Moda & Negócios EDIÇÃO 8

jscomunicacao

Ano 2 - Nº 8 - Agosto/Setembro/2015

Animais

de ferro

no Agreste

Em Caruaru,

20ª Rodada de Negócios

da Moda Pernambucana.

Criança de 6 anos lança

livro de histórias infantis.

Empresa de mídia exterior leva

alta tecnologia a Caruaru.


Insta


Editorial

Gostaria de dar um realce, nesta edição,

para a Opinião do Leitor. No início aquelas

opiniões ocuparam um terço de página

da revista. Logo depois já ocupavam

dois terços.

E para gáudio nosso, esta oitava edição

de Moda & Negócios vem com uma

página inteira só de elogios, seja pelo

conteúdo das matérias, seja pela diagramação,

testemunhos que nos incentiva a

continuar melhorando, cada vez mais a

publicação que a cada dois meses chega

às suas mãos.

Neste número 8 damos especial destaque

à 20ª Rodada de Negócios da Moda

Pernambucana que se realiza em Caruaru

sob a coordenação da JB Consultores, empresa da qual faz

parte um dos nossos articulistas maiores, o consultor Bento

Albuquerque.

Ressaltamos também o reforço que Moda & Negócios recebe

com a participação de Almir Vilanova e Jénerson Alves, duas

grandes expressões do jornalismo e que veem como artigos

interessantíssimos, o primeiro com Amizades reais, relacionamentos

virtuais e o segundo tecendo sobre a profissão

do artesão, de Vitalino aos dias de hoje.

E ainda contribuições de renomados profissionais de saúde,

tais como Dr. Daniel Saturnino, com Recessão Gengival, Drª

Cláudia Macário discorrendo sobre a Halitose e a Fisioterapeuta

Thaisa Batista com Disfunção Sexual.

Tudo isso para você, prezada leitora, prezado leitor, alvo número

um de nosso projeto.

Agora, é só ler e comentar, se preferir.

José Severino do Carmo

Editor

Nesta

edição

7

8

12

Outra vez Caruaru sedia a

Rodada de Negócios da Moda

Pernambucana e N&M mostra

os números do evento.

Você se enquadra entre pessoas

que possuem algum tipo de

disfunção sexual?

A Fisioterapeuta Thaisa

Batista aborda o problema

com grande propriedade.

10

A indústria têxtil é uma

das principais fontes

de poluição da água em

países como o Brasil, a

China e o México. É o que

constata o renomado

consultor Bento

Albuquerque.

Recessão gengival é a perda de

gengiva com exposição da raiz

do dente ao meio bucal. Sobre

esse assunto o Periodontista

Dr. Daniel Saturnino, deixa você

bem informado.

ANO 2 – NÚMERO 08

AGO/SET DE 2015.

Produção:

JS Comunicação

js@jspropaganda.com.br

Editor: José Severino do Carmo

81 3137.3540 - 99122.3917

js@revistamodaenegocios.com.br

Diagramação:

Fábio Vasconcelos

Revisão: Samuel Lira de Oliveira

Jornalista Responsával:

Eduardo Franco DRT/PE 3859

Capa: Esculturas em Ferro

Fotos: Adriano Monteiro

Tiragem: 5.000 exemplares

Impressão: Gráfica Pontual

Distribuição: Gratuita

Publicidade:

js@jspropaganda.com.br

81 3137.3540 | 99122.3917

Colaboradores:

Psicóloga Shirley Freitas

Fisioterapeuta Thaisa Batista

Wanessa Galvão

Periodontista Dr. Daniel Saturnino

Prof. Bento Albuquerque

Jéneson Alves

Almir Vilanova

Dra. Cláudia Macário

Verônica Almeida

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade

de seus autores, podendo

não representar o pensamento da

revista.

4


14

Esculturas

de

animais são feitas

a partir de peças

descartadas de

automóveis. Veja na

matéria de capa de

Wanessa Galvão.

21

O

reconhecimento do que

representa a arte do

Mestre Vitalino não deve ser

apenas por palavras e homenagens,

mas por políticas que garantam

melhoria para todos os artesãos,

analisa Jénerson Alves.

16 22

Cada vez mais se recomenda a inclusão

de meninos em programas de vacinação

contra HPV, pois a prevalência de

infecção da doença no sexo masculino

também é alta, segundo o HPV News.

Crer para ver ou ver para crer?

A Psicóloga e Consteladora

Familiar, Shirley Freitas clareia

a sua mente a respeito deste

assunto.

18

Como

pode ter se potencializado tanto a

nossa capacidade de encurtar distâncias

com quem está geograficamente afastado.

Almir Vilanova faz um paralelo entre a

amizade real e o relacionamento virtual.

23

Com 6 anos de idade,

Válter José Nascimento

Lira já ministra palestras

para crianças de sua

idade e acaba de lançar o

seu primeiro livro.

24

Verônica Almeida, da

Estação Saúde mostra

um método eficiente

para queimar gordura

e emagrecer.

20

Segundo

pesquisa da ABPO, 88% das

pessoas entrevistadas consideraram

que o Halitose causou mudanças em

suas vidas social, afetiva e profissional,

relata a Drª Cláudia Macário.


Opinião do Leitor

Aproveito para parabenizar mais uma

edição da Revista Moda & Negócios,

que fortalece e enriquece o setor jornalístico

de Pernambuco.

Roberto Barconi – Recife

barconi@ibr.inter.net

Sem dúvida, a Revista Moda & Negócios

já consolidou sua importância no

cenário regional. A escolha das pautas,

os textos dos colunistas, a diagramação,

tudo isso forma um conjunto de

inestimável valor, despertando o leitor

para diversos assuntos, por intermédio

dos conteúdos abordados na publicação.

A presença da competente Wanessa

Galvão, nos quadros da revista,

imprime um maior profissionalismo,

com os textos leves e informativos da

jornalista, a qual é alvo de elogios em

toda a região. Parabéns, José Severino,

por permanecer contribuindo com a

cidade. Seu trabalho consiste em um

legado glorioso, com repercussões deveras

elevadas.

Jénerson Alves - Caruaru

Jornalista e poeta. Membro da Academia

Caruaruense de Literatura de Cordel

jenersonalves@hotmail.com

Parabéns pelo excelente trabalho. É

sempre um prazer ler todo o conteúdo

a cada edição. Nesta edição, dou destaque

ao texto da Pedagoga Olga Hosken,

utilizando uma linguagem acessível,

para um assunto tão importante, que

infelizmente ainda temos poucas ações

para combate e acompanhamento. A

inclusão escolar e social precisa de

mais conhecimentos para sair mais do

papel. Embora seja um transtorno já

conhecido há anos, precisamos trabalhar

para que seu diagnóstico seja cada

vez mais cedo e acompanhado com tratamentos

eficazes.

Luci Silveira - Recife

Luci.silveira@bol.com.br

Obrigado pelo Nº 07 da Revista, Moda

& Negócios. Sempre interessante, criativa

e portadora de informações úteis

em várias áreas.

Lucilio oliveira – Maceio-AL

lucilioliveira@gmail.com

Parabéns . Um, trabalho primoroso

digno das melhores editoras.

Luiz Candido da Silva – Palmares

luiz_candido@hotmail.com

Muito interessantes os temas das matérias

da sétima edição. Especialmente

interessante e esclarecedor o tema

abordado pelo Dr. Lamartine Hollanda.

Parabéns.

Márcia Maria Araújo Souza –¬ Recife

Lions Clube Recife Galileu Galilei

rpgosteopatia@uol.com.br

Parabéns por mais uma edição de qualidade,

referência no mercado de PE.

Mauro Santos – Recife

Diretor da Bandeirantes Midia Exterior

mauro@bandeirantesonline.com.br

Muito interessante e bem feita a Revista

Moda & Negócios.

Alfred Henri Meyer – Garanhuns

Governador do Lions-Distrito LA-3 – AL

2014/2015

ahmeyer@oi.com.br

Fico sempre esperando a Revista Moda

& Negócios. Essa de nº 07 gostei de

saída pela impressão. Reportagens ótimas.

O artigo “Por que não existe verdade

nem realidade?” Excelente; Autismo,

ótimo; Criatividade, muito boa; O

Novo Marketing Cross-Device, mostra

o Prof. Bento sempre na frente. Wanessa

fala de moda com conhecimento.

Miguel Duarte – Caruaru

Diretor da Cafrio Comércio e Refrigeração

cafrio@uol.com.br

Parabéns!

Mirtes Ferraz

Diretora do Jornal Extra de Pernambuco

mirtesferraz@extrape.com.br

Como sempre, muito atraente a revista,

parabéns.

José Nelson de Almeida Lima – Caruaru

Poeta e ator – Secretário da Academia Caruaruense

de Literatura de Cordel - nelsonteatrolima@gmail.com

É muito bom saber que a revista está

fazendo o maior sucesso. Mil vezes parabéns.

Muito obrigada pelo envio virtual,

adoro fazer as Palavras Cruzadas.

Neuma Paes de Lira – Recife

neuma_paes@yahoo.com.br

Parabéns pela revista Moda & Negócios.

Belo trabalho. À altura da vocação

de Caruaru.

Plínio Ribeiro – Recife

plinioribeiro@uol.com.br

Acuso o recebimento de mais um

exemplar da Moda & Negócios, ao tempo

em que parabenizo sua vanguardeira

agência. Fantástica contribuição à

produção de magazines, no nordeste.

Romany Roland Cansanção Mota - Maceió

romanyrolandassociados@gmail.com

Quero dar os parabéns pelo brilhante

trabalho. Gostei e muito do texto sobre

o autismo.

Severino Bezerra do Nascimento – João

Pessoa-PB

severobeza@hotmail.com

Meus parabéns pela sétima edição de

Modas & Negócios. Ressalta-se tanto o

conteúdo como a composição gráfica.

Wakdecy Fernandes Pinto – Recife

waldecyp@hotmail.com

Parabéns pela belíssima edição da revista

Moda & Negócios. Um primor as

matérias nela publicadas, tanto pela

categoria dos seus autores, profissionais

altamente qualificados, quanto

aos assuntos abordados. Sua impecável

apresentação, seu colorido, sua diagramação,

enchem nossos olhos e nos

induzem a sua leitura de forma agradabilíssima.

José Carlos de Oliveira – Recife

jcoliveirarec@smart.net.br

Apesar de “Caruaru ser uma cidade do

interior, não tão interior assim”, fico

imaginando o quanto de trabalho devem

ter para nos brindar com uma revista

de tamanha qualidade - em todos

os sentidos! - linda e com primorosa

apresentação e conteúdo. Dizer o quê?

Parabéns. E que tenha força renovada

para continuar com uma empreitada

desta magnitude.

José Ivo Rodrigues – Pesqueira-PE

joseivorodrigues@yahoo.com.br

Parabéns José Severino. A Revista está

top de linha.

gedalvacavalcanti@ig.com.br

6


Em Caruaru, nova edição da

Rodada de Negócios da

Moda Pernambucana

A Rodada de Negócios da Moda Pernambucana

é realizada pelo SEBRAE

PE e pela ACIC-Caruaru (Associação

Comercial e Empresarial de Caruaru).

Conta com o patrocínio do Núcleo Gestor

da Cadeia Têxtil e de Confecções em

Pernambuco (NTCPE) e Agência de Desenvolvimento

Econômico de Pernambuco

(AD Diper). A coordenação é da

J&B Consultores tendo ainda o apoio

da Prefeitura de Caruaru, Sindivest

Pernambuco, ACIT, ACIASUR e ASCAP.

No Período de 12 a 14 de agosto,

realiza-se, em Caruaru, a 20ª Rodada

de Negócios da Moda Pernambucana,

evento que, semestralmente, traz

para esta cidade compradores provenientes

de todo o País que, em contato

com a indústria têxtil do Polo de Confecções

do Agreste ajudam a movimentar

a economia da Região.

Durante os últimos 10 anos, quase

2.500 lojistas efetuaram compras de

mais de 230 milhões, esperando-se,

nesta edição, que as vendas superem

a meta de 10% preconizada pelos organizadores

do evento, não obstante

o momento porque passa a economia

brasileira.

Tanto no segmento de confecções

como no de acessórios e calçados, os

compradores vão encontrar lançamentos

para a Primavera/Verão 2016, em

produtos de alta qualidade e preços

competitivos, é o que informam os organizadores.

Na 19ª Rodada, realizada em fevereiro

último, em que se deu ênfase a artigos

voltados para o Outono/Inverno, movimentou-se

cerca de 15 milhões de

reais, com vendas de 1.1 milhão de peças

proveniente de 4.000 pedidos, conforme

informações da ACIC

Desta vez, mais de 4, 5 mil lançamentos

entre roupas, calçados e acessórios

acontecerão no Polo Caruaru, prevendo-se

a visita de novos compradores

das regiões Centro-Oeste, Sudeste e

Sul.

A 20ª Rodada de Negócios da Moda

Pernambucana tem como objetivos

fortalecer o Estado como polo produtor

de moda e vestuário e uma opção

de fornecimento para redes varejistas

em todo o País. Ao todo, os 120 expositores

do estado de Pernambuco colocarão

à disposição produtos de oito

segmentos: moda masculina, feminina,

infantil, jeanswear, bebê, íntima, surf,

streetwear e praia & fitness.

Segundo a ACIC, Pernambuco é um

grande produtor de moda, possuindo

mais de 15 mil indústrias ligadas ao setor

têxtil, precisando que seja apresentado

ao setor lojista do resto do País.

Da esquera para a direita: Waldyr Rocha, Christianne

Fiusa, Osiris Lins Caldas, Robert Albuquerque, Fredi

Maia e Bento Albuquerque.

Serviço

20ª Rodada de Negócios da Moda

Pernambucana -

Primavera/Verão 2016

Data: 12 a 14 de agosto de 2015

Local: Polo Caruaru - Rodovia BR 104 –

Km 62 – Nova Caruaru - Caruaru – PE

Horário: 9h às 19h - Informações:

www.rodadamodape.com

7


Fisioterapia Thaísa Batista

Disfunção

Sexual

Quantos homens e/ou mulheres você já ouviu relatar ou

soube por outro alguém que tinham algum problema

durante a relação sexual? Você se enquadraria entre essas

pessoas que possuem algum tipo de disfunção sexual? Vamos

conhecer um pouco do assunto que se torna cada vez

mais comum nos consultórios dos médicos e nos fisioterapeutas

especializados em fisioterapia pélvica.

A disfunção sexual é a alteração de uma das fases neurofisiológicas

sexuais que são divididas em:

Fase do desejo

Nessa primeira fase existe o estimulo dos instintos que faz

com que exista a busca pela relação sexual, seja através do

visual, do tato, do olfato ou até mesmo da lembrança;

Fase da excitação

Essa segunda fase é simplesmente uma resposta à primeira

fase. Dá-se início entre 10 a 30 segundos após a estimulação

sexual. Ocorre aqui a congestão vascular (maior quantidade

de sangue nos órgãos genitais) que leva a ereção dos órgãos,

miotonia (contração das fibras musculares de maneira crescente,

involuntária e que demora mais que o normal para

relaxar), lubrificação vaginal e aumento da sensibilidade;

Fase de platô

A congestão vascular alcança o seu pico máximo provocando

edema, aumento no tamanho dos órgãos genitais e alterações

na coloração dos mesmos (avermelhados ou arroxeados);

Fase orgástica

Aqui teremos a liberação de toda tensão sexual. Ocorre liberação

elétrica cerebral. Nas mulheres irá ocorrer contração

vaginal prolongada, no homem a contração muscular uretral,

prostática e a ejaculação;

Fase de resolução

Nessa fase tudo retorna ao normal após alguns minutos (tamanho,

temperatura e coloração).

O que causa?

Muitos são os fatores que podem levar a uma disfunção sexual

como o consumo excessivo de álcool, medicamentos,

algumas doenças agudas ou crônicas, anomalias genéticas

ou congênitas, sequelas cirúrgicas e traumas (físicos ou psicológicos).

O Fisioterapeuta atua apenas nas fases da excitação, fase de

platô e fase orgástica. E quais são as disfunções sexuais que

o fisioterapeuta trata?

• Anorgasmia: dificuldade em atingir o orgasmo;

• Disfunção erétil: o homem não consegue iniciar ou manter

uma ereção;

• Dispareunia: dor durante a relação sexual;

• Ejaculação precoce: o homem ejacula rapidamente, antes

de 3 minutos já é considerado ejaculação precoce;

• Vaginismo: contração involuntária da musculatura vaginal

que pode tornar impossível ter penetração.

8


Tratamento fisioterapeutico

Nas disfunções sexuais podemos utilizar:

• Alongamentos;

• Biofeedback;

• Crioterapia;

• Eletroterapia;

• Fortalecimento;

• Vacuoterapia;

• Propriocepção;

• Termoterapia.

O que vai determinar os recursos terapêuticos que serão

utilizados é a disfunção apresentada. Se você se identificou

em alguma dessas disfunções procure tratamento especializado,

ou se identificou alguém que você conheça informe

sobre. A relação sexual é para ser prazerosa e não dolorosa!

Curiosidade

A má postura ao sentar diminui a libido.

Alguns estudos realizados no Canadá

pela York University e a Chartered Society

of Physiotherapists da Nova Zelândia

concluíram que a má postura leva a

uma redução de oxigenação e irrigação

sanguínea inadequada para os músculos

da pélvis dificultando o prazer.

Thaísa Batista Pereira Silva

Bacharel em Fisioterapia; Especialista em

Fisioterapia Dermato Funcional e Cosmetologia;

Especialista no método de Linfotaping;

Especialista em Fisioterapia Pélvica; Responsável

pelo setor de Fisioterapia Pélvica na

Clinica Multifisio.

NA CVC, MOMENTOS

QUE VALEM MUITO

CUSTAM POUCO.

FOZ DO IGUAÇU

5 DIAS

À VISTA R$ 1.14095

Inclui passagem aérea, assistência na chegada e partida, hospedagem com café da manhã

no Hotel Iguassu Express, passeio as Cataratas Brasileiras, Hidrelétrica de Itaipu, Vale dos

Dinossauros e Duty Free Argentina.

Prezado Cliente: o preço neste banner é válido por pessoa, com hospedagem em acomodação dupla. Os valores,

datas de saídas e condições de pagamento estão sujeitos a reajustes sem prévio aviso devido às variações de

mercado. Os parcelamentos são válidos para compras com cheque, cartão de crédito ou boleto bancário (consulte

condições). As taxas de embarque cobradas pelos aeroportos não estão inclusas. Reservamo-nos o direito de

qualquer erro de digitação ou impressão. Consulte inclusões e roteiros detalhados com nossos vendedores.


Saúde Dr. Daniel Saturnino

Recessão Ge

Recessão gengival é definida como perda de gengiva com exposição da raiz do

dente ao meio bucal.

Causas

1. Escovar os dentes com muita

força ou usando uma escova de

dentes de cerdas duras;

2. Doença gengival como a

periodontite;

3. Traumas físicos como os

desportivos ou acidentes que

ocorra dano ao tecido gengival;

4. Trauma de prótese móveis não

perfeitamente adaptadas;

5. Tabagismo

6. Trauma mastigatório quando

as forças distribuidas entre os

dentes durante a mastigação

não estão equilibradas gerando

sobrecarga em determinados

dentes.

Pré-disposição

1. Produção execessiva de enzima

gengival chamada de colagenase

2. Defeito na formação óssea que

recobre as raízes dentais

3. Dentes fora da posição normal

4. Tecido gengival muito fino na

margem da gengiva.

Consequências

1. Sensibildade dental excessiva à

alterações térmicas e mecânicas

2. Deformidades estéticas ao sorrir

3. Inflamações gengivais crônicas

quando as recessões gengivais

atingam níveis avançados

4. Perda do dente caso a recessão

gengival atinga o final da raiz.

Tratamentos

Antes de qualquer coisa, a causa da

recessão deve ser observada, pois se a

recessão gengival é causada por escovação

traumática, o seu dentista pode

lhe mostrar uma melhor maneira de

escovar os dentes. Isso não vai reparar

o dano existente, mas vai evitar novos

danos à gengiva.

Se a recessão é causada pela doença

periodontal, o primeiro passo é normalmente

um tratamento periodontal.

Este tratamento consiste em uma descontamição

bacteriana profissional supra

e sub gengival, com a ajuda de uma

higiene bucal especial. Este tratamento

ajuda a curar os tecidos gengivais e

prevenir as futuras perdas.

Enxerto gengival

Contudo, o enxerto gengival é o único

procedimento odontológico que consegue

regenerar o tecido gengival perdido.

Consiste em uma microcirurgia

onde o periodontista coleta em outra

área da boca um teciodo gengival doador

e enxerta na área perdida, com

o objetivo de recobrir a raiz exposta e

ganhar tecido gengival onde não mais

existe. Por se tratar de uma microcirurgia,

este procedimento é considerado

de pequeno porte. Normamente as alterações

pós-operatórias são discretas,

no entanto, o enxerto gengival exige

zelo e cuidado por parte do paciente.

A área doadora se refaz rapidamente,

podendo servir de tecido doador para

novos enxertos se necessário.


ngival

Dr. Daniel Saturnino

Periodontista - UPE

Professor do curso de odontologia – Faculdade ASCES

Professor de Pós-graduação em Periodontia – ABO Caruaru

Consultório: Oral Center - Especialidades Odontológicas

Tel: 3722-3512 | 9159-0796

Empresarial difusora – Caruaru-PE.

Caso 1

Paciente do sexo masculino, 25 anos. Diagnóstico: trauma de

escovação.

Caso 2

Paceinte do sexo feminino, 19 anos. Diagnóstico: trauma

mastigatório associado a predisposição tecidual (tecido

gengival fino e deformidade óssea).

depois

depois

Antes

Antes


Bento R. P. de Albuquerque

O Esforço por uma

Moda Sustentável

Todos nós sabemos que a moda dita e

expressa tendências, que o mercado

internacional neste setor também está

ficando cada vez mais exigente com

relação aos aspectos de sustentabilidade

ambiental, que esta tendência está

em alta no mundo fashion, e que muitos

consumidores vêm evitando contaminar

o seu guarda-roupa com peças de

vestuário cuja produção contribui para a

destruição do meio ambiente. O fato tem

contribuído, inclusive, para a mobilização

de muitas ONGs comprometidas com as

questões ambientais, que passaram a

desenvolver ações de conscientização

das empresas de moda e vestuário,

pressionando-as a adotarem iniciativas

relacionadas com as questões

de sustentabilidade no campo

ambiental. E um exemplo bem recente

disso é a pesquisa realizada

pelo Green Peace Itália, com o objetivo

de avaliar a iniciativa das organizações responsáveis

pela produção e venda de produtos com

marcas reconhecidas mundialmente no setor.

Foi remetido a estas empresas um formulário

com perguntas sobre suas iniciativas no campo

ambiental e sobre outras questões relacionadas

com as principais ações e iniciativas no seu processo

industrial, inclusive as exigências feitas às

empresas terceirizadas envolvidas no processo

visando um melhor posicionamento no que se

refere à compra de couro e outras matérias primas

de origem animal. Além disso, procuraram

verificar se a produção da celulose usada para

fazer as embalagens de papel ocasionou a derrubada

ilegal de árvores e se, na produção dos têxteis

foram usados produtos químicos que comprometem

os recursos hídricos e contribuem

para a poluição ambiental.

As empresas pesquisadas responderam com

bastante clareza às perguntas encaminhadas,

demonstrando que algumas delas já estão muito

conscientes sobre as questões de preservação do

meio ambiente. De acordo com os dados levantados,

algumas grifes já estão desenvolvendo ações

mais avançadas do que as demais. E várias iniciativas

identificadas mereceram grande destaque,

como o lançamento de uma linha de bolsas

sustentáveis, produzidas com couros oriundos

de rebanhos bovinos criados na região amazônica,

com os fornecedores desta importante

matéria-prima respeitando todos os critérios de

sustentabilidade ambiental, sem causar danos

nem devastação ambiental. Cada bolsa produzida

vem com um passaporte que descreve toda a

sua cadeia de produção, desde o nascimento do

bezerro até o produto finalizado no processo de

manufatura, demonstrando um bom posicionamento

quanto ao respeito ao maio ambiente.

Mas os resultados, infelizmente, ainda revelam

grandes diferenças entre as políticas de adequação

ambiental das marcas mundiais de alta

costura. Enquanto algumas das empresas pesquisadas

já se comprometeram a eliminar todos

os lançamentos de produtos químicos tóxicos e

a adotar o desmatamento zero em toda a sua cadeia

de fornecimento, outras não tomaram ainda

qualquer decisão sobre melhorias em suas políticas

ambientais.

E a principal conclusão desta pesquisa é que a indústria

têxtil é uma das principais fontes de poluição

da água em países como o Brasil, a China e

o México. E poucas têm planos de mudar de atitude.

Além disso, florestas de valor insubstituível

estão sendo transformadas em embalagens

descartáveis e produtos de consumo, enquanto

que, na floresta amazônica, grandes áreas são

destruídas para dar lugar ao gado, utilizado posteriormente

para a produção de sapatos, bolsas

e cintos.

Prof. Bento R. P. de Albuquerque

Consultor e Vice-diretor da Faculdade de

Administração da Universidade de Pernambuco.

bento@jbconsultores.com.br

12


Matéria de Capa Wanessa Galvão

Bem no centro do Agreste pernambucano

um novo artesão está se destacando,

graças às peças inovadoras que

produz. O nome dele? Valmir Reginaldo. E

as peças? Ah, são esculturas belíssimas de

animais feitas a partir de peças descartadas

de automóveis. Nada óbvio.

Animais

no meio

Fotos: Adriano Monteiro

14


de ferro

do Agreste

O artesão Valmir Reginaldo

chama atenção à técnica com

que produz suas esculturas

Quem passa pela BR-104, no trecho urbano da cidade de

Agrestina, logo repara e se encanta pelas peças que ficam lá

expostas, sob o sol, em frente à oficina de Valmir. São cavalos,

cachorros, louros, jacarés, pavões – todos em tamanho

natural e perfeitamente pintados com tinta automotiva.

A primeira peça produzida pelo artesão, um jacaré feito a

partir de correntes de moto, foi puro instinto. Valmir não

tinha tido contato com nenhuma escultura feita de forma

parecida, e seguiu sua própria forma de ver o mundo e

criar. Pouco tempo depois o jacaré foi vendido e o primeiro

desafio veio através do pedido de uma escultura de um cavalo,

depois disso o artesão não parou mais. “Um cavalo em

tamanho natural eu faço em aproximadamente 45 dias. Isso

trabalhando manhã e tarde, sem parar”, disse Valmir Reginaldo,

que atualmente faz peças apenas sob encomenda e

já consegue tirar algum sustento a partir da sua arte. “Estou

muito feliz de poder me dedicar 100% a fazer o que gosto”.

Nas peças são utilizados elementos variados, que ele garimpa

ou recebe de amigos que trabalham com sucata de

automóveis. Em uma mesma escultura você pode encontrar

colheres, peças de moto, carro e até de trator. E o resultado...

Ah, esse ninguém imagina quando vê o amontoado

de peças que parecem não encaixar entre si, nem mesmo

o Valmir. “Não sei o que vou usar em cada escultura, vou

dando forma sem planejar muito”, diz ele.

Quem vê a obra finalizada também não imagina que o

Agrestinense começou a se aventurar nas artes plásticas

há pouco menos de um ano. É, pelo visto vamos ouvir falar

muito desse pernambucano ainda (bem).

15


A vacina contra HPV é

para homens e mulheres

A

Austrália tornou-se um exemplo de

ação contra a infecção relacionada

ao HPV, não apenas demonstrando os desfechos

positivos da vacina contra os vírus,

bem como estimulando e enfatizando a

importância dessa prevenção. Vários estudos

mostram impacto em saúde pública

do programa nesse país, um deles mostra a

redução marcante das verrugas genitais em

mulheres e homens heterossexuais desde a

implementação da vacina papiloma vírus

humano 6,11,16 e 18 (recombinante) no

programa nacional de imunizações. Outro

estudo escrito por Suzanne Gerland na

Austrália que comenta que esse dados devem

encorajar a adoção da vacina contra o

HPV no programa de imunização em outros

países. Há também um importante estudo

publicado recentemente que demonstra a

eficácia duradoura, por ao menos 8 (oito)

anos, da vacina papiloma vírus humano

6,11,16 e 18 (recombinante) quando administrada

em meninos e meninas de 9 a

15 anos de idade. Cada vez mais países

recomendam a inclusão de meninos em

programas de vacinação contra HPV, pois a

prevalência da infecção pelo HPV no sexo

masculino também é alta, como demonstrado

por Klinglmair et al. Todos os trabalhos

mostram que as recomendações dos

profissionais de saúde sobre as indicações

e sua segurança são essenciais para que as

percepções dos pais a respeito da vacinação

HPV sejam positivas, no sentido de vacinarem

seus filhos (meninos e meninas).

Fonte HPV News

Dra Ana Carolina Chuery CRM-SP 96.836

Pós graduada pela Universidade Federal de São Paulo

16


Bandeirantes

participa do

desenvolvimento

de Caruaru.

No desejo de dotar a cidade do que de melhor existe

em tecnologia digital, a Prefeitura de Caruaru,

através da Secretaria de Urbanismo, solicitou um projeto

para complementar o embelezamento da Av. Deputado

Henrique Pinto, mais conhecida como a Rua da Matriz,

esquina com a Rua Vigário Freire.

A partir da solicitação da municipalidade caruaruense, a

Bandeirantes Mídia Exterior idealizou um Totem Digital

de altíssima tecnologia, composto de um engenho de 03

faces, 03 TopLed de resolução P 10, a mais moderna do

Brasil e 03 relógios digitais com indicador de temperatura.

O Totem está localizado bem no centro da cidade, em

frente à Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores e

vem divulgando as ações da Prefeitura, interagindo com

a população, através de postagens de vídeo, mensagens

de utilidade pública, tudo coordenado pelo setor de

comunicação da PMC.

A Bandeirantes, responsável pela execução do importante

projeto, é líder do segmento no Nordeste e uma das

maiores empresas de mídia exterior do Brasil, já possuindo

04 engenhos do tipo TopLed, cobrindo as zonas Norte

e Sul da cidade do Recife.

Na dimensão de 36m² cada, os engenhos da Bandeirantes

estão entre os maiores e mais modernos do País.


Almir Vilanova

Poderíamos, agora mesmo, pela internet, buscar contato

com um antigo amigo dos tempos de escola. Possivelmente

receberíamos um sinal, uma indicação, uma resposta

sobre seu paradeiro. Um clique e pronto. Contato fácil. Poderíamos

também buscar construir um relacionamento com

pessoas que nunca vimos, que sequer moram no mesmo lugar

que a gente. Não haveria dificuldade. Bastaria um clique.

Mas o que de certa forma ainda perturba algumas pessoas é:

o que houve com as sentimentalidades em relação aos amigos

de infância que permanecem morando na nossa rua?

Como pode ter se potencializado tanto a nossa capacidade

de encurtar distâncias com quem está geograficamente afastado,

e afastarmo-nos tanto de quem nunca saiu do alcance

da nossa mão? Parece contraditório, não?

Podemos ainda imaginar alguém pensando, neste exato momento:

“Mas que tolice... Este texto deve ter sido escrito por

mais um destes integrantes de alguma geração que não aceita,

ou não se adapta, aos ‘novos tempos’”. Claro, quase sempre

é esta a reação de quem é muito jovem agora e, talvez,

Amizades reais, rela

não perceba que essa ideia de ‘novos tempos’ já é bastante

velha. Certamente não há muito sentido em aceitar como absolutamente

normal o fato de que estamos nos aproximando

dos distantes e nos apartando dos próximos.

Então, o que nos faltaria? Só encontro como resposta a palavra

equilíbrio. Não há nada demais em buscar, no universo

virtual, novos contatos ou a recuperação dos antigos conhecidos.

O que pode falhar é a substituição sutil de uma ‘realidade’

por ‘outra’.

É preciso buscar explicações para este fenômeno contemporâneo.

A centelha que pode nos ajudar a manter acesa a

chama das amizades mais remotas, pode estar guardada em

alguns traços de um passado bem recente. Penso que basta

considerar a hipótese de que os amigos de longas datas, e

que continuam dentro do nosso raio de alcance, também são

responsáveis pela nossa construção, afinal não nos fizemos

sozinhos. Por mais fascinante que seja a possibilidade de conexão

com aqueles que por alguma razão deixaram o con-


cionamentos virtuais

vívio permanente da cidade, também podemos cuidar para

não nos descolarmos de quem está bem ali, do outro lado da

calçada, aguardando um aceno nosso.

Confesso, aqui entre nós, que a minha mãe sempre me aconselhou

a ser muito cuidadoso e a selecionar bem as pessoas

com as quais eu eventualmente fosse construir uma amizade.

Sigo rigorosamente suas orientações desde muito pequeno.

Sou um eterno agradecido pelos doces resultados que

verifico nas pegadas deixadas pelo tempo.

Nas páginas eletrônicas das plantações virtuais, estendemos

nosso arado - sem abrirmos mão do calor do afago, ainda que

precisemos de alguns bytes por segundo. No fértil campo do

mundo real, os amigos de ontem e de hoje estão sempre juntos,

ombro a ombro, nos ajudando a adubar e preservar o

jardim da vida.

Almir Vilanova

Professor universitário, radialista e jornalista.

O que pode falhar

é a substituição

sutil de uma

‘realidade’

por ‘outra’.

19


Dra. Claudia Macário

Halitose,

o que é.

A

halitose ou mau hálito é uma condição anormal do hálito que se

altera de forma desagradável. A palavra halitose se origina do

latim. “Halitu” significa ar expirado e “osi” alteração. É, portanto, o

odor expirado pelos pulmões, boca e narinas.

No Brasil, pesquisas realizadas revelam que, aproximadamente,

30% da população sofre com este problema, o que representa

cerca de 50 milhões de pessoas.

A halitose não é uma doença, mas pode denunciar a ocorrência

de alguma patologia ou problema de saúde. Entretanto,

pode também sinalizar alguma alteração

fisiológica. Sendo assim, é um sinal de que algo

no organismo está em desequilíbrio, devendo

ser identificado através de um correto diagnóstico

e tratado adequadamente quando o

problema torna-se crônico.

Pesquisa realizada pela Associação Brasileira

de Estudos e Pesquisas dos Odores

da Boca - ABPO, realizada com 127 pessoas

com halitose, mostrou que 88% consideravam

que o problema lhes causou mudança

em sua vida social, afetiva e profissional; 26%

relataram que se sentiam inseguras e 23% disseram

ter ficado retraídas.

Dra Claudia Macário

Graduada pela Asces e qualificada no tratamento

de halitose pela Clínica Halitus em Campinas-SP

e pelo São Leopoldo Mandic-SP. - CRO 8306

20


Jénerson Alves

De Vitalino à profissão

de artesão

Dizer que o artesão é um dos maiores expoentes da cultura

popular é lugar-comum. Gosto da metáfora que eles

representam o Deus Criador. Da mesma forma que o Eterno

moldou o ser humano a partir do barro, conforme o relato do

Gênesis, os artesãos criam obras geniais por meio do mesmo

barro. Essas peças ganham vida – não biologicamente falando,

é claro, mas entrelaçam-se no imaginário popular de tal

modo que é como se passassem a existir literalmente.

Em julho, os artesãos de Caruaru vivenciam um momento

especial, mas toda a sociedade partilha da mesma alegria. É

o aniversário de Mestre Vitalino, que, se estivesse vivo, teria

completado 106 anos. Nascido em 1909, em Ribeira dos

Campos (Caruaru), Vitalino Pereira dos Santos teve sua obra

reconhecida na década de 1940, sobretudo mediante uma

iniciativa do pintor Augusto Rodrigues, que realizou uma exposição

no Rio de Janeiro com as suas obras – a qual foi amplamente

divulgada por intelectuais como os irmãos Condé e

o poeta Manuel Bandeira. Desta feita, percebe-se a inserção

do caruaruense no ambiente cultural brasileiro, o qual ainda

sentia os impactos da Semana de Arte Moderna de 1922,

mas já estava firmando os passos no aprofundamento dos

temas trazidos pelos modernistas, que buscavam a consolidação

de uma arte nacional. O consultor cultural Walmiré

Dimeron costuma relembrar que Vitalino é reverenciado

no mundo todo como mentor do conceito de

Arte Popular. Com essa ótica, as obras de Vitalino são

apreciadas em pé de igualdade com a concepção de

nomes como o artista plástico Cândido Portinari e o

pintor espanhol Pablo Picasso.

O Alto do Moura está repleto de discípulos de Vitalino,

que ao longo das gerações permanecem mantendo

acesas as fagulhas da cultura popular. Porém,

esse reconhecimento não pode acontecer somente

por meio de palavras ou de homenagens simbólicas.

É necessário implementar políticas públicas efetivas,

que garantam melhorias para toda a categoria. E isso

vai além do Alto do Moura, ou mesmo do Nordeste,

mas é de interesse do Brasil inteiro. Para se ter uma

ideia, estimativas do Sebrae indicam haver cerca de

10 milhões de brasileiros em atividade no artesanato.

Mais do que enaltecer a arte popular, o artesanato

consiste em uma atividade econômica, que movimenta

cerca de R$ 60 bilhões por ano.

Por causa disso, faz-se necessário a sociedade civil

conclamar ao Poder Legislativo celeridade no processo

de reconhecimento da profissão de artesão. Em

junho, foi formada a Frente Parlamentar Mista em

Defesa do Artesão e Apoio do Artesanato Brasileiro,

no Congresso Nacional. Com isso, espera-se que aconteça a

aprovação do projeto de lei que regulamenta a profissão de

artesão, o PL 7755/2010, originário do Senado e em tramitação

na Câmara. Apesar de ter apenas cinco artigos, o projeto

perambula no Congresso há cinco anos. Infelizmente, boa

parte dos parlamentares é míope para com o valor da cultura

popular na construção de um país melhor.

Mesmo assim, Caruaru faz parte dessa luta. Tanto é que o

presidente da Associação dos Artesãos do Barro e Moradores

do Alto do Moura, em Caruaru, Aldir José da Silva, foi a

Brasília e participou do lançamento dessa Frente. Ele viajou

a convite do senador caruaruense Douglas Cintra (PTB-PE),

que tem atuado de maneira positiva em favor dessa causa.

Esperamos que essa luta se mantenha, para reduzir a informalidade

no setor, o que catapultará o interesse das novas

gerações em perpetuar a arte mais emblemática do celeiro

cultural caruaruense. De onde estiver, quando isso acontecer,

Mestre Vitalino estará sorrindo.

Jénerson Alves

Jornalista e membro da Academia Caruaruense de Literatura

de Cordel.

21


Terapias Integrativas

Shirley Freitas

Uma visão sistêmica

das nossas

representações

O

dia dos pais é o evento comemorativo

mais legal do mês de Agosto. Claro que

essa afirmativa está ligada à representação que

eu faço dessa data. Eu tenho excelentes lembranças

do dia dos pais e amo com alegria e

reciprocidade meu querido pai que está vivo e

quem eu com gratidão abraço nos segundos domingos

de agosto. Mas, muitas pessoas acham

que representa uma mera forma de enriquecer

o comércio e outros uma forma desagradável

de constatar que os pais que tiveram representam

uma desagradável lembrança associada à

violência doméstica ou a ausência voluntária.

Todas as datas comemorativas são âncoras positivas

ou negativas.

O dia dos pais quando traz consigo a oportunidade

de trocar gratidão, afeto e bons papos,

junto ao pai amado, pode ser uma referência

aos sentimentos de alegria e confiança. E o

contrário também é igualmente verdadeiro.

Momentos de discussão, confronto, acusações,

ausência por abandono, morte, são circunstâncias

geradoras de sentimentos como tristeza,

mágoa, rancor, ódio. As experiências negativas

podem ser neutralizadas e as positivas reforçadas

de forma intencional.

Todas as datas

comemorativas são âncoras

positivas ou negativas.

E como isso é possível? Através dos nossos

cinco sentidos temos acesso às imagens, sons

e sensações das situações positivas e negativas

que nos impulsionam ou são responsáveis por

comportamentos como a dificuldade ao falar

em público, depois de receber uma vaia numa

apresentação, por exemplo.

A Programação Neurolinguística trabalha com

as representações mentais das experiências

que limitam e as que potencializam as nossas

capacidades e talentos.

E assim, é possível curar fobias, eliminar os sinais

do transtorno do pânico, e da depressão.

As terapias chamadas existenciais /fenomenológicas

e comportamentais têm se mostrado

eficazes nas muitas questões de desequilíbrio

emocional proveniente do estresse, das situações

de pressão profissional, conflito de relacionamento,

separações traumáticas, assaltos e

as notícias negativas sobre a crise no País que

contaminam o sistema com sentimento de insegurança,muitas

vezes, existentes, há anos no

sistema de várias gerações de uma família.

Outros fatores importantes com relação à representação

que fazemos das experiências é

abordada na Constelação Familiar Sistêmica

e dizem respeito aos nossos ancestrais, pais

e mães, avós, tios, e pessoas importantes (padrastos,

madrastas, babás) e como eles interferem

no nosso sistema e na forma como representamos

o convívio com eles ou a ausência

desses ao longo da nossa vida. Essas relações

são responsáveis pelo nosso estado emocional

até por doenças que se tornam hereditárias.

Essa terapia vai além do problema, pois tem seu

direcionamento na solução de emaranhados.

É uma terapia focal breve e libera, em poucas

sessões, representações de situações que foram

representadas negativamente e por amor

e identificação com alguém, trouxe consequências

emocionais desastrosas.

Shirley Freitas do Carmo

É Psicoterapeuta, Trainner em PNL e Consteladora

Sistêmica

Desenvolve trabalho em consultório com PNL e

Constelação. É palestrante e consultora organizacional.

Atende em Caruaru e Recife.shirleyconstela@hotmail.com

- 99555.1309

22


Cultura

Criança de seis anos lança

livro de histórias infantis

Uma boa pedida para a criançada é o livro

“O Menino que faz Histórias”, de Válter José Nascimento

Lira. Válter é filho de Samuel Lira de Oliveira, Coordenador

do Curso de Letras da Falub-Carpina-PE e Presidente da

Academia Camarajibense de Letras.

O escritor tem apenas seis anos, mas desde os seus três anos

acompanha sua irmã Júlia Kristeva de nove anos, também

escritora, às palestras em escolas, nos lançamentos de seus

livros. É estudante do 2º ano Fundamental menor do Colégio

Geração Monteiro Lobato, em Camaragibe, e já ministra

palestras para crianças de sua idade.

Contatos com o jovem escritor poderão ser feitos pelos fones:

(81) 9 8842.4603 - (81) 9 9782.7585 - (81) 3458.4936


HIIT

Um método eficiente

para queimar gordura

e emagrecer.


Verônica Almeida

HIIT como o nome fala High intensive interval

training (Treinamento intervalado de alta

O

intensidade) é um método de treinamento aeróbico

onde temos estímulos curtos e intensos, alterando

com intervalos de recuperação de baixa intensidade, é

um treino que está no topo do ranking para queimar

gordura e emagrecer.

Pesquisas recentes alegam que o alto gasto calórico

está relacionado à resposta metabólica e hormonal

que o corpo dá a esse tipo de esforço.

O treino intervalado de alta intensidade produz um

efeito extremamente interessante chamado EPOC

(consumo de oxigênio pós exercício) esse efeito

permite que o organismo acelere o metabolismo para

queimar calorias por um período de até 24 horas,

nesse período o corpo mantém o consumo de oxigênio

para repor os estragos energéticos em determinada

atividade física e também estabilizar a temperatura

corporal e alguns hormônios em seus níveis basais.

Enquanto nos exercícios cardiovasculares de baixa

intensidade o efeito EPOC é mínimo na queima de

calorias pós treino.

Não é necessário aparelhos sofisticados para elaborar

um treino HIIT, basta conhecer bem o método e usar

a criatividade, a Academia Estação Saúde elaborou

uma aula baseada no método e a nomeou de “SECA

PNEU” porque a aula é a escolha certa para detonar

gorduras extras, principalmente a gordura visceral,

a que se localiza entre os órgãos, sendo responsável

pela maior incidência de pressão alta e diabetes, a aula

melhora também a força, o condicionamento físico e

treina todos os músculos do corpo devido os estímulos

variados.

Serviço:

Verônica Almeida é Fisioterapeuta da Estação Saúde.

CREF 05/00163-G/PE

FONES: 3719-6000 /98400300 /98400302


PALAVRAS CRUZADAS - Por José Severino do Carmo

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

13 14 15

16 17 18 19 20 21

22 23 24 25 26

27 28 29 30

31 32 33 34 35 36

37 38 39 40 41 42

43 44 45 46 47

48 49 50 51 52 53

54 57 55 56 57 58

59 60 63 61 62 63 65 64

65 66 67 68 69 70

71 72 73 74 75 76

77 78 79 80 81 82

83 84 85 86 87 88 89

90 91 92 93

94 95 96 97 98 99

100 101 102

103 104 105

Horizontais: 1 - Projétil; 5 - Comilança (pl); 11 - Deus dos Muçulmanos; 13 - Dispara; 14 - Palácio Real; 16 - Portuguesa;

17 - Corte com os dentes; 19 - Costumes; 20 - Tarsísio Meira; 22 - Partia; 23 - Extorsão(Fig.); 25 - Apartamento; - 26

- Maior executivo de uma empresa; 27 - Deus Egípcio; 28 - Suportar; 30 - Milho em inglês; 31 - Incomodo; 34 - Capacete;

36 - Senhor (uso informal); 37 - Estado do Norte; 38 - Sobrenome; 40 - Tipo de Ginástica (pl); 44 - Atrever - se; 47

- Chocalho indígena; 48 - Volume; 50 - 2ª Pessoa do sing. do pres. do indicativo do verbo ser; 52 - Felina; 53 - 7ª Nota

musical; 54 - Estados Unidos; 55 - Tipo de joia; 57 - Líder, em inglês(ao contrário); 59 - Aqui; 62 - Adoração; 64 - Resmunga;

65 - Jogada de mestre; 68 - espaço celeste; 70 - móvel para guardar coisas (ao contrário) pl; 71 - Atmosfera; 72

- Espécie de flor; 74 - Estado do Nordeste; 76 - Milho Torrado (Bahia); 77 - Jogador Pernambucano o melhor do mundo

em 1999; 79 - Relações Públicas; 81 - Anfíbio anuro; 83 - Ainda; 84 - Trovador; 86 - Engodo; 88 - Estado Maior Produtor

de Sal; 90 - Proprietária; 92 - Sacolejar; 94 - Guisado de camarões e ervas; 96 - Está; 97 - Círculo avermelhado

ao redor do bico do seio (pl); - 100 - Nome de Homem; 102 - Adia; 103 - Provas; 104 - 6ª Nota Musical; 105 - Fechada.

Verticais: 1 - Limite; 2 - Age; 3 - Lírio; 4 - aves psitaciformes da família dos psitacídeos 6 - surre, 7 - Antes de Cristo; 8 -

19ª nona letra do alfabeto grego; 9 - Tostar; 10 - Pare (em inglês); 11 - América Latina; 12 - Jogo que envolve pagamento

por um bilhete numerado; 15 - Elza Soares; 17 - Radio Porto Alegre; 18 - Invalida; 21 - vocábulo composto por uma

sílaba; 24 - Montem; 26 - Cócega; 27 - Boato; 29 - Chuva Fina(ao contrário); 32 - Estado de Rui Barbosa; 33 - Tecido

duro que forma o esqueleto; 35 - Desmoronar; 39 - Alcoólicos Anônimos; 41 - Rezar; 42 - Levantados,43 - Cidade do

R. G. do Norte; 45 - Agência de Notícias: 46 - Animal que transporta Papai Noel; 49 - Ator que fazia dupla com Grande

Otelo; - 51 - Esperma; 53 - Membro do Senado; 56 - Dividir em lotes; 58 - Intervalo(ao contrário); 60 - Augusto Costa;

61 - Mulher idolatrada; 63 - Acusada; 65 - Sadio; 66 - borda de chapéu; 67 - A mais extensa cordilheira do mundo; .

69 - Rádio Patrulha; 73 - Sal do ácido iódico; 75 - Seleção; 78 - Cidade no nordeste da Itália; 80 - .Pilastra; 82 - Alcoólicos

Anônimos; 85 - Vazia; 87 - Espécie de palmeira da África(pl.); 89 - Despidos; ; 91 - idêntico; 93 - 15ª, 12ª, 12ª

e 1ª letras do alfabeto; 95 - canção; 98 - 15ª, 5ª e 12ª letras do nosso alfabeto; 99 - Associação Atlética Diadema; 100

- Nove, em algarismo romano; 101 - 3ª pessoa do presente do indicativo do verbo inglês to be; 102 - Utensílio agrícola.

Respostas

HORIZONTAIS:

1 - Bala; 5 - Mamatas; 11 - Alá; 13 - Atira; 14 - Castelo; 16 - Lusa;

17 - Roa; 19 - Usos; 20 - TM; 22 - Ia; 23 - Rapina; 25 - AP; 26 - Ceo;

27 - Ra; 28 - Aturar; 30 - Corn; 31 - Abuso; 34 - Elmo; 36 - Siô; 37

- AM; 38 - Sá; 40 - Aeróbicas; 44 - Ousar; 47 - Maraca; 48 - Corpo;

50 - Es; 52 - Gata; 53 - Si; 54 - US; 55 - Anel; 57 - Redael; 59 - Ca;

62 - Amor; 64 - Rosna; 65 - Sacada; 68 - Éter; 70 - Suab; 71 - Ar;

72 - Bonina; 74 - PE; 76 - Ado; 77 - Rivaldo; 79 - RP; 81 - Sapo; 83 -

Até; 84 - Aedo; 86 - Isca; 88 - RN; 90 - Dona; 92 - Sacolar; 94 - Efo;

96 - Ta; 97 - Areolas; 100 - Izidio; 102 - Protela; 103 - Exames; ;

104 - LA; 105 - Selada.

VERTICAIS:

1 - Limite; 2 - Atua; 3 - Lis; 4 - Araras; 6 - Açoite; 7 - Ac; 8 - Tau; 9 -

Assar; 10 - Stop; 11 - AL; 12 - Loteria; 15 - ES; 17 - RPA; 18 - Anula;

21 - Monossílabo; 24 - Armem; 26 - Cosca; 27 - Rumor; 29 - Aorag;

32 - Ba; 33 - Osso; 35 - Abater; 39 - AA; 41 - Orar; 42 - Içados; 43 -

AÇU; 45 - UPI; 46 - Rena; 49 - Oscarito; 51 - Semen; 53 - Senador; 56

- Lotar; 58 - Asuap; 60 - AC; 61 - Ídola; 63 - RÉ; 66 - Aba; 67 - Andes;

69 - RP; 73 - Iodato; 75 - Escrete; 78 - Veneza; 80 - Pilar; 82 - AA;

85 - OCA; 87 - Saros; 89 - Nus; 90 - 91 - Afim; 93 - Olla; 95 - Ode;

98 - OEL; 99 - AAD; 100 - IX; 101 - IS; 102 - Pá.

More magazines by this user