edição de 27 de maio de 2019

boccatto

cannEs 2019

Estadão reúne jurados brasileiros

e orienta os estreantes no festival

Bruno Prosperi compartilhou seu conhecimento; entre os representantes

oficiais e de outros países, Brasil terá 33 nomes avaliando peças inscritas

LEONARDO ARAUJO

Estadão promoveu na última

semana o tradicional

O

happy hour com os jurados brasileiros

do Cannes Lions 2019.

O evento contou com abertura

de Paulo Pessoa, diretor de

mercado anunciante do jornal.

“Este é o 18º ano que o Estadão

representa com exclusividade

Cannes. Para nós, é um marco”.

Na sequência, Bruno Prosperi,

diretor-executivo de criação

da AlmapBBDO e jurado em

Outdoor no ano de 2017, compartilhou

com os presentes sua

experiência como jurado.

O criativo promoveu uma espécie

de palestra para os menos

experientes no festival. Com

exceção de Keka Morelle, também

da Almap, que já atuou

em 2006, e Átila Francucci, da

nova/sb, que foi jurado em 1998

e 2005, os outros 20 selecionados

chegam ao júri pela primeira

vez.

Pessoa comentou a iniciativa:

“o que nós temos percebido

ao longo do tempo é que quem

é jurado pela primeira vez passa

por uma série de dificuldades

que é comum a todo mundo.

Nosso objetivo aqui é trazer

profissionais que já foram jurados,

que deem dicas do que as

pessoas efetivamente devem se

preocupar, quais são os pontos

mais relevantes e o que a gente

espera com isso: que os jurados

brasileiros sejam mais efetivos

Divulgação/Fernanda Todesco

Fred Siqueira; Keka Morelle; Daniela Busoli; Bia Granja; Renata Bokel; Lucas Duque; Adriano Matos; Karen Cesar; Paulo Ilha; Monique

Lopes; Vânia Ciorlia; Dedé Eyer; Laura Florence; Félix Del Valle e Rafael Donato (em pé). Átila Francucci; Felipe Simi; Marcelo Lenhard;

Serginho Rezende; Cristiano Pinheiro e André Kassu (agachados)

“Nosso objetivo

aqui é trazer

profissioNais que

já foram jurados,

que deem dicas”

e tenham maior destaque”.

Segundo o executivo, além

dos 22 nomes que o Estadão indicou,

outros 11 brasileiros que

trabalham fora do Brasil também

julgarão peças. “Então,

no total, o Brasil terá 33 jurados

em Cannes. O que mostra

a relevância tanto do mercado

brasileiro como do profissional

brasileiro”, analisa.

Para Daniel Canello, diretor

de marketing do Estadão, trata-

-se de um momento em que o

mercado está se transformando.

“O próprio Estadão tem um

objetivo grande de se reinventar

e de oferecer ao mercado

soluções ainda mais updates”,

comenta.

Pessoa afirma que já foram

enviadas 32 mil peças ao Festival.

Em relação ao número

de delegados, o executivo não

possui os dados finais. “Ano

passado houve 12 mil delegados,

este ano ainda não temos o

número fechado”, finaliza.

Dos 22 nomes anunciados

pelo Estadão, representante

oficial do festival no Brasil, 21

estiveram presentes, com exceção

de Marcelo Tripoli, que

estava nos Estados Unidos.

WE CREATE

CONNECTED

BRANDS

A agência

que conecta

marcas e

pessoas

Conectando

o mercado ao

festival mais

aguardado

do ano

Patrocinadora da

cobertura do PROPMARK

em Cannes 2019

40 27 de maio de 2019 - jornal propmark

More magazines by this user
Similar magazines