RCIA - ED. 68 - MARÇO 2011

tvcomercioeindustria




do editor

ponto de vista

Pode reparar. Por onde quer que você

passe, vem a constatação: novas empresas

estão chegando em nossa cidade.

Em conversa recente com Apparício

Penteado Jr, presidente da ABIAF - Associação

Brasileira da Indústria de Armazenagem

Frigorificada, na ACIA, o mesmo

confidenciou-nos acreditar num salto muito

grande na quantidade de instalação de

empresas que estejam em busca de um

local estratégico para suas operações,

principalmente as de logística. Apparício

fala com entusiasmo de nossa cidade e

vale lembrar que foi quem implantou a

Friozem em Araraquara.

8 DE MARÇO: DIA DA MULHER

Por ocasião da comemoração do Dia

Internacional da Mulher, nas pessoas de

Teresa Smirne, Marlene Borsari e Luísa

Barbieri, diretoras e de Dagmar Bizzinotto,

Ana Rosa Caparelli e Maria Regina

Montes, conselheiras, quero cumprimentá-las

e agradecer o apoio dessas mulheres,

bem como estender a todas as mulheres

empreendedoras da nossa cidade,

não importando jamais o tamanho da

empresa. A medida, nesses casos, se faz

pela busca de seu espaço, normalmente

conquistado e mantido com dificuldade; a

garra e a vontade, porém, nunca deixam

nenhum problema impedir seus trabalhos.

Afinal, conciliar casa, filhos, marido

e negócios não é fácil; com a força natural

que Deus lhes deu, a mulher segue em

frente e já é responsável pela maioria dos

novos negócios abertos no Brasil.

A CONFIANÇA DO CONSUMIDOR

Segundo a Fundação Getúlio Vargas,

o ímpeto para compras de bens duráveis

nos próximos 6 meses ganhou fôlego nessa

edição da pesquisa e o indicador que

mede a intenção de compras foi o que

mais contriluiu para a evolução do ICC ao

avançar 6,5%.

Renato Haddad - Presidente da ACIA

Araraquara crescendo muito

MEIO AMBIENTE

73% dos brasileiros aceitam pagar

mais por produtos ambientalmente responsáveis.

Já 23% afirmam não pagar

mais por produto sustentável. A questão

ambiental está cada vez mais presente no

nosso dia-a-dia. Por enquanto, apenas

6% das pessoas têm comprometimento

total com o meio ambiente. E, falando nisso,

dia 22 de março é o Dia Mundial da

Água. Usá-la racionalmente é um dever

de todos nós, bem como propagar seu

bom uso, através de conscientização, colocação

de cartazes em ambientes, etc...

REVITALIZAÇÃO DA AV. 7:

INICIATIVA PRIVADA JÁ COMEÇOU!

Basta andar pela Av. 7 de Setembro

para perceber que bons ventos sopram

por lá. Há algum tempo chegou a Nelvio

Tintas. Agora, vieram Droga Raia e Maduro

Veículos, o Auto Eletro Mackor prepara

uma expansão sem falar nos edifícios de

apartamentos que a Arenco prepara na região.

E, por esses dias, vários integrantes

do governo municipal estiveram na área,

conversando com empresários e colhendo

opiniões. Nossa solicitação foi feita e

agora, aguardaremos as providências

que a Prefeitura determinará. Sabemos

que há por parte de todos um grande interesse

no desenvolvimento do Carmo.

Finalizo agradecendo as palavras de incentivo

que recebo em todos os lugares por

onde passo. É justo dividir com nossos diretores

e funcionários, pelo empenho com

que encaram as responsabilidades. Estamos

aqui para isso mesmo: trabalhar e procurar

o melhor para nós empresários. Para

tanto, temos que estar atentos constantemente

para rebater a prática do intervencionismo

em nossos negócios.

Um grande abraço e muita saúde e

prosperidade para você e sua empresa.

Ivan Roberto Peroni

PELICA, GROSSO E SILVINHO

Perdas irreparáveis. É assim que devemos

nos expressar ao sentirmos a partida de

grandes amigos em curto espaço de tempo.

Todos eles, é verdade, vinham sofrendo as

consequências de uma doença, no entanto, a

fé sempre vai nos dando o alento para que encontremos

o caminho da cura. Por sinal, alguém

já disse que, para ser proveitosa, a fé

tem de ser ativa; não deve entorpecer-se.

Mãe de todas as virtudes que nos conduzem a

Deus, cumpre-lhe velar atentamente pelo desenvolvimento

dos filhos que gerou. Laércio

de Arruda Ferreira (Pelica), José Francisco

Grosso e Silvinho Nigro, foram amigos de

uma geração pontuada por fatos que marcaram

o grande período de transformação da cidade:

foram os anos 60, 70, 80... foram uns 45

anos de ideais que de repente escapam pelos

vãos dos nossos dedos e num simples sopro

caem no esquecimento. O bom é que cada

qual cumpriu uma missão, seu dever com dignidade

e respeito, tendo agora o merecido descanso.

E o dever é a lei da vida, como a virtude,

no mais alto grau, é o conjunto de todas as

qualidades essenciais que constituem o homem

de bem. Eles partiram e nos deixaram essa

lição - pois nunca perderam a fé.

Capa

Marzo Comunicação

DO MEU CLUBE SINTO ORGULHO.

Alder Bedran apresenta nesta

edição da nossa revista, uma

síntese dos fatos que têm

marcado sua administração no

clube. Com seus companheiros

de diretoria comemora as

grandes conquistas e anuncia

novos investimentos.

EDIÇÃO N° 68 - MARÇO/2011

Diretor Editorial: Ivan Roberto Peroni

Supervisora Editorial: Sônia Marques

Assistentes Editoriais: Michele Rampani e Nádia Lopes

Depto. Comercial: Gian Roberto e Heloisa do Nascimento

Designer: Bete Campos, Mário Francisco e Carolina Bacardi

Tiragem: 3 mil exemplares

Impressão: Gráfica Bolsoni - (16) 3336 9008

A Revista Comércio & Indústria é distribuida gratuitamente

em Araraquara e região

INFORMAÇÕES ACIA: (16) 3322 3633

COORDENAÇÃO, EDITORAÇÃO, REDAÇÃO E PUBLICIDADE

Fone/Fax: (16) 3336 4433

Rua Tupi, 245 - Centro

Araraquara/SP - CEP: 14801-307

marzo@marzo.com.br


Especial

Roberto Massafera

Ele está pronto para fortalecer

ainda mais a nossa região

No dia 15 de março, às 17h, ao tomar posse

na Assembleia Legislativa de São Paulo, o

engenheiro Roberto Massafera, 65 anos de

idade, terá consolidado não apenas o sonho de

ser político, mas de possuir um ideal: saber

defender sua gente, com trabalho e respeito.

Assim, está escrevendo uma nova página na

política nacional e assumindo um compromisso

mais amplo com as comunidades. Por sinal, elas

não apenas lhe garantiram um primeiro mandato,

mas souberam, acima de tudo, reconhecer sua

dedicação e empenho por um país mais justo e

mais humano, e agora lhe proporcionam

outros quatro anos no legislativo

paulista, convictas de que ainda é

possível se crer nos valores éticos.

A confiabilidade torna-se o elo

entre Roberto Massafera e os

municípios que têm recebido

dele atenção e carinho.

Acreditar é portanto, a linha

que se cria para a aproximação

de todos, gerando empregos ou

facilitando o acesso da

população à saúde, educação e

moradia, com segurança.


Histórias que

a vida conta

Meu pai era alfaiate e minha mãe,

costureira. Como eu era a mais velha,

tomava conta dos meus irmãos, e

também brincava de pega-pega, roda,

com todas aquelas musiquinhas

bonitas. Conheci meu marido no

cinema, aqueles olhos verdes lindos,

muito meigo. Ele era mais velho que

eu e dizia: “Vou acabar de criar essa

menina”. Depois de casada, já com os

meus filhos nascidos, fui morar em

Marília. Logo meu marido ficou

doente e morreu. Então, coloquei tudo

no caminhão e voltei para Araraquara.

Aqui montei uma lojinha de

brinquedos, lingerie e roupas, fui

acrescentando bolsa, sapato. O forte

ficou sendo roupa, principalmente

para professoras, aqueles vestidos

clássicos, além de vestidos finos

também. Então eu ia para São Paulo e

para o Rio de Janeiro fazer compras, e

assim foi por muitos anos. Depois

meus filhos se formaram, eu fiquei

doente, eles venderam a loja e acabou.

Foi muita coisa junta que eu vivi!

Amália Acetozi Massafera

Roberto no colo do pai Gerson Massafera que faleceu de forma prematura na cidade de

Marília para onde a família foi no final dos anos 40, montando uma loja de calçados

Especial

DE VOLTA AO PASSADO

Na reportagem da jornalista

Célia Pires e publicada pelo

jornal O Imparcial, Roberto

Massafera demonstrou que

não traz consigo a postura

obrigatória que a maioria

dos políticos têm de se

mostrarem simpáticos.

Isso é nato dele.

Nascido no dia 28 de agosto de 1944

em Araraquara, ele diz ser uma pessoa espiritual

que passa por uma experiência material.

“Nesta experiência a gente busca

uma evolução e à medida que você busca

evolução descobre que se sente bem nessa

vida à medida que deixa de pensar em si e

pensa e trabalha pelos outros, pela coletividade,

usando um pouco o seu conhecimento

no bem comum. Quando criança,

Massafera chegou a morar em Marília,

pois seu pai havia montado uma loja lá.

Era o ano de 1948. Na cidade morava o

campeão mundial de natação Tetsuo Okamoto,

ídolo que serviu de exemplo para

que praticasse a modalidade esportiva. Depois

da morte do pai em 1952, a família retornou

para Araraquara. O irmão mais novo,

o Carlos Eduardo, nasceu em Marília”.

Sem o pai, a mãe Amália, que foi a primeira

mulher a montar uma confecção em

Araraquara, sempre foi um grande exemplo.

A infância de Massafera lhe traz ricas

lembranças de quando ele e os irmãos

saiam a pé da Rua 2, da casa do avô, e iam

nadar na represa na Estação de Tratamento

de Água e na volta paravam na chácara da

Jacira, onde hoje é o Faveral, para chupar

jabuticaba. “A gente aproveitava e ia pescar

na bombinha do Córrego da Servidão.

Era limpo e tinha peixe”.

Também nesse período jogava muita

bola. “Para se ter uma ideia, onde é o

EEBA, antigamente era o campo do Santana,

onde hoje é o Fórum antes era o Paulista.

Na rua 12 onde o Clube Araraquarense

construiu o ginásio de esportes,

era a Portuguesinha e na Fonte onde construíram

o Gigantão, era o campo do Primavera.

A gente jogava bola na Fonte na rua

do Teatro, que era terra ainda, descalços”.

Até os 13 anos de idade, Roberto Massafera

era nadador da Ferroviária.

O talentoso menino figurava junto de

outros grandes nadadores como Paulo

Sampaio, Chico Ashimoto, Eduardo Are-


A formatura de Roberto Massafera em 1967 na USP em São Carlos como engenheiro civil

na. Grande nadador, o menino foi derrotado

por uma infecção no ouvido. O médico

proibiu que continuasse nadando. Assim

acabou indo para o futebol.

Da Ferroviária? Ferroviária, uma grande

paixão. O sentimento que Roberto Massafera

tem pela Ferroviária vai além da paixão

pelo time. Ele tem paixão pela entidade.

A vontade de jogar pela Ferroviária

sempre foi grande. “Imagine que o time de

1958 ganhou do Santos com Pelé, de 5 a 2.

Em 59 a Ferroviária ganhou do Santos

com Pelé de 4 a 2, em 60 ganhou do Santos

com Pelé de 3 a 0. “Então, qual o ideal de

um jovem ginasiano daquela época? Ser jogador

de futebol da Ferroviária e arrumar

um emprego na EFA (Estrada de Ferro Araraquara)”,

diz ele, com a voz embargada.

Em 1967, quando o prefeito ainda era

Rômulo Lupo, Roberto Massafera

encontraria o Gigantão praticamente

neste estágio

Em 1992: primeira candidatura de

Massafera para prefeito; ao lado de Gaeta,

esposa Cristina e filhas, e do hoje

prefeito Marcelo Barbieri

Posse como prefeito municipal em 1993,

ao lado de Waldemar De Santi

1995: com Ruth Cardoso no lançamento do

Programa Comunidade Solidária, no Teatro


Especial

BONS TEMPOS DE UM CAMPEÃO

1961, Roberto Massafera com a faixa de

hepta-campeão juvenil pela Ferroviária ao

lado do massagista Zé Catira e Adinho

Uma infância e adolescência

fortalecidas pelo vínculo

com o esporte e em meio

às amizades criadas pelo

respeito e a admiração das

amizades bem simples.

Roberto Massafera no dia em que foi

entrevistado por nós, mostrou uma foto

em que ele sente uma elevada dose de encantamento.

É de um time da Ferroviária,

que em 1961, havia sido campeão juvenil.

Ele está na foto e confessa que era reserva.

“O técnico Djalma Bonini, mais conhecido

por Picolin, me aconselhou a deixar o

futebol e ir estudar engenharia que seria

melhor. Observei que havia sinceridade na

expressão do Picolin. Passei a jogar basquete

no próprio time da Ferroviária e o

técnico era o Pelica, grande educador. Depois

joguei na seleção de Araraquara. No

basquete eu era melhor que no futebol”, ri.

FATOS MARCANTES

Quando era nadador na Ferroviária,

Massafera quebrou um recorde infantil de

50 metros livres que segundo Orselli, campeão

araraquarense de natação, demorou

20 anos para ser quebrado. Massafera tinha

12 anos na época.

Outro fato marcante se deu quando foi

jogar basquete no juvenil da Ferroviária e

o técnico era o Pelica. “Eu apresentava defeitos

de fundamentos do esporte e nunca

ninguém tinha me corrigido. O Pelica me

orientou corrigindo tais defeitos. Se progredi

e fui um bom jogador de basquete devo

ao Pelica”, completa Massafera.

Ele é formado pela Engenharia de São

Carlos (USP). “A influência da educação

pública que era boa, me levou a ser engenheiro”.

Massafera também relembra que

trabalhou com Nelson Barbieri. Posteriormente

conheceu o Rubens Cruz que havia

sido eleito prefeito.


Em certa ocasião, o prefeito Cruz estava

com problemas no andamento das

obras do Gigantão; Massafera e o irmão

Luiz então, orientaram como solucionar

os impasses. Para ele foi uma grande satisfação

comentar com o prefeito como deveria

fazer para acabar uma obra que a empresa

contratada tinha praticamente abandonado.

“Lembro que foi na inauguração

do Gigantão, dentro dos Jogos Abertos do

Interior em 1969, que joguei basquete pela

última vez na seleção de Araraquara. Depois,

derivei outra vez para o futebol varzeano,

o Primavera.

Com um ataque

formado por Cusca,

Zezinho, Pedrinho,

Roberto Massafera,

Amauri e Morgado e

tendo à frente o

técnico Neno, o

Primavera (se

reunia nas

proximidades do

Bar do Laitano, hoje

Drogaven no Jardim

Primavera), foi

campeão da IIª

Divisão Amadora

em 1964

Equipe de basquete do IEBA em 1959,

sendo técnico o conhecido professor de

Educação Física, Horácio Serafim

Julho de 1961, a Ferroviária participou do

Campeonato de Basquetebol do Interior,

realizando três jogos em Franca.

Sua formação: Pieri, John, Rudney, Dilmar,

Massafera, Scabello, Canesi e David

Massafera na inauguração da quadra do

IEBA, com ladrilho (25/10/1960)


Especial

A VIDA EM FAMÍLIA E A POLÍTICA

Conciliar as atividades políticas e familiares hoje implica em

exigências e compreensão. Para isso, há uma explicação:

o respeito à confiança depositada em seu trabalho.

Massafera

e a esposa

Cristina

Dentro de sua casa Roberto Massafera

sempre viu uma família bem formada;

mesmo faltando o pai, buscou formar a sua

seguindo a educação que lhe foi dada. Ressalta

que graças a Deus teve sorte casando

com a sancarlense Cristina. “No tempo de

estudante já namorava ela, depois nos casamos”,

diz.

No tempo em que eu era prefeito, o povo

de São Carlos dizia que quem mandava

na cidade era uma mulher de São Carlos e

que quem obedecia era um homem de Araraquara”.

Ele assegura que a família para

ele é tudo. “Tenho minhas duas filhas, a

Beatriz, 24, e a Heloisa, 22. São as alegrias

da casa, da avó, da mãe. E não posso esquecer

dos cachorros que completam a família”,

acrescentando a frase de Rui Barbosa

que disse que a “Pátria é a família amplificada”.

Ele conta que sua realização material

está feita, mas ainda tem aquela coisa onde a

pessoa deixa de pensar em si e pensa nos

outros. “Meu plano futuro é trabalhar para a

coletividade, continuar como deputado estadual

junto com Dimas Ramalho (federal) e

o governador Alckmin”.

Indagado se havia algo que gostaria de

ter realizado ou que pretende realizar, Massafera

ressalta que a sua grande luta continua

sendo a restauração da Santa Casa de

Misericórdia.

No todo, se considera uma pessoa feliz

e como tal, procura além de seu próprio

bem, o dos outros. “ À medida que eu sirvo

os outros sou feliz também”.

Encontro em família:

com a mãe Amália e os

irmãos Luiz e Carlos


PREFEITO

Em 1982 Massafera foi convidado pelo

MDB para disputar a prefeitura, mas

não podia. Assim convidaram Medina que

acabou sendo eleito. Em 1988 o convite

foi refeito. Aceitou.

O adversário era Valdemar De Santi

que tinha 50% de preferência do eleitorado.

“De Santi ganhou como era esperado.

Mas aprendi a fazer campanha. Em 1992

me candidatei de novo”, lembra.

“Fui prefeito por quatro anos com grande

satisfação”. Quando se candidatou a deputado

estadual ressalta que teve sorte,

pois nenhum dos políticos em pauta se candidatou.

ATIVISTA

No tempo de estudante quando

entrou para a faculdade em

São Carlos em 1963, foi líder estudantil

e além de jogar basquete,

tornou-se um ativista. Foi diretor,

conselheiro e até presidente do

Centro Acadêmico. “Depois da

Revolução de 64, o governo proibiu

reuniões de estudantes, aglomeração”,

enfatiza.

A gente afrontava o governo,

mas numa boa fazendo reuniões, até que

certa vez teve um congresso de estudantes

de engenharia na FEI em São Bernardo. O

governo proibiu. Fizemos o congresso e

Cristina e Roberto

com as filhas

Beatriz e Heloísa

acabaram prendendo todo mundo. Anos

mais tarde, já engenheiro, Massafera fez

obras importantes na cidade: Teatro, Biblioteca,

Gigantão e outras.

Biblioteca Municipal Mario de Andrade

Teatro Municipal na Fonte Luminosa

Ginásio de Esportes, o Gigantão


Especial

O PERFIL DE QUEM SOUBE VENCER

Dos tempos de estudante ao seu segundo mandato como

deputado estadual, pela forma com que se conduziu na

profissão e na política, Massafera é um grande vencedor.

Eleições de 2010. Saem os resultados e

não dá para conter o grito da vitória e a

reeleição tão aguardada

Engenheiro civil pela Escola de Engenharia

de São Carlos - USP, formado em

1967, com especialização em grandes estruturas,

Roberto Massafera tem hoje importantes

vínculos com a cidade e região.

Ele foi tesoureiro, presidente e conselheiro

do Centro Acadêmico Armando Salles

de Oliveira da EESC/USP. Realizou diversos

cursos de especialização e pósgraduação

como: Planejamento Urbano

na Escola de Engenharia de São Carlos

(USP); Gerenciamento de Cidades na

UNESP Araraquara e Gerenciamento de

Empreendimentos na Escola Politécnica

da USP. É associado do Instituto de Engenharia

desde 1970, participa de diversas

associações, entidades de classe e clubes,

um deles o que ele chama carinhosamente

de gloriosa Ferroviária.

Quando prefeito, criou as escolinhas de

futebol nos bairros da cidade e nelas mais

de mil crianças participavam, pois de acordo

com Massafera, seria uma forma de

possibilitar o acesso ao esporte com

o acompanhamento de professores

Roberto Massafera é o responsável pela

expansão do transporte coletivo na cidade

criando o Terminal de Integração

A grande obra do Deputado

Roberto Massafera tem sido na

recuperação da Santa Casa,

juntamente com o Deputado

Federal Dimas Ramalho

e o Prefeito Marcelo Barbieri.


Foi sócio fundador da Construtora Massafera

e exerceu sua diretoria administrativa

até 2006. Na Construtora Torello Dinucci

ocupou a função de diretor de planejamento

de 1970 a 1990; foi diretor Superintendente

da Usina Açucareira São Manoel

de 1978 a 1982. Foi Diretor de Patrimônio

do Clube Náutico de Araraquara e Membro

da Comissão de Obras que construiu o

Estádio da AFE - de 1971 até 1992.

Massafera ocupou o cargo de Secretário

Adjunto de Ciência e Tecnologia do

Estado de São Paulo de 1987 a 1988 e Prefeito

do Município de Araraquara de 1993

a 1996. No mandato de prefeito, foi reconhecido

como um administrador progressista,

realizando obras importantes.

OBRAS NA CIDADE

• Criação de dois distritos industriais,

trazendo empresas como Kaiser (hoje Heineken),

Sachs, Farmacruz, Usina Tamoio

e Philip Morris, gerando empregos e renda

para a região;

• Combate à violência com a construção

de postos policiais na periferia e

aquisição de novas viaturas;

• Reestruturou a Saúde, melhorando o

atendimento;

• Construiu 4 mil casas e apartamentos

em áreas urbanizadas;

• Inaugurou dois CAICs e duas escolas

estaduais;

• Duplicou a rodovia Manoel de Abreu,

ligando Araraquara a Américo Brasiliense;

• Construiu o Terminal de Integração e

o Intermunicipal;

• Criou as escolinhas de esportes, o vôlei

do Náutico e o basquete da Uniara;

Atualmente exerce o mandato de deputado

estadual eleito em 2006 com

72.205 votos na região central de São Paulo.

Como deputado estadual, defendeu o

desenvolvimento sustentável baseado na

educação, no investimento em tecnologia,

na garantia à saúde, segurança e na defesa

do meio ambiente.

Massafera trouxe a Sachs

Uma das maiores preocupações de

Massafera quando prefeito, foi acelerar o

desenvolvimento econômico, buscando

novas empresas, abrindo dois distritos

industriais, pois segundo ele, seria uma

forma de gerar empregos e divisas

ao nosso município

CAIC conquistado durante seu governo

Tanto quanto nós, Roberto Massafera sabe a importância

de se estar na estrada, conhecer as cidades e compreender

o papel de cada uma delas em nossas vidas.

Temos orgulho em cumprimentá-lo e lhe desejar

boa sorte, principalmente agora, que está

iniciando seu segundo mandato.

PABX: 3322 8181

Av. Eng. Camilo Dinucci, 5677

Araraquara/SP

www.famatrans.com.br

FAMA

TRANSPORTES


Especial

BOA SORTE

DEPUTADO

Massafera deverá cumprir

mais um mandato de quatro

anos como representante de

Araraquara e região na

Assembleia Legislativa. A

reeleição significa ampliar a

rede de municípios a serem

atendidos e contribuir com o

avanço do interior.

O deputado estadual Roberto Massafera,

reeleito com mais de 81 mil votos no

ano passado, ainda tem muitos motivos para

comemorar e agradecer. Um deles é a votação

conquistada em Araraquara, onde recebeu

33.616 votos. Para Massafera, o expressivo

número representa o reconhecimento

da sua cidade a todo trabalho desenvolvido

ao longo dos últimos anos.

“É gratificante perceber que o nosso

mandato foi reconhecido pelas pessoas como

um trabalho pelo desenvolvimento de

nossa cidade e a qualidade de vida dos cidadãos.

Para mim, ser reeleito deputado estadual

mostrou que sempre estivemos no caminho

certo. O araraquarense depositou

sua confiança em nosso mandato e vamos

continuar trabalhando muito para honrar

cada voto que recebemos de nossa querida

cidade. O trabalho político proporciona

um grande desgaste, no entanto, temos

que estar preparados pois um compromisso

assumido tem que ser cumprido, já que

a população espera muito”, afima Massafera.

Ele considera que neste primeiro mandato

de deputado, foi imprescindível abrir

novas frentes, apresentar propostas possíveis

de serem cumpridas para que as pessoas

pudessem assimilar sua forma de trabalho

e ao mesmo tempo, estar convencidas

do seu interesse em contribuir com o

desenvolvimento do interior.

“Agradeço o Deputado Estadual

Roberto Massafera pelo apoio

recebido na minha gestão à frente

da Prefeitura de Araraquara.

O Deputado tem sido grande

parceiro nas conquistas do

município, ao buscar recursos

financeiros junto ao Governo do

Estado para investimentos nos

diversos setores, visando o

desenvolvimento de nossa cidade e

a melhoria de qualidade de vida da

população araraquarense.

Ao ser reeleito para a próxima

legislatura, cumprimento-o pela

sua posse, desejando-lhe profícua

gestão como parlamentar, tendo a

certeza de que continuará o seu

trabalho por Araraquara e região”.

GRAF. BOLSONI

Marcelo Barbieri

Prefeito de Araraquara


Roberto Massafera participando da reunião com os prefeitos que compõem a APRA

Especial

A IMPORTÂNCIA DOS

MUNICÍPIOS

Um está para o outro: o

deputado é importante para

o município, como também o

município é importante para

o deputado construir sua

base política. Com isso, o

interior se fortalece e se

transforma em uma frente de

trabalho para conquistar

benefícios para as cidades.

29 de janeiro de 2009. A prefeita Therezinha

Ignez Servidoni prepara o município

de Rincão para a primeira reunião oficial

da APRA (Associação dos Prefeitos

da Região de Araraquara), formada para

fortalecer o desenvolvimento e as parcerias

regionais. Naquela oportunidade a prefeita

de Rincão pode contar com ilustres

convidados: o secretário de Estado do

Meio Ambiente, Francisco Graziano Neto,

o deputado estadual Roberto Massafera,

19 prefeitos, presidentes das Câmaras

Municipais da região e vereadores. Começava

assim a luta pelo fortalecimento de

uma das mais ricas regiões do Estado de

São Paulo.

Roberto Massafera argumenta que

sempre apoiou a iniciativa dos municípios

formarem uma associação.

A APRA, é verdade,

nasceu de uma necessidade

de ações integradas

dos municípios da região

central do Estado.

Para Massafera, essa

união em torno de propostas

e projetos em comum

favorece o interesse

da população. Além

disso, facilita a formatação

de uma pauta conjunta de reivindicações

regionais aos governos Estadual e Federal.

Até hoje os prefeitos da APRA relatam

que não há como pensar isoladamente. A

associação não tem caráter partidário.

“O governo federal

vem aumentando a

carga tributária na

forma de contribuições

que não compartilha

com os estados e os

municípios”

Tem um objetivo comum de fortalecer a região,

unindo forças para defender os interesses

do povo. Desde sua fundação, as

principais demandas discutidas estão ligadas

à questão do meio ambiente, saúde e

desenvolvimento econômico.

Da mesma forma tem sido o trabalho

da Associação dos Municípios do Centro

do Estado de São Paulo e da qual fazem

parte os municípios integrantes: Arealva,

Avai, Bariri, Barra Bonita, Bocaina, Boracéia,

Borebi, Brotas, Dois Córregos, Dourado,

Iacanga, Ibitinga, Igaraçu do Tietê,

Itaju, Itapui, Jaú, Lençóis Paulista, Macatuba,

Mineiros do Tietê, Pederneiras, Reginópolis

e Torrinha.

Foi no encontro da associação, realizado

em Jaú, que o deputado Roberto Massafera

criticou a política fiscal do governo

federal e defendeu um novo pacto federativo

que atenda efetivamente as demandas

da população e dos municípios.

“Desde 1992, o governo federal vem

aumentando a carga tributária na forma de

contribuições (Cide, COFINS e CSS) que

não compartilha com os estados e municípios.

Agora, o governo reduziu a alíquota

do IPI para estimular o consumo, o que é

bom para a economia. Acontece que o IPI

é uma das principais

fontes de receita do

FPM (Fundo de Participação

dos Municípios).

Essa é uma política fiscal

injusta com os municípios

e seus cidadãos”,

disse o parlamentar.

Massafera defendeu

um novo pacto federativo

no País. Para o deputado,

é urgente uma

reforma fiscal que promova distribuição

de renda e garanta aos municípios, condições

para geração de empregos e a promoção

de serviços básicos como saúde, educação,

segurança, habitação, lazer e cultura

com qualidade.


Especial

AMÉRICO, A CIDADE QUE

PENSA NO FUTURO

Um dos mais prósperos municípios da nossa região vive um

período de realizações e de reconhecimento aos políticos que

têm lhe dado apoio para viver esse notável desenvolvimento.

Desde que assumiu a prefeitura de

Américo Brasiliense, o prefeito Ademir

Gouvêa vem se empenhando e lutando pela

“Cidade Doçura”. Muitas dificuldades

foram encontradas, principalmente por

problemas advindos de administrações anteriores.

Porém, com trabalho e perseverança,

o “Governo de Oportunidades” está

transformando a cidade.

Várias obras já foram realizadas e outras

estão em andamento: “Fizemos a aquisição

de áreas visando novas construções

e estamos realizando muitas reformas e

manutenções no setor industrial, na educação,

saúde, lazer e esporte, entre outras

ações”, comenta.

Pensando na geração de empregos, a

prefeitura disponibilizou cursos profissionalizantes

e, para atrair mais empresas

para a cidade, também realizou diversas

obras de infraestrutura nos Distritos Industriais

I e IV. Nos dois bairros, foram instaladas

redes de água e esgoto, além de sistema

de iluminação, pavimentação asfáltica

e instalação de guias e sarjetas. Todo

esse empenho também visa a implantação

de mais distritos industriais.

Na parte habitacional, está em fase de

construção dezenas de casas populares referentes

ao programa do Governo Federal

“Minha Casa, Minha Vida” e outros loteamentos

residenciais estão sendo organizados

e serão implantados.

No quesito eventos, a prefeitura reforçou

a identidade de Américo Brasiliense.

Praça, quadra esportiva e centro

comunitário no Luiz Ometto

As principais festas da cidade, como o

CarnAmérico, o Solidariedade Rodeo Fest,

a Festa do Doce e a Festa da Virada, cresceram

e se tornaram referências regionais.

No município também estão instalados:

o maior Clube Social do Estado, Usinas

de Açúcar e Álcool, Fábrica de Remédios

(Furp), Hospital Municipal e Estadual

(AME) e o de Tratamento de Doenças

Infectocontagiosas (Nestor Goulart Reis),

empresa de aderentes, de construções préfabricadas,

de caldeirarias, de fabricação

de piscinas, entre muitas outras.

Em resumo, lembra Ademir Gouvêa,

esta é Américo Brasiliense hoje. Uma cidade

em desenvolvimento e com muita expectativa

para o futuro.

Serviço de recapeamento

Prefeito Ademir

Gouvêa em seu

gabinete

A nova ponte sobre o córrego

“Américo Brasiliense sempre manteve

um vínculo muito forte com Araraquara e

independente de questões partidárias, o

município tem ao longo da sua história se

sentido privilegiado pelo apoio que recebe”.

A frase do prefeito Ademir Gouvêa espelha

bem esse relacionamento, enaltecendo

a grande colaboração do deputado

Roberto Massafera e de Edinho Silva, também

eleito deputado estadual em 2010 e

que poderá contribuir de forma decisiva

para que os recursos até hoje destinados e

aplicados em Américo, sejam ampliados

consideravelmente.

O prefeito Ademir Gouvêa lembra que

Massafera, por exemplo, conseguiu investimentos

que garantiram a pavimentação de

ruas e avenidas, um novo veículo e coletor

de resíduos residenciais, entre outros trabalhos

e acompanhamentos nas Secretarias.

Já Edinho conseguiu verbas para o Recinto

de Eventos, Departamento de Esportes e para

o Sistema de Saúde do município, além

da liberação de duas etapas para a construção

de casas populares. Por esse trabalho

realizado, Américo mais uma vez agradece

o apoio recebido pelos

deputados Edinho

e Massafera e os

parabeniza pela posse

como deputados

estaduais.

Américo no dia

21 de março completará

46 anos de

emancipação e o município

está preparando

uma grande

festa para comemorar

a data.


1ª COMPANHIA DA PM

Especial

O deputado estadual

Roberto Massafera e o

prefeito Marcelo Barbieri

MARCELO E MASSAFERA

JUNTOS POR ARARAQUARA

Araraquara está vivendo um grande

momento de desenvolvimento. Existem

obras públicas sendo realizadas em todos

os bairros. É para garantir mais qualidade

de vida para a população que o prefeito

Marcelo Barbieri e o deputado estadual

Roberto Massafera trabalham juntos para

trazer mais recursos para o município. Somente

nesses dois últimos anos foram cerca

de 100 obras executadas pela Prefeitura

e entregues à população, além das mais de

40 obras em andamento atualmente. Muitas

dessas benfeitorias foram realizadas

por meio de convênio com o Governo do

Estado, que contaram com o apoio direto

do deputado Roberto Massafera.

Escola Estadual Jardim Alto de Pinheiros

Escola Estadual Jardim Imperial

Investimentos em segurança também

constam na série de melhorias que a cidade

tem recebido. Um convênio entre Prefeitura

e Governo do Estado vai possibilitar

a construção da sede da 1ª Companhia

de Policiamento do 13º BPMI (Batalhão

da Polícia Militar do Interior). Ao lado do

Terminal Rodoviário de Passageiros, o novo

espaço tem mais de 500 metros quadrados

de área construída.

INSTITUTO MÉDICO LEGAL

Também em construção em Araraquara

os prédios do Instituto de Criminalística

(IC) e do Instituto Médico Legal (IML), no

Bairro Santa Mônica. Esses dois órgãos vão

agilizar o trabalho da Polícia Técnica na região.

O investimento é R$ 1,35 milhão.

FÓRUM

A ampliação do Fórum Juiz Macedo

Couto também está sendo realizada pela

Prefeitura a partir do convênio com o Governo

do Estado. Cerca de R$ 2 milhões estão

sendo investidos na construção de dois

novos pavimentos, possibilitando abrigar

mais cinco varas de Justiça, passando das

atuais 14 para 19 varas. Uma obra de indescritível

valor para a nossa cidade.

NOVAS ESCOLAS

Investimentos em educação também

são essenciais para uma cidade desenvolvida.

Estão em ritmo acelerado as obras

das futuras escolas estaduais no Jardim

Imperial e no Alto de Pinheiros II. Cada

unidade atenderá cerca de 500 alunos e os

recursos empregados nessas obras giram

em torno de R$ 5,5 milhões.

JARDIM CAMBUY

Enfrentar a poeira é coisa do passado

para os moradores do Jardim Cambuy, que

lutaram durante anos pela pavimentação

da Marginal 3 (Avenida Julieta Crusca de

Jesus). A obra foi entregue no início do ano

pela Prefeitura, juntamente com a duplicação

de um trecho da Avenida Prof. Gustavo

Fleury Charmillot, no Jardim Paraíso.

O aporte financeiro passou dos R$ 700 mil

entre recursos do Governo do Estado e do

município.

JOSÉ BARBIERI NETO

Cerca de um quilômetro da Av. José

Barbieri Neto, que liga Araraquara a Bueno,

foi duplicado com investimento que

passou de R$ 1 milhão. O trecho que recebeu

a melhoria está compreendido entre os

acessos aos Jardins Botânico e Maria Luiza

e era considerado de alto risco, face ao

número de acidentes que ocorria no local.

Também foi construída nova rotatória que

dá acesso ao Condomínio Manoela e outros

bairros.


Especial

O prefeito Kiko

Danieletto recebeu

todo apoio do

deputado Roberto

Massafera para

obtenção dos

recursos que

possibilitam a

revitalização da

praça na região

central da cidade

Capa

BOCAINA INICIA A REFORMA DA

HISTÓRICA PRAÇA DA MATRIZ

A limpeza e recolocação do

piso original e a ampliação

da iluminação, estão entre as

melhorias que o local recebe

para preservar a originalidade

dos seus traços históricos.

A Prefeitura de Bocaina iniciou em fevereiro

a reforma da “Praça Pedro Izar”,

conhecida como “Praça da Matriz”. A obra

está sendo executada por meio de recurso

da Secretaria de Economia e Planejamento

do Estado, liberado por emenda parlamentar

do deputado estadual, Roberto

Massafera.

A Praça da Matriz é considerada a principal

da cidade; localizada ao redor da Igreja

de São João Batista, padroeiro do município,

e possui importância histórica, pois

a igreja abriga 13 telas sacras do pintor

Benedito Calixto, pintadas entre 1923 e

A principal praça da cidade

com novo visual

1926, e recentemente restauradas por iniciativa

do Poder Público municipal.

Na reforma, de acordo com o projeto,

estão previstas diversas melhorias como a

retirada, limpeza e recolocação do piso original

português, troca de ladrilhos hidráulicos

por novos ao redor da praça e ampliação

da iluminação no local, com novos

pontos de luz.

“Vamos deixar nossa principal praça

mais bonita e agradável de passear. A Praça

da Matriz estava há muito tempo sem reformas

e precisava de reparos. Agradeço

ao deputado Massafera pelo recurso que

está possibilitando essa importante obra”,

afirma o prefeito de Bocaina, João Francisco

Bertoncello Danieletto, o Kiko Danieletto

(PV).

REESTRUTURAÇÃO

Além da reforma da Praça da Matriz, o

prefeito Kiko Danieletto também está investindo

na reestruturação da cidade.

Atualmente, 18 obras estão em

andamento, como a construção de

nova quadra poliesportiva no bairro

Xerxes Bartelotti, anexa à Escola

Municipal “Maristela Marta Moretto”

(que contará com alambrado,

arquibancada e iluminação); a

nova praça “Regina Cacciola”, no

bairro rural do Jardim São Pedro; a

revitalização das praças “João Raminelli”

e “Denílson Budim”, no

bairro rural Pedro Alexandrino; a

reforma e revitalização da praça

“Remígio Diegues” (Praça da Rodoviária);

a ampliação e reforma da Biblioteca

Municipal Emanuel Guedes; a ampliação

da Emei Profª “Conceição Caria Affonso”

(com nova sala e banheiro especial) e a

construção da Rotatória da Avenida Antônio

de Souza (Avenida do Cemitério) com

a Estrada Vicinal Francisco Tonon, que dá

acesso ao bairro Pedro Alexandrino, Jardim

São Pedro e à Rodovia Estadual Comandante

João Ribeiro de Barros, em direção

a Araraquara.

Na área habitacional, segundo o prefeito

Kiko Danieletto, está prevista a construção

de 152 casas populares, de três dormitórios,

com placa de energia solar, laje

e calçada ecológica da Companhia de

Desenvolvimento Habitacional e Urbano

(CDHU) e a construção de 30 casas populares

do programa “Minha Casa, Minha Vida”,

do Governo Federal. Entre as 18

obras, já foram concluídos os recapeamentos

do Bairro Vasco Marques, Bairro

Victorio Marangoni, Bairro São José e as

ruas do centro da cidade.

Na realização das obras de reforma da

Praça Pedro Izar, a grande preocupação é

manter a originalidade do piso português

BOCAINA VAI HOMENAGEAR

O PAI DE ROBERTO MASSAFERA

O campo de futebol society no bairro

Xerxes Bartellotti, com iluminação,

alambrado e playground, que começou

a ser construído este mês, levará o

nome de Gerson Massafera, em homenagem

ao bocainense e pai do deputado

estadual, Roberto Massafera

(PSDB). A homenagem está sendo

idealizada pelo prefeito Kiko Danieletto

(PV), como reconhecimento ao

trabalho, ética, seriedade e caráter do

homenageado, e também em gratidão

pela ajuda política do deputado Massafera

ao município nos últimos anos.


O deputado Massafera e o prefeito Roni

durante evento realizado em Gavião

O vice-prefeito Adriano e o prefeito Roni: cidade premiada na região pela geração de novos

empregos e tantos outros melhoramentos que beneficiam a população

Especial

RONI E MASSAFERA

PARCERIA PELO BEM DE GAVIÃO

Com ares de prosperidade e

desenvolvimento, Gavião

Peixoto está comemorando a

municipalização do ensino e

os investimentos que vêm

sendo aplicados em sua área

esportiva.

Gavião Peixoto tem muitas conquistas

para serem comemoradas. Aliás, muitas

das realizações têm sido inéditas na cidade,

promovendo aos gavionenses um novo

tempo. Mas a parceria do prefeito Roni

Fratuci e o deputado estadual Roberto

Massafera é essencial para algumas ações

concretizadas.

Com o auxílio de Massafera, Gavião

comemora a municipalização do Ensino.

“Esta era uma promessa de gestões anteriores

e juntos concretizamos em 2009 e

passamos a investir. Aos alunos oferecemos

Sistema Apostilado Positivo, uniformes,

materiais escolares e transporte gratuito,

garantindo qualidade e frequência escolar”,

revela Roni.

Através do deputado, o município também

está reformando e ampliando a Cancha

de Bocha, em mais de R$150 mil em investimentos.

Gavião tem respirado ares de

prosperidade e desenvolvimento. Importantes

construções garantem infraestrutura

à população, com responsabilidade ambiental,

como a Delegacia Civil, reforma e

ampliação de escolas, guias e sarjetas em

Nova Paulicéia, além de manutenções e

conquista de maquinários.

O município também recebeu um prêmio

por ser a terceira cidade na região, até

20 mil habitantes, que mais empregaram.

“Possibilitamos a capacitação de mais de

2.500 pessoas gratuitamente. Assim promovemos

apoio às famílias de baixa renda.

Essas pessoas aprendem a pescar para conquistar

seu próprio peixe”, comenta Roni.

O prefeito também sintetiza o trabalho

que vem realizando em outros setores, alcançando

excelentes resultados. “Na Saúde

não há fila de espera. Nos Esportes o

município conquista títulos e promove atividades

para mais de 300 crianças no período

contrário à aula. Gratuitamente no

Espaço do Saber, mais de 500 crianças

aprendem inglês, espanhol e informática.

Grandes shows gratuitos proporcionam lazer

aos gavionenses com a presença, por

exemplo, de Juliano Cezar, Cezar e Paulinho

e Gian e Giovani”, ressalta Roni.

“Muitas obras, como a Unidade de

Saúde e o Ginásio estavam paradas e finalmente

foram entregues à população. Foram

dois anos de luta e conquistas, mas sabemos

que podemos fazer muito mais.

Nasci em Gavião e conheço cada necessidade

do município. Qualidade de vida é

nossa meta para um novo tempo e isso só

está sendo possível com o apoio da própria

população, dos secretários, vereadores e

de deputados como Massafera”, finaliza

Roni Fratuci.

A municipalização de ensino já está

proporcionando melhorias no setor

Massafera conquistou investimentos para a

reforma e a ampliação da cancha de bochas

Gavião: mais de R$ 30 milhões foram

investidos nas vicinais


Prefeito Walter

Willians Figueiredo

considera Massafera

o “Amigo de

Nova Europa”

Reformada, a Delegacia de Polícia da

cidade agora conta com rede de esgoto

feita pelo município

Especial

SUPERANDO DESAFIOS, PREFEITO DE NOVA EUROPA

SE PREOCUPA COM O PLANEJAMENTO DA CIDADE

O prefeito Walter Willians

Figueiredo desde o início

do seu mandato, tem se

esforçado para dar ao seu

município, condições de

se reencontrar com o

desenvolvimento e também

a qualidade de vida.

A ampliação na rede

de iluminação pública

garante mais

segurança à

população de

Nova Europa

O prefeito de Nova Europa, Dr. Walter

Willians Figueiredo, conta que antes das

eleições, ele havia estudado e pesquisado

as condições administrativas da prefeitura

e dos gastos públicos. Mas ao assumir

o cargo, ficou impressionado com a situação.

“Não imaginávamos a dimensão dos

problemas e desafios que teríamos que enfrentar

durante o nosso mandato”, diz.

Diante das dificuldades, o prefeito percebeu

que precisaria de apoio para conseguir

realizar seu plano de governo. “Ao

nos depararmos com

tal desafio, verificamos

que os nossos projetos

para serem realizados

não seriam só

muita austeridade

com os gastos públicos,

como também seriam necessárias parcerias

com parlamentares e dirigentes de

Secretarias do Estado, Ministérios e Autarquias”,

afirma o prefeito.

É neste contexto que o deputado Roberto

Massafera vem atuando como um

dos principais parceiros de Nova Europa.

“Contribuindo com sua participação política

no encaminhamento de obras de relevância

para a cidade, o deputado tem sido

de grande significado para nós”, afirma Figueiredo.

OBRAS REALIZADAS

A Escola de Lata terá o forro recoberto

com manta térmica

Por intermédio do deputado estadual

Roberto Massafera, diversas verbas foram

liberadas para que Figueiredo realizasse

melhorias extremamente necessárias, como

por exemplo, a reforma e ampliação da

Delegacia de Polícia da cidade. O local se

encontrava em situação deplorável e não

possuía rede de esgoto. Com a reforma do

prédio, além da implantação do sistema de

saneamento, as salas foram ampliadas e

uma cozinha construída nos fundos.

Outra grande melhoria para a cidade,

que só foi possível graças ao intermédio

do deputado Massafera, é a reforma da

Escola Municipal Anita Ferraz Malzoni.

A “escola de lata”, como era chamada, possuía

ar condicionado em suas salas de

aula, mas o equipamento não conseguia

resfriar completamente o ambiente e o calor

era insuportável para os alunos. O prédio

foi inteiramente reformado, e feito em

alvenaria. Outra novidade, é que o forro de

toda a escola será recoberto com uma manta

térmica, que diminuirá consideravelmente

a temperatura nas salas de aulas, tornando

ainda mais agradável o aprendizado

dos alunos.

Massafera também ajudou a liberar verbas

para a ampliação da iluminação pública.

Foram colocados pontos de luz na entrada

da cidade, na entrada do Projeto Pescar

(projeto que ensina ofícios às crianças)

e no Parque Cachoeira.

Por estas e outras contribuições é que o

prefeito, Dr. Walter Willians Figueiredo,

agradece e diz que Roberto Massafera pode

ser chamado de “Amigo de Nova Europa”.

A escola totalmente

reformada pelo

atual prefeito


Especial

Luiz Antônio de Moraes (presidente da Câmara 2009/2010), prefeito Maurício

Rasi, deputado Roberto Massafera e Saldanha Leivas Cougo (vice-prefeito)

PORTO FERREIRA APRESENTA

SEU NOVO PERFIL À REGIÃO

Com mudanças e arrojadas

propostas de governo, Porto

Ferreira vive um ciclo de

realizações. O prefeito

Maurício Sponton Rasi diz

que o apoio do deputado

Massafera tem sido

fundamental para a cidade.

O resgate de uma cidade que estava

com sua autoestima deteriorada, era naquele

início de 2005, o maior desafio para

a mudança proposta pelo prefeito Maurício

Sponton Rasi. Mas uma mudança não

somente administrativa e sim modificações

que pudessem representar algo de novo

na prática de exercer a política na verdadeira

concepção da palavra. Seriam necessárias

novas alternativas, que pudessem

oferecer acima de tudo cidadania.

A Escola Técnica criada pelo

prefeito Rasi e com apoio de Massafera

Calçadão Neno Perondi, uma das inúmeras obras

realizadas pela atual administração

Prefeito

Maurício

Rasi

Aquela prática paternalista, onde o político

atua como um assistente social era um

modelo fragilizado que impedia o crescimento

e o desenvolvimento da cidade.

Diante deste quadro, a proposta da mudança

não poderia ser postergada e começava,

então, um verdadeiro ciclo de realizações

em Porto Ferreira.

O deputado estadual Roberto Massafera

lembra o prefeito Maurício Rasi, foi parte

atuante das mudanças ocorridas em Porto

Ferreira. Sempre presente e atento às solicitações

do município, Massafera conseguiu

com seu trabalho muitas benfeitorias.

Uma delas, que está presente na vida

de todos os cidadãos, é o material de emulsão

asfáltica para pavimentação e recapeamento

da malha viária local. Com a ajuda

de Massafera, a atual administração em

Porto Ferreira promoveu a revitalização

das principais ruas e avenidas, sem falar

no asfaltamento de vários bairros e vias públicas

que ainda não possuíam o benefício.

Outra grande participação de Massafera

foi na conquista da primeira ETEC

(Escola Técnica) do Centro Paula Souza

instalada em Porto Ferreira. Após uma luta

de mais de 4 anos travada pelo prefeito

Maurício Rasi e pelo vereador Maguila

desde o final de 2004, a ETEC tornou-se

realidade no primeiro semestre de 2009. O

governo do Estado investiu cerca de R$

350 mil na compra de mobiliários e equipamentos

para a escola. Coube à Prefeitura

a reforma e a adequação do prédio, cedido

pela Secretaria Estadual da Educação.

A ETEC foi batizada com o nome do ilustre

professor Jadyr Salles, que ocupou a cadeira

de vice-prefeito municipal há cerca

de 40 anos. Hoje a escola oferece cursos de

Design de Interiores, Logística e Ensino

Médio e em 2011 terá início o curso de Química.

“A qualificação profissional proporcionada

a vários jovens de Porto Ferreira e

da região é uma vertente de qualidade”,

afirma Maurício Rasi

Ele destaca ainda a participação do deputado

Massafera na conquista de equipamentos

e mobiliário para a Irmandade de

Misericórdia de Porto Ferreira, mantenedora

do Hospital Dona Balbina, o único

existente na cidade e um dos melhores de

toda região.

Revitalização da

Av. Eng° Nicolau

de Vergueiro Forjaz


Especial

Cenário de rara beleza em uma

privilegiada região do Estado

Com respeito e dedicação, o

prefeito Paulo Veiga administra

os recursos municipais

RIBEIRÃO BONITO INVESTE NO

TURISMO RURAL E DE AVENTURA

Em uma região privilegiada

e com forte potencial para a

realização de atividades ao ar

livre, a cidade se prepara

com obras de infraestrutura

para impulsionar o turismo.

Ribeirão Bonito ainda mantém os aspectos

de tranquilidade das cidades do interior.

Com pouco mais de 12 mil habitantes,

o município apresenta uma vasta paisagem

verde, ladeado por morros e rios, um

clima ameno e uma população hospitaleira.

Situada junto à Serra de Dourado, a cidade

é cortada pelos rios Jacaré Guaçu,

As belezas naturais podem ser vistas sem

sair da cidade, um privilégio para quem

mora na encantadora Ribeirão Bonito

Boa Esperança e Ribeirão Bonito. No coração

do município encontra-se o Morro

Bom Jesus, que possui altitude de 600

metros. A hidrografia abundante, aliada

ao relevo irregular oferece condições propícias

para a prática de esportes radicais, o

que assegura ao município, investimentos

em atividades relativas ao turismo de aventura.

O grande número de fazendas no município

é outro fator que alimenta o potencial

para o turismo rural, e impulsiona a geração

de emprego e renda.

É neste cenário que o prefeito Paulo

Veiga conduz a gestão pública de Ribeirão

Bonito com muito esmero. Em 2009, por

intermédio do deputado estadual Roberto

Massafera, foram liberados 300 mil reais

em verbas parlamentares para que o prefeito

pudesse pavimentar e recapear diversas

ruas, oferecendo mais segurança e conforto

à população e visitantes.

Pensando também na sustentabilidade

da cidade, Veiga implantou a Estação

de Tratamento de Esgoto, que custou quase

2,8 milhões de reais, obra possível graças

ao pedido direto do deputado Roberto

Massafera à secretária de Saneamento e

Energia de São Paulo, Dilma Pena. A obra

vai manter os rios limpos e garantir o desenvolvimento

do turismo na região, eliminando

o despejo diário de 1,5 milhão de

litros de esgoto nos córregos da cidade. A

recuperação da rodovia Luiz Augusto de

Oliveira (SP-215) e a criação de novo trevo

de acesso a Ribeirão Bonito são obras

que também incentivam e facilitam o turismo

na região. Foram investidos 64,3 milhões

de reais em 66,7 quilômetros da estrada.

O deputado Roberto Massafera e o prefeito

Paulo Veiga prestam contas à cidade em

entrevista à rádio Bom Jesus

Administrador austero, Veiga faz questão

de ressaltar que os recursos municipais

merecem atenção e respeito e por isso

aponta que as contas do município estão rigorosamente

em dia com as obrigações legais

e contábeis. “Não poupamos investimento

na infraestrutura urbana do município,

que se encontrava bastante defasada,

mas ainda há muito por fazer”, afirma o

prefeito.

Diversas ruas de Ribeirão Bonito foram

recapeadas graças aos recursos obtidos

através do deputado Roberto Massafera


Prefeita Therezinha, uma das

mais atuantes administradoras

municipais em nosso Estado

Especial

COM MUITO TRABALHO, RINCÃO BUSCA

ALTERNATIVAS PARA GERAR EMPREGOS

A prefeita Therezinha Ignêz

Servidoni com suas obras

visa oferecer qualidade de

vida à população; contudo,

sua grande meta é promover

a geração de empregos.

Aquisição de um caminhão basculante

Therezinha e Massafera, parceria que tem

viabilizado muitos recursos para Rincão

Em dezembro de 2010, a prefeita de

Rincão, Therezinha Servidoni, inaugurou

o Centro de Empreendedorismo em Confecção.

O projeto CEFEC (Centro de Formação

de Empreendedores Confeccionistas)

foi uma conquista da parceria

formada entre o deputado estadual Roberto

Massafera e a prefeita, visando capacitar

e dar oportunidades no ramo de

confecção, já que o setor tem tido uma

grande demanda na região.

Na ocasião do pedido, Massafera

acompanhou a prefeita Therezinha na

audiência com Geraldo Alckmin, que ocupava

então o cargo de secretário de Desenvolvimento

Econômico do Estado. Na audiência,

Alckmin enalteceu o trabalho feito

pela prefeita, principalmente na área da

Educação e atendeu ao pedido de liberação

de recursos para a compra de máquinas

industriais de costura, necessárias para

a instalação do projeto.

O CEFEC é fruto de parceria entre a

Prefeitura de Rincão, a Secretaria de Desenvolvimento

do Estado, o SENAI e o

SEBRAE.

Para a prefeita Therezinha, o projeto

CEFEC oferece à população chances de inserção

no mercado de trabalho e aumento

significativo na geração de emprego e renda

do município. “Este projeto de empreendedorismo

na área de confecção proporcionará

grande melhoria em relação à

geração de emprego e aumento de renda

da população de nosso município. Chamo

a atenção das mulheres que hoje são responsáveis

pela sua família e aos jovens,

que não percam esta oportunidade que o

CEFEC abriu, mesmo para aqueles que

têm alguma experiência no setor”, ressalta

a prefeita.

A parceria entre o deputado Massafera

e a prefeita Therezinha Servidoni já

rendeu diversos frutos. O deputado liberou

600 mil reais ao município na forma de

emendas para infraestrutura que melhoraram

a qualidade de vida dos cidadãos. A

maioria dos investimentos garantiu o recapeamento

e a pavimentação em diversas

ruas da cidade.

A verba de 150 mil que permitiu à prefeita

de Rincão, Therezinha Servidoni, realizar

a reforma do poço profundo P-4 do

bairro Jardim Nova Rincão, também foi

conquistada por Massafera. O recurso afastou

o risco de desabastecimento de água

para uma população de 4 mil moradores de

bairros como D’Alessandro, Carangola,

Vila Fepasa, Residencial Alvorada, Conjunto

Habitacional Alexandre Pavoni e rua

João Marino. A prefeita conseguiu ainda

do Governo do Estado, mais 200 mil reais

para a construção da segunda etapa do Centro

Educacional Municipal de Ensino

Infantil (CEMEI) no Conjunto Habitacional

Alexandre Pavoni.

O caminhão tipo basculante entregue à

Prefeitura de Rincão foi adquirido com

150 mil reais em verba parlamentar de

Massafera. O veículo veio aumentar a frota

e agilizar os trabalhos do departamento

de Obras. Desde 1997 o município não

adquiria um veículo novo.

Em agosto de 2007, Rincão foi beneficiada

com 150 mil para cobertura e recuperação

do piso da quadra poliesportiva

da escola Maria Inez Bifi. Além das

200 crianças matriculadas, as mais de 450

famílias moradoras da região podem usufruir

do benefício.

Dentro do programa Pró-Vicinais do

Estado de São Paulo, Roberto Massafera e

a prefeita Therezinha Servidoni conseguiram

recursos necessários para a pavimentação

da Estrada do Taquaral, cerca de 1

milhão. Também é do parlamentar a lei

que homenageia o ex-prefeito Jardiel Loretto,

dando seu nome à vicinal. Outra

obra importante foi a recuperação da Rodovia

Rincão-Motuca-Guariba, totalizando

mais de 37 quilômetros e 12,5 milhões de

investimentos.

Emenda de Massafera para obras

de infraestrutura nos bairros

Carangola e D´Alessandro:

guias, sarjetas e

pavimentação asfáltica


Especial

Júnior e Massafera,

trabalhando muito

por Santa Lúcia e

nossa região

A Estação de Tratamento de

Esgoto de Santa Lúcia é fruto

do esforço conjunto de Júnior

e Roberto Massafera

SANTA LÚCIA: ESTAÇÃO DE TRATAMENTO

DE ESGOTO COMEÇA A FUNCIONAR

Conquistada pelo esforço

conjunto do deputado

estadual Roberto Massafera e

do prefeito Antônio Carlos

Abuabud Júnior, a estação

garante que o esgoto da

cidade será 100% tratado.

Ruas recapeadas

oferecem melhores

condições aos usuários

Júnior e Massafera com Lair Krähenbühl,

secretário estadual da Habitação

A Estação de Tratamento de Esgoto de

Santa Lúcia deu início às suas atividades

com o enchimento de suas represas. Antes

de receber o esgoto da cidade, que ocorrerá

nos próximos dias, as represas precisam

ser preenchidas com um metro de água. O

prefeito Antônio Carlos Abuabud Júnior

foi pessoalmente checar o início das atividades

da ETE.

Foi através do esforço conjunto do deputado

Massafera e do prefeito Júnior, aliado

ao plano do ex-governador José Serra,

de investimento em saneamento e qualidade

de vida a todos os paulistas, que Santa

Lúcia conseguiu o dinheiro necessário para

construção de sua Estação de Tratamento

de Esgoto. A obra custou cerca de R$ 1,5

milhão, e é mais um grande passo do prefeito

Júnior, que prometeu à população

100% de esgoto tratado, fato que beneficiará

não só os moradores da cidade, mas

também as próximas gerações.

Aproveitando o local onde foi implantada

a estação, está sendo construído também

o aterro sanitário da cidade. Essa obra

trará benefícios imensos para o município,

que hoje transporta todo seu lixo domestico

até Guatapará, gerando custo alto aos

cofres públicos. Esse aterro facilitará o manuseio

do lixo doméstico, diminuindo o

custo do transporte, funcionários, manutenção

dos equipamentos, ou seja, diminuição

dos gastos públicos, que poderão

ser empregados em outras áreas.

Júnior ressalta as atividades do amigo,

deputado estadual Roberto Massafera em

Santa Lúcia. “Ele é uma pessoa que tem

nos auxiliado muito, atendendo nossos

pleitos e está sempre pronto a nos ajudar.

Agradecemos e sabemos que podemos

contar com o amigo e parceiro, para levarmos

cada vez mais Santa Lúcia rumo ao

progresso e desenvolvimento, melhorando

assim, a qualidade de vida da nossa gente”,

completa Júnior.

Através do deputado estadual Roberto

Massafera, a Prefeitura de Santa Lúcia conseguiu

importantes recursos do governo

do Estado de São Paulo para a infraestrutura

urbana. Durante

Poço perfurado no

Jardim Esperança

seu mandato, o parlamentar

liberou 400

mil reais para Santa

Lúcia, verba utilizada

principalmente

em recapeamentos de

várias ruas da cidade.

Através da parceria

entre o deputado

estadual Roberto

Massafera e prefeito

Antônio Carlos Abuabud

Júnior, em 2009,

foram conquistados

240 mil reais para melhorias

na Escola Estadual “Bento de

Abreu”. As melhorias envolveram reformas

e a construção de quatro novas salas

de aula na escola, garantindo educação de

mais qualidade às crianças de Santa Lúcia.

Em 2007, o deputado Massafera abriu

as portas da CDHU (Companhia de Desenvolvimento

Habitacional Urbano) para

o prefeito Antônio Carlos Abuabud Júnior.

Na ocasião, eles estiveram reunidos com o

presidente da entidade e secretário de Estado

da Habitação, Lair Krähenbühl. Durante

esse encontro foi aprovado o projeto de

pavimentação do bairro Novênio Pavan,

com recursos do Estado e sem custos para

os moradores. A obra beneficiou cerca de

160 famílias. “Isso tudo nos orgulha muito”,

conclui Júnior.


Especial

EM TRABIJÚ PREVALECE O SLOGAN

TRABALHANDO PARA POPULAÇÃO

Com ritmo de obras acelerado, a cidade será presenteada com

o Clube Municipal, a Escola de Educação Infantil e também

55 casas populares. Com isso, o município segue e se destaca

como um dos mais prósperos da região.

Prefeito de Trabijú

Maurílio Tavoni Junior

Pensando na qualidade de vida dos cidadãos,

o prefeito de Trabijú, Maurílio Tavoni

Junior, o Juca, continua investindo na modernização

e reestruturação da cidade. Nesses

6 anos de mandato, o prefeito entregou

diversas obras, como a construção de 103 casas

populares; a implantação do Centro de

Saúde Municipal Manoel Morales; a criação

do Centro de Convivência do Idoso; da

Casa da Agricultura; e a reforma e paisagismo

de todas as praças do município.

Por intermédio do deputado estadual

Roberto Massafera, a verba no valor de

100 mil reais foi liberada para que o prefeito

Juca realizasse o recapeamento asfáltico

de diversas ruas da cidade. O prefeito

também cuidou do destacamento da Polícia

Militar, com considerável aumento do

Painel no centro da cidade anuncia o apoio

do Governo Estadual para serviços de

recapeamento nas vias públicas

O objetivo do prefeito Juca é buscar a

redução do déficit habitacional através

de projetos e parcerias

efetivo e de viaturas; da implantação dos

projetos Acessa São Paulo, Infocentro e Viva

Leite; renovou a frota de veículos da

Prefeitura; e agora coordena a construção

do Clube Municipal, da Escola de Educação

Infantil para 150 alunos e a construção

de mais 55 casas populares.

“Muitas coisas boas foram feitas nesses

seis anos de governo, mas muito mais

será realizado até o final de 2012. Pretendemos,

além das casas que já foram entregues

e das que estão em fase final de construção,

entregar mais 100 unidades habitacionais.

Já fizemos o pedido junto à

CDHU e temos o terreno para a construção

das moradias”, afirma Juca Tavoni.

A geração de empregos também é prioridade

para o prefeito, que oferece total

apoio ao comércio e indústria existentes

no município e incentiva a chegada de novos

empreendimentos. Uma prova recente

desse apoio segundo o prefeito, é a inauguração

do Frigorífico Ararat, que passará

a abater 100 cabeças de bovinos e 100 de

suínos diariamente gerando mais 60 empregos

na cidade.

Ao falar das muitas obras já realizadas,

e das que ainda estão por vir, ele diz que

vem trabalhando incansavelmente para dar

melhores condições de vida e de conforto

para a população. “Temos que fazer jus ao

slogan que adotamos: “Trabalhando para

População”, completa o prefeito Juca.

Centro de Saúde. A obra marca a atual

administração, visando oferecer mais

qualidade de vida para a comunidade

TRABIJÚ EXPERIMENTA

O SABOR DO PROGRESSO

A Escola de Ensino Fundamental está com

suas obras em fase adiantada e deverá

atender 150 alunos no município

Recapeamento asfáltico realizado com os

recursos obtidos pelo deputado Roberto

Massafera junto ao Governo




Marcel Solimeo,

da ACSP, falando

da economia

nacional aos

sócios da ACIA

Renato Haddad,

presidente da ACIA,

saúda o brilhante

palestrante

Economia

PREVISÕES DO

ESPECIALISTA

O economista Marcel

Solimeo esteve na ACIA e

abordou os possíveis

caminhos da economia

brasileira em 2011.

No dia 22 de fevereiro, o auditório da

ACIA recebeu seus associados para a palestra

do economista Marcel Solimeo.

Com o tema “Perspectivas para a Economia

2011”, ele analisou o excelente crescimento

no ano passado e prospectou o que

poderá acontecer nesta temporada.

Segundo Solimeo, 2010 foi um bom

ano para quase todos os setores, o crescimento

econômico alcançou 7,5% . Esse índice

é reflexo de alguns fatores, entre eles:

a base de comparação era fraca, já que

2009 foi um ano difícil devido à crise econômica

mundial. Outros pontos foram os

incentivos fiscais no início de 2010 (redução

do IPI); expansão do crédito e o

aumento do emprego e renda.

O comércio teve um dos desempenhos

mais favoráveis do ano com crescimento

de 11%. Financiamentos de longo prazo,

queda no preço de alguns produtos e, especialmente

a confiança do consumidor são

fatores que explicam o desempenho tão

significativo para o setor.

Entretanto, o economista aponta que

dentro do comércio, dois segmentos registraram

um desempenho ainda mais surpreendente:

supermercados e farmácias/

drogarias, pois cosméticos e produtos de

higiene pessoal passaram a ser artigos

mais consumidos pela população. “O mercado

se ampliou, o número de consumidores

cresceu, e isso ocorreu sem que a inadimplência

ocorresse na mesma proporção”,

disse Solimeo.

NESTE ANO

Os números mostraram que 2010 foi

excelente, e a própria empolgação de empresários

e consumidores retratam isso.

Mas e 2011, o que esperar dele? Para Solimeo,

o crescimento econômico vai continuar,

entretanto, não no mesmo ritmo; a expectativa

é algo em torno de 4,5%.

Essa desaceleração está pautada na elevação

dos juros e taxas; aumento da inflação

e diminuição nos prazos de financiamentos.

O emprego também deve ter uma

leve queda, entretanto, as empresas ainda

continuarão contratando. “Deveremos ter

um ano mais modesto. Contudo, o varejo

deve crescer mais que a economia”, comenta.

A estimativa é de que esse segmento

cresça 6,5% em 2011.

Solimeo salienta que outros setores deverão

crescer ainda mais como informática

e comunicações. “Hoje, existe a

possibilidade de empresas menores conquistarem

o consumidor que acaba de conseguir

seu crédito. Saem na frente os empreendedores

que aproveitarem melhor as

oportunidades com criatividade”, explica

o economista.

O economista conversa com o casal

Regina-Ademar Ramos (vice-presidente da

ACIA) e Marlene Porsani (diretora da ACIA)

e recebe os cumprimentos pela palestra


Tecnologia

O vice-presidente da ACIA, Ademar Ramos, agradece aos diretores do ITEC, Alexandre

Machado, José Janone Júnior e José Natal de Moura, a homenagem prestada ao presidente

da Associação Comercial, Renato Haddad

ITEC HOMENAGEIA ACIA

Ousado em suas iniciativas,

o empresário José Natal de

Moura tem situado o ITEC

em uma posição altamente

privilegiada de tecnologia da

informação, abrindo um

leque de informações no

setor e mostrando também a

importância social do órgão.

No dia 8 de fevereiro no auditório da

Associação Comercial, o ITEC realizou

um café da manhã de confraternização das

empresas, dos profissionais, dos professores

e das instituições de ensino técnico e superior

nas áreas Tecnologia da Informação

e Comunicação do município de Araraquara

e região.

O café foi um sucesso, diz o presidente

do ITEC, José Natal de Moura; o evento contou

com cerca de 100 participantes, dentre

eles dezenas de empresários do setor de Tecnologia

da Informação, professores e diretores

educacionais das principais universidades

e escolas técnicas de Araraquara. A

Câmara Municipal foi representada pelo

seu presidente, Aluísio Braz.

Na oportunidade, foi apresentado um

resumo das atividades realizadas no ano

passado pelo ITEC, com destaque para o

“Biz Games” (jogos e negócios) promovido

no SESC Araraquara em julho e o programa

“Informática na Prática” que treinou

e capacitou jovens das comunidades

carentes da cidade a instalarem as antenas

para uso da Internet Gratuita municipal; e

o plano de trabalho do ITEC para 2011.

O ponto alto do café da manhã, baseando-se

no sucesso que é o Banco de Talentos

da ACIA, foi o lançamento do primeiro site

de currículos dedicado exclusivamente aos

profissionais que queiram trabalhar na área

de TIC, ou seja, o Banco de Talentos de profissionais

de Tecnologia, apresentado pelo

diretor José Janone Junior.

Ao final, em reconhecimento pelos esforços

empreendidos para o desenvolvimento

do setor de TIC na cidade e região,

houve a entrega do certificado de “Sócio

Honorário” do Instituto Tecnológico de

Araraquara, para o presidente Renato Haddad,

da Associação Comercial e Industrial

de Araraquara, representado na oportunidade

pelo vice-presidente da entidade, o

empresário Ademar Ramos. Também foram

homenageados: Marcelo Fortes Barbieri

(prefeito), Valter Merlos (vice-prefeito),

Luiz Zaccarelli Cunha (secretário

municipal de Governo), Newton José Cainelli

(coordenador municipal de Indústria

e Tecnologia) e Paulo Sérgio Sgobbi (diretor

Executivo da Brasscom).

No encerramento, o presidente do

ITEC, José Natal de Moura, destacou a importância

do evento e agradeceu o empenho

de todos neste projeto: “Só com a

união é que vamos atingir os nossos objetivos”,

concluiu.


Eventos

ACIA COMEMORA O DIA INTERNACIONAL

DE MULHER E LANÇA A FACIRA EM ABRIL

ACIA e SINCOMÉRCIO

promovem em março um

encontro em homenagem ao

Dia Internacional da Mulher.

PÁTIO DE ACESSO - FACIRA 2011

Uma das novidades na volta da

FACIRA será a criação de um portal

No dia 28 de abril, a Associação Comercial

deverá promover em conjunto

com a Prefeitura Municipal, o lançamento

da FACIRA - Feira Agro Comercial e

Industrial da Região de Araraquara, versão

2011. No ano passado a feira não aconteceu,

em função do início das obras de

construção do Centro de Convenções de

Araraquara, que faz parte do Centro de

Eventos de Araraquara e Região (Cear).

Para o prefeito Marcelo Barbieri, a cidade

vai ganhar um novo perfil. “A expectativa

é fomentar o comércio, a indústria, o

turismo de negócios, seminários empresariais

e transformar Araraquara num importante

pólo regional de grandes eventos”.

A obra apresenta todas as paredes revestidas

com reboco, novo telhado que recebeu

tesouras metálicas e cobertura com

telhas termoacústicas, no sistema “sanduíche”

(telha-isolante-telha). Essas telhas

isolam o calor e eliminam ruídos principalmente

das chuvas mais intensas. A parte

elétrica está sendo instalada nos suportes

das tesouras e em seguida será aplicado

o forro de gesso.

O auditório que será climatizado com

1.033 lugares, tem o declive destinado às

cadeiras já rebaixado e as paredes de sustentação

do palco levantadas, inclusive a

parede interna do fundo pronta.

Outra frente de trabalho atua na instalação

das redes de abastecimento de água e

esgotos.

Segundo Valter Rozatto, secretário de

Obras, no momento, a obra tem 65% do

projeto já cumprido e a próxima etapa está

voltada para revestimentos de pisos, paredes

de sanitários e camarins - que já estão

prontos, além de assentamentos de portas

e peças.

HOMENAGEM À MULHER

A frente do Centro de Convenções

que tem suas obras em ritmo acelerado

A vice-presidente da ACIA, Teresa

Smirne que representa o Conselho de Mulheres

Empreendedoras e o presidente do

SINCOMÉRCIO, Antônio Deliza Neto selaram

o acordo e as duas entidades deverão

promover em conjunto, em março, as

homenagens ao Dia Internacional da Mulher.

O evento tornou-se uma tradição, pois

congrega as mulheres que atuam de forma

brilhante em nosso comércio. O acontecimento

deverá ocorrer no SESC.

A arquiteta Guiomar Bizzinotto vem

trabalhando no projeto de revitalização

da feira marcada para outubro


Em Foco

EM BUSCA DA COPA

Araraquara pode receber

uma das seleções durante a

Copa do Mundo de 2014.

Hotelaria, gastronomia e

comércio são fundamentais

para o sucesso da cidade.

O Comitê de São Paulo para a Copa do

Mundo de 2014 anunciou oficialmente em

16 de fevereiro, Araraquara e mais 36 cidades

paulistas indicadas para receber seleções

durante a Copa do Mundo.

Segundo a coordenadora de Turismo

do município, Eneida de Toledo Miranda,

o Guia Cidade-Base contém informações

técnicas de infraestrutura esportiva e também

da rede hoteleira do Estado. “A disputa

pela subsede está começando para valer.

O prazo para o Comitê vistoriar os municípios

vai até junho. Ainda neste ano, a Federação

publicará um catálogo com os locais

credenciados para ser subsede”.

Eneida explica que com a ajuda do Governo

do Estado, o trabalho para conquistar

uma das delegações deve começar em

breve. “Nossa proposta é convidar representantes

de países que participarão do

Mundial, para conhecer a cidade e, assim,

mostrarmos todo o nosso potencial”, comenta.

A população pode desde já começar a

se preparar; uma das principais necessidades

para receber bem os possíveis visitantes

é a capacitação dos profissionais que

trabalham na rede hoteleira, gastronômica

e também no comércio em geral. “É fundamental

a capacitação para que o atendimento

seja nosso diferencial”, diz Eneida.

Ela ressalta também que a ACIA tem tudo

para ser uma grande parceira nesse sentido,

inclusive, a Coordenadoria já tem um

projeto formatado visando trabalhar essa

capacitação.

“Toda cidade será beneficiada se conseguirmos

atrair uma das seleções para cá.

O crescimento será para todos”, comenta

Eneida. Além da Copa do Mundo de 2014,

Araraquara também deseja receber eventos

ou delegações durante a Copa das Confederações

em 2013 e as Olimpíadas de

2016.

As cidades que constam no guia apresentado

pelo Comitê são: Águas de Lindóia,

Araraquara, Atibaia, Barueri, Bauru,

Bragança Paulista, Campinas, Campos do

Jordão, Caraguatatuba, Cotia, Franca,

Guaratinguetá, Guarujá, Guarulhos, Itu,

Jaguariúna, Jarinu, Jundiaí, Limeira, Mirassol,

Mogi das Cruzes, Piracicaba, Piraju,

Porto Feliz, Presidente Prudente, Ribeirão

Preto, Santo André, Santos, São

Bernardo do Campo, São Caetano do Sul,

São Carlos, São João da Boa Vista, São José

do Rio Preto, São José dos Campos, São

Paulo, São Roque e Sorocaba.

Renato Haddad, presidente da ACIA,

comenta que a entidade terá um papel importante

se realmente Araraquara ser subsede,

em função do seu vínculo e a representatividade

que mantém com a classe

empresarial: “Temos que atender bem e

aproveitar para vender muito”, completa.

Eneida diz que

a capacitação é

essencial para

atendimento

aos turistas


Clari se apaixou pela profissão

aos 18 anos e em 2011, completa

53 anos de atividades

CLARI, O ARTISTA DOS TECIDOS

Alfaiate dos bons, Clari Benjamin Pancera escolheu

Araraquara. Aqui enraizou sua família e construiu uma bela

trajetória profissional à frente da Alfaiataria Del Rey.

Aos 70 anos, Clari Benjamin Pancera

mantém a alegria e satisfação todos os dias

ao desenvolver a sua profissão. Alfaiate,

Clari completa 53 anos de dedicação ao ofício

e se orgulha da clientela fiel que conquistou

em todos esses anos.

Natural de Caçador, no Estado de Santa

Catarina, Clari vem de uma família de

bons alfaiates. Aos 18 anos, começou

aprendendo com o pai . Além de Clari, outros

dois irmãos (de cinco, no total), também

seguiram na profissão. “Quando fui

fazer o Tiro de Guerra tive que deixar meu

emprego e para ganhar algum dinheiro, pedi

ao meu pai que me ensinasse a costurar

calças, não parei mais, me apaixonei pela

profissão”, conta Clari.

Ainda em Caçador, o jovem alfaiate conheceu

sua companheira de toda a vida,

Zilda Zambrano. Casaram-se em 29 de julho

de 1961, ela aos 18 anos e ele aos 21.

Passados alguns anos, já com dois filhos

(Ernane e Edson) e o terceiro a caminho

(Edílson), a família Pancera decidiu se mudar

para Araraquara. “Os pais de Zilda já

moravam na cidade, nós viemos visitá-los

e gostamos; por incentivo deles resolvemos

também começar uma nova vida aqui,

compreendendo que aqui poderíamos fincar

nossas raízes, ainda que fosse uma terra

desconhecida”, explica o alfaiate. Em julho

eles vão fazer Bodas de Ouro de uma feliz

união, completa Clari.

A chegada da família aconteceu em

1968. Ele conta que estava decidido a abandonar

a alfaiataria e buscar uma nova profissão

e foi o que fez. Conseguiu um emprego

como vendedor nas Casas Pernambucanas,

apesar de se sair muito bem no

cargo, percebeu que não era o que desejava.

Então, ficou sabendo que na loja Regional

(na Rua Nove de Julho esquina com

Avenida Feijó) precisavam de alfaiates para

consertos de roupas. Clari permaneceu

por quase dois anos neste emprego; período

que conheceu muitas pessoas e começou

a aceitar pedidos e a trabalhar como alfaiate

em casa. “Chegou uma época que eu

não dava mais conta de trabalhar fora e em

casa”, comenta.

Clari deixou o emprego na loja e passou

a trabalhar com um renomado alfaiate

da cidade, Lucílio Correia Leite. Após

dois anos de trabalho em parceria, Clari ficou

apenas com seu próprio negócio.

“Conquistei uma boa clientela até que em

1977, o Lucílio se aposentou e me chamou

pra alugar o salão dele, aceitei porque minha

casa era pequena e não comportava

mais tanto trabalho. Fiquei 29 anos no mes-

Em 1961, casamento

em Caçador (SC)


MUDANÇAS QUE

MARCAM O TEMPO

DA DEL REY

Rua Carlos Gomes (6) esquina com a

Avenida XV de Novembro, um dos pontos

de partida desta trajetória

Zilda e Clari caminham

lado a lado há 50 anos.

Companheirismo, dedicação

e amor pautam a vida deste

querido casal

mo endereço, na Rua Carlos Gomes (rua

6) esquina com a XV de Novembro”.

O espaço, mais uma vez, não era o suficiente

para o volume de trabalho de Clari.

Em 2006 surgiu a oportunidade de mudar

de imóvel e, desde então, a Alfaiataria Del

Rey está instalada na Avenida Dom Pedro

II, n° 858.

Num local bem mais amplo consegue,

atualmente, atender com mais conforto e

Clari em seu

ambiente de

trabalho

sempre com a mesma qualidade seus

clientes, além de oferecer mais opções para

trajes masculinos para locação como ternos,

meio fraque, smoking, blazers, calças

e gravatas.

Para muitos a profissão de alfaiate tende

a acabar; hoje poucos ainda estão no

mercado. Entretanto, Clari diz que não

tem do que reclamar, pois garante que não

lhe falta trabalho. “Sou valorizado pelos

meus clientes e fico muito realizado com

isso. Formei uma clientela selecionada,

que gosta de um produto diferenciado e feito

sob medida. Fiz minha vida com essa

profissão”, afirma o alfaiate.

Clari e Zilda caminharam a vida toda

juntos, e neste ano completam 50 anos de

casados cercados pela família que já conta

com cinco netos e um bisneto. O casal se

mantém em atividade, produzindo e enriquecendo

a classe empresarial de nossa terra.

Por toda essa trajetória, Zilda e Clari

são merecedores da homenagem do mês

de março do SINCOMÉRCIO.

Uma nova fachada na Carlos Gomes

Endereço atual, ainda na região central, na

Avenida Dom Pedro II, n° 858 entre as

ruas 7 e 8 - Fone: 3332-2453


Ensino

SENAI FAZ ANIVERSÁRIO E

QUER OUVIR EMPRESAS

O Senai Araraquara completa

quatro décadas em 2011, o

que comprova o trabalho

sério e de qualidade

desenvolvido por essa

importante instituição.

O Senai Araraquara é um centro de excelência

em ensino profissionalizante; só

em 2010 formou 700 jovens nos programas

Aprendiz e Técnicos e mais de 6.000

profissionais nos cursos de formação inicial

e continuada.

Mesmo com tantos profissionais colocados

no mercado de trabalho, é comum a

afirmação de que falta mão-de-obra na

construção civil e na indústria. Segundo o

diretor do Senai Araraquara, Paulo Sassi,

essas colocações precisam ser analisadas.

“Nós queremos ouvir das empresas e das

indústrias quais os setores que estão com

dificuldade para encontrar profissionais,

pois é nossa função qualificar esses trabalhadores

e colocá-los preparados no mercado

de trabalho”, afirma.

Algumas empresas já procuraram o Senai

e colocaram suas carências, entre elas a

Lupo, Iesa e algumas construtoras. “Poucos

chegaram até nós e falaram sobre os

profissionais que estão buscando, é isso

que precisamos e queremos ouvir ”, explica

Sassi. Em seguida, segundo o diretor, o

Senai em parceria com as empresas, pode

oferecer os cursos gratuitamente para pessoas

desempregadas, que se adequam ao

perfil desejado, e que ao final da qualificação

são contratados. “Identificamos a demanda

e formamos, mas temos o compromisso

da indústria em contratar esses profissionais”,

reforça.

Canteiro Escola, programa do Senai

Paulo Sassi, diretor do Senai Araraquara,

quer intensificar o diálogo entre a escola

e as empresas

Sassi, contudo, chama a atenção para

casos em que são divulgados a falta de

mão-de-obra em determinados setores,

mas que na verdade já estão saturados, o interesse

é somente aumentar a oferta de

mão-de-obra e com isso manter a baixa remuneração

desses trabalhadores.

CONSTRUÇÃO CIVIL

Em alguns setores é possível comprovar

que de fato existe a escassez de trabalhadores,

como a construção civil. Nos últimos

dois anos o Senai formou dois mil profissionais

para esse segmento. Só em

2010, 740 pessoas passaram pela escola e

receberam formação na área, entretanto,

dados apresentados pelo CAGED apontaram

que o setor empregou 1300 trabalhadores,

ou seja, ainda existe um déficit a ser

superado.

A oferta dos cursos fazem parte do programa

Canteiro Escola, desenvolvido em

bairros, por meio de parcerias com prefeitura

e outras instituições. Os alunos que

passam por essa formação recebem aulas

teóricas e práticas, inclusive, participando

de trabalhos sociais como a pintura e construção

de escolas, creches, igrejas e afins.


Formatura realizada no início do ano marcou

o começo das comemoraçãos pelos 40 anos

do Senai na cidade

40 ANOS DE ATIVIDADES

Em 28 de maio, o Senai Araraquara

completa 40 anos. Para comemorar a data,

está sendo programada uma série de eventos,

o primeiro deles, aconteceu em fevereiro

com a festa de formatura. Nessas quatro

décadas, a escola formou muitos profissionais

e continua com sua missão. O Senai

Araraquara atua em duas linhas definidas

para formação de mão-de-obra para a

indústria.

Uma delas se refere aos cursos de

Aprendizagem Industrial. Com duração

de dois anos, é destinado aos jovens que

buscam capacitação para o primeiro emprego.

Totalmente gratuito, é direcionado

para adolescentes a partir de 14 anos, até

os 24 anos incompletos. A unidade local

oferece os seguintes títulos: mecânico automobilístico,

eletricista de manutenção,

mecânica de usinagem, marcenaria e ferramentaria.

A outra vertente do Senai são os cursos

Técnicos, também com duração de dois

anos, voltados para pessoas com ensino

médio. Em Araraquara são oferecidos os

cursos de eletroeletrônica e eletromecânica.

A mesma estrutura dos cursos é também

utilizada no período noturno e aos sábados

para os cursos de Formação Inicial e Continuada,

destinados aos trabalhadores que

Nilton Bigotte, coordenador de atividades

técnicas, ressalta a importância dos cursos

para a formação dos profissionais e anuncia

uma novidade em 2011: o curso

de Refrigeração

não se encaixam nos perfis exigidos para ser

aprendiz ou técnico. São mais de 50 títulos à

disposição de profissionais que buscam

aperfeiçoamento ou uma nova profissão. Para

2011, a unidade passa a oferecer mais

uma opção, o curso de Refrigeração.

SENAI EM NÚMEROS

ALUNOS FORMADOS EM 2010

• Curso de Formação Inicial

e Continuada: 6.093

• Curso de Aprendizagem

Industrial - Ferramenteiro de Corte,

Dobra e Repuxo: 27

• Curso de Aprendizagem

Industrial - Marceneiro: 06

• Curso de Aprendizagem

Industrial - Mecânico

Automobilístico: 29

• Curso de Aprendizagem

Industrial - Mecânico de

Usinagem: 83

• Curso de Aprendizagem

Industrial - Mecânico de

Manutenção de Teares Circulares

- SENAI - Lupo: 27

• Curso Técnico de

Eletroeletrônica: 47

No último ano, a unidade de Araraquara

recebeu novos equipamentos para a

modernização das suas oficinas


Parceria

BENEMED PASSA A ATENDER A

REDE PATREZÃO DE SUPERMERCADOS

Desde o primeiro dia de

março, os colaboradores do

Patrezão Supermercados já

têm toda assistência médicohospitalar

da Beneficência

Portuguesa de Araraquara,

através do seu plano de

saúde BENEMED.

Geraldo Patreze ao lado do irmão Roberto e do gerente

de Recursos Humanos, Hélio Fúlvio Ferreira,

exibe contrato assinado com a BENEMED

O Presidente da BENEMED, Fábio Santiago,

fez uma narrativa sobre o notável desempenho

dos irmãos Roberto e Geraldo Patreze

no comércio da cidade

Negócio fechado. Foi assim a finalização

dos entendimentos entre as diretorias

da BENEMED e do Patrezão Supermercados

no começo de fevereiro, para

atendimento na área de Saúde aos 1.400 colaboradores

da rede. Dentro de dois meses,

esse número deve subir para quase 2

mil funcionários, pois será inaugurada mais

uma unidade do Patrezão: na avenida

Maurício Galli, atendendo a região do

Imperador e bairros próximos.

Por ocasião do ato de assinatura do contrato,

o presidente da BENEMED e Beneficência

Portuguesa, Fábio Donato Gomes

Santiago, destacou que a escolha da

BENEMED pelo Patrezão representa um

aval e um reconhecimento ao trabalho que

a administração do plano vem realizando.

Geraldo Patreze argumentou que neste

ano a empresa conseguiu oferecer um plano

de saúde de qualidade e seguro de vida

aos colaboradores: “Estamos orgulhosos

com a expansão das nossas atividades, tendo

ao nosso lado, parceiros que expiram

confiança e segurança”.

Após a assinatura do contrato, um momento histórico para as duas empresas

Colaboradores do Patrezão posam para a foto após a assinatura do contrato


Ao contratar o Plano Empresarial Benemed

o empreendedor e os seus colaboradores passam a contar com

produtos e serviços inovadores, profissionais altamente

qualificados e a credibilidade de uma das

marcas mas fortes do país.


Crédito

PARCERIA PARA APOIAR

EMPREENDEDORES

O Sindicato do Comércio e a

Caixa Federal formalizam

convênio vantajoso para os

empreendedores que são

associados da entidade.

Os sócios do SINCOMÉRCIO já podem

se beneficiar do convênio firmado em

fevereiro entre a entidade e a Caixa Econômica

Federal, que tem como objetivo a

prestação de apoio creditício aos profissionais

vinculados ao sindicato, por meio

de financiamento para utilização de forma

livre, com garantia real imobiliária.

Trata-se do Crédito Aporte CAIXA,

que oferece crédito pessoal sem destinação

específica, aceitando, como garantia,

um imóvel. O produto também é conhecido

no mercado como home equity, refinanciamento

de imóveis ou SDE - sem destinação

específica.

Com taxas de juros a partir de 1,35%

a.m. mais TR, prazo de até 10 anos para pagar

e concessão de crédito de até 70% do

valor do imóvel dado como garantia, o Crédito

Aporte CAIXA ocupa lugar de destaque

nas opções de crédito.

De acordo com o gerente de atendimento

Pessoa Física da CAIXA, Eduardo

Guerrero, as principais vantagens para os

associados são atendimento personalizado,

taxa de juros reduzida e uma maior agilidade

na contratação.

Para poder usufruir de todos os serviços

do convênio, o associado deverá ser

apresentado à CAIXA pelo sindicato. No

caso de contratação do empréstimo, após a

aprovação do crédito, o associado que ainda

não for cliente Caixa, terá que se tornar

correntista do banco.

FINANCIAMENTO

O convênio para a concessão do Crédito

Aporte CAIXA prevê também facilidades

importantes para financiamentos.

A quota de financiamento corresponde

até 50% do valor de avaliação do imóvel

efetuado pela CAIXA, limitada à quota

aprovada pela avaliação de crédito, efetuada

pelo banco.

Os sócios interessados em obter as vantagens

do convênio poderão procurar os gerentes

da CAIXA na agência da Avenida

Brasil, além disso, em algumas quintasfeiras

haverá agendas específicas de atendimento

aos associados pelos gerentes na

sede do Sindicato.

Segundo o presidente do SINCO-

MÉRCIO, Antonio Deliza Neto, esta parceria

faz parte da política de incremento de

negócios que a diretoria propõe aos associados.

“Nosso objetivo é procurar parceiros

fortes, possibilitando assim, abrir um

leque de oportunidades ao pequeno varejista,

aproveitando o bom momento da economia.

A Operação Crédito Aporte

CAIXA é apenas um instrumento onde o

varejista pode incrementar seus negócios,

o contato com a instituição é que é o maior

benefício que o associado pode ter. Outras

linhas de crédito poderão ser utilizadas.

Agora é hora de prospectar negócios e empreender”,

finaliza.

Os gerentes da CAIXA: Rogério Biaggioni

(pessoa jurídica); Ronan Kenji (pessoa

jurídica); Edson Janotti (gerente geral)

e Eduardo Guerrero (pessoa física)

Antonio Deliza Neto busca facilidades para

os associados do SINCOMÉRCIO e essa é

uma das iniciativas para fortalecer o

vínculo da Caixa com a entidade


Carnaval

A CARA DA

FOLIA

Confete, serpentinas e

fantasias originais sempre

fizeram parte do Carnaval.

Para agregar ainda mais

irreverência à festa, máscaras

de políticos têm sido um dos

artigos mais procurados

pelos foliões nesta

temporada.

Neste mês a alegria do brasileiro fica

por conta do carnaval. A festa dos foliões

sempre rende bons resultados para empresários

de diversos setores da economia. Turismo,

hotelaria, alimentação são alguns

dos mais beneficiados. Entretanto, para a

festa ser completa, a população busca acessórios

que garantam a diversão, como fantasias,

máscaras, confetes, serpentinas e espumas.

No Depósito Astro a procura por adereços

para o carnaval foi grande. Segundo

Adriana Crescenzio, a maioria das vendas

recaí sobre confetes e serpentinas. “Os

acessórios para animar a folia são os mais

procurados. As fantasias deixaram de chamar

tanta a atenção atualmente, já que não

existem mais tantos blocos ou bailes de carnaval”,

explica.

A mesma situação é relatada por outra

comerciante da cidade, Najla Abi Rached,

A máscara do

Tiririca em nossa

cidade pode ser

encontrada no Astro

da Bon Ton Fantasias e Presentes. “O carnaval

de rua com blocos não existe mais”.

Ela comenta que quando existe procura

por fantasias são para crianças e pessoas

de cidades vizinhas que ainda preservam

blocos e carnaval de rua.

TIRIRICA E DILMA

Nos últimos anos, as máscaras com rostos

de personalidades têm agradado muito

aos foliões. Em 2010, o grande homenageado

foi o presidente norte-americano Barack

Obama, já em 2011, dois rostos formam

“a cara do Carnaval”: a presidente

Dilma Roussef e o deputado federal Tiririca.

De acordo com dados de uma empresa

carioca fabricante das peças, mais de 10

mil máscaras foram produzidas com o rosto

do palhaço. Com isso, o deputado, além

de campeão de votos nas últimas eleições,

também é campeão de vendas. Só que o líder

em vendas ainda é o ex-presidente Lula:

30 mil unidades, em 8 anos, reproduzindo

o seu rosto.

Com o fim dos grandes bailes e blocos de

carnaval de rua em Araraquara, as lojas

especializadas afirmam que os acessórios

como espumas, confetes e serpentinas

ainda lideram as vendas

A comerciante Najla Abi Rached em ritmo de

folião comenta que a procura por fantasias

infantis é grande por causa das festas

nas escolas


sindicatoruralararaquara.com.br

sind_rural@uol.com.br

ARARAQUARA

Informações:

Av. Feijó, 87

3336 7547

O cafeicultor

Antonio José de Oliveira Costa,

em sua fazenda em Dois Córregos

A BOLA DA VEZ

Antonio José de Oliveira Costa apostou em um novo

modelo de cultivo do café, e acertou. Com 200 mil pés

de café e um faturamento de R$ 16 mil por hectare,

o cafeicultor prevê bons anos à frente e dá uma bela

dica ao produtor de Araraquara.

Na vizinha Dois Córregos encontra-se

um belo exemplo de sucesso na cafeicultura.

A região em que está localizada a cidade

tem uma história pautada no cultivo dessa

cultura, mas uma fazenda, em especial,

tem algo a mais na sua trajetória.

A Fazenda Lyra foi dividida após o falecimento

de seu proprietário entre suas

duas filhas. Maria José Mattos de Oliveira

Costa foi beneficiada com uma grande extensão

de terra, porém desprovida da infraestrutura

e de qualquer plantação já existente.

Contudo, essa foi a oportunidade para

Maria e seu marido, o advogado e administrador

de empresas Antonio José de Oliveira

Costa implantarem um novo modelo

de agricultura cafeeira.

Antonio esteve por muitos anos acompanhando

o sogro que era um grande cafeicultor,

nesse período, aprendeu muito

sobre produzir e negociar o produto, somado

a isso sua formação acadêmica e a farta

experiência em administração que o gabaritavam

a alcançar o sucesso. A propriedade

herdada em Dois Córregos era o local

ideal para empreender.

Em 1998, Antonio escolheu o modelo

“café adensado mecanizado”, o nome por

si só explica a técnica: adensado porque se

deve chegar a uma densidade entre 4 mil a

5 mil plantas por hectare e mecanizado porque

deve-se mecanizar todo o processo, do

início ao fim.

O café é adensado na linha e com ruas

livres para possibilitar a passagem das máquinas.

O espaçamento inicial de 3,5 metros

por 0,65 cm permite esse trânsito. A in-


SINDICATO RURAL

Antonio também deixou registrado no

livro O Poder da Agricultura Empresarial,

da editora Saraiva, todos os passos para o

sucesso do modelo “café adensado mecanizado”.

O cafeicultor e empresário acredita

que nos próximos quatro anos, o café será

uma das atividades agrícolas mais produtivas

e rentáveis, pois, hoje, o faturamento

está em torno de R$16 mil por hectare. “A

porta parece estar aberta para uma nova fase

de expansão da cafeicultura brasileira.

Quem quiser participar que se prepare,

mas venha disposto a adotar técnicas modernas

e, principalmente, uma visão empresarial

do negócio”, comenta o cafeicultor.

Mário Porto, coordenador do Senar Araraquara entre Roberto, administrador da fazenda,

e Antônio José de Oliveira Costa, um empresário que apostou na cultura do café.

tensa mecanização é fundamental para o

sucesso desse modelo. “A mecanização é

imprescindível para reduzir custos e conseguir

aplicar defensivos e fertilizantes na

hora adequada” comenta Antonio.

Na fazenda existem quatro variedades

de café: Catuaí Amarelo, Mundo Novo,

Obatã e Catucaí em uma área de 49 hectares

com café e outra com 170 hectares com

cana-de-açúcar. O café tem produzido nos

últimos quatro anos, uma média de 44 sacos

limpos beneficiados por hectare. Em

2010, a produção bateu 2.490 sacos beneficiados

e a estimativa para 2011 é de

1.500 sacos ou mais. Apesar da queda no

número, o cafeicultor considera que será

um bom resultado, já que historicamente o

ciclo do café rende anos de boas colheitas

intercaladas.

Antonio atribui a alta produtividade do

seu negócio aos seguintes fatores: modelo

altamente produtivo em razão do adensamento;

os defensivos impedem as pragas;

linhagens muito boas, escolhidas com muito

cuidado e irrigação por gotejamento nas

plantações novas.

POR QUE NÃO EM

ARARAQUARA?

O sucesso que Antonio José conquistou

produzindo café em Dois Córregos pode

se repetir em Araraquara. Segundo o cafeicultor,

as condições de clima, altitude e

solo em nossa cidade são semelhantes.

“Acredito que o produtor que estiver interessado

em investir no café em Araraquara

terá sucesso com certeza”, comenta. Uma

dica valiosa é buscar a inovação, manterse

atualizado e conhecer as novas tecnologias

e técnicas.

Plantação de café no modelo

“adensado mecanizado”

Cursos para março

Aplicação de Agrotóxicos com

Pulverização Costal Manual

Períodos:

17/03/2011 até 19/03/2011

22/03/2011 até 24/03/2011

31/03/2011 até 02/04/2011

Local: Usina Santa Cruz

Eletricista

Instalações Elétricas em

baixa tensão

Período:

07/03/2011 até 11/03/2011

Local: Boa Esperança do Sul

REALIZAÇÕES:

Coordenador Senar/SP Araraquara:

Mário Roberto Porto


Cidade

NOITE DE FESTA

DA

SABSA

Considerada modelo para

outras sociedades de bairro,

a SABSA mantém o perfil de

estar à frente dos casos que

envolvem o Santa Angelina

e se agiganta na defesa das

causas sociais.

Os melhores alunos de 2010

Há quase 35 anos, a SABSA vem realizando,

nesta época, suas assembleias gerais

extraordinárias festivas, para posse da Diretoria

Executiva e Comissão Fiscal, ou para

posse dos membros do Conselho Deliberativo,

sempre em anos alternados. É também

uma noite de grande confraternização, de felicidade

para os familiares e os melhores alunos

homenageados, das escolas do bairro,

de reconhecimento e homenagem às personalidades,

profissionais, voluntários, empresários

que se destacam em diversos setores

da vida da comunidade.

Na ocasião, a presidente Maria Ignêz

Balducci Nayme ressaltou que nos 36

anos completados pela SABSA (5 de dezembro

de 2010), a força do trabalho voluntário

foi a principal razão de ser de sua

existência e desenvolvimento.

Em poucas palavras, disse ela, definimos

o trabalho voluntário como uma atividade

associada à educação, à cultura, à formação

pessoal, à maneira como cada um vê

o outro, à comunidade, o lugar em que vive,

o sentido de solidariedade, de fraternidade,

de amor ao próximo. O voluntariado, completou

a presidente, é que faz a qualidade do

serviço social crescer e se desenvolver, como

também o civismo, a educação, a assistência

à saúde e à religião. A SABSA que

tem procurado valorizar e destacar a atuação

dos profissionais que atuam em diferentes

setores, realizou importantes homenagens

aos membros da segurança, ambiental,

militar, rodoviária, civil e dos bombeiros.

Cada setor indica alguém que, por sua atuação

em 2010 e ao longo de suas carreiras,

reuniu méritos para ser homenageado.

A presidente reeleita, Maria Ignêz deu

posse aos diretores da Diretoria Executiva

Biênio 2011/2012 e em seguida, o presidente

do Conselho Deliberativo Antônio

Roberto Borduchi empossou os membros

do Conselho Fiscal da SABSA.

Para o diretor José Carlos Porsani, a entidade

não apenas tem cumprido seu papel

de trabalhar pela comunidade do bairro como

também de reconhecer o desempenho

dos profissionais em sua área de atuação.

Fotos Adriano Carvalho

Homenagem Especial

Alcyr Azzone, Antônio Roberto Borduchi,

Maria Ignêz Balducci Nayme e José Carlos

Porsani, entregam cartão de prata ao

jornalista Ivan Roberto Peroni

Comerciante do Bairro

Secretário de Segurança Pública, Eli Schiavi

com José Carlos Lapena (comerciante do

bairro), a esposa Vera, o filho Ismael e os

netos: Miguel e Henrique

Voluntários de 2010

Andreina Pereira (4ª Série), da Escola

Estadual “José Roberto Pádua Camargo”

recebe o diploma de Maria Helena Almeida

A professora

Amélia

Cunha

Machado

com a Raissa

Lozano,

melhor aluna

da pré-escola

no Centro de

Educação e

Recreação

“Cyro Ramos”

Homenagem à voluntária Lucy Alves Correia

pelo diretor da SABSA, José Carlos Porsani

Maria Helena Almeida entrega o diploma a

Cintia Maria Duarte, da 8ª Série da

EE “João Batista de Oliveira”

Marta Borduchi homenageia alunos do

Centro Comunitário da SABSA: Tamara

Gonçalves e Luís Felipe Camargo

Voluntários da SABSA Domingos Simioni e

Pedro Guindo são homenageados pela

presidente Maria Ignêz Balducci Nayme


Personalidade de 2010

Sgt. Adalberto Francischini com diploma

entregue por José Carlos Porsani, da

SABSA, e o Cap. Fábio Ricardo

Homenagem ao Guarda Municipal, Acácio

Boldi através do diretor Ariovaldo Correia

da SABSA e Carlos Augusto Amorim

Cabo Ricardo Camargo recebeu do seu

comandante Cap. Márcio Simplicio, o

diploma de honra ao mérito da SABSA

Sebastião Bezerra (SABSA), Sgt. Mário

Tozetti (homenageado), bombeiro Wilson

e o comandante Cap. Cássio Amaral

A policial feminina (Reserva) Sandra Jericó,

recebe o diploma do Capitão Henrique

Jurisato e Rosana Coelho (FISA)


O sócio do Araraquarense

deve se orgulhar do clube

que tem. Enquanto muitas

agremiações sucumbem, o

Clube se mantém em fase de

expansão permanente,

reflexo das boas diretorias

que sempre possuiu. Após

um período de obras que

foram revitalizadas e que

deram novo visual ao clube,

seu presidente Alder Bedran

anuncia que mais R$ 380 mil

serão aplicados em novas

obras, ainda neste semestre.

Capa

Um convite para conviver com

o que há de melhor em lazer na cidade

MEU CLUBE, MEU PARAÍSO!

A impressão inicial para os associados

que acessam o Clube Araraquarense é de

muita paz. Contudo, esse apego banhado

pelo verde vai muito mais além. É uma

questão de orgulho que o sócio tem em participar

das atividades sociais, esportivas e

culturais de um clube que apesar de ter 129

anos, possui traços de modernidade.

A alegria toma conta do clube

Marcado por fatos

que fortalecem

sua trajetória, o Clube

Araraquarense passou

a ser, até mesmo

por uma questão de

estratégia, desde o começo

do ano 2000,

uma entidade diferenciada.

Daí seu

crescimento, o envolvimento

mais direto

com a sociedade e

a forma convidativa

de promovê-lo como clube que motiva as

famílias a se encontrarem para o fortalecimento

da amizade, uma das técnicas importantes

para a valorização do seu patrimônio.

Tudo tem dado certo, diz de maneira

otimista e orgulhosa o médico Alder Bedran,

que está há apenas dois anos na presidência

do clube que conta com um universo

de 7.500 frequentadores, entre associados

e dependentes.

Bedran considera que essa é uma das

razões que faz do Araraquarense um clube

diferente: “Enquanto tantos outros clubes

vivem situações dramáticas para manter

suas portas abertas, o Clube Araraquarense

já realizou grandes obras nos últimos

anos e ainda deverá aplicar R$ 380 mil que

tem em disponibilidade para dar continuidade

à revitalização iniciada praticamente

a partir da compra do Estádio Municipal,

em uma negociação com a Prefeitura. A

Sentir orgulho do clube e do

espaço maravilhoso que tem

partir daí o clube passou a escrever uma nova

história em sua longa jornada, afirma o

presidente.

“Quando da possibilidade real de acontecer

a transação, em 2005, com a Prefeitura

Municipal, na gestão do prefeito Edinho

Silva e do presidente Renato Haddad,

houve uma movimentação sem igual e os

A reinstalação do toboágua, uma exigência

dos sócios, garantindo a preservação

dos investimentos feitos

As crianças também se divertem aqui


associados resolveram que sim, o clube deveria

concretizar a compra”, recorda Bedran.

Foi, segundo ele, depois da fundação,

o ato mais importante da história da

associação.

Essa demonstração de união e força é

que torna o clube grande e consolidado,

administrado de forma responsável, crescendo,

valorizando o patrimônio e permitindo

que os associados possam sentir orgulho

da agremiação que têm, convivendo

com seus familiares em um verdadeiro paraíso:

“O clube sempre foi dirigido por

bons diretores; isso é inegável. Cada um

foi importante dentro da sua época, seu

tempo. O nosso caso, no entanto, está sendo

diferente; assumimos a presidência para

revitalizar o clube em função da compra

do Estádio Municipal. Era um período de

transição e de mudanças de comportamento,

já que o associado teria que se conscientizar

sobre a nova forma de convivência

com o novo espaço”, justifica Alder Bedran.

Com a aproximação das eleições (20

de março, domingo) para escolha da nova

diretoria, Alder Bedran não apenas convida

o associado para participar do processo,

como também se sente seguro em saber

que cumpriu com dignidade e respeito a

missão que lhe foi dada: “É um clube equilibrado

financeiramente, com patrimônio

altamente valorizado e disposto a enfrentar

uma nova série de melhoramentos com

os R$ 380 mil aplicados, somente no primeiro

semestre”, conclui o presidente, convidado

pelos associados para continuar na

presidência e cumprir seu segundo mandato.

Essa missão já encontra um importante

apoio: Alder Bedran está aposentado de

algumas funções que vinha exercendo como

profissional da medicina em alguns órgãos:

“Vou me dedicar ainda mais à presidência

e às exigências que o cargo requer”,

conclui Bedran, conceituado profissional

da área médica em nossa cidade

e região.

OBRAS QUE MARCAM OS 129 ANOS DO CLUBE ARARAQUARENSE

Com um patrimônio extraordinariamente valorizado, o Clube se dá ao luxo de mostrar

o que foi feito nos últimos anos e anunciar novos investimentos.

Salão de festas com o antigo forro

As paredes laterais foram pintadas

Shows que marcaram época

Hoje um novo forro e o salão remodelado

Os grandes bailes e o fluxo de sócios

Turma da dança se valendo do aconchego

Colocação de bloquetes no estádio

As canchas de bochas para os sócios

Pilates: com modernos

aparelhos

Fábio Júnior, contratado pelo clube para o

Baile das Mães; na Festa Julina, o show de

Sérgio Reis já está acertado

Reformas nas

quadras de tênis


A diretoria da ACIA cumprimenta os aniversariantes de março

DATA NOME EMPRESA DATA NOME EMPRESA

01/03

01/03

01/03

01/03

01/03

01/03

01/03

02/03

02/03

02/03

02/03

03/03

03/03

03/03

03/03

03/03

03/03

03/03

04/03

04/03

04/03

04/03

04/03

04/03

04/03

05/03

05/03

05/03

06/03

06/03

06/03

06/03

07/03

07/03

07/03

07/03

07/03

08/03

08/03

08/03

08/03

08/03

09/03

09/03

09/03

09/03

10/03

10/03

11/03

11/03

11/03

11/03

12/03

12/03

12/03

12/03

12/03

12/03

12/03

12/03

12/03

13/03

13/03

13/03

Rubens Marin

Silvino Vallandro

Mônica Abed Zaher

Ageu Alves Siqueira

Mary Silvia Delboni Salvanhini

Nivaldo da Silva Dalperio

Francisco César Belenelli

Judith Mildred Balcom Simões

Antônio Vicente Marques da Silva

Fabiano José de Carvalho

Marlinda Merlos de Andrade

Silvio Luiz Silveira

José Enoque Ferreira Neto

Paulo Henrique Sávio

Márcia Levada Peres

Tereza Alice Vaz Barbieri

Gina Márcia Ciomino Souza

Jayr Gonçalves da Silva Júnior

Ninira Leal Basaglia

João Luiz Ferreira

Luciano A. Brondino

Danglares Duarte

Luciana Barbieri Boralli Rossi

Lucilene Milani Bezerra

Luciane Aparecida Teruel

Adriano Falcão Sacco

Márcio Pereira de Souza

Eva Aparecida S. Lusnick

Edson Luis Cassaut

Fátima Jardim de Oliveira Januário

Fernando Tadeu Refuglia

Sérgio de Oliveira

Dorival Rodrigues

Pedro Luis Cezarino

Santo Petroni

Evelen Aparecida Luchesi

Antônio Carlos de Freitas

Carlos Alberto Dahab

Mário Rodella

Antônio Affonso Dias do Nascimento

Maurício Zangrando Nogueira

Celso Romão

Francisco Logatti Filho

Fátima Aparecida Fogaça Larocca

Dila Maria Macedo Costa

Iraci Rosa Oliveira Dias

Roberto Carlos de Almeida

Tiago Rigolin

Roberta Helena Biasotti De Moura

José Geraldo Prandi

José Luis Pinheiro Thomas

Cleonice Ferreira da Rosa Pereira

João Martinucci

Pedro Paulo Ferrenha

Valdemir Batosto

Felipe Affonso Giansante

Fábio Costa Morvillo

Marco Antônio Dall’Acqua

Ana Luiza Vieira

Sebastião Gouveia de Oliveira

Andreza Ramos da Silva

Flávio Flório Corvello

Marcelo Deidvits

Antônio Carlos Braga Júnior

Cardans Pegaso

Estrela do Sul

COC Araraquara/Objetivo Junior

Brasil Veículos

Restaura Jeans / Barra Cia

NSD Informática

Merca Frios

R. Simões Produções Vídeo e Foto

Refrigeração Marques

Protecni Equipamentos

Premier Eventos

Dinatec

Central Cópias

Sávio Madeiras

Engefer Ferramentas

Condomínio Edifício Domingos Barbieri

Mimosa - GMP

Monar

Farmacotécnica

Detroit

Eletrônica Celibron

Transportadora Duarte

Massas Dom Lucciano

Imagem Luminosos

Hidráulica Teruel

Banco do Brasil

Nova Calçados e Confecções

Bazar Maca de Ouro

Tabajaras Peças e Acessórios

Supermercado Selmi Dey

Lika Bijouterias e Presentes

Unifer

Gráfica Esperança

Bar e Mercearia Eldorado

Sanel Auto Mecânica

Luchesi Artesanato

Kanto do Sol Moda Praia

Kibelanche

Droganova Araraquara

Nascimento Materiais para Construção

Clínica Cardiológica Integrada

Oxiara

Logatti

Bar das Pedras

Degraus Andaimes & Máquinas

Foto Dias

Ideal Elevadores

A.T.M Comercial

Minas Queijos

Ohms Eletrificação

Construvem Comercial

Oxi

Arafor

Nene & Vidroara

Zirascar - Auto Mecânica

Agropecuária Affonso Giansante

Biagio

Irmãos Dall’Acqua

Marcenaria de Conti

Mercadinho e Comércio de Gas Gouveia

Marrie Modas

Supermercado Cristal

Lavanderia Requinte

Drogaria São José

14/03

14/03

14/03

15/03

15/03

15/03

15/03

16/03

16/03

16/03

16/03

16/03

17/03

17/03

17/03

17/03

18/03

18/03

19/03

20/03

20/03

20/03

20/03

20/03

21/03

21/03

21/03

21/03

21/03

21/03

21/03

22/03

22/03

22/03

23/03

23/03

23/03

23/03

24/03

24/03

24/03

25/03

25/03

25/03

26/03

26/03

26/03

26/03

26/03

26/03

27/03

27/03

27/03

28/03

28/03

28/03

29/03

29/03

29/03

30/03

30/03

31/03

31/03

Célia Maria Chicareli Vieira Coelho

Elaine Aparecida Zinatto

José Carlos Corrêa

Paula dos Santos da Silva

Dagmar Abadia Bizzinotto

Joel Roberto Aranha

Eduardo Antonialli Del’Acqua

Luis Carlos Zanin

André Marcos Boalin

Ana Carla Brassaroto

Adail Corrêa da Silva Filho

Gabriel Affonso Giansante Caramuru

José Luiz Alves Pinto

João Aureliano Marques da Silva

Marcos Sérgio Moreira César Júnior

Nelson Afif Cury

Inês de Freitas Alves

Andressa Amaral

Carlos Eduardo Patrocínio Rosa

Marco Antônio Fernandes de Freitas

Antônio Benite

Marcos R. J. Janasi

Joel Vieira Coelho

Álvaro Venício Iroldi

Roberto Aiello Fonari

Isabel Cristina Franchin Duarte

Jorge Aparecido Marin

Maria do Carmo Caldeira Ruffino

Paulo Henrique Jaciani Petroni

Marcus Fabiano Bernardes

Sandra Cristina T. Correêa

Luis Carlos Velludo

Álvaro Cordeiro Mendes Dias

Ana Maria Pincetta

Valdir Marques

Fernando Alves Januário

Rejane Mello de Ângelo

Paulo Roberto Batista de Souza

Luiz Antônio Carvalho

Angelita Ferreira Pires

Gislaine C. Bernardino

Luis Matheus Speretta

Wagner José Baptista

Elza Roth Julianetti

Francisco Rossi Filho

Luis Eduardo Carrascossi

Elaine C. Mariani

Walter Domingos de Prince

Assad Sabbag Júnior

Carlos Luchini Garcia

José Carlos Francisco Arruda

Candido Lopes Júnior

Roberto Mateus Vieira

Cristiano C. P. Sant'anna

Haydee Zeze Curti Brambila

Andiara Daguano Moura

Victoria Trovatti Micelli

Santina Catarina Zebine Sigolo

Cristina Fátima Pereira Martineli

Dalva Aparecida Gardini Mendes

Robson Alves dos Santos

Lourenço de Souza Matos

Silvia Aparecida Campezan Arroni

Serralheria Marcel

Activa

JCC Enrolamentos

Droga Raia

Empório Bizzinotto

Joel Roberto Aranha

Coplast

Paulista Automóveis

Aliança

Arte Tintas

Casa do Trico de Araraquara

Caramuru Construções

Vilacopos

Elétrica Santa Terezinha

Center Cimento

Usina Maringá

Alves Auto Peças

Amaral e Tita

SOS Café

Auto Eletro 7 de Setembro

Auto Posto Primavera

Anzol de Prata

Serralheria Marcel

Griffe Mania

Escritório Araraquara

Tend Ler

Cardans Pegaso

Padaria Nova Iguatemy

Sanel Auto Mecânica

Tecnoágua

Associação dos Médicos Veterinários

Escritório Araraquara

GMD Esportes

Farmácia A Therapeutica

Branamérico

Supermercado Selmi Dey

Odontocorpus

Teruel

L G

Grampir

Souza Rodrigues e Lisboa Advogados

Aragraf

Wagner Auto Peças

Metais & Cia

Francine Jóias

Chefor Auto Peças

Odontocorpus

Princar

Saneletric

Cherokee

Escritório de Despachos Nova Era

Pallas

Casa do Arroz

Móveis Rickman

Casa de Carnes Brambila

Aguia Frios

Funerária Micelli

Gráfica Alvorada

Vira Volta

Carnes Ana Teresa

Vale A Pena

Clube 22 de Agosto

Arroni Construções

Estamos colaborando

na construção de uma

grande cidade


O Leitoa & Cia instalado na

Rua São Bento, 2149,

com telefone: 3311 6746

Gastronomia

AS DELÍCIAS DO LEITOA

O restaurante especializado

em carne suína está há seis

anos agradando o paladar

dos araraquarenses com um

dos melhores cardápios da

cidade e região.

O Leitoa & Cia desde 2005, oferece à

população de Araraquara os melhores pratos

com o toque da culinária mineira; atende

todos os dias, das 11h às 15h, com delicioso

cardápio à La Carte, tendo entre as

especialidades as tradicionais: leitoa à passarinho

e a leitoa à mineira.

Outro sucesso do restaurante é o Empratado

à Mineira, chamado de o “prato feito”

do Leitoa, com arroz, feijão, couve, torresmo,

salada e mais uma carne escolhida

pelo cliente entre 15 variedades.

Em um ambiente amplo e arejado, agradável

para encontrar amigos ou fechar negócios,

é possível saborear uma refeição

com o gostinho do tempero mineiro.

Embora seja reconhecidamente uma casa

especializada em carne suína, o Leitoa oferece

ainda ótimos pratos com carne bovina,

frango e peixes. Para completar, as sobremesas

também compõem o cardápio e

fazem sucesso entre os clientes como o

curau e a pamonha.

Aqueles que não têm a oportunidade

de almoçar no restaurante, o Leitoa & Cia

oferece marmitex todos os dias, levando

até você o sabor e a qualidade de suas refeições.

O local, segundo a proprietária Fabiana

Flório Joveliano, também está apto a

receber confraternizações e eventos, pois

dispõe de toda a estrutura para acomodar

até 100 pessoas.

HISTÓRIA

O Leitoa & Cia abriu suas portas em janeiro

de 2005 sob o comando de Luiz Flório.

Trabalho e dedicação marcaram a trajetória

desse empresário. Querido por todos,

conquistou muitos amigos que procuravam

em seu restaurante boa comida e bom papo.

Em julho de 2009, Luiz faleceu. Uma perda

irreparável pelo que ele representava para a

nossa comunidade, mas o Leitoa continuou

seguindo as mesmas características por ele

implantadas, agora sob a direção de sua filha

Fabiana Flório Joveliano.

O Leitoa oferece além de excelente comida,

ambiente agradável, atendimento de

qualidade e estacionamento próprio

Fabiana segue com carinho os passos do

pai Luiz Flório, que foi um dos mais

brilhantes empreendedores da cidade


vidaempresarial

PALESTRA PARA OS

PRODUTORES DA CANA

Encontro realizado em fevereiro na

Associação dos Fornecedores de Cana

serviu para mostrar os avanços técnicos

do setor. Essa tem sido uma das

metas do presidente Luis Eugênio Arnoni

(Geninho), permitindo que os produtores

fiquem bem próximos das mudanças

que ocorrem de forma rápida

no mercado. A palestra teve o apoio da

Agrodubo Fertilizantes.

Roberto Pereira, à frente da Cacau Show

em Araraquara, já se prepara para a Páscoa

com sua enorme linha de chocolates finos

(bombons com licor, trufas e tantas

outras novidades)

Piter Barbosa (gerente comercial da

Agrodubo Fertilizantes), Agrônomo

Humberto Bombarda (Coplacana), Rogério

Carvalho Nascimento (Agrodubo) e Luis

Eugênio Arnoni (presidente da Cana Sol)

Rosa Maria e Paulo Machado ainda vivem

com alegria a lua-de-mel e paralelamente,

curtem uma grande paixão conhecida

como Ferroviária

O casal Margarida e Nelson Peres com as

filhas Leonor e Alessandra reabriram a

Confeitaria Docinho em novo endereço:

Rua José do Patrocínio, 237, Vila Xavier

ABRIL

Dia 29 de abril (sexta-feira) 20h30 à 1h

O grupo Melhor Idade realizá em parceria

com o Novo Melusa Clube, totalmente reformado

GRUPO DA MELHOR IDADE

Reserva de lugares:

Dias: 11, 18 e 25/abril

no Melusa Clube somente

às segundas-feiras,

das 20h às 21h30

Baile Noite de Outono

Local:

Melusa Clube

Traje:

Social Normal

Animação: Salão Principal

Orquestra Leopoldo de Tupã

Em homenagem ao

9º Aniversário do grupo

Animação: Área da Piscina

Românticos da Noite (Rio Claro)

INFORMAÇÕES SOBRE EVENTOS: 3336-1953 / 3336-7934 / 3332-5308


A TOYOTA POR AQUI

A Stéfani Motors, que em nossa cidade

representa a Toyota, abocanhou

uma importante fatia do mercado automobilístico

e isso se deve ao trabalho

realizado pela revenda que tem cumprido

brilhantemente as suas metas.

Seu diretor André Luiz Fontoura Candeloro,

ainda recentemente, disse que

aguarda o lançamento dos chamados

compactos da Toyota que serão fabricados

em 2012 e assim seu posicionamento

estará ainda mais fortalecido,

mesmo porque a qualidade da marca é

indiscutível.

Luis Antônio Gomes, Deusdete Martins da

Silva e Diego Vulcano, da Araquímica,

empresa que se destaca pela elevada

capacidade dos seus profissionais

Rodrigo de Carvalho fazendo parte do

sucesso que hoje o Empório Basílico

representa em nossa cidade

Artur Wormhoudt e Pedro Paulo Ferrenha

celebram mais um ano de vida da empresa:

Nene Escapamentos

Há muitos anos que a Peixaria Morada do

Sol destaca-se em seu ramo de atividades

graças ao desempenho e a experiência do

seu proprietário Agnaldo Fulco

O vice-prefeito Valter Merlos com o casal

Francieli-Juliano Nogueira ba abertura da

Oculi Óptica de Precisão, na Avenida

Bandeirantes, Parabéns e muito sucesso

Bruno Gilberti Koda, da Sensações Doces,

uma das mais famosas franquias, comemora

o sucesso que a doceria vem tendo na cidade.

Fica na Padre Duarte, n° 2643,

com telefone 3311 6254

Quem está sorrindo com as vendas do

Atacadão da Construção é o seu gerente

geral Agnaldo Ferreira Amaral.

Qualidade e bons preços são a tônica

deste sucesso.


O

ARTIGO

ÁRABES

* Luiz Carlos Bedran

panorama político nacional está

meio quieto e a oposição - se é

que existe - aguarda os 100 dias

do governo Dilma para, talvez, se manifestar.

Mas o mesmo não ocorre no âmbito

internacional, nos países árabes

do norte da África, onde há uma revolta

popular generalizada em curso contra

os governos autoritários que se

mantêm no poder há décadas.

Tudo começou porque um ambulante

na Tunísia, em protesto contra

postura do governo que o impediu de

continuar com seu negócio, imolou-se

com fogo. O presidente daquele país

caiu; depois foi a vez de Mubarak, do

Egito e agora há manifestações contra

Kadafi, na Líbia, que está na corda

bamba.

Fora as que se sucederam e sucedem

na Argélia, Jordânia, Iêmen, Bahrein,

Síria, Irã, na Cisjordânia e na Faixa

de Gaza. Por enquanto a Arábia

Saudita está quieta e o Líbano, apesar

da disputa centenária entre os próprios

libaneses, das várias facções político-religiosas,

é considerado um

país democrático. Já a Turquia, pelo

Império Otomano, que dominava toda

aquela região, perdeu seu poder na Primeira

Guerra Mundial, mas modernizou-se

e tornou-se laica com Kemal

Ataturk e, aos trancos e barrancos,

assim permanece até hoje.

Maomé difundiu sua religião e, através

dela, a língua árabe. Dividiu o mundo

entre Oriente e Ocidente, entre cristianismo

e islamismo. Não se sabe

qual das duas religiões infundiu mais

terror ou foi mais deletéria para a humanidade.

Talvez ambas.

Mas para nós que vivemos no Ocidente,

não conseguimos fugir dos preconceitos

contra os árabes, ainda

mais depois do fatídico ato terrorista

de 11 de setembro nos EUA. Mas essa

visão etnocêntrica, a da civilização ocidental,

precisa acabar.

Devemos reconhecer também a importância

da civilização árabe para a

própria humanidade. Conhecê-los melhor

para melhor entendê-los, lendo

Edward W. Said, em “Orientalismo - O

Oriente como Invenção do Ocidente”;

Amin Maalouf, em “As Cruzadas vistas

pelos Árabes”; Albert Hourani, em

“Uma História dos Povos Árabes” e

Bernard Lewis, “O Oriente Médio” entre

outros; sobre a influência dos antigos

árabes na civilização ocidental,

com o seu conhecimento da física, da

matemática, da medicina, com Alkindi,

Alfarabi, Ibn Sina (Avicena) e Ibn Ruxd

(Averróis).

Entretanto, graças ao racionalismo

ocidental, que vem desde os antigos filósofos

gregos, o conhecimento atingiu

as alturas e é isso que está causando essas

revoltas no mundo árabe, até então

sujeito ao obscurantismo políticoreligioso,

de interesse apenas de uma

elite governante que subjuga o povo e

procura deixá-lo ignorante para não se

rebelar contra o “status quo” vigente.

Graças à revolução da tecnologia

da informação, pela internet, computador,

Facebook, Twitter, celular e televisão,

aqueles povos (os jovens, principalmente)

do norte da África tiveram noção,

consciência mesmo, de que a

opressão pode ser eliminada e seus direitos

reconhecidos pelos governantes.

Mas ainda terão muitos anos pela

frente para atingir uma democracia plena,

num Estado laico, sem serem governados

por religiosos fanáticos seguidores

do Alcorão, nem leis baseadas

nele, apesar de o seguirem tradicionalmente.

A integração Oriente-Ocidente é

apenas, talvez, uma questão de pouco

tempo. A humanidade chegará num

ponto em que, como já dissera o filósofo

Bergson em 1937, ainda imperará a

democracia, na qual se reconciliariam

as duas irmãs inimigas, liberdade e

igualdade, pois, “acima de tudo, seria

colocada a fraternidade”.

* Luiz Carlos Bedran

é sociólogo, jornalista e colaborador

da Revista Comércio & Indústria

ACIA - NOVOS ASSOCIADOS EM FEVEREIRO

RAZÃO SOCIAL

Pedro Fredericci Filho Lâmpada Especiais

Sistem Gás Comércio e Serviços Ltda-Me

Bonotto Consultoria e Pesquisa Ltda

NOME FANTASIA

Mikrolux Lâmpadas Especiais

Sistem Gás

BCP Consultores

Seja nosso associado e desfrute de grandes benefícios. Informações: 3322.3633



More magazines by this user
Similar magazines