portfolio

rural

GIDIELSON NATANAEL DE AMORIM

PORTFÓLIO


SE VOCÊ PODE SONHAR, VOCÊ PODE FAZER”

WALT DISNEY


1

A P R E S E N T A Ç Ã O

Informações pessoais

2

C E R T I F I C A Ç Õ E S

Cursos

Habilidades

3

P R O J E T O S

Projetos acadêmicos

Estudos

1


GIDIELSON

NATANAEL DE

AMORIM

gidielsonnamorim@outlook.com

51 996317382

Acadêmico UNIVERSIDADE FEEVALE

7º Semestre

2


HABILIDADES

S K E T C H U P

A U T O C A D

V E C T O R

W O R K S

R E V I T P H O T O S H O P V R A Y

3


CONCURSO

PROJETAR

PARTICIPAÇÃO EM

CONCURSO DE

ARQUITETURA

MUSEU DA BARRA FUNDA

4


5


PROJETO 3

ESCOLA DE ENSINO

MÉDIO DE ARTES

TEMA - Escola de Ensino Médio

6


DIAGRAMAS

ACESSO À PRINCIPAL ESCOLA

Acesso em estrutura metálica à

escola e também ao auditório, que

tem a possibilidade de

funcionamento em separado.

PERSPECTIVA GERAL

Imagem geral, mostrando a escola

em relação às ruas do entorno

próximo e sua distribuição no lote.

7


PORTÃO

Acesso principal da escola, com

passarela e escadas. Faz o

direcionamento à escola e/ou para

o auditório

PÁTIO DA ESCOLA

Visual moderno e agradável, com

pequenos estímulos artísticos.

PÁTIO DA ESCOLA

Área de convívio da escola, com

bastante gramado e bancos para

interação e relacionamento. O

pátio serve como elemento

integrador dos espaços da escola.

8


TERRAÇO

Terraço com praça, servindo de

espaço de convivência aliado com

uma ótima visual, alem de

proporcionar uma inércia térmica

às salas.

AUDITÓRIO

Auditório estudantil, para eventos

escolares, mas também do

público. Tem seu acesso com a

possibilidade de configuração

exclusiva.

SALA DE AULA

Sala de aula com interior imersivo

da disciplina. Cada sala com sua

temática.

9


PROJETO 4

MUSEU DE ARTE

CONTEMPORÂNEA DE

PORTO ALEGRE

TEMA - Museu de Arte Contemporânea

10


RECEPÇÃO

Acesso e recepção com identidade

visual do museu. Dá o

direcionamento ao museu e ao

auditório.

PRIMEIRO AMBIENTE

DE EXPOSIÇÃO

Após o acesso, o visitante tem

acesso às primeiras exposições,

temporárias. É aqui onde começa

o percurso pelas obras expostas

no museu.

PRIMEIRO AMBIENTE

DE EXPOSIÇÃO

Alem das exposições temporárias,

o visitante tem acesso à um estar

social, para fins de interação.

11


SEGUNDO AMBIENTE

DE EXPOSIÇÃO

Com o prosseguimento do

percurso pelo museu, o visitante

tem acesso à esculturas

suspensas e outras obras.

TERCEIRO AMBIENTE

DE EXPOSIÇÃO

Ao final do percurso, o visitante

chega à vista ao Guaíba. Uma

abertura grande faz a marcação

da visual.

AUDITÓRIO

O museu possue a estrutura do

auditório, que pode funcionar

independente do museu.

Espetáculos artísticos, musicais e

até palestras são alguns dos

eventos pensados para esse lugar.

12


PERSPECTIVA GERAL DO PROJETO

MACPA

13


PAISAGISMO

PAISAGISMO EM

RESIDÊNCIA

UNIFAMILIAR

TEMA - Paisagismo

14


FACHADA FRONTAL

FACHADA FRONTAL

FRENTE DA CASA

Pequeno jardim para recebimento breve de visitantes.

PEGOLADO

Espaço para recepção rápida.

15


PÁTIO

Pátio da residência com vários

espaços de interação social.

NÍVEIS DO PÁTIO

Vários níveis de estar social

externo compondo o pátio.

GARAGEM

Espaço da garagem.

ESTAR SOCIAL

EXTERNO

Espaço de interação social, com

lareira externa e mobília.

16


PISCINA

Estudo noturno.

TERRAÇO

Jardim no terraço criando um social mais

privativo, e trazendo inércia térmica à edificação

SOCIAL COBERTO

Social coberto, no pavimento inferior

VISTA DA PISCINA

Vista da piscina para a casa.

17


CONFORTO

LUMINOTÉCNICO

ESTÚDIO DE DESIGN

TEMA - Luminotécnico

18


VOLUMETRIA

Estudo noturno.

ÁREA DE LAZER

Parte do estúdio para

lazer.

ÁREA DE CRIAÇÃO E

ESTAR

Parte de estar e ao fundo

mesa de criação.

SACADA EXTERNA

Imagens de estudo da

sacada.

19


RESIDÊNCIA CUBO

RESIDÊNCIA CUBO

TEMA - Interiores compacto

20


COZINHA E ESTAR

Espaço compacto acomodando

cozinha e estar, com visual.

COZINHA

DORMTÓRIO

Dormitório para um casal em mezanino acima

da cozinha/jantar/escritório

COZINHA E ESCRITÓRIO

VISTA DA PISCINA

Espaço de jantar integrado com cozinha

VISTA GERAL

Visualização geral do espaço

21


IMAGENS DE

ESTUDO

22


IMAGENS DE ESTUDOS

RESIDÊNCIA E VEGETAÇÃO

Residência em contexto com vegetação.

Estudo de composição.

RESIDÊNCIA MINIMALISTA

Fachada de residência com composição

de traços minimalistas e texturas.

23


IMAGENS DE ESTUDOS

MUSEU DA BARRA FUNDA

Volumetria proposta para o Museu da

Barra Funda-SP. Concurso Projetar -

Museu da Barra Funda.

LOJA CONTAINER

Estudo noturno de loja em container.

24


IMAGENS DE ESTUDOS

ABRIDO DE EMERGÊNCIA

Estudo de concepção para abrigo de

baixo custo e rápida construção.

EXPAÇO INTERNO

Estudo residencial em paisagem.

25


CORTES

PERSPECTIVADOS

26


CORTES PERSPECTIVADOS PAISAGÍSTICOS

CALÇADA PÚBLICA

CALÇADA PÚBLICA

CALÇADA PÚBLICA

Estudo criado apartir de foto.

Estudo criado de foto.

Estudo criado de projeto acadêmico.

PISCINA

SOCIAL EXTERNO

COBERTURA

Estudo criado apartir de projeto acadêmico. Estudo criado de projeto acadêmico.

Estudo criado de projeto acadêmico. 27


DIAGRAMAS DE

PROJETO

28


DIAGRAMAS DE PROJETO

C O R T E

P E R S P E C T I V A D O D E

B A N H E I R O A C E S S Í V E L

C O R T E

C O N F I G U R A Ç Õ E S D E P O R T A D E

A C E S S O

C O R T E P E R S P E C T I V A D O

D E P E L E D O E D I F Í C I O

C O R T E

P E R S P E C T I V A D O

E S Q U E M A D A P A S S A R E L A D E A C E S S O

29


DIAGRAMAS DE

VOLUMETRIA

30


DIAGRAMAS DE VOLUMETRIA

MUSEU

ANÁLISES DE

ENTORNO

LANÇAMENTO

DE PROJETO

LANÇAMENTO

DE PROJETO

31


DESENHO À MÃO

LIVRE

32


DESENHO À MÃO LIVRE

33


DESENHO À MÃO LIVRE

34


DESENHO À MÃO LIVRE

35


Redes sociais

T W I T T E R

I N S T A G R A M

I N S T A G R A M

P I N T E R E S T

F A C E B O O K

P I N T E R E S T

L I N K E D I N

@ O G I D I A M O R I M

@ G I D I A M O R I M

@ G A A R Q U I T E T U R A E U R B A N I S M O

@ A R Q U I T E T O W E I R D

G I D I E L S O N A M O R I M

@ G I D I A R Q U I T E T O

G I D I E L S O N A M O R I M

More magazines by this user
Similar magazines