12.02.2022 Views

edicao1505

You also want an ePaper? Increase the reach of your titles

YUMPU automatically turns print PDFs into web optimized ePapers that Google loves.

Mesmo com sérios problemas com

enchentes, Prefeitura destina mais de

R$ 4 milhões para a obra do Arenão

Há anos Avaré vem

sofrendo com enchentes

e alagamentos provocados

pelas águas das

chuvas. Porém, pouco se

tem feito para resolver

o problema por parte da

Prefeitura Municipal.

Mesmo diante do sério

problema, a Prefeitura

Municipal redirecionou

cerca de R$ 4 milhões da

verba encaminhada pelo

Departamento de Apoio as

Estâncias Turísticas (Dadetur)

para a obra da Arena

de Eventos, que está sendo

construída no Parque de

Exposições Dr. Fernando

Cruz Pimentel (Emapa).

O Semanário Digital

publicado na quarta-

-feira, dia 2 de fevereiro,

traz atas de reuniões que

foram realizadas no fim

de 2021 pelo Conselho

Municipal do Turismo

(Comtur) na qual detalha

o redirecionamento dos

recursos para o Arenão.

Um representante do

Departamento de Convênios

da Prefeitura (Decon)

revelou que o governador

João Dória havia

assinado uma verba de

TJ absolve

ex-prefeito de crime

contra a licitação

A 12ª Câmara de Direito

Criminal do Tribunal de

Justiça de São Paulo (TJ/

SP) absolveu o ex-prefeito

de Avaré, Rogélio Barchetti

de crime contra a

licitação. A decisão foi

proferida na segunda-feira,

dia 31 de janeiro. Os advogados

Luiz Carlos Dalcim

e Thiago Dalcim fizeram a

defesa do ex-prefeito.

Barchetti havia sido

condenado em 1ª Instância

a pena de 4 anos de detenção,

em regime inicial

semiaberto, devido a contratação

de uma empresa,

por meio de dispensa de

licitação, para a construção

de um novo cemitério

municipal. Os empresários

Leziro Marques Silva

e Júnior e Luiz Manoel

Appendido Nunes também

foram absolvidos pelo TJ.

Consta da denúncia que,

no dia 13 de janeiro de 2011,

Rogélio Barchetti, na qualidade

de Gestor Municipal,

dispensou licitação fora das

hipóteses legais e, igualmente,

deixando de observar

as formalidades pertinentes

à dispensa de licitação para a

contratação da empresa Eco-

-Engeo Soluções Ambientais

Ltda., referente à construção

de um novo cemitério

municipal. Confira a matéria

completa no site www.

avozdovale.com.br.

mais de R$ 2,5 milhões

para o aparelhamento turístico

e quase R$ 1,5 milhão

para a Arena de Eventos.

Com a contrapartida

de R$ 116 mil da Prefeitura,

serão mais de R$ 4

milhões destinados para a

cobertura e a acessibilidade

do Arenão. No total, a

obra deverá custar aos cofres

públicos quase R$ 20

milhões. Confira a matéria

completa no site www.

avozdovale.com.br.

Tenda Atacado deverá gerar

250 empregos diretos em Avaré

O Tenda Atacado, empresa

referência no atacado

e varejo de autosserviço,

formalizou na tarde de

quarta-feira, dia 2 de fevereiro,

após reunião com o

prefeito Jô Silvestre, a instalação

de uma nova loja

da rede em Avaré.

O objetivo do encontro

foi oficializar a instalação

de uma unidade do grupo

em Avaré. A inauguração

está prevista para agosto.

O imóvel na Avenida Paulo

Novaes que vai receber

a futura loja já está sob

intervenção, sendo que o

prédio da antiga Manoel

Rodrigues foi demolido.

Durante o encontro,

o diretor de Marketing

Gustavo Delamanha e

o diretor de Operação e

Engenharia e Expansão,

Fernando Alfano, apresentaram

o projeto da

nova loja. “Avaré é um

sonho antigo e estamos

com muita expectativa positiva”,

afirmou Delamanha.

O empreendimento

deve gerar 250 empregos

diretos e outros 250 indiretos.

Conforme o informado

pelos diretores, 90%

da mão de obra deve ser

captada em Avaré. Confira

a matéria completa no site

www.avozdovale.com.br.

internetfibraótica

conheça

com

roteador

WIFI

5G

+

+

+de70canais

grátisparavocê

ASSINEJÁ

PELOWHATS

1499606-7500


Página 2 A VOZ DO VALE De 30 de janeiro a 5 de fevereiro de 2022

Retorno às aulas em Itatinga tem

distribuição de kits escolares

As aulas presenciais da

rede municipal de ensino de

Itatinga tiveram seu retorno

na última quarta-feira, dia

02 de fevereiro, com direito

a distribuição de kits escolares.

Foram adquiridos

pela municipalidade 600

kits que beneficiarão alunos

de 3 a 5 anos, da educação

infantil, maternal II.

O prefeito João Bosco e

a diretora de Educação Ana

Teresa Policastro Tobias

participaram da entrega dos

kits na escola Pedro Parenti.

Durante a entrega, a diretora

Ana Tereza antecipou que

os alunos do Ensino Fundamental

e o Ensino Fundamental

II também receberão

o kit, no entanto, a compra

está em processo de licitação

e que está previsto para

o final de fevereiro a entrega

de aproximadamente 2

mil kits aos alunos.

João Bosco falou durante

o evento de entrega,

de que os benefícios que

estão sendo oferecidos

aos alunos hoje, é fruto

de um trabalho sério que

vem sendo realizado desde

que assumiu a administração.

“Itatinga tem hoje,

um sistema educacional

de qualidade, profissionais

qualificados e altamente

dedicados aos seus

trabalhos. Hoje iniciamos

as aulas, alunos estão sendo

contemplados com os

materiais escolares necessários,

com uma merenda

escolar de qualidade, nutritiva

e, felizmente, podemos

assegurar que as unidades

educacionais estão

modernizadas e dispõem

de bons equipamentos pedagógicos

para a formação

de nossas crianças. Esse é

um trabalho que não vem

de agora. Desde o primeiro

mandato, batalhamos muito

pela educação”.

Laudo aponta que jovem achada em rio após

avisar pai sobre acidente, morreu afogada

A jovem de 22 anos

que foi achada morta no

Rio Novo três dias depois

de ligar para o pai e contar

que tinha sofrido um acidente,

no interior de São

Paulo, morreu de asfixia

por afogamento, conforme

o laudo necroscópico.

O corpo de Kathia

Fernandes Oliveira foi

encontrado no dia 13

de janeiro dentro do

Rio Novo, a cerca de

um quilômetro do local

onde o carro dela

havia sido localizado

no dia 11, entre Águas

de Santa Bárbara eIaras

(SP). Segundo a irmã, a

jovem não sabia nadar.

O laudo necroscópico,

que apontou a causa

da morte de Kathia, ficou

pronto na semana passada,

mas o resultado foi divulgado

pela Polícia Civil nesta

quinta-feira (3). Conforme

o documento, não

foi constatada a presença

de traumas na jovem.

De acordo com o delegado

Omar Zedan Vieira,

responsável pelo caso, até

o momento, as investigações

apontam para um

acidente de trânsito provocado

pela própria vítima.

Segundo ele, por enquanto

não há indícios de que outra

pessoa esteja envolvida

na ocorrência.

Durante as investigações,

a Polícia Civil chegou

a ouvir o rapaz de Iaras

com quem Kathia iria

se encontrar antes de desaparecer

e também o ex-namorado

dela, de Manduri.

No entanto, o delegado

ressaltou que eles não são

considerados suspeitos.

Agora, a Polícia Civil

aguarda algumas informações

solicitadas à delegacia

de Óleo, cidade

onde a vítima morava,

para concluir o inquérito.

Desaparecimento

Segundo o boletim de

ocorrência, a jovem, que

morava em Óleo, disse à

família que iria dar uma

volta na noite do dia 10

de janeiro e logo retornaria

para casa. Pouco

tempo depois, o pai recebeu

a ligação da filha

contando que tinha sofrido

um acidente.

“Um morador de Iaras

disse que tinha marcado

um encontro com

Kathia, mas que ela não

tinha aparecido. Ele até

mostrou uma mensagem

que Kathia enviou para

ele, dizendo que estava

abastecendo o carro e

logo chegaria”, conta a

irmã da jovem.

Taimara Souza contou

que foi até o posto de

combustíveis onde a família

costuma abastecer, em

Manduri, e que funcionários

confirmaram que Kathia

passou pelo local.

Um vídeo gravado

pela câmera do estabelecimento

mostra quando

um carro dela entra no

estabelecimento às 21h48

e para ao lado da bomba.

Segundos depois, a motorista

é atendida e aparenta

estar sozinha no veículo.

Segundo a polícia,

não é possível considerar

exatamente o horário da

câmera de segurança do

posto de combustíveis e

funcionários disseram que

Kathia passou pelo posto

por volta das 20h30.

A família informou que

às 20h49, a jovem fez a ligação

para o pai, contando

que tinha sofrido um acidente.

No entanto, a irmã

disse que a ligação estava

ruim e que não conseguiu

retornar a chamada.

Por conta disso, parentes

começaram a fazer

buscas, refizeram o

percurso de Kathia e, no

dia seguinte, encontraram

o carro da jovem no Rio

Novo, às margens da Rodovia

Vicinal Jair Gilberto

Campaneti.

Os bombeiros foram

acionados e retiraram o veículo

do rio. A corporação

de Avaré informou que

também fez buscas pela jovem,

mas o corpo dela só

foi achado três dias depois,

na tarde do dia 13.

Kathia foi enterrada

no Cemitério Municipal

de Óleo, cidade onde ela

morava com a avó. De

acordo com a família,

não houve velório porque

o corpo da jovem

estava em estado avançado

de decomposição.

‘Tinha muitos planos’

A irmã de Kathia contou

que a jovem trabalhava

como operadora de caixa

em um mercado perto de

casa, mas tinha o sonho de

morar na Espanha.

“Ela terminou o Ensino

Médio, fez curso de RH,

de administração e intercâmbio

para a Espanha.

Ela tinha muitos planos e

sempre falava que o sonho

dela era morar na Espanha,

que ela adorou conhecer.

Também tinha o sonho de

comprar uma moto, aproveitar

muito a vida e ter as

coisas dela”, conta.

(Informação: G1)

é uma publicação semanal da Kauan Vieira Aires ME

Inscr. Municipal 29.187 CNPJ: 29.172.463/0001-12

E-mail: avozdovale@avozdovale.com.br

Site: www.avozdovale.com.br

REDAÇÃO: Rua Alagoas, 2001 - CEP 18700-010 - Avaré/SP

DIRETOR RESP.: Kauan Vieira Aires

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus

autores e não expressam necessariamente a nossa opinião

CIRCULAÇÃO: Avaré, Águas de Santa Bárbara, Arandu, Cerqueira

César, Holambra II, Iaras, Itaí, Itatinga e Paranapanema.


De 30 de janeiro a 5 de fevereiro de 2022

A VOZ DO VALE

Página 3

Mesmo com sérios problemas com

enchentes, Prefeitura destina mais de

R$ 4 milhões para a obra do Arenão

Há anos Avaré vem

sofrendo com enchentes e

alagamentos provocados

pelas águas das chuvas.

Porém, pouco se tem feito

para resolver o problema

por parte da Prefeitura

Municipal.

Mesmo diante do sério

problema, a Prefeitura

Municipal redirecionou

cerca de R$ 4 milhões da

verba encaminhada pelo

Departamento de Apoio

as Estâncias Turísticas

(Dadetur) para a obra da

Arena de Eventos, que

está sendo construída no

Parque de Exposições

Dr. Fernando Cruz Pimentel

(Emapa).

O Semanário Digital

publicado na quarta-

-feira, dia 2 de fevereiro,

traz atas de reuniões que

foram realizadas no fim

de 2021 pelo Conselho

Municipal do Turismo

(Comtur) na qual detalha

o redirecionamento dos

recursos para o Arenão.

Um representante do

Departamento de Convênios

da Prefeitura (Decon)

revelou que o governador

João Dória havia assinado

uma verba de mais de R$

2,5 milhões para o aparelhamento

turístico e quase

R$ 1,5 milhão para a

Arena de Eventos.

Com a contrapartida

de R$ 116 mil da Prefeitura,

serão mais de R$ 4

milhões destinados para

a cobertura e a acessibilidade

do Arenão. No total,

a obra deverá custar

aos cofres públicos quase

R$ 20 milhões.

Questionado no final

de dezembro do porquê

dos recursos não serem

redirecionados para outras

áreas turísticas do

município, o representante

do Decon destacou que

“hoje no ranqueamento

das estâncias, precisamos

aumentar o fluxo de

turistas, por isso a pressa

na conclusão da Arena

de Eventos, pois é o único

elemento que atrai um

maior número de turistas”.

HISTÓRICO – Após

11 anos parada, a obra

de construção do Arenão

foi reiniciada em maio

de 2019, onde foram pagos

R$1.266.476,58. Já

em 2020, foram pagos

mais R$2.352.967,05 e

em 2021, até o momento,

a Prefeitura já repassou

mais R$2.385.777,30

para a Matserv Engenharia,

de São Paulo, responsável

pela obra.

No dia 17 de dezembro

de 2021, foi publicada

no Semanário Oficial

Digital uma quebra de

ordem cronológica de

R$ 228.539,31, destinadas

a Marserv.

Segundo a placa instalada

no Parque de Exposições

Dr. Fernando Cruz

Pimentel (Emapa), a obra

teria sido reiniciada no

dia 21 de dezembro de

2018, porém em um vídeo

postado na rede social do

prefeito Jô Silvestre, dá

conta que a construção

voltou no início de maio.

As arquibancadas seguem

sendo construídas,

sendo que o prazo para

conclusão era de dezembro

de 2020. Informações

dão conta que mesmo com

a quarentena as obras não

foram paralisadas.

Os custos da obra estão

ocorrendo por meio de

convênios firmados com

o Departamento de Apoio

as Estâncias Turísticas

(Dadetur). Grande parte

dos valores, aliás, foram

redirecionadas de outras

obras que seriam realizadas

em Avaré, como

a revitalização do Largo

do Mercado e a reforma

do Mercadão Municipal,

além da construção de

um Centro de Eventos no

Parque de Exposições. Os

convênios haviam sido

firmados pela administração

do ex-prefeito Poio

Novaes junto ao Dadetur.

O redirecionamento da

verba foi aprovado tanto

do Dadetur como pelo

Conselho Municipal do

Turismo (Comtur) no primeiro

semestre de 2017.

No Comtur, o redirecionamento

foi aprovado por 15

votos favoráveis e 6 contrários.

Na época, o prefeito

Jô Silvestre fez questão

de participar da reunião.

Em maio de 2020 o A

Voz do Vale publicou uma

matéria na qual abordou

que a Prefeitura aguardava

a aprovação técnica para

assinar um convênio de

R$ 2,7 milhões que serão

utilizados na cobertura da

Arena de Eventos.

OAB faz campanha para ajudar

famílias antingidas pela chuva em Avaré

A 67ª Subseção da Ordem

dos Advogados do Brasil

(OAB) de Avaré está fazendo

uma força-tarefa para arrecadar

alimentos não perecíveis,

roupas, móveis, cobertores e

produtos de higiene.

O objetivo é ajudar as

famílias que foram atingidas

pelas chuvas que vem

atingindo a cidade desde

sábado, dia 29 de janeiro.

Na terça-feira, dia 1º de

fevereiro, foram mais de

80mm de chuva em cerca de

1 hora, o que gerou grandes

estragos na cidade.

Para ajudar os afetados,

a Ordem dos Advogados

do Brasil (OAB) montou

um ponto de arrecadação

na Casa da Advocacia e

Cidadania de Avaré, localizada

na Rua Paraná, nº

2.123, no bairro Brás.

“Diante das fortes chuvas

que viemos tendo nos

últimos dias e ainda vamos

ter conforme a previsão do

tempo, resolvemos fazer

essa campanha de arrecadação

de alimentos, roupas

de cama e roupas femininas

e infantis que serão destinadas

às famílias que foram

atingidas com as chuvas fortes.

Nossa cidade ainda tem

pontos que são bem afetados

e precisamos nos unir para

ajudá-los”, solicita a OAB.

“Vamos juntos mostrar

que a união de fazer o bem

pode mudar a vida de todos

nós”, finaliza em um

comunicado publicado nas

redes sociais.


Página 4 A VOZ DO VALE De 30 de janeiro a 5 de fevereiro de 2022

Chuva volta a gerar alagamentos

A rápida chuva que

atingiu Avaré no início da

tarde de quinta-feira, dia 3

de fevereiro, foi suficiente

para gerar diversos pontos

de alagamento.

A Rua Maranhão voltou

a virar um verdadeiro

rio, gerando alagamentos,

principalmente na esquina

com a rua Distrito Federal,

onde existe um posto

de combustíveis. Moradores

ficaram sem ter como

acessar suas casas.

Uma residencia localizada

na Rua 9 de julho se

tornou um rio com forte

correnteza. Uma casa localizada

no local foi atingida,

causando prejuízos aos moradores.

“É o terceiro dia

seguido que a água entra na

minha casa de destrói tudo.

Até mesmo as coisas que

ganhei ontem a chuva levou

hoje. A água levou até

o meu botijão de gás. Não

tenho para onde ir com meus

filho”, desabafou a moradora.

O vereador tenente Carlos

Wagner (PSD) esteve no local

e constatou o problema e

a revolta dos moradores. “É

muito triste ver essa situação

e saber que estamos de mãos

atadas. O executivo tem que

agir imediatamente, mesmo

porque, as pessoas estão

perdendo tudo e nada está

sendo feito. Lamentável”,

destacou o vereador.

Alagamentos também

são recorrentes nas esquinas

das ruas Mato Grosso com a

Alagoas e Goiás com a Alagoas.

Outras ruas também

acabaram ficando intransitáveis,

como um trecho da

Voluntários de Avaré.

Na quarta-feira, dia 2, a

Prefeitura chegou a divulgar

ações que seriam realizadas

para minimizar o problema

das enchentes no município,

porém, até o momento,

nenhuma medida efetiva

foi tomada pelo executivo,

mesmo a cidade estando em

calamidade pública.

Prefeitura anuncia ações para recuperar

estragos causados pela chuva em Avaré

m nota enviada à imprensa,

a Prefeitura de

Avaré afirma que está

preparando uma série de

medidas para recuperar

a infraestrutura urbana

atingida pelas fortes chuvas

registradas na cidade

na tarde de terça-feira,

dia 1º de fevereiro.

Segundo levantamento

preliminar das Secretarias

de Agricultura e do Meio

Ambiente, estima-se que

a área urbana de Avaré tenha

recebido 110 milímetros

de chuva em apenas

40 minutos. Esse montante

enorme em um curto espaço

de tempo não permite

que o solo absorva todo

o volume de água, provocando

o escoamento através

da superfície.

“As chuvas que assolaram

a cidade de Avaré

na ocasião estão entre as

mais fortes dos últimos

20 anos, provocando um

gargalo no Ribeirão Lajeado

que cruza a cidade,

na altura do cruzamento

das ruas São Paulo e

Santa Catarina, além do

transbordamento verificado

no Horto Florestal,

no Córrego do Cortume,

na altura do Jardim Brasil,

e também no Córrego do

“burrinho”, que tem grande

parte sua calha sobreposta

por imóveis que foram

construídos décadas atrás”,

destaca a Prefeitura.

Com os gargalos observados

nos sistemas de

escoamento, outros dispositivos

de captação que

cruzam o centro da cidade

acabaram transbordando,

provocando alagamentos

em níveis muito acima

dos já conhecidos, como

é o caso dos alagamentos

ocorridos na Rua Maranhão

em virtude da sobreposição

do córrego São

Luiz e na Rua Goiás com

Sergipe, além da Rua Rio

de Janeiro, que também é

afetada pelo escoamento

do córrego São Luiz.

Já no cruzamento da

Rua Lineu Prestes com a

Rua Alagoas, próximo ao

clube de campo do Armandinho,

foi detectada uma

tubulação muito antiga que

recebe água da região Sul

da cidade, mais precisamente

dos bairros Vila Jardim,

Dona Laura e parte da

Vila Operária.

OBRAS IMEDIATAS

– Na rua Flamboyant, altura

do cruzamento com

a Avenida Gilberto Filgueiras,

a Prefeitura está

preparando obras para a

conter a encosta do córrego

Lageado, que está

avançando sobre imóveis

próximos ao antigo prédio

da pizzaria Auguri.

Neste local, obras inadequadas

autorizadas no

governo anterior acabaram

ampliando o problema

com consequências

graves para o fluxo das

águas pluviais do córrego

Lageado, que margeia a

Avenida Major Rangel.

PROBLEMA CRÔ-

NICO – Embora os problemas

da rede de escoamento

da cidade não

sejam recentes, a Prefeitura

vem reunindo esforços

para obter os recursos

necessários para as obras

de grande relevância para

enfrentar o problema.

Desde 2017, o prefeito

Jô Silvestre vem atuando

junto ao Governo

do Estado de São Paulo

em busca de auxílio para

custear obras de intervenção

que possam solucionar

a questão.

Pedidos semelhantes

foram feitos ao Governo

Federal que, há muito tempo,

tem ciência da situação

vivida pelo município.

“Infelizmente, até o momento,

não houve a destinação

de recursos para realizar

as grandes obras que

a cidade aguarda”.

A Prefeitura de Avaré

estima que seriam necessários

cerca de R$ 80

milhões de reais para a

realização das obras que a

cidade precisa há décadas.

É um valor que foge completamente

da capacidade

econômica do município.

NOVAS GALERIAS

– Há projetos para a construção

de novas galerias

para escoamento das águas

pluviais e que precisam ser

atualizados sob o risco de

não atenderem às demandas

atuais e futuras.

Importante considerar

que projetos desse tamanho

demandam, além de

recursos altíssimos que

o município não possui,

intervenções em imóveis

particulares e interdição

de ruas por meses, o que

amplia o impacto sobre a

região central, principal

polo comercial e empresarial

da cidade.

Uma das providências

para atenuar este

ponto será a construção

de um tanque de contenção

(piscinão) próximo

ao túnel Milton Monti

para armazenar o alto

volume de águas que

chega até aquela região,

controlando a vazão que

é liberada na rede atual.

Obras para substituir a

tubulação de águas pluviais

daquela região estão

sendo analisadas.

RECURSOS – Após as

fortes chuvas de ontem, a

Prefeitura de Avaré recebeu

sinalização positiva

do Governo do Estado

para a liberação de verbas

emergenciais que poderão

ser realizadas em

curto prazo, recuperando

parte dos prejuízos que a

cidade registrou.

Por fim, a Prefeitura

da Estância Turística de

Avaré informa que se solidariza

com todas as pessoas

e empresas atingidas

pelas fortes chuvas e

coloca à disposição toda

a sua estrutura de apoio

para colaborar.

Equipes da Defesa Civil

de Avaré estão percorrendo

todos os pontos atingidos

e fazendo um mapeamento

mais avançado das

medidas a serem adotadas.

No mesmo caminho,

equipes das Secretarias

de Meio Ambiente

e Obras estão empenhadas

em providências sobre

projetos técnicos e

a contratação de mão de

obra, bem como a compra

de materiais necessários

para o início das obras

mais urgentes e possíveis.


De 30 de janeiro a 5 de fevereiro de 2022

A VOZ DO VALE

Página 5

Tenda Atacado deverá gerar

250 empregos diretos em Avaré

O Tenda Atacado, empresa

referência no atacado

e varejo de autosserviço,

formalizou na tarde de

quarta-feira, dia 2 de fevereiro,

após reunião com o

prefeito Jô Silvestre, a instalação

de uma nova loja

da rede em Avaré.

O objetivo do encontro

foi oficializar a instalação

de uma unidade do grupo

em Avaré. A inauguração

está prevista para agosto.

O imóvel na Avenida Paulo

Novaes que vai receber

a futura loja já está sob

intervenção, sendo que o

prédio da antiga Manoel

Rodrigues foi demolido.

Durante o encontro,

o diretor de Marketing

Gustavo Delamanha e

o diretor de Operação e

Engenharia e Expansão,

Fernando Alfano, apresentaram

o projeto da nova

loja. “Avaré é um sonho

antigo e estamos com muita

expectativa positiva”,

afirmou Delamanha.

O empreendimento

deve gerar 250 empregos

diretos e outros 250 indiretos.

Conforme o informado

pelos diretores, 90% da

mão de obra deve ser captada

em Avaré.

Secretários, vereadores e

convidados também participaram

da solenidade. O prefeito

Jô Silvestre aproveitou

a ocasião para fazer um

agradecimento ao grupo.

“Como chefe do Poder

Executivo Municipal,

é uma satisfação imensa

poder contar com mais um

estabelecimento comercial

de grande porte na cidade.

O Tenda Atacado vem trazer

aos munícipes de Avaré

e região mais qualidade em

produtos, com competitividade

e variedade. A cada dia

mais, Avaré se firma entre

as cidades médias do Estado

que se desenvolvem oferecendo

qualidade de vida

para todos, e o Tenda vem

fazer parte desse nosso

considerado comércio,

que é polo de atendimento

na região e gera centenas

de empregos diretos e

indiretos. Uma conquista

que se dá em cumprimento

ao meu plano de governo”,

afirmou o prefeito.

Silvestre voltou a colocar

o município à disposição.

A Secretaria Municipal

de Indústria, Comércio,

Ciência e Tecnologia deve

auxiliar o Tenda Atacado

durante o processo seletivo

por meio do Posto de

Atendimento ao Trabalhador

(PAT) e do Centro de

Atendimento ao Trabalho

e Empreendedor (CATE).

O Tenda Atacado tem 37

unidades na capital, Grande

São Paulo e interior de São

Paulo. Fundado em 2001,

grupo é referência no setor.

Com estacionamento

subterrâneo, o complexo

em construção em Avaré

terá 14 mil metros quadrados

no total, sendo 4 mil

metros quadrados de loja.

TJ absolve ex-prefeito de crime contra licitação

A 12ª Câmara de Direito

Criminal do Tribunal

de Justiça de São

Paulo (TJ/SP) absolveu o

ex-prefeito de Avaré, Rogélio

Barchetti de crime

contra a licitação. A decisão

foi proferida na segunda-feira,

dia 31 de janeiro.

Os advogados Luiz

Carlos Dalcim e Thiago

Dalcim fizeram a defesa

do ex-prefeito.

Barchetti havia sido

condenado em 1ª Instância

a pena de 4 anos de

detenção, em regime inicial

semiaberto, devido a

contratação de uma empresa,

por meio de dispensa

de licitação, para

a construção de um novo

cemitério municipal. Os

empresários Leziro Marques

Silva e Júnior e Luiz

Manoel Appendido Nunes

também foram absolvidos

pelo TJ.

Consta da denúncia

que, no dia 13 de ja-

Dupla é presa suspeita de

furtar bateria de carro em Avaré

Dois homens foram presos

em flagrante suspeitos

de furtar uma bateria de

carro, em Avaré, durante a

madrugada de quarta-feira,

dia 2 de fevereiro.

Segundo a Polícia Militar,

ao realizar patrulhamento

pelo bairro Jurumirim,

a equipe percebeu

que os moradores tentaram

esconder um objeto.

Durante a abordagem,

a dupla confessou que havia

furtado uma bateria de

carro em um posto de combustíveis

no bairro Jardim

São Paulo.

Diante da confissão, os

dois suspeitos foram levados

à Central de Flagrantes,

onde permaneceram à

disposição da Justiça pelo

crime de furto.

Fonte: G1

neiro de 2011, Rogélio

Barchetti, na qualidade

de Gestor Municipal,

dispensou licitação fora

das hipóteses legais e,

igualmente, deixando

de observar as formalidades

pertinentes à dispensa

de licitação para a

contratação da empresa

Eco-Engeo Soluções Ambientais

Ltda., referente à

construção de um novo

cemitério municipal.

Após analisar o caso,

os desembargadores do

Tribunal de Justiça entenderam

ser o caso de

absolvição dos acusados

diante da atipicidade de

suas condutas. “Além de

citar as irregularidades

formais constatadas as

quais, como já mencionado,

não são suficientes

para a caracterização

do delito ora analisado,

a sentença condenatória

escorou-se em presunções

em desfavor dos acusados,

as quais, contudo, não merecem

prevalecer”.

Ainda para os desembargadores,

“sequer se

comprovou o outro elemento

indispensável à

caracterização típica:

o dano ao erário. Veja-

-se que nada há nos autos

sobre qual teria sido

esse prejuízo”.

Diante dos fatos, todos

acabaram sendo absolvidos.

O julgamento

teve a participação dos

Desembargadores Vico

Mañas e Sérgio Mazina

Martins, votaram junto

com o relator do processo,

Amable Lopez Soto.


Página 6 A VOZ DO VALE De 30 de janeiro a 5 de fevereiro de 2022

Prefeitura de Arandu envia à

Câmara projeto para aumento do

vale alimentação em mais de 80%

A Prefeitura de Arandu

encaminhou à Câmara

Municipal um Projeto de

Lei propondo acréscimo

no valor do vale alimentação

dos servidores públicos

municipais. Caso

seja aprovado, o benefício

passará de R$ 240,00

para R$ 440,00, um aumento

de mais de 80%.

“Foi com muita alegria

que ontem enviei para

a Câmara Municipal de

Arandu o projeto de lei

que dispõe sobre o aumento

no ticket alimentação

para o funcionalismo

municipal, com o reajuste

o vale passa de R$ 240,00

para R$ 440,00. Se for

aprovado o novo valor

começa a valer aos servidores

no mês de Março”,

publicou o prefeito Flávio

Galhego em sua página

em uma rede social.

O valor do vale alimentação

dos funcionários públicos

de Arandu é maior

do que o pago pela Prefeitura

de Avaré, que é de R$

400,00 mensais.

Além do projeto do

Vale Alimentação, o

prefeito de Arandu também

encaminhou dois

projetos para serem

apreciados pelos vereadores.

Um deles cria

Conselho Municipal da

Pessoa com Deficiência

e, outro, cria o Conselho

Municipal da Juventude.

“Os dois conselhos são

importantes na criação de

novas políticas públicas e

de espaço de representação

da sociedade civil”,

destacou Galhego.

Flores é nomeada secretária de relações institucionais

e Lazão assume cadeira na Câmara de Avaré

Avaré se aproxima de 16

mil casos confirmados e

14 mil recuperados

de COVID

A Secretaria Municipal

da Saúde informou os

dados atualizados sobre a

pandemia do coronavírus

em Avaré nesta quinta-

-feira, dia 3 de fevereiro.

A cidade contabiliza

15.707 casos confirmados,

com 13.810 curados

e 287 avareenses

que perderam a vida em

decorrência do vírus.

Ainda segundo dados

da pasta da saúde,

1.598 pessoas em isolamento

domiciliar e

12 pacientes do município

estão internadas,

sendo 8 na Santa Casa,

3 no Hospital da Unimed

e 1 hospitalizado

no HC de Botucatu.

Outros 43.429 munícipes

testaram negativo

para a Covid-19.

AMBULATÓRIO

–O Ambulatório de

Síndrome Respiratória

volta a funcionar na

Brabância a partir de

sexta-feira, 4 de fevereiro,

informa a Secretaria

Municipal da Saúde.

O endereço é Rua

Júlio Belucci, nº 401. O

departamento que atende

pessoas com suspeita de

Covid-19 havia sido temporariamente

transferido

para o posto Vila Jardim.

A vereadora Carla Flores

(MDB) foi nomeada a

secretária de Reações Institucionais

da Prefeitura

de Avaré. A nomeação

foi publicada no Semanário

Digital nesta terça-

-feira, dia 1º de fevereiro.

Seu suplente, Lazaro

Cardoso Filho, mais conhecido

Lazão, assume a

cadeira no legislativo. O

vereador teve 421 votos na

eleição municipal de 2020.

Durante os 13 meses

que esteve como vereadora,

Flores se envolveu em

diversas polêmicas, como

a viagem que fez à Rússia

com passagens áreas pagas

com o dinheiro público.

Sempre se posicionando

a favor das mulheres,

ela acabou votando

contra um projeto

da vereadora Adalgisa

Ward sobre a obrigatoriedade

de estabelecimentos

e casas noturnas

a adotarem medidas de

auxílio e segurança à

mulher que se encontre

em situação de risco ou

assédio em seu interior.

Em junho de 2021,

a vereadora do MDB

chegou a afirmar que os

médicos do Pronto Socorro

Municipal estariam

fazendo extorsão, o que

também gerou mal-estar

em, até mesmo, membros

da administração.

A agora secretária

da Prefeitura de Avaré

também se envolveu

em embates com alguns

vereadores da oposição,

como Marcelo Ortega,

Luiz Cláudio e, principalmente,

com a vereadora

Adalgisa Ward.

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!