Jornal Cocamar Março 2018

LuRecco

GESTÃO

Cresce a procura por seguros

de máquinas agrícolas

Sicredi União tem 8 mil contratos nessa modalidade

mostrando a conscientização do produtor

Produtores rurais sabem

a importância

do seguro como um

instrumento eficaz

na gestão dos negócios. Na

área de abrangência da Sicredi

União PR/SP, região

com vocação agrícola, essa

conscientização tem provocado

o aumento da procura

por seguros de máquinas

agrícolas. Tanto que, atualmente,

a instituição financeira

cooperativa registra o

número significativo de 8 mil

contratos nessa modalidade.

De acordo com o assessor de

seguros da Sicredi União,

João Francisco Souza Aleixo,

esse interesse se dá, principalmente,

pelo benefício de

ter de volta a tranquilidade

para trabalhar. É que com o

contrato em mãos, os produtores

evitam o prejuízo, independente

das adversidades

que possam ocorrer com o

patrimônio.

O seguro de máquinas agrícolas

da Sicredi pode ser

contratado tanto por pessoa

física quanto jurídica, com

proteção para qualquer máquina.

Entre os exemplos de

equipamentos estão tratores,

colheitadeiras, tanques

de resfriamento de leite, arados

e geradores de energia.

O associado também pode

optar por diversas coberturas,

como contra incêndio, danos

por causa externa, danos elétricos,

roubo ou furto. O custo

varia com o equipamento, e a

Sicredi União não estabelece

limite mínimo ou máximo

quanto ao valor do patrimônio

a ser assegurado. Os contratos

são anuais e se a máquina

agrícola for financiada, o seguro

pode ter prazo de até

cinco anos.

“Mais do que prestar um serviço

de proteção ao patrimônio,

realizamos um trabalho

social para as famílias, porque

o seguro minimiza as

perdas financeiras, permitindo

que o associado continue

com a atividade rural”,

enfatiza o assessor.

A proteção, segundo Aleixo,

se torna mais relevante para

aqueles que têm equipamentos

financiados. “Se ocorrer

um infortúnio e o produto não

tiver seguro, ele fica sem o

bem e permanece com a dívida.

Com o seguro essa preocupação

não acontece”.

J or n al d e S er vi ço Co c am ar | 2 3