Revista Contato VIP Medicina e Saúde - Outubro de 2020 - Carazinho/RS

Contatovipoutubro2020

Confira na íntegra a edição de outubro da Revista Contato VIP Medicina e Saúde, que traz reportagens especiais sobre a profissão de médicos e dentistas.




CARTA DA EDITORA

Outubro é o mês da saúde

O mês de outubro é por excelência o mês da Saúde. É no mês de outubro

que comemoramos o Dia do Médico (18), o Dia do Dentista (25), temos

a campanha de prevenção contra o câncer de mama e ainda, neste ano

comemoramos a recuperação de pacientes acometidos pela Covid 19.

Sobre o Dia do Médico apresentamos nesta edição a série Médicos que

Inspiram. A começar pela nossa capa, onde os jovens médicos Rafaela

Lazzari Pietroski e Diego Mattioni Maturana, proprietários da Gastro

Clínica, demonstram todo o seu amor pela profissão, traduzido em cuidados

com o paciente, conhecimento avançado para proporcionar o melhor

tratamento e respeito à individualidade de cada um. Outros médicos

também nos inspiram, tendo todos em comum a dedicação à preservação

da qualidade de vida e a vocação que os fazem imprescindíveis nas várias

etapas de nossas vidas.

Especialistas em Sorriso é a série em homenagem aos profissionais da

Odontologia, que se dedicam a proporcionar o que há de melhor e mais

inovador para preservar e melhorar, não só a estética, mas principalmente

a função do sorriso, proporcionando o bem-estar e elevando a autoestima

dos pacientes.

Outubro novamente se veste de rosa para lembrar sobre a prevenção da

doença que mais mata mulheres no Brasil. A boa notícia é que a mulher

tem garantida a possibilidade da reconstrução mamária, o que ajuda a

superar o trauma da perda da mama e melhora sua autoestima após o

tratamento.

Rosemara Toledo

Jornalista DRT/RS 12763

Sócia-proprietária da editora

Contato Comunicações Ltda.

Foto: Cristiani Lauxen

Há luz no fim do túnel. Há cura para a maioria dos pacientes que passam

pela Covid 19. Nesta edição vamos conhecer três casos, considerados

atípicos, e que tiveram um final feliz. Mas a pandemia não passou. E,

enquanto a vacina não vem, vamos fazendo a nossa parte, seguindo

com os cuidados necessários para preservar a nossa saúde e a de nossos

semelhantes.

Saúde e boa leitura.

Até a próxima.

Medicina & Saúde

Ano XXV - Outubro de 2020

Av. Flores da Cunha, 1663, Sala 101

Ed. Agenello Senger - Carazinho/RS

Fone (54) 3330-1529

vip@contatovip.com.br | contatovip.com.br

Contato VIP é uma publicação da Contato

Comunicações Ltda. Empresa fundada em

15 de julho de 1988, por Sideno João Docena

(In Memorian)

Direção:

Rosemara Toledo

Rg. DRT/RS 12763

Jornalismo:

Camila Toledo Docena DRT/RS 18547

Lavínia Eduarda Fritzen (estagiária)

Editoração Gráfica:

Juliano Graebin

Departamento Comercial:

Carla Oliveira Tatsch

Luciano Baumgardt

Impressão:

Gráfica Sanini

A revista não se responsabiliza por

conceitos e opiniões emitidas em

colunas assinadas e materiais divulgados

em anúncios publicitários.

4 | contatovip.com.br


AS MELHORES MARCAS EM UM SÓ LUGAR!

COMPRE ON-LINE

www.loja.donjuanmodahomem.com.br

Rua Flores da Cunha, 1208

(54) 3330.1452 (54) 99675.1452

Av. Julio Borella, 1449

(54) 3342.6473

(54) 99269 4008

Rua Morom, 1744

(54) 3311.4237

Rua Morom, 1401

(54) 3313.6599

Bella Città Shopping

Térreo - (54) 3601.4145

Passo Fundo Shopping

Piso 2 - (54) 3601.1531

(54) 99637 6384

donjuanmodahomem.com.br


ÍNDICE

CIRURGIA DA OBESIDADE

Os médicos Diego Mattione Maturana e

Rafaela Lazzari Pietroski desmistificam

temas sobre a cirurgia bariátrica.

Foto: Daniel Tatsch

08

46

REPORTAGEM

Há luz na luta contra a Covid 19

Outubro Rosa

– É tempo de falar sobre prevenção

18

19

20

MÉDICOS

QUE INSPIRAM

Eduardo Lotti – Ginecologia e obstetrícia

Gustavo Lotti – Cirurgia vascular

Mariana Hartmann – Cirurgia plástica

Grupo de Cirurgia do Ombro e Cotovelo

– HO/COT/MOT/TOT

22 42

24

26

Rodrigo Mazoco Borges – Urologista

Lucas dal Pozzo Sartori - Cirurgia plástica

14

43

44

45

Francisca Miranda – Harmonização facial

Mauro Lopes – Empreendedorismo

Juliana Gali – Ortodontia

Larissa Brusco Pavinato – Odontopediatria

38

ESPECIALISTAS

EM SORRISO

Nathália Nunes Vieira Silva –

Ozonioterapia

33

CIRURGIA PLÁSTICA

Dr. Ricardo Zambenedetti – Excelência em

Cirurgia Plástica em Carazinho e Região

40

41

Ana Carolina Ecker e Pedro Fleck

Pereira – Sorrifácil – Clinica Odontológica

Janusa Casali Borges – Endodontia

30

NEFROLOGIA

Dra. Gabrielli Zan Otto Oliveira

– Cuide da saúde dos seus rins


ONDE ESTAMOS


HÁ LUZ NA LUTA

contra a covid

POR LAVÍNIA EDUARDA FRITZEN (ESTAGIÁRIA), SUPERVISÃO CAMILA DOCENA

O

novo coronavírus, como um inimigo invisível,

pode enfraquecer o fôlego de infectados e

restringir cheiros e movimentos. Após o seu

aparecimento em dezembro de 2019, uma luta

rodeada de angústias e temores começou. Devido ao seu

alto risco de contágio, o número de contaminados cresceu

de forma rápida. Apesar do estrago causado, segundo o Ministério

da Saúde, o Brasil já registra mais de 4,6 milhões de

recuperados da doença, número superior aos casos ativos

no país (414.892). No Rio Grande do Sul, mais de 211 mil

pessoas já estão curadas.

Apesar destes avanços, a médica pneumologista Silvia

Chiodelli Senger, que atua no Hospital de Caridade de

Carazinho, afirma que ainda temos um longo caminho pela

frente. “Evoluímos. Hoje tratamos melhor nossos pacientes,

conhecemos mais a doença e mais sobre tratamento. Não

chamaria de sucesso, mas de conhecimento adquirido e

muito ainda a aprender”, declarou.

O grupo de risco da Covid-19 é formado por idosos, portadores

de doenças crônicas e indivíduos fumantes, gestantes,

puérperas e crianças menores de cinco anos. Entretanto, a

doença tem se manifestado de maneira grave em indivíduos

fora deste grupo. “Depois de vários meses acompanhando

pacientes, fica claro que não existe nenhum marcador

inicial que determine qual paciente vai agravar, por isso a

necessidade de acompanhamento precoce desses pacientes,

para avaliar a evolução de sintomas, solicitar exames

laboratoriais e de imagem identificando as complicações”,

salientou Silvia.

Dra. Silvia Chiodelli Senger

Diante de tantas incertezas, finais felizes nos mostram

que ainda há luz na luta contra a Covid-19. Ângelo Daniel

Trilha, o bebê Enzo Rafael Beck Faccio e Lucas Poncio da

Silva, fazem parte dos pacientes com final de sucesso neste

combate. Os três enfrentam a doença e contaram suas experiências

para a Contato VIP, desde os primeiros sintomas,

internação, até o momento da alta.

Segundo cálculos da Organização Mundial da Saúde

(OMS), Angelo, Enzo e Lucas, fazem parte dos 15% dos

infectados que desenvolvem sintomas graves e precisam

ser hospitalizados. Cerca de 80%, no entanto, apresentam

manifestações assintomáticas ou leves e podem ser tratados

em casa, com repouso, hidratação e antitérmicos.

8 | contatovip.com.br


Uma história

de superacao

´ ~

Depois de permanecer 38 dias no hospital com 90% dos

pulmões comprometidos, o empresário passo-fundense de

41 anos, Angelo Daniel Trilha, comemora sua recuperação.

Mesmo mantendo uma vida saudável e sem comorbidades,

Trilha apresentou um quadro de agravamento no período

com a doença.

“Fiquei bastante debilitado, pois sempre fui muito ativo, sou

faixa preta de taekwondo, sempre fiz muitos esportes, então

bateu uma depressão quando percebi que dependia de ajuda

para tomar banho e me locomover nos primeiros dias,

mas aos poucos voltei a fazer tudo sozinho. Nunca imaginei

isso acontecer comigo”, relatou.

Sua primeira visita ao hospital foi no dia 20 de maio, quando

ainda apresentava somente dores no corpo e tosse. Nesse

momento, a recomendação médica foi o uso de anti-inflamatórios

e o afastamento social.

Angelo Daniel Trilha

Sem o alívio dos sintomas, Trilha procurou novamente

ajuda hospitalar. “No dia 23 maio, sábado, fui novamente à

Prontoclínica, pois estava com tontura e falta de ar. Dali em

diante já fiquei internado, e depois não me lembro de mais

nada”, contou.

Passado quatro dias, o empresário foi entubado e transferido

para o Hospital São Vicente de Paulo, onde, sem ver o

tempo passar, ouviu os médicos pela primeira vez somente

após 26 dias hospitalizado. “Só me lembro de no dia 18

de junho o Dr. Alisson, na UTI, me pedindo se eu estava

ouvindo, falou que era quinta, dia 18. Eles me acordaram,

mas eu não podia falar, estava com traqueo, só ouvia, estava

com muita medicação”, declarou.

Com muita força e vontade para viver, no dia 23 de junho,

Trilha finalmente apresentou uma melhora no quadro e

passou a entender a gravidade da situação. Nesse instante,

seu sentimento foi de gratidão pelos profissionais da

saúde. “Enfermeiras, médicos e fisioterapeutas, realmente

são anjos. Motivam a recuperação da pessoa, são pessoas

abençoadas”, declarou.

De volta à rotina de antes, mas com vivências marcantes e

novas perspectivas, o empresário comenta alguns aprendizados

adquiridos. “Neste momento mais difícil percebemos

quem são os nossos verdadeiros amigos e a importância

de nossa família. Percebemos quem realmente nos aprecia,

quem realmente torce pela nossa recuperação ou na verdade

só quer um assunto para poder falar”, disse. “Quem lutou

ou segue na luta contra a Covid não merece ser discriminado.

Sejamos compreensivos com as famílias que têm ou

tiveram um paciente Covid, não os tratemos como bichos

estranhos... São seres humanos travando uma batalha para

preservar suas vidas”, finalizou.

contatovip.com.br | 9


Da placenta

para o feto

Com apenas 80 dias de vida, Enzo Rafael Beck Faccio,

de Getúlio Vargas, já tem muita história para contar. O

bebê teve uma contaminação por Covid-19 intrauterina,

que passa da placenta para o feto. Só depois

de 19 dias do diagnóstico o pequeno recebeu alta do

hospital.

Enzo Rafael Beck Faccio

Enzo nasceu prematuro, do rompimento de uma bolsa

rota, ou seja, quando a membrana amniótica se rompe

sem que a mulher esteja em trabalho de parto. Devido

a isso, mesmo sem a comprovação da infecção pelo

coronavírus na falta dos resultados de exames, o risco

de infecção era alto, fazendo com que o recém-nascido

já começasse a ser tratado com antibióticos e oxigênio.

Tratamento seguido com a confirmação da presença

do vírus.

Os pais do bebê, Emanuele Alecsandra Beck e Rafael

José Faccio, precisaram enfrentar a angústia da espera

pela recuperação do filho para pegá-lo no colo pela

primeira vez.

Enzo apresentou um quadro de agravamento durante

o tempo internado. “Ele entrou na CTI no sábado à

tarde e ficou até na outra sexta com períodos mais

graves, onde ele não conseguia se alimentar, todo leite

que ele recebia era rejeitado, ele vomitava, regurgitava,

e apresentou alguns picos de febre”, revelou Emanuele.

Depois deste período, o pequeno passou a apresentar

melhoras gradativas, recebendo quantias maiores de

leite a cada dia.

Já com alta, Enzo ainda precisou permanecer por mais

uma semana no posto para contaminados por Covid-19

para fazer o aleitamento e monitorar como que

ele ia se comportar. Para Emanuele, este adiamento da

vinda do bebê para casa foi um dos momentos mais

difíceis já vividos por ela e pelo marido. “Foi horrível,

entrei no hospital para ter ele e vir para casa, como

não aconteceu, o sentimento era de fracasso. Sem contar

a preocupação. Ao chegar em casa e ver suas coisas

e não ter ele nos braços foi o pior momento das nossas

vidas”, revelou.

Agora, já com a alegria de ter o filho por perto, os pais

de Enzo extraem uma mensagem. “Tudo na vida tem

importância, mas a fé, os familiares e os amigos, são

impagáveis, é o que nos dá força quando queremos desistir.

Aprendemos a valorizar cada minuto de nossas

vidas e agradecer a todos os profissionais da saúde”,

completou Emanuele.

10 | contatovip.com.br


Lucas

Poncio

da Silva

Do medo

a vitoria ` ´

Por ser um vírus rápido e traiçoeiro, a procura por ajuda

imediata é a melhor atitude a se tomar diante de suspeitas

de contaminação por coronavírus. Entretanto, nem sempre

esta prática evita a evolução do caso. Para o Coordenador

de Região Leiteira na Nestlé, Lucas Poncio da Silva, de 35

anos, mesmo a ida ao hospital logo nos primeiros sintomas,

não impediu o agravamento do seu quadro. O paciente de

Carazinho permaneceu 14 dias internado, com febre, dor no

corpo e perda de olfato. “Eu tive 14 ou 15 dias de febre consecutivos.

Eu tomava remédio, ficava duas horas sem febre e

depois voltava a febre de novo”, contou Silva.

A transferência para a UTI do Hospital de Clínicas de Passo

Fundo, que ocorreu após três dias de internação no Hospital

de Caridade de Carazinho, foi um dos momentos mais difíceis

para Silva. “Eu fiquei três dias na UTI, não foi um período

muito longo porque eu reagi ao tratamento, mas foi um

período de muita tensão, porque eu imaginava que iria ser

o próximo a ser entubado, então é muito triste, é bem difícil

você ver as pessoas naquela situação, totalmente dependentes

e sem saber se vão sair dali com vida ainda. Para mim esses

três dias lá foram dias bem difíceis, bem pesados, dias de

repensar a vida, dias que você começa a enxergar as coisas de

um jeito diferente”, refletiu.

Não poder contar com o contato próximo de familiares e

amigos durante o isolamento, tornou o momento ainda mais

custoso. “Nesse momento que você mais precisa das pessoas

próximas de você ali te dando apoio e suporte, você não ter

essa presença física, foi bem difícil, foi bem complicado”,

revelou Silva.

Como tudo na vida é aprendizado, esta experiência fez com

que ele pensasse em questões do cotidiano. “Acredito que

depois da Covid eu me tornei uma pessoa melhor, a gente

nunca acha que vai passar por uma situação dessas, e quando

vê está em uma cama, totalmente dependente dos outros, isso

foi bem impactante na minha vida. Ficar na UTI, precisar

de oxigênio para respirar e olhar aquelas pessoas entubadas,

entre a vida e a morte me fez repensar muita coisa. Passei a

ser mais tolerante, a dar mais valor para coisas mais simples,

mas principalmente dar valor e aproveitar mais os momentos

com a família, pois isso sim importa”, ressaltou Silva.

Um mar de

incertezas

As dúvidas diante deste novo vírus ainda são muitas para

os profissionais da saúde, que precisam lidar com a sobrecarga

devido ao aumento da demanda. Os casos de Angelo

e Lucas são meras exceções, em que dois pacientes jovens

e sem comorbidades, desenvolveram sintomas graves. A

médica Silvia afirma que essas são eventualidades ainda sem

explicações. “Esses casos nos desafiam, porque fogem à regra.

Inicialmente fomos orientados que as complicações ocorrem

em pacientes acima de 60 anos e portadores de comorbidades.

Muitos casos fugindo a essa regra. Pacientes jovens e

sem comorbidades evoluindo com pneumonia viral, alguns

complicando e necessitando suporte ventilatório”, declarou.

Silvia fala das suposições do que pode levar a este agravamento.

“Parece que existem algumas cepas virais mais

agressivas, ou depende muito da carga viral, quantidade de

vírus que infecta, junto com a reação individual de imunidade,

para reagir tão gravemente ao vírus, levando a quadros

de pneumonia viral extensa com necessidade de suporte

ventilatório”, esclareceu.

Ao contrário destes indivíduos, outros não desenvolvem

sintomas. Silvia diz que ainda não se sabem as razões por estas

distinções, mas o motivo é “provavelmente porque o seu

sistema imunológico reage com a exposição ao vírus dessa

forma, não desenvolvendo sintomas”.

Para ela, a melhor maneira de vencer o vírus é identificando

os sinais da doença de maneira rápida. “Precisamos ‘respeitar’

o vírus, identificar sintomas precocemente, medicar

corretamente com a intenção de diminuir replicação viral e

evitar a evolução para a fase inflamatória e acompanhar de

perto o paciente para identificar a mudança de fase, quando

necessita ajuste de medicação”, enfatizou.

No entanto, acima de tudo, a recomendação número um é a

prevenção. Para isso, é importante seguir as orientações da

Organização Mundial da Saúde: higienizar bem as mãos com

água e sabão ou com álcool gel 70%, usar máscara ao sair

de casa, não tocar nos olhos, no nariz e na boca e manter o

distanciamento social.

contatovip.com.br | 11


TRIBUTAÇÃO NA MEDICINA

COMPENSA ABRIR EMPRESA?

Ainda há muita dúvida sosbre a melhor opção de tributação dos serviços

prestados por profissionais médicos. O escritório Conttaflex analisa a

situação mais vantajosa e menos burocrática para cada situação

SERVIÇOS DE MEDICINA

IMPOSTO SOBRE FATURAMENTO DE

10.000,00/mês 20.000,00/mês 40.000,00/mês

EMPRESA DO SIMPLES NACIONAL 905,52

2.496,78 6.657,64

EMPRESA SIMPLES SALÁRIO MÍNIMO PRÓ-LABORE

EMPRESA LUCRO PRESUMIDO SOCIEDADE

EMPRESA PRESUMIDO INDIVIDUAL

PESSOA FÍSICA

1.628,38 3.303,38 7.053,38

1.511,37 2.944,37 5.810,37

2.502,90 3.635,90 5.901,90

3.885,27 6.635,27 12.135,27

Analisando o comparativo de tributação, percebe-se

que nenhum dos cenários de faturamento

mensal é vantajoso para se trabalhar

na pessoa física, devido à alta carga tributária

imposta aos Profissionais Médicos, tanto pela Receita

Federal, quanto pela Prefeitura Municipal, que cobra ISS

Fixo mensal de R$ 1.291,53 (valores de Carazinho/RS).

Quando se trata de pessoa jurídica, ou seja, abrir uma

Clínica Médica e/ou empresa individual de Medicina,

a legislação nos dá várias opções de tributação, que

se tornam mais ou menos vantajosas dependendo do

faturamento, mas também de outras atividades que o

Profissional Médico labora.

Em termos gerais, para empresas com menor faturamento,

a opção mais viável é o Simples Nacional, porém,

recomenda-se cautela antes de fazer essa opção, tendo

em vista que existem algumas características bem específicas

na lei 123/2006 que devem ser consideradas pelo

profissional Contador antes de recomendar esse tipo de

tributação, em especial em relação às outras atividades

que o médico já possui. Por exemplo, é bem comum o

profissional médico possuir imóveis em seu nome, onde

recebe aluguéis, ou contratos com hospitais e clínicas

municipais que pagam os honorários na pessoa física (e

descontam INSS e IRRF na fonte)... nesses casos, o ideal

é sempre englobar tudo antes de fazer o planejamento

tributário.

A partir do momento que o Médico passa a possuir

um faturamento maior, ou se une a outros profissionais

da saúde para juntos montarem uma Clínica Médica,

sugere-se o lucro presumido, por fatores como economia

fiscal e segurança jurídica.

Ainda em dúvidas sobre os impostos que está pagando?

Entre em contato com a equipe da Conttaflex que

teremos prazer em atendê-lo. Tenha certeza que faremos

o correto planejamento fiscal para sua atividade.

Roberto e Beatriz Angonese Bullau

Rua Polidoro Albuquerque, 227 - Centro - Carazinho/RS

Fone (54) 3329.2828 - (54) 3331.6717 - (54) 99927.8007

conttaflex@conttaflex.com.br

www.conttaflex.com.br

12 | contatovip.com.br


A carreira de um médico já é cheia de desafios antes mesmo de

começar. A escolha, o vestibular e os longos anos de formação, são

apenas os primeiros passos da profissão que é uma das mais exigentes

que conhecemos. Os médicos dedicam suas vidas a cuidar de outras –

o que muitas vezes significa menos tempo com a família e menos tempo

de lazer, afinal, a rotina de atendimentos, cirurgias e acompanhamento

dos pacientes é corrida. Cada dia representa um novo desafio, um novo

aprendizado e, principalmente, uma nova chance para fazer a diferença

na vida de uma pessoa, cuidando do seu bem mais precioso: a saúde!

Para celebrar o dia do médico, comemorado em 18 de outubro, a

Contato VIP reuniu profissionais de diferentes especialidades, que nos

inspiram por sua trajetória, por sua dedicação, por sua humanidade,

por serem exemplos a serem seguidos. Eles são...

Médicos

que inspiram


Médicos que inspiram

Gastro Clínica de Cirurgia da

Obesidade e do Aparelho Digestivo

Os médicos Diego Mattioni Maturana e Rafaela Lazzari Pietroski falam

sobre sua carreira e desmistificam temas sobre a cirurgia bariátrica

Diego Mattioni Maturana e

Rafaela Lazzari Pietroski

cultivavam desde a infância o

desejo de tornarem-se médicos.

Ele, desde pequeno, escutava seu pai

contar que havia tentado ser médico, mas

que infelizmente não havia conseguido.

Diego acredita que essa vontade do pai

passou para ele, pois o caminho da medicina

surgiu naturalmente em sua vida.

Já Rafaela sempre gostou de cuidar de

pessoas e familiares próximos, inspirada

pela mãe, que sempre foi a gerenciadora

de medicamentos da família inteira. “Não

tenho familiares médicos próximos, o

gosto partiu de mim mesma para iniciar

a vida na medicina. Ao ter que me decidir

para qual profissão prestaria vestibular,

sem dúvida a medicina me despertou

curiosidade e desejo de saber como seria

trabalhar neste universo”, conta.

Diego, que é natural de Ijuí/RS, formou-

-se Médico pela Universidade de Passo

Fundo (UPF) em 2011, fez sua Residência

Médica em Cirurgia Geral pelo Hospital

São Vicente de Paulo, em Passo Fundo/

RS; Residência Médica em Cirurgia do

Aparelho Digestivo pelo Hospital São

Lucas da PUC – Porto Alegre/RS; Pós

Graduação em Cirurgia Bariátrica e Metabólica

pelo Hospital Alemão Oswaldo

Cruz São Paulo/SP. Rafaela, natural de

Passo Fundo, formou-se também pela

Universidade de Passo Fundo (UPF)

em 2013, fez sua Residência Médica em

Cirurgia Geral pelo Hospital São Vicente

de Paulo, em Passo Fundo/RS; e Residência

Médica em Cirurgia do Aparelho

Digestivo pelo Hospital São Lucas da

PUC – Porto Alegre/RS.

Com os caminhos cruzados pela medicina

e pelo interesse partilhado na área da

Cirurgia do Aparelho Digestivo, o casal

compartilha a rotina de atendimentos e

cirurgias na Gastro Clínica de Cirurgia

da Obesidade e do Aparelho Digestivo.

Atendem consultas particulares e por

convênios (Ipe, Cassi, Unisaúde, Cabergs,

14 | contatovip.com.br

FOTO | DANIEL TATSCH


Médicos que inspiram

Usamed,Capasemu, Saúde Certa, Coopusaúde,

Amil, HCR Hospicard, associação

dos funcionários do HSVP, Viamedi,

Prontoclínica, Bradesco Saúde, Medprev);

Realizam atendimento clínico para

tratamento de doenças gastrointestinais,

cirurgia bariátrica e metabólica, cirurgias

por vídeo, apendicectomia, retirada de

vesícula biliar, cirurgia de hérnia inguinal

e abdominal, cirurgia de fígado/pâncreas/intestino

delgado e cólon e também

pequenas cirurgias ambulatoriais.

Diego compartilha que o que mais lhe

encanta no dia a dia é poder ajudar uma

pessoa a recuperar sua autoestima e sua

qualidade de vida através da cirurgia

bariátrica. “Muitos pacientes revelam que

a data da cirurgia é um segundo aniversário”,

destaca. Para Rafaela, o fascínio

pela área de cirurgia geral e cirurgia do

aparelho digestivo está no fato de ela ser

muito ampla. “É uma área com muitos

desafios e diagnósticos, diversidade de

tratamentos e procedimentos cirúrgicos,

que vão desde pequenos procedimentos

ambulatoriais, até mesmo cirurgias extremamente

invasivas e complexas. O maior

desafio, sem dúvida, é manter atualização

constante em todas as patologias e tratamentos

que a área de cirurgia digestiva

abrange, pois, há muitas novidades dia

após dia, modificações de tratamentos

e de técnicas cirúrgicas. Cabe ao cirurgião

especialista se aprimorar e oferecer

aos seus pacientes o melhor tratamento

disponível”, afirma.

A cirurgia bariátrica

Diego e Rafaela respondem a seguir perguntas sobre

importantes temas que envolvem a cirurgia bariátrica

Qual é o principal objetivo

da cirurgia bariátrica?

A Obesidade é uma doença crônica, considerada,

atualmente, um dos principais

problemas de saúde pública do Brasil. É

responsável pelo aumento do número de

diversas doenças crônicas, principalmente

Diabetes Mellitus, Hipertensão Arterial

Sistêmica e doenças cardiovasculares.

O diagnóstico da obesidade é feito por

meio do cálculo do Índice de Massa Corporal

(IMC), que avalia a relação entre o peso

e a altura. Quando o IMC é maior do que

30, a pessoa é considerada obesa. Quanto

maior o índice, mais chances do paciente

desenvolver diabetes, problemas cardiovasculares

e nas articulações, hipertensão

arterial e depressão, problemas diretamente

ligados à pior qualidade de vida e menor

longevidade.

Hoje em dia, a cirurgia bariátrica é considerada

a ferramenta mais eficaz no controle

e no tratamento da obesidade severa. Os

benefícios da cirurgia incluem redução

do peso, controle de doenças metabólicas

como Hipertensão (pressão alta), Diabetes,

Dislipidemia (colesterol alto), Esteatose

Hepática (gordura no fígado) e Apnéia do

sono, além de aumento da qualidade e da

expectativa de vida dos pacientes submetidos

ao procedimento.

Como se dá a indicação para

essa cirurgia? Qualquer

paciente pode fazê-la?

É importante lembrar aos pacientes que

a cirurgia bariátrica não é uma cirurgia

estética e não está indicada para pacientes

com sobrepeso; ela tem indicações específicas,

sendo importante o paciente realizar

avaliação com uma equipe especialista no

tratamento da obesidade. O tratamento

do sobrepeso e da obesidade abrange

mudanças no estilo de vida, com introdução

de dieta menos calórica, prescrita por

nutricionista ou médico nutrólogo, aliadas

a um programa de exercícios físicos, sob

a supervisão de um profissional educador

físico. Também existem indicações

específicas para o uso de medicamentos,

como antidepressivos, controladores de

apetite e medicamentos que reduzem a

absorção de gordura pelo organismo. Para

os casos mais graves, onde o paciente já

tentou as medidas menos invasivas, com

acompanhamento de uma equipe especializada

em obesidade, e não atingiu um

resultado satisfatório, em termos de perda

de peso e melhora de doenças associadas,

após um período de 02 anos, é indicada

a cirurgia bariátrica (para pacientes que

apresentam o índice de massa corporal

(IMC) acima de 35, e que possuem doenças

associadas à obesidade; e para os que têm

IMC acima de 40, quando já se considera

obesidade mórbida. Também, atualmente,

existe a indicação da cirurgia metabólica,

popularmente conhecida como cirurgia do

diabetes, que está indicada para pacientes

diabéticos, que apresentam IMC acima

de 30, com alguns critérios específicos da

doença – estes pacientes necessitam de

acompanhamento com endocrinologista

e avaliação com cirurgião bariátrico para

definição do melhor tratamento, conforme

o status do diabetes apresentado.

Quais são os benefícios

da cirurgia bariátrica?

Perda de peso – Esse é o fator que irá desencadear

todos os outros benefícios. Melhora

e remissão do diabetes tipo 2 – Após

a cirurgia, grande parte dos pacientes consegue

manter o nível de glicemia controlado

e, muitas vezes, para de tomar remédios.

Redução do risco de morte – A remissão

de doenças associadas e a diminuição do

risco de desenvolver alguma comorbidade

é um fato marcante nos benefícios

da cirurgia. Há redução da ocorrência de

hipertensão, diabetes, problemas cardíacos,

desgaste precoce de articulações, melhoria

do sono, entre outros. Diminuição do uso

de remédios – indivíduos que atingem seu

peso ideal, diminuem ou cessam totalmente

o uso de remédios para tratar problemas

relacionados à obesidade. Autoestima – A

criação de uma nova imagem após a perda

de peso, a redução de medidas e o novo

estilo de vida são fatores importantes que

ajudam na motivação, autoconhecimento e

despertam a sensação de segurança. Hábitos

saudáveis – Após a cirurgia, uma nova

rotina de alimentação é necessariamente

criada. Com uma nova dieta e consequente

perda de peso, pacientes que passam por

processos cirúrgicos ganham disposição

para a prática de atividades físicas.

contatovip.com.br | 15


FOTO | DANIEL TATSCH

Nossa missão

como médico é:

“Ajudar, confortar

e dar ao paciente o

melhor tratamento

possível” – Diego

O que o paciente precisa fazer

antes da cirurgia?

Antes de realização da cirurgia bariátrica

deve ser realizada uma avaliação clínica e

complementar, através de exames para realização

da cirurgia dentro de parâmetros

de segurança.

1. Consulta inicial. Momento em que o

paciente apresenta seu histórico, relata

seus sintomas e suas queixas e a partir de

quando o médico faz perguntas importantes

relacionadas à obesidade e as doenças

associadas, além de medicamentos em

uso e de questionamentos sobre cirurgias

anteriores e sobre doenças prévias.

2. A solicitação dos exames laboratoriais,

cardiológicos, respiratórios, endoscópicos

e de imagem é o próximo passo e abrangerá

uma maior ou menor quantidade de

exames a depender também das doenças

acometidas pelo paciente.

3. Após a realização dos exames, o

16 | contatovip.com.br

paciente necessita ser avaliado por toda

a equipe multidisciplinar. Integrada pelo

cirurgião, cardiologista, endocrinologista,

pneumologista, nutricionista, psicólogo ou

psiquiatra, fisioterapeuta, fonoaudiólogo e

anestesiologista.

4. O paciente com obesidade que tem

indicação de cirurgia apresenta seus exames

e recebe o parecer de cada um desses

profissionais, iniciando a preparação para

se submeter ao ato operatório.

5. A técnica cirúrgica é decidida em

conjunto com o paciente e baseada nos

achados de seus exames. As orientações

dietéticas e a preparação psicológica são

pontos importantes nos dias que antecedem

o ato operatório.

E depois, quais são os cuidados

necessários?

Existem muitos mitos a respeito do procedimento

e do pós operatório. Atualmente,

a maioria das cirurgias bariátricas são

realizadas por videolaparoscopia, com um

pós operatório ativo, que inclui mobilização

precoce do paciente, fisioterapia

desde o dia da cirurgia, início precoce à

dieta líquida, já no primeiro dia de pós

operatório e acompanhamento da equipe

multidisciplinar, que inclui anestesista,

médico cirurgião digestivo, médico clínico,

fisioterapeuta, nutricionista, psicóloga, psiquiatra

e equipe de enfermagem. Durante

os primeiros trinta dias após a cirurgia, o

paciente receberá dieta líquida e pastosa;

posteriormente, é introduzida a dieta com

consistência sólida.

Há um mito de que o paciente submetido à

cirurgia bariátrica não irá mais poder ingerir

carne vermelha! Como dito, isso é um

mito. A carne vermelha é um alimento rico

em proteínas, ferro e outros minerais, portanto

o paciente é incentivado pela equipe

multidisplinar a ter uma ingesta adequada,

a fim de prevenir desordens/ deficiências

nutricionais. Todo paciente que for operado,

deverá seguir as orientações da nutrionista

e da equipe para evitar complicações.

O ideal é sempre comer carnes macias, em

pequenas porções e, principalmente, não

esquecer da mastigação adequada, fator

fundamental para facilitar a ingesta de

carne e alimentos sólidos.

Em um pós operatório habitual, excetuando-se

algumas situações especiais,

o paciente volta às atividades habituais

em torno de quinze dias; pode dirigir e

realizar caminhadas; É necessário um

período maior para o retorno à atividade

física/musculação ou situações que exijam

esforço físico, em torno de 60-90 dias,

para diminuir o surgimento de hérnias

abdominais.

É extremamente importante o acompanhamento

da equipe multidisciplinar em todo

o período pré, peri e pós operatório, pois

o paciente passa por muitas modificações

corporais e psicológicas, e necessita de

profissionais especializados para o correto

manejo clínico. São realizadas dosa-


Médicos que inspiram

gens periódicas dos níveis de minerais e

vitaminas séricas, para avaliar a reposição

adequada para cada paciente.

O que é esperado em termos de

resultado e perda de peso?

Existem alguns mecanismos que levam à

perda de peso e ao controle das doenças

metabólicas após a cirurgia bariátrica. O

principal mecanismo é o fator restritivo,

como o próprio nome da cirurgia bariátrica

é conhecido, popularmente, é uma

redução de estômago. O estômago habitual

tem uma capacidade de mais ou menos

um litro e meio, e após a cirurgia bariátrica

o paciente vai ter um estômago pequeno,

de mais ou menos 30 a 50 ml, e este novo

estômago vai fazer com que o paciente reduza

a quantidade de alimentos ingeridos,

justamente por ser um estômago reduzido,

e com isso, vai levar à diminuição da ingestão

de calorias e ao emagrecimento.

O estômago habitual tem uma parte

chamada fundo, onde é produzido o

hormônio chamado grelina, conhecido

por ser o hormônio da fome. Após a

cirurgia bariátrica, essa parte do estômago

– fundo – não fica mais pertencendo ao

estômago novo/estômago pequeno, então

consequentemente a fome é reduzida no

pós-operatório; o paciente não terá a mesma

fome que tinha antes de ser operado,

sendo mais um mecanismo que leva à

perda de peso.

Além disso, a cirurgia bariátrica - Bypass

gástrico, como o próprio nome diz, possui

um desvio intestinal, e nesse desvio, o

intestino fino (delgado) recebe o alimento

logo após o paciente ingeri-lo; neste

local, há a presença de alguns hormônios

que estimulam a produção de insulina, a

qual reduz a glicose no sangue; por isso,

pacientes que tem diabetes ou outras

doenças metabólicas, tem uma melhora/

um controle da doença após serem

operados, porque quando o alimento cai

rapidamente no intestino fino, a glicose

no sangue baixa, além da presença de um

hormônio da saciedade, que diminui a

ingesta alimentar.

O período de perda de peso no pós-operatório

ocorre desde a primeira semana

até geralmente os 2 anos após a cirurgia,

havendo então um período de estabilização

do peso, e até mesmo, um pequeno

reganho de cinco a dez por cento do peso

que foi perdido, sendo um achado normal.

Após os dois anos da cirurgia, é muito

importante o paciente manter o acompanhamento

clínico com a equipe multidisciplinar,

para avaliações frequentes dos

níveis de vitaminas, hábitos alimentares,

estado emocional, grau de atividade física

e avaliação antropométrica.

Muitos pacientes operados desejam

realizar a cirurgia plástica reparadora para

eliminação de excesso de pele, sendo indicado

esperar este período de 02 anos de

pós-operatório, quando espera-se que haja

a estabilização do peso.

“Proporcionar

melhora da qualidade

de vida dos pacientes,

seja através de

tratamentos

cirúrgicos ou clínicos,

tanto para patologias

simples como uma

unha encravada e

gastrite, como para

patologias complexas

como obesidade

mórbida e cânceres

digestivos” – Rafaela

FOTO | DANIEL TATSCH

Marau/RS - Rua Bento Gonçalves, 10 - Junto ao Hospital

Cristo Redentor - Fones (54) 3342.9414 - (54) 3342.9413

Passo Fundo/RS - Rua Capitão Araújo, 297

Edifício Vértice, Sala 1004 - (54) 3622.7270

Diego Maturana

Médico pela UPF; Cirurgião Geral pelo HSVP; Cirurgião do

Aparelho Digestivo pelo HSL/PUCRS; Pós Graduado em Cirurgia

Bariátrica e Metabólica pelo HAOC – SP; Membro do Colégio

Brasileiro de Cirurgia Digestiva (CBCD); Membro da Sociedade

Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM); Membro

da Federação Internacional de Cirurgia da Obesidade (IFSO).

Rafaela Pietroski

Médica pela UPF; Cirurgiã Geral pelo HSVP;

Cirurgiã do Aparelho Digestivo pelo HSL/PUCRS;

Membro da SOBRACIL – Sociedade Brasileira de

Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica.


Médicos

que inspiram

DR. EDUARDO LOTTI

Ginecologista e Obstetra

FOTOS | DANIEL TATSCH

Por sempre gostar de conversar com

as pessoas, ouvir suas histórias e

seus problemas, Eduardo entendeu

que como médico poderia tentar

ajudar a resolvê-los. Assim escolheu a medicina

para ser a sua profissão, formando-se

pela UCPEL – Universidade Católica de Pelotas

e, em seguida, realizando sua residência

em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital

de Clínicas de Passo Fundo. Até hoje, suas

realizações na profissão foram muitas. “Desde

ter sido médico militar, até ter realizado a

especialização médica que mais me encantou,

a ginecologia e obstetrícia. Acho que

não tem quem não se encante em ver uma

criança nascendo!”, comenta.

Para Eduardo, um dos maiores desafios

da profissão é estar em constante atualização

para trazer os melhores tratamentos

para as pacientes – desafio que é superado

diariamente ao cumprir a sua missão como

médico: “Ajudar a sanar e desmistificar os

problemas da saúde da mulher, de forma

simples e clara”, diz.

Atualmente, Eduardo trabalha no município

de Carazinho, onde reside e realiza atendimentos

pela prefeitura municipal, pelo HCC

e em seu consultório.

Consultório Eduardo e Gustavo Lotti

Rua Cipriano Ribeiro da Luz,106,

Sala 202 – Carazinho/RS

Fones (54) 99944.2866 - (54) 2141.2866


DR. GUSTAVO LOTTI

Cirurgião Vascular

Médicos

que inspiram

FOTOS | DANIEL TATSCH

Para o médico Gustavo Lotti, sua

maior realização na profissão é ter

realizado a especialidade desejada

e poder trabalhar diariamente com

aquilo que escolheu. Formado em Medicina

pela Unoesc - Universidade do Oeste de

SC, fez sua residência em Cirurgia Geral no

Hospital São José, de Criciúma/SC, e posteriormente,

a residência em Cirurgia Vascular,

no Hospital de Clínicas de Passo Fundo.

“Neste início de jornada como especialista a

correria vem sendo grande e de rotina, mas

sempre que possível concilio o trabalho com

a família e amigos, exceto neste período de

pandemia, em que precisamos manter um

cuidado maior devido a nossa exposição

diária nos locais de trabalho”, relata.

Em sua especialidade, o que mais lhe encanta

é a capacidade de melhora dos sintomas

ou das doenças rapidamente após o início do

tratamento ou após a realização da cirurgia.

Seu maior desafio é estar sempre buscando

aperfeiçoamento para assim dar o melhor

para o paciente, garantindo a ele confiança

e melhores condições de saúde. “Minha

missão como médico é ajudar e tratar os

pacientes que necessitam, da melhor forma

possível. Por isso, não meço esforços para

me aperfeiçoar e bem atender aqueles que

chegam até mim, primo sempre pela qualidade

e respeito ao ser humano”, destaca.

Consultório Eduardo

e Gustavo Lotti

Rua Cipriano Ribeiro da Luz,106,

Sala 202 – Carazinho/RS

Fones

(54) 99944.2866

(54) 2141.2866

Atualmente, Dr. Gustavo trabalha no município

de Carazinho, onde mora e realiza

atendimentos pela prefeitura, pelo HCC

e em seu consultório. Atende também em

algumas cidades vizinhas e em Passo Fundo,

no HCPF, junto ao grupo INVASC.


Médicos

que inspiram

Dra. Mariana Hartmann

Cirurgiã Plástica

A cirurgia plástica ainda gera muitas dúvidas e incertezas em quem pensa nela

como uma opção para melhorar a sua qualidade de vida. Por isso, a médica

Mariana Hartmann responde a algumas questões para desmistificar certos temas

De que forma a cirurgia plástica

estética pode transformar a vida

de um paciente?

O processo de “embelezamento” vem

para devolver a autoconfiança e uma

melhor relação do paciente com sua

própria imagem. Ao promover a

melhora física, a cirurgia plástica tem

influência direta na nossa felicidade

e na nossa relação com o mundo!

Muitas pessoas interpretam a cirurgia

plástica como algo supérfluo e

desnecessário, inclusive fazendo julgamentos

negativos quando alguém

decide se submeter a uma intervenção.

Porém, é preciso considerar que

a nossa aparência tem muito impacto

na maneira como nos vemos, e ignorar

isso é hipocrisia.

É possível “copiar” traços corporais

de celebridades ou outras

pessoas?

Sim, é possível. Mas, por que fazê-lo?

A essência da beleza está na singularidade

pessoal. Hoje, com a “banalização”

de alguns procedimentos

estéticos, vemos que as pessoas

estão ficando todas parecidas, com

as mesmas características (malar

excessivamente projetado, mandíbula

quadrada, lábios preenchidos demais,

etc). Gosto de deixar bem claro para

meus pacientes que o objetivo do

meu trabalho é resgatar e aprimorar

seus traços, com resultados bonitos,

mas que não os descaracterizem.

Uma das grandes preocupações

de quem busca a cirurgia plástica

é referente ao resultado. O que

médico e paciente precisam fazer

para garantir o resultado esperado

na cirurgia?

Não existe garantia de resultado.

Um profissional bem formado e

ético sabe que não há como fazer

promessas, pelo contrário, cabe a ele

trabalhar com expectativas reais de

seu paciente. Nos comprometemos a

fazer o melhor possível para atingir

o desejo do paciente. E cabe a ele, a

atenção aos cuidados pós-operatórios,

que influenciam diretamente

no resultado final da cirurgia.

A cirurgia plástica é indicada

para quem busca emagrecer?

Temos dois cenários diferentes! Por

um lado, o resultado estético final

será melhor quando o paciente já

está próximo de seu peso ideal.

Conseguimos oferecer um contorno

corporal mais aprimorado. Porém,

existem aqueles casos onde o paciente

diz que já fez todo o possível

e não consegue mais perder peso.

Aí, podemos atuar com o objetivo

de atenuar ou corrigir características

que a dieta e o exercício físico, por si

só, não conseguem.

Como saber se a cirurgia plástica

é um desejo do paciente ou se

é motivada por alguma pressão

externa?

Esta questão é importantíssima.

O paciente que chega por outros

motivos que não sejam sua própria

vontade, não está preparado

para se submeter a uma cirurgia.

Identificamos alguns sinais como

insegurança, medo, ou o próprio

paciente refere que o desejo de

operar está vinculado a frustrações

causadas por terceiros, ou por sofrer

algum tipo de pressão de amigos ou

familiares. Nesses casos, o índice de

insatisfação é alto, já que o desejo

genuíno de mudar, não era do

próprio paciente. A cirurgia plástica

não é um fim, e sim, um meio para

que as pessoas se sintam melhores

consigo mesmas! Por isso é tão relevante

que o paciente esteja seguro

de sua decisão.

FOTOS | DANIEL TATSCH

CREMERS 35.808 / RQE 35.704

- Médica pela UNISC desde 2011

- Cirurgiã Plástica Membro da Sociedade

Brasileira de Cirurgia Plástica

- Especialização em Cirurgia Corporal e em

Tratamentos Estéticos Invasivos Não Cirúrgicos

Locais de atendimentos e contatos:

- Carazinho: Consultório próprio

Rua Cipriano Ribeiro da Luz, 106/704.

- Não-Me-Toque: Clínica Accus

- Espumoso: Hospital São Sebastião

Fone (54) 99679-2209


Na Boa Vista Home

Design pensamos

em cada detalhe,

para que você seja

atendido em todas

as necessidades

de projeto de

interiores tendo

à disposição

ambientes

planejados com

soluções desde

a obra até o

acabamento final.

Somos referência

em móveis

planejados e

design inovador,

contamos com

uma equipe

especializada

de designers

de interiores

e arquitetos.

Nossos produtos

são sob medida

para você!

Móveis

Planejados

sob medida

para o seu conforto.

Marginal Rodoviária

BR 386 - Km 132 - Sarandi/RS

Fones (54) 3361.4355 - (54)

3361.4487

@boavistahomedesign

www.boavistahomedesign.com


Médicos

que inspiram

Grupo de cirurgia

do ombro e cotovelo

Algum tempo depois de iniciar suas atividades como cirurgião do ombro e cotovelo, no ano de 2001, no

Hospital Ortopédico de Passo Fundo, Dr. Airton Rodrigues e Dr. Francisco José Dos Santos Neto formaram

o grupo de cirurgia do ombro e cotovelo. Com o passar dos anos, se uniram a eles os médicos Dr. Éder

Menegassi Martel e Dr. Marcos Monteiro. O grupo dedica-se única e exclusivamente ao tratamento das

patologias do ombro e do cotovelo, sejam elas de origem traumática ou ortopédica. Seu objetivo enquanto

grupo é trazer o que há de melhor e mais atualizado dentro da área para oferecer aos pacientes da região,

já que se dedicam exclusivamente a essas articulações. Nessa reportagem você vai conhecer um pouco mais

sobre cada um dos profissionais: suas escolhas, motivações e realizações dentro da medicina.

Airton Rodrigues

Cirurgia do Ombro e Cotovelo

CRM 22070 - Atende: HO, COT

Antes de ser uma

profissão, a medicina

sempre representou

para Airton

o desejo de poder

auxiliar uma pessoa

em um momento de

fragilidade, em que

ela precisa, além de

auxílio técnico, uma

mão humana que

a ajude a atravessar

um momento

difícil. Assim,

formou-se médico

pela Universidade

de Passo Fundo e

fez sua formação em

Traumatologia e Ortopedia

no Hospital

Ortopédico de Passo Fundo. Fez sua especialização na Santa Casa

de São Paulo e posteriormente no Hospital Ortopédico de Belo

Horizonte. Airton atua hoje no HO, em Passo Fundo e também

na Carazinho Ortopedia. Ele destaca que especialidade do ombro

é muito exigente porque concilia dor e mobilidade, sendo que

o desafio do médico é sempre minimizar a dor e maximizar a

mobilidade, devolvendo ao paciente o conforto e a potencialidade

para realizar suas atividades.

Por essa ser uma especialidade muito dinâmica, há um comprometimento

de horas trabalhadas diariamente muito grande. Por

isso, Airton destaca a importância de ter uma estrutura familiar

que dá a ele o suporte para desenvolver a potencialidade de sua

profissão. “Há um grande envolvimento pessoal e familiar que

possibilita que a gente consiga exercer as atividades e, obviamente,

o tempo vago utilizamos da melhor maneira convivendo com

a família. Não adianta ser um profissional bem sucedido se tiver

uma família desestruturada, as duas correntes são importantíssimas

e devem ser tratadas com o mesmo afinco”, acredita.

Airton destaca a sua satisfação por ter formado, junto dos colegas,

um grupo homogêneo, em que todos os participantes são

imbuídos do mesmo espírito de melhorar a qualidade de vida

dos pacientes. “Também tenho como uma realização pessoal ter

contribuído para a formação de outros profissionais, enquanto

preceptor da residência médica. A escola é fundamental na medi-

cina e poder olhar para trás e ver uma trajetória onde pudemos,

de alguma forma, influenciar a vida das pessoas, é uma coisa que

me deixa muito satisfeito”, finaliza.

Dr. Eder

Menegassi Martel

Cirurgia do Ombro e

Cotovelo - CRM 28711

Atende: HO, MOT e TOT.

Os livros foram personagens

importantes na

escolha de Éder pela

medicina. Bastou ver

o corpo humano no

papel, para despertar

o seu interesse pela

profissão, ainda quando

criança. Formado pela

Universidade Federal de

Pelotas, especializado

em ortopedia e traumatologia

pelo Hospital Ortopédico de Passo Fundo e com formação

em cirurgia do ombro pela Santa Casa de São Paulo, Éder, hoje,

faz atendimentos em Marau, Passo Fundo e Carazinho.

O desafio diário de reabilitar um paciente é o mais encantador

da especialidade para o médico. “Normalmente você encontra

um paciente com alguma limitação, com a dor, com uma

impossibilidade de realizar uma atividade ou um gesto, e o que

me encanta é quando você consegue devolver a ele a possibilidade

de realizar aquela atividade que ele não conseguia fazer

antes de consultar”, revela.

Éder acredita que o dever de um médico é o de resolver os problemas

dos pacientes. “A minha missão é fazer com que ele não

volte. Que ele não precise mais de mim. Essa é a minha missão.

É simplesmente dar alta para o paciente para que ele não precise

mais, que ele supere essa coisa que o prejudicava. Eu acho que o

médico tem que agir no intuito de resolver ou amenizar o problema

que trouxe o paciente para o consultório”, ressalta.

Apesar de uma profissão com grande demanda, Éder não deixa

de lado a vida familiar. Longe do ambiente de trabalho, o médico

aproveita para usufruir momentos de lazer com seus três

filhos pequenos.

22 | contatovip.com.br


Médicos que inspiram

Dr. Francisco José

dos Santos Neto

Cirurgia do Ombro

e Cotovelo.

Ortopedia Oncológica.

CRM 19218

Atende: HO

Ser médico é uma

doação. E Francisco

José Dos Santos Neto

sabia disso quando

escolheu essa profissão,

motivado pela

possibilidade de proporcionar

qualidade

de vida às pessoas. O

médico ortopedista e traumatologista, especialista em oncologia

ortopédica e em cirurgia do ombro e cotovelo, é hoje também

presidente da Unimed Planalto Médio e dedica a sua vida para a

profissão que escolheu. “Ser médico não é fácil, não é folclore que

o dia a dia se torna mais cheio, somos ‘achados’ em todos os lugares.

A doação de tempo é grande e a doação emocional também,

pois todo o procedimento causa um estresse porque o médico

sempre quer que tudo dê certo. Quando ocorre alguma complicação,

a qual estamos sujeitos, a parte emocional pesa muito. Então,

os meus cabelos brancos não são só pela idade”, brinca o médico,

ressaltando que tudo vale a pena quando vê um paciente bem,

sem dor e com uma qualidade de vida adequada.

O que chamou a atenção de Francisco na ortopedia e traumatologia

foi a objetividade. Já na parte da oncologia ortopédica

foi a necessidade de exercer uma empatia muito maior com

o paciente, pois o médico o acompanha durante o diagnóstico

e tratamento. “Dentro da oncologia vemos a morte muito

de perto, a sobrevida não é muita, mas a qualidade de vida é

fundamental, independente de quanto tempo você tem de vida”,

diz. E justamente essa busca pela qualidade de vida do paciente

é a maior missão de Francisco enquanto médico. “Muitas vezes

as pessoas olham o médico só pela parte econômica, mas o que

move o médico é o paciente estar bem. Por isso quando vamos

dar uma notícia que não é essa é muito desgostoso para nós.

Quando é só notícia boa é isso que nos gratifica. Nossa missão

como médico é resolver os problemas do paciente, que confia a

nós a sua vida”, finaliza.

Marcos Monteiro

da Cunha de

Souza

Ortopedia e

Traumatologia.

Cirurgia do Ombro

e Cotovelo.

CRM 37496

Atende: HO, COT

Com a ajuda e

o incentivo do

avô, quem lhe

transmitiu muitos

ensinamentos,

Marcos se formou

em medicina

pela Universidade

Federal

de Pelotas e se especializou em ortopedia e traumatologia em

cirurgia de ombro e cotovelo no Hospital Ortopédico de Passo

Fundo. A escolha pela profissão ocorreu logo no seu primeiro

contato com a área. “Eu tive uma queda de cavalo quando tinha

12 anos de idade, e ali precisei ficar internado, fazer um tratamento

cirúrgico, e naquele momento eu conheci os ambientes

da medicina, de consultório, de hospital, de bloco cirúrgico... e

aquilo me encantou de uma maneira que eu decidi fazer aquilo

para o resto da minha vida”, conta.

Para Marcos, o maior fascínio da ortopedia e traumatologia é

a importância que exercem na vida dos pacientes. “Nós, seres

humanos, fomos feitos para estarmos em movimento, e qualquer

alteração disso gera consequências não só físicas como também

emocionais. É muito ruim essa sensação da dor e da dificuldade

de realizar os movimentos. Então a ortopedia é uma especialidade

que devolve essa capacidade ao paciente. Dessa forma, ela

acaba ajudando a devolver uma vida normal e uma felicidade ao

paciente”, ressalta.

Marcos atua no Hospital Ortopédico de Passo Fundo e no Carazinho

Ortopedia e Traumatologia. Diante de uma rotina agitada,

cada sinal de missão cumprida faz valer a pena todo esforço. “As

maiores realizações dentro da medicina se dão no dia a dia. A

gente não tem um grande evento que nos traga a realização. Ela

se dá a cada sorriso do paciente, a cada agradecimento, a cada

sensação de que a gente pode ser útil e trouxe novamente a felicidade

para o paciente. Essa é, sem dúvida, a maior realização que a

gente tem dentro da nossa vida”, declara.

Av. Sete de Setembro, 817

Centro - Passo Fundo/RS

Fone (54) 2104.4333

Rua Quatorze de Julho, 220

Centro - Carazinho/RS

Fone (54) 3330.1101

Rua Bento Goncalves, 10

Marau/RS

Fone (54) 3342.9426

Rua Ângelo Dalzotto 810

Tapejara/RS

(54) 3344.2263 - 99640.9684


Médicos

que inspiram

Rodrigo Mazoco Borges

Urologista

FOTOS | DANIEL TATSCH

Rodrigo Borges é médico,

formado pela Universidade

de Passo Fundo há 20 anos

e médico urologista há 16

anos. Atua na cidade de Passo Fundo e

Sarandi. A Urologia é a especialidade

responsável pela prevenção e tratamento

das patologias que acometem o

sistema Genito-urinário. A escolha pela

medicina tem a motivação em propiciar

saúde, bem-estar e qualidade de vida às

pessoas.

Segundo o Dr. Rodrigo, a rotina diária

de um médico, com urgências/emergências,

cirurgias e atendimentos no

consultório apresentam desafios, mas

que se conduzidos com amor, dedicação,

empatia, tornam a rotina mais

leve. “A realização é constante quando

conseguimos devolver condições de

vida ideal ao paciente”, destaca.

A urologia, como todas as áreas da

saúde, necessita de atualização constante.

“Somos desafiados constantemente

a buscar novas tecnologias e embasamento

científico para todos os casos.

Mesmo com a rotina agitada consigo

conciliar com a rotina da família, tenho

dois filhos e participo ativamente das

atividades, o que é de extrema importância

pra mim”, comenta.

Dr. Rodrigo finaliza com a sua esperança

para o futuro da medicina: “que

continue sempre evoluindo no sentido

técnico – científico, mas que nunca

deixe de lado o aspecto humano”.

Rua Teixeira Soares, 1075

Sala 403 - Passo Fundo/RS

Ed. Condomínio Tamandaré.

Telefone: (54) 3311-0093

CRM 24972



Médicos que inspiram

LUCAS DAL POZZO SARTORI

Sensibilidade estética e pessoal na cirurgia plástica

Grande parte da família de Lucas escolheu

a medicina como caminho profissional:

entre pais, tios e primos, a família tem em

torno de quinze médicos. Desde pequeno ele

observava o comprometimento e a dedicação,

especialmente de seu pai e de sua mãe com a

profissão. “Apesar de não terem sido poucos

os momentos em que estiveram ausentes

devido aos compromissos, era evidente a

enorme satisfação que a medicina trazia

para eles. Me lembro de ir todos os domingos

pela manhã junto com o meu pai ao hospital

para fazermos a visita matinal de seus pacientes

e na volta comprarmos meus gibis da

Turma da Mônica na Praça da República...

No fim das contas, acho que a minha escolha

profissional foi algo muito natural”, conta.

Durante a Faculdade de Medicina ele decidiu

por duas ou três especialidades diferentes ao

longo dos seis anos, porém quando conheceu

a Cirurgia Plástica a identificação foi imediata.

“Me apaixonei pela rotina mais prática

do cirurgião e, principalmente, pela melhora

enorme que a cirurgia plástica trazia para a

autoestima dos pacientes operados, fosse realizada

uma cirurgia estética ou uma cirurgia

reconstrutiva”, ressalta. A cirurgia plástica

é o tema da entrevista que você confere a

seguir com o Dr. Lucas:

O que mais lhe encanta no dia a dia

da sua profissão? Diferentemente de um

medicamento, que geralmente necessita

ser avaliado pelo resultado de exames de

laboratório, ou um procedimento realizado

dentro do corpo, que algumas vezes

necessita de um exame de imagem para

ser compreendido, o resultado da Cirurgia

Plástica costuma ser rapidamente perceptível

aos olhos do paciente.

A satisfação de ver renovada a autoestima

de um homem calvo que retorna a ter

cabelo, de perceber o aumento na autoconfiança

de uma mulher que antes tinha

seios pequenos e agora se sente confortável

e segura com seus implantes de silicone, de

notar que a menina que antes não tirava

fotos de lado agora não tem mais vergonha

do formato do seu nariz ou de receber o

agradecimento e alívio do paciente que não

vê mais aquele câncer de pele no seu corpo

é algo indescritível para mim. A sensação

de poder ajudar alguém e a possibilidade de

essa pessoa conseguir perceber, em pouco

LUCAS DAL POZZO SARTORI

CRM/RQE: 33.905 / 29.666

FOTO | DANIEL TATSCH

Formação:

- Faculdade de Medicina: PUCRS, Porto Alegre

- Residência de Cirurgia Geral: Hospital das Clínicas, Passo Fundo

- Residência de Cirurgia Plástica: Hospital São Lucas da PUCRS, Porto Alegre

- Formação em Cirurgia de Face e Mama: Dr. Javier de Benito, Espanha

- Formação em Cirurgia Estética e Funcional de Nariz: Dr. Wolfgang

Gubisch, Alemanha

- Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP);

- Cirurgião Plástico pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pelo Conselho

Federal de Medicina (CFM)

- Congressos, Simpósios e Cursos para constante atualização profissional;

26 | contatovip.com.br


Médicos que inspiram

tempo, a diferença que posso fazer com o

meu trabalho me torna um apaixonado pelo

que faço.

Quais são os procedimentos mais

procurados no seu consultório? A que

você atribui essa alta procura? O leque

de cirurgias é bastante amplo, e todas as cirurgias

que ofereço são procuradas. Porém,

sem dúvida, algumas se destacam.

O Protocolo de Recuperação Rápida de

Prótese de Mama se tornou em um sucesso

imediato, permitindo que as pacientes realizem

a sua cirurgia e se recuperem sem dor,

podendo retornar ao seu trabalho em 48-

72h, levantando os braços apenas 2 horas

após o procedimento. O Sutiã Interno total

também é tão procurado quanto o Protocolo,

pois permite uma maior estabilização

da prótese de mama abaixo do músculo,

trazendo um resultado mais belo e atraente

para a paciente.

A Lipoaspiração HD/Definição é muito

procurada pela capacidade de trazer maior

definição da parede abdominal, ajudando a

destacar os músculos e a definir as linhas da

região abdominal, trazendo naturalidade e

definição para a região abdominal

Por fim, acredito que a Rinoplastia Estética

e Funcional (corrige estética e função) seja

outra cirurgia muito procurada, talvez

pelo tempo que dediquei para a formação

específica nessa área, que considero a mais

difícil e desafiante da nossa especialidade,

mas que me traz muito prazer na realização.

Por último destaco os Procedimentos

Minimamente Invasivos, que tem crescido

vertiginosamente nos últimos anos, pois

são realizados em consultório, tem rápida

recuperação e resultados quase imediatos.

A Toxina Botulínica para tratar as rugas

de movimento e o Ácido Hialurônico para

preenchimento são os grandes destaques.

Todo o paciente que tem o desejo de

fazer uma cirurgia plástica pode realizá-la?

Quais são os critérios necessários

para se fazer uma cirurgia? Muito boa

pergunta. Infelizmente é lugar comum para

algumas pessoas que basta o paciente ir até

o seu cirurgião plástico, solicitar o procedimento

que deseja, fazer o acerto financeiro

e agendar a sua cirurgia. Porém, definitivamente,

não é assim que funciona, ou que

deveria funcionar.

É preciso esclarecer aqui que o Cirurgião

Plástico, em primeiro lugar, é médico, então

ele nunca indicará um procedimento que

possa causar um risco à saúde do paciente.

Isso significa que pacientes acima do peso

adequado, com problemas de saúde não

controlados ou sem necessidade de cirurgia

terão os seus procedimentos contra indicados.

Em segundo lugar, a Cirurgia Plástica

necessita, creio, de um profissional com

uma grande sensibilidade estética e pessoal,

que possa entender o que o paciente quer,

identificar o procedimento adequado e a

quantidade ou volume necessários. Por

exemplo, uma paciente pode nos procurar

para colocar um grande implante de

silicone porque acha o seio caído e murcho,

quando na realidade o que ela precisa é

uma cirurgia que levante e reposicione

novamente a mama, utilizando uma prótese

moderada e uma grande retirada de pele e

gordura. Em terceiro lugar, nós precisamos

de um paciente consciente sobre o procedimento

a que deseja se submeter, os riscos

associados e a necessidade do mesmo.

Por isso é fundamental a consulta médica

presencial, onde após uma boa conversa e

um detalhado exame físico, fique claro para

o médico e o paciente o que ele deseja e o

que ele ache adequado. Quando é a mesma

coisa, perfeito. Quando não é, cabe ao

médico explicar o porquê de não ser e como

o procedimento pode ser modificado para

se atingir algo próximo do que o paciente

deseja. Ao final da consulta, os dois devem

partilhar da mesma opinião e conduta,

porque uma cirurgia ou um procedimento

nunca é uma decisão apenas do médico

ou apenas do paciente, e sim decisão que

deve ser avaliada e decidida em conjunto,

levando em consideração a experiência do

médico, as expectativas da paciente e os

riscos à sua saúde.

No meu caso, reservo para a primeira consulta

uma hora, tempo que acho necessário

para que possa realizar a entrevista e exame

físico, possa explicar a cirurgia e seus riscos

associados, e por fim solicitar todos exames

e avaliações pré-operatórias necessárias.

Quais são as principais novidades que

estão surgindo na área da cirurgia

plástica? De que forma você as tem

incorporado no seu consultório? Nas

Cirurgias Corporais, hoje temos o Protocolo

de Recuperação Rápida que permite

que uma cirurgia que antes necessitava de

www.lucasdpsartori.com.br

/sartori_cirurgia.plastica

duas semanas de afastamento hoje possa

ser realizada com sucesso com a paciente se

afastando apenas durante o final de semana.

O uso de aparelhos vibratórios (Vibrolipoaspirador)

que facilitam o trabalho do

cirurgião durante a lipoaspiração, diminuindo

os riscos além de permitir atingir

uma maior definição no resultado final. Implantes

mamários com chips que guardam

informações referentes à prótese colocada,

como data da cirurgia, tamanho e marca,

e implantes com texturas mais rugosas que

permitem uma firmeza maior das mama

que tenha uma pele um pouco mais flácida.

Nas Cirurgias de Face, que me aprofundei

na Espanha, a tendência atual é a de reposição

da volumetria facial com gordura do

próprio paciente e de reposicionamento das

estruturas profundas e da pele, e não mais

aqueles resultados que tendiam para rostos

esticados e artificiais. Na Cirurgia de Nariz,

que estudei na Alemanha, não se admite

mais uma cirurgia que não alie o tratamento

estético e funcional em um só tempo. Nos

Procedimentos Minimamente Invasivos,

temos produtos de maior qualidade, com

maior durabilidade e segurança.

Acredito que a nossa especialidade caminha

para atingir resultados cada vez mais naturais

e proporcionais, que sejam agradáveis

ao olhar, evitando estigmas desnecessários

aos pacientes.

Quais são os principais desafios da cirurgia

plástica? Acredito que o Cirurgião

Plástico é um profissional como qualquer

outro, com suas qualidades e fraquezas, suas

certezas e suas preocupações, suas alegrias e

frustrações. Porém acredito que quando nos

propomos a fazer algo, esse algo deve ser

feito da melhor maneira possível, de maneira

a atingir, dentro do possível, a expectativa

do paciente e também a nossa. E esse é

sempre o meu objetivo: minha consulta só

termina quando acredito que meu paciente

está ciente quanto ao procedimento proposto

e a minha cirurgia só termina quando

tenho convicção que não poderia ter feito

algo melhor por aquela pessoa que depositou

em mim todas as suas expectativas.

Ijuí – Edifício Jamile

(55) 3332.2522

(55) 9707.2522

POA – Clínica Mirabile

(51) 3335.3388

(51) 9290.1767

Cerro Largo – Cerro Saúde

(51) 3359.2499

(51) 9952.5510


A Progressiva Correlação

Existente entre o Direito

e a Medicina

O

Direito e a Medicina, áreas

profissionais das mais tradicionais

e fundamentais para

a vida em sociedade, a cada

dia convergem mais, gerando verdadeiras

inter-relações entre as pessoas que nelas

atuam em seus mais variados âmbitos.

À vista disso, Herton Moraes Advogados

Associados, escritório de advocacia

atuante em Passo Fundo/RS e região, há

aproximadamente 30 (trinta) anos, conta

com uma banca de advogados especialistas

em suas áreas de atuação, os quais

se dedicam ao Direito Médico, Cível,

Tributário, Penal e Previdenciário.

O Direito, naturalmente, é interdisciplinar

e esse conceito não é esquecido

pela equipe Herton Moraes Advogados

Associados, razão pela qual as competências

jurídicas são reunidas por seus

profissionais, sendo exatamente este um

de seus diferenciais no auxílio a toda sua

carteira de clientes.

Contextualizando os ramos do Direito,

os profissionais da área médica devem,

por exemplo, se atentar para o limite do

salário de contribuição à Previdenciária

Social – INSS quando exercem suas

atividades para mais de um tomador de

serviços.

Sabe-se que o dinamismo da área médica

exige que seus profissionais, por muitas

vezes, possuam mais de um vínculo de

trabalho, seja em diversos hospitais, clínicas,

consultórios e até mesmo instituições

de ensino. Nesta hipótese não é raro observar

médicos que acabam recolhendo

o tributo da contribuição previdenciária

(INSS) acima do valor do teto do INSS,

que para o ano de 2020 é R$ 6.101,06,

posto que cada um de seus tomadores de

serviço recolhe de forma independente

sua contribuição à Previdência.

Deste modo, nos casos em que o profissional

da área médica tenha possuído ao

longo dos anos mais de um vínculo de

trabalho e não tenha comunicado a pelo

menos uma das instituições de saúde

a que presta serviço que já recolhe o

INSS sobre o teto, muito provavelmente

acabou por recolher tributo a maior, devendo,

assim, verificar a possibilidade de

pleitear a restituição desses valores pagos

indevidamente.

Destaca-se que quanto maior o período e

os valores recolhidos em excesso, maior o

montante a ser reembolsado.

Logo, a situação exposta acima demonstra

a conexão havida entre a Medicina e

diversas áreas do Direito, que especificamente

no caso exposto são o Direito

Médico, Tributário e Previdenciário.

Assim sendo, leva-se à conclusão que os

profissionais da Medicina e do Direito

necessitam andar em compasso e possuir

um canal de comunicação aberto e

confiável para tratar acerca das diversas

situações com que suas movimentadas

vidas profissionais se deparam.

Sobre o tema, a Contato VIP questionou

os profissionais do escritório Herton

Moraes Advogados Associados. A seguir

você confere as respostas para algumas

das principais dúvidas:

28 | contatovip.com.br


De que forma o profissional pode

verificar se tem algum valor a ser

ressarcido?

Por se tratar de uma matéria eminentemente

técnica, recomenda-se procurar

um especialista do Direito Previdenciário

e Tributário para que se faça uma análise

dos recolhimentos constantes em seu Extrato

de Contribuições, o chamado CNIS

– Cadastro Nacional de Informações

Sociais, - para assim verificar se houve

contribuições realizadas acima do teto do

INSS nos últimos anos.

Os valores que podem ser restituídos

são referentes a todo o período

pelo qual o profissional contribuiu

de forma errônea ou são restritos a

um período específico?

São restritos aos últimos 5 (cinco) anos,

uma vez que se opera a prescrição dos

valores anteriores a este lapso temporal.

O que o profissional deve fazer para

solicitar a restituição de contribuições

previdenciárias?

Deve buscar um profissional especialista

no Direito Previdenciário e Tributário

para que este ajuíze uma ação de

repetição de indébito em face da União,

pleiteando a restituição dos valores pagos

acima do teto do INSS nos últimos 5

(cinco) anos. Ainda é possível fazer este

requerimento através de procedimento

administrativo, contudo se sabe que na

prática o mesmo é moroso e ineficiente.

Como o profissional deve escolher e

informar um ou mais de seus empregadores

sobre os descontos a título

de contribuição previdenciária?

Quando o profissional possuir mais de

um tomador de serviço, ele poderá optar

por qualquer um deles, desde que já

ocorra o recolhimento no teto do INSS

em um deles, informando aos demais

empregadores para que não se dê o

recolhimento em duplicidade, evitando

indevidas contribuições acima do teto.

O profissional deve informar os tomadores

de serviço escolhidos para não recolher

contribuição previdenciária através

de declaração simples por ele assinada,

na qual devem constar os outros vínculos

em que já recolhe no teto.

Mauro Vinicius

Soares de Moraes

OAB/RS 29.180

Direito Penal

Diego Hickmann

OAB/RS 93.621 - Direito

Previdenciário, Direito Civil

e Direito do Trabalho

Joana Stela

Rovani de Moraes

Médica Perita

CREMERS 30.958

Wanderleia

Josefina Veloso

OAB/RS 30.304 - Direito

Tributário, Direito Civil e

Direito do Trabalho

Leonardo da Silveira

Assessor Jurídico - Direito Civil,

Direito de Trânsito, Direito

Tributário e Direito de Médico

Cassiano

Fortes de Moraes

Estagiário

Rua Independência, 376

Sala 301 - Centro - Passo Fundo/RS

hertonmoraesadvogados.com.br

contato@hertonmoraesadvogados.com.br

Fones: (54) 99144.0843 | (54) 3313.4925


Cuide da saúde

dos seus rins!

A médica nefrologista Gabrielli Zanotto de Oliveira fala

sobre a sua paixão pela especialidade e compartilha informações

importantes que vão te ajudar a manter a saúde dos rins!

Entre as especialidades médicas,

Gabrielli sempre se interessou

mais pelas especialidades

clínicas e, desde o seu primeiro

contato com a nefrologia na faculdade, se

identificou com a área. “Mas foi durante

meu segundo ano da residência de clínica

médica que defini que essa seria a área a

seguir, pois consegui vivenciar um pouco

mais o dia a dia dessa especialidade e ter

a certeza de que seria a escolha certa”,

conta. O que mais a encanta na nefrologia

é o fato de ela ser uma especialidade

completa, que a desafia diariamente e a

possibilita atender as mais variadas patologias

e pacientes de todas as idades, de

crianças até idosos. “O mais desafiador da

nefrologia é a complexidade da especialidade,

pois nos deparamos diariamente

com pacientes graves, que demandam

muito cuidado e atenção”, destaca.

A nefrologia abrange uma série de

doenças, sendo comuns no dia a dia as

infecções do trato urinário e a nefrolitíase

(pedras nos rins) - umas das queixas mais

vistas nos Pronto Atendimentos, mas que

sempre deve ser acompanhada por um

especialista. Além dessas, a injúria renal

aguda (IRA) e a doença renal crônica são

muito prevalentes. “A primeira ocorre

principalmente em pacientes internados e

pode ter diversas causas, como infecções,

drogas/medicamentos, entre outras. Já a

doença renal crônica é uma condição que

leva a perda lenta e progressiva da função

dos rins, sendo as causas mais comuns

hipertensão e diabetes. Ambas podem

levar a necessidade de terapia dialítica”,

esclarece.

HÁBITOS QUE CONTRIBUEM

PARA A SAÚDE DOS RINS

Segundo Gabrielli, uma alimentação

saudável e a ingestão adequada de água

são fundamentais para manter a saúde

renal. Conforme explica, nosso corpo

é composto por 60-70% de água, e os

rins funcionam como um filtro para as

30 | contatovip.com.br

toxinas e resíduos indesejados do nosso

organismo, sendo fundamental consumir

água diariamente para manter suas funções

equilibradas. A quantidade de água

diária necessária depende muito de cada

indivíduo e é influenciada por diversos

fatores. Exercícios físicos, calor, consumo

de cafeína, gravidez e amamentação, entre

outras condições, exigem um aumento

da ingestão de água. “A desidratação é

uma das principais causas de perda de

função dos rins, e é controlada com uma

hidratação adequada. Além da ingestão

hídrica, ter uma alimentação saudável

também é de extrema importância. Sabe-

-se que a obesidade é uma condição que

causa dano renal por si só. Além disso,

o diabetes e a hipertensão arterial são as

principais causas de doença renal crônica,

e uma alimentação saudável é essencial

para um controle adequado dessas doenças

e assim a manutenção da saúde renal”,

comenta. Confira mais algumas dicas

para manter seus rins saudáveis:

• Consuma no mínimo 2 litros de água

por dia, e prefira água no lugar de outros

líquidos como sucos, chás, refrigerantes

ou outros líquidos com açúcar, álcool ou

cafeína.

• Mantenha um estilo de vida saudável

com alimentação balanceada e atividade

física regular.

• Evite alimentos com excesso de sal e

industrializados.

• Evite fazer uso de medicamentos sem

prescrição médica, pois muitos remédios

são prejudiciais para os rins, como por

exemplo os anti-inflamatórios, e seu uso

indiscriminado pode levar a uma injúria

renal.

• Mantenha a pressão arterial e os valores

de glicose no sangue controlados.

• Para os homens, faça uma avaliação da

próstata conforme recomendação de seu

médico.

• Mantenha acompanhamento médico e

realize exames para avaliar a função renal

regularmente.

Sobre a médica

Gabrielli Zanotto de Oliveira:

- Formada em Medicina pela Universidade

do Vale do Itajaí (Univali), formatura em

julho de 2015; Residência de Clínica Médica

pela Universidade Federal Fronteira Sul –

Hospital São Vicente de Paulo (UFFS – HSVP)

de 2016 a 2018; Residência em Nefrologia

pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre

(HCPA) de 2018 a 2020; Atualmente

realizando mestrado pela UFRGS

- Médica do Corpo Clínico do Hospital São

Vicente de Paulo

- Professora da Faculdade de Medicina da

Universidade de Passo Fundo

Consultório - Rua Uruguai, 2001, Sala 414B

Centro Clínico Credplan - Passo Fundo/RS


VENDA

EXCLUSIVA DA

TIBOLA IMÓVEIS

Projeto Renato Mezzomo Lopes

O que você e sua família estariam

fazendo nessa piscina com borda infinita?

- Salas integradas - Integração da área social com a piscina - 286,81 m2

- Espaço gourmet - Possibilidade de permuta

- 3 suítes

Desejos realizados recentemente

Casa Alto Padrão (Bairro Loeff) Duplex (1º De Maio) 3 Suítes (Boulevard)

www.imobiliaria.tibola.com.br | (54) 3330-2151

Rua Presidente Vargas, 27 – Carazinho/RS

CRECI 22140J


Vivi Pante Image

Há muito tempo a moda faz

parte da vida de Viviane

Pante. Ela escolheu a área para

estudar e trabalhar, fazendo

dela sua profissão. Formou-se em Moda e

Estilo pela Universidade de Caxias do Sul,

onde também especializou-se em Estratégias

em Marketing. No decorrer de sua trajetória

profissional, foi acrescentando cursos e

experiências: estudou consultoria de imagem

em Brasília, onde morou até 2016 e depois

foi para São Paulo, onde estudou fotografia

prática e narrativas digitais e residiu

até julho deste ano. Hoje, de volta ao Rio

Grande do Sul, Viviane tem dois focos de

atuação: a administração de mídias sociais

para empresas e profissionais autônomos e o

serviço de imagem pessoal, aplicado através

do método desenvolvido por ela e que leva

seu nome – o Vivi Pante Image. Conforme

explica, o método é uma mescla entre a

consultoria de imagem, que diz respeito ao

autoconhecimento, ao estilo, ao biotipo, as

particularidades e necessidades da pessoa no

hoje , juntamente com o personal stylist, atividade

onde o foco é a composição de looks.

O diferencial do método é trabalhar junto

Estilo e consciência ao vestir, pensados para você

ao cliente suas características, seu estilo e

essência, transpondo-os para os looks, utilizando

as peças que ele já tem, com o intuito

de multiplicar esse guarda-roupas de forma

inteligente, consciente e com identidade.

Essa forma do vestir vai de encontro ao

movimento da moda voltado a um consumo

mais consciente e, de certa forma, mais sustentável.

Um novo olhar que tem ganho cada

vez mais força dentro desse mercado. Segundo

Viviane, as pessoas estão buscando por

peças e marcas que abracem junto os três

pilares que regem uma sociedade: o social,

o econômico e o ambiental. As pessoas também

estão se questionando mais na hora da

compra, pensando se realmente há a necessidade

de comprar e consumir aquela peça. “O

método Vivi Pante Image traz a possibilidade

de trabalhar em cima da melhor utilização

das peças, de recompor e recriar sobre aquilo

que o cliente já tem. Outro método que está

se expandindo e que eu tenho grande prazer

de trabalhar é o upcycling, onde recriamos

peças já usadas ou que tenham um significado

maior para a pessoa. Assim, damos

ainda mais valor ao modelo que já existe e

evitamos o descarte”, destaca.

FOTO | DANIEL TATSCH

Veja mais:

@vivipanteimage

@pcyclingvivipanteimage

Clínica do Coração

Cardiologia e Clínica Geral

Centro Profissional do Planalto

Rua Cipriano Ribeiro da Luz, 106

Sala 501 - Carazinho/RS

Fone (54) 3331.8452

Cel. (54) 99118.0004

32 | contatovip.com.br


Dr. Ricardo Zambenedetti

Excelência em cirurgia plástica em Carazinho e região

O

médico cirurgião plástico

Ricardo Zambenedetti, que

atende em Carazinho desde

2014, é formado em Medicina

pela Universidade Federal de Santa

Maria, com residência médica em Cirurgia

Geral no Grupo Hospitalar Conceição

em Porto Alegre. Tornou-se especialista

em Cirurgia Plástica no Rio de Janeiro

onde concluiu residência médica de três

anos no Hospital Federal dos Servidores

do Estado do Rio de Janeiro, além de

pós-graduação em Cirurgia Plástica pela

Universidade Gama Filho (RJ).

Natural de Frederico Westphalen, o médico

também atende em Porto Alegre. Dr.

Ricardo possui título de especialista pela

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

(SBCP), pelo MEC, pela Associação Médica

Brasileira (AMB) e também é membro

internacional da American Society of

Plastic Surgeons (ASPS).

Dr Ricardo Zambenedetti atende em

Porto Alegre onde é sócio fundador e

diretor do Instituto Pós Bariátrica, um

centro pioneiro especializado em cirurgias

reparadoras pós-bariátricas.

Em Carazinho o Dr Ricardo Zambenedetti

viabiliza para os pacientes de toda a

região, o que há de mais moderno e com

a máxima qualidade na área de cirurgias

plásticas, seja para fins estéticos ou reparadores,

Atende em consultório personalizado

localizado no Centro Profissional do

Planalto, em espaço amplo, com estrutura

adequada, sofisticado e confortável.

A experiência do médico é um dos fatores

que fazem com que ele seja um dos nomes

mais procurados na área. Ele faz cirurgias

plásticas desde 2010, ainda quando fazia

residência, e com essa bagagem conquistou

cada vez mais precisão e excelência

nos resultados dos seus procedimentos.

Dr. Ricardo comenta que a maior procura

é por cirurgias de contorno corporal, entre

elas, abdominoplastia e lipoaspiração,

cirurgias de mama, face e nariz.

PROCEDIMENTOS:

• Prótese e redução de mamas;

• Ginecomastia;

• Lifting de face (ritidoplastia);

• Blefaroplastia (pálpebras);

• Otoplastia (orelhas de abano);

• Rinoplastia (nariz);

• Lipoaspiração/lipoescultura;

• Abdominoplastia/

miniabdominoplastia;

• Ninfoplastia (cirurgia íntima);

• Lifting braquial (braços) e crural

(coxas);

• Correção de cicatrizes, tratamento

e reconstrução de tumores de pele.

FOTO | SIMONE DI DOMENICO

Rua Cipriano Ribeiro da Luz, 106

Sala 802 - Centro Profissional Planalto

Carazinho/RS

Fone: (54) 3331-3506

www.ricardozambenedetti.com.br

contatovip.com.br | 33


MARIA BRASILEIRA

A maior rede de franquias de cuidados e serviços

residenciais e corporativos do país chega na região

A

Maria Brasileira é a maior rede

de franquias de cuidados e

serviços residenciais e corporativos

do país.

Fundada em 2013, por Felipe Buranello e

Eduardo Pirré, na cidade de São José do

Rio Preto, interior de SP, possui atualmente

mais de 300 unidades espalhadas

por todo o Brasil. Em Não-Me-Toque,

a franquia existe desde o ano de 2015,

comandada pelo empresário Luiz Rudinei

Rodrigues. Em junho desse ano foi inaugurada

a unidade de Carazinho, tendo

a frente os franqueados Luiz Rudinei

Rodrigues e Sergio Adilson Nienow.

A Maria Brasileira atua em limpeza

residencial, comercial e empresarial, limpeza

pós obras, limpezas especiais como

calçadas, vidros, fachadas, paredes, forros,

jardinagem, limpeza de piscina, passadeira,

terceirização, entre outros.

A prestação de serviços é realizada de

acordo com a necessidade de cada cliente,

sempre selecionando o perfil adequado

para cada tipo de trabalho prestado.

“Podemos atuar na prestação dos serviços

com ou sem o fornecimento de materiais

e equipamentos. Para os atendimentos de

limpeza pós obras, por exemplo, contamos

com equipamentos profissionais e produtos

específicos”, afirmam os franqueados.

A Maria Brasileira trabalha com dois

modelos de contratação dos serviços:

o cliente pode solicitar quando houver

necessidade ou fechar pacotes, obtendo

a vantagem da comodidade de saber que

Franqueados Luiz Rudinei Rodrigues e Sergio Adilson Nienow

terá uma agenda de atendimento fixa,

conforme combinado com o franqueado,

além da possibilidade de terceirização,

onde o cliente precisa de um profissional

fixo, mas transfere toda a responsabilidade

das questões trabalhistas para a franquia.

Além disso, o cliente conta também com

a segurança de receber em sua casa ou

empresa um profissional altamente qualificado

para prestar o serviço, credenciado

a uma empresa de reconhecimento

nacional.

Entre os diferenciais da Maria Brasileira

estão os rigorosos processos de credenciamento

dos profissionais, que passam

por várias etapas de análises, entre elas,

as suas referências. Após credenciamento

aprovado, são realizados treinamentos e

qualificações específicos para cada área

de atuação.

“A cada dia as pessoas

entendem o quão

precioso é o tempo, e

estão valorizando mais,

ocupando-se de coisas

que realmente são

importantes pra elas.

Então, a Maria Brasileira

veio pra facilitar a vida

dos brasileiros nessa

correria do dia a dia,

executando as tarefas

que exigem tanto

do nosso tempo”, diz

Felipe Buranello, CEO

e cofundador da Maria

Brasileira.

Conheça mais sobre a Maria Brasileira e

solicite seu orçamento sem compromisso.

www.mariabrasileira.com.br

Não-Me-Toque: Rua Padre Valentin Rumpel, 1009, Centro

Carazinho (Home Office):

Fones (54) 3332.4347 | (54) 99909-3103

carazinho@mariabrasileira.com.br

@mariabrasileira.carazinho

Maria Brasileira – Carazinho

34 | contatovip.com.br



A Clínica Hematoclin é especializada

no atendimento de pacientes adultos

portadores de doenças hematológicas.

Tratamos anemia, plaquetopenia,

distúrbios da coagulação, trombofilia,

leucemias, linfomas, mieloma, entre

outras doenças. Buscamos proporcionar

cuidados personalizados para cada paciente,

em um ambiente calmo e aconchegante.

Contamos com duas médicas especialistas

em Hematologia e Hemoterapia, com título

reconhecido pelo Conselho de Medicina.

Ambas são membro da sociedade brasileira

de hematologia e hemoterapia.

Dra. Cristiane Zanotelli

Hematologista CRM 38589

Dra. Daiane Weber

Hematologista CRM 33632

54 3622 4655 54 9 9921 3830

contatohematoclin@gmail.com

Rua Capitão Araújo, 297 (Esq. Rua Uruguai)

Salas 710/711 | Ed. Vertice

Passo Fundo | Cep. 99010 200

Hematoclin ClinicaHematoclin

Compromisso com

seu bem estar

36 | contatovip.com.br


ESPECIALISTAS

em sorriso

Capaz de cuidar tanto da estética quanto da qualidade da vida bucal das pessoas,

o dentista é admirado pelo desenvolvimento de suas atividades que vão desde a

orientação e prevenção de doenças dentárias até tratamentos em casos mais graves.

Para os dentistas, não é um clichê falar que ver o sorriso do seu paciente é a maior

recompensa – afinal, esse também é o seu maior objetivo. Para celebrar o dia do

dentista, comemorado em 25 de outubro, reunimos profissionais da área para falarem

sobre a profissão e compartilhar as novidades de cada área.


Clínica Odontológica

OZONIOTERAPIA

A Mestre em Clínica Odontológica Nathália Louize Nunes Vieira Silva

explica o que é a Ozonioterapia e quais são os seus usos na odontologia

Você já pensou em uma

terapia que é utilizada

para diversas disfunções

orgânicas, sendo

minimamente invasiva? Essa terapia

é possível através da utilização do

gás ozônio medicinal. É natural, com

poucas contraindicações e efeitos

secundários mínimos, se indicada e

realizada corretamente por profissional

com formação adequada.

Os profissionais habilitados são:

médicos, dentistas, farmacêuticos,

enfermeiros, biomédicos, fisioterapeutas

e médicos veterinários.

O ozônio (O3) é uma molécula

gasosa natural composta por três

átomos de oxigênio. A palavra ozônio

é originária do grego OZEIN,

que significa odor e foi usada pela

primeira vez em 1840 pelo químico

alemão Christian Friedrich

Schönbein. A Ozonioterapia médica

é utilizada desde o século XIX,

sendo os primeiros estudos desenvolvidos

na Alemanha. Inicialmente

o tratamento era utilizado para

combater a ação de bactérias e

germes na pele humana – ainda não

existiam os antibióticos.

FOTO | DANIEL TATSCH

38 | contatovip.com.br


Clínica Odontológica

FOTO | DANIEL TATSCH

As aplicações da Ozonioterapia são

determinadas por suas propriedades

anti-inflamatórias, antissépticas, de

modulação do estresse oxidativo, da

melhora da circulação periférica e

da oxigenação. O gás ozônio quando

utilizado em baixas concentrações, a

resistência do organismo é mobilizada,

ou seja, ativa o sistema imunológico.

Pode ser um tratamento isolado

ou complementar, importante ressaltar,

que os tratamentos já instalados

por outros profissionais devem ser

seguidos.

Possui propriedades bactericidas,

fungicidas e virustáticas, pelo o que

é largamente utilizado em feridas

infectadas.

Na Odontologia, o cirurgião dentista

pode utilizar a ozonioterapia para

qualquer tipo de procedimento,

inclusive estético. É o que determina

a resolução CFO n° 166/2015 que

reconhece e regulamenta o uso da

prática e também a resolução 176/16,

mantida após julgamento no TRF

5ª Região em Março/2018. Potente

na sua ação antimicrobiana e de alta

biocompatibilidade, é indicado como

alternativa antisséptica no combate

de infecções e inflamações. O destaque

fica por conta do tratamento

de cáries, com a qual há redução

da microbiota, com 20 segundos de

aplicação em cáries incipientes e de

raiz.

Na estética, libera fatores de crescimento,

regeneração tecidual. Estimula

o organismo produzir enzimas

antioxidantes que irão combater os

radicais livres, retardando o envelhecimento.

É também um bioestimulador

de colágeno!

Em suma, a Ozonioterapia auxilia

no bem-estar e saúde do paciente,

trazendo maior qualidade de vida.

Nathália Louize Nunes Vieira Silva

Mestre em Clínica Odontológica - CRO/RS 22436

Av. Brasil Oeste, 560 - Sala 1801 - Passo Fundo/RS

Fone (54) 98415.7300

contatovip.com.br | 39


Clínica Odontológica

CONHEÇA A SORRIFÁCIL CARAZINHO

Em setembro de 2019, os

cirurgiões-dentistas Ana

Carolina Locatelli Ecker e Pedro

Fleck Pereira assumiram a gestão

da Sorrifácil Carazinho, juntamente

com o Dr. Braian Tessaro. Ambos sempre

tiveram como objetivo crescer juntos

profissionalmente e, a partir do momento

em que entraram na rede como cirurgiões-dentistas,

sabiam o caminho que

queriam seguir. A Sorrifácil tem valores

e princípios sólidos, que eles acreditam

e compartilham, por isso, quando a

oportunidade surgiu, não pensaram duas

vezes. “Nós somos uma família, é isso que

queremos passar para nossos pacientes. A

empatia é nosso norte, procuramos sempre

entender a necessidade do paciente

que nos procura, e assim, damos o nosso

melhor. Queremos que as pessoas se

sintam à vontade em nossa clínica, com o

ambiente e com todos os profissionais que

têm contato. Realizamos muitos treinamentos

com a equipe, com intuito de

melhorar e aprimorar nosso atendimento

do início ao fim”, contam.

A equipe é composta por cinco funcionários

que trabalham diariamente na organização

e funcionalidade de toda a clínica,

além de oito cirurgiões-dentistas das mais

diversas especialidades. “Ser cirurgião-

-dentista não é facil. Passamos anos

estudando e nos preparando, a atualização

deve ser constante. Recebemos pacientes

com dor, queixa estética, insegurança e o

mais comum: medo do dentista. Cabe a

nós profissionais examinar, diagnosticar e

tratar, fornecer aos nossos pacientes saúde

e bem-estar. Não existe satisfação maior

para o profissional do que o sorriso de

gratidão do paciente, saber que todas as

expectativas que ele criou em relação ao

tratamento foram alcançadas. Nesse momento

temos a certeza de que qualquer

esforço e dedicação intensa valeram a

pena”, ressaltam.

A Sorrifácil é uma rede com mais de 100

clínicas em todo o Brasil, e atua na cidade

de Carazinho há oito anos. A clínica

oferece todos os tipos de tratamentos

odontológicos, como procedimentos de

clínica geral (limpeza, restaurações, clareamento),

próteses, endodontia (tratamento

de canal), implantodontia, periodontia

(tratamentos gengivais), procedimentos

estéticos e de harmonização facial,

ortodontia (aparelho dentário). A clínica

também está oferecendo aos pacientes

tratamento ortodôntico com alinhadores

invisíveis, o que há de mais moderno

e avançado na ortodontia atualmente.

“Nossa missão é realizar um atendimento

humanizado, de qualidade e acessível a

todos os pacientes”, enfatizam.

FOTOS | DANIEL TATSCH

Ana Carolina

Locatelli Ecker

- Graduação em

odontologia pela Faculdade

Especializada na Área da

Saúde, FASURGS.

- Especialização em

Endodontia, FASURGS.

- Atualização

em endodontia,

ODONTOCENTER.

Pedro

Fleck Pereira

- Graduação em

odontologia pela Faculdade

Especializada na Área da

Saúde, FASURGS.

- Especialização em

Endodontia, FASURGS.

- Atualização

em endodontia,

ODONTOCENTER.

- Imersão em

harmonização orofacial.

Rua Pedro Vargas, 814, 2º andar

Bairro Centro - Carazinho/RS

carazinho2@sorrifácil.com

Fones (54) 3329.1065 - (54) 99161.0414

RT Pedro Fleck Pereira

CRO RS 25821 EPAO 3644


Endodontia

JANUSA CASALI BORGES

Janusa Casali Borges é cirurgiã-

-dentista formada pela Universidade

Federal de Pelotas há

quase 21 anos e especialista em

Endodontia há 19 anos pela mesma

universidade. Logo que concluiu a

especialização, Janusa retornou a Passo

Fundo onde atua exclusivamente na

área de endodontia. A Endodontia é

a especialidade que diagnostica, trata

e previne as doenças da polpa dentária

(nervo) e suas manifestações aos

tecidos periapicais com o objetivo de

manter o dente em boca com saúde

e função. “Desde criança queria ser

dentista, tive como inspiração meu

pai que foi meu grande mestre, um

dentista ético, competente que amava o

que fazia. Cresci neste mundo e sempre

imaginava como eu iria tratar os meus

pacientes”, compartilha.

A vida profissional está em constante

evolução e, para Janusa, a persistência,

determinação, foco, estudo e amor pelo

que se faz, levam a realização profissional.

“Paralelamente a profissão sempre

tive o sonho de ser mãe, a realização

em formar uma família com dois filhos

me movem para trabalhar ainda mais

feliz e, com organização, consigo conciliar

família e endodontia. Além da motivação

pessoal em busca da realização

dos meus sonhos tenho a motivação e

satisfação em tirar a dor das pessoas,

salvar dentes, indicar condutas, caso

não dê para salvar, realizar prevenção e

diagnósticos precoces”, destaca.

O que também a encanta na endodontia

é lidar com os desafios diários

de cada caso clínico e com a questão

emocional que muitos pacientes manifestam

por ainda associarem tratamento

de canal com sofrimento e dentista

com medo. “Fico muito feliz quando

perdem o medo de dentista tratando

canal. O cuidado com este aspecto e

a forma como o dentista conduz essa

situação são extremamente importantes

na relação endodontista/paciente”,

afirma Janusa.

Com o passar dos anos grandes evoluções

ocorreram na área da endodontia,

que deixaram o tratamento de canal

mais rápido e com mais conforto ao

paciente. Segundo Janusa, na maioria

dos casos, é realizado tratamento de

canal em sessão única conforme indicação,

e se não for possível em única

sessão é realizado em poucas sessões. A

magnificação com lupas ou microscópio,

o uso do ultrassom, localizadores

foraminais, instrumentação mecanizada,

radiografia digital, novas técnicas

e novos produtos só vieram agregar à

endodontia. “Eu espero que a odontologia

não perca a sua essência, que

sempre nos respaldemos na ciência, na

constante busca do saber, nas condutas

éticas e humanas no tratamento de

cada paciente”, finaliza.

JANUSA CASALI BORGES

CRO 11670

FOTO | DANIEL TATSCH

Rua Teixeira Soares, 1075 - Sala 402

Ed. Condomínio Tamandaré.

Passo Fundo/RS

Fone (54) 3313.9393


Harmonização Facial

A busca por

FOTO | DANIEL TATSCH

RESULTADOS NATURAIS

Não é recente a procura

por cuidados com o

rosto, e, atualmente, um

dos procedimentos mais

procurados é a Harmonização facial.

Muito além de melhorar o contorno

dos lábios a harmonização facial casa

perfeitamente com tratamentos odontológicos,

pois através da união das

áreas conseguimos otimizar resultados

e proporcionar uma melhora muito

significativa na aparência e bem-estar

do paciente.

Segundo a cirurgiã-dentista Francisca

Miranda, uma das maiores reclamações

no consultório são as rugas

(marcas formadas pela quebra da pele

devido as expressões constantes), sendo

que os pacientes também solicitam

a melhora do aspecto de cansaço, e

rejuvenescimento. “Nesses casos é necessário

avaliarmos antes de qualquer

intervenção injetável a qualidade da

pele do paciente, para que assim possa

ser feito o preparo dela, o que vai

otimizar os resultados e sua durabilidade”,

explica.

Também existem procedimentos que

atuam melhorando o contorno do

rosto, como a bichectomia que é um

procedimento cirúrgico, minimamen-

te invasivo onde são removidas as

bolas de Bichat que são gorduras internas

das bochechas que não exercem

função na vida adulta, causando um

afinamento dele.

Além disso, com o uso do ácido

hialurônico é possível melhorar contornos,

corrigir assimetrias e simular a

estrutura facial perdida no processo de

envelhecimento. “No preenchimento

do malar, por exemplo, conseguimos

redefinir as maçãs do rosto trazendo

um ar de jovialidade e leveza”, exemplifica.

Francisca compartilha que uma das

coisas que a deixa muito feliz é saber

que a cada dia surgem novos produtos

e procedimentos que só agregam

aos tratamentos. “E através desses

produtos e dos conhecimentos do

profissional conseguimos resultados

muito bons. Um dos maiores desejos

de meus pacientes são resultados naturais,

por isso ressalto a importância de

uma anamnese e uma conversa sobre

suas expectativas, assim podemos

alinhar um plano de tratamento

em que o paciente tenha, não uma

mudança em sua fisionomia, mas sim

uma melhora geral, sem perder sua

identidade”, finaliza.

Francisca Miranda

Cirurgiã-dentista formada pela

Universidade de Passo Fundo

Cursando Pós-graduação em

Harmonização facial na Facial Med Center

CRO/RS 27962

Atendimento em:

Marau (clinica Maraudent)

Casca (Larissa Perin Odontologia)

Fone (54) 99628.1994


Empreendedorismo

Uma trajetória de empreendedorismo

FOTO | DANIEL TATSCH

NA ODONTOLOGIA

O cirurgião-dentista Mauro Lopes está à frente das clínicas

Odontoclin, Estetic Face e OrthoDents em Passo Fundo.

Nesta matéria ele compartilha a sua trajetória, que foi e

continua sendo construída com muita dedicação

Mauro Lopes é cirurgião-dentista,

especialista

em ortodontia,

implantodontia e

harmonização facial. Formado há

21 anos, ele construiu uma sólida

trajetória em sua profissão e hoje é

reconhecido na cidade de Passo Fundo

pelo seu comprometimento e empreendedorismo.

Sua trajetória teve

início aos 17 anos, quando ingressou

na faculdade de odontologia, na

cidade de Barretos/SP, em uma época

que o curso tinha muita concorrência.

Após formado trabalhou por um

ano em São José do Rio Preto/SP,

cidade de seus pais, e no ano de 2000

foi para Curitiba/PR, onde permaneceu

por 10 anos trabalhando em uma

clínica especializada em ortodontia.

Após esse período, Mauro começou a

atender em Chapecó e, posteriormente

em Passo Fundo. “Em todos esses

anos adquiri muita experiência, por

conviver com diversos profissionais

e ter a possibilidade de tratar muitos

casos clínicos”, conta.

Em Passo Fundo, Mauro encontrou a

possibilidade de empreender e hoje,

além de exercer a odontologia, divide

o seu tempo entre suas clínicas, que

apresentam propostas distintas e inovadoras.

Na Odontoclin, onde passa

a maior parte do seu tempo durante a

semana, o cirurgião-dentista executa

a ortodontia e implantodontia. A

Estetic Face, inaugurada no início de

2020, é uma clínica especializada em

harmonização e estética facial; Já a

OrthoDents, inaugurada recentemente

no Passo Fundo Shopping, traz uma

proposta inovadora para a cidade,

oferecendo atendimentos aos sábados

e domingos para proporcionar aos pacientes

mais horários para fazer seus

tratamentos. As equipes são formadas

por vários especialistas e, assim,

as clínicas conseguem proporcionar

aos pacientes os melhores resultados.

“Tudo o que colhemos hoje é fruto de

muitos anos de dedicação, de muitas

horas sem dormir, de viagens para

poder fazer cursos e especializações.

Temos uma rotina muito corrida,

mas muito organizada com nossos

horários”, ressalta Mauro.

A odontologia vem sofrendo grandes

mudanças durante os anos devido

ao avanço de tecnologias e estudos.

A área está cada vez mais moderna

e continua ampliando seu leque de

atuação. O grande “boom” recente

da odontologia foi a possibilidade

da profissão conseguir estabelecer

a especialização de harmonização

facial. “Vemos uma tendência muito

grande pela procura da estética,

nunca deixando de lado as outras

funções que importam para que

o paciente tenha uma saúde bucal

completa e adequada”, complementa.

Mauro diz ser muito grato por todas

as oportunidades que a odontologia

proporcionou a ele e ressalta que

está buscando cada vez mais o seu

aperfeiçoamento, para acompanhar

o mercado e trazer novos conceitos

para a região. “Um profissional

como eu, que sempre gostou de

estudar e buscar novidades, nunca

pode dizer que está satisfeito. Não

sabemos como será o mercado no

futuro e nem quais serão as mudanças

que irão acontecer, mas tenho a

certeza de que: onde tiver mudanças

e novidades vou estar correndo atrás

para oferecer o melhor aos meus

pacientes”, finaliza.

Dr. Mauro Lopes - CRO 22391/RS

Passo Fundo Shopping - Loja 001

Passo Fundo/RS - (54) 3632.6662 - 99215.9140

www.orthodents.com.br

Av. Pres. Vargas, 1610 - São Cristóvão, Passo Fundo Shopping, Piso Térreo - (Loja 001)

www.orthodents.com.br

Dr. Mauro Lopes | CRO-RS 22391

Especialista em Ortodontia e Implantodontia;

Membro da Associação Brasileira de Ortodontia

Lingual; Credenciamento em Alinhadores; Mestre

em Odontopediatria; Residência em Harmonização

Facial; Espec. em administração de empresas.

Rua Capitão Araújo, 297 - Sala 03 - Ed. Vértice

Passo Fundo/RS - esteticface.passofundo

Fone (54) 98159-9359

Av. Brasil, 1283 - Passo Fundo/RS

Fone (54) 3312-3880

Tel: 3632-6662

99215-9140

#PassoFundo


Ortodontia

ODONTOLOGIA DIGITAL

a mais nova aliada do ortodontista

FOTO | DANIEL TATSCH

As novas tecnologias se tornaram indispensáveis para a

prevenção, diagnóstico e tratamento na odontologia. A

cirurgiã-dentista Juliana Gali fala sobre o tema

A odontologia digital está relacionada

à aplicação da tecnologia para otimizar

tratamentos dentários diversos. Desta forma,

é possível oferecer mais conforto ao

paciente e auxiliar o trabalho do dentista

por meio de sistemas e equipamentos que

podem tornar os processos mais rápidos

e precisos. Na ortodontia, a odontologia

digital veio para agregar muito mais

precisão nos diagnósticos 3D; na execução

dos aparelhos ortodônticos, através do escaneamento

intra oral (que veio substituir

a moldagem convencional); na comunicação

com os laboratórios responsáveis pela

execução dos aparelhos, na agilidade dos

tratamentos e no planejamento estético.

Segundo a cirurgiã-dentista Juliana Gali,

a grande contribuição da odontologia

digital está em otimizar os tratamentos

dentários. “A odontologia digital trouxe

para a ortodontia uma olhar mais amplo

e preciso em termos de diagnóstico.

Através da tomografia de crânio total

(3D), podemos avaliar todas as estruturas

ósseas envolvidas com a má oclusão dental

(encaixe dos dentes) apresentada pelo

paciente. Além disso, avaliamos a ATM

(articulação temporomandibular) fator

importantíssimo para a estabilidade do

tratamento ortodôntico”, explica. Muitos

pacientes procuram tratamento devido a

dores nessa região e através desses exames

é possível fazer um diagnóstico preciso

da dor (origem muscular ou articular) e

oferecer o tratamento adequado, afinal, o

diagnóstico é o primeiro passo na execução

de um tratamento bem sucedido.

As dores articulares são multifatoriais

e podem estar relacionadas a alguns

fatores: emocionais, bruxismo, má oclusão

(alinhamento anormal dos dentes e a

maneira pela qual os dentes superiores

e inferiores se encaixam), desgaste na

estrutura óssea da articulação, fatores

musculares, alterações no posicionamento

44 | contatovip.com.br

do disco articular, e fatores sistêmicos associados.

“Pacientes que sofrem de DTM

(problemas crônicos na ATM) podem

apresentar alterações no sono, dores de

cabeça frequentes, dificuldades para abrir

e fechar a boca e estalos. Em longo prazo

a DTM pode trazer transtornos graves

para a saúde bucal, especialmente aquelas

disfunções relacionadas aos problemas

articulares, podem gerar doença degenerativa

e causar alterações na mordida”,

alerta Juliana.

A importância de a prevenção

começar cedo

Juliana ressalta que é possível trabalhar

com a prevenção na odontologia desde o

nascimento dos bebês, em que o cirurgião-dentista

contribui na orientação da

melhor forma de realizar a amamentação

(primeiro “aparelho” natural que auxilia

no crescimento ósseo da face). Esse acompanhamento

se dá ao longo do desenvolvimento

da criança, através da observação

dos fatores respiratórios, da interceptação

de hábitos prejudiciais como chupar o

dedo, chupar chupeta, interposição de

lábios e língua e deglutição atípica, fatores

que influenciam diretamente o estabelecimento

de um crescimento oral adequado.

“Por volta dos 5 anos todas as crianças

deveriam fazer uma consulta preventiva

com o ortodontista. A possibilidade de

conduzir o crescimento possibilita um tratamento

mais eficaz e confortável, assim

o tratamento na infância previne muitos

problemas na vida adulta”, afirma.

julianagaliortodontia.com

julianagali.ortodontia@gmail.com

Rua Moron, 1170 - Passo Fundo/RS

(54) 3045.1288 - (54) 99697.1770

Juliana Gali

Cirurgiã-dentista, graduada pela UNICAMP,

especialista em Ortodontia (UPF), pósgraduada

em Ortodontia Sistemas Ertty

(Ortodontia, DTM e Oclusão), pós-graduada

em Ortopedia Funcional dos Maxilares.

Atua no monitoramento do crescimento

e desenvolvimento ósseo e dentário

desde as idades mais tenras (três anos),

identificando e interceptando fatores que

possam prejudicar o desenvolvimento

normal do sistema oral, até as idades mais

avançadas. Atua também na correção

das má-oclusões dentárias através de

um diagnóstico completo que envolve o

estudo tomográfico (3D) das articulações

(ATM), do desenvolvimento esquelético

do crânio e a relação dessas estruturas

com o mal posicionamento dos dentes, o

que proporciona um diagnóstico preciso

e consequentemente um tratamento mais

breve e efetivo, com maior estabilidade.


Odontopediatria

Sedação Com Óxido Nitroso ajuda a lidar

com o medo e a ansiedade de ir ao dentista

Grande parte das pessoas

e, principalmente, das

crianças, que buscam

atendimento odontológico

acreditam que serão submetidas a

procedimentos que envolvem dor, desconforto,

medo e ansiedade, podendo

gerar sofrimento para o paciente e até

impossibilitar o tratamento. Para esses

casos, a odontologia vem oferecendo

uma solução que tem se mostrado

bastante efetiva: a sedação com óxido

nitroso.

Conforme explica a odontopediatra

Larissa Correa Brusco Pavinato, a

sedação é indicada para fornecer alívio

do medo e da ansiedade, proporcionar

relaxamento da musculatura e

analgesia da área. “Além disso, ela

também promove uma visão positiva

do tratamento odontológico, podendo

ser indicada para adultos e crianças

com medo, ansiedade; paciente com

determinados comprometimentos

físicos, mentais ou medicamentosos;

quando o reflexo de vômito ou náusea

interfere no tratamento; criança com

maturidade psicomotora e colaboradora

(acima de 3 anos); procedimentos

mais invasivos; pacientes especiais;

idosos; pacientes com doenças crônicas

(hipertensos e cardiopatas)”, indica.

A sedação com óxido nitroso funciona

por meio da inalação de dois gases,

oxigênio e o óxido nitroso. O paciente

apresenta um grau de depressão mínima

da consciência, sendo que mantém

espontaneamente a respiração e

responde a todos os comandos de voz.

Lembrando que ela promove analgesia

da área e não anestesia.

Existem, porém, algumas contraindicações

para o uso dessa sedação,

conforme pontua Larissa: “pacientes

relutantes ou impossibilitados de

respirar pelo nariz; portadores de

doenças induzidas por fibrose pulmonar;

pacientes com doenças crônicas

obstrutivas pulmonares; pacientes

com distúrbios emocionais severos

ou dependentes de drogas; indivíduos

com desordens psiquiátricas graves

(paranóicos, esquizofrênicos e psicóticos);

pacientes no primeiro semestre

de gravidez; pacientes com anemia

falciforme; pacientes que usam sulfato

de bleomicina; pacientes que apresentam

dificuldade ou incapacidade de

se comunicar; crianças abaixo de três

anos de idade; pacientes claustrofóbicos

(medo da máscara); portadores

de esclerose múltipla; portadores de

infecções respiratórias; não deve ser

tentado sobre coação”, compartilha.

Larissa Correa Brusco Pavinato

FOTO | DANIEL TATSCH

- Cirurgiã-dentista formada em 2004 pela UPF, especialista e

mestre em Odontopediatria pela ULBRA Canoas, doutora em

Odontopediatria pela SL Mandic Campinas São Paulo.

- Atua na Odontopediatria em seu consultório particular em

Passo Fundo desde 2004 e é professora da Clínica da Criança

e do Adolescente da UPF desde 2009.

@dralarissabrusco

Dra. Larissa C. Brusco Pavinato

Rua Morom, 1170 - Centro - Passo Fundo/RS

ORDONTOPEDIATRIA

Fones (54) 3045.1288 - (54) 99697.1770


OUTUBRO

rosa

É tempo de falar sobre prevenção!

A Revista Contato VIP convidou os médicos mastologistas

Dra. Carolina Rosa e Dr. Rafael Martini para falarem

sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce

do câncer de mama e, também, sobre o processo de

reconstrução mamária para as mulheres em tratamento.

Há alguns anos, está na

pauta do mês de outubro

o câncer de mama. Neste

mês falamos sobre ele

para chamar a atenção das mulheres

sobre a importância da prevenção.

Segundo a médica Mastologista e

Ginecologista Clínica, Dra. Carolina

Rosa, muitos são os fatores que

podemos atribuir a aumento de risco

para CÂNCER de mama. “O fato de ser

mulher, por si só, já é um fator de risco.

Menstruar pela primeira vez muito

cedo ou entrar na menopausa muito

tarde, não amamentar e não ter filhos

pode contribuir para aumento de risco

de câncer de mama. Fatores ligados ao

nosso estilo de vida como não praticar

atividade física regular, fumar, ingerir

bebidas alcoólicas, trabalhar à noite,

estar com sobrepeso ou obesidade

(principalmente na pós-menopausa)

estão ligados ao maior risco de desenvolver

câncer de mama”, destaca.

Existem alguns sinais de alerta que as

mamas podem mostrar e indicar que

algo não vai bem. Alguns desses sinais

são: mamas muito diferentes entre si,

caroço visto ou percebido ao toque,

descamação de mamilo, vermelhidão,

vascularização muito saliente, afundamento,

pele mais grossa tipo casca de

laranja, irregularidade na pele, inchaço

na mama. Porém, muitas vezes,

esses sinais de câncer de mama só são

percebidos em estágios muito avançado

da doença, por isso ressaltamos a cada

novo outubro rosa, a importância dos

exames de rastreio. “Os exames de rastreio,

como a mamografia, diagnosticam

o câncer de mama em estágio tão inicial

que os sinais ainda não são percebidos

no auto exame e quando diagnosticados

inicialmente a chance de cura é maior

que 95%. Sabemos que a mamografia

é o único exame que tem real impacto

em diminuir mortalidade das mulheres

diagnosticadas com câncer, isso porque

ela faz um diagnóstico precoce, ou seja,

quando a doença nem é percebida pela

paciente ou pelo exame físico das mamas.

Assim, com o diagnóstico precoce,

conseguimos otimizar o tratamento,

com tratamentos menos agressivos e

maior chance de cura da doença”, alerta

Dra. Carolina.

A consulta periódica com a(o) médica(o)

ginecologista ou mastologista é

fundamental para que seja realizado

o exame físico das mamas e avaliada a

indicação de exames de rastreio para

câncer de mama ou dos demais exames

de mama como o ultrassom, a ressonância

ou a tomossíntese mamária.


O papel da

reconstrução

mamária

Quando o diagnóstico de um câncer de

mama é confirmado, diferentes formas

de tratamento são administradas, de

acordo com o estágio do câncer. Por

vezes é necessário um tratamento mais

mutilador, como a retirada da mama

(mastectomia). A mama tem uma

representação muito importante para a

feminilidade. E a necessidade de retirada

da mama pelo tratamento do câncer,

gera um descontentamento na mulher,

podendo interferir em suas relações

conjugais ou sociais.

Segundo o mastologista Dr. Rafael

Martini, o impacto emocional da

ausência da mama para uma mulher

é muito forte. “A reconstrução pode

auxiliar, objetivando manter a autoimagem

melhorando a qualidade de

vida da mulher após o tratamento.

É uma cirurgia que possui riscos de

insucesso, sendo os principais fatores

o tabagismo, diabetes, obesidade e

radioterapia. Nem todas as mulheres

que fazem uma reconstrução ficam

plenamente satisfeitas com o resultado.

É muito importante que durante

a avaliação seja informado sobre os

detalhes da cirurgia e possíveis resultados,

para adequar a expectativa da

paciente à realidade do que a cirurgia

pode oferecer. Felizmente em muitos

casos temos ótimos resultados. E com

o advento de novos estudos, técnicas

e materiais disponíveis, a tendência é

melhorarmos cada vez mais estas taxas

de sucesso”, destaca.

Dr. Rafael explica que as reconstruções

mamárias podem ser realizadas

com próteses de silicone ou tecidos do

próprio organismo (retalhos miocutâneos).

Cada tipo apresenta riscos e

benefícios, sendo a indicação individualizada

em cada caso. “Lembrando que

para ser possível realizar a reconstrução,

a precocidade no diagnóstico

também é necessária. A reconstrução

mamária não é uma cirurgia puramente

estética, apresenta riscos, que podem

ser intensificados de acordo com os

tratamentos complementares necessários,

como por exemplo a radioterapia”,

ressalta.

A reconstrução mamária é uma

cirurgia com riscos e limitações de

resultado final, mas que apresenta

muitos benefícios associados. Há uma

grande satisfação das mulheres com a

reconstrução mamária, pela melhora

da autoimagem, consequentemente da

autoestima e com isso melhorando o

convívio conjugal e social.

A Dra. Carolina Rosa também acrescenta

que a reconstrução mamária

ajuda as mulheres a superar melhor o

trauma da perda da mama e de todo

o tratamento. Melhora a autoestima,

a autoconfiança, a vida sexual, a

auto aceitação e, consequentemente,

a qualidade de vida. “Ser mulher, e

poder fazer parte do renascimento das

mulheres que passam pelo tratamento

do câncer de mama é emocionante. A

reconstrução mamária faz parte desse

renascimento, faz parte dessa nova

mulher que “nascerá”.

Dra. Carolina Rosa

CREMERS 37201

RQE 3847 e 32673

Mastologista e

Ginecologista Clínica

em Passo Fundo.

Cirurgias Reconstrutivas

e Cirurgias Oncoplástica

Mamária.

Dr. Rafael Ribeiro Martini

CRM 29406

Cirurgião da Mama

e Mastologista.

contatovip.com.br | 47


A sua

autoestima

faz toda a

diferenca!

´ ´

Domina diversas técnicas, entre elas:

Janeska Bertochi

Especialista em Micropigmentação

Estética, Paramédica e Corretiva

A profissional busca de forma incessante

a perfeição em seus procedimentos,

com o objetivo de proporcionar a beleza

ilimitada e bem-estar aos seus clientes;

com naturalidade e suavidade, realça

a beleza com traços finos e delicados,

superando as expectativas de quem

a procura para a realização de um

procedimento.

– Despigmentação química

– Microblading (Tebori)

– Master fios realista com dermógrafo

– Sobrancelha ombré (fio ou sombra)

– Especialista em olhos e lábios (delineador / contorno e preenchimento)

– Paramédica (Aréolas, Vitiligo, Relaxamento de cicatriz, estimulação de melanina)

– Específico aréola

– Despigmentação química

– Micropuntura em rugas

– Retração de estrias (Estreitamento e tonalização natural por ativação da melanina)

Especialista em Reconstrução de aréolas,

domina tipos diferentes de agulhas e a

utilização correta de dermógrafo

54 3601-5114 | 54 99191-0720

samoabeleza@gmail.com

Rua Lava Pés, nº 1155

(Em frente ao Villa Vergueiro Hotel)

Centro – Passo Fundo/RS

/SamoaEspaçodeBeleza


STRADA

Prêmios


• CLÍNICA GERAL (limpeza, restaurações, clareamento) • ENDODONTIA (tratamento de canal) •

• ORTODONTIA (aparelho dentário e alinhadores invisíveis) • PRÓTESES •

• PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS E DE HARMONIZAÇÃO FACIAL •

• IMPLANTODONTIA • PERIODONTIA (tratamentos gengivais) •

Rua Pedro Vargas, 814 - 2º andar

Bairro Centro - Carazinho/RS

carazinho2@sorrifacil.com

(54) 3329.1065 - 99161.0414

Responsável Técnico

Pedro Fleck Pereira

CRO RS 25821 EPAO 3644

More magazines by this user
Similar magazines