Revista Contato VIP Medicina e Saúde - Setembro de 2020 - Marau/RS

contatoset20

Confira na íntegra a edição de abril da Revista Contato VIP Medicina e Saúde, que traz o especiais sobre a nova geração de profissionais da saúde e prevenção na pandemia. Circulação nas cidades de Carazinho, Passo Fundo e Marau/RS




CARTA DA

EDITORA

Rosemara Toledo

Jornalista DRT/RS 12763

Sócia-proprietária da editora

Contato Comunicações Ltda.

Foto: Cristiani Lauxen

Em nossas edições de saúde, bem como nos

consultórios, nos deparamos cada vez mais

com jovens médicos, o que nem poderia

ser diferente, uma vez que as faculdades

de medicina formam a cada ano centenas

de novos profissionais que passam a fazer

parte do mercado.

Mas o que tem em comum essa nova geração

de médicos e profissionais da saúde?

Em primeiro lugar eles são de uma geração

altamente tecnológica, ou seja, eles fazem

parte de uma geração conectada. Em termos

de saúde e conhecimento isso significa

muito. Significa que eles tem acesso a

pesquisas que estão sendo feitas em todo

o mundo; a tratamentos inovadores recém

lançados; a processos que chegam aqui ao

mesmo tempo que chegam aos grandes

centros. A tecnologia coloca-os ainda mais

próximos do paciente, podendo acompanhar

um tratamento e sua evolução em

tempo real.

Em contra-ponto à tecnologia, nossos jovens

médicos entrevistados nesta edição citam

como uma característica o tratamento

humanizado do paciente de maneira integral,

ou seja, ele não vai tratar apenas uma

dor, ele se interessa pelo paciente como um

todo. Mesmo que para isso o médico tenha

que recorrer à colegas de outra especialidade,

numa abordagem multidisciplinar.

Olhar no olho, dar uma palavra de esperança

e aconchego faz parte do tratamento

desta nova geração de médicos que você vai

conhecer em nossas páginas.

Em tempos de pandemia, prevenir é o

melhor remédio. Manter a saúde estável,

através da manutenção de hábitos saudáveis

e pequenos cuidados diários é a recomendação

dos médicos nas mais diversas

especialidades.

Nossa edição traz ainda importantes pautas

como: o Setembro Verde que alerta para

a prevenção do câncer colorretal, através

dos médicos Fabiano Schirmbeck e Milton

Bergamo, da Proctoclin, que ilustram

nossa capa de Passo Fundo; entrevista

com o novo cirurgião plástico, Dr Vinicius

Franchini, de Canoas, que passa a atender

em Carazinho (capa) e todos os benefícios

da Harmonização Facial e sua influência na

autoestima, apresentada pela Dra. Helena

Sarturi Bistrott, capa da edição de Marau

Para finalizar, entre outras pautas, temos

uma abordagem sobre saúde mental,

nos desafiadores tempos de pandemia e

distanciamento social, através da visão das

psicólogas Valeska Walber, Angela Grubel

Bandeira e Cibila Vieira e da psicanalista

Zilá Malmann.

Boa leitura,

Saúde e até a próxima.

Medicina & Saúde

Ano XXV - Setembro de 2020

Av. Flores da Cunha, 1663, Sala 101

Ed. Agenello Senger - Carazinho/RS

Fone (54) 3330-1529

vip@contatovip.com.br | contatovip.com.br

Contato VIP é uma publicação da Contato

Comunicações Ltda. Empresa fundada em

15 de julho de 1988, por Sideno João Docena

(In Memorian)

Direção:

Rosemara Toledo

Rg. DRT/RS 12763

Jornalismo:

Camila Toledo Docena

DRT/RS 18547

Editoração Gráfica:

Juliano Graebin

Departamento Comercial:

Carla Oliveira Tatsch

Luciano Baumgardt

Impressão:

Gráfica Sanini

A revista não se responsabiliza por

conceitos e opiniões emitidas em

colunas assinadas e materiais divulgados

em anúncios publicitários.

4 | contatovip.com.br



ÍNDICE

12

COLOPROCTOLOGIA

Os médicos Coloproctologistas da Proctoclin,

Dr. Fabiano Schirmbeck e Dr. Milton Bergamo

alertam para a prevenção do câncer colorretal.

Foto: Daniel Tatsch

16

CIRURGIA PLÁSTICA

Conheça o Dr. Vinicius Franchini, o cirurgião

Plástico que inicia atendimento em Carazinho.

Foto: Focare Estúdio Fotográfico

18

HARMONIZAÇÃO FACIAL

Dra. Helena Sarturi Bristott fala sobre os

benefícios da Harmonização Facial na

autoestima de homens e mulheres.

Foto: Daniel Tatsch

6 | contatovip.com.br


08

REPORTAGEM

AS CORES DE SETEMBRO

ESPECIAL NOVA GERAÇÃO

PREVENÇÃO

24

22

25

28

Afonso Papke - Reumatologia

Alexandra Brugnera Nunes

de Mattos - Dermatologia

Amanda Sachetti - Fisioterapeuta

Bárbara Vogelmann - Biomédica esteta

38

40

42

Doenças inflamatórias intestinais

- Dra. Ornella Cassol

Prevenção de fraturas na pandemia

- Dr. Marcos Monteiro da Cunha de Souza

Pneumonia aspirativa

- Maria Luiza Severo Locatelli

25

27

26

31

Grasiela dos Santos - Fisioterapeuta

Gustavo Picolotto

- Pneumologia - Medicina do sono

Kananda Desbesell

- Cirurgiã-dentista - Harmonização orofacial

Michel Tremea Bortolluzi - Odontologia

44

46

48

Odontologia Infantil

- Dra. Alessandra Rech

Amamentação

- sinônimo de imunidade, vínculo

e amor – Dra. Nathália Pacheco Pinto

Como prevenir doenças reumáticas

- Dra. Thais Rohde Pavan

29

Milena Pelisser - Cirurgiã-dentista

- Harmonização orofacial

SAÚDE MENTAL

30

28

32

34

Paula Bortoluzzi - Ginecologia e obstetrícia

Simone Tomazi Broch - Nutricionista

Verônica Rosseto - Clinica geral

- Estética orofacial

ODONTOLOGIA

Bibiana Machado de Oliveira comemora 10

anos de formação

52

53

54

55

Cada casal constrói a sua história sexual

- Ângela Grubel Bandeira

Crise, resiliência e autoconhecimento

- Valeska Walber

Lidando com sentimentos difíceis

- Cibila Vieira

O que podemos chamar de família

- Zilá Mallmann

36

Ortho Dents - um novo conceito em odontologia

contatovip.com.br | 7


AS

C O R E S

de setembro

Além das cores que o mês de setembro traz com as flores da primavera,

outras surgem com ele na área da saúde. O mês ganha diversas cores

que chamam a atenção da população para a prevenção de diferentes

doenças, através de campanhas de conscientização. Reunimos as

principais para que você possa se informar!


Setembro

vermelho

Setembro

azul

O vermelho foi escolhido para representar

as doenças cardiovasculares e o mês por ser

celebrado no dia 29 o Dia Mundial do Coração.

Segundo a médica cardiologista Heloisa Poli,

as doenças cardiovasculares são as principais

causas de morte em todo o mundo, e, dentre

elas, as que mais afetam a população são

a hipertensão arterial sistêmica, o infarto

agudo do miocárdio, a insuficiência cardíaca

(incapacidade do coração em bombear sangue

de forma satisfatória para as demais partes do

corpo), e as arritmias. Consultas regulares com

seu médico cardiologista e hábitos saudáveis

são fundamentais para cuidar bem da saúde

do coração. “A melhor forma de prevenir

essas doenças é através de uma alimentação

adequada, que consiste em baixo teor de sal,

açúcar e gorduras, maior consumo de frutas

e vegetais, cessação do tabagismo, evitar o

uso de bebidas alcoólicas, praticar atividade

física regular, controlar o peso corporal e fazer

o tratamento medicamentoso do diabetes,

da hipertensão e da dislipidemia (colesterol

e triglicerídeos elevados) quando necessário”,

indica Heloisa.

Setembro é considerado também o mês

do deficiente auditivo e é conhecido pela

comunidade surda como Setembro Azul. Além

de conscientizar a população sobre temas de

inclusão dessa comunidade, também é falado

sobre a prevenção da surdez. A fonoaudióloga

Maisa Dhein Hobuss destaca que o Teste de

Triagem Auditiva Neonatal, também conhecido

popularmente como Teste da Orelhinha, é

um exame muito importante que tem como

objetivo detectar no recém-nascido problemas

ou deficiências auditivas. “Esse exame é realizado,

de preferência, nos primeiros 30 dias de vida

dos recém-nascidos e, como protocolo, pode

ser realizado até os 3 anos de vida da criança. É

muito importante que todos os recém nascidos

realizem esse teste, pois a audição tem grande

importância em nossas vidas, tanto no aspecto

social, como na aprendizagem e formação

intelectual”, comenta. Maisa também aproveita

para compartilhar algumas dicas de cuidados

para mantermos com a nossa audição:

- Utilizar EPIs (Equipamentos de Proteção

Individual) quando exposto a ruídos diários acima

de 85dB

- Controlar o nível sonoro dos brinquedos infantis

- Em eventos musicais, evitar exposição direta às

caixas de som

- Cuidar o uso excessivo de fones de ouvido (o uso

diário deve ser realizado com sons de intensidade

máxima de 60dB por até 60 minutos)

Heloisa Poli

Médica Cardiologista

Maisa

Dhein Hobuss

Fonoaudióloga

contatovip.com.br | 9


Setembro

amarelo

Setembro

laranja

A cor amarela foi escolhida para representar

a prevenção ao suicídio por causa de um

jovem americano chamado Mike Emme, que

cometeu suicídio no ano de 1994, aos 17 anos.

Ele era muito habilidoso e havia restaurado um

automóvel Mustang 68, pintando-o de amarelo.

A família e os amigos não perceberam que o

jovem sofria de problemas psicológicos e não

conseguiram evitar sua morte. Em seu velório foi

feita uma cesta com muitos cartões decorados

com fitas amarelas. Neles havia a mensagem:

“Se você precisar, peça ajuda”. Dessa iniciativa

nasceu a campanha que é pautada pelo slogan:

“Falar é a melhor solução”, pois falar sobre

o suicídio é a melhor forma de prevenção.

O médico psiquiatra Jacson Hübner explica

que, ao abrimos espaço para esse assunto, as

pessoas que tem esse pensamento em mente

podem torná-lo reconhecido, expressando-se

com liberdade para serem compreendidas e

o suicídio evitado. “Quanto mais encobrirmos

o tema ou estimular tabus a respeito do

suicídio, pior será para quem sofre ou passa por

situações que levem a esse tipo de sofrimento”,

destaca. Segundo o psiquiatra existem muitos

transtornos psicológicos ligados ao suicídio,

como o transtorno afetivo bipolar, esquizofrenia,

transtorno depressivo, transtornos alimentares

e de ansiedade, por isso o auxílio de um

profissional é indispensável.

A cor laranja chama atenção para o combate

à obesidade infantil. Segundo a médica

endocrinologista pediátrica Maria Modkovski, a

causa mais comum de obesidade em crianças

é um saldo energético positivo devido ao

consumo calórico em excesso associado a

um menor gasto calórico combinado com

uma predisposição genética para o ganho de

peso. “A maioria das crianças obesas não tem

uma causa genética endócrina ou única para

seu ganho de peso. A avaliação de crianças

com obesidade visa determinar a causa do

ganho de peso e avaliar as comorbidades

decorrentes do excesso de peso. As crianças

obesas apresentam um risco elevado para

o surgimento de comorbidades antes

consideradas como ‘adultas’, incluindo diabetes

mellitus tipo 2, hipertensão, doença hepática

gordurosa não alcoólica, apneia obstrutiva do

sono e dislipidemia. Os prejuízos psicossociais

são comuns, relacionados a ansiedade,

depressão e comprometimento da autoestima.

Além da permanência desta doença crônica

na adolescência e vida adulta. Infelizmente,

uma grande parte dos adolescentes obesos se

tornarão adultos obesos”, pontua Dra. Maria.

Para combater a obesidade infantil é necessário

fazer intervenções no estilo de vida de toda a

família, incluindo modificações alimentares,

aumento da atividade física e diminuição do

tempo de sedentarismo.

Jacson Hübner

Médico Psiquiatra

Maria Modkovski

Endocrinologista

Pediátrica

10 | contatovip.com.br


Setembro

dourado

Setembro

verde

O dourado visa alertar a sociedade sobre a importância

de se estar atento aos sinais e sintomas sugestivos do

câncer infantojuvenil. Segundo o médico oncologista

pediátrico Marcelo Cunha Lorenzoni, não existe uma

prevenção do câncer infantil, no sentido da palavra de

impedir o seu aparecimento (prevenção ou profilaxia

primária), já que as neoplasias malignas da infância

e adolescência, diferentemente do adulto, ocorrem

tipicamente sem exposição cumulativa a fatores de

risco conhecidos, como tabaco, álcool, alterações

dietéticas, infecção pelo papilomavírus humano (HPV),

vistas no adulto. “O sentido de prevenção ou profilaxia,

em oncologia pediátrica, vem a partir de quando

a doença câncer já está instalada, vindo em duas

linhas: a da prevenção secundária, que é conceituada

no diagnóstico e tratamento precoce; e a prevenção

terciária, quando a doença já está em estágios muito

avançados, em que se tem mais importância a limitação

do dano e cuidados de suporte, em que a curabilidade

muitas vezes já não é mais possível. Voltando ao

aspecto prevenção secundária, é fundamental que

os pais ou responsáveis pela criança ou adolescente

estejam atentos a sinais e sintomas que possam

estar abrindo uma patologia oncológica. Entre elas,

destacam-se: perda de peso substancial, inapetência,

perda de interesse em brincar, baixa do rendimento

escolar, dores no corpo ou em algum lugar específico,

cefaleia, febre, manchas roxas no corpo, nódulos. Na

frente de qualquer um desses achados, é importante

levar a criança a uma avaliação médica, de preferência o

pediatra, para que se investigue o quadro”, alerta.

O tratamento precoce faz com que haja menos

acometimento orgânico e, consequentemente, menos

complicações decorrentes do tumor ou leucemia,

influindo positivamente na possibilidade de cura.

A cor verde é usada para dois diferentes

temas: a prevenção ao câncer colorretal e a

conscientização para a doação de órgãos.

O primeiro tema é assunto da matéria

feita com os médicos coloproctologistas

Fabiano Schirmbeck e Milton Bergamo, da

Proctoclin (que você pode ler nas páginas a

seguir!). Sobre a doação de órgãos, a médica

nefrologista Fabiana Piovesan destaca que

quando existem campanhas vinculadas

em meios de comunicação as doações de

órgãos aumentam, porém, quando terminam,

as doações voltam a cair. “A doação é

um ato muito democrático uma vez que

normalmente nos perguntamos se seremos

ou não doadores, mas também deveríamos

nos perguntar se seríamos ou não receptores.

Nunca sabemos de qual lado poderemos

estar. Para nos tornarmos doadores é

necessário a comunicação da família, pois

sem autorização familiar não ocorrerá a

doação”, alega.

Fabiana Piovesan

Médica Nefrologista

Marcelo Cunha

Lorenzoni

Médico

Oncologista

Pediátrico

contatovip.com.br | 11


Setembro Verde

Os médicos coloproctologistas da Proctoclin Dr. Fabiano

Schirmbeck e Dr. Milton Bergamo alertam para a

prevenção do câncer colorretal

A

campanha Setembro Verde

tem o objetivo de conscientizar

a população quanto à

importância da promoção da

saúde intestinal, bem como orientar sobre

o Câncer Colorretal e a necessidade da realização

de exames preventivos regulares.

Conforme explicam os médicos Dr. Fabiano

Schirmbeck e Dr. Milton Bergamo,

o Câncer de Intestino é o terceiro câncer

mais comum entre os homens e o segundo

câncer mais comum entre as mulheres,

cada vez mais frequente em jovens

adultos. O tumor abrange lesões que se

iniciam no final do intestino grosso (cólon

e reto) e ânus, sendo conhecido, também,

como Câncer Colorretal.

PREVENÇÃO

Alguns fatores podem levar ao desenvolvimento

do Câncer Colorretal, como

histórico familiar de câncer de intestino,

ovário, útero ou mama, idade igual ou

superior a 45 anos e histórico pessoal de

pólipos ou doença inflamatória intestinal.

“Além disso, um estilo de vida não

saudável, com alimentação rica em gorduras,

pobre em frutas, verduras e fibras,

obesidade, sedentarismo, alcoolismo e

tabagismo também contribuem com a

manifestação do tumor”, alertam.

Os médicos coloproctologistas indicam que alguns hábitos

são capazes de contribuir com a prevenção de inúmeras

doenças, incluindo o Câncer Colorretal, baseando-se na

manutenção da saúde. “Pequenos hábitos, como manter uma

alimentação mais saudável, a prática de atividades físicas e

uma boa hidratação diária, são escolhas significativas que

beneficiam e melhoram a qualidade de vida”, ressaltam.

Além disso, as visitas regulares ao coloproctologista são

fundamentais, pois quando diagnosticado precocemente,

o Câncer Colorretal apresenta 95% de chances de cura em

sua fase inicial. O exame responsável pela detecção precoce

do tumor e possíveis pólipos é a colonoscopia, que permite

a visualização interna do intestino e a remoção de uma

pequena parte da lesão para confirmação do diagnóstico.

Devido ao aumento da incidência do Câncer Colorretal, a

ACS (American Cancer Society) recomenda que os exames

preventivos sejam realizados a partir dos 45 anos e, depois,

a cada 10 anos. Em casos de histórico familiar de câncer

ou pólipos, propõe-se iniciar a prevenção cinco anos mais

cedo (40 anos), em razão de uma maior probabilidade de

desenvolvimento do tumor.

O Câncer Colorretal é silencioso e pode

levar anos até a manifestação do seu

primeiro sintoma. Quando há sintomas,

é preciso ficar atento quanto às mudanças

do hábito intestinal, como diarreia e

prisão de ventre, além de sangramento ao

evacuar, dor abdominal, perda de peso,

fraqueza, anemia e sensação de evacuação

incompleta. Entretanto, ele também pode

ser assintomático durante sua fase inicial

e, por isso, é fundamental a realização de

exames preventivos periódicos.

Sobre a Proctoclin

A Proctoclin é a única clínica de Passo

Fundo voltada exclusivamente à Coloproctologia,

especialidade responsável pela

prevenção, diagnóstico e tratamento de

Doenças do Intestino. A clínica dispõe de

uma equipe multidisciplinar, composta por

coloproctologistas, especialista em Oncogenética,

fisioterapeuta pélvica, estomaterapeuta

e nutricionista, sempre oferecendo

o melhor tratamento de acordo com as

necessidades de cada paciente.

Muitas novidades chegaram na Clínica em

2020. O VAAFT - Fistulotomia Anal com

Tratamento Endoscópico é um tratamento

cirúrgico de fístulas anais complexas e/

ou recidivadas que permite identificar,

visualizar e cauterizar o trajeto, facilitando

sua cicatrização. É uma técnica que reduz

os riscos de incontinência fecal e lesões

cirúrgicas perianais. Já o E.P.Si.T - Tratamento

Endoscópico de Cisto Pilonidal é

um procedimento minimamente invasivo

para o tratamento de cistos pilonidais,

conhecida e qualificada por apresentar

melhores resultados estéticos e menor período

de recuperação. Ambos os procedimentos

já estão sendo realizados na Proctoclin,

com todo acompanhamento pré e

pós-operatório dos cirurgiões e da equipe

multidisciplinar. “A Proctoclin está sempre

buscando atualização e capacitação dos

profissionais da equipe para oferecer o que

há de melhor e mais moderno em tratamentos

e técnicas cirúrgicas”, destacam.


FOTO | DANIEL TATSCH

FOTO | DANIEL TATSCH

Fabiano Schirmbeck

Coloproctologista | Cremers 16.735

- Residência Médica no Hospital Beneficência

Portuguesa de São Paulo/SP;

- Pós-Graduação no Hospital de Clínicas

de São Paulo/SP;

- Pós-Graduação no Hospital St. Mark’s.

Londres/ Inglaterra;

- Pós-Graduação em Endoscopia Digestiva

Terapêutica no Hospital Sírio Libanês/SP;

- Membro Titular da Sociedade Brasileira

de Coloproctologia.

Milton Bergamo

Coloproctologista | Cremers 28.312

- Residência Médica no Grupo Hospitalar Conceição,

Porto Alegre/RS;

- Pós-Graduação em Coloproctologia no Hospital Sirío

Libanês – Paulo/SP;

- Pós-Graduação em Videocirurgia no IEP – Hospital

Sirío Libanês São Paulo/SP;

- Responsável pelo Serviço de Coloproctologia do

HSVP;

- Preceptor do Serviço de Residência Médica em

Cirurgia Geral do HSVP;

- Preceptor do Serviço de Gastroenterologia do HSVP.

FOTO | DANIEL TATSCH

R. Teixeira Soares, 777

Centro, Passo Fundo – RS

Fones (54) 3045.4062 | (54) 3045.3918

Urgências (54) 99172.2670

proctoclin.com.br

@proctoclin

proctoclin.coloproctologia

Equipe Proctoclin


FOTOS | DANIEL TATSCH

Luciane Donato

Especialista

em Oncogenética

CRM 33.749

RQE 32.048

Vanessa Ré

Nutrição e Especialista

em Doenças

Crônico-Degenerativas

CRN² 11.410D

- Residência em Clínica médica pela UFFS;

- Residência em Oncologia Clínica pela UFFS;

- Programa de Capacitação em Oncogenética

no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA).

A oncogenética é responsável por identificar síndromes de predisposição

hereditária ao câncer de indivíduos em risco e seus familiares. A consulta é

baseada na avaliação da história pessoal e familiar de câncer do paciente, a

fim de detectar doenças influenciadas pelo genes. A Síndrome de Lynch é

considerada a forma mais comum de predisposição genética para o câncer

colorretal, com uma probabilidade de 50% de transmissão genética aos

seus descendentes. É fundamental destacar a importância de uma equipe

multidisciplinar na prevenção e detecção precoce da Síndrome de Lynch,

câncer colorretal e outros tumores.

Formada em nutrição pela Universidade Federal de Santa Maria. Especialista

em gestão e atenção hospitalar com ênfase em doenças crônico-

-degenerativas (Hospital Universitário de Santa Maria – HUSM/UFSM).

Mestre em Ciências da Saúde. Atua na área hospitalar e no atendimento

clínico na Proctoclin. O foco do trabalho é o acompanhamento nutricional

de pacientes cirúrgicos no pré e pós-operatório, pacientes oncológicos,

doenças do trato gastrointestinal entre outras patologias. O acompanhamento

nutricional de pacientes cirúrgicos, principalmente oncológicos, é

fundamental, e pode proporcionar melhores resultados no processo de

recuperação. Além disso, o acompanhamento de doenças do trato gastrointestinal,

bem como de outras patologias pode trazer melhor qualidade

de vida para os pacientes, pois muitos sintomas podem ser controlados

através de uma alimentação equilibrada. Instragram - @vanerenut.

FOTOS | DANIEL TATSCH

Simone Araújo

Estomaterapia

Coren 21.7791

Caroline Artusi

Fisioterapia Pélvica

e Especialista em

Saúde da Mulher

Crefito 5.166.821-F

- Graduação em Enfermagem pela UPF;

- Especialista em Estomaterapia pela Pontifícia

Universidade Católica do Paraná – Curitiba/PR;

- Especialista em Terapia Nutricional pela Sociedade

Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral.

A Estomaterapia atua no tratamento de feridas, estomias e

incontinências. Na Proctoclin, a especialidade é direcionada aos

estomas intestinais, que confeccionam a colostomia e ileostomia, e é

responsável pelo cuidado, assistência e reabilitação de pacientes que se

submetem a essas cirurgias, sejam elas temporárias ou definitivas.

- Graduação em Fisioterapia pela UPF;

- Pós-Graduação em Fisioterapia Pélvica

pela Faculdade Inspirar – Curitiba/PR.

A Fisioterapia Pélvica tem como objetivo a prevenção e tratamento

das disfunções dos músculos do assoalho pélvico, como incontinência

urinária, dor pélvica crônica, disfunções sexuais e prolapso de órgãos

pélvicos, além de trabalhar contra disfunções coloproctológicas, como

incontinência fecal, constipação, evacuação obstruída e pré e pósoperatório

de cirurgia intestinal.

R. Teixeira Soares, 777

Centro, Passo Fundo – RS

Fones (54) 3045.4062 | (54) 3045.3918

Urgências (54) 99172.2670

proctoclin.com.br

@proctoclin

proctoclin.coloproctologia



DR. VINÍCIUS

FRANCHINI

O cirurgião plástico, que inicia seus atendimentos em Carazinho, compartilha

a sua trajetória e suas visões sobre saúde e estética nessa entrevista

FOTO | FOCARE ESTÚDIO FOTOGRÁFICO

O que te motiva a trabalhar

na área da saúde?

A área da saúde é apaixonante. É o território

de atuação mais intenso, mais cheio de

sentimentos e de emoções em que se pode

trabalhar. Em nenhuma outra área pode-

-se experimentar a gratidão de maneira

tão viva. Por isso escolhi e é isso o que me

motiva a trabalhar com saúde.

Na sua opinião, quais são os

aspectos que a nova geração de

profissionais da área da saúde tem

trazido de novo/de positivo para

área?

Nunca se esteve tão conectado às novas

tecnologias. Nunca se teve tanta qualidade

e tanto acesso à informação como hoje. A

nova geração sabe aliar sem preconceitos

o conhecimento com o que a tecnologia

pode oferecer, vencendo as amarras do

velho, sem perder os benefícios que nos

ensinam diariamente aqueles que

sucedemos.

Quais são os desafios que você

enfrentou para chegar até aqui? E

o que ainda te desafia no dia a dia?

Foram 11 anos de preparação e 15 anos

dedicados à cirurgia plástica. Trabalhei e

estudei todas as áreas da medicina nesses

anos - da pediatria à geriatria, passando

pela emergência e pela cirurgia geral.

Considero importantes todas as esferas

da medicina para chegar à especialização

- vida, função e estética devem ser vistas

globalmente, pois têm posições hierárquicas,

sendo partes do conjunto que nos

forma enquanto seres humanos.

Dr. Vinícius Franchini

Cirugião Plástico

16 | contatovip.com.br


Segundo a Sociedade Brasileira de

Cirurgia Plástica (SBCP) o número

de cirurgias plásticas no país vem

aumentando a cada ano. Em sua

opinião, que fatores se pode atribuir

a esse aumento?

O principal fator é confiança. A cada dia

estudamos e conhecemos mais e melhores

técnicas e a segurança dos procedimentos

vem aumentando gradativamente. O

tempo de internação diminuiu muito - a

maioria dos meus pacientes, por exemplo,

recebe alta no mesmo dia do procedimento,

mesmo em cirurgias combinadas.

Todos esses fatores aumentam a confiança

dos pacientes e dos médicos e o número

de procedimentos aumenta paulatinamente.

Qual é a relação entre saúde

e estética?

Saúde é o produto de três fatores: vida,

função e estética. Quando tratamos um

paciente, em primeiro lugar, visamos a

preservar a sua vida. Logo em seguida,

atuamos na preservação da função dos órgãos.

Por último, mas não menos importante,

atingimos a estética. Assim, como

vivemos em sociedade, a estética é parte

fundamental do todo. Autoconfiança a

autoestima são fundamentais e têm íntima

relação com a estética e, logo, com a saúde

global do indivíduo.

As cirurgias plásticas podem ser

estéticas ou reparadoras. Na sua

experiência como cirurgião, como

você percebe a importância desses

procedimentos para a autoestima e

qualidade de vida dos pacientes?

A relação surpreendente. É algo que muda

a vida! A maioria dos pacientes passa a

encarar a sua jornada de maneira totalmente

diferente, não sendo somente uma

mudança física e sim, mental e espiritual.

O executivo, por exemplo, que realiza a

cirurgia da face e das pálpebras trabalha

mais confiante. A profissional que, após as

gestações, faz uma lipoaspiração ou opera

o abdome sente-se melhor e confia mais

em si, o que se reflete profissionalmente e

na vida pessoal.

As principais preocupações de

quem quer fazer uma cirurgia plástica

são referentes ao resultado

do procedimento e a segurança da

cirurgia. O que o paciente precisa

fazer para aliviar essas preocupações

e tomar a decisão de fazer um

procedimento?

As cirurgias estão a cada dia tornando-se

menos invasivas e com menor tempo

de recuperação. A anestesia é segura e

orientada para cada tipo de procedimento

e individualizada por paciente. O pós-

-operatório é mais curto, contemplando

utilização de tecnologia como ultrassom,

drenagens linfáticas mais efetivas, “taping”

no pós-operatório imediato… Entretanto,

ainda é um procedimento cirúrgico. O paciente,

em conjunto com o cirurgião, deve

colocar na balança os prós e os contras da

cirurgia e realizá-la com a certeza de que é

a melhor decisão a ser tomada.

Qual é o primeiro passo que o

paciente que deseja realizar uma

cirurgia plástica precisa dar para

iniciar o processo?

O primeiro passo é conhecer o profissional,

certificando-se de que é habilitado

para o procedimento. Em cirurgia plástica,

o médico, após os seis anos de faculdade

deve formar-se em duas especialidades:

cirurgia geral e cirurgia plástica, que

totalizam mais cinco anos de residências

médicas e, após, passar por uma criteriosa

seleção da Sociedade Brasileira de Cirurgia

Plástica. O próximo passo é a consulta

médica, sendo o momento de contato com

o profissional. A cirurgia somente deve

ocorrer após a sintonia total entre médico

e paciente, alinhando as expectativas de

ambos e não restando dúvidas.

Quais procedimentos são mais procurados

atualmente?

No Brasil, a lipoaspiração e as cirurgias da

mama, como o aumento mamário, são as

campeãs, mas temos realizado a cada dia

mais procedimentos faciais como o lifting

facial e a rinoplastia. A cirurgia plástica

do abdome é muito realizada também em

função das alterações causadas pelo ganho

de pelo e pelas gestações.

O que você espera para o futuro da

sua profissão?

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

tem travado uma batalha constante

para que a especialidade mantenha-se

no patamar de excelência atual. Que

possamos manter esse compromisso.

Espero, também, que a profissão continue

proporcionando o que sempre me motivou

a buscá-la: o desafio e a sensação de

realização que tenho vivenciado nesses 15

anos dedicados à medicina.

(54) 9 9254.8000 | (54) 3329.3314

clinica@viniciusfranchini.com.br

www.viniciusfranchini.com.br

Carazinho

Avenida Pátria, 761 - Sala 201

/vinicius.torres.16

@dr.viniciusfranchini/

/Viniciusfranchini

contatovip.com.br | 17


Helena Sarturi Bristott

O papel da

Harmonização

Orofacial na

singularidade

da beleza

Definir o que é beleza é uma

tarefa praticamente impossível.

A beleza se apresenta

nas mais diferentes formas

e é apreciada por diferentes gostos. Ela

não segue um padrão, não obedece regras

e por isso a forma como vemos a nossa

beleza também é muito singular. E é

pensando justamente na singularidade de

cada um que a cirurgiã-dentista, especialista

em Harmonização Orofacial, Helena

Sarturi Bristott, realiza o seu trabalho.

Ela explica que a Harmonização Orofacial/Facial

é um novo conceito da estética

e rejuvenescimento que integra a naturalidade

e a beleza da face. “É um conjunto de

procedimentos estéticos que rejuvenescem

o rosto sem agredir a naturalidade dos

traços pessoais de cada um. São técnicas

capazes de resgatar as perdas teciduais

advindas do processo de envelhecimento

e restabelecer as proporções individuais

de cada face. A beleza é relativa, tem suas

particularidades e envolve gostos pessoais,

por isso a harmonização Orofacial ressalta

as características individuais de cada um,

sem perder sua identidade. É deixar mais

bonito o que a pessoa já tem!”, enfatiza.

FOTO | DANIEL TATSCH

Helena Sarturi Bristott

Formada em Odontologia, pós-graduada

em Harmonização Orofacial e Residente

em Harmonização Orofacial.

18 | contatovip.com.br


“A harmonização Orofacial é indicada para homens e mulheres que

desejam corrigir imperfeições ou ressaltar seus traços mais positivos

por meio de um tratamento com resultados naturais”

O ponto chave na harmonização, segundo

Helena, é nunca se afastar da linha orientadora

da proporção. Harmonia ou desarmonia

não são encontradas em ângulos,

distâncias, linhas, superfícies ou volumes,

mas sim em proporções. “Uma análise

facial detalhada e o estabelecimento de

um diagnóstico preciso é o primeiro passo

para se traçar um plano de tratamento

personalizado. É necessário conhecer

adequadamente cada perfil e suas nuances

a fim de entender as características inerentes

a cada um deles”, exemplifica. Uma boa

análise facial é essencial para o sucesso do

tratamento. Por exemplo, alterações na

face, muitas vezes, são reflexo de deficiência,

de excesso ou de má posição das

bases ósseas. É preciso, ainda, ter conhecimento

profundo dos padrões normativos

de comparação que são utilizados como

sistema de referência. Tais índices fornecem

a proporcionalidade numérica entra

as regiões e permitem avaliação objetiva

e quantitativa da morfologia e proporções

faciais. Os procedimentos envolvem

aspectos como a melhora da pele até a

reestruturação óssea, englobando:

• Preenchimentos com ácido hialurônico

(Facial e Labial);

• Bichectomia;

• Bioestimuladores;

• Lipólise de papada;

• Fios Faciais;

• Enzimas faciais;

• Toxina botulínica;

• Gerenciamento de pele;

• Laser.

Para homens e mulheres!

A harmonização Orofacial é indicada para

homens e mulheres que desejam corrigir

imperfeições ou ressaltar seus traços mais

positivos por meio de um tratamento

com resultados naturais, que valorizam e

harmonizam as características individuais

de cada um. Também é recomendado

para pessoas que tenham observado o

surgimento de mudanças trazidas pelo

passar do tempo, de forma a obter uma

aparência mais jovem, com discrição e

naturalidade. “A harmonização pode ser

realizada em qualquer pessoa (desde que

não haja contraindicações, como alergia

à substância aplicada, doenças crônicas e

gestantes). Além disso, para pessoas que

procuram tratamentos rejuvenescedores,

esse é o que traz melhores resultados no

momento, pois não agride os traços reais

de cada um”, pontua Helena.

O grande diferencial da harmonização

Orofacial para outros procedimentos

estéticos é que a harmonização sempre usa

a proporção dos componentes do rosto: linhas,

volumes, ângulos e particularidades.

Em geral, são procedimentos pouco invasivos,

pois quase todos os procedimentos

não necessitam de cirurgia (e quando

necessário, são locais e não agressivas).

Helena ressalta que mulheres e homens

procuram os procedimentos na mesma

proporção, sendo que não há nenhum

procedimento eletivo, que é mais procurado

por elas ou por eles. “Isso é muito bom,

pois mostra que os preconceitos vão sendo

quebrados com o tempo. Não existem procedimentos

só para mulheres ou procedimentos

só para homens. Todos podem

e devem fazer qualquer tipo de procedimento

estético, desde que traga benefícios

ao seu bem-estar e assim, melhorem sua

saúde também!”, destaca.

A nova geração de profissionais da saúde

que vem trabalhando na área da Harmonização

Orofacial tem agregado novos conhecimentos

e técnicas menos invasivas,

proporcionando ótimos resultados aos

pacientes. A nova geração também tem

apostado na evolução através de pesquisas

e desenvolvimento de produtos para que

mais pessoas tenham acesso a esse mundo

fantástico que é a harmonização! “Sinto

paixão e prazer pelo que faço. Tenho

ciência que minhas ações influenciam

diretamente na vida dos meus pacientes

e suas famílias, devolvendo o sorriso,

autoestima e confiança”, afirma Helena. A

harmonização Orofacial é um mercado

em amplo crescimento, uma tendência

mundial e que está se tornando cada vez

mais conhecida.

Avenida Barão do Rio Branco, 478 - Sala 303

Edifício Barão - Centro - Marau/RS

Telefone: ( 54) 98416.4776 - (54) 3342.4830

brystottodontologia@hotmail.com

@brystottodontologia

contatovip.com.br | 19



A nova geração de

profissionais

da saúde

Eles fazem parte da geração de millennials,

que tem como característica o fato de ter

crescido junto com a tecnologia. É essa

geração que vem assumindo os novos postos

de trabalho da nossa sociedade, inclusive

na área da saúde. Nesta edição vamos

conhecer quem são os profissionais dessa

nova geração: o que os motiva a trabalhar na

área da saúde? Quais são os seus desafios

no dia a dia? Quais são as expectativas

relacionadas à sua profissão?

Eles compartilham suas trajetórias e as

novidades em tratamentos e procedimentos,

mostrando que a divulgação de informações,

o uso das mídias sociais e o atendimento

humanizado são marcas da geração.


A nova geração de

profissionais da saúde

As possibilidades

da dermatologia

FOTO | DANIEL TATSCH

22 | contatovip.com.br

A

motivação da médica dermatologista

Alexandra Brugnera

Nunes de Mattos para trabalhar

na área da saúde vem da possibilidade

de poder ajudar o próximo num

período de doença e também nos casos de

prevenção. Ela faz parte da nova geração

de médicos, que alia a tecnologia e a humanização

em seus atendimentos. “A nova

geração tem como positivo o uso da tecnologia

a seu favor, o que trouxe praticidade

e rapidez nos diagnósticos e tratamentos.

A busca constante de informação faz

com que tenhamos atualização constante,

por consequência melhores tratamentos.

Apesar disso, é preciso ter um equilíbro

entre tecnologia e contato pessoal, acredito

que a inteligência artificial veio para ficar,

mas o ‘olho no olho’ nunca deixará de ser

essencial”, ressalta.

A dermatologia é uma área muito ampla,

que trata todas as doenças da pele, cabelo

e unhas. Porém, segundo Alexandra, a pele

expressa muitas vezes o que está acontecendo

com o paciente no nível emocional,

psicológico e de funcionamento de órgãos

internos. “Por exemplo, existem doenças

da pele que podem ser causadas por algum

câncer em estômago, pulmão, entre outros.

A dermatologia exige ser um profissional

detalhista e atento”, destaca.

Além de atuar com a prevenção e tratamento

de doenças, Alexandra também atua

com a área estética – uma grande paixão

que encontrou na dermatologia. Entre as

várias frentes de atuação da estética, está o

combate ao envelhecimento facial, que tem

atraído a atenção de cada vez mais pessoas.

A dermatologista explica que a partir dos

30 anos começa o declínio na produção do

colágeno, por isso, os sinais como rugas e

perda do brilho da pele já podem aparecer.

Uma face envelhecida é aquela que apre-


A nova geração de

profissionais da saúde

senta rugas, pele opaca e com manchas,

devido a exposição crônica ao sol.

Conforme Alexandra, a atualização no

tratamento do envelhecimento é constante

e como são várias etapas, é preciso associar

tecnologias. “Atualmente temos bons

resultados com preenchimento de ácido

hialurônico, para recuperar a sustentação

facial perdida com os anos; o bioestimulador

de colágeno para tratar flacidez

cutânea; e, mais recentemente, o ultrassom

microfocado que trata as camadas da pele

com contração das fibras, conforme o protocolo

aplicado”, exemplifica.

Mesmo com tantas possibilidades, muitas

pessoas ainda tem receio de realizar

um procedimento estético por medo de

que o resultado não seja como esperado.

Alexandra afirma que esse medo veio da

banalização dos procedimentos estéticos

e por isso alerta sobre a importância de

escolher um especialista dermatologista ou

cirurgião-plástico capacitado para realizar

esses procedimentos.

FOTO | DANIEL TATSCH

Dra Alexandra Nunes - Dermatologista

@dermatoalexandra

Além de atuar

com a prevenção

e tratamento de

doenças, Alexandra

também atua com

a área estética –

uma grande paixão

que encontrou na

dermatologia

Passo Fundo: Rua Capitão Araújo, 297

Sala 703 - Edifício Vértice

(54) 3622-5206 | (54) 99946-4453

Alexandra Brugnera

Nunes de Mattos

Não-Me-Toque: Hospital Santa

Júlia Billiart | (54) 3320-0100

Ibirubá: Clínica CIEMP | (54) 3199-0090

Médica formada pela

Universidade de Passo Fundo,

residência médica

em Dermatologia pela UFSC.


A nova geração de

profissionais da saúde

A dor que o paciente sente

precisa ser valorizada...

Após 12 anos estudando longe da sua cidade natal,

Afonso Papke retornou a Carazinho para exercer

sua profissão. Formado em Medicina pela Universidade

Federal do Rio Grande, fez suas especializações

em Clínica Médica e Reumatologia no Hospital de

Clínicas de Porto Alegre. Afonso comenta que o principal

motivo que o fez escolher a área da saúde é a possibilidade de,

através do seu trabalho, melhorar a qualidade de vida das pessoas,

sendo esse o principal foco da sua área de atuação. “Eu

sou encantado pela reumatologia, pois essa é uma das especialidades

mais investigativas da medicina. Para chegarmos ao

diagnóstico precisamos conversar com o paciente, examinar,

acompanhá-lo em consultas sequenciais e isso faz com que o

nosso vínculo seja muito forte”, destaca.

Segundo Afonso, a reumatologia ainda é pouco conhecida

na região. Essa especialidade trata os reumatismos, ou seja,

doenças diversas que podem acometer qualquer órgão, mas

que geralmente se iniciam com um sintoma de dor articular –

o que leva o paciente até o médico. “A dor que o paciente sente

precisa ser valorizada, no sentido de que, se não for diagnosticada

e tratada corretamente, pode trazer uma série de complicações.

Quando falamos dessa dor crônica enfrentamos um

problema muito sério que é a automedicação. O paciente tem

acesso fácil a anti-inflamatórios e analgésicos que podem aliviar

momentaneamente o que ele sente, porém, além de arcar

com os riscos e efeitos colaterais dessas medicações, o paciente

também deixa de investigar e tratar o seu real problema. O tratamento

pode mudar muito a evolução de uma doença, pode

melhorar muito a qualidade de vida do paciente e isso faz toda

a diferença no seu prognóstico”, ressalta. Muitas pessoas tem

a imagem de que os reumatismos acometem somente idosos,

mas muitos jovens, e até mesmo crianças, podem apresentar

dores crônicas que, se não tratadas, podem ter consequências

que afetarão a sua qualidade de vida. Entre as principais doenças

tratadas pela reumatologia estão: artrite reumatoide, lúpus,

artrose, fibromialgia e doenças inflamatórias da coluna.

Afonso percebe que a sua geração de médicos tem se dedicado

a exercer a medicina baseada em evidências, pensando sempre

no bem-estar do paciente ao considerar os riscos e benefícios

de cada intervenção. “Temos muito acesso a informação e o

nosso desafio é justamente filtrar o que é importante e o que

será benéfico para o nosso paciente, pois queremos sempre

oferecer o que há de melhor. Ao mesmo tempo em que se

manter atualizado é um desafio, também é um estímulo e algo

que me anima muito na profissão, pois estamos sempre em

movimento e nos atualizando diariamente”, comenta.

O avanço da ciência e da tecnologia trouxe muitas possibilidades

de tratamento aos pacientes acometidos pelas doenças

reumáticas e as expectativas são de que, cada vez mais, tenhamos

medicações e formas de tratamento efetivas. “Gosto de

frisar que, apesar de todo o avanço tecnológico e científico,

não podemos nos esquecer de que estamos tratando pessoas

e, nesse sentido, o médico também não pode ser substituído

por um computador ou máquina. Precisamos do toque, do

exame, da conversa, pois isso é fundamental na medicina e,

especialmente, na reumatologia”, finaliza.

Carazinho - Clínica Cardiomax

Rua Carlos Barbosa, 124 - (54) 3331.1200

Sarandi - Clínica Excellence

Rua Pietro Cescon, 1490 - (54) 3361.4699 - 98408. 4698

Espumoso - Hospital Notre Dame São Sebastião

Av. Padre Réus 80 - (54) 3383.4200 - 99178.0626

@afonsopapkereumato afonso.reumato

afonso.reumato@gmail.com

FOTO | DANIEL TATSCH

24 | contatovip.com.br


A nova geração de

profissionais da saúde

A tecnologia a favor

da qualidade de vida

Um dos principais aliados da nova geração de profissionais

da saúde é a tecnologia. Assim é para as

Fisioterapeutas Amanda Sachetti e Grasiela dos

Santos, especialistas no tratamento dos distúrbios

respiratórios do sono e soluções ventilatórias em geral.

Elas atuam há mais de cinco anos na cidade de Passo Fundo

no comando do CAP – Centro de Atenção Pneumológica e

Distúrbios do Sono, trazendo todas as tecnologias disponíveis

no mercado para proporcionar as melhores experiências

aos seus pacientes. “A nova geração de profissionais da saúde

traz consigo o benefício das tecnologias e o desafio de estar

atualizado e buscando cada vez mais conhecimento, tendo em

vista o volume de informações que estão disponíveis a apenas

um clique. Temos o diferencial de estar atuantes através do

sistema remoto de dados dos nossos pacientes, realizando um

tratamento muito mais efetivo, tecnológico e em tempo real,

conseguindo monitorizar, intervir e manter contato próximo,

proporcionando a adequada terapêutica independente das

distâncias”, afirmam.

O CAP também atua com soluções ventilatórias para pacientes

dependentes de algum tipo de suporte domiciliar, como

respiradores mecânicos, CPAP’S, BIPAP’S e oxigenoterapia.

Nesse contexto, oferta ainda possibilidades de desospitalizações

seguras para pacientes crônicos e/ou em cuidados

paliativos, objetivando tranquilidade e conforto aos familiares

e usuários. “Além de estarmos sempre trazendo os melhores

equipamentos para os diferentes tratamentos estamos sempre

em busca de atualização necessária para estas tecnologias”,

acrescentam.

As fisioterapeutas destacam que o maior desafio encontrado

por elas é a desinformação – e por isso um dos focos do CAP

em 2020 é buscar um maior engajamento através das redes

sociais e difundir conteúdos de qualidade e de fácil entendimento

para a população. “Esperamos que a área cresça cada

vez mais, com o alcance de um tratamento digno e de qualidade

para todos aqueles que necessitam. Trabalhamos com

tecnologias recentes, possibilidades ainda pouco conhecidas

e difundidas tanto entre os profissionais quanto pacientes,

portanto seguimos na busca por expandir informações de

qualidade e levar nossas possibilidades de tratamento às áreas

que nos competem”, salientam. Ao final desta entrevista você

encontra os endereços das redes sociais para acompanhar esse

trabalho através do facebook e instagram!

No período em que vivemos atualmente, da pandemia do

novo coronavírus, Amanda e Grasiela salientam que repensaram

muitas coisas no aspecto profissional e pessoal. O CAP

está preparado para receber todos os pacientes, tendo os

devidos cuidados recomendados pela Organização Mundial

da Saúde. “Triplicamos os cuidados de higienização e manutenção

dos equipamentos, e também estamos utilizando a

tecnologia a favor de todos os pacientes que fazem parte de

grupos de risco, fazendo o tratamento através de sistema

remoto para leitura e ajuste dos dados. O impacto do novo

coronavírus está sendo amortecido através de muitos cuidados

e da utilização de toda a tecnologia e conhecimento que

disponibilizamos”, compartilham.

Amanda Sachetti e Grasiela dos Santos

Fisioterapeutas Especialistas em Distúrbios

Respiratórios do Sono

Rua Capitão Eleutério, 610 - Ed. Centro Executivo

Sala 705/706 - Passo Fundo/RS

Fone (54) 9 9629.0814

@sonocap

@cap_disturbios_do_sono

FOTO | DANIEL TATSCH


A nova geração de

profissionais da saúde

Mais autoestima e confiança

através da Harmonização Facial

A

paixão de Kananda pela odontologia nasceu na infância.

Diferente de outras crianças, ela adorava ir ao

dentista! Desde muito cedo precisou usar aparelho,

iniciando o tratamento aos sete anos. Por um bom

período, as consultas ao dentista fizeram parte da sua rotina e ela

adorava observar tudo o que acontecia dentro do consultório.

Antes de escolher a faculdade de odontologia, ela teve a oportunidade

de ser auxiliar de saúde bucal de um grande amigo e

profissional da sua cidade, Dr. Edemar Gregol. “Tive a experiência

de acompanhar de perto o que é a odontologia e acabei me

encantando. Ele me ensinou muita coisa e me fez gostar ainda

mais dessa área. Entrei na faculdade com muita certeza da minha

escolha e não me arrependi”, comenta.

Kananda formou-se em odontologia pela Fasurgs e hoje atende

na cidade de Passo Fundo, na clínica Elosul e na Estetic Face,

além das cidades de Espumoso e Campos Borges. Dentro da

Odontologia ela encontrou uma outra grande paixão: a harmonização

facial. “Tive contato com essa área em uma semana

acadêmica na faculdade. Desde então comecei a pesquisar, a

procurar entender mais e logo foi anunciado o primeiro curso

de toxina botulínica e ácido hialurônico em Passo Fundo. Fiz o

curso e me encantei! Comecei a fazer os procedimentos em amigas

e familiares e logo foram surgindo mais pessoas interessadas.

Fiz minha especialização em harmonização facial assim que ela

foi lançada na cidade. Me encantei e não me vejo fazendo outra

coisa!”, ressalta.

A harmonização facial compreende vários tipos de procedimentos

e produtos que podem proporcionar uma série de mudanças

positivas para a face. Através dos dela, é possível preencher onde

falta volume, diminuir onde se quer menos volume, bioestimular

colágeno e ter uma considerável mudança de pele. Kananda

acredita que hoje um fator muito importante é a possibilidade

de se trabalhar com procedimentos que possuem embasamento

científico e também a possibilidade de combinar técnicas e

tecnologias para proporcionar um atendimento com o melhor

custo-benefício para o paciente. “O que me motiva tanto na

Odontologia quanto na estética é poder mudar a vida das pessoas,

melhorando seu sorriso, sua autoestima, sua confiança... Amo

muito o que faço!”.

Segundo Kananda, muitos pacientes chegam ao seu consultório

já bem informados, sabendo o que querem fazer. Por isso, ela

possui um protocolo de atendimento individualizado, em que

constrói junto com o paciente o seu plano de tratamento. “Escuto

as queixas do paciente, suas expectativas e avalio suas condições

sistêmicas e de saúde. Fazemos então um protocolo de fotos e

planejamos juntos o que é melhor para o seu caso, qual técnica

vai ser indicada, qual produto vai ser utilizado... e assim decidimos

as melhores opções!”, explica.

As novidades na área da harmonização facial não param, e

Kananda compartilha que hoje estamos vivendo a era dos

bioestimuladores de colágeno, que nos possibilitam induzir

o estímulo de colágeno no rosto. Além disso, hoje também

é possível associar técnicas e produtos para gerar novos

estímulos. “A harmonização facial não se resume somente

a toxina botulínica. Temos vários outros tipos de produtos,

procedimentos e estamos explorando cada vez mais áreas.

Hoje, por exemplo, temos cada vez mais estudos e pesquisas

na área de pescoço, uma área pouco falada há alguns anos.

Também temos como novidade o emagrecimento facial, que

trabalha na região das pálpebras superiores e inferiores, na

papada e nas bochechas. Temos muitas possibilidades e acredito

que muitas novas formas de abordagem e procedimentos

vêm por aí!”, finaliza.

Kananda Desbesell

Cirurgiã-Dentista CRO/RS 26943 | Clínica Geral

Harmonização Orofacial | @kdesbesell

Atende na cidade de Passo Fundo (Clínica Elosul

Estetic Face), Campos Borges e Espumoso.

Fone (54) 99957-4042 | Clínica (54) 99930-4931

FOTO | DANIEL TATSCH

26 | contatovip.com.br


A nova geração de

profissionais da saúde

“Poder confortar uma

família é gratificante...”

Gustavo Picolotto formou-se em Medicina pela Universidade

do Planalto Catarinense. Fez residência

em Clínica Médica pela Secretaria Estadual da Saúde

de Santa Catarina, no Hospital Tereza Ramos, com

foco em cuidados clínicos de pacientes adultos. Fez sua residência

em Pneumologia e, posteriormente, Medicina do Sono,

pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Hoje atende em Passo

Fundo na Clínica do Toráx – CIT e nas cidades de Sananduva,

Lagoa Vermelha, Tapejara e Ibiaçá. Também atende no Hospital

de Clínicas de Passo Fundo e é professor do curso de Medicina

da IMED e orientador do internato médico.

Desde o início da sua formação, os futuros médicos são expostos

a muitos desafios que já os preparam para a vida profissional.

Porém, conforme Gustavo, é gratificante ver que todo o tempo

dedicado a sua formação não foi em vão, pois hoje, em sua atuação

profissional, ele está bem preparado para suprir as demandas

de seus pacientes. Neste ano, Gustavo talvez tenha enfrentado

um dos maiores desafios da sua carreira: assumir como médico

responsável pela UTI isolada para pacientes de Covid-19, no

Hospital de Clínicas de Passo Fundo. “Sou grato ao Hospital pela

oportunidade e aos colegas que trabalham comigo. Muitos são

médicos da nova geração, uma faixa etária abaixo dos 40 anos,

alguns ainda em formação, terminando suas residências”, relata.

Para lidar diariamente com esse e outros desafios que envolvem a

medicina, Gustavo tem uma motivação muito forte: poder ajudar

quem precisa. “Quando saio de casa para trabalhar sei que vou

fazer isso para melhorar a qualidade de vida de alguém. Chegar

ao hospital diariamente e ver que o paciente melhorou ou saber

que o tiramos de uma situação mais grave e poder confortar uma

família é gratificante.”, comenta.

entre leve, moderada e grave. A partir disso determinamos a

forma de tratar, que pode ir desde a perda de peso, a posição

de dormir, aparelhos intraorais, dispositivos de pressão positiva,

que suprimem o ronco e as apneias, e até casos em que é

necessária a intervenção cirúrgica”.

FOTO | DANIEL TATSCH

A Medicina do Sono

Foi a partir da residência em Pneumologia que Gustavo escolheu

a sua subespecialidade em Medicina do Sono. Com cerca de 30

anos de existência, essa é uma das áreas mais recentes da medicina,

na qual profissionais das áreas de pneumologia, neurologia,

psiquiatria, fonoaudiologia e pneumopediatria atuam. Na área

respiratória, os principais distúrbios detectados durante o sono

são o ronco, a apneia do sono e a hipoventilação. “O que me

cativou foi a possibilidade de unir a pneumologia e a medicina

do sono através da ventilação de pacientes. Hoje, por exemplo,

conseguimos proporcionar maior qualidade de vida a pacientes

com doenças neuromusculares, através da ventilação mecânica

em suas casas”, destaca.

Outro distúrbio importante e que se mostra cada vez mais

frequente é a apneia do sono. Estudos mostram que cerca de 30%

da população brasileira sofre com esse problema, que ocasiona

pausas na respiração, de no mínimo 10 segundos, enquanto a

pessoa dorme. Segundo Gustavo, isso traz muitas consequências

como cansaço e sonolência, que interferem no dia a dia e na saúde

do paciente. “Fazemos a identificação desses casos através do

exame de polissonografia para classificar a gravidade da apneia

Dr. Gustavo Picolotto

CREMERS – 33855

Passo Fundo - CIT - Rua Teixeira Soares, 839

Sala 703 – (54) 3045.7037

Sananduva - Rua Carlos Raymundi, 299 – Centro

(54) 3343.1020

Tapejara - Rua Narcísio Sebben, 282, sala 101 – Centro

Clínica Dr. Geanpaolo Áver – (54) 3344.2462

Lagoa Vermelha - Av. Afonso Pena, 645, sala 24

Ed. Sindicato Rural – Centro – (54) 3358.2723


A nova geração de

profissionais da saúde

“Encontrar a melhor

versão de cada pessoa...”

A

nova geração de profissionais da

saúde também revela novos empreendedores.

A Nutricionista Simone

Broch e a Biomédica Estéta Bárbara

Meira inauguraram há um ano na cidade de Carazinho

a Delinear Centro de Estética e Nutrição.

O espaço nasceu do sonho de unir o que há de

melhor na nutrição e na biomedicina estética

para proporcionar bem-estar e qualidade de vida.

A partir de planos personalizados, as profissionais

conseguem abraçar a história individual de

cada paciente, analisando seu histórico de saúde e

respeitando seus objetivos para chegar ao melhor

tratamento e atingir a satisfação corporal.

Simone e Bárbara acreditam que a nova geração

de profissionais que trabalha na área da saúde

traz um olhar mais afetuoso e humanizado aos

atendimentos – pois é dessa forma que conduzem

o seu trabalho na Delinear. “O que mais nos

motiva a trabalhar como profissionais da saúde,

principalmente no que une a saúde à beleza, é

a possibilidade de ver o bem-estar das pessoas

e saber que elas estão com mudanças positivas

na vida devido a orientações e ao trabalho que

fazem conosco”, destacam.

Essa relação entre saúde e estética é justamente a

proposta da Delinear, que tem como sua missão

proporcionar uma qualidade de vida completa

para cada pessoa. Visando cumprir esse propósito,

as sócias estão ampliando os serviços

oferecidos, através de novas parcerias com profissionais

das áreas da medicina, psicologia e terapia

alternativa de acupuntura. “Oferecemos procedimentos

e tecnologias inovadoras para buscar

sempre resultados reais e duradouros. Assim

conseguimos encontrar a melhor versão de cada

pessoa de uma forma acessível, justa e pensando

na saúde total do nosso paciente! O ano de

2020 foi desafiador e nós seguimos em busca do

melhor para todos vocês!”, afirmam.

As sócias proprietárias da

Delinear Centro de Estética e Nutrição:

FOTO | DANIEL TATSCH

Simone Tomazi Broch, Formada em Nutrição pela Unijuí.

Também atende nas cidades de Espumoso e Victor Graeff.

Bárbara Pâmela Vogelman Meira, Biomédica formada

pela Ulbra em 2009. Há três anos atua na área da estética.

Também atende na cidade de Sarandi.

Delinear - Centro de Estética e Nutrição

@delinearsaude

Rua Barão de Antonina, 261

Sala A – Carazinho/RS

(54) 99667.0816

28 | contatovip.com.br


A nova geração de

profissionais da saúde

Envelhecer de uma

forma natural

Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas,

mas ao tocar uma alma humana seja apenas

uma alma humana”. Essa frase foi usada por Milena

em seu Trabalho de Conclusão de Curso na Odontologia,

pois exemplifica bem o que ela acredita sobre a nova geração de

profissionais da saúde. “Temos a capacidade de olhar as pessoas

não só como pacientes ou como um sistema de carne e osso,

mas sim como seres humanos”, destaca. Milena sempre gostou

de trabalhar com pessoas e viu na área da saúde a possibilidade

de ter esse contato maior com elas. “Sem contar que é muito

gratificante quando posso ajudar meus pacientes a envelhecer

de uma forma natural, porque o processo do envelhecimento é

fisiológico, todos nós vamos passar por ele, mas nem por isso

ele precisa ser doloroso e agressivo”, complementa a cirurgiã-dentista,

que é especialista em Harmonização Orofacial

Avançada e Envelhecimento Humano.

Segundo Milena, hoje em dia já se sabe que os sulcos e “pés

de galinhas”, como são conhecidas as rugas, são na verdade

um marcador avançado de envelhecimento, que envolve, além

da pele, a estrutura óssea, os compartimentos de gordura e a

musculatura. “Com o passar dos anos nosso rosto passa por

um processo de “reabsorção” dessas estruturas, é como se

fossemos enxugando, e a consequência disso é literalmente a

ptose (queda) do rosto, sulcos marcados, perda de colágeno, e a

elasticidade da pele”, explica. Dessa forma, as rugas são um processo

natural do envelhecimento humano e se formam devido

a diminuição do colágeno, gordura e, principalmente, pela ação

muscular repetitiva aos longos dos anos. Apesar de ninguém

se escapar delas é possível minimizá-las e mantê-las com um

aspecto menos marcado e enrijecido.

“A harmonização orofacial além de auxiliar, tem como objetivo

devolver a jovialidade do rosto de uma forma leve, gradual e

sem cortes, através da devolução de camadas do rosto que são

perdidas com o passar dos anos, como gordura, osso e colágeno.

Esse processo é feito lançando mão de alguns produtos

como preenchedores, bioestimuladores de colágeno, fios de

sustentação, entre tantos outros materiais biocompatíveis com

nosso corpo, o que faz a técnica ser ainda mais segura para

o paciente”, salienta Milena. Como a harmonização orofacial

engloba vários procedimentos para diferentes estágios do envelhecimento,

o momento ideal de começar a busca-la é quando

você sentir que há essa necessidade, porque às vezes os sinais

do envelhecimento começam mais cedo para alguns e mais

tarde para outros. Desde que seja realizado com moderação,

pode ser realizado logo cedo, como um botox preventivo, por

exemplo.

Para o futuro, Milena espera que as pessoas comecem a enxergar

o cirurgião-dentista além do que apenas uma profissão

que cuida da cavidade oral. “As pessoas rementem ainda a

odontologia de anos atrás, na qual o dentista ‘arrancava dente’.

Hoje em dia é impossível trabalhar na área odontológica sem

entender todo sistema estomatognático, muscular que envolve

a face, além de compreender o funcionamento do organismo

como um todo, porque tudo está relacionado. A harmonização

orofacial chegou para ficar, vocês podem esperar ainda mais

inovação e refinamento das técnicas, aliadas, principalmente, a

tecnologia dos produtos utilizados, com cada vez mais qualidade

nos tratamentos e profissionais muito bem capacitados para

devolver qualidade de vida aos pacientes”, finaliza.

Harmonização Orofacial Avançada

e Envelhecimento Humano

Sócia e proprietária da Clínica Multiprofissional SOE( Saúde,

Odontologia e Estética) na cidade de Santo Expedito do Sul/RS.

Consultório Odontológico em Passo Fundo/RS,

Rua General Netto 383 – Galeria Mazzoleni , Sala 709.

Fone (54) 98105-6176

@dra_milenapelisser

FOTO | DANIEL TATSCH


A nova geração de

profissionais da saúde

A busca pela

saúde integral da mulher

Paula Chitolina Nunes Bortoluzzi formou-se em

Medicina na cidade de Joaçaba/SC e realizou sua

residência médica em Ginecologia e Obstetrícia no

Hospital de Clínicas de Passo Fundo/RS. Para ela,

priorizar a qualidade de vida de suas pacientes, ao buscar a

saúde integral da mulher, é o que a motiva diariamente em sua

profissão. “Por isso sempre busco manter um ambiente cada

vez mais acolhedor e humanizado para transmitir confiança

e segurança às pacientes, que passam por diversas fases e

mudanças”, comenta.

Ela acredita que uma das características mais marcantes da

sua geração de médicos seja o olhar voltado ao paciente como

um todo, no qual os profissionais buscam não somente tratar

uma doença, mas prevenir outras e manter a saúde integral

do paciente. Nesse sentido, os novos médicos também vêm

trabalhando de forma multiprofissional, integrando outras

áreas para proporcionar um cuidado completo. Outro ponto

positivo que Paula destaca sobre a sua geração é a facilidade

da comunicação através das mídias sociais. “Conseguimos ter

uma interação não somente com as pacientes, mas também

com o público em geral. Assim conseguimos mostrar nosso

trabalho e passar informações da nossa área, estreitando os

laços”, comenta. E tanto nas redes sociais quanto no consultório,

rola sempre um papo sincero sobre:

Os cuidados com a região íntima

Segundo Paula, a região íntima, por ser naturalmente mais

quente e úmida, demanda alguns cuidados diários para evitar

infecções. Alguns hábitos simples como: dar preferência a calcinhas

de algodão, usar roupas de tecidos mais leves e soltos,

dormir sem calcinha, não usar protetores diários, evitar sabonetes

em barra e manter uma alimentação balanceada ajudam

a manter a saúde vaginal. Esses cuidados devem começar

desde os primeiros anos de vida, quando aprendemos a cuidar

da nossa higiene íntima.

Para entendermos como deve ser realizada a higiene adequada,

a médica destaca que primeiro precisamos conhecer

um pouco da nossa anatomia. “Precisamos saber diferenciar

algumas coisas. Primeiramente, a vulva é a parte externa e a

vagina a parte interna. O PH vaginal é ácido e existe então a

flora vaginal, que são microrganismos que habitam a região

e estão ali para proteção. Na hora da higiene devemos lavar

somente a parte externa, ou seja, a vulva. Na vagina não podemos

realizar duchas, nem aplicar sabonetes. Quanto a esses,

é importante buscar sabonetes líquidos hipoalérgicos, que

tenham um PH mais ácido ou neutro. Os sabonetes em barra

não devem ser utilizados porque muitas vezes acabam sendo

compartilhados com outras pessoas dentro da residência e

têm uma detergência muito maior, o que retira gordura e parte

30 | contatovip.com.br

dessa flora vaginal que está ali para proteção”, explica.

A nossa vagina produz uma secreção fisiológica considerada

normal, que mantém a umidade e lubrificação da

região. Paula salienta que devemos nos preocupar com esse

corrimento quando ocorre a mudança da coloração habitual,

ao sentir cheiros não agradáveis, coceira, ardência ou dor,

principalmente durante relação sexual. “Eu acredito que

hoje as mulheres estão mais conscientes da importância de

se manter uma saúde e uma higiene íntima correta. Acredito

que o acesso facilitado aos profissionais especializados da

área e também às informações acabam fazendo com que a

mulher compreenda a importância de se cuidar”, considera.

Paula Chitolina Nunes Bortoluzzi

(54) 3313-1651 | (54) 3601-2316

Rua Uruguai, 1977 - 3º andar

Centro - Passo Fundo/RS

FOTO | DANIEL TATSCH


A nova geração de

profissionais da saúde

Saúde, autoestima

e vontade de sorrir

Poder proporcionar saúde e bem-estar através da

odontologia é o que motiva o cirurgião-dentista Michel

Tremea Bortoluzzi a trabalhar na área. Graduado

pela Unoesc, de Joaçaba e especialista em Ortodontia,

Michel atende nas cidades de Passo Fundo, Sarandi e Rondinha.

“Durante a minha vida profissional já enfrentei vários

desafios, porém acredito que hoje, por possuirmos três clínicas

em cidades diferentes e uma equipe de profissionais, o desafio

seja referente ao engajamento entre todos para poder oferecer

tratamentos de máxima excelência e obtenção de resultados,

atendendo assim as expectativas de nossos pacientes”, destaca.

Os dentistas da nova geração trabalham em especialidades

específicas dentro da odontologia, podendo assim se dedicar

ao máximo dentro da sua área e oferecer segurança e qualidade

com o que há de melhor em termos de tratamentos odontológicos.

“Acredito que o tratamento multiprofissional seja um

dos aspectos de maior importância que os profissionais da área

da saúde têm desenvolvido, assim unindo conhecimento para

o bem-estar e saúde geral do paciente. Com o desenvolvimento

da era digital estamos mais próximos de nossos pacientes

através das redes sociais, onde muitas vezes o vínculo entre

profissional e paciente acontece de forma digital”, destaca.

alterações nas bases ósseas e dentes, fazendo com que a língua

tenha um correto posicionamento”, explica.

Sobre o futuro da área, é indiscutível que a tecnologia irá

transformar o mercado odontológico e está cada vez mais

presente no dia a dia clínico, trazendo modernidade, produtividade

e qualidade. “A forma como fazemos diagnósticos

e planos de tratamento, os instrumentos e equipamentos,

tudo será cada vez mais influenciado pela era digital. Dentro

da área ortodôntica temos como exemplo digital o uso de

alinhadores invisíveis que são realizados após escaneamento

oral, obtendo modelos das arcadas dentárias de forma digital

e impressos em 3D, através dos quais é possível realizar todo

o planejamento para o tratamento ortodôntico de forma

digital com previsibilidade de resultados”, finaliza.

FOTO | DANIEL TATSCH

A Ortodontia

Segundo Michel, hoje estamos vivenciando o grande trabalho

que vem sendo feito em termos de prevenção. Os pais estão

mais atentos aos cuidados com a saúde bucal de seus filhos e

assim realizam consultas regulares de rotina onde é acompanhado

o desenvolvimento dos ossos da face e dentes. Dessa

forma, quando necessário, o encaminhamento pelo odontopediatra

ao ortodontista é feito. Quando se fala em pacientes

adultos, geralmente a procura pelo ortodontista acontece por

questões de sintomas que ele possa estar sentindo em relação

ao encaixe dos dentes, dificuldade de higienização e, principalmente,

no que diz respeito a estética do sorriso. “Ao tratar as

maloclusões, como são chamados os problemas de desencaixe

de mordida ou dentes fora de posição, melhoramos a qualidade

de vida do paciente em vários aspectos como um sorriso harmônico,

contribuindo para a autoestima e a vontade de sorrir,

o que gera benefícios psicológicos auxiliando na vida profissional

e social. A estética pelo correto posicionamento dos dentes

favorece a sustentação dos músculos faciais, melhorando a

harmonia facial. Após o alinhamento, a higienização se torna

melhor, prevenindo problemas como cárie e doenças periodontais,

que são as doenças da gengiva; prevenção de dores de

cabeça, que em muitos casos é gerada pela tensão muscular

ou funcionamento do sistema mastigatório inadequado, o

que também previne problemas gástricos, pois os alimentos

são mastigados com maior eficiência melhorando a digestão;

também acontece a melhora na dicção e respiração devido as

Passo Fundo - Rua Coronel Pelegrini, 501/04

(54) 3632.4401 - (54) 99926.2979

Sarandi - Rua Armínio da Silva, 1707

(54) 3361.3077 - (54) 9 9996.9188

Rondinha - Rua Padre Eugênio, 321

(54) 3365.1316 - (54) 99689.8054


A nova geração de

profissionais da saúde

A sinergia entre

a função e a estética

Verônica Rosseto é cirurgiã-dentista, Especialista

em Estética Orofacial. Essa área é uma especialidade

da odontologia, encarregada de harmonizar e

restabelecer as funções orais, ou seja, o conjunto de

procedimentos responsáveis pelo equilíbrio estético e funcional

da face. Por meio dela, o profissional consegue proporcionar

harmonia dental, facial e funcional, além do rejuvenescimento.

Verônica faz parte da nova geração de profissionais da saúde,

que tem trazido muitas novidades para a odontologia. Dentre

essas novidades, ela cita como exemplo a toxina botulínica,

que além da estética, atua funcionalmente em pacientes com

paralisia facial, bruxismo e sorriso gengival. “Também o ácido

hialurônico que é uma substância terapêutica de grande importância

na HOF, que devolve volume, além de reestabelecer o

equilíbrio funcional dos lábios, preencher linhas de expressões

estáticas, como por exemplo, o bigode chinês, a marionete,

códigos de barra. ​A lipo enzimática de papada que muito se

fala atualmente em decorrência da conhecida papada digital,

que está cada vez mais presente nas pessoas, devido a postura

errônea pelo uso dos celulares, ou por algum problema de mastigação,

deglutição irregular. Sendo assim, ela não é direcionada

apenas a redução do volume, mas também a reequilibrar

toda função muscular da cabeça e do pescoço. ​E por último,

mas não menos importante, a bichectomia, a “queridinha” do

momento, que é um procedimento cirúrgico de pequeno porte,

onde é realizada a remoção da bola de bichat, que também é

feita com finalidade estética e funcional, tendo a estética como

principal objetivo afinar o rosto, e a funcional reduzir as aftas e

os sangramentos causados pelas mordidas internas da bochecha”,

destaca.

A harmonização orofacial e a odontologia estética andam

juntas, complementando uma a outra. Na anamnese, que é a

consulta inicial, são discutidas as principais queixas do paciente

para que então seja feito um planejamento individualizado e

personalizado, combinando técnicas dentárias e faciais, onde

são visualizadas as reais necessidades do paciente, sempre mantendo

um diálogo entre a equipe, composta pelo cirurgião-dentista

especialista em harmonização orofacial, o especialista

em estética dental e o ortodontista. “Mantendo a sinergia

entre esses profissionais... O resultado não pode ser diferente,

uma transformação e tanto!”, ressalta Verônica.

Ela acredita que o futuro da odontologia e da sua área de

atuação é muito promissor, isso porque os procedimentos

de estética orofacial estão sendo cada vez mais procurados

pelos pacientes, em razão do avanço da odontologia no geral,

que expandiu a referida área com profissionais cada vez mais

especializados e técnicas avançadas. “Também porque esses

procedimentos deram uma nova função à odontologia, servindo

para colaborar com a vertente psicológica dos pacientes,

que passam a se enxergar de maneira mais confiante e

positiva quando gostam da imagem que refletem”, acrescenta.

FOTO | DANIEL TATSCH

Para Verônica, cada paciente é um desafio diferente, tendo em

vista que eles são avaliados criteriosamente de acordo com sua

necessidade. “Porém, se eu precisasse elencar o desafio mais

importante, considero o de estar sempre devidamente atualizada

e desenvolvida para oferecer sempre o melhor aos meus

pacientes. O que me motiva a trabalhar nessa área é poder devolver

às pessoas a autoestima. Nada é mais gratificante do que

ouvir dos pacientes como a sua vida mudou após os procedimentos.

Além disso, atuar na solução das dores que os pacientes

enfrentam, como por exemplo, no bruxismo, ou de algo que

lhes incomoda muito esteticamente. Assim, posso dizer com

clareza que a estética orofacial transforma vidas”, afirma.

Verônica Rosseto

Clínica Geral

Especialista em Estética Orofacial

CRO 23761/RS

Rua Coronel Pelegrini, 392, Sala 301

Passo Fundo/RS

Fone (54) 99911-6487

32 | contatovip.com.br



Bibiana Oliveira

Ortodontia e

Odontologia

Estética

comemora

10 anos

A Cirurgiã-Dentista compartilha

a sua trajetória e celebra o atual

momento da sua carreira

Desde pequena Bibiana era

fascinada pela Odontologia,

brincava de Dentista com

suas bonecas e adorava ficar

olhando o Dentista da sua mãe trabalhar. O

Dr. René, na época, tinha uma clínica completa,

com laboratório de prótese, sala de

raio-x e dois consultórios, e sempre a deixava

brincar por lá. Na adolescência, Bibiana

recebeu tratamento ortodôntico e nesse

momento se apaixonou pela Ortodontia -

já sabia que queria cursar Odontologia e se

tornar especialista naquela área. “Com 16

anos prestei vestibular na UFRGS, mas não

fui aprovada e acabei cursando Farmácia.

Quando cheguei no sexto semestre do curso

o coração falou mais alto, aquilo ali não

era o meu sonho, então prestei vestibular

mais uma vez para Odonto e fui aprovada!

Entrei direto no segundo semestre e conclui

ao mesmo tempo o sétimo do curso

de Farmácia, depois segui apenas com a

Odontologia”, conta.

34 | contatovip.com.br

Um mês após formar-se, em julho de 2010,

iniciou sua especialização e sua carreira na

rede pública, trabalhando de 20 a 30 horas

semanais. Em uma noite, uma colega a convidou

para conhecer a clínica que trabalhava

em Carazinho e na outra semana iniciou

seus atendimentos lá. “Meses depois minha

colega recebeu a oportunidade de trabalhar

em outro estado, então me mudei para o

Consultório do Dr. Vitor Hugo Lampert,

onde aprendi muito com ele e toda a equipe.

Oito meses depois eu tinha formado

uma boa clientela e resolvi abrir um espaço

só meu. Carazinho caiu no meu colo e

ganhou o meu coração!”, compartilha.

No início da carreira alguns desafios

estavam pelo caminho. Muitas pessoas a

olhavam e diziam: “tão novinha, você já se

formou mesmo?” ou “muito pequena, não

deve ter força para arrancar um dente!”.

Porém Bibiana acredita que todo novo

profissional passa por isso. “Hoje o que me

desafia é o que me motiva: levar todos os

dias aos meus pacientes um atendimento

humanizado, olhar para o dente como ele

é: um órgão e não um adereço ou algo que

possa ser descartado”, afirma.

Hoje a cirurgiã-dentista sente-se realizada,

principalmente por criar laços com a maioria

dos seus pacientes, justamente por seu

atendimento humanizado. “Trato famílias

inteiras, já fui da Ortodontia Preventiva ao

Pré-Natal Odontológico com muitas das

minhas primeiras pacientes e hoje cuido

dos primeiros dentinhos dos filhos delas.

Procuro me aperfeiçoar constantemente e

me mantenho atualizada ao máximo!”, destaca.

Segundo Bibiana, a Odontologia está

cada vez mais conservadora, os materiais

mais inteligentes, e isso permite tratamentos

cada vez menos invasivos e mais

conservadores. O avanço da Odontologia

Digital traz um planejamento mais preciso

e enche os olhos do paciente, permitindo

Dra. de Oliveira

Cirurgiã-Dentista | CRO RS 19285

Especialista em Ortodotia pela FO-UPF,

Invisalign Doctor Gold, Damom Smile

Provider atua nas áreas de Ortodontia,

Odontopediatria e Odontologia Estética.

Carazinho: Av. Pátria 761 - Centro Clínico

Mont Serrat - Sala 603 - (54) 99946.7782

Passo Fundo: Rua Independência 815

Centro Executivo - Villa Lobos - Sala 305

Fone (54) 3045.7301 - (54) 99946.7782

que ele veja como será o resultado após o

tratamento.

Bibiana sempre almejou o reconhecimento

e hoje pode abrir um sorriso para dizer que

conseguiu! “Sou grata por cada sorriso que

transformei, por cada face que conduzi,

por cada mãe que confia em minhas mãos

o sorriso dos seus filhos, pelos amigos/

pacientes e pacientes/amigos que tenho.

Daqui para frente que venham mais cursos,

mais conhecimento e que minhas mãos

possam transformar muitas vidas através

de sorrisos!”, finaliza.


A gente sabe como um veículo é importante e pode facilitar muito a sua vida.

É por isso que ajudamos você a comprar o seu carro, seja ele novo ou seminovo.

E o melhor de tudo: de um jeito rápido, simples e seguro.

Agora você pode simular e contratar* a aquisição do seu veículo pelo aplicativo

do Sicredi Mobi.

Para mais informações, procure seu gerente, verifique se você possui

crédito pré-aprovado.

*Sujeito a análise e aprovação.

contatovip.com.br | 35


Um novo conceito em Odontologia

Passo Fundo conta,

desde o dia 10 de

Setembro, com um

modelo inovador de

clínica odontológica

Localizada no piso térreo do

Passo Fundo Shopping, logo

na entrada do estacionamento

coberto, a Orthodents, sob a

responsabilidade técnica do Dr. Mauro

Lopes foi concebida para ser um conceito

inovador em odontologia para a cidade

e região. A Orthodents é uma rede de

franquia odontológica com mais de 50

unidades em todo o Brasil. A unidade

de Passo Fundo é a primeira da franquia

em um shopping center. A rede tem

como característica principal ser formada

apenas por dentistas e por credenciar

exclusivamente profissionais após uma

criteriosa seleção baseada em experiência

profissional, know how e titulação, tendo

em suas unidades mestres, especialistas e

professores.

Em Passo Fundo a unidade é composta

por uma equipe de especialistas que trabalham

em harmonia para executarem na

clínica todas as especialidades odontológicas

para adultos e crianças. O grande

diferencial da Orthodents Passo Fundo

é a opção de horário de atendimento

estendido, inclusive nos finais de semana,

realizando atendimentos de rotina e

emergencial, aos sábados e domingos.

Além de ser uma clínica moderna e adaptada

para todas as exigências sanitárias

do nosso atual momento.

A Orthodents chega para oferecer atendimento

especializado, multidisciplinar,

com técnicas exclusivas como Ortodontia

Lingual e cirurgias de Harmonização Facial.

Seguindo uma tendência mundial de

ter o Shopping Center não apenas como

centro de compras, mas como centro de

entretenimento e prestação de serviço,

estar localizada no Passo Fundo Shopping

proporcionará aos clientes: segurança,

facilidade para estacionar e poder incluir

um passeio agradável à consulta!

Dr. Mauro Lopes - CRO 22391/RS Av. Pres. Vargas, 1610 - São Cristóvão

Passo Fundo Shopping, Piso Térreo

Av. Pres. Vargas, 1610 - São Cristóvão, Passo Fundo Shopping, Piso Térreo - (Loja 001)

(Loja 001) - Passo Fundo/RS

www.orthodents.com.br

Especialidades atendidas

• Ortodontia e Ortopedia Facial

• Alinhadores invisíveis

• Ortodontia Lingual

• Sistema Bracketless

• Implantodontia

• Odontopediatria

• Estética Dental

• Facetas e lentes de contato

• Prótese dentária

• Endodontia

• Cirurgia oral

• Plástica Gengival

• Estética e Harmonização Facial

• Bichectomia, Lip lift e Lipo de papada.

Horário de atendimento

De 2ª a 6ª feira das 9h às 21h

Sábado das 10h às 20h

Domingo das 14h às 19h

(54) 3632-6662 | (54) 99215-9140

www.orthodents.com.br

Dr. Mauro Lopes

CRO-RS 22391

FOTO | DANIEL TATSCH

Especialista em Ortodontia

e Implantodontia;

Membro da Associação Brasileira

de Ortodontia Lingual;

Credenciamento em

Alinhadores;

Tel: 3632-6662 Mestr. em Odontopediatria;

99215-9140 Residência em Harmonização

Facial;

#PassoFundo Espec. Em Administração de

empresas.

36 | contatovip.com.br


O momento é

de prevenção!

Sempre soubemos que a prevenção é o melhor remédio para qualquer doença. E em meio à

pandemia do novo coronavírus, a prevenção por meio das recomendações dos órgãos de saúde

é a nossa melhor medida de enfrentamento. Higienizar as mãos com frequência se tornou regra,

assim como o uso da máscara por toda a população e o distanciamento social.

Porém, no momento em que a nossa atenção está voltada ao novo vírus, queremos fazer um alerta

para que você não deixe de lado a prevenção de outras doenças. Afinal, nunca foi tão importante

cuidarmos da nossa saúde!

Por isso, convidamos médicos e profissionais da saúde para compartilhar com você como é

possível seguir uma rotina de cuidados e prevenção nesse período. Confira nas páginas a seguir!


O momento é

de prevenção!

A prevenção sempre é o

melhor caminho

Em tempos de pandemia, também é necessário estar atento ao surgimento

de outras doenças, entre elas as doenças inflamatórias intestinais

A

preocupação do ser humano

com a saúde vem aumentando

com o passar dos anos.

Em tempos de pandemia,

provocada pelo novo coronavírus, esse

desejo tem se tornado permanente. Costumes

de antigamente, considerados tão

normais, porém prejudiciais ao bem-estar,

estão dando lugar a hábitos benéficos

ao corpo, de forma que se diminua

o risco de desenvolver doenças. Existem

dicas que se seguidas corretamente você

terá uma forma mais prática de como

prevenir doenças e ter um bem-estar

constante. Na área da coloproctologia

não é diferente - especialidade ampla

que inclui diagnóstico, tratamento clínico

e cirúrgico das afecções benignas e

malignas do intestino delgado, intestino

grosso, reto, ânus e disfunções do assoalho

pélvico.

Atualmente, a inclusão do acesso robótico

e a adição da inteligência artificial

adicionaram medidas facilitadoras para

o coloproctologista que beneficiam os

pacientes. A tecnologia crescente e o desenvolvimento

de aparelhos com elevada

resolução de imagem vêm resultando

num aumento substancial no diagnóstico

precoce das doenças, inclusive as

raras, de forma eficaz. Por falar em

tecnologia, com o avanço dela, é possível

conhecer as causas de grande parte das

enfermidades e evitar que elas apareçam.

Dessa forma, podem ser tomadas certas

precauções e algumas práticas simples

podem contribuir para você manter seu

organismo em dia:

• Cuide da higiene! Inúmeras doenças

contagiosas e perigosas podem ser

evitadas com a manutenção de uma boa

higiene pessoal.

• Praticar atividades físicas traz benefícios

ao organismo. Manter o corpo em

movimento é a chave de sucesso para

quem busca saber como prevenir doenças

e ter uma saúde melhor.

• Uma boa alimentação é fundamental e

indispensável para quem deseja aprender

como prevenir doenças. Afinal, é

por meio dos alimentos que oferecemos

ao organismo os nutrientes de que ele

precisa para manter suas funções em

38 | contatovip.com.br


O momento é

de prevenção!

equilíbrio. Para manter o bom funcionamento

do intestino dê preferência às

frutas, verduras, alimentos integrais e

com fibra e, principalmente, beba água e

sucos naturais.

Doenças Inflamatórias Intestinais

Ainda sem causa comprovada, as doenças

inflamatórias intestinais podem estar

ligadas a fatores hereditários e imunológicos,

sendo possível serem agravadas

pelos hábitos de vida. Embora não haja

cura, o diagnóstico precoce pode permitir

seu controle e proporcionar melhor

qualidade de vida aos pacientes. A Retocolite

Ulcerativa e a Doença de Crohn

são as mais conhecidas, ao apresentar

sintomas como diarreia, sangue nas

fezes, anemia, dor no abdome, perda de

peso e febre, um médico coloproctologista

deve ser consultado para avaliação.

As Doenças Inflamatórias Intestinais

são consideradas doenças crônicas e

autoimunes. Reconhecer os sintomas

para o diagnóstico e o início do tratamento

adequado são essenciais para

proporcionar o bem-estar das pessoas.

As DII são doenças provenientes de

uma desordem do sistema imunológico,

e como consequência, as células de

defesa agridem os órgãos que compõem

o trato gastrointestinal, especialmente

os intestinos, grosso (cólon) e delgado.

O diagnóstico precoce é fundamental

para o controle das doenças e qualidade

de vida do paciente. É importante

estar em dia com os exames periódicos,

assim o médico poderá avaliar seu

estado de saúde geral e detectar essas

outras doenças. A doença de Crohn se

manifesta geralmente através de diarreia,

cólica abdominal, às vezes febre, e

sangramento retal e afeta predominantemente

a parte inferior do intestino

delgado (íleo) e intestino grosso. Já a

colite ulcerativa se caracteriza por inflamação

e ulceração da camada mais

superficial do cólon, manifestando-se

por diarreia muito frequente com sangramento

retal, e dor abdominal.

FOTO | DANIEL TATSCH

Passo Fundo/RS:

• Hospital de Clínicas de Passo Fundo

(Rua Tiradentes, 295) - Fone (54) 3045.8235

• Polus Care Centro Clínico

(Rua Bento Gonçalves, 900)

Fones (54) 3632.8920 - (54) 3311.6878

(54) 99193.3137

Marau/RS:

• Centro Clínico Providência

(Av. Barão do Rio Branco, 1751

Fones (54) 3342.3455

(54) 3342.3246 - (54) 99180.7574

• MOT - Hospital Cristo Redentor

(Rua Bento Gonçalves, 10)

Fones (54) 3342.9426 - (54) 99211.5962

Coloproctologista Ornella Cassol

@coloproctologistaornellacassol

ornellacassol.com.br

Ornella Cassol

Médica Coloproctologista

CRM 35637

- Membro do corpo Clínico do Hospital de Clínicas

de Passo Fundo e Hospital Cristo Redentor de Marau.

- Membro Titular GEDIIB (Grupo de Estudos da Doença

Inflamatória Intestinal do Brasil).

- Coordenadora Comissão interior RS do GEDIIB.

Professora do curso de Medicina da IMED.

contatovip.com.br | 39


O momento é

de prevenção!

Prevenção de Fraturas

na Pandemia

Nos últimos meses de 2019 fomos apresentados

a uma nova expressão: COVID-19. Essa é a

sigla, em inglês, para “Doença causada por

Coronavírus”, ganhando o número “19” em

referência ao ano em que apareceram os seus primeiros casos.

Desde então somos bombardeados diariamente por um

noticiário que atualiza, em tempo real, o número de casos e

de mortes resultantes de tal doença.

Nossa realidade alterou-se de forma drástica. Expressões

como “novo normal”, “quarentena”, “distanciamento social”

passaram a fazer parte de nosso vocabulário diário.

E todos, de alguma forma, foram afetados.

Dentro da ortopedia e traumatologia também tivemos nossas

mudanças. E uma das principais diz respeito à prevenção

das fraturas.

Esse sempre foi um tema que recebeu grande atenção em

nossa especialidade, mas diante da atual situação ganhou ainda

mais força. Precisamos reforçar a necessidade da adoção

de hábitos e cuidados que nos levem a evitar traumas que

possam acarretar cirurgias e períodos de internação desnecessários,

especialmente em populações de risco.

Para os idosos, grupo em que algumas fraturas, como as do

colo do fêmur, podem inclusive significar o aumento do risco

de mortalidade, esse trabalho de prevenção é indispensável.

A seguir algumas dicas úteis para essa população:

Eliminar

obstáculos do chão

1A retirada de tapetes, fios e outros objetos do chão é

uma das formas de evitar que o paciente idoso sofra

uma queda que pode acabar lhe causando uma fratura.

Instalar suportes e corrimãos,

especialmente em banheiros e quartos

2Essa medida oferece um apoio adicional ao paciente,

especialmente quando ele se levanta ou se encontra

em deslocamento.

Uso de sapatos com

sola antiderrapante

3Usar este tipo de calçado diminui a possibilidade

de o paciente vir a escorregar e acabar caindo.

É importante também seu uso durante o banho.

Iluminação

adequada da casa

4Ao criar um ambiente iluminado oferecemos melhores

condições para que o indivíduo identifique objetos ou

móveis que possam estar fora de posição.

Evitar o consumo

de bebida alcoólica

5A ingesta de bebidas alcoólicas pode interferir

no equilíbrio, facilitando a ocorrência de quedas.

Uso adequado

de medicações

6A manutenção do controle de doenças como hipertensão,

diabetes, labirintite, entre outras, auxilia na prevenção das

fraturas decorrentes de traumas residenciais.

40 | contatovip.com.br


O momento é

de prevenção!

Para os adultos o cuidado é diferente. Temos uma rigidez

óssea maior do que os idosos e temos condições de cuidar

de nós mesmos, diferente das crianças. Mas temos uma situação

peculiar. Nos expomos mais a situações perigosas,

como esportes radicais, consertos domésticos (telhados,

muros etc.), uso de máquinas pesadas, entre outros.

Outra mudança significativa advinda da pandemia ocorreu

na vida das crianças. Escolas permanecem fechadas,

parques foram interditados, clubes permaneceram de

portas fechadas por muito tempo, ou seja, elas perderam

muitos de seus locais para diversão e lazer. Isso transformou

lares em playgrounds, porém sem a adaptação necessária,

fazendo com que haja situações e perigos que antes

eram impensados. Isso sem falar no excesso de energia

apresentado por muitos dos pequenos ao também terem

sua liberdade tolhida.

Dessa forma, pais e cuidadores das crianças necessitam ter

muita atenção aos pequenos, evitando que eles apresentem

fraturas graves, que possam trazer a necessidade de

um tratamento cirúrgico.

Algumas não são passíveis de serem evitadas, pois fazem

parte das atividades profissionais de alguns indivíduos.

Mas quando exista a possibilidade de serem deixadas de

lado isso deve ser feito, minimizando a chance de ocorrerem

lesões desnecessárias.

Em resumo, a prevenção - tão importante dentro da Ortopedia

e Traumatologia, assim como dentro da Medicina

como um todo – transformou-se em uma das principais

armas na abordagem das lesões nessa época de Pandemia.

Evitar as cirurgias e internações desnecessárias é uma de

nossas principais funções nesse período.

Porém deixamos bem claro que, caso os traumas aconteçam,

as instituições hospitalares que fazemos parte estão prontas

para fazer o atendimento dentro de todas as normas e cuidados

necessários para este período, oferecendo um atendimento

de qualidade e rápido, objetivando maior agilidade

na resolução das lesões apresentadas pelos pacientes.

Av. Sete de Setembro, 817

Centro - Passo Fundo/RS

Fone (54) 2104.4333

Rua Quatorze de Julho, 220

Centro - Carazinho/RS

Fone (54) 3330.1101

Marcos Monteiro

da Cunha de Souza

Ortopedia e

Traumatologia.

Cirurgia do Ombro

e Cotovelo.

CRM 37496

Atende: HO, COT

Dr. Francisco

José dos

Santos Neto

CREMERS 19218

Atende: HO

Airton Rodrigues

Especialista em

Ombro e Artroscopia

CRM 22070

Atende: HO, COT

Dr. Eder

Menegassi Martel

CREMERS 28711

Atende: HO e MOT

Rua Bento Goncalves, 10

Marau/RS

Fone (54) 3342.9426

@marcos_monteiro_


O momento é

de prevenção!

A Pneumonia

aspirativa

O que vem a ser esse tipo de pneumonia que é cada vez

mais comum na prática clínica? Confira na reportagem

da Fonoaudióloga Maria Luiza Severo Locatelli

Trata-se de um tipo de Pneumonia que acontece

quando há a aspiração, que é a entrada de um

corpo estranho, saliva contaminada e/ou retorno

do alimento do estômago que entra pela traqueia,

indo diretamente para os pulmões instalando-se nos alvéolos

que é o local onde acontecem as trocas gasosas. Quando

o indivíduo não consegue expelir esse resíduo, o mesmo se

acumula no local, causando infecção.

Esse tipo de pneumonia está normalmente associada com

alterações da deglutição, inabilidade do disparo do reflexo,

falta de proteção das vias aéreas inferiores, reflexo de tosse

inadequado. Desta forma costuma acontecer com mais frequência

em bebês, idosos, pessoas que apresentam alguma

doença de base e/ou pessoas que respiram com ajuda de

aparelhos, pessoas debilitadas, hospitalizadas - estes entram

para o grupo de risco, que exigem mais cuidados por apresentarem

um sistema imune muito fragilizado, necessitando

de cuidados de uma equipe multiprofissional. A pneumonia

aspirativa, apesar ter algumas limitações no diagnóstico,

deve ter seu tratamento iniciado rapidamente para prevenir

complicações, sendo que ele é medicamentoso.

Existem fatores de risco de para esse tipo de pneumonia,

nos quais destaco:

• Deglutição prejudicada causada por doença de base,

comprometimento esofágico, ou motor (disfagia, câncer, estenose),

doença pulmonar obstrutiva crônica, extubação da

ventilação mecânica, doenças neurológicas como esclerose

múltipla, parkinson, acidente vascular cerebral, demência

entre outras.

• Rebaixamento da consciência: pertinente com doença

neurológica (acidente vascular cerebral) consumo excessivo

de álcool, uso de medicamentos como sedativos e caso de

cirurgias e anestesia geral.

• Problemas cardíacos, como uma parada, podem causar

aspiração do conteúdo gástrico durante a reanimação.

• Risco de o conteúdo gástrico atingir o pulmão: por refluxo

e/ou alimentação por sonda (principalmente quando associada

a outros fatores de risco, por isso deve ser restrita em

pacientes com demência).

• Reflexo da tosse prejudicado: por medicamentos, consumo

de bebidas alcoólicas, demência, doença neurológica

degenerativa e rebaixamento da consciência.

DIAGNÓSTICO

É difícil diagnosticar esse tipo de pneumonia com exatidão

e, também, de distingui-la de outras síndromes de aspiração

e outros tipos de pneumonias. O diagnóstico deve ser

avaliado em contextos clínicos adequados em pacientes

com risco de aspiração e em exames clínicos e radiográficos

específicos. A doença comumente é aguda, com sintomatologia

em poucas horas ou alguns dias após algum episódio.

Os exames radiográficos contêm infiltrados, que geralmente

são prolixos nos segmentos pulmonares, de acordo

com o agravamento do quadro. Entretanto, a radiografia

de tórax pode ser normal no início da pneumonia. Além

disso, a pessoa acometida de um edema pulmonar causado

por pressão contrária natural a respiração em uma via

aérea fechada após anestesia geral, asfixia ou afogamento,

podem ser confundido com pneumonia aspirativa, por

isso é muito importante ressaltarmos sempre a necessidade

da prevenção dos riscos.

42 | contatovip.com.br


O momento é

de prevenção!

PREVENÇÃO

Nossa prática clínica e hospitalar nos permite algumas

orientações para os cuidadores e/ou equipe de cuidado com

o paciente no campo da prevenção:

• Avaliação da deglutição após acidente vascular cerebral

(AVC) e após extubação por ventilação mecânica

• Higiene oral é imprescindível, com escovação e remoção

de dentes mal mantidos (em caso de CTI a presença de um

dentista é de extrema importância)

• Alimentação em posição semi deitada para pacientes após

AVC e paciente pós-cirúrgicos

• Exercícios de deglutição para pacientes com disfagia.

Para pacientes com distúrbios da deglutição, principalmente

os que apresentam quadros neurológicos é necessária

uma avaliação completa da fala e da deglutição. Devem ser

feitos empenhos para promover a alimentação oral em vez

da enteral, pois o papel das sondas nasogástricas na prevenção

da pneumonia aspirativa ainda é incerto. Recomenda-

-se em alguns casos a alimentação mista até que o paciente

esteja reabilitado em suas funções motoras da deglutição.

O tratamento é medicamentoso com a administração de

antibióticos, nos quais a equipe médica estará apta em saber

qual o tipo de antibioticoterapia combaterá o patógeno sem

prejuízo ao paciente.

Fonte: Conhecimentos essenciais em atender bem em Fonoaudiologia

Hospitalar; Manual Prático de Disfagia Diagnóstico

e Tratamento.

FOTO | DANIEL TATSCH

• Motricidade Orofacial

• Labirintopatias

• Disfagia

• Linguagem

• Saúde do Idoso

• Treinamento Auditivo

• Especialista em Saúde Coletiva

Rua Carlos Barbosa, 288

Carazinho/RS

(54) 98163-5139

contatovip.com.br | 43


O momento é

de prevenção!

ODONTOLOGIA INFANTIL:

prevenção em tempos de pandemia

É importante lembrar que as crianças em

casa se alimentam muitas vezes. Antes de

realizar a higiene bucal, faça os pequenos

sempre lavarem as mãos por no mínimo

20 segundos. Não custa frisar: lavar frequentemente

as mãos é uma das principais

medidas de conter o vírus.

A

pandemia mundial de Covid-19,

decretada pela OMS,

alterou a rotina dos brasileiros,

inclusive das crianças

quanto aos cuidados com a higiene

bucal. Estudos mostram que os fluídos da

boca e do nariz são as maiores fontes de

disseminação de coronavírus, que podem

sobreviver por mais de 24 horas em temperatura

ambiente no metal, vidro, plástico,

inclusive nas superfícies plásticas da

cabeça da escova, cabo e cerdas de nylon,

tornando um local perfeito para encontrar

esse vírus, além da gripe comum,

herpes bucal, entre outros. A saliva abriga

inúmeras bactérias, o que faz com que

a boca seja um ambiente favorável para a

proliferação e crescimento de outros microrganismos,

como o coronavírus. Além

disso, a falta de higiene e saúde bucal

pode fazer com que a imunidade fique

baixa, aumentando os riscos de infecções

e lesões em boca.

As crianças têm sido pouco afetadas pela

doença, tanto em relação ao número de

casos quanto em relação à gravidade,

porém não está claro para os pesquisadores

se a baixa incidência é devido a fatores

relacionados ao próprio vírus, que poderia

estar causando doença pouco agressiva e

não diagnosticada, ou a questões ambientais,

uma vez que a epidemia começou

no período de férias e as aulas não foram

reiniciadas, o que reduz o risco de transmissão

nesta população. No entanto, não

é possível concluir que as crianças estejam

protegidas, portanto é importante seguir

as medidas de prevenção recomendadas

para as infecções respiratórias.

Após a escovação lave a escova em água

corrente, garantindo a remoção dos resíduos

que sobram da escovação, não devemos

enxugar na toalha que utilizamos para

enxugaras mãos e o rosto, local com bactérias,

que podemos transferir para a escova

dental. Borrifar álcool a 70% ou água

oxigenada a 0,5% sobre toda superfície da

escova (cabeça, cerdas e cabo), por 1 (um)

minuto, pois o vírus tem baixa resistência

a essas substâncias desinfetantes e após, lavagem

em água corrente. Troque a escova

de dente regularmente (a cada dois ou três

meses), assim que você perceber sinais de

desgaste das cerdas, ou ainda se aparecer

sinais de gripe ou resfriado. Não empreste

a escova de dente para outra pessoa, mesmo

sendo da família - uso individual.

Nesse tempo, e como deveria ser sempre,

mantenha sua higiene bucal em dia,

diminua os doces e açúcares das crianças

e em hipótese alguma deixe-os irem para

a cama sem escovar os dentes, e não se

esqueça do fio dental. Faça isso por você,

faça isso por sua criança. Faça isso se

você tiver um idoso para cuidar. Tudo

isso vai passar!

Cirurgiã Dentista CRO 9989

Especialista em Pacientes com necessidades especiais

Carazinho: Rua Cipriano Ribeiro da Luz, 106

Sala 603 - Centro- Carazinho/RS

(54) 3331-4693 | (54) 99175-6146

Soledade: Av. Júlio de Castilhos, 860 - Sala 104

Edifício Elise (Consultório Dra. Fátima Borges de

Camargo) - (54) 3381-1512

Número pessoal: (54) 99976-4064

alerechodonto@hotmail.com

draalessandrarech

FOTO | DANIEL TATSCH

Atendimento Domiciliar (Home Care)

e Atendimento em Ambiente Hospitalar.


A Dental Magna é uma empresa especializada

na comercialização de equipamentos e materiais

odontológicos.

Trabalha com as principais marcas do mercado,

distribuindo a seus clientes, produtos e serviços

de qualidade, com valores competitivos. Tem em

seu portfólio a linha completa para atender as

necessidades dos profissionais de odontologia,

dentre elas: cadeiras odontológicas, periféricos,

equipamentos e materiais de consumo.

A Dental Magna é revenda autorizada das

marcas Kavo Kerr, líder mundial no segmento de

Odontologia, e Olsen, empresa brasileira presente

em mais de 100 países.

A Dental Magna conta, em sua equipe, com

profissionais com know-how no segmento, os

quais estão em constante atualização trazendo

para seus clientes, lançamentos e inovações na

área de odontológica.

A busca constante pela excelência está no DNA

da Dental Magna, que se dedica a proporcionar

a melhor experiência a seus clientes, desde o

primeiro contato até o pós-vendas. A Dental Magna

está em novas instalações, onde foi projetado

um espaço para realização de cursos rápidos

(hands-on) para que dentistas e estudantes de

odontologia conheçam e manuseiem materiais

e equipamentos disponíveis no mercado,

especialmente lançamentos, proporcionando

maior segurança no uso dos mesmos.

“Queremos proporcionar a

melhor experiência, porque

assim como você, somos

apaixonados pela odontologia!”

A Dental Magna encontra-se em novo endereço,

em um espaço amplo, moderno e de fácil acesso,

localizada na Rua Quinze de Novembro, 750, sala

01, Centro - próximo ao HSVP.

DENTAL MAGNA

Produtos Odontológicos

Endodontia | Implantodontia | Harmonização

Orofacial | Clínica Geral | Dentística

Rua XV de Novembro, 750 - Sala 01 - Centro

Próximo ao HSVP - Passo Fundo/RS

Fone (54) 3622.1003 (54) 99960.5177

/Dental Magna

@dentalmagna.pf


O momento é

de prevenção!

AMAMENTAÇÃO:

sinônimo de imunidade, vínculo e amor

Muitos consideram o leite

materno a bebida mais

valiosa do mundo. Isso

porque os seus benefícios

são inúmeros, tanto para o bebê quanto

para a mãe. O bebê que recebe o leite,

desde o colostro, não se beneficia somente

com o alimento. Ele recebe imunidade

e o ato de mamar ajuda na diminuição

de problemas respiratórios, alergias, auxilia

também na regularização e na parte

motora dos músculos da face. A médica

ginecologista e obstetra Nathália Pacheco

também acrescenta que existem cada

vez mais estudos que relacionam maiores

médias de QI em bebês amamentados

no seio. Para as mães, além de criar um

vínculo muito mais forte com o bebê,

também existe o fator da praticidade,

pois não é preciso aquecer o leite e nem

mesmo utilizar mamadeiras ao dar de

mamar no peito – sem falar que o leite

materno é de graça! Os estudos também

têm mostrado uma redução nos índices

de câncer de mama nas mulheres que

amamentam. “Outro fator que atrai muito

as mães é o fato de a amamentação

ajudar na perda de peso após a gestação,

pois amamentar é um exercício físico e

auxilia as mulheres a retornar seu peso

normal de forma muito mais rápida”,

complementa Dra. Nathália.

Do outro lado dos benefícios da amamentação

existe um mito que a sociedade ainda

custa a deixar de lado: o de que amamentar

é fisiológico e instintivo – o que não é

verdade. “Nem a mãe sabe amamentar e

nem o bebê sabe mamar ao nascer. Esse é

um aprendizado de ambos, que necessita

de muito estudo pela mãe. As pacientes

perguntam muito sobre os preparativos, o

que é preciso fazer na mama, se é necessário

estimular o peito, passar pomadas ou

cremes... Mas o que precisamos de verdade

é nos informar a respeito da amamentação,

pois assim, no momento em que a mãe

estiver estressada, com o bebê chorando, ela

terá tranquilidade para passar por esse momento

e para confiar no seu corpo”, indica.

Percebendo os medos e ansiedade das

mães de primeira viagem, a Dra. Nathália

passou a oferecer às suas pacientes,

durante o pré-natal, uma consultoria em

amamentação com a enfermeira obstétrica

Carla Zorzo. “Ela conversa com as mães

para tirar as dúvidas sobre os primeiros

cuidados com o bebê e sobre a amamentação.

Quando o bebê nasce a enfermeira

também faz uma visita para auxiliar a

mãe a amamentar, afinal, a teoria é muito

bonita, mas na prática precisamos de

auxílio para que tudo se encaixe e para

que evitemos problemas como fissuras,

dor, abcessos, que podem cursar durante a

amamentação. Percebemos um índice muito

maior de pacientes amamentando, e por

muito mais tempo, depois que iniciamos

essa prática no pré-natal”, salienta.

Ao amamentar é importante que a mãe

escolha um ambiente tranquilo, sem muito

barulho e estímulos para o bebê. Ela também

deve prestar atenção a sua postura,

levando o bebê ao encontro da mama. “Na

intenção de ajudar o bebê acabamos nos

posicionando de forma errada e isso pode

acabar resultando em dores na coluna e

problemas como tendinite. Também passei

por isso quando fui mãe, mas precisamos

nos lembrar de primeiro estarmos

confortáveis e bem posicionadas para

então trazer o bebê ao encontro do seio”,

compartilha Dra. Nathália.

Uma dúvida bem comum das mães é: por

quanto tempo amamentar? Porém, não

existe um tempo certo sobre a duração

da amamentação. O Ministério da Saúde

preconiza que seja feita amamentação

exclusiva até os 6 meses e que depois disso

se inicie a introdução alimentar. “Quando

a amamentação é prolongada, os seus

benefícios também são! Entretanto, a

amamentação deve durar até o momento

em que seja boa para mãe e para o bebê”,

finaliza Dra. Nathália.

Rua Cipriano Ribeiro da Luz, 106 - Sala 302

Centro Profissional Planalto - Carazinho/RS

nathaliaconsultorio@gmail.com

(54) 3331.6391

FOTO | DANIEL TATSCH

46 | contatovip.com.br


Botox (remoção pés de galinha ao redor dos olhos)

Botox (toxina botulínica testa)

Preenchimento bigode chinês

Rinomodelação

• Harmonização Facial

A nova especialidade odontológica trata-se de harmonizar

os terços da face devolvendo a autoestima e a função ao

paciente, perdidas no decorrer do passar dos anos.

• Toxina Botulínica

- Ameniza as rugas de expressão da testa (músculos frontais,

prócero e corrugadores; e na região ao redor dos olhos (os

chamados pés de galinha).

- Também indicado para bruxismo, pois paralisa o músculo

masseter aliviando o apertamento dentário.

- Serve para correção do sorriso gengival

- Duração de 4 a 6 meses

- Marcas usadas : Allergan, Dysport e Botulift

• Ácido Hialurônico

- Serve para preencher as regiões do bigode chinês

- Aumentar volume dos lábios superior e inferior

- Corrigir as rugas acima dos lábios provocadas pelo uso

contínuo do chimarrão e outros

- Rugas abaixo da comissura bucal chamadas marionete

- Sculptra para harmonizar volume das maçãs do rosto e

bochechas finas

- Correção das Olheiras

• Rinomodelação

- Afinar o nariz e levantar a ponta

- Duração do produto: 1 ano e meio a 2 anos

- Marcas usadas : Teosyal, Rennova

Ácido Deoxicólico: Utilizado para diminuir o volume da

papada e harmonizar. Produto Utilizado: Biometil

Dra Andréa Martinez Gobbi - CRO/RS 15362

Especialista e Mestre em Ortodontia;

Especialista em Prótese Dentária e Harmonização Facial.

Rua Alexandre da Mota 723 - Sala 1 D - Carazinho/RS

FOTO | DANIEL TATSCH

Fone (54) 3329.2970 (54) 98161.1806


O momento é

de prevenção!

Como prevenir

doenças reumáticas

Poucas pessoas sabem, mas as doenças reumáticas

não acometem apenas a população idosa,

elas podem ser identificadas muito antes da fase

adulta e do avanço da doença. Este é um alerta

para a necessidade de conscientização sobre o reumatismo,

doença que afeta aproximadamente 12 milhões de

brasileiros. O dia 30 de outubro é lembrado como Dia

Nacional de Luta contra a doença.

O primeiro modo para prevenir doenças reumáticas é evitando

os fatores considerados de risco, que podem causar

ou agravar o quadro de dor. Conheça quais são eles:

Devido ao seu caráter debilitante e crônico, muitas pessoas

se questionam se é possível prevenir doenças reumáticas.

Como existem mais de 100 tipos de doenças reumáticas,

não podemos apresentar uma resposta fechada. O

que é possível afirmar é que a prevenção é fundamental

para controlar o desenvolvimento das doenças reumáticas.

Confira o porquê!

A predisposição

genética

como fator de risco

• Cigarro;

• Traumatismo;

• Obesidade;

• Sedentarismo;

• Estresse;

• Situações que gerem ansiedade;

• Alterações climáticas bruscas e exposição a temperaturas

extremas;

• Alimentação rica em alimentos inflamatórios, como

gorduras, açúcar, sal e embutidos.

• Ingestão de bebidas alcoólicas em excesso;

• Contato com substâncias químicas como solventes

orgânicos;

• Exposição ambiental a pó de pedra ou de areia;

• Má higiene oral e acúmulo de “tártaro” dentário;

• Exposição excessiva ao sol.

O que ocorre é que as doenças reumáticas estão relacionadas

com um padrão genético herdado, ou seja, a pessoa já

nasce com essa predisposição. Por outro lado, mesmo não

sendo possível evitar o seu surgimento, o fator genético

pode ser o primeiro sinal de alerta para aquelas pessoas

que já tiveram familiares diagnosticados com alguma

doença reumática.

É válido destacar que grande parte dos distúrbios reumáticos

ainda não teve a sua causa descoberta, o que dificulta

que os profissionais consigam definir alternativas eficazes

de prevenção. Mas, com ou sem predisposição genética,

a recomendação é manter uma série de hábitos saudáveis

e ficar atento aos fatores de risco e seus sintomas, para

buscar o diagnóstico precoce.

48 | contatovip.com.br


O momento é

de prevenção!

O segundo modo é conhecido como prevenção secundária,

ou seja, quando o paciente apresenta os primeiros

sintomas da doença e imediatamente inicia o tratamento

para bloquear o seu avanço.

Segundo o Ministério da Saúde, uma das vantagens do

reumatismo em relação a doenças ditas silenciosas, como

diabetes e hipertensão, é que ele pode ser facilmente diagnosticado

pelo próprio paciente.

Para isso, é importante ficar atento a alguns sinais característicos

do problema, como:

• Dores ao estender o braço sobre a cabeça;

• Rigidez nas articulações ao acordar;

• Redução na flexibilidade da coluna;

• Fadiga fraqueza muscular;

• Dificuldade para se movimentar.

Principais medidas preventivas

1) Pratique exercício físico

Caso a enfermidade seja diagnosticada logo no início

e o paciente comece o tratamento adequado, é possível

conter o avanço da doença, possibilitar que a pessoa leve

uma vida normal e, principalmente, reduzir as chances de

gerar incapacidade física.

Para isso, porém, é fundamental procurar a ajuda do

reumatologista, profissional especializado na saúde do

aparelho locomotor.

Thais Rohde Pavan

Reumatologista

CREMERS 33626

• Mestre em Medicina, Ciências

Médicas, pela UFRGS/2014-2016.

• Professora da Disciplina

de Reumatologia da UPF.

• Professora da Disciplina

de Reumatologia da IMED.

• Preceptora da Residência

de Clínica Médica do Hospital

de Clínicas de Passo Fundo.

thaisrohdepavan@gmail.com

Atendimento: Passo Fundo

Rua Uruguai, 1570 – sala 604

(54) 3312-6505 | 3581-4303

De acordo com a Sociedade Brasileira

de Reumatologia, quem possui doenças

reumáticas, como artrite, por exemplo,

deve realizar exercícios regulares. Além

de melhorar a condição aeróbica, eles

aumentam a força muscular, a resistência

e a flexibilidade, fatores que facilitam a

realização das tarefas do dia a dia.

2 Adote uma dieta equilibrada, sugere-se:

• Aumentar o consumo de alimentos

antioxidantes, como frutas de casca roxa e

vegetais;

• Evitar o excesso de calorias e gorduras;

• Consumir uma quantidade moderada de

proteínas, e dar preferência ao peixe, fonte

de ômega-3 e ômega-6;

ingerir alimentos ricos em cálcio, como

couve, chia, leite e seus derivados.

Além dessas dicas, outras medidas preventivas essenciais

são:

• Evitar o tabaco e álcool em excesso;

• Utilizar calçados adequados;

• Cuidar da postura física;

• Evitar esforços excessivos;

• Realizar atividades lúdicas e/ou de espiritualidade

Para auxiliar no diagnóstico precoce e evitar as complicações

da doença, não ignore a presença da dor.

Procure a ajuda de um médico e dê a atenção que o

seu corpo merece!

FOTO | DANIEL TATSCH


VIP | Saúde

A FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO

TEM COMPROMISSO COM A

SAÚDE DA POPULAÇÃO

A

imprensa noticiou a primeira

confirmação de contaminação

por coronavírus no Brasil nos

últimos dias de fevereiro. A

partir dali, todos sabiam que haveria uma

mudança profunda no cotidiano do país,

mas dificilmente tinha-se ideia da extensão

do impacto que a pandemia traria.

Quase toda a sociedade se fechou em casa,

empresas se adaptaram para o trabalho

remoto, as ruas se esvaziaram e restaram

de portas abertas exclusivamente os

estabelecimentos considerados essenciais.

Não é à toa que as farmácias de manipulação

seguem abertas e funcionando. Seguir

aberto, no entanto, não significa seguir

como antes. Métodos de trabalho, relações

com os colaboradores e fornecedores,

comunicação com clientes, prescritores e

a sociedade em geral, quase tudo precisou

ser revisto.

O Brasil tem cerca de 8.000 farmácias de

manipulação distribuídas pelo território

nacional e todas elas contam com farmacêuticos

à disposição dos médicos e da

população. Nosso papel, nesse momento

de mobilização mundial, foi apoiar os

profissionais de saúde para buscar soluções

alternativas sempre que necessário, garantindo

a continuidade dos tratamentos.

A contribuição das farmácias de manipulação

foi relevante nos casos de realizar

ajuste de dose, associação de insumos

ativos e preparo de formas farmacêuticas

diferenciadas.

Os diversos setores da saúde trabalharam

e estão trabalhando de forma colaborativa

com o objetivo de amparar a sociedade

com foco no controle e redução de danos

da pandemia. A Farmácia de manipulação

tem compromisso com a saúde da população

da sua comunidade, manipulando

formulas personalizadas.

50 | contatovip.com.br


VIP | Saúde

Manipulação:

(54) 3331.8415 | (54) 3331.8323

(54) 99685.4117

Carazinho/RS

contatovip.com.br | 51


CADA CASAL CONSTRÓI

a sua história sexual

A

sexualidade de cada pessoa

está ligada à sua identidade e

às suas experiências de afeto e

contato físico. Então, quando

pensamos em um casal, logo vemos duas

pessoas com suas bagagens emocionais e

sexuais que se encontram e se desencontram

num processo de identificação e de

estranheza.

Como pode dar certo uma vida sexual

saudável e prazerosa se cada um tem

suas crenças, preferências, jeitos, desejos,

medos, vergonhas, fantasias? Isso vai

depender de como este casal constrói seu

relacionamento afetivo e sexual. Todo

indivíduo sofre influências familiares e

sociais na formação da sua sexualidade,

e observando nossa cultura vemos as

consequências de uma longa história de

repressão sexual e de tentativa de normatização

da prática sexual.

Essa tentativa de normatização acabou

causando um sofrimento desnecessário

nos casais, que ficam tentando alcançar

uma performance sexual lida nos livros,

assistida nos filmes, séries ou novelas, de

perfeição e de combinação total do casal.

Mas muitos casais reclamam que a intimidade

não funciona como gostariam,

que se sentem desconfortáveis, inseguros

e, ainda, a maioria conta a dificuldade de

comunicação entre si.

Para uma intimidade sexual saudável, o

casal precisa desenvolver um sentimento

de afeto e de confiança, que, como o

título menciona, será construído por este

casal. Mesmo quando uma pessoa já teve

um relacionamento saudável e agradável,

mas que acabou, construirá um novo

relacionamento que vai depender 50%

dela e 50% da parceria.

Os casais devem investir, então, num

diálogo onde possam repartir suas ideias

a cerca da sua sexualidade, suas angústias,

seus desejos, sua forma de excitação.

Muitas vezes, quando este diálogo se dá

em psicoterapia, cada um se dá conta

que tinha anseios parecidos com os da

parceria.

Afinal, sexo precisa ser visto realmente

como prazeroso, sem obrigações ou sofrimento.

Precisa ser vivido de forma leve,

que una o casal, mesmo que seja para

rir de alguma bobagem que fizeram ou

disseram.Tornar o sexo uma brincadeira,

um momento de descontração e carinho,

muitas vezes, se faz mais importante que

desempenhar uma performance.

Pense nisso e se divirta

com quem você ama!

Ângela Grubel Bandeira

Psicóloga - CRP 07/12420

Especialista em Sexualidade Humana

e Terapia de Casal e Família

Rua Venâncio Aires, 785 - Sala 309

Ed. 25 de Julho

(anexo a Caixa Federal)

Carazinho/RS

Fone (54) 99131.5748

52 | contatovip.com.br


Crise, Resiliência

e Autoconhecimento

Vivemos tempos antes impensáveis. Nem em

nossos mais imaginativos dias cogitamos o

cenário atual em nossas vidas. Em diferentes

contextos pessoais e profissionais todos nós

fomos confrontados com as novas vivências decorrentes

da pandemia do Coronavírus. Algo que se impôs para

além de nossos desejos, temores e, muitas vezes, possibilidades

psíquicas.

Como você tem se sentido? O que tem percebido sobre

suas reações e possibilidades comportamentais? E o que

percebe das pessoas a sua volta?

Também o momento nos convida ao acolhimento e escuta

de nós mesmos, de nossa humanidade e verdadeiro eu.

Somos sempre fortes? Temos o direito à fragilidade? Somos

mais fortes do que pensamos? Momento de fortalecer

nossa resiliência através da capacidade de nos responsabilizarmos

individualmente por nós mesmos, fazendo escolhas

mais saudáveis nestes tempos de afastamento social e

cuidados. Resiliência também se desenvolve no enfrentamento

cuidadoso de nossas fragilidades e possibilidades.

Quem sabe não seja este, também, um importante espaço

para avaliarmos nosso real tamanho e acolhermos a nós

mesmos de uma forma mais realista e cuidadosa?

Muito já vem sendo falado e pensado sobre o atual contexto

e as emoções. Mas te convido aqui para refletirmos

sobre as possibilidades individuas de enfrentamento dos

desafios e a capacidade de resiliência de cada um.

Todos nós nos organizamos em função de nossas histórias

de vida. Viemos nos constituindo como sujeitos únicos.

Tudo isto decorrente das nossas experiências de cuidado,

nossos modelos familiares, desafios e possibilidades.

A partir daí constitui-se nosso aparato psíquico, nossos

repertórios de defesa diante das crises.

FOTO | CATIANE TREVISAN

Neste contexto de pandemia, nossas defesas entram em

ação acionadas pela avalanche incontida de fatos, temores

e desafios. Alguns lançam mão de defesas mais primitivas

ou infantis, negando a real gravidade por medo de enfrentá-la.

Outros mergulham e disseminam excessivo pânico.

Seja qual for a sua reação neste contexto, ela sempre será

um convite ao autoconhecimento e às possibilidades de

fortalecimento de quem somos e podemos nos tornar

diante das crises, esta em especial.

Psicóloga com Formação em Abordagem

Sistêmica de Casais Famílias e Indivíduos

Mestre em Psicopatologia e Psicologia Clínica

Av. Pátria, 761, sala 302 - Centro

Carazinho/RS - Fone (54) 99995.7788

Valéska M.S. Walber

CRP 07-06407

contatovip.com.br | 53


Lidando com sentimentos difíceis

Frente ao atual período conturbado,

pontuado por incertezas

e imprevisibilidades as emoções

ficam a “flor da pele”, ou seja,

as emoções superam a razão. Antes de

falar mais sobre as emoções é importante

lembrar sobre a analogia da máscara de

oxigênio, quando viajamos de avião os comissários

indicam: “Em caso de despressurização

as máscaras de oxigênio cairão

automaticamente. Caso esteja acompanhado

de alguém que necessite de sua ajuda,

coloque sua máscara primeiro para em seguida

ajudá-lo.” Se colocarmos a máscara

primeiro no filho (ou em qualquer outra

pessoa), quando formos colocar em nós

mesmos é provável que fiquemos sem ar,

e bem… talvez seja tarde, então fica a pergunta:

Quem vai tomar conta da criança?

Então o que pode ser feito? Aprender e

ensinar as pessoas de convívio a vivenciar

as emoções de uma maneira funcional. A

aprendizagem por observação é uma das

três formas de aprendizado. A criança pequena

imita comportamentos adequados

ou inadequados, sem pensar nas consequências

do seu comportamento. Como

os pais são uma forte referência para a

criança, ela poderá entender que o comportamento

dos seus pais seja um referencial

a ser seguido. Por isso é importante

falar sobre o que está sentindo no dia a dia

e não esconder o que sente como se fosse

algo vergonhoso ou feio. É importante os

pais agirem de acordo com o que ensinam

para os filhos. O exemplo fala mais alto

Tristeza Uma perda significativa Cuidado/compaixão consigo mesmo e com

outros; Necessidade de se ajustar e se adaptar

à perda

Raiva Dano ou injustiça Proteger a si mesmo ou a entes queridos;

Necessidade de lutar por seus direitos

Ansiedade/Medo

Culpa/Vergonha

54 | contatovip.com.br

Perigo – real ou

percebido

Um erro ou mal

foi cometido

que as próprias palavras. A partir do momento

em que os pais se autoconhecem,

podem estar mais atentos aos modelos que

estão passando para os filhos.

Compartilho a seguir alguns trechos do

Instrumento desenvolvido por Kingsley

Mudd (http://contextualscience.org/),

que sugere como enfrentar sentimentos

difíceis. Goste ou não, sentimentos

difíceis/dolorosos são uma experiência

humana universal e a maioria de nós se

encontra lutando contra ou tentando se

livrar desses sentimentos com uma certa

regularidade. Existe um pressuposto

não-declarado de que felicidade significa

sentir-se bem o tempo todo e, se não estamos

nos sentindo bem, concluímos então

somos defeituosos de alguma forma. Infelizmente,

nossos esforços para evitar ou

nos livrar de sentimentos desagradáveis

tendem a ser um tiro pela culatra e, no fim

das contas, geram mais sofrimento.

Uma maneira mais produtiva de lidar com

sentimentos difíceis é vê-los como “mensageiros”

– como um sistema de alarme,

primitivo e construído pela evolução, que

nos alerta sobre o fato de que algo “não

está certo” com o nosso mundo e que uma

ação imediata talvez seja exigida para

enfrentar a situação! As emoções também

podem servir para nos lembrar do que

realmente valorizamos em relação a uma

situação em particular ou à vida em geral.

A tabela a seguir ilustra brevemente esse

conceito:

Emoção/Sentimento Gatilho/Mensagem Valor/Ação

Se o perigo for real – defender-se ou fugir!

Se o perigo for percebido, parar por um

momento para considerar respostas adequadas!

Refletir sobre e aprender com o evento; Pedir

desculpas?; Fazer melhor na próxima vez!

Nojo Algo tóxico/contagioso É necessário cuidado; garantir a segurança!

No site da Revista Contato VIP

você continua lendo sobre o

tema e encontra uma técnica

de Mindfulness, que ajuda

a melhorar a habilidade

de lidar efetivamente com

sentimentos difíceis.

Cla

Vr

PSICOLOGIA E NEUROPSICOLOGIA CRP 07 14.855

Mestre em Cognição Humana.

Especialista

em Neuropsilogia. Formação em TCC

infancia/adolescência.

Av. Brasil Oeste, 560 - Sala 1701

Ed. Offices Bella Citta - Centro

Passo Fundo/RS.

cibila.vieira

psicologacibilavieira

(54) 99626-1028

(Agendamento das 8 às 18hs)

cibila@terra.com.br

I

I

FOTO | DANIEL TATSCH


O que podemos chamar de

família?

"A ideia do fim definitivo da família é uma fantasia que existe desde sempre”

Elisabeth Roudinesco

Um dos grandes desafios atuais é o surgimento de

novas configurações familiares ou novos arranjos

ou novas famílias. São novas formas de ligações

afetivas entre sujeitos que se diferenciam da família

dos padrões tradicionais. Temos as famílias

monoparentais formada por qualquer um dos pais

e seus descendentes. Famílias homoparentais

quando os pais são do mesmo sexo; famílias

adotivas quando a criança não é filha biológica dos

pais; famílias compostas por pessoas transgeneros.

Por sua vez, família reconstituída, também chamada

de família recomposta ou pluriparental, é aquela

estrutura familiar originada do casamento ou união

estável de um casal, na qual um ou ambos de seus

membros têm um ou vários filhos de relações

anteriores e surge então a chance de formação de

uma nova família. Já a família temporária é uma

medida protetiva excepcional e temporária, ou seja,

tem prazo determinado e a família anaparental,

família sem pais formada apenas por irmãos.

Sendo assim, a psicanálise aponta para a função

materna e paterna sem a necessidade do biológico.

A relação consanguínea não é determinante para

que os pais exerçam as funções emocionais

necessárias para o desenvolvimento da criança.

Estas funções requerem dos pais um desejo pela

criança. Isto é muito diferente de desejo pela

paternidade ou pela maternidade (Aulagnier, 1979).

Desejar ser pai ou mãe é muito diferente de desejar

ter um filho.

Freud em O Mal-Estar da Civilização (1930) já

comentava que para o bem da civilização o

indivíduo é oprimido em suas pulsões e vive em

mal-estar; que pode existir um choque entre o

desejo da individualidade e as expectativas do

grupo social.

Todos nós, humanos que somos, temos a tendência

a rejeitar o novo e o estranho. Tudo o que não nos é

familiar nos provoca reações de expulsão e

condenação. Como transformar em familiar estas

famílias estranhas? Estranhas porque não as

conhecemos no seu funcionamento e podemos vir a

conhecer e aceitar ou “estranhas” porque não

conseguimos permitir que o diferente seja

modificado e mantemos o preconceito e a rigidez

denunciando a incapacidade da mudança e a

manutenção do mal-estar?

Z i l Á M A l l M A N N

P S I C A N A L I S T A

A v . P á t r i a 7 6 1 - s a l a 4 0 4 - E d . M o n t ’ S e r r a t - C a r a z i n h o / ( 5 4 ) 9 9 9 4 9 - 5 8 5 6


Acontece na saúde

Nova

Diretoria

Unimed

Planalto

Médio

Eleita nova diretoria para

gestão 2021/2023 da AMEPLAN

A Associação Médica do Planalto – AMEPLAN realizou eleição da

Diretoria Executiva, gestão 2021/2023, em 27 de agosto de 2020. A

nova diretoria eleita está assim composta: Presidente Cristine Pilati

Pileggi Castro; Dir. Administrativo João Isidro Fracasso; Dir. Financeiro

Geraldo Scussel; Dir. Relações Públicas e Sociais Sabrina Frighetto

Henrich;Dir. Científico Vinícius Buaes Dal Maso; Dir. Normas Alison

Blum Saraiva; Dir. Exercício Profissional Gilberto Matos do Nascimento;

Dir. Assuntos Comunitários José Ribamar Saraiva Júnior; Conselho

Editorial Jorge Roberto Marcante Carlotto, Júlia Cremona Cadore e

Lina Rosa Dal Moro Maito.

A partir da eleição ocorrida no

dia 20 de julho de 2020, tomou

posse a nova Diretoria da Unimed

Planalto Médio, no dia 4 de agosto.

O Presidente eleito para a Gestão

2020/2023 é o médico Dr. Francisco

José dos Santos Neto (na foto, ao

lado da esposa Ivana Gradaschi), e

tem como seu Vice-Presidente o Dr.

Luiz Antônio Sagebin Albuquerque.

Na foto, alguns dos membros da Diretoria durante o Jantar

em Comemoração ao dia do médico, realizado em 2019.

Crediplan

em nova

sede

No dia 1º de setembro foi oficialmente inaugurada a

nova sede da Crediplan. Após uma importante reforma

de modernização, a sede foi completamente modificada,

ficando mais prática e confortável. Em função da pandemia

e para evitar aglomerações, a inauguração foi simbólica,

apenas com alguns membros do conselho. A Crediplan

convida você a conhecer este novo espaço, sempre

seguindo todos os protocolos de segurança.

56 | contatovip.com.br


noiva

noiva

Ser

é lembrar que a

felicidade

está apenas

comecando...

Através de tratamentos

pensados especificamente

para cada mulher, Samoa

ressalta a beleza da noiva

para que ela esteja radiante

em seu grande dia.

Vestido e terno: Estilo Noivas Passo Fundo

Make-up: Vanessa Hassan

Cabelo da noiva: Vanessa Eli

Buquê da noiva: Floricultura Passo Verde

Veraneio (carro do cenário):

Aluguel de Carros Clássicos

Modelos: Aninha Gasparin e Felipe Haeffner

Fotos: Josiel

54 3601-5114 | 54 99191-0720

samoabeleza@gmail.com

Rua Lava Pés, nº 1155

(Em frente ao Villa Vergueiro Hotel)

Centro – Passo Fundo/RS

/SamoaEspaçodeBeleza


Acontece na saúde

HSVP inaugura Serviço de

Pediatria da Unidade Uruguai

No mês de julho, o Hospital São

Vicente de Paulo inaugurou através

de uma live o Serviço de Pediatria

da Unidade Uruguai. O espaço, que

atende pacientes da rede particular

e de planos de saúde, foi estruturado

para oferecer um atendimento

completo, qualificado, além de lúdico,

para acolher pais e mães e humanizar

o cuidado as crianças. “Estamos

enfrentando grandes dificuldades,

mas mesmo assim, graças ao nosso

grupo de trabalho, aos colaboradores,

temos sempre um pouco mais a dar,

e buscamos sempre mais e melhores

serviços à população. Por isso, a

entrega desse espaço é também um

sinal de luta e esperança”, enalteceu

Dr. José Miguel Rodrigues da Silva

presidente do HSVP, que ainda,

destacou o orgulho e alegria dos

Vicentinos com mais essa conquista.

“O Hospital nasceu com a missão de

cuidar da saúde e da vida das pessoas

e entregar para a comunidade este

Serviço de Pediatria significa que

estamos seguindo nesse propósito”.

58 | contatovip.com.br


COOPERAR

NOS FAZ

GRANDES.

Vivemos do campo e sabemos o tamanho dessa missão. Sejam quais forem

as condições do tempo ou da economia, nós estaremos lá. Semeando a

terra, tratando o rebanho e cumprindo com amor o trabalho de alimentar,

vestir e abastecer o mundo. Mas essa é uma tarefa que não se faz sozinho.

É preciso unir forças para, juntos, superarmos os desafios de produzir

ainda mais e melhor. Se hoje cultivamos o nosso futuro, é porque amanhã

ele nos devolverá em frutos e orgulho. Somos fortes porque somos unidos.

Somos unidos porque somos cooperados. E é isso que nos torna grandes.


Serviços

corporativos

CONECTIVIDADE PROFISSIONAL

PARA A SUA EMPRESA

IP

DEDICADO

PLATAFORMA DE

SERVIÇO SIP/VOIP

TRANSPORTE

LAN TO LAN

PASSO FUNDO (54) 3329-0300

AV. GENERAL NETTO, 798

www.seanet.com.br

seanetrs

More magazines by this user
Similar magazines