edicao1497

avarehospedagem

Mesa Diretora pretende elevar gasto de

R$ 300 mil com publicidade na Câmara de Avaré

Os vereadores da Câmara

Municipal de Avaré

deverão apreciar na última

sessão ordinária do

ano, que será realizada na

segunda-feira, dia 29 de

novembro, um projeto de

resolução que autoriza o

legislativo a gastar R$ 300

mil com publicidade.

O projeto é de autoria

da Mesa Diretora, composta

pelos vereadores:

Flávio Zandoná (presidente),

Roberto Araújo

(vice-presidente), Ana

Paula do Conselho (1ª

secretária) e Carla Flores

(2ª secretária).

A resolução original

autoriza a Câmara

a contratar, mediante a

procedimento licitatório,

agência de publicidade e

propaganda para a execução

de serviço publicitário

e divulgação dos

trabalhos institucionais e

legislativos no valor de

R$ 50 mil. Porém, o projeto

proposto pela Mesa

Diretora eleva esse valor

para R$ 300 mil, ou seja,

500% a mais.

Mesmo o projeto sendo

de autoria da Mesa

Diretora, a Comissão de

Constituição, Justiça e

Redação (CCJR), emitiu

parecer favorável a

tramitação e votação da

alteração. O vereador

Hidalgo Freitas (PSD),

que também faz parte

da comissão, não assina

o documento. Confira a

matéria completa no site

avozdovale.com.br.

Vereador pede que prefeito

cancele o carnaval de 2022 em Avaré

Preocupado com a

aglomeração de pessoas

e um possível aumento

no número de casos de

coronavírus, o vereador

Luiz Cláudio da Costa

(PSD) protocolou um requerimento

solicitando

que o prefeito Jô Silvestre,

cancele a realização

do carnaval em 2022, em

Avaré. Mais de 70 cidades

do interior paulista já

cancelaram a festividade.

O vereador também

destaca que o cancelamento

do carnaval na

cidade seria em respeito

aos quase 280 mortos

vítimas da Covid-19 no

município. “Uma das

inúmeras razões, seria

pelo luto das famílias

que perderam seus entes

queridos em virtude da

pandemia da Covid-19,

tendo em vista que, em

nosso município, registrou

a triste marca de

278 mortos até o presente

momento”.

Outra razão seria a

aglomeração de pessoas.

“Apesar do avanço da

vacinação contra a Covid-19

e a redução significativas

dos níveis de

internações e morte pela

doença, o cancelamento

é medida que se impõe

para evitar as aglomerações”.

Confira a matéria

completa no site avozdovale.com.br.

Aprovado orçamento de Avaré

para 2022 de R$ 427 milhões

A Câmara Municipal

de Avaré aprovou, durante

sessão ordinária de

segunda-feira, dia 22 de

novembro, o Projeto de

Lei da Lei Orçamentária

Anual (LOA) que prevê

um orçamento de R$

427,7 milhões para 2022.

Para o próximo ano, a

área da Educação ficará

com a maior parcela de

recursos. São mais de R$

103,1 milhões. Já a pasta

da Saúde tem previsão de

quase R$ 99 milhões e R$

33,8 milhões para a Secretária

de Transporte e

Serviços. A nova Secretaria

de Assuntos Jurídicos

tem um orçamento de R$

4,4 milhões.

A previsão orçamentária

das demais secretarias

é de: Administração (R$

12,4 milhões), Semads

(R$ 18,9 milhões), Fazenda

(R$ 13,5 milhões),

Meio Ambiente (R$

12,9 milhões), Gabinete

do prefeito (R$ 7,1 milhões),

Governo (R$ 3,8

milhões) e Cultura (R$

3,8 milhões). Confira a

matéria completa no site

avozdovale.com.br.

internetfibraótica

internetfibraótica

*Promoçãoportempolimitado**Maisinformaçõescomnossasatendentes

***Planoexclusivoparapessoafísicaeresidencial****PromoçãoNÃOacumulativa

*****Promoçãoválidaparanovosassinantes‐VALORESMENSAIS

BLACK

NOVEMBER

ahoradevoarcomsuainternetdaOneCenter

desconto

50%

PLANO

FAMÍLIAWIFI

750

mega

119

+ROTEADORINCLUSO+ONETV+ZAAZEDUCA+ANTIVIRUS+SUPORTEPLUS

emtodos

osplanos *

INSTALAÇÃO

R$

,90

/mês

R$59,95

IMEDIATA PEDIU

ASSINEJÁ

PELOWHATS

1499606-7500

ASSINOU

INSTALOU

*Instalaçãoematé1diaútilapós

assinaturadocontrato

nosdois

primeirosmeses


Página 2 A VOZ DO VALE De 21 a 27 de novembro de 2021

Novo setor de hemodiálise da Santa Casa

entra na fase de acabamento em Avaré

As obras de construção

do novo setor de Hemodiálise

da Santa Casa de Misericórdia

de Avaré entraram

na fase de acabamento e devem

ser concluídas até o fim

de 2021. Orçada em mais de

R$ 1,2 milhão, a obra tem

1.400m2 de área construída

e duplicará os atendimentos

a pacientes portadores de

problemas renais.

Atualmente o setor possui

25 leitos para hemodiálise.

Com as novas instalações,

o número de leitos

será quase triplicado para

60 leitos, onde 160 pessoas

poderão ser atendidas

por dia, o que tornará o setor

da Santa Casa o maior

do interior paulista.

Serão mais de 30 salas

entre consultórios e leitos,

em uma estrutura mais humanizada

e confortável.

“Essa a nossa Santa Casa

administrada com competência

e honestidade”, destaca

o provedor da unidade,

Miguel Chibani.

O novo setor de hemodiálise

está sendo construído

no antigo prédio Pronto

Socorro Municipal. A expectativa

é que a obra seja

inaugurada, oficialmente,

em janeiro de 2022.

Outro setor que entrará

em funcionamento é o de

Hemodinâmica, que atenderá

pacientes de Avaré e

região. A Hemodinâmica

realiza exames diagnósti-

Mesmo com reajuste, valor do vale-alimentação

da prefeitura é 47% menor que o pago pela Câmara

Os vereadores da Câmara

Municipal aprovara

por unanimidade,

na sessão ordinária de

segunda-feira, dia 22

de novembro, o reajuste

do vale-alimentação dos

servidores públicos da

Prefeitura de Avaré.

O valor passa de R$

250,00 para R$ 400,00,

um aumento de 60%.

Porém, segundo verificado

pelo A Voz

do Vale no Portal da

Transparência, o valor

pago pela Prefeitura aos

cos e intervenções cirúrgicas

por meio de radiologia

cardiovascular, usualmente

recorrendo a catéteres e

injeções de contraste.

Procedimentos como

cateterismo, arterioplastia e

angioplastia a partir de outubro

serão realizados pela

Santa Casa local. Inicialmente

o atendimento será via convênios,

Iamspe e particular,

mas a prioridade do provedor

é conseguir o credenciamento

junto ao SUS.

“Quero agradecer a todos

os deputados e amigos que

vem colaborando com a Santa

Casa por meio de emendas

parlamentares. Essa ajuda

está sendo crucial para que

possamos melhorar a nossa

estrutura e atender melhor

os pacientes. Quero também

agradecer a todos que

de forma direta ou indireta

vem ajudando a instituição”,

agradeceu Chibani.

servidores municipais é

47,29% menor do que é

pago aos funcionários

da Câmara Municipal.

A Câmara paga aos servidores

efetivos e comissionados,

R$ 759,00 mensais

de vale-alimentação.

é uma publicação semanal da Kauan Vieira Aires ME

Inscr. Municipal 29.187 CNPJ: 29.172.463/0001-12

E-mail: avozdovale@avozdovale.com.br

Site: www.avozdovale.com.br

REDAÇÃO: Rua Alagoas, 2001 - CEP 18700-010 - Avaré/SP

DIRETOR RESP.: Kauan Vieira Aires

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus

autores e não expressam necessariamente a nossa opinião

CIRCULAÇÃO: Avaré, Águas de Santa Bárbara, Arandu, Cerqueira

César, Holambra II, Iaras, Itaí, Itatinga e Paranapanema.


De 21 a 27 de novembro de 2021

A VOZ DO VALE

Página 3

Mais de 70 cidades do Estado de SP

já cancelaram o Carnaval de 2022

Segundo levantamento

realizado pelo Band Notícias

já são 73 as cidades

que anunciaram o fim da

folia no próximo ano. A

maioria delas fica no interior.

A principal justificativa

é o receio de que a aglomeração

gere uma nova

onda da covid-19.

Entre elas está São Luiz

do Paraitinga, que tem

uma das festas mais tradicionais

do estado. Em

nota, a prefeitura da cidade

afirma que o “momento

ainda requer atenção,

cautela e responsabilidade

de nossa parte, pois ainda

não oferece a devida segurança,

não sendo propício

para um evento de tamanha

magnitude”.

Cunha, cidade próxima

de São Luiz do Paraitinga,

justificou em nota que

a medida visa “evitar promover

fluxos e aglomerações

de foliões de diferentes

regiões, que visitam a

cidade em busca da tradicional

folia no município”.

O prefeito de Caconde,

João Filipe, afirmou que

acredita que “ainda não

seja o momento de realizarmos

o Carnaval. Tenho

certeza que a vacinação é o

caminho. Nesse momento,

a cautela é o melhor caminho.

Tenho certeza de que,

com toda a população vacinada,

poderemos ter de

volta em 2023 o saudoso e

tradicional carnaval de Caconde.”

Em Botucatu, o Prefeito

Mário Pardini alegou que

utilizará os recursos que

seriam aplicados no Carnaval,

na área da Saúde do

município. “Em respeito

às 319 famílias enlutadas

de nossa Cidade em decorrência

do coronavírus,

e também com o objetivo

Sepultado jovem de Avaré que

morreu afogado na represa de Jurumirim

O jovem Erike Henrique

Cardoso, de 25 anos,

foi sepultado na tarde de

quarta-feira, dia 24 de

novembro, no Cemitério

Municipal de Avaré. Familiares

e amigos compareceram

ao velório.

Erike morreu depois

de se afogar em uma represa

em Paranapanema

na terça-feira, dia 23. Segundo

o Corpo de Bombeiros

de Itaí, ele estava

nadando no local com

amigos e familiares.

A equipe foi acionada

e realizou mergulho para

tentar encontrar a vítima.

A corporação informou

que localizou o jovem

depois de cinco minutos

e ele foi levado pelo

Samu ao Pronto Socorro

Municipal.

Os bombeiros disseram

que tentaram reanimar

a vítima, mas ele

tinha ficado cerca de

40 minutos embaixo da

água e não resistiu. Erike

residia no Jardim Vera

Cruz, em Avaré.

de manter os investimentos

municipais na saúde da

nossa população, decidimos

pela não realização de

festividades no Carnaval

2022”, disse Pardini.

Veja a lista das cidades do estado de SP

que já cancelaram o carnaval 2022

BARRINHA

BORBOREMA

BOTUCATU

CABREÚVA

CACONDE

CAMPO LIMPO PAULISTA

CUNHA

DOBRADA

DUMONT

FRANCA

GUARIBA

GUATAPARÁ

IBITINGA

ITÁPOLIS

ITATIBA

ITUPEVA

JABOTICABAL

JARINU

JUNDIAÍ

LINS

MOGI DAS CRUZES

MONTE ALTO

MONTEIRO

NATIVIDADE DA SERRA.

PARAIBUNA

PITANGUEIRAS

POÁ

POTIRENDABA

PRADÓPOLIS

ROSEIRA

SALESÓPOLIS

SANTA ERNESTINA

SANTA ISABEL

SANTO ANTÔNIO DO PINHAL

SÃO BENTO DO SAPUCAÍ

SÃO SIMÃO

SUZANO

TAQUARITINGA

TAUBATÉ

UBATUBA

VÁRZEA PAULISTA

JACAREÍ

CAÇAPAVA

REDENÇÃO DA SERRA

LAGOINHA

ÁGUAS DE LINDÓIA

AMPARO

HOLAMBRA

JAGUARIÚNA

LINDÓIA

MONTE ALEGRE DO SUL

PEDREIRA

SERRA NEGRA

SOCORRO

NOVA EUROPA

IACANGA

LOUVEIRA

VALINHOS

VINHEDO

ALTINÓPOLIS

AMÉRICO BRASILIENSE

CÁSSIA DOS COQUEIROS

DESCALVADO

GAVIÃO PEIXOTO

MIGUELÓPOLIS

MOTUCA

RIFAINA

RINCÃO

SANTA LÚCIA

SANTA CRUZ DA ESPERANÇA

SANTA ROSA DE VITERBO

SANTO ANTÔNIO DA ALEGRIA

SÃO LUIZ DO PARAITINGA

(Band Notícias)


Página 4 A VOZ DO VALE De 21 a 27 de novembro de 2021

Banheiro multigênero do

MC Donald’s Bauru gera polêmica

em um trecho. Em outro,

Isa cita que banheiros

para todos os gêneros é

realidade em ao menos

outros sete países.

O último andamento

foi no dia 18 deste mês e

recebido do relator, o deputado

Thiago Auricchio,

pela Comissão de Constituição,

Justiça e Redação,

com voto favorável ao

projeto e à emenda.

Na Câmara dos Deputados,

por autoria do

deputado Julio Cesar Ribeiro

(Republicanos-DF)

e apresentação no dia 16,

o Projeto de Lei proíbe a

“instalação e a adequação

de banheiros, vestiários e

assemelhados na modalidade

unissex, nos espaços

públicos, estabelecimentos

comerciais e demais ambientes

de trabalho”.

“É interessante deixarmos

claro que uso de

banheiros e espaços assemelhados

no Brasil, na

modalidade unissex não

diminuirá os casos de hostilização,

humilhação e

outros tipos de violência

contra a população LGB-

TQIA+, porque precisamos

de fato trabalhar o

respeito e a diversidade de

forma delicada e sensível,

prioritariamente pelos pais

e pela família”, escreveu

na justificativa.

De 23 de outubro de

2020, um projeto do deputado

David Miranda (PSOL-

RJ) tenta modificar leis de

26 de junho de 2017; 11 de

setembro de 1990 e de 13

de abril de 1995.

“Para vedar expressamente

discriminação baseada

na orientação sexual

ou identidade de gênero

em banheiros, vestiários e

assemelhados, nos espaços

públicos, estabelecimentos

comerciais e demais ambientes

de trabalho.”

O projeto está apensado

ao PL 2653/2019, do

deputado Alexandre Frota

(PSDB-SP), que está em

trâmite e prevê punição,

pelo Poder Público, manifestações

discriminatórias.

(G1 Bauru e Marília)

A discussão sobre banheiro

multigênero está

presente em projetos de lei

que tramitam atualmente

no Legislativo estadual e

federal. Em Bauru, interior

de São Paulo, a polêmica

veio à tona quando

uma unidade de uma rede

de fast food colocou placas

indicando a destinação

para homens, mulheres ou

pessoas que não se identificam

com esses gêneros.

As imagens viralizaram

depois que uma mulher

reclamou em um vídeo

postado no internet.

Em nota, o Mc Donald’s

confirmou que desfez a

mudança, que foi motivada

pela notificação imposta

pela Prefeitura de Bauru no

dia 13 de novembro apontando

“descumprimento de

exigências do código sanitário

da cidade”.

“A rede reforça que tem

o compromisso com a promoção

de um ambiente de

respeito para que todas as

pessoas sintam-se bem-

-vindas em seus restaurantes.

[…] No caso do município

de Bauru, após a

notificação da prefeitura, a

companhia fez adequação

em atendimento à solicitação

das autoridades locais

(nº 3832 de 30/12/1994)”,

afirmou a nota.

Essa não é a primeira

vez que o Mc Donald’s decide

mudar o layout de seus

sanitários após polêmica

envolvendo o conceito de

“multigênero”. Em setembro

deste ano, uma unidade

de São Roque (SP) fez mudança

na placa de um banheiro

que indicava a palavra

“multigênero” após o

caso repercutir na unidade

recém-inaugurada.

Naquela ocasião, a assessoria

de imprensa do

McDonald’s informou

que o banheiro continua

sendo para todos os gêneros

e apenas foi retirado o

texto por ser uma unidade

recém-inaugurada, que é

suscetível a mudanças.

Mas o que diz a lei?

Em Bauru, no caso, há a

lei municipal 3832, de dezembro

de 1994, que institui

o Código Sanitário do

município. Segundo o artigo

96, em relação aos estabelecimentos

com longa

permanência de público,

“os sanitários devem ser

separados e identificados,

para cada sexo”.

Já em relação ao estado

de SP não há uma lei

específica que proíba ou

permita banheiros para

todos os gêneros. Mas a

discussão tem virado assunto

frequente na Assembleia

Legislativa de

São Paulo e também na

Câmara Federal.

Na Assembleia Legislativa,

por exemplo, o

Projeto de Lei do deputado

Altair Moraes (Republicanos)

de 19 de novembro

deste ano proíbe

a instalação de banheiros

e vestiários que atendam

a todos os gêneros nos

estabelecimentos de ensino

público e privado do

Estado de São Paulo.

A justificativa do texto

é a segurança de crianças e

adolescentes e nega discriminação,

“de homofobia,

ou transfobia”.

Ainda pela Alesp, a

propositura do deputado

Tenente Nascimento (PP)

proíbe a instalação ou a

adequação de banheiros

públicos em repartições

públicas, escolas, parques,

secretarias, agências, autarquias,

fundações e institutos

afins com a finalidade

de possibilitar o uso

comum por pessoas de

gêneros sexuais diferentes

em todo o Estado.

“Trata-se de propositura

cuja finalidade maior é

proteger as pessoas de exposição

de sua intimidade,

bem como possíveis constrangimentos

e eventuais

abusos no uso do sanitário

em espaços públicos”, justificou

em um trecho.

O último andamento

dos dois PLs foi na

terça-feira, dia 23, em

pauta de 2ª sessão, em

tramitação ordinária.

Já a deputada Isa Penna

(PSOL) apresentou uma

emenda de pauta ao PL do

deputado Altair Moraes. A

justificativa é a inclusão de

pessoas transexuais, transgêneros

e não-binárias

com as instalações sanitárias

neutras em relação à

identidade de gênero.

“Sabe-se que o medo

de ofensas, constrangimentos,

violência física e

até de morte faz com que

essas pessoas alterem sua

rotina para reduzir o risco

de transfobia”, escreveu

Dupla é presa por tráfico de

drogas em Avaré; passageiro

escondia dinheiro na cueca

Dois homens foram

presos na sexta-feira, dia

19 de novembro, por tráfico

de drogas e associação

ao tráfico, em Avaré.

Informações dão conta

que uma equipe da Força

Tática estava patrulhando

pelo bairro Braz, quando

se depararam com uma

motocicleta com dois

ocupantes. No momento

em que o passageiro

avistou a viatura, deu

dois tapas no ombro do

condutor que acelerou

a motocicleta evadindo

em alta velocidade.

Após um breve acompanhamento,

ambos foram

abordados. Durante revista

pessoal foram encontradas

com o passageiro 11

porções de cocaína e R$

550,00 em sua cueca. Já

com o condutor nada de

ilícito foi encontrado.

Questionado, o passageiro

informou que havia comprado

a droga no bairro Alto

da Boa Vista por R$ 20,00

cada e revenderia por R$

50,00. Ele não soube justificar

a origem do dinheiro. O

passageiro informou que era

amigo do condutor e foram

juntos buscar o entorpecente

para venderem.

Já o condutor informou

que levou o amigo

até o bairro, porém desconhecia

que ele tinha

adquirido a droga.

Diante dos fatos, os

homens de 34 e 36 anos

foram encaminhados ao

Plantão Policial, onde irão

responder por tráfico de

drogas e associação ao tráfico,

permanecendo à disposição

da Justiça.


De 21 a 27 de novembro de 2021

A VOZ DO VALE

Página 5

Polícia Federal de Avaré realiza

a 2ª OPERAÇÃO JURUMIRIM

A Polícia Federal de

Avaré deflagrou a 2ª fase

da Operação Jurumirim,

que investiga o uso de empresas

de fachada para sonegar

impostos e ocultar

movimentações financeiras

ilícitas no interior de

São Paulo. Quatro pessoas

foram presas.

Na tarde de terça-feira,

dia 23, mais de 40 agentes

federais cumpriram

oito mandados de busca e

apreensão e quatro mandados

de prisão, expedidos

pela 1ª Vara Federal

em Avaré, nas cidades de

Itaí, Avaré, Botucatu, Sorocaba

e Guarulhos.

O nome da operação se

deve ao fato da atuação de

grande parte das empresas

investigadas e dos principais

envolvidos se situarem

na região da represa

de Jurumirim, localizada

no município de Avaré.

De acordo com a PF,

a investigação descobriu

que empresas de fachadas

foram usadas para

sonegar impostos e ocultar

movimentações financeiras

ilícitas, originadas

principalmente do contrabando

de cigarros. O valor

da sonegação gira em

torno de R$ 25 milhões.

Vale recordar que na

primeira fase da operação,

deflagrada no dia

27 de agosto, cerca de 80

agentes federais foram

aos locais indicados para

cumprir 19 mandados de

busca e apreensão.

Segundo a PF, diversos

empresários e seus familiares,

com o apoio de escritórios

de advocacia e de contabilidade,

se utilizavam de

escrituras em nome de terceiros

e pessoas “criadas”,

os chamados “laranjas”,

exclusivamente para cometimento

das fraudes.

Os investigados, por

intermédio desses “laranjas”,

também negociaram

aeronaves, embarcações,

veículos e caminhões destinados

ao contrabando de

cigarros, além de fazendas,

imóveis residenciais e, até

mesmo, um hospital.

Ainda segundo a corporação,

os envolvidos podem

ser responsabilizados pelos

crimes de associação criminosa,

sonegação fiscal,

falsidade ideológica, uso de

documento falso e lavagem,

na modalidade ocultação.

A ação teve apoio do

Grupo de Atuação Especial

de Combate ao Crime

Organizado (Gaeco), do

Ministério Público Federal.

(G1 / Itapetininga)

Vereador pede que prefeito cancele

Preocupado com a

aglomeração de pessoas

e um possível aumento

no número de casos de

coronavírus, o vereador

Luiz Cláudio da Costa

(PSD) protocolou um requerimento

solicitando

que o prefeito Jô Silvestre,

cancele a realização

do carnaval em 2022, em

Avaré. Mais de 70 cidades

do interior paulista já

o carnaval de 2022 em Avaré

cancelaram a festividade.

O vereador também

destaca que o cancelamento

do carnaval na cidade

seria em respeito aos

quase 280 mortos vítimas

da Covid-19 no município.

“Uma das inúmeras

razões, seria pelo luto das

famílias que perderam seus

entes queridos em virtude

da pandemia da Covid-19,

tendo em vista que, em nosso

município, registrou a triste

marca de 278 mortos até

o presente momento”.

Outra razão seria a

aglomeração de pessoas.

“Apesar do avanço da

vacinação contra a Covid-19

e a redução significativas

dos níveis de

internações e morte pela

doença, o cancelamento

é medida que se impõe

para evitar as aglomerações,

pois não podemos

mais correr riscos, para

não retroceder aos patamares

de alta contaminação,

como aconteceu num

passado recente, principalmente

em dias festivos,

e a pior fase da doença

decorreu nesse ano”.

O vereador solicitou

que a verba que seria destinada

ao carnaval, fosse

empregada na saúde do

município. “Vejo como

importante cancelar o

carnaval e, a destinação

de qualquer recurso a esse

evento, que seja destinado

a fortalecer o sistema

de saúde municipal”.

O requerimento será

apresentado na sessão

ordinária da Câmara Municipal

na segunda-feira,

dia 29 de novembro.

Adilson Imóveis vende

Tel.: (14) 99736-1965

Avaré 1

-2 dorm, Sala, Cozinha, Banheiro, Lavanderia, Garagem, Área terreno 190

m2, Área construída 40m2

Centro

-2dormitorios, Sala, Sala de jantar, Cozinha, Banheiro, Edícula, 1 dormindo,

sala, Cozinha ,Lavanderia, Área terreno 151,5 m2, Área construída 121,70 m2


Página 6 A VOZ DO VALE De 21 a 27 de novembro de 2021

Mesa diretora pretende gastar

R$ 300 mil com publicidade na Câmara de Avaré

Os vereadores da Câmara

Municipal de Avaré

deverão apreciar na última

sessão ordinária do

ano, que será realizada na

segunda-feira, dia 29 de

novembro, um projeto de

resolução que autoriza o

legislativo a gastar R$ 300

mil com publicidade.

O projeto é de autoria

da Mesa Diretora, composta

pelos vereadores:

Flávio Zandoná (presidente),

Roberto Araújo

(vice-presidente), Ana

Paula do Conselho (1ª

secretária) e Carla Flores

(2ª secretária).

A resolução original

autoriza a Câmara a contratar,

mediante a procedimento

licitatório,

agência de publicidade e

propaganda para a execução

de serviço publicitário

e divulgação dos

trabalhos institucionais

e legislativos no valor de

R$ 50 mil. Porém, o projeto

proposto pela Mesa

Diretora eleva esse valor

para R$ 300 mil, ou seja,

500% a mais.

Mesmo o projeto sendo

de autoria da Mesa

Diretora, a Comissão de

Constituição, Justiça e

Redação (CCJR), emitiu

parecer favorável a tramitação

e votação da alteração.

O vereador Hidalgo

Freitas (PSD), que

também faz parte da comissão,

não assina o documento.

Informações

obtidas pelo A Voz do

Vale dão conta que os 6

vereadores da oposição,

sendo: Adalgisa Ward,

Marcelo Ortega, Tenente

Carlos Wagner, Luiz

Cláudio, Hidalgo Freitas

e Bel Dadário seriam

contra o aumento de

500% com gastos com

publicidade. A sessão ordinária

ocorre na segunda-

-feira, dia 29 de novembro,

a partir das 19 horas.

Taguaí e Itaí fazem homenagens as

42 vítimas que morreram em tragédia na região

O acidente entre um

ônibus e um caminhão que

deixou 42 mortos no interior

de São Paulo completa

um ano na quinta-feira, dia

25 de novembro. A data

virou feriado municipal

em Taguaí, onde ocorreu a

batida, e em Itaí, cidade a

cerca de 40 quilômetros de

distância onde a maioria

das vítimas morava.

Para marcar os primeiros

365 dias após a tragédia,

as prefeituras das

duas cidades prepararam

homenagens durante todo

o dia. Em Itaí, durante a

manhã, a prefeitura realizou

uma cerimônia na

“O Horto está abandonado. Isso é

uma vergonha” desabafa munícipe

Em uma postagem na

rede social na sexta-feira,

dia 26 de novembro,

uma munícipe mostrou

indignação pela situação

do Horto Florestal,

na qual ela classificou

como abandono.

Uma das revoltas

dela foi referente a uma

ponte de madeira que estariam

em manutenção

há vários meses. “Hoje

vai a minha indignação!

A ponte do nosso querido

Horto Florestal está

em manutenção há meses!

Quando irão finalizar

a reforma da ponte?

O Horto está abandonado!

Isso é uma vergonha

ao nosso município”, desabafou

T.F.O.

Um outro munícipe

revelou ter presenciado

crianças brincando

nos troncos da ponte,

o que poderia gerar um

acidente. “No domingo

presenciei crianças

andando por cima desse

descaso aí”, postou V.S.

Já E.C.S. revelou

preocupação com o excesso

de capivaras no

Horto, principalmente

com o carrapato do

animal. “Isso fora os

carrapatos! Está uma

infestação nas trilhas”.

Desde junho de 2018,

o Horto Florestal passou

a ser administração pela

Prefeitura. A concessão

é válida por 30 anos.

Praça da Bandeira, com

a inauguração de um memorial

em homenagem às

vítimas do acidente.

Com camisetas estampadas

com as fotos dos

envolvidos na tragédia e

bexigas brancas, moradores

e parentes participaram

do evento. Na abertura da

cerimônia, músicos reproduziram

o Hino Nacional

e a Saudação a Itaí. Em

seguida, foi feita a leitura

dos nomes das 42 vítimas

e um minuto de silêncio.

No encerramento, as

placas com os nomes

dos envolvidos foram

reveladas e o prefeito Zé

Ramiro (PSDB) fez um

pronunciamento.

Os moradores de Itaí

também foram convidados

para participar de uma

missa na Igreja Matriz de

Santo Antônio, às 19h30.

Já em Taguaí, a prefeitura

realizou uma cerimônia

às 6h30. Em seguida,

os moradores seguiram

para o local do acidente,

onde foi instalado um

monumento em homenagem

às vítimas.

Além dos moradores, a

homenagem contou com

a presença de autoridades

políticas, religiosas e policiais.

Ainda em Taguaí, às

19h30, será realizada uma

missa na Igreja Matriz

Santa Rita de Cássia.

Já funcionários das

fábricas de confecção

envolvidas na tragédia

informaram ao g1 que

receberam um bilhete do

setor administrativo pedindo

para que os colaboradores

fizessem dois

minutos de silêncio em

homenagem às vítimas.

Fonte: G1

More magazines by this user