17.08.2020 Views

Revista VOi 177

You also want an ePaper? Increase the reach of your titles

YUMPU automatically turns print PDFs into web optimized ePapers that Google loves.

#TAL PAI, TAL FILHO

Filhos de músico,

ilustrador, professor e

cirurgião seguem os

passos dos pais

Test ride

Conheça uma Harley

Davidson Street Glide

rock'n'roll

Ciro

Bottini

Esportes

De origem indígena,

peteca atrai

esportistas de

todas as idades

DE TÍMIDO E RETRAÍDO A APRESENTADOR

ORIGINAL, DIFERENTE, INCONFUNDÍVEL E MARCANTE


sumário

Moda

Comunicador

mão na massa

20

Entrevista

Ciro

Bottini

04 Editorial

Pais inspiradores,

filhos brilhantes

06 Cartas

08 Bastidores

10 Notas

14 Moda

Comunicador mão na massa

26 Principal

De pai para filho

32 Transformação

Da tela para os clicks

36 Coluna

Provopar

34

Vitrine

38 Coluna

Joias eu uso

por Tufy Karam Geara

40 Test ride

Amor de pai

44 Esporte

Peteca: um esporte

100% brasileiro

48 Blogueando

Influencer internacional

49 Cultura

50 Histórias

Ousadia e respeito

agosto 2020 03


editorial

Pais

inspiradores,

filhos

brilhantes

Chegou a hora de estudar na maior escola de

inglês online do mundo

• Disponível 24 horas por dia

• Tecnologia pré-qualificada pelo MEC

• 16 níveis de inglês, do iniciante ao avançado

Leitores VOi tem 1 mês de acesso gratuito à

English Live para conhecer a escola!

Use o código: BRINGLESVOI na página:

*Oferta não cumulativa, válidas apenas para novos alunos

que cadastrarem a partir do QR CODE, o código tem

durabilidade de 30 dias a partir da data de ativação, dá

acesso aos 16 níveis de inglês e teste de nivelamento

englishlive.ef.com

www.revistavoi.com.br agosto 2020

#TAL PAI, TAL FILHO

Filhos de músico,

ilustrador, professor e

cirurgião seguem os

passos dos pais

Test ride

Conheça uma Harley

Davidson Street Glide

rock'n'roll

Ciro

Bottini

DE TÍMIDO E RETRAÍDO A APRESENTADOR

ORIGINAL, DIFERENTE, INCONFUNDÍVEL E MARCANTE

Esportes

De origem indígena,

peteca atrai

esportistas de

todas as idades

A capa desta edição é o apresentador

Ciro Bottini. O click é de Saulo Soares.

P

ara comemorar o mês dos pais, a VOi

nesta edição traz uma reportagem especial

com as histórias de um médico, um

músico, um ilustrador e um professor,

que seguiram a profissão de seus

pais. São relatos que emocionam quando pais e

filhos trocam admirações entre eles e o quanto

terem a mesma profissão os aproximaram. E por

falar em pai, no test ride conheça o proprietário

de uma Harley Davidson Street Glide. Fã do

AC/DC, ele levou uma gestação para customizá-la.

Em esportes, curiosidades da peteca,

desde como ela surgiu, regras do jogo, campeonatos

e onde praticar.

Feliz dia dos pais!

Relatos que

emocionam

quando pais e

filhos trocam

admirações

entre eles

Brisa Teixeira,

Jornalista da Revista VOi

04

agosto 2020

revistavoi.com.br


Hotel

Serra Alta.

Um refúgio com

toda a segurança.

Num momento de ansiedade e

incertezas, um descanso pode ser

o que você precisa para renovar

as energias.

No Serra Alta Hotel, você aproveita

São Bento do Sul em meio a mata

atlântica. Acomodações

aconchegantes e diversas opções

de lazer: piscina aquecida, sala

de jogos, bar e deck com lareira.

Seja nas poltronas com pelegos de

lã de carneiro ou num descanso no

solário, a tranquilidade é garantida.

Tudo isso com a gastronomia

inesquecível do Manacá.

Conheça o Serra Alta Hotel.

Higienização permanente de

toda área comum e acomodações.

Quer sair de casa,

ir pra um lugar seguro e descansar?

Venha para o Hotel Serra Alta.

Um refúgio com toda a segurança

que você procura.

Reservas (47) 3634-1112 serraaltahotel.com.br


ARUBA BUENOS AIRES CANCÚN CANNES MIAMI MONTERREY PUNTA DEL ESTE RIO DE JANEIRO SANTIAGO SÃO PAULO


cartas

Edição de

Julho 2020

Aline Barros

FALL WINTER 2020

CS PREMIUM PARK SHOPPING BARIGUI | CS MAISON PARK SHOPPING BARIGUI | CS SHOPPING MUELLER | CS SHOPPING JOCKEY PLAZA

CALçaDOS, ROuPAS e ACESsóRIOS

www.revistavoi.com.br juLho 2020

Esportes

Associação agrega guias

e pessoas cegas para

caminhadas e corridas

Test Drive

Ford 1932 Hot Rod:

mecânica moderna

em um modelo clássico

Aline

Barros

Voz que encanta com carisma

os apaixonados pela música gospel

#solidariedade

Quando fazer o bem ao

outro é missão de vida


Agradeço por poder

compartilhar um pouquinho

do que eu e o projeto @

dosofaprarua fazemos para

minimizar o sofrimento das

pessoas em situação de

vulnerabilidade. Que muitas

pessoas possam se inspirar e

ajudar cada vez mais.

Aline Senter -

@alinesenter

O Autor da vida pode transformar a

sua história... confie e entregue tudo nas

mãos do Deus todo poderoso. Obrigada

pelo carinho de toda equipe da Revista

@revistavoi

@alinebarros

Obrigada pela linda reportagem do

Música Feita em Casa. Foi muito bom

compartilhar com vocês o nosso evento,

que une música autoral e gastronomia

artesanal.

Márcia Teixeira de Oliveira

Parabéns pela matéria Correr sem Ver.

Retratou na íntegra a interação entre atletas

com deficiência visual e atletas guias, no

universo das corridas de rua, no universo

de superações.

Paulo Guerra

Feliz de ter tido a oportunidade de

contar um pouco da minha história nesta

edição. Gratidão!

Alessandra Ernst - @alerrnst

Meu texto: Sou árvore; foi publicado na Revista VOi de

julho. Ele foi escolhido pela Brisa Teixeira, que acompanha

meus escritos por aqui (no facebook) e, para ilustrar a

publicação, escolhemos uma foto que adoro de uma sessão

que fiz com a fotógrafa Dani Sanson. Adorei!

Juliana Sanson - @jusanson

follow us:

No Instagram e no Facebook da VOi você confere a cobertura dos

principais eventos e fica por dentro do que estará na próxima edição

www.facebook.com/revistavoicuritiba

Instagram - @revistavoi

06

agosto 2020

revistavoi.com.br


THREAD ERA

A MAIS NOVA FERRAMENTA

NA ESTÉTICA MUNDIAL

A indução de colágeno e a sustentação

de tecidos faciais por meio de fios de

Polidioxanona (PDO) é um

procedimento minimamente

invasivo que vem ganhando

cada vez mais importância

dentro do Rejuvenescimento

Facial.

www.drviniciuscancilieri.com.br

AMedicina Estética tem a capacidade de prevenir

expressões inestéticas e o envelhecimento.

Nos últimos anos, o número de mulheres e

homens interessados em Medicina Estética e o

número de procedimentos minimamente

invasivos cresceu enormemente. Os programas

de rejuvenescimento incluem a

eliminação e suavização da aparência

cutânea (melhoria da textura, elasticidade e discromias), como

também o tratamento de expressões inestéticas, ptose facial,

sendo alvo de tratamento a restauração do volume da pele e

flacidez.

Os propósitos de tratamento normalmente são:

- Tratamento externo da pele, com Skinboosters, Peelings,

Microagulhamento;

- Reconstituir o volume de pele com Ácido Hialurônico,

Hidroxiapatita de Cálcio, Policaprolactona, Ácido Polilático,

entre outros;

-Tratamento do excesso de volume gorduroso por lipolíticos;

- Tratamento de músculos hiperativos e hipercinéticos de toda a

região facial e cervical.

O efeito do rejuvenescimento dessas tecnologias é temporário,

geralmente de 6-24 meses.

“Thread Era”. Ou a “Era dos Fios”, são dispositivos que elevam a

pele e reposicionam a gordura subcutânea. Outras apresentações

realizam bioestimulação além de tração. A Polidioxanona,

ou Fios de PDO, ganharam o mercado mundial devido a sua

vasta apresentação de fios. Estes fios podem ser lisos, farão

apenas bioestímulo de colágeno, e com garras que, para além

desse efeito, realizam tração e lifting facial. É um procedimento

rápido, eficaz, com poucos efeitos adversos, mas que exige

conhecimento da sua melhor indicação, das melhores técnicas

para obter os melhores resultados. Os fios são extremamente

versáteis, com variação de tamanho e espessura, podendo ser

aplicados em diversas regiões do rosto e corpo, auxiliando na

produção de colágeno e na redução de rugas e linhas de

expressão. Procedimento este que ganhou espaço na Estética

Mundial, sendo primeira escolha para tratamento de Ptose

Facial para aqueles pacientes que necessitam de Lifting, e, além

de realizarem tais suspensões, eles reposicionam os tecidos

gordurosos, que na maioria das vezes estão ptóticos, volumizando

regiões deterioradas sem a necessidade de fillers,

entregando resultados mais naturais e harmônicos.

Quais locais os fios podem ser aplicados?

Face: Fox Eyes - Fios para Suspensão de Supercílios, Suspensão

de Ponta Nasal, Flacidez Infra-Palpebral, Flacidez Facial Global,

Lifting de Terço-Médio de Face Média – Pesada, entre outras.

Pescoço: Queixo duplo, Lifting de Pescoço, Bioestimulador

cervical.

Corporal: Colo, Braços, Glúteos, Abdômen, Joelho, Coxa e

Quadris.

Para saber mais

sobre o

trabalho

realizado na

clínica acesse:

viniciusmed (41) 99631.8598 (41) 3205-2903


expediente

bastidores

Ano XVII • Edição n.º 177 • Agosto 2020

Foto: divulgação

A Revista VOi é uma publicação da JOTA Editora

Rua Maranhão, 502 - Água Verde

CEP 80610-000 - Curitiba (PR) - Brasil

Fone/Fax: +55 (41) 3333-1023

EM FAMÍLIA

Ciro Bottini esbanja bom humor e ao lado do filho, Daniel, parece

não deixar ninguém quieto, com quem vive sempre em alto astral

JOTA EDITORA

Diretores/Directors:

Comercial - Fábio Alexandre Machado

Executivo - Pedro Bartoski Jr.

revistavoi@revistavoi.com.br

Redação/Writing:

Brisa Teixeira

jornalismo@revistavoi.com.br

Foto: Marcos Mancinni

CLIMA DO BEM

Uma imagem diz mais que mil palavras. A foto retrata bem o que foi o

clima da produção do quadro Transformação da Revista VOi. Marcos

Mancinni e a apresentadora do Band Mulher, Ana Chu, deram um show

Projeto Gráfico/Graphic Design:

Supervisão: Fabiana Tokarski

Fabiano Mendes

Crislaine Briatori Ferreira

criacao@revistavoi.com.br

Colaboradores/Colaborators:

Fotógrafo: Marcos Mancinni

Depto. Comercial/Sales Department:

comercial@revistavoi.com.br

Fone: +55 (41) 3333-1023

Colunistas/Colunists:

Tufy Geara

Depto. de Assinaturas/Subscription:

assinatura@revistavoi.com.br

Ligação gratuita:

0800 600 2038

Foto: divulgação

AINDA REPERCUTE

A loja de presentes Matéria-Prima Artesanatos, possui uma série de

novidades para quem quer presentear com exclusividade. Recebemos

esse mimo da proprietária Vera Lopes, que ainda arruma um tempo

para dar cursos aos interessados em aprender um novo ofício

A Revista VOi é uma publicação mensal e independente, dirigida ao

público curitibano, a turistas, rede hoteleira e gastronômica de Curitiba.

A VOi não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos e colunas

assinadas, por serem de responsabilidade de seus autores. A utilização e

reprodução pode ser feita desde que informada e citada a fonte. A Revista

VOi também não se responsabiliza por fotos de divulgação, bem como,

por anúncios e imagens enviadas por terceiros, por entender serem de

responsabilidade de seus produtores.

08

agosto 2020

revistavoi.com.br


Você já tem

uma máquina de café

em sua empresa?

www.amistecafe.com.br

A Amiste Café é uma rede de franquias

especializada na LOCAÇÃO e VENDA de

máquinas de café expresso e vending machines.

Temos uma gama de máquinas e insumos com as

melhores marcas do mercado.

41 3024.1400 | 41 3503.5240

amistecafe


NOTAS

Mudança na

gerência regional

Após 23 anos dedicados à Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK Paraná)

e um legado de sucesso, Christina Mathias se despede da entidade para priorizar

uma outra etapa da vida, a aposentadoria. Desde o início de julho, o cargo de gerência

regional passou a ser ocupado por Augusto Michells. O profissional é graduado em Letras

Português-Alemão pela Ufpr (Universidade Federal do Paraná) e, atualmente, cursa

a faculdade de Engenharia Mecatrônica. Antes de assumir o novo cargo na AHK Paraná,

Michells atuava como analista de patentes, na Bhering Advogados. “É uma grande mudança

na minha vida profissional, e espero desempenhar com competência e qualidade

as atividades a mim atribuídas”, reforça o novo gerente. Desde abril deste ano, foram 22

webinars gratuitos. Para mais informações, acompanhe a AHK Paraná nas redes sociais, acesse o site

(www.ahkbrasilien.com.br/camara-brasil-alemanha-parana) ou entre em contato pelo e-mail (ahkparana@ahkbrasil.com).

Foto: divulgação

Imagem: reprodução

Dubladores

famosos

Toda terça e quinta, às 18h, a Cinesystem Talk traz conteúdos

exclusivos no seu canal do youtube. Confira lá diversas

entrevistas com dubladores. Tem a entrevista com

Marco Ribeiro, dublador do Homem de Ferro, Woody do

Toy Story e Jim Carrey. Lá também, foi entrevistado Charles

Paraventi, ator e dublador norte-americano naturalizado

brasileiro. E ainda um bate-papo especial com Wirley

Contaifer, um dos melhores jovens dubladores do Brasil.

Ele dubla ninguém menos que o Homem-Aranha e vários

outros super desenhos. Se inscreva no Canal Cinesystem

Cinema Além do Filme, ative o sininho e receba em seu

email as novidades dos próximos entrevistados.

Foto: divulgação

Super

interação

A Bronze das Estrelas está programando uma super interação

com seus clientes. Aniversariantes de setembro,

outubro, novembro e dezembro poderão ganhar uma

sessão. A promoção vai ocorrer na página do Instagram

@bronzedasestrelas. “Vamos escolher 1 aniversariante de

cada um dos quatro últimos meses do ano”. Se você faz

aniversário em um desses meses, basta escrever o dia do

seu aniversário no post da promoção e já estará concorrendo.

O resultado será mês a mês sempre no dia 01 de

cada mês. Boa sorte!

10

agosto 2020

revistavoi.com.br


Continuidade

ao bar

As chaves do CanaBenta estão em boas mãos – Grupo

Mustang, Grupo Bossa e Délio Canabrava juntos em prol

do bar. Mas até essa união acontecer, o empresário Délio

quase entregou a chave a quem quisesse assumir o bar,

localizado na Rua Itupava, no Alto da XV. Tudo começou

quando circulou no whatsapp um apelo de Délio Canabrava,

que anunciava a doação do bar. “Quem quiser, venha

pegar a chave”, clamava a mensagem. Vendo a aflição do

amigo e a comoção de centenas de clientes, Lincoln Almeida,

do Grupo Mustang, e Glaucio Gonzaga, do Grupo

Bossa, foram ao encontro de Délio. O resultado foi melhor

que o esperado. Délio, Lincoln e Glaucio, juntos, darão

vida longa ao Canabenta. “Queremos manter a mesma

essência que há tantos anos reúne os curitibanos”, comemora

Lincoln Almeida, do Grupo Mustang.

Fotos: divulgação

Harmonização

facial

A harmonização facial é um conjunto de

técnicas e procedimentos estéticos, minimamente

invasivos, para melhora global da

face, trazendo harmonia, transformando os

traços e tratando o envelhecimento facial,

caracterizado pela perda de elasticidade,

colágeno, ácido hialurônico, queda dos

tecidos, músculo e gordura. A definição é

do Dr. Vinícius Cancilieri, especialista em

rejuvenescimento facial. Para tal resultado,

explica ele, existe uma gama de recursos

disponíveis, entre eles: Toxina Botulínica,

Preenchimento Facial com Ácido Hialurônico,

Lasers, Radiofrequências, Fios Faciais,

Bioestimuladores, MMP, Microagulhamento

e Peelings. “O principal motivo de estar em

alta é o fato de ser procedimentos sem cortes. Com isso, menos riscos de complicações, resultados mais naturais, resultados

imediatos e sem tempo de recuperação. O paciente sai do consultório mais bonito (a) e pode seguir com sua rotina normalmente”,

garante o Dr. Vinícius Cancilieri. A duração do resultado, segundo o médico, vai depender do ativo usado. Em média,

a Toxina Botulínica tem uma duração de 3-5 meses. Preenchedores a base de Ácido Hialurônico, até 2 anos. Bioestimuladores

de colágeno de até 24 meses.

Foto: Marcos Mancinni

agosto 2020 11


NOTAS

Teacher online

24 horas

A English Live oferece aulas com professores nativos ou bilíngues (para níveis

iniciantes, todos os dias, de manhã, das 7h ao meio-dia, e à noite, das 18h

à meia-noite) e especializados online 24 horas para ajudar o aluno a ficar

fluente montando seus horários. Todos os professores têm certificados para

lecionar – em sua maioria, Tefl ou Cambridge TKT. Além disso, eles passam

por um curso intensivo sobre o método da escola. Na English Live o aluno

pode também ter aulas particulares. Elas são um “one-on-one” com um dos

professores da escola e duram 40 minutos. O aluno marca com antecedência

o dia, horário e tema que deseja abordar, assim o professor prepara uma aula

exclusiva, alinhada com as dificuldades. Para os níveis iniciais, temos também professores bilíngues! Além das aulas particulares,

a English Live promove atividades interativas, em que o aluno define o horário das aulas, já que a escola funciona 24h por

dia. E tudo isso sem sair de casa.

Foto: Michelle Lara

Imagem: reprodução

Rainha da

primavera

Estão abertas para todo o Brasil até o dia 20 de setembro

as inscrições para participar do Concurso Rainha da Primavera

Virtual Brasil 2020. A grande final ocorre no dia

27 de setembro. As categorias estão divididas em: baby

01 a 03 anos, mirim 04 a 07 anos, infantil 08 a 10 anos,

pré-teen 11 a 13 anos, teen 14 a 19 anos, adulta 20 a

29 anos, mulher 30 a 45 anos, sênior acima 45 anos

e plus size acima 18 anos. Informações e regulamento

pelo whatsapp (41) 98812 6695. Realização: Leandro

Anthony Assessoria e Eventos.

Alta

Música solidária

O Grupo Vocal Curitibôcas vai atender

o pedido das músicas de 21 idosos que

moram no IPC (Instituto Paranaense

de Cegos). Com a pandemia, as visitas

ao IPC foram suspensas, assim como

as festas e atividades presenciais no

Instituto. A ideia é levar um pouco de

alegria aos idosos por meio de músicas

que marcaram as suas vidas. O Grupo

Vocal irá gravar as canções em vídeos.

Baixa

Economia parada

Pesquisa realizada pela Abrasel -

PR (Associação Brasileira de Bares e

Restaurantes do Paraná) revela que

70% dos empreendimentos gastronômicos

de Curitiba demitiram

funcionários nos últimos meses.

O estudo mostra que restaurantes

estão lutando para manter as portas

abertas, porém, mais de 20% deles

pensam em encerrar as atividades.

12

agosto 2020

revistavoi.com.br


Mineirinha

talentosa

Mineira de Ubá, Anna Mel começou a cantar aos sete anos de

idade por influência do irmão mais velho José Netto, que é músico.

Suas inspirações musicais são diversas e vão de Tiê a Andra

Day, Marisa Monte a Banda Melim, de Anavitoria a Elis Regina,

Tiago Iorc, mas a maior delas é a Sandy. Apesar da pouca idade

(14 anos), ela não se dedica a um repertório infantil e possui

uma grande maturidade artística, cantando como gente grande.

Em maio de 2019, a cantora assinou com a gravadora Universal

Music e apresentou seu primeiro single intitulado: Sonho

de Menino; uma composição de Paulinho Pedra Azul e participação

especial de Padre Fábio de Melo.

Em seguida ela liberou a segunda faixa: Nada é Igual; com

autoria de João Paulo Silva Almada. O EP de estreia de Anna

Mel é mais uma prova de que a mineirinha tem talento de

sobra. Ambas contam com clipe que já está disponível em

todas as plataformas e redes digitais.

A grande novidade é que o EP será de 07 a 08 faixas,

sob a direção musical do Max Viana e umas das surpresas

do EP é que Anna Mel dividiu uma canção composta pelos

irmãos Melim, com a baiana Ivete Sangalo. A participação

de Veveta - uma das cantoras de maior sucesso da música nacional

consagrada no Brasil e exterior.

A canção com a Veveta e as outras ainda terão o lançamento programado,

sendo que uma delas é assinada pela carioca Lanna Rodrigues,

feita especialmente para Anna Mel.

A artista tem como manager o agente Vicente Gomes. Ele foi o

responsável por fazer as trilhas sonoras do músico Marcus Viana

chegar ao diretor Jayme Monjardim. Viana é autor de trilhas conhecidas

como Cananga do Japão, Pantanal, O Clone, A casa das sete

mulheres, Terra Nostra, dentre várias outras. Ele também apresentou

a cantora Paula Fernandes à Universal Music, em 2008, e cuidou de

sua carreira nos dois anos subsequentes. Em 2016, o agente inscreveu

a cantora Mylena Jardim ao The Voice, que foi a vencedora.

DIAS MELHORES

Anna Mel lançou recente o clipe e a música: Dias Melhores; regravação

da banda Jota Quest. A letra tocou muito o coração da cantora

neste momento de pandemia e já é um sucesso! Teve aprovação

e o carinho inclusive do cantor Rogério Flausino (Banda Jota Quest),

que mandou uma mensagem de carinho! A canção na voz da Anna

Mel está disponível em todas as plataformas digitais dela. “Adoro

a banda Jota Quest e resolvi regravar esta canção, porque além de

ter tocado o meu coração, a mensagem é muito forte e tem tudo a

ver com o momento que estamos passando. Essa música está sendo

uma benção e uma inspiração para mim, está abrindo mais portas de

trabalho e entrevistas no meio da imprensa em geral. Dias melhores

virão, não podemos perder as esperanças”, ressaltou Anna.

https://m.youtube.com/channel/UCaqBFr8TVSGsUHwZ3Hg5m9w

@annamelxavier

Fotos: Pedro Roque

agosto 2020 13


moda

Comunicador

mão na

massa

Ciro Bottini esbanja

espontaneidade,

naturalidade e bom

humor. Uma inspiração!

Ficha técnica

fotografia: Saulo Soares

14

agosto 2020

revistavoi.com.br


agosto 2020 15


moda

16

agosto 2020

revistavoi.com.br


agosto 2020 17


moda

18

agosto 2020

revistavoi.com.br


agosto 2020 19


entrevista

20

agosto 2020

revistavoi.com.br


Ciro

Bottini

COMUNICADOR HÁ 30 ANOS, ELE REVELA

O JEITO BOTTINI DE VENDER E A SUA VIDA

DENTRO E FORA DA TELINHA

Quem é Ciro Bottini?

Um sujeito que era muito tímido e retraído e soube se

inventar e transformar em comunicador e vendedor,

muito animado, extrovertido, cheio de bom humor e

que gosta de divertir as pessoas, ao mesmo tempo, convencê-las

a comprar alguma coisa. Não tenho pudores

de vender, inclusive sei e gosto muito de me vender.

Ressalto as qualidades do produto e apresento os benefícios

que irão seduzir os clientes, afinal, qualquer pessoa

pode se tornar um cliente, e essa é a minha missão, converter

telespectadores de telas digitais e analógicas em

consumidores. Para atingir esse objetivo, com o tempo,

desenvolvi, além das técnicas de vendas, comunicação

e persuasão, muita autoconfiança, que é essencial nessa

atividade.

Por Brisa Teixeira

Fotografia: Saulo Soares

São quantos anos como comunicador?

Trabalho há 30 anos com comunicação, desde meu primeiro

trabalho como locutor de um shopping, em São

Paulo, passando pelos anos que estive no rádio até à TV

e agora, com força no digital. Cada momento valeu a

pena, amo a minha atividade profissional.

agosto 2020 21


entrevista

Desde quando percebeu que era um bom comunicador?

Sinceramente, nunca imaginei que um dia iria viver da

minha comunicação, era muito tímido até à adolescência,

embora já tivesse alguns sinais de bom humor e gostasse

de me divertir, o que, aliás, é um dos aspectos que

mais gosto no meu trabalho. Me divirto muito, enquanto

estou gravando ou fazendo palestras e isso contagia a

audiência. Sempre soube que queria uma atividade que

fugisse do padrão, por isso, montei uma banda de rock

com alguns amigos, mas não deu muito certo, já que

era um cantor desafinado. Logo em seguida, um amigo

me sugeriu fazer um curso de locução para trabalhar

em rádio, o que achei estranho no começo, mas depois

me agradou, afinal era um trabalho diferente. Quando

finalmente fui admitido por uma emissora e comecei

a falar profissionalmente, tive a certeza de que tinha

encontrado meu caminho. Foi amor à primeira vista,

incrível! Podia me expressar da maneira que quisesse e

ainda conseguia ser super extrovertido, deixando a velha

timidez de lado. Uma verdadeira libertação.

É jornalista de formação. Quais foram os primeiros trabalhos?

Só fiz faculdade por causa dos pedidos da minha mãe.

Já tinha 25 anos, trabalhava como locutor e sabia aonde

queria chegar e como seguir, mas ela insistiu e acabei

escolhendo jornalismo. Foi legal, mas nunca exerci a

profissão, parti logo para o marketing e para a publicidade,

verdadeiramente a minha praia. Minha única ligação

com jornalismo atualmente, é ser um ávido leitor de

jornais e revistas.

Está no ar desde a inauguração do canal Shoptime. Que

programas já apresentou?

Já são mais de 25 anos de Shoptime e posso dizer que já

vendi de tudo no canal: eletrônicos, CD’s, roupas, itens

para cozinha e roupas de cama, entre outros. Acho que

o mais importante, para mim, é vender, independente do

produto, e estar em contato direto com os clientes. Essa

é a minha maior paixão e a minha alegria em estar na

tela, não mudou desde o meu primeiro dia no ar, aliás,

sou vendedor televisivo antes mesmo do surgimento do

Shoptime. Faço isso há bastante tempo. Fui um dos que

inventou essa atividade no Brasil e tenho muito orgulho

de tudo o que conquistei.

Fale um pouco sobre o programa atual: Conectados.

Se tem uma coisa de que não gosto, é de limitações.

É muito legal falar de smartphones, TV’s e tecnologia,

até porque sou um usuário alucinado de tudo isso, mas

sou vendedor raiz e gosto de vender de tudo. A minha

empresa Máquina de Propaganda Bottini me faz ter con-

tato com todo o tipo de segmento de mercado e muitos

produtos. Isso é um treinamento constante de adaptação

e gosto bastante. Na TV, quando tenho que apresentar

panelas, toalhas, cremes, roupas de cama ou qualquer

outra coisa, vou com tudo e gosto muito. Os resultados

são ótimos!

Em que momento percebeu que tinha perfil de comunicador

de vendas?

Minha intuição sempre me ajuda a ter insights importantes,

mas, além disso, temos que arriscar, e sempre estive

pronto para isso. Muitas vezes, criamos as situações

e, em seguida, desenvolvemos as habilidades. Talvez

meu maior talento seja vislumbrar oportunidades onde

ninguém viu nada. Em várias oportunidades na vida

fui o primeiro a fazer alguma coisa que depois, ficou

óbvia, mas ninguém fez antes, só eu. Já era locutor de

rádio, mas queria mudar de veículo, meu foco era ir

para a TV e, de repente, em uma manhã de sábado, me

deparei com um programa de vendas de automóveis na

TV Gazeta, em São Paulo. Olhei aquilo e consegui me

imaginar na tela fazendo. Foi demais! Percebi na hora

que podia ser uma grande oportunidade de criar algo

duradouro e fui muito dedicado desde o primeiro dia.

Nunca tentei criar um personagem, quer dizer, todo o

meu estilo como vendedor do vídeo é baseado na minha

própria personalidade, não tem nada inventado ou

planejado, é por isso que a identificação com as pessoas

acontece, o negócio é verdadeiro. Outra coisa importante

é não ter medo de fazer coisas diferentes. Quando

todo mundo quer ser igual e seguir tendências, eu quero

ser diferente e criar as tendências. Isso é ser original, o

que valorizo muito.

Chegou a fazer algum curso para se aprimorar profissionalmente

ou isso foi ocorrendo com a prática diária?

Sou um profissional mão na massa, gosto de aprender

fazendo, testando, errando, tentando de novo, apren-

Talvez meu maior

talento seja vislumbrar

oportunidades onde

ninguém viu nada

22

agosto 2020

revistavoi.com.br


dendo e, acima de tudo, criando do meu jeito. Claro que

leio, pesquiso e tenho inúmeras referências, mas não

consigo fazer algo simplesmente repetindo o que alguém

já fez sem colocar o meu toque pessoal. Para mim, isso

é inconcebível. Como assim? Vou gravar alguma coisa

sem pôr o meu tempero Bottini? Impossível! Conhecimento

nunca é demais, muitas novidades surgem a todo

momento e precisamos estar ultra conectados com tudo,

entretanto muita coisa só aprendemos de verdade executando.

Minha alegria em

estar na tela, não

mudou desde o meu

primeiro dia no ar

Qual o segredo para uma boa comunicação com o telespectador?

O segredo é ser você mesmo. Espontaneidade, naturalidade,

bom humor, saber improvisar, conhecer muito

bem o conteúdo, explorar bem a voz para despertar interesse

em quem ouve, usar as palavras certas, falar sempre

mantendo o sorriso no rosto, ser transparente com

a audiência, usar a comunicação não verbal, os gestos,

para enfatizar o que falamos. Estas são algumas técnicas

importantes para quem quer ter uma comunicação eficiente.

É preciso dar vida ao texto e transformar aquilo

que estou vendendo em algo muito atraente, a ponto de

deixar as pessoas com vontade de comprar, precisamos

criar o desejo no cliente. Ser convincente é obrigatório

no meu trabalho, e isso gera credibilidade.

Lançou diversas expressões e bordões que viraram referência.

Como eles surgiram?

Uma das características que trago desde o início da

minha carreira é tentar ser sempre original, diferente,

inconfundível e marcante. Quero que a pessoa ouça

uma sílaba ou veja a minha foto e seja transportada para

o meu universo das vendas, tendo em mente que vai se

deparar com um bom negócio. Mais ou menos como

acontece com o Sílvio Santos, sem querer me comparar

a ele, evidentemente. Isso acontece bastante e me deixa

feliz, significa que a fórmula vem dando certo. Quando

encontro alguém na rua e a pessoa vem falando comigo

com a voz fininha “Bottiniiiiiii”... É muito legal. Pensando

assim, sempre fiz questão de criar meus bordões e

meu estilo próprio de comunicação. Compre! Compre!

Compre! Vender! Vender! Vender! Dedão Bottini de

Qualidade. A voz fininha, e tantos outros.

Que investimentos fez para ser um comunicador voltado

para a área comercial, com credibilidade e persuasão?

Meu investimento maior é a dedicação ao estudo de

cases, leitura de livros e artigos que sejam referência

no segmento, entender como os melhores do mercado

fazem no Brasil e no mundo e me encaixar nesse perfil.

Nem sempre esse foi meu foco. Nos primeiros anos,

queria ser apresentador de um programa de auditório,

mas com o tempo, entendi que se me especializasse

como comunicador/vendedor, teria um mercado bem

grande para atender, sendo um dos pioneiros. Deu certo,

escolhi o caminho que me trouxe autoridade no mercado

e credibilidade.

Em 2018, criou a Máquina de Propaganda Bottini.

Como surgiu e como funciona?

A ideia surgiu depois que gravei um vídeo rápido e do

meu celular, falando do novo projeto de um amigo e

dono de uma distribuidora de produtos para postos de

gasolina, no Espírito Santo. Ele editou essa gravação e

mandou para os seus clientes de todo o Brasil. Depois

que me contou que deu muito certo e foi um grande

sucesso de vendas, pensei em transformar isso em um

negócio. Não tinha experiência como produtor, apenas

como comunicador, mas consegui aprender rápido, investi,

comprando um equipamento melhor, montei um

estúdio na minha própria casa e agradeço muito pela

minha ideia estar dando resultados. Atualmente, gravo

de 30 a 40 vídeos, por mês, para pequenas, médias e

grandes empresas.

Qual o diferencial dos grandes vendedores?

O bom atendimento é um dos principais diferenciais

dos grandes vendedores. Costumo dizer que o mundo se

transformou completamente e isso é muito bom, embora

também represente um enorme desafio. Temos que estar

sempre nos reinventando, porque o tempo inteiro aparecem

novas ferramentas e tecnologias incríveis e que

precisamos aprender a usá-las para obtermos maiores

resultados, mas ao mesmo tempo em que temos mais

recursos, também sofremos mais pressão.

Além do trabalho no canal, também é palestrante?

Adoro fazer palestras e já atuo nesse mercado há mais

de quinze anos. Para mim, é muito especial ter um palco,

a plateia e um microfone. Falar sobre vendas, minha

agosto 2020 23


entrevista

carreira, minhas técnicas e resultados é sempre um

enorme prazer. Falo para vários públicos, vendedores,

empresários, pessoal de marketing, estudantes e muitos

outros. Já fiz palestras para dentistas! Qual o assunto?

Vendas, é lógico. Todo mundo é vendedor, sem exceção.

Estamos sempre vendendo alguma coisa, inclusive

a nossa imagem, o que é algo fundamental. Sempre que

faço uma palestra recebo, em seguida, depoimentos de

várias pessoas dizendo que colocaram as dicas em prática

e mudaram sua postura em relação às vendas, melhoraram

os resultados e passaram a se sentir mais confiantes.

É um privilégio poder fazer esse tipo de trabalho.

Já escreveu dois livros. Fale sobre eles.

Escrever um livro é uma tarefa bem difícil, não basta

dominar o conteúdo, é preciso saber transmitir tudo com

clareza e de forma didática para que todos os leitores

possam aproveitar ao máximo. O primeiro é o Venda!

Venda! Venda! e a ideia veio de uma telespectadora

que trabalhava com vendas e queria ter acesso a novas

ferramentas. Contei um pouco da minha trajetória profissional

e associei aos fatos as técnicas que usei em cada

época. Em seguida escrevi: O Jeito Bottini de Vender;

com dicas variadas e sem uma ordem obrigatória. É

possível abrir o livro em qualquer página e ler algo que

possa te ajudar em uma venda.

Qual a sua percepção das mudanças que foram ocorrendo

durante esses anos?

Ao longo desse tempo todo, o mundo mudou, o mercado

está muito diferente, as mídias são outras e a expectativa

das pessoas é totalmente diferente do que era quando

comecei. Apenas uma coisa não mudou: a essência

do trabalho do comunicador. Temos que transmitir cada

vez mais confiança para nossa audiência, seja ela qual

for, e precisamos mais do que nunca ser relevantes. É

isso, muito conteúdo disponível e a atenção do público

está dividida, portanto, se houver qualquer dúvida a respeito

da importância da nossa mensagem, a pessoa troca

na hora. Essas mudanças todas foram muito favoráveis,

eu e todos os criadores de conteúdo fomos muito beneficiados

pela democratização do setor. Onde antes havia

um monopólio, hoje temos uma enorme variedade de

possibilidades para atingir nosso público. Todos podem

ter voz.

O que faz Ciro nas horas livres? Sobre tempo para a família,

viagens, hobbie?

Sou um workaholic assumido, gosto de estar em atividade

o tempo todo, não perco negócios e falo sempre

com meus clientes, o acesso é total. Mas não abro mão

do contato com a minha família, aliás, estou o tempo

todo com a minha mulher, Aline, e meu filho, Daniel.

Montei um estúdio em casa, então, entre uma gravação

e outra, converso com meu filho e falo com a Aline. Estamos

juntos o tempo todo. Gostamos de viajar e assim

que surgir a vacina para o Covid, vamos embarcar para

a Itália, já que, em breve, teremos a cidadania desse país

incrível.

Há algo que sonha que ainda não foi realizado e quais

os planos para o futuro pessoal e profissional?

Falei agora a pouco que meu objetivo como comunicador,

um dia, tinha sido o de comandar um programa de

auditório. Pois bem, esse desejo continua vivo e acho

que ainda está em tempo de realizar.

Fale um pouco agora do Ciro pai. Há quanto tempo é

pai e como é a relação com o seu filho?

Sou pai há 18 anos e essa tem sido uma das melhores

experiências da minha vida, aliás, sempre recomendo

essa aventura a amigos que ainda não têm filhos. Meu

filho Daniel é um cara legal, alegre, bem-humorado e

amigo dos pais. Nossa relação é ótima.

Sempre quis ser pai?

Fui pai aos 37 anos e até a Aline ficar grávida, não pensava

muito em ser pai, mas como nós sempre fomos

muito apaixonados, entendi que a nossa relação merecia

um filho. Foi a melhor decisão.

Qual a maior alegria e as maiores dificuldades, medos,

nesta relação pai-filho?

As alegrias são ver as conquistas diárias do Daniel, nos

estudos e nas relações sociais. Os medos são os de sempre,

futuro, relacionamentos, formação, mas nada exagerado.

Vivemos nossas vidas de forma muito tranquila

e natural. Claro que sempre falo para ele sobre o quanto

é importante a dedicação ao trabalho para a realização

pessoal e profissional, e além de falar, ele me tem como

exemplo.

Todo mundo é

vendedor, sem

exceção. Estamos

sempre vendendo

alguma coisa

24

agosto 2020

revistavoi.com.br


SAUDADE

DE UM

BRONZE

NÉ MINHA

FILHA?

vemha

ser uma

estrela!

bronzedasestrelas

(41) 9 9751-9214 R. Brigadeiro Franco, 2666 - Batel


principal

De pai

para

filho

Foto: divulgação

Como explicar os filhos que seguem os passos dos pais

profissionalmente? Um tempo atrás havia uma certa

exigência de algumas famílias imporem ou esperarem que um

filho siga a mesma profissão do pai. Hoje, alguns pais ficam

mais receosos. Não querem que o filho sofra como ele, seja

por excesso de trabalho e como consequência abdicação

da vida pessoal ou pela escolha de uma atividade pouco

rentável. No entanto, as quatro histórias que vamos contar

nos mostram o quanto a admiração dos filhos pelos pais

tomados pelo exemplo de conduta e sucesso profissional

levam a uma continuidade natural. Resultado com o passar

do tempo: filhos realizados, pais orgulhosos.

26

agosto 2020

revistavoi.com.br


Sonhos e realizações

na sala de

cirurgia

“É um orgulho, uma realização, uma sensação de estar perpetuando a profissão na

família.” Com essas palavras o Dr. João Batista Marchesini, referência no Brasil e no exterior

em cirurgia bariátrica, se refere ao filho Dr. João Caetano Marchesini, que seguiu

os passos do pai. De maneira alguma ambos contam que foi uma imposição, muito pelo contrário, pai e filho estavam crentes que

Caetano seria engenheiro. Mas isto foi somente até os 16 anos de Caetano. Quando tinha esta idade, André, um amigo que queria

ser médico pediu para Caetano perguntar para o seu pai se ele podia assistir a uma cirurgia, em uma época em que era permitido a

entrada no centro cirúrgico. Dr. João Batista prontamente aceitou. E lá foi Caetano despretensiosamente fazer companhia ao amigo.

Na cirurgia, foi preciso abrir o abdômen e o tórax do paciente; estavam ali expostos coração, pulmão, fígado, intestino. De olhos

arregalados, nem piscavam. “O André passou mal, desmaiou, saiu de lá assustado, desistiu da Medicina. E eu, naquele momento,

me apaixonei. Decidi! Quero fazer isso!”, lembra Caetano. Escondeu a descoberta por dois anos e só foi contar ao pai, quando

estava no cursinho. “Meu pai sempre dizia que a vida de médico era muito sacrificada, uma vida muito difícil, de abdicar da vida

pessoal. Acabou que ele não estimulou, mas quando soube da minha decisão, ficou muito emocionado. Nesse momento ele me

abraçou e disse: boa sorte, tomara que dê muito certo, conte com o pai quando precisar.”

Fotos: Gian Galani

LUZ PRÓPRIA

Já são mais de 30 anos compartilhando a mesma profissão. “Sou feliz porque meu filho tem luz própria, ele tem o valor dele.

Não precisei fazer nada, só deixei o caminho aberto e ele caminhou do jeito dele com sucesso. Não ficaria feliz se ele estivesse na

minha sombra, estaria frustrado”, confessa João Batista. Para Caetano o pai foi sempre um norte de exemplo de dedicação e foco,

além de ser um homem com um coração muito aberto e amoroso com os filhos. “Meu pai me ensinou a ser humilde e conhecer

nossos limites. Sempre me ensinou a procurar novas tecnologias. Quem trouxe o balão intragástrico para o Brasil fui eu, mas quem

me estimulou a ir atrás, foi ele. Trilhamos caminhos diferentes e acabamos chegando no mesmo lugar.”

O que mais João Batista aprendeu com esta história, ele responde: “Para você ter um filho brilhante, não pode querer tentar que

ele seja igual a você, o que você tem que fazer é tentar abrir caminho para que o filho seja ele mesmo.”

Qual o momento que mais marcou a vida dos dois juntos? O pai responde: “Quando perdemos um pouco da relação pai e filho

para ganhar a relação colega médico. Eu e o Caetano falamos de Medicina, de congressos, de desafios, de vitórias, de derrotas,

somos confidentes e cada um ajuda o outro nos seus pontos fracos.”

agosto 2020 27


principal

Foto: Kraw Penas

Respiram e

inspiram música

Foto: divulgação

“É como se fosse um espelho. Sua performance no palco é tão exagerada quanto a minha. Nossos gostos se assemelham e conseguimos

nos completar.” É assim que o guitarrista da Banda Blindagem fala cheio de orgulho e identificação do seu filho Gabriel

Teixeira, músico desde sempre e conhecido por fazer parte de bandas como Black Maria, Sr. Banana e Dr. Smith. Gabriel nasceu

quando Paulo Teixeira estava em plena atividade como guitarrista da banda A Chave, década de 70. Gabriel lembra de passagens

de som e shows com a Rita Lee, na época do Tutti Frutti, Joelho de Porco e A Cor do Som. Sem contar que com apenas 9 anos,

assistiu ao espetáculo Rocky Horror Show, proibido para menores de 18 anos, em que a Blindagem foi responsável pela direção

musical e atuava na peça. Envolto por uma educação sempre com muita liberdade para tomar as suas decisões, Gabriel se apaixonou

da mesma forma que o pai pela mágica das possibilidades musicais. “Olhando meu filho de 3 anos percebo o quanto a música

mexe com as crianças, o lance desde pequeno de subir no palco, receber toda aquela energia, ter acesso aos bastidores. São coisas

que marcam.” Pai e filho estiveram no mesmo palco em vários projetos. A parceria acontece nas edições do evento familiar Música

Feita em Casa; na dupla Teixeira Dimensão, onde tocam em bares e tem ainda a banda De Ponta Cabeça (título de uma música de

A Chave), leva músicos e o público novamente aos tempos de garagem. “Fico 20 anos mais jovem. Compartilhamos instrumentos e

produzimos trilhas sonoras”, destaca o guitarrista. Um dos projetos que mais marcou a trajetória de pai e filho no palco foi o musical

“Por um Lindésimo de Segundo”. Além de estarem homenageando Paulo Leminski, poeta, que mais influenciou a vida musical dos

dois, ambos estavam ali tocando e atuando, com casa lotada todos os dias.

INFLUÊNCIA E INSPIRAÇÃO

A influência e inspiração vem dos dois lados. Para Gabriel o peso de ser filho do Paulo Teixeira da Blindagem só o ajudou.

“Acabei conhecendo tudo muito novo, sendo muito prematuro na história toda, os amigos do pai tornaram-se os meus amigos.”

Mesmo discordando de algumas coisas, a sintonia fala mais alto nesta parceria. “Ele é meu mestre maior, temos um jeito parecido de

tocar, o estilo, os trejeitos. Aprendi muito vendo ele, mas também desenvolvi o meu próprio estilo.” Para Paulo, Gabriel o influencia

principalmente como pessoa, sempre uma inspiração. “Muitas vezes me dá toques importantes e fazendo me sentir seu filho, me

aconselha em situações complicadas.” Já, como músico, Paulo também se sente seu aluno. “É especialista em instrumentos de corda

e é compositor e arranjador de muitas possibilidades. Acho que o copio mais ele do que ele me copia.”

28

agosto 2020

revistavoi.com.br


Paixão

pelo desenho

Os filhos não aprendem com as falas dos pais, mas vendo o que

eles fazem. Quem concorda com essa frase é o caricaturista e chargista

Ademir Paixão, mais conhecido apenas como Paixão. Ele acompanhou o crescimento dos filhos sempre desenhando ao seu lado

enquanto ele trabalhava. Seja em casa ou no jornal, lá estavam eles rabiscando os primeiros desenhos.

“Eu não ficava pedindo para eles desenharem, eles queriam ficar o tempo todo desenhando comigo”, lembra Paixão, ao se referir

aos filhos Guilherme Valadares Paixão, 31 anos, e Betina Paixão. Guilherme fez faculdade de Design Gráfico e de Produto e Betina

vai estudar Efeitos Visuais para Filmes e Animações, no Japão. Paixão lembra que os dois queriam ficar o tempo todo com ele, mesmo

enquanto estava trabalhando. Paixão conta que a única vez que falou para Guilherme fazer um desenho foi quando pediu que

fizesse um para ser publicado na Gazetinha, caderno infantil do jornal que Paixão trabalhava. Guilherme na época tinha sete anos e

escolheu desenhar uma Harley Davidson. “Este desenho está igualzinho tatuado no meu braço”, orgulha-se Paixão.

Hoje Guilherme atua profissionalmente como ilustrador. Já são 13 anos de atuação. Chegou a trabalhar no mesmo jornal que o

pai, ainda resistente em aceitar a proposta. “Sempre senti pressão das pessoas. Os amigos e colegas de trabalho do meu pai quando

me conheciam, já perguntavam se tinha dom para desenhar.” Enfim, Guilherme aceitou o trabalho. Começou como estagiário

e depois foi contratado, diagramava o jornal, fazia tratamento de imagens, mas não demorou muito para surgirem os convites para

fazer alguma ilustração. Hoje com mais experiência e ligado às tecnologias dentro da área de ilustração, Guilherme se libertou de se

incomodar com as cobranças e comparações.

“Cada um de nós tem traços diferentes. O mercado é muito grande, atuo também como designer de produtos e nossos estilos e

técnicas são bem diferentes. Fui conquistando meu espaço aos poucos, pressão e comparação sempre vão ter”, se conforma.

Guilherme não poupa elogios ao pai. “Está sempre bem-humorado e vê a vida de uma outra perspectiva, até os momentos

difíceis viram piada.” Guilherme destaca que é uma pessoa que tem humor, sabe o que é levar uma vida leve, sempre vendo o lado

bom das coisas, rindo, se divertindo e contando histórias. Como profissional, Guilherme destaca a humildade do pai. “Mesmo sendo

um dos chargistas mais renomados do país, ele é modesto. Inclusive na vida ele nos ensina sempre que temos que ser humildes, não

somos menores e nem maiores do que ninguém.”

A maior qualidade apontada por Guilherme do trabalho do seu pai é o capricho e a dedicação total em fazer com que aquela

tarefa que recebemos seja feita da melhor maneira possível. “Levo isso como um norte na minha vida em tudo que faço.”

Ilustração: Guilherme Paixão

Foto: divulgação


principal

A escola

da vida

Fotos: divulgação

Mais de 30 anos dedicados ao magistério, hoje Arioswaldo Trancoso Cruz, graduado em Filosofia e História, está com 78 anos

e aposentado. Quem dá continuidade à sua trajetória é o filho Ronaldo Rangel Cruz. Psicólogo, há 15 anos resolveu atuar também

dando aulas, atividade que viu o seu pai e a sua mãe exercerem desde quando ele era pequeno.

“Eu e minha esposa tínhamos uma vida de professor e ele com certeza foi influenciado pela nossa atuação”, acredita Arioswaldo.

No entanto a influência poderia ser negativa, pois com os pais professores, os via corrigindo provas fora do horário de aula, seu

pai fazia três turnos e por isso só parava em casa para almoçar e jantar. Somado a isso, quando criança, acompanhava o pai nas

aulas de Filosofia e achava tudo aquilo muito chato. No entanto, como os pais de Ronaldo eram bons exemplos de professores, foi

inevitável o encontro dele com o mundo acadêmico. “Não se ensina nada sem o exemplo, com certeza o Ronaldo foi influenciado

pelo meu exemplo e de minha esposa em casa”, acredita Arioswaldo.

O exemplo vinha também da liderança do seu pai como professor, sempre atuante, presidente de centros de letras e assíduo na

Associação de Pais e Mestres. Ronaldo absorveu o amor do pai pelo magistério. “Percebi vendo meu pai em sala de aula e depois

atuando, que com informação e conhecimento, conseguimos transformar realidades. Foi isso que me motivou quando quis ser professor”,

lembra Ronaldo. O orgulho de Arioswaldo quando o filho Ronaldo deu a notícia que daria aulas, encheu o pai de orgulho:

“Vejo o quanto ele leva a sério. Senti que ele escolheu dar aula pela vontade que ele tem em transmitir conhecimentos. Nossa forma

de encarar a profissão é muito parecida, vemos algo necessário para o crescimento do ser humano.”

Ronaldo lembra muito bem quando esse momento aconteceu: “Primeiro vi como repetindo os passos do meu pai. Na primeira

aula, liguei para ele, antes de entrar em sala e pedi umas dicas.” Foi a única vez. Dali pra frente, seguiu a sua intuição, muito dela

fruto de algo que veio do exemplo do dia a dia em casa observando os seus pais. “Nunca tive medo da sala de aula, porque ganhei

segurança por ter crescido vendo o meu pai nesta profissão.”

Seguindo os passos dos pais e com a atuação em sala de aula, aprendeu que: “as pessoas vão valorizar você o quanto honesto e

sincero for em sala, se tem conhecimento e algo a dizer, melhor ainda, mas tem que ter uma relação de sinceridade com as pessoas”.

E foi assim que vem construindo a sua carreira dando aula em cursos universitários. Como resultado, recebeu muitos prêmios e

homenagens dos alunos para o orgulho do papai.

30

agosto 2020

revistavoi.com.br


30%

OFF

APP

NOSSA HOMENAGEM VAI PARA

TODOS OS PAIS TAXISTAS QUE DEDICAM

SUA ATENÇÃO E CUIDADO,

NÃO SÓ PARA SEUS FILHOS,

MAS TAMBÉM PARA SEUS PASSAGEIROS


transformação

Da tela

para os clicks

FICHA TÉCNICA

Fotografia: Marcos Mancinni

Modelo: Ana Chu

Cabelo: Cristiano Galego

Maquiagem: Maria Krüger

Figurino: Sohane Modas

Sapato: Amora Z Calçados

Local: Salão Torriton

32

agosto 2020

revistavoi.com.br


antes

Modelo

Acostumada com as câmeras de TV, a apresentadora do Band Mulher Paraná,

Ana Chu conta que esta foi a primeira experiência frente aos clicks de um fotógrafo.

A sorte dela é que estava nas mãos do fotógrafo da VOi, Marcos Mancinni, que além

de ser amigo dela, a deixou muito à vontade. Sobre a transformação, Ana viu como

uma oportunidade de mostrar aos telespectadores de que não é sempre que ela

está bem arrumada, bem vestida e com os cabelos perfeitos. “Não nascemos e nem

acordamos assim. Sempre contamos com a ajuda de profissionais. Foi uma oportunidade

de mostrar ao público que somos iguais a todo mundo.” Sobre o trabalho

do cabeleireiro Galego, ela ressalta que não é à toa que ele é o “rei das loiras”. “O

profissionalismo e o carinho que ele tem com o meu loiro mostra a grandeza do

profissional que é.” O elogio se estende para a maquiadora Maria que atendeu à

risca o pedido de Ana: “nada muito acentuado, realçar o que tem de melhor, com

um resultado mais natural, não tão marcado.”

Agradecimento especial vai para a produtora

Rafaela Moreira Rosa, que cuidou de todos os

detalhes desta transformação.

Rafaela Moreira Rosa

Produtora

Make

“Além da Ana ter traços muito marcantes, a

sua profissão exige sempre uma make mais básica,

não tendo como base tons muito quentes e brilho.

Podendo sim realçar olhos com cílios, a pele com

contorno nude e um tom de batom com harmonia

do visual. O resultado final proporciona versatilidade,

podendo ser usado em ocasiões formais tão

quão como informais.”

Maria Krüger @mahkruger

Hairstylist - Rei das loiras

“Devido ao grau de hiper sensibilidade e a quantia

de manchas que o cabelo da Ana se encontrava tive

que optar pelo processo de correção de cor, aonde

fazemos a devolução do fundo natural preservando as

mechas já claras, pelo fato do cabelo não poder mais

sofrer nenhum severo processo químico, tal como o

da descoloração. Optamos por preservar o fundo de

base do cabelo escuro criando harmonia entre cílios,

sobrancelhas e o contorno obtendo um resultado geral

harmonioso entre o cabelo e as linhas do rosto.”

Cristiano Galego @cristianogalego

agosto 2020 33


vitrine

Foto: divulgação

Corpo

torneado

Método Renata França a drenagem queridinha dos famosos.

Drenagem de resultado imediato. Drena e deixa o corpo

torneado na mesma sessão. Quem faz ama!

Onde encontrar: Carol Lopes Estética Corporal e Facial

@carol_lloppes

Para quem

tem estilo

Lindas sugestões de presentes para o mês dos pais! A linha de

relógios da Prata Nobre está com 30% de desconto em modelos

selecionados. Combinação perfeita para pais cheios de estilo, o

Relógio Bering acompanha uma pulseira extra em couro azul.

Funcionamento em horário reduzido, de segunda-feira a sextafeira

das 12h às 19h.

Onde encontrar: Prata Nobre

@pratanobre

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Mais praticidade

na hora de servir

Todo mundo sabe que café deixa a vida mais gostosa.

Com a Perfetta Automática você tem mais praticidade

na hora de servir. Uma máquina moderna que vai fazer

toda a diferença no seu negócio. A Amiste Café oferece:

manutenção preventiva; treinamento para baristas;

desenvolvimento de cardápios personalizados; variedade

de insumos e muito mais! Saiba todas as vantagens

acessando nosso site: https://www.amistecafe.com.br/

Onde encontrar: Amiste Café

@amistecafe

34

agosto 2020

revistavoi.com.br

Foto: divulgação

Efeito leve

no look

Zanphy Lip Tint confere uma cor saudável e natural aos

lábios, além de deixar as maçãs do rosto coradas com

suavidade. Assim, deixa um efeito tão leve no look que vai

parecer que você não está maquiada. O Lip Tint Zanphy

também permite a construção de camadas para deixar um

efeito mais intenso. Você conquista um visual leve que está

por dentro das tendências atuais de beleza.

Onde encontrar: Zanphy

@zanphyoficial


MÉTODO

RENATA

FRANÇA,

QUERIDINHO

DOS FAMOSOS

DRENA,

MODELA E

REDUZ MEDIDAS

DO SEU CORPO

ANTES

DEPOIS

carol_lloppes

Agende seu horário para uma avaliação

41 99526-6464


coluna

Nossa missão é promover a melhoria da qualidade de vida de

pessoas em vulnerabilidade social. As ações garantem a valorização

da família e a inclusão social. Em atendimentos com a Defesa

Civil, atua em situações de emergência, catástrofe e calamidade.

Torne-se um parceiro e venha fazer parte desta corrente solidária

em favor do desenvolvimento social em nosso Estado.

E-mail: eventos@provoparestadual.org.br

Por: Zac Lucatelli

Fotos: Emanoel Caldeira

EM MEIO À PANDEMIA, O PROVOPAR ESTADUAL ATENDE MILHARES DE FAMÍLIAS EM

VULNERABILIDADE SOCIAL

Neste período de enfrentamento da pandemia, o Provopar Estadual intensificou as ações que permitem o pronto atendimento das famílias

em vulnerabilidade social. As equipes do Provopar não pararam, e seguindo os protocolos estabelecidos para o distanciamento social, foram

realizados diversos atendimentos emergenciais para minimizar o sofrimento de famílias que vivem em comunidades de bairros de Curitiba, da Região

Metropolitana e em municípios do Litoral.

Com apoio de empresas parceiras e de pessoas solidárias, o Provopar intermediou diversos repasses de doações de alimentos, materiais de

limpeza, produtos de higiene pessoal e, principalmente, equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras, sabonetes e álcool em gel.

“Entramos na linha de frente para o atendimento aos mais necessitados, tendo em vista que o momento exige cuidados redobrados para o combate

ao novo Coronavírus, e ações rápidas para contornar as dificuldades causadas pela crise econômica que se estabeleceu em decorrência de medidas

protetivas”, disse a Presidente do Provopar Estadual, Carlise Kwiatkowski.

Até o fechamento desta matéria, o Provopar Estadual já havia distribuído cerca de seis mil cestas básicas para as famílias. Considerando a presença

de uma média de quatro membros por família, o atendimento emergencial já havia beneficiado cerca de 24 mil pessoas com alimentos.

“E não paramos por aqui, uma vez que a demanda é contínua e, por isso, precisamos da contribuição solidária de todos que acompanham esse

nosso trabalho”, afirmou Carlise.

36

agosto 2020

revistavoi.com.br


CHOCOLATES E CICLONE

Com os cuidados necessários para se prevenir contra a Covid-19, o

Provopar Estadual também atendeu, neste período, mais de 30 mil

crianças com ovos de chocolate e outras guloseimas. Os produtos

foram recebidos com alegria pelas famílias em comunidades de todas as

regiões. Em municípios do Litoral do Paraná, o atendimento emergencial

chegou para aliviar o sofrimento de famílias que, além dos problemas

enfrentados com a crise ocasionada pela pandemia, ainda foram afetadas

pela passagem do ciclone em junho. Para elas, além das doações já

mencionadas, também foram repassados alguns colchões e materiais para

ajudar na reconstrução de suas moradias.

SERVIÇO

O Provopar Estadual continua aberto para receber doações

que serão imediatamente repassadas às famílias mais

vulneráveis. Consulte o site www.provoparestadual.org.br e

saiba como doar! Contato pelo telefone (41) 3234-1118.

agosto 2020 37


coluna

Joias

eu uso

O homem e o

relógio vão à Lua

O colunista Tufy Karam Geara é

empresário do setor joalheiro

Contato: contato@revistavoi.com.br

Nenhum projeto espacial neste período será mais

impressionante para a humanidade ou mais importante

para a exploração do espaço, e nenhum será tão difícil

ou dispendioso de realizar. John F. Kennedy

Fotos: divulgação

U

m dos maiores acontecimentos

mundiais da década

de sessenta foi a ida do

homem à Lua. Aconteceu

em 1969, quando EUA (Estados

Unidos da América), e URSS travaram a Guerra

Fria. Os soviéticos saíram à frente em 1957, quando

enviaram a cachorra Laika, na Sputnik 2, depois Yuri

Gagarin, em 1961, na Vostok 2. Enquanto os EUA, se

aprimoraram mandando o homem ao espaço, a URSS

inovava mandando a primeira mulher ao espaço: Valentina

Tereshkova, com a nave Vostok 6. Na ocasião o

designer Caio Mourão, homenageou à astronauta com

uma tiara.

A era espacial chegou ao comércio. Várias joalherias

eram decoradas com foguetes, como também joias

eram vendidas em combinando com a atmosfera criada.

Na nave Mercury, em 1962, os astronautas usavam

um relógio Omega, modelo Speedmaster. Mas quando

o homem chegou à Lua a bordo da Apollo 11, em

1969, 45 minutos antes os astronautas Michael Collins,

Neil Armstrong e Buzz Aldrin colocaram no pulso o

relógio Speedmaster.

Estes relógios aos que estão à venda em todo

mundo tomam parte em fases críticas da missão. Como

cronógrafos, asseguram aos astronautas não somente a

hora, senão a possibilidade de cronometrar acontecimentos

particulares, tais como a duração da saída pela

superfície lunar. Pôr em marcha o relógio para a fase

EVA (Extravehicular Activities). No manual da Nasa,

se anuncia o começo da prova mais difícil para estes

relógios, o que os submete ao ambiente lunar.

O relógio poderá representar um papel capital, de

vida ou de morte, durante o momento crucial em que o

Módulo Lunar se encontra isolado e incomunicável por

rádio ao lado oculto da lua.

O LUXO DOS RELÓGIOS PIAGET E DA

VAN CLEEF & ARPELS

Os mestres relojoeiros da marca Piaget, ficaram

conhecidos como mestres que criam relógios. Produziram

relógios em forma de moeda, anel, broche, como

também para abotoaduras, até começar a produção de

joias, em 1957. A Van Cleef & Arpels, nasceu do casamento

de Estelle Arpels, com Alfred Van Cleef. Na Maison,

eram atendidas celebridades, como Maria Callas,

Marlene Dietrich, família real inglesa entre tantos.

38

agosto 2020

revistavoi.com.br


É SEMPRE BOM UMA AJUDA PARA

CONSTRUIR UMA EMPRESA LUCRATIVA

EM POUCO TEMPO

A K.L.A. tem o mais

completo Programa de

Desenvolvimento

Empresarial, com

estratégias práticas para

melhorar ainda mais os

resultados da sua empresa

. Mais de 250.000 pessoas já

participaram dos Eventos,

Cursos, Treinamentos e

Palestras da K.L.A. em centenas

de eventos realizados por todo

o Brasil, Argentina, Uruguay,

Portugal e México.

Os treinamentos são todos

apostilados e com

certificação exclusiva K.L.A.

Estamos com inscrições

abertas para os três módulos.

Entre em contato conosco:

CURITIBA / PR

(41) 3209-8453 (41) 99252-3696 (41) 99138-7738

sidinei.augusto@grupokla.com.br

adriely@grupokla.com.br

www.grupokla.com.br/curitiba


test ride

40

agosto 2020

revistavoi.com.br


Amor

de pai

Fotos: Marcos Mancinni

Mário Barbosa, que atende pelo

nome de Marião, esperou nove meses

para ficar pronta a customização

da sua Harley Davidson Street Glide

carinhosamente batizada de High

Voltage AC/DC

A

cara do dono. Nesse caso fica difícil

dizer se a Harley é a cara do dono, ou

se o dono é a cara da Harley. Mas, essa

história começou quando aos 12 anos,

Mário Barbosa, mais conhecido como

Marião, assistiu pela primeira vez o filme Easy Rider.

“Pirei no filme. Sonhava com aquela Chopper deslizando

pela estrada”, lembra Marião, hoje com 51 anos. Produtor

rural, designer gráfico, batera de peso e espírito

aventureiro, ele é proprietário de uma Harley Davidson

Street Glide, que de original só tem o chassi, o motor e o

pneu traseiro. Foi necessária uma gestação para deixá-la

pronta. “Quem gosta de customização sempre vai achar

algo para modificar”, compara.

Por trabalhar com design, ele conta que sempre que

adquire um carro ou uma moto, aos poucos vai customizando

e deixando do seu estilo. As mudanças foram

feitas do zero, a partir do chassi com peças compradas

nos EUA (Estados Unidos da América). “Foi uma customização

impecável da Legend Motors e da Moto Bagger

AC/DC, sem contar a agilidade e o profissionalismo da

Seven Custom Cycles, de Miami, responsável pelo envio

das peças do exterior.” O desejo de Marião era o de

construir uma Bagger totalmente gringa, com todas as

referências das motos americanas que representam este

estilo. As Baggers, explica ele, são motos que possuem

as bolsas (alforges laterais) mais alongadas, e a roda

dianteira é grande, de 23 a 34 polegadas. Normalmente

possuem suspensão a ar, na traseira e na dianteira.

Durante os 9 meses de customização, ele foi praticamente

todos os dias na oficina. Quando não ia, ligava.

Não porque não confiasse no trabalho, pelo contrário,

mas porque não conseguia ficar longe da sua Harley e

porque sempre vinha uma ideia nova para modificá-la.

“Se não pedisse tantas alterações, teria ficado pronta

muito antes”, ri de si mesmo.

Ele se emociona ao lembrar do projeto de customização

que a cada dia que passava tornava-se real. Mas,

o importante, destaca ele, é saber a hora de parar. Enfim,

com o projeto concluído, a equipe da oficina tornou-se

uma grande família e o dia do primeiro rolê ficou inesquecível

na cabeça e no coração de Marião.

agosto 2020 41


test ride

HIGH VOLTAGE AC/DC

A moto foi comprada zerinho, em 2013. “Quis me

presentear com a customização, quando completei meus

50 anos. Representou a realização de um sonho”. Marião

explica que ela é uma Bagger – estilo de customização

muito comum nos EUA – e foi batizada de High Voltage

AC/DC, um tributo a sua banda do coração. “Escuto

somente AC/DC nela. Meu sistema de som é muito forte.

São 6 autofalantes com módulo”, destaca.

A High Voltage AC/DC pode ser considerada a

extensão do corpo de Marião. Roda com ela, se possível,

diariamente. E quando está em casa, não se cansa de

descer na garagem e, às vezes, ficar apenas, ali... olhando

e imaginando os tantos lugares e histórias que ela já

o levou. Uma moto na garagem faz você sonhar. Uma

moto na estrada faz você viver. “Se não saio com ela,

fecho os olhos e imagino o motor acelerando e cortando

a estrada.”

Uma moto na garagem

faz você sonhar.

Uma moto na estrada

faz você viver

42

agosto 2020

revistavoi.com.br


ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

• Roda dianteira 26” Renegade Wheels;

• Motor HD 103” com comando SS. Thundermax

para injeção eletrônica;

• Suspensão a ar na dianteira e na traseira da

American Suspension;

• 6 caixas de som com módulo e multimídia - JL

Áudio e Pionner;

• Pinça de freio frontal da performance Machine

6 calipers (de 1 lado só);

• Spoiller do motor, Dash superior do tanque de

gasolina, capas superiores da bengala e luzes

traseiras em formato de raio, usinadas exclusivas

para o projeto, pela Johnny Motorcycles;

• Manoplas e pedaleiras Arlen Ness;

• Chassí em vermelho Candy. Detalhes laterais no

tanque e paralamas em vermelho candy;

• Center Stand;

• Filtro de ar da Trask Performance;

• Jogo de tampas de cabeçote Roland Sands;

• Roupa Bagger da moto feita à mão, em fibra,

pela Legend Motors;

• Pintura exclusiva - negro profundo e vermelho

candy, pela Legend Motors.

VIAGENS PELO MUNDO

“Se me perguntarem qual o preço da felicidade? É

encher o tanque e cair na estrada”, garante. Para ele

a moto representa a mais pura tradução de liberdade

e felicidade. “Quando pego uma estrada, volto zero

quilômetro. Renovado. Com o maior sorriso no rosto

já visto”, revela o harleyro, que agradece a Deus pela

proteção na vida e nas estradas.

Marião faz parte do Grupo de Moto Street Gladiators

M.G. - Curitiba (PR), que tem como lema: Respeito,

Honra e Liberdade. Na companhia dos amigos do

grupo e da sua esposa, Ilca Alves de Souza, fez viagens

inesquecíveis. Entre elas: Route 66, Las Vegas, San

Francisco, New York, Flórida, Daytona Bike Week –

maior festival do mundo de motos –, Tail of the Dragon,

Nashville, New Orleans, Sturgis, na Dakota do Sul

– maior evento do mundo de motos Harley Davidson –,

além de viagens para a Argentina, Uruguai e Paraguai.

E se tem alguma viagem ainda não realizada, ele diz

que sim: “Quero um dia chegar até Sturgis - Dakota do

Sul (EUA), com a minha Harley”. Alguém duvida que

ele conquistará mais este sonho?

agosto 2020 43


esporte

44

agosto 2020

revistavoi.com.br


PETECA:

UM ESPORTE

100% BRASILEIRO

Criada pelos índios, seu nome vem do tupi e significa: esbofetear,

golpear com a mão espalmada

Fotos: divulgação

A

peteca é um artefato confeccionado de

materiais naturais e penas de animais, criada

pelos índios para atividade de recreação,

antes mesmo da chegada dos portugueses

no Brasil. Sua origem e criação é 100% brasileira.

O nome peteca vem do tupi e significa “esbofetear,

golpear com a mão espalmada.” No jogo, utiliza-se

algumas regras do vôlei, porém a dinâmica e jogabilidade

é mais parecida com o tênis.

O jogo de peteca passou a fazer parte das competições

entre as décadas de 40 e 60, pela Fempe (Federação

Mineira de Peteca), tendo a primeira competição

oficial de campeonato brasileiro em 1988. A regulamentação

do esporte oficialmente, ocorreu no ano de

2000, com o apoio da Feppe (Federação Paranaense de

Peteca).

Nesta reportagem, que contou com o importante

apoio do presidente da Feppe, Sylvio de Andrade Colle,

trouxemos curiosidades deste esporte, desde como jogar,

sua prática pelo mundo, onde jogar no Paraná, quem

são os esportistas paranaenses de destaque, idade para

praticar, entre muitas outras.

A PETECA NO PARANÁ, NO BRASIL E PELO

MUNDO

No Paraná, a Federação foi fundada em 1989, tendo

início com o precursor Guilhermino Baeta de Faria, no

Clube Curitibano, no Santa Mônica Clube de Campo,

Círculo Militar, Utfpr, Juventus, Sociedade Thalia, Graciosa

Country Club e nas cidades de Cascavel, Maringá,

Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Guarapuava e Londrina.

Segundo o presidente da Feppe, poucas pessoas

conhecem a peteca como esporte, porém quase todas

conhecem da maneira mais lúdica, devido a cultura

indígena ter disseminado em todo o território nacional.

“As crianças, jovens e adolescentes estão cada vez mais

declinados a atividades ligadas a tecnologias e poucas

têm interesse de praticar atividades físicas, ou quando

têm a oportunidade são direcionadas muitas vezes para

as mesmas atividades como o futebol, vôlei e basquete,

porque muitos professores também só procuram ensinar

esportes olímpicos ou que tragam rentabilidade e visibilidade”,

explica.

Para ele o que mais falta é a valorização do esporte,

que vem muito das tradições e cultura de cada região.

Em Minas Gerais, por exemplo, a realidade é outra.

Por lá, berço do esporte, há uma cultura diferenciada,

que tem a peteca como primeiro esporte mais

praticado nas escolas, clubes esportivos, praças, universidades,

condomínios, eventos e pelo Estado inteiro.

Já o destaque mundial está na França com mais de

30 mil praticantes. Outros países adeptos da peteca são:

Portugal, Canadá, EUA (Estados Unidos da América),

Noruega, Colômbia, Itália, Alemanha e Chile.

ATLETAS PARANAENSES DE DESTAQUE

O Paraná tem vários atletas destaques nacionais no

masculino, como o professor e campeão da modalidade

do Clube Curitibano Antônio Vieira Junior - Coroinha,

bem como os atletas: Sylvio de Andrade Colle, Lucas

Ken, Leonardo Grada, Fábio Bertoni, Josué Bernardes,

José Mauro Romanini, Wilson Uhren e Antonio Carlos

Ruela, atuais campeões paranaenses. Ainda no feminino,

temos as atletas: Sônia Tomczak, Thaís Tomczak, Merire

Magali, Camila Amorim e Graciela Carbonari.

agosto 2020 45


esporte

CAMPEONATOS

No Brasil, todos os finais de semana (fora da pandemia)

ocorrem competições de clubes regionais ou

nacionais e até internacionais. Sendo que a maioria das

competições são credenciadas a um ranking nacional

universal chamado PEC Brasil (Peteca Esporte Clube

Brasil), inclusive com premiações em dinheiro de até R$

7 mil.

No Paraná, a Feppe promove na temporada torneios

no Litoral Paranaense, com apoio da Secretaria de Esportes

do Estado do Paraná, Interclubes, Copa Pão da Vovó,

Copa Clube Curitibano Open, Campeonato Paranaense,

Campeonato Sul-brasileiro, Liga Brasileira de Peteca -

Jockey Plaza Shopping, Campeonato Brasileiro e Torneio

Brasil x França. Ressaltando que Curitiba se destaca no

Paraná em excelência, como realizador dos melhores

eventos nacionais.

PARA TODAS AS IDADES

Um esporte que pode ser praticado de criança a idoso.

Assim é a peteca, democrática e diferenciada! Sendo

que nos campeonatos, as disputas abrangem categorias

que vão dos 9 aos 70 anos, com alto rendimento tanto

no masculino como no feminino.

“É um esporte para a vida toda, sem aposentadoria”,

brinca Sylvio. Para ele, o mais interessante e especial é o

fato de que como lazer, se tem a oportunidade de colocar

várias gerações como avós jogando com seus netos,

pais com seus filhos e mulheres jogando com homens,

sem nenhuma dificuldade, e sendo agradável, tornando a

peteca um esporte amplamente interativo e social.

PETECA NAS ESCOLAS

O presidente da Feppe acredita que os melhores

frutos, dentro do esporte, vêm da inclusão da modalidade

dento das escolas. “A Feppe, mesmo com recursos

limitados, sempre em parceria com entidades, procura

proporcionar a descoberta de um atleta de potencial,

brasileiro e apaixonante”, conta. Para isso, são realizados

cursos de peteca recreativa-esportiva de preparação,

capacitação para professores de educação física das

escolas municipais, estaduais em parceria com o Clube

Curitibano e Secretaria Municipal de Educação de

Curitiba.

A Feppe, explica o presidente, conseguiu a inclusão

da modalidade dentro de algumas escolas na grade de

contraturno, assim conseguimos trazer estas crianças

para as disputas estaduais e nacionais. “Levamos como

Nos campeonatos, as

disputas abrangem

categorias que vão

dos 9 aos 70 anos

46

agosto 2020

revistavoi.com.br


parte do projeto da Liga Brasileira, no Jockey Plaza Shopping,

clínicas de peteca, para que os alunos das escolas

tivessem a oportunidade de vivenciarem uma nova

opção de modalidade esportiva”, comemora.

Outro destaque do projeto é a inclusão de escolas

que atendem alunos com necessidades especiais. “O

projeto foi desenvolvido exclusivamente para esse fim,

ou seja, a inclusão escolar no cenário estadual e nacional,

do Professor Fábio Bertoni”, orgulha-se.

CURIOSIDADE

O artefato da peteca é ecologicamente correto, pois

utiliza material reciclado para base (camadas de pneus);

o suporte das penas é de garrafa pet reciclado e as penas

são normalmente de peru.

REGRAS DO JOGO

A peteca utiliza-se de algumas regras do vôlei, porém

a dinâmica e jogabilidade é mais parecida com o tênis.

As semelhanças com o vôlei se igualam com a altura da

rede para o masculino e feminino, bem como, a pontuação

e a invasão. A peteca deve ser a oficial com base de

borracha e quatro penas alinhadas para dar aerodinâmica

de voo da peteca. A quadra deve ter 15m por 7,5m.

Podendo ser jogada em areia, grama, cimento, asfalto e

quadras indoor. A altura da rede masculina é de 2,43m, o

feminino 2,24m e a categoria mirim 2m.

PONTUAÇÃO, TOMADA DO SAQUE, SET’S

O jogo de peteca é disputado no sistema de ponto

direto em melhor de 3 set’s, sendo 2 set’s de 25 pontos e

um terceiro de desempate de 15 pontos, ganhando quem

fechar os set’s com 2 pontos ou mais de diferença. A

equipe que saca tem o tempo de ataque estipulado em

20 segundos para a conquista do ponto em disputa, tendo

que derrubar a peteca dentro da quadra adversária.

Se a equipe que sacou atacando não concretizar o

ponto no tempo oficial de 20 segundos, será contado

ponto para a equipe adversária que defendeu. Quem

recebe o saque terá 20 segundos de ataque até atingir a

pontuação em disputa do set.

Feppe - Federação Paranaense de Peteca

Endereço: Avenida Getúlio Vargas, 2857

Água Verde - Curitiba

Academia de Peteca.

Fone/WhatsApp: (41) 992618539

federacaoparanaensedepeteca@hotmail.com

https://feppe.com.br/

Facebook: Feppe Peteca Paranaense

Youtube: Feppe Peteca Paraná

Instagram: @feppe_peteca_pr

agosto 2020 47


logueando

Por CAROL CAPEL

ENSINO

Influencer

internacional

S

ou formada em finanças, com MBA, em administração financeira e pós-graduada

em marketing, mas meu verdadeiro amor sempre foi estudar inglês.

Assistindo às séries de TV e lendo os livros que a minha mãe usava para

aprender o idioma, aos 16 anos, já tinha fluência na língua. Quando fiz meu

primeiro teste para um curso de verdade, fui direto para o nível avançado,

e logo que peguei o diploma, comecei a dar aulas. No início, ajudava os amigos, no

intervalo do trabalho, e foi aí que todos disseram que tinha uma didática diferente, e que

poderia investir naquilo. E paralelo a isso, decidi por criar um canal no youtube.

Em 2015, fui transferida para a cidade de Sanford, na Flórida, nos EUA (Estados Unidos

da América), e assumi o departamento financeiro da empresa, em que trabalhava. Aí, é

que realmente mudou toda a minha vida. No canal que criei no youtube, passei a dar

dicas de Orlando, que era próximo, inclusive com críticas à Disney, e vi que os números

das minhas redes sociais só aumentavam. Hoje, tenho quase dois milhões de inscritos e

mais de 400 mil seguidores no instagram. A partir daí, realizei o meu grande sonho: criei o

curso: Carol me ensina inglês; com uma metodologia própria e que, hoje, conta com cerca

de três mil alunos ativos. Se a pessoa não tiver um propósito, não vai conseguir nada. Meu

Sobre CAROL CAPEL

Empresária e produtora de conteúdos

@carolcapeloficial

Carol Capel

método é baseado nos moldes da Universidade de Cambridge (gramaticalmente), aonde sou certificada, mas o objetivo sempre foi

levar aos meus alunos o inglês da vida real, o que é usado morando fora do Brasil.

Através das dicas, passei a enxergar oportunidades de trabalho e vi que podemos transformar o que sabemos em um business, e

foi exatamente o que aconteceu. Como recebia muitos pedidos de ajuda de como morar nos EUA e de pessoas que queriam fazer

compras no país: tive três negócios: uma assessoria de vistos, o curso morarnoseua.com e a Orlando Box, uma caixa de subscrição

mensal, aonde tinham produtos da Disney, dos outlets, entre outros. Os resultados foram impressionantes e, mais uma vez, as redes

me ajudaram muito. Com a box, no início, fiz uma parceria com youtubers menores o que ajudou bastante na divulgação. Depois

de três anos nos EUA, fui para a Europa, morei na Itália, e desde 2018, moro na Cracóvia, na Polônia. Quando ainda estava na Itália,

passei a criar outros conteúdos, além das dicas de viagens, também conto casos misteriosos e sobrenaturais, assuntos que sempre

me interessaram e que geram milhares de visualizações.

Por ser apaixonada por animais, adotei um vira-lata, o Aladdin e criei uma conta para ele no instagram, como uma medida para

conscientizar às pessoas da adoção e não pela compra dos seus pets.

48

agosto 2020

revistavoi.com.br

Fotos: divulgação


Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Geral

KISS - END OF THE ROAD - CWB

A turnê End Of The Road Tour

passará por Curitiba e será a

despedida da banda Kiss, nos seus

45 anos de história. As músicas

foram escolhidas a dedo, trazendo

os sucessos que todo mundo

quer ouvir. Entre elas os maiores

clássicos do rock, como: Rock And

Roll All Nite; Detroit Rock City; I

Love It Loud; Love Gun; Shout It

Out Loud; entre outros. A venda

física inicia dia 22 de novembro,

a partir das 10h, nas bilheterias

oficiais do evento.

Data: 14 de maio

Local: Pedreira Paulo Leminski

Horário: a ser definido

Ingressos: a partir de R$192

ZÉ RAMALHO

Os clássicos de Zé Ramalho

em seus 40 anos de carreira

farão parte do show do

cantor, que ocorrerá em

Curitiba, em setembro. São

canções aplaudidas pelos fãs

como: Admirável Gado Novo;

e Entre a Serpente e a Estrela,

que fizeram parte de trilhas

sonoras de novelas. Também

estão no repertório Avohai,

Frevo Mulher, Chão de Giz

e Beira-Mar, além de Eternas

Ondas e Garoto de Aluguel.

Data: 19 de setembro

Local: Live Curitiba (Portão)

Horário: 22h30

Ingressos: a partir de R$52

ROUPA NOVA

São 40 anos de história com a

mesma formação. Roupa Nova

com seus mais de 38 discos

lançados e 20 milhões de cópias

vendidas, estará mais uma vez

em Curitiba para a alegria dos

fãs. Para as comemorações

dos 40 anos, a banda está

preparando algumas novidades,

como a gravação de um DVD

comemorativo, que será realizado

em março de 2021.

Data: 18 e 19 de setembro

Local: Drive in do Jockey Clube

Horário: 21h15

Ingressos: entre R$280 a R$450

por carro (até quatro pessoas por

veículo)

NANDO REIS

O Segundo Sol, Relicário, Luz

dos Olhos e All Star. Estes são

alguns hits que consagraram a

carreira solo de Nando Reis e que

poderão ser conferidos no show

Drive-In no formato Voz e Violão.

Ao lado dele, estará o seu filho

Sebastião Reis, ressignificando

e contribuindo no formato

dos arranjos de suas canções

históricas.

Data: 26 de setembro

Local: Drive in do Jockey Clube

(Av. Victor Ferreira do Amaral,

2291)

Horário: 21h15

Ingressos: entre R$ 280 a R$ 450

por carro (até quatro pessoas por

veículo)

Destaque

#MONEMCASA

O MON lançou uma programação virtual especial para

o período de distanciamento social. Com a hashtag

#monemcasa, o público acessa uma série de ações, como

oficinas educativas que podem feitas por toda a família. Nas

redes sociais também é possível visitar exposições e aprender

mais sobre as quase sete mil obras do acervo. O Museu conta

ainda com exposições que podem ser vistas virtualmente, no

Google Arts & Culture.

Saiba mais:

www.museuoscarniemeyer.org.br

facebook, instagram e youtube: @museuoscarniemeyer

Museu Oscar Niemeyer na plataforma Google Arts & Culture

Disponível em https://bit.ly/MONGoogleArtsAndCulture

Foto: Leonardo Finotti

Pontos de venda

• Banca América - Rua Otávio Pereira dos Anjos, s/nº - esquina com Cel. Francisco

H. dos Santos - 3267-2412 / 99905-5071

• Banca Batel - Av. Batel em frente ao Hospital Santa Cruz - 3244-5620

• Banca Bom Jesus - Rua Jaime Balão, 201 - Cabral - 3264-7662

• Banca do Condor Champagnat - Martim Afonso, 2800 - 3336-9817

• Banca do Palladium - Av. Presidente Kennedy, s/nº em frente ao

Shopping Palladium - 99209-1161

• Banca Espanha - Praça Espanha - 3225-1173

• Banca Praça do Japão - Praça do Japão - 3243-1475

• Bazar Cotegipe - Mercado Municipal - 3262-5011

• Brioche - Rua Augusto Stresser, 839 - Juvevê - 3342-7354

• Curitiba Aqui Art e Café - Pilarzinho ao lado da Ópera de Arame - 3252-0555

• Salão Marly - Gustavo Bonato - Av. Sete de Setembro, 6055 - Batel - 3343-0505

REVISTA

para assinatuRa, entre em contato

com nossa CENTRAL DE ATENDIMENTO

0800 600 2038

pagamento em até 3 vezes sem juros

agosto 2020 49


histórias

Ousadia e Respeito

S

empre acreditei na força do pensamento e na

energia positiva que pode produzir. Uma atitude

otimista faz toda a diferença na nossa vida.

Aprendi que bons pensamentos emitem uma

frequência intensa capaz de influenciar pessoas

e situações ao nosso redor, atraindo coisas boas. Algumas

literaturas asseguram ainda que podemos produzir energias

positivas, nos dando uma sensação de bem-estar, induzindo

as pessoas a sentirem-se bem ao nosso lado.

Bem, depois de ler bastante a respeito, tentei exercitar

de forma prática o poder do pensamento. Aos poucos

comecei a tentar controlar algumas situações simples, como

por exemplo conseguir uma vaga de estacionamento, seja

no shopping ou mesmo em uma rua qualquer da cidade.

Tenho um pensamento sempre muito nítido e constante,

que sempre haverá uma vaga para mim. É um pensamento

claro, sem a menor dúvida da verdade contida em cada

palavra. E depois que passei a exercitar esse pensamento,

sempre tem uma vaga me esperando próximo de onde

quero estar.

Essa introdução é importante para descrever o que

aconteceu no último verão, onde claramente percebi a

distinção entre ousadia e respeito e como são poderosas

as forças da natureza. Temos a ilusão de ter o poder sobre

tudo quando colocamos uma sonda em Marte, ou quando

utilizamos a energia do sol e do vento ou avançamos no

estudo do átomo. Pura ilusão!

O verão tem um clima típico no Brasil. As temperaturas

são elevadas e as chuvas geralmente acontecem no final da

tarde. As chamadas chuvas de verão são fortes e volumosas,

podendo causar muitos transtornos, como os alagamentos

na maioria das grandes cidades.

Aquela semana de janeiro foi marcada por chuvas em

praticamente todos os dias. No final das tardes aconteciam

as pancadas. Eu, como praticante de corrida,

estava incomodado. Em função do trabalho

tinha reservado justamente aquele

horário para correr, mas seguidamente estava

adiando, dia após dia. Na quarta-feira

percebi que o céu não estava tão carregado.

Algumas nuvens estavam se formando mas

avaliei que, enfim, eu teria uma boa chance.

Afinal precisava apenas de pouco mais de

uma hora para fazer meu exercício.

Após ter me preparado, com calção, camiseta e tênis,

avaliei novamente o céu: estava um pouco mais carregado,

com nuvens mais densas. Fiz um pensamento bastante

positivo que a chuva não cairia naquele momento e poderia

fazer minha corrida sem dificuldade. Com essa atitude saí

de casa e segui pelo trajeto rotineiro.

Apesar da temperatura elevada, o vento produzia uma

sensação boa, suavizando o clima quente. A corrida estava

muito prazerosa naquela tarde. O mesmo vento alterava

constantemente o céu, movimentando as nuvens, produzindo

as formas mais variadas de desenhos. Corria e ficava

tentando imaginar objetos, animais e até mesmo rostos.

Quando parecia mais carregado, com nuvens mais escuras,

induzia o pensamento de que não choveria naquele momento.

O vento levava aquela nuvem para mais longe e eu

prosseguia sem chuva. Assim aconteceu por três vezes e eu

alcancei o ponto mais distante do meu treinamento, no final

da Avenida. Era hora de voltar e completar a outra metade

do percurso.

Nesse momento me veio um pensamento bastante

ousado: Será que posso controlar o tempo? Imediatamente

um poderoso raio iluminou o céu seguido por estrondoso

trovão que ecoou fortemente em todas as direções. Olhei

imediatamente para cima. Uma nuvem se abriu e eu vi

perfeitamente um dedo em riste e ouvi uma voz poderosa,

confundindo-se com um novo trovão, dizendo: “Aqui

não!!!”

No mesmo momento uma chuva torrencial caiu. Continuei

correndo, completamente encharcado até chegar em

casa e aprendi a lição. Podemos controlar algumas coisas

apenas. Para outras vale a aleatoriedade, o imprevisível, as

forças da natureza, o Divino.

Foto: divulgação

Por Eugenio Rotondo

50

agosto 2020

revistavoi.com.br

*Capítulo do livro: A mulher do sapato rosa e outros contos.

Uma coletânea de 16 narrativas nas quais o protagonista é o próprio autor.


A vida é cheia de momentos inesquecíveis

que não podem ser passados em branco.

Não importa qual seja o evento. No Torres Eventos será inesquecível.

• 1 Salão com capacidade para 2.800 convidados • 1 Salão com capacidade para 1.500 convidados

• Teatro com capacidade para 731 convidados • Buffet exclusivo • Chef de Cuisine da casa • Cardápio requintado

• Projetos personalizados • Consultoria completa • Organização • Foto e vídeo

41 3045.6999 espacotorres.com.br


Chegou a hora de estudar na maior escola de

inglês online do mundo

• Disponível 24 horas por dia

• Tecnologia pré-qualificada pelo MEC

• 16 níveis de inglês, do iniciante ao avançado

Leitores VOi tem 1 mês de acesso gratuito à

English Live para conhecer a escola!

Use o código: BRINGLESVOI na página:

*Oferta não cumulativa, válidas apenas para novos alunos

que cadastrarem a partir do QR CODE, o código tem

durabilidade de 30 dias a partir da data de ativação, dá

acesso aos 16 níveis de inglês e teste de nivelamento

englishlive.ef.com

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!