ETAPAS DA EXPORTAÇÃO

m4fagundes

ETAPAS DA

EXPORTAÇÃO

01


Desenvolvimento

de clientes no

exterior

02

Quando se desenvolve o mercado

externo, precisamos ter algumas

informações preliminares:

- Quais países já compram o produto que

produzimos e qual o volume?

- Quais os concorrentes e seus preços?

- Qual melhor ação de marketing ?

- É melhor vender direto ao cliente, pelo

distribuidor ou em parceria ?

Esses são algumas das respostas que

devemos ter antes de iniciar a venda

propriamente dita.

Entender a cultura de compra dos

países alvos, determinará o sucesso de

sua estratégia em distribuir uma

quantidade de sua produção para o

mercado externo.


PLANILHA

ESTIMATIVA

DE CUSTOS

03

Muitas das vezes, na empolgação do

contato e na possibilidade de vender ao

exterior, oferecemos um preço ao cliente

que, na maioria das vezes, não foi

calculado corretamente.

Para se calcular seu preço de venda,

precisa entender como formulá-lo.

Saber quais custos e despesas, se

existe certificados para o produto, se

existe benefícios fiscais, se é melhor

vender EXW, FOB, CIF, etc....

Fazer uma planilha de estimativa

pode determinar sua entrada e fixar sua

marca no mercado internacional.


QUERO EXPORTAR!

Mas... Por onde começar?

O que devo fazer para isso acontecer?

HABILITAÇÃO

DO RADAR

Primeiramente, precisa-se verificar se a empresa e o responsável por ela, podem

ser habilitados no RADAR da RFB, isso vai depender da análise de toda a

documentação necessária.

Não é aconselhável fechar qualquer negócio com o exterior antes de se concluir o

RADAR, pois corre-se o risco de perder sua credibilidade junto a possíveis

clientes. 04


INCOTERM

International Commercial Terms / Termos Internacionais de Comércio

Você tem certeza que está negociando o Incoterm certo para a sua

Exportação?.

Dependendo do Incoterm escolhido, a responsabilidade por custos

e despesas poderá ser sua ou de seu cliente, determinando assim

o valor final de venda de seu produto.

Cuidado!

Sua empresa pode estar perdendo tempo e dinheiro diante de uma

negociação errada de INCOTERM!

05


06

SEGURO

A contratação do seguro de

transporte dos bens não é um

procedimento obrigatório para os

negociantes em comércio exterior,

porém é de extrema seriedade, pois

se um embarque não segurado sofrer

um sinistro, o negociador

responsável pela mercadoria

(exportador ou importador, conforme

a condição de venda estipulada, isto

é, o INCOTERM definido), terá que

arcar com os custos envolvidos e o

prejuízo, e dependendo da

intensidade, pode significar uma

ameaça para sua sobrevivência.


07

NOMENCLATURA COMUM DO MERCOSUL (NCM)


As classificações fiscais dos seus produtos estão sendo feitas de

maneira correta ? Ou seja, os NCMs utilizados estão corretos?

É importante você saber que, fazer classificação fiscal de uma

mercadoria é um trabalho muito minucioso por parte do

profissional que o está executando e que requer bastante

conhecimento e dedicação, pois é o NCM classificado que

determinará ao seu cliente , no caso Mercosul, a utilização do

Certificado de Origem para ter benefícios na entrada em seu

pais.

Fazer uma classificação fiscal de um determinado produto de

forma errada em uma exportação, pode gerar diversos problemas

para sua empresa, tais como:

• Retificação da Documentação (retrabalho);

• Fiscalização por parte da Receita Federal;

• Cobrança de Multas;

08


CONFERÊNCIA

DOCUMENTAL

Você tem noção da

importância do correto

preenchimento dos

documentos pertinentes a

uma exportação ?

Existem normas da Receita Federal Brasileira relacionadas ao comércio exterior, de quais

documentos são necessários e quais as informações são obrigatórias conter nesses documentos.

Diante de canal de parametrização laranja ou vermelho, caso os documentos não estejam

conforme o que é exigido, sua empresa poderá ter problemas, atrasos na liberação da carga e até

mesmo multas, ocasionando custos na exportação.

09

Além de ser passível que a empresa seja fiscalizada nas exportações dos últimos 5 anos.

Tenha muito cuidado!


SUA EMPRESA (EXPORTADOR):

- ELABORAMOS OS DOCS DE

EXPORTAÇÃO;

- PROGRAMAMOS A COLETA DA

MERCADORIA;

- CONTRATATAMOS O SEGURO;

- FECHAMOS O FRETE

INTERNACIONAL, ESCOLHENDO O

MELHOR MODAL DE TRANSPORTE,

JUNTO COM OS MELHORES VALORES

E TRANSIT-TIMES.

EXPORTAÇÃO

FRETE NACIONAL:

- CONTRATAÇÃO DO FRETE

RODOVIÁRIO PARA COLETAR

A MERCADORIA NA SUA

EMPRESA, E ENTREGÁ-LA NO

PORTO/ AEROPORTO.

CHEGADA DA CARGA NO

PORTO/ AEROPORTO E

DESEMBARAÇO ADUANEIRO:

- AGUARDAR O CANAL DE

PARAMETRIZAÇÃO JUNTO AO

SISCOMEX;

- LIBERAÇÃO DA CARGA PARA

EMBARQUE INTERNACIONAL.

FRETE INTERNACIONAL:

- A CARGA SENDO DESEMBARAÇADA, O

EMBARQUE OCORRE EM SEGUIDA.

10

DESTINO FINAL:

- ENTREGA DA MERCADORIA

ATÉ LOCAL DESIGNADO,

CONFORME INCOTERM

DEFINIDO.


comercial1@yarnex.com.br

(19) 97423-1205 (WhatsApp)

Marcos Fagundes

Edifício Veccon Prime Center – Sumaré S.P.

14° andar

11

More magazines by this user
Similar magazines