ana Karoline Bittencourt

Ana Karoline Bittencourt Alves MED 12.2 ANATOMIA DO MEMBRO SUPERIOR – Carla Gabrielli • Músculo flexor superficial dos dedos (inserção na falange média do segundo ao quinto dedo) • Terceira camada: • Musculo flexor longo do polegar: vai até a falange distal do polegar • Musculo flexor profundo dos dedos (inserção na falange distal do segundo ao quinto dedo • Quarta camada: • Pronador quadrado: mais profundo, na parte distal do antebraço • Músculo do compartimento posterior: o Inserção proximal similar no epicôndilo lateral do úmero (a grande maioria) o o São na maioria extensores ou supinadores Dispostos em 2 camadas: • Primeira camada (superficial), em uma sequencia de radial para ulnar ou lateral para medial: • Músculo braquiorradial: exceção à regra, e quanto à sua função ele é FLEXOR do cotovelo • Músculo extensor radial longo do carpo • Músculo extensor radial curto do carpo • Músculo extensor dos dedos (tem de 3 a 4 tendões distais, que vão até a falange PROXIMAL, do segundo ao quarto ou quinto dedo da mão) • Músculo extensor do quinto dedo, ou do dedo mínimo • Extensor ulnar do carpo • Músculo ancôneo • Segunda camada ou camada profunda: (3 deles virão até o polegar) • Músculo abdutor longo do polegar* • Músculo extensor curto do polegar* • Músculo extensor longo do polegar* • Músculo extensor do indicador • Músculo supinador * Esses músculos vão delimitar uma depressão chamada de tabaqueira anatômica, delimitada pelos tendões dos músculos abdutor longo, extensor curto e extensor longo do polegar. No fundo dessa tabaqueira tem-se o osso escafóide sendo palpado e também a artéria radial (duas estruturas sentidas na anatomia superficial devido à presença dessa tabaqueira anatômica) • Nos músculos do compartimento posterior tem uma cinta fibrosa, que não deixa a pele saltar toda vez que fazemos extensão do punho ou dos dedos das mão, essa cinta retentora é chamada de RETINACULO DOS EXTENSORES (músculos adjacentes ao rádio e à ulna) Fossa cubital • Relativa ou relacionada ao cotovelo • É uma fossa triangular (ápice voltado para baixo) • Na face anterior do cotovelo • Seus limites: o Superior: linha biepicondilar (uma linha imaginária entre os dois epicôndilos do úmero) o Medial: músculo pronador redondo o Lateral: margem medial do músculo braquiorradial • Assoalho: o Músculo braquial mais medialmente e mais pra lateral o músculo supinador • Teto: o Recobrindo a fossa está a aponeurose bicipital, aponeurose é um tecido conjuntivo fibroso, um tendão laminar, aplanado, que neste caso é proveniente do bíceps braquial

Ana Karoline Bittencourt Alves MED 12.2 ANATOMIA DO MEMBRO SUPERIOR – Carla Gabrielli o Tela subcutânea o Pele • Conteúdo profundo à aponeurose: o Artéria braquial (que se divide em radial e ulnar) - fica entre o nervo mediano e o tendão cilíndrico do músculo bíceps braquial. o Nervo mediano (nobre) - mais medial das estruturas o Tendão cilíndrico distal do bíceps braquial - estrutura mais lateral aos outros dois elementos nobres o Ramos terminais da artéria braquial (radial e ulnar) o Veias satélites das artérias mencionadas • Conteúdo superficial: o Veia cefálica (acompanha o nervo cutâneo lateral do antebraço) o Nervo cutâneo lateral do antebraço, ramo terminal do nervo musculocutâneo. o Veia basílica (acompanhada pelo nervo cutâneo medial do antebraço (ramo colateral do fascículo medial do plexo braquial) o Nervo cutâneo medial do antebraço o Veia intermédia do antebraço o Veia intermédia do cotovelo (ou intermédia basílica e intermédia cefálica, dependendo das variações anatômicas) Artérias do antebraço: • Artéria radial: Tem origem da artéria braquial, sendo seu ramo terminal que percorre o antebraço pelo lado lateral, onde vai ser encontrada profundamente ao músculo braquiorradial. Só que ela não fica recoberta por ele em todo o seu trajeto, tornando-se mais superficial na região distolateral do antebraço, onde é acompanhada pelo ramo superficial do nervo radial. No punho seu pulso pode ser palpado junto ao processo estiloide do rádio, depois ela segue para o dorso da mão passando pela tabaqueira anatômica (e fornecendo um ramo palmar superficial para anastomosar com a artéria ulnar formando o arco palmar superficial na mão). Seus ramos importantes são : o Artéria recorrente radial (que faz uma curva para trás em sentido proximal e vai se anastomosar com a artéria colateral radial, ramo da artéria braquial profunda) o o Artérias Musculares Ramo palmar superficial (próximo ao punho, que pode estar ausente, mas como foi supracitado, se presente, vai contribuir para a formação do arco palmar superficial) • Artéria ulnar: tem uma situação um pouco mais profunda que a radial, também é mais calibrosa que a radial acompanhada pelo nervo ulnar, e quanto à sua posição de musculatura temos que afastar o flexor ulnar do carpo do flexor superficial dos dedos, para encontrá-la, corre junto com o nervo ulnar. Ramos: o o o o Musculares Artéria recorrente ulnar anterior (porque passa na frente do epicôndilo medial e vai para trás) Artéria recorrente ulnar posterior (elas fazem anastomose com as duas artérias colaterais braquiais, após passarem por trás do epicôndilo medial) Artéria interóssea comum que bifurca em artéria interóssea anterior (que passa na frente) e artéria interóssea posterior • Anastomoses do cotovelo: o o Artéria colateral radial (o primeiro ramo da artéria braquial é a artéria braquial profunda que vai se bifurcar posteriormente ao úmero em colateral radial e colateral média) Artéria colateral média (também provêm da braquial profunda)

Máis exercicios - Xunta de Galicia
Ritmos Biológicos e Exercício Físico - FEA
Exercícios Exercícios Juros e Porcentagens Juros e Porcentagens
Como prescrever o exercício no tratamento do Diabetes ... - Uniube
Formação e exercício profissional do Nutricionista no Programa ...
servidor efetivo estar em efetivo exercício – mesmo aqueles em ...
Regime de exercício da actividade industrial - Adegas
Biometria - Exercícios 2 - Probabilidade - Resolução
Aula 02 - Exercícios - Prof. Allbert
Exercícios de Sistemas Numéricos
Exercicio - Universidade de Coimbra
Biometria - Exercícios 2 - Probabilidade
Diretriz em CarDiologia Do esporte e Do exerCíCio Da soCieDaDe ...
Exercícios de concordância - Sagrado - Rede de Educação
Síncope Relacionada ao Exercício: Qual a Importância ... - DERCAD
Instrumentos para a fiscalização do exercício profissional ... - CFESS
caderno de exercicios manual de direito adm.
EXERCÍCIOS COM SUAS RESPOSTAS - Editora Pollux
gru apresentação- encerramento do exercício - Ministério da Fazenda
Exercicios espirituaes, e meditações da via purgativa : sobre a ...
Biometria - Exercícios 5 - Teste t para dados emparelhados
Trigonometria - Teoria e Exercícios - Projeto Rumo ao ITA
2. Tipos de exercício e protocolos - Leonel Bernardino
Termologia - Teoria e Exercícios - Projeto Rumo ao ITA
Biometria - Exercícios 1g - Criação de gráficos
Regulamentação do Exercício Profissional no Sistema CONFEA ...
Exercícios de Concordância - Sagrado - Rede de Educação