O Lavrador das Lavras Vazias

VitorCorleoneBH

Livro de poesias escrito em 2006 na cidade mineira de Lavras, retratando as dificuldades intrínsecas a uma nova realidade do serviço público na polícia. A solidão espiritual e a certeza de que muitas vezes na vida o ouro que se procura vem manchado de sangue e sofrimento. Às vezes uma oportunidade não é mais que uma desilusão.

As ruas de Belo Horizonte

Para mim as ruas mais belas de Belo Horizonte

São as ruas do bairro Gutierrez

E as ruas do bairro Belvedere

No Gutierrez é como se as subidas íngremes das montanhas

Se erguessem para olhar pra Deus

E o Belvedere tão calmo

Permite ouvir nossos próprios passos

Existem ruas movimentadas como a Curitiba

A rua São Paulo, a Rio de Janeiro,

A avenida Assis Chateaubriand

E Existem ruas calmas

Como a rua Enéas, a rua da Bandeira, a rua um

Cada uma conta sua história desde o nascimento de barro batido

Existem ruas que são tão distantes (de mim)

Ruas do bairro Boa Vista

As ruas do bairro Saudade que trazem saudade

E a rua Liliana, filha da avenida Santa Albertina

No bairro Casa Branca, vizinho do bairro São Geraldo

Existem ruas importantes para a cidade

Como a rua dos Guajajaras, a rua dos Timbiras

A rua dos Tupis, Tupinambás, rua Padre Eustáquio

E ruas que são pouco importantes, pouco visitadas, pouco comentadas

Só que a rua que eu mais aprecio

E que eu acho mais importante

Não é uma rua, nem avenida, não é um bairro...é um lugar

Um corredor cercado de iguais liberdades verdes nos dois lados

A paz interior de uma passarela tranqüila

Onde não se ouve os carros que passam ao seu redor

E onde sinto a liberdade

13/04/2002

33

More magazines by this user