edicao1388

avarehospedagem

Página 4 A VOZ DO VALE De 25 a 31 de agosto de 2019

Base de Jô Sivestre vota contra redução de

recesso dos vereadores de 88 para 31 dias

Após ser aprovado por

unanimidade em primeira

votação, o projeto que visava

reduzir o recesso dos

vereadores de cerca de 90

para 31 dias foi rejeitado

durante a sessão ordinária

realizada na segunda-feira,

dia 26 de agosto.

Durante a votação em

segundo turno, os vereadores

que formam a base

de apoio ao prefeito Jô

Silvestre voltaram atrás

e acabaram indo contra a

propositura. Como eram

Eduvale conclui curso de capacitação para conselheiros municipais

Na noite do último dia

29, a Faculdade Eduvale

de Avaré concluiu as

aulas do curso de capacitação

direcionado para

conselheiros municipais

de Avaré e região.

Quatro encontros foram

ministrados pelos professores

Dr. Vagner Bertoli,

Dr. Marcelo Ornellas e

Dr. José Antonio Gomes

Ignacio Junior em conjunto

com alunos do curso de

Direito a fim de capacitar

os participantes para o

exercício de suas funções.

“Temos dificuldade

em encontrar informações

e esse curso foi bastante

oportuno, já que

promoveu a troca de co-

necessários 9 votos, o projeto

foi rejeitado.

Votaram contra o projeto

os vereadores: Alessandro

Rios, Ivan da Comitiva,

Jairinho da Paineiras,

Carlos Estati, Roberto

Araújo e Coronel Morelli.

Foram favoráveis a

redução do recesso os

vereadores: Barreto do

Mercado, Ernesto Albuquerque,

Toninho da

Lorsa, Marialva Biazon,

Cabo Sergio, Flávio Zandoná

e Adalgisa Ward.

nhecimentos e experiências.

Durante os encontros

pude perceber que a nossa

responsabilidade é muito

grande!”, pontuou Maria

Agda Berlim, conselheira

municipal da Saúde.

Mais de 70 inscritos

tiveram a oportunidade

de se atualizar e obter

mais informações sobre

licitação, contratos públicos,

noções gerais de

orçamento e sobre as leis

de acesso à informação e

a de improbidade administrativa.

A história dos

conselhos, Sistema de

Cadastramento Unificado

de Fornecedores (SICAF)

e Sistema Integrado de

Serviços Gerais (SIASG)

e o acesso ao Portal da

Transparência também

foram assuntos em pauta.

“O Dr. Claudio Salomão

é muito comprometido

com as causas dos

Conselhos e sempre nos

ajudou. O curso contribuiu

muito, pois hoje temos

novos integrantes e

eles saem dessa capacitação

cientes do compromisso

e das responsabilidades

que estão em suas

mãos”, ressaltou Maria

José da Cunha, conselheira

municipal da Educação

e vice-presidente da União

dos Conselhos Municipais

do Estado de São Paulo.

“Participar do curso

foi uma experiência muito

boa. A Eduvale está de

parabéns! E nós esperamos

Um dos motivos alegados

por alguns vereadores

da base para votarem contra

é o fato, seria de funcionários

do legislativo que

teriam levantado preocupação,

já que as férias deles

ficariam restritas a período

de recesso dos parlamentares

o que, em tese, iria

prejudicar o andamento

administrativo da Câmara.

“Vários vereadores da

bancada da base foram procurados

por servidores desta

Casa, que estavam se sentindo

ameaçados com relação

a seu período de férias,

pois o servidor tem até o dia

31 de dezembro para elaborar

os relatórios da Câmara.

Então, essa bancada, em

respeito aos servidores desta

Casa, estaremos votando

contrário a essa emenda a

lei orgânica”, disse o vereador

Roberto Araújo.

O vereador e líder do

prefeito Jô Silvestre, Coronel

Morelli, falou que a

proposta de redução de recesso,

como também dando

poderes ao prefeito para

marcar sessões extraordinárias,

seria inconstitucional.

“A inconstitucionalidade do

projeto, a falta de estrutura

administrativa, que é uma

realidade e o presidente (da

Câmara) teria um problema

terrível se tocar a frente este

projeto e a Câmara vai parar,

dependendo da época”.

Porém, a tese de Morelli

foi rebatida pelo departamento

jurídico da Câmara,

que emitiu parecer

favorável a tramitação da

proposta, sendo o projeto

constitucional. Com isso, o

recesso continua sendo de

cerca de 90 dias por ano.

Apesar da proposta ter

sido encampada por 5 vereadores,

a iniciativa foi

de seis lojas maçônicas de

Avaré, da Ordem dos Advogados

do Brasil – subseção

Avaré, da Associação

Regional dos Engenheiros,

Arquitetos e Agrônomos

de Avaré (Area) e do Rotary

Club Jurumirim e do

Rotary Club Avaré.

que esse trabalho continue”,

disse Vilma Zanluchi,

conselheira municipal

do Meio Ambiente.

Curso de gastronomia do Instituto Federal

conta com duas turmas em Avaré

A profissão de “chef

de cozinha”, esta cada

dia conquistando seu

destaque e se tornando

uma das áreas mais versáteis

e concorridas do

mercado de trabalho.

Uma das razões atribuídas

a esse crescente desta-

que é sem dúvida o espaço

destinado ao tema, nas

mais diversas mídias seja

como entretenimento ou

conhecimento, a verdade é

que hoje se falar e mostrar

comida chama a atenção

dos brasileiros.

E com isso a cidade de

MC Kauê Gabriel

vai representar Avaré

no maior circuito de

batalhas do Brasil

Representando Avaré

e indo pela Batalha da

Concha, o MC Kauê Gabriel,

que é mais conhecido

como K14, foi campeão

da Região 2 e ganhou vaga

para a próxima etapa do

Circuito Paulista de MC’s

(CPBMC), que será realizado

no dia 5 de outubro,

em São Paulo.

O MC de apenas 17

anos roubou a cena em Itu

junto com outro MC de

Avaré, o Zóio Baixo que

foi pela Batalha do Brejão,

da cidade de Taquarituba,

mas que infelizmente não

conseguiu a vaga esse ano.

Seria o 2º ano consecutivo

dele, que foi o representante

de Avaré em 2018.

Diversas batalhas de

MC´s são realizadas na

Concha Acústica de Avaré

e vem reunindo um

grande número de pessoas,

a maioria jovens e

adolescentes.

O CPBMC é o maior

circuito de batalhas do

Brasil e impulsiona os

MC’s a continuarem batalhando

pelos seus sonhos.

O CPBMC 2019 continua

de forma independente

levando a frente a ideia de

fomentar a cena paulista

das batalhas de rima através

do formato de circuito

que integra as batalhas de

rua que já ocorrem nas localidades

para contemplarem

MCs de suas regiões.

Avaré é destaque, já que

conta com o único curso

de gastronomia gratuito

do Estado, que abriga alunos

de várias cidades de

São Paulo e até de outros

estados. “O Instituto Federal

de Educação, Ciência e

Tecnologia de São Paulo,

tem como objetivo formar

um profissional com competências

para a atuação

no mercado de alimentos e

bebidas ou na área da hospitalidade”,

explicou o coordenador

do curso, Paulo

Renato de Paula Fredico.

Com uma estrutura

completa, que oferece as

ferramentas necessárias

Curso de Gastronomia do Instituto Federal conta com diversos alunos em Avaré

para as aulas teóricas e

práticas, o local possui laboratórios

de alimentos e

uma cozinha equipada para

atender as aulas dos quais

os alunos preparam pratos

com ênfase nas diversas

áreas da gastronomia.

Paulo destaca o ganho

local com o curso. “Por ser

uma cidade com grande potencial

turístico, o curso de

Gastronomia juntamente

com os outros cursos oferta

dos pelo IFSP na área de

Hospitalidade e Lazer, ou

seja, técnico em Eventos

e Integrado de Lazer, trazem

um grande benefício

para o setor colocando no

mercado profissionais altamente

qualificados”.

Entre as disciplinas

ministradas durante o curso

estão: Hospitalidade e

Qualidade nos serviços,

segurança do trabalho,

controle higiênico sanitário

dos alimentos, história

da Gastronomia, introdução

à Nutrição, plano de

negócios em alimentos e

bebidas, gestão das relações

humanas, cozinha

brasileira, organização de

eventos, confeitaria, cozinha

clássica e européia,

cozinha asiática, cozinha

contemporânea e de criação,

estudos das bebidas

e enologia, elaboração de

cardápio e panificação. “O

curso conta com disciplinas

práticas. O aluno realmente

colocará a mão a mão na

massa e aprenderá técnicas

para cozinhar”, relata Paulo.

O curso é gratuito e os

interessados devem prestar

Enem e concorrer a uma

vaga pelo sistema SISU. “É

importante salientar que nas

primeiras turmas, houve

uma inscrição de mais de

1.500 alunos pelo SISU, o

que caracteriza um relação

de 40 alunos por vaga, uma

vez que o curso oferece 40

vagas por ano”, finalizou o

coordenador.

More magazines by this user