Revista Newslab Edição 164

newslab.analytica

Revista Newslab Edição 164 - Março 2021

ARTIGO CIENTÍFICO I

Introdução

O termo imunidade de rebanho, do inglês

herd immmunity e a preocupação

rio da pandemia do novo coronavírus

com estratégias de autoconfinamento

voluntário motivado pelas condições

XIX, a Peste reapareceu e dizimou

entre 75 a 200 milhões de pessoas

(Rodrigues, 2020).

de disponibilidade de vacinas que da-

preventivas (Sanar, 2020).

tam do século XVIII transitam historica-

O impacto nas melhorias de hi-

mente sobre a saúde pública até os dias

Peste Bubônica (séc XIV)

giene e saneamento das cidades foi

atuais. O desenvolvimento tradicional

A Peste Bubônica, conhecida po-

diretamente proporcional a diminui-

e acelerado das plataformas clássicas

pularmente como Peste Negra, foi a

ção populacional de ratos urbanos. E

e de nova geração de vacinas contra o

primeira grande pandemia de que se

desse modo, acredita-se que a Peste

SARS-CoV-2 passando pelo escalona-

tem conhecimento. Não há consenso

Bubônica atingiu a curva descenden-

mento de doses, segurança e eficácia

quanto ao número de mortos, mas

te. A cidade de Veneza, na Itália foi

são tópicos que serão abordados no

estima-se que aproximadamente um

considerada o Epicentro Europeu da

decorrer do artigo. O objetivo central é

terço da população europeia foi dizi-

Peste Bubônica. E a origem do termo

revisitar o passado das pandemias para

mada pela peste em meados do sécu-

“quarentena” parece ter sido herda-

uma analogia com a pandemia presen-

lo XIV. Entre os anos de 1343 a 1353 na

do por inspiração bíblica pelo tempo

te no que tange às novas variantes e as

Idade Média, mais de 50 milhões de

de isolamento de 40 dias que Jesus

vacinas em desenvolvimento.

pessoas foram acometidas na Europa,

Cristo passou na sua travessia pelo

Ásia e Norte da África. Naquela época

deserto. Além de ter sido documen-

A praga de Justiniano

era comum os médicos utilizarem um

tado no Velho Testamento da Bíblia

Em 541-544 d.c surgiu no Egito uma

tipo de máscara similar ao bico de tu-

como tempo de isolamento para

enfermidade que um ano após o rei-

cano para se protegerem da transmis-

surtos de hanseníase na antiguida-

nado do bizantino Justiniano chegou

são e eram comumente chamados de

de. Outras linhas, acreditam que o

à capital do Império, Bizâncio (atual

médicos da peste. Os sintomas eram

termo quarentena foi originário da

Istambul), o qual deu-se o nome de

similares de uma gripe forte, com

prática de restringir a circulação livre

Praga de Justiniano. Responsável por

febre, calafrios e dores musculares,

de pessoas, não apenas por isolar os

assolar cerca de 5.000 a 10.000 víti-

também apresentavam inchaço dos

doentes daqueles sãos como tam-

mas por dia, o imperador Justiniano

gânglios linfáticos, e manchas pretas

bém impedir o desembarque de na-

superou a doença e continuou gover-

ao redor da pele. A epidemia medie-

vios ao porto (Sanar, 2020).

nando por mais uma década. É sur-

val foi causada por uma bactéria, a

preendente que cenas de uma pan-

Yersinia pestis, transmitida por meio

Gripe Espanhola (séc XX)

demia de 1.500 anos atrás se repetem

de pulgas que infestavam os ratos e

Com estimativa entre 17 e 100 mi-

até os dias de hoje remetendo o cená-

outros roedores. No início do século

lhões de mortos ao redor de todo o

0 14

Revista NewsLab | Março 2021

More magazines by this user
Similar magazines