Views
2 years ago

PAG 19

PAG

Passando pelas civilizações da humanidade, a carne tem papel significativo na alimentação do homem desde os tempos pré-históricos. Ultimamente tem se falado muito sobre os efeitos prejudiciais que a carne vermelha traz à saúde, como por exemplo, o risco de doenças cardiovasculares. Ao mesmo tempo, a inclusão da carne bovina na nossa alimentação é importante porque ela é uma excelente fonte de proteínas (nutriente relacionado à construção e regeneração celular) de alta qualidade. Além disso, é fonte de minerais como ferro (que previne a anemia) e zinco (importante para o crescimento, cicatrização e função imunológica); de ácidos graxos essenciais e de vitaminas do complexo B, principalmente a B12, indispensáveis ao organismo saudável. Carne vermelha é superior a frango e peixe como alimento antidepressivo, devido à alta concentração de fenilalanina que apresenta. Este aminoácido ainda reduz o apetite. Como ajuda a manter a glicemia mais estável, o Diego de Castro Ferreira e Raquel Freitas Proprietários do Gourmet Delivery e Gourmet Restaurante Receita de Filé Mignon grelhado A carne vermelha na alimentação consumo de carne vermelha diminui alterações de humor, compulsão alimentar e ajuda a combater a resistência à insulina. É ótima na prevenção e no tratamento do diabetes. Para algumas pessoas preocupadas com sua saúde, essas informações contraditórias acabam formando dúvidas e atitudes radicais em relação ao consumo deste alimento. Daí surgem as perguntas: qual é o melhor tipo de carne para o consumo? Quanto posso comer? Prefira as carnes magras, alimentação adequada e saudável deve ser nutricionalmente balanceada, variada, caloricamente moderada e, em relação à ingestão de carne vermelha, estes conceitos permanecem. O segredo é moderar o consumo das carnes, não ultrapassando a quantidade de 170 gramas/dia, dando preferência à carne magra e optar pelas preparações assadas, grelhadas ou refogadas para não aumentar o teor de gordura e o valor calórico da receita. Ótimo inicio de inverno à todos Ingredientes 4 bifes de filé mignon 1 cebola média 2 dentes de alho 2 colheres de chá de sal 1 colher de chá de pimenta do reino (de preferência moída na hora) Óleo para fritar Prepare os bifes: Lave os bifes sob água corrente e fria, se desejar. Ponhaos numa tigela, tempere com o sal e a pimenta. Deixe pegando gosto por umas duas horas. Prepare os temperos: Descasque, lave e corte a cebola bem pequeninha. Faça o mesmo com o alho ou esprema-o e reserve. Frite os bifes: Ponha umas duas colheres de sopa de óleo numa frigideira Receita do Chef para aquecer e doure a cebola e o alho. Quando estiver bem douradinho, coloque os bifes para fritar. Deixe-os dourarem de um lado por uns 3 a 4 minutos e depois vire. Deixe dourar novamente, e então, pingue algumas gotas de água para desgrudar um pouco da ferrugem que vai se formando e que vai servir para dar uma cor bem dourada nos bifes. CARDÁPIO SEMANAL Semana A SEGUNDA - COXINHA DA ASA, POLENTA PALITO, ARROZ FEIJÃO E LEGUMES. TERÇA - LASANHA À BOLONHESA, ARROZ A GREGA E LEGUMES. QUARTA -BIFE CHULETA SUÍNA, FAROFA DE CARNE C/ BACON, BATATA DOCE, ARROZ E FEIJÃO. QUINTA -FRANGO GRELHADO, OVO , ARROZ E FEIJÃO . SEXTA - À MILANESA, CANELONE AO MOLHO, ARROZ E FEIJÃO. Semana B SEGUNDA - STROGONOFF FRANGO, BATATA PALHA, ARROZ, BANANA À MILANESA. TERÇA - ALMONDEGAS RECHEADAS,SPAGUETTI ALHO E ÓLEO, ARROZ E FEIJÃO. QUARTA -FRANGO PICADINHO DE CARNE C/ LEGUMES, ARROZ E FEIJÃO. QUINTA - GRELHADO, PENNE AO MOLHO, ARROZ E FEIJÃO. SEXTA - FILÉ DE PEIXE À MILANESA, BATATA SOUTÉ, ARROZ E FEIJÃO. AOS SÁBADOS - BIFE À PARMEGIANA C/ BATATA FRITA, ARROZ E FEIJÃO. * TODOS OS PRATOS DO CARDÁPIO SEMANAL (SEMANAS A E B) ACOMPANHAM SOBREMESA E SALADA CORTESIA. AMIGO CLIENTE Solicite seu pedido do Cardápio Semanal preferencialmente até às 10h. 1 porção + Complemento R$ 20,00 2016 1.1/2 porção R$ 21,00 2 Porções R$ 27,00