02.01.2023 Views

As50MelhoresCronicasdoLerebomExperimente!Vol.1

You also want an ePaper? Increase the reach of your titles

YUMPU automatically turns print PDFs into web optimized ePapers that Google loves.

para ficar atendendo a toda hora os pedidos dela. Voltei pro

meu quarto tranquila, pensando que, agora, eu pudesse ter

paz, só não contava com o que iria acontecer dois dias depois.

Passaram-se dois dias, depois da minha conversa com a

senhora, e parece que ela havia entendido a nossa conversa,

não me perturbou mais.

Mas, um dia cheguei a casa, vindo do mercado, entrei no

quarto e encontrei uma baderna imensa, adivinhem quem

estava no meio daquela bagunça? É claro, aquela pobre

senhora. No meio de tudo, estavam os meus cadernos de

estudo, naquela época, eu ainda estava na faculdade, todos

rasgados, meus trabalhos despedaçados, meus projetos de

ciências, livros, enfeites de mesa, pratos copos, mobílias, todos

rasgados, nenhum móvel escapou da fúria da maldita.

Sabe a desculpa que ela me apresentou? Estava procurando

a dentadura. Vê se pode? Foi a gota d´água! Deixei a Gracelinda

subir pro quarto e, depois de 10 minutos, revirando,

inconformada por ver se alguma coisa havia sido salvo, ergui

a cabeça e andei até o quarto da praga.

Pisava nos degraus com tanta força que quase os quebrei,

nem bati na porta. Entrei e olhei bem nos seus olhos e fechei

a porta bem forte e com vontade.

Naquela noite, eu achei que não dormiria, mas o silêncio

era absoluto. Quando o dia amanheceu, levantei preparada,

mas senti que algo estranho reinava naquela casa.

Para meu alívio e espanto, a velha havia sumido na poeira

como se nunca existisse. Que estranho!

79

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!