Revista Mais Sebrae - Maio 2018

maissebrae

A revista Mais Sebrae é uma publicação trimestral do Sebrae RS e destaca as principais novidades e informações sobre empreendedorismo e negócios no Rio Grande do Sul e no Brasil.

CASES DE SUCESSO

cionais. O empresário relata que

o faturamento mensal do ano

passado se igualou ao valor total

arrecadado em 2015, o que,

em seu entendimento, demonstra

que a empresa chegou “em

outro nível”.

Com fluxo de caixa mais significativo

a partir do novo modelo de

negócios, a necessidade de maior

planejamento e profissionalização

tomou forma. Ainda assim,

Delfino e o restante da diretoria

da empresa relutaram em aceitar

o convite do Sebrae RS para participar de um projeto

de capacitação e qualificação de fornecedores da

cadeia de Petróleo e Gás, em parceria com a Petrobras.

“A imagem que tínhamos era de que não seria

proveitoso, achávamos que estávamos bem daquele

jeito, só nós três. Acabamos comparecendo de última

hora à primeira reunião do projeto”, explica.

JULIO DELFINO,

diretor comercial da Colmeia

Containers, participou dos projetos

do Sebrae RS e viu sua empresa

crescer, com faturamento excedendo

os limites do Simples Nacional

A partir daí os planos da empresa começaram a tomar

forma. Delfino relata que, à época, houve muita

demanda da cadeia do petróleo que estava a pleno

vapor no Estado. “Com o apoio do Sebrae RS começamos

a aprimorar nossos controles financeiros,

aprendemos noções de fluxo de caixa, como montar

o nosso mark-up, e participamos

de muitas rodadas de

negócios e visitas em feiras”,

relembra o empresário. As capacitações

realizadas no projeto

do Sebrae RS incluíram tópicos

como formação de preço de

vendas, noções de marketing,

Gestão de Qualidade, implementação

da ISO 9001, entre outros.

“A cada projeto encarado fomos

percebendo uma evolução importante

da empresa. Para nós

da Colmeia, participar dos projetos

do Sebrae era muito mais do

que só aprendizado. Esta organização acreditou no

nosso potencial em todos os momentos. Estiveram

conosco em cada conquista”, relata.

A este ponto, a Colmeia, que já havia participado de

feiras internacionais, entre elas a Feira Industrial de

Hannover, na Alemanha, em 2009, aderiu em 2013

ao QUALIMUNDI (2013/2015), programa de internacionalização

de empresas do Sebrae RS. O gestor

da organização Cleverton da Rocha, que acompanhou

a Colmeia durante o programa, detalha o tipo

de assistência recebida pelos empresários. “Nosso

objetivo era formar empresas de classe mundial, ou

“Para nós, da Colmeia, participar dos projetos do Sebrae RS era muito

mais do que só aprendizado. Esta organização acreditou no nosso potencial

em todos os momentos. Estiveram conosco em cada conquista.”

seja, oferecer condições para que elas pudessem

ser mais competitivas no ambiente internacional”,

comenta.

A partir das ações do projeto, a diretoria da Colmeia

pôde entender que sua internacionalização não necessariamente

precisaria ter início pela Europa ou

Estados Unidos. “Temos mercado em potencial na

América Latina e outras localidades”, relata. A primeira

oportunidade internacional surgiu em um voo para

o Rio de Janeiro, no qual Delfino cumpriria agenda

em um dos cursos Sebrae. “O avião deu problema e

acabei pegando um táxi para o outro aeroporto com

um representante internacional de estruturas militares

que virou meu parceiro de negócios”, conta.

O encontro culminou em um negócio fechado para

exportação de contêineres com finalidade de servirem

de moradia para militares no Haiti. Como um contrato

leva a outro, a empresa foi levada a Montevidéu. “Naquele

ano fechamos um contrato de US$ 1 milhão por

lá”, relata Delfino. Mesmo que a empresa ainda esteja

focada no segmento da Construção Civil, a utilização

do produto é bastante abrangente e chega a servir de

casa para veranistas nas praias do país vizinho.

ao Projeto Energia Mais do Sebrae RS. O projeto tinha

como objetivo inserir as empresas na cadeia de

energia renováveis e eficiência energética. “A Canteiros

do Sul se inseriu neste projeto pelas características

sustentáveis de seus produtos, questão cara

à cadeia de energia”, relata Rocha.

“As oportunidades estão aí, e nós as aproveitamos”,

afirma Delfino, orgulhoso da trajetória da empresa.

“No início não sabíamos exatamente do que precisávamos,

com o passar do tempo fomos diagnosticando

e ampliando nossa capacidade e maturidade

de gestão. Costumo dizer que, se não fosse o

pessoal do Sebrae, a Colmeia, se ainda existisse,

continuaria como uma pequena loja de materiais de

construção.” Assim, a fase de inseguranças da empresa

foi superada. Hoje a Colmeia conta com 500

funcionários e com um faturamento que excede os

limites do Simples Nacional tem planos de expansão.

“O Sebrae foi, de verdade, nos tirando o medo

de crescer. Daqui para a frente a Colmeia estará em

outros territórios. Deixamos de ser pequenos, mas

os ensinamentos ficaram”, conclui.

Mas a inquietude e o faro para boas oportunidades

são características de Delfino, que em 2017 voltou a

procurar o Sebrae RS, agora de olho nas oportunidades

do mercado de eficiência energética e geração

de energia a partir de fontes renováveis. A Canteiros

do Sul, empresa do Grupo Colmeia, aderiu em 2017

100

Projetos

2

Filiais

500

Funcionários

50 51

More magazines by this user
Similar magazines