Revista Newslab Edição 164

newslab.analytica

Revista Newslab Edição 164 - Março 2021

Autoras: Luísa Juppa, Nágila Da Cruz, Analú Lauffer.

ARTIGO CIENTÍFICO II

O que a mãe/responsável espera

que o laboratório oferte para distrair

a criança?

• Sejam calmos e tenham profissionais

que saibam lidar com a criança, tendo paciência

e diminuindo o máximo possível o

stress. Na coleta de sangue, por exemplo,

ter pessoas que tenham facilidade para

achar a veia sem causar muita dor;

• Jogos e livros;

• Jogos interativos;

• Nada que possa ser colocado na boca,

no caso dos menores, pode ser local

com cores ou adesivos de parede, e no

pós coleta um pequeno brinde como

lápis, adesivos divertidos;

• Brinquedos ou TV como programa

infantil;

• Brinquedos educativos;

• Atenção da equipe, qualquer objeto

lúdico ajuda neste momento;

• Um profissional bem atencioso é o

suficiente;

• Vídeos, brinquedos e jogos;

• Considerando a faixa etária, jogos educativos

e tecnológicos para distraí- los.

Como a mãe/responsável prepara/motiva

a criança para a coleta

em laboratório?

• Procuro falar o que realmente vai

acontecer, deixando claro que é necessário

e normal, que muitas crianças

fazem isso;

• Com uma boa conversa;

• Falando sobre a importância da realização

de exames, explicando o real

objetivo;

• Deixar ciente que o profissional é qualificado

e fará o procedimento da forma

mais tranquila;

• Explicando o que irá acontecer e que a

mãe estará junto;

• Procurar uma distração e explicar o

que irá acontecer. Falar que é só “uma

picadinha”;

• Conversa sobre a prevenção da doença;

• Oriento sobre a coleta, informando

que é necessário para melhorar o estado

de saúde. Que será rápido;

• Tento explicar como vai acontecer a

coleta, para não se assustar tanto;

• Explicando a importância do procedimento

e mostrando o quanto ele

é corajoso.

Caso seja necessário de uma

segunda coleta, como a mãe/responsável

entende esta repunção

e como comunica a criança?

• Já passei por isso. Comuniquei que era

normal e necessário. Mas não fiquei nem

um pouco satisfeita com o laboratório;

• Seja lá qual for o motivo, em caso de

repunção, o exame deve ser realizado,

comunico minha filha a explicando o

motivo. Isto já aconteceu com ela;

• Sempre falando a verdade, mas ficaria

com dúvidas sobre a recoleta;

• Neste caso, que será necessária coleta

de nova amostra para se ter certeza do

resultado, ajudando o médico e os pais

a garantirem sua saúde;

• Da mesma forma como foi feito da

primeira vez, mas sem muita explicação

para não parecer algo mais grave

do que é;

• Normal, o importante é realizar o exame;

• Eu fico péssima, mas para a criança

digo que temos que fazer novamente,

pois da primeira vez não deu certo, mas

que agora dará;

• Questiono sobre a real necessidade.

Mas entendo que se há necessidade,

precisa ser feito;

0 28

Revista NewsLab | Março 2021

More magazines by this user
Similar magazines