RCIA - ED. 98 - SETEMBRO 2013

tvcomercioeindustria

A equipe do Foto Stúdio em

1947, onde aparecem

Rivadávia (1), Nereu (2),

Djalma (3). Sentadas: Zilda,

Laura e Iolanda

cirurgiã dentista Rose Meire.

Sua descendência completase

com quatro netos: Caroline

Juliana, Emanuel, Beatriz e

Raphael.

Através das molduras

confeccionadas por seu avô

Miguel, Rivas conheceu os

trabalhos do artista plástico J.

Carvalho; foi quando começou

a frequentar aulas na Escola de Belas

Artes de Araraquara. Mas o contato com

o seu primeiro mestre ocorreu por volta de

1945, quando conheceu Francisco De Carli,

que o levou para trabalhar e expor suas

obras em inúmeras cidades do interior, principalmente

em Santos.

Trabalhou ainda na Polícia Civil de São

Paulo fazendo retratos falados. Caricaturando

autoridades e pessoas do povo, comerciantes

amigos e até os próprios filhos, Rivas

convivia com todos os grandes artistas

plásticos da cidade, com os quais mantinha

sólida amizade: Paulo Mascia, Francisco De

Carli e Ernesto Lia.

Com sua arte, pode criar seus cinco filhos.

O artista Rivas semeou talentos em bicos

de pena, óleo, pastel, além de desenhar

caricaturas para revistas, jornais e quadros.

Vendeu milhares de trabalhos no Brasil e

exterior, e incursionou pelo campo do cinema,

ao lado de Wallace Valentin Rodrigues,

quando fotografou e ajudou a dirigir “Aurora

de uma cidade”.

Rivadávia Autullo, o artista-poeta, angelical

e às vezes irreverente, era uma pessoa

alegre e descontraída que dignificou Araraquara

e sua Tabatinga, de onde saiu para o

mundo.

Faleceu aos 83 anos de idade, no dia 23

de julho de 1998, estando sepultado no Cemitério

São Bento. Sua esposa, dona Maria,

reside em nossa cidade.

Seu nome está na rua através da Lei nº

5.183, de 13 de abril de 1999, de autoria do

vereador Mário Joel Malara, sancionada

pelo prefeito Waldemar De Santi, que denomina

“Avenida Rivadávia Autullo” a via pública

do município conhecida como “Rua J”

do loteamento Jardim Dumont, com início

na “Avenida B” e término na “Avenida E”

do mesmo loteamento.

Família Autullo: Laura,

Benedita, Djalma, João

Autullo; em pé, Nereu e

Rivadávia