Views
1 year ago

Síntese TFG I 2017

Síntese TFG I - 2016/1 Título: Revitalização do Parque Araçariguama Aluno: Marcela de Paula Rodrigues Orientador: Lígia Nerina Rocha Duarte Arquitetura UNIMEP TEMA REFERÊNCIAS PROJETUAIS - Parque da Aclimação São Paulo O trabalho de graduação I tem como tema, a revitalização e requalificação do Parque Araçariguama, que esta hoje em processo de degradação e abandono. PROBLEMATIZAÇÃO O Parque Araçariguama se tornou hoje um local degradado, abandonado e infelizmente frequentado por indigentes e dependentes, alem disso o espaço carece de iluminação e infraestrutura básica que um parque necessita, tornando-se assim uma área perigosa. LOCALIZAÇÃO - Parque Araçariguama O Parque Araçariguama esta localizado próximo ao centro da cidade cercado principalmente pelo uso residencial/ misto. O Parque tem uma área de 70 mil m², contando com uma lagoa, pista de corrida, um sanitário, quatro quiosques, e em construção uma piscina olímpica. PROPOSTA A proposta do estudo consiste em desenvolver um parque que revitalizara a área incorporando novos usos e incentivando a valorização da paisagem pela população do município. SANTA BARBARA D’OESTE - SP FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA - Histórico da cidade de Santa Barbara D’oeste - Dados do Município - Áreas Verdes - Parques Urbanos - Áreas de Lazer próximas ao Parque Araçariguama - Dados sobre o Parque Araçariguama - Estudo sobre o entorno próximo da área - Estudo sobre o Terreno em que se localiza o Parque - Proposta para revitalização do Parque - Programa de Necessidades do Parque 1 - Entrada do Parque Araçariguama 2- Ponte com 14m de cumprimento 3- Quiosque sem mobiliário 4- Lagoa com 12 mil metros quadrados PROGRAMA DE NECESSIDADES - Piscina Olimpica - Quadra Poliesportiva - Estações de Ginásticas e esportes - Vestiários/ Sanitários - Reforma da pista decorrida - Ciclovia - Guarda Municipal - Bicicletários - Teatro aberto - Quiosques INTENÇÕES PARA O TFG II Projetar um Parque como proposta de revitalização para a área degradada e abandonada. Para isso acontecer, sera dado novos usos para o Parque, melhorando a movimentação de pessoas pelo bairro em todos os horários.

Síntese TFG I * 2016/1 Título: Moradia Estudantil para Universidades Públicas Aluno: Marcella de Queiroz Moraes Orientador: Lucas Ricardo Cestaro Arquitetura UNIMEP PROPOSTA: DORMIR, ESTUDAR, INTERAGIR = VIVER A fase acadêmica, para muitos, é o “start” do vivenciar coletivo, e a universidade é o espaço para esse desenvolvimento, lugar de troca de conhecimento, de culturas e ideias. E como extensão desse espaço, a Moradia Estudantil não deve reproduzir o sentimento de ‘casa’ com o qual estamos habituados, e sim ser um espaço que crie situações para o desenvolvimento do conceito compartilhar e respeitar. A proposta do projeto é englobar, de forma confortável e dinâmica, as atividades essenciais da vida do estudante, trabalhando a ideia de coletividade. REFERÊNCIAS PROJETUAIS The Student Hotel Barcelona PROBLEMATIZAÇÃO: Analisando número de alunos matriculados em graduação e pós-graduação nas universidades públicas da região (100km de Santa Barbara D’Oeste) em relação ao número de estudantes das mesmas beneficiados com Auxílio Moradia ou Moradia Estudantil, chegamos a uma porcentagem, considerada até mesmo pelos assistentes sociais das unidades, abaixo do necessário. Dados do Censo Demográfico 2010 apresentados pelo IBGE, mostram que, 29,2% dos alunos de curso superior mudaram de suas cidades para poder cursar a universidade desejada, e esse deslocamento é ainda maior se tratando de alunos de cursos de especialização de nível superior, mestrado ou doutorado, 32,6%. E o que cresce consideravelmente é o percentual de alunos no ensino superior das redes públicas que se encaixam no 1° quinto de rendimento mensal domiciliar per capita (famílias com menos rendimento), que vai de 1,2% em 2004 para 7,6% em 2014. Com aumento dos alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica torna-se necessário o aumento, também, dos auxílios de Permanência Estudantil para atendê-los. UNIVERSIDADES PÚBLICAS DA REGIÃO The Student Hotel Amsterdaw 100km UNICAMP LIMEIRA/ PIRACICABA 3.636 603 CAMPINAS 27.051 958 105 WEBologna N° ALUNOS MORADIA AUXÍLIO ESTUDANTIL MORADIA UNESP ARARAQUARA 6.437 128 36 BOTUCATU 5.822 64 RIO CLARO 3.759 96 20 SOROCABA 693 4 USP PIRACICABA 3.404 168 SÃO CARLOS 8.236 252 418 UFSCAR SÃO CARLOS 13.751 622 85 • 102 Unidades Dormitório compartilhados com banheiro privativo; • 10 cozinhas • Sala de estudos; • Sala de jogos; • Cineclube; • Bicicletário; • Lavanderia; • Administração; • Manutenção; • Depósito de lixo; • Estacionamento; UNESP RIO CLARO Foi escolhido o campus da UNESP Rio Claro, Bela Vista, como local do projeto. O terreno pertencente ao Horto Florestal Edmundo Navarro de Andrade, que foi doado em 1972 pela Ferrovias Paulistas SA (FEPASA), para a então Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Rio Claro, que em 1977 incorporou-se a Unesp. Atualmente o campus possui 10 cursos de graduação, com 2.498 alunos matriculados, e 23 de pós-graduação, com 1.109 alunos matriculados, dados do anuário de 2016 de Unesp. A Moradia Estudantil, é um benefício diponível para alunos com vulnerabilidade socioeconômica, selecionados pelo Programa de Permanência Estudantil do Campus. São 12 casas, distribuídas em 3 blocos, sendo que cada casa possui 4 quartos compartilhados duplos, 2 banheiros, sala, cozinha equipada, lavanderia e bicicletário, totalizando 96 vagas. Outro benefício para suprir a demanda de requerimentos é o Auxílio Aluguel. São 20 bolsas no valor de R$250,00 + R$75,00 (alimentação) MORADIA Bloco 1 - 511,98m² Bloco 2 - 511,98m² Bloco 3 - 511,98m² TOTAL 1.535,94m² A intenção é criar 204 novas vagas para assim atingir um percentual de atendimento de aproximadamente 8% dos estudantes do campus. PROGRAMA DE NECESSIDADES ENTRADA PRINCIPAL CAMPUS Terreno: 1.155.147,70m² Área Construida: 63.684,19m² Percurso 750m 3min MORADIA ESTUDANTIL