Informativo A Voz de Lourdes - Junho de 2020

avozdelourdes

Informativo da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes em Itaperuna, Diocese de Campos. Produzido pela Pastoral da Comunicação (PASCOM)

a Igreja e Pandemia

editorial p. 02

Em tempos difíceis, como anda nossa fé?

no vaticano p. 08

Papa retoma bênção do Angelus diante dos

fiéis

Mensagem do dízimo p.12


Editorial

Em tempos difíceis, como anda nossa fé?

Nos dias de hoje, em que estamos vivendo

algo inédito em nosso cotidiano, que é o

isolamento social, nossa fé se faz mais

firme e autêntica em nossa vida. Sendo a fé nosso elo

com Deus, é ela que nos faz sentir acolhidos e

protegidos na presença do Pai.

A cada dia precisamos nos alimentar da

palavra, oração e comunhão espiritual para que nos

fortifique e possamos enfrentar como cristãos e

filhos amados todas as adversidades que surgem em

nossos caminhos.

Como exemplo de Santa Rita que confiou e

esperou em Deus, não deixando nada atrapalhar seu

propósito e sendo muito oportuno no mês de Maio,

conhecido como mês mariano, temos como referência esta santa das causas impossíveis

para mantermos nossos olhos em Cristo. Observamos hoje no Brasil uma situação crítica,

que nos faz atermos a fé no impossível: a descoberta de uma vacina que nos liberte deste

vírus tão letal.

Ainda que tenhamos tantos afazeres comprimidos em nosso lar, como as atividades

domésticas, estudos, trabalhos e etc.; tudo isto é também um exercício de nossa fé,

espiritualidade e comunhão com Deus e nossos irmãos.

Estamos socialmente afastados, por motivos de saúde pública e por recomendações

dos órgãos competentes. O respeito à essa medida é necessário por amor ao próximo,

solidariedade e respeito. Porém permanecendo unidos em oração e com devoção à Virgem

Maria Santíssima vamos vencer esta batalha com o louvor e a misericórdia de Deus por

nós

Texto: Phelipe de Souza/ Imagem: Internet

Salmo 45: 2-4

Deus é o nosso refúgio e nossa força;

mostrou-se nosso amparo nas tribulações.

Por isso, a terra pode tremer nada tememos:

as próprias montanhas podem se afundar nos mares.

Ainda que as águas tumultuem e com sua fúria venham abalar os montes,

estás conosco o Senhor dos exércitos, nosso protetor é o Deus de Jacó.

02 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


Palavra do Papa

Apelo do Papa pela Amazônia: luz e força

para enfrentar a pandemia.

Ao final da oração do Regina Coeli* deste domingo (31/05), o Papa Francisco fez um

apelo especial pela Amazônia, recordando o recente Sínodo realizado no Vaticano sete

meses atrás: “Hoje, festa de Pentecostes, invoquemos o Espírito Santo para que dê luz

e força à Igreja e à sociedade na Amazônia, duramente provada pela pandemia.”

Muitos são os contagiados e os mortos, inclusive entre os povos indígenas, particularmente

vulneráveis, lamentou o Pontífice ao final da oração mariana.

“Por intercessão de Maria, Mãe da Amazônia, rezo pelos mais pobres e indefesos daquela

querida região, mas também por aqueles de todo o mundo, e faço apelo para que não falte a

ninguém assistência de saúde.”

O Papa fez um acréscimo, não previsto no texto inicial, afirmando que é preciso cuidar das

pessoas e não economizar para salvar a economia: “Cuidar das pessoas, que são mais importantes

do que a economia. Nós, pessoas, somos o templo do Espírito Santo; a economia, não.”

*Oração Regina Coeli: Em português Rainha do Céu, é um hino mariano entoado, com

relacionada oração pelos católicos durante o Tempo Pascal às 6h00, 12h00 e às 18h00,

substituindo a oração do Angelus , feita nas outras estações do ano.

03 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020

Fonte: Vatican News/ Imagem: Internet


Palavra do Bispo

Junto à novena de Pentecostes celebra-se, no Hemisfério Sul, desde 1926, a pedido do

movimento Fé e Ordem, a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos que vai, neste

ano, de 24 a 31 de maio. A reflexão foi preparada pelos cristãos de Malta com o lema

“Gentileza gera gentileza!”, fundamentado no texto de At 28,2, que narra a experiência do

naufrágio do navio que levava São Paulo preso para Roma.

Mostra as vicissitudes do navio prestes a afundar, e as reações de desespero e tumulto, a

atuação orante e corajosa de Paulo, e a decisão de abandonar o navio salvando-se todos os 276

viajantes, marinheiro!s, soldados, escravos e prisioneiros. Mas, o que é destacado foi a acolhida

alegre, cordial e gentil, da população da ilha, onde tinham chegado nadando, que os vestiu e lhes

deu alimentos, fazendo-os sentir-se em casa sem discriminação de ninguém.

O lema, casualmente, lembra a frase costumeira de José da Trino, conhecido como o profeta

Gentileza. Ela foi dita pela primeira vez depois do trágico incêndio do circo Norte Americano na

cidade de Niterói, no dia 17 de dezembro de 1961, em que morreram carbonizadas centenas de

pessoas. Esta catástrofe impactou seriamente José que, pegando seu caminhãozinho, levou duas

pipas de 100 litros para, em pequenos copos, tratar de consolar os familiares das vítimas.

Deixou sua vida de trabalho para tornar-se um andarilho da consolação e do bem,

transmitindo hospitalidade, alegria e paz a todas as pessoas. Escreveu dizeres de tolerância,

cordialidade e especialmente gentileza nas 55 pilastras do viaduto do Caju, no Rio de Janeiro.

Nestes tempos de pandemia precisamos, com a ajuda do Espírito Santo, reviver essas atitudes de

cordialidade e gentileza, espalhando ternura para todos os que sofrem, lembrando, como está no

texto dos Atos dos Apóstolos, de salvar vidas, porque toda vida tem infinito valor e é muito mais

importante que navios e bens materiais. Que o Espírito Santo nos torne mais amáveis,

compreensivos, pacientes e generosos, afastando de nosso comportamento toda rispidez,

julgamento, intolerância e intimidação. Deus seja louvado!

Texto: +Dom Roberto Francisco Ferreria Paz - Bispo Diocesano de Campos

04 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


Palavra do Padre

Maio de Maria

Qu e r i d o s

i r m ã o s ,

i r m ã s e

a m i g o s . M a r i a

merece nosso amor e

nossa admiração

porque, entre todas

a s c r i a t u r a s

humanas, foi sempre

a mais unida a Deus,

a q u e m a i s

i n t e n s a m e n t e

participava de sua

vida divina. Isso a faz

a melhor de todos

nós. Que por isso

deve servir-nos de

exemplo na procura

de Deus e na disposição ao serviço dos irmãos. Justamente porque é a

mais estreitamente unida a a Deus, ela é quem mais nos ama e mais se

interessa por nós. Continuamente intercede e pede para nós a

misericórdia de Deus. Se podemos interceder junto a Deus por nossos

irmãos, sua intercessão é ainda mais eficaz, porque é a mais santa, e

compreende muito bem nossas necessidades. Pedimos que Maria

interceda por todas mães e que sejam mulheres obedientes e oferente ao

Pai como ela foi em toda sua vida com muito amor e muita fé. Em maio e

todos os meses do ano bem que poderíamos nos lembrar mais vezes de

Maria, a Mãe de Jesus, o Filho de Deus.

Texto: Gustavo Ribeiro do Santos - Administrador Paroquial

05 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


Espaço Pastoral

Em meio à luta contra a pandemia do novo coronavírus, é de grande importância

que se discuta também a questão ambiental, com foco especial na destinação

final dos resíduos. Quando tratamos de assuntos como a presença de lixões e de

aterros controlados, estamos falando também da facilitação da propagação do vírus e da

dificuldade em se ter condições adequadas de higiene. Todo o cenário ambiental se reflete

também na saúde.

A existência de lixões a céu aberto traz problemas ainda maiores em tempos de coronavírus.

Afinal, diversos catadores que tiram seu sustento destes locais podem se contaminar com o vírus,

já que não há qualquer tipo de proteção. Em um momento em que muitas pessoas têm sofrido

dificuldades para serem atendidas no Sistema Único de Saúde, esse pode ser um problema

adicional.

Por isso se faz mais importante ainda a necessidade de ampliar a coleta seletiva em todos

os municípios brasileiros e estimular a reciclagem e a logística reversa de materiais diversos. Com

a realização desses processos, é possível reutilizar materiais como matéria-prima e evitar que

sejam descartados incorretamente na natureza.

A Pastoral da Cidadania e a Associação de Catadores de materiais recicláveis de Itaperuna,

querem ampliar a coleta seletiva em Itaperuna trocando os pontos de coleta de madeira para um

ponto de coleta de materiais mais duráveis. Atualmente estamos procuramos parceiros juntos ao

comercio local, você que quer conhecer melhor nosso projeto entre em contato conosco através

de nossa página no facebook, ou com Diácono Francelino (998741903) ou José Geraldo

(997758989).

Fonte: Autossustentável/ Imagem: Internet

06 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


Espaço kids

Fonte: Knowload

07 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


No Vaticano

Papa retoma bênção do Angelus diante dos fiéis

o

papa Francisco fez sua oração dominical pela primeira vez em três meses

diante dos fiéis reunidos na praça de São Pedro, durante a qual expressou

preocupação com os povos indígenas da Amazônia "particularmente

vulneráveis" à pandemia da covid-19.

"Hoje, festa de Pentecostes, evocamos o Espírito Santo para que dê luz e força à Igreja

e à sociedade na Amazônia, posta à dura prova pela pandemia", declarou o pontífice que

recordou o sínodo sobre a região que terminou no Vaticano há sete meses.

Antes da oração, o papa celebrou a missa de Pentecostes na basílica de São Pedro na

presença de quase 50 pessoas. No sábado, ele acompanhou a oração do rosário diante de 100

fiéis.

Desde o início do confinamento na Itália, em 10 de março, o Vaticano aplica as mesmas

regras de distanciamento físico válidas no país. O papa havia abandonado, entre outras

coisas, as orações de domingo da janela do palácio apostólico da praça de São Pedro,

substituídas por uma transmissão pela internet do interior do palácio.

A favor da flexibilização progressiva do confinamento na Itália, Francisco retomou

neste domingo a oração dominical diante dos fiéis, pouco numerosos, que foram

autorizados na semana passada a entrar novamente na praça de São Pedro.

Adaptado de: noticias.uol.com.br

08 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


Santo do mês

Maio/Junho

Santo Atanásio - 02 de maio

Atanásio nasceu em Alexandria, no Egito, em 296. No ano de 325, deu-se o I Concílio

Ecumênico, em Niceia, para definir a doutrina autêntica contra a heresia tão capciosa dos

arianos, a qual fazia de Jesus uma criatura inferior a Deus Pai. Atanásio participou do Concílio

na qualidade de assessor do seu bispo, embora fosse somente diácono na época. A atuação de

Atanásio foi primorosa tanto pela lucidez de sua doutrina quanto pela argumentação bíblica

apresentada. Faleceu reconhecido por toda a Igreja, com 77 anos. E como reconhecimento de

seu trabalho, fidelidade e fundamentais obras escritas para a Santa Igreja foi declarado Doutor

da Igreja.

Santo Ângelo - 05 de maio

Nasceu em Jerusalém, em 1185, numa família de tradição judaica. Por meio de um sonho,

converteu-se ao Cristianismo. Neste sonho, Nossa Senhora o visitou, dizendo que sua família

receberia uma grande graça: o nascimento de uma nova criança, mesmo seus pais sendo de

idade avançada. E assim aconteceu. Ângelo percebeu o chamado de Deus, e recebeu, junto com

seu irmão recém-nascido, a graça do santo Batismo.

Santo Antonino - 10 de maio

Nasceu na Itália, no ano de 1389, cujo nome de batismo era Antônio (e que ficou conhecido

como Antonino devido à sua estatura). Pertencente a uma família nobre, Antonino caminhou

para os estudos de Direito, mas devido ao forte chamado do Senhor, tomou a decisão de ser

religioso. Encontrou certa dificuldade para ingressar nos Dominicanos, mas com humildade e

perseverança superou as barreiras e expectativas, pois, por sua radicalidade na vivência do

Evangelho, tornou-se um exemplo como religioso.

São Barnabé - 11 de junho

Seu nome era José, chamado pelos apóstolos de Barnabé, que quer dizer “filho da

consolação”, embora não tenha pertencido ao grupo dos Doze Apóstolos. Nós encontramos o seu

testemunho enraizado nas Sagradas Escrituras, nos Atos dos Apóstolos 4,32ss. Barnabé

evangelizou comunitariamente, e o Espírito Santo contou com ele para que outro apóstolo

exercesse o ministério: São Paulo.

Santo Antônio - 13 de junho

Nasceu em Lisboa, no ano de 1195, e morreu nas vizinhanças da cidade de Pádua, na

Itália, em 1231, por isso é conhecido como Santo Antônio de Lisboa ou de Pádua. Em

Portugal, onde estava, Antônio conheceu a família dos Franciscanos, que não só o

encantou pelo testemunho dos mártires em Marrocos, como também o arrastou para a

vida itinerante na santa pobreza, uma vez que também queria testemunhar Jesus com

todas as forças. Santo Antônio serviu sua família franciscana através da ocupação de altos

cargos de serviço na Ordem, isto até morrer com 36 anos para esta vida e entrar para a Vida

Eterna.

Santo Irineu que, pelos seus escritos, tornou-se o mais importante dos escritores

cristãos do século II. Nascido na Ásia Menor, foi discípulo de São Policarpo, que por sua vez

conviveu diretamente com o Apóstolo São João, o Evangelista. Ao ser ordenado por São

Policarpo, Irineu foi para a França e assumiu várias funções de serviço à Igreja de Cristo (que

crescia em número de comunidades e necessidade de pastoreio).

Responsável: Nathalia Coutinho

09 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020

Santo Antônio - 13 de junho


Amados irmãos,

Agenda Paroquial

Secretaria Paroquial

De Segunda-feira à Sexta-feira de 08h às 14h.

Sábado das 08h às 12h.

Contato:

(22) 3823-1178

(22) 99726-2004

matriznossasenhoralourdes11@gmail.com

Nos encontramos também nas

redes sociais:

www.facebook.com/paroquiallourdesitaperuna

www.instagram.com/mnslourdes/

www.youtube.com/ParóquiaNossaSenhoradeLourdesItaperuna

Assista nossas lives

Santa Missa

Comunicado

Agenda Matriz

De Segunda-feira à Sexta-feira:

Terço Mariano às 18h30;

Santa Missa às 19h.

Sábado: Terço Mariano às 18h20m, Santa Missa às 19h.

Terço Mariano às 07h20m, Santa Missa às 08h;

Terço Mariano às 18h20m, Santa Missa às 19h.

Grupos de Oração

Quinta-feira: Terço dos Homens às 20h;

Sexta-feira: Grupo JUPE às 20.

Missa da Sáude

Todo dia 11 de cada mês às 19h

Adoração

Toda 1ª Sexta do mês às 18h30 e toda Quinta feira às

18h30m.

Gostaríamos de comunicar que a Paróquia Nossa Senhora de Lourdes retomará com as Missas

semanais e dominicais com a capacidade reduzida da presença de fiéis (20%), segundo o decreto

municipal de Itaperuna/RJ, Nº 6243 DE 18 DE MAIO DE 2020 que estabelece o seguinte:"(...)

XIII – Se reconhece a essencialidade das atividades realizadas pelas Entidades Religiosas, onde se

restabelece a realização de seus cultos, missas e reuniões, mediante as seguintes condições:

A) Somente será permitida a entrada e participação de no máximo 20 (vinte) pessoas a cada 100(cem)

assentos disponíveis, seguindo-se sempre esta proporção quando variar o número de assentos

disponíveis para mais ou menos, respeitando o distanciamento mínimo de 02 m (dois metros) entre

pessoas no interior do estabelecimento religioso;

B) Ficará um representante da Entidade Religiosa na porta de entrada fazendo o controle de acesso de

pessoas, além de disponibilizar máscara de proteção (para quem não a possui) e álcool em gel

antisséptico 70º;

C) Não será permitida a entrada e permanência de pessoas pertencentes a grupos de risco.(...)

Segundo dados da OMS (Organização Crédito Mundial foto: Internet da Saúde), são considerados pessoas dentro do

grupo de risco:Idosos(60anos); Diabéticos; Hipertensos; Quem tem insuficiência renal crônica; Quem

tem doença respiratória crônica e quem tem doença cardiovascular.

Informamos que nossa capacidade é de 64 assentos obedecendo ao decreto, por isso pedimos a

utilização obrigatória de máscaras e do distanciamento solicitado, desde que as pessoas não estejam

no grupo de risco. Fica claro que não é obrigatória a presença daqueles que não se sintam

confortáveis a participar das celebrações.

Expediente

Direção Geral: Padre Gustavo Ribeiro dos Santos

Edição: Pastoral da Comunicação

Projeto Gráfico e diagramação: Pastoral da Comunicação e Leonardo Portes

Colaboração: Pastoral da Comunicação, Secretaria Paroquial, Pastoral da

Cidadania, Pascom Diocese de Campos dos Goytacazes, Vatiacano News e Portal

Canção Nova.

Veiculação: Redes Sócias da PASCOM da Paróquia Nossa Semhora de

Loudes.

10 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


Aconteceu na Igreja

Aconteceu na igreja

A benção histórica

No dia 27 de março, Papa Francisco surgiu na Praça São Pedro, na Cidade do Vaticano, para dar início a

Benção Urbi et Orbi devido à pandemia do Novo Coronavírus que assola o mundo.

Na ocasião, que se fosse possível, a praça mais famosa de Roma estaria lotada de fieis, o pontífice

caminha por ela vazia. Durante suas orações o Papa ressaltou a ganancia que fez com que muitos não

acordassem para as guerras e injustiças mundiais. "Não ouvimos o grito dos pobres e do nosso planeta

gravemente enfermo", disse.

Francisco aproveitou o momento para enaltecer o serviço daqueles que cuidam do próximo: "É o tempo de

reajustar a rota da vida rumo a Ti, Senhor, e aos outros. E podemos ver tantos companheiros de viagem

exemplares, que, no medo, reagiram oferecendo a própria vida...”.

O ato do sumo pontífice foi visto como extraordinário, uma vez que não há registro semelhante na história

do Vaticano. A benção Urbi et Orbi, a Cidade (Roma) e ao Mundo, comumente é concedida na eleição de um novo

Papa, nas noites de Natal e nos Domingos de Páscoa. Apenas o Bispo de Roma, o Papa, pode rezá-la.

A cerimônia contou com a Liturgia da Palavra e a Benção do Santissímo.

Sobre a benção, Francisco disse: “Queremos responder à pandemia do vírus com a universalidade da

oração, da compaixão, da ternura. Vamos permanecer juntos. Vamos demonstrar nossa proximidade às pessoas

mais solitárias e exaustas”.

Segundo o Decreto da Penitenciária Apostólica, foi requerida as seguintes condições para ter recebido a

indulgência concedida pela benção:

- Os doentes de coronavírus, os que estão em quarentena, os profissionais de saúde e familiares que se expõem ao

risco de contágio para ajudar quem foi afetado pela Covid-19 poderão simplesmente recitar o Credo, o Pai-Nosso

e uma oração à Maria.

- Os outros poderão escolher entre várias opções: visitar o Santíssimo Sacramento ou a adoração

eucarística ou ler as Sagradas Escrituras por pelo menos meia hora, ou rezar o Terço ou a Via-Sacra,

pedindo a Deus o fim da epidemia, o alívio para os doentes e a salvação eterna daqueles a quem o Senhor

chamou para Si.

Texto: Leonardo Portes/ Imagem: Internet

11 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


Mensagem do Dízimo

E você, já se tornou um dizimista?

Na Solenidade

da Santíssima

Trindade nossa

Diocese celebra também o

Dia Diocesano do Dízimo.

Somos os únicos que

adoramos um Deus em três

pessoas: Pai, Filho e Espírito

Santo. Nosso Deus, não é

s o l i t á r i o . M u i t o p e l o

contrário: é solidário, é

família, é comunidade de

amor! E se almejamos ser

imagem e semelhança de

Deus, devemos procurar viver nesse ambiente de amor, sobretudo, na partilha fraterna, tendo a

certeza de que onde há amor, há Deus!

Assim, cada um de nós, como cristãos batizados, somos compromissados com a Igreja, de

modo que devemos ofertar a ela o nosso Dízimo!

Mesmo nesse período de pandemia do Coronavírus (COVID-19), nossa Igreja continua com a

missão de anunciar o Evangelho e de cuidar da vida dos menos favorecidos, sendo certo que isso

somente se concretiza com o auxílio do Dízimo.

Portanto, a você que ainda não é dizimista, lanço nesse momento um desafio: comece a

contribuir com o Dízimo e perceberá as maravilhas acontecendo em sua vida! Faça essa

experiência de fé! Nossa Igreja não estabelece um percentual para a contribuição. O importante é

que a entrega seja feita com o mesmo coração da pobre viúva, citada no Evangelho de São Lucas

21, 2-3.

A entrega do Dízimo poderá ser realizada de 3 (três) formas em nossa Paróquia Nossa

Senhora de Lourdes:

1º) Na Celebração da Santa Missa, nos 2º e 4º finais de semana de cada mês;

2º) Na Secretaria Paroquial, cujo horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 08 às

14 horas, e aos sábados, das 08 às 12 horas; ou

3º) Por meio de Depósito ou Transferência Bancária na Conta Corrente 29555-6, Agência 8296,

Banco Itaú, devendo a foto do comprovante da transação ser enviada para o WhatsApp da

Paróquia pelo telefone: (22) 99726-2004.

E a você que já é dizimista, o nosso muito obrigado! E que Deus continue abençoando esse

seu ato de fidelidade!

Lembre-se de que a generosidade da nossa partilha possibilita a multiplicação de milagres!

Texto: Aline da Cunha Marreiros Oliveira/ Imagem: Arquivo Pessoal

12 Informativo Paroquial A Voz de Lourdes Itaperuna - RJ - Junho 2020


Patrocinadores

Essas são as empresas que nos ajudam a

manter esse projeto. Ajude você também!

Av.Dep. Carlos P. Filho,13 - Sobreloja

Cidade Nova

Rua Pedro Alves de Oliveira,

nº 216, Lj 103.

(22) 3824-6906

(22) 997066057

Gráfica A4

Crédito foto: Internet

Crédito foto: Internet

More magazines by this user
Similar magazines