Revista TOP100 2019

apcomunicacao

Os

Maiores

Distribuidores

do Aftermarket em Portugal

edição 2019

n.º 1 | Ano: 2019 | Periodicidade: Anual | €10

UMA EDIÇÃO


EDITORIAL TOP100

Diretor

João Vieira

joao.vieira@apcomunicacao.com

Editor Executivo

Bruno Castanheira

bruno.castanheira@apcomunicacao.com

Redação

Jorge Flores

jorge.flores@apcomunicacao.com

Joana Calado

joana.calado@apcomunicacao.com

Diretor Comercial

Mário Carmo

mario.carmo@apcomunicacao.com

Departamento Comercial

Paulo Franco

paulo.franco@apcomunicacao.com

Imagem

António Valente

Multimédia

Catarina Gomes

Arte

Hélio Falcão

Serviços administrativos

e contabilidade:

financeiro@apcomunicacao.com

Assinaturas:

assinaturas@apcomunicacao.com

Periodicidade:

Anual

© Copyright

Nos termos legais em vigor, é totalmente

interdita a utilização ou a reprodução desta

publicação, no seu todo ou em parte,

sem autorização prévia e por escrito da

Revista TOP100

Impressão

Lisgráfica – Impressão e Artes Gráficas, S.A.

Rua Consiglieri Pedroso, n.º 90, Casal

de Sta. Leopoldina, 2730 - 053 Barcarena

Tel: 214 345 444 | Fax: 214 345 494

N.º de Registo no ERC: 124.782

Depósito Legal n.º 201.608/03

.es

Parceiro em Espanha

Edição AP COMUNICAÇÃO

Proprietário/Editor

João Vieira - Publicações Unipessoal, Lda.

Contribuinte: 510447953

Sede: Bela Vista Office, Sala 2.29

Estrada de Paço de Arcos, 66 - 66A

2735 - 336 Cacém - Portugal

GPS: 38º45’51.12”N - 9º18’22.61”W

Tel.: +351 219 288 052/4

Fax: +351 219 288 053

Email: geral@apcomunicacao.com

Consulte o estatuto editorial

no site www.jornaldasoficinas.com

Mais um ano de

crescimento

O

setor da distribuição de peças para ligeiros e pesados, equipamentos

e repintura está de parabéns. Pelo sétimo ano consecutivo, continua a

crescer, com a rentabilidade das vendas a manter uma trajetória ascendente

iniciada em 2012. A Revista TOP 100, através da publicação dos rankings

dos maiores distribuidores do pós-venda automóvel em Portugal, tem

acompanhado o crescimento deste mercado e dado voz aos seus protagonistas. Este ano,

decidimos realizar a gala de entrega dos troféus TOP 100 às empresas que figuram nos

quadros de honra dos quatro segmentos acima mencionados antes da publicação da

revista, que, assim, ganhou um novo fôlego e maior protagonismo junto dos players. Para

além da reportagem completa do evento, com fotos dos premiados, voltamos a publicar

muita informação útil sobre estatísticas e dados do mercado, assim como as habituais

reportagens aos principais players do setor. Histórias de sucesso de organizações que se

destacam pela qualidade dos produtos que comercializam, bem como pela estratégia com

que se afirmam no mercado.

O excelente desempenho das empresas presentes nesta edição, reflete o bom momento de

forma que o setor atravessa e a qualidade de gestão implantada pelas organizações que

nele desenvolvem a sua atividade. Nunca é demais recordar que são as empresas quem

mais empregos cria, maior riqueza produz, mais inovação promove e foi graças ao seu

empenho e sacrifício que o aftermarket se tornou mais forte, credível e rentável.

Já muito se disse e escreveu sobre a transformação do aftermarket e das mudanças que

estão a acontecer em toda a cadeia do pós-venda automóvel a um ritmo alucinante. O

desafio está a ser enorme, mas acreditamos que as organizações presentes nos rankings

da Revista TOP 100, pelas provas que têm dado, irão conseguir superar as dificuldades e

continuar a crescer.

Pelo quinto ano consecutivo, voltámos a reconhecer e a premiar os melhores distribuidores

do aftermarket, na tradicional Gala TOP 100, um evento que reuniu os principais

players do setor num ambiente recheado de glamour e boa disposição. Momentos de

confraternização e de boa disposição num cenário magnífico não faltaram, tendo como

pano de fundo um sunset memorável. O apoio e a confiança dos patrocinadores tem-nos

permitido manter a gala num patamar elevado, que nos enche de orgulho e nos motiva a

querer tornar este evento ainda melhor de ano para ano.

Com esta iniciativa, pretendemos dar visibilidade a um setor que cresce e cria riqueza

para o país, emprega muitos milhares de pessoas e é um bom exemplo da capacidade

empreendedora das empresas portuguesas. A organização da Gala TOP 100 responde em

absoluto à nossa maneira de estar no mercado e à forma como gostamos de acrescentar

valor ao setor. É este, aliás, o compromisso que assumimos com os leitores e players que,

desde o início, confiam no nosso trabalho. ◆

Top100 Aftermarket 2019

03


SUMÁRIO TOP100

06

64

108

V Gala top100

as imagens do evento Ímpar

no panorama do pós-venda

automóvel em portugal

48 ROBERTO DA FONSECA

GENERAL MANAGER DA

ARVAL

52 MERCADO

opinião dos players

94 GFK

PNEUS E LUBRIFICANTES

96 LEASEPLAN

caR POLICY BENCHMARK

100 IMT

RELATÓRIO ANUAL daS

INSPEÇÕES TÉCNICAS DE

VEÍCULOS RODOVIÁRIOS

104 DGEG

EStatíSTICAS DE

COMBUSTÍVEIS

RODOVIÁRIOS

18 os 100 maiores

distribuidores de peças

para ligeiros

24 os melhores

distribuidores de

peças para ligeiros

28 os melhores

distribuidores de

peças para pesados

32 os melhores

distribuidores de

equipamentos

36 os melhores

distribuidores

de repintura

40 aS maiores empresas

de pneus

distribuição

do futuro

empresas fazem antevisão

74 ACAP

Estatísticas do setor

automóvel

80 OBSERVATÓRIO DPAI/ACAP

ANÁLISE DO VOLUME

DE NEGÓCIOS DE

MANUTENÇÃO E

REPARAÇÃO DE VEÍCULOS

AUTOMÓVEIS

84 ANECRA

INQUÉRITO DE

CONJUNTURA DA

REPARAÇÃO AUTOMÓVEL

90 AFIA

EVOLUçãO DAS

EXPORtaçÕES DE

COMPONENTES AUTO

42

Entrevista

henrique sánchez, presidente

da uve

TRANSFORMAçãO

DIGITAL

ESTUDO DA QUantalYSE

118 Empresas TOP100

206 as 250 maiores

empresas do setor

automóvel

04 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

05


V GALA TOP100

Troféus ao

Distinção, glamour, boa disposição. A V Gala TOP 100, que se

realizou, no dia 13 de setembro, na Quinta do Monte Redondo, em

Montemor-o-Velho, reconheceu o mérito de 25 distribuidores do

06 Top100 Aftermarket 2019


CERIMÓNIA

pôr-do-sol

aftermarket, divididos por quatro categorias. Os troféus foram

entregues ao pôr-do-sol. Aqui ficam as imagens deste evento ímpar

no panorama do pós-venda automóvel em Portugal

Top100 Aftermarket 2019

07


V GALA TOP100

CERIMÓNIA

O

dia 13 de setembro de 2019, uma

tórrida sexta-feira que foi tudo

menos de azar, ficará gravado

na memória dos mais de 150

convidados que se deslocaram à

Quinta do Monte Redondo, em Montemor-

-o-Velho. A V Gala TOP 100 trouxe diversas

novidades. Este ano, a organização decidiu

antecipar a realização da cerimónia para proporcionar

um programa diferente, num formato,

também ele, diferenciador.

Pelo quinto ano consecutivo, a Revista TOP

100 atribuiu troféus aos maiores distribuidores

do aftermarket automóvel nacional,

divididos por quatro categorias (Peças para

Ligeiros; Peças para Pesados; Equipamentos;

Repintura), que, num contexto nem sempre

fácil, cresceram e apresentaram excelentes

rácios económico-financeiros em 2018. Foi

com enorme satisfação que, este ano, a organização

conseguiu um número recorde de

convidados e de patrocinadores.

ano pela empresa detentora dos títulos Jornal

das Oficinas, Revista dos Pneus, Revista PME

– As Melhores Empresas do Aftermarket em

Portugal e Revista TOP 100 – Os Maiores

Distribuidores do Aftermarket em Portugal.

O momento que antecedeu a entrega dos 25

troféus pertenceu a Guillermo de Llera, responsável

pela IF4, entidade responsável pela

realização do estudo TOP 100, que explicou

às mais de 150 pessoas presentes a metodologia

adotada e os critérios utilizados. Depois

da entrega dos troféus aos distribuidores inseridos

nos quadros de honra das respetivas

categorias, seguiu-se um jantar no exterior, ao

som da música do DJ convidado e tendo como

pano de fundo o sunset. A terminar, um agradecimento

especial aos patrocinadores da V

Gala TOP 100: SKF, euroPARTNER, Grupo

TRUSTAUTO, Bahco, Safetykleen, Pro4matic,

Quinta do Monte Redondo, Arnott, KYB

Iberia, Japanparts Group e UFI/Sofima. Aqui

ficam as imagens deste evento memorável. ◆

1

2

Aftermarket em traje de gala

Com apresentação a cargo de Bruno Castanheira,

editor executivo da AP Comunicação,

a V Gala TOP 100 iniciou-se com a receção

dos convidados e um cocktail de boas-vindas.

Seguiu-se, depois, o discurso de abertura de

João Vieira, diretor da AP Comunicação. Mário

Carmo, diretor comercial da AP Comunicação,

foi quem usou mais tarde da palavra

para apresentar as novidades lançadas este

3

4

1 João Vieira, diretor da AP

Comunicação 2 Anabela Bárbara e

Mariana Fernandes, da KROFtools 3

Vanessa Barros e José Correia, da AS Parts

4 Helena Gonçalves e Manuel Cardoso

Freitas, da Algarchapa 5 Goswin de Rouw

e Yvette Koehorst, da Arnott Europe

6 Bruno Pereira, da LTintas

5

6

08 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

09


V GALA TOP100

2 3 4

1

5

1 Nuno Wheelhouse Reis e Catarina Gomes, da RedeInnov

2 João Vieira recebe Sandra Carvalho e Ricardo Carvalho,

da Viapesados 3 Bruno Castanheira, editor executivo da AP

Comunicação 4 Carla Loureiro e Miguel Susano, da DMS

Trucks 5 Flávia Marques e Saulo Saco, da Leirilis

6 Hélder Pereira, da MANN-FILTER 7 Alzira Reis

e Carlos Gonçalves, da Filourém 8 Ilda Vicente

e José Santos, da Lusavouga

9 Diogo Bordalo, da Servidiesel

10 Joaquim Perera e José

Boavida, da Corteco

6

8

7

9

11

11 Irina Alpalhão e Jorge Zózimo, da Polivalor

12 Paulo Spínola e Nelly Valkanova, da ARAN, com

Guillermo de Llera, da IF4 13 Carlos Almeida e

Alexandra Afonso, da ACAP 14 Paulo Torres

e Albano Melo, da Vieira & Freitas 15 José

Correia, da AS Parts, com Alzira Reis

e Carlos Gonçalves, da Filourém

10

16 Joana Santo e Joaquim

Candeias, do bilstein group 13

Portugal 17 Paula Nunes

e José Mira, da MGES

18 José Alberto,

da Bragalis

14

15

12

16

17 18

10 Top100 Aftermarket 2019


1 2

3

4

1 Olga Oliveira e José Carlos Oliveira, da Visoparts

2 Guillermo de Llera e Maria Teixeira, da IF4

3 Pedro Costa e Nelson Costa, da PCC 4 Paulo Vale e Nuno

Durão, da Pro4matic 5 António Garrido e Bruno Fernandes,

da Lusilectra 6 Cila Bordalo e Diogo Bordalo, da Servidiesel

7 Irene de Jesus e Pedro de Jesus, da Cometil

5

7

6

8

9

8 Daniela Marques e Paulo Silva, da PD Auto

9 João Cardoso, da Continental

10 Tiago Domingos e Manuel Pena, da Auto Delta

11 Silvana Andrade, Marco Gandra, Filipa Silva

e Pedro Gandra, da Auto Acessórios Formigosa

12 Samuel Nunes e Miguel Batista, da Samiparts

10

11 12

Top100 Aftermarket 2019

11


2 3

1

V GALA TOP100

CERIMÓNIA

4

1 Ricardo Almeida, Carlos Alberto

e João Manuel, da Vicauto

2 Sónia Rodrigues e José Manuel

Costa, da Kikai Eventos 3 Manuel

Silva, da Lovistin 4 Daniel Martins e

Joel Lebre, da Motorbus 5 Maria de

Lurdes Regueira e Joaquim Regueira, da

3R Parts 6 Mário Carmo, diretor comercial

da AP Comunicação 7 Ângelo Magalhães

e Agostinho Matos, da Centrocor 8 Ricardo

Caldas, da Dayco

5

6

8

C

M

7

Y

9

CM

MY

CY

CMY

K

9 Célia Brito e Manuel

Cardoso, da Global Parts

10 Ricardo Almeida,

da Vicauto, e Amadeu

Fernandes, da Spanjaard

1 1 José António Guerra e

Raul Pacho, da TAB Spain

12 João Vieira à conversa com

Manuel Guedes Martins e

Marcelina Martins, da MGM

11 12

10

12 Top100 Aftermarket 2019


Nova gama de

direção e suspensão

Nova gama de

direção e suspensão

Para os distribuidores a trabalhar com a SKF, uma oferta

completa de chassis significa não só produtos fiáveis de

qualidade premium, mas também a possibilidade de

consolidação de fornecedor, menos processos

administrativos e melhores condições de encomenda.

A oferta também contém dados de produto fiáveis,

embalamento robusto e produtos devidamente

identificados, Para distribuidores tornando a seleção trabalhar de com referências a SKF, uma mais oferta fácil

enquanto, completa Para os distribuidores ao de mesmo chassis significa tempo, a trabalhar torna não só com os produtos procedimentos

a SKF, fiáveis uma oferta de

mais qualidade completa fáceis de para premium, chassis os mecânicos. significa mas também não só a produtos possibilidade fiáveis de de

consolidação qualidade premium, de fornecedor, mas também menos a processos possibilidade de

administrativos consolidação de e fornecedor, melhores condições menos processos de encomenda.

A administrativos oferta também e melhores contém dados condições de produto de encomenda. fiáveis,

embalamento A oferta também robusto contém e produtos dados de devidamente produto fiáveis,

identificados, embalamento tornando robusto e a produtos seleção de devidamente referências mais fácil

Install Confidence

www.vsm.skf.com

enquanto, identificados, ao tornando mesmo tempo, a seleção torna de os referências procedimentos mais fácil

mais enquanto, fáceis ao para mesmo os mecânicos. tempo, torna os procedimentos

® SKF é uma marca registada do grupo SKF | © Grupo SKF 2016

mais fáceis para os mecânicos.

Install Confidence

www.vsm.skf.com

Install Confidence

www.vsm.skf.com

® SKF é uma marca registada do grupo SKF | © Grupo SKF 2016

® SKF é uma marca registada do grupo SKF | © Grupo SKF 2016

Top100 Aftermarket 2019

va gama de

eção e suspensão

ribuidores a trabalhar com a SKF, uma oferta

chassis significa não só produtos fiáveis de

remium, mas também a possibilidade de

o de fornecedor, menos processos

ivos e melhores condições de encomenda.

bém contém dados de produto fiáveis,

to robusto e produtos devidamente

s, tornando a seleção de referências mais fácil

o mesmo tempo, torna os procedimentos

para os mecânicos.

13

onfidence

.skf.com

arca registada do grupo SKF | © Grupo SKF 2016


V GALA TOP100

4

1

2

5

3 1 Miguel Ivo Gomes e Rui Figueira,

da Bahco 2 Paulo Agostinho,

da AleCarPeças, Vanessa Carvalho,

da SKF, Grisélia Afonso, da SKF,

e Fernando Moreira, da AleCarPeças

3 Nuno Guerra, da Polibaterias 4 Amílcar

Nascimento, da Exide 5 Pedro Batalha,

Manuel Félix, António Alves e Fábio Bento,

da Euro Tyre 6 Flávio Menino,

da Autozitânia 7 Carlos Silva, da KRAUTLI

Portugal 8 Nuno Paquete e Juan Santos,

da Bombóleo

6

7

8

9

10

11

9 Rodrigo Serrano e Virgílio

Maia, da Axalta 10 José Carvalho,

Carlos Costa e José Vaz, da Romafe

11 Grupo TRUSTAUTO em peso:

João Moreira e Ana Nóvoa Moreira,

da Espogama; Joaquim Regueira e

Maria de Lurdes Regueira, da 3R Parts;

Pedro Sousa, da AFKT, S.A.; Fátima

Barbosa, da Turbopeças; Paulo Leitão, da

Centralbat 12 João Vieira e Dário Afonso,

da ACM

12

14 Top100 Aftermarket 2019


V GALA TOP100

2

1

3

4 5

6

1 Pedro Pinheiro, da Safetykleen 2 Pedro Sousa

e Paulo Leitão, do Grupo TRUSTAUTO 3 Manuel

Félix, da Euro Tyre 4 Nuno Durão, da Pro4matic e

Yvette Koehorst, da Arnott Europe 5 Miguel Ivo

Gomes e Rui Figueira, da Bahco 6 Grisélia Afonso

e Vanessa Carvalho, da SKF 7 Goswin de Rouw,

da Arnott Europe, e Nuno Durão, da Pro4matic

8 Grisélia Afonso, da SKF, Manuel Félix, da

Euro Tyre, Paulo Leitão, do Grupo TRUSTAUTO,

Miguel Ivo Gomes, da Bahco, Pedro Pinheiro,

da Safetykleen, Nuno Durão, da Pro4matic, e

Goswin de Rouw, da Arnott Europe

7

8

9

16 Top100 Aftermarket 2019


YES WE HAVE

Mais de 30.000 referências • 172 linhas de produto • gama Asiática, Europeia e Americana

NOVO ARMAZÉM

PARA UM TOTAL

DE 60.000 METRO

QUADRADOS

ESTAMOS

EXPANDINDO

A GAMA

EUROPEA

Novos Catalogos 2019

Confira nosso site:

www.japanpartsgroup.com

Top100 Aftermarket 2019

17


MERCADO TOP100

DISTRIBUIDORES

Peças para

Ligeiros

Os 100 maiores Distribuidores de Peças para Ligeiros faturaram, em 2018, 968 milhões

de euros e empregaram 4.318 pessoas, pelo que obtiveram uma produtividade

média de 224 mil euros por trabalhador. Valor estabilizado nos últimos anos, indicando que

o crescimento de vendas e emprego aumentaram de forma similar

18 Top100 Aftermarket 2019


O

exercício de 2018 foi muito

positivo para este conjunto empresarial,

que cresceu em todas

as variáveis.

l A faturação cresceu 6,9%, os Ativos 5,6% e

os Capitais 11%;

l Aumento dos Resultados Líquidos, obtendo

Rentabilidades Médias de 4,1% das Vendas e

12,1% dos Capitais;

l Uma das 100 maiores empresas tem Capitais

Próprios negativos e três delas obtiveram

prejuízos no exercício;

l Foram criados 284 empregos (aumento de

7%).

l A atividade exportadora é importante no setor,

representando 6,2% da faturação (embora

diminuindo face aos anos anteriores).

Neste exercício, a Sofrapa consolidou a liderança

em Volume de Negócios, Exportação e

Emprego, enquanto a Centrauto liderou em

Ativos, Capitais e Resultados Líquidos, tendo

sido, também, a maior geradora de Valor

Acrescentado Bruto. ◆

Top100 Aftermarket 2019

19


MERCADO TOP100

MAIORES DISTRIBUIDORES DE PEÇAS PARA LIGEIROS 2018

N.º

EMPRESA DISTRITO VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LÍQ. 2018 CAP. PRÓP. 2018 VAB 2018 N.º TRAB. 2018

1 SOFRAPA AUTOMOVÉIS, S.A. Lisboa 71.089 60.527 43.375 1.291 6.950 7.345 269

2 MCOUTINHO - Peças e Reparação Automóvel, S.A. Porto 46.161 40.650 18.250 442 6.736 3.509 116

3 CREATE BUSINESS - Com. e Gestão Peças Auto e Acess., S.A. Lisboa 42.875 37.748 11.634 295 1.998 866 12

4 CENTRAUTO - Componentes Auto, Lda. Aveiro 42.010 40.426 72.291 6.592 43.561 11.875 132

5 VAUNER TRADING, S.A. Porto 39.288 38.490 28.162 1.779 14.154 7.489 154

6 EURO TYRE - Comercialização de Pneus, Lda. Coimbra 38.939 34.518 14.447 4 528 2.196 43

7 AUTOZITÂNIA - Acessórios e Sobressalentes, S.A. Lisboa 34.853 32.677 26.813 1.725 14.488 5.461 92

8 AS PARTS - Centro de Peças e Acessórios, S.A. Porto 30.577 26.835 18.208 1.429 7.118 4.275 114

9 J.P.L.R. 1 UNIPESSOAL, Lda. Aveiro 29.752 27.808 23.526 1.379 9.660 5.768 227

10 TRW AUTOMOTIVE PORTUGAL, Lda. Lisboa 27.877 27.714 10.974 656 4.607 2.955 53

11 CAETANO PARTS, Lda. Porto 25.237 26.040 6.586 372 1.467 3.633 87

12 AUTO DELTA - Com. Peças, Acessórios e Automóveis, Lda. Leiria 24.872 22.608 18.131 1.881 12.706 5.015 95

13 KRAUTLI PORTUGAL - Equipamentos para Veículos, Lda. Lisboa 20.479 19.041 12.448 572 4.120 3.703 69

14 BOMBÓLEO, Lda. Lisboa 20.157 20.095 14.076 241 3.434 2.182 53

15 AD LOGISTICS, S.A. Lisboa 16.513 17.610 15.910 31 1.589 2.759 121

16 FERDINAND BILSTEIN PORTUGAL, S.A. Lisboa 16.095 15.920 10.408 306 5.966 1.613 35

17 EUROPEÇAS, S.A. Lisboa 15.509 14.551 12.218 221 4.448 3.261 95

18 SOULIMA - Comércio de Peças, S.A. Lisboa 14.466 14.911 9.003 221 3.720 2.085 59

19 BRAGALIS - Peças e Acessórios para Automóveis, S.A. Braga 13.370 12.677 10.175 391 3.121 1.820 43

20 FIMAG - Importação e Comércio de Acessórios, Lda. Braga 13.201 13.222 12.577 1.239 9.809 2.726 53

21 CARDOSO & MAIA - Peças e Acessórios para Automóveis, S.A. Porto 12.732 13.045 14.237 53 6.132 3.464 164

22 LEIRILIS - Acessórios e Peças para Automóveis, S.A. Leiria 12.361 11.600 9.442 608 4.506 2.486 60

23 SANTOGAL PEÇAS - Dist. e Com. Componentes Auto, S.A. Lisboa 11.989 11.542 2.331 290 396 1.874 35

24 NORPARTS, Lda. Lisboa 11.687 9.689 5.920 189 1.665 1.610 53

25 SOC. IMPORTADORA ROMAFE, S.A. Porto 11.232 9.954 11.861 557 10.180 2.399 48

26 AUTO SILVA ACESSÓRIOS, S.A. Porto 10.604 10.556 9.086 563 5.555 2.339 51

27 A. VIEIRA, S.A. Braga 10.558 10.997 8.930 489 5.046 2.348 61

28 SANDIA STAND - Acessórios Auto, Lda. Faro 10.391 9.083 6.170 790 4.278 2.722 64

29 VIEIRA & FREITAS, Lda. Braga 10.086 8.829 8.042 1.144 6.996 2.597 39

30 ARSIPEÇAS AUTO, Lda. Aveiro 9.988 7.854 5.170 294 1.581 4.122 54

31 NEWONEDRIVE - Comércio de Peças Auto, S.A. Setúbal 9.947 9.780 3.856 107 1.696 1.320 43

32 IBEROTURBO, Lda. Lisboa 8.446 8.939 5.330 197 2.153 782 16

33 ATLANTIC PARTS - Distribuição de Peças Auto, S.A. Lisboa 8.423 8.207 5.925 -16 2.614 530 19

34 RODAPEÇAS - Pneus e Peças, S.A. Leiria 8.312 7.437 4.870 238 2.228 1.806 77

35 HUMBERPEÇAS - Comércio de Acess. para Automóveis, Lda. Aveiro 8.188 6.745 6.475 170 1.508 1.393 63

36 M.F. PINTO - Import. e Export. de Peças Automóveis, S.A. Lisboa 7.997 7.558 5.783 221 3.069 892 28

37 ISUVOL - Import. e Comércio de Peças e Acess. Auto, Lda. Santarém 7.827 6.717 6.479 321 2.952 1.810 55

38 SONICEL - Acessórios e Sobressalentes, S.A. Lisboa 7.326 8.142 4.335 40 1.236 588 12

39 ALECARPEÇAS - Acessórios de Automóveis, Lda. Lisboa 7.223 7.005 3.980 401 2.062 1.362 36

40 J. SOARES & RODRIGUES, Lda. (Soarauto) Braga 6 358 5 781 4 029 293 1 398 1 352 46

41 INOVPEÇAS, S.A. Porto 5.989 4.869 4.083 277 1.167 1.157 44

42 RODRIGUES & CARVALHO, Lda. (Acessórios Selcar) Lisboa 5.540 5.712 5.652 420 4.737 1.400 35

43 ADELINO PEDRO - Comércio de Peças Automóvel, Lda. Açores 5.410 4.821 3.352 19 1.703 831 36

44 AUTO RECTO - Acessórios para Automóveis, Lda. Porto 4.925 5.034 5.275 520 4.478 1.177 20

45 AUTOPEÇAS CAB - Acessórios e Lubrificantes, Lda. Setúbal 4.766 4.599 3.265 64 2.319 1.242 45

46 AUTO PEÇAS BARLAVENTO, Lda. Faro 4.646 4.638 2.459 63 929 923 34

47 EMPILHAPEÇAS - Com. Peças e Comp. p/ Empilhadores, Lda. Porto 4.576 3.945 3.506 404 2.259 1.438 8

48 3.0 INNOVATIVE AFTERMARKET GROUP, S.A. (RedeInnov) Porto 4.540 3.230 1.046 149 300 397 4

49 AUTO TORRE DA MARINHA - Com. e Peças para Auto, Lda. Setúbal 4.459 4.015 3.407 345 1.748 1.232 25

50 DAVASA Sucursal em Portugal Lisboa 4.406 4.582 10.369 51 -1.302 607 22

20 Top100 Aftermarket 2019


N.º

EMPRESA DISTRITO VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LÍQ. 2018

CAP. PRÓP.

2018

VAB 2018 N.º TRAB. 2018

51 LUBRINORDESTE - Peças e Acessórios, Lda. Vila Real 4.342 3.603 2.785 182 986 1.006 32

52 GRANMOTOR - Comércio de Peças Auto, Lda. Lisboa 4.123 4.159 2.168 98 802 826 25

53 PEÇASRAM - Comércio de Peças e Acessórios, Lda. Madeira 4.037 3.335 2.699 281 2.013 1.333 46

54 GAIAFOR - Comércio de Peças Auto, Lda. Porto 3.998 3.252 2.250 20 789 639 29

55 PAULO & DANIELA - Com. de Peças Auto, Lda. (PD Auto) Braga 3.965 3.519 2.762 317 1.080 901 30

56 JAPOPEÇAS - Comércio de Peças e Automóveis, Lda. Aveiro 3.949 4.115 4.376 453 3.933 1.017 17

57 INFINIAUTO - Import. e Com. Peças Auto, Unip., Lda. Porto 3.880 3.585 7.203 319 5.595 968 34

58 MONDEGOPEÇAS - Com. de Acessórios Automóveis, Lda. Coimbra 3.713 3.257 2.705 193 1.240 876 28

59 TURBOMAX - Comércio de Componentes Auto, Lda. Setúbal 3.664 3.191 2.736 307 1.873 1.071 23

60 AUTO FORNECEDORA - Acessórios, Lda. Porto 3.650 3.870 3.610 99 2.874 653 17

61 MANUEL PEREIRA DE SOUSA, Lda. (Sousa dos Radiadores) Porto 3.586 3.613 5.226 637 4.737 1.514 29

62 HOJER ELECTROMECÂNICA - Sobress. Auto e Industriais, Lda. Santarém 3.524 3.364 4.156 39 1.560 499 31

63 PHAARMPEÇAS, Unipessoal, Lda. Viseu 3.494 3.024 1.926 123 743 735 29

64 FILOURÉM - Comércio de Peças Auto, Lda. Santarém 3 394 3 494 2 218 57 1 193 493 19

65 TISOAUTO - Peças, Acess. e Reparação de Automóveis Porto 3.350 3.361 1.757 117 837 658 40

66 AUTO PEÇAS DA GAFANHA DA NAZARÉ, Lda. Aveiro 3.318 3.382 2.399 -36 412 433 24

67 MACOS Extras e Acessórios para Automóveis, Lda. Porto 3.263 3.208 3.466 386 2.905 943 23

68 MENAPEÇAS - Com. e Import. de Peças e Acess. Auto, S.A. Lisboa 3.220 3.830 3.832 66 3.465 771 28

69 VISELDIESEL - Peças e Acessórios, Lda. Viseu 3.103 2.617 1.917 8 486 497 17

70 AUTOZITÂNIA II - Veículos e Peças, S.A. Lisboa 3.098 3.199 2.590 187 2.258 807 17

71 RUI & PAULO ALMEIDA, Lda. (RPA) Lisboa 3.089 3.050 2.646 67 593 663 30

72 NIPOCAR - Importação e Comércio, Lda. Porto 3.033 2.837 4.041 307 3.364 976 25

73 BARCELPEÇAS - Comércio de Peças para Automóveis, Lda. Braga 2.966 2.765 2.644 163 1.803 533 26

74 X-ACTION, Lda. Coimbra 2.946 2.662 1.498 35 463 528 23

75 FRANCECAR - Peças Automóveis, Lda. Viseu 2.909 2.868 2.048 117 1.689 557 17

76 POLIBATERIAS - Comércio e Distribuição, Lda. Setúbal 2.887 2.554 1.770 25 662 376 8

77 MCS - Peças e Acess. para Auto. e Camiões, Unip., Lda. Lisboa 2.814 2.444 1.682 196 863 710 20

78 CYR - Comércio Ibérico de Rolamenos, Lda. Lisboa 2.798 2.685 2.812 157 1.133 752 21

79 SÁ GOMES, S.A. (Auto Esfera) Braga 2.789 2.919 2.744 48 2.071 488 22

80 AÇORPEÇAS - Peças e Acessórios para Automóveis, Lda. Ponta Delgada 2.739 2.420 1.984 196 1.824 572 22

81 SAMIPARTS - Comércio de Peças Auto, Lda. Leiria 2.733 2.541 1.916 54 687 583 23

82 ELPS, Lda. Madeira 2.682 2.776 2.062 174 829 576 15

83 JOSÉ MANUEL RODRIGUES FORTUNATO - Soc. Uni., Lda. Castelo Branco 2.572 2.430 1.780 143 1.102 609 20

84 MOTORMÁQUINA - Comércio de Máquinas e Peças, Lda. Lisboa 2.520 2.381 3.173 88 2.649 519 15

85 GULOSIPEÇAS - Peças e Acessórios Auto, Lda. Viana do Castelo 2.500 2.361 1.560 108 704 500 20

86 P. P. T. - Peças Auto de Braga, Lda. Braga 2.414 2.107 1.198 88 314 575 19

87 ORCOPEÇAS - Org. Com. de Peças e Acessórios Auto, Lda. Santarém 2.374 2.299 1.910 2 1.575 551 22

88 ALGARCHAPA - Comércio de Peças para Automóveis, Lda. Faro 2.308 2.159 1.402 155 851 613 21

89 RUGEMPEÇAS, Lda. Lisboa 2.275 2.081 1.192 195 1.031 515 16

90 2M1J - SOLUÇÕES AUTO, Lda. (N Peças) Lisboa 2.272 2.116 1.036 5 231 335 17

91 M.C.D. GARCIA, Lda. Lisboa 2.183 2.154 1.180 147 927 465 17

92 GANDRA & FILHOS, Lda. (Auto Acessórios Formigosa) Viana do Castelo 2.158 2.306 1.977 80 665 429 17

93 DINGIPEÇAS - Comércio de Peças Automóveis, Lda. Leiria 2.150 1.984 1.645 1 676 472 22

94 RPL CLIMA - Ar Condicionado para Automóveis, Lda. Faro 2.134 2.104 1.579 205 922 584 11

95 SIMPORAL - Soc. Importadora Peças Automóveis, Lda. Lisboa 2.118 1.974 1.327 155 773 748 16

96 PEÇASLIMIA - Com. Peças e Acessórios Automóveis, Lda. Braga 2.001 1.915 1.107 94 540 495 19

97 TORRESPEÇAS - Comércio de Peças para Automóveis, Lda. Lisboa 1.955 2.000 2.833 -118 1.892 232 13

98 GRANLOURES - Comércio de Peças Auto, Lda. Lisboa 1.908 1.819 571 29 171 364 13

99 AGOSTIAUTO - Com. Peças e Acessórios para Automóveis, Lda. Setúbal 1.907 1.743 762 14 392 467 14

100 DDS - Acessórios Automóveis, Lda. Porto 1.891 1.807 2.088 73 808 332 8

Top100 Aftermarket 2019

21


MERCADO TOP100

EVOLUÇÃO do VOLUME de NEGÓCIOS: DISTRIBUIDORES de peças para ligeiros 2018

N.º EMPRESA DISTRITO

VOL. NEG.

2018

CRESC. VOL.

NEG. (18/17

VOL. NEG. 2017

CRESC. VOL.

NEG. (17/16)

VOL. NEG. 2016

CRESC. VOL.

NEG. (16/15)

1 3.0 INNOVATIVE AFTERMARKET GROUP, S.A. (RedeInnov) Porto 4.540 40,6 3.230 33,3 2.423 - -

2 ARSIPEÇAS AUTO, Lda. Aveiro 9.988 27,2 7.854 12,2 7.002 14,0 6.140

3 INOVPEÇAS, S.A. Porto 5.989 23,0 4.869 30,6 3.727 33,0 2.802

4 GAIAFOR - Comércio de Peças Auto, Lda. Porto 3.998 22,9 3.252 10,3 2.949 26,5 2.331

5 HUMBERPEÇAS - Com. Acessórios para Automóveis, Lda. Aveiro 8.188 21,4 6.745 14,7 5.878 17,5 5.003

6 PEÇASRAM - Comércio de Peças e Acessórios, Lda. Madeira 4.037 21,0 3.335 5,4 3.165 14,4 2.767

7 NORPARTS, Lda. Lisboa 11.687 20,6 9.689 13,5 8.536 19,7 7.130

8 LUBRINORDESTE - Peças e Acessórios, Lda. Vila Real 4.342 20,5 3.603 -1,3 3.650 12,0 3.260

9 VISELDIESEL - Peças e Acessórios, Lda. Viseu 3.103 18,6 2.617 13,5 2.306 24,2 1.856

10 SOFRAPA AUTOMOVÉIS, S.A. Lisboa 71.089 17,5 60.527 47,4 41.060 24,9 32.867

11 ISUVOL - Import. e Com. Peças e Acessórios Auto, Lda. Santarém 7.827 16,5 6.717 15,8 5.800 20,9 4.798

12 EMPILHAPEÇAS - Com. Peças e Comp. p/Empilhadores, Lda. Porto 4.576 16,0 3.945 6,8 3.693 9,2 3.382

13 PHAARMPEÇAS, Unipessoal, Lda. Viseu 3.494 15,5 3.024 14,1 2.651 15,6 2.294

14 MCS - Peças e Acess. para Automóveis e Camiões, Unip., Lda. Lisboa 2.814 15,1 2.444 8,0 2.263 16,5 1.943

15 TURBOMAX - Comércio de Componentes Auto, Lda. Setúbal 3.664 14,8 3.191 9,3 2.919 4,6 2.790

16 P. P. T. - Peças Auto de Braga, Lda. Braga 2.414 14,6 2.107 4,3 2.020 9,7 1.842

17 SANDIA STAND - Acessórios Auto, Lda. Faro 10.391 14,4 9.083 16,1 7.826 15,8 6.756

18 VIEIRA & FREITAS, Lda. Braga 10.086 14,2 8.829 9,9 8.034 16,6 6.891

19 MONDEGOPEÇAS - Com. de Acess. para Auto., Lda. Coimbra 3.713 14,0 3.257 23,0 2.648 22,1 2.169

20 AS PARTS - Centro de Peças e Acessórios, S.A. Porto 30.577 13,9 26.835 5,2 25.510 8,5 23.512

21 CREATE BUSINESS - Com. e Gestão de Peças Auto e Acess., S.A. Lisboa 42.875 13,6 37.748 13,4 33.278 8,4 30.690

22 MCOUTINHO - Peças e Reparação Automóvel, S.A. Porto 46.161 13,6 40.650 2,2 39.784 18,0 33.728

23 AÇORPEÇAS - Peças e Acessórios para Automóveis, Lda. Ponta Delgada 2.739 13,2 2.420 1,3 2.390 12,7 2.120

24 POLIBATERIAS - Comércio e Distribuição, Lda. Setúbal 2.887 13,0 2.554 26,6 2.018 9,1 1.850

25 SOC. IMPORTADORA ROMAFE, S.A. Porto 11.232 12,8 9.954 4,2 9.551 2,7 9.298

26 EURO TYRE - Comercialização de Pneus, Lda. Coimbra 38.939 12,8 34.518 -8,0 37.521 -1,8 38.200

27 PAULO & DANIELA - Comércio de Peças Auto, Lda. (PD Auto) Braga 3.965 12,7 3.519 16,2 3.028 15,1 2.631

28 ADELINO PEDRO - Com. de Peças Auto, Lda. (APL Expresso) Açores 5.410 12,2 4.821 5,2 4.582 27,8 3.584

29 RODAPEÇAS - Pneus e Peças, S.A. Leiria 8.312 11,8 7.437 7,8 6.902 7,0 6.451

30 AUTO TORRE DA MARINHA - Com. Peças para Automóveis, Lda. Setúbal 4.459 11,1 4.015 9,5 3.666 - 3.196

31 X-ACTION, Lda. Coimbra 2.946 10,7 2.662 7,0 2.488 1,2 2.458

32 AUTO DELTA - Com. de Peças, Acess. e Automóveis, Lda. Leiria 24.872 10,0 22.608 10,3 20.500 14,2 17.953

33 J. SOARES & RODRIGUES, Lda. (Soarauto) Braga 6.358 10,0 5.781 15,3 5.014 17,0 4.286

34 AGOSTIAUTO - Com. Peças e Acess. para Automóveis, Lda. Setúbal 1.907 9,4 1.743 6,0 1.645 6,1 1.550

35 RUGEMPEÇAS, Lda. Lisboa 2.275 9,3 2.081 12,0 1.858 5,6 1.760

36 DINGIPEÇAS - Comércio de Peças Automóveis, Lda. Leiria 2.150 8,4 1.984 7,7 1.843 12,7 1.635

37 INFINIAUTO - Import. e Com. de Peças Auto, Unip., Lda. Porto 3.880 8,2 3.585 -3,4 3.711 -1,2 3.755

38 SAMIPARTS - Comércio de Peças Auto, Lda. Leiria 2.733 7,6 2.541 -1,2 2.573 11,7 2.304

39 KRAUTLI PORTUGAL - Equipamentos para Veículos, Lda. Lisboa 20.479 7,6 19.041 4,1 18.289 5,9 17.274

40 2M1J - SOLUÇÕES AUTO, Lda. (N Peças) Lisboa 2.272 7,4 2.116 11,3 1.902 14,8 1.657

41 SIMPORAL - Soc. Import. de Peças para Automóveis, Lda. Lisboa 2.118 7,3 1.974 6,9 1.846 11,6 1.654

42 BARCELPEÇAS - Comércio de Peças para Automóveis, Lda. Braga 2.966 7,3 2.765 3,5 2.671 17,8 2.267

43 J.P.L.R. 1 Unipessoal, Lda. Aveiro 29.752 7,0 27.808 5,4 26.376 9,8 24.019

44 NIPOCAR - Importação e Comércio, Lda. Porto 3.033 6,9 2.837 0,0 2.837 13,1 2.509

45 ALGARCHAPA - Comércio de Peças para Automóveis, Lda. Faro 2.308 6,9 2.159 16,1 1.860 -7,1 2.002

46 AUTOZITÂNIA - Acessórios e Sobressalentes, S.A. Lisboa 34.853 6,7 32.677 17,9 27.724 10,7 25.052

47 EUROPEÇAS, S.A. Lisboa 15.509 6,6 14.551 4,2 13.970 9,6 12.742

48 LEIRILIS - Acessórios e Peças para Automóveis, S.A. Leiria 12.361 6,6 11.600 12,0 10.355 12,4 9.216

VOL. NEG. 2015

22 Top100 Aftermarket 2019


N.º EMPRESA DISTRITO

VOL. NEG.

2018

CRESC. VOL.

NEG. (18/17

VOL. NEG. 2017

CRESC. VOL.

NEG. (17/16)

VOL. NEG. 2016

CRESC. VOL.

NEG. (16/15)

49 GULOSIPEÇAS - Peças e Acessórios Auto, Lda. Viana do Castelo 2.500 5,9 2.361 1,8 2.319 14,6 2.023

50 JOSÉ MANUEL RODRIGUES FORTUNATO - Soc. Unipessoal, Lda. Castelo Branco 2.572 5,8 2.430 1,7 2.390 12,1 2.132

51 MOTORMÁQUINA - Comécio de Máquinas e Peças, Lda. Lisboa 2.520 5,8 2.381 3,2 2.308 3,7 2.226

52 M.F. PINTO - Import. e Exportação Peças Automóveis, S.A. Lisboa 7.997 5,8 7.558 15,3 6.555 -5,9 6.969

53 BRAGALIS - Peças e Acessórios para Automóveis, S.A. Braga 13.370 5,5 12.677 8,3 11.710 11,1 10.540

54 GRANLOURES - Comércio de Peças Auto, Lda. Lisboa 1.908 4,9 1.819 0,9 1.802 9,3 1.649

55 HOJER ELECTROMECÂNICA - Sobress. Auto e Industriais, Lda. Santarém 3.524 4,8 3.364 7,9 3.119 -0,4 3.131

5656 DDS - Acessórios Automóveis, Lda. Porto 1.891 4,6 1.807 3,5 1.746 0,2 1.743

57 PEÇASLIMIA - Comércio Peças e Acess. para Automóveis, Lda. Braga 2.001 4,5 1.915 7,9 1.775 4,4 1.700

58 CYR - Comércio Ibérico de Rolamenos, Lda. Lisboa 2.798 4,2 2.685 17,6 2.283 15,5 1.977

59 CENTRAUTO - Componentes Auto, Lda. Aveiro 42.010 3,9 40.426 1,0 40.045 5,8 37.832

60 SANTOGAL PEÇAS - Dist. e Com. Componentes Auto, S.A. Lisboa 11.989 3,9 11.542 -22,4 14.876 3,2 14.414

61 AUTOPEÇAS CAB - Acessórios e Lubrificantes, Lda. Setúbal 4.766 3,6 4.599 4,8 4.387 -2,8 4.512

62 ORCOPEÇAS - Org. Com. Peças e Acessórios Automóveis, Lda. Santarém 2.374 3,3 2.299 -2,6 2.361 2,5 2.304

63 ALECARPEÇAS - Acessórios de Automóveis, Lda. Lisboa 7.223 3,1 7.005 25,9 5.565 31,3 4.240

64 ATLANTIC PARTS - Distribuição de Peças Auto, S.A. Lisboa 8.423 2,6 8.207 2,1 8.036 11,9 7.181

65 VAUNER TRADING, S.A. Porto 39.288 2,1 38.490 2,9 37.422 5,4 35.494

66 MACOS Extras e Acessórios para Automóveis, Lda. Porto 3.263 1,7 3.208 0,8 3.184 -5,9 3.382

67 NEWONEDRIVE - Comércio de Peças Auto, S.A. Setúbal 9.947 1,7 9.780 6,2 9.209 3,7 8.883

68 FRANCECAR - Peças Automóveis, Lda. Viseu 2.909 1,4 2.868 7,3 2.672 3,4 2.585

69 RPL CLIMA - Ar Condicionado para Automóveis, Lda. Faro 2.134 1,4 2.104 12,0 1.879 22,7 1.531

70 M.C.D. GARCIA, Lda. Lisboa 2.183 1,3 2.154 9,9 1.960 8,7 1.803

71 RUI & PAULO ALMEIDA, Lda. (RPA) Lisboa 3.089 1,3 3.050 4,8 2.910 17,9 2.468

72 FERDINAND BILSTEIN PORTUGAL, S.A. Lisboa 16.095 1,1 15.920 17,1 13.591 25,5 10.832

73 TRW AUTOMOTIVE PORTUGAL, Lda. Lisboa 27.877 0,6 27.714 -3,8 28.802 4,7 27.511

74 AUTO SILVA ACESSÓRIOS, S.A. Porto 10.604 0,5 10.556 2,7 10.276 4,2 9.860

75 BOMBÓLEO, Lda. Lisboa 20.157 0,3 20.095 -3,8 20.895 22,6 17.041

76 AUTO PEÇAS BARLAVENTO, Lda. Faro 4.646 0,2 4.638 2,1 4.542 8,1 4.202

77 FIMAG - Importação e Comércio de Acessórios, Lda. Braga 13.201 -0,2 13.222 5,3 12.554 5,9 11.860

78 TISOAUTO - Peças, Acessórios e Reparação de Veículos Porto 3.350 -0,3 3.361 0,5 3.344 23,9 2.699

79 MANUEL PEREIRA DE SOUSA, Lda. (Sousa dos Radiadores) Porto 3.586 -0,7 3.613 1,8 3.548 11,6 3.179

80 GRANMOTOR - Comércio de Peças Auto, Lda. Lisboa 4.123 -0,9 4.159 -0,4 4.175 3,7 4.025

81 AUTO PEÇAS DA GAFANHA DA NAZARÉ, Lda. Aveiro 3.318 -1,9 3.382 0,2 3.375 12,2 3.009

82 AUTO RECTO - Acessórios para Automóveis, Lda. Porto 4.925 -2,2 5.034 13,8 4.422 10,7 3.993

83 TORRESPEÇAS - Comércio de Peças para Automóveis, Lda. Lisboa 1.955 -2,3 2.000 -13,4 2.310 0,7 2.295

84 CARDOSO & MAIA - Peças e Acessórios para Automóveis, S.A. Porto 12.732 -2,4 13.045 8,3 12.049 5,9 11.374

85 FILOURÉM - Comércio de Peças Auto, Lda. Santarém 3.394 -2,9 3.494 -1,9 3.560 10,5 3.221

86 SOULIMA - Comércio de Peças, S.A. Lisboa 14.466 -3,0 14.911 -8,9 16.373 18,0 13.871

87 RODRIGUES & CARVALHO, Lda. (Acessórios Selcar) Lisboa 5.540 -3,0 5.712 7,2 5.328 1,6 5.245

88 CAETANO PARTS, Lda. Porto 25.237 -3,1 26.040 2,7 25.359 8,7 23.337

89 AUTOZITÂNIA II - Veículos e Peças, S.A. Lisboa 3.098 -3,2 3.199 -9,4 3.529 -9,6 3.902

90 ELPS, Lda. Madeira 2.682 -3,4 2.776 13,7 2.441 26,3 1.932

91 DAVASA SUCURSAL EM PORTUGAL Lisboa 4.406 -3,8 4.582 5,1 4.361 3,3 4.222

92 A. VIEIRA, S.A. Braga 10.558 -4,0 10.997 -0,2 11.022 -0,1 11.029

93 JAPOPEÇAS - Comércio de Peças e Automóveis, Lda. Aveiro 3.949 -4,0 4.115 7,2 3.840 9,0 3.522

94 SÁ GOMES, S.A. (Auto Esfera) Braga 2.789 -4,5 2.919 -4,3 3.050 -6,1 3.248

95 IBEROTURBO, Lda. Lisboa 8.446 -5,5 8.939 -1,3 9.060 -1,1 9.159

96 AUTO FORNECEDORA - Acessórios, Lda. Porto 3.650 -5,7 3.870 -1,3 3.921 -0,3 3.931

97 AD LOGISTICS, S.A. Lisboa 16.513 -6,2 17.610 -0,3 17.666 7,3 16.458

98 GANDRA & FILHOS, Lda. (Auto Acessórios Formigosa) Viana do Castelo 2.158 -6,4 2.306 6,3 2.170 8,1 2.008

99 SONICEL - Acessórios e Sobressalentes, S.A. Lisboa 7.326 -10,0 8.142 -12,5 9.304 11,6 8.337

100 MENAPEÇAS - Com. Importação Peças e Acessórios Auto, S.A. Lisboa 3.220 -15,9 3.830 4,6 3.661 -9,2 4.033

VOL. NEG. 2015

Top100 Aftermarket 2019

23


MERCADO TOP100

Distribuidores

de Peças para Ligeiros

A eleição dos melhores distribuidores por critérios é uma iniciativa que pretende distinguir

as empresas dos vários setores da distribuição (Peças para Ligeiros, Peças para Pesados,

Equipamentos, Repintura), que mais se destacaram em 2018. A análise qualitativa obedece a

seis critérios previamente definidos, que explicamos nestas páginas

Para eleger as empresas dos Quadros

de Honra, a Revista TOP

100 – Os Maiores Distribuidores

do Aftermarket em Portugal, em

parceria com a IF4, utilizou um

conjunto de indicadores e rácios económico-

-financeiros, que permitem fazer um retrato

das principais empresas e setores de atividade.

Esta apresentação dos termos técnicos

utilizados permite que se fique a saber o que

significam, como se calculam e de que forma

se interpretam os indicadores e rácios utilizados.

É este conjunto de dados e indicadores

que permite fazer um retrato qualitativo da

realidade dos distribuidores de peças para

automóveis.

Os rácios e indicadores que fazem o retrato

económico-financeiro das empresas e a avaliação

da sua performance servem de base à

escolha das melhores empresas. Os critérios

de seleção das empresas estão baseados em

24 Top100 Aftermarket 2019


Distribuidores de Peças para Ligeiros 2018

QUADRO DE HONRA

n.º empresa distrito

1 VIEIRA & FREITAS, Lda. Braga

2 ARSIPEÇAS AUTO, Lda. Aveiro

3 AUTO DELTA - Com. Peças, Acessórios e Automóveis, Lda. Leiria

4 AS PARTS - Centro de Peças e Acessórios, S.A. Porto

5 SANDIA STAND - Acessórios Auto, Lda. Faro

6 SOC. IMPORTADORA ROMAFE, S.A. Porto

7 AUTOZITÂNIA - Acessórios e Sobressalentes, S.A. Lisboa

8 AUTO TORRE DA MARINHA - Com. Peças Veículos Auto, Lda. Setúbal

9 TURBOMAX - Comércio de Componentes Auto, Lda. Setúbal

10 PEÇASRAM - Comércio de Peças e Acessórios, Lda. Madeira

dados, exclusivamente, quantitativos referentes

aos resultados de 2018, em termos de:

l Crescimento do Volume de Negócios;

l Rentabilidade dos Capitais Próprios;

l Produtividade Real;

l Valor Acrescentado Bruto (VAB);

l Autonomia Financeira;

l Geração de Emprego.

A opção por este grupo de critérios reside

no facto de, em conjunto, permitir avaliar a

contribuição das empresas para a economia,

verificar o seu dinamismo, medir a sua rentabilidade

e compreender o seu equilíbrio financeiro,

condições essenciais para garantir o

futuro e a sustentabilidade do negócio.

Para aferir a contribuição das empresas para

a economia, recorre-se ao VAB (Valor Acrescentado

Bruto), a melhor medida do contributo

das organizações para a economia, que

junta todos os fatores de produção: trabalho

(despesas de pessoal), capital (amortizações),

excelência da gestão (resultados).

Para medir o dinamismo, recorremos ao Crescimento

de Vendas verificado no último exercício.

Num mercado estável e concorrencial,

ganhar quota é um símbolo de excelência. O

equilíbrio financeiro é colocado à prova através

do indicador de Autonomia Financeira,

que permite ver qual a percentagem do ativo

financiado pelos capitais próprios, sem recurso

a entidades financeiras ou fornecedores.

Já a Produtividade Real, é o indicador mais

utilizado para medir a eficiência da empresa,

aferindo o valor acrescentado por trabalhador.

Quanto à Rentabilidade dos Capitais,

mede a retribuição da empresa aos seus acionistas.

E a Geração de Emprego é uma boa

forma de medir o compromisso da empresa

para com a sociedade.

Critérios acumulativos

Importa referir que estes seis critérios não são

eliminativos, mas acumulativos. Uma empre-

Top100 Aftermarket 2019

25


MERCADO TOP100

sa que obtenha boa pontuação em quatro ou

cinco critérios mas fraca em um ou dois deles,

poderá ser considerada excelente. Por exemplo,

uma empresa que cria valor acrescentado,

mantém uma correta estrutura financeira

e elevados níveis de produtividade e rentabilidade,

pode crescer pouco e não gerar emprego.

Mas, se as pontuações o permitirem,

pode constar no Quadro de Honra. Convém,

também, frisar que utilizamos dois critérios

eliminativos: não entram no cálculo para o

Quadro de Honra as empresas que não crescem

ou que obtiveram Resultados Negativos

(prejuízos) no último exercício. Para o setor

da distribuição de Peças para Ligeiros, foram

apuradas 76 empresas, tendo sido eliminadas

as que apresentaram resultados negativos ou

que não cresceram. São atribuídos 76 pontos à

empresa líder em cada critério e 1 ponto à empresa

que ocupa o 76.° lugar. E são atribuídos

valores intermédios, de modo decrescente, às

empresas situadas entre os lugares 2 e 75 de

cada critério. Somando a pontuação obtida

em cada critério, obtém-se a pontuação total,

que permite definir o ranking das 10 melhores

empresas de Peças para Ligeiros.

Para os outros três segmentos (Peças para Pesados,

Equipamentos e Repintura), foi adotado

o mesmo método de cálculo. Para o setor

da distribuição de Peças para Pesados, foram

apuradas 14 empresas, para o da distribuição

de Equipamentos 19 empresas e para o da distribuição

de Repintura 13 empresas. ◆

CRESCIMENTO VOLUME NEGÓCIOS

n.º

empresa

1 3.0 INNOVATIVE AFTERMARKET GROUP, S.A. (RedeInnov) 40,6

2 ARSIPEÇAS AUTO, Lda. 27,2

3 INOVPEÇAS, S.A. 23,0

4 GAIAFOR - Comércio de Peças Auto, Lda. 22,9

5 HUMBERPEÇAS - Com. Acessórios para Automóveis, Lda. 21,4

6 PEÇASRAM - Comércio de Peças e Acessórios, Lda. 21,0

7 NORPARTS, Lda. 20,6

8 LUBRINORDESTE - Peças e Acessórios, Lda. 20,5

9 VISELDIESEL - Peças e Acessórios, Lda. 18,6

10 SOFRAPA AUTOMOVÉIS, S.A. 17,5

VALOR ACRESCENTADO BRUTO

n.º

empresa

1 CENTRAUTO - Componentes Auto, Lda. 11.875

2 VAUNER TRADING, S.A. 7.489

3 SOFRAPA AUTOMOVÉIS, S.A. 7.345

4 J.P.L.R. 1 Unipessoal, Lda. 5.768

5 AUTOZITÂNIA - Acessórios e Sobressalentes, S.A. 5.461

6 AUTO DELTA - Com. Peças, Acessórios e Automóveis, Lda. 5.015

7 AS PARTS - Centro de Peças e Acessórios, S.A. 4.275

8 ARSIPEÇAS AUTO, Lda. 4.122

9 KRAUTLI PORTUGAL - Equipamentos para Veículos, Lda. 3.703

10 MCOUTINHO - Peças e Reparação Automóvel, S.A. 3.509

PRODUTIVIDADE REAL

n.º

empresa

1 3.0 INNOVATIVE Aftermarket Group, S.A. (RedeInnov) 99,3

2 CENTRAUTO - Componentes Auto, Lda. 90,0

3 ARSIPEÇAS AUTO, Lda. 76,3

4 CREATE BUSINESS - Com. e Gestão de Peças Auto e Acess., S.A. 72,2

5 VIEIRA & FREITAS, Lda. 66,6

6 AUTOZITÂNIA - Acessórios e Sobressalentes, S.A. 59,4

7 TRW AUTOMOTIVE PORTUGAL, Lda. 55,8

8 KRAUTLI PORTUGAL - Equipamentos para Veículos, Lda. 53,7

9 SANTOGAL PEÇAS - Dist. e Com. de Componentes Auto, S.A. 53,5

10 RPL CLIMA - Ar Condicionado para Automóveis, Lda. 53,1

GERAÇÃO EMPREGO

n.º

empresa

1 SOFRAPA AUTOMOVÉIS, S.A. 52

2 HUMBERPEÇAS - Com. de Acessórios p/Automóveis, Lda. 22

3 AS PARTS - Centro de Peças e Acessórios, S.A. 18

4 SOC. IMPORTADORA ROMAFE, S.A. 16

5 EUROPEÇAS, S.A. 11

6 LEIRILIS - Acessórios e Peças para Automóveis, S.A. 10

7 ARSIPEÇAS AUTO, Lda. 9

8 VAUNER TRADING, S.A. 8

9 AUTOZITÂNIA - Acessórios e Sobressalentes, S.A. 8

10 VIEIRA & FREITAS, Lda. 8

RENTABILIDADE CAPITAL PRÓPRIO

n.º

empresa

1 SANTOGAL PEÇAS - Distri. e Com. Componentes Auto, S.A. 73,2

2 3.0 INNOVATIVE Aftermarket Group, S.A. (RedeInnov) 49,7

3 PAULO & DANIELA - Comércio de Peças Auto, Lda. (PD Auto) 29,4

4 P. P. T. - Peças Auto de Braga, Lda. 28,0

5 INOVPEÇAS, S.A. 23,7

6 MCS - Peças e Acess. para Automoveis e Camiões, Unip., Lda. 22,7

7 RPL CLIMA - Ar Condicionado para Automóveis, Lda. 22,2

8 J. SOARES & RODRIGUES, Lda. (Soarauto) 21,0

9 AS PARTS - Centro de Peças e Acessórios, S.A. 20,1

10 SIMPORAL- Soc. Importadora de Peças para Automóveis, Lda. 20,1

AUTONOMIA FINANCEIRA

n.º

empresa

1 AÇORPEÇAS - Peças e Acessórios para Automóveis, Lda. 91,9

2 VIEIRA & FREITAS, Lda. 87,0

3 RUGEMPEÇAS, Lda. 86,5

4 SOC. IMPORTADORA ROMAFE, S.A. 85,8

5 MACOS Extras e Acessórios para Automóveis, Lda. 83,8

6 MOTORMÁQUINA - Comércio de Máquinas e Peças, Lda. 83,5

7 NIPOCAR - Importação e Comércio, Lda. 83,2

8 FRANCECAR - Peças Automóveis, Lda. 82,5

9 ORCOPEÇAS - Org. Comercial Peças e Acess. Auto, Lda. 82,5

10 M.C.D. GARCIA, Lda. 78,6

26 Top100 Aftermarket 2019


DISTRIBUIDORES DE PEÇAS PARA LIGEIROS 2018

Top100 Aftermarket 2019

27


MERCADO TOP100

Distribuidores de

Peças para Pesados

Os 25 maiores distribuidores de Peças para Pesados faturaram, em 2018, 126 milhões

de euros e empregaram 590 trabalhadores, tendo obtido uma produtividade média de 214 mil

euros por trabalhador

O

exercício de 2018 deste grupo de

empresas apresentou uma evolução

com características diversas:

l Crescimento da faturação de

3,4%, a menor dos quatro setores em análise,

apesar do crescimento das atividades dos

clientes (transportes em excelente evolução);

l Exportações significaram 10,2% das Vendas,

tendo sidos o setor mais exportador;

l Cresceram os Ativos (5,4%) e os Capitais

(16,3%), tendo gerado estas empresas 18

postos de trabalho (+3,1%);.

l Aumentaram os Resultados Líquidos, mantendo

Rentabilidades elevadas: 4,8% das

Vendas e 10% dos Capitais.

A Civiparts liderou em todos os critérios

quantitativos. ◆

28 Top100 Aftermarket 2019


Distribuidores de Peças para pesados 2018

QUADRO DE HONRA

n.º empresa distrito

1 MOTORBUS - Reparações e Peças Auto, Lda. Porto

2 SUSPARTES - Com. Internacional Suspensões e Peças, Lda. Setúbal

3 VISOPARTS - Acessórios para Semi-Reboques, Lda. Viseu

4 SGP - GLOBAL PARTS, Lda. Lisboa

5 VICAUTO - Peças para Viaturas Pesadas, Lda. Viseu

6 DMS - TRUCKS, Lda. Leiria

7 DIAMANTINO PERPÉTUA & FILHOS, Lda. Leiria

8 VIAPESADOS - Com. Peças e Acessórios Auto, Lda. Viana do Castelo

9 EUROPART PORTUGAL, S.A. Porto

10 HBC II - PEÇAS AUTO, Lda. Leiria

CRESCIMENTO VOLUME NEGÓCIOS

n.º

empresa

1 SGP - Global Parts, Lda. 26,4

2 SUSPARTES - Com. Internacional Suspensões e Peças, Lda. 21,2

3 MOTORBUS - Reparações e Peças Auto, Lda. 20,3

4 VICAUTO - Peças para Viaturas Pesadas, Lda. 13,8

5 DIAMANTINO PERPÉTUA & FILHOS, Lda. 13,2

6 VISOPARTS - Acessórios para Semi-Reboques, Lda. 11,7

7 LEIRIPESADOS - Comércio de Peças, Lda. 10,3

8 HBC II - Peças Auto, Lda. 10,1

9 GLOBAL PARTS SUL, Lda. 9,6

10 BPN - Comércio de Peças para Camiões, Lda. 8,8

VALOR ACRESCENTADO bruto

n.º

empresa

1 CIVIPARTS - Comércio de Peças e Equipamentos, S.A. 5.015

2 HBC II - PEÇAS AUTO, Lda. 2.524

3 EUROPART PORTUGAL, S.A. 2.072

4 DIAMANTINO PERPÉTUA & FILHOS, Lda. 1.800

5 NASACAR - Soc. Import. e Comércio de Peças Auto, Lda. 1.797

6 D. COSTA - Peças e Equipamentos Rolantes, S.A. (Coperol) 1.793

7 MOTORBUS - Reparações e Peças Auto, Lda. 1.532

8 TECNIAMPER - Com. e Reparação de Veículos e Peças, Lda. 1.275

9 DMS - Trucks, Lda. 1.168

10 SGP - Global Parts, Lda. 839

Top100 Aftermarket 2019

29


MERCADO TOP100

PRODUTIVIDADE REAL

n.º

empresa

1 DMS - TRUCKS, Lda. 97,3

2 TECNIAMPER - Com. e Reparação de Veículos e Peças, Lda. 79,7

3 NASACAR - Soc. de Importação e Comércio Peças Auto, Lda. 74,9

4 VISOPARTS - Acessórios para Semi-Reboques, Lda. 72,6

5 SGP - Global Parts, Lda. 69,9

6 MOTORBUS - Reparações e Peças Auto, Lda. 58,9

7 SUSPARTES - Com. Internacional Suspensões e Peças, Lda. 58,2

8 VICAUTO - Peças para Viaturas Pesadas, Lda. 57,6

9 PROPESADOS - Peças e Acessórios, Lda. 54,0

10 EUROPART PORTUGAL, S.A. 50,5

RENTABILIDADE CAPITAL PRÓPRIO

n.º

empresa

1 GLOBAL PARTS SUL, Lda. 47,3

2 SGP - Global Parts, Lda. 40,7

3 VIAPESADOS - Comércio de Peças e Acessórios Auto, Lda. 24,4

4 SUSPARTES - Com. Internacional Suspensões e Peças, Lda. 22,9

5 NASACAR - Soc. Importação e Comércio de Peças Auto, Lda. 17,3

6 COMERCIALPEÇAS - Mário de Almeida & Martins, Lda. 16,8

7 DMS - TRUCKS, Lda. 16,5

8 TECNIAMPER - Com. e Reparação de Veículos e Peças, Lda. 15,3

9 POLICALÇO - Peças para Pesados, Lda. 15,1

10 VICAUTO - Peças para Viaturas Pesadas, Lda. 14,1

GERAÇÃO EMPREGO

n.º

empresa

1 DIAMANTINO PERPÉTUA & FILHOS, Lda. 5

2 D. COSTA - Peças e Equipamentos Rolantes, S.A. (Coperol) 4

3 MOTORBUS - Reparações e Peças Auto, Lda. 4

4 RECAMBIOS BARREIRO, Sucursal em Portugal, Lda. 4

5 VIAPESADOS - Comércio de Peças e Acessórios Auto, Lda. 3

6 EUROPART PORTUGAL, S.A. 2

7 TECNIAMPER - Com. e Reparação de Veículos e Peças, Lda. 2

8 POLICALÇO - Peças para Pesados, Lda. 2

9 SUSPARTES - Com. Internacional Suspensões e Peças, Lda. 2

10 CIVIPARTS - Comércio de Peças e Equipamentos, S.A. 0

AUTONOMIA FINANCEIRA

n.º

empresa

1 DMS - TRUCKS, Lda. 89,9

2 VOLPEÇAS - Comércio de Peças e Ferramentas Auto, Lda. 69,3

3 TECNIAMPER - Com. de Rep. de Veículos e Peças, Lda. 67,7

4 CIVIPARTS - Comércio de Peças e Equipamentos, S.A. 66,0

5 PROPESADOS - Peças e Acessórios, Lda. 65,0

6 VICAUTO - Peças para Viaturas Pesadas, Lda. 63,3

7 VISOPARTS - Acessórios para Semi-Reboques, Lda. 62,5

8 ECOPARTES, Lda. 61,6

9 GOLIPE - Representações, Equip. e Acessórios Auto, Lda. 61,4

10 ALMEFA - Comércio de Peças e Acessórios, Lda. 57,2

30 Top100 Aftermarket 2019


TOP25 - MAIORES DISTRIBUIDORES DE PEÇAS PARA PESADOS

n.º EMPRESA DISTRITO VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LíQ. 2018 CAP. PRÓP. 2018 VAB 2018 N.º TRAB. 2018

1 CIVIPARTS - Comércio de Peças e Equipamentos, S.A. Lisboa 27.823 28.241 27.099 1.251 17.897 5.015 107

2 HBC II - Peças Auto, Lda. Leiria 11.726 10.654 11.748 432 5.284 2.524 69

3 MOTORBUS - Reparações e Peças Auto, Lda. Porto 11.706 9.729 8.436 587 4.704 1.532 26

4 EUROPART PORTUGAL, S.A. Porto 10.742 10.619 6.185 205 2.320 2.072 41

5 NASACAR - Soc. Import. e Com. de Peças Auto, Lda. Lisboa 9.520 10.874 7.672 646 3.739 1.797 24

6 D. COSTA - Peças e Equip. Rolantes, S.A. (Coperol) Lisboa 7.857 7.997 8.571 31 3.554 1.793 80

7 RECAMBIOS BARREIRO, Sucursal em Portugal, Lda. Lisboa 5.743 5.360 3.067 33 1.337 816 22

8 SGP - GLOBAL PARTS, Lda. Lisboa 4.818 3.811 2.612 357 877 839 12

9 DIAMANTINO PERPÉTUA & FILHOS, Lda. Leiria 4.743 4.191 3.775 128 1.631 1.800 48

10 TECNIAMPER - Com. e Rep. de Veículos e Peças, Lda. Lisboa 3.953 4.025 5.843 605 3.953 1.275 16

11 SUSPARTES - Com. Int., Suspensões e Peças, Lda. Setúbal 3.159 2.606 2.029 211 922 524 9

12 VIAPESADOS - Com. de Peças e Acess. Auto, Lda. Viana do Castelo 2.887 2.688 1.892 156 640 608 13

13 VISOPARTS - Acessórios para Semi-Reboques, Lda. Viseu 2.542 2.276 1.922 168 1.202 581 8

14 DMS - TRUCKS, Lda. Leiria 2.321 2.189 3.469 516 3.120 1.168 12

15 VICAUTO - Peças para Viaturas Pesadas, Lda. Viseu 2.304 2.025 2.130 190 1.349 518 9

16 ECOPARTES, Lda. Leiria 1.930 2.110 1.581 42 974 330 10

17 GLOBAL PARTS SUL, Lda. Setúbal 1.797 1.639 848 71 150 365 9

18 LEIRIPESADOS - Comércio de Peças, Lda. Leiria 1.599 1.450 1.254 12 497 358 8

19 POLICALÇO - Peças para Pesados, Lda. Porto 1.565 1.588 1.998 89 589 366 14

20 BPN - Comércio de Peças para Camiões, Lda. Leiria 1.533 1.409 1.709 5 300 315 14

20 COMERCIALPEÇAS - Mário de Almeida & Martins, Lda. Porto 1.430 1.509 1.734 162 965 419 9

22 PROPESADOS - Peças e Acessórios, Lda. Coimbra 1.355 1.417 1.748 87 1.136 378 7

23 ALMEFA - Comércio de Peças e Acessórios, Lda. Setúbal 1.231 1.470 2.430 51 1.389 298 9

24 GOLIPE - Rep., Equip. e Acessórios Auto, Lda. Lisboa 1.095 1.137 1.114 3 684 176 8

25 VOLPEÇAS - Com. Peças e Ferramentas Auto, Lda. Coimbra 850 1.060 1.485 8 1.029 218 6

TOP25 - EVOLUÇÃO DO VOLUME DE NEGÓCIOS: DISTRIBUIDORES DE PEÇAS PARA PESADOS

n.º EMPRESA DISTRITO

VOL. NEG.

2018

CRESC.

VOL. NEG.

(18/17)

VOL. NEG.

2017

CRESC.

VOL. NEG.

(17/16)

VOL. NEG.

2016

CRESC.

VOL. NEG.

(16/15)

VOL. NEG.

2015

CRESC.

VOL. NEG.

(15/14)

1 SGP - GLOBAL PARTS, Lda. Lisboa 4.818 26,4 3.811 22,8 3.103 17,1 2.649 0,2 2.644

2 SUSPARTES - Com. Intern. de Suspensões e Peças, Lda. Setúbal 3.159 21,2 2.606 47,1 1.771 50,2 1.179 24,8 945

3 MOTORBUS - Reparações e Peças Auto, Lda. Porto 11.706 20,3 9.729 20,0 8.110 13,3 7.159 9,2 6.557

4 VICAUTO - Peças para Viaturas Pesadas, Lda. Viseu 2.304 13,8 2.025 4,7 1.934 6,4 1.817 -1,7 1.849

5 DIAMANTINO PERPÉTUA & FILHOS, Lda. Leiria 4.743 13,2 4.191 15,8 3.620 11,1 3.257 -2,1 3.328

6 VISOPARTS - Acessórios para Semi-Reboques, Lda. Viseu 2.542 11,7 2.276 4,1 2.186 7,9 2.026 6,5 1.903

7 LEIRIPESADOS - Comércio de Peças, Lda. Leiria 1.599 10,3 1.450 -1,5 1.472 -23,6 1.926 - -

8 HBC II - Peças Auto, Lda. Leiria 11.726 10,1 10.654 3,8 10.260 -0,6 10.322 2,7 10.055

9 GLOBAL PARTS SUL Setúbal 1.797 9,6 1.639 111,5 775 - - - -

10 BPN - Comércio de Peças para Camiões, Lda. Leiria 1.533 8,8 1.409 -21,1 1.786 -17,4 2.162 -18,1 2.640

11 VIAPESADOS - Com. de Peças e Acess. Auto, Lda. Viana do Castelo 2.887 7,4 2.688 7,2 2.507 9,5 2.290 12,0 2.044

12 RECAMBIOS BARREIRO, Sucursal em Portugal, Lda. Lisboa 5.743 7,1 5.360 1,1 5.304 6,2 4.994 20,0 4.163

13 DMS-TRUCKS, Lda. Leiria 2.321 6,0 2.189 1,6 2.154 3,6 2.080 6,0 1.963

14 EUROPART PORTUGAL, S.A. Porto 10.742 1,2 10.619 4,2 10.190 -7,2 10.982 -0,1 10.989

15 POLICALÇO - Peças Para Pesados, Lda. Porto 1.565 -1,4 1.588 -0,9 1.603 9,9 1.458 - -

16 CIVIPARTS - Com. de Peças e Equipamentos, S.A. Lisboa 27.823 -1,5 28.241 -3,7 29.327 -8,0 31.860 -8,9 34.975

17 D. COSTA - Peças e Equip. Rolantes, S.A. (Coperol) Lisboa 7.857 -1,8 7.997 1,3 7.897 -0,4 7.929 4,0 7.622

18 TECNIAMPER - Com. e Rep. de Veículos e Peças, Lda. Lisboa 3.953 -1,8 4.025 18,0 3.410 - - - -

19 GOLIPE - Repres., Equip. e Acessórios Auto, Lda. Lisboa 1.095 -3,7 1.137 2,9 1.105 -18,8 1.361 -8,0 1.479

20 PROPESADOS - Peças e Acessórios, Lda. Coimbra 1.355 -4,4 1.417 -6,3 1.513 5,8 1.430 -1,0 1.444

20 COMERCIALPEÇAS - Mário de Almeida & Martins, Lda. Porto 1.430 -5,2 1.509 12,9 1.337 - - - -

22 ECOPARTES, Lda. Leiria 1.930 -8,5 2.110 -9,7 2.337 -14,2 2.725 -16,0 3.245

23 NASACAR - Soc. Import. e Comércio Peças Auto, Lda. Lisboa 9.520 -12,5 10.874 32,9 8.183 33,1 6.148 5,2 5.842

24 ALMEFA - Comércio de Peças e Acessórios, Lda. Setúbal 1.231 -16,3 1.470 -7,4 1.587 -4,3 1.659 -5,9 1.763

25 VOLPEÇAS - Comércio de Peças e Ferramentas Auto, Lda Coimbra 850 -19,8 1.060 33,5 794 1,4 783 - -

VOL. NEG.

2014

Top100 Aftermarket 2019

31


MERCADO TOP100

Distribuidores de

Equipamentos

Os 25 maiores Distribuidores de Equipamentos faturaram, em 2018, mais de 105 milhões de euros

e empregaram 630 trabalhadores, tendo obtido uma produtividade média de 167 mil euros por

trabalhador, em consequência da criação de maior Valor Acrescentado (21,3% do Volume de Negócio)

A

evolução obtida no exercício de

2018 foi, em geral, positiva:

l Crescimento de 9% da faturação,

o valor mais elevado dos

quatro setores em análise, confirmando que

as oficinas voltaram a investir;

l Crescimento de 7,5% dos Ativos e de 4,3%

dos Capitais;

l Resultados Líquidos cresceram, mas as rentabilidades

médias continuaram as mais moderadas

entre os quatro setores: 2,8% das

Vendas e 5,9% dos Capitais;

l Atividade exportadora cresceu, situando-se

em 10,1% da faturação (foi dos setores mais

exportadores);

l Foram criados 38 Empregos, ou seja, +6,4%

relativamente ao ano anterior (2017).

A Lusavouga liderou em todos os critérios

quantitativos. ◆

32 Top100 Aftermarket 2019


Distribuidores de equipamentos 2018

QUADRO DE HONRA

n.º empresa distrito

1 LUSAVOUGA - Máquinas e Acessórios Indústriais, S.A. Lisboa

2 CROFIL - Com. Rolamentos e Ferramentas, Lda. (KROFtools) Braga

3 BOLAS - Máquinas e Ferramentas de Qualidade, Lda. Évora

4 MGM - MANUEL GUEDES MARTINS, Unipessoal, Lda. Porto

5 COMETIL - Comércio de Equipamento Técnico Industrial, S.A. Lisboa

6 PCC - PINTO DA COSTA & COSTA, Lda. Braga

7 EUROCOFEMA - Repres. de Máquinas e Ferramentas, Lda. Porto

8 INTERMACO - Com. e Repres. de Máquinas e Ferram., Lda. Aveiro

9 IMPACTO - Máquinas e Ferramentas, Lda. Porto

10 GONÇALTEAM - Com. Equipamentos e Acessórios Auto, Lda. Setúbal

CRESCIMENTO VOLUME NEGÓCIOS

n.º

empresa

1 PCC - PINTO DA COSTA & COSTA, Lda. 55,8

2 CETRUS - Comércio e Equipamentos, Lda. 52,1

3 MGM - Manuel Guedes Martins, Unipessoal, Lda. 18,5

4 CROFIL - Com. Rolamentos e Ferramentas, Lda. (KROFtools) 16,9

5 GONÇALTEAM - Com. Equipamentos e Acessórios Auto, Lda. 16,3

6 HÉLDER - Máquinas e Ferramentas, Lda. 16,1

7 LUSAVOUGA - Máquinas e Acessórios Industriais, S.A. 15,6

8 COMETIL - Comércio de Equipamento Técnico Industrial, S.A. 14,3

9 HISPANOR - Produtos Industriais, Lda. 10,7

10 FERROL 2 - Máquinas e Ferramentas, S.A. 10,2

VALOR ACRESCENTADO bruto

n.º

empresa

1 LUSAVOUGA - Máquinas e Acessórios Indústriais, S.A. 4.119

2 LUSILECTRA - Veículos e Equipamentos, S.A. 2.662

3 BOLAS - Máquinas e Ferramentas de Qualidade, Lda. 2.537

4 RUBETE - Equipamentos Industriais, S.A. 1.559

5 LUSAVEIRO - Imp. e Export. Máq. e Acess. Industriais, S.A. 1.527

6 CETRUS - Comércio e Equipamentos, Lda. 1.338

7 COMETIL - Com. de Equipamento Técnico Industrial, S.A. 1.260

8 INTERMACO - Com. e Repres. Máq. e Ferramentas, Lda. 953

9 CROFIL - Com. Rolamentos e Ferramentas, Lda. (KROFtools) 750

10 TEIXEIRA & CHORADO, S.A. 651

Top100 Aftermarket 2019

33


MERCADO TOP100

PRODUTIVIDADE REAL

n.º

empresa

1 INTERMACO - Com. e Repres. Máq. e Ferramentas, Lda. 50,2

2 IMPACTO - Máquinas e Ferramentas, Lda. 47,3

3 CROFIL - Com. Rolamentos e Ferramentas, Lda. (KROFtools) 46,9

4 LUSILECTRA - Veículos e Equipamentos, S.A. 45,1

5 BOLAS - Máquinas e Ferramentas de Qualidade, Lda. 43,0

6 EUROCOFEMA - Repres. de Máquinas e Ferramentas, Lda. 41,9

7 LUSAVOUGA - Máquinas e Acessórios Indústriais, S.A. 41,2

8 COMETIL - Comércio de Equipamento Técnico Industrial, S.A. 40,6

9 FORWINNERS, Lda. 38,6

10 LUSAVEIRO - Imp. e Export. Máq. e Acess. Industriais, S.A. 37,2

RENTABILIDADE CAPITAL PRÓPRIO

n.º

empresa

1 EUROCOFEMA - Repres. de Máq. e Ferramentas, Lda. 24,6

2 CROFIL - Com. Rolamentos e Ferramentas, Lda (KROFtools) 22,1

3 PCC - PINTO DA COSTA & COSTA, Lda. 18,6

4 HISPANOR - Produtos Industriais, Lda. 13,5

5 FORWINNERS, Lda. 12,7

6 CORCET, Lda. 11,3

7 ALTARODA, S.A. 10,2

8 MGM - Manuel Guedes Martins, Unipessoal, Lda. 9,6

9 EQUIASSISTE - Téc. e Equipamentos para Oficinas Auto, Lda. 8,1

10 IMPACTO - Máquinas e Ferramentas, Lda. 7,9

GERAÇÃO EMPREGO

n.º

empresa

1 LUSAVOUGA - Máquinas e Acessórios Indústriais, S.A. 6

2 MGM - Manuel Guedes Martins, Unipessoal, Lda. 5

3 ALTARODA, S.A. 5

4 PCC - PINTO DA COSTA & COSTA, Lda. 4

5 COMETIL - Com. de Equipamento Técnico Industrial, S.A. 3

6 BOLAS - Máquinas e Ferramentas de Qualidade, Lda. 2

7 RUBETE - Equipamentos Industriais, S.A. 2

8 LUSAVEIRO - Imp. e Export. Máq. e Acess. Industriais, S.A. 2

9 CROFIL - Com. Rolamentos e Ferramentas, Lda. (KROFtools) 2

10 HÉLDER - Máquinas e Ferramentas, Lda. 2

AUTONOMIA FINANCEIRA

n.º

empresa

1 IMPACTO - Máquinas e Ferramentas, Lda. 88,2

2 BOLAS - Máquinas e Ferramentas de Qualidade, Lda. 86,7

3 ALTARODA, S.A. 75,7

4 TEIXEIRA & CHORADO, S.A. 72,7

5 EUROCOFEMA - Repres. de Máquinas e Ferramentas, Lda. 71,9

6 MGM - Manuel Guedes Martins, Unipessoal, Lda. 69,2

7 INTERMACO - Com. e Repres. Máq. e Ferramentas, Lda. 68,3

8 TECNIVERCA - Máquinas e Ferramentas, Lda. 64,3

9 PCC - PINTO DA COSTA & COSTA, Lda. 62,7

10 COMETIL - Com. de Equipamento Técnico Industrial, S.A. 54,9

34 Top100 Aftermarket 2019


TOP25 - MAIORES DISTRIBUIDORES DE EQUIPAMENTOS

n.º EMPRESA DISTRITO VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LíQ. 2018 CAP. PRÓP. 2018 VAB 2018 N.º TRAB. 2018

1 LUSAVOUGA - Máquinas e Acess. Indústriais, S.A. Lisboa 22.621 19.560 25.242 881 12.121 4.119 100

2 LUSILECTRA - Veículos e Equipamentos, S.A. Porto 13.041 12.562 14.365 162 6.006 2.662 59

3 BOLAS - Máquinas e Ferramentas de Qualidade, Lda. Évora 10.478 10.201 10.612 660 9.203 2.537 59

4 LUSAVEIRO - Import. e Export. Máq. e Acess. Indust. S.A. Aveiro 10.432 10.440 9.461 151 3.741 1.527 41

5 COMETIL - Com. de Equip. Técnico Industrial, S.A. Lisboa 5.749 5.028 5.980 208 3.284 1.260 31

6 RUBETE - Equipamentos Industriais, S.A. Porto 5.471 5.306 4.729 63 1.373 1.559 57

7 CETRUS - Com. e Equipamentos, Lda. Braga 4.882 3.210 6.019 33 1.699 1.338 40

8 INTERMACO - Com. e Repres. de Máq. e Ferramentas, Lda. Aveiro 4.157 3.875 2.626 56 1.794 953 19

9 FERROL 2 - Máquinas e Ferramentas, S.A. Leiria 3.006 2.728 2.538 16 531 405 12

10 CROFIL - Com. Rolam. e Ferram. Indust. Lda. (KROFtools) Braga 2.810 2.404 2.987 155 700 750 16

11 TEIXEIRA & CHORADO, S.A. Porto 2.332 2.209 2.902 5 2.110 651 18

12 HÉLDER - Máquinas e Ferramentas, Lda. Leiria 1.988 1.713 1.032 9 222 403 15

13 DOMINGOS & MORGADO, Lda. (Consolidado) Maia 1.909 1.954 1.268 -134 7 191 16

14 GONÇALTEAM - Com.de Equip. e Acess. Auto, Lda. Setúbal 1.811 1.557 2.132 36 640 478 14

15 CORCET, Lda. Porto 1.786 1.851 1.120 60 529 404 12

16 TECNIVERCA - Máquinas e Ferramentas, Lda. Lisboa 1.561 1.681 1.954 1 1.256 406 14

17 ALTARODA, S.A. Paredes 1.394 1.397 1.570 121 1.189 439 20

18 MGM - Manuel Guedes Martins, Unipessoal, Lda. Porto 1.389 1.172 815 54 564 456 23

19 HISPANOR - Produtos Industriais, Lda. Braga 1.359 1.228 1.225 30 223 280 13

20 IMPACTO - Máquinas e Ferramentas, Lda. Porto 1.349 1.302 1.487 103 1.312 331 7

21 EUROCOFEMA - Repres. de Máq. e Ferramentas, Lda. Porto 1.271 1.241 993 176 714 419 10

22 PCC - PINTO DA COSTA & COSTA, Lda. Braga 1.229 789 600 70 376 234 10

23 CONVERSA DE MÃOS - Lavagem Auto, Lda. Porto 1.142 1.114 766 14 241 208 11

24 FORWINNERS, Lda. Aveiro 1.021 1.026 995 17 134 193 5

25 EQUIASSISTE - Técnicas e Equip. para Oficinas Auto, Lda. Porto 854 807 1.095 34 418 150 8

TOP25 - EVOLUÇÃO DO VOLUME DE NEGÓCIOS: DISTRIBUIDORES DE EQUIPAMENTOS

n.º EMPRESA DISTRITO

VOL. NEG.

2018

CRESC. VOL.

NEG. (18/17

VOL. NEG.

2017

CRESC. VOL.

NEG. (17/16)

VOL. NEG.

2016

CRESC. VOL.

NEG. (16/15)

VOL. NEG.

2015

CRESC. VOL.

NEG. (15/14)

1 PCC - PINTO DA COSTA & COSTA, Lda. Braga 1.229 55,8 789 -18,7 970 71,1 567 21,9 465

2 CETRUS - Comércio e Equipamentos, Lda. Braga 4.882 52,1 3.210 7,1 2.998 -20,9 3.790 -2,1 3.870

3 MGM - Manuel Guedes Martins, Unipessoal, Lda. Porto 1.389 18,5 1.172 9,0 1.075 16,3 924 12,8 819

4 CROFIL - Com. Rolamentos e Ferram. Lda. (KROFtools) Braga 2.810 16,9 2.404 11,2 2.162 14,5 1.889 38,8 1.361

5 GONÇALTEAM - Com. Equip. e Acess. Auto, Lda. Setúbal 1.811 16,3 1.557 1,0 1.541 0,8 1.529 2,3 1.494

6 HÉLDER - Máquinas e Ferramentas, Lda. Leiria 1.988 16,1 1.713 22,0 1.404 9,7 1.280 -0,1 1.281

7 LUSAVOUGA - Máquinas e Acessórios Indústriais, S.A. Lisboa 22.621 15,6 19.560 8,9 17.956 37,4 13.073 20,9 10.811

8 COMETIL - Com. Equipamento Técnico Industrial, S.A. Lisboa 5.749 14,3 5.028 5,0 4.789 -11,3 5.397 11,9 4.825

9 HISPANOR - Produtos Industriais, Lda. Braga 1.359 10,7 1.228 -3,5 1.273 3,4 1.231 4,0 1.184

10 FERROL 2 - Máquinas e Ferramentas, S.A. Leiria 3.006 10,2 2.728 2,8 2.654 -19,6 3.299 41,0 2.339

11 INTERMACO - Com. Repres. Máquinas e Ferram., Lda. Aveiro 4.157 7,3 3.875 -9,9 4.301 22,5 3.511 -6,6 3.758

12 EQUIASSISTE - Técnicas e Equip. para Oficinas Auto, Lda. Porto 854 5,8 807 -42,4 1.401 5,4 1.329 146,6 539

13 TEIXEIRA & CHORADO, S.A. Porto 2.332 5,6 2.209 -12,3 2.518 - - - -

14 LUSILECTRA - Veículos e Equipamentos, S.A. Porto 13.041 3,8 12.562 1,4 12.390 9,4 11.330 22,6 9.238

15 IMPACTO - Máquinas e Ferramentas, Lda. Porto 1.349 3,6 1.302 -0,7 1.311 6,5 1.231 7,0 1.150

16 RUBETE - Equipamentos Industriais, S.A. Porto 5.471 3,1 5.306 5,9 5.011 -11,9 5.687 0,6 5.652

17 BOLAS - Máquinas e Ferramentas de Qualidade, Lda. Évora 10.478 2,7 10.201 15,4 8.836 4,1 8.492 -10,9 9.532

18 CONVERSA DE MÃOS - Lavagem Auto, Lda. Porto 1.142 2,5 1.114 3,7 1.074 10,4 973 7,4 906

19 EUROCOFEMA - Repres. de Máq. e Ferramentas, Lda. Porto 1.271 2,4 1.241 16,1 1.069 21,3 881 -5,6 933

20 LUSAVEIRO - Import. e Export. Máq. e Acess. Indust., S.A. Aveiro 10.432 -0,1 10.440 11,0 9.407 11,7 8.420 0,1 8.411

21 ALTARODA, S.A. Paredes 1.394 -0,2 1.397 9,1 1.281 -1,4 1.299 7,6 1.207

22 FORWINNERS, Lda. Aveiro 1.021 -0,5 1.026 36,4 752 8,8 691 9,0 634

23 DOMINGOS & MORGADO, Lda. (Consolidado) Maia 1.909 -2,3 1.954 14,9 1.700 -11,3 1.917 243,5 558

24 CORCET, Lda. Porto 1.786 -3,5 1.851 29,3 1.432 14,9 1.246 6,8 1.167

25 TECNIVERCA - Máquinas e Ferramentas, Lda. Lisboa 1.561 -7,1 1.681 18,7 1.416 19,4 1.186 -18,9 1.462

VOL. NEG.

2014

Top100 Aftermarket 2019

35


MERCADO TOP100

Distribuidores de Repintura

Os 20 maiores Distribuidores de Repintura faturaram, em 2018, 66 milhões de euros

e empregaram 314 trabalhadores, tendo obtido uma produtividade média de 210 mil euros

por trabalhador

O

exercício de 2018 teve aspetos

positivos em geral:

l Crescimento da faturação

(5%), dos Ativos (10,3%) e dos

Capitais (11,1%);

l Aumento dos Resultados Líquidos, mantendo

valores elevados das Rentabilidades: 5,6%

das Vendas e 11,2% dos Capitais;

l O emprego manteve-se estável nos últimos

anos;

l Setor com maior incidência do VAB (Valor

Acrescentado Bruto) sobre o total do Negócio:

22,6;

l A atividade de exportação foi de 3,5% do

total das Vendas.

A liderança foi muito distribuída: Carsistema

foi líder em Exportações; Portepim gerou o

maior VAB; Autoflex teve os maiores Capitais e

gerou os maiores Resultados; Impoeste liderou

em Volume de Negócios, Ativos e Emprego. ◆

36 Top100 Aftermarket 2019


Distribuidores de Repintura 2018

QUADRO DE HONRA

n.º empresa distrito

1 CENTROCOR - Comércio de Tintas e Ferramentas, Lda. Porto

2 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. Vila Real

3 AUTOFLEX - Com. Tintas e Produtos Químicos, Lda. Aveiro

4 CARSISTEMA PORTUGAL, Representações, S.A. Coimbra

5 PORTEPIM - Sociedade de Representações, S.A. Coimbra

6 MÁRIO DOS SANTOS & FILHOS, Lda. (Acrilac ) Lisboa

7 SOTINAR DOIS - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. Aveiro

8 LOVISTIN - Comércio de Máquinas e Tintas, Lda. Viseu

9 SOTINAR LISBOA - Representações de Tintas, Lda. Lisboa

10 MOTA & PIMENTA, Lda. Braga

CRESCIMENTO VOLUME NEGÓCIOS

n.º

empresa

1 CENTROCOR - Comércio de Tintas e Ferramentas, Lda. 17,2

2 LOVISTIN - Comércio de Máquinas e Tintas, Lda. 12,7

3 CARSISTEMA Portugal, Representações, S.A. 11,8

4 MOTA & PIMENTA, Lda. 10,9

5 COTEQ, S.A. 7,1

6 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. 7,1

7 PORTEPIM - Sociedade de Representações, S.A. 7,0

8 SOTINAR LISBOA - Representações de Tintas, Lda. 6,6

9 MÁRIO DOS SANTOS & FILHOS, Lda. (Acrilac ) 5,4

10 SOTINAR DOIS - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. 4,4

VALOR ACRESCENTADO bruto

n.º

empresa

1 PORTEPIM - Sociedade de Representações, S.A. 1.544

2 AUTOFLEX - Com. Tintas e Produtos Químicos, Lda. 1.429

3 LOJA DE TINTAS - Comércio de Tintas, Lda. (LTintas) 1.177

4 MÁRIO DOS SANTOS & FILHOS, Lda. (Acrilac ) 1.116

5 IMPOESTE - Tintas e Equipamentos de Pintura, S.A. 1.074

6 CARSISTEMA PORTUGAL, Representações, S.A. 992

7 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. 924

8 CENTROCOR - Comércio de Tintas e Ferramentas, Lda. 784

9 ASB - Álvaro de Sousa Borrego, S.A. 758

10 COTEQ, S.A. 751

Top100 Aftermarket 2019

37


MERCADO TOP100

PRODUTIVIDADE REAL

n.º

empresa

1 PORTEPIM - Sociedade de Representações, S.A. 220,6

2 CARSISTEMA PORTUGAL, Representações, S.A. 90,2

3 AUTOFLEX - Com. Tintas e Produtos Químicos, Lda. 68,0

4 SOTINAR DOIS - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. 63,3

5 SOTINAR LISBOA - Representações de Tintas, Lda. 54,9

6 MÁRIO DOS SANTOS & FILHOS, Lda. (Acrilac ) 46,5

7 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. 46,2

8 SOTINAR PORTO - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. 45,8

9 LOJA DE TINTAS - Comércio de Tintas, Lda. (LTintas) 43,6

10 CENTROCOR - Comércio de Tintas e Ferramentas, Lda. 43,6

GERAÇÃO EMPREGO

n.º

empresa

1 MOTA & PIMENTA, Lda. 2

2 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. 2

3 ASB - Álvaro de Sousa Borrego, S.A. 2

4 CENTROCOR - Comércio de Tintas e Ferramentas, Lda. 2

5 LOVISTIN - Comércio de Máquinas e Tintas, Lda. 2

6 ROBERLO PORTUGAL, Produtos Químicos, Unipessoal, Lda. 1

7 FANLAC, Lda. 1

8 LOJA DE TINTAS - Comércio de Tintas, Lda. (LTintas) 0

9 SODICOR - Tintas e Equipamentos de Pintura, S.A. 0

10 CARSISTEMA PORTUGAL, Representações, S.A. 0

RENTABILIDADE CAPITAL PRÓPRIO

n.º

empresa

1 SOTINAR LISBOA - Representações de Tintas, Lda. 29,1

2 LOJA DE TINTAS - Comércio de Tintas, Lda. (LTintas) 24,7

3 SOTINAR PORTO - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. 19,4

4 SOTINAR DOIS - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. 14,8

5 SOTINAR - Sociedade de Representações de Tintas, Lda. 14,6

6 FANLAC, Lda. 14,0

7 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. 13,5

8 CARSISTEMA PORTUGAL, Representações, S.A. 13,0

9 AUTOFLEX - Com. Tintas e Produtos Químicos, Lda. 12,8

10 MÁRIO DOS SANTOS & FILHOS, Lda. (Acrilac ) 12,0

AUTONOMIA FINANCEIRA

n.º

empresa

1 AUTOFLEX - Com. Tintas e Produtos Químicos, Lda. 90,5

2 MÁRIO DOS SANTOS & FILHOS, Lda. (Acrilac) 77,9

3 SOTINAR DOIS - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. 77,0

4 CENTROCOR - Comércio de Tintas e Ferramentas, Lda. 74,2

5 PORTEPIM - Sociedade de Representações, S.A. 69,8

6 COTEQ, S.A. 65,7

7 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. 62,2

8 SOTINAR PORTO - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. 58,1

9 LOVISTIN - Comércio de Máquinas e Tintas, Lda. 56,4

10 MOTA & PIMENTA, Lda. 54,6

38 Top100 Aftermarket 2019


TOP20 - MAIORES DISTRIBUIDORES DE REPINTURA

n.º

empresa DISTRITO VOL. neG. 2018 VOL. neG. 2017 ATIVO 2018 res. LÍQ. 2018 Cap. prÓP. 2018 VAB 2018 N.º TraB. 2018

1 IMPOESTE - Tintas e Equipamentos de Pintura, S.A. Lisboa 7.336 7.231 7.973 -23 1,562 1.074 32

2 CARSISTEMA PORTUGAL, Representações, S.A. Coimbra 6.899 6.171 5.446 251 1,929 992 11

3 PORTEPIM - Sociedade de Representações, S.A. Coimbra 6.157 5.752 6.901 362 4,815 1.544 7

4 AUTOFLEX - Com. Tintas e Produtos Químicos, Lda. Aveiro 5.234 5.033 5.643 656 5,107 1.429 21

5 LOJA DE TINTAS - Comércio de Tintas, Lda. (LTintas) Setúbal 4.727 4.908 3.428 341 1,382 1.177 27

6 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. Vila Real 4.318 4.033 4.846 408 3,014 924 20

7 MÁRIO DOS SANTOS & FILHOS, Lda. (Acrilac ) Lisboa 4.069 3.859 4.009 374 3,123 1.116 24

8 ASB - ÁLVARO DE SOUSA BORREGO, S.A. Lisboa 2.970 2.977 2.958 44 399 758 20

9 COTEQ, S.A. Braga 2.938 2.743 2.648 179 1,740 751 22

10 CENTROCOR - Comércio de Tintas e Ferramentas, Lda. Porto 2.814 2.401 3.002 258 2,227 784 18

11 ROBERLO PORTUGAL, PRODUTOS QUÍMICOS, Unip., Lda. Aveiro 2.388 2.339 1.116 22 484 570 14

12 MOTA & PIMENTA, Lda. Braga 2.213 1.996 1.920 10 1,048 659 22

13 SOTINAR LISBOA - Representações de Tintas, Lda. Lisboa 2.200 2.063 1.005 104 358 549 10

14 SODICOR - Tintas e Equipamentos de Pintura, S.A. Leiria 2.138 2.151 2.347 65 881 545 23

15 LOVISTIN - Comércio de Máquinas e Tintas, Lda. Viseu 2.043 1.812 2.335 78 1,316 508 13

16 SOTINAR - Sociedade de Representações de Tintas, Lda. Coimbra 1.959 2.079 1.047 53 362 451 12

17 SOTINAR PORTO - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. Porto 1.906 1.955 1.161 131 674 504 11

18 DICOTIN, Lda. Braga 1.854 1.807 674 30 282 80 2

19 SOTINAR DOIS - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. Aveiro 1.673 1.603 1.725 196 1,328 506 8

20 FANLAC, Lda. Lisboa 1.549 1.571 1.397 55 392 361 11

TOP20 - EVOLUÇÃO DO VOLUME DE NEGÓCIOS DOS DISTRIBUIDORES DE REPINTURA

n.º

empresa DISTRITO

VOL. neG.

2018

1 CENTROCOR - Comércio de Tintas e Ferramentas, Lda. Porto 2.814 17,2 2.401 8,3 2.218 9,0 2.035 10,5 1.841

2 LOVISTIN - Comércio de Máquinas e Tintas, Lda. Viseu 2.043 12,7 1.812 19,8 1.512 1,0 1.497 5,3 1.421

3 CARSISTEMA PORTUGAL, Representações, S.A. Coimbra 6.899 11,8 6.171 8,0 5.714 -0,5 5.741 6,6 5.388

4 MOTA & PIMENTA, Lda. Braga 2.213 10,9 1.996 -5,3 2.107 -3,3 2.180 13,8 1.916

5 COTEQ, S.A. Braga 2.938 7,1 2.743 1,9 2.692 6,6 2.525 11,0 2.274

6 QUIMIRÉGUA - Detergentes Químicos da Régua, Lda. Vila Real 4.318 7,1 4.033 19,1 3.387 15,9 2.923 -0,6 2.942

7 PORTEPIM - Sociedade de Representações, S.A. Coimbra 6.157 7,0 5.752 18,2 4.868 5,9 4.595 4,6 4.393

8 SOTINAR LISBOA - Representações de Tintas, Lda. Lisboa 2.200 6,6 2.063 15,8 1.782 -6,5 1.906 2,0 1.869

9 MÁRIO DOS SANTOS & FILHOS, Lda. (Acrilac ) Lisboa 4.069 5,4 3.859 1,2 3.813 11,1 3.431 13,3 3.027

10 SOTINAR DOIS - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. Aveiro 1.673 4,4 1.603 10,3 1.453 3,2 1.408 16,1 1.213

11 AUTOFLEX - Com. de Tintas e Produtos Químicos, Lda. Aveiro 5.234 4,0 5.033 6,5 4.728 10,8 4.266 2,6 4.159

CresC.

VOL. neG.

(18/17

VOL. neG.

2017

CresC.

VOL. neG.

(17/16)

VOL. neG.

2016

CresC.

VOL. neG.

(16/15)

VOL. neG.

2015

CresC.

VOL. neG.

(15/14)

12 DICOTIN, Lda. Braga 1.854 2,6 1.807 4,8 1.724 -7,2 1.858 - -

13 ROBERLO PORTUGAL, Produtos Químicos, Unipessoal Lda. Aveiro 2.388 2,1 2.339 12,8 2.073 6,1 1.953 8,4 1.801

14 IMPOESTE - Tintas e Equipamentos de Pintura, S.A. Lisboa 7.336 1,5 7.231 -0,2 7.245 -1,9 7.383 -11,2 8.312

15 ASB - Álvaro de Sousa Borrego, S.A. Lisboa 2.970 -0,2 2.977 21,0 2.461 15,0 2.140 19,4 1.793

16 SODICOR - Tintas e Equipamentos de Pintura, S.A. Leiria 2.138 -0,6 2.151 13,4 1.897 9,7 1.729 - -

17 FANLAC, Lda. Lisboa 1.549 -1,4 1.571 20,1 1.308 26,7 1.032 - -

18 SOTINAR PORTO - Tintas e Sistemas de Pintura, Lda. Porto 1.906 -2,5 1.955 14,8 1.703 -4,9 1.791 4,0 1.722

19 LOJA DE TINTAS - Comércio de Tintas, Lda. (LTintas) Setúbal 4.727 -3,7 4.908 10,0 4.463 10,0 4.057 2,1 3.974

20 SOTINAR - Soc. de Representações de Tintas, Lda. Coimbra 1.959 -5,8 2.079 10,0 1.890 -11,3 2.131 5,1 2.027

VOL. neG.

2014

Top100 Aftermarket 2019

39


MERCADO TOP50

Maiores empresas de Pneus 2018

N.º ATIVIDADE PRINCIPAL EMPRESA CONCELHO

VOL. NEG.

2018

VOL. NEG.

2017

ATIVO

2018

RES. LÍQ.

2018

CAP. PRÓPRIO

2018

1 Fabricante de Pneus CONTINENTAL PNEUS PORTUGAL, S.A. V. N. Famalicão 60.080 73.182 20.860 939 9.750 4.299

2 Dist. Pneus e Combustível JOÃO SERRAS - Comércio de Pneus e Combustíveis Mação 38.404 42.087 19.912 200 3.428 2.150

3 Distribuidor de Pneus JOSÉ ANICETO & IRMÃO, Lda. (S. José) Cantanhede 37.118 33.412 25.467 3.362 21.745 5.163

4 Fabricante de Pneus GOODYEAR DUNLOP TIRES PORTUGAL, Unipessoal, Lda. Amadora 26.846 26.402 8.000 527 2.246 1.794

5 Distribuidor de Pneus ALVES BANDEIRA TYRES, S.A. (AB Tyres) V. N. de Poiares 26.080 40.317 24.801 446 9.513 1.450

6 Retalhista Pneus e Combustível JUSTINO GOMES BESSA & FILHOS, Lda. Lisboa 23.233 21.814 4.354 -43 1.352 1.493

7 Distribuidor de Pneus DISPNAL PNEUS, S.A. Penafiel 20.490 20.921 16.721 293 13.340 1.618

8 Distribuidor de Pneus NEX TYRES, S.L. - Sucursal em Portugal Vila Franca de Xira 15.759 13.489 10.125 304 186 944

9 Distribuidor de Pneus TIRSO PNEUS - Import. e Export. Pneus, Unipessoal, Lda. Santo Tirso 15 431 14 971 10 029 32 1 689 716

10 Fabricante de Pneus PIRELLI NEUMÁTICOS, S.A. Oeiras 13.877 14.523 3.332 13 1.358 477

11 Dist. Pneus e Bicicletas AGUESPORT - Importação e Exportação, Lda. Águeda 13.789 13.317 11.006 240 4.233 1.442

12 Retalhista de Pneus VULCAL - Vulcanizações e Lubrificantes, S.A. Pombal 13.433 11.177 16.317 1.326 10.849 2.911

13 Dist. Pneus e Recauchutagem RECAUCHUTAGEM RAMÔA, S.A. Braga 12.985 12.139 6.943 18 3.262 2.272

14 Retalhista de Pneus JOSÉ LOURENÇO - Pneus e Combustíveis, Unip., Lda. Proença-a-Nova 12.641 12.436 14.818 1.140 10.114 2.657

15 Retalhista de Pneus COVIPNEUS, Lda. Fundão 11.938 15.636 8.993 199 4.860 1.193

16 Distribuidor de Pneus PNEUS CRUZEIRO - João António Almeida Matos, Lda. Póvoa de Lanhoso 9.997 16.027 9 120 -1.263 2.082 -914

17 Distribuidor de Pneus TIRESUR PORTUGAL Unipessoal V. N. de Gaia 9.719 8.996 6.131 179 1.451 927

18 Distribuidor de Pneus R.S. CONTRERAS, Lda. Oeiras 9.605 9.854 4.585 219 2.146 907

19 Retalhista de Pneus AUTOMAFRA - Pneus, Acess., Comb. e Viaturas, Lda. Mafra 8.369 8.242 4.437 7 855 540

20 Retalhista de Pneus VASILPNEUS DE VAZ & CA, Lda. Marinhais 8.159 8.064 11.119 9 2.652 1.741

21 Retalhista de Pneus PNEUVITA - Comércio e Serviços de Automóveis, Lda. Sintra 7.676 7.584 2.728 23 1.730 1.508

22 Retalhista de Pneus MEGAMUNDI - Sociedade Comercial de Pneus, S.A. Loures 6.835 6.666 3.264 1 453 296

23 Fabricante de Pneus YOKOHAMA IBÉRIA, S.A. - Sucursal em Portugal Vila do Conde 6.382 6.318 7.523 -86 835 415

24 Retalhista de Pneus BOMPISO - Comércio de Pneus, S.A. Valongo 6.192 6.236 9.625 453 4.788 1.046

25 Dist. Pneus e Recauchutagem RECAUCHUTAGEM 31, S.A. Alcobaça 6.010 5.528 5.408 106 4.035 1.868

26 Dist. Pneus e Recauchutagem PNEUS DO ALCAIDE - Indústria e Com. de Pneus, S.A. Leiria 5.159 5.446 4.985 9 1.538 795

27 Dist. Pneus e Peças Empilh. EMPILHAPEÇAS - Com. Peças e Comp. Empilh., Lda. Porto 4.576 3.945 3.506 404 2.259 1.438

28 Retalhista de Pneus CHAVECA & JANEIRA, Lda. Faro 4.158 4.135 3.008 52 2.104 834

29 Retalhista de Pneus EXPOPNEU - Comércio e Serviços de Pneus, Lda. Sintra 4.070 3.323 1.997 39 321 565

30 Retalhista de Pneus ARNALDO & BERENGUER, Lda. (Vulcanizadora 25 de Abril) Funchal 3.990 3.728 3.985 344 2.964 1.113

31 Dist. Pneus e Recauchutagem RECAUCHUTAGEM SÃO MAMEDE, Lda. (RSM) Guimarães 3.898 3.449 4.125 109 1.574 894

32 Retalhista de Pneus MEGAPE - Comércio e Indústria de Pneus, S.A. Loures 3.424 5.448 4.815 44 2.463 508

33 Fabricante de Pneus MICHELIN - Companhia Luso-Pneu, Lda. Lisboa 3.326 3.477 1.297 489 667 2.492

34 Retalhista de Pneus PNEUS D. PEDRO V - Comércio de Pneus, S.A. Trofa 3.287 2.871 1.858 130 1.157 726

35 Distribuidor de Pneus TUGA PNEUS, Unipessoal, Lda. Porto 2.802 2.968 1.627 22 214 244

36 Retalhista de Pneus EUROMASTER PORTUGAL Lisboa 2.481 2.330 1.115 -257 351 264

37 Retalhista de Pneus AUTO CALIBRAGEM SILVAR, Lda. Guimarães 2.308 2.168 1.902 118 1.128 520

38 Retalhista de Pneus VULCANIZADORA FRAGOSO & FILHOS, Lda. Cascais 2.250 2.132 1.663 14 635 413

39 Distribuidor de Pneus PNEURAMA - Soc. Com. Export. e Import. Pneus, Lda. Paredes 1.937 1.828 2.839 66 620 219

40 Retalhista de Pneus SERVIPNEUS - Comércio e Assistência a Pneus Faro 1.670 1.392 964 43 150 554

41 Retalhista de Pneus AUTONI - Pneus e Óleos, Lda. Santo Tirso 1.642 1.859 1.203 18 835 353

42 Distribuidor de Pneus MINHO TYRES - Componentes Veículos Automóveis Viana do Castelo 1.619 1.240 1.046 26 63 102

43 Retalhista de Pneus JOAQUIM A. COSTA & FILHOS, Lda. (Garagem Lapa) Porto 1.607 1.974 533 -60 113 10

44 Retalhista de Pneus SOBRALPNEUS - Sociedade Comercial Pneus, Lda. Sobral M. Agraço 1.198 3.016 3.471 -185 2.654 146

45 Dist. Pneus e Recauchutagem RECAUCHUTAGEM VIRIATO, Lda. Viseu 1.151 1.184 1.034 39 695 153

46 Retalhista de Pneus EGIPNEUS - Comércio de Pneus e Acessórios Auto Guarda 1.024 1.108 386 34 223 186

47 Retalhista de Pneus PNEUBASE - Comércio de Pneus e Serviços Auto Sintra 1.002 927 576 14 254 233

48 Distribuidor de Pneus DACUNHA - Com. Pneus e Acessórios, Unipessoal, Lda. Maia 923 1.135 1.914 28 1.862 174

49 Dist. Pneus e Recauchutagem RECAUCHUTAGEM MONTEIRO, Lda. Porto 807 1.486 2.519 -270 798 121

50 Distribuidor de Pneus IBERACERO PORTUGAL - Soc. de Representações Perafita 786 841 774 -59 410 81

VAB 2018

40 Top100 Aftermarket 2019


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Top100 Aftermarket 2019

41


ENTREVISTA TOP100

42 Top100 Aftermarket 2019


HENRIQUE SÁNCHEZ, PRESIDENTE DA UVE

O elétrico é o

pesadelo do

aftermarket

automóvel

Com a revolução elétrica em marcha, qual o futuro reservado

para a indústria automóvel? E o que poderá esperar o pósvenda

perante veículos que integram 1% das peças móveis

dos modelos com motor de combustão interna? Henrique

Sánchez acredita que o setor terá de aprender a adaptar-se

aos novos tempos

Top100 Aftermarket 2019

43


ENTREVISTA TOP100

O veículo elétrico tem 1% das peças móveis de um automóvel

com motor de combustão interna. Não há filtros, óleos,

velas, injetores, bielas e cambotas. Nada

C

O

horizonte eletrificado do mundo

automóvel está a obrigar os

grandes construtores mundiais

a mudanças estruturais nas

suas linhas de produção e a investir

fortunas para não passarem ao lado da

revolução – já em marcha. No caso do mercado

de pós-venda, porém, o futuro, ainda

que distante, parece ainda mais carregado

de ameaçadoras nuvens. Henrique Sánchez,

um dos fundadores e presidente da Associação

dos Utilizadores de Veículos Elétricos

(UVE), acredita que este tipo de modelos são

o “pesadelo do aftermarket”. Porquê? Desde

logo, porque são veículos que fazem centenas

de milhar de quilómetros sem terem um

único problema. Um elétrico tem apenas 1%

das peças móveis de um veículo com motor

de combustão interna. Não há filtros, óleos,

velas, injetores, bielas e cambotas. Nada”, começa

por explicar. “O motor elétrico não tem

peças a fazer fricção umas nas outras. Não há

necessidade de sistemas de arrefecimento de

água ou de ar. É muito mais eficaz e não tem

problemas”, defende. “O que torna o veículo

elétrico mais caro, no momento da sua aquisição?

A bateria. São caras e os grandes construtores

de automóveis não as produzem.

Fabricam motores de combustão interna,

processo onde dominam toda a cadeia. Mas

têm de recorrer aos fabricantes de baterias,

da mesma maneira como buscam tecnologia

em empresas da especialidade. A questão é

que não há baterias suficientes”, acrescenta.

Indústria contra-ataca

O presidente da UVE é da opinião de que a

indústria automóvel, no seu todo, está consciente

da mudança de paradigma. E estará

a tentar reagir. “Muitos presidentes e CEO

de marcas de automóveis e de empresas de

aftermarket têm demonstrado essa preocupação.

Normalmente, são anti-mobilidade

elétrica. Porque sabem que é o fim do modelo

de negócio como tinham até agora. Claro que

haverá outros modelos. Mas, como em todas

as revoluções, esta implicará uma enorme

perda de postos de trabalho”, refere. Por outras

palavras, terá de existir uma forte e empenhada

capacidade de adaptação de todos.

Prova disso, é a aposta dos construtores germânicos

em redes de postos de carregamentos

de veículos elétricos, como, por exemplo,

a ChargeNow, da BMW – inaugurada, no

nosso país, no verão passado. Uma rede que,

em breve, poderá alargar-se a outra marcas

alemãs. O que se segue? “Não será necessário

sequer um contrato com a EDP ou com a

Galp, por exemplo, para carregar o veículo

elétrico. Poderá fazer-se numa destas redes”,

esclarece Henrique Sánchez. “Esta é uma

mudança radical. Estão a adaptar-se, a marcar

posição na comercialização da eletricidade.

Ainda no outro dia ouvi um responsável

de um grande fabricante afirmar que a marca

já tinha apresentado o seu último motor de

combustão interna. Ele está consciente. Os

motores que existirem passarão a equipar os

híbridos plug-in. Mas não haverá mais investimento

nos motores tradicionais, porque,

sempre que uma marca desenvolve um motor,

gasta milhões de euros e demora anos até

colocá-lo dentro do carro e a comercializá-lo.

Quando o conseguisse, dentro de quatro ou

cinco anos, já não valeria a pena”, afirma.

Estado sólido das baterias

O pós-venda automóvel também está a ajustar-se

a uma nova realidade. Com as suas armas

e conhecimento. Mas todo o processo

demora o seu tempo. O tecido empresarial

está a formar-se em baterias e veículos elétricos,

cientes de que será para aí que a indústria

caminhará, cada vez mais. “Formar

técnicos especializados é essencial”, reforça

Henrique Sánchez, sublinhando, neste

contexto, a rede Evolution, criada de raiz e

100% dedicada a estes modelos, dispondo,

até ao momento, de três oficinas, distribuídas

pelo Prior Velho, Batalha e Feijó.

“O problema não é tanto em relação aos travões

ou direção. Isso qualquer oficina resolve.

Em caso de avaria ou falha da bateria, isso

sim, será importante saber o que fazer”, diz.

Sucede que não existem assim tantos problemas

com baterias. “As baterias dos elétricos

não fazem contacto. Funcionam por indução.

Não avariam. Por isso, têm uma garantia

de oito anos e 160 mil quilómetros. No caso

da Tesla, por exemplo, a quilometragem é ilimitada

e nem sequer estabelecem um plano

de revisões. Convidam os clientes a aparecer

quando quiserem”, sublinha.

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

44 Top100 Aftermarket 2019


Cá está!

5G

A única gama de baterias com até

7 anos de garantia.


ENTREVISTA top100

As baterias dos elétricos não fazem

contacto e não avariam. A Tesla tem

uma garantia com quilometragem

ilimitada e não tem plano de revisões

46 Top100 Aftermarket 2019


Os grandes construtores de automóveis já estão a apostar

em redes de postos de carregamentos próprios. Como é o

cAso da BMW, com a ChargeNow

De resto, o universo de baterias também se

encontra em fase de mudança. Um dos grandes

entraves à compra de veículos elétricos, na

opinião de 80% dos potenciais clientes, é a sua

autonomia. Mas há quem esteja a trabalhar

numa solução. Qual? Por via de uma bateria

de estado sólido. “A Toyota está a desenvolver

estas baterias. Parecia que estava atrasada em

relação aos elétricos, mas estava a trabalhar

nesta solução que substitui o eletrólito líquido”,

conta. As vantagens são inúmeras. Não

apenas em termos de autonomia, que deixará

de ser uma questão, como reduzirá o seu tempo

de carregamento e o risco de explosão, aumentando,

em muito, a segurança. Segundo

anunciou o construtor nipónico, as baterias

de estado sólido estarão no mercado no início

da próxima década.

Ameaça dos 95 g/km

“A grande revolução está a acontecer neste

momento. E vai acelerar muito em 2020”,

avisa Henrique Sánchez. O motivo é bastante

simples. No próximo ano, entram em vigor

as restrições europeias que limitam em 95

g/km as emissões de CO 2 dos novos modelos

lançados no mercado. Uma medida que

tem obrigado determinadas marcas a adiar a

apresentação de veículos elétricos para 2020

(e que teve como reflexo a quebra de vendas de

elétricos em vários mercados, como o nacional),

ano sobre o qual começam a ser aplicadas

as coimas. Que não serão insignificantes.

Pelo contrário. Estima-se em 30 mil milhões

de euros as multas a aplicar aos fabricantes

que não respeitem as normas de emissões. “A

indústria automóvel não vai aguentar! Pura e

simplesmente”, alerta. Até porque as limitações

não ficarão por aqui. “Em 2023, as restrições

passarão para... 50 g/km. As marcas

precisam de ter veículos elétricos para poder

sobreviver. Caso contrário não aguentarão as

multas. É irreversível”, diz.

Empresas vs particulares

Centrando as atenções no mercado nacional,

Portugal tem sido um dos países mais entusiastas

com este tipo de modelos elétricos.

Ainda que, em termos percentuais, as vendas

sejam apenas residuais. Com tendência a crescer.

Por enquanto, no nosso país, os principais

clientes continuam a ser as empresas, uma vez

que os benefícios estatais a isso convidam. O

presidente da UVE gostava que houvesse um

maior equilíbrio nos apoios do governo. “Existe

um montante de três milhões e seiscentos

mil euros destinados à compra de elétricos,

a empresas e particulares. Para as empresas,

o incentivo para a compra é de 2.250 euros,

com direito a quatro candidaturas; para os

particulares, o valor é de 3.000 euros e uma

candidatura. O que aconteceu nestes dois

anos? 70% dos incentivos para a compra vão

para as empresas e 30% para os particulares”,

lamenta. E acrescenta: “Como as empresas já

têm a recuperação do IVA (recuperam 23%) e

a Tributação Autónoma, defendemos que não

deviam ter incentivos para a compra. Deviam

manter os outros benefícios, no âmbito da

fiscalidade verde. Mas o montante disponível

para o apoio à aquisição devia ser destinado

aos outros 30%: aos particulares”, afirma.

Embora as empresas sejam fundamentais na

“passagem da mensagem sobre importância

dos veículos elétricos”, a disrupção só chegará

com a sua democratização. ◆

Perfil

Conduz um Tesla e é um entusiasta dos

benefícios da mobilidade elétrica. Uma

paixão que Henrique Sánchez cultivou

muito antes de fundar a Associação de

Utilizadores de Veículos Elétricos (UVE), em

2015, depois de uma carreira de 40 anos

dedicada à área financeira. Não apenas

em Lisboa, mas, também, em cidades

como Londres, Madrid e Luanda. Uma

experiência internacional que o ajudou a

despertar para temas como os do ambiente,

da economia verde e da sustentabilidade

e descarbonização do planeta. Segundo

afirma, pela primeira vez, em 100 anos, o

homem volta a ter autonomia na sua forma

de locomoção. “Quem conseguir produzir

energia para a sua casa e automóvel,

ficará autónomo de todo o sistema. Isso

só acontecia dantes, quando bastava ter

palha para alimentar o burro que puxava a

carroça”.

Top100 Aftermarket 2019

47


ENTREVISTA TOP100

O português

necessita de

deixar de ter esse

sentimento de posse

Roberto da Fonseca é o rosto da Arval Portugal há mais de 10 anos. Nome sonante na área

da gestão de frotas, concedeu à Revista TOP 100 uma entrevista. Numa conversa informal e

divertida, o responsável revelou, no tom cordial e afável que o caracteriza, os pormenores de

uma área ainda pouco conhecida e valorizada pelo mercado português: o renting

48 Top100 Aftermarket 2019


ROBERTO DA FONSECA, GENERAL MANAGER DA ARVAL

A QUANTAS EMPRESAS A ARVAL EFETUA

A GESTÃO DE FROTAS E QUAL A HISTÓRIA

QUE PRESIDE À SUA CRIAÇÃO?

Nascemos há 20 anos. Como qualquer empresa

internacional, a abertura de uma filial

num país, seja ele qual for, destina-se a acompanhar

clientes internacionais. Portanto, são

empresas internacionais que nos incentivam

a abrir uma filial em determinado país. Tive

a possibilidade de abrir a filial brasileira, em

2006, e posso dizer que é sempre a mesma

“desculpa”. Por isso é que, atualmente, entre

40% a 45% da nossa carteira de clientes

(aproximadamente, 1.000), são clientes internacionais.

Top100 Aftermarket 2019

49


ENTREVISTA TOP100

EM QUE CONSISTE O CONCEITO DE

RENTING E EM QUE MEDIDA SE DIFERENCIA

ELE DO LEASING?

Acho que após tantos anos as pessoas ainda

não perceberam o que é o renting. É mais fácil

fazer perceber o que é o renting para uma geração

mais nova. Mas à frente das empresas só

estão pessoas, como eu, “velhinhas”, que confundem

o renting entre um preço e um conceito.

O renting é um conceito. É um conceito

de uso. Usa-se uma viatura e não se compra

essa viatura.

Em Portugal, esse conceito não existe. O mercado

de renting estagnou ao longo dos anos e

não representa mais do que 120 mil veículos.

Nada mudou, porque continua a ser o mesmo

tipo de clientes a comprar o mesmo produto.

Por isso, um dos desafios que temos é alargar o

mercado. Tentar convencer o gestor português.

Costumo dar este exemplo: contratamos uma

empresa de limpezas para nos limpar o escritório

porque garantimos que vamos ter menos

preocupações com aquele aspeto e vemos vantagens

nesta contratação. No entanto, quando

falamos em relação à viatura, não vemos estas

vantagens, ainda que se possa utilizar aquele

veículo durante três anos com tudo incluído.

E se tivermos de deixar o veículo na oficina,

teremos outro de substituição que nos vai garantir

a mobilidade. O que as pessoas fazem

é pegar no preço do aluguer e multiplicá-lo,

chegando à conclusão de que, com aquele valor,

poderiam comprar um veículo, sem ver as

vantagens incluídas naquele valor.

ENQUANTO EMPRESA ESPECIALISTA

EM RENTING, A ARVAL ENTENDE QUE A

MOBILIDADE ESTÁ A MUDAR? DE QUE

FORMA?

O renting pode ajudar a mudar mentalidades

no que diz respeito à mobilidade, mas não é

uma tarefa fácil.

COMO PODE O CONCEITO DE PROPRIEDADE

DO VEÍCULO ALTERAR O MODELO DE

NEGÓCIO DAS EMPRESAS DE RENTING?

Primeiro, o português necessita de deixar de

ter esse sentimento de posse e deixar que sejam

especialistas a tratar de assuntos como a

gestão da sua frota. Deixei Portugal durante

12 anos e estou a redescobrir este país no

que diz respeito a certos temas. Um deles é

o veículo. E o nosso trabalho, aqui, é mudar

a mentalidade da gestão portuguesa. Quando

falamos de gestão de frotas, falamos em produtividade

também. E as pessoas precisam de

perceber que podem ser mais úteis em outros

assuntos se deixarem para trás as reuniões

com as marcas, porque esse é o nosso trabalho

e é para isso que cá estamos.

OS VEÍCULOS REQUEREM MANUTENÇÃO.

A APOSTA EM ACORDOS COM OFICINAS

MULTIMARCA É JÁ UMA REALIDADE OU O

CANAL OFICIAL DAS MARCAS AINDA É O

PREFERIDO?

Neste caso, é um misto. Não somos “racistas”.

Temos de ter em consideração e acho que a

rede de marca tem de fazer um esforço também.

É, por isso, que a rede multimarca tem

espaço. No caso das redes oficiais das marcas,

é necessário que estas ofereçam um serviço diferente

que justifique o preço distinto. Por outro

lado, no caso das redes multimarca, também

têm de apostar em outros serviços. Por

exemplo, acho que todas as oficinas devem

oferecer mobilidade. Se vou deixar o carro na

oficina, obviamente faz sentido que eu tenha

outro veículo à disposição para prosseguir a

minha vida. Alguns já começaram a perceber,

enquanto que outros continuam a achar que

é complicado. Não é nada complicado. É um

modelo de negócio.

Por outro lado, uma revisão não demora mais

do que uma hora. Então porque não oferecer

ao cliente uma sala onde, durante aquele

tempo, ele possa estar a trabalhar? E isto é

possível. Noutros países, isto aconteceu. Ora,

se “lá fora” se faz, porque é que em Portugal

não o fazemos? Isto gera fidelização. Acho que

a pessoa não se importa de pagar um pouco

mais se sentir que existe um retorno do que,

efetivamente, está a pagar.

A ARVAL TEM OFICINAS DA SUA

PREFERÊNCIA OU O CLIENTE PODE

ESCOLHER ONDE LEVAR A SUA VIATURA?

QUAL A TENDÊNCIA?

Não, o cliente não tem opção de escolha.

No entanto, a porta está aberta para qualquer

bom profissional que queira trabalhar

connosco. Mas temos critérios que as oficinas

têm de cumprir. Como é que um cliente

pode reclamar de uma empresa como a nossa,

se nós não escolhemos os fornecedores

ou parceiros? Não funciona. Obviamente,

temos de ter uma rede que está sempre em

movimento, penalizando as más atitudes e

valorizando as boas. Temos um mecanismo

de controlo, que são os condutores, para saber

quando as coisas correm bem ou mal. Até

nisto somos um bocado diferentes. Não gostamos

de ter poucos fornecedores para que

eles não dependam de nós, mas temos de ter

alguns fornecedores para que eles prestem

um serviço de qualidade.

QUE CONSELHOS DARIA A UMA EMPRESA

QUE PRETENDE CONSTITUIR UMA FROTA DE

VEÍCULOS (LIGEIROS)?

O conselho é olhar para a empresa e concentrar-se

no que a mesma tem de fazer. Não faz

sentido estar a pensar em veículos. O que faz

sentido é concentrar-se nos resultados da sua

empresa, nos bons profissionais e na comunicação

digital, entre outras coisas. Deixem essa

questão para quem entende de viaturas. ◆

50 Top100 Aftermarket 2019


Segurança de Campeões

Brake System Academy

Innovative Training Program

Bremboparts

App mobile

Brembo Expert

Join the team

bremboparts.com

Top100 Aftermarket 2019

51


MERCADO TOP100

Entre riscos

e oportunidades

Com 2019 a caminhar para o seu fim, as empresas do setor da distribuição fazem um

balanço da sua atividade. Um retrato dividido entre os riscos e oportunidades de um mercado

“competitivo e maduro”, mas ainda com muito para evoluir nas suas diferentes áreas: Peças

para Ligeiros, Peças para Pesados, Equipamentos e Repintura

Nas suas mais diversas áreas, o

setor da distribuição de peças,

em Portugal, vive dias agitados,

intensos e de acesa rivalidade

entre os muitos players que

disputam o limitado mercado e território

nacional. Entre os desafios proporcionados

pelo desenvolvimento tecnológico e os problemas

sistémicos da atividade, como, por

exemplo, as devoluções de peças, o excesso de

concorrência, o esmagamento das margens de

lucro, a ameaça de empresas do país vizinho

ou, simplesmente, os ecos de uma nova crise

económica do país, as empresas que constam

deste ranking TOP 100 são quase um manual

de boas práticas do “bem fazer” do tecido empresarial

português. Mas não deixam, ainda

assim, de ter problema. Uns específicos da

sua área, outros comuns. Eis o testemunho

dos protagonistas. ◆

52 Top100 Aftermarket 2019


BALANÇO DO MERCADO

PEÇAS PARA LIGEIROS

Sem olhar para trás... nem para o lado

MERCADO EM CRESCIMENTO, MAS COM RESERVAS. DEVOLUÇÕES SÃO PROBLEMA CONSTANTE

“A NOSSA PERCEÇÃO É QUE O MERCADO TEM VINDO A EVOLUIR FAVORAVELMENTE. CONTUDO,

O CRESCIMENTO GERAL DO MERCADO NÃO TEM SIDO NA MESMA PROPORÇÃO DO QUE OS

PRINCIPAIS PLAYERS (...) EXISTE UMA TENDÊNCIA DE CONCENTRAÇÃO”

AUTOZITÂNIA

“NA CADEIA DE DISTRIBUIÇÃO, POR VEZES, CONFUNDIMOS O FABRICANTE COM O

DISTRIBUIDOR QUE ESTÁ SITUADO NA EUROPA. MUITOS COMPONENTES CHEGAM AO NOSSO

MERCADO POR INTERMÉDIO DE UM DISTRIBUIDOR EUROPEU”

AUTO RECTO

“COM A ENTRADA DE NOVOS PLAYERS NO MERCADO E O INVESTIMENTO DOS JÁ EXISTENTES,

A OFERTA É CADA VEZ MAIOR, LEVANDO A UMA DIMINUIÇÃO DAS MARGENS. A SOLUÇÃO PARA

ESTE CENÁRIO PASSA POR PERCEBER COMO PODEREMOS ACRESCENTAR VALOR AO CLIENTE”

AS PARTS

“NÃO VEJO FORMA DE A QUEDA DE MARGEM PODER SER ESTANCADA. TENDO EM

CONTA A ESTRATÉGIA DOS PLAYERS DO MERCADO, É CLARO QUE A MARGEM MÉDIA DE

COMERCIALIZAÇÃO VAI SOFRER UMA EROSÃO CONTÍNUA. A CURTO E MÉDIO PRAZOS, ESTA

REALIDADE É INCONTORNÁVEL E NÃO TEM SOLUÇÃO”

ALECARPEÇAS

“O MERCADO ESTÁ EM CRESCIMENTO. CADA VEZ MAIS, A DISTRIBUIÇÃO DE PEÇAS AUTO ESTÁ

EM PLENA EVOLUÇÃO NO MUNDO VIRTUAL E A POUCA MARGEM QUE RESULTA DO MESMO (...)

A CADEIA DA DISTRIBUIÇÃO CONTINUA A FAZER SENTIDO (...) POIS A PROXIMIDADE COM AS

OFICINAS É, HOJE, FATOR DETERMINANTE. OS RETALHISTAS ESTÃO MAIS PERTO DO CLIENTE

FINAL E DÃO MELHOR SERVIÇO”

ALGARCHAPA

Top100 Aftermarket 2019

53


MERCADO TOP100

“O MERCADO CONTINUA DINÂMICO, ATIVO E ATRATIVO. OS INDICADORES APONTAM AINDA

PARA RENTABILIDADES ACIMA DA MÉDIA DE OUTROS NEGÓCIOS COMERCIAIS, O QUE É BOM

(...) AS DEVOLUÇÕES NÃO SÃO UM PROBLEMA ATUAL. FORAM-NO NO PASSADO. ATUALMENTE,

SÃO UM MOVIMENTO COMERCIAL NATURAL, PORQUE OS DISTRIBUIDORES DEIXARAM QUE

ASSIM FOSSE ACONTECENDO ATÉ CHEGAR A ESTES ALTOS RÁCIOS DE DEVOLUÇÕES”

BRAGALIS

“O MERCADO ATUAL, NESTA ÁREA DE NEGÓCIO, TEM SOFRIDO DIVERSAS ALTERAÇÕES, QUER

EM VIRTUDE DA ENTRADA DE NOVAS MARCAS E PLAYERS, QUER DEVIDO A ALTERAÇÕES

CLIMÁTICAS QUE PREJUDICAM AS ÉPOCAS DEFINIDAS COMO ALTA E BAIXA PARA AS BATERIAS

DE ARRANQUE”

POLIBATERIAS

“SENTE-SE UMA AGRESSIVIDADE MUITO GRANDE POR PARTES DE ALGUNS PLAYERS…

IMPORTADORES E GRUPOS. MAS VEJO COM BASTANTE ÂNIMO ESTA ‘GUERRA’, ONDE O

IMPORTANTE É CONTINUARMOS COM OS NOSSOS OBJETIVOS BEM DEFINIDOS E NÃO TER

MEDO”

PHAARMPEÇAS

“A FILOSOFIA DA AUTO DELTA (...) SUSTENTA QUE QUALQUER AMEAÇA É, SIMULTANEAMENTE,

UM DESAFIO E É EXATAMENTE ASSIM QUE OBSERVAMOS A ENTRADA DE DISTRIBUIDORES DE

PEÇAS ESPANHÓIS EM PORTUGAL. COM ELES, VIRÃO, TAMBÉM, NOVAS ABORDAGENS E FORMAS

DE ESTAR NO MERCADO, QUE NOS IRÃO MOTIVAR PARA DESENVOLVERMOS CADA VEZ MAIS AS

NOSSAS OPÇÕES E, CONSEQUENTEMENTE, A OFERTA PARA O MERCADO NACIONAL”

AUTO DELTA

“CONSIDERAMOS O MERCADO MADURO, MUITO COMPETITIVO, COMPLETO E EM

TRANSFORMAÇÃO, COM UMA DIMENSÃO LIMITADA CONSONANTE COM A REDUZIDA ÁREA

DO TERRITÓRIO PORTUGUÊS. AS DEVOLUÇÕES SÃO UM DOS MAIORES PROBLEMAS DOS

DISTRIBUIDORES. É TEMPO DE TODOS OS INTERVENIENTES NO MERCADO ASSUMIREM, SEM

RODEIOS, A DIMENSÃO DESTE PROBLEMA E TEREM UMA ATITUDE ATIVA NA SUA RESOLUÇÃO”

JAPOPEÇAS

“NESTE MOMENTO, ENCONTRAMOS UM MERCADO MUITO AGRESSIVO. TALVEZ ALGUNS

COMERCIANTES DO RAMO NÃO DEVESSEM ESTAR (...) UMA UNIÃO DE COMERCIANTES ‘SÉRIA’ E

PROFISSIONAL PARA COMBATER MÁS PRÁTICAS RARAS NO MERCADO SERIA ÚTIL”

AUTO ACESSÓRIOS FORMIGOSA

54 Top100 Aftermarket 2019


Desde a origem

MANN-FILTER – para Equipamento Original e para o mercado pós-venda.

MANN-FILTER

original en

calidad 100%

de OE

MANN-FILTER, a marca líder em filtragem no setor das peças sobressalentes, disponibiliza as soluções mais inovadoras

para os novos desafios em sistemas de filtragem. Tanto no equipamento original como nas peças sobressalentes, na sua

famosa caixa verde e amarela, para ligeiros, veículos industriais, soluções para maquinaria agrícola e aplicações para

veículos especiais: os autênticos filtros MANN-FILTER com qualidade de equipamento original são mundialmente

reconhecidos. Escolha sempre MANN-FILTER, qualidade de equipamento original 100%.

MANN-FILTER – Perfect parts. Perfect service.

www.mann-filter.com

Top100 Aftermarket 2019

55


MERCADO TOP100

“NOTAMOS GRANDE INSTABILIDADE, COM PERÍODOS DE MAIOR VOLUME E OUTROS COM

VALORES MEDIANOS (...) A INEVITÁVEL REDUÇÃO DE MARGENS JÁ ERA UM PROBLEMA HÁ

MUITO ANUNCIADO E PREVISTO PELA NOSSA EMPRESA. OS FABRICANTES UTILIZAM TABELAS

DE PREÇOS DIFERENTES PARA MERCADOS DISTINTOS E COM A LOGÍSTICA DE HOJE NÃO É

DIFÍCIL TER ACESSO A PREÇOS MAIS REDUZIDOS, FAZENDO COM QUE AS MARGENS SEJAM

MAIS BAIXAS PARA QUEM COMPRA COM AS TABELAS PORTUGUESAS”

A.VIEIRA

“MERCADO MUITO DINÂMICO, COM UM REGISTO SIGNIFICATIVO DE NOVOS PLAYERS, QUE

SURGIRAM HÁ RELATIVAMENTE POUCO TEMPO E LEGITIMAMENTE RECLAMAM O SEU ESPAÇO

(...) O MERCADO É LIVRE, A OFERTA É MUITA E AS FRONTEIRAS JÁ NÃO EXISTEM, ENTRE

OUTROS FATORES. ASSIM, PARA EVITAR O ESMAGAMENTO DE MARGENS, HÁ QUE COMPRAR

SEMPRE MELHOR, MANTER OS ATUAIS CLIENTES E CONQUISTAR NOVOS”

BOMBÓLEO

“AS GRANDES ALTERAÇÕES A QUE ASSISTIMOS ESTÃO RELACIONADAS COM A

CONCENTRAÇÃO DO MERCADO, AS FUSÕES E AQUISIÇÕES QUE TÊM VINDO A SURGIR E QUE

LEVA A QUE INTERVENIENTES INDIVIDUAIS NO SETOR VÃO DESAPARECENDO”

FERDINAND BILSTEIN PORTUGAL

“O MERCADO MOSTRA-SE CADA VEZ MAIS COMPETITIVO. MAS ISSO É DE ESTÍMULO PARA

O DIA A DIA. É NESTE CONTEXTO DE CONSTANTE DESAFIO QUE O NÍVEL DE SERVIÇO AOS

CLIENTES TEM SIDO MELHORADO E, CONSEQUENTEMENTE, O NOSSO VOLUME DE NEGÓCIO

TEM AUMENTADO”

MCOUTINHO PEÇAS

“NESTE MOMENTO, É UM MERCADO DESREGULADO. MARGENS ESMAGADAS E NENHUM

RESPEITO PELOS PRAZOS DE PAGAMENTO ACORDADOS, JÁ DE SI BASTANTE ALARGADOS EM

RELAÇÃO A OUTROS MERCADOS”

GLOBAL PARTS

“EM GERAL, É UM MERCADO COM MUITA VOLATILIDADE E INCERTEZA. HÁ OVERSERVICE NA

LOGÍSTICA, O QUE ESTÁ A PREJUDICAR A SUSTENTABILIDADE DE TODOS OS OPERADORES.

CONTINUA A HAVER OPERADORES A MAIS EM TODOS OS ELOS DA CADEIA”

KRAUTLI PORTUGAL

56 Top100 Aftermarket 2019


3

3

3

Top100 Aftermarket 2019

57


MERCADO TOP100

PEÇAS PARA PESADOS

Mercado especializado e maduro

COM OS NÚMEROS A SUBIR, OS PLAYERS DESTE SETOR ACREDITAM NO PODER DA ESPECIALIZAÇÃO

“ATRAVESSAMOS UMA BOA FASE, EM QUE TODOS OS PLAYERS DO MERCADO APRESENTAM

RESULTADOS POSITIVOS E TAXAS DE CRESCIMENTO BASTANTE ELEVADAS (...) A MAIOR PARTE

DOS DISTRIBUIDORES DE PEÇAS PARA PESADOS DEVERIAM PENSAR EM TRABALHAR PARA

A MARGEM E NÃO PARA NÚMEROS DE FATURAÇÃO OU PARA OBJETIVOS IMPOSTOS PELOS

FORNECEDORES DE MARCAS DE PRIMEIRO EQUIPAMENTO”

VISOPARTS

“NA REGIÃO CENTRO, TEM-SE VERIFICADO A ABERTURA DE ALGUMAS EMPRESAS DE

DISTRIBUIÇÃO DE PEÇAS PARA VEÍCULOS PESADOS, NÃO TENDO SIDO ACOMPANHADA PELO

CRESCIMENTO DA PROCURA POR PARTE DO MERCADO. PELO CONTRÁRIO, OS CONTRATOS

MANUTENÇÃO DAS MARCAS E A CRESCENTE CENTRALIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO TÉCNICA

NAS MESMAS, LEVA A QUE OS CLIENTES FIQUEM CADA VEZ MAIS ‘PRESOS’ À ORIGEM, O QUE

LEVOU, TAMBÉM, À DESVALORIZAÇÃO DOS VEÍCULOS USADOS, COMPENSANDO, CADA VEZ

MENOS, A SUA REPARAÇÃO”

DIAMANTINO PERPÉTUA & FILHOS

“O MERCADO DE AFTERMARKET EM PORTUGAL ESTÁ CADA VEZ MAIS MADURO E

ESPECIALIZADO (...) DE FORMA A CONTORNAR ESTE PROBLEMA GLOBAL (DE ESMAGAMENTO

DAS MARGENS), É NECESSÁRIO DIVERSIFICAR E REINVENTAR DIARIAMENTE. (...) TEMOS

IMPLEMENTADO ALGUMAS AÇÕES TENDO EM VISTA MINORAR O PROBLEMA DA DEVOLUÇÃO

DAS PEÇAS, NOMEADAMENTE VERIFICAR O ESTADO DAS EMBALAGENS E CUMPRIR

RIGOROSAMENTE OS PRAZOS DE DEVOLUÇÃO”

MOTORBUS

58 Top100 Aftermarket 2019


NÓS TAMBÉM

Galardoados com prémios para exportação. 40.000

referências. Mais de 100 Veículos manufaturados. Stock

médio de mais de 5 milhões de itens. 97% de satisfação do

cliente.

Patrocinamos a Aruba.it Racing - Ducati Team porque

gostamos de trabalhar com vencedores.

Isso inclui você.

Top100 Aftermarket 2019

faiauto.com

Official Team Sponsor 2019

59


MERCADO TOP100

EQUIPAMENTOS

Setor de realidades paralelas

O MERCADO DE EQUIPAMENTOS MOSTRA MELHORIAS, MAS NÃO PARA TODOS OS PROTAGONISTAS...

“O MERCADO MOSTRA INDICADORES DE CRESCIMENTO, QUER NA RENOVAÇÃO DE UNIDADES

OFICINAIS JÁ EM LABORAÇÃO, QUER, TAMBÉM, NA INSTALAÇÃO DE NOVAS UNIDADES

EM INÍCIO DE ATIVIDADE. A PROCURA RELATIVA ÀS VÁRIAS GAMAS DE PRODUTOS QUE

COMERCIALIZAMOS MOSTRA IGUALMENTE CRESCIMENTO”

COMETIL

“VERIFICAMOS QUE, NO NOSSO PAÍS, AS OFICINAS ENCONTRAM-SE APETRECHADAS COM

OS EQUIPAMENTOS ESTRITAMENTE INDISPENSÁVEIS E QUE SÓ PROCEDEM À RESPETIVA

RENOVAÇÃO QUANDO NECESSÁRIO”

MGM

“MERCADO MUITO COMPETITIVO, COM MATURIDADE E ESTÁVEL (...) O MERCADO DOS

EQUIPAMENTOS OFICINAIS TEM POSSIBILIDADES DE CRESCIMENTO DEVIDO À SUA RÁPIDA

EVOLUÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, A QUAL SE DEVE ASSUMIR E ACOMPANHAR SEM

RECEIOS, POIS TODAS AS EMPRESAS DESTE RAMO JÁ TIVERAM DE SE ADAPTAR, EVOLUIR E

INOVAR”

LUSILECTRA

“ESTAMOS NUM SETOR DINÂMICO E QUE TEM VINDO A CRESCER, COM O APARECIMENTO DE

NOVOS MODELOS E MOTORES. VEEM-NOS COMO UMA REFERÊNCIA ONDE PROCURAR NOVAS

FERRAMENTAS PARA MOTOR E CARROÇARIA E TEMOS DE ESTAR SEMPRE ATUALIZADOS”

KROFTOOLS

“O MERCADO DOS EQUIPAMENTOS OFICINAIS É ALTAMENTE COMPETITIVO. EXISTEM DIVERSOS

PLAYERS, COM ESTRATÉGIAS DIFERENTES: VENDA DIRETA, PREFERÊNCIA POR PRODUTOS DE

PREÇO, IGNORANDO, POR VEZES, QUESTÕES COMO A DURABILIDADE E A SEGURANÇA DOS

EQUIPAMENTOS, O APOIO NO PRÉ E PÓS-VENDA”

BOLAS

60 Top100 Aftermarket 2019


POWERTRAIN

CONSTRUÍMOS SOLUÇÕES

PARA IMPULSIONAR O SEU NEGÓCIO

DOC_I_POWERTRAIN_AP_PT_210x297 - Conception et réalisation : Service publicité NTN-SNR - © NTN-SNR 09/2019 - Crédits : Visuelys - Shutterstock

www.ntn-snr.com

#PERFORMANCEINSIDE

A NTN-SNR usa a sua experiência como fabricante de

equipamento original para projetar e fabricar soluções

inovadoras que oferecem desempenho e durabilidade.

Desenvolver produtos com os maiores fabricantes automóveis

do mundo garante que as nossas gamas de sistemas de

distribuição e transmissão oferecem os mais elevados graus

de fiabilidade e desempenho.

Top100 Aftermarket 2019

With 61You


MERCADO TOP100

REPINTURA

Manter as cores do sucesso

O MERCADO DA REPINTURA CONTINUA A MANTER OS NÚMEROS NO VERDE

“O SETOR DA REPINTURA AUTOMÓVEL ENCONTRA-SE COM INÚMERAS SOLUÇÕES PARA AS

MAIS DIVERSAS APLICAÇÕES, O QUE TRADUZ A ELEVADA QUANTIDADE DE SOLUÇÕES QUE

TODOS OS PROFISSIONAIS TÊM AO SEU DISPOR. EXISTE SEMPRE ESPAÇO PARA A MUDANÇA E

EVOLUÇÃO NESTA ÁREA, MAS, APESAR DE TUDO, ESSA MUDANÇA E EVOLUÇÃO SÓ É POSSÍVEL

SE EXISTIR FORMAÇÃO E ACOMPANHAMENTO JUNTO DOS PROFISSIONAIS, PARA, TAMBÉM

ELES, EVOLUÍREM E ACOMPANHAREM AS MUDANÇAS”

CENTROCOR

“CONTINUA EM CRESCIMENTO. A CRISE VERIFICADA NO PERÍODO ENTRE 2009 E 2014, ESTÁ

QUASE TOTALMENTE DISSIPADA. QUEM SUPORTOU ESSE PERÍODO, FICOU MAIS FORTE. O

NOSSO MERCADO MANTEVE A EXCELÊNCIA, NO QUE DIZ RESPEITO À QUALIDADE NESTA ÁREA

DE CONHECIMENTO. TEMOS CONSCIÊNCIA PLENA DE QUE OS HÁBITOS DE USO DO VEÍCULO E A

FORÇA DOS INTERVENIENTES NESTE MERCADO, NOMEADAMENTE OS GRANDES FORNECEDORES

DE CARGA DE TRABALHO, QUE SÃO AS COMPANHIAS DE SEGUROS, FIZERAM ALTERAR EM MUITO

A TIPOLOGIA DE REPARAÇÕES QUE CHEGAM ÀS INSTALAÇÕES DOS CLIENTES”

LOVISTIN

“HAVERÁ, PROVAVELMENTE, AINDA LUGAR A ALGUMA CONSOLIDAÇÃO, MAS, DE UMA

FORMA GERAL, HÁ UMA ESTAGNAÇÃO NO MERCADO. EM TERMOS TECNOLÓGICOS, SIM, É

CLARAMENTE UM MERCADO EM CONTÍNUA EVOLUÇÃO”

PORTEPIM

“É UM MERCADO EM FRANCA MUDANÇA. ATUALMENTE, NÃO BASTA APOSTAR NA REPARAÇÃO

AUTOMÓVEL COMO, TAMBÉM, SE TEM APOSTADO NO CUIDADO AUTOMÓVEL. HÁ UMA MAIOR

PREOCUPAÇÃO PELO CUIDADO DAS VIATURAS, MAS ASSISTE-SE A UMA GRANDE ESCASSEZ

DE PROFISSIONAIS DO RAMO DA REPINTURA. SERIA IMPORTANTE APOSTAR MAIS NESTA ÁREA

AO NÍVEL DA FORMAÇÃO”

MOTA & PIMENTA

“O MERCADO ESTÁ EM MUDANÇA, COM AS OFICINAS A ADAPTAREM-SE A PRODUTOS E

PROCESSOS MAIS RÁPIDOS. COM MENORES PERÍODOS DE IMOBILIZAÇÃO DAS VIATURAS A

REPARAR. A BOA GESTÃO OFICINAL PODE PERMITIR MELHORAR OS SEUS RESULTADOS EM

TERMOS DE EFICIÊNCIA E RENTABILIDADE. A DIGITALIZAÇÃO NA SECÇÃO DE PINTURA TEM UM

PAPEL IMPORTANTE NA EVOLUÇÃO DO SETOR DA COLISÃO”

LTINTAS

62 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

63


MERCADO TOP100

Admirável mundo novo

Veículos elétricos, conectados, autónomos. Uma revolução tecnológica que já está

em curso e que não olhará para quem não acompanhar as novas tendências.

O mercado da distribuição de peças está atenta às inúmeras vantagens (e perigos) que

se abrem com este admirável mundo novo

A

revolução tecnológica é transversal

a todas as áreas de atividade.

E está em curso. Qualquer

empresa que queira ter

futuro (e presente...) terá de

atentar a temáticas relacionadas com a digitalização

do negócio e colocá-la ao serviço

da sua própria atividade. Sob a pena de não

acompanhar o ritmo da (muita) concorrência.

Entre as empresas TOP100, não há nenhuma

que negligencie área fundamental como esta.

Mas como estarão, em cada uma das áreas, a

aplicá-la no seu quotidiano? Nas próximas

páginas respondemos a esta questão, pela voz

dos protagonistas. ◆

64 Top100 Aftermarket 2019


DISTRIBUIÇÃO DO FUTURO

PEÇAS PARA LIGEIROS

Resposta na ponta da tecnologia

DISTRIBUIÇÃO PROCURA ADAPTAR-SE ÀS NOVAS TENDÊNCIAS

“A CONECTIVIDADE E A MOBILIDADE PARTILHADA IRÃO INFLUENCIAR O MODO DE VIDA

DE TODA A SOCIEDADE E NÃO SÓ DO AFTERMARKET. AQUI, MAIS UMA VEZ, TEMOS DE

NOS MUNIR DE ARMAS PARA ENFRENTAR TEMPOS ALGO INCERTOS, POIS, A CADA

DIA QUE PASSA, EXISTE UMA NOVIDADE QUE NÃO SE VISLUMBRAVA NO DIA

ANTERIOR. A VERDADE É QUE QUALQUER DISTRIBUIDOR TRADICIONAL TERÁ

DE SER BASTANTE FLEXÍVEL, AGARRANDO OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO,

MESMO QUE ISSO IMPLIQUE A SUA DIVERSIFICAÇÃO, PARA QUE CONSIGA

VENCER NUM FUTURO BASTANTE INCERTO”

AUTO DELTA

“OS NOVOS CONCEITOS DE MOBILIDADE IRÃO CAUSAR DISRUPÇÃO

NO ECOSSISTEMA DO AFTERMARKET AUTOMÓVEL, COM O

APARECIMENTO DE TENDÊNCIAS COMO A ELETRIFICAÇÃO, A

CONDUÇÃO AUTÓNOMA E O CONCEITO DE PROPRIEDADE DO

VEÍCULO”

AS PARTS

“A ELETRIFICAÇÃO E A CONDUÇÃO AUTÓNOMA PODEM

ABRIR NOVOS CONCEITOS DE NEGÓCIO, MAS TAMBÉM

PODERÃO FECHAR ALGUNS ATUAIS”

AUTO RECTO

“A MUDANÇA COMEÇA NOS FABRICANTES DE PEÇAS, QUE VÃO

PASSAR A USAR FERRAMENTAS DE TELEMÁTICA PARA SABEREM

QUE COMPONENTES DEVEM PRODUZIR, MAS ESTE CONCEITO VAI

AFETAR TODOS OS ENVOLVIDOS NA CADEIA DE DISTRIBUIÇÃO.

É ESSENCIAL QUE DESENVOLVAM O RELACIONAMENTO

DIGITAL. A VENDA DE PEÇAS VAI ALTERAR COMO

CONSEQUÊNCIA DOS SERVIÇOS QUE OS FABRICANTES,

DISTRIBUIDORES E OFICINAS PRESTAM AO CLIENTE”

FERDINAND BILSTEIN PORTUGAL

“AINDA QUE, POR HIPÓTESE, A PARTIR DE 2020, METADE DAS VENDAS

DE VIATURAS FOSSE ELÉTRICA OU HÍBRIDA, MANTENDO O MESMO

VOLUME DE VENDAS DE VIATURAS NOVAS, EM 2025 O PARQUE DE

ELÉTRICOS E HÍBRIDOS SERIA DE CERCA DE 15%. E SE AS VENDAS

SE MANTIVESSEM NOS 50% DE ELÉTRICOS OU HÍBRIDOS,

EM 2029 (DAQUI A 10 ANOS), ESTE TIPO DE MOTORIZAÇÃO

REPRESENTARIA 25% DO PARQUE TOTAL”

MCOUTINHO PEÇAS

Top100 Aftermarket 2019

65


MERCADO TOP100

“OS NOVOS CONCEITOS DE MOBILIDADE, DESDE QUE SEJAM CUMPRIDOS OS

REQUISITOS PRETENDIDOS E DE FÁCIL ACESSO A TODOS, PODERÃO NÃO

AFETAR O SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO (...) A ALGARCHAPA ACOMPANHA O

MERCADO PERMANENTEMENTE E TENTA INTRODUZIR AS NOVIDADES QUE

ACRESCENTAM MAIS VALOR AO SEU NEGÓCIO E AO DOS SEUS CLIENTES”

ALGARCHAPA

“QUANDO O TEMA É MOBILIDADE, PENSAMOS LOGO EM ‘CARROS’. E

NÓS DISTRIBUÍMOS PEÇAS. ASSIM SENDO, O MAIS IMPORTANTE É

QUE SE FALE EM ‘MOBILIDADE’ – NO PRESENTE E FUTURO -, DESDE

QUE ASSENTE EM AUTOMÓVEIS. NÃO NOS DEVEMOS PREOCUPAR.

O SETOR ESTARÁ PREPARADO PARA VENDER AS PEÇAS QUE

FOREM NECESSÁRIAS”

BRAGALIS

“HISTORICAMENTE, A PROPRIEDADE DOS VEÍCULOS ERA DOS SEUS UTILIZADORES,

QUE ASSUMIAM UM PAPEL ATIVO NAS DECISÕES DE REPARAÇÃO (ONDE, QUANDO

E COMO PROCEDER). O SURGIMENTO DE DIVERSAS PLATAFORMAS DE PARTILHA,

DE ALUGUER E OUTRAS FORMAS CONTRATUAIS, PERMITEM O USUFRUTO DO

BEM SEM AS RESPONSABILIDADES INERENTES À PROPRIEDADE DO MESMO.

NESTA FRANJA DE MERCADO, ESPECIALMENTE, AS REPARAÇÕES DESTES

VEÍCULOS SEGUEM UMA LÓGICA COMERCIAL DIFERENTE, ALTERANDO,

SIGNIFICATIVAMENTE, O NEGÓCIO DA DISTRIBUIÇÃO DE PEÇAS”

JAPOPEÇAS

“AS TENDÊNCIAS FUTURAS TENDEM PARA A REDUÇÃO DO NÚMERO

DE GROSSISTAS E RETALHISTAS. A SUA ELIMINAÇÃO A CURTO

PRAZO SERÁ DIFÍCIL, ATÉ PORQUE A “PONTE” ENTRE O FABRICANTE

E A OFICINA INDEPENDENTE AINDA CONTINUA MUITO LONGA E,

NESSE ASPETO, O TRABALHO DOS GROSSISTAS E RETALHISTAS É

EXTREMAMENTE IMPORTANTE”

A. VIEIRA

“O MERCADO, NATURALMENTE, MUDA. NÃO É ESTÁTICO. E AS NOVAS TENDÊNCIAS

(COMO AS MODAS!) VINGAM. NOS GRANDES CENTROS, É CADA VEZ MAIS NOTÓRIA

ESTA TENDÊNCIA. POR OUTRO LADO, É O PRESCRITOR QUE TEM SEMPRE A

ÚLTIMA PALAVRA. É ELE QUE DECIDE QUAL O PARCEIRO DE NEGÓCIO QUE

IRÁ RESPONDER ÀS SUAS NECESSIDADES. NÓS SÓ TEMOS É DE ESTAR

PREPARADOS PARA ESTA NOVA REALIDADE E DAR A RESPOSTA ADEQUADA

ÀS SUAS NECESSIDADES. NO ENTANTO, A TENDÊNCIA É IR ACEITANDO,

GRADUALMENTE, AS NOVAS SOLUÇÕES DE MOBILIDADE”

BOMBÓLEO

66 Top100 Aftermarket 2019


Silêncio e Conforto,

a combinação perfeita!

Transmissão por correia - anti-vibratória

Hutchinson - RCS 314 397 696 - 09/18 - 3828 -

Hutchinson é um fornecedor da origem de

transmissões por correia e peças anti-vibratórias

Uma marca europeia com

3 unidades de produção em Portugal

Exclusivo: Manuais de montagem

online para os kits de distribuição

Top100 Aftermarket 2019

67


MERCADO TOP100

“SEGURAMENTE QUE A INFLUÊNCIA DOS NOVOS CONCEITOS DE MOBILIDADE IRÁ

SENTIR-SE. NO ENTANTO, O AFTERMARKET JÁ PROVOU TER CAPACIDADE DE

EVOLUIR SEMPRE QUE TAL SE MOSTROU NECESSÁRIO. E, NESTE CASO, NÃO

VAI SER DIFERENTE”

ALECARPEÇAS

“A MÉDIO PRAZO, OS NOVOS CONCEITOS DE MOBILIDADE TRARÃO

UMA GRANDE MUDANÇA NO NOSSO MERCADO. ATÉ LÁ, RESTA-

NOS ESTAR ATENTOS E SABER QUE RUMO DEVEREMOS SEGUIR

AQUANDO DESSAS ALTERAÇÕES”

PHAARMPEÇAS

“AS BATERIAS PARA ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA DOS VEÍCULOS AFETOS A NOVAS

FORMAS DE MOBILIDADE SÃO AINDA UM PRODUTO MAIORITARIAMENTE

COMERCIALIZADO PELOS FABRICANTES DE AUTOMÓVEIS. A CURTO OU

MÉDIO PRAZO, OS PRINCIPAIS FABRICANTES MUNDIAIS DE BATERIAS IRÃO

DISPONIBILIZAR ESTES PRODUTOS PARA O AFTERMARKET”

POLIBATERIAS

”OS NOVOS CONCEITOS DE MOBILIDADE IRÃO, SEM DÚVIDA, AFETAR A

FORMA COMO O NEGÓCIO DA DISTRIBUIÇÃO DE PEÇAS FUNCIONARÁ

NO FUTURO. É INEVITÁVEL. UM DOS FATORES QUE MAIS NOS

PREOCUPA E QUE CONSIDERAMOS QUE TERÁ ENORME IMPACTO

NO NOSSO NEGÓCIO, SERÁ A QUESTÃO DA PROPRIEDADE DAS

VIATURAS”

AUTOZITÂNIA

“HAVERÁ NOVOS TIPOS DE OPERADORES NO MERCADO, ATIVOS NAS VÁRIAS NOVAS

VERTENTES DA MOBILIDADE QUE SURGIRÃO. ESTAMOS E ESTAREMOS ATENTOS

ÀS MUDANÇAS QUE SE VERIFICAREM E À INTERAÇÃO COM ESTES NOVOS

OPERADORES”

KRAUTLI PORTUGAL

68 Top100 Aftermarket 2019


Transparência em vez

de lengalengas:

5 anos de garantia.

Os profissionais das oficinas de automóveis não precisam de promessas vazias, mas sim

de qualidade na qual podem confiar. Por isso, oferecemos aos parceiros registados uma

garantia de 5 anos em todos os produtos do Power Transmission Group para o Automotive

Aftermarket. Sem restrições. www.contitech.de/5

Top100 Aftermarket 2019

69


MERCADO TOP100

EQUIPAMENTOS

Adaptação é a palavra de ordem

MERCADO ESTÁ ATENTO E A MOLDAR-SE AOS NOVOS TEMPOS

“MUITOS DOS FABRICANTES QUE REPRESENTAMOS APRESENTAM,

HÁ VÁRIOS ANOS, EQUIPAMENTOS COM RECURSO A SISTEMAS

ELETRÓNICOS. A NOSSA ADAPTAÇÃO, EM TERMOS DE

ASSISTÊNCIA TÉCNICA E FORMAÇÃO, ESTÁ PERFEITAMENTE

SEDIMENTADA”

COMETIL

“QUANDO HÁ EVOLUÇÃO, EXISTE NECESSIDADE DE ADAPTAÇÃO.

ACREDITAMOS QUE A SOCIEDADE, TAL COMO TODOS OS QUE

TRABALHAM NESTE RAMO, SE ESTEJA A ADAPTAR. PROCURANDO

OBTER CONHECIMENTOS SOBRE OS NOVOS EQUIPAMENTOS”

KROFTOOLS

“É DE EVIDENCIAR A EVOLUÇÃO DA MOBILIDADE, POIS AINDA

HÁ POUQUÍSSIMO TEMPO FALÁVAMOS DA EXTRAORDINÁRIA

EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DA MOBILIDADE HÍBRIDA E

ELÉTRICA. E, ATUALMENTE, JÁ SE COMEÇA A INVESTIR EM

SOLUÇÕES DE MOBILIDADE A HIDROGÉNIO”

LUSILECTRA

“ENCONTRAMO-NOS EM FASE DE ADAPTAÇÃO. QUEREMOS

ACOMPANHAR A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DO MERCADO. E, POR

ISSO, ESTAMOS A INVESTIR NA FORMAÇÃO DA NOSSA EQUIPA

TÉCNICA”

MGM

“O MERCADO PORTUGUÊS AINDA É MUITO TRADICIONAL. EXISTE

UM TRABALHO A FAZER NA ADAPTAÇÃO A EQUIPAMENTOS QUE

INCORPORAM MAIS TECNOLOGIA E ELETRÓNICA. A RAPIDEZ,

FLEXIBILIDADE E EFICÁCIA NO TRABALHO SÃO ARGUMENTOS

CONVINCENTES QUE ACABARÃO POR TRIUNFAR”

BOLAS

70 Top100 Aftermarket 2019


PEÇAS PARA PESADOS

O peso da qualidade de stock

CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO E QUALIDADE DO PRODUTO CONTINUAM A SER TRUNFOS

“ESTAMOS A ASSISTIR A UMA CORRIDA DESENFREADA A PAÍSES

DE LESTE PARA IMPORTAÇÕES DE MARCAS PREMIUM PARA

ESMAGAR O MERCADO EM MARGEM. POR OUTRO LADO, TAMBÉM

SE ESTÁ A VERIFICAR A PARCERIA COM CENTRAIS DE COMPRAS

ESPANHOLAS, TUDO COM O INTUITO DE CONTORNAR OS CANAIS

DE DISTRIBUIÇÃO DEFINIDOS PELAS MARCAS DE PRIMEIRO

EQUIPAMENTO. A VISOPARTS ESTÁ ATENTA E PREPARADA

PARA AS ALTERAÇÕES DE MERCADO QUE POSSAM EXISTIR”

VISOPARTS

“AS TENDÊNCIAS EM TERMOS DE DISTRIBUIÇÃO PASSARÃO

SEMPRE PELA FORMAÇÃO DOS COLABORADORES,

CAPACIDADE DE FORNECIMENTO (STOCK) E, TAMBÉM, PELO

COMÉRCIO ONLINE”

MOTORBUS

“A CADEIA ‘FABRICANTE – GROSSISTA – RETALHISTA – OFICINA PODERÁ

SOFRER ALGUNS ABALOS, PODENDO, EVENTUALMENTE, ATENUAR-

SE ESSA DISTINÇÃO PELA CRESCENTE FACILIDADE DE EXPEDIÇÃO E

RAPIDEZ DE ENTREGA CONFERIDA PELOS OPERADORES LOGÍSTICOS. AS

CONSTANTES APROXIMAÇÕES DOS FABRICANTES AOS RETALHISTAS E

DOS GROSSISTAS ÀS OFICINAS PODERÁ, A MÉDIO PRAZO, FAZER-NOS

CONFUNDIR O MERCADO GROSSISTA COM O MERCADO RETALHISTA

E A CADEIA FICAR MAIS CURTA. É, TAMBÉM, COM MAIOR FACILIDADE

QUE UM RETALHISTA CHEGA À NEGOCIAÇÃO COM UM FABRICANTE

OU ATÉ MESMO UMA OFICINA A UM GROSSISTA”

DIAMANTINO PERPÉTUA & FILHOS

PUB

Top100 Aftermarket 2019

71


MERCADO TOP100

REPINTURA

Acertar na cor perfeita da digitalização

SETOR ATRAVESSA UM PROCESSO DE MUDANÇA

“UMA DAS FORMAS POSSÍVEIS PARA QUEBRAR O CICLO DA PERDA DE MÃO

DE OBRA NESTA ÁREA, SERIA A INDÚSTRIA DA REPINTURA AUTOMÓVEL

COMEÇAR A COMUNICAR AOS JOVENS QUE SE ENCONTREM AINDA

A ESTUDAR, AS POTENCIALIDADES QUE ESTA ÁREA DISPÕE (...). A

PARCERIA ENTRE ESCOLAS PÚBLICAS OU PRIVADAS E OS CENTROS DE

FORMAÇÃO, DESDE VISITAS DE ESTUDO A CURSOS PROFISSIONAIS,

SERIA UMA MAIS-VALIA PARA DESPERTAR O INTERESSE DOS JOVENS

POR ESTA ÁREA, ONDE PODERIAM APRENDER PRATICANDO”

CENTROCOR

“A DIGITALIZAÇÃO, NOS DIAS DE HOJE, É UMA REALIDADE EM QUALQUER

ÁREA DO CONHECIMENTO. A LOVISTIN, NOS SEUS ANOS DE EXISTÊNCIA,

PASSOU POR TODOS ESSES DESENVOLVIMENTOS. DESDE A AFINAÇÃO

MANUAL, PASSANDO PELAS MICROFICHAS, BALANÇAS INTELIGENTES,

PC... VAMOS VER O QUE O FUTURO NOS RESERVA. MAIS UMA VEZ,

A LOVISTIN É BENEFICIADORA DA CAPACIDADE TECNOLÓGICA DA

MARCA QUE COMERCIALIZA: A GLASURIT”

LOVISTIN

“A DIGITALIZAÇÃO É O CAMINHO INEVITÁVEL A SEGUIR PARA AS OFICINAS

DE COLISÃO. PARA ISSO, DEVEM DISPOR DE UMA LIGAÇÃO À INTERNET

DISPONÍVEL EM TODA ESSA ÁREA PARA, ASSIM, TIRAREM PARTIDO

DOS EQUIPAMENTOS INFORMÁTICOS E SEM FIOS QUE VÃO AUXILIAR

NA ORÇAMENTAÇÃO, IDENTIFICAÇÃO DA COR E REGISTO DE DADOS

NAS OBRAS REALIZADAS”

LTINTAS

“NÃO SÓ A MOTA & PIMENTA COMO, TAMBÉM, AS MARCAS QUE

REPRESENTAMOS, TODOS TEMOS VINDO A APOSTAR NUM

ACOMPANHAMENTO DIGITAL AO NÍVEL DAS OFICINAS DE COLISÃO.

QUALQUER QUE SEJA A NECESSIDADE DIGITAL DOS CLIENTES,

CONSEGUIMOS DAR RESPOSTA ONLINE E MANTER OS NOSSOS

CLIENTES DEVIDAMENTE INFORMADOS”

MOTA & PIMENTA

“OS NOVOS CONCEITOS DE MOBILIDADE PODEM AFETAR A FORMA COMO O

NEGÓCIO DA REPINTURA IRÁ FUNCIONAR NO FUTURO, QUER EM TERMOS

DO ADVENTO DAS VIATURAS AUTÓNOMAS, QUER NO CONCEITO DO

DESENVOLVIMENTO DOS TRANSPORTES PÚBLICOS E DA PARTILHA DE

VEÍCULOS, QUER AINDA, E ATÉ DE FORMA MAIS RELEVANTE, NA ALTERAÇÃO

NAS NOVAS GERAÇÕES, NO SENTIDO DA DESVALORIZAÇÃO DA PROPRIEDADE

DE VIATURAS. TODAS DETERMINAM, EMBORA DE FORMAS DIFERENTES, A

DIMINUIÇÃO DO PARQUE AUTOMÓVEL E DA UTILIZAÇÃO DO MESMO”

SOTINAR

“A EQUIPA TÉCNICA DA PORTEPIM, DE CINCO ELEMENTOS, APOIADA SEMPRE

QUE NECESSÁRIO PELA PRÓPRIA AXALTA, ESTÁ EM PERMANÊNCIA NAS

OFICINAS, DANDO FORMAÇÃO E APRESENTANDO NOVIDADES. SEJA EM

PRODUTOS, SEJA EM EQUIPAMENTOS PARA REPINTURA AUTOMÓVEL,

COMO OS ESPECTROFOTÓMETROS (...), SÃO TOTALMENTE CAPAZES DE

ENSINAR AOS NOSSOS CLIENTES COMO TIRAR O MÁXIMO PARTIDO DA

TECNOLOGIA EXISTENTE”

PORTEPIM

72 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

73


MERCADO TOP100

ANO DA consolidação

Em 2018, venderam-se, em Portugal, 273.252 veículos, o que correspondeu a uma subida

de 2,6% face a 2017. O comércio, manutenção e reparação de automóveis e motociclos

representou, em 2017, no nosso país, de acordo com os últimos dados disponíveis do INE

(referem-se mesmo a 2017 e não a 2018), um volume de negócios de 20,3 mil milhões de

euros, abrangendo 28 mil empresas e sendo responsável por 97 mil postos de trabalho diretos.

Os números foram divulgados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP), na conferência

de imprensa anual, realizada no dia 7 de fevereiro deste ano

74 Top100 Aftermarket 2019


ACAP

VENDAS DE VEÍCULOS EM PORTUGAL

(POR TIPO, DE 2000 A 2018)

LIGEIROS

DE PASSAGEIROS *

TODO-O-TERRENO

LIG. DE PASSAGEIROS

E TODO-O-TERRENO

COMERCIAIS

LIGEIROS **

TOTAL MERCADO

LIGEIROS

PESADOS

DE MERCADORIAS

AUTOCARROS

TOTAL MERCADO

VEÍCULOS

UNID. % VAR. UNID. % VAR. UNID. % VAR. UNID. % VAR. UNID. % VAR. UNID. % VAR. UNID. % VAR. UNID. % VAR.

2000 263.381 -3,5 32.109 29,5 295.490 -0,7 115.040 12,5 410.530 2,6 7.424 7.424 927 42,2 418.881 2,7

2001 253.630 -3,7 6.686 -79,2 260.316 -11,9 93.578 -18,7 353.894 -13,8 6.698 6.698 874 -5,7 361.466 -13,7

2002 225.305 -11,2 3.269 -51,1 228.574 -12,2 76.813 -17,9 305.387 -13,7 4.742 4.742 694 -25,1 310.823 -14,0

2003 189.024 -16,1 3.281 0,4 192.305 -15,9 66.555 -13,4 258.860 -15,2 3.736 3.736 558 -19,6 263.154 -15,3

2004 196.520 4,0 3.648 11,2 200.168 4,1 68.707 3,2 268.875 3,9 4.679 4.679 641 14,9 274.195 4,2

2005 201.682 2,6 4.717 29,3 206.399 3,1 66.727 -2,9 273.126 1,6 4.616 4.616 728 13,6 278.470 1,6

2006 189.298 -6,1 5.309 12,6 194.607 -5,7 64.582 -3,2 259.189 -5,1 5.406 5.406 579 -20,5 265.174 -4,8

2007 192.722 1,8 8.978 69,1 201.700 3,6 68.537 6,1 270.237 4,3 5.644 5.644 725 25,2 276.606 4,3

2008 204.282 6,0 9.012 0,4 213.294 5,7 55.499 -19,0 268.793 -0,5 5.536 5.536 798 10,1 275.127 -0,5

2009 150.898 -26,1 10.049 11,5 160.947 -24,5 38.972 -29,8 199.919 -25,6 3.213 3.213 628 -21,3 203.760 -25,9

2010 204.805 35,7 18.594 85,0 223.399 38,8 45.734 17,4 269.133 34,6 3.130 3.130 491 -21,8 272.754 33,9

2011 136.850 -33,2 16.554 -11,0 153.404 -31,3 34.963 -23,6 188.367 -30,0 2.665 2.665 330 -32,8 191.362 -29,8

2012 85.397 -37,6 9.912 -40,1 95.309 -37,9 16.011 -54,2 111.320 -40,9 1.892 1.892 223 -32,4 113.435 -40,7

2013 93.024 8,9 12.897 30,1 105.921 11,1 18.202 13,7 124.123 11,5 2.392 2.392 174 -22,0 126.689 11,7

2014 122.569 31,8 20.257 57,1 142.826 34,8 26.166 43,8 168.992 36,1 3.126 3.126 239 37,4 172.357 36,0

2015 148.771 21,4 29.732 46,8 178.503 25,0 30.858 17,9 209.361 23,9 4.039 4.039 254 6,3 213.654 24,0

2016 167.886 12,8 39.444 32,7 207.330 16,1 34.890 13,1 242.220 15,7 4.824 4.824 354 39,4 247.398 15,8

2017 172.426 2,7 49.703 26,0 222.129 7,1 38.523 10,4 260.652 7,6 5.372 5.372 361 2,0 266.385 7,7

2018 164.333 -4,7 63.994 28,8 228.327 2,8 39.282 2,0 267.609 2,7 5.133 5.133 510 41,3 273.252 2,6

* INCLUI DESDE 2001 MONOVOLUMES COM MAIS DE 2.300 KG

** FORAM RETIRADOS DESDE 2001 OS MONOVOLUMES COM MAIS DE 2.300 KG

PUB

Top100 Aftermarket 2019

75


MERCADO TOP100

ACAP

IDADE E NÚMERO DE VEÍCULOS EM CIRCULAÇÃO EM PORTUGAL EM 31-12-2018

LIGEIROS DE PASSAGEIROS – VEÍCULOS COMERCIAIS

IDADE UNIDADES %

LIGEIROS DE PASSAGEIROS

IDADE MÉDIA (ANOS) 12,7 ___

ATÉ 1 ANO 211.679 4,2

DE 1 A 2 ANOS 225.294 4,5

DE 2 A 3 ANOS 216 238 4,3

DE 3 A 4 ANOS 197.482 3,9

DE 4 A 5 ANOS 176 266 3,5

DE 5 A 10 ANOS 891.412 17,8

DE 10 A 15 ANOS 1.092.752 21,8

DE 15 A 20 ANOS 1.109.380 22,1

MAIS DE 20 ANOS 894.497 17,8

TOTAL 5.015.000 100,0

IDADE UNIDADES %

COMERCIAIS LIGEIROS

IDADE MÉDIA (ANOS) 14,1 ___

ATÉ 1 ANO 33.288 3,0

DE 1 A 2 ANOS 35.336 3,2

DE 2 A 3 ANOS 32.036 2,9

DE 3 A 4 ANOS 29.114 2,6

DE 4 A 5 ANOS 25.504 2,3

DE 5 A 10 ANOS 144.944 12,9

DE 10 A 15 ANOS 284.675 25,4

DE 15 A 20 ANOS 308.082 27,5

MAIS DE 20 ANOS 227.021 20,3

TOTAL 1.120.000 100,0

IDADE UNIDADES %

PESADOS E TRATORES DE MERCADORIAS

IDADE MÉDIA (ANOS) 14,7 ___

ATÉ 1 ANO 4.610 3,5

DE 1 A 2 ANOS 5.958 4,6

DE 2 A 3 ANOS 4.866 3,7

DE 3 A 4 ANOS 4.208 3,2

DE 4 A 5 ANOS 3.654 2,8

DE 5 A 10 ANOS 17 127 13,2

DE 10 A 15 ANOS 30.203 23,2

DE 15 A 20 ANOS 24.457 18,8

MAIS DE 20 ANOS 34.918 26,9

TOTAL 130.000 100,0

CATEGORIA E TIPO DE

VEÍCULO

VENDAS DE VEÍCULOS EM PORTUGAL (POR TIPO DE ENERGIA, DE 2012 A 2018)

2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

UNI. % UNI. % UNI. % UNI. % UNI. % UNI. % UNI. %

GASOLINA 26.235 27,5 27.188 25,7 37.793 26,5 53.202 29,8 67.454 32,5 76.364 34,4 89.811 39,3

DIESEL 67.237 70,5 76.573 72,3 101.944 71,4 120.521 67,5 133.800 64,5 135.235 60,9 121.591 53,3

ELÉTRICO 65 0,1 166 0,2 189 0,1 645 0,4 756 0,4 1 640 0,7 4.073 1,8

G/E 507 0,5 532 0,5 1.143 0,8 1.647 0,9 2.540 1,2 4.296 1,9 6.602 2,9

D/E 419 0,4 520 0,5 786 0,6 1.328 0,7 664 0,3 396 0,2 628 0,3

G/GN 0 0,0 20 0,0 2 0,0 6 0,0 7 0,0 7 0,0 23 0,0

G/GPL 776 0,8 867 0,8 868 0,6 633 0,4 1.020 0,5 1.749 0,8 1.823 0,8

PHEV 58 0,1 44 0,0 86 0,1 483 0,3 1 048 0,5 2 416 1,1 3 769 1,7

EREV 12 0,0 11 0,0 15 0,0 38 0,0 41 0,0 26 0,0 7 0,0

95.309 105.921 142.826 178.503 207.330 222.129 228.327

COMERCIAIS

LIGEIROS

GASOLINA 0 0,0 0 0,0 0 0,0 3 0,0 3 0,0 4 0,0 3 0,0

DIESEL 15.984 99,8 18.169 99,8 26.130 99,9 30.782 99,8 34.816 99,8 38.293 99,4 39.010 99,3

ELÉTRICO 16 0,1 27 0,1 27 0,1 66 0,2 57 0,2 219 0,6 253 0,6

G/GN 7 0,0 6 0,0 8 0,0 6 0,0 14 0,0 4 0,0 16 0,0

G/GPL 4 0,0 0 0,0 1 0,0 1 0,0 0 0,0 3 0,0 0 0,0

16.011 18.202 26.166 30.858 34.890 38.523 39.282

COMERCIAIS

PESADOS

DIESEL 2.115 100,0 2.566 100,0 3.365 100,0 4.281 99,7 5.154 99,5 5.704 99,5 5.441 96,4

D/E 0 0,0 0 0,0 0 0,0 3 0,1 11 0,2 5 0,1 12 0,2

GNL 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 1 0,0 0 0,0 9 0,2

GAS 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 1 0,0 1 0,0

ELÉTRICO 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 10 0,2

GNC 0 0,0 0 0,0 0 0,0 9 0,2 12 0,2 23 0,4 170 3,0

2.115 2.566 3.365 4.293 5.178 5.733 5.643

TOTAL GERAL

DIESEL 85.336 75,2 97.308 76,8 131.439 76,3 155.584 72,8 173.770 70,2 179.232 67,3 166.042 60,8

GASOLINA 26.235 23,1 27.188 21,5 37.793 21,9 53.205 24,9 67.457 27,3 76.368 28,7 89.814 32,9

G/E 507 0,4 532 0,4 1 143 0,7 1.647 0,8 2.540 1,0 4.296 1,6 6.602 2,4

PHEV 58 0,1 44 0,0 86 0,0 483 0,2 1.048 0,4 2.416 0,9 3.769 1,4

ELÉTRICO 81 0,1 193 0,2 216 0,1 711 0,3 813 0,3 1.859 0,7 4.336 1,6

G/GPL 780 0,7 867 0,7 869 0,5 634 0,3 1.020 0,4 1.752 0,7 1.823 0,7

D/E 419 0,4 520 0,4 786 0,5 1.331 0,6 675 0,3 401 0,2 640 0,2

EREV 12 0,0 11 0,0 15 0,0 38 0,0 41 0,0 26 0,0 7 0,0

GNC 0 0,0 0 0,0 0 0,0 9 0,0 12 0,0 23 0,0 170 0,1

G/GN 7 0,0 26 0,0 10 0,0 12 0,0 21 0,0 11 0,0 39 0,0

GAS 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 1 0,0 1 0,0

GNL 0 0,0 0 0,0 0 0,0 0 0,0 1 0,0 0 0,0 9 0,0

113.435 126.689. 172.357 213.654 247.398 266.385 273.252

LEGENDA: PHEV (PLUG-IN ELECTRIC VEHICLE); EREV (EXTENDED RANGE ELECTRIC VEHICLE)

(*) INCLUI VEÍCULOS TODO-O-TERRENO

76 Top100 Aftermarket 2019


Herzlichen Glückwunsch!*

Wir gratulieren unserem strategischen Partner Auto Delta

zur Auszeichnung „Quadro de Honra de Distribuidores de Peças Auto“.

Wir sind stolz darauf, dass Auto Delta unser Official MEYLE Distribution

Partner ist und honorieren den gemeinsamen strategischen Ansatz und das

partnerschaftliche Wachstum.**

*Parabéns!

Queremos felicitar calorosamente o nosso parceiro estratégico Auto Delta

pela distinção no Quadro de Honra de Distribuidores de Peças Auto.

Estamos muito orgulhosos pela Auto Delta ser o nosso Official MEYLE Distribution Partner

e enaltecemos a abordagem estratégica comum e a parceria histórica de crescimento seguida.

Top100 Aftermarket 2019

77

MEYLE AG, Merkurring 111, 22143 Hamburg, Germany, contact@meyle.com, www.meyle.com


MERCADO TOP100

ACAP

VENDAS DE VEÍCULOS HÍBRIDOS EM PORTUGAL AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS

(POR MARCA E TIPO DE ENERGIA, DE 2002 A 2018 )

MARCA ENERGIA 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 TOTAL

MERCEDES-BENZ D/E 81 325 646 1.049 451 318 113 2.983

PEUGEOT D/E 10 280 169 123 169 97 36 2 886

RENAULT D/E 411 411

LAND ROVER D/E 99 109 42 1 251

CITROËN D/E 58 26 17 7 1 109

CITROËN D/E 101 101

DS D/E 4 6 10

TOTAL DIESEL / ELÉTRICO 10 419 520 786 1.328 664 396 628 4.751

TOYOTA G/E 5 3 26 200 204 350 490 286 546 340 264 306 832 1.303 2.171 3.716 5.793 16.835

HONDA G/E 1 99 445 539 468 1484 1.117 789 788 381 176 86 10 1 6.384

LEXUS G/E 20 59 80 85 68 67 192 58 137 295 337 361 452 559 2.770

KIA G/E 2 75 201 278

HYUNDAI G/E 4 53 43 100

MERCEDES-BENZ G/E 8 16 8 2 34

BMW G/E 2 1 2 2 4 2 13

FORD G/E 4 1 3 8

AUDI G/E 5 1 1 7

PORSCHE G/E 3 3

FERRARI G/E 1 1 2

TOTAL GAS. / ELÉTRICO 6 102 471 759 731 1.914 1.692 1.151 1.419 922 507 532 1.143 1.647 2.540 4.296 6.602 26.434

TOTAL HÍBRIDOS CONV. 6 102 471 759 731 1.914 1.692 1.151 1.419 932 926 1.052 1.929 2.975 3.204 4.692 7.230 31.185

VOLKSWAGEN G/GN 1 2 6 7 7 12 35

FIAT G/GN 2 19 21

SEAT G/GN 11 11

TOTAL GAS. / GÁS NATURAL 2 20 2 6 7 7 23 67

DACIA G/GPL 33 165 257 215 500 1265 1295 3730

CHEVROLET G/GPL 418 928 650 492 309 27 2824

OPEL G/GPL 63 202 357 249 326 379 418 1994

FIAT G/GPL 1 189 188 158 87 16 17 9 22 687

KIA G/GPL 83 112 148 38 381

HYUNDAI G/GPL 18 30 29 51 62 190

SUBARU G/GPL 6 5 6 35 33 85

ALFA ROMEO G/GPL 24 21 6 7 2 60

LANCIA G/GPL 9 18 5 32

RENAULT G/GPL 24 24

MITSUBISHI G/GPL 3 7 3 10

MERCEDES-BENZ G/GPL 3

TOTAL GASOLINA / GPL 6 8 13 35 33 418 932 839 776 867 868 633 1.020 1.749 1.823 10.020

TOTAL HÍBRIDOS GPL E GN 6 8 13 35 35 418 932 839 776 887 870 639 1.027 1.756 1.846 10.087

TOTAL GERAL 6 102 477 767 744 1.949 1.727 1.569 2.351 1.771 1.702 1.939 2.799 3.614 4.231 6.448 9.076 41.272

DISTRITOS

LIGEIROS

DE PASSAGEIROS

E TODO-O-TERRENO

PARQUE E DENSIDADE AUTOMÓVEL EM PORTUGAL EM 31-12-2018

LIGEIROS DE PASSAGEIROS

VEÍCULOS COMERCIAIS

COMERCIAIS

LIGEIROS

TOTAL LIGEIROS

PESADOS DE

MERCADORIAS

PESADOS DE

PASSAGEIROS

TOTAL VEÍCULOS

LIGEIRO

PASSAGEIROS

HABITANTES POR:

AVEIRO 363.636 81.211 444.847 10.482 1.306 456.635 1,9 1,5

BEJA 72.509 16.193 88.702 1.404 175 90.282 1,9 1,6

BRAGA 414.593 92.591 507.184 9.188 1.145 517.516 2,0 1,6

BRAGANÇA 67.988 15.184 83.172 1.762 220 85.154 1,8 1,5

CASTELO BRANCO 94.800 21.172 115.971 3.000 374 119.346 1,9 1,5

COIMBRA 210.546 47.021 257.567 5.900 735 264.202 1,9 1,5

ÉVORA 77.414 17.289 94.703 2.185 272 97.160 2,0 1,6

FARO 246.899 55.140 302.039 7.335 914 310.288 1,8 1,4

GUARDA 83.665 18.685 102.349 2.668 332 105.350 1,7 1,4

LEIRIA 259.821 58.026 317.847 10.503 1.309 329.658 1,7 1,4

LISBOA 1.088.907 243.186 1.332.093 26.901 3.352 1.362.347 2,1 1,7

PORTALEGRE 53.974 12.054 66.028 1.571 196 67.795 2,0 1,6

PORTO 783.465 174.971 958.436 16.483 2.054 976.972 2,3 1,8

SANTARÉM 223.066 49.817 272.883 7.240 902 281.026 1,9 1,5

SETÚBAL 356.183 79.546 435.729 5.927 739 442.395 2,4 1,9

VIANA DO CASTELO 121.377 27.107 148.484 3.275 408 152.167 1,9 1,5

VILA REAL 100.359 22.413 122.772 2.543 317 125.631 1,9 1,5

VISEU 184.940 41.303 226.243 6.311 786 233.340 1,9 1,5

CONTINENTE 4.804.140 1.072.909 5.877.049 124.677 15.537 6.017.262 2,0 1,6

AÇORES 102.962 22.995 125.957 2.450 305 128.711 2,4 1,9

MADEIRA 107.898 24.097 131.995 2.873 358 135.226 2,4 1,9

TOTAL 5.015.000 1.120.000 6.135.000 130.000 16.200 6.281.200 2,0 1,6

(**) NÃO INCLUI CICLOMOTORES, MOTOCICLOS E QUADRICICLOS

VEÍCULO

(**)

78 Top100 Aftermarket 2019


Ou seja:

a solução perfeita.

Desde o disco de travão até à

ferramenta – o especialista em

travões ATE oferece soluções

completas e inovadoras aos seus

clientes. Com a máxima qualidade.

Perfeitamente afinadas entre si.

De um único fabricante.

www.ate-brakes.com

Top100 Aftermarket 2019

Brakethrough Technology

79


MERCADO top100

Aftermarket

visto à lupa

A Análise do Volume de Negócios de Manutencão e Reparação de Veículos Automóveis do

Observatório DPAI/ACAP a que a Revista TOP 100 teve acesso, inclui uma série de indicadores

económicos, demográficos e de mobilidade que permitem fazer a radiografia do aftermarket.

Os dados mais recentes são de 2017 e têm como fontes o INE e a Pordata

80 Top100 Aftermarket 2019


DPAI/ACAP

AFTERMARKET EM VALOR E RESPETIVA TAXA DE CRESCIMENTO

VOLUME DE NEGÓCIOS DE MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS

10% 2000

8,6%

7,4% 1800

6,4%

4,9%

5% 1600

4,2%

4,1%

1400

1,9%

1,9%

0% 1200

-1,2%

1000

-2,9% -2,9%

-5% 800

Volume de Negócios de Manutenção

e Reparação de Veículos

Automóveis

Taxa de Crescimento do Volume de

Negócios de Manutenção e

Reparação de Veículos Automóveis

600

-9,2%

-10% 400

200

-13,8%

-15% 0

2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017

Milhões de euros

FONTE INE

2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017

Volume DE NEGÓCIOS DE

MANUTENÇÃO E REPARAção

DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS

1516 1546 1652 1605 1561 1629 1491 1311 1335 1393 1464 1582 1730

TAXA DE CRESCIMENTO

DO Volume DE NEGÓCIOS DE

MANUTENÇÃO E REPARAção

DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS

-1,2% 1,9% 6,4% -2,9% -2,9% 4,2% -9,2%- 13,8% 1,9% 4,1% 4,9% 7,4% 8,6%

TAXA CRESCIMENTO DO RENDIMENTO DISPONÍVEL BRUTO DAS FAMÍLIAS

AFTERMARKET VS RENDIMENTO DISPONÍVEL BRUTO DAS FAMÍLIAS

10%

5%

Taxa Crescimento Rendimento

Disponível Bruto das Familías

0%

-5%

Taxa de Crescimento do Volume de

Negócios de Manutenção e

Reparação de Veículos Automóveis

-10%

Correlação = 73,2%

FONTE INE E PORDATA

2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017

TAXA CRESCIMENTO

RENDIMENTO DISPONÍVEL

BRUTO DAS FAMILÍAS

4% 4% 5% 4% 0% 3% -4% -4% 0% 0% 3% 4% 3%

TAXA DE CRESCIMENTO

DO Volume DE NEGÓCIOS DE

MANUTENÇÃO E REPARAção

DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS

-1% 2% 6% -3% -3% 4% -9% -14% 2% 4% 5% 7% 9%

Top100 Aftermarket 2019

81


MERCADO TOP100

DPAI/ACAP

TAXA DE CRESCIMENTO DAS DESPESAS DE CONSUMO FINAL DAS FAMÍLIAS

AFTERMARKET VS DESPESAS DE CONSUMO FINAL DAS FAMILÍAS

10%

5%

Taxa de Crescimento das Despesas

de Consumo Final das Famílias

0%

-5%

Taxa de Crescimento do Volume de

Negócios de Manutenção e

Reparação de Veículos Automóveis

-10%

Correlação = 73,6%

FONTE INE E PORDATA

2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017

TAXA DE CRESCIMENTO

DAS DESPESAS DE CONSUMO

FINAL DAS FAMÍLIAS

5% 5% 6% 4% -5% 4% -2% -4% 0% 3% 3% 4% 5%

TAXA DE CRESCIMENTO

DO Volume DE NEGÓCIOS DE

MANUTENÇÃO E REPARAção

DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS

-1% 2% 6% -3% -3% 4% -9% -14% 2% 4% 5% 7% 9%

TAXA CRESCIMENTO DAS VENDAS DE VEÍCULOS LIGEIROS

AFTERMARKET VS VENDAS DE VEÍCULOS LIGEIROS

50%

40%

30%

20%

10%

0%

-10%

-20%

-30%

-40%

Correlação = 81,3%

Taxa de Crescimento de Vendas

de Veículos Ligeiros Novos

Taxa de Crescimento do Volume

de Negócios de Manutenção e

Reparação de Veículos Automóveis

FONTE INE E PORDATA

-50%

2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017

TAXA DE CRESCIMENTO

DE VENDAS DE VEÍCULOS

LIGEIROS NOVOS

1,58% -5,10% 4,26% -0,53% -25,62% 34,62% -30,01% -40,90% 11,50% 36,15% 23,89% 15,69% 7,61%

TAXA DE CRESCIMENTO

DO Volume DE NEGÓCIOS DE

MANUTENÇÃO E REPARAção

DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS

-1,19% 1,94% 6,38% -2,89% -2,86% 4,17% -9,24% -13,70% 1,86% 4,15% 4,86% 7,44% 8,57%

82 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

83


MERCADO top100

Caracterizar o setor

O Inquérito de Conjuntura da Reparação Automóvel 2018, lançado pela ANECRA, diz

respeito à atividade de prestação de serviços. Esta útil ferramenta permite caracterizar

o setor como condição para diagnosticar o seu estado e, assim, assegurar o reforço

sustentado das suas atividades

84 Top100 Aftermarket 2019


ANECRA

A

Associação Nacional das Empresas

do Comércio e da Reparação

Automóvel (ANECRA)

tem a responsabilidade de responder

a múltiplas solicitações,

quer de entidades nacionais quer internacionais,

acerca da situação do setor automóvel

em Portugal. Contudo, ao contrário do que

acontece noutros países e até noutros setores

de atividade em Portugal, as informações disponíveis

são escassas ou encontram-se desatualizadas.

Os dados mais fiáveis e atuais que,

habitualmente, a ANECRA disponibiliza, são

apurados a partir do Inquérito de Conjuntura

Anual. A associação considera, portanto, ser

esta a melhor ferramenta para caracterizar o

setor, como condição para diagnosticar o seu

estado e, assim, assegurar o reforço sustentado

das suas atividades.

Quanto vale este setor? Quantas pessoas emprega?

Como tem evoluído a atividade? Quais

as maiores dificuldades dos empresários? Com

este inquérito, pretende-se obter resposta a estas

e outras questões fundamentais de modo

a que a direção da ANECRA possa intervir na

salvaguarda dos interesses dos seus associados.

Por essa razão, à semelhança de anos anteriores,

a associação lançou, junto das empresas

suas associadas, o Inquérito de Conjuntura da

Reparação Automóvel 2018, respeitante à atividade

de prestação de serviços. As respostas

foram obtidas através de RSF após distribuição

por correio, diretamente no site da ANECRA

e por fax. Os inquéritos foram distribuídos e

as respostas recolhidas durante os primeiros

meses de 2019. Os dados aqui indicados referem-se

ao exercício da atividade de reparação

durante o ano de 2018 e refletem uma síntese

de resultados, apurados a partir das respostas

facultadas pelas empresas associadas.

Ligação a MARCA

85% das empresas que responderam são reparadores

independentes, dos quais 16% têm

ligação a uma rede. 15% dos reparadores são

autorizados por, pelo menos, uma marca.

Depois de ter vindo a diminuir, o número

de reparadores autorizados de marca parece

estabilizar desde 2015. Em 2014, 17% eram

reparadores autorizados de marca e, em

2013, 19%. O número de reparadores independentes

sem ligação a rede manteve-se desde

o ano anterior. Já o número de empresas

com ligação a rede, aumentou ligeiramente:

de 15% para 16%. Em 2004, ano em que se

iniciou este inquérito no formato atual, estas

empresas representavam apenas 5%.

Número de trabalhadores

51% das empresas independentes que responderam

tem até 5 trabalhadores, 30% entre

seis a 10 trabalhadores e 19% tem mais de 10.

No caso dos reparadores de marca, estes aparecem

nos intervalos até cinco trabalhadores

com 20% de empresas, em seis a 10 com 20%

das empresas e mais de 10 com 60%. Os reparadores

independentes, comparativamente ao

ano anterior, aumentaram o número de em-

ANO

ligação à MARCA

independente

69%

EMPRESAS QUE INDICARAM TER LIGAÇÃO A REDE

2006 11%

2007 12%

2008 12%

2009 11%

2010 16%

2011 Dados não validados

2012 17%

2013 15%

2014 13%

2015 14%

2016 19%

2017 15%

2018 16%

independente

com ligação

à rede

16%

reparador

de marca

15%

Número de Trabalhadores – 31 Dezembro 2018

empresas

100%

75%

50%

25%

0%

51%

Até 5

30% 19%

20% 20%

6 a 10

60%

Mais de 10

Independentes

Marca

empresas

100%

75%

50%

25%

0%

Até 20

Preço/Hora – Valor (€) – 31 Dezembro 2018

30% 28% 20% 22%

0% 13% 13%

20 a 25 25 a 30

Independentes

Marca

Mais de 30

74%

Top100 Aftermarket 2019

85


MERCADO TOP100

ANECRA

presas no segundo grupo (6 a 10 trabalhadores).

Em 2018, os reparadores de marca continuaram

em maioria no último grupo: mais

de 10 trabalhadores. Os resultados apontam

para um valor médio do número de trabalhadores

nos reparadores independentes de

seis e de 14 trabalhadores nos reparadores de

marca. Deve, também, ser considerado que,

por falta de meios humanos, as empresas mais

pequenas terão mais dificuldades em responder

a estes inquéritos, pelo que deverá ter-se,

também, em consideração este pressuposto

face aos resultados apresentados.

Preço/Hora

Um número significativo de empresas independentes

inquiridas (30%) afirmou praticar,

em 2018, um preço – hora inferior a €20. Os

reparadores independentes distribuem-se de

forma mais ou menos equitativa pelos quatro

grupos, situação que sempre aconteceu, o

que demonstra a heterogeneidade entre estes

reparadores. Tal como nos anos anteriores, os

reparadores de marca encontram-se, maioritariamente,

no último intervalo: 74% de empre-

sas. Junto das empresas inquiridas, tivemos,

em 2018, os valores médios do preço – hora

nos €34,20 para reparadores de marca e nos

€23,54 para reparadores independentes. Estes

valores, por si só, não poderão ser utilizados

como referências, também porque as suas

variações têm comportamentos distintos, conforme

a localização geográfica das empresas e

em função das atividades desenvolvidas.

Faturação Média

Distribuição de empresas de acordo com a

faturação mensal média de 2018. Também

aqui, uma vez mais, os valores não incluem

IVA. As empresas foram divididas em cinco

intervalos, de acordo com a sua faturação

mensal média: até €5.000; entre €5.000 e

€10.000; entre €10.000 e €25.000; entre

Faturação Média – Valor (€) – 31 Dezembro 2018

empresas

100%

75%

50%

25%

0%

11% 24% 26% 17% 18% 39% 44%

21%

0% 0%

< 5.000

5.000 a 10.000 10.000 a 25.000 25.000 a 50.000

> 50.000

Independentes Marca

86 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

87


MERCADO TOP100

ANECRA

número médio de obras – 31 Dezembro 2018

empresas

100%

75%

50%

25%

0%

33% 30%

0%

Até 10

34% 31%

10 - 25 20 - 75

58%

6%

Mais de 75

8%

Independentes

Marca

empresas

100%

75%

50%

25%

0%

taxa média de ocupação – 31 Dezembro 2018

10% 22%

40% 39% 44%

28%

6% 11%

< 25%

25% - 50% 50% - 75%

> 75%

Independentes

Marca

€25.000 e €50.000; mais de €50.000. Desde

2012, a maioria dos reparadores independentes

encontra-se nos segundo e terceiro

grupos. A maior parte dos reparadores de

marca ocupa o último intervalo desde 2014.

A percentagem de faturação a particulares é

de 45%, no caso dos reparadores de marca, e

de 52%, no que aos reparadores independentes

diz respeito. O peso da faturação de peças

no volume total é de 54%, tanto no caso dos

reparadores de marca como no que se refere

aos reparadores independentes.

Atividade

Empresas divididas em quatro grupos, por

número de obras abertas semanalmente: até

10; entre 10 e 25; entre 25 e 75; mais de 75.

Os reparadores independentes ocupam, principalmente,

os dois primeiros intervalos, ao

passo que o maior número de reparadores

de marca posiciona-se no terceiro. Ambas as

situações acontecem já desde 2008. Os reparadores

independentes aumentaram nos dois

primeiros grupos, tal como no terceiro. Os

reparadores de marca também aumentaram

Dificuldades

MARCA

Reparação clandestina 73% 1.ª

Excesso de empresas 27% 2.ª

Falta pessoal habilitado 25% 3.ª

Atrasos nos recebimentos 23% 4.ª

Custos operação 17% 5.ª

Custos gestão ambiental 15% 6.ª

Viaturas evoluídas 9% 7.ª

Falta de clientes 8% 8.ª

Garantias longas 0% 9.ª

Falta informação técnica 0% 10.ª

Dificuldade abastecimento peças 0% 11.ª

INDEPENDENTES

Reparação clandestina 57% 1.ª

Custos gestão ambiental 38% 2.ª

Falta pessoal habilitado 32% 3.ª

Atrasos nos recebimentos 31% 4.ª

Garantias longas 23% 5.ª

Excesso de empresas 22% 6.ª

Custos de operação 20% 7.ª

Viaturas evoluídas 17% 8.ª

Falta de informação técnica 8% 9.ª

Falta de clientes 7% 10.ª

Dificuldade abastecimento peças 2% 11.ª

no terceiro grupo, mas em prejuízo do quarto

grupo. Em termos médios, o reparador independente

abriu, em 2018, 55% das suas obras

a particulares, ao passo que o reparador de

marca fez o mesmo a 49%. No gráfico, é apresentada

a distribuição de empresas de acordo

com a taxa média de ocupação da oficina, em

2018. Também aqui, as empresas foram divididas

em quatro grupos, conforme o valor

percentual de taxa de ocupação da oficina:

menos de 25%; entre 25% e 50%; entre 50%

e 75%; entre 75% e 100%. Os reparadores

independentes situavam-se, tipicamente, nos

segundo e terceiro intervalos, situação que

se alterou em 2018, com 68% de independentes

nos dois últimos grupos. De assinalar

que 32% dos reparadores independentes tem

ainda taxas de ocupação inferiores a 50%. Os

reparadores de marca que, ao longo dos anos,

se dividem, na sua maioria, pelos terceiro e

quarto grupos, evidenciaram este ano uma

descida no último grupo.

Dificuldades

Foram colocados 11 temas, tendo sido pedido

aos inquiridos que atribuíssem uma nota de

um a três relativa ao peso de cada tema enquanto

dificuldade para a sua atividade. Nos

quadros seguintes, são apresentadas, um para

reparadores de marca e outro para reparadores

independentes, as percentagens de empresas

que votaram com a nota três (grande

dificuldade) cada um dos 11 temas. A maior

parte dos reparadores de marca e dos reparadores

independentes assinalaram a “reparação

clandestina” como um dos grandes constrangimentos

à sua atividade. De realçar que,

desde que este inquérito é feito nos moldes

atuais (2004), foi, em 2012, que a dificuldade

“reparação clandestina” ocupou, pela primeira

vez, o lugar de topo, quer para reparadores

de marca quer para reparadores independentes.

O que não mais deixou de acontecer. ◆

88 Top100 Aftermarket 2019


Get inside

Electrodo central mais pequeno (0.4mm)

Maior potência

Melhora o rendimento do motor

Até 5% de economia no consumo

de combustível

Cuando Quando se se trata trata de de performance, rendimiento, pode puede confiar confiar nas en peças las piezas da DENSO. DENSO. Durante Durante os últimos los últimos 60 anos, 60 a años, DENSO DENSO demonstrou ha demostrado que as

que suas nuestras inovações innovaciones contribuem para contribuyen uma melhor a una experiência mejor experiencia de condução. de conducción. Por essa razão, Por não ello, surpreende no es sorprendente que nove em que cada nueve dez

de automóveis cada diez sejam automóviles equipados equipen de origem piezas com DENSO peças DENSO. originales. Produtos Productos como como as nossas nuestras velas de bujías iridium, Iridium, que melhoram que mejoran a la

aceleración acelaração e y evitam evitan falhas fallos de de incandescência. encendido. Si los Se os principales principais fabricantes de de automóveis automóviles depositam depositan a sua confianza confiança en na DENSO,

¿Por porque qué não no haveria deberías de confiar hacerlo você tú? também?

aftermarket.iberia@denso-ts.it

Top100 Aftermarket 2019

89


MERCADO TOP100

SEMPRE a subir

Nos primeiros sete meses de 2019, as exportações de componentes para automóveis

chegaram aos 5.099 milhões de euros, o que representou um aumento de 3% face a igual

período de 2018. Os números são da AFIA (Associação de Fabricantes para a Indústria

Automóvel) e indicam uma subida de 72% face a 2010

De janeiro a julho deste ano, as exportações de componentes para automóveis

atingiram os 5.099 milhões de euros, tendo crescido 3%

relativamente ao período homólogo do ano transato. Os números são

da AFIA (Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel) e traduzem

uma subida de 72% face a 2010, de acordo com cálculos desta entidade a

partir da base de dados do INE – Estatísticas do Comércio Internacional. ◆

90 Top100 Aftermarket 2019


AFIA

DESTINO DAS VENDAS

POR PAÍS (% 2018)

EVOLUÇÃO DAS EXPORTAÇÕES DE COMPONENTES PARA

AUTOMÓVEIS (Milhões de Euros)

% VOLUME de negócios

17% 21%

8% 92%

12% 17%

17%

NOS PRIMEIROS SETE MESES DE 2019, AS EXPORTAÇÕES

DE COMPONENTES PARA AUTOMÓVEIS CHEGARAM AOS

5.099 MILHÕES DE EUROS:

• AUMENTO DE 3% FACE A 2018

• SUBIDA DE 72% EM RELAÇÃO A 2010

2.958

3.502 3.528

3.403

3.622

3.948

4.274

4.556

4.948

5.099

Europa (92%)

Europa outros países (17%)

Espanha (21%)

Alemanha (17%)

Portugal (17%)

França (12%)

Reino Unido (8%)

mil milhões de euros

2010

2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

2019

janeiro – Julho

PESO DOS COMPONENTES PARA AUTOMÓVEIS NAS EXPORTAÇÕES PORTUGUESAS

(Milhões de Euros)

componentes para AUTOMÓVEIS representam 14,3% das

EXPORTAÇÕES portuguesas de bens TRANSACIONáveis

PORTUGAL

35,7

MIL MILHÕES DE EUROS

+2,7%

FACE A JANEIRO - JULHO 2018

COMPONENTES AUTOMÓVEIS

5,099

MIL MILHÕES DE EUROS

+3,0%

FACE A JANEIRO - JULHO 2018

Top100 Aftermarket 2019

91


MERCADO TOP100

AFIA

PESO DA INDÚSTRIA DE COMPONENTES PARA AUTOMÓVEIS NA ECONOMIA NACIONAL (2018)

Empresas

Indústria

Transformadora

VOLUME

de Negócios Emprego Exportações

235 11,3 55.000 9,4

mil milhões

de euros

Produto

interno bruto

Indústria

Transformadora

mil milhões

de euros

< 1% 5% 8% 16%

Exportações de bens

TRANSACIONáveis

EXPORTAÇÕES DE COMPONENTES PARA AUTOMÓVEIS POR REGIÃO (Milhões de Euros)

2.646 3.114 3.066 2.953 3.192 3.494 3.818 4.102 4.480 4.601

Quota VARIAÇÃO %

mil milhões de euros

312 387 462 450 431 454 456 453 468 498

2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019

janeiro – Julho

90% +2,7%

união Europeia

10% +6,4%

Resto do Mundo

EXPORTAÇÕES DE COMPONENTES PARA AUTOMÓVEIS POR PAÍS (TOP 4) (Milhões de Euros)

71% d0 TOTAL das exportações

1.600

meurx VARIAÇÃO %

1.400

1.200

Espanha

1.385 +8,3%

1.000

800

Alemanha

1.046 +1,6%

600

400

França

763 +4,2%

200

0

2010

2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019

Reino Unido

422 -13,9%

janeiro – Julho

92 Top100 Aftermarket 2019


premiumshop.dt-spareparts.com

Programa de fi delização da marca

Depois de registar-se:

Benefícios para sempre

Torne os seus sonhos em realidade: Registe-se,

acumule coroas e troque por valiosos prémios

no Premium Shop de DT Spare Parts.


1. Registo

2. Acumulação


3. Seleção

4. Benefícios

premiumshop.dt-spareparts.com

Top100 Aftermarket 2019

93


3

MERCADO TOP100

Tendências negativas

No primeiro semestre de 2019, os mercados automotive auditados pela GfK apresentaram

tendências negativas. O segmento dos pneus até conseguiu crescer 0,6% em unidades, mas

caiu em valor: 1,8%. Mas mais negativo esteve o setor dos lubrificantes, que caiu 6,9% em

unidades e 7,7% em valor

Na primeira metade deste ano,

nem pneus nem lubrificantes

se podem orgulhar da performance

que registaram. Presença

habitual na Revista TOP 100, a

GfK deu a conhecer os resultados dos estudos

efetuados aos mercados automotive por si au-

ditados em Portugal.

No período de janeiro a junho de 2019, no

que aos pneus disse respeito, o principal

destaque foi para o ganho de importância

dos segmentos budget e medium. No caso

do budget, em unidades chegou aos 38,4%

do mercado (vs 36,9% no final de 2018)

enquanto que o medium atingiu os 18,1%

do mercado (vs 16,3% no final de 2018). O

segmento mais importante continuou a ser o

premium, com 43,5% do mercado, ainda que

perdendo três pontos percentuais de quota

relativamente ao ano de 2018.

No seguimento do que tem acontecido nos

94 Top100 Aftermarket 2019


3

GfK

Pneus (TIPO DE MARCA)

Pneus (tamanho 17” continuaram

a crescer e já representaram, no primeiro

semestre de 2019, cerca de 27,3% do mercado

em unidades (vs 26,2% em 2018 e 24% em

2017). Obviamente que no segmento >=17”,

o tamanho 17” teve a maior relevância, mas

os segmentos superiores continuaram a apresentar

crescimentos mais elevados.

Já o mercado de lubrificantes, como já referido,

apresentou tendências negativas,

principalmente no segmento auto, que, pelo

peso que tem no mercado, apresentou tendências

em linha com o total (-7% em unidades

e -7,9% em valor). O segmento moto,

que representou, aproximadamente, 6,3%

do mercado no painel retalhista GfK, também

perdeu em unidades (-4,6%), ainda

que, em valor, estivesse ligeiramente positivo

(+0,3%).

Por tipo de óleo, os 100% sintéticos, depois

de nos últimos anos ganharem importância,

no primeiro semestre de 2019 perderam

0,7% relativamente à quota que registaram

em 2018 (33,3% vs 34%). O segmento que

mais ganhou foram os semi-sintéticos, que

passaram de 28,2% em 2018 para 28,8% no

primeiro semestre de 2019. Os óleos minerais

continuaram a ser o segmento líder e mantiveram

a mesma quota de mercado do ano

passado: cerca de 37,9%.

O painel retalhista GfK mede as vendas feitas

no retalho ao consumidor final (sell out),

em determinados canais de distribuição. Nos

pneus, em especialistas de pneus, centros auto

e concessionários auto. Nos óleos, em hipermercados,

supermercados e centros auto. ◆

Top100 Aftermarket 2019

95


MERCADO TOP100

Gestão ao volante

Quatro anos volvidos sobre o último Car Policy Benchmark, a LeasePlan elegeu 2019 para

apresentar a nova edição. As frotas estão a mudar e o mercado tem consciência disso. A prova está

nas conclusões gerais deste estudo, que apontam para uma redução do tempo de utilização dos

veículos, sendo que 93% da frota em amostra tem um período de utilização média igual ou inferior

a quatro anos e apenas 7% utiliza o veículo por períodos iguais ou superiores a cinco anos. Também

nos serviços contratados juntamente com a gestão de frotas, observa-se uma mudança. O índice

médio de serviços das frotas em renting é de 60% quando, em 2015, era de 51%. Desde estudo,

bastante completo, selecionámos apenas alguns dados relativos ao setor de retalho e distribuição

96 Top100 Aftermarket 2019


LeasePlan

SETOR RETALHO & DISTRIBUIÇÃO PERFIL DA AMOSTRA

36 EMPRESAS 4.672 VEÍCULOS

31%

< 20

2%

39% 21 – 75 12%

19% 76 – 200

20%

11% > 200

65%

CLUSTERS POR DIMENSÃO DE FROTA

SEGMENTAÇÃO DE VEÍCULOS

VEÍCULOS LIGEIROS

VEÍCULOS COMERCIAIS

86% 14%

DE PASSAGEIROS

LIGEIROS

UTILITÁRIO

36%

PEQUENO FAMILIAR

20%

FAMILIAR MÉDIO PREMIUM 14%

GRANDE FAMILIAR

5%

PEQUENO FAMILIAR PREMIUM 4%

SUV

4%

FAMILIAR MÉDIO

3%

DERIVADO DE TURISMO

FURGÃO PEQUENO

FURGÃO MÉDIO

FURGÃO GRANDE

9%

4%

1%

0%

1% 0%

4% 0%

95% 100%

GASÓLEO GASOLINA EP & PHV GASÓLEO GASOLINA EP & PHV

PERÍODO DE UTILIZAÇÃO

até 3 anos até 4 anos até 5 anos + de 5 anos

Benchmark

2019

41% 59% 0% 0%

Top100 Aftermarket 2019

97


MERCADO TOP100

DECISÕES ESTRATÉGICAS E GESTÃO DE FROTA

DECISÃO ESTRATÉGICA DE FROTA

GESTÃO DE FROTA

17%

6%

DIREÇÃO-GERAL

OUTRA

6%

8%

36% FINANCEIRA

42%

22% RECURSOS HUMANOS 14%

6% COMPRAS

11%

14% OPERAÇÕES

19%

MODELO DE GESTÃO DE FROTA

RENTING

LEASING

AQUISIÇÃO

58% 31% 3% 8%

COMBINAÇÃO

(AQUISIÇÃO PRÓPRIAS + RENTING + LEASING)

ÍNDICE DE CONCENTRAÇÃO DE SERVIÇOS NO RENTING

97%

84%

81%

81%

66%

ÍNDICE MÉDIO 2019

62%

59%

53%

28%

12%

MANUTENÇÃO

PREVENTIVA

MANUTENÇÃO

CORRETIVA

SUBSTITUIÇÃO

DE PNEUS

SEGURO

VEÍCULO DE

SUBSTITUIÇÃO

IPO

SEGURO DE

RECONDICIONAMENTO

COMBUSTÍVEL

TELEMÁTICA

98 Top100 Aftermarket 2019


LeasePlan

VISÃO

SATISFAÇÃO E BENEFÍCIO DOS

COLABORADORES

A satisfação dos colaboradores é importante,

pelo que valorizamos manter o veículo como

benefício, uma vez que o mesmo é valorizado pelos

colaboradores

79%

21%

CAR POOLING E PACOTE MOBILIDADE

Gostaríamos de promover o

car pooling e os pacotes de mobilidade

porque irá reduzir custos com a frota

e número de veículos

REDUÇÃO DE CUSTOS

A política de frota está concentrada nas

necessidades de negócio e na redução dos custos

64%

36%

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

Pretendemos promover a consciência ambiental

através da implementação de critérios ambientais

na política de frota

MANTER VEÍCULOS A COMBUSTÃO

A oferta de veículos elétricos e híbridos plug-in

existente no mercado ainda é limitada e o

nosso foco está na redução da ansiedade dos

colaboradores em relação à autonomia

61%

39%

TRANSIÇÃO PARA VEÍCULOS ELÉTRICOS

Pretendemos incorporar veículos elétricos e

híbridos plug-in na nossa frota por representarem

uma redução dos custos totais (energia e impostos)

da frota e das emissões de CO2

LIBERDADE DE ESCOLHA DO VEÍCULO

A satisfação dos colaboradores é bastante

importante para nós e, por isso, damos liberdade na

escolha do veículo

31%

69%

ESCOLHA DE VEÍCULO STANDARD

Pretendemos uniformizar a escolha de veículos de

forma a otimizar os custos da frota

SEGURANÇA RODOVIÁRIA

O comportamento de condução na estrada é da

responsabilidade do condutor

28%

72%

SENSIBILIZAÇÃO PARA O AUMENTO DA

SEGURANÇA RODOVIÁRIA

Estamos interessados em implementar

medidas que promovam a segurança

dos colaboradores na estrada

PUB

Top100 Aftermarket 2019

99


MERCADO TOP100

CHECK-UP sobre rodas

De acordo com o Relatório Anual das Inspeções Técnicas de Veículos Rodoviários 2017,

elaborado pelo IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes), o parque inspetivo

era constituído por 206 centros, ou seja, mais 11 do que em 2016. Destes, 110

(Categoria A) realizaram “apenas” inspeções técnicas periódicas e 96 (Categoria B)

efetuaram, também, outros exames, como, por exemplo, atribuição de nova matrícula

e inspeções extraordinárias

100 Top100 Aftermarket 2019


IMT

TOTAL NACIONAL 2017 por categoria

EVOLUÇÃO DO TOTAL NACIONAL

inspeções e reinspeções

4.000.000

3.000.000

2.000.000

1.000.000

0

VEÍCULOS LIGEIROS

Passageiros

mercadorias e outros

inspeções e reinspeções

6.000.000

5.000.000

4.000.000

3.000.000

2.000.000

1.000.000

0

2013

2014 2015 2016

2017

VEÍCULOS PESADOS

EVOLUÇÃO DO TOTAL NACIONAL

por categoria

inspeções e reinspeções

100.000

75.000

50.000

25.000

0

Passageiros

mercadorias e outros

inspeções e reinspeções

6.000.000

5.000.000

4.000.000

3.000.000

2.000.000

1.000.000

VEÍCULOS LIGEIROS

REBOQUES E SEMIRREBOQUES

0

2013

2014 2015 2016 2017

inspeções e reinspeções

600.000

500.000

40.000

30.000

20.000

10.000

0

Passageiros

mercadorias e outros

inspeções e reinspeções

250.000

200.000

150.000

100.000

50.000

VEÍCULOS PESADOS

0

2013

2014 2015 2016 2017

REBOQUES E SEMIRREBOQUES

EVOLUÇÃO DO TOTAL NACIONAL

aprovado/Reprovados

inspeções e reinspeções

80.000

60.000

40.000

20.000

ANO INSPEÇÕES APROVADOS REPROVADOS TX. REP.

2013 5.602.955 4.927.475 675.480 12,06%

2014 5.727.730 5.080.358 647.371 11,30%

2015 5.690.495 5.077.413 613.080 10,77%

2016 5.804.923 5.190.748 614.157 10,58%

2017 5.809.207 5.234.455 574.721 9,89%

Aprovados

Reprovados

0

2013

2014 2015 2016 2017

TAXA DE REPROVAÇÃO

Total nacional 2017

9,89%

inspeções e reinspeções

5.000.000

4.000.000

3.000.000

2.000.000

1.000.000

taxas de reprovação

EVOLUÇÃO DA TAXA DE REPROVAÇÃO

Total nacional

12%

11,5%

11%

10,5%

0

0

2013 2014 2015

2016 2017

2013 2014 2015

2016 2017

Top100 Aftermarket 2019

101


MERCADO TOP100 IMT

TAXA DE REPROVAÇÃO PARA CADA CATEGORIA DE VEÍCULO 2017

CATEGORIA INSPEÇÕES REPROVAÇÕES TX. REP.

LIGEIROS PASSAGEIROS 4.270.986 407.745 9,55%

LIGEIROS MERCADORIAS E OUTROS 1.336.351 142.803 10,69%

PESADOS PASSAGEIROS 26.981 2.541 9,42%

PESADOS MERCADORIAS E OUTROS 114.633 14.511 12,66%

REBOQUE E SEMIRREBOQUES 60.256 7.123 11,82%

450.000

400.000

350.000

300.000

250.000

200.000

150.000

100.000

1,24%

0,44%

2,52%

Ligeiros passageiros

Ligeiros Mercadorias e outros

24,85%

70,95%

40.000

Pesados Passageiros

0

ligeiros

ligeiros

pesados

Pesados

Reboques e

Reboques e Semirreboques

passageiros

mercadorias

e outros

passageiros

mercadorias

e outros

semirreboques

pesados mercadorias e outros

EVOLUÇÃO DA TAXA DE REPROVAÇÃO

por Distrito EM 2017

DISTRITOS 2013 2014 2015 2016 2017

AVEIRO 11,72 11,30 10,81 10,51 9,85

BEJA 15,76 15,07 13,80 10,99 9,71

BRAGA 11,84 11,00 10,56 9,46 8,71

BRAGANÇA 11,36 10,51 10,02 9,17 8,37

CASTELO BRANCO 14,50 14,07 14,26 14,41 14,65

COIMBRA 12,85 12,23 11,70 12,95 12,61

ÉVORA 12,59 11,40 11,49 10,53 10,60

FARO 14,05 12,47 11,76 13,12 13,64

GUARDA 12,01 11,19 9,95 10,09 8,95

LEIRIA 12,27 11,84 11,04 11,03 11,02

LISBOA 11,33 10,48 10,06 10,26 9,06

PORTALEGRE 12,85 12,36 12,64 12,10 12,14

11,64 10,14 9,79 9,25 8,33 8,33

SANTARÉM 14,06 13,08 12,14 11,74 11,64

SETÚBAL 12,46 11,39 11,51 11,74 11,02

VIANA DO CASTELO 11,74 10,28 9,44 8,40 7,51

VILA REAL 15,78 14,54 12,67 12,74 10,45

VISEU 13,43 12,96 12,12 12,19 9,91

MÉDIA 12,06 11,30 10,77 10,58 9,89

DISTRITOS

por Distrito e POR CATEGORIA EM 2017

LIGEIROS

PASSAGEIROS

LIGEIROS

MERC. E OUTROS

PESADOS

PASSAGEIROS

PESADOS MERC.

E OUTROS

REBOQUES E SE-

MIRREBOQUES

AVEIRO 9,55 10,50 15,79 14,41 9,74

BEJA 9,10 10,70 8,57 12,61 12,15

BRAGA 8,42 9,46 6,92 14,03 8,62

BRAGANÇA 8,10 8,55 11,11 12,36 11,17

C. BRANCO 13,79 16,00 17,03 21,15 18,43

COIMBRA 12,02 14,23 6,77 18,24 12,94

ÉVORA 9,95 11,68 5,59 18,62 12,97

FARO 13,44 13,89 15,39 19,16 17,64

GUARDA 8,41 10,11 7,29 11,65 7,89

LEIRIA 8,84 11,71 10,65 17,75 13,99

LISBOA 8,84 9,78 8,45 14,90 10,32

PORTALEGRE 11,43 12,44 10,60 21,63 29,54

11,64 7,54 7,95 5,95 10,31 9,52

SANTARÉM 11,07 12,50 12,63 16,59 15,31

SETÚBAL 10,94 11,08 11,41 14,81 13,84

V. DO CASTELO 7,28 7,94 9,00 13,69 9,00

VILA REAL 10,15 10,80 15,44 15,27 13,70

VISEU 9,52 10,99 8,40 14,64 7,47

MÉDIA 9,55% 10,69% 9,41% 15,11% 11,82%

CAUSAS DE REPROVAÇÃO EM 2017

por Sistema e Categoria de Veículo

LIGEIROS PASSAGEIROS

LIGEIROS MERC.

E OUTROS

PESADOS

PASSAGEIROS

PESADOS MERC.

E OUTROS

REBOQUES E

SEMIRREBOQUES

10,15%

5,28%

3,97%

4,60%

1,83%

4,69%

10,03%

29,47%

16,43%

11,24%

18,00%

7,32%

15,57%

13,23%

10,63%

19,57%

28,40%

27,50%

13,52%

10,66%

10,32%

26,81%

9,54%

10,68%

21,06%

8,33%

9,93% 35,86%

43,71%

10,77%

18,53%

25,16%

7,21%

Travões Direção Luzes e Equip.eléct. Suspensão Quadro e acessórios Escape e ruídos Diversos

102 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

103


MERCADO TOP100

CONJUNTURA

FAVORÁVEL

Dados mais recentes da DGEG (Direção-Geral de Energia e Geologia) revelam que o consumo

global de combustíveis rodoviários no nosso país, em agosto de 2019, reduziu 0,1% face a igual

mês de 2018. O consumo de gasóleo diminuiu 0,5%, o de gasolina 95 aumentou 1,1%, o de

gasolina 98 subiu 3,6% e o de GPL auto registou um crescimento de 0,5%

As estatísticas mais atualizadas disponibilizadas pela Direção-Geral

de Energia e Geologia (DGEG) têm carácter

provisório para os anos de 2018 e 2019, sendo relativos aos

consumos dos principais combustíveis fósseis e tendo por

base o ano móvel. Apresenta-se, ainda, informação resultante

da monitorização dos preços dos combustíveis. O consumo global

de combustíveis fósseis, em agosto deste ano, expresso em ano móvel, diminuiu

2,1% relativamente a agosto de 2018.

O consumo global de combustíveis rodoviários no nosso país, em agosto

deste ano, reduziu 0,1% face a igual mês de 2018. O consumo de gasóleo

diminuiu 0,5%, o de gasolina 95 aumentou 1,1%, o de gasolina 98 subiu

3,6% e o de GPL auto registou um crescimento de 0,5%. Comparando

com o ano-móvel do mês anterior, o consumo global destes combustíveis

manteve-se estável. ◆

104 Top100 Aftermarket 2019


DGEG

EVOLUÇÃO DO PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS RODOVIÁRIOS EM PORTUGAL CONTINENTAL (€/LITRO)

EM AGOSTO DE 2019, COMPARANDO COM O MÊS DE 2018, O PREÇO DO GPL, GASOLINA 95, GASOLINA 98 E

GASÓLEO, DIMINUIRAM, RESPETIVAMENTE, 9,6%, 5,4%, 5% E 1,3%


1.8

1.6

1.4

1.2

1.0

0.8

0.6

0.4

GASÓLEO GASOLINA 95 GASOLINA 98 GPL auto

2018 2019

AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO %

GPL AUTO 0.659 0.664 0.680 0.684 0.663 0.654 0.634 0.634 0.631 0.628 0.625 0.606 0.596 -9.6%

GASOLINA 98 1.677 1.688 1.678 1.678 1.534 1.492 1.506 1.545 1.615 1.653 1.614 1.599 1.594 -5.0%

GASOLINA 95 1.618 1.621 1.621 1.543 1.455 1.431 1.441 1.479 1.553 1.599 1.551 1.542 1.530 -5.4%

GASÓLEO 1.387 1.408 1.446 1.421 1.333 1.340 1.373 1.406 1.406 1.424 1.372 1.374 1.368 -1.3%

% - VARIAÇÃO DA COTAÇÃO EM AGOSTO DE 2019 COM O MÊS HOMÓLOGO DO ANO ANTERIOR

O PREÇO DA GASOLINA 95 TEM EM CONSIDERAÇÃO OS PREÇOS MÉDIOS DA GASOLINA SIMPLES 95 E DA GASOLINA ADITIVADA BASE 95; O PREÇO DO GASÓLEO TEM EM CONSIDERAÇÃO

OS PREÇOS MÉDIOS DO GASÓLEO SIMPLES E DO GASÓLEO ADITIVADO BASE

GASOLINA 95 (€/LT) GASÓLEO RODOVIÁRIO (€/LT) GPL AUTO (€/LT)

PREÇO S/

TAXAS

ISP

IVA

(%)

IVA (€)

TOTAL

TAXAS

PREÇO

FINAL

2014 0.653 0.586 23.0 0.285 0.871 1.523

2015 0.550 0.618 23.0 0.269 0.887 1.436

2016 0.469 0.668 23.0 0.261 0.929 1.398

2017 0.553 0.652 23.0 0.277 0.929 1.481

2018 0.608 0.659 23.0 0.291 0.951 1.559

2019 0.580 0.643 23.0 0.281 0.924 1.503

PREÇO S/

TAXAS

ISP

IVA

(%)

IVA (€)

TOTAL

TAXAS

PREÇO

FINAL

2014 0.690 0.369 23.0 0.244 0.613 1.303

2015 0.562 0.402 23.0 0.222 0.624 1.186

2016 0.483 0.451 23.0 0.215 0.666 1.149

2017 0.559 0.466 23.0 0.236 0.702 1.367

2018 0.641 0.471 23.0 0.256 0.727 1.391

2019 0.645 0.486 23.0 0.260 0.746 1.503

PREÇO S/ ISP IVA IVA (€) TOTAL PREÇO

TAXAS

(%)

TAXAS FINAL

2014 0.473 0.118 23.0 0.136 0.253 0.727

2015 0.357 0.135 23.0 0.113 0.248 0.605

2016 0.305 0.138 23.0 0.102 0.240 0.545

2017 0.349 0.140 23.0 0.113 0.253 0.602

2018 0.394 0.141 23.0 0.123 0.264 0.658

2019 0.367 0.150 23.0 0.119 0.269 0.636

isp

42,7%

Iva

18,7%

isp

34,9%

Iva

18,7%

isp

23,5%

Iva

18,7%

pst

38,6%

pst

46,4%

pst

57,8%

ESTRUTURA DE 2019 ESTRUTURA DE 2019

ESTRUTURA DE 2019

Top100 Aftermarket 2019

105


MERCADO TOP100 DGEG

COMBUSTÍVEIS RODOVIÁRIOS (KT)

KT GASÓLEO GASOLINA 95 GASOLINA 98 GPL auto

5 000

4 500

4 000

3 500

3 000

2 500

2 000

1 500

1 000

500

0

2018 2019

O CONSUMO GLOBAL DOS COMBUSTÍVEIS RODOVIÁRIOS, REDUZIU 0,1% RELATIVAMENTE AO MÊS

HOMÓLOGO DO ANO ANTERIOR. O CONSUMO DE GASÓLEO DIMINUIU 0,5%, ENQUANTO O CONSUMO DE

GASOLINA 95 E 98 CRESCEU (1,1% E 3,6%, RESPETIVAMENTE). O CONSUMO DE GPL AUTO AUMENTOU

0,5%. COMPARANDO COM O ANO-MÓVEL DO MÊS ANTERIOR, O CONSUMO GLOBAL DESTES COMBUSTÍVEIS

MANTEVE-SE ESTÁVEL

2018

2019

AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO %

TOTAL 5 573 5 555 5 570 5 560 5 558 5 577 5 564 5 560 5 571 5 563 5 552 5 566 5 565 1.4%

GPL AUTO 34.6 34.5 34.5 34.4 34.5 34.6 34.5 34.5 34.6 34.9 34.7 34.9 34.8 -0.1%

GASOLINA 98 81.5 81.2 81.2 80.3 80.1 81.0 81.0 82.1 82.5 82.6 82.7 83.4 84.4 3.6%

GASOLINA 95 945 942 942 941 943 946 944 946 949 947 948 953 955 1.1%

GASÓLEO 4 513 4 498 4 512 4 504 4 501 4 516 4 504 4 498 4 506 4 499 4 486 4 495 4 491 0,5%

VARIAÇÃO DO CONSUMO DO ANO-MÓVEL DE 2019 COM O MÊS HOMÓLOGO DO ANO

COMBUSTÍVEIS RODOVIÁRIOS MENSAIS (KT)

2018

2019

MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO

TOTAL 483 466 505 513 461 471 441 466 446 404 458 457 475 455 519 513

GPL AUTO 2.8 3.0 3.0 3.1 2.7 2.9 2.7 3.0 3.0 2.6 2.9 2.9 3.1 2.8 3.2 3.0

GASOLINA 98 6.8 6.6 7.7 9.2 6.5 6.6 5.2 7.0 6.5 5.8 7.2 7.5 6.9 6.7 8.4 10.1

GASOLINA 95 82 79 86 93 78 79 73 82 75 67 78 77 80 80 92 95

GASÓLEO 391 378 408 408 373 383 360 375 362 329 370 370 384 365 416 405

106 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

107


MERCADO TOP100

108 Top100 Aftermarket 2019


TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

Impactos

económicos

O estudo que, aqui, apresentamos, da autoria da Quantalyse, analisa a posição

e os argumentos das oficinas independentes e especialistas na cadeia de valor

relativamente aos veículos conectados e ao acesso a dados do veículo

Top100 Aftermarket 2019

109


MERCADO TOP100

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

O

mercado de pós-venda europeu

assiste cerca de 320 milhões de

veículos de passageiros e veículos

comerciais ligeiros. Gerando

um valor de cerca de 240 mil

milhões de euros por ano, contribui, de forma

significativa, para a indústria automóvel europeia,

a qual vai enfrentar importantes desafios

de reestruturação nas próximas décadas.

O setor está a atravessar uma fase de transformação

provocada pela mudança dos motores

tradicionais de combustão interna para

grupos motopropulsores elétricos, pela integração

de capacidades de conectividade, pela

entrada de novos protagonistas tecnológicos

no mercado com capacidades avançadas, pela

mobilidade como um serviço e pelas soluções

de condução autónoma. Estas forças, em conjunto

com um clima económico incerto, estão

a aumentar as pressões concorrenciais sobre

os fabricantes de automóveis.

Por outro lado, esta conjuntura está a estimular

as ambições dos fabricantes de veículos no

que toca à obtenção de maior controlo sobre

a relação com o condutor/proprietário do automóvel

e monetizar dados gerados por veículos.

Ou seja, usar como fonte de lucro ou rendimento

esses dados. Portanto, é expectável

que o setor automóvel evidencie uma maior

tendência de contração, o que, consequentemente,

resultará num aumento da pressão ao

nível dos preços, tanto no mercado primário

como no mercado de pós-venda.

Os fabricantes de veículos estão a desenvolver

os seus próprios modelos de acesso a dados,

incluindo o modelo preferido de “extended

vehicle” (e “servidor neutro”), o qual prevê o

acesso a dados no interior do veículo apenas

através de um servidor “backend” externo sob

o seu controlo. Contudo, esta abordagem suscitou

sérias preocupações nos últimos anos

devido a lacunas identificadas no que toca ao

âmbito técnico e legal, bem como à legislação

relativa à concorrência.

Em primeiro lugar, o estudo analisa a posição

e os argumentos das oficinas independentes

e especialistas na cadeia de valor, revê

avaliações técnicas sobre esta abordagem e

sobre abordagens alternativas, apresenta as

mais recentes atividades dos fabricantes de

veículos, estabelece paralelos relativamente a

outros desenvolvimentos técnicos e resume o

quadro legal relevante.

Os elementos reunidos confirmam que o

tratamento do acesso a dados no interior do

veículo - semelhante ao acesso a dados gerais

- não segue um roteiro claro partilhado por

todas as partes interessadas e não tem em devida

consideração desenvolvimentos regulamentares

pan-europeus, tais como o mercado

único digital.

É possível aprender lições valiosas a partir de

modelos de negócio mais maduros e baseados

em dados, como a indústria de software ou das

telecomunicações.

Um segundo elemento importante deste estudo,

é a voz do consumidor europeu, que foi

avaliada através de uma pesquisa de mercado

rigorosa realizada em quatro países europeus

chave. Esta pesquisa, por seu lado, confirma,

claramente, uma forte elasticidade dos preços

por parte dos consumidores no que toca à

escolha dos prestadores de serviços de reparação,

manutenção e seguros, bem como um

elevado interesse na qualidade, velocidade e

conectividade dos serviços.

Embora os consumidores estejam recetivos a

novos serviços baseados em dados, continuam

a demonstrar um forte interesse em manter a

liberdade de escolha no que toca ao prestador

de serviços, em vez de serem orientados com

base em dados que não controlam ou que não

consideram totalmente transparentes. Valorizam

o foco no cliente e a qualidade dos serviços

das oficinas independentes e pretendem

continuar a encará-las como alternativas credíveis

a oficinas de marca no futuro.

Por último, o estudo tenta quantificar o impacto

económico do acesso não regulamentado

a dados nos veículos no mercado de

pós-venda independente na Europa. Identificámos

âmbitos prováveis de impacto,

como, por exemplo, o pagamento aos fabricantes

pelos dados de veículos necessários,

por prognósticos para reparação/manutenção

em oficinas ou as vantagens competitivas

resultantes de uma monitorização unilateral

do tráfego de dados dos operadores independentes

por parte dos fabricantes. A análise

110 Top100 Aftermarket 2019


Já tem um plano

de comunicação para 2020?

Visite o nosso site

www.apcomunicacao.com

saiba mais sobre todos os serviços e produtos que disponibilizamos

Solicite uma proposta!

Top100 Aftermarket 2019

111


MERCADO top100

de impacto tem em consideração as graves

lacunas identificadas no que toca ao âmbito

técnico e legal, bem como à legislação relativa

à concorrência.

• Custos – as oficinas independentes têm

de pagar para aceder aos dados dos veículos

gerados pelos condutores;

• Restrições - as oficinas independentes

têm de enfrentar acesso limitado a

determinados fluxos de dados, o que impede

a prestação de serviços;

• Atrasos - os dados automóveis não são

comunicados atempadamente às oficinas

independentes, o que impede a prestação de

serviços;

• Monitorização - Existem sérias preocupações

de que os modelos de acesso a dados

com base em servidores permitam a monitorização

da atividade comercial.

Os resultados da análise indicam potenciais

impactos que, previsivelmente, produzirão

um efeito gradual dependendo do grau de conectividade

do parque automóvel. Até 2025,

assistiremos a uma potencial perda de 15 mil

milhões de euros por parte dos intervenientes

independentes ou 12% do seu volume de

mercado anual atual. É esperado um aumento

da perda até 2030 quando todos os veículos

estiverem conectados e o mercado independente

terá sido fortemente afetado, prevendo-

-se uma potencial perda de 33 mil milhões

euros. Além do mais, os consumidores terão

de suportar um aumento nas despesas de 15

mil milhões de euros em 2025 ou um acréscimo

de 9% comparativamente à atualidade.

É previsível um aumento adicional de 32 mil

milhões de euros de perdas para os consumidores

até 2030.

Estes resultados revelam que, se os modelos

atuais de acesso a dados forem utilizados a

longo prazo, os impactos negativos sofridos

pelas oficinas do mercado de pós-venda independente

vão permitir que os OEM reforcem

a sua posição no aftermarket, o que lhes proporcionará

um controlo muito mais abrangente

sobre as relações com o consumidor

final. Esta realidade significaria uma redução

na liberdade de escolha do consumidor e uma

redução na concorrência.

A estratégia para atingir a massa crítica necessária

para desbloquear a totalidade do potencial

dos serviços conectados no setor com

a máxima inovação e os máximos benefícios

para os cidadãos europeus consistem em:

• Salvaguardar a existência de condições de

concorrência equitativas através da implementação

de um enquadramento regulamentar

robusto no que respeita à leitura de dados

e ao acesso ao condutor;

• Garantir que a conectividade técnica está

preparada para o futuro, evitando erros cometidos

noutros setores;

• Envolver o consumidor e organizações independentes

nos esforços de padronização.

I – Contexto e propósito

Desde o virar do século, o setor automóvel

europeu tem estado sujeito a uma variedade

de alterações à regulamentação comunitária

que têm salvaguardado o consumidor de

desenvolvimentos mono/oligopolistas no que

respeita ao livre acesso para oficinas independentes

comparativamente a fabricantes de

veículos.

A comissão europeia facilita a concorrência

ao criar condições de concorrência equitativas

para todos os protagonistas no mercado de

pós-venda. Este complementa o mercado de

fabrico de equipamento automóvel original,

mantendo os veículos na estrada após a produção.

Uma concorrência funcional proporciona,

efetivamente, uma posição mais forte

ao consumidor, reduz os custos para os consumidores

europeus e promove a inovação.

A telemática foi desenvolvida finalmente na

última década como consequência dessa mesma

inovação no setor automóvel. A introdução

de transmissões com base em telecomu-

112 Top100 Aftermarket 2019


TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

nicações e o processamento digital de dados

de veículos têm vindo a tornar os automóveis

atuais cada vez mais “conectados” através da

integração da capacidade de envio/receção de

informação por meio de modems, sentindo

o ambiente através de sensores e proporcionando

o acesso a funcionamento em rede e à

Internet aos passageiros.

Contudo, os operadores ativos no mercado de

pós-venda automóvel são confrontados com

incertezas significativas e deparam-se com

condições de concorrência cada vez menos

equitativas no que respeita a acesso aberto e

justo a dados nos veículos. Este vazio regulamentar

levou os fabricantes de veículos a

reivindicarem o direito exclusivo de proporcionarem

uma plataforma de telemática, a

qual foi apresentada como a abordagem do

“Extended Vehicle” ou do “Veículo Neutro”.

Finalidade

Esta questão do acesso justo e equitativo a

dados no veículo tem sido alvo de um longo

debate, envolvendo uma variedade de iniciativas

legislativas europeias, tais como o Regulamento

de Isenção por Categoria (RIC), a Regulamentação

de homologação, a legislação

relativa a chamadas de emergência (eCall) e,

em 2018, a Comunicação da Comissão Europeia

relativa a automóveis autónomos e

conectados.

Várias organizações de consumidores e partes

interessadas do mercado de pós-venda têm

instado repetidamente a comissão a propor

uma solução legislativa vinculativa relativamente

a redes de acesso livre, seguro e transparente

para automóveis conectados, bem

como para dados nos veículos, interfaces para

condutores e acesso a comunicações.

Uma vez que a comunicação da comissão

sobre a conectividade nos veículos não é suficientemente

clara no que respeita às oficinas

independentes de modo a assegurar a igualdade

de direitos no acesso aos dados, este estudo

pretende analisar as potenciais consequências

dos modelos existentes de acesso a dados para

operadores independentes e consumidores.

Especificamente, pretende esclarecer cinco

pontos:

I - Perspetiva sobre o valor do mercado de pós-

-venda para o consumidor;

II - Síntese dos principais desenvolvimentos

recentes e dos desafios no futuro;

III - Descrição das principais questões relacionadas

com o acesso a dados;

IV - Perspetiva do consumidor sobre o tema;

V - Estimativas sobre o potencial impacto

económico de um acesso não regulamentado

a dados nos veículos.

II - mercado de pós-venda europeu

O ciclo de vida dos veículos atravessa várias

etapas, tais como I&D, desenvolvimento de

produto, aprovisionamento, logística, fabrico,

vendas de veículos novos, serviços financeiros,

mercado de pós-venda, vendas de automóveis

usados até à derradeira etapa de reciclagem.

A indústria automóvel que sustenta este ciclo

de vida forma uma complexa rede interligada,

que envolve inúmeros intervenientes ao longo

de vários setores, várias empresas e regiões

geográficas.

A “cadeia de valor automóvel” é composta por

inúmeras empresas que acrescentam valor ao

veículo durante o seu ciclo de vida. A cadeia

de valor automóvel é dividida geralmente no

ponto de venda do novo veículo nas atividades

a “montante” (processamento de matérias-

-primas, fabrico, químicos, peças) e a “jusante”

(reparação, manutenção, tecnologias da

informação, serviços de mobilidade), como se

pode ver na Figura 1.

Figura 1 Esquema de atividades a montante e a jusante no setor automóvel

com foco no pós-venda

Fonte: Capgemini

Desenvolvimento

Produto

Acessórios

MONTANTE

Logística

Produtos

Aparência

Fabrico

PEÇAS

Lubrificantes

e Pneus

Venda

Carros Novos

Serviços

Financeiros

Peças

Substituição

JUSANTE

Pós-venda

Manutenção

e Reparação

Venda

Carros

Usados

SERVIÇO

Telemática

Navegação

Reciclagem

Entretenimento

Figura 2 - Divisão do mercado

de pós-venda europeu

Serviços

45%

Peças

55%

Este estudo centra-se no subsegmento específico

do “mercado de pós-venda” dentro do

setor a jusante. Trata-se do valor gerado por

protagonistas do mercado que oferecem peças

e serviços relacionados com veículos, após

a venda de um veículo novo (distribuidores,

retalhistas e oficinas).

Relevância

Na Europa, mais de 12 milhões de pessoas

têm empregos relacionados com o setor automóvel

e dos transportes rodoviários, incluindo

cinco milhões de empregos ligados à mobilidade

(transporte, construção rodoviária),

mais de 4,3 milhões relacionados com uma

“utilização mais ampla do automóvel” (concessionários,

serviços de reparação e operadores

do mercado de pós-venda) e cerca de 3,3

milhões relacionados com o fabrico de veículos

e componentes.

O mercado de pós-venda automóvel é um

componente distinto e substancial da cadeia

de valor automóvel. Para além dos fabricantes

de automóveis (concentrados), existe quase

um milhão de empresas envolvidas no mercado

de pós-venda, sendo a maioria das quais

PME, e o setor do mercado de pós-venda emprega

cerca de cinco milhões de pessoas.

Além do mais, cerca de metade do PIB da UE

é composto por despesas das famílias. Uma

percentagem destas despesas, relativa ao custo

anual dos cidadãos da UE manterem os

seus veículos em funcionamento (revisões,

reparações, peças, manutenção) era equivalente

a uns consideráveis 3% em 2017, valor

idêntico à despesa dedicada à compra de veículos

novos. Por conseguinte, o mercado de

Top100 Aftermarket 2019

113


MERCADO top100

Figura 3 - Estrutura do mercado de pós-venda europeu e principais grupos de partes interessADAs Fonte: McKinsey

OEM – Equipamento

Original

Fabricantes

de peças

OEMs VW, BMW,

Mercedes-Benz

Distribuidores

OEM unidades de venda e

distribuidores de marca

Oficinas

OEM oficinas franchisadas

e concessionários

Intermediários

Consumidor

Seguradoras

Allianz. HUK

Particular

IAM - Aftermarket

Independente

Fornecedores

Bosch, Hella,

ZF, etc

Fabricantes

generalistas

Grupos de

compra ATR,

CARAT

Distribuidores

Independentes

LKQ, Alliance,

Autodis

Centros Auto ATU, Pitstop

Redes de Oficinas

AutoCrew, Meisterhaft

Pequenas oficinas

Clubes Automóvel

ADAC

Leasing, ALD

Portais de serviços

Fair-Garage

Negócio

Frota

Distribuidores

online, Amazon,

eBay, Kfzteile24

pós-venda automóvel representa uma parte

substancial da economia e, tal como o fabrico

automóvel, constitui um complemento com

valor igualmente importante.

Composição

O mercado de pós-venda europeu é composto

por dois componentes principais: vendas de

peças de substituição e serviços. Em média,

o subsegmento de peças do mercado de pós-

-venda é ligeiramente maior, representando

cerca de 55% comparativamente ao segmento

de serviços, com 45% em 2018. A Figura

2 visualiza essa segmentação. Para os efeitos

deste estudo, assumimos que esta divisão não

irá mudar no futuro próximo, uma vez que

tanto as peças como os serviços são afetados

de forma idêntica pelo aumento de preços

resultante da complexidade tecnológica cada

vez maior de ambos os elementos.

O mercado de pós-venda europeu engloba

todas as peças e serviços adquiridos para veículos

de passageiros e comerciais após a venda

original. Estes serviços são reparações após

um acidente, reparações de efeitos de desgaste,

reparações de falhas mecânicas e eletrónicas,

manutenção, serviços relacionados com

pneus, produtos de diagnóstico, equipamento

de oficina, acessórios e consumíveis, como lubrificantes.

O valor do mercado de pós-venda

é impulsionado pelos custos da mão de obra e

pelos preços das peças.

Diferenciamos entre concessionários do mercado

de retalho pertencentes e franchisados

Figura 4 - Quotas de mercado em

RECEitas de OEM, IAM e DP em 2017

para a Europa

iam

48%

dp

5%

oem

47%

por fabricantes de automóveis, também conhecidos

como fabricantes de equipamento

original (OEM) - no estudo denominados

como canal OEM - e oficinas independentes,

distribuidores, retalhistas e operadores, denominados

como canal do mercado de pós-

-venda independente (IAM) e operadores independentes

(IO). Adicionalmente, existem

protagonistas a nível grossista, mas, para os

efeitos deste estudo, não diferenciámos os

diferentes graus de contribuição em vários

níveis da cadeia de valor.

Partes interessadas

Relativamente às partes interessadas do mercado

de pós-venda, a discriminação utilizada

pela McKinsey no seu estudo mais recente sobre

o mercado de pós-venda automóvel proporciona

uma perspetiva geral clara, ao captar

a variedade e as diferenças acentuadas entre

as partes interessadas (clientes B2B e B2C

do IAM), que formaram a AFCAR – Alliance

for the Freedom of Car Repair and Mobility

(Aliança para a Liberdade de Reparação de

Automóveis e Mobilidade).

É possível identificar discriminações mais

elaboradas de intermediários, tais como

portais de mobilidade emergentes, presta-

114 Top100 Aftermarket 2019


TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

dores de partilha de automóveis ou de subscrição

de veículos, mas, para os efeitos deste

estudo, focámo-nos nos principais protagonistas

(Figura 3).

Principais protagonistas

do mercado de pós-venda

O mercado de pós-venda europeu está dividido

em dois grandes grupos de protagonistas:

OEM e IAM. No geral, ambos partilham cerca

50% - 50%, embora, ao nível dos diferentes

países, possam ocorrer desvios de 70% - 30%

ou 40% - 60%, dependendo da presença de

OEM e da respetiva rede de distribuição. O

mercado de peças pertence em cerca de 40%

aos OEMs. Estudos recentes identificam um

terceiro grupo, nomeadamente empresas

tecnológicas ou protagonistas digitais (DP),

conforme constam na Figura 4.

Informações públicas sobre o mercado ou

estudos sobre a dimensão do segmento DP

são escassos, limitados ou existem apenas

estimativas parciais. A sua quota de mercado

percentual atual pode ser relativamente pequena:

pelo menos na Europa é inferior à verificada

nos EUA - principalmente através da

venda online de peças. Estudos preveem um

crescimento anual de, pelo menos, 10 - 15%

até 2022 para vendas online B2C nos EUA e

nos mercados da Europa Ocidental. Se extrapolarmos

o segmento DP a este ritmo, poderá

evidenciar uma evolução na ordem dos 7%,

10% em 2030 no que toca a peças apenas. Se

adicionarmos serviços, os DP poderão adquirir

uma quota de mercado na ordem dos 20%

a 30% em 2030. Assumimos uma quota de

mercado de, no máximo, 5% para o segmento

DP na Europa em 2018.

Tradicionalmente, os protagonistas OEM e

IAM têm focado a sua concorrência por quotas

de mercado partilhadas entre si. Uma vez

que o papel atual e futuro dos DP na cadeia

de valor automóvel é, nesta fase, difícil de

quantificar devido à falta de dados disponíveis

publicamente. Por isso, o seu impacto

foi excluído do estudo quantitativo. Contudo,

ainda assim, existem inúmeros cenários

desenvolvidos em vários estudos de mercado,

que preveem um crescimento rápido deste

segmento e uma erosão mais ou menos proporcional

das quotas de mercado dos dois

protagonistas atuais.

Equilíbrio entre OEM e IAM

A quota do mercado de pós-venda captada

pelo IAM e pelas oficinas de concessionários

de marca OEM é, geralmente, assumida na

indústria como 50:50 de uma média pan-europeia

(receitas de peças e mão de obra combinadas).

Dependendo da idade do veículo e

do país, esta quota pode variar. Por exemplo,

a quota do IAM atinge os 70-80% nos países

da Europa de Leste e os 1-3% com veículos até

três anos de idade. Até uma idade de 4-5 anos,

os veículos são, geralmente, alvo de manutenção

pelo canal OEM.

Os períodos de garantia mais longos e os

programas de fidelização de clientes dos

concessionários franchisados estão a ganhar

relevância com o objetivo de manter clientes

na rede OEM. O IAM recebe predominantemente

veículos com idade superior a 4-5

anos e é considerado uma escolha mais económica

para os clientes. Geralmente, é mais

popular durante recessões económicas. Uma

vez que as oficinas independentes costumam

ter orçamentos de marketing mais reduzidos

para investimento no âmbito de branding e

RP e são continuamente forçadas a investir

PUB

Top100 Aftermarket 2019

115


MERCADO TOP100

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

Figura 5 - Disponibilidade dos consumidores para partilhar dados

Fonte: My Car My Data e FIA

O automóvel que está a conduzir está

avariado. Um botão no veículo permite-lhe

pedir ajuda e enviar informações sobre a

sua avaria. Estaria disposto a

partilhar estes dados?

Se sim, quão importante seria para si ter a

possibilidade de escolher a sua oficina?

85%

disponibiliza-se a

partilhar dados

92%

quer ter a

capacidade de

escolher a sua

oficina

em ferramentas específicas de marcas e em

formação, encontram-se em desvantagem

comparativamente a oficinas dos concessionários

no que toca a reconhecimento por parte

do consumidor. Iniciativas como a “Right

2 Repair” ou “My Car My Data” contribuem

para uma maior sensibilização no que toca à

escolha do consumidor (Figura 5).

No seguimento da sondagem anterior “My

Car My Data”, um inquérito aos consumidores

realizado em quatro dos maiores estados

membros da EU, analisou o papel do IAM

aos olhos dos consumidores como parte deste

estudo. O inquérito confirmou que as oficinas

independentes são muito populares e são, claramente,

preferidas em detrimento dos concessionários

OEM no que respeita a trabalhos

de reparação e manutenção (Figura 6.)

Todos os inquiridos declararam, de forma unânime,

que as oficinas independentes são, regra

geral, mais baratas do que as oficinas de marca,

mas que as consideram igualmente competentes,

pelo que mantêm uma forte fidelização.

O foco no cliente comparativamente mais

elevado mantido por parte das oficinas independentes

também as ajudou a adaptar

continuamente os seus serviços com o cliente

em mente. As comparações efetuadas com os

concessionários de marca demonstram que

serviços, tais como marcações online, lojas

de peças e acessórios online, bem como configuradores

de serviços, existem predominantemente

em oficinas independentes. E estas

também apresentam uma presença mais forte

e ofertas mais amplas em portais de oficinas

do que as oficinas OEM.

O mercado de pós-venda tornou-se o foco dos

OEM há várias décadas, uma vez que este oferece

receitas estáveis e margens mais elevadas

do que as vendas de veículos novos. E dadas

as incertezas das vendas de veículos novos, é

previsível que esta tendência se mantenha.

Tradicionalmente, os fabricantes que produzem

peças ou módulos tanto para o mercado

OE como para o mercado de pós-venda têm

uma quota significativamente mais elevada

nos seus lucros do negócio do mercado de

pós-venda do que nas suas receitas totais. Portanto,

o mercado de pós-venda tem contribuído,

de forma significativa, para o negócio OE.

Tendo em consideração as fantásticas oportunidades

que a conectividade e a digitalização

de veículos proporcionam, o mercado de pós-

-venda irá tornar-se ainda mais importante à

medida que inovações, como a manutenção

preventiva, forem evoluindo.

Embora o equilíbrio OEM/IAM no mercado

de pós-venda tenha sido relativamente estável

ao longo da última década, característica

de um ambiente competitivo perfeitamente

funcional, é previsível que este equilíbrio seja

ameaçado. Vários estudos sobre o mercado

automóvel preveem uma mudança significativa

nas receitas e nos lucros nos próximos anos,

não só entre protagonistas OEM e IAM mas,

também, relativamente a novos participantes

digitais/tecnológicos. Há, por isso, muito futuro

no pós-venda, que continuará a dar emprego

a milhares de pessoas. ◆

Figura 6 Preferências dos consumidores relativamente aos canais do

mercado de pós-venda

Fonte: Research Now SSI

Manutenção Reparação DIY

Oficina independente 56% 61% 61%

Oficina OEM 38% 36% 25%

DIY 5% 3% 15%

Fonte: Quantalyse

116 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

117


EMPRESAS TOP100

Em busca da

perfeição

O setor da distribuição é constituído por inúmeras empresas, divididas por diversas áreas

que compõem o pós-venda automóvel. Peças para ligeiros, peças para pesados, equipamentos

e repintura são algumas. Conheça os players que estiveram em evidência no ano de 2018

120 MCoutinho Peças

122 Autozitânia

124 AS Parts

126 Auto Delta

128 KRAUTLI Portugal

130 Bombóleo

132 Ferdinand Bilstein

Portugal

134 Bragalis

136 Leirilis

138 Romafe

140 A. Vieira

142 Vieira & Freitas

144 AleCarPeças

146 Auto Recto

148 Japopeças

150 Phaarmpeças

152 Filourém

154 Polibaterias

156 Samiparts

158 Algarchapa

160 Auto Acessórios

Formigosa

162 Motorbus

164 EUROPART Portugal

166 Global Parts

168 Diamantino Perpétua

& Filhos

170 Visoparts

172 DMS Trucks

174 Vicauto

176 Lusavouga

178 Lusilectra

180 Bolas

182 Cometil

184 KROFtools

186 MGM

188 Carsistema

190 Portepim

192 LTintas

194 Quimirégua

196 Coteq

198 Centrocor

200 Mota & Pimenta

202 Sotinar

204 Lovistin

118 Top100 Aftermarket 2019


+351 226 169 983

+351 219 948 180

autosilva@autosilva.pt/encomendas@autosilva.pt

Top100 Aftermarket 2019

siga-nos no

119

facebook

fb.me/autosilvaacessorios


Empresa

Top100

Peças para ligeiros

Posição ranking: 2.°

Volume de negócios 2018:

€46.161.000

MCoutinho Peças

D

escomplicação do processo”. Esta é a virtude mais valorizada pelos clientes da MCoutinho Peças e da AZ Auto. “Num

“ único contacto, o cliente tem maior probabilidade de satisfazer todas as suas necessidades”, revela o administrador, Miguel

Melo. A empresa oferece, assim, “um portefólio imbatível de peças originais e de peças aftermarket, dependendo da tipologia

de cliente, suportado numa elevada disponibilidade de stock em todas as marcas OEM e IAM, logística de excelência, call

center com 30 profissionais altamente qualificados, soluções tecnológicas e acompanhamento do cliente com resolução rápida de

problemas”, acrescenta. A associação ao grupo ibérico de peças CGA trouxe, na opinião do responsável,

“um conjunto de vantagens que permitem às insígnias MCoutinho Peças e AZ Auto serem ainda mais

competitivas no mercado. O acesso a gamas, desenvolvimento de conhecimento técnico e o facto de

potenciar a venda de peças originais, fazem com que esta parceria seja dinamizadora do negócio”, diz.

A rede de oficinas Rino passou por uma profunda alteração estrutural em 2016. “Consultámos o mercado,

analisámos as novas exigências e adaptámos o nosso projeto. Temos uma rede mais capaz, mais

produtiva e, qualitativamente, mais forte. Conseguimos dotar a Rino de uma central de compras com

condições muito vantajosas, bem como com planos de formação intensivos. Investimos em marketing,

mantendo a rede atualizada face aos desenvolvimentos tecnológicos do setor. Temos, igualmente, acordos

centrais que potenciam, decisivamente, a faturação dos nossos franchisados”, conta. Em 2019, tivémos

um evento que foi de grande importância: a comemoração dos 20 anos da MCoutinho Peças.

Promovemos um grande convívio, onde estiveram presentes representantes de organizações, que fizeram

da MCoutinho Peças uma referência no setor ao longo destes anos. Foi uma forma de agradecer a

preferência nestes 20 anos de sucesso”, enfatiza Miguel Melo.

Administrador Miguel Melo

Morada Rua Filipa de Lencastre,

4436 - 908 Rio Tinto

Telefone 229 772 000

EMAIL mcoutinhopecas@mcoutinho.pt

SITE www.mcoutinhopecas.pt

O balanço de 2019 deverá ser “muito positivo”. No fundo, “um reflexo dos investimentos realizados, cujos resultados irão, seguramente,

verificar-se, não só este ano, como nos próximos anos”, afirma. “À semelhança do que tem acontecido, as empresas MCoutinho

Peças e AZ Auto vão registar um crescimento a dois dígitos. Isto não significa apenas um crescimento da faturação mas, também, uma

melhoria do nível de serviço, um crescimento da confiança dos clientes e um aumento da envolvência dos parceiros”, acrescenta. ◆

120 Top100 Aftermarket 2019


121

Top100 Aftermarket 2019 121


Empresa

Top100

PEÇas PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 7.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€34.853.000

Autozitânia

a

experiência e o conhecimento são dois dos grandes trunfos da Autozitânia. Uma empresa que “segue sempre com muita

atenção as tendências e possíveis mudanças que ocorrem e podem ocorrer no mercado”, adiantam os responsáveis. “A

nossa estratégia tem sido de investimento nas mais diversas áreas do negócio, de forma a estarmos melhor preparados

para os desafios que prevemos enfrentar”. Aspetos mais valorizados pelos clientes? “O serviço e a forma transparente com que

trabalhamos, que criam confiança e fortalecem a nossa relação. Obviamente que fatores como a diversidade

e disponibilidade da nossa oferta também são fundamentais e muito valorizados”, acrescentam.

O capital humano é fundamental para o sucesso. “A equipa da Autozitânia é fantástica, sempre pronta a

Administradores Francisco Neves

e Ricardo Venâncio

Morada Av.ª das Acácias, Lote AE 2/3,

Arroja, 1685 - 654 Famões

Telefone 214 789 100

EMAIL vendas.odivelas@autozitania.pt

SITE www.autozitania.pt

abraçar novos desafios e a superarem-se diariamente. Como forma de incentivar a nossa equipa, definimos

como essencial uma política de comunicação transparente. E temos sempre presentes os valores da

Autozitânia, que procuramos cultivar dentro da empresa, desde os colaboradores mais antigos aos mais

recentes. Exemplo de um desses valores da nossa empresa é a ‘excelência’. Tentamos transmitir a toda

a equipa a importância da ‘excelência’ em tudo o que fazemos. Como excelentes profissionais que são,

procuram sempre fazer mais e melhor com foco neste valor”, reforçam. Na opinião dos responsáveis, a

rede Drive Repair Oficina tem tido uma aceitação “fantástica” no mercado. “O potencial do projeto tem

sido reconhecido, visto como sólido e sustentado, apresentando uma mais-valia para as oficinas se prepararem

para os constantes desafios do mercado, que serão cada vez mais e mais fortes”, acrescentam.

A Autozitânia está no ranking dos 100 maiores players do mercado da distribuição de peças auto

em Portugal. Uma posição que não surge por acaso. E onde pretende permanecer por muitos anos.

“Pretendemos continuar a seguir o nosso rumo e estratégia, mantendo, no essencial, a nossa forma de

trabalhar, sempre à procura de melhores soluções para o nosso negócio, numa ótica de melhoria contínua”,

adianta a administração da empresa. De resto, as perspetivas de faturação para o ano que está prestes a terminar permitem

antever um balanço positivo para a Autozitânia. “Perspetivamos um ano de 2019 muito positivo, com uma previsão de crescimento

de volume de faturação dentro dos valores dos anos anteriores”, concluem. ◆

122 Top100 Aftermarket 2019


Instale já!

APP

Catálogo & Webshop

Esta aplicação permite consultar o

stock e os preços dos nossos

produtos, fazer encomendas, fazer

orçamentos personalizados por

viatura e consultar informação

técnica para reparação auto em

qualquer local e a qualquer

momento. A opção de pesquisa,

para além da procura por marca,

modelo, produto e referência

permite ainda a procura por busca

gráfica ou através de matrícula. E

ainda inclui as bases de dados:

Tecdoc, Autodata, HaynesPro e

Eurotax.

www.autozitania.pt

Top100 Aftermarket 2019

123

Instagram


Empresa

Top100

MERCADO TOP100

Peças para ligeiros

Posição ranking: 8.°

Volume de negócios 2018:

€30.577.000

AS Parts

E

mpenhado parceiro de negócios dos seus clientes, a AS Parts, criada em 2006, como start-up do Grupo Nors, é uma

empresa reconhecida pela qualidade das suas gamas de produto, disponibilidade, eficiência logística e atendimento

especializado e personalizado. Perante um mercado extremamente competitivo, a empresa continua a pautar-se

pelo “respeito e pelo cumprimento da cadeia de valor, tanto a nível grossista como de retalho. O

respeito integral pela cadeia de valor aumenta a confiança dos clientes”, referem os responsáveis da

empresa. Além disso, “a aposta no desenvolvimento da rede de oficinas TOPCAR constitui outro

fator de fidelização”. E a marca Alea é uma das referências do seu portefólio. Disponível na categoria Administradora Isabel Basto

dos produtos com maior rotação, regista, hoje, “um bom desempenho comercial”, realça a empresa.

Já as devoluções de peças, são, neste momento, um dos maiores problemas dos distribuidores. Morada Rua Conde da Covilhã, 1637

De acordo com os responsáveis da AS Parts, “são vários os fatores que contribuem para que o 4100 - 189 Porto

número de devoluções seja bastante significativo”. Nesse sentido, a empresa garante que, atualmente,

está a implementar “medidas de eficiência e controlo, de forma a amenizar este indicador”. Telefone 219 406 700

A AS Parts marca presença no ranking dos 100 maiores players do mercado da distribuição de

peças em Portugal. O que pretende fazer para se manter nesta posição? “Continuará a ter uma estratégia

de adaptação e adequação à evolução e tendências do mercado, com foco especial no cliente”,

EMAIL geral@asparts.pt

sublinham. Com o ano a caminhar para o seu fim, quais as expectativas em termos de volume de

SITE www.asparts.pt

faturação. Na opinião dos responsáveis, “2019 foi, indubitavelmente, um ano caracterizado pela

inovação”. Qual o motivo? “Houve uma concentração de esforços para melhorar, significativamente,

o serviço prestado ao cliente, através da mudança do sistema informático para SAP e do software de gestão de logística para

EWM. Estávamos conscientes que a AS Parts passaria por perturbações que nos afetariam negativamente as vendas. Mas também

tínhamos noção de que essa transformação era necessária para melhorar significativa o serviço da AS Parts”, dizem. ◆

124 Top100 Aftermarket 2019


INTEGRAÇÃO SOFTWARE

DE GESTÃO SAP

A integração do software de

gestão SAP permite uma maior

fiabilidade e controlo em todas

as atividades de gestão da

empresa.

INTEGRAÇÃO SISTEMA

GESTÃO LOGÍSTICA EWM

A integração de EWM (Extended

Warehouse Management)

permite a automatização e

confiabilidade nas atividades

logísticas da empresa.

PORTO

Rua Manuel Pinto De Azevedo, 1085

Z.I. Porto | 4149-010 Porto

T. 229 438 330

SEIXAL

Av. Aureliano Mira Fernandes, 48

P.I. Seixal | 2840-069 Aldeia Paio Pires

T. 219 406 700

www.asparts.pt

PORTAL DE COMPRAS

ONLINE ARMIN

O Armin é uma ferramenta de

identificação de peças e compra

online única no mercado.

REDE TOP PARTNER

Rede de parceiros nacional.

REDE TOPCAR

Rede composta por 87 oficinas.

Top100 100 Aftermarket 2019 2019 125 125


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 12.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€24.872.000

Auto Delta

E

xtenso portefólio de produtos, seriedade nas relações comerciais, acompanhamento permanente dos clientes. Estas

são apenas algumas das razões que fazem da Auto Delta um dos nomes mais sonantes do setor da distribuição de

peças para ligeiros em Portugal. A iniciativa “Fabricante do Mês” tornou-se num dos pontos fortes da empresa de

Leiria, sendo mesmo considerada pelos responsáveis como uma aposta ganha no que toca a campanhas promocionais. “Se os

nossos clientes estão bastante agradados e procuram aproveitar as campanhas que são desenvolvidas em meses específicos,

também os fabricantes o estão”, afirmam. E completam o raciocínio: “Cientes da importância que

este tipo de iniciativas tem no desempenho das suas marcas, procuramos desenvolver campanhas

exclusivas que permitam resultados interessantes e ganhos de escala para os nossos parceiros comerciais”.

Apresentando, em maio deste ano, no Salão expoMECÂNICA, o projeto “Official MEYLE Dealer”

(OMD) é, antes de mais, um fortalecimento na relação entre fabricante, distribuidor e retalhista.

São 14 os parceiros comerciais que contam já com esta distinção, cujos benefícios são o suporte

técnico especializado e de marketing, diretamente desenvolvidos pela MEYLE. “Não se tratando

de uma busca por uniformização de imagem e procedimentos, o cerne deste projeto está em dotar Telefone 244 830 070

os retalhistas de ferramentas que os ajudem a vencer nas áreas geográficas em que estão inseridos,

ancorados em produtos e serviços de qualidade, funcionando a Auto Delta como a coordenadora

EMAIL geral@autodelta.pt

nacional do projeto”, destacam os responsáveis.

As iniciativas de solidariedade social são, porventura, as ações mais nobres levadas a cabo pela Auto

SITE www.autodelta.pt

Delta. “Tem sido muito enriquecedor verificar a atenção que é dada pelo mercado a este tipo de ações.

Para nós, é muito importante sentirmos que estamos a fazer algo importante na vida das pessoas.

Administradores Armindo Romão

e Catarina Luísa

Morada Rua da Fontinha, 77, Andrinos,

2416 – 905 Leiria

Todos estão bastante cientes de que seremos uma sociedade muito mais forte se soubermos ajudar quem realmente necessita e

doarmos uma parte do nosso lucro em prol dos mais desfavorecidos”, enfatizam. ◆

126 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

127


Empresa

Top100

Peças para ligeiros

Posição ranking: 13.°

Volume de negócios 2018:

€20.479.000

MERCADO TOP100

KRAUTLI Portugal

E

mpresa “confiável e de créditos firmados no mercado”, a KRAUTLI Portugal continua a cumprir a sua “estratégia

não intrusiva de distribuição, sempre usada nos quase 30 anos na nossa história em Portugal e com os produtos de

elevada qualidade que comercializamos”, referem os responsáveis da empresa. “Temos implementado, ao longo dos

últimos anos, alguns planos de fidelização, designadamente no âmbito do Clube Krautli, que é um programa que abrange um

grupo de empresas nossas parceiras, onde estão disponíveis vantagens adicionais em várias áreas,

nomeadamente comerciais, marketing e operacionais. Isso tem sido uma mais-valia no reforço da

ligação estreita com estes parceiros”, acrescentam.

A nível interno, a empresa não se cansa de motivar os seus profissionais. “Os ‘jogadores’ da KRAUTLI

Portugal são o seu maior ativo. Temos, na empresa, um grupo de pessoas excecionais, dedicadas e

empenhadas no nosso sucesso. Preocupamo-nos em garantir um ambiente saudável, fomentando

o espírito de equipa e de colaboração. Essencial é fornecer a formação adequada para que todos

possam exponenciar as suas capacidades, melhorando a qualidade do trabalho de todos”, explica a

mesma fonte da empresa.

Parte integrante do Grupo Serca, o que acaba por fazer com que tenha, ainda que de forma indireta,

ligação à Nexus Automotive International, a empresa faz um balanço “muito positivo” destas parcerias.

“Além do reforço das relações com fabricantes e outros parceiros de negócio, existem ferramentas

internas que nos ajudam a melhorar o nosso serviço no mercado. E dispomos, também, das redes

oficinais NexusAuto e Profissional Plus”, adiantam.

Administradores Markus Krautli e José Pires

Morada Parque Marinhas de D. Ana, Armazém 4,

2629 - 001 Póvoa de Sta. Iria

Telefone 219 535 600

EMAIL contact@krautli.pt

SITE www.krautli.pt

A Valvoline é outro dos trunfos. “É uma marca de destaque no nosso portefólio e que tem tido um papel de relevo no nosso

crescimento nos últimos anos. Temos vindo a conquistar, gradualmente, uma quota de mercado muito interessante nos lubrificantes

e acreditamos que ainda podemos crescer mais num mercado muito competitivo, mas que valoriza muito a qualidade e

a distribuição organizada no canal profissional”, sublinham os responsáveis. ◆

128 Top100 Aftermarket 2019


R

ELECTRIC CORPORATION

Top100 Aftermarket 2019

129


Empresa

Top100

Peças para ligeiros

Posição ranking: 14.°

Volume de negócios 2018:

€20.157.000

Bombóleo

c

ustou chegar, mas o mais difícil é mantermo-nos lá. Para isso, temos de continuar a trabalhar, cada vez mais, para

“ merecermos a confiança e a exigência saudável dos nossos parceiros”. É, desta forma, que a Bombóleo, segundo

Paulo Marques, administrador, pretende manter-se no ranking dos 100 maiores players da distribuição de peças

para ligeiros em Portugal. E como se tem preparado a empresa para as mudanças que estão a ocorrer no aftermarket? A

resposta chega-nos através de três frases: “Alargando o seu portefólio de produtos; incrementando

serviços e espaços logísticos (novo armazém no Porto e remodelação das instalações em Massamá);

relação de confiança com atuais e novos parceiros de negócio”.

Prova do seu trabalho bem feito ao longo de décadas, são os 60 anos de existência que a Bombóleo

celebrou recentemente, numa festa com pompa e circunstância. Se existe algum “segredo” para tal

longevidade? “Não há segredo nenhum. Apenas muito trabalho, dedicação, seriedade e prontidão

dos colaboradores que temos para prestarmos um bom serviço e transmitirmos confiança aos

clientes”, refere o responsável. E a verdade é que o Grupo Bombóleo tudo faz para que o cliente

se sinta bem em trabalhar consigo. “Apostamos em novas gamas e serviços (podemos dar como

exemplo a formação e o apoio técnico), por forma a que o cliente se mantenha fidelizado. No

entanto quer número de clientes, que, gradualmente, vai aumentando, quer pela solicitação que

existe, cremos que os parceiros estão connosco”, destaca Paulo Marques. Que, a concluir, refere:

“Infelizmente, ainda existem muitos empresários em Portugal que veem a formação dos seus técnicos

como um custo e não como um investimento necessário para prestar melhor serviço. Pelo

que constatamos, a recetividade tem sido muito boa nas novas tecnologias (híbridos e elétricos) e

Administrador Paulo Marques

Morada Rua Sebastião e Silva, 28

Zona Industrial de Massamá, 2745 – 838 Queluz

Telefone 214 389 600

EMAIL bomboleo@bomboleo.com

SITE www.bomboleo.com

menos positiva nas restantes tecnologias e em formações comportamentais. Não são só os formandos que aprendem. Também

nós estamos a aprender. E muito. A formação vai ser uma das nossas grandes apostas em 2020”. ◆

130 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

131


Empresa

Top100

PEÇas PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 16.

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€16.095.000

Ferdinand Bilstein

Portugal

C

om 15 anos de presença em Portugal, o bilstein group tem presente que as alterações tecnológicas e as mudanças do setor

obrigam a “adotar estratégias para manter uma posição de força”. Joaquim Candeias, administrador da empresa, acredita

que, “cada vez mais, o negócio das peças passará pela presença em plataformas digitais. E é por aqui que temos de

traçar o caminho”, diz. A relação com os clientes funciona como uma “parceria de confiança”. Segundo

Joaquim Candeias, “os clientes sentem segurança nas nossas marcas e valorizam muito o tipo de serviço e

a disponibilização de stock em Portugal, o que permite um fácil e rápido acesso aos produtos. A confiança é

Administrador Joaquim Candeias

sentida ao nível das encomendas. Seja via webshop ou telefone, sabem que contam com grande disponibilidade

de stock e que recebem as encomendas a horas”, enfatiza.

A mudança para as novas instalações, no início do ano passado, “gerou, também, grandes mais-valias, essencialmente

a nível logístico. Conseguimos aumentar, consideravelmente, o espaço de armazém e melho-

Morada Estrada do Jerumelo, n.° 863,

2665-494 Venda do Pinheiro

rar a nossa rotina. O novo espaço serviu ainda para aproximar a equipa. Nesta medida, todas as atividades

de negócio dentro do grupo baseiam-se em diretrizes, claramente, formuladas. Criamos a base para um ambiente

familiar e excelentes condições de trabalho. As novas instalações foram pensadas e projetadas ao por-

Telefone 219 663 720

menor, tendo em conta o presente e visionando o futuro de forma a podermos crescer. Quem faz as empresas EMAIL vendas@bilsteingroup.com

são as pessoas que nela trabalham. E aquando da mudança para as novas instalações, as condições dos

colaboradores foram um tema de máximo relevo. Todos os colaboradores têm, hoje, melhores condições de SITE www.bilsteingroup.com

trabalho, mais espaços de convívio e de refeições e o ambiente organizacional mudou e melhorou”, reforça.

De acordo com o responsável, “todos os anos, promovemos um evento, não só interno, mas com as famílias. E promovemos, ao

longo do ano, ações que levam a uma satisfação maior por parte de todos. Exemplo disso, são as novidades implementadas este ano,

que permitem a todos os colaboradores usufruírem, mensalmente, de várias condições”, remata Joaquim Candeias. ◆

132 Top100 Aftermarket 2019


FORTES INDIVIDUALMENTE,

IMBATÍVEIS EM EQUIPA

www.bilsteingroup.com

Top100 Aftermarket 2019

133


Empresa

Top100

PEÇas PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 19.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€13.370.000

Bragalis

s

ediada, como o próprio nome indica, em Braga, a Bragalis, que fez em maio passado 34 anos de atividade, é uma empresa que,

desde a sua criação, se dedica à comercialização de produtos para automóveis ligeiros, com o conceito bem definido de importador/grossista

com venda exclusiva a casas de peças (retalhistas). É lema, prática e imagem

de “marca”, que a empresa não comercializa diretamente com oficinas e, por isso, nunca é ou será

concorrência aos seus clientes retalhistas.

Administrador José Alberto

Este conceito nasce em 1985, quando algumas casas de peças da zona de Braga, sentindo necessidade

de, em conjunto, agregar a maioria das suas compras, com o objetivo de obter melhores condições

junto das fábricas/marcas fornecedoras, formaram um grupo, denominado Bragalis. Esta estrutura Morada Rua Costa Soares,

Lote 13, 4700 – 001 Braga

foi amadurecendo, com a fidelização de outros retalhistas clientes com importância comercial na zona

de influência da Bragalis, tornando-se a empresa numa referência a nível nacional, com grande quota

de mercado no norte e muita fidelização por venda de proximidade no Minho e Trás-os-Montes, pelo Telefone 253 602 570

facto de dispor, em Braga e Vila Real, de armazéns de distribuição.

Neste percurso de quase 35 anos, a Bragalis teve sempre o cuidado de ir cimentando e atualizando as EMAIL geral@bragalis.com

suas bases de negociação e desenvolvimento, nomeadamente por associação ao grupo internacional de

compras Nexus, por via da sua participação na estrutura social da Serca Espanha. Esta posição privilegiada

no aftermarket coloca a empresa na vanguarda da distribuição de peças auto, proporcionando

SITE www.bragalis.pt

acesso a melhores serviços, novos produtos e a marcas de alta qualidade em condições de competitividade

a nível global. O conceito de rede de oficinas que a empresa está a desenvolver em duas versões, NexusAuto (premium) e Profissional

Plus (modular), são, também, resultado da associação aos grupos internacionais.

Continuando a sua evolução natural, a Bragalis prepara-se para atualizar a sua plataforma B2B com mais e melhores funcionalidades,

duplicar a sua área de armazenagem e implementar nas suas novas instalações que estão a ser construídas em Braga, uma moderna

solução de gestão de armazéns e picking. A inclusão no seu portefólio de mais marcas e novas linhas de produtos, estão, também, em

negociação. Tudo isto e sempre com a finalidade de proporcionar um melhor serviço aos clientes retalhistas. ◆

134 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

135


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 22.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€12.361.000

Leirilis

Leirilis percorreu um longo caminho desde a sua fundação, em 1986. Mas a ambição mantém-se intacta: “Continuar

a crescer, a inovar e a marcar a diferença”, adianta o administrador, Saulo Saco. “Os últimos anos têm sido marcados

A

por grandes mudanças e desafios, quer ao nível da constante evolução do setor automóvel, quer ao nível do crescimento

sustentável da Leirilis”, afirma. A constante evolução do setor automóvel desafia os distribuidores a

apostarem, constantemente, em novos produtos e a alargarem, cada vez mais, as suas gamas. “Neste

ponto, a Leirilis destaca-se pela contínua disponibilização de novos produtos, de forma a que oficina

Administrador Saulo Saco

consiga, num único local, incluir tudo o que necessita para desenvolver o seu negócio, como se de uma

‘loja do cidadão’, mas na área automóvel, se tratasse”, ilustra Saulo Saco. “Exemplo disso, destaca-se o

Morada Rua dos Camponeses, 159, Casal do Cego

lançamento, em 2019, da gama de pneus, com aposta em dois segmentos: produto e equipamento. No

– Covinhas, 2415 - 315 Marinheiros (Leiria)

entanto, para a Leirilis, vender apenas peças não é suficiente, dado que a oficina procura um parceiro

de negócio. Assim, esta aposta cada vez mais em serviços, disponibilizando desde software de orçamentação

e informação técnica, assistência técnica até a formação, permitindo à oficina estar na vanguarda

Telefone 244 850 080

das mudanças do setor, bem como oferecer ao cliente um serviço mais assertivo”, sublinha.

Com o objetivo de estar cada vez mais próxima do cliente, oferecendo um serviço de entrega rápida EMAIL leirilis@leirilis.com

exigido pela oficina, a Leirilis iniciou, há um ano, um projeto – DP Automotive -, com vista a reforçar

a sua presença nacional. “A Leirilis já conta com quatro armazéns em Portugal Continental (Coimbra, SITE www.leirilis.com

Leiria, Lisboa e Porto) e um na ilha da Madeira, sendo o objetivo crescer com mais pontos de distribuição,

através de rede própria e/ou através do desenvolvimento de parcerias criadas com operadores locais”, conta.

A RedService, nascida há três anos e que conta já com 40 oficinas, é outro dos trunfos. “Um conceito oficinal multimarca que visa

dotar os seus parceiros (oficinas independentes) de maiores competências no ramo da reparação automóvel”, refere. “Através do

acesso privilegiado a produtos de qualidade original, a ferramentas de marketing (proporcionado a cada oficina aderente um pacote

de ideias personalizadas) e a formação, entre outros, permite a modernização das mesmas e um melhor e maior acompanhamento

das sucessivas e constantes tendências do mercado automóvel”, conclui. ◆

136 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

137


Empresa

Top100

Peças para ligeiros

Posição ranking: 25.°

Volume de negócios 2018:

€11.232.000

Romafe

A

Romafe é uma empresa familiar, de terceira geração, com 74 anos de existência. Os valores que a norteiam, contudo,

permanecem imutáveis. “Temos como missão sermos reconhecidos como um parceiro de

confiança na implementação de soluções à medida das necessidades dos clientes”, explicam

Mónica França, José Vaz e José Carvalho, administradores. “Atuando nos mercados auto e industrial,

acreditamos fortemente numa estratégia baseada em quatro pilares fundamentais: carácter, inovação,

experiência e confiança”, acrescentam. Para os responsáveis, a cultura da Romafe resume-se a uma só

palavra: “respeito”. Ou seja, “respeito pelos clientes, fornecedores, parceiros, concorrentes e colaboradores.

Só atuando desta forma poderemos receber de volta o respeito que almejamos”, garantem, que

consideram a “especialização na área dos rolamentos, apostando em marcas premium que garantam

níveis de excelência”, e ainda a “distribuição da marca SKF, com os kits de rolamentos de roda”, os

principais marcos nesta longa caminhada no aftermarket. “Fomos incorporando todas as novas linhas

Telefone 226 158 300

de produto implementadas pela marca até atingirmos a liderança da distribuição em Portugal”, dizem.

“A SKF é o nosso principal parceiro e uma fonte inesgotável de conhecimento, que nos permite oferecer

aos clientes a vanguarda das soluções de engenharia em todas as áreas de atuação”, sublinham. Embora EMAIL romafe@romafe.com

o setor industrial seja o principal negócio para a Romafe, a empresa tem apostado, nos últimos anos, no

setor auto. Atualmente, a parte automóvel representa já um terço do negócio total da empresa. “Temos

um plano arrojado de crescimento, de curto e médio prazos, com um forte investimento nesta área”,

SITE www.romafe.com

adiantam, prometendo ainda “novidades em breve”.

AdministradorES Mónica França, José Vaz

e José Carvalho

Morada Rua Engenheiro Ezequiel de Campos

164-182, 4100 - 228 Porto

Fundamental para a atividade da empresa é uma “postura séria e transparente”. Mais: “Não procuramos o lucro fácil vendendo a

oficinas e a particulares. Mantemos firmemente a nossa política de vender apenas e só à revenda”, realçam os administradores. O

desempenho das filiais de Guimarães, Viseu, Mirandela, Sacavém e Açores “têm cumprido em absoluto o objetivo para o qual foram

criadas: garantir o nível de serviço e logística com que somos reconhecidos”, asseguram Mónica França, José Vaz e José Carvalho.

A comemorar 75 anos, a empresa acredita que tem espaço para crescer. ◆

138 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

139


Empresa

Top100

PEÇas PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 27.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€10.558.000

A. Vieira

a

inevitável redução de margens já era um problema há muito anunciado e previsto pela A. Vieira. Quem o afirma

são os seus responsáveis, que acrescentam, de seguida, que “os fabricantes utilizam tabelas de preços diferentes

para mercados diferentes. Com a logística dos dias de hoje, não é difícil ter acesso a

preços mais reduzidos, fazendo com que as margens sejam mais baixas para quem compra com

as tabelas portuguesas. Outro dos problemas é o cada vez maior acesso direto dos consumidores

finais a portais B2C de grossistas camuflados”. A grande instabilidade, ora com períodos de grande

volume, ora com outros de valores medianos, é outra das situações detetadas pela A. Vieira no

mercado nacional. Que afirma que “a cadeia atual do mercado continua a fazer sentido, mas não

nos moldes em que se encontrava anteriormente”. E especifica: “O trabalho do retalhista deve ser

muito mais elaborado para dar apoio às oficinas. O pós-venda, tal como os serviços e a formação

à oficina, vai ser cada vez mais importante e os retalhistas terão de mudar a sua forma de estar

no mercado”.

O serviço (eficiência, resposta, stock, rapidez nas entregas) e, não menos importante, não olhar para

o cliente como “mais um número no final do ano”, são duas das características mais valorizadas por

quem procura a A. Vieira. “A fidelização dos nossos clientes é um trabalho contínuo e tentamos,

acima de tudo, disponibilizar o melhor serviço dia após dia”, frisam os responsáveis da empresa, que

pretendem dar continuidade ao trabalho desenvolvido, adaptando os seus métodos à realidade do

mercado, sem nunca perder a sua identidade, para se manterem no ranking dos maiores distribuidores

de peças para ligeiros. A presença na mais recente edição da expoMECÂNICA, em maio, foi

Administradores José Branco e António Anjo

Morada Av.ª D. Miguel, 250, Zona Industrial de

Baguim do Monte, 4435 – 678 Rio Tinto

Telefones 229 773 410/1/2/3

EMAIL avieira@avieirasa.pt

SITE www.avieirasa.pt

positiva e o objetivo foi cumprido. “A feira do Porto é extremamente importante para nós, não só para fazermos negócio mas,

também, para estreitarmos as relações com os nossos parceiros e mostrarmos as nossas novidades”, concluem os responsáveis. ◆

140 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

141


Empresa

Top100

PEÇas PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 29.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018: €10.086.000

Vieira & Freitas

R

eferência incontornável no setor da distribuição de componentes elétricos e eletrónicos para automóveis, a Vieira

& Freitas, que fará 40 anos em dezembro de 2019, deve a sua maior fatia de vendas ao material original. Talvez

muitos não saibam, mas a empresa bracarense não tem nas peças destinadas ao aftermarket o seu principal volume

de faturação. E a sua presença nos salões nacionais do setor visa precisamente esse aspeto: demonstrar

que é muito mais do que uma empresa que vende peças de gestão de motor destinadas

ao pós-venda.

O facto de a Vieira & Freitas ter conquistado o primeiro lugar na categoria “Peças para Ligeiros”

na V Gala TOP 100 é, por si só, o melhor exemplo do trabalho bem feito no decorrer do ano de

2018. Paulo Torres, um dos administradores, dá conta que “o primeiro lugar nesta categoria é,

sem dúvida, uma distinção muito importante, que nos surpreendeu e nos motivará a prestar um

serviço ainda melhor aos nossos parceiros”. E não esconde o seu contentamento: “É com grande

satisfação que recebemos esta distinção. Estamos conscientes que este troféu se baseia em fatores

quantitativos, mas é, também, o fator qualitativo que nos move cada vez mais rumo ao reconhecimento

dos nossos parceiros, a quem identificamos o mérito desta relação. Esta distinção é uma

homenagem em forma de prenda antecipada pelo nosso 40.° aniversário, que será celebrado em

dezembro de 2019”. Qual foi o “segredo” para a conquista deste troféu? “Não há mistérios. O

‘segredo’ é manter a humildade no trabalho e poder contar com uma equipa de colaboradores e

parceiros de grande qualidade”, realça o responsável.

Sempre atenta às necessidades do mercado e disponível para novas parcerias, a Vieira & Freitas

defende, contudo, que, para crescer, não é estritamente necessário ter mais marcas e maior stock.

Administradores Paulo Torres

e José Manuel Gomes

Morada Rua Costa Soares, n.° 39,

4700 – 001 Braga

Telefone 253 607 325

EMAIL geral@vieirafreitas.pt

SITE www.vieirafreitas.pt

A qualidade do serviço, a rapidez de entrega e a disponibilidade de produto falam mais alto e são, a montante, as razões que

ditam o sucesso de uma empresa. ◆

142 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

143


Empresa

Top100

Peças para ligeiros

Posição ranking: 39.°

Volume de negócios 2018:

€7.223.000

AleCarPeças

A

o longo da sua história, a AleCarPeças tem sabido adaptar-se às mudanças do aftermarket. A receita é a mesma de

sempre. “Evoluindo nos processos internos, procurando máxima eficácia e garantido as melhores soluções para os

clientes. Estamos atentos à evolução do mercado e preparados a agir rapidamente”, sublinham os responsáveis, que

acreditam que os aspetos mais valorizados por quem procura a empresa são a “seriedade e a transparência” na forma de lidar

com os parceiros. A fidelização dos clientes é um processo “bastante complicado, onde a nossa vontade

e capacidade nem sempre são suficientes para garanti-la”, admitem. Mas, “todos os dias, lutamos

para assegurar a preferência dos clientes, com maior ou menor sucesso”, acrescentam.

A nível interno, a AleCarPeças procura motivar a equipa, dotando-a de “todos os meios que lhes Administrador Pedro Rodrigues

permita desempenhar as suas funções da forma mais eficaz”. Além disso, “procuramos passar para

todos a nossa forma de estar no negócio: seriedade, transparência e alegria. Fatores determinantes Morada Estrada de Manique, 1610,

para o sucesso de todos. Obviamente, não fica de fora uma política remuneratória que permite à Armazém 2/3, 2645 - 550 Alcabideche

AleCarPeças reter os talentos que garantem o futuro da empresa”, sublinham os responsáveis.

O desempenho da plataforma logística da Maia está a correr dentro dos objetivos estabelecidos. Telefone 214 602 465

“Consideramos 2019 como o ano zero, que está a servir para restabelecer a marca AleCarPeças na

zona norte de Portugal”, explicam os responsáveis da empresa. A posição no ranking dos 100 maiores

players do mercado da distribuição de peças auto em Portugal não é fruto do acaso. “Com todo

EMAIL geral@alecarpecas.pt

o respeito pelos players presentes no mercado, a AleCarPeças tem sempre como objetivo melhorar

SITE www.alecarpecas.pt

os seus processos de trabalho, ser mais eficiente para poder garantir aos seus parceiros os melhores

produtos e as melhores condições, que permitam crescer de forma sustentada. A estratégia de

negócio é de longo prazo, baseada sempre nos melhores produtos e numa relação clara e transparente com todos os parceiros”.

As perspetivas de volume de faturação para 2019? “A AleCarPeças terá mais um ano de crescimento sustentado. Como é obvio, a

nova plataforma da Maia terá já algum impacto nesse crescimento, que também sucede pela inclusão de algumas novas gamas/

marcas na nossa oferta. É, sem dúvida, um ano bastante positivo”, garantem. ◆

144 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

145


Empresa

Top100

Peças para ligeiros

Posição ranking: 44.°

Volume de negócios 2018:

€4.925.000

Auto Recto

O

mercado da distribuição de peças para automóveis em Portugal está mais competitivo do que nunca, “fruto de uma

concorrência muito agressiva”, afirmam os responsáveis da Auto Recto. Que solução preconizam para resolver o “esmagamento”

das margens de comercialização das peças auto? “Na cadeia de distribuição, por vezes, confundimos o

fabricante com o distribuidor que está situado na Europa. Muitos componentes chegam ao nosso mercado por intermédio de

um distribuidor europeu”, adiantam. Problema identificado pela empresa do Porto é, também, o da

devolução de peças. Para o minorar, a Auto Recto procura “estreitar a margem de erro na classificação”.

Mas será que, na sua opinião, a atual cadeia (fabricante, grossista, retalhista e oficina) continua

a fazer sentido no negócio da distribuição de peças, atualmente? “Penso que sim, mas temo que num

futuro próximo alguns grossistas possam absorver o mercado de retalho”, acrescenta.

De modo a enfrentar as mudanças em curso no aftermarket, a Auto Recto tem procurado, “ao longo

dos últimos anos, estar mais perto dos clientes”, Exemplos dessa estratégia foi a abertura de um novo

espaço, em Viseu, bem como a criação do portal B2B. Segundo a mesma fonte, as qualidades mais

valorizadas pelos clientes da empresa passam pela sua “disponibilidade de stock, pelo profissionalismo

e pela responsabilidade” com que atuam no mercado. A logística de entrega de peças continua

a ser o grande desafio para as empresas de distribuição. Como consegue a empresa ser mais rápida

e eficiente na entrega de peças às oficinas? “Trabalhamos com parceiros que nos fornecem soluções

completas, para que possamos responder as necessidades dos nossos clientes”, dá conta a organização

liderada por Alcino Ferreira de Sousa e Paulo Rodrigues.

O objetivo assumido pela Auto Recto, de continuar a marcar presença no ranking dos 100 maiores

players do mercado da distribuição de peças auto nacional, passa por “continuar a fazer o nosso

trabalho com credibilidade, confiança e responsabilidade”, assumem os responsáveis. As perspetivas

Administradores Alcino Ferreira de Sousa

e Paulo Rodrigues

Morada Rua Dr. Francisco Silva Pinto, 20-24,

4435 - 403 Ermesinde

Telefone 225 363 920

EMAIL gerencia@autorecto.com

de volume de faturação da empresa, para 2019, apontam para um ano positivo. “Creio que continuaremos a crescer, mesmo que

seja de uma forma modesta”, rematam os administradores. ◆

146 Top100 Aftermarket 2019


Top100 100 Aftermarket 2019 2019 147 147


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 56.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€3.949.000

JAPOPEÇAS

A

Japopeças tem procurado sempre desenvolver-se em diversos domínios. Acompanhar a evolução existente nos meios

digitais e ser comercialmente coerente com a sua posição maioritariamente grossista, são dois deles. Além disso, pretende

consolidar a oferta premium e manter a excelência do serviço no segmento de mercado

onde é especialista. Estando sempre proativa no estabelecimento de parcerias e tendo em vista

o alargamento de gamas de produtos em que possa ser uma mais-valia para o mercado. É esta, de

Administrador Luís Costa

resto, a visão da empresa de São João da Madeira.

Luís Almeida, diretor-geral, questionado sobre se a Japopeças estaria disponível para chegar a acordo

com um grande distribuidor internacional, uma vez que se assiste a uma tendência de concentração

no setor das peças, responde afirmativamente: “Sim, naturalmente que a concentração beneficia

Morada Rua Manuel Pais Vieira Júnior, 139,

Zona Industrial das Travessas,

3700 – 309 São João da Madeira

de economias de escala, facto observável há bastante tempo noutros setores de mercado, como alimentar,

vestuário e industrial, entre outros. O mercado português, na nossa área em particular, foi

Telefone 256 203 080

(e ainda é) significativamente constituído por PME de cariz familiar (nomeadamente a Japopeças),

mais resistentes à dispersão do seu capital e à abertura ao exterior”. Segundo diz, “motivo que encontro

para explicar que, só na última década, tenha acelerado o natural processo de concentração EMAIL geral@japopecas.pt

e ajustamento do mercado. A Japopeças tem parcerias com diversas entidades nacionais e internacionais,

estando balizada num nicho de mercado com algumas especificidades. Esse caminho é SITE www.japopecas.pt

já uma realidade presente e continuaremos dinâmicos no sentido de manter os parceiros atuais e

desenvolver as parcerias que possam ser benéficas para ambas as partes”.

A Aisin continua a ser um dos ex-líbris desta empresa especialista em peças para veículos asiáticos. “A Aisin faz parte do ADN

da Japopeças, tratando-se da parceria mais antiga e destacada na nossa oferta. Dada a longevidade do percurso da marca em

Portugal e em particular com a Japopeças, o crescimento é um desafio que acolhemos, contando com a introdução recente de

novos produtos chegados ao aftermarket, que dão um contributo nesse sentido. Elenco o anticongelante, os lubrificantes para

caixas de velocidade automáticas, as pastilhas de travão e a linha de suspensão”, destaca Luís Almeida. ◆

148 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

149


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 63.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€3.494.000

Phaarmpeças

A

tenta e ativa às mudanças do aftermarket, a Phaarmpeças continua a fazer o seu trabalho de “adaptação” para “não

ficar para trás”, sempre assente na “qualidade do serviço e dos produtos vendidos”. De modo a fidelizar os clientes, a

empresa aposta em várias vertentes. “Um programa de formação, bom atendimento e boa

qualidade de produtos. Tudo aliado a uma grande proximidade com os clientes e sempre arranjando

as melhores soluções para os problemas deles”, adianta o administrador, Carlos Coelho. O investimento

na loja de Tondela revelou-se uma aposta ganhadora. “Sem atropelar ninguém, mas dando

Administrador Carlos Coelho

continuidade ao trabalho feito na loja ‘mãe’, em Viseu”, adianta o responsável, que, recentemente,

abriu uma nova filial da Phaarmpeças, desta feita em Oliveira de Frades.

Morada Av.ª Tenente Coronel Silva Simões,

n.° 129, 3515 - 150 Abraveses (Viseu)

Carlos Coelho não tem dúvidas acerca da receita para a empresa continuar a figurar no ranking dos

100 maiores players do mercado da distribuição de peças auto em Portugal: “Vamos continuar a

pensar como os grandes, embora a nossa dimensão seja outra. Sempre tentei acrescentar algo mais Telefone 232 410 270

ao negócio das peças. Fala-se tanto em formação, hoje, na distribuição de peças, fala-se tanto, hoje,

em agressividade... Orgulhamo-nos de ter começado, em 1996, sem dinheiro e sem que nada nos EMAIL geral@phaarmpecas.pt

tenha sido dado. Com o bom serviço prestado aos clientes, que são o melhor património da empresa,

conseguimos triunfar. Sem eles, não haveria trabalho, não haveria postos de trabalho. Dispomos SITE www.phaarmpecas.pt

de um serviço de excelência, em virtude de termos os melhores profissionais do setor no distrito de

Viseu, um bom plano de formação e apostamos em marcas de qualidade. Não queremos ser os barateiros

da zona. Queremos ter do melhor a um preço razoável e continuar a ser conhecidos como uma casa de peças confiável”,

sublinha Carlos Coelho.

A Phaarmpeças faz um balanço de 2019 favorável. “Já está a ser um ano melhor. Não cresceremos acima dos dois dígitos, mas

estaremos lá perto. Para quem, como nós, está há vários anos a crescer, consecutivamente, não espera outra coisa que não um

crescimento moderado. Mas estou bastante satisfeito, pois, além de mim, que sou o ‘cérebro’ da empresa, tenho um conjunto de

membros (empregados) que são de excelência”. ◆

150 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

151


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 64.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€3.394.000

Filourém

A

A Filourém mantém-se fiel aos valores que estiveram na base da sua criação: inovação, ambição, dedicação e fidelização

dos seus clientes. “Num mercado altamente competitivo, dinâmico e em constante crescimento e mutação, é absolutamente

fulcral manter uma relação estreita com os clientes, desenvolvendo e trabalhando fortemente as suas

marcas exclusivas (Original Birth, Japko, Italcar, Fiba e Bremsi) e atualizando permanentemente o seu site”, adiantam os responsáveis

da empresa. E acrescentam: “Não obstante a tendência atual (pode vir a ser hipótese no futuro), atualmente, a Filourém

tem mantido a cadeia ‘grossista/retalhista/oficina”. Também importante para o seu crescimento

é a “criação de parcerias estratégicas que visam dinamizar a comercialização das mais diversas linhas

de material, entre outras ações que visam desenvolver o negócio”, afirmam. “Um passo importante

foi a participação na expoMECÂNICA, no sentido de manter contacto com os diversos agentes e de

a empresa estar preparada para algumas mudanças e novidades que vão surgindo, nomeadamente

os novos conceitos de mobilidade ou a concentração de atividade em grandes grupos distribuidores

internacionais”, acrescentam os responsáveis.

Nos últimos anos, “têm surgido algumas dificuldades inerentes à própria atividade, como a urgência

na logística de distribuição e as devoluções. Nesta última, deveria haver um processo de harmonização

no mundo do aftermarket, visando criar estratégias que minimizassem os danos das constantes

Telefone 249 541 244

devoluções. Estes e outros obstáculos são transformados em oportunidades na Filourém, fundamentalmente

com trabalho, empenho e motivação de uma notável equipa de trabalho, que é a alma da

EMAIL geral@filourem.com

empresa e graças à criação e, simultaneamente, participação nas já referidas parcerias”, reforçam.

De forma “natural, a expectativa da empresa para 2019, “e para os próximos anos”, é manter-se no SITE www.filourem.com

TOP 100 dos players do mercado da distribuição de peças auto. Para isso, “pretende acompanhar

Administradores Carlos Gonçalves e

Alzira Reis

Morada Rua do Ribeirinho, n.° 90,

Apartado 158, 2494 - 909 Ourém

aquilo que é a evolução do setor, mantendo os clientes no centro de toda a sua atividade, um stock com boa relação preço/

qualidade e uma gestão rigorosa, com o objetivo de aumentar o volume de faturação e continuar a crescer de forma gradual e

sustentada”, rematam. ◆

152 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

153


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 76.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€2.887.000

C

M

Y

CM

PolibATERIAS

MY

CY

CMY

K

A

Polibaterias mantém-se fiel à sua estratégia comercial, “onde o principal foco é o nosso distribuidor”, afirma Nuno

Guerra. “Procuramos dar espaço a cada um, para que na sua área geográfica possa realizar um trabalho sério e responsável,

sem a chamada ‘concorrência interna’. A proximidade dos distribuidores aos instaladores e clientes finais é uma

mais-valia que procuramos valorizar e assim continuaremos a fazê-lo, apesar de se observar, por parte de vários operadores/

importadores, um ‘curto-circuito’ deste degrau de retalho, que, outrora, foi a base de toda a sua operação, estando estes a apostar

na venda direta aos instaladores”, avança o administrador da empresa.

A forma “profissional e séria” como a Polibaterias aborda o mercado e os seus intervenientes, bem

como a disponibilidade e dedicação a todos, quer sejam clientes, fornecedores ou parceiros, aliada

Administrador Nuno Guerra

à excelente qualidade dos produtos que distribui, “são os principais elementos que nos distinguem

e valorizam relativamente à concorrência”, assegura. As baterias para sistemas start&stop estão,

Morada Rua Quinta das Rosas, n.° 13,

neste momento, a crescer. “Já representam 5% das vendas globais de baterias de arranque na nossa

Zona Industrial do Casal do Marco,

empresa. Atualmente, é o produto que tem maior margem de crescimento em virtude da dinâmica 2840 - 131 Aldeia de Paio Pires (Seixal)

do mercado de veículos com estes sistemas”, refere. Além do orgulho que sente em ver a Polibaterias

no TOP 100 das empresas do setor, Nuno Guerra fala de um grande sentido de “responsabilidade”.

Telefones 212 240 931 / 212 699 223

E adianta: “Vamos, certamente, manter a estratégia que nos trouxe até aqui, consolidando a atual

posição e continuar a aposta na formação, no apoio aos nossos parceiros e nas marcas e produtos

EMAIL geral@polibaterias.com

de excelência que comercializamos. A FIAMM é, nesse sentido, o nosso parceiro estratégico. Uma

aliança que nos cria bastante responsabilidade, mas, também, nos assegura uma qualidade e continuidade

de produtos para podermos incrementar a nossa quota de mercado”, sublinha o responsável. SITE www.polibaterias.com

As perspetivas de faturação para 2019? ”O ano em curso, em virtude das alterações climáticas, nomeadamente

a inconstância no que se refere à definição das habituais estações do ano, onde não tivemos um inverno ‘normal’, pois as

temperaturas mínimas estiveram longe do habitual, em conjunto com o abrandar da venda de automóveis novos e usados, irão, certamente,

conduzir a uma estagnação ou pequeno decréscimo do volume de negócios”, conclui o administrador da Polibaterias. ◆

154 Top100 Aftermarket 2019


TUDO EM ENERGIA, ENERGIA PARA TUDO

Top100 Aftermarket 2019

155


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 81.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€2.733.000

Samiparts

A

integração na central de serviços espanhola ASER Aftermarket Automotive é, sem dúvida, um dos momentos

mais marcantes do percurso da Samiparts. Com esse passo, a empresa liderada por Samuel Nunes e Miguel

Batista fortalece a sua posição no mercado e fica melhor preparada para enfrentar os desafios do futuro. Distribuidor

com um sólido histórico, a Samiparts está no mercado há 16 anos, dispondo de quatro pontos de venda distribuídos

pelos distritos de Leiria (Pombal, Ansião, Leiria) e Coimbra (Soure), disponibilizando, também, uma loja online,

de forma a proporcionar ao cliente uma ferramenta de auxílio no dia a dia. Para corresponder

às exigências e expectativas dos clientes, a empresa conta com uma grande equipa que desenvolve

a sua atividade com o maior esforço e dedicação, de modo a providenciar o melhor serviço

possível, privilegiando marcas de renome e de qualidade que os clientes conheçam e confiem.

A missão da Samiparts é oferecer um serviço de excelência aos seus clientes oficinais.

Para isso, estabeleceu uma parceria com a Car Academy, com o intuito de proporcionar um

portefólio de formações e cursos que permitem a profissionalização e a atualização de conhecimentos

dos profissionais do setor automóvel.

A Samiparts marcou presença em várias feiras dedicadas ao aftermarket, tendo como principal

objetivo divulgar, no mercado ibérico, a Restagraf, marca francesa da qual é representante na

Península Ibérica há cerca de quatro anos. No aftermarket automóvel, a Restagraf é conhecida

pela seleção, embalamento e marketing de conjuntos de molas específicas para a carroçaria.

Também tem no seu portefólio produtos para reparações elétricas e de conexão. Recentemente,

a marca desenvolveu uma gama de material de peças genuínas, necessárias na reparação de

zonas danificadas da viatura (porta, para-choques e capot, entre outras). A Samiparts está a

Administradores Samuel Nunes

e Miguel Batista

Morada Rua da Primavera, Bloco B1,

Flandres, 3100 – 339 Pombal

Telefone 236 200 370

EMAIL geral@samiparts.pt

SITE www.samiparts.pt

trabalhar para construir uma rede de distribuidores a nível nacional (atualmente, tem mais de 40 pontos de venda), de

modo a disponibilizar, de forma fácil, a marca por todo o país. Com a participação na Motortec Automechanika Madrid

2019, foi possível apresentar a Restagraf ao mercado ibérico e a potenciais distribuidores a nível nacional. ◆

156 Top100 Aftermarket 2019


Paulo & Daniela

Friautomóveis

WRPeças

Turbo Peças

Auto Jalema

Turbo Peças

SPR Auto Acessórios

GaiaFor

Peças Tavares

GaiaFor

Gondofor

ViolanteCar

Oliveira Moreira & Azevedo

Auto Jalema

Oliveira Moreira & Azevedo

Auto Peças Gafanha da

Nazaré, LDA

Variedades Auto

ViolanteCar

X-Action

Samiparts

Samiparts

Samiparts

Samiparts

CentralBat

Electro-Marques

Silvas Auto Peças

3 R Parts, LDA

Silvas Auto Peças

GR Parts

Proxira

GR Parts ComercialPovos

Proxira

Peciloures

ComercialPovos

RPA – Peças Auto LDA

Diapauto

Soulima

ATM - Auto Torre da Marinha

Auto Acessórios da Fontinha

C.A.E.A. – Importação LDA

Agostiauto

Agostiauto

Bremen Pro

Top100 Aftermarket 2019

RPA – Peças Auto LDA

www.samiparts.pt

geral@samiparts.pt

restagraf@samiparts.pt

Distribuição Restagraf

157


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 88.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€2.308.000

Algarchapa


o

negócio

das peças vai muito para além da venda. Temos de estar à frente das novas tendências no que diz respeito

a tecnologia e informação. A atitude e a motivação dos nossos colaboradores fazem a diferença para nos mantermos

no ranking TOP 100 dos maiores distribuidores de peças para ligeiros”. As palavras de Manuel Cardoso

Freitas, administrador da Algarchapa, empresa fundada em 2003 e que dispõe de três lojas no

Algarve (Albufeira, Faro e Olhão), não podiam ser mais elucidativas acerca do modus operandi

da empresa situada no sul de Portugal. “A Algarchapa acompanha o mercado permanentemente

e tenta introduzir as novidades que acrescentam mais valor ao seu negócio e ao dos seus clientes”,

acrescenta o responsável. Tanto mais, que positivismo e perseverança é o lema da empresa. “Somos

valorizados pelos clientes. Por vários motivos. Devido ao nosso atendimento e à nossa rápida

resposta para ajudar o que é mais importante para nós: o cliente. A confiança e a capacidade de

entender e conhecer melhor os clientes e de resolver os seus problemas e dificuldades”, assinala o

administrador.

Continuará a atual cadeia (fabricante, distribuidor, retalhista e oficina) a fazer sentido no negócio

da distribuição de peças atualmente? A Algarchapa não tem dúvidas: “Faz seguramente, pois a

proximidade com as oficinas é, hoje, um fator determinante. Os retalhistas estão mais perto do

cliente final e prestam melhor serviço”. A empresa liderada por Manuel Cardoso Freitas assume

que tem como principal missão aumentar o potencial das peças auto em matéria de vendas

e introduzir novos produtos no mercado. O empreendedorismo está enraizado na cultura da

Administrador Manuel Cardoso Freitas

Morada Litográfis Park, Pav. L, Vale Paraíso,

8200 – 557 Albufeira

Telefone 289 571 966

EMAIL geral@algarchapa.pt

SITE www.algarchapa.pt

Algarchapa, que alimenta a máxima de tentar chegar a todos os mercados, de modo a satisfazer todos os clientes. A gama

de produtos é vasta, cobrindo várias áreas (colisão, iluminação, lubrificantes, baterias e material elétrico, entre outros),

dispondo ainda de um serviço de entregas rápido. ◆

158 Top100 Aftermarket 2019


289 571 966

geral@algarchapa.pt

Top100 Aftermarket 2019

www.algarchapa.pt

Albufeira: 289 247 363

Olhão: 289 815 523

Faro: 289 832 268

159


Empresa

Top100

PEÇAS PARA LIGEIROS

POSIÇÃO RANKING: 92.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€2.158.000

Auto Acessórios

Formigosa

S

ediada em Valença e com filiais em Monção e Lisboa, a Auto Acessórios Formigosa, que, em Espanha, opera sob o

nome de Recambios Tui, na zona de Pontevedra, já tem lugar “cativo” entre as maiores empresas do aftermarket nacional.

E tem trilhado o seu caminho de crescimento de forma constante, que dura há mais de três décadas. O “segredo”

do seu sucesso? Reside no facto de trabalhar com produtos premium e na forte ligação aos principais fabricantes mundiais,

tendo a empresa o privilégio de obter informação e ferramentas que outros players não dispõem. A

grande novidade da empresa para o último trimestre de 2019, assim como a partir de 2020, é a

criação de um novo departamento na área de produtos mecânicos premium no que diz respeito a Administradores Marco Gandra

e Pedro Gandra

motores e caixas de velocidade, entre outros, nos mercados de Portugal e Espanha. Departamento

este que conta com importação própria e direta a partir de fábricas europeias das principais marcas

mundiais. Deste modo, a Auto Acessórios Formigosa acaba por fazer concorrência direta a várias Morada Formigosa, Gandra,

4930 – 309 Valença

empresas que operam em Portugal, pretendendo que o fator inovação seja a referência nos diversos

setores de atividade que integra, assegurando, em primeiro plano, um serviço de excelência aos

clientes e garantindo a valorização dos serviços para todos os parceiros envolvidos.

Telefone 251 809 600

Todos os artigos mecânicos da empresa da cidade raiana, que pertence ao distrito de Viana do Castelo,

estão classificados como produtos de substituição originais ou equivalentes à origem, fabricados e EMAIL valenca@formigosa.com

reconstruídos em laboratórios próprios, onde são efetuados diversos ensaios. A equipa de investigação

e desenvolvimento apresenta, em média, excelentes resultados de fiabilidade e durabilidade. Só SITE www.formigosa.com

assim é possível garantir um produto original, com qualidade irrepreensível, a preço competitivo. A

marca francesa Mecafilter, recentemente introduzida, é considerada de extrema importância para a

empresa. “Veio dar-nos mais qualidade e prestígio no mercado, quer na revenda quer junto da oficina. E não é só a Mecafilter.

Icer, Talosa, Tudor e lubricantes Finor, patente registada pelo sócio fundador e nosso pai, há mais de 20 anos, surgem como

grandes parceiros, pois somos mesmo os primeiros importadores para Portugal de algumas destas marcas”, destaca Marco

Gandra, um dos administradores. ◆

160 Top100 Aftermarket 2019


24 MESES GARANTÍA(KM ILIMITADOS), LOGÍSTICA GRÁTIS,

SEGURO DE MÃO DE OBRA EM GARANTIA, SUPORTE TÉCNICO GRÁTIS

Top100 Aftermarket 2019

161


Empresa

Top25

PEÇAS PARA PESADOS

POSIÇÃO RANKING: 3.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€11.706.000

Motorbus

R

ápida capacidade de resposta devido às mais de 45 mil referências em stock. É, essencialmente, este aspeto que os

clientes mais valorizam na Motorbus, empresa especialista em pesados que comemorará, em 2020, um quarto de

século. Fundada em agosto de 1995, a Motorbus, com sede em Vila Nova de Gaia e filial em Castanheira do Ribatejo,

é um dos players de renome no setor das peças para camiões e autocarros. Foi, aliás, a empresa

vencedora na categoria “Peças para Pesados” na V Gala TOP 100. “Para a Motorbus, é um motivo de

orgulho e de satisfação ter obtido esta distinção pela quarta vez consecutiva, o que nos enche o

coração e nos dá vontade de continuarmos o bom trabalho que temos desenvolvido”, refere Joel Lebre,

um dos administradores, acerca da conquista do troféu. Revelando, de seguida, que a melhor

forma de fidelizar os clientes, numa altura em que a concorrência está mais feroz do que nunca,

passa por “manter a nossa aposta na variedade de produtos, na manutenção de um stock atualizado

e numa rápida capacidade de resposta”.

A política da Motorbus vai manter-se inalterada no que toca à manutenção do seu lugar no ranking

dos maiores players do mercado da distribuição de peças para pesados em Portugal. O crescimento

será, por isso, feito de forma sustentada. Para manter é, também, a participação no Salão expoME-

CÂNICA. “Estamos presentes desde a primeira edição e temos vindo a acompanhar a evolução da

feira de ano para ano. A expoMECÂNICA tem vindo a evoluir de forma constante e sustentada e EMAIL motorbus@motorbus.pt

tem-se afirmado como um evento fundamental no setor. Assim sendo, não podemos deixar de estar

presentes e de acompanhar, também, essa evolução, com apostas cada vez mais fortes no certame.

SITE www.motorbus.pt

O balanço foi, uma vez mais, extremamente positivo”, dá conta Joel Lebre. Que, a concluir, revela:

“Definimos, no início deste ano, como objetivo, aumentar em 20% a nossa quota de mercado. E

pensamos que conseguiremos chegar lá. O que, a confirmar-se, significará que 2019 será extremamente positivo para nós”. ◆

Administradores Óscar Pereira, Joel Lebre

e Pedro Lebre

Morada Porto Rua Monte de Além, n.°s 70 –

90, 4410 – 268 Canelas (Vila Nova de Gaia)

Morada Lisboa Rua do Carril, 33C,

2600 – 263 Castanheira do Ribatejo

Telefones 227 300 230 / 263 287 000

162 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

163


Empresa

Top25

PEÇAS PARA PESADOS

POSIÇÃO RANKING: 4.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€10.742.000

EUROPART Portugal

o

“braço português” do Grupo EUROPART atravessa um período de mudança, marcado pela reorganização geográfica

a nível internacional, pela expansão da área de intervenção no nosso país e pelo reforço da “pegada” digital do negócio.

Mas vamos por partes. Começando pela estrutura da loja do Carregado, que, no ano passado, sofreu alterações. O

cargo de diretor comercial foi extinto e passou a ser Heitor Santos a estar em contacto permanente com as filiais. Esta reorganização

da loja do Carregado fez com que a EUROPART Portugal passasse a estar presente, em permanência, na Margem Sul do

Tejo, uma vez que, até então, chegava, no limite, à zona do Ribatejo.

A nível internacional, o grupo passou a estar organizado em quatro regiões: Alemanha, Sudoeste,

Leste e Escandinávia. Heitor Santos, até há pouco tempo administrador da EUROPART Portugal, é,

hoje, regional manager da região Sudoeste, tendo sob sua alçada os mercados português, espanhol,

italiano e francês. Com esta mudança, a filial portuguesa passa a estar presente no centro de decisão

Administrador Heitor Santos

do grupo, em campanhas e em ações de marketing. O que acaba, invariavelmente, por beneficiar a

atividade da empresa.

A terceira mudança diz respeito ao reforço da “pegada” digital do negócio. Em abril deste ano, a EU- Morada Qta. da Ferraguda, Carambancha,

Lote 8, Apartado 40, 2580 – 653 Carregado

ROPART Portugal recebeu um responsável que veio dar formação sobre o EWOS 3.0, sistema online

totalmente em português. Um mês depois, em maio, era facultado o acesso a um grupo de clientes.

Hoje, com pouco mais de seis meses de atividade e menos de meia centena de compradores, o EWOS Telefone 263 860 100

assegura 3,5% do volume total de faturação da EUROPART Portugal. Para 2020, as perspetivas são

otimistas. A “filial virtual” já poupou inúmeras chamadas telefónicas e veio reduzir a margem de erro SITE www.europart.net

na identificação de peças. Além disso, esta ferramenta digital permitiu derrubar mitos e acabar com

o ceticismo dos que estavam mais renitentes à mudança. ◆

164 Top100 Aftermarket 2019


Sou um herói da oficina,

porque graças ao EWOS 3.0 tenho

sempre ao meu alcance os dados

corretos para cada reparação.

Beneficie também do EWOS 3.0 – a versão nova e

melhorada do reputado sistema online para oficinas da

EUROPART, agora disponível em Portugal.

Contacte-nos através de:

ewospt@europart.net

Top100 Aftermarket 2019

165

EUROPART Portugal, S.A. Carregado - Aveleda - Leiria - Venda do Pinheiro - Évora


Empresa

Top25

Peças para pesados

Posição ranking: 8.°

Volume de negócios 2018: €4.818.000

Global Parts

P

rofissionalismo”. Para os responsáveis da Global Parts, esta é a virtude mais apreciada pelos clientes. “Pensamos que a

“ forma séria como estamos no negócio, associada a outras qualidades da empresa, como o apoio pós-venda e a qualidade de

produto, são as características mais valorizadas”, afirmam. Segundo reforçam, “a nossa forma de trabalhar, a proximidade

ao cliente e a qualidade dos produtos que vendemos, têm sido a base do nosso crescimento”. Uma forma de estar vincada, também,

internamente. “Estamos sempre muito perto de toda a gente. Na Global Parts, somos uma grande

família, onde tanto as conquistas como os problemas são partilhados com todos”, contam.

Em 2019, a empresa voltou a estar presente na expoMECÂNICA. “É uma feira estratégica em termos

de visibilidade, tanto para a Global Parts como para as marcas que representamos. Nesse sentido, o

balanço é positivo. Além disso, é sempre uma oportunidade para estar com clientes e amigos da região

norte do país”.

No início deste ano, a empresa inaugurou uma loja em Leiria, juntando-se à já existente, no Seixal. “São

dois pontos de venda completamente distintos. Em Leiria, estamos a trilhar o nosso caminho, dentro

do que projetamos para o primeiro ano de atividade, naquela que é, provavelmente, a zona mais difícil

de entrar. No Seixal, as coisas correm bem, mas é um mercado muito mais pequeno, onde a concorrência

é forte e o trabalho a desenvolver é completamente diferente”, explicam.

Em setembro último, a Global Parts voltou a realizar uma ação de formação para clientes com a Jaltest.

“A recetividade foi fantástica. Nestas ações, dadas pelo mais conceituado técnico da Jaltest, temos

sempre muito mais pessoas a querer frequentar a formação do que lugares disponíveis. É, sem dúvida,

para continuar e potenciar”, assegura a mesma fonte. Parte integrante do ranking dos maiores players

Administradores Manuel Cardoso

e Miguel Valentim

Morada Complexo Industrial da Granja, Rua 25

de Abril, Armazém D9, 2625 - 607 Vialonga

Telefone 219 660 235

EMAIL geral@sgp-globalparts.pt

SITE www.sgp-globalparts.pt

do mercado da distribuição de peças para pesados em Portugal, a Global Parts admite que gosta do “reconhecimento pelo desempenho”.

Contudo, “não trabalhamos diariamente com esse objetivo na cabeça. O nosso objetivo é ter uma empresa saudável, onde

quem cá trabalha se sinta bem, se sinta parte da família. Temos a nossa forma de pensar e de trabalhar, o que nos tem feito crescer,

e acreditamos que vai continuar a fazer”, garantem os responsáveis, que classificam de “positivo” o balanço do ano de 2019. ◆

166 Top100 Aftermarket 2019


www.sgp-globalparts.pt

VENDEMOS

QUALIDADE ORIGINAL

A escolha do EO

Recuperada

a performance

original

Permite

reparações de

qualidade

Peças originais,

Qualidade Premium

certificada pelo EO

Peças remanufaturadas,

Qualidade EO económica

Kits de reparação,

Componentes de

qualidade EO

A WABCO oferece uma ampla gama de

peças para todos os veículos em todos

os mercados

www.wabco-auto.com

Top100 100 Aftermarket 2019 2019 167 167


Empresa

Top25

PEÇas PARA PESADOS

POSIÇÃO RANKING: 9.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€4.743.000

Diamantino Perpétua

& Filhos

P

resente no mercado dos veículos pesados desde dezembro de 1997, a Diamantino Perpétua & Filhos (hoje inserida no

Grupo Diamantino Perpétua) exportou já para mais de 50 países, contando, atualmente, com uma empresa em França

e outra no Paraguai. “A especialização numa marca de viaturas implica uma constante adequação do seu stock às

solicitações dos clientes. O que o cliente quer, na realidade, é ter várias opções para as diferentes situações. Para alguns artigos

em concreto, não se pode fugir à qualidade das marcas premium, de forma a garantir a qualidade das

reparações”, refere fonte da empresa. “No entanto”, acrescenta, “a procura de soluções económicas

sempre foi e será uma constante. O facto de termos as opções de artigos em estado de usado e recondicionado,

leva a que os clientes considerem essa opção, que garante a relação de qualidade de uma

peça de origem e preço competitivo como a mais interessante”.

Ter variedade de opções e de preço é uma política que o Grupo Diamantino considera como mais-

-valia estratégica, podendo dizer-se que também fez parte da sua génese. “Para se ser especializado

numa marca, como é o caso da Diamantino, é quase uma condição obrigatória que se tenha quase

tudo dessa marca. É essa, aliás, a expectativa dos clientes”, defende a empresa sediada em Leiria. E

quanto aquilo que os clientes mais valorizam? “Estamos convictos que a variedade de opções existentes,

nomeadamente ao nível das peças novas, usadas e recondicionadas, bem como o facto de termos

Telefone 244 856 117

o que outros não têm, resultantes da especialização na marca e do desmantelamento de viaturas, é

característica que os nossos clientes apreciam e valorizam”, frisam os responsáveis. Que realçam que EMAIL geral@diamantino.eu

“também o apoio técnico prestado pelos comerciais de balcão e pelos técnicos especializados será algo

que, sem dúvida, valoriza a nossa imagem perante os clientes. A qualidade dos nossos artigos usados SITE www.diamantino.eu

e recondicionados tem sido também referido como uma mais-valia distintiva nos mercados nacional

e internacional”. ◆

Administradores Hugo Perpétua

e Filipe Pinheiro

Morada Zona Industrial Casal Cego,

Rua José Silva Nico, Apartado 113, Marrazes,

2416 – 902 Leiria

168 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

169


Empresa

Top25

PEÇas PARA PESADOS

POSIÇÃO RANKING: 13.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€2.542.000

Visoparts

Q

uem é cliente Visoparts, sabe a diferença que encontra em relação aos outros. Somos uma empresa com qualidade”.

É, desta forma, perentória e sem rodeios, que a empresa de Viseu, especialista na comercialização de peças para

veículos pesados, responde à pergunta “O que mais valorizam os clientes na Visoparts?” E se há característica que

a organização liderada por José Carlos Oliveira e Olga Oliveira se orgulha, é de valorizar as relações pessoais. “Não vendemos

só por vender. Queremos que o cliente se sinta em casa. Por isso, apostamos, cada vez mais, nas relações pessoais”, afirmam.

E arranjam nove palavras que começam exatamente com as letras que compõem o nome da empresa

e que a definem: “Visão, Inovação, Seriedade, Organização, Proximidade, Assertividade,

Responsabilidade, Transparência, Soluções”.

O grupo forte e motivado é a razão do sucesso da Visoparts, que, melhor do que ninguém, sabe que

todos os colaboradores têm o seu caminho bem definido. “Nós, na Visoparts, somos uma família

unida”, frisam os administradores. “Seguir a linha que traçámos há 15 anos, desde o primeiro dia

em que definimos o nosso caminho, com os resultados que todos conhecem, é o desafio a que nos

propomos e aquilo que nos caracteriza enquanto empresa séria e com credibilidade no mercado,

de modo a nos mantermos por muito tempo no ranking dos maiores distribuidores de peças para

Telefone 232 471 427

pesados”, acrescentam. Em 2019, a empresa de Viseu esteve presente como expositora no Salão

Nacional do Transporte. Foi este, aliás, um dos pontos altos em termos de eventos, sem esquecer,

claro está, as ações de formação, sempre fundamentais. Perspetivas para 2019 em termos de

faturação? “Se o ano tivesse terminado na altura em que respondemos às questões para a Revista

TOP 100 (meados de setembro), o crescimento teria sido de dois dígitos. Mas como ainda falta

algum tempo para acabar, tudo pode mudar. Mas estamos convencidos que alcançaremos os dois

dígitos de crescimento”, concluem os responsáveis. ◆

Administradores José Carlos Oliveira

e Olga Oliveira

Morada Parque Industrial Coimbrões,

Estrada Principal, 3500 – 618 Viseu

EMAIL geral@visoparts.com

SITE www.visoparts.com

170 Top100 Aftermarket 2019


Liderança faz-se com qualidade!

www.facebook.com/visoparts

www.visoparts.com

Top100 Aftermarket 2019

171


Empresa

Top25

PEÇAS PARA PESADOS

POSIÇÃO RANKING: 14.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€2.321.000

DMS Trucks

C

riada em 2007, a DMS Trucks dedica-se à comercialização de peças novas e usadas para camiões. As suas instalações,

localizadas em Vale Gracioso, Azoia, dispõem de um edifício com 15.000 m2. Inserida no ranking dos maiores distribuidores

de peças para veículos pesados, a DMS Trucks tem como principal missão ir ao encontro das necessidades

dos clientes. O que a distingue no mercado? “Procuramos estar sempre atentos e atualizados em relação às exigências do setor.

Rapidez e eficácia nos trabalhos efetuados é aquilo que nos diferencia. Criamos condições de trabalho, damos formação contínua

o mais adequada possível às necessidades da nossa área de trabalho, de forma a que as pessoas se sintam motivadas, e proporcionamos

um bom ambiente de trabalho”, refere fonte da empresa. Na DMS Trucks, encontra-se todo

o tipo de peças novas, usadas ou recondicionadas para viaturas pesadas.

Revelando que os seus principais clientes são empresas do mesmo ramo de atividade e oficinas, este

Administradores Miguel Susano

player da região centro do país afirma que “as relações com os clientes têm sido boas e duradouras”. e Carla Loureiro

Graças, também, a uma equipa composta por elementos com a devida formação, eficientes e com espírito

de responsabilidade. Especialista na reconstrução de caixas de velocidade para veículos pesados,

Morada Estrada Nacional n.° 1, Vale Gracioso,

como olha a DMS Trucks para o futuro do seu negócio? “Será muito difícil no nosso país e mesmo na 2400 – 827 Azoia

Europa poder haver um aumento considerável de crescimento nesta área. Por vários motivos. Entre os

quais, a saturação do mercado e, também, o considerável crescimento do mercado de veículos novos,

Telefone 244 870 050

que impede que o dos usados se possa desenvolver”, explica fonte da empresa.

E de que modo estão os contratos de manutenção das marcas a afetar a venda de peças aftermarket

para veículos pesados? “Estão a influenciar muito, sem dúvida. Mas vamos ver até quando conseguirão

EMAIL dms@dmstrucks.com

as marcas aguentar esta política de contratos. Hoje, já se está a sentir uma forte quebra de objetivos

de vendas de peças novas por parte dos fabricantes. E, agora, coloca-se a questão: O que se vai fazer SITE www.dmstrucks.com

com os veículos em fim de contrato? Ninguém vai optar pela compra de um usado podendo ter um

novo com excelentes condições de aquisição (aluguer). A exportação destes veículos também está a ser

bastante restringida por países que, outrora, eram grandes consumidores de camiões usados. Enfim, vamos ter de esperar para

ver o que vai acontecer”, conclui a DMS Trucks. ◆

172 Top100 Aftermarket 2019


Excelência ‘18

PEÇAS PARA CAMIÕES

SE NECESSITA DA SUA CAIXA DE VELOCICADES REPARADA, FALE CONNOSCO:

917 800 897 Top100 Aftermarket dms@dmstrucks.com

2019

173


Empresa

Top25

PEÇas PARA PESADOS

POSIÇÃO RANKING: 15.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€2.304.000

Vicauto

m

embro do Grupo ADR 98 desde 2019, a Vicauto, empresa de Viseu especialista em peças para viaturas pesadas,

tem sabido trilhar, com sucesso, o seu caminho no setor onde opera. “A entrada no grupo espanhol foi uma oportunidade

que surgiu há dois anos, na Motortec Automechanika Madrid, e que não quisemos perder. Estávamos (e

estamos) numa fase de crescimento. Por isso, a integração num grupo como a ADR 98 faz todo o

sentido. Há sinergias que nos proporcionam acesso a muitos produtos e serviços que, sozinhos,

não conseguíamos alcançar”, frisa Ricardo Almeida. O grande portefólio de marcas que a ADR

98 dispõe pode, assim, ser partilhado pela Vicauto, com grandes vantagens para ambos. “O stock

de peças que o Grupo ADR 98 tem no seu armazém, em San Fernando de Henares, Madrid,

permite-nos ter acesso imediato a todas as marcas premium e a muitos milhares de referências.

Quando houver necessidade, as encomendas podem ser enviadas diretamente para os clientes

portugueses”, acrescenta o responsável.

A aposta na comercialização de produtos premium tem permitido à Vicauto usufruir de ações

de formação técnica dessas marcas. Iniciativas que se prolongaram por 2019, de modo a que as

oficinas pudessem manter-se atualizadas com novos produtos e tecnologias lançados no mercado.

Com uma equipa de nove pessoas e uma ampla gama de produtos em stock, a empresa viseense EMAIL geral@vicauto.pt

encara o futuro com otimismo, que saiu reforçado com a sua entrada no Grupo ADR 98. Na

Vicauto, os clientes podem encontrar todo o tipo de artigos para veículos pesados, reboques e autocarros,

desde material de motor a carroçaria, passando por embraiagem, caixa de velocidades,

SITE www.vicauto.pt

suspensão, direção e cabine, entre outros. Um leque alargado de produtos que torna a empresa

Administradores Carlos Alberto

e João Manuel

Morada Zona Empresarial do Campo, Lote 47-49

A e B, 3515 – 342 Viseu

Telefones 232 451 197 / 232 458 135

liderada por Carlos Alberto e João Manuel num dos principais players a operar no aftermarket pesados, cuja faturação, em

2018, ascendeu a mais de 2,3 milhões de euros. ◆

174

Top100 Aftermarket 2019


Top 100 Aftermarket 2019

175


Empresa

Top25

EQUIPamentos

Posição ranking: 1.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€22.621.000

Lusavouga

P

resente em mais de 30 países, a Lusavouga, fundada em 1967, é um fornecedor de referência em todo o tipo de

equipamentos para metalomecânica, sistemas de fixação, produtos químicos para construção e indústria, ferramentas

elétricas, equipamentos e consumíveis para soldadura, ferramentas de corte, equipamentos de proteção

individual, ferramenta manual, equipamentos de ar comprimido, óleos e lubrificantes, equipamentos

de aspiração e limpeza, sistemas de stock e logística e equipamentos para oficina. Princípios

de gestão assentes no rigor e na disciplina, investimentos em tecnologia avançada e uma Administrador José Santos

aposta permanente na qualidade dos produtos e dos recursos humanos, têm caracterizado aquele

que é, atualmente, um dos maiores grupos empresariais de capital 100% nacional na distribuição

de máquinas e ferramentas na Península Ibérica.

3800 – 533 Cacia

Morada Edifício Lusavouga, Estrada Nacional 109,

A visão da Lusavouga, que conquistou o primeiro lugar na categoria “Equipamentos” na V Gala

TOP 100, é ser a referência no mercado em que atua, designadamente ser, para os clientes, o Telefone 234 915 010

fornecedor que apresenta a mais completa gama de produtos e com a melhor relação qualidade/

preço, capaz de satisfazer todas as suas necessidades e expectativas. Como missão, a Lusavouga,

EMAIL lusavouga@lusavouga.pt

que dispõe de cinco filiais (Leiria, Sintra, Algarve, Águeda e Moçambique), visa envolver as partes

interessadas relevantes para as suas empresas no processo de aculturação natural, de forma a

SITE www.lusavouga.pt

que essas partes interessadas participem na melhoria do desempenho económico das empresas e

contribuam para o alcance de objetivos partilhados. É sua missão promover uma cultura de gestão

baseada na motivação e no desenvolvimento dos colaboradores, tendo em vista a formação de uma equipa envolvida na

cultura da organização e comprometida com o alcance dos objetivos, com acesso aos meios e aos recursos necessários para

o exercício das suas funções e mantendo a segurança e integridade física e moral dos colaboradores. ◆

176 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

177


Empresa

Top25

equipamentos

Posição ranking: 2.°

Volume de negócios 2018:

€13.041.000

Lusilectra

A

o longo destes 36 anos de presença no mercado, a Lusilectra tem sabido acompanhar a rápida evolução tecnológica

dos nossos dias, sem receios do futuro. De acordo com os responsáveis da empresa, “a solidificação do sucesso advém

de um intenso trabalho de melhoria contínua, alicerçado numa equipa de colaboradores especializados e, claro, com

a colaboração de todos os parceiros de negócio, clientes e fornecedores”, afirma os responsáveis da empresa.

“Tendo como foco principal o cliente e como objetivo a otimização da produtividade, a Lusilectra, através dos seus serviços de

pré e pós-venda, presta todo o apoio técnico-comercial à tomada de decisão do cliente, através de

estudos de layouts, soluções técnicas inovadoras e mais adequadas, formação operacional e contratos

de manutenção e assistência”, acrescenta a mesma fonte.

Administrador Raul Vergueiro

Tendo em conta que, nos dias de hoje, os clientes valorizam mais o binómio preço/serviço, “a Lusilectra

tem vindo a perseguir a valorização de todos os serviços que pode prestar, com uma equipa Morada Rua Engenheiro Ferreira Dias,

competente, qualificada e profissional, capaz de cooperar em parceria com os clientes de forma a 953/993, 4100 - 247 Porto

apresentar sempre a opção mais correta”.

A eletrónica está cada vez mais presente nos equipamentos oficinais. E, segundo os responsáveis, “de Telefone 226 198 750

um modo geral”, o mercado está a adaptar-se aos novos tempos. “As novas gerações estão preparadas

e adaptadas para as novas tecnologias. Contudo, deve valorizar-se, cada vez mais, o conhecimento

EMAIL lusilectra@lusilectra.pt

que a Lusilectra tem do setor da reparação e das inspeções auto e que disponibiliza aos seus clientes.

A particularidade das exigências de cada cliente e/ou equipamento, são o grande desafio de todos os

SITE www.lusilectra.com

negócios”, afirmam. Nesse sentido, “a empresa coloca à disposição de cada cliente ou potencial cliente,

a experiência já adquirida ao longo de 36 anos de atividade, durante os quais testámos soluções tão

diferenciadas e tão peculiares que temos a certeza de deter uma solução facilmente adaptável, mesmo nas exigências mais particulares”,

sublinham. “Para o ano de 2020, porque sabemos que o único lugar em que o resultado surge primeiro que o trabalho

é no dicionário, queremos trabalhar cada vez mais e melhor, como temos vindo a demonstrar ser capazes ao longo destes anos

de atividade e preservar o otimismo que nos tem permitido ter uma sólida presença no mercado”, frisam os responsáveis. ◆

178 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

179


Empresa

Top25

equipamentos

Posição ranking: 3.°

Volume de negócios 2018:

€10.478.000

Bolas

C

umpridos 54 anos de atividade, a Bolas continua a demonstrar grande dinamismo no mercado. Uma empresa reconhecida pelos

seus parceiros devido à “notoriedade das marcas que representa e pela qualidade do serviço que presta nomeadamente em termos

da assistência pré e pós-venda, sempre um fator crítico de sucesso”. A montante, “o aconselhamento do equipamento mais adequado

às necessidades do cliente é uma garantia de satisfação a longo prazo. Investimos, por isso, numa equipa de gestores de produto e

demonstradores, aptos a avaliar as necessidades do utilizador final, sempre em parceria com o revendedor da zona, a aconselhar a melhor

solução e a ministrar formação nos equipamentos”, adiantam os responsáveis da empresa eborense.

Em finais de setembro, a Bolas inaugurou um centro logístico. Objetivo? “Aumentar a nossa capacidade

de armazenagem para respondermos cada vez mais rapidamente às necessidades dos clientes, quer no Administrador Guilherme Bolas

mercado nacional, quer nos PALOP. O nosso prazo médio de entrega tem vindo sempre a reduzir, mas o

crescimento das vendas, a necessidade de entregar na hora e sermos cada vez mais competitivos e eficazes, Morada Rua Sebastião Mendes Bolas, n.° 7,

levou-nos a tomar esta decisão”, reforçam os responsáveis da empresa, que encontra na marca Beta um 7002 - 501 Évora

dos grandes pilares do seu negócio. “É a nossa marca número um em termos de volume de vendas, sendo,

simultaneamente, uma marca líder no mercado português. É, para nós, uma enorme responsabilidade Telefone 266 749 300

ser o distribuidor exclusivo da Beta em Portugal, Angola e Moçambique. Com uma estratégia clara, existe

sempre margem de crescimento, até porque a marca investe continuamente em inovação, aumentando o

EMAIL geral@bolas.pt

seu portefólio de produtos anualmente”, afirmam.

Ao nível das ferramentas e equipamentos específicos para o setor auto, “existe, também, um investimento

SITE www.bolas.pt

permanente dos fabricantes que representamos em novos produtos para facilitar, agilizar e garantir a segurança,

quer do técnico de reparação/diagnóstico quer do veículo intervencionado”, sublinham. A Telwin, por

exemplo, é uma das marcas mais antigas da Bolas. “Somos distribuidores exclusivos há 36 anos, sempre com

excelentes resultados, alicerçados numa parceria muito próxima e dinâmica. Os últimos cinco/seis anos foram de crescimento sustentado,

quer a nível de volume de vendas quer a nível de serviço, seja em termos de rapidez de entrega ou de assistência pós-venda”, asseguram os

responsáveis da empresa. 2019 tem sido um ano positivo e a Bolas acredita que será possível fechá-lo com crescimento. ◆

180 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

181


Empresa

Top25

equipamentos

Posição ranking: 5.°

Volume de negócios 2018:

€5.749.000

Cometil

D

edicada à distribuição de equipamentos e consumíveis para o pós-venda automóvel, desde 1985, a Cometil acredita

que a “credibilidade” e o “aconselhamento sobre as melhores soluções de negócio, tendo em conta os seus objetivos”,

são os aspetos mais valorizados pelos clientes. “A formação e a assistência técnica são outros dois fatores com peso

substancial, sendo parte integrante da credibilidade que o cliente avalia no fornecedor”, explica Pedro de Jesus, administrador da

empresa. “As marcas que são representadas são outra condição que assume um papel relevante na tomada de decisão em relação

à aquisição de um equipamento em detrimento de outro”, acrescenta o responsável da Cometil, que

conta no portefólio com as marcas Hunter, Omer, CEMB, CEMB, Butler, AHS, Ahcon, Haweka,

Administrador Pedro de Jesus

Morada Rua Cidade de Amesterdão, 4,

Parque Industrial do Arneiro,

2660 - 456 S. Julião do Tojal (Loures)

Telefone 219 379 550

EMAIL geral@cometil.pt

SITE www.cometil.pt

Schrader, Romess, Rotary, Blitz, Hazet, Vigor. Hella Gutmann, SPC e Ingersoll Rand.

Sobre o estado da distribuição de equipamentos oficinais no nosso país, Pedro de Jesus entende

que o “acesso a instrumentos financeiros é o principal constrangimento”, dado que “cria entraves na

atividade empresarial” dos investidores e fornecedores. O desempenho da Cometil Espanha tem sido

uma “grande experiência”. Porquê? “Os desafios constantes com que nos deparamos, por estarmos

perante um novo mercado, uma cultura diferente e um território muito vasto comparado com Portugal,

obrigou-nos a sair da nossa zona de conforto, mas permitiu um crescimento muito significativo

de toda a equipa: quer a de Portugal, quer a de Espanha. Quando o ativo humano cresce, a empresa

fica mais forte”, afirma. E acrescenta: “Hoje, a marca Hunter tem uma posição firme em Espanha, é

reconhecida pela sua qualidade e inovação, tal como nos outros mercados. Foi uma conquista muito

saborosa e a nossa principal vitória, visto que a imagem que existia nada tinha a ver com os padrões

reconhecidos na Hunter”.

A Cometil Espanha apresenta, desde a sua criação, um crescimento constante da sua atividade técnico/comercial.

“Este crescimento não está apenas consolidado na venda de produtos da marca Hunter, embora tenha uma quota

substancial do volume de vendas, mas, também, na comercialização de produtos das marcas Rotary e Butler, cujas representações,

em Espanha, são asseguradas por nós”, sublinha. ◆

182 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

183


Empresa

Top25

equipamentos

Posição ranking: 10.°

Volume de negócios 2018:

€2.810.000

KROFtools

A

KROFtools tem diversificado bastante a sua oferta de produtos. “Procuramos sempre melhorar e inovar os nossos

artigos para podermos chegar, cada vez mais, às necessidades dos nossos parceiros e de quem nos procura. Tentando

encontrar novos produtos para acompanhar, também, a inovação do mercado”, diz fonte da empresa. Na opinião dos

responsáveis da KROFtools, o mercado tem assistido a uma retoma na aquisição de equipamentos oficinais. “Existe uma grande

evolução. Hoje, a imagem também vende e atrai clientes, o que leva a própria oficina a apostar numa imagem mais cuidada, com

equipamentos mais modernos e seguros, para que se torne mais convidativa para quem a procura”, explicam.

Determinadas marcas são vendidas sem a respetiva homologação e certificação CE. O que deveria

ser feito para evitar a venda destes equipamentos? “Reconhecemos a importância da certificação. Por

esse motivo, a nossa marca é certificada. Os equipamentos devem, imprescindivelmente, dispor de

um certificado para a segurança do comprador. Na nossa visão, uma maior fiscalização a nível das

entidades, quer nas alfandegas quer nas oficinas, seria uma mais-valia. Embora as autoridades já o

façam, reforçarem esses elementos seria uma das opções”, acrescentam os responsáveis.

O atual estado do negócio da distribuição de equipamentos oficinais ainda conhece vários constrangimentos.

E a mesma fonte da KROFtools não deixa de elencá-los: “A principal dificuldade que temos

sentido é na montagem e assistência de elevadores, pois não temos conseguido responder as necessidades

dos nossos parceiros no tempo que gostaríamos. A procura de montagem tem sido cada vez

mais elevada e, desta forma, estamos a considerar alargar a equipa técnica”.

A KROFtools está no ranking dos maiores players do mercado da distribuição de equipamentos auto

em Portugal. Para manter a posição, a estratégica passa por “continuar a alicerçar as parcerias que

temos e a fazer um bom acompanhamento de pós-venda”. Mais: Importa “dispor sempre de equipamentos

novos, para que os nossos parceiros detenham um leque variado de artigos”.

Administrador José Bárbara

Morada Rua Monte de São Bento, Lote 12,

4705 – 702 Braga

Telefone 253 200 250

EMAIL geral@kroftools.com

SITE www.kroftools.com/pt

As perspetivas de volume de faturação para 2019 são animadoras para a KROFtools. “Consideramos que já está a ser um ano positivo,

uma vez que conseguimos ultrapassar o anterior. Prevemos um crescimento de 10% face ao ano precedente”, sublinham. ◆

184 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

185


Empresa

Top25

Equipamentos

Posição ranking: 18.°

Volume DE NEGÓCIOS 2018: €1.389.000

MGm

Peças auto

Posição ranking: 21.°

Volume faturação 2017:

€1.172.000

A

MGM tem vindo a alargar a oferta de serviços e produtos para acompanhar a evolução do mercado onde se insere e

conseguir dar resposta ao cliente. Recentemente, a empresa recebeu uma nova certificação para sistemas de refrigeração.

Um marco importante. “A MGM labora, diariamente, com estações de ar comprimido, da qual fazem parte os

secadores por refrigeração, os quais estão presentes em 80% das oficinas. Proteger o ambiente é uma das nossas preocupações.

E, como tal, achámos que era importante estarmos certificados para manusear este tipo de equipamentos. Esta certificação

impõe condições que visam reduzir a emissão de gases fluorados com efeito de estufa para o nosso planeta”, explica Manuel

Guedes Martins, administrador da empresa.

A MGM é, atualmente, composta por uma equipa de 22 colaboradores, contando ainda com 13

pessoas na assistência técnica (oito no exterior e cinco nas instalações). Hoje, algumas marcas são

vendidas sem a respetiva homologação e certificação CE. Para os responsáveis da empresa, “cabe

ao fabricante verificar se o produto satisfaz todos os requisitos previstos na legislação europeia. A

marcação CE nos equipamentos certifica que os mesmos foram avaliados e cumprem os requisitos

da UE em matéria de segurança, saúde e proteção do ambiente”, afirma o responsável. E acrescenta:

“Compete aos órgãos de comunicação social e às associações setoriais alertarem para que, no momento

de se adquirir o equipamento, não seja valorizada apenas a questão do preço, mas, também,

a qualidade do produto. Existem no mercado equipamentos a preços muito baixos, mas que não

cumprem os requisitos”, alerta a mesma fonte.

Para o administrador, as oficinas valorizam, essencialmente, “um fornecedor honesto, sério e profissional,

capaz de aconselhar o tipo equipamento de acordo com as necessidades do cliente”. Mas não

só. “O pós-venda é um ponto a considerar na compra de um equipamento. É importante contar com um

fornecedor que disponha de um serviço de assistência técnica e um stock de peças alargado, capaz de

Administrador Manuel Guedes Martins

Morada Rua do Agro, n.° 150,

4410 - 089 Serzedo (Vila Nova de Gaia)

Telefones 227 642 722 / 914 068 071

EMAIL geral@mgm.com.pt

SITE www.mgm.com.pt

responder de forma rápida sempre que tal seja necessário”, sublinha Manuel Guedes Martins, que prevê encerrar 2019 de forma

positiva, registando um “aumento a rondar os 10% no volume de faturação”. ◆

186 Top100 Aftermarket 2019


Rua do Agro, 150

4410-089 SERZEDO VNG

Tel. 22 764 27 22 / Telm. 91 406 80 71

www.mgm.com.pt / geral@mgm.com.pt

FAÇA AS MANUTENÇÕES PERIÓDICAS

Top100 Aftermarket 2019

187


Empresa

Top20

REPINTURA

Posição ranking: 2.°

Volume DE NEGÓCIOS 2018:

€6.899.000

Carsistema

A

meritocracia é um pilar básico de qualquer organização, sociedade, país. Sem ela, não se evolui, no sentido da melhoria

contínua. Somos, pois, favoráveis a todas as ações que premeiem o mérito, como é o estatuto de PME Excelência.


É um orgulho que a Carsistema conste entre as menos de 2.000 organizações que fazem parte desta elite empresarial

em Portugal. Mas vemos a distinção como consequência do nosso trabalho diário, empenhado, competente e rigoroso. Não como

um objetivo da nossa organização”, adianta fonte da empresa. Que esclarece que “a Carsistema tem um catálogo que permite às

oficinas de repintura automóvel fazer o ‘one stop shopping’, exceto no que se refere às bases ‘tintosas’ propriamente ditas. Essas

são fornecidas por outras empresas do nosso grupo. É um catálogo muito completo e com a melhor

relação qualidade/preço”.

E como tem evoluído o negócio das filiais da Carsistema no estrangeiro? “As filiais Car Repair System,

S.A. em Espanha, França, Itália e Marrocos têm trilhado um caminho de muito sucesso, com Administrador Albertino Santos

contínuo crescimento de vendas, enorme notoriedade de marca e rentabilidades muito interessantes.

As vendas da nossa marca própria, Car Repair System, fora de Portugal, já ultrapassam em muito as

Morada Ribeira de Eiras, Adémia,

da casa mãe, Carsistema, S.A. O que é perfeitamente normal, aliás, dada a dimensão dos mercados. 3020 – 324 Coimbra

Para além deste aspeto comercial, estarmos no centro da Europa permite-nos escala e proximidade

com fornecedores e novidades que vão aparecendo, para as podermos trazer para Portugal, em antecipação

à concorrência. Estamos muito orgulhosos do nosso processo de internacionalização e do

Telefone 239 433 720

sucesso que ela representa”, frisa a Carsistema. A empresa tem tido um percurso de muito sucesso,

EMAIL carsistema@carsistema.pt

de liderança nacional, de inovação permanente e de excelentes resultados na área da internacionalização.

“Vemos, pois, com grande tranquilidade e otimismo, o futuro, com continuada expansão

internacional e liderança nacional, sempre baseados numa oferta de qualidade elevada a preços

SITE www.carsistema.pt

adequados e, sobretudo, num serviço de pós-venda e na formação de excelência aos nossos clientes e

consumidores. O investimento contínuo na marca própria é um pilar desta estratégia”, conclui a Carsistema. ◆

188 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

189


Empresa

Top20

REPINTURA

Posição ranking: 3.°

Volume DE NEGÓCIOS 2018:

€6.157.000

Portepim

é

uma enorme satisfação e orgulho estarmos, num universo de mais de 350 mil PME, entre as menos de 2.000 organizações

que fazem parte desta elite empresarial em Portugal”, adianta Albertino Santos, administrador da Portepim. “Mas


não representa mais do que isso, porque a nossa gestão é orientada com rigor e competência para maximizar resultados

e não para a obtenção de prémios. Estes são a consequência da nossa forma de gerir e não o objetivo original”, acrescenta o responsável

da empresa de Coimbra. O desempenho da marca Cromax, em Portugal, desde que é distribuída, em exclusivo, pela Portepim,

tem sido “muito interessante, com forte crescimento de notoriedade e de quota de mercado e, sobretudo, com um feedback muito

positivo dos clientes oficinais, quer em termos da qualidade do produto, quer, essencialmente, em termos da excelência do serviço

de pós-venda prestado pela nossa equipa técnica, diariamente. E, sim, temos potencial para crescer no

mercado e é isso que continuaremos a fazer”, explica o administrador da empresa.

A importância da gama de produtos Cromax é grande e a tendência é para evoluir. “A Cromax é a Administrador Albertino Santos

marca mãe do Grupo Axalta e, obviamente, que em termos de qualidade é uma marca premium, com

desempenhos ótimos e um nível de performance e rentabilidade que poucas marcas fazem no mercado

Morada Ribeira de Eiras, Adémia,

mundial. É uma gama completa, que está permanentemente em evolução, com lançamentos contínuos

de novidades que permitem aos seus consumidores pouparem tempo e produto para, assim,

3020 – 324 Coimbra

maximizarem rentabilidades”, reforça a mesma fonte. E acrescenta: “A inovação continua uma clara

Telefones 239 433 720

característica da Axalta e, em concreto, da Cromax, o que a diferencia positivamente da maioria das

marcas deste setor de atividade”.

Mas não só nos produtos esta oferta diferenciada da Cromax se distingue. “Também a oferta dos processos

de trabalho, colorimetria, gestão informatizada de stocks e tempos, bem como na digitalização

EMAIL portepim@portepim.pt

de processos de trabalho oficinais, a Cromax está, claramente, à frente da concorrência relevante”, sublinha

o responsável. Atualmente, são cerca de 700 as oficinas que têm instalada a máquina de mistura da

SITE www.portepim.pt

Cromax. “E muitas outras são clientes da marca sem máquina, beneficiando do serviço de proximidade

de logística que a rede de distribuição da Portepim facilita às oficinas, com entregas quase de hora a hora da cor feita”, reforça. ◆

190 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

191


Empresa

Top20

repintura

Posição ranking: 5.°

Volume de negócios 2018:

€4.727.000

LTintas

A

LTintas comemorou 40 anos de atividade ligados ao comércio de produtos para as oficinas de repintura. Quatro décadas

depois da sua fundação, a empresa conta com cinco lojas, localizadas no Feijó, onde se encontra a sede, e, também,

no Laranjeiro, Almada, Beja e Évora. “De uma pequena estrutura, evoluímos para uma equipa de 27 profissionais, altamente

especializados no mercado da repintura automóvel, que, atualmente, é a área de negócio que mais cresce no nosso volume

de vendas”, recordam os responsáveis.

“No futuro, vai existir o desafio de aumento da concorrência e com oferta de produtos ainda mais agressiva, que vem criar novas

exigências comerciais, onde teremos de demonstrar que a nossa forma de trabalhar e o nosso serviço

podem fazer a diferença. Contamos com a equipa de especialistas de que dispomos na área e com os

nossos parceiros para continuar a desenvolver a nossa atividade comercial e de assistência técnica

Administrador Eugénio Pereira

junto dos clientes, ajudando-os a tirar partido da era digital que atravessamos, de modo a rentabilizar

o seu negócio”, acrescentam.

Morada Rua Joaquim Pires Jorge, 3,

A empresa dispõe de toda a gama de produtos, equipamentos e consumíveis para as oficinas de repintura

automóvel. “A nossa oferta conta com produtos de qualidade de gamas premium e produtos

2810 - 803 Almada

de segunda linha para fazer face às exigências do mercado em termos de preço. Todas as necessidades

Telefone 212 588 200

que uma oficina de repintura automóvel tem, nós temos resposta para elas. Se não tivermos, vamos à

procura para dar resposta ao cliente. Quanto a tintas e vernizes, comercializamos produtos de gama

premium da marca Spies Hecker e Syrox como segunda linha, enquanto na nossa oferta de não tintas EMAIL geral@ltintas.pt

temos 3M, Indasa, Festool, 1Z e U-Pol”.

A área da repintura automóvel tem necessidade de atrair novos talentos que possam acrescentar valor SITE www.ltintas.pt

e novos conhecimentos ao setor. Assunto crucial para a empresa. “A formação de novos talentos para

a repintura é fundamental para colmatar a falta de pintores que existe, atualmente, no mercado. É importante que os centros de

formação e os principais fabricantes de tintas abram cursos para formar novos pintores. Mas, para que exista interesse por parte de

potenciais candidatos, será necessário apresentar e valorizar a profissão de pintor junto dos jovens que procuram", concluem. ◆

192 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

193


Empresa

Top20

repintura

Posição ranking: 6.°

Volume de negócios 2018:

€4.318.000

Quimirégua

I

nserida no Grupo Quimidouro, a Quimirégua tem mais de três décadas de experiência no setor da repintura automóvel.

Mas recordemos como tudo começou. A Quimidouro, fundada em 1982, começou por comercializar detergentes

para os setores automóvel, industrial, hoteleiro e da construção civil. Mas foi depois de ter identificado uma

lacuna no negócio da repintura de veículos na região onde se insere que resolveu mudar de rumo, criando, para o efeito, em

2004, a Quimirégua, estando esta desde sempre ligada à repintura automóvel. No conjunto das duas empresas, o grupo tem

cerca de 700 clientes ativos e uma equipa constituída por 23 colaboradores. E foi-lhe confiada a exclusividade da marca Spies

Hecker nos distritos de Vila Real e Bragança. Além disso, dispõe de uma forte presença na região

do Grande Porto e em várias zonas dos distritos de Braga e Viseu. Ao longo dos anos, o Grupo

Quimidouro tem apostado na formação, organizando, em conjunto com o Grupo Axalta, várias

ações no centro de treino de Mem Martins. As infraestruturas de formação da Quimirégua foram

alvo de uma reestruturação. Tudo para garantir maior espaço de armazenamento. O número de

cabines de pintura (de três para duas) foi reduzido, mas mantiveram-se as duas áreas de preparação

de superfícies e uma outra específica para peças. Com estas alterações, a Quimirégua reúne

todas as condições para promover mais ações de formação nas instalações de Custóias, de modo a

que os profissionais não tenham de se deslocar tantas vezes a Lisboa.

No que ao futuro diz respeito, a empresa liderada por Armando Musqueira e José Manuel Magalhães

não evidencia muitas preocupações, pois considera que o negócio da repintura tem mais uns

anos para crescer. Depois, poderá estagnar ou até mesmo regredir. ◆

Administradores Armando Musqueira

e José Manuel Magalhães

Morada Rua Teixeira Lopes, 460,

4460 – 833 Custóias MTS

Telefone 229 619 470

EMAIL quimiregua@mail.telepac.pt

SITE www.quimidouro.pt

194 Top100 Aftermarket 2019


QUIMI

DETERGENTES QUÍMICOS DA RÉGUA, LDA.

Quimirégua, mais perto de si!

Quimirégua e Spies Hecker na vanguarda da digitalização

MATOSINHOS Rua Teixeira Lopes, 460

4460-831 Custóias

Tel.: 229 619 470 | Fax: 229 619 479

quimiregua@mail.telepac.pt

BRAGANÇA Av. Sá Carneiro, 32 R/C

Bairro dos Formarigos, 5300-252 Bragança

Tel.: 273 312 145 | Fax: 273 312 145

Top100 Aftermarket 2019

www.quimidouro.pt

ÁREA FINANCEIRA Av. Sacadura Cabral

Edifício Torre do Sol, 5050-071 Godim PRG

Tel.: 254 108 514

financeiro@quimidouro.pt

195


Empresa

Top20

repintura

Posição ranking: 9.°

Volume de negócios 2018:

€2.938.000

Coteq

A

Coteq é uma empresa que garante a qualidade dos produtos que comercializa. Pela simples razão de que “trabalha com

as melhores marcas do mercado”, adiantam os responsáveis. “Para além dessa garantia, que os clientes reconhecem, a

organização dispõe de um serviço de assistência técnica ímpar, que a eleva a um patamar de qualidade ainda mais

ambicioso”, acrescentam. Para a Coteq, “não basta ter em carteira as melhores soluções do mercado, na medida em que se mostra,

igualmente, necessário garantir a correta aplicação dessas soluções. Para esse desígnio, dispõe de

um Centro de Treino, de 340 m², totalmente concebido para uso dos clientes, equipado com a tecnologia

adequada para realizar testes e demonstrações, apresentar produtos e promover ações de

formação”, sublinham.

Administrador Manuel Oliveira

Para a empresa, acima de tudo, “interessa obter a satisfação dos seus clientes diretos, bem como a

dos clientes dos seus clientes. E, em última análise, a satisfação do consumidor final”. Segundo os Morada Rua do Mazagão, n.° 78, Aveleda,

responsáveis, “não é o produto em si que gera satisfação, mas sim os atributos que o compõem”. E 4705 - 074 Braga

desenvolvem: “Com a crescente exigência dos consumidores, esses atributos devem ser claros à partida

e verificáveis ao longo do tempo. Sob este ângulo, a Coteq envida todos os esforços para envolver Telefone 253 670 663

os clientes no processo de decisão de compra, exibindo a qualidade da sua oferta, a rentabilidade da

tinta, a fiabilidade de cor para garantir a correspondência exata entre a tinta a aplicar e a original,

EMAIL geral@coteq.pt

bem como a durabilidade e as características funcionais dos seus produtos”, dizem.

“No segmento automóvel, não há meias-tintas. O trabalho tem de ser tecnicamente rigoroso e pode

SITE www.coteq.pt

ser executado com o objetivo de exceder as expectativas do cliente, o que sucede quando a solução

é bem escolhida e a sua aplicação irrepreensível”, sustentam. E vão mais longe: “Tendo em consideração

a importância que o automóvel assume no modo de vida do seu proprietário, moldada a partir da sua personalidade e

gostos pessoais, todos os cuidados são poucos para realizar um bom trabalho. Por isso, a escolha da melhor solução de pintura é

o primeiro passo para a excelência. A Coteq dá sempre esse primeiro passo. Sem hesitações nem concessões”. ◆

196 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

197


Empresa

Top20

REPINTURA

POSIÇÃO RANKING: 10.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€2.814.000

Centrocor

A

empresa liderada por Álvaro Magalhães comemorou 37 anos de atividade, sempre ligados ao comércio de produtos

para oficinas de repintura. O balanço deste percurso é bastante positivo. “Neste momento, dispomos de uma grande

experiência em todos os segmentos da repintura automóvel, devido à experiência

obtida ao longo dos anos. É com elevada satisfação que notamos que, durante mais de três décadas

e meia de atividade, conseguimos acompanhar todos os desenvolvimentos e inovações da área,

bem como nos tornámos numa empresa de renome no nosso setor. Nos próximos anos, esperamos Administrador Álvaro Magalhães

continuar como um player de referência no ramo, sempre focados nas necessidades dos clientes,

para que, também eles, possam crescer e ser líderes nas suas áreas”, afirma fonte da Centrocor. Morada Av.ª S. Mamede, 237,

Revelando que as lojas de Penafiel e Guimarães têm tido um desempenho similar, de crescimento 4560 – 800 S. Mamede Recezinhos (Penafiel)

e consolidação, a empresa dá conta que “o reconhecimento do nosso empenho na apresentação de

soluções, permite-nos o crescimento do negócio”. Até porque, acrescenta, “o nosso objetivo sempre Telefone 255 730 000

será a satisfação do cliente. Isto é, apenas conseguiremos manter-nos como uma empresa líder na

área se continuarmos a apresentar soluções para os problemas dos clientes. Cada vez mais, cada

EMAIL geral@centrocor.pt

cliente necessita de uma solução específica para si, o que demonstra a importância de um acompanhamento

permanente e de uma relação próxima”. Antecipando que 2019 será um ano de crescimento

e de consolidação do seu negócio, a Centrocor mantém o objetivo de inaugurar instalações

SITE www.centrocor.pt

no final de 2020. “Pretendemos que este novo espaço nos permita incrementar a capacidade de

resposta, quer ao nível dos produtos, quer ao nível da formação dos clientes. Permitir-nos-á otimizar toda a nossa logística e

aumentar a área de showroom dedicada ao setor automóvel”, adianta fonte da empresa. ◆

198 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

199


Empresa

Top20

REPINTURA

POSIÇÃO RANKING: 12.°

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018:

€ 2.213.000

Mota & Pimenta

A

nova distinção de PME Líder é a prova da estabilidade da Mota & Pimenta. “É sempre gratificante sermos reconhecidos

pelo nosso empenho e profissionalismo. Esta é a confirmação da estabilidade da nossa empresa e, como tal, é refletida

em confiança dos clientes e fornecedores. Torna a nossa relação mais estável e crescente”, diz o responsável da empresa

de Vila Nova de Famalicão, Virgílio Mota. Na sua atividade, a Mota & Pimenta continua a alargar o portefólio de produtos com

novas gamas e marcas. Um investimento necessário para dar continuidade ao crescimento. “É extremamente importante não

ficarmos acomodados. Com o mercado cada vez mais exigente, é fundamental que a Mota & Pimenta

tenha como responder a tantas alterações. Uma das formas de colmatar estas evoluções é através da

implementação de novas marcas e novos produtos”, reforça o administrador, que se orgulha de comercializar

uma gama de produtos capaz de cobrir todas as necessidades de uma oficina de repintura.

Administrador Virgílio Mota

“Temos todos os produtos necessários para a repintura automóvel, incluindo non paint. Somos uma

Morada Parque Industrial de Fages, Lote 4,

empresa que está orientada para responder às necessidades das oficinas. Conciliando a qualidade com

4770 - 464 Requião (Vila Nova de Famalicão)

a rentabilidade, temos um leque de produtos bastante diversificado”, assegura Virgílio Mota.

Passados já 40 anos de atividade ligados ao comércio de produtos para as oficinas de repintura, a

Telefone 252 323 909

mesma fonte encara com confiança os próximos tempos da empresa. “Tendo em conta que este é um

mercado bastante competitivo, julgo que serão anos de grande trabalho e que exigirão muito mais empenho

dos que os anteriores. Contudo, tendo como política da qualidade, ‘apenas a mudança é constante’,

faremos sempre o nosso melhor para evoluir e responder às necessidades dos clientes”, afirma.

EMAIL comercial@motapimenta.com

Virgílio Mota é um profissional com longa experiência na área. E não deixa de analisar o mercado na SITE www.motapimenta.com

sua atual conjuntura, nomeadamente os problemas que se fazem sentir, como, por exemplo, o facto

de as cores específicas criadas pelos fabricantes de automóveis estarem a dificultar a vida a muitas oficinas, que não conseguem

reproduzir as tonalidades exatas. “Muitas vezes, as cores são bem formuladas e iguais às de fábrica. Contudo, o que acontece com

frequência é o número de camadas de tinta ou os aparelhos aplicados, que não são os corretos. Por isso, aconselha-se sempre a

que o pintor faça uma chapa teste antes de reparar a viatura”, explica. ◆

200 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

201


Empresa

Top20

REPINTURA

VOLUME DE NEGÓCIOS 2018

do grupo sotinar:

€8.969.699

Sotinar

A

Sotinar Dois, de Aveiro, e a Sotinar Porto foram distinguidas com o estatuto de PME Excelência. Para Manuel Pires, diretor-

-geral do Grupo Sotinar, “a potenciação dos rácios económico-financeiros resulta do trabalho diário das várias Sotinar. Não

visa a obtenção de prémios, como o acima mencionado, mas sim o fortalecimento das estruturas empresariais do grupo, de

forma a dar perenidade ao conjunto e possibilitar o desempenho técnico e comercial de excelência junto dos clientes. São eles que, com

a sua exigência diária, nos obrigam a melhorar e, assim, chegar a este estatuto de PME Excelência”, afirma. “É obvio que nos orgulha,

sobretudo quando, no setor da repintura, representamos 50% das empresas totais premiadas”, diz.

Perante a mudança que o setor atravessa, o responsável está convicto de que o grupo está preparado.

Como? “De forma idêntica desde a sua fundação, há mais de 35 anos, e suportados naquela que é a

Administradores Fernando Jorge (Coimbra e

sua matriz genética, ou seja, a máxima exigência na busca dos melhores produtos aos melhores preços Leiria), Fernando Veríssimo (Aveiro), José Ferreira (Lisboa),

António Oliveira (Porto) e Daniel Simões (Feira)

e na prestação de um serviço pós-venda e de assistência técnica de excelência aos clientes oficinais.

Tudo isto, apoiado num rigor máximo na gestão económico-financeira das empresas Sotinar”, garante.

Segundo Manuel Pires, o modelo de negócio do Grupo Sotinar funciona como uma “unidade constituída

por empresas juridicamente autónomas”. E explica: “A gestão é comum/centralizada, quer comercial 3020 – 326 Coimbra

Morada Ribeira de Eiras, Adémia,

quer financeiramente, mas respeita a idiossincrasia local de cada localização geográfica. Pode dizer-se

que tem o melhor de dois mundos: beneficia das sinergias e know-how central e do peso negocial que Telefone 239 433 250

daí decorre e tem vantagens do conhecimento local que as equipas comerciais de cada Sotinar têm.

Mas, repito, a estratégia é uma só e central”.

EMAIL sotinar.coimbra@sotinar.pt

Na sua opinião, os clientes valorizam, sobretudo, a “confiança” transmitida pela empresa. “O Grupo

Sotinar tem clientes que estão consigo desde a fundação da primeira Sotinar, em 1984. Isto só pode

SITE www.sotinar.pt

ocorrer havendo uma total confiança em nós, baseada em 35 anos de uma oferta completa dos melhores

produtos ao melhor preço e de um serviço prestado de assistência pós-venda de excelência”, sublinha.

O crescimento perspetivado pelo grupo para 2019 parece evidente. “Será, com certeza, um fantástico ano para o Grupo Sotinar,

com claro crescimento”, garante. ◆

202 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

203


Empresa

Top20

REPINTURA

Posição ranking: 15.°

Volume de negócios 2018:

€2.043.000

Lovistin

P

arte do nosso sucesso está na marca que comercializamos. A Glasurit desde sempre primou pela diferença no mercado

“ da reparação automóvel no que diz respeito a repintura. A sua capacidade de inovação é notória. Foi assim no passado

e é assim no presente”, começa por referir Manuel Silva, administrador da Lovistin. Que assegura que a empresa que

lidera tem de continuar a ser assim no futuro. “A qualidade das tintas da Glasurit é inegável. A alta gama de produtos existentes

dá resposta a todo o processo necessário para repintar um automóvel. Nos últimos anos, a BASF

Coatings (grupo a que a marca Glasurit pertence) desenvolveu e disponibilizou para os seus distribuidores

uma gama de produtos non paint muito ampla e de excelente qualidade”, frisa. Acrescentando

que, “com a presença dessa vasta gama de produtos paint e non paint que a marca Glasurit

coloca ao nosso dispor e com a capacidade de aquisição que a Lovistin tem com parcerias constituídas

junto de pequenos fornecedores, afirmamos, com toda a convicção, que a nossa empresa sempre

esteve, está e estará capacitada para responder a todas as necessidades das oficinas de reparação

automóvel. Nomeadamente, na área da repintura. Mas não só”.

Em 2020, a Lovistin comemorará 30 anos. Manuel Silva faz um balanço extremamente positivo

deste percurso. “Mas como qualquer empresa, em qualquer área de negócio, também primamos

pela excelência. Os nossos esforços em alcançar os melhores resultados em todas as áreas de ação

onde nos inserimos, continuarão a ser constantes. Sabemos que criámos uma empresa de prestígio,

mas não queremos, de modo algum, ‘adormecer’. Os próximos anos serão desafiantes. Acreditamos

que, na nossa área de negócio, as alterações não vão ser tão drásticas como, por exemplo, na área da

mecânica ou da mecatrónica”, afirma. E partilha uma preocupação: “O nosso maior receio está na

Administrador Manuel Silva

Morada Bairro S. João Carreira, Lote 4 -

1.ª fase, 3500 – 187 Viseu

Telefones 232 440 220 / 962 980 252

EMAIL lovistin@lovistin.com

SITE www.lovistin.pt

perda de conhecimento na área da repintura automóvel. Atualmente, não existe nova geração para onde o conhecimento esteja

a ser transmitido. Sem pintores, preparadores e aplicadores, não se faz uso de tintas. Se não se usam, não se compram. Assim

sendo, nós, Lovistin, não iremos gerar receita. Será este o nosso maior desafio no futuro”. ◆

204 Top100 Aftermarket 2019


Top100 Aftermarket 2019

205


MERCADO TOP250

MAIORES EMPRESAS DO SETOR AUTOMÓVEL EM PORTUGAL

n.º

EMPRESA CATEGORIA VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LÍQ. 2018 CAP. PRÓP. 2018 VAB 2018 N.º TRAB. 2018

1 PETROGAL - Petróleos de Portugal, S.A. Ind. Combustíveis 9.808.758 9.080.671 4.590.147 45.628 797.442 478.210 1.676

2 VOLKSWAGEN AUTOEUROPA, Lda. Ind. Auto 3.258.330 1.953.736 981.159 44.293 381.717 352.555 5.884

3 REPSOL PORTUGUESA, S.A. Ind. Combustíveis 2.175.822 1.909.023 533.900 52.843 223.571 104.364 217

4 BP PORTUGAL - Comércio Combustíveis e Lubrificantes, S.A. Ind. Combustíveis 1.434.898 1.284.940 360.075 8.830 96.012 40.365 107

5 CEPSA PORTUGUESA PETRÓLEOS, S.A. Ind. Combustíveis 919.036 886.913 249.613 8.749 85.410 29.245 124

6 RENAULT PORTUGAL, S.A. Ind. Auto 735.738 666.443 38.226 16.842 151.831 28.402 68

7 MERCEDES-BENZ PORTUGAL, S.A. Grossista Auto 724.686 721.584 603.680 24.918 73.296 48.805 188

8 PEUGEOT CITROËN AUTOMÓVEIS PORTUGAL, S.A. Ind. Auto 561.178 454.980 177.450 8.618 39.041 44.022 810

9 BMW PORTUGAL, Lda. Grossista Auto 561.006 537.035 182.048 -269 29.240 7.423 56

10 SIVA - Soc. Importação de Veículos Automóveis, S.A. Ind. Auto 501.571 625.600 206.629 -248.391 -174.867 -239.011 198

11 PEUGEOT PORTUGAL AUTOMÓVEIS, S.A. Grossista Auto 497.985 437.463 206.345 4.035 7.685 14.990 1

12 LEASE PLAN PORTUGAL - Com. e Aluguer Auto, Unip, Lda. Com. e Reparação 426.317 388.388 1.146.512 34.778 95.147 185.723 328

13 TOYOTA CAETANO PORTUGAL, S.A. Ind. Auto 403.793 356.390 284.867 12.787 136.400 43.280 511

14 RENAULT CACIA, S.A. Ind. Auto 362.278 356.289 215.747 8.780 66.022 66.506 1.103

15 CAETANO BAVIERA - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 352.332 330.463 229.938 11.748 83.355 39.072 680

16 BENTELER - Indústria de Comp. para Automóveis, Lda. Ind. Auto 309.430 156.189 105.896 5.133 14.307 15.243 359

17 GESPOST - Gestão e Administ. Postos Abast., Unip., Lda. Dist. Combustíveis 303.131 288.053 11.396 3.327 5.393 11.861 506

18 ALVES BANDEIRA & CA, S.A. Dist. Pneus 270.114 228.861 70.150 2.240 18.338 11.654 473

19 RENAULT RETAIL GROUP PORTUGAL, S.A. Com. e Reparação 254.845 220.083 84.839 3.227 23.373 19.398 412

20 AUTOMÓVEIS CITROËN, S.A. Grossista Auto 248.353 255.501 108.129 2.238 10.084 14.800 216

21 ILÍDIO MOTA - Petróleos e Derivados, Lda. Dist. Combustíveis 229.539 226.803 33.938 2.087 15.945 4.002 51

22 MITSUBISHI FUSO TRUCK EUROPE - Soc. Europeia Auto, S.A. Ind. Auto 220.107 218.197 72.193 4.730 22.530 14.672 370

23 OPEL PORTUGAL, Lda. Grossista Auto 220.053 209.742 121.422 2.391 20.197 5.649 40

24 CARCLASSE - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 200.644 193.139 109.365 4.020 26.250 20.925 431

25 FORD LUSITANA, S.A. Grossista Auto 187.343 189.072 69.407 1.312 4.807 2.003 12

26 FCA DEALER SERVICES PORTUGAL, S.A. Grossista Auto 183.283 142.346 100.068 2.076 31.380 3.630 5

27 PETROIBÉRICA - Soc. de Petróleos Ibero Latinos, S.A. Dist. Combustíveis 179.020 160.863 47.041 1.019 13.264 3.137 27

28 C. SANTOS - Veículos e Peças, S.A. Com. e Reparação 168.039 163.934 66.633 1.673 12.290 17.645 452

29 SANTOGAL L - Comércio e Reparação de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 166.571 154.992 65.204 1.349 5.429 9.917 209

30 FINLOG - Aluguer e Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 164.233 135.717 168.410 4.034 21.621 43.643 76

31 SOCIEDADE COMERCIAL C. SANTOS, Lda. Com. e Reparação 158.171 154.928 58.891 2.404 15.582 15.481 333

32 SANTOGAL M - Comércio e Reparação de Automóveis, Lda. Com. e Reparação 153.345 153.149 50.172 4.562 12.489 15.120 216

33 MAN TRUCK & BUS PORTUGAL, Soc. Unipessoal, Lda. Pesados 153.022 127.854 117.588 1.836 3.698 194.112 87

34 SEAT PORTUGAL, Unipessoal, Lda. Grossista Auto 142.118 122.681 34.353 744 1.750 3.447 27

35 LOCARENT- Comp. Portuguesa de Aluguer Viaturas, S.A. Com. e Reparação 128.879 77.320 262.145 4.199 38.054 48.006 67

36 NORS, S.A. Com. e Reparação 122.289 148.216 397.005 17.287 178.728 44.035 165

37 J.H. ORNELAS & Cª SUCESSOR, Lda. Com. e Reparação 114.570 109.944 35.845 1.470 21.395 6.107 196

38 AUTO JÚLIO, S.A. Com. e Reparação 113.194 102.917 26.914 671 7.016 4.381 139

39 SANTOGAL P - Comércio Reparação de Automóveis, Lda. Com. e Reparação 113.165 98.010 32.058 3.127 6.780 9.524 164

40 CAETANO POWER, S.A. Com. e Reparação 108.506 92.620 39.964 476 6.257 9.472 120

41 MBP AUTOMÓVEIS PORTUGAL, S.A. Ind. Auto 107.798 85.395 79.876 3.318 28.567 6.919 27

42 VESAUTO - Automóveis e Reparações, S.A. Com. e Reparação 106.422 93.564 37.573 1.064 12.850 6.498 163

43 MCK MOTORS - Importação e Comércio Automóvel, Lda. Com. e Reparação 106.009 96.220 59.147 3.136 17.240 6.951 29

44 MERCEDES-BENZ RETAIL, Unipessoal, Lda. Com. e Reparação 104.609 111.715 50.635 640 5.946 2.624 159

45 JAPAUTOMOTIVE - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 103.316 95.075 30.140 232 9.509 6.758 234

46 SCANIA PORTUGAL, S.A. Grossista Auto 102.920 92.610 37.148 3.779 100.360 12.088 192

47 GAMOBAR - Soc. de Representações, S.A. Com. e Reparação 101.116 106.725 34.181 433 3.907 8.009 249

48 ENTREPOSTO LISBOA - Comércio de Viaturas, S.A. Com. e Reparação 98.992 81.549 29.845 131 4.802 5.481 159

206 Top100 Aftermarket 2019


Ranking

n.º

EMPRESA CATEGORIA VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LíQ. 2018 CAP. PRÓP. 2018 VAB 2018 N.º TRAB. 2018

49 MATRIZAUTO - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 98.853 77.709 25.944 2.322 9.594 6.336 82

50 AUTO SUECO II AUTOMÓVEIS, S.A. Com. e Reparação 97.283 80.875 28.814 361 6.970 6.722 201

51 SANTOGAL V - Comércio e Reparação de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 96.953 104.417 27.251 917 5.381 8.393 187

52 AUTO INDUSTRIAL, S.A. Com. e Reparação 94.871 89.090 110.219 4.833 26.483 14.244 262

53 MSCAR - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 94.780 86.430 37.961 1.164 8.081 7.249 214

54 PRIO BIOS, S.A. Ind. Combustíveis 93.580 104.808 48.764 7.060 39.237 13.006 40

55 IVECO PORTUGAL - Comércio de Veículos Industriais, S.A. Pesados 93.479 77.702 141.321 3.388 13.933 18.949 113

56 BOMCAR - Automóveis, S.A. Com. e Reparação 90.475 80.787 29.602 534 3.839 6.254 146

57 BEYOND MOTORS CAR - Com. e Distribuição Auto., S.A. Com. e Reparação 89.215 75.781 25.809 905 5.390 6.116 149

58 CAETANO FÓRMULA, S.A. Com. e Reparação 89.037 73.913 38.955 905 7.487 5.605 154

59 CAETANOBUS - Fabricação de Carroçarias, S.A. Ind. Auto 88.536 72.416 68.196 859 21.680 17.678 932

60 SANTOGAL F - Comércio e Reparação de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 80.038 79.365 22.709 785 3.886 5.338 110

61 SOAUTO - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 78.400 85.623 22.855 -5.168 5.469 1.585 246

62 NASAMOTOR - Veículos e Peças, S.A. Com. e Reparação 78.386 85.023 29.734 2.496 16.662 9.840 208

63 NACIONALCAR - Import. Comércio e Aluguer Auto, Lda. Com. e Reparação 75.601 63.923 19.980 2.293 2.528 9.527 101

64 SODICENTRO - Comércio de Veículos, Lda. Com. e Reparação 71.485 69.030 25.621 12.335 12.335 17.121 153

65 SOFRAPA AUTOMOVÉIS, S.A. Distribuidores 71.089 60.527 43.375 1.291 6.950 7.345 269

66 CONFIAUTO - Indústria e Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 70.815 69.628 38.681 1.341 12.194 7.462 214

67 ARVAL SERVICE LEASE - Aluguer e Gestão Automóvel, S.A. Com. Auto 68.212 65.811 205.967 345 7.192 78

68 JOP - Veículos e Peças, S.A. Com. e Reparação 67.481 63.510 24.063 1.660 8.323 4.670 88

69 FILINTO MOTA SUCESSORES, S.A. Com. e Reparação 66.552 54.911 30.177 1.329 9.839 6.791 174

70 C.A.M. - Camiões, Automóveis e Motores, S.A. Com. e Reparação 66.276 56.390 31.015 729 5.960 5.288 140

71 CAETANO DRIVE, SPORT E URBAN, S.A. Com. e Reparação 66.205 74.715 26.912 -1.616 4.381 6.931 163

72 CAETANO MOTORS, S.A. Com. e Reparação 64.910 57.155 15.657 1.073 4.066 7.322 124

73 SANTOGAL H - Comércio e Reparação de Veículos, S.A. Com. e Reparação 63.582 64.310 13.337 236 2.478 5.327 143

74 GUERIN-RENT-A-CAR (Dois), Lda. Com. e Reparação 63.220 59.159 31.520 3.625 8.038 15.033 296

75 SGS CAR - Sociedade de Comércio de Automóveis, Lda. Com. e Reparação 62.135 58.773 24.923 449 3.706 4.307 140

76 HENDO - Comércio Automóvel, S.A. Com. e Reparação 61.411 60.395 22.067 225 7.301 3.139 97

77 ENTREPOSTO A. FONTES, S.A. Com. e Reparação 61.096 54.934 26.567 1.328 8.267 4.378 90

78 JOÃO DE DEUS & FILHOS, S.A. Ind. Auto 60.966 58.108 66.588 3.995 32.698 18.870 324

79 CONTINENTAL PNEUS PORTUGAL, S.A. Dist. Pneus 60.080 73.182 20.860 939 9.750 4.299 52

80 GLOBALRENT - Soc. Portuguesa de Rent-a-Car, Lda. Com. e Reparação 58.888 53.660 6.917 412 1.528 1.206 0

81 AMATOSCAR - Comércio Automóvel, S.A. Com. e Reparação 55.504 51.017 28.717 864 7.361 5.153 178

82 ANTÓNIO MARTINS & Filhos, Lda. Com. e Reparação 55.009 51.000 27.989 1.366 16.155 3.558 112

83 JAPBLUE - Comércio de Automóveis, Lda. Com. e Reparação 53.753 53.682 10.956 -212 5.675 1.263 45

84 SEAT CENTER ARRÁBIDA - Automóveis, Lda. Com. e Reparação 53.587 45.431 44.414 674 1.364 1.923 22

85 BMW RENTING PORTUGAl, Lda. Com. Auto 52.590 47.498 187 1.763 16.770 0

86 LITOCAR - Distribuição Automóvel, S.A. Com. e Reparação 51.977 50.433 25.795 621 8.131 5.094 139

87 TEIXEIRA & MARTINS, Automóveis, Lda. Com. e Reparação 49.163 44.517 6.068 340 1.750 506 50

88 MAZDA MOTOR DE PORTUGAL, Lda. Grossista Auto 47.957 - 32.148 -25 2.244 2.658 16

89 NORAUTO PORTUGAL - Peças e Acess. para Automóvel, S.A. Rep. Auto 47.731 - 36.373 1.919 24.988 14.480 545

90 M & COSTAS, S.A. Com. e Reparação 47.548 48.373 25.203 303 6.380 3.238 128

91 FXP - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 47.192 43.725 30.560 739 7.072 4.053 102

92 MCOUTINHO CENTRO - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 46.686 40.267 21.947 332 4.207 4.310 174

93 MCOUTINHO - Peças e Reparação Automóvel, S.A. Distribuidores 46.161 40.650 18.250 442 6.736 3.509 116

94 LPM - Comércio Automóvel, S.A. Com. e Reparação 45.190 42.882 10.126 844 2.549 3.494 94

95 CREATE BUSINESS - Com. e Gest. Peças Auto e Acess., S.A. Distribuidores 42.875 37.748 11.634 295 1.998 866 12

96 SANTOGAL G - Com. e Rep. de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 42.762 39.614 12.606 457 1.117 2.750 60

97 CENTRAUTO - Componentes Auto, Lda. Distribuidores 42.010 40.426 72.291 6.592 43.561 11.875 132

98 MCOUTINHO DOURO - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 39.870 34.523 18.369 292 6.031 2.715 101

99 J.M. CORDEIRO, Lda. Dist. Combustíveis 39.649 36.718 4.472 141 2.782 1.070 54

100 VAUNER TRADING, S.A. Distribuidores 39.288 38.490 28.162 1.779 14.154 7.489 154

Top100 Aftermarket 2019

207


MERCADO TOP250

n.º

EMPRESA CATEGORIA VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LíQ. 2018 CAP. PRÓP. 2018 VAB 2018 N.º TRAB. 2018

101 EURO TYRE - Comercialização de Pneus, Lda. Distribuidores 38.939 34.518 14.447 4 528 2.196 43

102 CAETANO TECHNIK, S.A. Com. e Reparação 38.566 37.041 17.581 -243 3.165 3.121 82

103 JOÃO SERRAS - Comércio de Pneus e Combustíveis Pneus 38.404 42.087 19.912 200 3.428 2.150 65

104 ENTREPOSTO ALMOTOR - Com. e Reparação Veículos, S.A. Com. e Reparação 38.297 37.458 20.033 1.242 4.355 3.614 58

105 ASCENDUM AUTOMÓVEIS, Unipessoal, Lda. Com. e Reparação 38.111 25.170 12.513 19 4.453 2.055 74

106 MCOUTINHO PORTO - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 37.804 37.464 25.000 340 7.162 3.296 137

107 JOSÉ ANICETO & IRMÃO, Lda. (S. José) Dist. Pneus 37.118 33.412 25.467 3.362 21.745 5.163 55

108 SAINT-GOBAIN AUTOVER PORTUGAL - Com. Vidro Auto, S.A. Vidros 37.014 33.891 9.655 2.107 4.605 5.701 149

109 CAETANO STAR, S.A. Com. e Reparação 36.897 36.019 13.240 732 5.193 2.858 55

110 CARDAN - Comércio de Automóveis e Representações, S.A. Com. e Reparação 36.191 31.752 15.216 332 3.133 3.066 95

111 AUTOZITÂNIA - Acessórios e Sobressalentes, S.A. Distribuidores 34.853 32.677 26.813 1.725 14.488 5.461 92

112 STARSUL - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 34.441 33.167 18.620 606 4.696 4.156 104

113 AUTO - SUECO PORTUGAL- Veículos Pesados, S.A. Pesados 33.703 0 65.292 1.555 10.260 65.292

114 JAPAUTOMOTIVE 3 - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 33.647 35.580 10.090 540 6.204 1.744 27

115 SUNVIAUTO - Indústria Componentes de Automóveis, S.A. Ind. Auto 33.099 29.793 23.584 536 9.532 425

116 ENTREPOSTO RÓTOR - Comércio de Viaturas, S.A. Com. e Reparação 32.749 25.452 9.798 178 1.988 1.711 62

117 SCANRENT - Aluguer de Viaturas sem Condutor, S.A. Rep. Pesados 32.207 15.267 101.389 717 23.987 15.526 4

118 LUBRIGAZ, S.A. Com. e Reparação 31.877 35.372 14.768 99 3.897 2.827 94

119 CONTROLAUTO - Controlo Técnico Automóvel, S.A. Rep. Auto 31.481 27.544 52.103 4.423 43.935 18.489 426

120 GILAUTO - Automóveis Máquinas e Equipamentos, S.A.r.l. Com. e Reparação 31.305 25.029 10.438 263 1.857 1.589 56

121 AS PARTS - Centro de Peças e Acessórios, S.A. Distribuidores 30.577 26.835 18.208 1.429 7.118 4.275 114

122 MULTIAUTO - Sociedade de Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 30.131 29.968 12.299 685 4.131 2.650 90

123 HYDRAPLAN - Manutenção e Comércio de Veículos, S.A. Pesados 29.931 24.175 18.267 1.270 6.833 4.858 87

124 J.P.L.R. 1 Unipessoal, Lda. Distribuidores 29.752 27.808 23.526 1.379 9.660 5.768 227

125 ANTÓNIO MARTINS & FILHOS II, Lda. Com. e Reparação 29.664 28.741 4.270 448 3.125 1.036 29

126 MCOUTINHO NORDESTE - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 29.242 27.791 17.342 380 6.904 2.657 80

127 CAETANO COATINGS, S.A. Distribuidores 29.155 28.477 39.282 2.094 16.532 8.888 167

128 GALMOR - Comércio de Combustíveis, S.A. Distrib. Combustíveis 28.865 21.538 11.883 268 2.332 614 5

129 ASCENDUM CAMIÕES, Unipessoal, Lda. Pesados 28.509 23.573 13.749 588 4.427 77

130 CENTROCAR - Centro de Equipamentos Mecânicos, S.A. Com. e Reparação 28.270 22.547 45.234 -334 6.980 2.207 65

131 LITOCAR H - Comércio Automóvel, S.A. Com. e Reparação 28.127 27.504 8.704 468 2.056 1.567 33

132 TRW AUTOMOTIVE PORTUGAL, Lda. Distribuidores 27.877 27.714 10.974 656 4.607 2.955 53

133 CIVIPARTS - Comércio de Peças e Equipamentos, S.A. Distribuidores 27.823 28.241 27.099 1.251 17.897 5.015 107

134 AUTO ZARCO - Comércio Automóveis, S.A. Com. e Reparação 27.616 25.396 16.561 810 6.223 2.871 75

135 JAPBLUE ALGARVE, S.A. Reparador 27.525 22.203 12.923 431 2.190 1.875 52

136 CHAMAUTO, Lda. Com. e Reparação 27.462 25.012 5.098 188 1.423 1.050 56

137 LOURES AUTOMÓVEIS - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 27.436 29.951 9.440 -778 2.894 1.220 61

138 ENTREPOSTO ALGARVE - Viaturas e Máquinas, S.A. Com. e Reparação 26.877 23.338 8.969 596 2.000 2.252 51

139 GOODYEAR DUNLOP TIRES PORTUGAL, Unipessoal, Lda. Pneus 26846 26.402 8.000 527 2.246 1.794 24

140 VAP - Veículos Automóveis e Peças, S.A. Com. e Reparação 26.432 24.683 11.514 319 6.999 2.172 89

141 ENTREPOSTO EUROPAUTO - Com. Veículos Automóveis, S.A. Com. e Reparação 26.424 22.850 7.775 62 1.258 1.217 28

142 ALVES BANDEIRA TYRES, S.A. Dis. Pneus 26.080 40.317 24.801 446 9.513 1.450 27

143 GALPGESTE - Gestão de Áreas de Serviço, S.A. Dist. Combustíveis 25.751 313.639 10.944 1.720 1.840 17.451 982

144 FINICLASSE 2000 - Com. e Gestão Auto. Intermercados, S.A. Com. e Reparação 25.427 24.313 13.238 435 3.782 2.568 76

145 MATOS & PRATA - Veículos Máquinas e Peças, S.A. Com. e Reparação 25.406 26.533 15.309 57 3.790 1.973 85

146 AUTO MARTINAUTO, S.A. Com. e Reparação 25.298 23.771 9.817 454 6.043 2.538 80

147 CAETANO PARTS, Lda. Distribuidores 25.237 26.040 6.586 372 1.467 3.633 87

148 BEYOND MOTORS CAR II - Com. e Reparação Auto., S.A. Com. e Reparação 24.916 16.533 12.056 240 3.114 1.985 61

149 AUTO DELTA - Com. Peças, Acess. e Automóveis, Lda. Distribuidores 24.872 22.608 18.131 1.881 12.706 5.015 95

150 LITOCAR BI - Comércio Automóvel, S.A. Com. e Reparação 24.720 26.229 10.175 95 1.670 1.010 33

208 Top100 Aftermarket 2019


Ranking

n.º

EMPRESA CATEGORIA VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LíQ. 2018 CAP. PRÓP. 2018 VAB 2018 N.º TRAB. 2018

151 LISBOA ORIENTE - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 24.525 22.072 6.086 209 1.339 1.705 54

152 GSVI, S.A. Pesados 24.127 21.672 12.409 75 2.811 1.506 43

153 ENTREPOSTO SETÚBAL - Com. de Viaturas e Máquinas, S.A. Com. e Reparação 24.078 26.454 10.552 -607 1.214 1.239 58

154 HERMOTOR - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 24.012 21.980 9.699 197 2.817 2.250 65

155 ANÍBAL MORAIS GONÇALVES - Car Automóveis, Lda. Com. e Reparação 23.887 29.239 8.764 298 4.997 2.174 56

156 MONT' ALVERNE & CA, S.A. Com. e Reparação 23.586 11.865 9.616 795 5.264 1.813 42

157 AUTO RENO - Soc. Comercial de Automóveis Reno, S.A. Com. e Reparação 23.465 19.570 10.278 352 2.863 1.744 55

158 ANÍBAL CARVALHO & FILHOS, S.A. Com. e Reparação 23.359 21.751 11.658 259 3.643 1.908 37

159 JUSTINO GOMES BESSA & FILHOS, Lda. Pneus 23.233 21.814 4.354 -43 1.352 1.493 78

160 TRANSPORTES ANTÓNIO FRADE, Lda. Com. e Reparação 23.121 22.628 16.192 127 3.310 9.610 360

161 MELVAR - Automóveis e Peças, S.A. Com. e Reparação 22.863 24.240 7.184 -524 368 1.354 68

162 LUSAVOUGA - Máquinas e Acessórios Industriais, S.A. Distribuidores 22.621 19.560 25.242 881 12.121 4.119 100

163 LIZAUTO - Soc. Portuguesa Com. e Reparação Auto., Lda. Com. e Reparação 22.513 27.321 12.082 412 5.687 2.401 79

164 LUBRIPOR - Lubrificantes e Combustiveis de Portalegre, Lda. Com. e Reparação 22.394 20.349 10.142 526 1.911 2.156 78

165 AUTOGLASS - Vidros para Viaturas, Lda. (Carglass) Vidros 22.361 19.882 10.071 -5 1.503 6.922 271

166 MERCENTRO - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 22.006 22.312 7.337 641 3.375 2.133 46

167 TERAUTO - Sociedade Terceirense de Automóveis, Lda. Com. e Reparação 21.019 18.723 7.955 450 2.670 2.699 79

168 HYUNDAI PORTUGAL, S.A. Grossista Auto 20.734 67.799 57.601 602 8.225 3.791 41

169 RETA - Serviços Técnicos e Rent-a-Cargo, S.A. Pesados 20.642 19.065 19.346 1.181 7.150 7.929 99

170 BANIX - Veículos de Transporte, S.A. Com. e Reparação 20.578 20.628 8.054 263 1.893 1.698 42

171 DISPNAL PNEUS, S.A. Distrib. Pneus 20.490 20.921 16.721 293 13.340 1.618 36

172 KRAUTLI PORTUGAL - Equipamentos para Veículos, Lda. Distribuidores 20.479 19.041 12.448 572 4.120 3.703 69

173 SILENCOR - Indústrias Metálicas, Lda. Ind. Auto 20.456 15.631 18.455 234 4.869 5.073 223

174 TEC-ATLÂNTICA - Técnica e Comércio Automóvel, S.A. Com. e Reparação 20.302 19.975 12.936 404 4.347 1.640 36

175 AUTO RIBEIRO, Lda. Ind. Auto 20.186 29.893 20.298 -125 12.192 5.799 261

176 BOMBÓLEO, Lda. Distribuidores 20.157 20.095 14.076 241 3.434 2.182 53

177 FERREIRA MORAIS & MORAIS, Lda. Com. e Reparação 19.737 20.072 4.280 68 1.113 1.405 53

178 AUTO AÇOREANA DE RUI & GASTÃO, Lda. Com. e Reparação 19.699 18.591 18.274 966 11.420 2.710 66

179 ENTREPOSTO SANTAGRI - Com. e Rep. Veículos Auto., S.A. Com. e Reparação 19.247 20.002 13.115 -620 680 1.134 60

180 LIZDRIVE, S.A. Com. e Reparação 18.809 17.704 6.511 152 183 1.077 33

181 MACEDO & MACEDO, Lda. Com. e Reparação 18.604 16.320 3.535 494 874 2.429 86

182 LEMOS & IRMÃO, S.A. Com. e Reparação 17.587 18.302 4.976 -3 2.465 1.382 65

183 MENDES GOMES & CIA, Lda. Com. e Reparação 17.231 16.187 10.314 314 4.595 2.405 77

184 SOCIEDADE DE REPRESENTAÇÕES ETHOS, Lda. Com. e Reparação 17.195 19.107 8.859 37 3.013 1.150 35

185 MARQUES, Unipessoal, Lda. Com. e Reparação 16.892 17.853 5.263 639 1.736 1.863 38

186 GAVIS - Soc. de Representações de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 16.527 17.893 8.183 -315 2.420 1.460 79

187 AD LOGISTICS, S.A. Distribuidores 16.513 17.610 15.910 31 1.589 2.759 121

188 FERDINAND BILSTEIN PORTUGAL, S.A. Distribuidores 16.095 15.920 10.408 306 5.966 1.613 35

189 SACIA - Comércio e Indústria Automóvel, S.A. Ind. Auto 15.998 11.562 10.043 192 4.445 1.064 23

190 EXPOFOR - Comércio e Reparação de Automóveis, Lda. Com. e Reparação 15.910 13.948 8.795 31 776 1.591 40

191 IRMÃOS LEITE - Comércio de Veículos Automóveis, S.A. Com. e Reparação 15.864 13.148 6.040 277 3.502 1.334 39

192 NEX TYRES, S.L. - Sucursal Em Portugal Distrib. Pneus 15.759 13.489 10.125 304 186 944 15

193 TECAUTO - Técnica e Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 15.636 16.355 10.833 68 3.749 1.344 47

194 EUROPEÇAS, S.A. Distribuidores 15.509 14.551 12.218 221 4.448 3.261 95

195 TIRSO PNEUS - Import. e Exportação Pneus, Unip., Lda. Dist. Pneus 15.431 14.971 10.029 32 1.689 716 19

196 TUACAR - Automóveis e Máquinas, S.A. Com. e Reparação 14.880 13.716 6.711 467 2.970 1.398 50

197 FRANCISCO SOARES PINHEIRO & CA., Lda. Com. e Reparação 14.774 15.751 5.968 -41 3.334 882 37

198 AUTO BENFICA - Comércio Automóvel, Lda. Com. e Reparação 14.757 15.410 5.189 175 1.529 1.323 49

199 JOÃO DE ALMEIDA OLIVEIRA, Lda. Com. e Reparação 14.534 14.256 1.981 15 581 598 38

200 RODRIGUES & QUEIRÓS, Lda. Com. e Reparação 14.516 10.900 6.994 144 1.278 1.030 26

Top100 Aftermarket 2019

209


MERCADO TOP250

n.º

EMPRESA CATEGORIA VOL. NEG. 2018 VOL. NEG. 2017 ATIVO 2018 RES. LíQ. 2018 CAP. PRÓP. 2018 VAB 2018 N.º TRAB. 2018

201 SOULIMA - Comércio de Peças, S.A. Distribuidores 14.466 14.911 9.003 221 3.720 2.085 59

202 SOVECO VISEU - Veículos e Peças, S.A. Com. e Reparação 14.419 16.011 7.972 264 1.857 1.174 32

203 AUTO MARAN (Coimbra), S.A. Com. e Reparação 14.345 15.661 10.379 17 4.956 2.074 74

204 ROQUES VALE DO TEJO - Com. de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 14.145 14.530 6.879 75 775 1.412 50

205 PIRELLI NEUMÁTICOS, S.A. Dist. Pneus 13.877 14.523 3.332 13 1.358 477 9

206 AGUESPORT - Importação e Exportação, Lda. Distrib. Pneus 13.789 13.317 11.006 240 4.233 1.442 34

207 AUTO BEMGUIADOS - Com. e Serviços Automóvel, Lda. Com. e Reparação 13.590 12.323 4.466 36 2.522 1.229 48

208 VARELA & CA, Lda. Com. e Reparação 13.543 14.076 15.694 543 12.460 4.840 189

209 RODRIGUES DE AMORIM & IRMÃO, Lda. Com. e Reparação 13.501 16.255 8.217 -940 1.497 1.197 84

210 VULCAL - Vulcanizações e Lubrificantes, S.A. Pneus 13.433 11.177 16.317 1.326 10.849 2.911 32

211 BRAGALIS - Peças e Acessórios para Automóveis, S.A. Distribuidores 13.370 12.677 10.175 391 3.121 1.820 43

212 JOÃO MATEUS LOPES, Unipessoal, Lda. Rep. Auto 13.362 13.268 862 3 16 573 39

213 FIMAG - Importação e Comércio de Acessórios, Lda. Distribuidores 13.201 13.222 12.577 1.239 9.809 2.726 53

214 SPINERG - Soluções para Energia, S.A. Lubrificantes 13.054 10.977 3.948 475 1.582 1.444 18

215 LUSILECTRA - Veículos e Equipamentos, S.A. Distribuidores 13.041 12.562 14.365 162 6.006 2.662 59

216 AUTO VIAÇÃO MICAELENSE, Lda. Com. e Reparação 13.028 12.602 13.364 730 12.057 3.384 114

217 RECAUCHUTAGEM RAMÔA, S.A. Pneus 12.985 12.139 6.943 18 3.262 2.272 111

218 EXPRESSGLASS - Vidros para Viaturas, S.A. Vidros 12.750 11.405 6.633 -29 1.534 2.853 159

219 CARDOSO & MAIA - Peças e Acessórios para Auto, S.A. Distribuidores 12.732 13.045 14.237 53 6.132 3.464 164

220 JOSÉ LOURENÇO - Pneus e Combustíveis, Unipessoal, Lda. Pneus 12.641 12.436 14.818 1.140 10.114 2.657 70

221 NABEIRAUTO - Comércio e Reparação Automóvel, Lda. Com. e Reparação 12.452 12.680 3.793 -75 1.059 786 41

222 RAMIRO GONÇALVES - Combustíveis, Lda. Dist. Combustíveis 12.415 11.558 2.090 385 1.309 1.048 28

223 LEIRILIS - Acessórios e Peças para Automóveis, S.A. Distribuidores 12.361 11.600 9.442 608 4.506 2.486 60

224 MCOUTINHO MOTORS I - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 12.327 11.626 11.461 189 2.230 1.188 35

225 BL MOTOR - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 12.240 12.171 4.540 93 1.072 1.012 30

226 SPORVAP - Veículos e Peças, S.A. Com. e Reparação 12.139 15.239 3.949 82 2.491 664 24

227 SANTOGAL PEÇAS - Dist. Componentes Automóveis, S.A. Distribuidores 11.989 11.542 2.331 290 396 1.874 35

228 COVIPNEUS,Lda. Pneus 11.938 15.636 8.993 199 4.860 1.193 55

229 HBC II - Peças Auto, Lda. Distribuidores 11.726 10.654 11.748 432 5.284 2.524 69

230 MOTORBUS - Reparações e Peças Auto, Lda. Distribuidores 11.706 9.729 8.436 587 4.704 1.532 26

231 NORPARTS, Lda. Distribuidores 11.687 9.689 5.920 189 1.665 1.610 53

232 AUTOGIRAR - Soc. Comercial de Automóveis, Lda. Com. e Reparação 11.672 9.740 5.824 149 1.302 817 24

233 BOUTIGEST - Mobilidade Automóvel, S.A. Com. e Reparação 11.597 10.694 5.654 82 898 395 11

234 SILVA & SANTOS, Lda. Com. e Reparação 11.451 11.219 6.886 239 2.408 1.088 32

235 FUCHS LUBRIFICANTES, Lda. Lubrificantes 11.316 10.672 6.235 905 3.703 2.840 22

236 SOC. IMPORTADORA ROMAFE, S.A. Distribuidores 11.232 9.954 11.861 557 10.180 2.399 48

237 RANGEL & OLIVEIRA, Lda. Com. e Reparação 10.871 9.337 2.675 150 1.125 737 26

238 CAMO - Indústria de Autocarros, S.A. Ind. Auto 10.834 12.638 4.804 -248 912 2.387 131

239 EUROPART PORTUGAL, S.A. Distribuidores 10.742 10.619 6.185 205 2.320 2.072 41

240 AUTO VIANENSE, Lda. Com. e Reparação 10.670 10.808 9.147 26 2.467 1.154 47

241 AUTO SILVA ACESSÓRIOS, S.A. Distribuidores 10.604 10.556 9.086 563 5.555 2.339 51

242 A. VIEIRA, S.A. Distribuidores 10.558 10.997 8.930 489 5.046 2.348 61

243 BOLAS - Máquinas e Ferramentas de Qualidade, Lda. Distribuidores 10.478 10.201 10.612 660 9.203 2.537 59

244 LUSAVEIRO - Impot. e Exportação Máq. e Acessórios, S.A. Distribuidores 10.432 10.440 9.461 151 3.741 1.527 41

245 SANDIA STAND - Acessórios Auto, Lda. Distribuidores 10.391 9.083 6.170 790 4.278 2.722 64

246 EMAC - Comércio de Automóveis, S.A. Com. e Reparação 10.389 10.144 6.287 96 1.712 1.346 60

247 AUTO-SOG - Comércio e Acessórios para Automóveis Com. e Reparação 10.383 9.438 2.193 263 1.314 694 29

248 VIEIRA & FREITAS, Lda. Distribuidores 10.086 8.829 8.042 1.144 6.996 2.597 39

249 PNEUS CRUZEIRO - João António Almeida Matos, Lda. Pneus 9.997 16.027 9.120 -1.263 2.082 -914 16

250 ARSIPEÇAS AUTO, Lda. Distribuidores 9.988 7.854 5.170 2.964 1.581 4.122 54

210 Top100 Aftermarket 2019


XTL

®

TECHNOLOGY

More magazines by this user
Similar magazines