*Outubro / 2019 - Revista Celulose - 42

jota.2016
  • No tags were found...

Congresso discute futuro do setor: Abtcp 2019 traz três dias de debates

Abimaq

Lança feira para o

setor de embalagem

Novos produtos

A primeira impressão

é a que fica

Technology

and trust

Get to know the

advantages of pulp paste

and felt treatments

9 7 7 2 3 5 9 4 6 7 10 0 0 0 0 4 2

Tecnologia

e confiança

Conheça as vantagens dos

tratamentos de massa

e vestimenta


CONHEÇA A

MAIS NOVA

INTEGRANTE

DA FAMÍLIA!

Há mais de 32 anos na indústria

papeleira, a Looking é reconhecida por

sua completa linha de acessórios de

alta qualidade e performance.

São diversos acessórios a sua

disposição: raspadores, chuveiros,

filtros, desaguadores, entre outros, na

medida do seu projeto.

Consulte todas as opções em nosso site

ou solicite nosso catálogo.

(19) 3936.7800

looking@looking.com.br

www.looking.com.br


four.com.br

AFIADORA

Enquadrada na norma NR12, a máquina possui um

inovador dispositivo de fixação de lâminas desenvolvido

pela Looking e com patente requerida.

Se a sua necessidade é uma máquina nova, a Looking

poderá fornecê-la completa, mas se você já possui uma

afiadora e deseja aumentar a segurança e melhorar a

performance, também poderemos atendê-lo.

RASPADORES CHUVEIROS

FILTROS DESAGUADORES


S U M Á R I O

54 Sustentabilidade

Papel consciente

Ecologically aware

28 Principal

Tecnologia e sustentabilidade inovam

segmento de fabricação de papel

Technology and sustainability provide

innovation in the paper making segment

62 Feira

Congresso discute futuro do setor

Congress discusses the sector’s future

06 Sumário

08 Editorial

10 Cartas

12 Novidades

34 Avanços e tecnologia

Tecnologia para todos os gostos

Technology for all tastes

38 Mercado

Feira internacional de tecnologia

International technology fair

44 Artigo

Tecnologias avançadas de tratamento

Advanced treatment technologies

68 Entrevista

Leonardo Frota

74 Calendário

06


E D I T O R I A L

REFERÊNCIA

Celulose & Papel

Consciência do seu papel

Um dos principais desafios do governo é a

redução do déficit fiscal. Algo fundamental para o

ingresso de investimentos estrangeiros e a consequente

retomada da economia. É preciso, porém,

manter o foco nas reformas estruturantes, que são

fundamentais para a retomada do crescimento. É

nesse cenário que a indústria da celulose procura

evoluir diariamente para se manter estável em

períodos de incertezas. Por isso, nessa edição da

CELULOSE & PAPEL, antecipamos as discussões do

LII Congresso Internacional de Celulose e Papel,

da Abtcp, que reúne especialistas, pesquisadores e

profissionais do setor de papel e celulose para três

dias de debates. Além disso, abordamos também

sobre o aspecto ecológico que aumenta a competitividade

dos papéis-toalha biodegradáveis, além

do anúncio da PPW (Packaging & Process Week):

Feira Internacional de Tecnologia e Processos para

a Indústria de Embalagens. Tenha uma excelente

leitura!

REFERÊNCIA Celulose & Papel

Awareness of its role

One of the biggest challenges facing the Government is

the reduction of the fiscal deficit: something fundamental

for the entry of foreign investment and the consequent

resumption of economic growth. However, it is necessary

to focus on structuring reforms, which are fundamental

for the resumption of growth. It is in this scenario that the

pulp industry seeks to evolve daily to remain stable in periods

of uncertainty. Therefore, in this issue of CELULOSE &

PAPEL, we anticipate the topics to be discussed during the

52nd Pulp and Paper International Congress (Abtcp 2019),

a trade fair that brings together specialists, scientists, and

professionals from the Pulp and Paper Sector for three days

of debates. In addition, we also cover how the ecological

aspect increases the competitiveness of biodegradable paper

towels and the announcement of Packaging & Process

Week (PPW): International Fair of Technology and Processes

for the Packaging Industry. Pleasant reading!

EXPEDIENTE

JOTA EDITORA

Diretor Comercial / Commercial Director: Fábio Alexandre Machado (fabiomachado@revistareferencia.com.br) • Diretor Executivo / Executive

Director: Pedro Bartoski Jr (bartoski@revistareferencia.com.br) • Dep. de Criação / Graphic Design: Fabiana Tokarski - Supervisão, Fabiano Mendes,

Crislaine Briatori Ferreira, Gabriel Santos Ferreira (criacao@revistareferencia.com.br) • Tradução / Translation: John Wood Moore • Dep.

Comercial / Sales Departament: Gerson Penkal, Jéssika Ferreira e Tainá Carolina Brandão (comercial@revistareferencia.com.br) • Fone: +55 (41)

3333-1023 • Representante Comercial: Dash7 Comunicação - Joseane Cristina Knop • Depto. de Assinaturas / Subscription: Cassiele Ferreira -

Supervisão (assinatura@revistareferencia.com.br)

A Revista REFERÊNCIA CELULOSE & PAPEL é uma publicação da JOTA EDITORA

Rua Maranhão, 502 Água Verde - Cep: 80610-000 - Curitiba (PR) - Brasil

Fone/Fax: +55 (41) 3333-1023

www.jotaeditora.com.br

ASSINATURAS

0800 600 2038

Publicações Técnicas da JOTA EDITORA

08

Veículo filiado a:

A Revista REFERÊNCIA CELULOSE & PAPEL é uma publicação trimestral

e independente, dirigida aos produtores e consumidores de bens e serviços

em celulose e papel, instituições de pesquisa, estudantes universitários, orgãos

governamentais, ONG’s, entidades de classe e demais públicos, direta e/ou

indiretamente ligados ao segmento. A Revista REFERÊNCIA CELULOSE & PAPEL

não se responsabiliza por conceitos emitidos em matérias, artigos ou colunas

assinadas, por entender serem estes materiais de responsabilidade de seus autores.

A utilização, reprodução, apropriação, armazenamento de banco de dados,

sob qualquer forma ou meio, dos textos, fotos e outras criações intelectuais da

Revista REFERÊNCIA CELULOSE & PAPEL são terminantemente proibidos sem

autorização escrita dos titulares dos direitos autorais, exceto para fins didáticos.

Revista REFERÊNCIA CELULOSE & PAPEL is a quarterly and an independent publication

directed at the producers and consumers of the good and services of the pulp and paper industry,

research institutions, university students, governmental agencies, NGO’s, class and other entities

directly and/or indirectly linked to the segment. Revista REFERÊNCIA CELULOSE & PAPEL does not

hold itself responsible for the concepts contained in the material, articles or columns signed by

others. These are the exclusive responsibility of the authors, themselves. The use, reproduction,

appropriation and databank storage under any form or means of the texts, photographs and

other intellectual property in each publication of Revista REFERÊNCIA CELULOSE & PAPEL is

expressly prohibited without the written authorization of the holders of the authorial rights.


0 0 0 4

C A R T A S

André Kakehasi aborda vantagens da análise de fibras para producão

Tecnologia ecológica

Plástico derivado

de celulose

Novos horizontes

Acordo com UE

amplia possibilidades

A Revista da Indústria de Celulose e Papel www.celulosepapel.com.br

Ano XII - n. 41 - 2019

Maior vida útil do

feltro e menor vácuo

Tecnologia melhora o

condicionamento e

aumenta o desempenho

da máquina de papel

I SS N 2 3 59 -4 67 5

9 7 7 2 35 9 4 67 0 8 7 1

Longer felt life

and less vacuum

Technology improves conditioning

and enhances the performance

of paper machine

Capa da Edição 41 da

Revista CELULOSE & PAPEL

Imagem: reprodução Imagem: reprodução

POSSIBILIDADES

Por Silvio Tavares – Goiânia (GO)

Excelente abordagem sobre o acordo entre UE (União Europeia) e Mercosul

e novas possibilidades para o mercado de celulose. Continuem assim, com

reportagens sempre conectadas com o setor!

ENTREVISTA

Por Márcio Bittencourt – Santos (SP)

Ótimo bate-papo sobre os analisadores de morfologia de fibras e como eles

podem potencializar o rendimento de empresas. Parabéns!

AVANÇOS

Por Taysa Voigt – São Paulo (SP)

Parabéns a Panasonic por conseguir produzir fibras de celulose derivadas

de plantas. É o setor sempre evoluindo tecnologicamente.

SUGESTÃO

Por Francisco Seabra – Recife (PE)

Sugiro uma reportagem sobre o cenário europeu, trazendo cases,

sobretudo dos países nórdicos, que possam ser replicados no Brasil.

Continuem com o excelente trabalho!

Imagem: reprodução Imagem: reprodução

Leitor, participe de nossas pesquisas online respondendo os e-mails enviados por nossa equipe de jornalismo.

As melhores respostas serão publicadas em CARTAS. Sua opinião é fundamental para a Revista REFERÊNCIA CELULOSE & PAPEL.

revistareferencia@revistareferencia.com.br

10


As soluções de captura de imagens TotalVision da Papertech combinam

monitoramento de quebras (WMS) e inspeção e classificação de defeitos (WIS) numa

plataforma única, que permite aos fabricantes de celulose e papel, capturar e analisar

defeitos na folha para determinar a causa de interrupções no processo. Utilizando

câmeras digitais de alta velocidade e uma poderosa iluminação de LED pulsante,

operadores podem ver imagens em tempo real de toda linha produtiva, e

precisamente rastrear defeitos até sua fonte, utilizando a sincronização TotalVision

TM desde a zona seca até a zona úmida.

Operadores rapidamente percebem os benefícios do sistema TotalVision ,

através do aumento de eficiência da linha, da qualidade de produto, e do menor

número de paradas. Com soluções expansíveis e flexíveis usando a mesma

arquitetura de software e componentes de visão, o sistema TotalVisionTM pode ser

customizado para atender qualquer operação, bem como ser facilmente

integrado com inúmeras outras tecnologias de sistemas.

A Papertech fornece soluções para a indústria de celulose e papel desde

1992 e atualmente está operando em centenas de plantas ao redor do mundo.

Através da identificação da necessidade de nossas soluções por outras

empresas, a TotalVision está sendo integrada numa variedade de indústrias e

aplicações incluindo plantas de celulose, siderúrgicas, enroladeiras,

revestimento e embalagem, e manufatura de materiais não-tecidos.

Para mais informações:

IBS do Brasil Tecnologia em Papel Ltda.

+55 (19) 3478-7507

comercial@ibs-ppg.com - www.ibs-ppg.com


N O V I D A D E S

Novo

emissor

A Voith lançou um

novo emissor infravermelho

a gás HelioX, nova

solução para a secagem

sem contato e que gera

emissões significativamente

mais baixas. O novo

emissor permite aumentar

a produtividade e ainda

reduzir o risco de incêndios,

garantindo maior

segurança a toda produção. O principal componente do novo emissor infravermelho HelioX é sua estrutura incandescente

equipada com componentes cerâmicos de grande área superficial e alta eficiência. Graças à geometria

especial, o emissor tem maior eficiência de secagem e reduções de até 50% nas emissões de óxidos de

nitrogênio (NOx) e de monóxido de carbono (CO). O emissor infravermelho HelioX é projetado para trabalhar

com uma potência de 14 Kw (kilowatts). Com eficiência operacional até 10% superior, o novo emissor também

oferece um menor consumo de gás, menores custos operacionais e uma menor pegada de CO².

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Celulose

mais barata

A Suzano Papel e Celulose poderá vender celulose

mais barata no quarto trimestre, segundo relatório da

Credit Suisse. O documento avalia que a companhia

poderá realizar certo movimento de desestocagem.

“Outras empresas de celulose estão preocupadas que

a Suzano deverá vender a tonelagem inteira do quarto

trimestre em preços inferiores ao do terceiro trimestre,

em um momento de desestocagem”, afirmam os analistas

Caio Ribeiro e Rafael Cunha. Segundo estimativas

do mercado, o preço da celulose pode ter atingido a

mínima durante o terceiro trimestre, o que permitiria a

prática de maior preço. Se o papel atingir a estimativa

do Credit Suisse, o preço poderá se valorizar 3%.

12


N O V I D A D E S

Florestas

Plantadas

Obras

autorizadas

Foto: divulgação

O setor de florestas plantadas no Brasil gerou o

estoque de 4,2 bilhões de toneladas de gás carbônico

equivalente em 2018, segundo estimativa da IBÁ (Indústria

Brasileira de Árvores). A captação de carbono

ocorreu em aproximadamente 5,6 milhões de hectares

de área conservada. Por outro lado, o balanço

mais recente do Ibge (Instituto Brasileiro de Geografia

e Estatística) revela que, desde 2000, o valor da produção

da silvicultura supera o do extrativismo vegetal.

Segundo informações do Ministério da Agricultura,

a demanda industrial de madeira é suprida em 90%

pelas florestas plantadas. O setor de florestas plantadas

também trouxe melhorias para o desenvolvimento

socioeconômico dos municípios e estados produtores

de insumos florestais. O IDH (Índice de Desenvolvimento

Humano) subiu em 75% nos dez municípios

que lideram o ranking de cultivo de florestas plantadas

do país entre 1991 e 2010, segundo levantamento

da Secretaria de Política Agrícola do Mapa.

A nova fábrica de celulose da Duratex

teve a LI (Licença de Instalação) aprovada

na Câmara Técnica Especializada de Atividades

Industriais, do Copam (Conselho

Estadual de Política Ambiental). Com isso, as

obras da indústria de matéria-prima que vai

produzir tecidos já estão autorizadas para

serem instaladas entre Araguari e Indianópolis.

A construção da nova planta tem

investimentos de R$ 4,5 bilhões e deverá

gerar 6 mil empregos diretos e indiretos até

2022, quando as obras devem terminar.

Quando entrar em operação, a fábrica vai

gerar mais mil empregos diretos. Em operação,

a fábrica produzirá 450 mil toneladas

por ano de celulose solúvel, que será comprada

pela Lenzing e exportada para o mercado

asiático. Com a biomassa de madeira

resultante do processo produtivo, a fábrica

produzirá cerca de 77 MW (Megawatts)

de energia elétrica renovável. Segundo os

investidores, será a maior linha industrial de

celulose solúvel do mundo.

Foto: divulgação

14


Tratar e destinar

corretamente

os efluentes

faz parte de todo

processo industrial

DO BRASIL

No segmento de papel, esta consciência está mais consolidada e continua

crescendo, inclusive nas empresas de menor porte. A dificuldade das empresas

acaba ficando mais para o custo e logística do processo.

Problemas que foram resolvidos com a solução compacta da Solme do Brasil.

www.solmebrasil.com.br

19 3829.1400 19 98189.3027 contato@solmebrasil.com.br

Av. Brasil, 398 - Vila Santana - Valinhos - SP - Brasil


N O V I D A D E S

Planta

piloto para

extração

de lignina

A Valmet acaba de entregar

para a Klabin sua tecnologia de

extração de lignina, conhecida

por LignoBoost. O transporte da

planta piloto foi feito em dois

dias, em vias terrestres; a estrutura foi dividida em três módulos, devido ao tamanho e peso das peças. No último

dia 16 de setembro iniciou-se a instalação na Unidade Monte Alegre da Klabin, em Telêmaco Borba (PR), com a

presença da equipe de campo e supervisores da Valmet. O início da operação está previsto para acontecer até o

final de 2019. A tecnologia de extração de lignina da Valmet, conhecida por LignoBoost, é pioneira na América

do Sul - há duas outras plantas, de escala industrial, instaladas e em operação na Finlândia e EUA (Estados Unidos

da América). A produção da planta piloto foi desenhada para atender às necessidades específicas da empresa.

Em escala industrial, uma planta de LignoBoost oferece vantagens como redução de carga em uma caldeira

de recuperação e economia no consumo de combustíveis. A lignina, produto extraído do licor negro, pode ser

reaproveitada em outras áreas de uma planta de celulose, ou comercializada.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

16

Jeans

de celulose

A Banana Republic anunciou a coleção Legacy

Denim, a primeira linha de roupas sustentáveis da

empresa. O jeans da coleção é fabricado utilizando

31% menos energia e 50% de água, de acordo com a

empresa. A coleção usa materiais reciclados para componentes

como o zíper das calças. O jeans sustentável

da marca inclui 18% de Tencel, tecido feito de celulose

de madeira que proporciona maciez e respirabilidade

ao tecido. O lançamento é parte das metas de sustentabilidade

da Banana Republic, que incluem o fornecimento

de algodão 100% sustentável até 2023, redução

do uso de água e utilização de métodos de produção

mais ecológicos.


H.Bremer. Há mais de 70 anos

gerando energia térmica para o

mundo, com equipamentos

de alto padrão

tecnológico.

A natureza

agradece!

• CALDEIRAS

• AQUECEDORES DE

FLUÍDO TÉRMICO

• EQUIPAMENTOS

INDUSTRIAIS

Caldeira instalada em fábrica de papel e celulose em Anápolis - GO

www.bremer.com.br

R. Lilly Bremer, 322 - Bairro Navegantes | Rio do Sul | Santa Catarina

Tel: (47) 3531-9000 | Fax: (47) 3525-1975 | bremer@bremer.com.br


N O V I D A D E S

Menos

resíduos

Educação

Ambiental

A Cenibra anunciou a implantação de um

projeto de redução de resíduos em até 7 mil toneladas

por mês. O projeto consiste no tratamento e

queima do lodo biológico, sistema que será utilizado

em 100% das atividades da empresa a partir

de 2020. A Cenibra será a primeira fábrica de

celulose a utilizar este processo. O lodo biológico,

resultado do tratamento de afluentes, passará por

um sistema de secagem, onde os gases de exaustão

das caldeiras e a biomassa serão utilizados

como fonte de energia, reduzindo a quantidade

de material a ser transportado. O resíduo produzido

após o processo de secagem do lodo tem alto

poder calorífico e será utilizado como combustível

complementar para as caldeiras de biomassa da

Cenibra. Com o novo sistema, a empresa poderá

atender a uma condicionante ambiental e encerrar

o atual processo de compostagem do lodo

biológico.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

O NEA (Núcleo de Educação Ambiental) da Suzano

Papel e Celulose iniciou uma parceria com o Instituto

Saint Nicholas Care, de Suzano (SP), uma OSC (Organização

da Sociedade Civil) sem fins lucrativos que

tem a missão de transformar e provocar mudanças na

sociedade. A parceria faz parte do projeto Sementes,

que envolve crianças e adolescentes de 6 a 15 anos na

abordagem de temas como o meio ambiente, cidadania

e ética. No projeto, os alunos implantaram uma

horta vertical para o cultivo de hortaliças como alface,

coentro, couve, salsinha, hortelã, manjericão, tomilho

e peixinho. Além da horta, até o final do ano também

estão previstos a instalação de uma cisterna de bombona

e uma horta de canteiro no instituto. A iniciativa

também promove ações de capacitação profissional

e geração de renda para os colaboradores da Clínica

Saint Nicholas e seus familiares. Referência na disseminação

de práticas socioambientais, o NEA tem 15 anos

de atuação e já formou mais de 200 mil pessoas, entre

crianças, adolescentes e comunidade.

18


MATERIAIS DE

QUALIDADE

CLIENTE

SATISFEITO

PREÇOS

ACESSÍVEIS

INOX CONEXÕES é

uma empresa com

grande história e tradição,

atuando desde 1995 no segmento

de conexões, tubos, válvulas e

acessórios em aço inoxidável, aço carbono

e ligas de aço. Localizada em São Paulo, a Inox

Conexões tem como objetivo atender a toda e

qualquer necessidade de seus clientes nos mais

diversos segmentos: Indústria química, alimentícia,

farmacêutica, papel e celulose, óleo e gás. Para tanto,

dispomos em nosso portfólio e fabricação, a comercialização

de flanges, conexões, acessórios e projetos especiais em aço,

bem como, a distribuição de tubos, válvulas e acessórios

industriais. Composta por profissionais qualificados, corpo

técnico experiente e equipamentos de última geração,

trabalhamos visando a satisfação de nossos clientes

por manter excelência na qualidade e nos prazos

de entrega. Dispomos de um sistema de

gestão conforme norma ISO 9001.

Também somos qualificados no

sistema CRC da Petrobras.

(11) 2723 2020

www.inoxconexoes.com

vendas@inoxconexoes.com.br

R. Ijucapirama, 98

Jardim Santa Teresinha

São Paulo - SP


N O V I D A D E S

Investimento

florestal

A IBÁ (Indústria Brasileira de Árvores) calculou

aporte de R$ 32,6 bilhões em investimentos do

setor de florestas plantadas no período entre

2020 e 2023. Deste total, R$ 20,4 bilhões serão

investidos em unidades que irão produzir

celulose e papel kraftliner para embalagens.

No período, a celulose solúvel vai contar

com investimentos de R$ 10,5 bilhões com

recursos da Bracell, R$ 7 bilhões em São

Paulo, e R$ 3,5 bilhões da Duratex em Minas

Gerais. Ainda estão previstos recursos

para painéis de madeiras da Berneck em Santa

Catarina (R$ 900 milhões); papel imprimir e escrever com R$ 600

milhões da IP, no Mato Grosso do Sul; e outros R$ 200 milhões a

Anin para tissue no Mato Grosso do Sul. Estão previstas obras para

construção de pelo menos sete novas fábricas de papel e celulose.

Estima-se que o setor deverá gerar mais de 35 mil empregos durante

as obras e outros 11 mil empregos diretos após as unidades

entrarem em operação.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Queda de preço

Os títulos de dívida da Suzano (Suzb3) registraram

a maior queda entre produtoras de celulose

em setembro, com preços 2% menores. A queda é

atribuída ao declínio dos preços globais da matéria-

-prima, que chegaram ao menor nível em três anos,

como reflexo do menor consumo de papel e produtos

de embalagem na Europa e na China. A desvalorização

dos títulos se acentuou depois que a Fitch

colocou a nota da empresa em perspectiva negativa

em 6 de setembro. Com a queda, os títulos da

Suzano registraram o pior desempenho entre rivais

com grau de investimento em mercados emergentes

no período. A queda ocorreu simultaneamente às

tentativas da empresa de reduzir o endividamento. A

Fitch aponta que a empresa deve enfrentar dificuldades

para reduzir a dívida líquida.

20


Montagem eletromecânica

www.flexmontagem.com.br

FABRICAÇÃO E MONTAGEM DE

TUBULAÇÕES DE INOX, AÇO CArBONO,

PEAD E ENTRE OUTRAS

MANUTENÇÃO DE CALDEIRAS, VASOS,

DIGESTORES, TROCADORES DE CALOR

E EVAPORADORES

REPINAGEM EM TUBO DE CALDEIRA

RECUPERAÇÃO E SUBSTITUIÇÃO

DE TUBOS DO EVAPORADOR

MANUTENÇÃO DE DIGESTORES

CALDEIRARIA/FABRICAÇÃO DE SILOS,

ESTRUTURAS, PINTURA, JATEAMENTO

E REVESTIMENTO COM UHMW

MONTAGEM ELETROMECÂNICA

RETROFIT DE LIXADEIRAS E PREnSAS PARA

INDúSTRIAS De madeiras e aglomerados

MONTAGEM ELÉTRICA

E AUTOMAÇÃO

PROJETO E FABRICAÇÃO MECÂNICA

DE ESTÁTICOS E DINÂMICOS

INTERVENÇÕES DE AUTOMAÇÃO,

ELETROMECÂNICA E MECÂNICA

MUDANÇA DE LAYOUTS,

PARADAS E OBRAS

AUTOMAÇÃO E ELETROMECÂNICA

Rodovia BR 116, 20905

Pinheirinho | Curitiba - PR

(41) 3089-1365 | 3089-1465

comercial@flexmanutencao.com.br

EMPRESA

CERTIFICADA

ISO 9001/2015

CRC


N O V I D A D E S

Queimada em

Mato Grosso

do Sul

Fábrica

fechada

A indústria de celulose perdeu R$ 1,6 milhão

em eucalipto no fogo que atingiu o Mato

Grosso do Sul. Dos 1,1 mil hectares de florestas

de eucalipto plantadas no Estado, 123 hectares

foram destruídos neste ano. Cada hectare produz

cerca de 250 metros cúbicos de eucalipto.

De acordo com o diretor-executivo da Reflore-

-MS (Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores

e Consumidores de Florestas Plantadas de

MS), Dito Mário, a plantação perdida poderia

ter sido aproveitada para indústria da celulose

ou vendida para a produção de carvão ou energia,

entre outros usos. Dito explica que parte

da floresta plantada em Mato Grosso do Sul é

monitorada 24 horas por câmeras de segurança

e que produtores mais estruturados mantém brigadas

de incêndio. “Se não fosse essa estrutura,

o desastre poderia ser bem maior”, afirma.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

A Duratex anunciou o fechamento da sua fábrica

de painéis de madeira em Botucatu, no interior de

São Paulo. A unidade estava paralisada desde novembro

de 2018. O fechamento não implicará descontinuidade

de fornecimento de produtos, segundo a

companhia. A companhia também venderá imóveis

rurais e ativos florestais na região central do Estado.

Os ativos serão negociados com a Bracell Celulose e

Turvino Participações. De acordo com a Duratex, as

operações deverão gerar lucro líquido extraordinário

de cerca de 230 milhões de reais, com impacto no

caixa de aproximadamente 450 milhões. “A Duratex

reforça sua estratégia de foco nas operações com

maior produtividade e eficiência, melhor uso do capital,

bem como, seu compromisso com seus acionistas

de priorizar sua rentabilidade e de preparar a companhia

para desafios futuros”, afirmou a companhia em

comunicado ao mercado.

22


N O V I D A D E S

Cana-de-açúcar

mais forte

Um levantamento da Conab (Companhia Nacional

de Abastecimento) aponta que a safra 2019/20

para a produção de cana-de-açúcar irá atingir 31,8

milhões de toneladas, um crescimento de 9,5% em

relação ao produzido na safra do ano anterior. Ainda

de acordo com o levantamento, a produção de

etanol chegará a 30,3 bilhões de litros no período,

um decréscimo de 6,4% em relação à safra passada.

O etanol deverá ser o destino de 379,46 milhões de

toneladas de cana, o equivalente a 61,0% do volume

previsto. Já a produção de açúcar deverá utilizar

242,80 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, ou

39,0% do total. “A tendência é que o mercado ainda

se mantenha mais atrativo para o etanol, em razão

principalmente da grande quantidade que existe

de açúcar no mercado”, diz na nota o diretor de

Política Agrícola e Informações da Conab, Guilherme

Bastos.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Indústria pioneira

Primeira indústria de processamento da celulose

no Mato Grosso do Sul, a Tissue Unir Indústria e

Comércio de Produtos Higiênicos Ltda inaugurou a

sua pedra fundamental em Três Lagoas. A atividade

principal da empresa será a fabricação de papel

higiênico folhas simples, duplas e triplas; toalha

de cozinha e guardanapos folhas simples e duplas,

chegando a aproximadamente 300 mil toneladas

ano. Com investimento na casa dos R$ 190 milhões,

o projeto deverá gerar 500 novos postos de trabalho

na construção da fábrica e outros 200 para sua

operação. A companhia também pretende atuar

para a melhoria do bem estar social da população no

entorno da fábrica, com ações que serão articuladas

junto à prefeitura de Três Lagoas.

24


Há 15 anos fabricando

tubos e conexões em aço inox

AÇOS E CONEXÕES

``

``

``

``

``

Sua conexão com o futuro!

+CONEXÕES +TUBOS +PERFIS +FLANGES EM AÇO INOX E CARBONO

+TUBOS MECÂNICOS +CHAPAS +EQUIPAMENTOS PARA SANEAMENTO

Rua Osvaldo Petermann, 85 - Piracicaba - SP (19) 2533-9292

vendas@inoxpira.com.br

WWW.INOXPIRA.COM.BR


N O V I D A D E S

Nanocristais

de celulose

Energia de

bagaço

Pesquisadores da Embrapa Instrumentação (SP)

e da empresa Bio Nano estão testando a produção

de nanocristais de celulose (CNC) em escala industrial

com viabilidade econômica. O material é

proveniente de fibras vegetais como as de algodão

e de eucalipto. O método foi desenvolvido a partir

da manipulação de macromoléculas, que deram

origem à base para desenvolver o material. Com espessura

cerca de 200 mil vezes menor que um grão

de arroz, os nanocristais são considerados greens

materials (materiais verdes), provenientes de fontes

renováveis e sustentáveis. A Embrapa trabalha na

obtenção desse produto desde 2007. Segundo pesquisas

da entidade, os nanocristais podem ser extraídos

a partir de fibras lignocelulósicas de bagaço de

cana, cascas de coco e de arroz, algodão, eucalipto,

entre outras, e até de resíduos como madeira de

reflorestamento descartada pela indústria.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

A Veracel Celulose está diversificando

seus negócios com a geração de energia

renovável a partir de bagaço de cana-

-de-açúcar. A companhia tem licença

para exportar 27 MW (Megawatts) para o

Sistema Interligado Nacional. “Essa é uma

relevante fonte de receita para empresa”,

revela Melissa Pimenta, assistente técnico

da área de Recuperação e Utilidades

da empresa. A iniciativa é resultado de

pesquisas internas para a exploração de

novas fontes de energia renovável. Até

o ano passado, a geração de energia era

feita a partir da queima do lodo primário

(resíduo da produção de celulose),

madeira desclassificada como madeira de

processo, e biomassa gerada internamente

na picagem da madeira de processo.

26


P R I N C I P A L

TECNOLOGIA E SUSTENTABILIDADE

INOVAM SEGMENTO DE

FABRICAÇÃO DE PAPEL

PARCERIA ENTRE CONTECH E CIA CANOINHAS DE PAPEL MOSTRA

COMO PRODUZIR MAIS, SEM IMPACTAR O MEIO AMBIENTE

Fotos: Fabiano Mendes

28


Technology and

sustainability provide

innovation in the paper

making segment

BY WORKING TOGETHER, CONTECH

AND CIA CANOINHAS DE PAPEL SHOW

HOW TO PRODUCE MORE, WITHOUT

IMPACTING THE ENVIRONMENT

Ninguém contesta: o mercado de celulose

e papel está em expansão. Bastaram

os primeiros meses do ano e os sinais

de retorno da economia brasileira para

o setor responder positivamente. O

aumento da demanda, interna e externa

(principalmente do mercado chinês), impulsionou

as vendas e as exportações. Neste contexto otimista,

2019 prevê números ainda melhores até o final do

ano. A expectativa, segundo a Ibá (Indústria Brasileira

de Árvores), é que o segmento da celulose aumente o

faturamento em 46% até dezembro. Isso se deve aos

avanços tecnológicos implementados nas fábricas e

nas indústrias.

A Contech é uma empresa química que atua no

Brasil e em diversos países da América Latina e Europa

desde 1988, tendo como foco principal o fornecimento

de produtos químicos biodegradáveis de alta

eficiência combinados à sistemas inovadores.

Líder de mercado para o segmento de papel e celulose

no condicionamento de vestimentas, a empresa

além de ser conhecida por sua atuação no desenvolvimento

de soluções patenteadas e customizadas,

intervém fortemente no controle de contaminantes,

destacando-se no segmento para tratamento deles

de forma completa, sendo na massa e vestimentas.

O diferencial está no atendimento, que conta com

N

o one disputes it: the pulp and paper market

is expanding. Just in the first months of

the year and with signs of recovery for the

Brazilian economy, the Sector has responded

positively. Increased demand, both internal

and external (mainly from the Chinese market), has boosted

sales and exports. In this optimistic context, predictions for

2019 foresee even better numbers by the end of the year.

According to the Brazilian Tree Industry (Ibá), the expectation

is that the pulp segment revenues increase by 46%

by December. This is due to the technological advances

implemented in mills and companies.

Contech is a chemical company that has operated in

Brazil and several countries in Latin America and Europe since

1988, with its main focus on the supply of high-efficiency

biodegradable chemicals combined with innovative systems.

Market leader in the pulp and paper segment for felt

conditioning, the Company is also known for its performance

in the development of patented and customized

solutions, the control of contaminants, and the treatment of

them in a comprehensive form, whether in the pulp paste

or the felts. A big differential is in service, which has an application

engineering team trained to respond to customers

in all their needs that involve any of its products.

“Our business is delivering benefits to customers through

treatment, so we invest heavily in professional training.

Once a Contech system is being used, we do not stop provi-

29


A V A N Ç O S E T E C N O L O G I A

Tecnologia para

todos os gostos

Inovações são parte do cotidiano da indústria de celulose e

papel, garantindo maior produtividade, eficiência energética,

menores custos e maior segurança. Empresas de destaque estão

à frente de algumas das principais evoluções do setor, desenvolvendo

novas tecnologias com soluções para os consumidores

nas áreas mais diversas, desde a fabricação de papel, passando

pela geração de energia, até o desenvolvimento de soluções em processos

industriais.

Technology

for all tastes

I

nnovations are part of daily life in the pulp industry, guaranteeing improved productivity,

energy efficiency, lower costs, and greater security. Prominent companies

are ahead of some of the Sector’s major developments, developing new technologies

with solutions for consumers in the most diverse areas, from papermaking to

power generation and the development of solutions in industrial processes.

34


Na medida certa

A multinacional em tecnologia de energia, ABB, lançou um

novo sistema de distribuição de energia compacto, baseado em

corrente contínua, oferece eficiência de energia híbrida a pequenas

embarcações. O Onboard Microgrid é capaz de otimizar a

eficiência de combustível de pequenas embarcações, atendendo

a uma demanda específica do mercado.

“O Onboard Microgrid atende a um segmento específico do

mercado, com embarcações menores desempenhando um papel

importante no futuro elétrico, digital e conectado do transporte

marítimo”, alerta Juha Koskela, Diretor Geral da ABB Marine &

Ports. “Trazer o Onboard Microgrid ao mercado mostra o quanto

a ABB tem ouvido os proprietários do mercado de embarcações

de navegação interior, barcas, workboats, rebocadores e iates,

buscando se beneficiar da propulsão híbrida”, acrescenta.

O novo sistema se baseia nos princípios do premiado sistema

de distribuição de energia da ABB, o Onboard DC Grid, que é

voltado para embarcações maiores. Com o novo sistema compacto,

a ABB possibilita eficiências de energia de até 20% para

embarcações menores, com menor consumo de energia em

operações em distâncias curtas.

Por ser voltado para embarcações menores, ele reduz o peso

do equipamento elétrico a bordo e disponibiliza mais espaço nas

embarcações, com maior flexibilidade no posicionamento do

sistema a bordo.

A solução completa Onboard Microgrid inclui um controlador

programável para implementar o Sistema de Gerenciamento de

Energia (Power Management System – PMS) da ABB e a inicialização

do gerador, controle de velocidade de propulsão, proteção

contra sobrecarga do gerador, controle e supervisão de modos de

operação, controle de carga da bateria e manuseio de sinal.

The right size

ABB, a multinational specializing in energy

technology development, has launched

a new compact power distribution system,

based on direct current, offering hybrid power

efficiency to small shipping vessels. The

Onboard Microgrid is capable of optimizing

the fuel efficiency in small vessels, meeting

specific market demand.

“The Onboard Microgrid serves a specific

segment of the market, with smaller vessels

playing an important role in the electric,

digital, and connected maritime transport future,”

says Juha Koskela, Director General of

ABB Marine & Ports. “Bringing the Onboard

Microgrid to the market shows how ABB has

listened to the market for owners of inland

shipping vessels, ferries, workboats, tows,

and yachts, seeking to benefit from hybrid

propulsion,” he adds.

The new system is based on the principles

of ABB’s award-winning power distribution

system, the Onboard DC Grid, which

is geared towards larger vessels. With the

new compact system, ABB provides energy

efficiencies of up to 20% for smaller vessels,

with lower energy consumption in shortdistance

operations.

Because it is geared towards smaller

vessels, it reduces the weight of the onboard

electric equipment and provides more space

in the vessels, with greater flexibility in the

positioning of the onboard system.

The Onboard Microgrid complete solution

includes a programmable controller to

implement ABB’s Power Management System

(PMS) and generator start-up, propulsion

speed control, generator overload protection,

control and supervision of operating

modes, battery charge control, and signal

handling.

Foto: divulgação

35


Não permita que as

formigas cortem seu

lucro e produtividade

www.unibras.com.br

O controle está em suas mãos!

0800 18 3000


M E R C A D O

FEIRA

INTERNACIONAL

DE TECNOLOGIA

PRIMEIRA EDIÇÃO DA PPW

ACONTECERÁ EM SETEMBRO DE

2020 EM SÃO PAULO (SP)

Fotos: divulgação

38


International

technology fair

THE FIRST PPW

WILL TAKE PLACE IN

SEPTEMBER 2020, IN

SÃO PAULO (SP)

39


M E R C A D O

Concebida a partir de uma demanda do

mercado por um evento que atendesse

as necessidades dos fabricantes e

fornecedores de serviços e tecnologias

para todas as indústrias que consomem,

transformam e produzem embalagens

e seus derivados, nasce a PPW (Packaging

& Process Week): Feira Internacional de Tecnologia

e Processos para a Indústria de Embalagens. Realizada

pela Abimaq (Associação Brasileira da Indústria

de Máquinas e Equipamentos), com promoção e organização

da Reed Exhibitions Alcântara Machado,

a primeira edição da PPW acontecerá entre 15 a 18

de setembro do próximo ano, no São Paulo Expo,

em São Paulo (SP).

“A feira foi desenvolvida a partir de um pleito da

própria indústria, que demandava um evento de

ciclo bienal, com abrangência internacional, foco

em tecnologia e inovação e geração de negócios. A

PPW é um evento do setor para o setor”, salienta o

presidente executivo da Abimaq, José Velloso.

“A PPW foi pensada para atender a necessidade

de um evento completo para os fabricantes e

fornecedores de máquinas e dispositivos, equipamentos

e componentes, processos e automação, e

serviços para indústria de embalagens, propiciando

um ambiente eficiente para as indústrias consumidoras

realizarem negócios e conhecer as tendências

do mercado. Em setembro, fizemos junto com a

Abimaq um pré-lançamento para o grupo fundador

C

onceived from the market demand for

an event that would meet the needs of

service and technology manufacturers and

suppliers for all industries that consume,

transform, and produce packaging and

their derivatives, Packaging & Process Week (PPW) was

born: an International Fair of Technology and Processes

for the Packaging Industry - sponsored by the Brazilian

Association of Machinery and Equipment Manufacturers

(Abimaq), with promotion and organization by Reed Exhibitions

Alcântara Machado. The first PPW will take place

from September 15 to 18 next year, at São Paulo Expo, in

São Paulo (SP).

“The Fair was developed from a desire of the industry

itself, which demanded a biennial event, with international

coverage, focused on technology and innovation,

and business generation. PPW is an industry event for the

Sector,” says José Velloso, Executive President of Abimaq.

“PPW was designed to meet the need for a complete

event for manufacturers and suppliers of machinery,

devices, equipment, components, processes, automation,

and services for the packaging industry, providing an efficient

environment for consuming companies to conduct

business and get to know market trends. In September,

together with Abimaq, we carried out a pre-release of

the event for the founding group, and, in one morning,

30% of the Fair was marketed. This demonstrates that

PPW will meet the needs of this market,” says Fernando

Fischer, President of Reed Exhibitions Alcântara Machado.

With the expectation of occupying a space of about

A feira foi

desenvolvida a partir

de um pleito da

própria indústria,

que demandava um

evento de ciclo bienal,

com abrangência

internacional, foco em

tecnologia e inovação e

geração de negócios

40

José Velloso,

presidente executivo da Abimaq


www.palmont.com.br

ALMONT

A PALMONT LEVA ATÉ OS CLIENTES

AS MELHORES SOLUÇÕES TÉCNICAS,

EM MONTAGEM ELETROMECÂNICA,

COM MÁXIMA SEGURANÇA

E QUALIDADE

Fone: (11) 3751-4836

comercial@palmont.com.br


A R T I G O

Tecnologias avançadas

de tratamento visando à

remoção de cor e fenol de

efluente de indústria de

celulose e papel

ADVANCED TREATMENT TECHNOLOGIES AIMED AT

REMOVING COLOR AND PHENOL FROM PULP AND

PAPER WASTEWATER

Fotos: divulgação

44


Ana Flávia Bender

Engenheira Ambiental,

Universidade Estadual do

Centro-Oeste

Jeanette Beber de Souza,

Engenheira Civil,

Universidade Estadual do

Centro-Oeste

Carlos Magno de Sousa Vidal

Biólogo,

Universidade Estadual do

Centro-Oeste

RESUMO

O

presente artigo teve como enfoque

a remoção de cor e fenol

presentes em efluente proveniente

da indústria de papel e celulose

a partir do emprego das tecnologias

avançadas: (i) coagulação/

floculação/sedimentação, (ii) filtração em carvão

ativado, (iii) combinação de coagulação/floculação/

sedimentação com a filtração em carvão ativado.

Os ensaios foram realizados em jarteste e unidade

de filtração em escala de bancada. Os principais

resultados obtidos foram remoções de: 89% da

cor e 60% do fenol no tratamento por coagulação,

floculação e sedimentação; 45% da cor e 47% do

fenol no tratamento por filtração em carvão ativado

e 99% da cor e acima de 93% de fenol ao tratar o

efluente por ciclo completo (coagulação, floculação,

sedimentação seguido de filtração). Com esse último

tratamento foi possível obter efluente final com elevada

qualidade e atender à legislação ambiental sob

diversos aspectos.

SUMMARY

T

his paper analyzes the removal of color and

phenol found in pulp and paper wastewater

using advanced technologies: (i)

coagulation-flocculation-sedimentation, (ii)

granular activated charcoal filtration, and (iii) combination

of coagulation-flocculation-sedimentation and

granular activated charcoal filtration. Jar and bench-

-scale column tests were performed. The main results

obtained were: removals of 89% and 60% for color and

phenol, respectively, using coagulation-flocculation-

-sedimentation; for activated charcoal filtration, overall

color and phenol removal of 45% and 47%, respectively;

and maximum removals obtained were 99% for

color and above 93% for phenol, when the complete

cycle (coagulation, flocculation, and sedimentation

combined with filtration) was tested. Along with this

last treatment, it was possible to obtain a high-quality

final wastewater that complies with the environmental

regulations in several aspects.

45


50


WWW.TEXAS.COM.BR

TECNOLOGIA

A TODO VAPOR

TURBINAS A VAPOR

PARA GERAÇÃO E

COGERAÇÃO DE ENERGIA

MACEIÓ - AL

+55 82 2121 - 2000

UNIDADE CRAVINHOS – SP

+55 16 3951 - 9393


52


S U S T E N T A B I L I D A D E

PAPEL

CONSCIENTE

O ASPECTO ECOLÓGICO AUMENTA A

COMPETITIVIDADE DOS PAPÉIS-TOALHA

BIODEGRADÁVEIS

Fotos: divulgação

54


Ecologically

aware

THE ECOLOGICAL

ASPECT INCREASES

THE COMPETITIVENESS

OF BIODEGRADABLE

PAPER TOWELS

55


S U S T E N T A B I L I D A D E

Transparência e funcionalidade são as

maiores exigências dos consumidores

de papel tissue: com o crescimento

no mercado global, eles buscam mais

transparência nos ingredientes e funcionalidade

aprimorada em lenços de

papel e papéis-toalha descartáveis. As informações

são de um estudo recente da empresa de pesquisa

de mercado, Reportlinker.

De acordo com a pesquisa da Reportlinker, a

crescente demanda por produtos de origem natural,

ecológicos e pouco agressivos ao meio ambiente

contribui para a premiumização do mercado de lenços

e papéis-toalha descartáveis. O aspecto ecológico

aumenta a competitividade dos lenços e papéis-

-toalha biodegradáveis em relação aos produtos de

higiene pessoal e de limpeza tradicionais, como

tecidos reutilizáveis.

Além disso, o uso crescente de substratos à

base de plantas (por exemplo, polpa de madeira) e

T

ransparency and functionality are the biggest

demands of tissue consumers: with growth in

the global market, they seek more transparency

in the ingredients and improved functionality in

disposable facial tissues and paper towels. The

information is from a recent study by the market research

company, Reportlinker.

According to the Reportlinker study, the growing demand

for products of natural origin, ecological, and unaggressive

to the environment contributes to the “premiumization”

in the disposable tissue and paper towel market. The

ecological aspect increases the competitiveness of biodegradable

tissues and paper towels in relation to traditional

sanitary and cleaning products, such as reusable fabrics.

Also, the growing use of plant-based substrates (e.g.,

wood pulp) and additives (such as aloe, cucumber extract,

or melaleuca oil) replacing petroleum-based ingredients

increases the appeal of tissue paper amongst consumers.

This not only makes tissue paper more competitive when

compared to more traditional products, such as reusable

56


A TECNOLOGIA PILANA EXTREME

QUE SÓ A DRV PODE OFERECER

PARA A SUA ECONOMIA

41 3278-8141

www.drvferramentas.com.br

Rua Pedro Dorigo 154, Curitiba, PR 81810500, BR


F E I R A

CONGRESSO

DISCUTE FUTURO

DO SETOR

ABTCP 2019 TRAZ TRÊS DIAS DE DEBATES SOBRE

INOVAÇÕES, INTERAÇÕES TECNOLÓGICAS E

TRANSFORMAÇÕES NA INDÚSTRIA 4.0

Fotos: CELULOSE&PAPEL

62


63


F E I R A

OLII Abtcp (Congresso Internacional

de Celulose e Papel

2019) reúne especialistas,

pesquisadores e profissionais

do setor de papel e celulose

para três dias de debates

sobre inovações, interações tecnológicas e

transformações da cultura organizacional na

indústria 4.0. Com o tema: A tecnologia humanizada:

produtos, inovação, design e cultura

na indústria 4.0; o congresso Abtcp 2019 será

realizado no período de 22 a 24 de outubro,

no Hotel Transamerica, em São Paulo (SP).

“Este congresso oferece uma oportunidade

única de aprendizado e networking, reunindo

especialistas que trarão seus diversos pontos de

vista e experiências para discutir temas centrados

nos negócios do setor de papel e celulose”,

aponta o presidente convidado do congresso

Abtcp 2019, Márcio Bertoldo, Vice-Presidente

de Manufatura da International Paper Brasil na

América Latina.

O evento contará com apresentações de

participantes de destaque no setor de papel e

celulose, como Paulo Hartung, presidente executivo

da IBÁ (Indústria Brasileira de Árvores),

Congress discusses

the sector’s future

ABTCP 2019 PROVIDES THREE DAYS

OF DEBATES ON INNOVATIONS,

TECHNOLOGICAL INTERACTIONS, AND

TRANSFORMATIONS IN INDUSTRY 4.0

T

he 52nd Pulp and Paper International Congress

(Abtcp 2019) brings together specialists,

research scientists, and professionals from

the Pulp and Paper Sector for three days of

debates on innovations, technological interactions, and

transformations of the organizational culture in industry

4.0. With the theme “Humanized Technology: products,

innovation, design, and industry 4.0 culture,” the Abtcp

2019 Congress will be held from October 22 to 24 at

the Transamerica Hotel in Sao Paulo.

“This Congress offers a unique opportunity for

learning and networking, bringing together experts who

will provide their various points of view and experiences

to discuss business-centric issues in the Pulp and Paper

Sector,” says Márcio Bertoldo, Guest Abtcp 2019 Congress

President, and Vice President of Manufacturing for

International Paper Brazil in Latin America.

64


65


ALTA TECNOLOGIA EM

MÁQUINAS E ACESSÓRIOS

Guardanapeira

com uma saída

Fabricação de guardanapo

formato 20cm ou 30cm

Kit Interfolha

• Uma máquina para fabricação de toalha interfolha

duas dobras formato 20cm

• Conjunto empacotador pneumático de logs para

máquina interfolha (enfardadeira)

•Uma máquina serra fita automática ou manual

Fones: 41 3557-5140 | 41 3667-4972 • www.maqpel.ind.br

REVISTA

www.revistabiomais.com.br

A Revista Biomais estreia no mercado

brasileiro com a missão de trazer as

informações mais importantes, relevantes e

atuais sobre biomassa para geração de

energia e fontes renováveis

Atualize suas informações

assinando a REVISTA BIOMAIS!

Central de atendimento

0800 600 2038

pagamentos nos cartões em até 3x sem juros


E N T R E V I S T A

Mercado

dinâmico

Foto: CELULOSE&PAPEL

Leonardo Frota

Dynamic market

Mestre em Desenvolvimento Econômico e professor da PUC (Pontifícia Universidade

Católica do Paraná)

M.Sc. in Economic Development and Professor at Pontifical Catholic University of Paraná

Commodity promissora para o comércio

brasileiro, a celulose enfrenta

possibilidades e desafios no ambiente

nacional e internacional. No cenário

brasileiro, um contexto de mudanças

estratégicas entre os principais participantes

do setor, além de possibilidades de reformas

econômicas pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL),

apresentam perspectivas de aquecimento da economia.

Simultaneamente, o acordo firmado com a UE

(União Europeia), após duas décadas de expectativas,

apresenta novas oportunidades e desafios para

a celulose brasileira no continente que é o segundo

maior destino de celulose brasileira. Em entrevista à

CELULOSE & PAPEL, o economista Leonardo Frota,

aborda o panorama atual do mercado. Confira:

P

romising commodity for Brazilian trade,

pulp faces possibilities and challenges in the

national and international environment. In

the Brazilian scenario, a context of strategic

changes amongst the main participants in the Sector,

besides the possibilities of economic reforms by the Jair

Bolsonaro Government (PSL), present prospects for an

economic recovery. At the same time, the agreement

signed with the European Union, after two decades

of expectations, presents new opportunities and

challenges for Brazilian pulp in the continent, which

is the second-largest destination for Brazilian pulp. In

an interview with CELULOSE & PAPEL, the Economist

Leonardo Frota, discusses the current panorama of the

pulp market. Check out his views below:

68


Celulose: Qual a participação da celulose no

comércio exterior brasileiro? Como esta participação

está evoluindo?

Leonardo: Os dados do Ministério da Economia

mostram que em média a participação da celulose

no total das exportações brasileiras foi de 3,4%

nos últimos dez anos. Recentemente, houve uma

tendência de aumento dessa participação. Por

exemplo, no ano de 2018 ela chegou a 5%.

Celulose: Quais as expectativas de expansão do

comércio de celulose brasileira? No comércio

exterior, o que pode influenciar a expansão da

celulose brasileira?

Leonardo: Olhando os relatórios trimestrais das

empresas brasileiras, vemos que há um sentimento

de cautela no curto prazo e uma perspectiva mais

otimista do médio para o longo prazo. Por um

lado, nesse horizonte mais próximo, os altos níveis

de estoques globais indicam que o preço da celulose

não tem muito espaço para subir – excesso de

capacidade em geral produz uma pressão baixista

nos preços. Outro fator importante no curto prazo:

as incertezas oriundas da guerra comercial entre

EUA (Estados Unidos da América) e China que induzem

um comportamento de aversão ao risco por

parte dos mercados. Ainda assim, no médio prazo,

espera-se que com a diminuição dos estoques – e

da capacidade ociosa – ocorra uma recuperação

das condições que permitam um aumento nos

preços da celulose. Ressalta-se que esse cenário é

dependente da ausência de um aumento substancial

na capacidade produtiva global de celulose

Celulose: No mercado doméstico, o setor de

celulose está vendo mudanças estratégicas nas

principais empresas. Como essas mudanças

deverão afetar o mercado?

Leonardo: Há uma mudança estratégica no sentido

de consolidar fusões entre os principais atores

do mercado. Uma vez que mais de 70% da produção

de celulose brasileira é exportada, a consolidação

do mercado nacional em grandes corporações

pode favorecer a posição dessas empresas em

termos do mercado global da celulose. Podemos

elencar alguns motivos para isso. Primeiro, em

Celulose: What is wood pulp’s share of Brazilian

foreign trade? How is this share evolving?

Leonardo: The data from the Ministry of Economics

show that, on average, the share of cellulose in

total Brazilian exports was 3.4% over the last ten

years. Recently, there has been a tendency for this

share to increase. For example, in 2018, it reached

5%.

Celulose: What are the expectations of expanding

foreign trade in Brazilian pulp? What can

influence the expansion of Brazilian pulp as to

foreign trade?

Leonardo: Looking at the quarterly reports from

Brazilian companies, we see that there is a feeling

of caution for the short term and a more optimistic

perspective for the medium and long term. On the

one hand, on the closest horizon, the high global

stock levels indicate that the pulp price does not

have much room to rise – excess capacity, in general,

produces pressure for lower prices. Another

important factor in the short term is the uncertainties

arising from the trade war between the

United States and China that induce a risk aversion

behavior on the part of the markets. Still, in the medium

term, it is expected that with the reduction in

stocks – and idle capacity – there will be a recovery

of the conditions that allow for an increase in pulp

prices. It is noteworthy that this scenario is dependent

on the absence of a substantial increase in the

overall pulp production capacity.

Celulose: In the domestic market, the Pulp Sector

is seeing strategic changes within the main

companies. How should these changes affect the

market?

Leonardo: There is a strategic shift towards consolidating

mergers amongst the main players in the

market. Since more than 70% of the Brazilian pulp

production is exported, the consolidation of the

national market in large corporations can favor the

position of these companies in terms of the global

pulp market. There are several reasons for this. First,

in general, companies with a larger market share

usually have wider margins as to their costs. This

means that it is easier to generate robust operating

69


Localizado no mesmo

local que:

FAÇA TODAS AS

CONEXÕES DE

NEGÓCIOS DO SETOR

TISSUE NO BRASIL E

AMÉRICA DO SUL

22 A 24 DE OUTUBRO DE 2019

Transamerica Expo Center,

São Paulo, Brazil

A 3ª edição da feira e conferência Tissue World

São Paulo será realizada de 22 a 24 de outubro de

2019.

Um evento fundamental para o setor tissue

regional que recebe mais de 90% dos seus

participantes de países sul-americanos.

Em 2019, a Tissue World de São Paulo será

realizada no mesmo local que o Congresso ABTCP,

oferecendo uma melhor plataforma de networking

para todos os participantes do setor tissue local e

regional.

www.tissueworld.com/saopaulo

Portfolio

Organised by

Official Magazine


Vem aí...

PRÊMIO

2 1

19

>> 28 de outubro de 2019


C A L E N D Á R I O

NOVEMBRO 2019

PAPER WORLD CHINA

Data: 15 a 17

Local: Xangai (China)

Informações: https://paperworldchina.hk

messefrankfurt.com/shanghai/en.html

MARÇO 2020

MOVELSUL

Data: 16 a 19

Local: Bento Gonçalves (RS)

Informações: www.movelsul.com.br

TISSUE WORLD SÃO PAULO

Data: 22 a 24

Local: São Paulo

Informações: www.tissueworld.com/saopaulo

JUNHO 2020

ASIAN PAPER SHOW

Data: 3 a 5

Local: Bancoc (Tailândia)

Informações: www.asianpapershow.com

DEZEMBRO 2019

PAPEREX

Data: 3 a 6

Local: Nova Déli (Índia)

Informações: www.paperex.in

SETEMBRO 2020

PPW (PACKAGING & PROCESS WEEK)

Data: 15 a 18

Local: São Paulo (SP)

Informações: www.abimaq.org.br/

WOODEX

Data: 3 a 6

Local: Moscou (Rússia)

Informações: www.woodexpo.ru

TISSUE WORLD ASIA

Data: 15 a 17

Local: Instambul (Turquia)

Informações: www.tissueworld.com/istanbul/

ASSINE AS PRINCIPAIS

REVISTAS DO SETOR

E FIQUE POR DENTRO

DAS NOVIDADES!

INFORMAÇÃO!

A ALMA DO NEGÓCIO!

www.portalreferencia.com.br

FLORESTAL

CELULOSE

PRODUTOS

MADEIRA

BIOMAIS

LIGUE AGORA PARA NOSSA

CENTRAL DE ATENDIMENTO

0800 600 2038

Pagamento nos Cartões de Crédito em até 3X sem juros


PULP & PAPER

ONE GLOBAL BRAND

FOR YOUR

ENGINEERED SUCCESS

ANDRITZ FABRICS AND ROLLS

O que acontece se você reunir 200

anos de experiência, mais de 500

patentes globais e cerca de 3.300

funcionários em 30 localidades?

Com certeza, o melhor serviço possível

para nossos clientes globais do setor

de celulose e papel.

Xerium Technologies e ANDRITZ

Kufferath passarão a operar sob a

divisão “ANDRITZ Fabrics and Rolls“,

cobrindo as marcas de produtos

Xerium: Huyck, Wangner, Weavexx,

Stowe Woodward, Mount Hope e JJ

Plank-Spencer Johnston, além das

marcas Kufferath.

Descubra como nossas sinergias

globais combinadas e nossos

produtos e serviços inovadores,

podem proporcionar o exclusivo

ENGINEERED SUCCESS.

andritz.com/fabrics-and-rolls

More magazines by this user
Similar magazines