18.08.2020 Views

ed 30

Create successful ePaper yourself

Turn your PDF publications into a flip-book with our unique Google optimized e-Paper software.

nº <strong>30</strong> - outubro/novembro - 2009 - ano 05


Índice<br />

Outras matérias:<br />

Saúde Regional - pág. 14<br />

Rotary - pág. 22<br />

Embraer 40 Anos pág. 8<br />

Refis da Crise - pág. 24<br />

Social Vale - pág. <strong>30</strong><br />

Moda, beleza, mulher e cia. -<br />

Idesa 100 Anos pág. 4<br />

pág. 39<br />

18º Congresso Sindical<br />

Comerciário pág. 18<br />

Exp<strong>ed</strong>iente<br />

Diretor responsável:<br />

José Carlos Reis de Souza<br />

Departamento Jurídico:<br />

Dra. Célia Teresa Mörth<br />

Dra. Rossana Oliveira A. Soares<br />

Impressão Gráfica:<br />

WT Indústria Gráfica Ltda. - ME<br />

Jornalista Responsável:<br />

Jefferson Mello - MTB/SP 32582<br />

Editorial de moda:<br />

Nelson Flimyr<br />

Projeto Gráfico e Editoração:<br />

Mauricio Jorge<br />

Revisão:<br />

Juliana Evangelista<br />

Tiragem: 4.000 exemplares<br />

Distribuição gratuita e dirigida<br />

Publicação Bimestral<br />

Contato<br />

Revista Empresas do Vale<br />

Rua Barão da P<strong>ed</strong>ra Negra, 500<br />

salas 5 e 6 - Centro - Taubaté - SP<br />

CEP 12.020-220<br />

r<strong>ed</strong>acao@revistaempresasdovale.com<br />

comercial@revistaempresasdovale.com<br />

www.revistaempresasdovale.com<br />

Departamento Comercial<br />

(12) 3622-4587 / 3624-1897 / (12) 9787-6329<br />

/ 8817-7058<br />

Moda, beleza, mulher e cia.<br />

Nelson Flimyr ou<br />

Vanessa - (12) 9125.2983<br />

Editorial<br />

José Carlos Reis de Souza<br />

Diretor Responsável<br />

É gratificante abrir este <strong>ed</strong>itorial, podendo<br />

ter a liberdade da democracia em pronunciar<br />

sobre uma entidade que chega aos 100<br />

anos, o Ginásio Diocesano Santo Antônio, hoje<br />

conhecido como IDESA - Instituto Diocesano<br />

Santo Antônio. Não vivenciamos o início deste<br />

Instituto, mas conhecemos a história através<br />

de documentos, matérias de jornais e fotos<br />

da época. Desde as dificuldades com que Dom<br />

Epaminondas Nunes de Ávila e Silva e seus<br />

colaboradores passaram com o fechamento<br />

do Instituto por motivo da revolução de 1932<br />

e a reabertura no ano de 1936. Durante muitos<br />

anos o Instituto auxiliou meninos despojados<br />

de <strong>ed</strong>ucação e instrução. O IDESA é um exemplo<br />

de d<strong>ed</strong>icação à <strong>ed</strong>ucação. Nesta <strong>ed</strong>ição o<br />

leitor terá a oportunidade de saber um pouco<br />

mais sobre o IDESA na administração da família<br />

Saud. Ainda, os 40 anos da EMBRAER, desde<br />

a sua fundação e a linha de aviões produzidos,<br />

Hospital Regional, Social e muito mais.<br />

As fotos de divulgação foram c<strong>ed</strong>idas pelas empresas e/ou pessoas<br />

mencionadas nos textos. Não é permitida a reprodução sem autorização<br />

expressa dos autores, por escrito. Os textos, informações e anúncios<br />

publicitários são de inteira e exclusiva responsabilidade dos autores e<br />

empresas anunciantes.<br />

Colaboradores:<br />

Mauricio Jorge, designer e ilustrador.<br />

www.zuinn.com.br/maujorge<br />

Drª Waleska, fisioterapeuta.<br />

lin_valeska@ig.com.br<br />

Apoio:


Entrevista<br />

José Antônio Saud<br />

Por José Carlos Reis de Souza<br />

No dia 20/02/1910, o Reverendo D. Epaminondas Nunes de Ávila<br />

e Silva, fundou o Ginásio Diocesano Santo Antônio e durante 22 anos,<br />

amparou meninos privados de <strong>ed</strong>ucação e instrução. Em dezembro de<br />

1932, foi fechado por motivo da revolução. No início de 1936, alguns<br />

padres solicitaram a D. Epaminondas, autorização para reabrirem<br />

o Ginásio. Com o consentimento e a bênção de D. Epaminondas, foi<br />

conc<strong>ed</strong>ida a parte desocupada do Seminário e o material disponível.<br />

Em dezembro de 1936, iniciaram os trabalhos de adaptação do prédio<br />

para a concessão da inspeção preliminar pelo Departamento Nacional<br />

de Educação. Foi então, reaberto o Ginásio Diocesano Santo Antônio<br />

com material didático pertencente à Diocese. Em 1963, foi elaborado<br />

o novo estatuto, alterando o nome para Instituto Diocesano de Ensino<br />

Santo Antônio, extinguindo o sistema de internato e montando cursos<br />

noturnos. Ao completar 100 anos, a Revista Empresas do Vale foi saber<br />

um pouco mais sobre o IDESA, entrevistando a pessoa que vem a frente<br />

deste magnífico instituto, senhor José Antônio Saud.<br />

E.V. – Como foi que se deu a aquisição<br />

do IDESA e quais foram os primeiros<br />

passos?<br />

J.A.S. - Sempre sonhei em ter uma<br />

empresa onde eu e minha família pudéssemos<br />

trabalhar juntos, pois sou muito<br />

apegado a ela. Em 1990, surgiu esta<br />

oportunidade, o Colégio IDESA atravessava<br />

uma crise financeira, e o diretor, na<br />

época, era o Padre Vanzella, que estava<br />

desesperado, não sabendo o que fazer,<br />

pois com a implantação do Plano Collor,<br />

a situação ficara insustentável. Como trabalhávamos<br />

juntos, no movimento Shalon,<br />

convidamos o Padre Vanzella para ir<br />

conosco passar uns dias em Ubatuba, era<br />

Carnaval. Lá, conversando, ele perguntou-me<br />

porque não comprávamos o IDE-<br />

SA, pois minha esposa, minhas três noras<br />

e meu filho mais velho, José Antonio,<br />

eram professores e ajudariam a tocar o<br />

Colégio na parte p<strong>ed</strong>agógica, e na parte<br />

administrativa, eu e meus outros dois filhos,<br />

o Carlos Alberto e Luis Eduardo, não<br />

teríamos dificuldade, pois o Padre já nos<br />

conhecia como administradores. P<strong>ed</strong>iu<br />

então que pensássemos a respeito. Naquele<br />

momento, ficamos calados e pensativos,<br />

com receio de assumirmos uma<br />

empreitada de tamanho porte, como era<br />

o Colégio, com muitos funcionários, professores<br />

e milhares de alunos. Depois de<br />

pensar muito, resolvemos assumir o risco<br />

e aceitamos o desafio. Os Padres Vanzella<br />

e Hugo dialogaram com o Bispo D.<br />

Antonio, que já tinha conhecimento da<br />

situação, e me conhecia bem. D. Antônio<br />

aceitou a negociação, e no dia 20 de março<br />

de 1990, adquirimos o IDESA. A luta foi<br />

muito grande e desgastante, mas, com a<br />

Graça de Deus, vencemos.<br />

E.V. - Quantos alunos frequentavam<br />

o IDESA quando assumiram esta<br />

nova empreitada?<br />

J.A.S. - Quando assumimos, estudavam<br />

mais ou menos 2.500 alunos, distribuídos<br />

em diversos cursos, sendo: <strong>ed</strong>ucação<br />

infantil, ensino fundamental e médio,<br />

curso de magistério, mecânica, eletrônica,<br />

e supletivo. Aos poucos, fomos selecionando-os<br />

com o intuito de ministrá-los<br />

melhor, ficando com o supletivo, mecânica<br />

e eletrônica. O curso de magistério en-<br />

4


cerramos com muita consternação, pois<br />

era o curso que mais me dava prazer, mas<br />

o Estado suprimiu-o. Não haveria mais<br />

este curso como ensino médio, somente<br />

nas faculdades. Fui obrigado a ob<strong>ed</strong>ecer.<br />

E.V. - Fale um pouco das ampliações?<br />

J.A.S. - Fomos adaptando a estrutura<br />

física ao novo perfil dos alunos, construímos<br />

duas piscinas, duas quadras cobertas,<br />

um campo de futebol com grama<br />

sintética, uma sala de inglês, uma de jazz,<br />

uma de karatê, quatro salas com computadores<br />

novos para curso de Informática,<br />

e agora, um auditório espaçoso, com boa<br />

acústica, para que quando trouxermos<br />

palestrantes, tenhamos um melhor aproveitamento.<br />

E.V. - Qual é o perfil de seus alunos<br />

atualmente?<br />

J.A.S. - O perfil de nossos alunos é<br />

da classe média para média alta. Acr<strong>ed</strong>ito<br />

que os pais colocam seus filhos aqui, por<br />

causa do ensino sério, pela linha cristã e,<br />

principalmente, pela disciplina. Aqui todos<br />

aprendem a ter limites, e acr<strong>ed</strong>item,<br />

meus alunos me amam pelo amor que<br />

tenho a eles, pelos infinitos nãos que dou,<br />

mas sempre explicando o porquê.<br />

E.V. - Fora o Colégio, o senhor e sua<br />

família exercem outra atividade?<br />

J.A.S. - Nós diversificamos bastante<br />

as nossas atividades, temos, atualmente:<br />

Apart Hotel Olavo Bilac, Valemar Construtora,<br />

Vale Sports, onde funciona a escola<br />

de futebol do São Paulo, e a Monte Tabor<br />

Administradora. Com este leque empresarial,<br />

geramos 250 empregos diretos,<br />

graças a Deus.<br />

E.V. - Quais as perspectivas para o<br />

ano de 2010?<br />

J.A.S. - Através de novos investimentos<br />

e novas parcerias, esperamos um aumento<br />

de 10% na quantidade de alunos<br />

para o nosso Colégio.<br />

E.V. - Para encerrarmos nossa entrevista,<br />

gostaria de deixar alguma<br />

mensagem?<br />

J.A.S. - Ouvi um dia e apliquei em minha<br />

vida: “Quem se atreve a fazer o bem<br />

e a caridade, tem que ter coragem para<br />

suportar a ingratidão”.


Embraer<br />

40 anos<br />

EMBRAER<br />

Empresa Brasileira de Aeronáutica S/A.<br />

Fundada: 19/08/1969<br />

Funcionários: 17.237 (julho/2009)<br />

Produção: 204 jatos em 2008<br />

Lucro líquido em 2008: US$ 388,7 milhões<br />

Receita líquida em 2008: US$ 6,335 bilhões<br />

Passageiros transportados: 445 milhões<br />

Posição no mercado: 3ª maior fabricante de<br />

jatos comerciais do mundo<br />

A Embraer realizou<br />

um grande evento<br />

para comemorar os<br />

40 anos de atividades.<br />

Estiveram presentes,<br />

autoridades, civis,<br />

funcionários e<br />

imprensa.<br />

Fundada no dia 19/08/1969 pelo decreto<br />

lei nº 770 no governo militar, contava<br />

com os conhecimentos de engenheiros<br />

do ITA e do CTA. A finalidade do<br />

governo era que a Embraer reforçasse a<br />

defesa do país. O primeiro avião vendido<br />

pela empresa foi o Bandeirante, construído<br />

por pouco mais de 100 funcionários.<br />

Empresa de capital misto, a Embraer foi<br />

privatizada em 07/12/1994 e seu controle<br />

está em mãos brasileiras.<br />

A Embraer – Empresa Brasileira de<br />

Aeronáutica S.A., é uma das maiores empresas<br />

aeroespaciais do mundo, posição<br />

alcançada, graças à busca permanente e<br />

determinada da plena satisfação de seus<br />

clientes. Hoje, a empresa produz em média<br />

uma aeronave por dia. Além do Brasil,<br />

tem fábricas nos Estados Unidos, Portugal,<br />

França, Cingapura e China. Em 40<br />

anos, foram fabricadas e vendidas 5 mil<br />

aeronaves para o mundo inteiro em diferentes<br />

nichos do mercado. O setor militar<br />

foi quem fomentou a criação da empresa,<br />

hoje representa apenas 10% da produção.<br />

Já o executivo, 15%. Mas o mais importante<br />

é o mercado comercial. Além de<br />

produzir produtos para área militar, também<br />

oferece para aeronáutica civil e área<br />

executiva.<br />

PERSONALIDADES IMPORTANTES:<br />

Ozires Silva (engenheiro aeronáutico):<br />

formado pelo Instituto Tecnológico de<br />

Aeronáutica (ITA). Foi o primeiro diretorsuperintendente<br />

(cargo equivalente à<br />

presidência) e líder do grupo que projetou<br />

a criação da companhia então estatal.<br />

Administrou a Embraer desde a fundação<br />

até 1986. Mais tarde, voltou para a cadeira<br />

da presidência no período da privatização<br />

da empresa, entre 1991 e 1995. Ozires Silva<br />

também presidiu a Petrobras e a Varig,<br />

foi Ministro de Estado da Infra-Estrutura.<br />

Atualmente é reitor da Unimonte.<br />

Guido Pessotti: engenheiro aeronáutico<br />

e reconhecido como um dos maiores<br />

projetistas de aviões do mundo. Liderou<br />

a Embraer no desenvolvimento de vários<br />

aviões da fábrica, desde o Bandeirante<br />

até o jato ERJ-145, entre eles o famoso Tucano.<br />

Foi diretor técnico da empresa por<br />

mais de 20 anos, desde o início das operações<br />

da então estatal.<br />

O LADO DIFÍCIL<br />

A história da Embraer nem sempre foi<br />

um mar de rosas, Em 40 anos, a fábrica<br />

atravessou por diversas crises financeiras<br />

e fez pelo menos quatro demissões em<br />

massa. Em 1994, quando foi privatizada, a<br />

empresa diminuiu a folha de pagamento<br />

e chegou a ter apenas 3 mil funcionários.<br />

A última leva de demitidos foi de quase<br />

4.<strong>30</strong>0 em fevereiro de 2009. Apesar da<br />

r<strong>ed</strong>ução no quadro de funcionários, atribuída<br />

à crise financeira, a empresa tem<br />

hoje mais de 17 mil trabalhadores e se<br />

mantém como a terceira maior do mundo<br />

em aviação comercial, atrás apenas<br />

das gigantes Boeing e Air Bus.<br />

O PRIMEIRO AVIÃO<br />

No final da decada de 1960, o governo<br />

brasileiro, através de uma política de expansão<br />

da indústria nacional, juntamente<br />

com a necessidade de obter um avião de<br />

Super Tucano Embraer 145 AEW&C Legacy 600<br />

8


propósito geral, tanto para uso civil como<br />

militar, para o transporte de cargas e passageiros,<br />

promoveu o desenvolvimento<br />

de uma nova aeronave, que além destes<br />

requisitos, tivesse baixo custo operacional<br />

e capacidade de ligar regiões remotas<br />

e dotadas de pouca infra-estrutura.<br />

Coube a uma equipe do Centro Técnico<br />

aeroespacial, liderada inicialmente<br />

pelo projetista francês Max Holste, a missão<br />

de desenvolver a aeronave.<br />

Nasceu assim o “Bandeirante”, primeiro<br />

avião comercializado pela então estatal<br />

Embraer, rumo ao sucesso. Seu primeiro<br />

voo ocorreu no dia 22/10/68.<br />

SUPER TUCANO<br />

Quando a Embraer apresentou o<br />

Tucano, vinte anos atrás, ela revolucionou<br />

completamente o conceito de treinamento<br />

de pilotos militares. Agora, a<br />

empresa está prestes a romper um paradigma<br />

mais uma vez. O Super Tucano<br />

entra em cena em uma época de restrições<br />

econômicas, na qual a remoção de<br />

equipamentos eletrônicos e armamentos<br />

do serviço ativo estão fazendo com que<br />

surjam novas imposições sobre os parâmetros<br />

de treinamento.<br />

A última década trouxe mudanças<br />

dramáticas para o ambiente da aviação<br />

militar. Uma evolução extraordinária nos<br />

sistemas eletrônicos embarcados, nos<br />

sensores e nos armamentos influenciou,<br />

de maneira dramática, e racionalizou a<br />

utilização de uma grande vari<strong>ed</strong>ade de<br />

plataformas de aeronaves de caça, patrulha<br />

e reconhecimento. Todos esses fatos<br />

influenciaram enormemente o treinamento<br />

de pilotos. Os cenários de operação<br />

da atualidade exigem maiores habilidades<br />

dos aviadores, algumas das quais<br />

não se podia nem imaginar dez anos<br />

atrás. Naquela época as aeronaves e os<br />

programas de treinamento, em conjunto,<br />

se limitavam a produzir um piloto qualificado<br />

que era desenvolvido para se enquadrar<br />

nas realidades operacionais. Nestas<br />

épocas de desafio, o ciclo de instrução<br />

dos futuros pilotos militares deve assegurar<br />

uma transição extremamente fluida<br />

para as unidades operacionais. O final da<br />

guerra fria trouxe novas ameaças, que anteriormente<br />

estavam latentes e que nem<br />

sempre podiam ser resolvidas de maneira<br />

satisfatória com a utilização de vetores de<br />

alto desempenho. Isso era particularmente<br />

verdadeiro no tocante aos territórios<br />

com fronteiras extensas e desprotegidas.<br />

A Embraer levou essas questões em consideração<br />

ao desenvolver uma aeronave<br />

radicalmente nova, ideal para atender os<br />

atuais e futuros requisitos de treinamento<br />

de voo militar. Conhecido como Super<br />

Tucano, esse novo avião turboélice militar<br />

multi-função incorpora características<br />

que certamente farão dele uma lenda,<br />

como foi o caso com o seu antecessor, o<br />

“Tucano”, o favorito de tantas forças aéreas<br />

em todo o mundo.<br />

A família Embraer de aeronaves de Inteligência,<br />

Reconhecimento e Vigilância<br />

(ISR) conta com sistemas de última geração<br />

e apresenta ao mercado a melhor solução<br />

no estado-da-arte para cumprir os<br />

objetivos de cada missão, apresentando:<br />

O menor custo do mercado para o cumprimento<br />

total da missão.<br />

Apoio logístico mundial, com mais de<br />

900 aeronaves em operação.<br />

O estado-da-arte em tecnologia de sistemas.<br />

Flexibilidade de missão sem grandes<br />

reinvestimentos em desenvolvimento.<br />

Opções de atualização, adaptando a aeronave<br />

a evolução da missão.<br />

Rápidos tempos de reação e respostas<br />

de comandos.<br />

Operação com baixo nível de ruído.<br />

A melhor opção para atender aos requisitos<br />

de aeronaves e sistemas de missão<br />

especial.


Embraer<br />

40 anos<br />

Paulo Skaf falando<br />

sobre a Embraer<br />

Paulo Skaf foi presidente da Associação<br />

Brasileira da Indústria Têxtil e do<br />

Sindicato da Indústria Têxtil do Estado<br />

de São Paulo. Em 2004 assumiu a presidência<br />

da FIESP / SESI e SENAI do Estado<br />

de São Paulo. Também preside o Instituto<br />

Roberto Simonsen e ocupa a primeira<br />

vice-presidência da Conf<strong>ed</strong>eração Nacional<br />

da Indústria.<br />

E.V. - Como o Senhor determina a<br />

Embraer?<br />

P.S. - A Embraer é uma montadora,<br />

e em seu entorno existem os fabricantes<br />

de peças e componentes. O Brasil exporta<br />

avião e o que a Embraer pratica é<br />

fabricar uma parte, comprar outra parte<br />

e finalizar a montagem, não importa o<br />

método. Quando a gente analisa a Embraer,<br />

seja como empresa, ou seja, pela<br />

atividade que ela faça diretamente ou<br />

indiretamente através de uma aliança de<br />

seus fornec<strong>ed</strong>ores, tudo vale da mesma<br />

forma, é o Brasil produzindo inovação e<br />

empregando tecnologia.<br />

E.V. – Com a crise no mercado<br />

mundial de aviação, fornec<strong>ed</strong>ores da<br />

Embraer foram afetados porque as<br />

vendas desabaram. Qual foi o proc<strong>ed</strong>imento<br />

usado para dar sustentabilidade<br />

a estes fornec<strong>ed</strong>ores que compõe a<br />

cadeia de produtos para a fabricação<br />

dos aviões?<br />

P.S. – Esta é uma preocupação que<br />

nós temos com os fornec<strong>ed</strong>ores de aéropeças,<br />

nós não podemos esquecer<br />

que há dificuldades, no momento em<br />

que despenca as vendas e cai à demanda,<br />

alguma providencia ou reação acaba<br />

acontecendo, devido a isto já praticamos<br />

diversas reuniões na FIESP. Para que tenham<br />

conhecimento, já recebemos um<br />

grupo de 60 produtores de São José dos<br />

Campos, fora os fornec<strong>ed</strong>ores das indústrias<br />

de São Carlos, enfim, de outros cantos.<br />

Os fornec<strong>ed</strong>ores trouxeram algumas<br />

questões, por exemplo; havia um vínculo<br />

com o BNDES, devido à compra de<br />

diversas máquinas financiadas. Falamos<br />

junto ao BNDES para que comparecesse<br />

às reuniões dentro da FIESP e eles compareceram<br />

às reuniões no Rio de Janeiro.<br />

E pelo que me consta esta questão do<br />

BNDES onde havia dificuldades, houve<br />

uma acomodação ou equacionamento<br />

que atendeu aos interesses das empresas<br />

fornec<strong>ed</strong>oras de aéropeças. Em relação às<br />

negociações e o relacionamento dos fornec<strong>ed</strong>ores<br />

com a Embraer, falei com Fr<strong>ed</strong>erico<br />

(pres. da Embraer) e com o setor<br />

de aéropeças, para facilitar esse diálogo,<br />

é lógico que é um relacionamento empresa<br />

com empresa, nós nunca gostamos<br />

de nos omitir em qualquer circunstância.<br />

Eu diria até que me considero um pouco<br />

atrevido, eu me meto em muitas coisas<br />

além dos limites. Mas quando a história é<br />

boa e como trabalhamos com honestidade,<br />

transparência e sempre com a melhor<br />

intenção possível, então eu sou um pouco<br />

atrevido mesmo.<br />

E.V. – O grande problema destas<br />

empresas é que 90% da produção vai<br />

para a Embraer, criando uma forte dependência.<br />

Uma grande alternativa<br />

seria a diversificação, esse processo<br />

do F5 que estão disputando contrato?<br />

P.S. – Existem várias alternativas, nós<br />

fizemos reuniões com os produtores de<br />

São José dos Campos, São Carlos e outras<br />

regiões, com alternativas para o fornecimento<br />

para a indústria naval. Quando<br />

apoiamos havia negociações com helicópteros<br />

de transporte russo, nós nos<br />

colocamos contrário e apoiamos que estes<br />

helicópteros deveriam ser comprados<br />

pelas Forças Armadas, helicópteros com<br />

tecnologia e produção no Brasil e assim<br />

conseguimos. Houve uma negociação<br />

de 50 helicópteros, com isso deixou-se<br />

de comprar da Rússia. Reunimos todos<br />

os possíveis fornec<strong>ed</strong>ores de São José<br />

dos Campos e de outras cidades do Estado<br />

de São Paulo e de outros Estados. Na<br />

FIESP, ocorreu um grande evento onde a<br />

HELIBRAS colocou as suas necessidades, e<br />

esse helicóptero vai iniciar os 5% de nacionalização,<br />

mas com o compromisso de 5<br />

anos atingir 50%, isso é uma nova oportunidade,<br />

e novamente agora os caças que<br />

estão sendo negociados, eu recebi e falei<br />

a todos que estão ofertando (franceses,<br />

americanos e suecos), que para nós é fundamental<br />

a transferência de tecnologia, e<br />

o maior índice de nacionalização possível,<br />

10


nós queremos desenvolver tecnologia,<br />

inovação e produzir no Brasil. Isso é o que<br />

vai fazer a diferença. Claro que essas decisões<br />

de compras não cabem a nós e sim<br />

à Força aérea e ao governo.<br />

E.V. – A FIESP avaliou que os franceses<br />

eram os melhores para o Brasil<br />

na questão dos helicópteros, e na produção<br />

do F-5 a FIESP se posicionou a<br />

favor algum concorrente?<br />

P.S. – Na verdade não há posicionamento<br />

da FIESP, é que naquela altura nós<br />

achamos que os franceses eram melhores,<br />

porque, qualquer empresa que oferecesse<br />

trazer tecnologia, abastecer os fornec<strong>ed</strong>ores<br />

nacionais e produzir no Brasil,<br />

seria o melhor fornec<strong>ed</strong>or. No caso dos<br />

helicópteros, foram os franceses que ofereceram<br />

as melhores condições. No caso<br />

dos caças, o que nós estamos colocando<br />

para todos eles é essa posição. O presidente<br />

mundial da “Boeing Defesa” esteve<br />

comigo e evidenciou que os americanos<br />

inicialmente estavam com algumas dificuldades<br />

de transferência de tecnologia,<br />

mas ele me assegurou que tiveram autorização<br />

do Departamento de Estado<br />

Americano para transferir a tecnologia e<br />

que eles estariam muito interessados, inclusive<br />

fizeram uma rodada de negócios<br />

na FIESP no sentido de conhecer possíveis<br />

fornec<strong>ed</strong>ores brasileiros, isso me agradou<br />

muito. E o mesmo proc<strong>ed</strong>imento foi oferecido<br />

para os franceses, uma rodada de negócios.<br />

Recebi também os suecos que tem<br />

um projeto e uma proposta diferente, eles<br />

querem que nós brasileiros participemos<br />

do próprio desenvolvimento do avião.<br />

1ª coluna à direita de cima para baixo: O Ten.<br />

Brigadeiro do Ar e Chefe do Estado Maior da<br />

Aeronáutica, Antônio Pinto de Mac<strong>ed</strong>o; Fr<strong>ed</strong>erico<br />

Fleury Cury, presidente da Embraer e Claudio<br />

Lucchesi; Lu e Geraldo Alckmin e Paulo Skaf;<br />

Ney Pasqualini, Felipe Cury, Paulo Skaf, Almir<br />

Fernandes e Nerino; Carlos Bicudo e Ozires Silva.<br />

2ª coluna à direita de cima para baixo: Jair<br />

de Paula Cardoso, o funcionário mais antigo<br />

da Embraer; Ozires Silva e Paulo Skaf; Ozires<br />

Silva e José Carlos; Satosh Yokota, Julio Franco,<br />

Eduardo Cury e Bonini; Helio Nishimoto e Ednéia<br />

P. Nishimoto.<br />

Alugue um carro na Localiza e aproveite<br />

o seu fim de semana do começo ao fim.<br />

R$<br />

59, 00<br />

Diárias a<br />

partir de<br />

com<br />

sem juros<br />

100 km<br />

nos cartões<br />

livres 10X de crédito<br />

solution<br />

Em Taubaté: Av. Nove de Julho, 580 - Tel.: (12) 3632-3600<br />

Em Caçapava: Av. Coronel Manuel Inocêncio, 946 - Tel.: (12) 3653-5686<br />

Em Pindamonhangaba: Av. Jorge Tibiriçá, 161 - Tel.: (12) 3642-2596<br />

O preço promocional acima é válido, nas cidades participantes da promoção, para carros do grupo A (Econômico) retirados na sexta-feira, a partir das 12 horas, e entregues até segunda-feira, às 13 horas.<br />

Não inclui taxas de proteção, serviços (5% ou 10%, dependendo da agência de retirada e/ou de devolução do carro) e extras. Pagamento à vista ou em até 10x sem juros nos cartões de crédito American<br />

Express, Visa, Mastercard, Diners Club Internacional e Hipercard emitidos no Brasil, exceto cartões Corporate. Consulte as condições da promoção nas agências Localiza. Os descontos e as promoções não são<br />

cumulativos. Esta promoção pode ser suspensa sem aviso prévio. Foto ilustrativa.<br />

Reservas 24h<br />

0800 979 2000<br />

www.localiza.com


Embraer<br />

40 anos<br />

Palavras de Geraldo Alckmin<br />

Palavras do presidente da Embraer, Fr<strong>ed</strong>erido Fleury Cury, na<br />

abertura da festiva dos 40 anos.<br />

Nossa história de sucesso é fruto<br />

do trabalho de milhares de homens e<br />

mulheres que ao longo destas quatro<br />

décadas d<strong>ed</strong>icaram o melhor de suas<br />

capacidades profissionais para que<br />

este fantástico empreendimento progr<strong>ed</strong>isse<br />

continuadamente. Entretanto,<br />

também vivemos momentos de extrema<br />

dificuldade, alguns tendo inclusive<br />

ameaçado a própria continuidade da<br />

companhia. Os anos que antec<strong>ed</strong>eram,<br />

bem como os que seguiram a privatização,<br />

foram particularmente árduos. Mas<br />

a tenacidade, competência e d<strong>ed</strong>icação<br />

das pessoas da Embraer, a levaram a<br />

atravessar a crise e emergir fortalecida.<br />

O processo de recuperação e crescimento<br />

da Embraer após a sua privatização,<br />

já sob a firme liderança de Maurício<br />

Botelho, que é um dos exemplos<br />

mais impressionantes das histórias das<br />

corporações brasileiras e sem paralelo<br />

na indústria aeronáutica mundial. A<br />

Embraer, uma empresa em estado quase<br />

falimentar, se reergueu e se projetou<br />

como força mundial no mercado de<br />

aviação civil e defesa, atingindo patamares<br />

que nem os mais otimistas poderiam<br />

deslumbrar.<br />

Olhamos para o nosso passado com<br />

orgulho e admiração e nele nós inspiramos<br />

para traçar em direção ao futuro<br />

em busca da continuidade e da perpetuidade<br />

da Embraer. Sempre p<strong>ed</strong>indo à<br />

Deus que nos ilumine nessa nova caminhada,<br />

feliz aniversário Embraer.<br />

A Embraer representa o que há de<br />

melhor em nosso país, no compromisso<br />

com a ciência e soberania nacional, com<br />

a geração de empregos, com a produção<br />

de conhecimento, enfim, tudo o que se<br />

pode sonhar no Brasil forte de desenvolvimento<br />

sustentável. E nós, especialmente<br />

valeparaíbanos, não fomos apenas testemunhas,<br />

mas também protagonistas desta<br />

extraordinária saga, que esta é a terra<br />

roxa do talento da aptidão. Deixo aqui extraordinário<br />

exemplo da importância das<br />

pessoas, da importância dos recursos humanos<br />

nascida aqui na Embraer, no Centro<br />

Técnico Aeroespacial do ITA. Doutores,<br />

professores e técnicos, que fizeram desta<br />

empresa, hoje a terceira maior do mundo,<br />

falando todos os idiomas, até o Mandarim.<br />

Então, é com grande alegria, que nós<br />

queremos trazer o abraço do Gov. José<br />

Serra, as homenagens de São Paulo e dizer<br />

que queremos Céu de Brigadeiro para<br />

os próximos 40 anos. Parabéns Embraer.<br />

12<br />

Palavras de Ozires Silva<br />

Eu diria que nós estamos vivendo os<br />

primeiros 40 anos da Embraer e os votos<br />

de todos, são de que nos próximos 40<br />

anos sejam pelo menos melhores. Mas<br />

nós temos que pensar como isto aconteceu<br />

e, sobretudo devido a uma entidade<br />

que tem que ser grandemente homenageada<br />

hoje, a Força Aérea Brasileira, sem<br />

ela, nada disso teria ocorrido. O Brigadeiro<br />

Montenegro, criador do ITA, era da Força<br />

Aérea. A Instituição do CTA e o ITA, durante<br />

todos estes anos formando essas<br />

sementes e tornando esse empreendimento<br />

possível, assim como bolsas conc<strong>ed</strong>idas<br />

pela Força Aérea Brasileira, sempre<br />

atuando no sentido que possamos<br />

fazer o nosso país cada vez melhor.<br />

Guido Pessotti<br />

Engenheiro aeronáutico e reconhecido<br />

como um dos maiores projetistas<br />

de aviões do mundo. Liderou a Embraer<br />

no desenvolvimento de vários aviões da<br />

fábrica, desde o Bandeirante até o jato<br />

ERJ-145, entre eles o famoso Tucano. Foi<br />

diretor técnico da empresa por mais de<br />

20 anos, desde o início das operações da<br />

então estatal.


Saúde<br />

Regional<br />

Hospital Regional<br />

conquista Certificado<br />

de Qualidade pela<br />

Organização Nacional<br />

de Acr<strong>ed</strong>itação.<br />

Acima:<br />

Dr. Kalume, Teixeira, Dr.<br />

Fr<strong>ed</strong>erico, João Luiz, Drª Rosa,<br />

Dr. Caio, Ferminda, Dr. Aidar,<br />

auditoras e Dr. João Ebram.<br />

Ao lado:<br />

Fabiana Quintiliano e Magali Beatriz<br />

S. Monteiro (enfermeiras).<br />

O<br />

Hospital Regional do Vale<br />

do Paraíba, do Governo do<br />

Estado de São Paulo, conquistou<br />

a Certificação ONA<br />

nível 1 pela Organização<br />

Nacional de Acr<strong>ed</strong>itação. A confirmação<br />

se deu em 28 de agosto, pela própria Entidade,<br />

responsável por atestar a qualidade<br />

dos serviços oferecidos pelas instituições<br />

de saúde de todo o país.<br />

A Certificação é a comprovação<br />

da excelência dos serviços prestados pelo<br />

Hospital Regional, que conta com uma<br />

política focada integralmente ao atendimento<br />

holístico ao paciente.<br />

O principal critério da avaliação<br />

foi a segurança. Por este motivo, o Hospital<br />

reformulou a Política de Gerenciamento<br />

de Risco, seguindo normas e protocolos<br />

criteriosos estabelecidos pelos orgãos<br />

competentes, o que confere ao Hospital a<br />

garantia da segurança do paciente, tanto<br />

na estrutura física quanto na questão assistencial.<br />

A Acr<strong>ed</strong>itação é um processo<br />

voluntário que as organizações utilizam<br />

para avaliar e implementar a gestão da<br />

qualidade no atendimento. Seguindo<br />

este conceito, as instituições passam a<br />

definir padrões de atividades e serviços,<br />

possibilitando uma melhora significativa<br />

no atendimento, além da otimização de<br />

tempo e recursos.<br />

Os benefícios são inúmeros,<br />

como o aumento na capacidade de trabalho<br />

e segurança de colaboradores e<br />

pacientes, r<strong>ed</strong>ução de custos desnecessários,<br />

diferencial da instituição e o mais<br />

importante: uma política constante de<br />

avaliação em saúde, com melhoria dos<br />

processos administrativos e assistenciais.<br />

O Hospital Regional tem passado<br />

por mudanças tanto estruturais como<br />

de atendimento. Com investimentos da<br />

Secretaria de Estado da Saúde, o Grupo<br />

Saúde Bandeirantes, que gerencia o Hospital,<br />

vem realizando melhorias em todo o<br />

Complexo Hospitalar, com a aquisição de<br />

equipamentos, adaptação do prédio para<br />

abrigar novos serviços e, principalmente,<br />

promovendo uma busca constante<br />

pela Humanização do Atendimento, com<br />

equipe médica e assistencial capacitada e<br />

compatível aos serviços de referência do<br />

Estado.<br />

Na avaliação, que durou 3 dias, a<br />

entidade designada fez uma vistoria minuciosa<br />

em todos os setores assistenciais<br />

do Hospital e comprovou que, muitos<br />

deles, tinham condições. Qualidade suficiente<br />

para referendar a Instituição ao nível<br />

2. Esta é a meta do Hospital Regional:<br />

manter franco crescimento que possibilite<br />

a satisfação total da população.<br />

Tratamento integral de alta complexidade,<br />

atendimento diferenciado e de<br />

qualidade são a demonstração do comprometimento<br />

do Governo de São Paulo<br />

com a população do Vale do Paraíba.<br />

14


MATRÍCULAS<br />

ABERTAS<br />

PARA 2010<br />

PARA ANUNCIAR ENTRE EM CONTATO PELO TELEFONE: (12) 3621-3797


Cruzeiros<br />

Marítimos<br />

Cada vez mais<br />

opções para as suas<br />

férias.<br />

Você só vai se<br />

preocupar com uma<br />

coisa: “DIVERTIR-SE”<br />

Fazer um cruzeiro é uma experiência<br />

diferente e divertida para a sua viagem<br />

nas férias de verão. E encontrar-se a bordo<br />

de um confortável navio e em meio<br />

a belíssimas paisagens, você poderá relaxar,<br />

encontrar pessoas interessantes e<br />

viver alguns dos melhores momentos da<br />

sua vida.<br />

Para a temporada 2009/2010 já estão<br />

confirmados navios maravilhosos, roteiros<br />

exclusivos e alternativos com o maior<br />

número de portos para embarque e desembarque,<br />

os melhores shows de nível<br />

internacional, cabines confortáveis com<br />

grande vari<strong>ed</strong>ade de opções, a tripulação<br />

de bordo mais simpática e receptiva com<br />

um grande número de brasileiros trabalhando<br />

a bordo e o idioma não será problema<br />

para ninguém e tudo isto aliado à<br />

segurança e confiabilidade.<br />

Se você pensou em adquirir uma viagem<br />

com tudo incluído, recomendamos<br />

os Navios Zenith, Soberano, Imperatriz,<br />

Orient Queen, Grand Amazon, todos incluindo<br />

refeições e bebidas alcoólicas e<br />

não alcoólicas consumidas a bordo.<br />

Se preferir bebidas somente durante<br />

as refeições, aproveite para relaxar a bordo<br />

dos Navios da Companhia Ibero Cruzeiros:<br />

Grand Mistral, Grand Celebration e<br />

Grand Voyager.<br />

Para os que preferem somente as refeições<br />

incluídas, pagando somente pelas<br />

bebidas que consumir a bordo durante<br />

a viagem, a Costa Cruzeiros trará para a<br />

temporada os Navios Costa Concórdia<br />

(lançamento - pela 1ª vez no Brasil), o<br />

Costa Mágica e o Costa Victória e, mais,<br />

a MSC Cruzeiros que adota o mesmo sistema,<br />

já confirmou a chegada dos Navios<br />

MSC Orchestra (lançamento - pela 1ª vez<br />

no Brasil), o MSC Música, o MSC Ópera, o<br />

MSC Lírica (lançamento - pela 1ª vez no<br />

Brasil iniciando a temporada no dia 23 de<br />

outubro de 2009) e o MSC Melody partindo<br />

de Gênova e Salvador.<br />

A Royal Caribbean atendendo a p<strong>ed</strong>idos,<br />

traz de volta o seu grande sucesso, o<br />

Navio Splendour of the Seas e o seu lançamento<br />

para a temporada será o Navio<br />

Vision of the Seas (pela 1ª vez no Brasil).<br />

Promoção férias em família, menores<br />

grátis em algumas saídas, condições super<br />

especiais para pagamento, promoção<br />

o terceiro hósp<strong>ed</strong>e grátis em alguns<br />

navios e saídas promocionais, descontos<br />

para compra antecipada, enfim, os atrativos<br />

são muitos.<br />

Nordeste e toda a Costa Brasileira,<br />

Buenos Aires, Punta del Este, etc...<br />

Com todas estas opções, escolha o<br />

seu destino e ótima viagem!!!<br />

16


18º Congresso<br />

Sindical<br />

Comerciário<br />

Nos dias 17, 18 e 19/09, foi<br />

realizado o 18º Congresso<br />

Sindical Comerciário,<br />

sob o tema “Regulamentação<br />

Já”, na cidade de<br />

Praia Grande em Santos – SP. O evento<br />

foi abrilhantado pelos palestrantes;<br />

Antônio Rogério Magri (ex-Ministro do<br />

Trabalho e Previdência) com o tema<br />

“Negociação Salarial; Metas e Desafios”,<br />

Dr. José Carlos Arouca com o tema “Legislação<br />

Trabalhista; Presente, Passado,<br />

Presente e Futuro”, Cristovam Buarque<br />

(Senador) com o tema “A Importância<br />

da Educação na Vida do Trabalhador”,<br />

Silva Helena Furlan (professora e consultora)<br />

com o tema “Qualidade de Vida<br />

e Crescimento”, João Guilherme Vargas<br />

Netto (consultor sindical) com o tema<br />

“Ação e Estratégia Sindical para Regulamentar<br />

a Profissão”, César Romão (conferencista)<br />

com o tema “Construindo<br />

Um líder Vencendo” e Paulo Henrique<br />

Amorim (jornalista e apresentador da<br />

TV Record) com o tema “Perspectivas<br />

Econômicas e Políticas”. Além das palestras,<br />

teve a apresentação musical da<br />

dupla sertaneja Gian & Giovani.<br />

Abaixo: Luiz Carlos Motta; Carlos Dionisio, Cesar<br />

Romão, Paulo Henrique Amorim e Luiz Carlos<br />

Motta; Ricardo, José Carlos e Camões;<br />

Abaixo: Vargas Netto; participantes do 18º Congresso<br />

e José Roberto Mello.<br />

COMERCIÁRIO: Não fique só. Fique sócio.<br />

18<br />

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TAUBATÉ<br />

Rua Padre Faria Fialho, 257 - Jd. Maria Augusta - Taubaté<br />

CEP 12080-580 - Tel.: (12) 3621.3955


Rotary Club Taubaté<br />

IV COPA ROTARY DA SOLIDARIEDADE<br />

13/09 – O Clube Abaeté foi palco da IV Copa Rotary da Solidari<strong>ed</strong>ade realizada pelo Rotary Club Taubaté. Na ocasião saiu consagrado<br />

campeão o time “Vai quem quer”. Ainda foram homenageados: o grande esportista “Antônio Júlio Taino” e o radialista “Denizar de Oliveira”.<br />

Guilherme, Chicão e Joaquim de Oliveira.<br />

Momento da abertura da IV Copa Rotary.<br />

José Bosco e Denizar.<br />

Rotary Club Taubaté Sul<br />

27/09 – O Rotary Club Taubaté Sul em parceria com o IDESA, realizou o concurso de<br />

desenho. Como todos os anos, o concurso além de estimular os alunos a desenvolverem<br />

a capacidade mental, agrega valores.<br />

Marco, Carlos Dionisio, Jorge, Adhemar e Ademir.<br />

Alunos chegando para o concurso.<br />

Alunos trabalhando nos desenhos.<br />

Caso você tenha interesse em<br />

conhecer mais sobre o Rotary<br />

em Taubaté e suas ações, acesse<br />

o site www.rotarytaubate.org.<br />

br ou envie um email para:<br />

presidente@rotarytaubate.org.br<br />

22


www.uchaseguros.com.br


Refis da crise<br />

por Ênio De Biasi<br />

R<strong>ed</strong>uza seus débitos com a Super Receita<br />

O Congresso Nacional aprovou o novo programa de parcelamento que trouxe uma série de vantagens<br />

para os contribuintes quitarem suas dívidas com o FISCO. O novo parcelamento, chamado de “REFIS DA<br />

CRISE”, é o programa mais benéfico já conc<strong>ed</strong>ido pelo governo.<br />

1. QUE DÉBITOS PODEM SER PARCELADOS OU REPARCELADOS?<br />

a) Débitos vencidos até <strong>30</strong>.11.2008 – administrados pela RFB e PGFN (inclusive débitos previdenciários).<br />

b) Saldo remanescente dos débitos consolidados aos seguintes parcelamentos:<br />

b.1) Programa de Recuperação Fiscal – REFIS.<br />

b.2) Parcelamento Especial – PAES.<br />

b.3) Parcelamento Excepcional – PAEX.<br />

b.4) Parcelamentos Ordinários (leis 8.212/91 e 10.522/02).<br />

c) Crédito Prêmio de IPI.<br />

d) COFINS das soci<strong>ed</strong>ades civis de prestação de serviços profissionais.<br />

2. QUAIS AS VANTAGENS DO NOVO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DOS DÉBITOS?<br />

a) R<strong>ed</strong>ução das Multas.<br />

b) R<strong>ed</strong>ução dos Juros.<br />

c) Extinção dos encargos legais (débitos PGFN).<br />

d) Parcelamento dos débitos em até 15 anos.<br />

e) Não exigência de garantia real nem arrolamento de bens.<br />

f) Utilização dos prejuízos fiscais e bases de cálculo negativa da CSLL para r<strong>ed</strong>ução de multa e juros.<br />

3. O QUE A DE BIASI OFERECE?<br />

Nós podemos apresentar a melhor solução para sua empresa.<br />

Estamos há 19 anos atuando sempre com a mesma missão: GERAR RESULTADOS DE CONFIANÇA.<br />

Nossa equipe técnica possui uma vasta experiência na prestação de serviços de auditoria e consultoria<br />

para centenas de empresas nacionais e multinacionais, proporcionando um tratamento exclusivo e diferenciado<br />

para cada um dos nossos clientes.<br />

PLANEJAR<br />

Essa é a palavra de ordem para maximizar a gestão de seu negócio, tirando o máximo de benefício<br />

desse novo instrumento de administração tributária.<br />

A De Biasi pode atender a sua necessidade em relação ao processo decisório de adesão ou não do<br />

referido parcelamento.<br />

24


PARA ANUNCIAR ENTRE EM CONTATO PELO TELEFONE: (12) 3621-3797


26


28


Social Vale<br />

Por José Carlos Reis de Souza<br />

r<strong>ed</strong>acao@revistaempresasdovale.com<br />

FAPI PROMOVE CAFÉ COM A IMPRENSA<br />

04/09 – A FAPI - Faculdade de Pindamonhangaba,<br />

reuniu profissionais da<br />

imprensa para um café da manhã e em<br />

seguida o diretor geral Luis Palhari apresentou<br />

um vídeo sobre a FUNVIC – Fundação<br />

Universitária Cristã e falou da sua importância.<br />

Dando sequência, o jornalista<br />

Delduca apresentou uma palestra com o<br />

tema “CRISE”, voltada para os profissionais<br />

da área.<br />

Abaixo:<br />

Fábio Delduca (Jornalista e palestrante); Luis Otávio<br />

Palhari (diretor geral da FAPI); Fábio Duarte (diretor<br />

do CIESP) e Luis Otávio Palhari.<br />

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL<br />

DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS COMEMORA<br />

74 ANOS<br />

25/08 – A ACI - Associação Comercial e Industrial<br />

de São José dos Campos, realizou um<br />

grande coquetel para comemorar os 74 anos<br />

da entidade. Na oportunidade o presidente<br />

da ACI Felipe Cury, aproveitou para lançar o<br />

“Guia de Negócios”, onde constará o contato<br />

de todas as empresas associadas por categoria<br />

e o Prêmio “Tuffi Simão”, que tem como<br />

objetivo premiar e valorizar as empresas associadas<br />

que se destacaram no ano anterior, nas<br />

categorias: indústria, comércio, prestação de<br />

serviços e terceiro setor. As inscrições poderão<br />

ser feitas através do site (www.acisjc.com.<br />

br) entre os dias 04/01/2010 até 31/05/2010.<br />

Hoje a entidade conta com 2.500 associados<br />

e oferece diversos serviços de apoio.<br />

CIESP – TAUBATÉ<br />

17/09 – O CIESP – Taubaté aliado ao<br />

NJE – Núcleo de Jovens Empreend<strong>ed</strong>ores,<br />

realizou no Shopping Taubaté Center, a<br />

“Rodada de Negócios”, onde empresários<br />

de diversos setores fecharam negócios<br />

e firmaram parcerias. A Reunião de Negócios<br />

contou com 17 empresas âncoras,<br />

106 empresas inscritas, 770 reuniões<br />

agendadas, 1.540 reuniões de encaixe, totalizando<br />

2.310 reuniões e uma projeção<br />

de negócios de 2 milhões. Este evento<br />

provoca a oportunidade de aumentar a<br />

r<strong>ed</strong>e de contatos e ampliar os negócios<br />

entre empresas do mercado.<br />

Abaixo:<br />

Albertino e Temer; Arimathéa e Felipe; Cassio, Vidal,<br />

Felipe Danelli, Diego, Felipe Carmona, Lauro,<br />

Carlos Inocêncio, José, Paolichi, Rodrigo e Temer<br />

(fazendo pronunciamento); Reunião de empresas<br />

agendadas e encaixadas.<br />

Abaixo:<br />

Oliveira Roxo, Ramon, Felipe Cury, Felipinho, Fabiano<br />

e Paulo Coelho; Fabiano (CIESP-SJC) com o<br />

novo guia de negócios da ACI.<br />

<strong>30</strong>


CIRCUITO TURÍSTICO CULTURA CAIPIRA<br />

11/08 – O Parque Vale do Itaim foi palco<br />

da cerimônia de aderência ao “Projeto<br />

Turístico Circuito Caipira”. Compareceram<br />

para assinatura do protocolo de intenções<br />

os prefeitos de: Caçapava (Carlos Vilela), Lagoinha<br />

(José Sergio de Campos), Paraibuna<br />

(Antônio Marcos Barros), São Luiz do Paraitinga<br />

(Ana Lúcia), Tremembé (José Antônio<br />

de Barros), Jambeiro (vice - Regina Maria),<br />

Natividade da Serra (João Batista de Carvalho),<br />

R<strong>ed</strong>enção da Serra (João Carlos Fonseca)<br />

e Taubaté (Roberto Peixoto), como anfitrião.<br />

Também estiveram presentes: Jordani<br />

Mercado (Instituto Nova Cidadania) e Alessandro<br />

Reis (SEBRAE). O “Circuito Turístico<br />

Cultura Caipira” é um consórcio entre as<br />

cidades, que criam roteiros unificados que<br />

visam desenvolver recursos turísticos aos<br />

municípios, transformando-os em atrativos.<br />

Tem a coordenação do SEBRAE e conta<br />

com um investimento de R$ 2,5 milhões.<br />

Foto: Julio Moraes<br />

PANATHLON CLUB TAUBATÉ<br />

11/08 – Foi realizado nas dependências<br />

do TCC, uma festiva com um belíssimo<br />

jantar, em comemoração ao 16º aniversário<br />

do Panathlon Club Taubaté. Para<br />

abrilhantar a noite, esteve presente a Orquestra<br />

Jovem Municipal de Tremembé,<br />

sob a batuta do maestro Levi Teodoro e<br />

coordenação da Professora Conceição Fenille<br />

Molinaro.<br />

Abaixo:<br />

Cel. Lamarque, Levi Teodoro (maestro) e Loris ; Loris,<br />

Profª Conceição F. Molinario e Cel. Lamarque.<br />

SESI FAZ HOMENAGEM AO DIA DO<br />

SOLDADO<br />

29/08 – O SESI Taubaté realizou a “5ª<br />

Homenagem ao dia do Soldado. Estiveram<br />

presentes ao evento dois mil alunos e todas<br />

as corporações militares da cidade. Também<br />

compareceram as autoridades: Ten. Cel. Marco<br />

A. B. Monteiro (Com. do 5° B.P.M/I) , Cap.<br />

Ulisses A. Cunha (Com. do 2º S.G.B.- Taubaté),<br />

Ten. Dourado (Polícia Militar Ambiental), Investigador<br />

Eliseu M. L. Júnior (Supervisor do<br />

Garra), Arthur M. Muller (Cap. do Com. de<br />

Aviação do Exército), Sd. Marcos A. Rosado<br />

(Policia Rodoviária Estadual), Agente José<br />

Marcelo A. Gondim (Policia Rodoviária F<strong>ed</strong>eral),<br />

Joaquim Albertino de Abreu (Diretor<br />

do CIESP) e representantes da Prefeitura Municipal<br />

de Taubaté, Câmara de Vereadores,<br />

OAB, Faculdade Anhanguera e SABESP.<br />

Prefeitos (as) e representantes.<br />

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL<br />

ECO AMIGOS DA VOLKSWAGEN<br />

26/08 – A Volkswagen do Brasil iniciou a<br />

temporada 2009 do “Programa de Educação<br />

Ambiental Eco Amigos”. A finalidade é apresentar<br />

à comunidade o seu Sistema de Gestão<br />

Ambiental e as tecnologias aplicadas pela<br />

empresa em favor do meio ambiente. A programação<br />

engloba visitas à linha de montagem,<br />

à Estação de Tratamento de Efluentes e<br />

ao Sistema de Reciclagem de Água, além do<br />

plantio de árvores na área externa da fábrica.<br />

A fábrica receberá até o final do ano, grupos<br />

formados por estudantes, autoridades e ambientalistas,<br />

entre outros.<br />

ACIT – ENCERRA 2ª EDIÇÃO “ESTRATÉ-<br />

GIAS PARA O SUCESSO”<br />

24/09 – Associação Comercial e Industrial<br />

de Taubaté encerra com mais de<br />

800 participantes a segunda <strong>ed</strong>ição do<br />

evento “Estratégias para o Sucesso”, com<br />

o consultor Alfr<strong>ed</strong>o Rocha, que com muito<br />

humor, transferiu para os presentes o<br />

tema “Um novo tempo de vendas e atendimento”,<br />

mostrando as tendências de<br />

comportamento dos consumidores e as<br />

expectativas que os clientes criam assim<br />

que entram na loja.<br />

Asteamento das bandeiras.<br />

YÁZIGI INTERNEXUS<br />

17/09 – O Yázigi promoveu um coquetel<br />

para o lançamento da exposição “A Idade<br />

do Tempo e o Lugar do Espaço”, com<br />

peças dos artistas; Ricardo Valise e Paulo<br />

Pacini. Esta exposição faz parte da campanha<br />

de cidadania que o Yázigi promove<br />

no país e centrada na Ecoficiência, um<br />

conjunto de idéias incorporando a arte ao<br />

seu dia a dia, fazendo dos programas culturais<br />

um hábito de todos nós.<br />

Abaixo:<br />

Obras da exposição “A Idade do Tempo e o Lugar<br />

do Espaço”.<br />

P<strong>ed</strong>ro Ribeiro, Renê Gonçalves, Sandra Morales,<br />

Rogéria Ferreira, Alfr<strong>ed</strong>o Rocha, João Robério,<br />

Francisco de Oliveira, Hélio de Castro Jr.


Social Vale<br />

Por José Carlos Reis de Souza<br />

r<strong>ed</strong>acao@revistaempresasdovale.com<br />

AGENDA REGULA BRASIL<br />

1º CONGRESSO REALIZADO POR UMA<br />

AGÊNCIA REGULADORA DO VALE DO PARAÍBA<br />

21 e 22/08 – Foi realizado na cidade<br />

de Guaratinguetá, nas dependências do<br />

Hotel & Golf Club dos 500 o congresso<br />

“AGENDA REGULA BRASIL”, que reuniu representantes<br />

de municípios de toda a região<br />

do Vale do Paraíba, Sul de Minas, de<br />

outras regiões do Estado de São Paulo e<br />

Rio de Janeiro. O evento foi realizado pela<br />

Agência Reguladora de Guaratinguetá em<br />

parceria com a ABAR – Associação Brasileira<br />

de Agências Reguladoras e Portal Agora<br />

Vale. O objetivo é alertar as autoridades<br />

para a necessidade de regulação dos municípios<br />

de acordo com a Lei 11.445/2007,<br />

que pretende estabelecer políticas pública<br />

e de governo para práticas de gestão<br />

nos setores de saneamento e meio ambiente.<br />

Abaixo:<br />

Wanderlino Teixeira de Carvalho, Marcio Lopes<br />

Rocha e Maurício Kazufumi; convidados.<br />

TAUBATÉ SHOPPING COLLECTION<br />

21/08 – O Taubaté Shopping realizou<br />

o desfile de moda da “Coleção Primavera<br />

- Verão 2009/2010”. Na passarela, além dos<br />

modelos tradicionais, contou com a presença<br />

dos artistas: Caio Castro (ator), Sidney<br />

Sampaio (ator) e Débora Nascimento (modelo<br />

e atriz), além da top model Daniella<br />

Sarahyba.<br />

Abaixo:<br />

Daniela Sarahyba; Débora Nascimento; Caio Castro<br />

e Sidney Sampaio.<br />

HOTEL SAN MICHEL<br />

22/09 – O Hotel San Michel, através de<br />

seus proprietários, Leonel e Maria Isabel,<br />

ofereceram um grande coquetel à imprensa<br />

e formadores de opinião para apresentar<br />

o seu mais novo espaço para descontração<br />

e conversa para fechar bons negócios.<br />

Leonel, Maria Isabel, Rose e Kobbaz.<br />

1º SEMINÁRIO DE GESTÃO EMPRESARIAL<br />

24/09 – A Cata Vento Treinamento, Comunicação<br />

e Inovação e Parque Tecnológico<br />

da UNIVAP, realizaram o 1º Seminário<br />

e Gestão Empresarial com o tema “Novos<br />

Conceitos de Gestão para Gerar Novos<br />

Negócios”. O evento contou com diretores<br />

e coordenadores de instituições públicas<br />

e privadas, profissionais autônomos e gestores<br />

do Vale do Paraíba.<br />

Abaixo:<br />

Joaquim Ramalho, Luiz Gargione , Arthur Marega<br />

e Fátima Ribeiro; público do seminário.<br />

32


II SERES<br />

SEMINÁRIO EMPRESARIAL DE<br />

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL<br />

Abaixo:<br />

Participantes do II SERES; Antônio Jorge, Vitor Ceravalli,<br />

Luiz Cláudio, Albertino, Ari Mathéa, Francine<br />

Maia, Antônio; Daniel Forastieri; Maria Aparecida<br />

Cabral; Eduardo San Martin; Junior; Joaquim<br />

Albertino de Abreu; Luiz Sérgio Bueno de Mattos;<br />

Paulo Márcio Almada dos Santos; Hellen Santos.<br />

Albertino, Paolichi, Fábio Duarte, Carlos Inocêncio, Luiz Cláudio, Vitor Seravalli, Antônio Jorge e<br />

Fernando Takao.<br />

06/08 – Aconteceu nas dependências<br />

do SESI de Taubaté o II SERES, realizado<br />

pelo CIESP – Taubaté, juntamente com o<br />

DAS – Diretoria de Ação Social e a FIESP.<br />

O evento foi promovido em parceria com<br />

o SESI e SENAI. O Seminário teve o objetivo<br />

de difundir as ações e projetos socioambientais<br />

sustentáveis através de cinco<br />

cases regionais. Na ocasião foi realizado o<br />

lançamento do PRÊMIO LAPÍS – Lição de<br />

Administração e Participação em Investimento<br />

Sustentável. O objetivo do prêmio<br />

é premiar pessoas e empresas que atuam<br />

na área socioambiental, tornando seus<br />

projetos acessíveis e visíveis a todos. No<br />

final do Seminário estiveram presentes<br />

mais de 400 pessoas.<br />

1º CASE: “Terceiro Setor” - Trabalho desenvolvido<br />

pela Maxion (Cruzeiro) com a<br />

entidade “Lar Padre José Gumercindo”.<br />

Palestrante: Paulo Márcio Almada dos<br />

Santos (Diretor de Recursos Humanos da<br />

empresa Maxion de Cruzeiro)<br />

2º CASE: “Turn Company Around - Lição<br />

de Associativismo” – Trabalho de um<br />

grupo de empresários e executivos assumindo<br />

a gestão da Santa Casa de Misericórdia<br />

de Lorena.<br />

Palestrante: Luiz Sérgio Bueno de Mattos<br />

(Membro da mesa Diretora, 1º Procurador<br />

da Santa Casa de Lorena e vicepresidente<br />

de Recursos Humanos para<br />

América Latina da Empresa Orica Mining<br />

Service).<br />

3º CASE: “Reaproveitamento de resíduos<br />

– Visão Estratégica”.<br />

Palestrante: Daniel Forastieri (gerente<br />

Corporativo de Meio Ambiente e Segurança<br />

do Trabalho da empresa Novelis de<br />

Pindamonhangaba).<br />

4º CASE: “Sustentabilidade – Reflexo<br />

na Gestão de Negócios”.<br />

Palestrante: Maria Aparecida Cabral<br />

(Responsável pelo Centro de Apoio Tecnológico<br />

e pelo Sistema de Gestão Integrado<br />

da Qualidade e Meio Ambiente da<br />

empresa TIQ).<br />

5º CASE: “Terra Vida ou Morte”.<br />

Palestrante: Hellen Santos (repórter e<br />

apresentadora da TV Vanguarda).


Social Vale<br />

Por José Carlos Reis de Souza<br />

r<strong>ed</strong>acao@revistaempresasdovale.com<br />

MEXTRA CONCLUIU A 1ª TURMA<br />

“FORMARE”<br />

No mês de ago/09, a<br />

Mextra realizou na Câmara<br />

Municipal de Taubaté a<br />

entrega dos diplomas aos<br />

alunos do curso de “Assistente<br />

em processos de Gestão<br />

Industrial e Qualidade”.<br />

Ivan C. Barchese.<br />

Abaixo:<br />

Maria A. B. Leite, Daniele Francine S. Cursino e<br />

Ivan C. Barchese.; Maria A.B. Leite, Mateus C. Tol<strong>ed</strong>o<br />

e Ivan Barchese; Cibele ( Fundação Iochipe);<br />

Maria A. B. Leite, David Antônio de Oliveira e Ivan<br />

C. Barchese.<br />

Para participar do “Projeto Formare”<br />

os jovens devem ter entre 15 e 18 anos,<br />

estar cursando o ensino médio e comprovar<br />

renda percapita familiar igual ou<br />

inferior a meio salário mínimo. Além disto,<br />

não deve ser filho de funcionário da empresa<br />

onde o curso é ministrado. O “Projeto<br />

Formare” foi criado pela Fundação<br />

“Iochpe” em 1988, por meio de cursos de<br />

formação profissional e já transformou a<br />

vida de mais de 6.000 jovens entre 15 e<br />

17 anos.<br />

Abaixo:<br />

Maria A.B. Leite, Nathalia A. Oliveira e Ivan C.<br />

Barchese; Cida (Mextra); Maria A.B. Leite, Michele<br />

C.A. Silva e Ivan C. Barchese.<br />

Abaixo:<br />

Maria A.B. Leite, Jessica Camila e Ivan Barchese;<br />

Maria A.B. Leite, Franciele G. de Souza e Ivan C.<br />

Barchese.; Maria A.B. Leite, Wagner D. P<strong>ed</strong>ro e<br />

Ivan C. Barchesi.<br />

34


IPub Lounge Cuisine<br />

Uma tradição que faz parte da história<br />

da Inglaterra e da Irlanda, os primeiros<br />

pubs eram lugares proibidos.<br />

Construídos embaixo das casas mais<br />

pareciam uma caverna, com características<br />

rústicas, mesas e bancos altos,<br />

diversos tipos de cerveja e comida pouco<br />

atraente. Hoje, legalizados, os pubs<br />

ilustram o coração da comunidade em<br />

aldeias e cidades como um local não só<br />

para beber, mas para encontrar os amigos,<br />

celebrar, ouvir boa música, falar de<br />

negócios e degustar cervejas artesanais<br />

acompanhadas de deliciosos petiscos.<br />

Batizado de Gastropub, esse movimento<br />

trouxe na década de 1990 comida de<br />

qualidade ao típico bar inglês. Hoje, do<br />

outro lado do Atlântico, dá seus primeiros<br />

passos no Brasil. Resultado da fusão<br />

entre a boa gastronomia e os tradicionais<br />

pubs britânicos, o IPub Lounge<br />

Cuisine segue essa tendência e alia em<br />

seu cardápio receitas tradicionais inglesas<br />

como roast beef e o fish and chips<br />

à cozinha contemporânea, trazendo às<br />

mesas informais preparações requintadas.<br />

Para completar, uma ampla carta<br />

de bebidas com mais de 100 opções<br />

entre cervejas e destilados, nacionais<br />

e importados seguidos por sugestões<br />

que harmonizam nossos pratos.<br />

“Reúna-se para se divertir à mesa na<br />

companhia de boas cervejas e comidas!”<br />

Léo Araujo; Natan David; Alan Aigachi; Mauricio Filleti; Daniel Vantine; Marcelo Sampaio.<br />

Abaixo:<br />

Léo Araujo, Natan David, Alan Aigachi,<br />

Mauricio Filleti, Daniel Vantine, Marcelo Sampaio;<br />

Felipe Mascarenhas, Camila Simão, Taciane<br />

Mazzeo, Alexandre Vieira; Leonardo Pereira,<br />

Stephan Spremberg, Carlos Paciello; Paula<br />

Gomes, André Balarin, Felipe Zanon.<br />

Abaixo:<br />

Flávia Awad, Chef Muran, Marcelo Sampaio;<br />

Vanessa Oliveira, Keby Rosa, Daniela Ramalho;<br />

Vava Beraldo, Elaine Beraldo, Valdecir Mellado,<br />

Lilian Couto.<br />

Abaixo:<br />

Alberto Idehara, Mayra Salles, Marcos Limão,<br />

Simone, Hélcio Consolino; Ana Carolina, Mônica<br />

Delatorre, Ariane Ferreira.


PARA ANUNCIAR ENTRE EM CONTATO PELO TELEFONE: (12) 3621-3797


Abaixo:<br />

Helô Pinheiro; Rita e Helô; Clébeo, Helô, Rita,<br />

Manuela, Andreza, Nelson; Nelson e Helô.<br />

Modapor Nelson<br />

beleza, mulher e cia.<br />

Flimyr<br />

Aconteceu no último dia 11 de setembro no Recanto do Trevo<br />

(rodovia P<strong>ed</strong>ro Celete, Km 1 – Tremembé) o Desfile de Lançamento<br />

da Coleção Primavera/Verão 2009/2010 de Rita Calçados.<br />

O evento foi realizado através da loja de calçados e confecção<br />

da Rita, em Tremembé, situada na Rua Costa Cabral, 345, Centro,<br />

que apresentou a nova coleção de roupas de Helô Pinheiro. A<br />

confecção foi apresentada a 200 convidados, através da presença<br />

da modelo e também contou com desfile de outras 18 griffes a<br />

venda na boutique. O evento teve fundo beneficente, arrecadou<br />

com os convites, quilos de alimentos que foram repassados ao<br />

Fundo Social de Solidari<strong>ed</strong>ade de Tremembé, a Sra. Secretária<br />

Maria Paula de Oliveira Manfr<strong>ed</strong>ini que encaminhou as famílias<br />

carentes do município.<br />

Boutique da Rita<br />

Clébeo, Edgar, Rita, Manuela, Vera, Helô,<br />

Fernando.<br />

39


Modapor Nelson<br />

beleza, mulher e cia.<br />

Flimyr<br />

40


DIA A DIA DOS NOIVOS<br />

Nesta <strong>ed</strong>ição escolhemos diversas empresas do ramo de<br />

casamentos para facilitar a vida dos nubentes.<br />

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA PARA<br />

SEU CASAMENTO ESTÁ NESSA EDIÇÃO.<br />

Música<br />

Foto e Filmagem<br />

A importância da fotografia e filmagem como registro do<br />

casamento deixa apreensivos muitos casais de noivos que não<br />

sabem como escolher o melhor profissional. Afinal, é nestes<br />

serviços contratados que as lembranças e emoções estarão<br />

registradas para a vida inteira. Para não errar nessas ocasiões é<br />

que escolhemos alguns dos melhores profissionais do ramo.<br />

Decoração<br />

Escolhemos algumas empresas que irão de encontro ao seu sonho.<br />

Procure as flores da época, pois o custo da decoração da sua<br />

festa ficará com preço bem abaixo. A decoração dos arranjos de<br />

mesas não deverá ultrapassar a altura da cabeça dos convidados.


Salões de festa e Buffet<br />

Faça do seu sonho um momento inesquecível! O seu evento<br />

em alto estilo. Que tal sua comemoração num local especial com<br />

serviço diferenciado?<br />

No intuito de poder ajudar vocês noivos, estamos apresentando<br />

nesta <strong>ed</strong>ição alguns espaços e serviços de buffet, que na certa<br />

agradará não somente vocês mais todos os seus convidados. Aliás,<br />

neste momento todos estarão reunidos para compartilhar da<br />

felicidade de vocês dois. Estas empresas na certa tirarão todas as<br />

suas dúvidas, e suas preocupações deixarão de existir.<br />

Bolos, doces finos e bem casados<br />

42


Trajes<br />

O Traje de Festas na parte da manhã p<strong>ed</strong>e uma cor mais clara<br />

e suave, podendo ser estampado, inclusive com combinação de<br />

cores. O comprimento deve ser curto ou channel, podendo usar<br />

vestidos ou tailleurs. Os chapéus são indicados para o horário, porém<br />

sem arranjos. Os sapatos e bolsas devem acompanhar sempre<br />

a cor da saia, inclusive a meia. Jóias ou bijouterias devem ser<br />

delicadas. Os pais e padrinhos podem usar ternos com tons mais<br />

claros, no casamento onde o noivo usa meio fraque, os padrinhos<br />

devem acompanhar o mesmo traje com cravos vermelhos.<br />

À tarde, as cores podem variar desde os tons claros até o mais<br />

forte, sem chegar aos tons escuros, os vestidos estampados neste<br />

horário já não são tão elegantes. Os acessórios podem ser mais<br />

arrojados. Os bordados podem ser suaves. O cumprimento pode<br />

ser curto ou channel. Os sapatos podem ser forrados com o tecido<br />

da roupa. Os pais e padrinhos podem usar ternos, respeitando<br />

tons para não diferenciar dos demais.<br />

À noite o comprimento longo é mais adequado. Preserve os<br />

tons brancos, pérola e marfim para a noiva. As mães podem também<br />

usar cores vibrantes e escuras evitando o preto. Fica muito<br />

elegante uma madrinha de preto no altar. Caso o vestido seja do<br />

modelo tomara-que-caia ou muito decotado, use um echarpe<br />

ou bolero para não causar constrangimento noutros convidados.<br />

Para os casamentos mais sofisticados podem abusar dos bordados.<br />

Os pais e padrinhos devem usar meio-fraque, fraque ou<br />

smoking, dependendo do requinte da cerimônia.<br />

Carlos e Fabiane.<br />

Dia da Noiva e do Noivo<br />

Nesse dia ambos têm que estar refletindo felicidade, embora o<br />

corre-corre na semana do casamento deixe-os com tamanha ansi<strong>ed</strong>ade,<br />

que eles precisam relaxar, aliás, é o dia mais importante de<br />

suas vidas. Então para que este dia venha causar-lhe tranquilidade<br />

escolhemos alguns profissionais do ramo de beleza para ajudar.


Clínicas de beleza e estética<br />

Lista de presentes<br />

Ao fazer sua lista de presentes procure sempre as do ramo,<br />

além de facilitar sua escolha, os presentes sugeridos por estas lojas<br />

especializadas, na certa casarão com o estilo de sua casa e de<br />

seus convidados. Não adianta escolher presentes que muitas das<br />

vezes, não te auxiliará em nada. Aqui estamos com algumas lojas<br />

especializadas, para auxiliar você.<br />

44


Trajes de Festa<br />

Com certeza o foco de todos os olhares estarão voltados para<br />

o altar no momento da cerimônia. Principalmente para o vestido<br />

da noiva, que é o ponto central de todo o evento, a noiva muito<br />

antes de marcar a data já sonha com seu vestido.<br />

Jóias e Semijóias


Lingerie e moda íntima<br />

46<br />

Quem casa quer casa<br />

Diz o ditado popular, então na hora de construir ou reformar,<br />

a sua casa, estamos com diversas empresas no ramo de construção<br />

que lhe ajudará no corre-corre nesta hora. Todas possuem<br />

profissionais qualificados, material diferenciado e com grande<br />

conceito no mercado das quais atuam as suas empresas.


Lua de Mel<br />

Uma data tão especial merece um lugar e profissionais especiais<br />

também. A noite romântica do casal nesta hora tem que estar<br />

em absoluta harmonia pois é a mais importante, escolhemos<br />

quatro locais maravilhosos, com know how, em noites especiais<br />

para os recém casados.<br />

48


Artigos para festa<br />

Serviços diversos


Ano 4 - nº 25 - dezembro - 2008 | janeiro - 2009<br />

51

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!