Revista Carta Premium - Oitava Edição

revistacartapremium

Nesta edição: bebidas brasileiras premiadas no final de 2018, retrospectiva 2018, receitas de drinques de verão, entrevista especial com finalista do Bacardí Legacy e muito mais!

Retrospectiva 2018

REFERÊNCIAS

INTERCONTINENTAIS

Ainda no primeiro trimestre, mais destilados brasileiros

comemoraram novas premiações internacionais

Estamos conquistando o mundo? Esperamos que sim, e a

cada ano mais e mais destilados brasileiros são premiados

em outros continentes.

Em março, destacamos empresas brasileiras que foram premiadas

tanto na Europa e na Ásia, na reportagem sob o título

“NA ALEMANHA E NA CHINA”, que pode ser vista na integra

em nosso Portal.

Entre as empresas premiadas

no Berlin International Spirits

Competition em meio a mais de

300 bebidas inscritas, podemos

destacar a cachaça Tiê que recebeu

a Medalha de Prata com sua

versão Prata. A Tiê Prata não

passa por envelhecimento, sendo

armazenada em dornas de

inox. Límpida, incolor, de brilho

intenso, extremamente adequada

para ser consumida pura ou

em coquetéis, tem sabores doce,

ácido e umami, forte personalidade

e combina perfeitamente

com petiscos, caldos e frutos do

mar.

Já no “Best Value” do China Wine

& Spirits Awards (CWSA) foram

eleitos os melhores produtos segundo

o crivo de cerca de 100

especialistas, entre eles importadores,

distribuidores, varejistas e

sommeliers.

Entre os destaques do evento

estava o Alambique Paratiana,

que faturou duas Medalhas

de Ouro. As premiações foram

para a suas versões Cachaç

Paratiana Ouro, essa envelhecida

de um a dois anos em

barris de carvalho, com 42%

de teor alcoólico, dourada; e

a Mulatinha, uma cachaça desenvolvida

especialmente para

drinques, que não passa por

envelhecimento, e tem teor alcoólico

de 45%.

74

More magazines by this user
Similar magazines