Views
2 months ago

SETEMBRO 2018

ATUALIDADE PENA DE MORTE

ATUALIDADE PENA DE MORTE É INADMISSÍVEL AFIRMA, PAPA Papa diz que o ato vai contra a dignidade moral das pessoas Por Emerson Luiz da Silva O Papa Francisco decidiu modificar um dos pontos do Catecismo onde explica sobre a doutrina da Igreja Católica onde declara inadmissível a pena de morte. O Santo Padre recebeu em audiência, em maio deste ano, no Vaticano, o Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, o Cardeal Luís Ladaria, onde aprovaram uma nova redação do Catecismo da Igreja Católica, referente a pena de morte. A decisão Papal foi publicada na manhã do dia 02 de agosto, no Vaticano: “Durante muito tempo, o recurso à pena de morte, por parte da legítima autoridade, era considerada, depois de um processo regular, como uma resposta adequada à gravidade de alguns deli- tos e um meio aceitável, ainda que extremo, para a tutela do bem comum”. – afirmou o Santo Papa. [...] Por isso, a Igreja ensina, no Novo Catecismo, à luz do Evangelho, que “a pena de morte é inadmissível, porque atenta contra a inviolabilidade e dignidade da pessoa, e se compromete, com determinação, em prol da sua abolição no mundo inteiro”. Nos contextos passados, a Igreja admitia a pena de morte. Por muito tempo, a Igreja fundamentava como um direito à legítima defesa.Esta lógica, em casos extremos, também era aceitapara os criminosos que representassem um perigo para a vida do próximo, e que vi- sivelmente não estavam dispostos a se reabilitar. A atitude do Santo Padre, se encaixa em uma nova abordagem da Igreja, que aplica questões, em especial como a de São João Paulo II que defendia a vida, desde o seu nascimento até a sua morte. O Papa já havia anunciado sua intenção em modificar a posição da Igreja desde outubro do ano passado, quando o Catecismo da Igreja Católica, havia completado 25 anos. A mudança entra agora em vigor, como prevê as normas, após a publicação do diário oficial L’Osservatore Romano e pelo Acta Apostolicae Sedis, que é o boletim oficial da Santa Sé. 6 COPIOSA REDENÇÃO | SETEMBRO 2018

FALA SENHOR O TEU SERVO ESCUTA Por Padre Luís Cesar de Oliveira, CR ECOS DA PALAVRA 03 de setembro XXII DOMINGO DO TEMPO COMUM Neste domingo, Jesus ressalta a importância do nosso interior. Os fariseus observavam muitas leis rituais externas, mas o coração deles estava longe da vontade do Pai. Jesus nos ensina que as coisas principais estão dentro do nosso coração; ali é o lugar que precisa ser purificado de todo o pecado, muito mais do que o nosso exterior. (cf. Mc 7,1-8.14- 15.21-23) O meu caminho de fé me leva a amar mais a cada momento ou é só um monte de práticas exteriores para seguir? Nesta semana, procuremos sair da nossa exterioridade e deixemos que Jesus purifique o nosso coração. Uma dica para essa semana: Que tal uma boa confissão. 09 de setembro XXIII DOMINGO DO TEMPO COMUM Jesus manifesta a sua misericórdia curando um surdo-mudo. Ele também deseja curar a nossa surdez e mudez espirituais, que nos impedem de ouvir a sua voz e anunciar o seu amor. (Mc 7,31-37) Procuremos nesta semana estar atentos à voz do Senhor, pedindo a graça de sermos curados de todas as nossas doenças espirituais, emocionais e físicas. 23 de setembro XXV DOMINGO DO TEMPO COMUM O ponto central da vida cristã é seguir a Cristo no caminho da humildade, fazendo-se último e servo de todos. Quem não serve o irmão, não serve para ser cristão. (Mc 9,30-37) Nesta semana façamos o exercício de nos colocarmos por último em tudo aquilo que fizermos, buscando servir os irmãos com amor e generosidade. 16 de setembro XXIV DOMINGO DO TEMPO COMUM Podemos conhecer Jesus realmente somente fazendo uma experiência pessoal do seu amor. Encontraremos a manifestação total do seu amor por nós somente na sua cruz. Por este motivo, não podemos fugir da cruz, pelo contrário, temos que abraçá-la com coragem, sabendo que com Jesus a cruz não é derrota e sofrimento, mas vitória e salvação. (Mc 8,27-35) Como eu estou carregando a minha cruz? Façamos o propósito de, ao invés de reclamar, louvar ao Senhor pela cruz da nossa vida, na certeza que Ele nos sustenta a cada instante com o seu amor infinito. 30 de setembro XXVI DOMINGO DO TEMPO COMUM Jesus é radical a respeito do pecado, porque muito maior é a glória que nos espera do que os prazeres passageiros deste mundo. Por isso é importante renunciar com convicção tudo aquilo que nos pode afastar da vida eterna. (Mc 9,38-43.45.47-48) Façamos um exame de consciência de tudo aquilo que nos afasta da vontade de Deus, e busquemos, com a sua graça, renunciar tudo aquilo que me leva ao pecado. SETEMBRO 2018 | COPIOSA REDENÇÃO 7

Revista Detur - Setembro 2018
Revista Penha | setembro 2018
WTG - Apresentação Coleção - Setembro 2018
ACIPS NEWSLETTER // Setembro 2018 - Edição 1 - Nº4
Revista Villa Flores - Edição 93 - Setembro/2018
Revista Santíssima Virgem - Edição Setembro 2018
Revista Igreja Viva Edição Setembro 2018
Novidades de setembro