14.06.2022 Views

Empresas do Vale_106_junho_julho (7)_

Create successful ePaper yourself

Turn your PDF publications into a flip-book with our unique Google optimized e-Paper software.

nº <strong>106</strong> - Junho/ Julho - 2022 - ano 19<br />

www.empresas<strong>do</strong>vale.com.br<br />

facebook.com/empresas.<strong>do</strong>vale<br />

&<br />

19<br />

<br />

BENTO<br />

GONÇALVES<br />

Tradição e Cultura


02


Í<br />

ndice<br />

Outras matérias:<br />

CIESP - pág 10<br />

ABAV TRAVEL - pág 20<br />

Inauguração - pág 26<br />

Prêmio BRAZTOA - pág 28<br />

03<br />

Bento Gonçalves - RS<br />

IDT-CEMA - pág 31<br />

WTM Latin America - pág 32<br />

AVIRP 2022 - pág 34<br />

Alambique Cachaça Portal<br />

da Baracéia, - pág 36<br />

22<br />

Ilha da Madeira<br />

12<br />

Turismo Rural<br />

Expediente<br />

Diretor responsável:<br />

José Carlos Reis de Souza<br />

Departamento Jurídico:<br />

Dr. Luis Antonio Ravani<br />

Jornalista Responsável:<br />

Camões Filho - MTB 18411<br />

Editoração:<br />

Letícia Casoni Peres<br />

Diretora de Fotografia:<br />

Lourdes A. Antunes de Oliveira<br />

Jornalista :<br />

Simone Galib (colabola<strong>do</strong>ra)<br />

Tiragem: 5.000 exemplares<br />

Distribuição gratuita e dirigida<br />

Publicação Bimestral<br />

Contato<br />

Revista <strong>Empresas</strong> <strong>do</strong> <strong>Vale</strong><br />

CNPJ: 12.530.626/0001-99<br />

Rua <strong>do</strong> Correa, 255<br />

Bairro: Jardim Santa Cruz<br />

Cep: 12080-290<br />

Taubaté -SP<br />

www.empresas<strong>do</strong>vale.com.br<br />

www.facebook.com/empresas.<strong>do</strong>vale<br />

e-mail: tvempresas<strong>do</strong>vale@gmail.com<br />

Dpto. Comercial<br />

(12) 99787-6329<br />

Rancho Gaioleiros - pág 38<br />

Editorial<br />

José Carlos Reis de Souza<br />

Diretor Responsável<br />

Caro leitor!<br />

Chegamos à metade <strong>do</strong> ano,<br />

e o turismo um <strong>do</strong>s setores mais<br />

atingi<strong>do</strong>s durante a pandemia está<br />

aos poucos encontran<strong>do</strong> a sua rota<br />

de crescimento. Após um longo<br />

perío<strong>do</strong> de fronteiras fechadas,<br />

distanciamento social e lock<strong>do</strong>wn<br />

com os desafios impostos pela<br />

coronavírus - Covid-19, volta às<br />

atividades turísticas e as viagens<br />

nacionais e internacionais. Para<br />

atrair visitantes e aquecer a<br />

máquina produtiva <strong>do</strong> turismo,<br />

o calendário está repleto com<br />

quase mil eventos contabiliza<strong>do</strong>s<br />

pelo Ministério <strong>do</strong> Turismo. Nesta<br />

edição apresentamos o destino<br />

de Bento Gonçalves ((RS), uma das<br />

Rotas Rurais de Taubaté e diversos<br />

eventos.<br />

Parceria:<br />

Apoio:<br />

As fotos de divulgação foram cedidas pelas<br />

empresas e/ou pessoas mencionadas nos textos.<br />

Não é permitida a reprodução sem autorização<br />

expressa <strong>do</strong>s autores, por escrito. Os textos,<br />

informações e anúncios publicitários são de inteira<br />

e exclusiva responsabilidade <strong>do</strong>s autores e empresas<br />

anunciantes.<br />

03


BENTO GONÇALVES<br />

Rio Grande <strong>do</strong> Sul<br />

Por: José Carlos Reis de Souza<br />

Forte Santa Cruz.<br />

Bento Gonçalves é um município <strong>do</strong> Esta<strong>do</strong> <strong>do</strong> Rio Grande <strong>do</strong> Sul, que ao longo<br />

de sua história, já foi conheci<strong>do</strong> como “Cruzinha e Colônia Dona Isabel”. A cidade foi<br />

erguida na sede da Colônia Dona Isabel, distrito da cidade de Montenegro até 1890.<br />

O visitante ao entrar em Bento Gonçalves, já sente a presença e a tradição italiana<br />

em pela Serra Gaúcha. Considerada a capital nacional <strong>do</strong> vinho, guarda com muito<br />

carinho toda a tradição <strong>do</strong>s imigrantes italianos que chegaram às terras brasileiras<br />

no final <strong>do</strong> ano de 1875 (século XIX), trazen<strong>do</strong> a cultura, a gastronomia e enxertos<br />

das velhas e boas cepas italianas, e aqui estendeu parreirais e vinificaram a uva.<br />

04<br />

Começamos nosso passeio pelo Museu Histórico<br />

Casa <strong>do</strong> Imigrante ou Museu <strong>do</strong> Imigrante, inaugura<strong>do</strong><br />

em 1976. O local conta a história desses imigrantes<br />

italianos, que aban<strong>do</strong>aram sua terra natal em busca<br />

de uma vida melhor. O museu é muito importante<br />

para o município e tem muita história, sen<strong>do</strong> o único<br />

espaço público da memória da cidade. O museu<br />

está dividi<strong>do</strong> em oito salas temáticas que remetem o<br />

visitante ao cotidiano <strong>do</strong>s primeiros imigrantes italianos,<br />

compon<strong>do</strong> uma viagem no tempo. A primeira etapa da<br />

visita é a história <strong>do</strong> prédio data<strong>do</strong> de 1913, construí<strong>do</strong><br />

para abrigar a Estação de Sericicultura (criação <strong>do</strong> bicho<br />

da seda), após Escola Agrícola e Zootécnica, anexo <strong>do</strong><br />

Hotel de Veraneio Planalto, residência e, finalmente,


A rusticidade deste acervo remete-nos às mãos calejadas, tingidas<br />

pela arte de fazer vinho no porão da casa.<br />

Diversas peças utilizadas na produção de vinho.<br />

em 1976, museu. O acervo de quase 20 mil relíquias é<br />

considera<strong>do</strong> um <strong>do</strong>s maiores que carregam a memória<br />

da colonização italiana na Serra Gaúcha. No primeiro<br />

pavimento: Sala de Gaitas, Artes e Ofícios, Arte Sacra,<br />

cópias de <strong>do</strong>cumentos e fotografias, além da Loba<br />

Romana. No segun<strong>do</strong> pavimento: Sala <strong>do</strong> Vinho, <strong>do</strong><br />

Trabalho, Cozinha e Quarto de Dormir.<br />

Diversas peças.<br />

Vista de um <strong>do</strong>s pavimentos.<br />

HISTÓRIA DA VITIVINICULTURA<br />

O pioneiro da viticultura no Rio Grande <strong>do</strong> Sul foi o padre jesuíta Roque Gonzáles de Santa Cruz. Ele trouxe cepas<br />

de origem espanhola, por volta de 1620 quan<strong>do</strong> fun<strong>do</strong>u a Redução Cristã de San Nicolao, na margem esquerda <strong>do</strong> Rio<br />

Uruguai. Essas videiras desapareceram quan<strong>do</strong> as missões jesuíticas foram destruídas pelos bandeirantes paulistas.<br />

A segunda tentativa vitivinícola no Rio Grande <strong>do</strong> Sul foi feita na metade <strong>do</strong> século XVIII com a imigração açoriana<br />

no litoral gaúcho. Os açorianos trouxeram vinhas de origem portuguesa. A região litorânea, por ser baixa e úmida,<br />

não foi propícia ao desenvolvimento vitícola e, portanto, essas vinhas não vingaram. O interesse pela viticultura foi<br />

novamente evidencia<strong>do</strong> com a chegada <strong>do</strong>s imigrantes alemães, entre os quais muitos eram aprecia<strong>do</strong>res de vinho.<br />

Esses imigrantes se estabeleceram nos limites de São Leopol<strong>do</strong> e São Sebastião <strong>do</strong> Caí. As videiras cultivadas eram<br />

de origem americana, sen<strong>do</strong> plantada principalmente a uva Isabel. O vinho produzi<strong>do</strong> por eles era destina<strong>do</strong> ao<br />

consumo <strong>do</strong>méstico. Quan<strong>do</strong> os imigrantes italianos chegaram, em 1875, obtiveram as mudas <strong>do</strong>s alemães, pois as<br />

que eles haviam trazi<strong>do</strong> na bagagem secaram durante a viagem, ou então, por serem variedades viníferas, não se<br />

adaptaram facilmente à nova terra e acabaram morren<strong>do</strong>. Já a variedade Isabel cresceu sadia e vigorosa, devi<strong>do</strong> à<br />

fertilidade <strong>do</strong> solo, à umidade e ao sol quente <strong>do</strong> verão da Serra. O desenvolvimento da videira fez o imigrante se<br />

reencontrar com sua terra de origem e representou a fixação destes na nova pátria.


COOPERATIVA VINÍCOLA AURORA<br />

Cave onde estão tanques e barris de vinho. Espaço para degustação. Sala de projeção que conta a história da<br />

Vinícola Aurora<br />

O início <strong>do</strong> tour começa em uma sala, onde e contada em um filme à história da Vinícola Aurora. Em seguida<br />

um guia administra o passeio no subterrâneo da vinícola, passan<strong>do</strong> por barricas, tanques e santos que protegem a<br />

vinícola. Na sequência é feita a visita na parte industrial e histórica da empresa. Ao término <strong>do</strong> tour, alguns rótulos<br />

podem ser degusta<strong>do</strong>s em um maravilhoso espaço. Atualmente, a vinícola é a maior produtora e exporta<strong>do</strong>ra<br />

brasileira de vinhos, espumantes e sucos de uva, e utiliza mais de 60 variedades de uvas na sua produção e elabora<br />

por volta de 200 rótulos.<br />

Endereço: Rua Olavo Bilac, 500 – Bairro Cidade Alta / Bento Gonçalves (RS)<br />

Aberto: segunda a sába<strong>do</strong> das 08:15h às 17:15h / <strong>do</strong>mingo: das 08:30h às 11:30h<br />

Tel.: (54) 3455-2095 ou (54) 3455-2051 / turismo@vinicolaaurora.com.br<br />

VINÍCOLA SALTON<br />

A História da família Salton é semelhante à de outras<br />

famílias de imigrantes italianos que chegaram ao Brasil em<br />

busca de melhores oportunidades de vida, cujas gerações<br />

tem se dedica<strong>do</strong> à viticultura em Bento Gonçalves (RS),<br />

desde 1878. Atualmente, a quarta geração da família<br />

preserva o lega<strong>do</strong> de Paulo Salton (funda<strong>do</strong>r). A empresa<br />

é líder na comercialização de espumantes nacionais no<br />

Brasil, e conta com cinco roteiros de visita com degustação:<br />

Tour Intenso, Tour Gerações, Especial Espumantes, Especial<br />

Inverno e Fascínios da Vindima. Além das visitas aos<br />

parreirais, a visita a cave subterrânea de armazenamento<br />

que se encontra a sete metros <strong>do</strong> nível da rua, que é<br />

guardada por anjos. No final <strong>do</strong> passeio é realizada uma<br />

degustação de alguns rótulos. Ali estão as taças de vinho<br />

usadas pelos Papas Bento XVI e Francisco, quan<strong>do</strong> da<br />

passagem pelo Brasil.<br />

Endereço: Rua Mario Salton, 300 - Distrito de Tuiuty,<br />

Bento Gonçalves (RS) / Fone: (54) 2105-1000<br />

Aberto: segunda a sába<strong>do</strong>: das 09:00 às 17:00h /<br />

<strong>do</strong>mingo: das 10:30h às 17:00h<br />

Fachada da Vinícola Salton.<br />

06<br />

Taça de vinho usada pelo Papa Bento XVI,<br />

durante a sua passagem pelo Brasil.<br />

A cave subterrânea, que se encontra a 7<br />

metros <strong>do</strong> nível da rua.<br />

Taça de vinho usada pelo Papa Papa<br />

Francisco, durante a sua passagem pelo<br />

Brasil.


Cave subterrânea.<br />

VINÍCOLA CAVE DE PEDRA<br />

Pequeno vinhe<strong>do</strong> demonstrativo da Vinícola Cave de Pedra.<br />

A Vinícola Cave de Pedra com suas torres medievais construída inteiramente em pedra basalto em meio<br />

a fascinantes paisagens, montanhas e parreirais <strong>do</strong> <strong>Vale</strong> <strong>do</strong>s Vinhe<strong>do</strong>s, que surgiram em 1997 e preserva em<br />

seus produtos toda tipicidade <strong>do</strong> Terroir <strong>Vale</strong> <strong>do</strong>s Vinhe<strong>do</strong>s. Foram uma das primeiras no Brasil a apresentar<br />

um conceito amplamente difundi<strong>do</strong> hoje em dia, as vinícolas boutiques. Sua história é apresentada de forma<br />

simpática e atenciosa através <strong>do</strong>s tours que percorrem as caves subterrânea e as etapas <strong>do</strong> processo de produção<br />

e finalizan<strong>do</strong> com degustações em uma loja própria que oferece, além <strong>do</strong>s rótulos produzi<strong>do</strong>s, alguns produtos<br />

regionais.<br />

Endereço: Linha Leopoldina, 315 - <strong>Vale</strong> <strong>do</strong>s Vinhe<strong>do</strong>s / Contato: (54) 34591-267 / (54) 99911-9752<br />

Aberto: segunda a sába<strong>do</strong> e feria<strong>do</strong>s, das 09:30h às 18:00h (primeiro tour às 10:00 e o último tour às 17:00h /<br />

<strong>do</strong>mingos: das 09:30h às 17:00h (primeiro tour às 10:00h e o último tour às 16:00h).<br />

Cavaletes de madeira abrigam dezenas de garrafas invertidas,<br />

esperan<strong>do</strong> para serem giradas uma vez ao dia.<br />

Tonéis de aço inoxidável.<br />

VINÍCOLA CASA VALDUGA<br />

No final <strong>do</strong> século XIX, em 1875, Luiz Valduga o<br />

primeiro imigrante da “Famiglia Valduga” desembarca<br />

no Brasil, vin<strong>do</strong> da cidade de Rovereto, ao norte da Itália<br />

e passam a cultivar os primeiros parreirais onde hoje é<br />

o <strong>Vale</strong> <strong>do</strong>s Vinhe<strong>do</strong>s. Conhecida por ter si<strong>do</strong> a primeira<br />

vinícola a introduzir o “Enoturismo”. A Casa Valduga<br />

proporciona aos seus visitantes uma imersão no<br />

mun<strong>do</strong> da uva e <strong>do</strong> vinho. A vinícola abre suas portas<br />

para que o visitante conheça os parreirais, o processo<br />

de elaboração de vinhos e espumantes, a tecnologia e<br />

os cuida<strong>do</strong>s para originar produtos de alta qualidade, a<br />

cave subterrânea com capacidade para mais de 1000<br />

barricas, além das degustações.<br />

Endereço: Via Trento, 2355 - Bairro Merlot - <strong>Vale</strong> <strong>do</strong>s<br />

Vinhe<strong>do</strong>s / Bento Gonçalves (RS)<br />

Aberto: segunda a <strong>do</strong>mingo das 09:30h às 17:00h /<br />

Contato: (54) 2105-3122<br />

Nova Cave subterrânea com capacidade para mais de 1.000 barricas.<br />

Vista externa da Vinícola Casa Valduga.


RESTAURANTE CASA MADEIRA<br />

Vista interna <strong>do</strong> restaurante Casa Madeira.<br />

A princípio, a casa é de madeira, mas por dentro<br />

as paredes de pedras tomam conta. Assim como os<br />

objetos antigos espalha<strong>do</strong>s por to<strong>do</strong> o lugar, desde<br />

aqueles usa<strong>do</strong>s no campo, até os mais pessoais, como<br />

câmeras fotográficas <strong>do</strong> século passa<strong>do</strong>. A gastronomia<br />

é inspirada em um breve resgate histórico da culinária<br />

<strong>do</strong>s primeiros imigrantes italianos no <strong>Vale</strong> <strong>do</strong>s Vinhe<strong>do</strong>s.<br />

O intuito é proporcionar a to<strong>do</strong>s a sensação de estar<br />

no início <strong>do</strong> século XX, época em que o almoço era o<br />

momento mais espera<strong>do</strong>. Composto normalmente por<br />

uma ave oriunda de caça (trazida para a Casa Madeira)<br />

elaborada com muito molho para manter o corpo<br />

aqueci<strong>do</strong> e acompanhada da tradicional polenta mole,<br />

bígoli (massa feita à mão) ou gnocchi e salada de radicci<br />

com panceta.<br />

Aberto: sába<strong>do</strong>, das 12:00h às 16:00h / <strong>do</strong>mingo:<br />

consulte disponibilidade<br />

Endereço: Via Trento, 3355 - <strong>Vale</strong> <strong>do</strong>s Vinhe<strong>do</strong>s/<br />

Reservas e informações: (54) 3453-5678<br />

Co<strong>do</strong>rna servida na panela de ferro.<br />

Máquinas fotográficas antigas expostas no restaurante.<br />

Panna cotta, a tradicional sobremesa italiana.<br />

Espaguete.<br />

08


RESTAURANTE MARIA VALDUGA<br />

O restaurante é requinta<strong>do</strong>, porém mantêm as raízes<br />

tão importantes da história da família Valduga, como as<br />

pedras de basalto e grandes barris que ornamentam<br />

os recintos. O restaurante tem quatro ambientes que<br />

recebem casais, famílias e pequenos e grandes grupos.<br />

No piano, canções italianas e clássicas são tocadas para<br />

embalar o almoço nos finais de semana e feria<strong>do</strong>s.<br />

Endereço: Via Trento, 2355 - <strong>Vale</strong> <strong>do</strong>s Vinhe<strong>do</strong>s – Bento<br />

Gonçalves (RS) / Contato: (54) 2105-3122<br />

Aberto: segunda a sexta-feira: das 12:00h às 15:30 /<br />

sába<strong>do</strong>: das 12:00h às 15:30h<br />

Domingo: das 12:00h às 15:30h / 20:00h às 22:00h<br />

Galeto bem tempera<strong>do</strong>.<br />

Visão da entrada <strong>do</strong> Restaurante.<br />

VINÍCOLA MIOLO<br />

Cava com centenas de barris de vinho.<br />

A história da família Miolo no Brasil começa em 1897,<br />

quan<strong>do</strong> Giuseppe Miolo vin<strong>do</strong> de Piombino Dese, no<br />

Vêneto, estava entre os milhares de imigrantes italianos<br />

que chegaram ao Brasil em busca de oportunidades.<br />

Giuseppe foi para Bento Gonçalves, município recém<br />

forma<strong>do</strong> por imigrantes italianos. Entregou suas<br />

economias em troca de um pedaço de terra no <strong>Vale</strong><br />

<strong>do</strong>s Vinhe<strong>do</strong>s para trabalhar com a vitivinicultura.<br />

Atualmente a vinícola faz parte <strong>do</strong> “Miolo Wine<br />

Group”, que engloba a Vinícola Terranova, no <strong>Vale</strong><br />

<strong>do</strong> São Francisco (BA), Vinícola Almadén (Santana <strong>do</strong><br />

Livramento (RS) e Vinícola Seival, em Candiota (RS). O<br />

tour e a degustação têm duração aproximada de 01:30h<br />

e é conduzi<strong>do</strong> por um enólogo ou sommelier da Miolo.<br />

Ele tem início no Vinhe<strong>do</strong> Modelo, onde estão plantadas<br />

videiras com diversas qualidades de uvas.<br />

Espaço de degustações<br />

Vinhe<strong>do</strong>.


CIESP<br />

REGIONAL TAUBATÉ<br />

Temer Saad (diretor da Primeserv - Logística e Serviços Ltda).<br />

O CIESP - Regional Taubaté realizou em comemoração ao “Dia da<br />

Indústria” a primeira reunião plenária de 2022, nas dependências das<br />

novas instalações da empresa “Primeserv Logística e Serviços Ltda.”,<br />

localizada na cidade de Pindamonhangaba.<br />

O evento contou com a presença de<br />

autoridades, empresários, dirigentes <strong>do</strong> SENAI,<br />

SESI, CIESP-SP e Sueli Zeraik de Oliveira Armani,<br />

Juíza Titular da 1ª Vara de Execuções Criminais de<br />

Taubaté e Correge<strong>do</strong>ra <strong>do</strong> DEECRIM, que articulou<br />

sobre o programa de ressocialização <strong>do</strong> preso<br />

em situação de cárcere. Durante a plenária Temer<br />

Saad (diretor da Primeserv) falou de sua trajetória<br />

empresarial. No encerramento foi presta<strong>do</strong><br />

homenagem à família <strong>do</strong> ex-gerente <strong>do</strong> CIESP -<br />

Regional Taubaté, José de Artimathéa Campos<br />

faleci<strong>do</strong> em <strong>junho</strong>/2021. No final foi ofereci<strong>do</strong> um<br />

coquetel a to<strong>do</strong>s os presentes.<br />

Fernan<strong>do</strong> Picoloto em discurso durante a inauguração.<br />

Paulo Sergio Torino (Diretor <strong>do</strong> SENAI - Pindamonhangaba) durante<br />

apresentação em comemoração ao Dia da Indústria.<br />

10<br />

Paulo Sergio Torino (Diretor <strong>do</strong> SENAI -<br />

Pindamonhangaba) durante apresentação<br />

em comemoração ao Dia da Indústria.<br />

Sueli Zeraik de Oliveira Armani - Juíza<br />

Titular da 1a Vara de Execuções Criminais de<br />

Taubaté e Correge<strong>do</strong>ra <strong>do</strong> DEECRIM de São<br />

José <strong>do</strong>s Campos.<br />

Temer Saad, Weruska Prata, Vívian Picoloto e<br />

Alessandro Picoloto


Diretores <strong>do</strong> CIESP, FIESP, SESEI e SENAI presentes, na plenária e<br />

inauguração da nova sede.<br />

Alessandro Picoloto, Nelson Marques., Clo<strong>do</strong>al<strong>do</strong> e Temer Saad.<br />

Alessandro Picoloto, Clo<strong>do</strong>al<strong>do</strong>, Émerson e<br />

Temer Saad.<br />

Alessandro Picoloto, Verea<strong>do</strong>r Jessé, Roseli e<br />

Temer Saad.<br />

Alessandro Picoloto, Elder Coto, Claudio e<br />

Temer Temer Saad.<br />

Alessandro Picoloto, Felipe, Fabricio e Temer<br />

Saad.<br />

Alessandro Picoloto, Wilson Hiroshi, Mauro<br />

Shiguemi Yoshita e Temer Saad<br />

Alessandro Picoloto, Fernan<strong>do</strong> Picoloto,<br />

Raphael de Matos e Temer Saad.<br />

Família <strong>do</strong> queri<strong>do</strong> José de Arimathéa<br />

Campos que foi homenagea<strong>do</strong> (in memorian)<br />

através de sua viúva, Nilcea Campos.<br />

Alessandro Picoloto, Jairo Herrera e Temer<br />

Saad.<br />

Fernan<strong>do</strong> Picoloto, pais <strong>do</strong> Diretor Geral,<br />

Temer Saad, Ina Regina de Andrade e José<br />

Francisco Saad.<br />

Alessandro Picoloto, Mauro e Temer Saad,<br />

ladea<strong>do</strong>s por amigos <strong>do</strong> Ciesp e autoridades.<br />

Temer Saad, Anderson e Alessandro Picoloto.<br />

Alessandro Picoloto, Albertino, Clo<strong>do</strong>al<strong>do</strong>, e<br />

Temer Saad.


TURISMO RURAL<br />

RESGATA RAÍZES DO CAMPO<br />

Por: José Carlos Reis de Souza<br />

A retomada <strong>do</strong> turismo no Brasil está sen<strong>do</strong> de forma gradual e a<br />

preferência são as viagens de curta duração que oferecem atividades ao<br />

ar livre e, o turismo rural está em evidência nesse momento. Os municípios<br />

envolvi<strong>do</strong>s com turismo <strong>do</strong> agronegócio e o turismo rural são responsáveis<br />

pela geração de renda e sustento para os habitantes da região. Geralmente,<br />

viajantes que buscam esse tipo de turismo, são aqueles que gostam de estar<br />

em contato com a terra e a simplicidade <strong>do</strong> ambiente rural, principalmente<br />

o da melhor idade, além de interagir com o patrimônio cultural.<br />

Café da manhã.<br />

12


A zona rural <strong>do</strong> município de Taubaté guarda<br />

prazeres e paisagens surpreendentes. Aproveite<br />

para desfrutar <strong>do</strong> “Turismo Rural” e conhecer a<br />

produção orgânica da agricultura e experimentar in<br />

loco: queijos, cachaças, biscoitos, <strong>do</strong>ces e compotas<br />

caseiras produzi<strong>do</strong>s artesanalmente pela população<br />

local. Além de levar para casa linguiça caseira,<br />

torresmo a pururuca e aproveitar a gastronomia<br />

rural nas fazendas, sítios, ranchos e pousadas. Para<br />

os amantes de aventura tem os veículos apropria<strong>do</strong>s<br />

(gaiolas) para enfrentar estradas de terra e conhecer o<br />

entorno da região com muitas cachoeiras.<br />

Nesta edição apresentamos algumas das diversas rotas <strong>do</strong> turismo rural <strong>do</strong> município<br />

de Taubaté, que você poderá fechar um pacote e desfrutar um dia curtin<strong>do</strong> a natureza e se<br />

divertin<strong>do</strong> na área rural.<br />

Silvio e Neila (proprietários <strong>do</strong> Rancho <strong>do</strong>s Gaioleiros por Natureza) e José Carlos.<br />

Neila Presotto e Silvio Presotto, proprietários<br />

<strong>do</strong> Rancho <strong>do</strong>s Gaioleiros por Natureza, trabalham<br />

para incentivar e levar o turismo rural da cidade de<br />

Taubaté que é linda e maravilhosa com a finalidade<br />

de mostrar as belezas naturais da região. Uma das<br />

rotas que chama atenção para aqueles que gostam<br />

de contemplar a natureza é a “Rota das Águas”, um<br />

ótimo programa para um fim de semana. O passeio<br />

é previamente agenda<strong>do</strong> e o turista vem até o ponto<br />

de encontro, onde está localiza<strong>do</strong> o “Rancho <strong>do</strong>s<br />

Gaioleiros”, a estrada é boa e asfaltada. De acor<strong>do</strong><br />

com o tamanho <strong>do</strong> grupo, eles mantêm três tipos<br />

de veículos para locomoção: o JABIRACÃO, um<br />

antigo caminhão militar reforma<strong>do</strong> e adapta<strong>do</strong>, com<br />

capacidade para 40 pessoas, a JABIRACA, uma Rural<br />

Willys tipo camionete F75 com capacidade para<br />

12 pessoas, que permite acesso em estradas não<br />

pavimentadas e as GAIOLAS, carros adapta<strong>do</strong>s para<br />

trilhas e estradas de difícil acesso, com capacidade<br />

para 04 pessoas. A aventura começa com um café<br />

da manhã servi<strong>do</strong> com produtos artesanais da região<br />

(frutas, sucos, queijos, compota de frutas, bolo entre<br />

outros), que gera emprego e renda às famílias da<br />

comunidade. Logo após o café é realiza<strong>do</strong> uma<br />

apresentação <strong>do</strong> roteiro. Em seguida Neila Pressoto<br />

conta um pouco da história <strong>do</strong> Bairro Ribeirão das<br />

Almas, da construção antiga <strong>do</strong>s gaioleiros que vem<br />

de parcerias em sistema de mutirão, e que hoje se<br />

perdeu. Após estas informações começa a aventura.<br />

Todas as cachoeiras são particulares, mas pode ser<br />

visitada: Cachoeira <strong>do</strong> Morro Grande, Cachoeira <strong>do</strong>s<br />

Macacos, Cachoeira da Pedra Grande e Cachoeira da<br />

Trilha. Após essa aventura, o grupo encerra o passeio,<br />

sen<strong>do</strong> recepciona<strong>do</strong> no “Sítio Recanto Du’Sol” de<br />

propriedade <strong>do</strong> casal, Antônio Eduar<strong>do</strong> Ribas e<br />

Solange Aparecida Ribas e participam de um almoço<br />

da culinária rural feito no fogão a lenha. O local<br />

tem um lago para pesca esportiva, quiosque com<br />

churrasqueira, rede para descanso e mesa de bilhar,<br />

além da maravilhosa vista da serra.<br />

Jabiracão - caminhão militar reforma<strong>do</strong> para passeio rural.<br />

Gaiola sain<strong>do</strong> para um passeio nas trilhas e estradas de difícil acesso.


ROTA DAS ÁGUAS<br />

O passeio é para que to<strong>do</strong>s tenham acesso às cachoeiras que são particulares, mas podem ser visitadas:<br />

Cachoeira <strong>do</strong> Morro Grande, Cachoeira <strong>do</strong>s Macacos, Cachoeira da Pedra Grande e Cachoeira da Trilha. Após<br />

essa aventura, o grupo encerra o passeio, sen<strong>do</strong> recepciona<strong>do</strong>s no “Sítio Recanto Du’Sol” de propriedade <strong>do</strong><br />

casal, Antônio Eduar<strong>do</strong> Ribas e Solange Aparecida Ribas participan<strong>do</strong> de um almoço da culinária rural feito no<br />

fogão a lenha. O local tem um lago para pesca esportiva, quiosque com churrasqueira, rede para descanso e<br />

mesa de bilhar, além da maravilhosa vista da serra.<br />

Cachoeira da Pedra Grande.<br />

Cachoeira da Trilha.<br />

Cachoeira <strong>do</strong> Morro Grande.<br />

Cachoeira <strong>do</strong>s Macacos.<br />

14


Vista <strong>do</strong> Sítio Recanto DU’SOL.<br />

Área de descanso.<br />

SÍTIO RECANTO DU’SOL<br />

O Sítio Recanto DU’SOL faz parte <strong>do</strong> roteiro rural de Taubaté localiza<strong>do</strong> na divisa entre Taubaté (SP), Lagoinha<br />

(SP) e estrada de Pindamonhangaba (SP). Trabalha com hospedagem, atende grupos até 15 pessoas e eventos<br />

que vão para passar um final de semana e curtir a natureza, a fauna e flora, fazer trilhas, andar de bicicleta, pescar,<br />

tomar banho de cachoeira e saborear o café da manhã da roça e degustar a refeição preparada no fogão a lenha.<br />

Contato: (12) 99105-1110 Eduar<strong>do</strong> / (12) 99753-0788 Solange<br />

Lago de pesca e quiosque com churrasqueira.<br />

Arroz com pato e linguiça.<br />

Solange Aparecida Ribas (proprietária <strong>do</strong> Sitio Recanto DU’’SOL)<br />

preparan<strong>do</strong> o almoço.<br />

Área de descanso.


Café da manhã.<br />

Café feito no fogão a lenha.<br />

ROTA PARAÍSO CAIPIRA<br />

A “Rota Paraíso Caipira” começa com um café da manhã servi<strong>do</strong> com produtos artesanais da região (frutas,<br />

queijo, compota de frutas, bolo entre outros), no espaço “Rancho Gaioleiros por Natureza”. No local à receptiva<br />

Neila Presotto conta um pouco da história da região e da rota rural. Em seguida, o grupo segue em um <strong>do</strong>s tipos<br />

de veículos usa<strong>do</strong>s para o passeio, de acor<strong>do</strong> com o tamanho <strong>do</strong> grupo e faz a primeira parada para conhecer<br />

a Capela Nossa Senhora das Brotas construída em 1930 pelos mora<strong>do</strong>res da comunidade, e podem fazer fotos.<br />

Em seguida o destino é o “Sítio Senhora das Brotas”, onde a proprietária Regina de Jesus Ramos (professora de<br />

história aposentada e poeta) recebe to<strong>do</strong>s os convida<strong>do</strong>s e apresenta um museu rústico construí<strong>do</strong> de pau a<br />

pique com diversos utensílios utiliza<strong>do</strong>s na época e conta um pouco da história. Em seguida a senhora Regina<br />

mostra o “Salão Brota Nova”, destina<strong>do</strong> à apresentação de poemas de sua autoria, além de apresentação de<br />

grupos de danças. Após essa aula sobre a cultura da vivência caipira, o grupo segue para o “Sítio Recanto <strong>do</strong>s<br />

Sonhos”, local em que a proprietária Fátima Teixeira de Almeida oferece um almoço prepara<strong>do</strong> no fogão a lenha<br />

a to<strong>do</strong>s os convida<strong>do</strong>s, além de degustar a cachaça artesanal.<br />

CAPELA NOSSA SENHORA<br />

DAS BROTAS<br />

Construída em 1930. Segun<strong>do</strong> a história,<br />

mora<strong>do</strong>res <strong>do</strong> Bairro das Perobas resolveram<br />

construir uma capela. Escolheram o lugar, e fizeram<br />

um mutirão mobilizan<strong>do</strong> pessoas da comunidade.<br />

Após o término da construção ocorreu um<br />

incêndio que destruiu a capela totalmente,<br />

fican<strong>do</strong> somente uma moita que não pegou<br />

fogo. Quan<strong>do</strong> foram verificar encontraram uma<br />

imagem de Nossa Senhora, que foi chamada de<br />

Nossa Senhora das Brotas. Os produtores da região<br />

rezam e pedem a Santa, boas colheitas. E, to<strong>do</strong>s os<br />

anos no dia 10 de novembro são comemora<strong>do</strong>s a<br />

festa em homenagem a santa.<br />

Capela Nossa Senhora das Brotas.<br />

16


Sítio Senhora das Brotas.<br />

SÍTIO SENHORA DAS BROTAS<br />

O Sítio Senhora das Brotas está localiza<strong>do</strong> na cidade de São Luiz <strong>do</strong> Paraitinga (SP) no Bairro das Perobas,<br />

altura <strong>do</strong> Km 31 da Ro<strong>do</strong>via Oswal<strong>do</strong> Cruz. A propriedade pertence à professora e historia<strong>do</strong>ra aposentada,<br />

Regina de Jesus Ramos. A proprietária implantou um projeto que nasceu da necessidade de divulgar um pouco<br />

o turismo bem peculiar e antigo de como vivia o caboclo e utensílios utiliza<strong>do</strong>s na época. Construiu o “Museu<br />

Caipira - Querensia Teco Ramos”, to<strong>do</strong> de pau a pique. Dentro, estão peças como: tachos de cobre para fazer<br />

<strong>do</strong>ces, panelas de ferro, máquina de moer carne manual, canecas, ferro de passar roupas, pilão de madeira,<br />

torra<strong>do</strong>r de café manual, entre outros. Na propriedade, existe o espaço “Brota Nova” onde são realizadas<br />

reuniões para danças e poesias. Para quem gosta da simplicidade é um ótimo passeio para conhecer o senti<strong>do</strong><br />

<strong>do</strong> passa<strong>do</strong> e da história da memória.<br />

Contato para agendar visita: (12) 99784-7919<br />

Local de armazenagem <strong>do</strong> leite para ser encaminha<strong>do</strong> para a<br />

cooperativa.<br />

José Carlos entrevistan<strong>do</strong> Regina de Jesus Ramos.


SÍTIO RECANTO DOS<br />

SONHOS<br />

O Sítio Recanto <strong>do</strong>s Sonhos<br />

localiza<strong>do</strong> no km 31 da Ro<strong>do</strong>via<br />

Oswal<strong>do</strong> Osval<strong>do</strong> Cruz (SP), de<br />

propriedade da senhora Fatima<br />

Teixeira de Almeida faz parte <strong>do</strong><br />

“Turismo Rural” e tem capacidade<br />

para receber em média 20 pessoas.<br />

Oferece ao visitante de forma<br />

agendada o sistema “Day Use”<br />

em que ele pode tomar o café da<br />

manhã acompanha<strong>do</strong> com frutas,<br />

queijos, compotas de frutas e pães,<br />

almoço prepara<strong>do</strong> no fogão a<br />

lenha, além de desfrutar de pesca<br />

esportiva, fazer trilha, nadar no<br />

lago de água corrente, tirar leite no<br />

pé da vaca e fazer uma vivência de<br />

como produzir cachaça.<br />

Contato: (11) 99942-5268 / @<br />

recanto<strong>do</strong>ssonhos 31<br />

José Carlos e Fatima Teixeira de Almeida.<br />

“Oferece ao visitante de<br />

forma agendada o sistema<br />

“Day Use” em que ele pode<br />

tomar o café da manhã<br />

acompanha<strong>do</strong> com frutas,<br />

queijos, compotas de frutas<br />

e pães, almoço prepara<strong>do</strong> no<br />

fogão a lenha”.<br />

Residência <strong>do</strong> Sítio Recanto <strong>do</strong>s Sonhos.<br />

Rancho, local para o café da manhã e almoço.<br />

18<br />

Mini alambique de cachaça.<br />

Showroom de produtos produzi<strong>do</strong>s no sítio.


Cachoeira <strong>do</strong> Alvarenga.<br />

José Carlos entrevistan<strong>do</strong> Micheli A. Gouveia.<br />

ROTA CACHOEIRA DO ALVARENGA<br />

A Rota Cachoeira <strong>do</strong> Alvarenga segue o mesmo processo <strong>do</strong>s outros roteiros. O ponto de encontro é<br />

no “Sítio <strong>do</strong>s Gaioleiros” com um café da manhã e apresentação <strong>do</strong> roteiro e história sobre a região, pela<br />

receptiva Neila Presotto. O passeio começa margean<strong>do</strong> o <strong>Vale</strong> <strong>do</strong> Ribeirão das Almas. A primeira parada<br />

é na Cachoeira Morro Grande, na sequência a parada é na divisa <strong>do</strong>s municípios de Taubaté com São<br />

Luiz <strong>do</strong> Paraitinga, onde se encontra a Capela <strong>do</strong> padroeiro São Roque, que leva o nome <strong>do</strong> Bairro, e<br />

finaliza o passeio na Cachoeira <strong>do</strong> Alvarenga, onde to<strong>do</strong>s podem degustar as famosas porções de frango<br />

a passarinho, torresmo, mandioca frita e pastéis, ou almoço prepara<strong>do</strong>s pela proprietária <strong>do</strong> Bar <strong>do</strong> Raul,<br />

Micheli Aparecida Gouveia da Rocha, curtin<strong>do</strong> o som natural da cachoeira ao la<strong>do</strong> da casa e um poço de<br />

água corrente para quem gosta de um bom mergulho.<br />

Mandioca frita.<br />

Micheli A. Gouveia (proprietária) peparan<strong>do</strong> o almoço.<br />

Roda D’água.<br />

Salada.


ABAV TRAVEL-SP<br />

Corte da fita da ABAV Travel SP.<br />

Realiza<strong>do</strong> nos ddias 28 e 29 de abril/2022 nas dependências <strong>do</strong> Hotel Monte<br />

Real o ABAV TRAVEL-SP, uma das principais feiras de turismo. O evento marca a<br />

primeira edição após a unificação das entidades ABAV-SP e AVIESP. Passaram<br />

pela feira 4.318 pessoas credenciadas e 108 estandes. Os números foram<br />

apresenta<strong>do</strong>s durante a coletiva de imprensa, e contou com a presença de<br />

Fernan<strong>do</strong> Santos (Presidente da ABAV-SP / AVIESP), Edmar Bul (Vice-presidente),<br />

Juliana Assumpção (Diretora de Negócios) e Bruno Waltrick (Vice-presidente<br />

financeiro da ABAV-SP / AVIESP).<br />

20<br />

FERNANDO SANTOS<br />

Presidente da ABAV-SP e AVIESP<br />

Celebrou os resulta<strong>do</strong>s e atribuiu o sucesso da<br />

feira à boa comunicação e confiança <strong>do</strong>s agentes nas<br />

entidades. “A feira foi bem comunicada este ano, quan<strong>do</strong><br />

pensamos na repaginação, com a alteração no formato<br />

de divulgação muito forte no on-line. Acreditamos<br />

que temos um potencial muito grande para crescer na<br />

próxima edição, agora trabalhan<strong>do</strong> com um ano. Se em<br />

<strong>do</strong>is meses entregamos bons números, temos muita<br />

chance de aumentar ainda mais”, disse o presidente.<br />

MAGDA NASSAR<br />

Presidente da ABAV - Nacional<br />

Durante abertura, Magda Nassar ressaltou o papel<br />

das entidades e a importância da representação para<br />

o setor. Uma associação é sustentada e mantida por<br />

pessoas de extrema coragem, que deixam suas agências,<br />

negócios e famílias para lutar por todas às agências <strong>do</strong><br />

Brasil, que resulta uma melhora para to<strong>do</strong>s. Segun<strong>do</strong><br />

Magda Nassar, a ABAV segue em busca de entregar<br />

segurança de trabalho para to<strong>do</strong>s, e que agências<br />

precisam de sustentabilidade, principalmente após a<br />

pandemia que atingiram milhares de pessoas, o e-book<br />

de enfrentamento de crise, e as expectativas para 2022,<br />

principalmente com a ABAV Expo que irá acontecer no<br />

Esta<strong>do</strong> de Pernambuco no mês de setembro/2022 e<br />

estima receber 30 mil pessoas.


Regina Ahmed (Diretora de Promocões da Secretaria de Turismo da<br />

Bahia), Lucicleide Nascimento (Baiana) e Mauricio Bacellar (Secretário<br />

de Turismo da Bahia).<br />

Visão da feira ABAV TRAVEL SP.<br />

Marcos Lucas (presidente da AVIESP) e Fernan<strong>do</strong> Santos (presidente da ABAV-SP e AVIESP).


ILHA DA MADEIRA BUSCA<br />

CERTIFICAÇÃO DE DESTINO<br />

TURÍSTICO SUSTENTÁVEL<br />

Por: José Carlos Reis de Souza<br />

A Ilha da Madeira, destino português situa<strong>do</strong> em<br />

meio ao Oceano Atlântico, iniciou o processo para<br />

obtenção de certificação de turismo sustentável<br />

com a EarthCheck, entidade reconhecida pelo<br />

Conselho Global de Turismo Sustentável (GSTC). O<br />

projeto, que terá participação de toda a comunidade<br />

local, visa reforçar o desenvolvimento integra<strong>do</strong> <strong>do</strong><br />

destino de forma sustentável. Para Eduar<strong>do</strong> Jesus,<br />

Secretário Regional de Turismo e Cultura e presidente<br />

da Associação de Promoção da Madeira, “este é um<br />

passo natural e fundamental na afirmação da Ilha da<br />

Madeira enquanto destino turístico de excelência<br />

global, tanto pela segurança quanto pelos atrativos.<br />

Ao mesmo tempo, é um destino capaz de gerar uma<br />

procura diferenciada, apostan<strong>do</strong> na promoção <strong>do</strong><br />

desenvolvimento sustentável <strong>do</strong> território nas suas<br />

diversas vertentes: ambiental, econômica, social e<br />

cultural. Pretendemos envolver toda a comunidade<br />

local neste processo porque acreditamos que um<br />

território excelente para quem visita é capaz de gerar<br />

bem-estar para os residentes”. O primeiro passo oficial<br />

para este percurso foi a criação da Organização de<br />

Gestão <strong>do</strong> Destino (DMO) da Ilha da Madeira, entidade<br />

responsável pelo planejamento, coordenação e<br />

supervisão <strong>do</strong> processo de certificação da Madeira<br />

como Destino Turístico Sustentável. Ela é constituída por<br />

vários Grupos de Trabalho e um Conselho Consultivo,<br />

que deve: planejar, analisar, coordenar, desenvolver e<br />

valorizar ações que envolvam os múltiplos players e<br />

que visem cumprir os objetivos de desenvolvimento<br />

sustentável (ODS) defini<strong>do</strong>s pela ONU e critérios de<br />

sustentabilidade <strong>do</strong> GSTC. Os Grupos de Trabalho são<br />

forma<strong>do</strong>s por representantes <strong>do</strong> Governo Regional da<br />

Madeira e de entidades representativas <strong>do</strong>s interesses<br />

regionais, entidades associativas representativas da<br />

sociedade civil, empresas e comunidade local, enquanto<br />

o Conselho Consultivo é presidi<strong>do</strong> pelo Secretário<br />

Regional de Turismo e Cultura e composto por entidades<br />

Levadas - foto Andre Carvalho.<br />

públicas, associativas ou privadas, representativas <strong>do</strong>s<br />

interesses diretamente relaciona<strong>do</strong>s com a temática<br />

da sustentabilidade. Os próximos passos envolvem a<br />

definição da Política de Sustentabilidade <strong>do</strong> destino,<br />

assim como a realização de um benchmarking com<br />

vários KPIs (Key Performance Indicators) qualitativos e<br />

quantitativos, um Plano de Avaliação de Riscos e um<br />

Plano de Ação para a Sustentabilidade. O projeto conta<br />

com o apoio e assessoria <strong>do</strong> Instituto de Planejamento<br />

e Desenvolvimento <strong>do</strong> Turismo (IPDT) de Portugal,<br />

entidade especializada no desenvolvimento de planos<br />

estratégicos e de marketing turístico, estratégias<br />

de comunicação e promoção turística, processos<br />

de certificação de sustentabilidade para o turismo<br />

e produção de informação turística. A meta da Ilha<br />

da Madeira é cumprir os objetivos até o final deste<br />

ano, quan<strong>do</strong> será feita uma auditoria para rever os<br />

da<strong>do</strong>s recolhi<strong>do</strong>s durante o benchmarking e toda<br />

a <strong>do</strong>cumentação. O destino também pretende<br />

desenvolver uma identidade visual para esta novidade<br />

com o objetivo de estimular a associação imediata <strong>do</strong><br />

projeto à marca Madeira e aos seus valores inerentes,<br />

bem como maximizar o conhecimento <strong>do</strong> programa<br />

pelos cidadãos, visitantes e stakeholders. O processo<br />

poderá ser acompanha<strong>do</strong> por um site, que será lança<strong>do</strong><br />

ainda no primeiro semestre de 2022, e nas redes<br />

sociais, que contarão com vídeos e fotos que destacam<br />

o destino nas várias vertentes de sustentabilidade. No<br />

final <strong>do</strong> processo, será lança<strong>do</strong> um filme promocional<br />

composto por entrevistas com os principais agentes<br />

<strong>do</strong> setor e imagens <strong>do</strong>s principais atrativos turísticos,<br />

bem como de alguns elementos relaciona<strong>do</strong>s com<br />

indica<strong>do</strong>res de avaliação <strong>do</strong> processo.<br />

22<br />

Jardim Botânico - foto Andre Carvalho.<br />

Calheta Ponta <strong>do</strong> Pargo - foto Francisco Correia.


uza<br />

Merca<strong>do</strong> <strong>do</strong>s Lavra<strong>do</strong>res - foto Andre Carvalho.


E<br />

ETÁ<br />

ELDORADO<br />

visitesaopaulo.com<br />

24


ÁCULO<br />

DA NATUREZA PARA VOCÊ.<br />

Foi na busca pelo ouro que os portugueses encontraram<br />

El<strong>do</strong>ra<strong>do</strong>. Mas a joia rara daqui é outra: é cada uma das belezas<br />

naturais esculpidas há milhares de anos pelo meio ambiente<br />

que reluzem aos nossos olhos. E nem precisa procurar muito<br />

para achar outras preciosidades. No nosso Esta<strong>do</strong>, você<br />

também encontra gastronomia, hotelaria, shoppings, cultura,<br />

ecoturismo e esportes. Tem SP pra to<strong>do</strong>s os gostos.<br />

É só escolher o destino que mais combina com o seu.


INAUGURAÇÃO DO SALÃO DE<br />

BELEZA JAQUELINE<br />

MORGADO<br />

Por: José Carlos Reis de Souza.<br />

No dia 09/03/2022 a empresária Jaqueline Morga<strong>do</strong><br />

ofereceu um coquetel de inauguração <strong>do</strong> novo salão de<br />

beleza aos seus convida<strong>do</strong>s. A empresa está localizada<br />

na Av. Voluntário Benedito Sérgio, 105 - Chácara <strong>do</strong><br />

Visconde / Taubaté (SP). Contato: (12) 98149-6833 / (12)<br />

3622-2662<br />

Jaqueline Morga<strong>do</strong>.<br />

Jaqueline Morga<strong>do</strong> e Maria Neusa.<br />

Jaqueline Morga<strong>do</strong>, Lucas, Mabelly e Alice.<br />

Jaqueline Morga<strong>do</strong> e Sandra Vitória.<br />

Ulisses, Jaqueline Morga<strong>do</strong> e Luiza.<br />

26


Lourdes e Rosely Borges (empresária e proprietária da empresa Santa<br />

Farinha).<br />

Jaqueline Morga<strong>do</strong> e Roberta.<br />

Vania, Jaqueline Morga<strong>do</strong> e Giovane.<br />

Rosely Borges, proprietária da empresa Santa Farinha, responsável<br />

pelo coquetel.<br />

Pães italianos prepara<strong>do</strong>s pela empresa Santa Farinha.<br />

Tábuas de frios preparadas pela empresa Santa Farinha.


PRÊMIO BRAZTOA DE<br />

SUSTENTABILIDADE<br />

2020/2022<br />

Por: José Carlos Reis de Souza.<br />

Vence<strong>do</strong>res <strong>do</strong> Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2020-2022.<br />

No dia 10/04/2022, o Merca<strong>do</strong> Municipal de Lages (SC) foi palco da memorável noite<br />

de gala, em que a Associação Brasileira das Opera<strong>do</strong>ras de Turismo (BRAZTOA) promoveu<br />

a entrega <strong>do</strong> “Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2020/2022”, com o tema Resiliência,<br />

às cinco melhores iniciativas da indústria em torno <strong>do</strong> turismo mais sustentável, que<br />

sobreviveram se reinventaram na pandemia, e impactaram positivamente às pessoas, o<br />

planeta e a economia.<br />

O evento contou com a presença de empresários<br />

hoteleiros, aéreos, aluguel de veículos, seguro de<br />

viagem, táxi executivo e transfers, com atuação em<br />

dezenas de países; lideranças e representantes <strong>do</strong><br />

ramo turístico; autoridades, e comunidade local.<br />

O objetivo <strong>do</strong> prêmio é reconhecer iniciativas de<br />

superação aos problemas enfrenta<strong>do</strong>s pelo setor<br />

frente à pandemia de Covid-19.<br />

28<br />

ROBERTO HARO NEDELCIU<br />

Presidente da Braztoa<br />

É com muita honra que anunciamos a realização<br />

<strong>do</strong> “Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2020 - 2022”. A<br />

pandemia veio e interrompeu nossos projetos, mas como<br />

sonhos não se cancelam, apenas se adiam, chegou à hora<br />

de resgatarmos o nosso caminho. Começamos a escrever<br />

um novo capitulo desta longa história, e agradeço<br />

aos parceiros: Conserra, Amures, Iberostar, Santur e<br />

Ministério <strong>do</strong> Turismo, por serem nossos alia<strong>do</strong>s para que<br />

o desenvolvimento <strong>do</strong> turismo seja sustentável. Falou o<br />

presidente da Braztoa.<br />

“A pandemia veio e interrompeu nossos<br />

projetos, mas como sonhos não se cancelam,<br />

apenas se adiam...”<br />

ANTONIO CERON<br />

Prefeito de Lajes (SC)<br />

Os debates provoca<strong>do</strong>s pela Braztoa e pratica<strong>do</strong>s<br />

por nossos setores públicos, a respeito das diversas<br />

possibilidades de exploração turística para divulgação<br />

e geração de emprego e renda, contribuem para uma<br />

rede fortalecida e uma população mais orgulhosa de<br />

seu território. A Braztoa planeja o turismo para o futuro<br />

neste que é um <strong>do</strong>s maiores encontros de opera<strong>do</strong>res<br />

turísticos <strong>do</strong> Brasil. O desenvolvimento econômico e<br />

social de uma cidade e de uma região passa pelo turismo.<br />

O município de Lages coleciona uma história rica em sua<br />

fundação, tradicionalismo, clima, música, arte e outras<br />

formas de cultura. Nosso município detém características<br />

que a tornam especial, cativante e espetacular. Em <strong>junho</strong><br />

seremos alvo <strong>do</strong>s holofotes nacionais, após <strong>do</strong>is anos<br />

impedi<strong>do</strong>s da realização da Festa Nacional <strong>do</strong> Pinhão em<br />

razão da pandemia <strong>do</strong> novo coronavírus - Covid-19.


GANHADORES DO PRÊMIO<br />

• 1ª Cittaslow <strong>do</strong> Brasil “Cidade <strong>do</strong> Bem Viver”<br />

(SP) - (Secretaria Municipal de Turismo de Socorro<br />

(SP)<br />

O objetivo foi projetar Socorro (SP) nacionalmente<br />

e inseri-la no merca<strong>do</strong> internacional, tornan<strong>do</strong> a 1ª<br />

Cittaslow <strong>do</strong> Brasil. (Cidade <strong>do</strong> Bom Viver), através da<br />

Rede internacional Cittaslow nascida na Itália. Para<br />

obter a certificação foram envolvi<strong>do</strong>s: secretarias<br />

municipais, Secretaria de Turismo como idealiza<strong>do</strong>ra,<br />

gestora e patrocina<strong>do</strong>ra <strong>do</strong> projeto, diversos parceiros,<br />

organizações <strong>do</strong> 3º setor, empresários, sociedade,<br />

conselhos municipais e uma empresa de consultoria<br />

para inovação. A certificação envolve não só uma<br />

boa gestão <strong>do</strong> destino a cerca de questões sociais,<br />

ambientais e econômicas, como também contempla<br />

questões políticas e estruturais.<br />

• BWT - Better World Together 2020/2022 - PR<br />

(BWT Opera<strong>do</strong>ra)<br />

A empresa criou a BWT - Better Wolrd Together. O<br />

programa visa promover a cultura da sustentabilidade<br />

ambiental, social e econômica por meio de iniciativas<br />

que estejam alinhadas com os Objetivos de<br />

Desenvolvimento Sustentável (ODS), a<strong>do</strong>ta<strong>do</strong>s pela<br />

Cúpula das Nações Unidas. Para a BWT, a palavra<br />

“resiliência” foi a grande responsável por outra palavra:<br />

“sobrevivência”. Dos negócios, da sociedade e <strong>do</strong> meio<br />

ambiente.<br />

• Conexão Baré (RJ) (Brazilian<strong>do</strong> Viagens e<br />

Vivências) - Vídeo Mtur<br />

Conexão Baré, expressão de viagem imersiva,<br />

interativa on-line. Realizada por meio de uma<br />

videochamada de duas a três horas, mas que dura<br />

cerca de uma semana. Antes da viagem, as pessoas<br />

recebem informações e começam a imergir na cultura<br />

indígena. Da criação <strong>do</strong> clima de voo e travessia de<br />

barco até a comunidade, à recepção por um indígena<br />

que fala sobre o local e os guia até os pontos onde<br />

são desenvolvidas as atividades culturais <strong>do</strong> roteiro, os<br />

viajantes virtuais podem interagir a to<strong>do</strong> o momento.<br />

Uma vez que essas pessoas não precisam se deslocar<br />

até o destino, não há emissão de CO2 e é possível a<br />

participação de pessoas com deficiência ou restrição<br />

de mobilidade e com restrições financeiras, ou até<br />

quem têm me<strong>do</strong> de voar ou navegar.<br />

• Vivalá durante a pandemia (SP) (Vivalá)<br />

A Vivalá destaca sua situação resiliente no setor<br />

<strong>do</strong> turismo sustentável e de base comunitária<br />

durante a pandemia, com destaque para diversas<br />

campanhas, como apoio emergencial a 100 famílias<br />

da sua rede de fornece<strong>do</strong>res de base comunitário.<br />

Com protocolos, voltaram a realizar viagens de bases<br />

comunitárias, chegan<strong>do</strong> à marca de mil viajantes,<br />

injetan<strong>do</strong> diretamente R$ 709,00 mil por meio da<br />

compra de serviços de base comunitária; Realização de<br />

<strong>do</strong>ação de 1,3 toneladas de alimentos para parceiros<br />

<strong>do</strong> turismo sustentável em aldeias indígenas no Acre;<br />

Por fim, venceram a Teia da FGB e expandiram o<br />

modelo de turismo da Vivalá para Ucs, aumentan<strong>do</strong><br />

exponencialmente o impacto da organização, durante<br />

a pandemia.<br />

• Matula Mineira Comidas de Viagem e Outras<br />

Memórias (MG) - (Flanar Turismo)<br />

Foi no contexto inicial da pandemia em busca de<br />

compreensão e caminhos, que a Agência Flanar Turismo<br />

(Uberlândia - MG) juntamente com um grupo de<br />

empreende<strong>do</strong>res <strong>do</strong> Triângulo Mineiro e Alto Parnaíba<br />

liga<strong>do</strong>s à produção artesanal e gastronomia regional,<br />

criou o “Projeto Matula Mineira”, uma ação colaborativa<br />

que propõe agregar valor à produção artesanal e às<br />

experiências <strong>do</strong> Turismo Rural e viagens regionais.<br />

O projeto está construin<strong>do</strong> novos contornos para a<br />

atividade turística regional, com práticas inova<strong>do</strong>ras,<br />

conceben<strong>do</strong> o turismo como estratégia para o<br />

desenvolvimento local, fortalecimento da entidade<br />

da empresa com geração de novas oportunidades de<br />

emprego e renda.<br />

Durante o evento, ocorreram duas<br />

menções honrosas para mobilizações<br />

que, apesar de não estarem entre as<br />

ganha<strong>do</strong>ras, mereceram destaque pela<br />

excelência <strong>do</strong>s seus projetos.<br />

• Amastour Turismo de Favela (RJ)<br />

É um projeto inédito que atua no turismo no Morro<br />

da Babilônia e Chapéu Mangueira, com objetivo de<br />

fazer às pessoas conhecerem a favela com um olhar<br />

histórico e sustentável. Os condutores locais prestam<br />

serviços de guiamento com um tour contemplativo<br />

e histórico mostran<strong>do</strong> sete mirantes locais, entre eles:<br />

o Mirante de Copacabana, Mirante <strong>do</strong> Telegrafo e<br />

Mirante da Praia Vermelha.<br />

• Festival Gastronômico de Tubarão (SC) -<br />

Associação Empresarial - Núcleo de Gastronomia<br />

O Festival Gastronômico de Tubarão foi cria<strong>do</strong><br />

em 2020, a partir de uma parceria entre agricultores,<br />

empresários da gastronomia e <strong>do</strong> turismo, SEBRAE,<br />

Prefeitura Municipal e ACIT de Tubarão, na elaboração<br />

de um evento que foi muito além de atrair novos<br />

visitantes, mas fortaleceu a integração da agricultura<br />

familiar, <strong>do</strong>s restaurantes e <strong>do</strong>s empreendimentos<br />

turísticos, que não se vêem mais como concorrentes,<br />

mas como parceiros. O sucesso <strong>do</strong> evento levou ao<br />

surgimento da primeira iniciativa de associativismo<br />

<strong>do</strong> seguimento, por meio da criação <strong>do</strong> “Núcleo de<br />

Gastronomia da ACIT”. Além disso, em 2021 teve sua<br />

segunda edição.<br />

A grande homenagem da BRAZTOA foi para o<br />

empresário José Fernandes Franco, Diretor da Rede <strong>do</strong>s<br />

Sonhos Hotéis Fazenda, vence<strong>do</strong>r <strong>do</strong> Prêmio em 2012<br />

com o Campo <strong>do</strong>s Sonhos e em 2014 com o Parque<br />

<strong>do</strong>s Sonhos, levan<strong>do</strong> pra casa também no mesmo ano,<br />

o Prêmio “Top de Sustentabilidade”


MONICA ELIZA SAMI<br />

Diretora Executiva da Braztoa<br />

Agradeço a to<strong>do</strong>s os jura<strong>do</strong>s e<br />

reafirman<strong>do</strong> que “a criação <strong>do</strong> prêmio<br />

tem como objetivo reconhecer<br />

iniciativas sustentáveis, e mais que<br />

isso, uma das principais missões <strong>do</strong><br />

Prêmio Braztoa de Sustentabilidade,<br />

é reconhecer e valorizar pessoas e<br />

iniciativas inspira<strong>do</strong>ras. Mas almejo<br />

falar em especial de uma pessoa, que<br />

foi vence<strong>do</strong>r já na primeira edição<br />

<strong>do</strong> prêmio, em 2012. O Campo <strong>do</strong>s<br />

Sonhos venceu na categoria Hotel<br />

Econômico em 2012, em 2014 foi<br />

vence<strong>do</strong>r o Parque <strong>do</strong>s Sonhos levan<strong>do</strong><br />

<strong>do</strong>is troféus nas categorias: Meios de Hospedagem e<br />

Top de Sustentabilidade. Ao longo desses anos a<br />

Rede <strong>do</strong>s Sonhos coleciona uma extensa lista de<br />

premiações e reconhecimentos no Brasil e no Exterior.<br />

Essa rede, se tornou um grupo de Hotéis Fazenda<br />

movi<strong>do</strong>s pelo valor da sustentabilidade, aprimorou<br />

a implementação <strong>do</strong>s conceitos da sustentabilidade<br />

no seu tripé econômico, sociocultural e ambiental. O<br />

grupo se tornou uma referência e uma inspiração pra<br />

to<strong>do</strong>s nós. Em seus 28 anos de dedicação ao turismo,<br />

projetou sonhos que se concretizaram em projetos<br />

reais, sustentáveis e inspira<strong>do</strong>res. A pessoa por de trás<br />

dessa história é o José Fernandes Franco, Zé Fernandes<br />

como é bem conheci<strong>do</strong> por to<strong>do</strong>s. Em 2019, após<br />

uma reunião, os jura<strong>do</strong>s <strong>do</strong> evento chegaram até a<br />

direção <strong>do</strong> prêmio e disseram que não poderiam<br />

permitir que uma pessoa com tanto talento e tanta<br />

expertise continuasse competin<strong>do</strong> a cada ano, que<br />

ele merecia um reconhecimento e uma Homenagem.<br />

A recomendação foi abraçada com muita alegria,<br />

visto que também era uma vontade da direção <strong>do</strong><br />

prêmio poder reconhecer profissionais com tanta<br />

expertise e tanto conhecimento e com tanta vontade<br />

de compartilhar isso tu<strong>do</strong> com outras pessoas que<br />

estão no seu entorno. E é esse homem de espírito<br />

inquieto que realiza seus sonhos pelo turismo que<br />

hoje homenageamos e convidamos para se tornar<br />

jura<strong>do</strong> e contribuir com o prêmio <strong>do</strong> la<strong>do</strong> de cá, a<br />

partir de agora. Seja muito bem vin<strong>do</strong> Zé Fernandes,<br />

a nossa comissão de jura<strong>do</strong>s e contamos com a sua<br />

brilhante experiência para nos fazer mais diferença<br />

nessa corrente <strong>do</strong> bem. Convi<strong>do</strong>-te pra subir ao palco<br />

e receber uma salva de palmas de to<strong>do</strong>s nós, finalizou<br />

Mônica. Emociona<strong>do</strong>, Zé Fernandes, agradeceu o<br />

Prêmio e fez um lin<strong>do</strong> discurso sobre como ingressou<br />

no turismo após 16 anos em Multinacionais e sua volta<br />

para sua cidade de origem e to<strong>do</strong> o processo para<br />

tornar seus empreendimentos sustentáveis.<br />

Uma nova opção para quem gosta de saborear um ótimo café feito no<br />

fogão a lenha e degustar uma mesa cheia de produtos, com queijo, pães,<br />

compotas de <strong>do</strong>ces, quitutes, sucos naturais e frutas. Além de desfrutar<br />

bons momentos em meio à natureza.<br />

Café da manhã na roça no estilo colonial - Opções especiais para dietas com restrições<br />

Eventos corporativos, confraternizações e datas especiais<br />

Aberto: sába<strong>do</strong>s, <strong>do</strong>mingos e feria<strong>do</strong>s das 08:00h às 12:00h<br />

Endereço: Estrada José Felix Monteiro Visconde de Mossoró, 1300 - Pinheirinho / Taubaté (SP) - Contato: (12) 99135-1340<br />

30


IDT-CEMA<br />

Instituto de Desenvolvimento,<br />

Turismo, Cultura, Esporte<br />

e Meio Ambiente<br />

Bruno Omori, presidente da IDT-CEMA, durante apresentação.<br />

Realiza<strong>do</strong> no Excell Lon<strong>do</strong>n com 120 mil m²,<br />

a ICE LONDON maior feira e o ICE VOX / GLOBAL<br />

SPORT SUMMIT, congresso mais representativo<br />

<strong>do</strong> merca<strong>do</strong> de jogos e cassinos <strong>do</strong> mun<strong>do</strong>.<br />

Setor de Gambling (jogatina) que movimenta<br />

mais de USD 650 bilhões por ano diretamente<br />

e indiretamente certamente o quíntuplo deste<br />

montante.<br />

O IDT-CEMA, que representou o trade turístico<br />

<strong>do</strong> Brasil, fez exposições, reuniões estratégicas<br />

com investi<strong>do</strong>res de cassinos e “gamming” (jogos),<br />

lideranças internacionais <strong>do</strong> merca<strong>do</strong> acadêmico,<br />

fornece<strong>do</strong>res de produtos e serviços <strong>do</strong> setor, crian<strong>do</strong><br />

sinergia com associações e entidades representativas<br />

de to<strong>do</strong> planeta, promovemos articulação com<br />

legisla<strong>do</strong>res e opera<strong>do</strong>res de jogos de to<strong>do</strong>s os<br />

continentes.<br />

O IDT-CEMA representa<strong>do</strong> pelo seu presidente<br />

Bruno Omori, retorna ao Brasil com novidades e<br />

oportunidades:<br />

• De fun<strong>do</strong>s de investimentos e opera<strong>do</strong>res<br />

de cassinos interessa<strong>do</strong>s no merca<strong>do</strong> Brasileiro,<br />

especialmente em “landbases” (bases terrestres) <strong>do</strong><br />

merca<strong>do</strong> de turismo (hotelaria, destinos e atrativos<br />

turísticos), pós-aprovação final da legislação.<br />

• Apostas Esportivas em parcerias estratégicas<br />

em projetos como a Betsul Turismo, voltadas para o<br />

merca<strong>do</strong> turístico (hotéis, restaurantes, loca<strong>do</strong>ras de<br />

veículos, eventos, entre outros).<br />

• Parcerias na formação e qualificação da mão<br />

de obra especializada em “gamming” (jogos) com<br />

entidades acadêmicas de reconhecimento mundial<br />

para integrar com nossos acor<strong>do</strong>s estratégicos<br />

como o IFSP.<br />

• Realização de eventos, feira e congressos no<br />

Brasil, e com missões empresarias fora <strong>do</strong> país, <strong>do</strong><br />

setor de jogos em parcerias com a Clarion.<br />

• Fornece<strong>do</strong>res de Produtos e serviços<br />

especializa<strong>do</strong>s como mesas de jogos, plataformas<br />

de pagamento, sistemas de segurança, “slot<br />

machines” (máquinas caça-níqueis, tecnologia<br />

online entre outros, para serem apresenta<strong>do</strong>s para<br />

o empresaria<strong>do</strong> <strong>do</strong> Brasil.<br />

• Fortalecimento <strong>do</strong> esporte integran<strong>do</strong> o<br />

merca<strong>do</strong> de “gambling” (jogatina) a programas<br />

como o, Juntos pelo Esporte.<br />

Apresentamos a diversos fun<strong>do</strong>s e opera<strong>do</strong>res<br />

internacionais de cassinos, produtos turísticos e<br />

hoteleiros <strong>do</strong> Brasil, prontos para fechamento de<br />

sociedades estratégicas com o setor de “gambling”<br />

(jogatina) mundial. Teremos oportunidades da<br />

ordem macroeconômica de investimentos iniciais<br />

no montante estima<strong>do</strong> em USD 70 bilhões, que<br />

abrangerá quase toda cadeia produtiva econômica<br />

<strong>do</strong> Brasil.<br />

Eliane Omori (Manager IDT-CEMA), Bruno Omori (pres. da IDT-CEMA),<br />

Neslihan Gundes (Partnership Manager Clarion) e Liliana Costa (Latam<br />

Manager Clarion).<br />

Visão da feira.


WTM LATIN AMERICA 2022<br />

Por: José Carlos Reis de Souza.<br />

Corte da fita para abertura da WTM Latin America.<br />

Após a interrupção em função da pandemia, finalmente foi realiza<strong>do</strong> durante os<br />

dias 05 a 07/03 no Pavilhão Azul <strong>do</strong> Expo Center Norte em São Paulo, a WTM Latin<br />

America 2022. O evento contou com 565 expositores de 40 países, com alguns destinos,<br />

como Barba<strong>do</strong>s, Maldivas e Portugal, vin<strong>do</strong> pela primeira vez. Além de teatros de<br />

capacitação, inovar o formato teve um ritmo diferente para o início <strong>do</strong> evento. Nos<br />

<strong>do</strong>is primeiros dias <strong>do</strong> evento, foi registrada a entrada de 10.725 visitantes.<br />

O tradicional corte da fita deu início oficialmente<br />

ao evento, com a presença de Vasyl Zhygalo (diretor<br />

de portfólio da WTM), Claudio Della Nina (líder na RX<br />

Latin America), Simon Mayle (diretor da WTM), Débora<br />

Moraes da Cunha Gonçalves (Secretaria Nacional de<br />

Atração de Investimentos, Concessões e Parcerias<br />

Substituta no Ministério <strong>do</strong> Turismo), Aline Car<strong>do</strong>so<br />

(secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e<br />

Turismo da Prefeitura de São Paulo), Vinícius Lummertz<br />

(Secretário de Viagens e Turismo <strong>do</strong> Esta<strong>do</strong> de São<br />

Paulo) e Adriana Cavalcanti (WTM Advirory Board).<br />

A solenidade de abertura da WTM Latin America<br />

2022 foi presidida por Simon Mayle, diretor da WTM.<br />

É uma honra estar de volta receben<strong>do</strong> autoridades<br />

<strong>do</strong> turismo nacional e internacional, hoteleiros<br />

e empresários de diferentes setores <strong>do</strong> turismo.<br />

Esse atrelamento de culturas de to<strong>do</strong> o mun<strong>do</strong><br />

para fazer negócios, é que faz desse evento tão<br />

especial. Focamos a programação em três pilares<br />

a<strong>do</strong>ta<strong>do</strong>s como “Diversidade e Inclusão”, “Turismo<br />

Responsável e Tecnologia”, que estão diretamente<br />

liga<strong>do</strong>s a essas transformações ocorridas a partir<br />

de 2020, ganharam mais relevância. Nos <strong>do</strong>is<br />

últimos anos, com as restrições, houve uma<br />

enorme mudança em questões como diversidade<br />

e inclusão, principalmente, em termos recursos<br />

tecnológicos e digitais de viagens. As mudanças<br />

enormes e catalíticas pelas quais a indústria e os<br />

profissionais <strong>do</strong> turismo passaram nesse perío<strong>do</strong><br />

reforçaram o papel <strong>do</strong> evento dentro <strong>do</strong> cenário<br />

pós-pandêmico. A magia da conexão humana está<br />

de volta e desejamos uma ótima WTM para to<strong>do</strong>s.<br />

Disse o diretor da WTM.<br />

Após a abertura oficial, a veleja<strong>do</strong>ra e escritora<br />

brasileira Tamara Klink, subiu ao palco para narrar<br />

parte de sua travessia náutica, uma viagem oceânica<br />

entre a Noruega e Brasil. Ela apresentou várias<br />

semelhanças entre sua aventura, à atividade turística<br />

32<br />

Simon Mayle (diretor da WTM) durante abertura <strong>do</strong> evento. Tamara Klink (veleja<strong>do</strong>ra e escritora brasileira) durante sua<br />

apresentação.


e a própria capacidade humana de se reinventar<br />

e concretizar planos, “por mais que não se tenha<br />

melhores, uma hora é preciso partir para concluir uma<br />

travessia”. Segun<strong>do</strong> Tamara Klink, o turismo foi uma das<br />

atividades mais afetadas pela pandemia e as pessoas<br />

souberam lidar com o cenário de diferentes formas.<br />

Uns em navios enormes com cascos avaria<strong>do</strong>s, outros<br />

em pequenas embarcações e muitos a na<strong>do</strong>, mas<br />

to<strong>do</strong>s sob a mesma tempestade. Isso prova que somos<br />

capazes de lidar com adversidades maiores <strong>do</strong> que<br />

poderíamos imaginar e nos ensina a ser melhores, a<br />

nos desafiar a cada dia. Hoje estamos mais prepara<strong>do</strong>s<br />

para as tempestades <strong>do</strong> porvir.<br />

Marta Suplicy e Vinicius Lummertz<br />

(Secretário de Turismo <strong>do</strong> Esta<strong>do</strong> de São<br />

Paulo).<br />

Arol<strong>do</strong> Schultz (Grupo Schultz).<br />

Vinicius Lummertz (Secretário de Turismo <strong>do</strong><br />

Esta<strong>do</strong> de São Paulo e Simon Mayle (diretor<br />

da WTM).<br />

Renata Araujo, (You Must Go Blog)<br />

palestrante.<br />

Carlos Silva, Juçara Serrano, Luiz Gustavo<br />

da Costa, Claudia Brito e Wagner Figueire<strong>do</strong><br />

(Coris Brasil).<br />

Equipe da WTM Latin America 2022<br />

celebran<strong>do</strong> o sucesso <strong>do</strong> evento.<br />

Luciana Cordeiro (Trinus Turismo), Aline<br />

Ricarte (Big Five Viagens) e Claudia Balducci<br />

(Trinus Viagens).<br />

Visão de um <strong>do</strong>s corre<strong>do</strong>res da feira.<br />

Palco de palestras e seminários.<br />

Manoel Linhares (presidente da ABIH Nacional) e Toni San<strong>do</strong><br />

(presidente da Unedestinos).<br />

João Gonçalves, Patrícia Curvêllo, Estela Farina, David Largman,<br />

Ludmila da Vieira, André Mercanti e Adilson de Melo (NCL).


AVIRRP 2022<br />

ASSOCIAÇÃO DAS AGÊNCIAS<br />

DE VIAGENS DE RIBEIRÃO<br />

PRETO (SP)<br />

Por: José Carlos Reis de Souza.<br />

Cerimônia cívica de abertura da 24ª AVIRRP.<br />

Aconteceu nos dias 18 e 19/03 nas dependências <strong>do</strong> Centro de Eventos Taiwan (Salão<br />

Esmeralda), a 24ª Feira de Turismo AVIRRP. O evento contou com 60 expositores,<br />

entidades <strong>do</strong> turismo e agentes de viagens, além de palestras e capacitações.<br />

Francisco Assis Leite (presidente da AVIRRP).<br />

Alessandro Maraca (presidente da Câmara<br />

Municipal de Ribeirão Preto).<br />

Isabela Pessoti (Secretaria da Cultura e<br />

Turismo de Ribeirão Preto).<br />

A abertura foi presidida pelo presidente da associação<br />

organiza<strong>do</strong>ra, Francisco Assis Leite, que ressaltou a<br />

importância <strong>do</strong> evento para o trade da região. Em nome<br />

da AVIRRP desejou boas vindas e reitero que é uma<br />

grande alegria voltar a realizar o evento depois de um<br />

longo tempo de muitas complicações. Conseguimos<br />

voltar e alcançar este momento, graças à vacina. Quero<br />

agradecer mais uma vez a presença de to<strong>do</strong>s e realizar<br />

uma ótima feira. A cerimônia contou com a presença<br />

de Mauro Baptista (presidente <strong>do</strong> Ribeirão Preto e<br />

Região CVB), Alessandro Maraca (presidente da Câmara<br />

Municipal de Ribeirão Preto) e Isabela Pessoti (secretária<br />

Municipal de Turismo de Ribeirão Preto).<br />

O presidente da Câmara de Ribeirão Preto, Alessandro<br />

Maraca, lembrou que após <strong>do</strong>is anos de pandemia,<br />

esta é a primeira vez que faz um discurso sem precisar<br />

fazer o uso da máscara. “Que nós possamos ter um<br />

norteamento e um alento para que o turismo no Brasil,<br />

essa indústria que gera tantos empregos, continue<br />

crescen<strong>do</strong>”.<br />

Isabela Pessoti, da Secretaria da Cultura e Turismo<br />

de Ribeirão Preto, disse que é muito importante que<br />

o setor público crie condições para que o turismo se<br />

desenvolva. E que essa retomada <strong>do</strong>s eventos emprega<br />

toda uma cadeia produtiva de energia limpa e geração<br />

de emprego e renda.<br />

34<br />

Mauro Baptista (CVB), Isabela Pessoti (Sec. Mun. de Turismo de<br />

Ribeirão Preto), Francisco Assis Leite (AVIRRP) e Alessandro Maraca<br />

(presidente da Câmara Municipal de Ribeirão Preto)<br />

Renata Marques (Secretaria de Turismo <strong>do</strong> Rio de Janeiro).


Norman<strong>do</strong> Pierini (Mestre de Cerimônia).<br />

Visão parcial da AVIRRP 2022.<br />

Fabrizio Cavallini, Cláudia Pinheiro e Rodrigo<br />

Sienra (CVC CORP).<br />

Claiton Armelin (Squad Viagens e Turismo) e<br />

William Carvalho ((Vila Galé).<br />

Emerson Silveira (DSE Viagens).<br />

Gelson Popazoglo, Agenor Bertoni e Rogério<br />

Esteves (GTA).<br />

Equipe Orinter Tour & Travel.<br />

Renato Ferreira e Alexandre Sousa<br />

(Secretaria de Turismo de Cotia).<br />

Jorge Darlei Wolf (Turismo da Serra Gaucha),<br />

Mauro Baptista (pres. <strong>do</strong> CVB), Pedro Leão<br />

(Sec. Adj. de Cultura e Turismo de Ribeirão<br />

Preto) e Tiago Magnoni (Flores da Cunha).<br />

Equipe da CVC CORP.<br />

Equipe de profissionais <strong>do</strong> estande <strong>do</strong> Rio de Janeiro.


ALAMBIQUE CACHAÇA PORTAL DA BARACÉIA<br />

TAUBATÉ (SP)<br />

Por: José Carlos Reis de Souza<br />

Conhecemos e degustamos presencialmente to<strong>do</strong>s os tipos de cachaças<br />

envelhecidas em tonéis de carvalho, produzidas e engarrafada pela<br />

Destilaria Portal da Baraceía Ltda.<br />

A Revista <strong>Empresas</strong> <strong>do</strong> <strong>Vale</strong> - Negócios &<br />

Turismo / Turismo em Pauta e Camilo, empresário<br />

e proprietário da Diaz Impressões, participaram de<br />

um almoço junto ao empresário Carlos Alberto e sua<br />

esposa Silvana, proprietários <strong>do</strong> Alambique Cachaça<br />

Portal da Baracéia, em Taubaté (SP). Conhecemos<br />

e degustamos presencialmente to<strong>do</strong>s os tipos<br />

de cachaças envelhecidas em tonéis de carvalho,<br />

produzidas e engarrafada pela Destilaria Portal da<br />

Baraceía Ltda. O alambique está localiza<strong>do</strong> no Sítio<br />

Espírito Santo, Estrada <strong>do</strong> Barreiro, nº 820. Estrada<br />

Municipal da Baracéia - Bairro São Gonçalo / Taubaté<br />

(SP). Vendas: (12) 98247-9952.<br />

Carlos Alberto e José Carlos, juntos aos<br />

prêmios consgui<strong>do</strong>s como a melhor cachaça<br />

<strong>do</strong> Brasil - Cachaça Portal da Boracéia.<br />

José Carlos e Camilo, degustan<strong>do</strong> a Cachaça<br />

Portal da Boracéia.<br />

José Carlos, Lourdes, Carlos Alberto, Silvana<br />

e Camilo, saborean<strong>do</strong> a gastronomia rural.<br />

Lourdes posa ao la<strong>do</strong> de um boneco caipira.<br />

Local em que são armazena<strong>do</strong>s os barris de<br />

carvalho com diversos tipos de cachaça.<br />

Showroom.<br />

Visão <strong>do</strong> local em que é destilada a Cachaça.<br />

Depósito de barris para armazenar cachaça .<br />

José Carlos, ao fun<strong>do</strong> o casarão <strong>do</strong> sítio.<br />

36


PROIBIDO PERGUNTAR<br />

NAS PERGUNTAS É QUE SE<br />

MOSTRA A IGNORÂNCIA<br />

Por: Stephen Kanitz<br />

Consultor de empresas e conferencista<br />

Uma das minhas queixas da vida, é que muitas<br />

pessoas que estão loucas para me conhecer ficam<br />

ao meu la<strong>do</strong> ouvin<strong>do</strong>, mas não me fazem perguntas.<br />

Eu prefiro ser útil responden<strong>do</strong> uma pergunta, <strong>do</strong><br />

que ficar falan<strong>do</strong> o que eu acho que vocês precisam<br />

ouvir.<br />

Eu apren<strong>do</strong> mais com perguntas <strong>do</strong> que ficar<br />

falan<strong>do</strong> por aí.<br />

Aliás, um <strong>do</strong>s meus critérios para avaliar uma<br />

personalidade, um economista, um sindicalista são<br />

pelas perguntas que eles me fazem e se entenderam<br />

as respostas.<br />

“O que você achou dele?”<br />

“Estranho, não me fez uma única pergunta.”<br />

É uma frustração porque estudei para caramba,<br />

pesquisei mais ainda, acho que tenho experiências<br />

para contar, mas ninguém pergunta.<br />

Semana passada, me sentei ao la<strong>do</strong> de quem<br />

queria me conhecer, e depois de uma hora eu<br />

comentei “você ainda não me fez uma única<br />

pergunta”.<br />

Foi aí que descobri a razão da minha frustração.<br />

“Nas perguntas feitas é que se mostra ignorância.”<br />

Aí entendi por que Ciro Gomes, então Ministro da<br />

Fazenda, não me fez uma única pergunta quan<strong>do</strong><br />

entreguei o estu<strong>do</strong> sobre superestimação da<br />

inflação.<br />

Por não me fazer perguntas ele não corrigiu o<br />

erro e destruiu o Plano Real.<br />

Com juros cavalares para impedir a volta de uma<br />

inflação que não existia.<br />

Com a volta da confiança os prazos de pagamento<br />

aumentaram com juros embuti<strong>do</strong>s, mas não a<br />

inflação propriamente dita.<br />

Aí entendi por que o Presidente Collor não<br />

me fez perguntas quan<strong>do</strong> entreguei o mesmo<br />

estu<strong>do</strong>, e mais uma vez a inflação explodiu por ser<br />

superestimada.<br />

Saquei que ele não queria mostrar ignorância<br />

para mim, mas ele era o Presidente e eu não,<br />

portanto por que o melindre?<br />

O famoso Prof. Marins, antropólogo que é,<br />

explica melhor esse fenômeno.<br />

“Há um grande engano quan<strong>do</strong> se pensa que<br />

uma pessoa brilhante é aquela que tem respostas<br />

para tu<strong>do</strong>.<br />

Na verdade, brilhante é quem pergunta.<br />

Isso porque existem mais respostas erradas <strong>do</strong><br />

que perguntas certas.<br />

É uma pena que nós, brasileiros, não sejamos<br />

educa<strong>do</strong>s a perguntar.<br />

A maioria das pessoas tem vergonha de<br />

perguntar e, com isto, deixam de mostrar o quanto<br />

são inteligentes e brilhantes.<br />

Não sei de onde veio a ideia de que quem<br />

pergunta é ignorante.<br />

“A verdade é que quem não pergunta é que<br />

viverá na ignorância, e não o contrário.”<br />

Portanto, se você encontrar uma pessoa mais<br />

brilhante que você, faça perguntas inteligentes <strong>do</strong><br />

que comentários bobos como encontramos to<strong>do</strong>s<br />

os dias nas redes sociais.<br />

É o que sempre fiz. Perguntar.<br />

Matsuda Corretora de Seguros Ltda<br />

Rua Eduar<strong>do</strong> José Pereira, 345<br />

Jardim Eulália - Taubaté/SP<br />

12.010 - 590<br />

Fone/fax: (12) 3625 - 5500


RANCHO GAIOLEIROS POR<br />

NATUREZA<br />

O conheci<strong>do</strong> Rancho <strong>do</strong>s Gaioleiros realizou o tradicional<br />

almoço “Frango Caipira”, acompanha<strong>do</strong> com arroz,<br />

polenta, purê de mandioca, linguiça caseira e torresmo.<br />

Você que gosta de aventura, curtir a natureza, fauna, flora<br />

e fazer caminhadas a pé ou através das gaiolas e triciclos<br />

motoriza<strong>do</strong>s, conhecen<strong>do</strong> a história local, fazendas, trilhas<br />

e cachoeiras, a grande oportunidade é agendar uma<br />

reserva de um dia (bate/volta) para curtir um <strong>do</strong>s roteiros<br />

rurais através <strong>do</strong> “RANCHO DOS GAIOLEIROS”, localiza<strong>do</strong><br />

na Estrada Municipal Geral<strong>do</strong> Cursino, km 08 / Ribeirão das<br />

Almas - Taubaté (SP). Contato: (12) 99104-0516 / (12) 3626-<br />

1337.<br />

Visão <strong>do</strong> Rancho Gaioleiros por Natureza.<br />

Antonio Eduar<strong>do</strong>, Solange e Lourdes.<br />

Osval<strong>do</strong> Tavares.<br />

Antônio Eduar<strong>do</strong>, Neila Presotto, Lourdes e<br />

Solange (Recanto Du’Sol).<br />

Solange, Eduar<strong>do</strong>, Neila e Osval<strong>do</strong> no caixa.<br />

Visão da cozinha <strong>do</strong> Rancho Gaioleiros por<br />

Natureza.<br />

Silvio e Lívia.<br />

Neuza preparan<strong>do</strong> o tradicional frango<br />

caipira.<br />

Silvio dan<strong>do</strong> um passeio de triciclo<br />

motoriza<strong>do</strong>.<br />

O menu, frango caipira com polenta,<br />

arroz, purê de mandioca, linguiça caseira e<br />

torresmo.<br />

38

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!