120919

jornalcidadehoje

SEMANÁRIO

DIRETOR RUI LIMA

ANO XXXIV, N.º 1582

QUINTA-FEIRA, 12 SETEMBRO 2019

PREÇO AVULSO 0,70 Eur. (IVA INCLUÍDO)

www.cidadehoje.pt

SECRETÁRIO

DE ESTADO

«IMPRESSIONADO»

COM A ACADEMIA

PÁG. 13

CULTURA

UM SINAL DE ESPERANÇA

PÁG. 03

ECONOMIA

ARTESANATO E

GASTRONOMIA COM

200 MIL VISITANTES

PÁG. 02

INDÚSTRIA

VISHAY ASSINALA

50 ANOS

EM FAMALICÃO

PÁG. 04

POLÍTICA

PSD, CDS, BE E PS EM PRÉ-CAMPANHA

PÁG. 05/06


PAG 02

CONCELHO

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

A Melhor Peça

O Melhor Stand

FEIRA DE ARTESANATO E GASTRONOMIA

COM 200 MIL VISITANTES

A noite do passado dia 5 de

setembro foi a que mais público

registou na Feira de

Artesanato e Gastronomia

de Famalicão. Muitos dos

visitantes foram chamados

pelo rapper Jimmy P que

actuou no palco da 36.ª

edição do certame. Foram

mais de 20 mil as pessoas

que, naquela noite, visitaram

a feira. «Conseguimos

cativar e envolver os nossos

jovens neste evento que é

uma referência do nosso

concelho, dando-lhes assim

a conhecer a arte e o engenho

dos quase 100 expositores

que aqui estiveram»,

referiu, a propósito,

Paulo Cunha.

Os números da edição 2019

da Feira de Artesanato e

Gastronomia de Famalicão

voltam, assim, a confirmar

o evento como um importante

produto turísticos do

concelho e da região minhota,

com a Câmara Municipal

a anunciar que 200

mil pessoas visitaram a feira

que fechou portas no passado

domingo, depois de

dez dias de promoção dos

melhores e mais genuínos

saberes e sabores nacionais.

Os números da edição deste

ano deixam o presidente da

Câmara Municipal «muito

satisfeito». Paulo Cunha fala

num «sucesso absoluto»,

numa edição que voltou a

dar como ganha a aposta da

autarquia em dedicar uma

noite ao público mais jovem,

como aconteceu no dia 5,

com a atuação do rapper

Jimmy P.

A adesão do público nos

dez dias «demonstra bem

a importância do evento,

que ao fim de 36 anos continua

a cativar as pessoas.

Isso é algo que me deixa

particularmente satisfeito,

satisfação essa que se estende

aos artesãos e gastrónomos

presentes»,

acrescentou.

As Bonecas de Pano da

artesã Bernardete Maria

Marques, de Canas de Senhorim,

conquistaram o júri

do concurso e arrecadaram

o prémio de “Melhor Stand”

e a representação da Arca

de Noé, pela Fundação Castro

Alves, foi eleita a “Melhor

Peça” da Feira de Artesanato

e Gastronomia.

Foram, também, atribuídas

duas menções honrosas: à

arte sacra do famalicense

António Pinheiro, e aos bordados

em crivo, de Maria

Glória Ferreira, natural de

Barcelos. O certame contou

com a participação de cerca

de uma centena de artesãos,

que ofereceram aos

visitantes a oportunidade

de assistir ao vivo ao trabalho

por eles desenvolvido.

A beleza e originalidade do

artesanato foi, ainda, servida,

de verdadeiros e genuínos

sabores da gastronomia

nacional. Tudo isto,

com um programa de animação

para todos.

MARATONA FOTOGRÁFICA

COM CONCURSO

E WORKSHOP

Os amantes da fotografia têm mais uma Maratona Fotográfica da Associação Caixa de

Imagens. Esta é já a 8ªedição e realiza-se no dia 21 de setembro, com início às 9 horas,

na Praça 9 de abril, seguindo um roteiro programado. À semelhança das edições anteriores,

tem 8 temas para desafiar a atenção dos fotógrafos.

Este ano, a organização proporciona um workshop de fotografia, que se realiza a 14 de

setembro, dinamizado por Carlos Cardoso, diretor-geral da agência de comunicação

H2com e com mais de 20 anos de experiência em comunicação, imagem e fotografia.

O workshop decorre entre a 9h e as 17h, e serão constituídos grupos de 20 participantes,

um de manhã, outro de tarde. O objetivo é abordar as várias temáticas inseridas na

Maratona Fotográfica de Famalicão, dotando os participantes de recursos, técnicas e

conhecimento para a realização prática durante a maratona.

Outra novidade é que este ano o valor do prémio será dividido pelos três melhores

trabalhos: 300€ para o vencedor; 200 euros para o segundo classificado, o terceiro

classificado leva para casa 100 euros.

Segundo a organização, «este evento apenas exige do participante um olhar atento à

cidade e aos seus pormenores, sendo que todo o percurso será realizado maioritariamente

a pé, sem qualquer grau de exigência ou esforço físico, pois trata-se de uma atividade

meramente artística onde todos, acima de tudo, se irão divertir e partilhar conhecimento».

Os participantes chegam de várias regiões. É o caso de Natália Santos, natural de Braga,

que participou pela primeira vez o ano passado e voltou a inscrever-se. «Mal soube que

as inscrições estavam abertas, inscrevi-me. O ano passado gostei imenso da experiência,

do dia em si e do resultado final do meu trabalho. No ano passado acabei por ganhar

uma menção honrosa, portanto este ano estou ansiosa por ver os resultados», revela.

Para mais informações e inscrições consulte o facebook da Associação Caixa de Imagens

em facebook.com/caixadeimagens ou através do e- mail caixadeimagens.associacao

@gmail.com

CAMINHADA SOLIDÁRIA

A associação Calcantes promove, no próximo domingo, uma caminhada solidária a favor

da Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional Norte. A iniciativa arranca pelas

9h30, no Parque da Devesa, junto à entrada da central de camionagem. A inscrição tem

um custo de 3 euros, com oferta de t-shirt e água. As inscrições podem ser feitas no dia

da caminhada.

FILMES-CONCERTO COM

ORQUESTRA DE MATOSINHOS

E OS MÃO MORTA

A Casa das Artes convidou

a Orquestra de Jazz de Matosinhos

e os Mão Morta

para comporem bandas

sonoras originais que

acompanharão, ao vivo, a

exibição de dois filmes

consagrados, a projetar nos

dias 12 e 19 de outubro, na

abertura e no encerramento,

respetivamente, do

IV Close-Up.

A Orquestra de Jazz de

Matosinhos vai orquestrar

o filme “O Couraçado Potemkine”

de Serguei Eisenstein,

a exibir a 12 de

outubro, pelas 21h30, com

a duração de 70 minutos.

Este é um filme mudo soviético

que estreou em

1925. Apresenta uma versão

dramatizada da

rebelião ocorrida em 1905.

Razão para este ser um

grande desafio lançado à

Orquestra de Jazz de

Matosinhos e ao seu diretor

Pedro Guedes, compositor

de música.

Aos Mão Morta, projeto

musical de 1984, foi lançado

o desafio para compor

para o filme “A Casa na Praça

Trubnaia” de Boris Barnet.

Passa a 19 de outubro,

às 21h30, igualmente no

grande auditório. Esta é

uma comédia de 1928, que

conta a história de uma

empregada doméstica que

vem da província para uma

casa da pequena burguesia.

O IV episódio do Close-Up

decorre de 12 a 19 de outubro,

em vários espaços da

Casa das Artes, com cerca

de 40 sessões de cinema

contemporâneo cruzadas

com a história da 7ª Arte

(com um passeio pelo Cinema

Francês), sob o mote

do Tempo (o que passa e o

tempo do Cinema), incluindo

estes filmes-concerto em

estreia, filmes comentados

por realizadores, jornalistas

e académicos, sessões especiais

e ante-estreias, um

panorama em volta da obra

de Eduardo Brito.Haverá

também espaço para conversas,

música e poesia no

café-concerto e no foyer, e

sessões para famílias e para

escolas, com filmes, oficinas

e uma masterclasse de Pedro

Serrazina.


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 03

RIBA DE AVE QUER MAIS DO QUE TRAGÉDIAS GREGAS

OBRAS NO TEATRO TRAZEM SINAL DE ESPERANÇA

Já se ouvem os martelos na

obra de reconstrução do

CineTeatro Narciso Ferreira,

em Riba de Ave. O projeto

do arquiteto Noé Diniz lança

este espaço para outras

valências culturais que não

estavam definidas no passado,

mas a traça arquitetónica

será mantida, assim

como a referência a Narciso

Ferreira, em homenagem

ao empresário têxtil.

A autarca local e o presidente

da Câmara acreditam

que esta infraestrutura

cultural vai trazer, no final

de 2020, uma nova dinâmica

e abrir uma janela de

esperança para o desenvolvimento

económico e social

da vila que nos últimos anos

perdeu algumas valências,

nomeadamente uma agência

da Caixa Geral de Depósitos

e o Externato Delfim

Ferreira, além da grave redução

de alunos na Didáxis.

Na segunda-feira, dia 9 de

setembro, o presidente da

Câmara Municipal de Famalicão

assinou o auto de

consignação da empreitada,

entregue à empresa Costeira

– Engenharia e Construção,

SA, por um valor a

rondar os três milhões e

meio de euros. O prazo de

execução é de 450 dias.

Inaugurado em 1944, mas

fechado desde a década de

90, há várias décadas que

o espaço reclamava obras

de reabilitação que foram

sendo adiadas, até ao

presente. O comendador

Raul José lamentou o facto

do edifício ter vindo a degradar-se

enquanto esperavam

a decisão de uma

intervenção. Finalmente

chegaram as obras, sinal de

uma nova era que o comendador

acredita que será

CH NA

FEIRA DE

ARTESANATO

E

GASTRONOMIA

CIDADE HOJE marcou,

mais uma vez, presença na

36ª Feira de Artesanato e

Gastronomia de Famalicão.

A decoração do nosso

stand esteve a cargo dos

Móveis São João a quem,

desde já, agradecemos a

fantástica colaboração.

positiva para toda a região.

Além do investimento camarário

há aqui uma verba

de fundos comunitários,

através do Portugal 2020 –

PEDU Plano Estratégico de

Desenvolvimento Urbano,

de 2.929.131 euros. «Não

abdicamos desta intervenção,

naquilo que diz respeito

ao orçamento do município.

Houve uma escolha

dentro da nossa capacidade

de decisão para que a obra

não fosse adiada. Se não

fosse agora teríamos que

esperar mais um ciclo de

fundos e seria só daqui por

sete ou oito anos», salientou

o presidente de Câmara.

Segundo Paulo Cunha, o

momento é de investimento

em Riba de Ave, até para ir

em contraciclo com as

decisões do Governo. «O

efeito útil do que estamos

aqui a fazer poderá não ser

visível no curto prazo, mas

a médio prazo vai ter uma

leitura positiva para a comunidade

e para a região»,

ambiciona o autarca famalicense.

Acrescentou que

além do Cineteatro Narciso

Ferreira, Riba de Ave ganhou

também uma escola

de 1.º Ciclo, fruto das obras,

«do melhor que existe em

Famalicão», salientou.

Quem está expectante com

os resultados desta obra é

a presidente de Junta de

Riba de Ave. «Tenho esperança

no desenvolvimento

social e económico que esta

obra vai trazer. A cultura é

um motor de desenvolvimento

de uma comunidade

e com o teatro há uma série

de dinâmicas que se vão

refletir na vila», atenta Susana

Pereira.

A autarca local acredita que

as associações da vila vão

ajudar a dinamizar este

espaço, mas sabe que o cineteatro

é uma valência para

a região, que trará público

de outras freguesias e

concelhos vizinhos. Um

ganho para Riba de Ave que

perdeu com o fim dos

contratos de associação

entre o Governo e as escolas,

levando ao encerramento

do Externato Delfim

Ferreira e à redução drástica

de alunos na Didáxis.

Os CTT deixaram de estar

na avenida e passaram para

a Junta de Freguesia, que

assim evitou mais um fecho

de serviços públicos.

O projeto de recuperação

do Teatro Narciso Ferreira

é da autoria de Noé Diniz,

também ele um ribadavense.

Pese embora a colaboração

que recebeu do

ESMAE e do arquiteto José

Prata no que respeita às

partes cénica e acústica, o

projeto arquitetónico é de

Noé Diniz. «Tive a preocupação

em manter, tanto

quanto possível, a expressão

arquitetónica do Teatro

que considero uma obra

exemplar da arquitetura

modernista», descreveu

Noé Diniz.

«Como ribadavense e como

arquiteto, vejo esta reabilitação

com muita expetativa.

Algumas valências

extinguiram-se, outras têm

renascido, como o caso do

hospital. Esperamos que

Riba de Ave volte a renascer

porque é uma terra com um

passado heróico fundamental»,

ambiciona

Casa de espetáculos

com caraterísticas

modernas

O Teatro Narciso Ferreira vai

tornar-se num espaço multifacetado,

preparado para

espetáculos de teatro, de

dança, música e para sessões

de cinema; terá capacidade

para corresponder às

necessidades da própria

comunidade, mas também

para receber alguns espetáculos

de âmbito mais

profissional.

A sala de espetáculos apresentará

uma tipologia contemporânea

multifuncional,

de cota única, contemplando

uma bancada telescópica

motorizada e um teto

técnico integral praticável,

características que

lhe permitirão configurações

cénicas variáveis,

capazes de responder tanto

a desafios criativos específicos

quer a montagens

mais tradicionais, e ainda a

utilizações de carácter

lúdico e de atividades do

âmbito da formação e da

vida comunitária. Reunirá

ainda os requisitos técnicos

necessários à realização de

assembleias, reuniões magnas,

atos públicos e sessões

solenes; conferências, palestras

e apresentações;

dança; música de câmara

e/ou solista - vocal e/ou

instrumental; música moderna

e contemporânea

com componente eletroacústica

dominante; ópera e

teatro.


PAG 04

CONCELHO

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

ALZIRA OLIVEIRA

«É um orgulho termos uma

empresa com uma história

como a Vishay, não apenas

em Famalicão mas no país.

É uma empresa que evoluiu

de uma capacidade exclusivamente

de produção para

uma dimensão de novos

produtos». A declaração é

do Secretário de Estado da

Economia, João Neves, no

dia 5 de setembro, aquando

da festa dos 50 anos da

Vishay Electronica Portugal,

antiga Roederstein, com

sede em Vilarinho das Cambas.

O aniversário foi assinalado

com uma visita à empresa

por parte do governante,

acompanhado pelos diretores

gerais e locais da

Vishay e pelo presidente da

Câmara Municipal de Famalicão.

Os 230 trabalhadores

tiveram um dia de

folga, com direito a almoçoconvívio.

A Vishay Portugal parou no

dia 5 de setembro para recordar

o passado e agradecer

aos que criaram e fizeram

crescer o projeto, como

referiu o responsável da

Vishay famalicense, Vítor

Morais.

Esta «capacidade de se

reinventar», referiu o Secretário

de Estado, é a razão

porque a Vishay famalicense

tem sido escolhida

pelo grupo para novos investimentos.

«Nos últimos

OS COMPONENTES DA VISHAY

SÃO PEQUENOS, MAS A

COMPETÊNCIA É MÁXIMA

anos conseguimos fazer

uma mudança no nosso

portfolio industrial, que caiu

muito bem ao olhos da direção

do grupo e permitiunos

fazer os investimentos

para que a fábrica chegasse

ao ponto de caminhar com

segurança e solidez», explicou

o diretor executivo.

E o segredo para se manter

tecnologicamente atualizada

está nos recursos

humanos, referiu Vítor Morais.

«Temos mão-de-obra

qualificada, capaz e motivada,

o que tem ajudado à

consolidação da empresa e

pretendemos continuar assim

no futuro», ambiciona.

A qualidade dos recursos

humanos do concelho de

Famalicão foi algo também

vincado pelo vice-presidente

do Grupo Vishay

para os Recursos Humanos,

Werner Gelbhardt, e pelo

presidente da Câmara de

Famalicão. Aliás, Paulo Cunha

agradeceu aos trabalhadores

o esforço que

fazem para manter a indústria

famalicense no topo.

O autarca famalicense

enalteceu o facto da Vishay

Portugal ter tido a capacidade

de responder positivamente

aos desafios do

grupo. «O que para nós,

famalicenses, nos deixa

cheios de orgulho. Sabemos

que aqui se faz o melhor no

contexto do grupo. Para

Portugal e para Famalicão

é sinal de qualidade», evidenciou

Paulo Cunha.

Esta empresa de produção

de componentes eletrónicos,

para carros e outros

equipamentos, faturou no

ano transato cerca de 20

milhões de euros. Depois

dos investimentos nos últimos

dois anos, o diretor

executivo explica que é

tempo de consolidar o que

foi feito, sendo que o momento

é também de expetativa

face à evolução da

economia internacional,

especialmente as relações

comerciais EUA-China e

mesmo com a Europa. É

que a Vishay é uma empresa

que exporta praticamente

tudo o que produz.

Também por via disso, a

empresa leva Famalicão a

todo o mundo. Esta internacionalização

da indústria

famalicense foi lembrada

pelo presidente da Câmara

Municipal de Famalicão, até

porque esta tem sido uma

aposta do município de

Famalicão.

Esta presença autárquica na

festa dos 50 anos da Vishay

foi acompanhada também

pelo vereador para a Inovação

e Internacionalização,

Augusto Lima,

pelos autarcas locais de

Vilarinho e Calendário e por

representantes de outras

instituições famalicenses,

inclusive bombeiros e forças

policiais.

FEIRA DA SAÚDE EM RIBEIRÃO

A Cruz Vermelha de Ribeirão realiza na manhã do próximo sábado, a Feira da Saúde. De

entrada livre, em frente à Junta de Freguesia, há vários rastreios e aconselhamentos de

saúde. Esta iniciativa tem, ainda, uma demonstração de equipamentos de emergência e

uma aula de zumba.

CAMINHADA EM SANTA EULÁLIA

A Comissão de Festas de Nossa Senhora do Fastio, em Arnoso Santa Eulália, realiza na

manhã do próximo domingo, a partir das 9h30, a Caminhada Bazar. Os participantes

são convidados a levar algo para o bazar.

VAMOS AO TEATRO A VERMOIM

Está a chegar a sexta edição do “Vamos ao Teatro”, Festival de Teatro Amador, que

decorre a partir do próximo sábado até ao dia 26 de outubro. O festival, é organizado

pelo NUTEACV - Núcleo de Teatro da Associação Cultural de Vermoim e decorre no salão

paroquial da freguesia. Todos os espetáculos, de entada livre, decorrem a partir das

21h30. E o programa é o seguinte: 14 de setembro, Teatro Vitrine (Fafe) apresenta

“Morrer devagar”; 21 de setembro, o TAV de Vila do Conde leva à cena “Flagrante

Delitro” e a 28 de setembro pode ver “Do céu o mandaram embora”, pelo GTAV (Lazarim).

Em outubro, dia 5, a ARC Amigos Vilarenses, de Vila Nova de Gaia, apresentam “O troca

tintas”; 12 de outubro, ACRVD, do Pinhão, “Falar verdade a mentir”; 19 de outrubro,

GPTL, de Leça da Palmeira, “Vai chamar pai a outro”; 26 de outubro, o NUTEACV encerra

o festival com a “Sexta-feira 13”.

CÂMARA E JUNTAS CUMPREM

TRADIÇÃO NA FEIRA

Na noite do passado dia 4

cumpriu-se a tradição na

Feira de Artesanato e Gastronomia

de Vila Nova de

Famalicão. Mais uma vez, o

executivo municipal e os

presidentes de Junta sentaram-se

à mesa, não para

falar de política ou para reivindicar

o que quer que

fosse mas, tão somente,

para conviver. Um encontro

«amistoso, à volta da mesa,

para conversar de uma forma

mais informal», como

destaca Paulo Cunha. «É

um instante muito apreciado

pelos presidentes de

Junta».

Este ano, a responsabilidade

de organizar o jantar

coube aos aucarcas de Mogege,

José Lima, e da União

de Esmeriz e Cabeçudos,

Armindo Mourão. Ambos

falam «do espírito de camaradagem»

do encontro

«onde não entra a política.

É um encontro agradável

que também de se deve à

forma de estar do presidente

da Câmara Municipal»,

elogiam.

Quer no jantar quer fora

dele, também Paulo Cunha

não quer nem olha a cores

políticas. «No dia a dia procuro

ter uma ação comprometida

com todos, equitativa,

justa. Em circunstância

alguma um autarca é tratado

de forma diferente por

ser deste ou daquele partido:

é um autarca e isso

basta-me», diz o autarca.


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 05

JORGE PAULO OLIVEIRA ACUSA GOVERNO

DE NÃO INVESTIR NO HOSPITAL

Jorge Paulo Oliveira acusa

o Governo de discriminar

Famalicão no âmbito da

saúde. Está em causa a

falta de apoio da parte do

Ministério da Saúde à

criação da Clínica da Mulher,

da Criança e do Adolescente

no Hospital de Famalicão,

orçada em 300 mil euros.

O candidato do PSD às

eleições legislativas pelo

distrito de Braga fala em

discriminação do Governo

porque o Ministério da Saúde

anunciou, no âmbito do

Programa de Investimentos

na Área da Saúde (PIAS),

um investimento na ordem

dos 5,3 milhões de euros,

destinado à melhoria de

infraestruturas e equipamentos

do Hospital de Santo

Tirso.

Recorde-se que as unidades

hospitalares de Famalicão e

Santo Tirso compõem o

Centro Hospitalar do Médio

Ave.

Jorge Paulo Oliveira afirma

que a criação da Clínica da

Mulher, da Criança e do

Adolescente «é um investimento

da responsabilidade

do Ministério da Saúde, que

o Ministério da Saúde se

recusou a fazer invocando

indisponibilidade financeira,

a mesma que não faltou para

a outra unidade do mesmo

Centro Hospitalar, mas

situada num outro município,

alinhado politicamente

com o Governo»,

adianta o candidato.

O famalicense acrescenta

ainda que «esta atitude discriminatória

para com Vila

Nova de Famalicão não é

isolada, muitas outras ocorreram

ao longo dos últimos

quatro anos», disse.

Esta clínica fica nas instalações

das antigas urgências

do Hospital de Famalicão,

onde já existem

alguns serviços da área da

ginecologia e obstetrícia. A

sua construção vai concretizar-se

com o apoio da Câmara

Municipal de Vila Nova

de Famalicão que comparticipará

a obra em 150 mil

euros e com o apoio das

empresas e dos empresários

da região.

PSD quer alternativas à

institucionalização das

pessoas idosas

O PSD considera importante

adiar o mais possível a

institucionalização das pessoas

idosas. Para tal, exige

mais investimento do Estado

no apoio ao envelhecimento

e à dependência

dos idosos.

Estas declarações foram

produzidas pelos candidatos

do PSD de Vila Nova de Famalicão

que integram as

listas à Assembleia da República

por Braga e foi produzida

no âmbito da primeira

ação de pré-campanha

eleitoral.

A comitiva liderada por

Jorge Paulo Oliveira visitou,

no dia 3 de setembro, três

instituições famalicenses de

apoio a idosos – Centro

Social de Requião, Instituto

S. José, em Oliveira S.

Mateus, e Engenho (foto),

em Arnoso Santa Maria.

Segundo afirmaram, o

objetivo passou por conhecer

de perto o trabalho

destas instituições, os projetos

e as necessidades que

são sentidas pelos responsáveis

do setor.

«Privilegiar um novo tipo de

serviço social de apoio domiciliário

que possa incluir

igualmente serviços básicos

de saúde com apoio tecnológico,

encontrar novas formas

de habitação coletiva

como as “co-housing” que

permitem a criação de

áreas de serviços coletivos

integrados de apoio às respetivas

residências e valorizar

o Estatuto dos Cuidadores

Informais aprovado

recentemente na Assembleia

da República, designadamente

apoiando-os na

sua formação, capacitação

e apoio psicossocial», referiu,

a propósito, o candidato

Jorge Paulo Oliveira.

Em relação aos cuidadores

informais, o também deputado

do PSD defende

que «à semelhança do que

hoje se permite às famílias

que deduzam no IRS as

despesas da institucionalização

(lares de idosos,

etc...) preconizamos que

essas mesmas despesas

com os cuidadores informais

possam ser igualmente

dedutíveis».

O social-democrata, que vai

na lista em 5.º lugar, lembra

que tem subido o índice de

envelhecimento e que esta

realidade coloca diferentes

desafios ao nível das políticas

sociais e de saúde.

CDS QUER MAIS INVESTIMENTO NOS

TRANSPORTES PÚBLICOS DO DISTRITO

Os candidatos do CDS à

Assembleia da República

pelo distrito de Braga efetuaram,

na semana passada,

uma série de viagens de

autocarro pelos concelhos

que fazem parte do Quadrilátero

Urbano: Famalicão,

Guimarães, Braga e

Barcelos. A conclusão a que

chegaram é que «neste

distrito não existem soluções

de transporte, de

mobilidade e de passes sociais

minimamente equitativas

com o que existe nas

áreas metropolitanas de

Lisboa e do Porto. A solução

do Governo não é justa»,

anuncia Telmo Correia, cabeça

de lista por Braga.

Os candidatos do CDS recordaram

que os passes andantes

na Área Metropolitana

do Porto, com os

apoios do Governo, custam

no máximo 40 euros e permitem

deslocações em toda

a área metropolitana. Telmo

Correia garante que isso

não acontece entre as principais

cidades do distrito,

mencionando que além de

ser mais caro, os valores

diferem entre cidades com

a mesma distância.

Nestas viagens, Telmo Correia,

juntamente com o famalicense

Tiago Durval

Ferreira, número dois da

lista, percebeu que se paga

sensivelmente o dobro por

uma viagem entre Esposende

e Porto do que se

viajar entre Viana do Castelo

e Porto, que é mais longe.

Outro exemplo: entre

Famalicão e Braga um passe

mensal custa cerca de 40

euros, mas se viajar entre

Braga e Guimarães o valor

vai para o dobro.

A luta do CDS, segundo

Telmo Correia e Tiago Durval

Ferreira, é que «no

distrito existam soluções de

transporte e de mobilidade

equivalentes às que existem

noutros pontos do

país». Telmo Correia lembrou

que o Governo distribuiu

algum dinheiro às CIM

(Comunidades Intermunicipais

do Ave do Cavado),

para o problema dos transportes.

Esse dinheiro seria

para entregar às Câmaras

Municipais, que o não estão

a canalizar da mesma forma.

Os candidatos do CDS notaram

ainda falta de investimento

na frota, «designadamente

os transportes urbanos

que têm um desgaste

grande e carecem de investimento»,

dizem.

Estas viagens foram de

autocarro, porque se fossem

feitas de comboio, os

militantes do CDS garantem

que as dificuldades seriam

maiores, especialmente no

que diz respeito ao tempo

de viagem. «Demoraríamos

meia dúzia de horas a

fazer a ligação entre as

quatro cidades do Quadrilátero,

quando a distância

entre elas não é superior a

30 km», referiu Telmo Correia

que acusa o Governo

de dizer que virou a página

da austeridade quando «a

questão da mobilidade

mostra que está a reter investimento

público essencial,

prejudicando os cidadãos».

BE QUER VALORIZAR O EMPREGO

O cabeça de lista do Bloco

de Esquerda por Braga às

Eleições Legislativas, José

Maria Cardoso, acompanhado

por Raquel Azevedo

e outros candidatos,

esteve na feira semanal da

Vila de Joane. Nesta ação

de pré-campanha José Maria

Cardoso salientou que

«o emprego com direitos

está no centro da ação

política do Bloco», propondo

«políticas capazes de

criar e distribuir o emprego,

qualificando o país, reduzindo

o horário de trabalho

e combatendo as múltiplas

formas de desregulação e

prolongamento dos horários

e do trabalho extraordinário

não pago».

O candidato afirma que é

necessário «combater a

precariedade dos contratos

a termo, temporários e

outsourcing, bem como

uma reforma do IRS que

com mais escalões, de

forma a baixar os impostos

para os níveis salariais mais

baixos».

Contra uma economia «assente

em baixos salários»,

o candidato assume que o

BE defende um conjunto de

medidas que visam a melhoria

da qualidade de vida

da população, «como o

aumento do salário mínimo

para 650 euros em 2020 e

de pelo menos 5% nos seguintes,

relançamento da

contratação coletiva, redução

do horário de trabalho

para 35 horas semanais no

privado e no público, garantia

de mais direitos para

quem trabalha por turnos e

alargamento dos direitos de

parentalidade».


PAG 06

CONCELHO

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

CDS DEFENDE CONTRATOS DE ASSOCIAÇÃO NA EDUCAÇÃO

Simbolicamente, os candidatos

do CDS-PP pelo

distrito de Braga apresentaram

o programa para

a educação em frente ao

Externato Delfim Ferreira,

em Riba de Ave. Para dizer,

enfatizou Telmo Correia,

que o CDS defende a manutenção

dos contratos de

associação entre Governo e

escolas de cariz particular,

cooperativo ou religioso.

«Para nós não é relevante

a natureza jurídica dos estabelecimentos

de ensino,

o importante é que a população

seja servida da melhor

forma possível», referiu

o cabeça de lista do

CDS-PP, por Braga, Telmo

Correia, na segunda-feira,

dia 9 de setembro, em

declarações aos jornalistas.

Acrescentava o candidato

que «as crianças devem ter

direito ao melhor ensino

possível, no contexto e no

território onde estão inseridas».

Acompanhado pelo número

dois da lista, o famalicense

Durval Tiago Ferreira, e por

dirigentes locais da concelhia

do CDS-PP, desde logo

o presidente Ricardo Mendes,

Telmo Correia salientou

as consequências do

fim dos contratos de associação.

Junto ao Externato

Delfim Ferreira, que entrou

em insolvência, e depois de

passar pela Didáxis que

perdeu cerca de 80% dos

seus alunos, os militantes

do CDS mencionaram a

deslocalização das crianças

e jovens e a sobrelotação

das escolas públicas como

consequências negativas

do fim dos contratos de

associação. «Todas as

crianças têm que ter oportunidades

para que, independentemente

do contexto

social onde partem, possam

chegar onde quiserem

e onde a sua capacidade e

mérito as levar», referiu

Telmo Correia.

Classificando o fim dos

contratos de associação

como uma decisão puramente

ideológica, Telmo

Correia garante que não há

poupanças económicas

com esta decisão. Segundo

contas do CDS, uma turma

do ensino público custa

cerca de 100 mil euros, ao

que passo que uma turma

no privado e cooperativo

custaria ao Estado 80 mil

euros/ano.

Este princípio do Estado

trabalhar em parceria com

o setor privado e social é

também defendido pelo

CDS para a área da saúde.

«Se não garantimos as

consultas no Serviço

Nacional de Saúde, temos

que olhar para os setores

privado e social, para servir

bem a população», acrescentou.

Os candidatos do PSD que

integram as listas à Assembleia

da República por

Braga prosseguiram, no

passado dia 4 de setembro,

com mais uma jornada de

trabalho, com visitas à

Santa Casa da Misericórdia

de Riba de Ave, à LIPAC –

Liga da Profilaxia e Ajuda

Comunitária e ao Projeto

Homem.

Após as visitas a estas

instituições, os candidatos

dizem ser precisos «mais e

melhores apoios por parte

do Estado às instituições

famalicenses que atuam na

área da saúde mental e das

dependências».

A comitiva, liderada por

Jorge Paulo Oliveira, visitou,

na vila de Riba de Ave,

o CIDIFAD – Centro de Investigação,

Diagnóstico,

Formação e Acompanhamento

de Demências que

PSD QUER MAIS APOIO PARA A

SAÚDE MENTAL E DAS DEPENDÊNCIAS

aposta na investigação

científica neste domínio, no

diagnóstico, na formação

de profissionais e também

de cuidadores informais.

Um projeto ainda em construção

mas que, para Jorge

Paulo Oliveira, «permitirá

aumentar significativamente

a capacidade institucional

no norte do país no

domínio da problemática da

demência». O candidato a

deputado recorda que o último

relatório sobre a demência,

publicado em

2018, pela OCDE, Portugal

é o quarto país com

mais casos. «São números

alarmantes que nos levam

a reclamar um plano ou estratégia

nacional para o

acompanhamento da patologia»,

refere Jorge Paulo

Oliveira.

Números preocupantes são

também os da dependência.

Em 2015 estavam inscritos

no Centro de Respostas

Integradas (CRI) de

Braga 459 utentes residentes

em Vila Nova de Famalicão

e foi precisamente

para saber que respostas

sociais existem no território,

no plano da prevenção,

tratamento e reinserção,

que os candidatos do

PSD visitaram, da parte da

tarde, a LIPAC e o Projeto

Homem.

Depois destas visitas, Jorge

Paulo Oliveira pede atenção

redobrada por parte do

poder político. Diz que os

programas de prevenção

precisam de ser intensificados

«e há novas realidades

e necessidades que

precisam de ser supridas».

Uma delas, avança, é a necessidade

da implementação

de uma unidade de

internamento de longa duração

direcionada exclusivamente

para os mais jovens,

«mas também a necessidade

de criar um

tratamento descentralizado

do Centro de Respostas Integradas,

que já existe relativamente

a Guimarães,

Braga e Barcelos, mas que

não se verifica em Famalicão».

SOCIALISTAS EM ROTEIRO SOCIAL POR FAMALICÃO

Na passada segunda-feira,

os candidatos socialistas

pelo círculo eleitoral de Braga

realizaram um Roteiro

Social em Vila Nova de

Famalicão. Sónia Fertuzinhos,

Joaquim Barreto,

Nuno Sá, Maria Augusta

Santos e Nelson Felgueiras,

acompanhados de Fernando

Moniz, membro da direção

de campanha distrital,

iniciaram o roteiro com

uma visita ao Centro de

Emprego onde reuniram

com David Ferreira, Diretor

do Centro de Emprego Local,

e com António Leite,

Delegado Regional do Norte

do IEFP.

Sónia Fertuzinhos realçou a

importância «da promoção

de um mercado de trabalho

menos precário e mais digno

para uma sociedade melhor»

após a visita ao

Centro de Emprego de VN

Famalicão. Nesta reunião,

os candidatos socialistas

sublinharam a necessidade

de robustecer a ligação da

formação profissional ao

mercado de trabalho e

apresentaram algumas das

medidas que fazem parte

do Programa Eleitoral do

PS: fortalecimento das

instituições e estratégias de

formação de cariz setorial

para dar resposta às transformações

em curso na

economia, na tecnologia,

nos mercados e no mercado

de trabalho, nomeadamente

através do robustecimento,

consolidação e

alargamento da rede de

formação setorial dos centros

de gestão protocolar do

IEFP.

O Roteiro Social continuou

com uma visita ao Centro

de Segurança Social local

onde os candidatos reuniram

com o Diretor Distrital

João Ferreira.

«Num quadro em que se

assegura a sustentabilidade

da Segurança Social num

contexto de envelhecimento

da população

portuguesa, continuaremos

o aumento das pensões no

estrito respeito pelas regras

definidas numa lei de bases

da Segurança Social», promete

Sónia Fertuzinhos. O

Roteiro terminou com uma

visita à Associação de

Moradores das Lameiras

(IPSS), onde os socialistas

ouviram as preocupações

«mas também os elogios às

políticas dos últimos quatro

anos dos utentes desta instituição».

Joaquim Barreto

destacou «a agenda social

que o Partido Socialista

vem defendendo e que reforçará

na próxima legislatura,

focada no combate

à pobreza». Outras propostas

passam «pelo apoio à

natalidade, nomeadamente

o complemento-creche e o

investimento na rede de

equipamentos sociais de

apoio à infância, nomeadamente

creches e jardinsde-infância».


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 07

SANTUÁRIO DE FÁTIMA

FOI DE FAMALICÃO POR UM DIA

O habitual passeio a Fátima dos

seniores famalicenses foi um dia

de festa e de oração. Cerca de 9

mil rumaram das freguesias do

concelho, em cerca de 200 autocarros

fretados para o efeito.

Partiram das respetivas freguesias

ao início da manhã, rumo

ao Santuário. Houve algum atraso

face ao programa, devido a um

grande incêndio na zona de

Aveiro, que obrigou ao corte da

auto-estrada. Desta maneira, os

autocarros foram obrigados a percorrer

parte do percurso em estrada

nacional.

No restante correu tudo bem,

mas, por precaução, a viagem

teve a “vigilância” dos BV Famalicenses.

À chegada ao Santuário de Fátima,

houve missa na Basílica da

Santíssima Trindade para quem

quis assistir; no final seguiu-se o

convívio, com lanche e música

improvisada.

O presidente de Câmara e os vereadores

acompanharam os

seniores e partilharam com eles

os diversos momentos de festa.

Paulo Cunha cumprimentou parte

dos seniores e trocou algumas

palavras. «Tive a oportunidade de

conviver com os nossos seniores,

primeiro na eucaristia, depois na

zona onde estavam a almoçar.

Aproveito a oportunidade para me

inteirar da situação em que se

encontram: a sua saúde, a sua

vivência, a sua família, a sua freguesia,

a sua rua. Aproveito esta

oportunidade para estar mais

próximo dos famalicenses e para

dar um sinal de que a autarquia

está disponível, está presente e,

acima de tudo, está comprometida

com o futuro de Famalicão»,

responde Paulo Cunha.

O presidente da Câmara Municipal

lembrou que há seis anos, desde

que tomou posse, que tem recebido

os famalicenses nos Paços

do Concelho para auscultar os

seus problemas. «Foram milhares

aqueles que nos disseram o

que os incomodava. Há muitos

problemas resolvidos e muitos por

resolver. Acima de tudo, há uma

perceção clara de que a Câmara

está atenta aos problemas e empenhada

na criação de condições

para os resolver», anotou.

AFTER SUN

PARTY EM

FRADELOS

Na noite deste sábado, a partir

das 20h30, o Parque das Tílias,

em Fradelos, recebe uma After

Sun Party, com as atuações de

Joana Costa e os dj´s P Clux e

Vítor Mendes.

PADRE

AVELINO

TOMA POSSE

EM JOANE

No dia 22 de setembro, o padre

Avelino dos Santos Mendes toma

posse na paróquia de Joane,

numa eucaristia marcada para as

16 horas, na igreja paroquial.

Depois, na Escola Secundária

Padre Benjamim Salgado decorre

um lanche partilhado.

A eucaristia de sufrágio pelo

padre Manuel de Sousa e Silva

realiza-se no dia 29, pelas 16

horas. No final, e inserido nos atos

de homenagem, será descerrada

uma placa ao saudoso padre

Manuel.

“ESTÓRIAS

DE VILLA”

No dia 18 de setembro, pelas 21

horas, na Fundação Cupertino de

Miranda, realizar-se uma exibição

comemorativa do filme

”Estórias de Villa”, para assinalar

um ano da estreia do mesmo.

O momento será aproveitado

para o anúncio de novos projetos.

PODOLOGISTAS

REÚNEM EM

FAMALICÃO

A Associação Portuguesa de Podologia

(APP) vai realizar, no dia 28

de setembro, a sétima Reunião

Magna de Podologia no auditório

da CESPU – Escola Superior de

Saúde do Vale do Ave, em Vila

Nova de Famalicão.

O objetivo é criar melhores condições

para o exercício profissional,

«na proteção dos direitos da

profissão e na defesa dos interesses

dos utentes da Podologia.

Apelamos à inscrição e à participação

massiva dos podologistas,

de forma a contribuirmos para a

sustentabilidade da profissão»,

afirma Manuel Portela. O presidente

da APP desafia os colegas

a ter uma posição proativa, «no

sentido de colocar questões relacionadas

com a Podologia e de

promover a discussão coletiva,

tornando a reunião participativa

e produtiva».

Nesta reunião, que decorre durante

todo o dia, vão ser abordados

os problemas que preocupam

os podologistas no exercício

da sua profissão, assim como

os novos desafios que se perspetivam

na melhoria das condições

da prática clínica.

A inscrição é exclusiva a podologistas

e obrigatória através do

email info@appodologia.com.


PAG 08

Tal como CIDADE HOJE

noticiou na edição passada,

já está a funcionar, na Unidade

de Saúde de Delães,

o gabinete médico dentário,

que disponibiliza consultas

através do Serviço Nacional

de Saúde.

O gabinete entrou em funcionamento

no início deste

mês e resulta da adesão do

Município de Famalicão ao

programa “Saúde Oral para

Todos”, promovido pelo Governo.

Com este programa,

o Município assumiu todos

os encargos financeiros com

os equipamentos necessários

para a criação do consultório,

num investimento

municipal de cerca de 50 mil

euros. Por sua vez, o Governo

assegura os recursos

humanos (médico dentista

e auxiliar técnico), os

CONCELHO

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

ções, constituindo-se como

uma plataforma naturalmente

capaz de congregar

os vários domínios de atuação

das políticas públicas».

Ivo Sá Machado deu conta

das «excelentes condições

do gabinete médico».

Uma das primeiras utentes

a beneficiar da consulta

CONSULTAS

DE MEDICINA

DENTÁRIA

PELO SNS

consumíveis e as condições

de funcionamento do espaço.

O presidente da Câmara

Municipal, Paulo Cunha, e a

vereadora da saúde, Sofia

Fernandes, visitaram o espaço

no passado dia 5 de

setembro, acompanhados

pelo diretor executivo da

Unidade de Saúde, Ivo Sá

Machado, e pelo diretor clínico,

Frederico Salgado.

Paulo Cunha mostrou-se

agradado com a criação

desta nova resposta médica

e social no concelho. Desta

forma, avança o autarca,

«conseguimos garantir a

toda a população o acesso

à prestação de cuidados de

saúde essenciais e de proximidade»,

notando que as

autarquias desempenham,

ao nível local, «um papel

preponderante, no âmbito

do bem-estar das populadentária

foi Maria da Conceição.

Esta ribadavense

considerou a medida «muito

boa e essencial para uma

vida melhor. Se estas consultas

existissem há mais

tempo, não teria chegado

ao ponto de gravidade que

estou hoje e teria mais qualidade

de vida».

Para aceder às consultas

dentárias, os utentes devem

solicitar o serviço ao

médico de familia, que faz

o reencaminhamento necessário.

Refira-se que o investimento

do Município surge

no âmbito das políticas de

apoio social, através de

uma parceria com a Administração

Regional de Saúde

do Norte, contribuindo para

a promoção de uma política

efetiva de combate às assimetrias

territoriais e sociais.

CHMA ASSINA

COMPROMISSO

PARA A

HUMANIZAÇÃO

O Centro Hospitalar do Médio Ave assinou o “Compromisso

para a Humanização”, documento subscrito no passado

dia 5 de setembro, também por outros hospitais, na

presença da Secretária de Estado da Saúde.

O Compromisso promove um conjunto de iniciativas que

visam, essencialnente, a humanização nos hospitais. São

objetivos dinamizar processos de sensibilização e orientação

para a centralidade da pessoa que inclua utentes,

cuidadores e profissionais de saúde; apelar ao respeito

por valores humanos, nomeadamente os princípios da

dignidade, compreensão e empatia em âmbito hospitalar

e apelar ao bom relacionamento interpessoal e interprofissional,

ao trabalho coordenado e ao compromisso com

uma constante melhoria dos processos e resultados em

saúde.

O Conselho de Administração do CHMA dá conta, em nota

de imprensa, que os seus profissionais já desenvolvem o

seu trabalho sob objetivos semelhantes «e ambas as

unidades hospitalares beneficiam da colaboração desinteressada

e amiga de equipas de voluntários que, diariamente,

ajudam os utentes facultando apoio e carinho a

quem deles necessita». No entanto, a assinatura do Compromisso

«faz regressar os objetivos da humanização à

primeira linha dos objetivos do CHMA».


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 SOCIEDADE PAG 09

NO DIA DA FREGUESIA OLIVEIRA SANTA MARIA

APRESENTA AS OBRAS PRIORITÁRIAS

A freguesia de Oliveira Santa Maria

ambiciona a ampliação do cemitério

e a construção da casa mortuária, a

conclusão da rede de saneamento e

de água e uma valência social de raiz.

Estas necessidades, consideradas

prioritárias, foram apresentadas no

Dia da Freguesia pelo presidente da

Junta, Delfim Abreu, na sessão solene

que decorreu no domingo, dia 8

de setembro, com a presença do

presidente da Câmara Municipal,

Paulo Cunha.

O presidente da Câmara promete dar

atenção a estes pedidos do autarca

de Oliveira Santa Maria. Paulo Cunha

garantiu que o executivo que lidera

«vai continuar a fazer aquilo que

faz falta e o que está ao seu alcance

para garantir bem-estar e qualidade

de vida à comunidade», mas lembrou

que nem tudo depende da autarquia,

como é o caso da construção de um

equipamento social a instalar num

terreno adquirido pela Câmara

Municipal há mais de uma década.

Nesta sessão solene do Dia da Freguesia,

o executivo da Junta de Freguesia

homenageou vários cidadãos

que se destacaram no seio da comunidade

de Oliveira Santa Maria.

D. MARIA BEER FEST NO “DIAS À MESA”

Em Famalicão, a despedida do

Verão é feita com muita cerveja

artesanal e petiscos. Por iniciativa

do Círculo de Cultura Famalicense

(CIDADE HOJE), de 19 a 22 de

setembro, o centro da cidade

acolhe a segunda edição do D.

Maria Beer Fest, ou festa da cerveja.

Esperam-se dezenas de

cervejas artesanais, stands de

petiscos e muita animação. À

semelhança da primeira edição, a

Praça D. Maria II vai receber milhares

de pessoas.

Além dos habituais petiscos de

street food, a Câmara Municipal

conjuga este evento com uma

promoção às francesinhas em

restaurantes aderentes: o Barão,

Churrascão Sousa, Colunata,

Combinação de Sabores, El Vagabundo,

Forever e Príncipe.

Este projeto camarário chama-se

“Dias à Mesa”. Arrancou por altura

do Carnaval, com uma homenagem

ao cozido à portuguesa;

voltou em maio com os rojões e o

bacalhau; e regressa com as

francesinhas. Ao longo do ano,

contam-se oito fins-de-semana

gastronómicos sempre associados

a eventos culturais e desportivos

do município.

Esta promoção da gastronomia

coincide sempre com festas de

grande dimensão. As francesinhas

acompanham o Beer Fest; no final

de setembro, mais propriamente

de 27 a 29 de setembro, há uma

promoção aos pratos vegetarianos

para celebrar os produtos da terra,

em conjugação com a Feira de S.

Miguel. Aderem aos pratos vegetarianos

os restaurantes El Vagabundo;

Fusilli, Massa & Café;

Ganesh Club; Moutados de Baixo;

Na Boca; O Prato; Refresco e Vinha

Nova.

UMA

AVENTURA

DE SEIS MIL

ANOS PELO

TERRITÓRIO

Até janeiro do próximo ano, a

Casa do Território propõe uma

viagem pela história do território

de Vila Nova de Famalicão. Tratase

da exposição “6 Mil – das origens

a Famalicão”, «uma pequena

amostra do grande potencial

arqueológico do concelho e do

muito que há a explorar», refere

o coordenador científico da exposição,

o historiador Armando

Coelho.

A mostra, reúne mais de uma

centena de objetos arqueológicos

recolhidos no concelho e que

retratam a evolução do território

desde os primeiros vestígios da

presença humana até à Idade

Média. “Uma viagem até origem

das origens” que propõe ao

visitante uma leitura pedagógica

e criativa da “primeira história” do

território e da sua ocupação ao

longo 6 mil anos.

Organizada pela Câmara Municipal,

no âmbito do 34.º aniversário

da elevação de Famalicão a

cidade, a exposição, de entrada

livre, a exposição conta com antiquíssimos

antecedentes, desde

os primeiros vestígios de expressão

megalítica reveladores dos

começos da agricultura e da introdução

da metalurgia.

Os projetos, as intervenções e os

sítios arqueológicos, bem como

todo o trabalho que tem vindo a

ser realizado pelo Gabinete de

Arqueologia do Município, são

evidenciados na mostra, que tem

a singularidade de fazer regressar,

temporariamente, a Famalicão,

objetos que se encontram dispersos

por alguns museus nacionais

como, por exemplo, uma ara (altar

romano) da Sociedade Martins

Sarmento, uma lucerna (lamparina

da época romana) patente

no Museu Nacional de Arqueologia

e uma lâmina de piras em ouro

cedida pelo Museu do Ouro de

Travassos.

Uma reconstrução digital do Castelo

de Vermoim, que terá sido

atacado por vikings, durante uma

incursão à região Entre-Douro-e-

Minho, em 1016, é uma das atrações

da exposição.

Semanário Regionalista

Registo ERC nº 111685.

Depósito Legal nº 1926/86

Proprietário e Editor: Círculo de Cultura Famalicense

(CCF) - Pessoa Colectiva de Utilidade Pública, publicado

no D.R., III Série, n.º 145, 26-06-97.

Contribuinte n.º 501 960 066

Direcção do CCF:

António Fernando Sanguêdo Meireles (Presidente); João Paulo

Ferreira Matos de Araújo (Vice-Presidente/Tesoureiro); José

Augusto Alves (Secretário); Edgar dos Santos Ferreira (Adjunto

Tesoureiro)

Redacção, composição e serviços comerciais: Rua 5 de

Outubro, Lj. 204, Edifício Vilarminda, Calendário, Apartado 218,

4762-976 V.N. Famalicão;

Telefones: 252 301 780; e-mail: jornal@cidadehoje.pt /

geral@cidadehoje.pt / www.cidadehoje.pt

Departamento Comercial: António Baptista

a.baptista@cidadehoje.pt

Assinatura anual: 18 Euros

Número avulso: 0,70 Euros

Tiragem média/semanal: 5 200 exemplares

Director: Rui Lima

Redacção: Rui Lima (CP nº 3035 A)

ruilima@cidadehoje.pt;

Alzira Oliveira (C.P. nº 3034-A)

alziraoliveira@cidadehoje.pt

Colaboradores: Alcino Monteiro, Carlos Alberto, Cerejeira

Leitão, Cláudia de Sousa Dias, Durval Tiago Ferreira,

Fernando de Sousa Pereira, José Martins, Lopes da Silva,

Manuel Sanches, Sérgio Rocha, Valdemar Barbosa

Correspondentes: Manuel Fernandes Sampaio (Avidos),

António Gomes (Brufe), Ezequiel Brandão (Cavalões),

Joaquim Carvalho (Carreira), Passos Tinoco (Gavião),

Teresa Carvalho (Lemenhe), David Ferreira (Mouquim).

Impressão: Empresa do DIÁRIO DO MINHO, Lda

Rua de Santa Margarida, 4, 4710-306 – Braga; Tel.: 253

609 460; Fax: 253 609 465; e-mail: geral@diariodominho.pt

Estatuto Editorial

O Jornal CIDADE HOJE é um semanário regional, de informação

generalista e que se orienta por critérios de verdade, rigor e

criatividade jornalística. Promovemos uma informação séria, atual

e o mais diversificada possível, por forma a que, em cada semana,

o leitor tome conhecimento do que de mais importante acontece

no território concelhio de VN Famalicão.

Com respeito pelo bom nome dos cidadãos, protegendo as fontes

de informação, não ocultando ou deturpando informação, o CIDADE

HOJE visa informar e formar os leitores, pelo que rejeita todo e

qualquer tipo de sensacionalismo. Damos voz ao indivíduo e ao

colectivo “ajudando-os” nas suas dificuldades e angústias, mas

também dando visibilidade aos seus sonhos e méritos porque

somos, acima de tudo, um instrumento de promoção do que de

bom e bem se faz em VN Famalicão. Deste modo, estamos a

promover a qualidade de vida e o bem-estar dos famalicenses.

Por respeito aos princípios deontológicos e da ética profissional e

por respeito aos leitores definimos as nossas opções editoriais

com independência, não cedendo a pressões e sem tiques elitistas.

Temos carácter e corpo generalista e respeito pelos valores

humanos, sociais e culturais da comunidade famalicense; assim

informamos e educamos.


EMBLEMA FAMALICENSE É A SURPRESA DA PRIMEIRA LIGA

O DÉCIMO SEGUNDO JOGADOR

DO FC FAMALICÃO «É FORTÍSSIMO»

Miguel Ribeiro, diretor executivo

da SAD do Futebol

Clube de Famalicão, explicou,

em entrevista à

SportTV, a razão do FC Famalicão

estar na liderança

isolada do campeonato, ao

fim de quatro jornadas, com

10 pontos, resultantes de

três vitórias e um empate.

Sem valorizar em demasia

o facto do clube ocupar a

liderança da Liga NOS, o

diretor da SAD explica que

o sucesso deve-se à escolha

de jogadores jovens e com

talento e à opção por um

treinador que fosse capaz

de colocar em campo «um

futebol positivo, cuidado e

que potencie os jogadores».

João Pedro Sousa encaixa

nesse perfil pelo conhecimento

que o Famalicão

tinha dele e pelas respostas

que a equipa técnica de

Marco Silva deu nas diferentes

equipas por onde

passou.

Mas, Miguel Ribeiro aponta

outras razões para este sucesso

e que se prendem

com a parte mais organizacional.

Desde a prospeção

dos jogadores, aos departamentos

de rendimento, de

saúde e a parte técnica. Há

também uma elevada preocupação,

disse, com os

departamentos financeiro,

comercial e de marketing.

O objetivo passa por criar

as condições para que os jogadores

se sintam em casa

e possam funcionar como

coletivo.

Estas são as mais-valias

internas, mas há uma de fora

com um peso enorme

que se chama adeptos.

«Esta é uma equipa que

joga com 12 e o 12.º jogador

é fortíssimo», referiu

o diretor executivo da SAD

do FC Famalicão.

Nestes quatro jogos, três

foram fora de casa, mas o

Famalicão contou sempre

com uma enorme falange

de apoio, de fazer corar

feriu o diretor executivo da

SAD do Famalicão.

Miguel Ribeiro deu esta

entrevista à SportTV no

âmbito da iniciativa Soccerex,

evento que junta exjogadores,

dirigentes e outros

agentes do desporto.

Fotos: FC Famalicão (arquivo)

Estes fóruns da Soccerex

são organizados desde

1995, tendo já passado por

19 cidades e 13 países. Este

muitos clubes que andam

no principal escalão há décadas.

Recorde-se que o FC

Famalicão regressa à Primeira

Liga 25 anos depois

da última passagem.

Há quem acredite que o

Famalicão pode, inclusive,

ser campeão nacional. O

jogador Anderson confessou

esse sonho, mas Miguel

Ribeiro garante que «todos

têm os pés bem assentes

no chão, com a noção de

que o caminho é árduo».

Isto não invalida que haja

ambição de chegar o mais

longe possível. A filosofia é

de vitória: «nós temos a

convicção absurda que podemos

ganhar todos os

jogos; no grupo todos pensam

o mesmo; temos este

pensamento diário treino a

treino e jogo a jogo», reano

foi em Oeiras, onde estiveram

o presidente da

Federação Portuguesa de

Futebol, Fernando Gomes,

o presidente da Liga Espanhola,

Javier Tebas, o exjogador

Deco, entre outros.

Foi neste âmbito que Miguel

Ribeiro proferiu estas declarações,

em resposta à

equipa sensação desta Liga

NOS. FC Famalicão que tem

novo desafio este sábado,

às 16h30, no Estádio Municipal,

frente ao Paços de

Ferreira, também recémpromovido.

Aliás, foi campeão

da II Liga, ficando à

frente do FC Famalicão.

Neste encontro das duas

equipas que subiram a época

passada, encontram-se

o líder do campeonato e o

último classificado, uma vez

que o Paços de Ferreira está

na cauda, com um ponto.

Neste jogo vai estrear-se

Pepa como novo treinador

da equipa do móvel.

Miguel Ribeiro confessa que

o mais importante, nesta

fase, é «conservar a qualidade

do jogo». Admite que

foi com este pensamento

que começaram a construir

a equipa, primeiro para fazer

a pré-temporada, depois,

já em finais de julho,

para colmatar algumas carências

da equipa. A fechar

o mercado de transferências

conseguiram trazer Vaná

e Roderick.

É um plantel formado por

jogadores jovens, aliás o FC

Famalicão tem o plantel

mais jovem da Liga, com

uma média de 24 anos.

Miguel Ribeiro garante que

é uma estratégia, para daí

retirar dividendos desportivos

mas também financeiros

porque acredita que

no final da época, além da

boa classificação, haverá

propostas de outros clubes

para muitos destes atletas.

«Será bom para nós e para

eles», assume o diretor

executivo da SAD.

LIGA REVELAÇÃO

REAÇÃO DOS

SUB-23 NÃO

DEU PONTOS

A equipa sub-23 do Futebol Clube de Famalicão continua

sem vencer na Liga Revelação, somando três pontos, em

resultado de três empates. Na tarde do passado sábado,

recebeu o Portimonense Sporting Clube em partida

antecipada da 8ª jornada e perdeu, por 2-3. Apesar do

resultado, destaca-se a atitude da equipa que esteve a

Foto: FC Famalicão

perder por 0-3 e foi capaz

de reentrar na discussão do

resultado e encurtar para a

margem mínima, com golos

de Tiago Dias e Leandro

Campos. No campo nº 2 do

Complexo Municipal, o FC

Famalicão alinhou com Vítor

Caetano, Raí (Camará 23)

(Clayton (31); Sidónio,

Cláudio Silva, Armando,

Chicão (Jorge Pereira 45),

André Silva, Matheus Clemente,

Tiago Dias, Rafa

(Leandro Campos 68) e

Luka (Anthony 68).

O FC Famalicão volta a entrar

em ação no próximo

sábado, na Madeira, frente

ao CS Marítimo.


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 DESPORTO PAG 11

JOGO DE PREPARAÇÃO

FC FAMALICÃO

EMPATA EM VIGO

Aproveitando a paragem do campeonato, o líder da Liga

NOS viajou, na manhã da passada sexta-feira, até Vigo

para um treino com o Celta que terminou com uma

igualdade, a 1 golo.

A equipa espanhola adiantou-se no marcador, no início do

segundo tempo, e Nico Schiappacasse restabeleceu a

igualdade, pouco depois dos 65 minutos.

O técnico João Pedro Sousa utilizou Vaná, Patrick William,

Roderick Miranda, Riccieli, Alex Centelles, Guga, Ofori,

Pedro Gonçalves, Walterson, Nico Schiappacasse e Diogo

Gonçalves.

Um dia antes, na quinta-feira, na Academia do Sporting

Clube de Braga, a formação famalicense teve mais um

encontro de preparação frente à equipa B bracarense. A

partida terminou com a vitória (2-1) da equipa arsenalista,

com o golo famalicense a ser marcado por Anderson.

Jogaram pelo Famalicão Vítor Caetano, Konaté, Cafú Phete,

Clayton, Josh Tymon, Jorge Pereira, João Neto, Ruben

Lameiras, Brian, Anderson e Fábio Martins; foi ainda

utilizado Camará.

O FC Famalicão volta ao campeonato da Primeira Liga este

sábado, na receção ao Paços de Ferreira. O jogo está

marcado para as 16h30.

TAÇA DE PORTUGAL

OLIVEIRENSE

SEGUE PARA

A SEGUNDA

ELIMINATÓRIA

A AD Oliveirense segue para a segunda eliminatória da

Taça de Portugal, depois da vitória, 0-2, em casa do FC

Vilarinho, equipa da divisão de elite da Associação de

Futebol do Porto. A formação famalicense adiantou-se no

marcador, aos 31 minutos, por Sandro Fonseca, e o

segundo no primeiro minuto de compensação da segunda

parte, por Luisinho.

O Campeonato de Portugal regressa este domingo, com a

Oliveirense a receber, no Campo de Ribes, a formação B

do Marítimo.

AF BRAGA

RIBEIRÃO

VENCE

JOANE

O FC Ribeirão venceu, 2-1, o GD Joane, na quarta jornada

do pró Nacional da AF Braga. A equipa ribeirense adiantouse

no marcador, aos 15 minutos, por Serginho, mas aos

31 minutos, Tiago Ferreira empatou o jogo. A equipa da

casa ficou reduzida a dez unidades, logo no minuto

seguinte, por expulsão do central João Paulo, Na segunda

parte, a equipa da casa, que foi sempre muito coesa para

suster as investidas joanenses, conseguiu a vitória aos 84

minutos, por intermédio de Dani.

Com mais três pontos, os ribeirenses somam 8 pontos e

estão na quarta posição da classificação que é liderada

pelo Forjães, com 12 pontos. O GD Joane é décimo quarto,

com apenas 2 pontos. Na próxima jornada, o Ribeirão

joga em casa do Santa Eulália, ao passo que o Joane recebe

o Vilaverdense.

Na Divisão de Honra, série B, disputou-se a primeira

jornada. O Ninense empatou, a um golo, com o Polvoreira,

enquanto que o Fradelos perdeu, 1-0, em casa do Pica. O

Louro recebeu e perdeu, 2-0, com o Celoricense, tal como

o Ruivanense, 2-4, na receção ao S. Paio. O Bairro também

perdeu em casa, 1-2, com o Ronfe.

Na próxima jornada, o Ninense recebe o Bairro, o Fradelos

o Polvoreira e o Louro vai jogar a casa do S. Paio. O

Ruivanense também vai fora, a casa do Airão.

FUTSAL

AFSA ARRANCA

COM O ESCALÃO DE JUVENIS

Há novidades no arranque

da época desportiva 2019/

20 da AFSA. Desde logo, a

aposta nas camadas jovens

e a antecipação das competições

concelhias, nomeadamente

da 1.ª divisão.

No que diz respeito aos escalões

jovens, estão abertas

as inscrições de equipas que

pretendam competir no

escalão de juvenis, o escalão

com que a AFSA

pretende dar o pontapé de

saída no regresso das camadas

jovens. As inscrições

podem ser feitas até ao dia

20 de setembro e é para os

nascidos em 2002.

O dia 20 de setembro é

também a data limite para

a inscrição de todos os

escalões (juvenis, seniores

e veteranos).

O presidente da AFSA, Márcio

Sousa, mostra-se confiante

de «que vamos conseguir

reunir um número de

equipas suficiente para

fazer um campeonato que

se pretende competitivo e

interessante. Estamos certos

que será o ponto de partida

do regresso das competições

jovens à realidade

da AFSA. É uma lacuna que

queremos preencher e dar

oportunidade aos jovens de

praticar desporto e uma

modalidade coletiva».

Márcio Sousa desafia as

associações do concelho,

sejam elas com tradição no

futsal ou dedicadas ao futebol

de 11, a formarem

uma equipa. «Acreditamos

que podemos complementar

a oferta até agora

disponível», vincou.

A AFSA aposta também na

antecipação das competições

concelhias. A final da

Supertaça Concelhia, competição

que assinala o início

da época, será disputada no

dia 28 de setembro, tanto

em seniores como em

veteranos. Em seniores, Pedome

(que fez a dobradinha)

e o Novais (finalista da

taça) defrontam-se de

novo, repetindo a final da

taça concelhia; em veteranos

o campeão Lameiras

defronta o S. Mateus, vencedor

da taça. O local dos

jogos é o Polidesportivo de

Requião.

O campeonato concelhio da

1.ª divisão arranca a 12 de

outubro, duas semanas

depois da supertaça concelhia

porque pelo meio

realiza-se a 1.ª jornada da

Taça Intermunicipal MKA,

competição que terá também

algumas mudanças.

A segunda divisão e o

campeonato de veteranos

arrancam mais tarde, existindo

a enorme expetativa

no aumento do número de

equipas na próxima

temporada, atendendo ao

interesse manifestado por

várias coletividades junto

da AFSA.

Assembleia Geral

realiza-se no dia 16

Entretanto, no próximo dia

16, segunda-feira, pelas

21horas, no auditório da

Junta da União de Freguesias

de Calendário e

Famalicão, realiza-se uma

Assembleia Geral Extraordinária

com a seguinte

ordem de trabalhos: 1.

Decisão sobre a Taça MKA;

2. Discussão e votação de

alterações aos regulamentos.


PAG 12

DESPORTO

FUTEBOL

S. COSME APRESENTA-SE COM GOLEADA

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

Na tarde do passado sábado,

o Desportivo São

Cosme deu a conhecer o

plantel sénior e camadas

jovens. Na apresentação,

o presi-dente, Luís Ângelo

Oliveira, pediu à

comunidade o reforço no

apoio ao clube, solicitação

que alargou às freguesias

vizinhas.

Antes do jogo de apresentação,

que a equipa da

casa venceu, 5-0, houve

uma homenagem a

Silvano, pelos 10 anos de

dedicação ao clube.

Da vitória sobre o G.D.

Gêres, o treinador Marco

Aurélio considerou que «foi

mais um jogo de consolidação

de processos».

O treinador evidencia que a

equipa ainda tem um longo

caminho a percorrer, mas

que já se nota em campo a

presença dos novos atletas.

Para este jogo de apresentação,

o Desportivo São

Cosme tinha como objetivo

ganhar, mas o mais importante

«era entender os

processos já assimilados

pelos jogadores em campo».

A época para a equipa de

Vale São Cosme inicia-se

com um jogo no dia 29 de

setembro, em casa, contra

o C.R.P. Delães, pelas 16

horas.

FUTSAL

AJ JOANE NA GALA

QUINAS DE OURO

A convite da Associação de Futebol de Braga a Associação Juventude de Joane (AJ

Joane – Futsal) representou o distrito na Gala Quinas de Ouro 2019, que decorreu no

passado dia 2 setembro. A AJJ teve como representante a sua única atleta feminina,

Joana Costa, que viveu um dia diferente que, por certo, não esquecerá. Joana teve a

oportunidade de estar junto dos melhores do futebol português e integrou o grupo de

crianças que participou no espetáculo. De realçar o momento de espontaneidade que

protagonizou, quando, na entrega do prémio ao Melhor Jogador de Futebol do Ano,

Cristiano Ronaldo, lhe pergunta quanto dinheiro tinha. Braga, Vila Nova de Famalicão

e Joane estiveram, assim, muito bem representados nesta gala com uma atleta que

sonha ser a melhor jogadora de futsal feminino, tamanha é a sua paixão pelo futebol.

FUTEBOL

OPERÁRIO APRESENTA-SE

No próximo sábado, a partir das 17h30, o Operário Futebol Clube apresenta a sua

equipa sénior aos sócios, com um jogo frente ao GD Sete Fontes. O Operário vai disputar

a série C da 1ª divisão da A.F.Braga, tendo como objetivo construir uma equipa aguerrida

e competitiva, espreitando a possibilidade de uma subida de divisão.

FUTEBOL

SUB-16 COMEÇAM

COM VITÓRIA

Os sub-16 do Futebol Clube de Famalicão começaram o campeonato da Divisão de

Honra da AF Braga com um vitória, 2-1, sobre o Moreirense. Ainda no passado fim de

semana, competiram os sub-15 e os sub-17. Os sub-15 perderam (0-3) em casa do

Vitória Sport Clube e ocupam a 4ª posição do Nacional, em igualdade pontual com o

Merelinense. Os sub-17 também perderam (3-1), com o Vitória SC e partilham o 6º

lugar com Moreirense FC e Palmeiras FC.

BIKE TOUR TIAGO MACHADO

O Bike Tour Tiago Machado regressa com a X edição. Este ano, além do passeio de

bicicleta, inclui uma caminhada aberta a toda a população. As duas provas realizam-se

no dia 27 de outubro, em Vila Nova de Famalicão. A partida acontecerá na freguesia de

Vale S. Martinho, onde Tiago Machado é residente. O percurso do passeio conta com 18

quilómetros (dificuldade baixa), enquanto o da caminhada será de cerca de 6 km

(dificuldade baixa). Mais uma vez, o Bike Tour Tiago Machado assume um caráter solidário.

É que além da diversão, esta iniciativa reverte apoios para uma associação do concelho,

que será anunciada brevemente. No ano passado, as receitas da iniciativa do ciclista

reverteram para a “Dar as Mãos - Associação de Solidariedade”. Os participantes ficam

ainda habilitados ao sorteio de vários prémios. As inscrições serão abertas brevemente

em www.acm.pt. Além de pedalar com ciclistas profissionais, como Tiago Machado

(Sporting C. P.), esta é uma oportunidade para ser solidário. O Bike Tour Tiago Machado

tem o apoio da Associação de Ciclismo do Minho, da Junta de Freguesia de Vale S.

Martinho, além de empresas. No ano passado, mais de meio milhar de pessoas participou

no Bike Tour Tiago Machado, promovido pelo nono ano consecutivo em Vila Nova de

Famalicão.


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 DESPORTO PAG 13

VISITA DE JOÃO PAULO REBELO DECORREU NA TERÇA-FEIRA

SECRETÁRIO DE ESTADO

«IMPRESSIONADO» COM A ACADEMIA

ALZIRA OLIVEIRA

RAFAEL FERNANDES

O Secretário de Estado da

Juventude e do Desporto,

João Paulo Rebelo, visitou

a Academia de Formação do

Futebol Clube de Famalicão

esta terça-feira, ao final da

tarde. Veio conhecer as

novas instalações do clube,

em particular uma aplicação

de cortiça no relvado sintético.

O governante ficou «muito

satisfeito» com as condições

que o clube mais representativo

do concelho

oferece aos atletas da formação.

«Este é um clube

que está, indiscutivelmente,

no trilho certo. É um equipamento

de primeira. Sabemos

o quanto custa fazer

um investimento de base e

apostar na formação, porque

os resultados não aparecem

de forma imediata,

mas esta é a receita de sucesso

do nosso futebol nacional»,

enalteceu o Secretário

de Estado.

Acompanhado pelo presidente

do Futebol Clube de

Famalicão, Jorge Silva, e

pelo vereador do Desporto,

Mário Passos, o Secretário

de Estado visitou, ainda, as

obras da segunda fase deste

complexo, que contempla

dois campos de futebol

onze e respetivos balneários,

além de outras infraestruturas

de apoio.

«Estou verdadeiramente

impressionado. O desporto

precisa destas condições

porque o desporto é o

braço-armado da sociedade

também no seu desenvolvimento

social e económico»,

vincou João Paulo

Rebelo.

Referindo-se à aposta na

formação, o governante

frisou que, clubes como o

Futebol Clube de Famalicão,

«estão a formar o futuro e

a incutir em tenra idade

princípios, valores, metodologias

de treino, espírito de

sacrifício que é sempre essencial

a uma prática desportiva

que se quer mais de

alto rendimento. É uma

aposta certeira e o caminho

certo. No nosso país, temos

uma formação cada vez

mais afirmada na formação

e, daí, os resultados. Ao

nível dos treinadores acontece

a mesma coisa». Por

isso, concluiu, «faço um

elogio aos dirigentes do

Futebol Clube de Famalicão

porque mostram que são

pessoas capacitadas e com

capacidade para fazer deste

um grande clube».

O vereador do Desporto espera,

agora, que esta visita

resulte num apoio concreto

ao desenvolvimento do projeto

da Academia do Futebol

Clube de Famalicão. Para

Mário Passos, «a visita do

senhor Secretário de Estado

quer significar que ele reconhece

esta capacidade instalada

e reconhece que o

concelho de Famalicão é um

concelho e um território

com clubes e gentes que

merecem um acompanhamento

do Governo Central».

O autarca de Famalicão

aguarda que este reconhecimento

público se

traduza em ajuda financeira,

por via do IPDJ, «para

que o Futebol Clube de Famalicão

termine esta segunda

fase da Academia e

possa começar uma terceira

fase da obra».

Mário Passos defende que

o financiamento do projeto

não pode ficar confinado ao

clube, aos empresários locais

e ao «enorme esforço

da Câmara Municipal de Famalicão».

Jorge Silva explicou ao

Secretário de Estado o tipo

de projeto que o FC Famalicão

quer aplicar neste

espaço. Na segunda fase,

«as principais dificuldades

passam por fazer muito

com pouco dinheiro. É um

terreno complexo que obriga

a movimento de terras

e muros de suporte porque

os desníveis são grandes.

Tudo isto fica muito caro»,

realça o presidente do

clube.

Neste momento, a segunda

fase da obra «decorre em

bom ritmo», com a colocação

do relvado sintético

num dos campos. «Tudo

isto para os nossos 400 e

tal atletas», explicou o presidente

do FC Famalicão.

Os diversos escalões de

formação vão ocupar estes

campos, em horário definidos,

incluindo aqui os dois

escalões femininos. As sub-

19 treinam em Gavião (Escola

D. Maria II) e as seniores

em Arentim, Braga.

«Esta é a nossa casa, queremos

treinar aqui com todos

os nossos escalões»,

acrescentou Jorge Silva.

O Futebol Clube de Famalicão

arranca esta época

com o projeto do futebol

feminino, a iniciar na Segunda

Divisão. A competição

ainda não começou,

mas os jogos de preparação

deixam boas indicações da

equipa.

O objetivo do Futebol Clube

de Famalicão é ter todos os

escalões do futebol feminino.

«Tem sido uma aposta

arrojada. Entramos com

vontade de vencer e tentamos

criar as condições para

que assim aconteça», avança

Jorge Silva.

O vereador da Câmara Municipal

de Famalicão realçou

a importância do futebol feminino

também na promoção

do desporto entre as

mulheres. «Queremos alavancar

o setor feminino nas

diversas modalidades. A

Câmara Municipal está

disponível para continuar a

apoiar».

«Respira-se Futebol

Clube de Famalicão»

A equipa sénior do Futebol

Clube de Famalicão está na

frente da classificação na

Liga NOS, algo que satisfaz

os simpatizantes do clube

e os dirigentes do município

de Famalicão. «Há muita

capacidade instalada nos

órgãos sociais do FC Famalicão.

Acreditamos que o

clube ainda pode trazer

muitas mais-valias ao nosso

território e ao desporto famalicense»,

mencionou Mário

Passos.

Para o presidente do Futebol

Clube de Famalicão, o

bom momento acontece por

mérito «dos nossos profissionais.

Sabiam que era

possível fazer o que está a

ser feito e continuam a

querer mais. Há um espírito

de compromisso. Lógico

que é uma maratona muito

longa, mas queremos no

final ser todos felizes. As

pessoas estão muito motivadas

e apoiam-nos desde

a base. Respira-se Futebol

Clube de Famalicão».


PAG 14

HÓQUEI EM PATINS

BENFICA NO TORNEIO

DO RIBA DE AVE

O SL Benfica, Infante de Sagres e AD Os Limianos são as

equipas convidadas para participarem, esta sexta e sábado,

no Torneio Riba de Ave em hóquei em patins.

No pavilhão das Tílias, amanhã, sexta-feira, às 20 horas,

defrontam-se o Benfica e Os Limianos, seguindo-se, às

22 horas, o jogo entre o Riba de Ave HC e o Infante de

Sagres. O jogo de apuramento do terceiro e quarto lugares

está marcado para as 15 horas de sábado, com a final a

ser disputada a partir das 17 horas.

Preçário do torneio: bilhete diário (inclui os jogos de cada

dia): 3 euros; bilhete torneio (inclui os 4 jogos do torneio):

5 euros.

Sub-15 vencem o Torneio “Puskas”

Casimiro Pinto Ferreira

A equipa de sub-15 do Riba de Ave Hóquei Clube venceu,

no passado sábado, o Torneio “Puskas” Casimiro Pinto

Ferreira, organizado pelo Académico FC. Na final, os jovens

hoquistas de Bruno Edgar levaram de vencida a formação

do CRPF Lavra, por 4-10. Antes, na meia-final, houve jogo

com a AD Sanjoanense, tendo a vitória sorrido à formação

ribadavense por 2-1.

Nos dias 14 e 15 de setembro, no Pavilhão Municipal de

Barcelos, o OC Barcelos promove o Torneio Jorge Miranda,

um evento que pretende homenagear Jorge Miranda que

durante muitos anos foi jogador e treinador das camadas

jovens do clube barcelense. O Riba de Ave Hóquei Clube

estará presente com as suas equipas de sub-15, sub-13 e

escolares.

Em Valença, os benjamins do RAHC participam no 6º

Torneio Eurocidade Valença-Tui, onde defrontam o Valença

HC, pelas 16h15, do próximo domingo, 15 de setembro.

ANDEBOL

EQUIPAS SENIORES

ACV APRESENTAM-SE

Na tarde do próximo domingo há muito andebol no Pavilhão

“Terras de Vermoim”. Pelas 15 horas, as seniores defrontam

as primodivisionárias Maiastars e, pelas 17 horas, será a

vez da equipa masculina mostrar o que vale frente aos

bracarenses do Arsenal Clube da Devesa, também de

divisão superior.

Reforços

Marina Dinis e Patrícia Ataíde são reforços do andebol ACV.

Marina, de 24 anos, vem do ABC de Braga que representou

nas últimas 4 épocas.

Patrícia Ataíde, com 18 anos, oriunda de Braga, tem como

imagem de marca a irreverência e a energia que, em

conjunto com a sua juventude, faz da “Ticha” um

importante reforço.

DESPORTO

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

CAMPEONATO DE PORTUGAL DE RALIS

PEDRO TERMINOU RALI «ESTRANHO,

EXIGENTE E COMPETITIVO»

Quinto lugar no Campeonato

de Portugal de Ralis e

sexto da geral é o resultado

da prestação de Pedro Almeida

e Nuno Almeida no

Rali Terras D’Aboboreira.

A equipa famalicense viveu

um rali «estranho» porque,

conta Pedro Almeida, «o

resultado acaba por nos dar

uma classificação positiva,

com pontos importantes

para o campeonato, mas

saímos com a sensação de

que já tivemos melhores

prestações». A prova, prossegue

o jovem piloto, «foi

muito exigente e competitiva»,

sempre com um

ritmo elevado entre os pilotos

da frente. Na verdade,

Pedro Almeida levava

outras expetativas para o

rali. «Trabalhamos muito e

preparamos bem este rali

mas as coisas acabaram por

não sair tão bem como, por

exemplo, havíamos feito em

Castelo Branco». Apesar

disso, avança, «tiramos

aprendizagem e esse é

outro dos pontos positivos

que levamos daqui».

A dupla de Famalicão terminou

o Rali Terras D’Aboboreira

no quinto lugar e

soma mais 12 pontos no

campeonato, subindo ao

sexto lugar do nacional. A

prova decorreu nos concelhos

de Amarante, Baião e

Marco de Canaveses.

A próxima prova do CPR é

o Rali Vidreiro, nos dias 4 e

5 de outubro. O piloto vai

preparar o rali com a esperança

de chegar à Marinha

Grande e retomar os

índices competitivos já

registados.

«Vamos procurar estar

melhor, mantendo regularidade,

mas com um ritmo

de andamento mais próximo

dos primeiros. Esse é

um dos desafios que nos

colocamos esta temporada

e vamos trabalhar para os

alcançar».

PILOTO VISITA INSTITUIÇÃO

«SOMOS NÓS QUE DEFINIMOS

O SENTIDO DOS NOSSOS SONHOS»

No âmbito das ações de

responsabilidade social que

tem realizado a par das

participações no nacional de

ralis, Pedro Almeida visitou,

na passada quinta-feira, a

ART- Comunidade Terapêutica

que acolhe jovens entre

os 15 e os 18 anos, residentes

na quinta do Horizonte,

em Marco de Canaveses.

O piloto famalicense, acompanhado

de toda a equipa,

partilhou experiências com

os jovens e levou até eles o

Skoda Fabia R5 para que

pudessem ter contacto com

um carro de ralis.

A visita foi «enriquecedora.

Estes jovens, pouco mais

novos do que eu, passam

por um processo de recomeço

das suas vidas e é

importante que sintam que

no caminho que têm pela

frente há gente capaz de os

ajudar e acompanhar. Nós

procuramos dar um pequeníssimo

contributo, trazendo

à ART a nossa experiência

e a paixão dos ralis,

como exemplo de que com

trabalho podemos estabelecer

metas que nos levem

a concretizar os nossos sonhos»,

salientou Pedro Almeida

que esteve à conversa

com os 22 jovens inseridos

na comunidade.

A ART- Comunidade Terapêutica

é uma associação

dedicada ao cuidado de

crianças e jovens com

necessidades terapêuticas,

oriundos dos mais variados

pontos do país, e na sua

maioria, com necessidades

de apoio. «A equipa de técnicos

e terapeutas faz um

excelente trabalho e foi isso

que quisemos também aqui

evidenciar no âmbito das

nossas ações de responsabilidade

social, que temos

desenvolvido ao longo do

ano», disse Pedro Almeida.

O piloto partilhou com os

jovens o percurso pessoal

e escolar, o caminho que o

levou aos ralis e a importância

de ter sonhos para

concretizar objetivos. «Tal

como num carro de corridas,

somos nós que definimos

o sentido dos nossos

sonhos».

BASQUETEBOL

FAC VAI A VALENÇA

Decorreu, na passada quinta-feira, na sede da Federação Portuguesa de Basquetebol, o

sorteio da 1.ª eliminatória da Taça de Portugal masculina. O sorteio ditou que a equipa

de basquetebol do Famalicense AC vá a Valença para defrontar o BC Valença, equipa que

compete num nível inferior ao FAC (Campeonato Nacional da 2ª Divisão).

O encontro será calendarizado em breve, tendo como data de referência o dia 9 de

outubro.


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 15

FAMALICÃO NA REDE PORTUGUESA

DE TURISMO INDUSTRIAL

O Município de Famalicão

vai submeter, na próxima

reunião de Câmara, que se

realiza esta quinta-feira, dia

12 de setembro, uma proposta

de autorização para

a celebração de um agrupamento

de municípios de

promoção do turismo industrial.

Além da Câmara

Laurinda

Moreira Borges

7º Aniversário de

Falecimento

A Família vem, por este meio, convidar as

pessoas de suas relações e amizade a assistir

à missa do 7º aniversário, que será celebrada

no dia 15 de setembro, domingo, pelas 10

horas, na Igreja Paroquial de Vale S. Cosme

(V. N. de Famalicão).

Antecipadamente, aqui expressamos a nossa

indelével gratidão.

A Família

de Famalicão, assinam o

acordo para a constituição

desta rede os municípios de

S. João da Madeira, Vale de

Cambra, Vila do Conde, Stª

Maria da Feira e Stº Tirso.

Este projeto surge no decurso

de uma formação de

qualificação para o turismo,

que teve lugar entre setembro

de 2018 e fevereiro de

2019 e, como parte prática,

foi apresentado este projeto

designado de Rede Portuguesa

de Turismo Industrial

– RPTI. Foi um projeto vencedor

e daí resulta a constituição

deste agrupamento

de municípios, com candidatura

ao Turismo de Portugal

e apoio financeiro do

Programa RegFin.

O município tem o turismo

como uma das apostas para

a rentabilidade económica

do território e, nesta vertente,

o turismo industrial

constitui um dos segmentos

estruturantes desta estratégia.

CANDIDATURAS AO PRÉMIO

DE ARQUITETURA JANUÁRIO GODINHO

Termina a 20 de setembro o prazo de candidaturas da segunda edição do Prémio de Arquitetura Januário Godinho. O

prémio, que distingue a melhor reabilitação de edifício no concelho, tem periodicidade bianual e um valor pecuniário de

7 mil euros - 2 mil euros ao promotor da obra e 5 mil à equipa projetista. Podem apresentar candidatura todas as

entidades privadas que

tenham promovido obras de

reabilitação em qualquer

edifício localizado nas áreas

de reabilitação urbana do

concelho ou, no caso das

restantes áreas do território

famalicense, em edifícios

com idade igual ou superior

a 30 anos. Apenas serão

admitidas a concurso as

obras concluídas entre 2017

e 2018. Promover a salvaguarda

e valorização do

património edificado, bem

como valorizar e promover

a divulgação do trabalho

desenvolvido por projetistas

e construtores são os principais

objetivos do Prémio

de Arquitetura Januário

Godinho. Mais informações

em www.vilanovadefamali

cao.org/_premio_januario_

godinho.

MISHLAWI

DILLAZ

E NILTON BALA

NA FESTA DA

JUVENTUDE

Mishlawi, Dillaz e Nilton Bala estão entre os convidados

do festival da juventude promovido pela Casa da Juventude

de Famalicão. O Youth Fest está na primeira edição e

assume-se como a grande novidade da programação anual

da Casa da Juventude.

Realiza-se nos dias 20 e 21 de setembro, com mais de

uma dezena de atividades, entre concertos, palestras,

workshops e outras atividades. Tudo com entrada livre.

O festival arranca na sexta-feira, dia 20, pelas 10h00,

com uma palestra sobre atividade física com Nilton Bala

(na foto), conhecido como o “PT das estrelas”. Uma hora

depois, às 11h00, a Casa da Juventude recebe a sexóloga,

terapeuta familiar e psicóloga clínica Marta Crawford, para

uma conversa sobre educação sexual. Segue-se o show

cooking “Finger Food”, a cargo dos alunos do curso de

Restauração da Escola Secundária D. Sancho I, onde os

participantes terão a oportunidade de aprender a preparar

entradas saudáveis.

Da parte da tarde haverá três workshops: um dinamizado

pelo Gabinete de Avaliação e Intervenção de

Comportamentos Aditivos e Dependências do município

(GAICAD) sobre substâncias psicoativas e prevenção das

dependências; outro sobre jogos online, redes sociais,

bullying e cyberbullying promovido pelo Centro Nacional

de Cibersegurança; ainda um sobre Mocktails, com os

alunos do curso técnico de Restauração e Bar da Escola

Secundária Camilo Castelo Branco a mostrarem como se

prepara uma noite divertida sem álcool. À noite, pelas

21h30, na Casa da Juventude, concerto com o artista lusoamericano

Mishlawi.

No sábado, dia 21, o festival arranca com a emissão de

um programa de rádio em direto a partir da Casa da

Juventude e com uma conversa com a apresentadora da

SIC Radical Rita Camarneiro. À tarde, um workshop de

dança, hip hop, soul, locking, popping e wacking com o

bailarino Vitor Fontes, vencedor da primeira edição de Red

Bull Dance Your Style, a maior batalha de street dance,

que decorreu em junho, no Porto. Inserida ainda uma

Street Battle com o grupo famalicense Groove Spot. O

evento termina às 21h30 com o concerto de um dos

maiores nomes do rap nacional – o rapper Dillaz.

Mais informações no site oficial da Casa da Juventude de

Famalicão, emwww.juventudefamalicao.org/ .


PAG 16

A Câmara Municipal de Vila

Nova de Famalicão é uma

das dez instituições finalistas

ao Prémio Manuel António

da Mota e TSF-Rádio

Notícias, atribuído no âmbito

do desenvolvimento

sustentável.

O município apresentou o

projeto “Escola Circular”,

que tem como objetivo

aquecer as escolas do concelho

através de pellets,

gerados a partir dos resíduos

florestais.

O projeto-piloto foi implementado

no ano letivo

2018/2019, no Jardim-de-

Infância de Requião, sendo

alargado, este ano, aos

jardins-de-infância de Mouquim

e, brevemente, a

Cabeçudos. É objectivo municipal

levar este projeto a

todo concelho.

O presidente da Câmara

Municipal, Paulo Cunha, vê

«com muita satisfação a

seleção de Vila Nova de

Famalicão entre as candidaturas

finalistas», destacando

as mais valias deste

projeto. «Escolhemos desenvolver

este projeto-piloto

numa escola, porque

queremos dar o exemplo às

novas gerações e através

delas chegar às famílias e a

todos os famalicenses».

Com este projeto, avança o

autarca, «conseguimos

CARTÓRIO NOTARIAL

VILA DO CONDE

João Gabriel Gonçalves

Notário

EXTRATO

Certifica narrativamente para fins de publicação, que neste

Cartório, por escritura de 2019.08.13, exarada a folhas 87, do

livro de notas para escrituras diversas número 24-A, foi

lavrada uma escritura de Justificação, na qual foram

justificantes:

Adelino da Silva Costa (NIF 180 136 917) e mulher Maria da

Conceição dos Santos Azevedo (NIF 180 137 247) casados

sob o regime da comunhão geral de bens, naturais ele da

freguesia de Balazar, concelho da Póvoa de Varzim, e ela da

freguesia de Fradelos, concelho de Vila Nova de Famalicão,

residentes no Largo de S. Bento, n.º 70, dita freguesia de

Fradelos.

DECLARARAM QUE:

Que são donos e legítimos possuidores, com exclusão de

outrem, do seguinte bem imóvel:

PRÉDIO RÚSTICO, Denomidade LEIRA DO AGRO, composto

de CULTURA, sito no lugar da Povoação, freguesia de

Fradelos, concelho de Vila Nova de Famalicão, com a área

de dois mil e trezentos metros quadrados, a confrontar do

norte com caminho, do sul com António Dias Moreira, do

nascente com Mário da Silva Costa e do poente com Alice

Azevedo Pinheiro, não descrito na Conservatória do Registo

Predial de Vila Nova de Famalicão, inscrito na matriz rústica

sob o artigo 853, em nome do justificante marido, com o

valor patrimonial tributário de 38,29 euros e atribuído de igual

valor.

Que o prédio veio à posse dos outorgantes por volta do ano

1954, em dia que não sabem precisar, por doação meramente

verbal feita pelos pais da justificante, Joaquim Bento dos

Santos e Deolinda de Azevedo Pinheiro, casados que foram

sob o regime da comunhão geral de bens e residentes que

foram no lugar de Fradelos, dita freguesia de Fradelos, e que

efetuadas buscas várias em inúmeros Cartórios não apareceu

qualquer documento que titulasse aquisição, não tendo

assim possibilidade de obter o respetivo título, para fins de

registo.

Que não dispõem de qualquer título formal para proceder

ao seu registo na Conservatória do Registo Predial, tendoos

adquirido por Usucapião.

Está conforme o original e, na parte omitida, nada há que

amplie, restrinja, modifique a parte extratada.

Vila do Conde, 6 de setembro de 2019

O Notário

João Gabriel Gonçalves

CONCELHO

ESCOLA CIRCULAR É FINALISTA

DE CONCURSO NACIONAL

mostrar ao país que não é

preciso grandes intervenções

nacionais ou internacionais

para protegermos o

ambiente e reduzirmos a

pegada ecológica, porque

podemos fazê-lo localmente

através de medidas simples

e gestos do quotidiano».

Para já, em Vila Nova de

Famalicão, os radiadores

que aquecem, no inverno,

EDIÇÃO CIDADE HOJE, N.º 1582, 12 SETEMBRO 2019 EDIÇÃO CIDADE HOJE, N.º 1582, 12 SETEMBRO 2019

CARTÓRIO NOTARIAL

VILA DO CONDE

João Gabriel Gonçalves

Notário

EXTRATO

Certifica narrativamente para fins de publicação, que neste

Cartório, por escritura de 2019.08.13, exarada a folhas 89, do

livro de notas para escrituras diversas número 24-A, foi

lavrada uma escritura de Justificação, na qual foi justificante:

Alice Pinheiro dos Santos (NIF 166 793 841) solteira, maior,

residente na Rua da Igreja, n.º 81, freguesia de Fradelos,

concelho de Vila Nova de Famalicão

DECLAROU QUE:

Que é dona e legítima possuidora, com exclusão de outrem,

do seguinte bem imóvel:

PRÉDIO RÚSTICO, Denominado LEIRA DO AGRO, composto

de CULTURA, sito no lugar da Povoação, freguesia de

Fradelos, concelho de Vila Nova de Famalicão, com a área

de dois mil e duzentos metros quadrados, a confrontar do

norte com caminho, do sul com Herd. António Dias Moreira,

do nascente com Adelino da Silva Costa e do poente com

Manuel da Costa Loureiro, não descrito na Conservatória do

Registo Predial de Vila Nova de Famalicão, inscrito na matriz

rústica sob o artigo 854, em nome da justificante, com o valor

patrimonial tributário de 36,63 euros e atribuído de igual

valor.

Que o prédio veio à posse da outorgante por volta do ano

1954, em dia que não sabe precisar, por doação meramente

verbal feita pelos seus pais, Joaquim Bento dos Santos e de

Deolinda de Azevedo Pinheiro, casados que foram sob o

regime da comunhão geral de bens e residentes que foram

no lugar de Fradelos, dita freguesia de Fradelos, e que

efetuadas buscas várias em inúmeros Cartórios não apareceu

qualquer documento que titulasse aquisição, não tendo assim

possibilidade de obter o respetivo título, para fins de

registo.

Que não dispõe de qualquer título formal para proceder ao

seu registo na Conservatória do Registo Predial, tendo-o

adquirido por Usucapião.

Está conforme o original e, na parte omitida, nada há nada

que amplie, restrinja, modifique a parte extratada.

Vila do Conde, 6 de setembro de 2019

O Notário

João Gabriel Gonçalves

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

os jardins-de-infância de

Requião e Mouquim serão

alimentados, com pellets

produzidos a partir do material

vegetal resultante da

limpeza de terrenos e matas

do concelho.

Através da recolha de sobrantes

do material vegetal

decorrente da limpeza da

floresta e terrenos, efetuada

pelos serviços municipais,

a empresa famalicense

Tec Pellets produz os

pellets que são depois empregues

na alimentação das

caldeiras de aquecimento

das escolas, proporcionando

conforto e bem-estar

às crianças, poupando o

ambiente e os encargos financeiros

do município. Só

no caso do Jardim de Infância

de Requião, a Câmara

poupa seis mil euros

por ano. Por cada 12,5 toneladas

de resíduos fornecidos

pela autarquia, a empresa

compromete-se a

entregar uma tonelada de

pellets. A estimativa é que

cada escola tenha um consumo

anual de cerca de três

toneladas de pellets.

Recorde-se que a fonte de

energia utilizada até agora

no jardim-de-infância de

Requião era o gás propano,

mas depois de uma avaria

na caldeira, decidiu adquirir

uma caldeira adaptada para

pellets, através de um investimento

de cerca de 4

mil euros, que permitiu iniciar

o projeto de economia

circular.

O Jardim-de-Infância de

Mouquim recebe neste ano

letivo 2019/2020 este tipo

de aquecimento e, à medida

que haja necessidade de renovar

as caldeiras de aquecimento,

outras escolas

serão aquecidas de forma

totalmente ecológica.

O anúncio da candidatura

vencedora terá lugar numa

cerimónia a realizar no Centro

de Congressos da Alfândega

do Porto, em data

a determinar.

“Por um Portugal Sustentável”

é o tema deste ano

do Prémio Manuel António

da Mota que vai na sua décima

edição.

DOIS PASSOS

PELA MEMÓRIA

INDIVIDUAL

E COLETIVA

A Casa da Memória Viva – Associação Cívica promove, no

dia 21 de setembro, uma caminhada solidária para

assinalar o Dia Mundial da Doença de Alzheimer. Além da

sensibilização para esta doença, o objetivo da caminhada

“Dê 2 passos” passa por reunir fundos para a realização

de ações de sensibilização da comunidade e capacitação

dos cuidadores e técnicos de ação social.

Esta é a primeira iniciativa pública da associação, que foi

criada em maio, para salvaguarda, preservação, divulgação

e engrandecimento do património cultural imaterial de Vila

Nova de Famalicão e das tradições. A caminhada tem

partida às 10 horas do Parque da Juventude, e chegada

às 12 horas, ao mesmo local. Serão quatro quilómetros,

em pisos planos, por sete artérias da zona noroeste da

cidade.A meio do trajeto, junto à antiga Cegonheira (Rua

Barão da Trovisqueira), haverá uma paragem para

hidratação, com um momento artístico e um outro

simbólico, que será a doação da marca registada

“Cegonheira” à associação pelo netos e bisnetos do

fundador daquela empresa, António Sampaio Carvalho.A

inscrição implica um donativo de 5 euros por pessoa e

pode ser feita no site wwww.casamemoriaviva.pt ou no

próprio dia do evento. Com os fundos, a associação

pretende organizar iniciativas que sensibilizem a

comunidade para as problemáticas associadas à memória

e às doenças neurodegenerativas e de capacitação de

cuidadores e técnicos de ação social.

PRECISA-SE URGENTE

ÁREA TÊXTIL - ZONA DE FAMALICÃO

ASSISTENTE DE ARMAZÉM

(M/F)

MÍNIMO DE EXPERIÊNCIA

EM MATÉRIAS PRIMAS

ASSISTENTE DE

DECORAÇÕES

(M/F)

Por favor contactar através do telefone: 252

308 353 e/ou email: anapaula@scoop.pt


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 17

EDIFÍCIO DA ANTIGA

CGD VENDIDO

A CLÍNICA DENTÁRIA

O edifício histórico onde funcionou a Caixa Geral de Depósitos,

na esquina entre a Rua de Santo António e a

Praça D. Maria II, foi vendido a uma clínica dentária. O

imóvel, devoluto desde a década de 80, irá manter o aspeto

exterior, em granito, assim como a sua volumetria.

A aquisição do edifício, as obras de reabilitação, adaptação

e o equipamento necessário implicarão um investimento

global que rondará os 2 milhões de euros.

O imóvel tem dois pisos, com pé direito de 5 e 4 metros,

respetivamente, altura que será reconvertida em três pisos.

Além disso, deverá crescer com um piso abaixo do chão e

mais um pequeno andar recuado, com impacto zero. O

projeto está a ser analisado pela Câmara Municipal de Vila

Nova de Famalicão.

As obras de reabilitação e reconversão devem começar

logo que seja possível. O objetivo da clínica Angel Smile

será abrir entre finais de 2020 e inícios de 2021. Tudo dependerá

da aprovação municipal e do andamento das

obras.

Neste edifício, construído em meados do século XX, irá

nascer uma clínica de última geração, projetada para lá

SAMEIRO RECEBE CATEQUISTAS

DE TODA A ARQUIDIOCESE

No próximo sábado, realizase

o Dia Arquidiocesano do

Catequista, no Santuário de

Nossa Senhora do Sameiro,

em Braga. Esta iniciativa,

promovida pelo Departamento

Arquidiocesano da

Catequese, tem lugar, numa

altura em que se aproxima

a abertura de mais um

ano catequético em todas

paróquias, reunindo milhares

de catequistas de to-

da a Arquidiocese.

Naquele que será o terceiro

ano pastoral de um triénio

dedicado à temática da Esperança

por parte da Arquidiocese

e em pleno Ano

Missionário, este dia estará

subordinado ao tema “Sair

em Missão com Alegria”,

contando com um programa

recheado de propostas

de formação e oração, pontuado

também por momentos

de convívio e partilha.

O encontro inicia-se com o

acolhimento, marcado para

as 9 horas, seguido da oração,

às 9h30, na Cripta do

Santuário. Por volta das 10

horas tem lugar uma conferência

dedicada ao tema “O

catequista discípulo acompanhante”,

orientada pelo

Diácono Paulo Campino.

A partir das 11 horas e até

por volta das 13 horas, os

catequistas poderão participar

em diferentes ateliers

e oficinas de oração, tendo

ainda a oportunidade de receber

e celebrar o Sacramento

da Reconciliação.

Depois do almoço, às 14h

30, tem lugar um concerto

orante intitulado “EnCantar

com Esperança”. A iniciativa

termina com a Celebração

da Palavra, às 16 horas.

FALECEU O PADRE JOSÉ MORAIS

DA COSTA

trabalharem duas dezenas de profissionais, entre médicos

dentistas, técnicos superiores de próteses dentárias e

assistentes dentários.

«A Angel Smile escolheu Famalicão, tendo em conta alguns

números da Ordem dos Médicos Dentistas em termos de

necessidades da população e a proximidade em relação a

Barcelos, onde temos a nossa sede», adiantou o diretor

da Angel Smile, Anselmo Vasconcelos, que não teme a

concorrência das clínicas dentárias famalicenses. Esta é

uma clínica que se posiciona num segmento médio-alto,

com captação de clientes estrangeiros, numa ótica de

turismo da saúde.

O responsável da Angel Smile deixa, ainda, uma palavra

de agradecimento à imobiliária Medium, consultora neste

negócio imobiliário. A opção por um edifício histórico foi

estratégica, segundo o posicionamento de mercado da

Angel Smile.

Faleceu no passado dia 1 de

setembro, o Pe. José Morais

da Costa, natural de S. Cosme

do Vale.

O funeral do Pe. José teve

lugar no dia 3 de setembro,

às 10h30, na Igreja de S.

Victor, em Braga, e às 16

horas, em S. Cosme do Vale,

sua terra natal, tendo

contado com a presença de

vários sacerdotes, nomeadamente

do Arciprestado

famalicense que, na pessoa

de cada um dos seus sacerdotes

e de todos os cristãos,

presta uma singela homenagem

ao Pe. José Morais

da Costa, reiterando à sua

família, nomeadamente ao

seu irmão, Monsenhor Joaquim

Morais da Costa, as

mais sentidas condolências.

Nascido a 27 de março de

1942, o Pe. José foi ordenado

sacerdote a 15 de

agosto de 1966 na Sé Catedral.

Após a sua ordenação, foi

nomeado prefeito do Seminário

Conciliar de S. Pedro

COLHEITAS

DE SANGUE

A Associação de Dadores de Sangue tem agendadas duas

colheitas de sangue.

Uma já no próximo domingo, na sede da junta de Arnoso

Santa Maria, e outra nos Paços do Concelho, no dia 18 de

setembro.

As colheitas, abertas à população em geral, decorrem entre

as 9 e as 12h30, pelo pelo Instituto Português do Sangue

e da Transplantação (IPST).

e S. Paulo, função que exerceu

até ao ano de 1972.

Nessa data foi nomeado

Vigário Cooperador de S.

Victor, Braga, onde permaneceu

até 1989.

De 1989 até 1991 foi Administrador

Paroquial in solidum,

com o Pe. Manuel Fernandes

da Costa, de quatro

paróquias do Arciprestado

da Póvoa de Lanhoso:

Divino Salvador de Fontarcada,

S. Miguel de Taíde,

S. Miguel de Vilela e S.

Tiago de Oliveira.

Em 1991, assume a paroquialidade

de S. Miguel de

Taíde e de S. Miguel de Vilela

e, em 1994, S. Cosme

e S. Damião, do mesmo

Arciprestado. Esse serviço

terminou em 1995, altura

em que é nomeado, por

breve tempo, pároco de

Sta. Marinha de Arosa.

Em julho de 1995 é enviado

para a paróquia de S. Cristóvão

de Selho do Arciprestado

de Guimarães e

Vizela. Passados 7 anos, em

2002, cessa funções e é

nomeado, por breve tempo,

pároco de Sta. Leocádia de

Fradelos, Vila Nova de Famalicão.

Nesse mesmo ano, já em

Braga, é nomeado pároco

de Mire de Tibães e, passados

dois anos, Sta. Maria

de Panoias. Cessa funções

em 2005 e 2006 respectivamente.

Em 2006, é indicado para

Capelão das Servas de

Jesus da Caridade, trabalho

que exerceu ao longo dos

últimos anos.

O QUINTO LIVRO DE

OLIVEIRA SANTOS

A Biblioteca de Ribeirão recebe, na noite do próximo dia

27, a partir das 21 horas, a apresentação de “No final o

que conta é o amor”, o quinto livro de Amélia Oliveira

Santos. Sobre esta edição, a autora escreve: «O amor

que demos e recebemos ao longo da vida, é algo que

parte connosco e faz com que todo o sofrimento tenha

valido a pena». A apresentação do livro estará a cargo de

Manuel Azevedo.

EMPRESA METALOMECÂNICA

DE PRECISÃO

Ribeirão - V. N. Famalicão

PROCURA:

TORNEIRO / FRESADOR

(Convencional / CNC)

APRENDIZES

Contacto: 916411106

andre.pinheiro@metalotrofa.com


PAG 18

CONCELHO

CENTRO SOCIAL DE CALENDÁRIO

EM CRUZEIRO NO DOURO

Dando continuidade à angariação

de verbas para

ajudar nos compromissos

assumidos com a construção

da Casa Sénior e não

só, o Centro Social de Calendário

organizou mais um

evento solidário, aberto à

comunidade. Desta vez, um

cruzeiro no rio Douro, tendo

participado mais de uma

centena de pessoas, na sua

grande maioria, pela primeira

vez. Com autocarro,

cruzeiro, pequeno-almoço e

almoço incluído, o custo por

pessoa, para adultos, foi de

70 euros; crianças dos 4

aos 11 anos, 45 euros e, bebés

até aos 3 anos de idade,

15 euros.

No passado domingo, pelas

7h30, partiram os autocarros

junto ao Centro

Social, com destino à marina

de Gaia; pelas 9 horas

começou o passeio da subida

do rio Douro, sendo

servido a bordo, o pequenoalmoço

e mais tarde o almoço;

depois de saboreadas

também as belas

paisagens, pelas 16 horas,

o desembarque no cais da

Régua, seguindo-se uma

visita a uma adega da região,

com prova de vinho.

Para o regresso, os autocarros

partiram da Régua

pelas 17 horas, com os convivas

a chegarem a Calendário,

ao final da tarde.

O próximo evento solidário

está agendado para 11 de

outubro, com a Liga de Amigos

a organizar uma “Noite

de Fado” com jantar, no

salão Paroquial.

ManSanches

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

FEIRA RURAL

DE JOANE

É ESTE FIM

DE SEMANA

A vila de Joane recebe, sábado e domingo, uma das suas

maiores festas. A Feira Rural de Joane decorre no Parque

da Ribeira, naquela que é a sua 11ª edição.

O evento é organizado pelo Grupo Etnográfico Rusga

de Joane com o apoio da Câmara Municipal e da Junta de

Freguesia.

No primeiro dia a programação funde-se com o Peles –

Internacional Drum Fest, com concertos de orquestras de

percussão, arraial minhoto e folclore.

O segundo dia, apresenta a recriação de um mercado à

moda antiga, entre as 9 e as 19 horas, com a venda de

produtos hortícolas, frutícolas, vinícolas, animais vivos,

trajes, artesanato e tasquinhas tradicionais e ainda com

vinho doce, “o rei desta feira rural”.

Para animar o domingo, haverá grupo de cavaquinhos,

folclore, encontro de concertinas (inscrições abertas) e

ainda a atuação da artista de música popular Maria do

Sameiro. A entrada é livre.

Programa – sábado, Arraial Minhoto e Peles – International

Drum Fest

18h30 e 22h15 – PELES – 4º encontro de orquestras de

percursão comunitárias e sociais

21h30 - Rancho Paroquial de Guifões – Matosinhos

Domingo: 10h30 – Grupo Cavaquinhos do Porto; 15h00 –

Rancho Folclórico e Recreativo de São Martinho de Candoso

– Guimarães; 15h30 – 11º Encontro de Concertinas de

Joane; 17h00 – Maria do Sameiro


CIDADE HOJE 12 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 19

“Sonhar Novas Imensidades”

é slogan do novo

ano letivo na Associação de

Moradores das Lameiras. O

setor infanto-juvenil (2

creches, 3 salas do préescolar

e Centro de Atividades

dos Tempos Livres)

abriu portas para mais uma

aventura letiva no passado

dia 2 de setembro. Antes,

houve uma reunião de pais

e coube ao presidente da

direção Jorge Faria dar as

boas-vindas, dando conta

AML ABRE PORTAS

A “NOVAS IMENSIDADES”

que o tema para este ano é

“Sonhar Novas Imensidades”.

O projeto educativo, denominado

Sonhos com Vida,

vai entrar no terceiro ano

da sua execução. Enquanto

no ano passado foi desenvolvida

a vertente “Juntos

para Sonhar”, este ano,

avançou o dirigente, «propomos

dar mais um passo

em frente porque acreditamos

que somos capazes

de “sonhar novas imensidades”;

de dar mais vida à

vida; de ajudar a crescer,

educar e acarinhar os vossos

filhos, porque eles são

a alma desta instituição;

são a alegria desta casa e

também dos nossos idosos

que aqui residem, ou ocupam

os seus dias, numa

convivência alegre, inteligente

e inter-geracional.

Temos uma equipa técnica

fantástica, um corpo docente

e auxiliar fabuloso e

temos instalações que oferecem

as melhores condições».

Jorge Faria deu conta

de todas as valências da

instituição e concluiu a sua

intervenção com a apresentação

da equipa docente e

auxiliar, a diretora pedagógica,

Carla Nogueira, e o

coordenador geral da instituição,

José Maria Carneiro

Costa. Depois, os pais e encarregados

de educação

reuniram-se para debater os

projetos de sala e as normas

internas da instituição.

Quinta-feira I 12 Setembro

CENTRAL, tel. 252323214, Alameda D. Maria II, VNF

DELÃES, tel. 252931216, R. Henrique Handel de Oliveira - Delães

Sexta-feira I 13 Setembro

NOGUEIRA, tel. 252310607/08, Avª Mar. Humberto Delgado, VNF

ALMEIDA E SOUSA, tel.252931365, Av.ª 25 Abril, Oliv. Sta. Maria

Sábado I 14 Setembro

VALONGO, tel. 252323294, R. Adriano Pinto Basto, VNF

RIBEIRÃO, tel.: 252 141 049, Rua Quinta Igreja Nova, Ribeirão

Domingo I 15 Setembro

GAVIÃO, tel. 252317301, Av.ª Engº Pinheiro Braga, 72, VNF

RIBA DE AVE, tel. 252982124, Avª Narciso Ferreira, Riba de Ave

Segunda-feira I 16 Setembro

BARBOSA, tel. 252302120, R. Barão da Trovisqueira, n.º71,VNF

DELÃES, tel. 252931216, R. Henrique Handel de Oliveira - Delães

Terça-feira I 17 Setembro

CAMEIRA, tel. 252323819, Campo Mouzinho, VNF

RIBA DE AVE, tel. 252982124, Avª Narciso Ferreira, Riba de Ave

Quarta-feira I 18 Setembro

CENTRAL, tel. 252323214, Alameda D. Maria II, VNF

BAIRRO, tel. 252932678, Avª Silva Pereira, Bairro

Quinta-feira I 19 Setembro

CALENDÁRIO, tel. 252378400, Avª de França, 1361, Lj 1, VNF

RIBEIRÃO, tel.: 252 141 049, Rua Quinta Igreja Nova, Ribeirão

OUTRAS LOCALIDADES - Cavalões: Far. Pratinha, tel: 252

375 423. Calendário: Far. Paula Reis, tel.: 252378057;

Cabeçudos: Far. Oliveira Monteiro, tel: 252331885.;

Fradelos: Far. Marques, Tel. 252 458 440. Joane: Far. Joane,

tel: 252 996 300. Landim: Far. Landim, tel: 252 321 765.

Louro: Far. Maceiras, tel 252 310 425. Lousado: Far. Martins

Ventura, tel 252 493 142. Nine: Farmácia da Estação, tel.

252 961 118; Pedome: Far. Pedome, tel 252 900 930;

Requião: Far. Requião, tel 252 374 010; Far. Nova, tel 252

373 350. Ribeirão: Far. Ribeirão, tel 252 416 482. Ruivães:

Far. Vilaça, tel 252 921 697. S. Cosme: Far. de S. Cosme, tel

252911123 (até às 23h). STª Maria de Oliveira: Far. Stª

Maria de Oliveira, Tel. 252 932 804; Trofa: Far. Trofense, tel

252 412 543. Vermoim: Far. Marinho, tel 252 921 182.

Viatodos: Far. da Isabelinha, tel 252 961 16.

O OLHAR ARTÍSTICO DAS

COLABORADORAS DA GERAÇÕES

A Associação Gerações

organizou uma exposição

com trabalhos executados

pelas suas colaboradoras,

num âmbito de um workshop

de artes.

Esta exposição intitula-se

“Nós somos Gerações – conheça

melhor a equipa que

vai cuidar do seu filho” e

pretende ser para os pais e

familiares das crianças e

para toda a comunidade

educativa um guia identificador

das colaboradoras

da associação (educadoras,

técnicas e pessoal de apoio)

e, em simultâneo, uma

partilha do que cada uma

delas sente e propõe, para

que a escola seja um espaço

de encontro, de liberdade,

de criação artística, de

investigação, de conhecimento,

de responsabilidade

e de brincadeira.

Os trabalhos, em grandes

quadros, estão colocados

em diversos locais das

diferentes respostas sociais.

Não houve qualquer inibição

ou vergonha de assinar por

baixo tudo aquilo que se

pensa e tudo aquilo que se

deseja para a comunidade

educativa da Gerações.

Associação Comercial e Industrial: 252 315 409; ACT Famalicão:

252 322 041; Hospital Distrital de Vila Nova de

Famalicão: Tel. 252 300 800; Hospital Narciso Ferreira (Riba

d‘Ave): Tel 252 900 800; Centro de Saúde de Famalicão I: Tel.

252 330 230; C. Saúde de Famalicão II: Tel. 252 980 270;

Bombeiros Voluntários Famalicenses: Tel. 252 330 200/308

804 440; Bombeiros Voluntários de Famalicão: Tel. 252 301

112/252 301 115; Bombeiros Voluntários de Riba de Ave: Tel.

252 900 200; Bombeiros Voluntários de Viatodos: Tel. 252

960 800/253 952 800; Bombeiros Voluntários da Trofa: Tel.

252 400 700; Bombeiros Voluntários de Vila das Aves: Tel.

252 820 700; Cruz Vermelha de Ribeirão: Tel. 252 428 765;

Central de Camionagem: Tel. 252 373 464; Centro de Emprego

do Baixo Ave: 252 501 100; Tribunal Judicial de Famalicão:

Tel. 252 303 510; Tribunal do Trabalho: 252 303 510; PSP: Tel.

252 373 375; Polícia Municipal: 252 320 100; GNR (Famalicão):

Tel. 252 501 360; GNR (Joane): Tel. 252 920 230; GNR (Riba

d‘Ave): Tel. 252 980 080; Câmara Famalicão: Tel. 252 320 900;

Correios de Famalicão: Tel. 252 309 710/252 308 380; CP: Tel.

707 210 220; 1ª Repartição de Finanças: Tel.252 302 670; 2ª

Repartição de Finanças: Tel. 252 301 390; Universidade

Lusíada: Tel. 252 309200; Rádio CIDADE HOJE: Tel. 252 301

780/252 301 781/252 301 782; Rádio Digital: Tel. 252 308 145;

Jornal CIDADE HOJE: Tel. 252 301 780; Jornal de Famalicão:

Tel. 252 323 330; Jornal Viver a Nossa Terra: Tel. 252 493 015:

Posto de Turismo: Tel. 252 312 564; Conservatória do Registo

Civil: Tel. 252 501 940; Registo Predial/Comercial: Tel. 252

501 730; Táxis: Famalicense: Tel. 252 311 642; Taxitel: Tel.

252 372 724; Segurança Social: Tel. 252 301 230/252 301 233

(Acção Social).


PAG 20

PUBLICIDADE

12 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

More magazines by this user