Revista Santíssima - Edição 27

webpan

Revista Santíssima - Edição 24 - Uma publicação Pascom Igreja Santíssima Virgem e padre Renatinho


AGENDA MARÇO/2020

08/03 – DOMINGO

7h - Missa em Ação de Graças pelos 25 anos de existência do Movimento das Mil Aves Marias.

das 10h às 11h - Apostolado da Oração: Reza do Santo Rosário e Visita aos Idosos do asilo São Vicente de

Paulo.

09/03 - SEGUNDA-FEIRA

das 19h às 21h - Pastoral da Saúde Encontro do Grupo de Apoio Alzheimer na sala 2.

das 19h30 às 21h30 - Escola Popular de Teologia Curso regular para leigos na sala 1.

10/03 - TERÇA-FEIRA

das 19h30 às 21h30 - Curso Oficina de Oração e Vida.

20h30 - Pastoral da Sobriedade Grupo Razão de Viver: Atendimento aos dependentes e familiares.

11/03 - QUARTA-FEIRA

das 14h às 17h - Arte com Alegria Atividades de artesanato.

das 19h30 às 21h30 - Oficinas de Oração e Vida.

13/03 - SEXTA-FEIRA

19h30 - Missa em Ação de Graças pelo 7º. Aniversário de Pontificado do papa Francisco.

das 20h30 às 21h30 - Formação para todos os pais das crianças do itinerário 2 - Tema: Eucaristia.

das 21h às 22h - Pastoral Litúrgica Momento mensal de Adoração Eucarística das equipes de Litúrgia

14/03 - SÁBADO

das 7h às 11h - Pastoral da Caridade Grupo dos Franciscanos, Missa, Recepção das famílias carentes, entrega

das sacolas.

das 10h às 11h -Pastoral da Saúde: Celebração da Palavra na Residência Primaveras (Idosos).

12h - Pastoral dos Coroinhas e Cerimoniários Servos por amor Caminhada para juventude na Praça do Carmo.

14 E 15/03 - SÁBADO E DOMINGO

Pastoral da Caridade Grupo dos Franciscanos Domingo da Caridade: Arrecadação de alimentos dos paroquianos

durantes as missas

das 10h às 11h - Apostolado da Oração Reza do Santo Rosário e Visita aos Idosos Asilo São Vicente de Paulo.

16/03 - SEGUNDA-FEIRA

das 19h30 às 21h30 - Curso Oficina de Oração e Vida .

17/03 - TERÇA-FERA

20h30 - Pastoral da Sobriedade Grupo Razão de Viver: Atendimento aos dependentes e familiares.

das 19h30 às 21h30 - Curso Oficina de Oração e Vida.

18/03 - QUARTA-FEIRA

das 14h às 17h - Arte com Alegria Atividades de artesanato.

das 19h30 às 21h30 - Oficinas de Oração e Vida.

19/03 - QUINTA-FEIRA

19h30 - Missa Solenidade de São José, esposo da Virgem Maria.

20/03 E 21/03 - SEXTA-FEIRA E SÁBADO

24 horas para o Senhor (evento diocesano).

21/03 - SÁBADO

das 14h às 15h - Pastoral de Rua Sopão Maná: Adoração Eucarística antes da preparação dos alimentos.

das 15h às 1h - Pastoral de Rua Sopão Maná - Preparação, bênção e entrega de alimentos as pessoas em

situação de rua.

das 15h às 17h - Apostolado da Oração e a Pastoral da Saúde, Visita aos enfermos Hospital São Bernardo com

Celebração da Palavra.

22/03 - DOMINGO

das 10h às 11h - Apostolado da Oração Reza do Santo Rosário e Visita aos Idosos Asilo São Vicente de Paulo.

23/03 - SEGUNDA-FEIRA

das 19h30 às 21h30 - Escola Popular de Teologia Curso regular para leigos na sala 1.

24/03 - TERÇA-FEIRA

das 20h às 21h30 - Reunião do Conselho Regional de Pastoral - Paróquia São Pedro Apóstolo.

20h30 - Pastoral da Sobriedade, Grupo Razão de Viver, Atendimento aos dependentes e familiares.

das 19h30 às 21h30 - Curso Oficina de Oração e Vida.

25/03 - QUARTA-FEIRA

das 14h às 17h - Arte com Alegria Atividades de artesanato sala 01.

19h30 - Solenidade da Anunciação do Senhor e ação de graças pela saúde – Pastoral da Saúde.

das 19h30 às 21h30 - Curso Oficina de Oração e Vida.

28/03 - SÁBADO

das 7h às 11h - Pastoral da Caridade Grupo dos Franciscanos, Missa, Recepção das famílias carentes, entrega

das sacolas.

das 8h às 12h - Pastoral Litúrgica Encontro de Espiritualidade da Semana Santa na Basílica Menor Nossa

Senhora da Boa Viagem.

29/03 - DOMINGO

das 10h às 11h - Apostolado da Oração Reza do Santo Rosário e Visita aos Idosos Casa de Idosos Residência

Primaveras.

30/03 À 04/04 - SEGUNDA-FEIRA À SÁBADO

Campanha de Doação de Sangue Santíssima Virgem

Local da coleta: Colsan-Regional São Bernardo – Rua Pedro Jacobucci, nº 440 Jd das Américas SBC – das

8h às 13h

HORÁRIOS DE MISSAS

MISSAS DOMINICAIS:

Sábado:

18h30 - Missa pelas famílias

Domingo:

07h - Missa

08h30 - Missa pelas crianças

09h - Missa celebrada na Capela do Cemitério da

Vila Euclides

10h30 - Missa pelos jovens (transmitida ao vivo

pela Santíssima TV - Youtube)

17h - Missa com interpretação de Libras (no 1º

domingo em Ação de Graças pelos Adoradores)

18h30 - Missa pelas famílias

SEGUNDA-FEIRA a SEXTA-FEIRA:

12h - Missa pelos trabalhadores (30 minutos)

19h30 - Missa diária (na 1ª sexta-feira do mês,

missa dedicada ao Sagrado Coração de Jesus)

TODA QUARTA-FEIRA:

19h30 - Missa pelas vocações (na última quartafeira

do mês, pela saúde)

TODA QUINTA-FEIRA:

19h30 - Missa por cura e libertação (transmitida ao

vivo pela Santíssima TV - Youtube)

1º e 4º SÁBADO:

8h - Missa pelas famílias assistidas pela Pastoral da

Caridade (Franciscanos)

TODO DIA 8 DE CADA MÊS (EM DIAS DE

SEMANA):

08h30, 12h e 19h30 - Missa em louvor à Nossa

Senhora

FUNCIONAMENTO DA IGREJA

Adoração ao Santíssimo Sacramento

Todos os dias: das 06h à 00h

Secretaria:

Av. Índico, 583, Jardim do Mar - SBC/SP

Fone: (11) 4330-4289

e-mails: ssvirgem@gmail.com /

santissima@diocesesa.org.br

Atendimento:

Segunda a Sexta

08h às 12h e das 14h às 18h

Sábado

08h30 às 11h e das 14h às 17h

Redes Sociais: Facebook, Instagram e Youtube:

paroquiasantissimavirgem

Twitter: ssmavirgem

EXPEDIENTE: Publicação Mensal da Paróquia Santíssima Virgem – DIREÇÃO: Padre Renato Souto. COORDENAÇÃO:

Udemia L. S. Carvalho. JORNALISTA RESPONSÁVEL: José Neves S. Filho (MTB 54.336). CONSELHO EDITORIAL:

Núcleo Revista - Pascom Santíssima. EDIÇÃO: Tom Lima. REVISÃO: Sandra Regina Picolo e Marta Guimarães. PROJETO

GRÁFICO: DMS Editora Comunicação Integrada. DIAGRAMAÇÃO: Rodrigo Caserta e Lisley Oliveira. FOTOS: Pascom

Santíssima. CAPTAÇÃO DE RECURSOS: Sônia Maria Catalani. TIRAGEM: 5.000 exemplares.

2

Paróquia Nossa Senhora de Fátima


OUTRAS ATIVIDADES PASTORAIS

DESTAQUES

TODA SEGUNDA-FEIRA

das 19h30 às 21h30 - Escola Popular de Teologia para leigos, turma 2º Ano - sala 1.

das 19h30 às 21h30 - Terço dos Homens.

TODA 2ª SEGUNDA-FEIRA

das 19h às 21h - Reunião do Grupo de Apoio Alzheimer - Pastoral da Saúde.

TODA 3ª SEGUNDA-FEIRA

das 15h às 16h - Mães e Madrinhas Orantes pelos Sacerdotes.

TODA TERÇA-FEIRA

Grupo de Oração Santíssima Virgem (após a missa até as 22h)

20h30 - Encontro com dependentes químicos e seus familiares - Razão de Viver.

das 19h30 às 21h30 - Escola Popular de Teologia para leigos turma 1º Ano - Sala 1.

TODA QUARTA-FEIRA

das 14h às 16h30 - Grupo de Oração Imaculada Conceição.

das 14h às 17h - Grupo Arte com Alegria - Atividades de artesanato.

TODA QUINTA-FEIRA

das 19h às 22h - Ministério Infantil Jovens Sarados, Pré-Catequese com crianças de

até 5 anos durante a missa.

TODO SÁBADO

9h - Batizado.

das 17h às 19h30 - Formação de Pais e Padrinhos para o Batismo.

das 16h às 18h - CJC - Comunidade de Jovens com Cristo - Encontro do grupo com

louvor e pregação.

das 20h às 23h30 - Missão Jovens Sarados: Rosário, louvor, pregação, oração e

convivência.

TODO 1º e 3º SÁBADOS

das 15h às 16h - Visita a Enfermos - Apostolado da Oração.

TODO 2º SÁBADO

15h - Grupo CriarTe - perseverança das crianças e adolescentes.

TODO 2º e 4º SÁBADOS

das 8h às 12h - Atendimento e entrega de cestas básicas às famílias cadastradas -

Pastoral da Caridade – Grupo Franciscanos.

TERCEIRO SÁBADO

das 10h30 às 11h30 - Celebração da Palavra na Residência Primavera (Casa de Idosos).

das 16h às 17h - Pastoral da Saúde Visita aos enfermos no Hospital São Bernardo

TODO DOMINGO

das 10h às 12h - Ministério Infantil Jovens Sarados Pré-Catequese com crianças até 5

anos durante a missa

das 15h às 17h - Estudo bíblico com jovens e adultos surdos e formação de intérpretes

na linguagem de sinais.

Paróquia Nossa Senhora de Fátima 3


PALAVRA DO PADRE

EIS O TEMPO DE CONVERSÃO,

EIS O DIA DA SALVAÇÃO!

Deus deseja amorosamente a nossa conversão

Irmãos, irmãs, queridos amigos, nós cristãos, estamos

sempre na contramão da visão usual que a sociedade

propaga sobre as datas comemorativas religiosas. Para

ela e para o mercado são apenas momentos para se festejar,

divertir, dar e receber presentes. Se andarmos pelos

shoppings, supermercados e outros lugares já nos veremos

ovos de páscoa, com a figura do coelhinho. Para nós, porém,

à espera da Páscoa do Senhor é muito mais complexa, é a

razão da nossa fé! Cristo padeceu por nós, foi cruelmente

flagelado e morto, mas conforme sua promessa, ele ressuscita

ao terceiro dia e, portanto, vive e reina para sempre.

Adoramos o único Deus vivo e verdadeiro, que deseja amorosamente

de cada um, a nossa conversão.

Estamos vivendo o tempo Litúrgico da

Quaresma, no qual somos convidados a enfrentar

o deserto pessoal. Você poderia questionar: o que

significa viver o deserto? Jesus em certa ocasião

explicou aos apóstolos: “Ao contrário, aquilo

que sai da boca, provém do coração, e é isso o

que mancha o homem. Porque é do coração que

provem os maus pensamentos...” (Mt 15, 18-

19a). Não podemos negar que em nós habita

também o desejo de realizar coisas que não

agradam a Deus e que muitas vezes também fere

nossos irmãos. Quando agimos sem pensar e nos

esforçamos somente para realizar todos os desejos

que habitam em nossos corações, acabamos nos

tornando reféns do nosso ego.

Viver a Quaresma é viver o deserto pessoal, é

enfrentar a nós mesmos por meio da escuta atenta

da palavra de Deus, e assim ser capaz de dominar

nossas emoções, de praticar o bem e amar uns

aos outros. É preciso nutrir em nós a capacidade

do arrependimento, sem o qual nenhuma ação

caritativa terá sentido cristão. São Paulo nos

ensina: “Não faço o bem que quereria, mas o mal

que não quero. Ora, se faço o que não quero, já

não sou eu que faço, mas sim o pecado que em

mim habita” (Rm 7,19-20). Sem o arrependimento

somos incapazes de amar a Deus acima de todas as

coisas e de nada nos valerá praticar boas ações de

caridade, intensificar as orações e realizar jejuns.

Permita-se ser alcançado pelo Amor de Jesus,

volte-se para ele, não desanime na busca pela

conversão. Ela acontece diariamente. Olhe para dentro de

você, esforce-se para ser a sua melhor versão atualizada.

A Quaresma é o tempo favorável para a conversão, é o

tempo de voltar-se para Jesus e tornar-se um novo homem

ou uma nova mulher em Cristo!

Deus abençoe a todos e uma santa Quaresma!

Padre Renato Souto

FLORES & DECORAÇÕES

Casamentos e Festas

Bouquets e Decorações

Floricultura

Vasos, Flores Frescas e Arranjos

4123-6948 / 4122-1042 - Rua Pacífico, 90 - Jd. do Mar - SBC

4122-1408 / 4125-4141 - Pç. da Saudade s/n Box- 4 - Jd. do Mar - SBC

n-okumura@uol.com.br • www.okumuraflores.com.br

4

Paróquia Nossa Senhora de Fátima


TOTUS TUUS MARIE

O QUE SIGNIFICA SER

CONSAGRADO À MARIA?

”Conquistar o mundo inteiro a Cristo pela imaculada”

Por Sandra R. Pícolo - Professora Universitária

O

que significa ser consagrado?

Desde antes da nossa

concepção, somos consagrados,

separados para

Deus e é essa a razão de existirmos.

Desde os primeiros séculos da Igreja

há a consagração de amor a Jesus

por meio de Maria, cooperadora

no plano da salvação. Ao longo do

tempo, muitas fórmulas e orações

à Santíssima Virgem foram criadas

pelos santos, os quais escreveram

sobre ela e a sua importância para

a Igreja e para a vida dos cristãos.

A consagração a ela não é uma

simples devoção. São Maximiliano

Kolbe afirma categoricamente: “Quem quiser entender o

mistério de Maria Imaculada, peça de joelho ao Espírito

Santo”. A intervenção do Espírito Santo é necessária porque

a figura de Maria na Igreja e na história vai muito além

da nossa capacidade humana de entender. Por ela, Deus se

fez homem, embora Filho de Deus e tudo isto por vontade

do Pai e por meio do Santo Espírito. Para Maximiliano

Kolbe, viver a consagração a Nossa Senhora foi uma caminhada

entre o amor doado e o amor sacrificado. Ele dedicou

sua vida neste ideal de amor: “Conquistar o mundo

inteiro a Cristo pela imaculada”.

São Maximiliano Kolbe, chamado Cavaleiro da Imaculada,

teve uma visão de Nossa Senhora aos dez anos de

idade, quando, querendo saber o que seria dele, a Mãe de

Deus apareceu, trazendo em suas mãos uma coroa branca

(castidade) e outra vermelha (martírio) e, sorrindo, perguntou

qual delas ele escolheria. Raimundo, este era o seu

nome, escolheu as duas. Grande alma, durante toda a sua

vida, colocou-se a serviço da fé. O exemplo de São Maximiliano

Kolbe convida-nos a uma entrega total a Jesus

por Maria, o que significa consagrar-se a Ela. Foi frei Sebastião

Benito Quaglio quem trouxe esta consagração ao

Brasil pela Milícia da Imaculada. Em nossa paróquia, é a

consagração que fazemos ao término das missas.

A pessoa consagrada deve usar a Medalha Milagrosa,

ser um católico autêntico, rezar com devoção o rosário e

renovar diariamente o ato de consagração. Além disso,

deve pôr-se a serviço da sua comunidade e viver os ensinamentos

do Evangelho, promovendo o amor à vida e amando

o seu próximo como a si mesmo, conforme a Palavra

do Senhor. A consagração à Maria, portanto, é um convite

para todos, é um ato livre, aceito e vivido como um dom.

Em breve poderá fazer esta experiência aqui mesmo

em nossa paróquia.

CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA:

Virgem Imaculada! Minha Mãe Maria!

Eu renovo hoje e sempre,

a consagração de todo o meu ser,

para que disponhais de mim para o bem de todos.

Somente peço que eu possa,

minha Rainha e Mãe da Igreja,

cooperar fielmente com a vossa missão

de construir o Reino de vosso Filho Jesus no mundo.

Para isso, vos ofereço minhas orações, sacrifícios e ações.

“Ó Maria concebida sem pecado,

rogai por nós que recorremos a vós

e por todos quantos não recorrem a vós,

especialmente pelos inimigos da Santa Igreja

e por todos quantos são a vós recomendados.”

Fonte

https://www.arautos.org/secoes/artigos/especiais/sao-maximiliano-maria-kolbe-o-cavaleiro-da-imaculada-2-143506

https://www.gaudiumpress.org/content/97239--Santidade-por-meio-de-Maria--ou-Sao-

-Maximiliano-Maria-Kolbe--Cavaleiro-da-Imaculada-

https://www.miliciadaimaculada.org.br/noticias/igreja/como-se-consagrar-a-nossa-senho-

ra-na-mi-segundo-o-metodo-de-sao-maximiliano-kolbe

Paróquia Nossa Senhora de Fátima 5


IGREJA NO MUNDO

DIA MUNDIAL DA ORAÇÃO

A oração, para nós, é muito mais que

necessária

Por Marcia Nieblas

ODia Mundial da Oração é comemorado anualmente,

em mais de 170 países, na primeira sexta-feira

de março. Tem como principal objetivo promover

o aumento das obras missionárias, além de ajudar

na troca de experiências entre cristãos e fiéis religiosos de

todo o mundo. Surgiu no século 19 por iniciativa de um

grupo de mulheres cristãs e fortaleceu-se após a Primeira

Guerra Mundial quando tomaram consciência de que o

mundo sofria dos mesmos problemas como falta de esperança,

de temores e de insegurança pela ausência da paz.

Então, associações femininas de todo o mundo uniram-se

para criar um dia especial a fim de que pudessem orar por

todos aqueles que necessitavam.

Nossa vida deve ser marcada pela oração, assim como

a vida de Jesus tinha na oração uma ação constante, pois

sempre que julgava necessário, retirava-Se para orar. Antes

das grandes decisões da Sua vida sempre se retirava

para rezar, para exercer a comunhão que tinha com o Pai:

“Eu e o Pai somos um” (Jo 10,30).

Nossa oração é um diálogo com Deus, do nosso jeito,

uma conversa sincera, quando pedimos aconselhamento,

falamos de nossas necessidades, angústias, sofrimentos

e desilusões. Também é um momento de agradecer pelas

graças que recebemos todos os dias. Se Jesus Cristo, Deus

que é, julgava necessária a oração na intimidade com o

Pai, que diremos nós? Para nós, a oração é muito mais que

necessária, é condição para chegarmos a Deus. Devemos

orar antes de qualquer coisa, pedindo a ação do Espírito

Santo, como no batismo de Jesus: “E estando

Ele a orar, o céu se abriu, e o Espírito

Santo desceu sobre Ele, em forma corpórea,

como uma pomba; e veio do céu uma voz:

Tu és o meu filho amado; em ti ponho minha

afeição” (Lc 3,22).

Na nossa jornada, pode acontecer que,

com o acúmulo de atividades, a oração seja

deixada de lado, feita de qualquer jeito e

haja até mesmo certa apatia na oração. Nestas

horas é preciso recorrer à misericórdia

de Deus pela oração incessante. Tudo é

fruto do amor de Deus, pelo qual podemos

viver as provações, perdas e ganhos, consolações

e angústias, alegrias e tristezas. Deus

nos convida a crescer em todas e quaisquer

situações, na certeza de que Ele sempre está

conosco.

Fonte

https://formacao.cancaonova.com/atualidade/sociedade/por-que-

-foi-criado-o-dia-mundial-da-oracao/

TOTUS TUUS MARIE

A ANUNCIAÇÃO DO

SENHOR

Com certeza teve medo, mas Maria não teve

dúvidas

Por Kátia Aviles - Analista Pleno

A SOLENIDADE

DA ANUNCIAÇÃO

DO SENHOR é

celebrada no dia 25

de março e é uma das

mais belas festividades

marianas, fazendonos

recordar um fato

que mudou a história

da nossa humanidade

e que é narrada no

livro de Lucas 1,26-

38. Foi um dos fatos

mais importantes que

marcou a vida de todos os homens, pois é o anúncio da

encarnação do filho de Deus no seio de Nossa Senhora,

quando Jesus vem ao nosso mundo, fazendo-se humano

igual a todos nós. E para que essa maravilha acontecesse,

foi por meio do Sim de Maria ao Anjo Gabriel, que Deus

pôde expressar todo seu amor por nós, enviando-nos o seu

Filho Amado.

Como teria ficado o coração de Nossa Senhora ao

receber essa notícia? Com certeza teve medo, ela era

muito jovem e estava noiva de José, ou seja, ainda não

eram casados, e uma gravidez nesta situação poderia lhe

trazer muitas complicações. Chegou a questionar o Anjo,

pois ainda não conhecia homem algum (Lc 1,34) e o anjo

a acalmou dizendo: “O Espírito Santo descerá sobre ti,

e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra.

Por isso aquele que vai nascer será chamado santo, Filho

de Deus.” (Lc 1,35), e então ela não teve dúvidas sobre

o plano de Deus em sua vida e, com o coração cheio de

alegria, aceitou o convite de Deus dizendo: “Eis aqui a

serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua Palavra”

(Lc 1,38) e colocou-se à disposição, depositando toda a

sua obediência e confiança no Senhor Deus.

Diante desse fato maravilhoso, a Anunciação do

Senhor deve ser celebrada com alegria e gratidão por todos

nós. Sendo um dia de bênçãos e revelação da bondade do

amor que Deus tem por nós. E todas as vezes que rezamos

a Ave Maria, rezemos com muito amor e gratidão por Ela

ter gerado o filho de Deus.

6

Paróquia Nossa Senhora de Fátima


VIDA CONSAGRADA

Mulheres que escolheram consagrar suas vidas a Deus

Por Elisabete Carvalho - Assistente Administrativa

No dia 8 de março, quando se comemora o Dia Internacional

da Mulher, queremos contar a história

da Irmã Maurinea Santos, uma mulher de vida

consagrada. Aos doze anos sentiu o chamado vocacional.

A princípio, permaneceu com as Irmãs Auxiliares

de Nossa Senhora da Piedade que administravam o hospital

público de sua cidade natal, Lambari-MG. Depois, através

de uma amiga, hoje religiosa também, com a Congregação

das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada em São

José dos Campos-SP. Aos 16 anos ingressou no convento.

Sua consagração a Deus foi em São José dos Campos, com

a emissão dos votos religiosos em 10 de fevereiro de 1992,

que foram recebidos pelo Bispo Dom Nelson Westrupp,

scj, na ocasião bispo local.

Perguntada sobre o que foi mais radical na mudança

da sua vida, ela responde o que a própria pergunta sugere.

Mudança radical porque, quando se faz uma escolha,

deve-se viver de acordo com ela. O episódio mais difícil

foi sair da casa de seus pais e conviver com outras jovens

de diversas regiões. Sobre a não adesão de mais mulheres

à vida consagrada, ela atribui à falta de divulgação do que

é a vida consagrada. É atuante nas obras sociais. Em uma

obra caritativa para dependentes químicos, ela colabora e

procura realizar visitas. Também faz refeições (quentinhas)

para irmãos de rua, na Praça do Carmo, em Santo André.

Irmã Maurinea é uma mulher que gosta de conversar e

compartilhar a vida. Possui profunda inquietude religiosa.

Publicou seu primeiro livro “Miudezas da Vida” - Biografia

de Dom Nelson Westrupp, scj, e mais dois livros brevemente

serão publicados. Seu trabalho cotidiano é servir e cuidar

do Bispo emérito Dom Nelson Westrupp, scj, além de

acompanhá-lo em suas atividades pastorais e espirituais.

Jovem, se você sentir-se chamada por Deus, dê uma

oportunidade e conheça o trabalho maravilhoso destas mulheres

de fibra, que têm uma belíssima missão na vida.

Paróquia Nossa Senhora de Fátima

7


SÃO JOSÉ, PAI ADO

ESPOSO D

Deus lhe confiou Suas riquezas: Seu Filho Jesus e a V

Não é sem razão que a Igreja, no meio da Quaresma, tira o

roxo no dia 19 de março e coloca o branco na liturgia, para celebrar

a Solenidade de São José, esposo da Virgem Maria. São José

foi o Patriarca do Silêncio. É impressionante o silêncio profundo

da sua vida. José havia de ser o silêncio de Deus e o foi como o

véu do templo que envolve o adorável mistério da Encarnação,

a virgindade de Maria e a majestade de Jesus Cristo. O silêncio

encerra em si algo divino. Também quase toda vida humana de

Jesus esteve marcada com o silêncio. José e Maria tomaram de

Jesus este silêncio cheio de beleza e de doçura. Admirável silêncio!

O Evangelho fala pouco de sua vida, mas o exalta por ter vivido

segundo “a obediência da fé” (cf. Rm 1,5). Deus nos dá a

graça para viver pela fé (cf. Rm, 5,1.2; Hb 10,38) em todas as

circunstâncias. São José, um homem humilde e justo, “viveu pela

fé”, sem a qual “é impossível agradar a Deus” (cf. Hab 2,3; Rm

1,17; Hb 11,6). O grande doutor da Igreja Santo Agostinho compara

os outros santos às estrelas, e São José ele o compara ao Sol.

A esse grande santo Deus confiou Suas riquezas: Jesus e a Virgem

Maria. Ele foi pai verdadeiro de Jesus, não pela carne, mas pelo

coração. Protegeu o menino das mãos assassinas de Herodes e

ensinou-lhe o caminho do trabalho. Naquela rude carpintaria de

Nazaré, Jesus trabalhou até iniciar sua vida pública, mostrando-

-nos que o trabalho é redentor.

A vida exemplar desse grande santo da Igreja é exemplo para

todos nós. Num tempo de crise de autoridade paterna, na qual os

pais já não conseguem “conquistar seus filhos” e fazerem-se obedecer,

o exemplo de Jesus menino, submisso a seu pai, torna-se

urgente. Isso mostra-nos a enorme importância do pai na vida dos

filhos. São José é o modelo de pai presente e atencioso, de esposo

amoroso e fiel.

Ao falar desse santo, o Papa João Paulo II, na exortação apostólica

“Redemptoris Custos” (o protetor do Redentor), de 15 de

agosto de 1989, declarou: “Assim como cuidou com amor de Maria

e se dedicou com empenho à educação de Jesus Cristo, assim

também guarda e protege o seu Corpo Místico, a Igreja”. Celebrar

a Solenidade de São José é celebrar a santidade, a espiritualidade,

o silêncio profundo e fértil. O pai adotivo de Jesus entrou mudo

e saiu calado, mas nos deixou o Salvador pronto para começar

a Sua missão. É o servo que faz muito sem dizer nada. Ele é o

mestre da oração e da contemplação, da obediência e da fé. Com

ele aprendemos a amar a Deus e ao próximo.

Conheçamos um pouco São José.

É uma criatura singular e privilegiada! Foi o Pai adotivo de

Jesus Cristo, nosso Deus, e Esposo castíssimo de Maria, Mãe de

Deus! Desnecessário dizer mais nada. Todos os santos gloriam-se

de serem chamados servos de Deus, mas só São José foi chamado

Pai do Salvador, Pai de Jesus Cristo. Foi o José verdadeiro e legítimo

esposo de Maria, de um matrimônio perfeitamente virginal,

maravilhosamente fiel, milagroso e infinitamente fecundo. Para

8

Paróquia Nossa Senhora de Fátima


TIVO DE JESUS E

E MARIA

irgem Maria Por Tom Lima, cristão leigo, pai.

remir e salvar o mundo, Deus também quis associar a esta obra

um homem e uma mulher. José e Maria eram da mesma estirpe

de Davi, da mesma condição de pobres unidos pelo mais casto

e santo Amor, e inseparáveis, para que viesse ao mundo o Verbo

Encarnado. Para ser esposo da Mãe de Deus, que pureza e que

santidade não havia de ter São José! E se Deus o escolheu, foi

porque ele era o mais digno entre todos os homens. São José, tal

como a Virgem Maria, com o seu “sim” a Deus, no meio da noite,

preparou a chegada do Salvador. Deus Pai contou com ele e não

foi decepcionado.

José é, sem dúvida, o maior dos santos, pois recebeu de Deus

maiores graças e desempenhou a maior e mais sublime missão na

Terra: ser o pai adotivo do Filho de Deus revestido de humanidade

e esposo da Mãe de Deus. Se Deus o escolheu, certamente

comunicou-lhe em abundância graças singulares para desempenhar

tão sublimes ofícios. Depois da humanidade de Jesus e de

Maria, São José ocupa o terceiro lugar na abundância da graça

divina pela sua familiaridade e contato com Jesus Cristo.

Quanto à idade quando se casou, a grande maioria dos teólogos

afirma com fundamento, e é, realmente, a opinião mais segura,

que não era muito jovem nem muito velho, mas de idade viril

(isto é, era um varão, um homem forte) entre os trinta e quarenta

anos. Não tem fundamento a opinião da sua velhice, pois, como

São José poderia ajudar e proteger a Maria e Jesus nas longas

viagens, nas lutas e trabalhos para sustentar a Sagrada Família,

durante trinta anos?

Quanto à sua morte não há acordo. Alguns dizem ter sido depois

do encontro de Jesus aos 12 anos, no Templo em Jerusalém,

pois se dá o silêncio do Evangelho. Outros dizem que São José

teria morrido durante a vida pública de Jesus. A opinião mais

aceita, provável e racional, admitida pela maioria dos autores,

como São Jerônimo, São Bernardino de Sena e São Boaventura,

é que José morreu depois do Batismo de Jesus e antes das Bodas

de Caná; nos primeiros dias da vida pública do Salvador, pois já

tinha cumprida a sua missão. Jesus e Maria o assistiam carinhosamente.

E assim, chegada sua hora extrema, José teve junto de

si, Cristo e a Virgem.

São José tem duas celebrações na Igreja. A solenidade de São

José é no dia 19 de março e a Festa de São José Operário no dia

1º de maio e, também, é lembrado na Festa da Sagrada Família,

em dezembro. É o padroeiro da Igreja Universal (declarado pelo

Papa Pio IX), da boa morte, das famílias, dos pais, das mulheres

grávidas, dos viajantes, dos imigrantes, dos artesãos, dos engenheiros

e trabalhadores. É padroeiro das Américas e de diversos

outros países.

Fontes

https://rumoasantidade.com.br/livro-sao-jose-ascanio-brandao/

https://formacao.cancaonova.com/igreja/santos/o-nosso-pai-sao-jose/

http://www.acidigital.com/noticias/aspectos-edificantes-sobre-a-figura-de-sao-jose-e-que-pouca

Paróquia Nossa Senhora de Fátima

9


ESPIRITUALIDADE COMO

FERRAMENTA DE SAÚDE

A espiritualidade é como uma força unificadora

Por Alex Souza - Professor Especialista em Longevidade - Membro da Sociedade Brasileira de Personal Trainers - Mentor da

Liga da Longevidade - Mentor do Grupo Exercício e Fé

E

m tempos modernos,

muito tem se falado de

saúde e do aumento da

expectativa de vida. Porém,

o que é a saúde? E como

a espiritualidade pode estar relacionada

a ela? Segundo a Organização

Mundial da Saúde,

saúde é definida como um estado

de completo bem-estar físico,

mental e social, e não apenas a

ausência de doenças (1) . Ao passo

que é um estado, é também

silenciosa, pois é praticamente

imperceptível aos olhos da plenitude.

Só pode ser identificada

quando a pessoa fica enferma,

ou seja, é uma experiência individual.

Entender o corpo e ouvi-

-lo é uma estratégia para assegurar

a saúde com qualidade, pois

não existe um limite preciso entre

a saúde e a doença, mas uma

relação de reciprocidade entre

ambas (2) .

Essa relação é demarcada

pela forma de vida, pelos determinantes

biológicos, psicológicos e sociais (3) . A espiritualidade

é como uma força unificadora para facilitar o desenvolvimento

de uma pessoa, dar orientação à realidade na

vida diária e significado para a sua existência (4) . Há também

a espiritualidade no trabalho, que se caracteriza pelo sentido

de conexão dos indivíduos à comunidade de trabalho

e pela possibilidade que eles têm de realizar o labor com

significado para as suas vidas (5) .

Com o avanço das pesquisas, os profissionais da saúde

começaram a ter indicações científicas do benefício da espiritualidade

na programação terapêutica de agir sobre as

doenças (6) . Dar significado à vida e ao trabalho é a forma

mais nobre de chegar à saúde. Quando existe uma referência

a seguir - desenvolvimento do ser - é inevitável que o

processo vai andar para frente e evoluir e, nesse caso, é a

saúde do próprio ser. A espiritualidade é esse guia e essa

ponte entre o ser, a saúde e o seu desenvolvimento.

Referências

1. OMS - ORGANIZACÍON Mundial de La Salud. Documentos básicos. 26 ed. Genebra:

OMS, 1976.

2. VIANNA, Lucila Amaral Carneiro. Processo saúde-doença. Especialização em Saúde da

Família. UNA-SUS – UNIFESP, 2012.

3. BERLINGUER. A doença. São Paulo: CEBES/HUCITEC, 1988.

4. HANSEN, T. J. The spiritual dimension of individuals: conceptual development. Nurs.

Diagnosis, v. 4, n. 4, p. 140-46, 1993.

5. REGO, Arménio. SOUTO, Solange. CUNHA, Miguel Pina. Espiritualidade nas organizações,

positividade e desempenho. Comportamento Organizacional e Gestão, 2007, Vol. 13,

N.º 1, 7-36.

6. PANZINI, Raquel Gehrke. Qualidade de vida e espiritualidade. Rev. psiquiatr. clín. vol.

34 suppl. 1 São Paulo, 2007.

AJUDE-NOS A

EVANGELIZAR

Entre em contato pelo telefone

(1 1) 4330-4289 ou pelo e-mail

santissima@diocesesa.org.br,

para obter informações e

torne-se um colaborador. Nós,

da Revista Santíssima,

recomendamos os produtos e

serviços de nossos colaboradores.

10


AS CORES ADVERSAS DO

OUTONO

É na maturidade que aprendemos a enxergar a beleza das cores

Por Ducarmo Paes – escritora

H

á quem diga que o outono é uma estação cinzenta.

Talvez não tivesse tempo para reparar na mudança

de corres das folhas antes de caírem. Elas se apresentam

em tons degradê, chamando a atenção e

mostrando seu amadurecimento para, enfim, desapegar-se

de quem a alimentou e a sustentou em vida. E ao pisarmos

folhas outonais, sabemos que a natureza prepara-se para

desabrochar nova vida. Talvez assim, só os olhos de poeta

consigam se encantar com uma folha morta que de tão frágil

se deixa levar, sem contestar, por onde o vento quiser.

Na maturidade de nossa vida, vivenciamos todas as

estações: nas cores da primavera, pintamos nosso quadro

preferido de sonhos e paixões

por um futuro promissor.

No despojamento do verão,

acreditamos na realização de

todos nossos planejamentos

e, na maturidade do outono,

podemos vislumbrar o inverno,

sem contestações. Quando

jovens nos perguntavam

nas datas natalícias: Quantas

primaveras? Ao chegar à maturidade,

ninguém pergunta:

Quantos outonos?

Mas o presente desta estação

etária nos faz melhor,

mais sábios, mais ponderados,

mais maduros e nos permite

descansar os olhos na beleza

de uma folha seca, que já cumpriu

a missão verde de realizar

sua fotossíntese. E assim, em

todos os segmentos da vida, o

aprendizado das estações do

ano nos fortalece. Na fé, acreditando

que somente Deus tem

o poder de criar e comandar a

força da natureza.

Buscar a maturidade na fé, exige um caminhar em

Cristo e seus ensinamentos. Na evolução dessa nossa vida

espiritual, sentimos a graça de Deus agindo em nós. Nós,

também, não podemos passar um ano inteiro sem nos transformarmos.

Talvez por isso, a natureza nos deixa essa lição

maravilhosa de despojar suas folhas e fortalecer a planta

para uma nova estação.

Assim podemos presenciar os rebentos de outras primaveras,

que também passarão por outros verões e invernos

para alcançar novos outonos. E nunca mais pisaremos folhas

secas sem compreender sua missão e sua beleza.

AJUDE-NOS A

EVANGELIZAR

Entre em contato pelo telefone

(1 1) 4330-4289 ou pelo e-mail

santissima@diocesesa.org.br,

para obter informações e

torne-se um colaborador. Nós,

da Revista Santíssima,

recomendamos os produtos e

serviços de nossos colaboradores.

Paróquia Nossa Senhora de Fátima

11


CAMINHOS SAGRADOS

SANTUÁRIO NOSSA SENHORA

DESATADORA DOS NÓS

Eva atou o nó pelo pecado; Maria, por sua obediência, o desatou

Por Marta Guimarães - Agente de Viagens

Otítulo Desatadora dos Nós originou-se na Alemanha,

por volta do ano 1700. O pároco da capela de St. Peter,

na cidade de Augsburg, encomendou um quadro

de Nossa Senhora ao pintor Johann Schmittdner. O pintor era

um cristão fervoroso e, antes de pintar o quadro, foi buscar

inspiração nas palavras de Santo Irineu, Bispo de Lyon, que

viveu no Século III. Ele encontrou um texto que dizia: “Eva

atou o nó da desgraça para o gênero humano, Maria por sua

obediência o desatou”. Sobre essa devoção

no Brasil, Denis Bourgerie, um francês,

ex-piloto de avião, conta-nos:

“Em Campinas (SP), na Capela Maria

Porta do Céu, já havia o quadro de Nossa

Senhora Desatadora dos Nós, que atraía

muitos fiéis. A Capela tornou-se pequena

para acolher tantas pessoas. O que

fazer? Como ampliar a capela? Era um

grande nó a desatar. Entreguei-me por

completo em suas mãos, diante daquele

quadro. Pedi a ela que ampliasse de alguma

forma a capela, que atraía centenas de

pessoas a Seu Filho, Jesus. Até que um

dia fui procurado por uma senhora que

frequentava a capela. Ela me perguntou

se eu estava interessado em comprar a

imensa boate, a maior da região, que fora

erguida em frente à Capela Porta do Céu,

aproximadamente dois anos antes. Essa

senhora era a esposa do proprietário. O

preço dessa boate era muito alto. Sem

dinheiro, como levar adiante as negociações?

Não era possível! Porém, depois de oito meses, voltamos

a conversar com o dono e conseguimos comprar a boate

no dia oito de março.”

Assim, aquele lugar de inferno e pecado foi transformado

em um santuário magnífico, um lugar santo, que vale a

pena ser visitado! Santuário Nossa Senhora Desatadora dos

Nós fica na Rua Estácio de Sá, 466, Jardim Santa Genebra,

na cidade de Campinas/SP.

12

Paróquia Nossa Senhora de Fátima


SENTIR-SE

JOVEM E CRISTÃO

Você vale muito: O sangue de Jesus! É a forma como você escolhe existir

Por Marcelo Artioli - Administrador

Jovem! Palavra doce, que reflete mais o nosso estado

psicológico do que necessariamente nossa idade. Sentir-se

jovem, mesmo já tendo quebrado a barreira de

muitos 50 anos, com a graça de Deus, é procurar melhorar

a cada dia como ser humano, como cristão! É reclamar menos,

julgar menos, ser mais caridoso e compreensivo, assim

como já ouvimos em várias pregações em nossa paróquia.

Sabemos que não é fácil, mas deve ser nosso objetivo. Abaixo

relatos de dois irmãos jovens de nossa paróquia:

“Ser jovem é sempre tentar algo novo em busca de

novas experiências, de grandes ideias, sonhos e realizações,

é cair, levantar e seguir. Para evitar as más influências são

necessários limites, pois sempre haverá propostas tanto

para bem quanto para o mal. É procurar ter sempre a

palavra de Deus como o norte, como diz em 1Cor, 6:12:

“Tudo me é permitido, mas nem tudo convém”. O Senhor

nos ama, não nos condena, ele olha para nós com um olhar

misericordioso, pois nascemos para dar certo. Temos que

acreditar que podemos mudar o mundo. Nós, jovens, temos

muito valor, então pare e pense no que você tem de bom

e eleve a Deus. Se alguém disser que não valemos nada,

eu quero dizer que você vale muito: O sangue de Jesus!”

(Depoimento de Cauã Luiz Tortele)

“Ser jovem é estar ativo, sempre disposto a novos

desafios, viver intensamente e da melhor forma possível.

A meu ver, ser jovem é um estado de espírito, algo que

independe de idade, é a forma como você escolhe existir,

pois, diante das crises, é um grande conforto crer que temos

um Deus que sempre vai cuidar de nós, para nos ouvir,

iluminar e consolar. O jovem cristão deve usar parte dessa

juventude para adorar ao

Senhor, para viver com

Ele e para Ele. Muitos

vão criticar, zombar e

desprezar a sua crença,

ou tentar desviá-lo do

caminho correto. É Deus

quem vai nos proteger,

dar forças para superar e

acima de tudo nos amar.

Uma coisa é certa: o errado é errado, mesmo que todos

o façam; e o certo é certo, mesmo que ninguém o faça.”

(Depoimento de Alanis Maria Tortele)

Deus abençoe nossos jovens, chamando-os e lhes

mostrando a direção para a construção de um mundo

melhor, com Cristo em todos os corações.

AJUDE-NOS A

EVANGELIZAR

Entre em contato pelo telefone (1 1) 4330-4289 ou pelo e-mail

santissima@diocesesa.org.br, para obter informações e

torne-se um colaborador. Nós, da Revista Santíssima,

recomendamos os produtos e serviços de nossos colaboradores.

Paróquia Nossa Senhora de Fátima

13


14

Paróquia Nossa Senhora de Fátima


Paróquia Nossa Senhora de Fátima

15


More magazines by this user
Similar magazines