O Lavrador das Lavras Vazias

VitorCorleoneBH

Livro de poesias escrito em 2006 na cidade mineira de Lavras, retratando as dificuldades intrínsecas a uma nova realidade do serviço público na polícia. A solidão espiritual e a certeza de que muitas vezes na vida o ouro que se procura vem manchado de sangue e sofrimento. Às vezes uma oportunidade não é mais que uma desilusão.

Conceito de amor

Amor é sentir-se além dos desejos

E da solidão

Se perder no meio de qualquer assunto

Quem ama pensa em ficar junto

Quem ama esquece o orgulho

Amor é metade mais metade igual a um

Mar de estrelas desaguando – carícias viris

Quem ama não pensa em mais nada

Só em ser feliz

Numa overdose de sensações eternas

Que matam de amores quando a lua nasce

E no outro dia ressuscitam os homens

Dá pra ver nos olhos, dá pra ver na face.

Observar o arco-íris que atravessa o céu do mundo

E expressar olhando ele os desejos mais profundos

Acordar – todo dia –

E dar um basta na tristeza

Descobrir as maravilhas

Do mar, do céu, da natureza

O que perdemos da vida

É só o que não permitimos que aconteça

Amor não é pra terminar

Sem prazer

Amor não é pra se guardar

Só viver

29/12/2002

24

More magazines by this user
Similar magazines