11.08.2022 Views

NOTA FEPAL SOLIDARIEDADE AO BRASIL 247 DIANTE DA CENSURA DO YOUTUBE

You also want an ePaper? Increase the reach of your titles

YUMPU automatically turns print PDFs into web optimized ePapers that Google loves.

Nota Pública

CENSURA AO 247 É DITADURA GLOBAL NA COMUNICAÇÃO

O YouTube, ao censurar o Brasil 247, importante e respeitado veículo de comunicação

brasileiro, excluindo 15 de seus vídeos, nos alerta de grande perigo: a ditadura global nas

comunicações, ambiente totalitário em que serão realidade trágica a opinião única e simples

miragem as liberdades de informação e expressão e as liberdades civis e democráticas. A barbárie

distópica, tão bem descrita na literatura e no cinema, tomará o lugar da civilização.

O YouTube é o maior agregador de vídeos na Internet, pois, ironicamente, só “perde” para

o Google, seu dono. Com mais de 2 bilhões de usuários mensalmente em 100 países e seus até 80

idiomas, a combinação de YouTube e Google pode levar a uma ditadura global nas comunicações.

Estranhamente, a plataforma alega suposto "discurso de ódio" para a censura imposta ao

247. Risível e hipócrita a alegação, já que o YouTube é celeiro de disseminação de ódio, intolerância,

racismo e do genocídio e da guerra.

Os crimes de Israel na Palestina, por exemplo, são invisibilizados pelos algoritmos e pela

censura, como faz o restante da mídia comercial hegemônica. Já as mentiras sobre árabes,

muçulmanos e palestinos são ativas e impunes na plataforma

Pesquisa rápida no YouTube “descobrirá” charlatões que mentem sobre estes temas em

perfis com centenas de milhares de inscritos. Em vídeo com 142 mil visualizações é dito que “o

‘Alcorão’ exige o assassinato dos que não são muçulmanos” e que, por isso, o islamismo é uma

“ideologia fascista, violenta”.

Outro charlatão da fé esbraveja contra a Embaixada da Palestina porque esta representaria

“um lugar (a Palestina e seu povo) que não existe na face da terra”. Repete o que líderes

sionistas disseram – e seguem dizendo – para “justificar” a limpeza étnica da Palestina e o projeto

colonial e de Apartheid de Israel, impostos ao povo palestino pela brutal ocupação israelense.

Estes vídeos seguem na plataforma por longos 6 anos! Mas o YouTube prefere perseguir o

Brasil 247, site independente e democrático, que dá voz aos excluídos da comunicação por séculos.

Diante disso, manifestamos nossa total solidariedade ao Brasil 247 e a mais veemente

denúncia e repulsa deste crime do YouTube, que trará repercussões inimagináveis se não for

reparado. Não podemos aceitar um mundo totalitário, uma ditadura global de poucos.

Palestina Livre a partir do Brasil, 11 de agosto de 2022, 75º ano da Nakba.

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!