Revista Newslab Edição 164

newslab.analytica

Revista Newslab Edição 164 - Março 2021

processo ganha uma maior precisão.

Outro ponto bastante positivo

da automação nesta fase é o tempo

que se economiza, aumentando

também a produtividade do processo.

Dessa forma, as vantagens

não se resumem apenas à clínica,

mas também ao paciente não somente

pela redução do tempo de

espera, mas também por receber

resultados mais confiáveis.

Diversos fatores foram os reais

motivadores para a rápida expansão

e evolução da automação no

ramo da medicina laboratorial,

como fatores de mercado, uma intenção

de gerar melhor assistência

à saúde pública ou privada, até fatores

internos próprios do ambiente

financeiro das instituições.

Em relação à operação, os fatores

internos motivadores que se pode

citar são maior segurança e planejamento

de capacidade de produção,

produtividade do processo

(throughput), possíveis com a eliminação

de atividades consideradas

como não necessárias, buscando a

simplificação e a padronização dos

processos, o que visa diretamente

à redução na quantidade de documentação

das atividades.

A Automação e o Profissional

Como cita Campana (2011), a medicina

diagnóstica é participativa

em 70% das decisões clínicas e o

crescimento na utilização de exames

laboratoriais é cada vez maior

diante da sua importância na área

da saúde. Essa atuação envolta em

novas tecnologias demanda uma

expectativa e pressiona o mercado

a buscar novas estratégias de atuação

dentro da área.

Diante disso, a pressão por mudanças

reais e práticas acontece em

cada um dos pontos do setor. Desde

o cliente, que cria uma expectativa

e exigência muito maior em relação

ao serviço oferecido; os fornecedores

e fontes pagadoras do serviço

em relação a custos e valores; a

comunidade médica que, de qualquer

forma, acaba, com o passar do

tempo e as evoluções constantes,

depositando cada vez mais confiança

nos exames laboratoriais e seus

respectivos diagnósticos; e, por fim,

toda dinâmica de mercado, que gera

uma tensão entre as empresas em

relação a concorrentes e competições

na busca de melhores soluções

e retornos para os clientes.

Em relação ao profissional da clínica

laboratorial, é importante que uma

maior atenção seja dedicada a todos,

pois a automação é um sistema de

implantação bastante cara e, se não

alinhada a um treinamento e capacitação

impecável para os operadores

do sistema, trará muito mais ônus do

que bônus à empresa. Plebani (2018),

descreve o atual cenário da medicina

laboratorial como promissor, onde os

profissionais têm a oportunidade de

dedicar seu tempo para a gestão de

qualidade, criando uma ampla rede

de dados de comunicação entre as

demais instituições e trazendo ainda

mais benefícios aos pacientes.

As maiores desvantagens envolvendo

o setor profissional da

automação estão relacionadas

ao treinamento adequado que é

More magazines by this user
Similar magazines