20.06.2022 Views

Biomais_51 - OOPS

Create successful ePaper yourself

Turn your PDF publications into a flip-book with our unique Google optimized e-Paper software.

CRESCIMENTO SOLAR

A energia fotovoltaica em telhados está em expansão no país. Segundo dados da EPE (Empresa de Pesquisa

Energética), a previsão é que o setor movimente mais de R$ 100 bilhões em investimentos de 2022 a

2031. Entretanto, no Brasil, apenas 1,3 milhão de consumidores de eletricidade já experimentam os benefícios

dos painéis solares.

Para alavancar ainda mais esse crescimento, um dos desafios é desmistificar a ideia de que a tecnologia

não é acessível. Apesar do custo de um sistema residencial para uma casa com quatro pessoas girar em torno

de R$ 15 e R$ 30 mil, atualmente, há mais de 70 linhas de financiamento disponíveis para essa categoria de

produto.

De acordo com uma pesquisa, elaborada pela Adventures, em parceria com a fintech MFS (Meu Financiamento

Solar), maior plataforma digital para crédito fotovoltaico, 60% do público desconhece que existem

linhas de financiamento para energia solar. O levantamento entrevistou pessoas, físicas e jurídicas, com

interesse ou que pretendiam instalar painéis solares no próximo ano.

A pesquisa, que contou com uma amostra de mais de 500 pessoas de várias regiões do Brasil, ainda revela

que o principal motivo pelo interesse em painel solar é a redução das despesas com energia elétrica (61%),

seguido da preocupação em preservar o meio ambiente (38%).

Por ser uma tecnologia sustentável, a produção de energia elétrica por meio do sol não emite gases causadores

do aquecimento global. Além disso, o sistema fotovoltaico é um investimento que gera autonomia e

economia de dinheiro a curto e longo prazos.

Ainda conforme o estudo, ao escolherem a energia solar fotovoltaica, os consumidores prezam por

qualidade e durabilidade dos equipamentos, itens racionais que indicam preferência por um produto com

retorno financeiro de longo prazo. Os atributos com critério de muita importância, como preço, manutenção

e impacto no meio ambiente, também se destacam acima da média, indicando a preocupação em utilizar o

produto por um longo período.

Outro dado interessante é que 18% dos respondentes não lembram de ter visto ou escutado informações

e notícias relacionadas ao painel de energia solar, demonstrando haver espaço para amplificar a comunicação

sobre o tema.

Foto: divulgação

REVISTA + BIOMASSA + ENERGIA

15

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!