Revista Newslab Edição 164

newslab.analytica

Revista Newslab Edição 164 - Março 2021

HEMATOLOGIA

INDICE DE GRANULÓCITOS IMATUROS

COMO MARCADOR PRECOCE DE SEPSE

Por: Dr. Luiz Arthur Calheiros Leite

Há muitos anos o laboratório

clínico vem procurando um

marcador precoce e não invasivo

de sepse. A sepse é classicamente

conhecida como uma

infecção generalizada associada

a uma síndrome de resposta

inflamatória sistêmica, que

comumente leva a leucocitose

por neutrofilia por induzir o

recrutamento de neutrófilos e

granulócitos imaturos para a

circulação. Contudo por décadas

a medicina e o laboratório

utilizaram como parâmetro de

infecção o desvio a esquerda

(bastões >6%) baseado na

contagem relativa dos bastões.

Entretanto, os equipamentos

hematológicos eletrônicos não

contam bastonetes neutrófilos e

só emitem flags na presença de

neutrofilia, quando não nunca

notam. Já a contagem por microscopia

de bastonetes é falha

e pouco reprodutível, variando

entre analistas clínicos. Assim

na busca por um marcador fidedigno

de sepse fez com que os

fabricantes de aparelhos hematológicos

eletrônicos que possuem

tecnologia a laser começassem

a mudar este panorama

com a contagem de granulócitos

imaturos. Uma contagem de

percentagem de granulócitos

imaturos (IG%) superior a 3%

mostrou ser um indicador de

risco de sepse. Além disso, valores

de IG%

More magazines by this user
Similar magazines