EMPREENDA REVISTA - ED. 27 - AGOSTO - PATRÍCIA MEIRELLES

elaineempreenda

Revista de negócios focada em conteúdo empreendedor, entregando conteúdo relevante e aplicável ao seu negócio.

R$ 14,90


04


07 05


06

SUMÁRIO

12 O PODER DO

MARKETING DE

INFLUÊNCIA

20

IDEIAS INCRÍVEIS PARA

USAR NO INSTAGRAM

DO SEU E-COMMERCE

E AUMENTAR SUAS

CONVERSÕES!

34 5 C’S DA INFLUÊNCIA!

38 PAPEL DOS INFLUEN-

CIADORES DIGITAIS NA

SUA ESTRATÉGIA DE

MARKETING

44 FUTURO E REALIDADE 48 NEGÓCIO INOVADOR

CONECTADOS POR UM DE RESULTADOS EFETI-

MUNDO VUCA

VOS. SIM, É POSSÍVEL

28


07

EDITORIAL

CHEGAMOS A AGOSTO!

Para nós, aqui na redação, a sensação que o ano está

passando mais rápido do que o habitual é compartilhado

por todos. O ano vem cheio de desafios internos e

muito crescimento. A internacionalização da revista está

em pleno vapor e quero contar a vocês que estamos de

malas prontas para lançar a revista em mais um país.

Sim, embarcamos para os EUA, onde faremos o lançamento

da edição de setembro.

Além disso, como já havíamos publicado, somos finalistas

do Prêmio ABC de Comunicação na categoria Melhor

Veículo Regional. Estamos honrados em ser indicados a

tal categoria e entendemos que em apenas dois anos

estamos realizando mensalmente um trabalho totalmente

direcionado a agregar valor aos nossos leitores,

clientes e parceiros.

Quero convidar você a fazer parte dessa comunidade

de empreendedores, estamos nos conectando mundialmente

para que cada vez mais possamos entregar um

conteúdo relevante e aplicável a você que empreende e

que quer ter sucesso em seus negócios. Acesse nosso

portal, www.empreendarevista.com.br e faça sua assinatura

da Empreenda.

Queremos estar próximos de você, por isso sugestões

de pautas, eventos, palestras, podem ser enviadas para

o nosso e-mail redacao@empreendarevista.com.br.

@empreendarevista

/empreendarevista

@empreendarev

/empreenda-revista

A edição de agosto da Empreenda Revista traz em sua

capa uma referência em comunicação e dona de uma

expertise em entrevistar grandes nomes nacionais e internacionais,

a nossa capa do mês é Patrícia Meirelles,

uma das maiores influencers digitais do país.

A autoridade de influencer digital está revolucionando

a forma das marcas interagirem com seu público, nessa

edição nossos colunistas trazem dicas incríveis de como

você pode aprender com esse segmento.

A Empreenda esteve presente na maior feira de marketing

da América Latina, a Brazil Promotion e contamos

para vocês um pouco do que aconteceu no evento.

Desejo a todos uma

boa leitura e até a

próxima!

ELAINE JULIÃO

Diretora da

Empreenda Revista

ERRATA:

Na foto da Página 31 da Empreenda Revista ED26 -

Fernando Seabra, o crédito da Foto é para Agencia

Eagle Produções - Marco Claro

EXPEDIENTE

EMPREENDA REVISTA

ANO III | EDIÇÃO 27 | AGOSTO 2019

www.empreendarevista.com.br

contato@empreendarevista.com.br

DIRETORA RESPONSÁVEL

Elaine Julião

elaine@empreendarevista.com.br

DEPTO. MARKETING

Sidney Santos

marketing@empreendarevista.com.br

REDAÇÃO

Eliz Claro

redacao@empreendarevista.com.br

ASSINATURA:

www.empreendarevista.com.br/assinaturas

FALE CONOSCO

(11) 4546-7271

DEPARTAMENTO COMERCIAL

comercial@empreendarevista.com.br

Produção de conteúdo e desenvolvimento

Grupo Empreenda - Rua Cedral, 91 - Mauá

CNPJ: 10.378.146/0001-29

PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO

Carlos Celice | Designer Gráfico

carloscelice@gmail.com

FOTO CAPA

Gustavo Arrais

A EMPREENDA REVISTA é uma publicação

mensal. A revista não se responsabiliza por

conceitos e opiniões emitidas em colunas

assinadas e materiais divulgados em

anúncios publicitários.


08

COLUNA DO LEITOR

EDIÇÃO DE JULHO DA EMPREENDA

É SUCESSO NAS REDES SOCIAIS


09 07


10

NVESTIMENTO

G2CAPITAL REALIZA O 6º INVESTOR´S

MEETING EM BELO HORIZONTE

No dia 06 de agosto, terça feira, aconteceu o 6º Investor’s

Meeting da G2Capital no P7 Criativo, em Belo Horizonte.

O evento teve como temática central o funcionamento

na prática do investimento em startups, como também

abordou o que buscam os investidores na hora do aporte

de investimento. O investor’s Meeting foi também

uma oportunidade de network, reunindo investidores

tradicionais, empresários e pessoas do cenário empreendedor/inovador

de Belo Horizonte.

A programação do evento começou com um debate

entre três investidores experientes, Ricardo Carvalho,

fundador da G2Capital, João Zica Fialho, fundador do

centro de inovação Raja Valley e Raja Ventures e Vinicius

Magalhães, fundador do venture capital Triaxis, e

contou com a mediação do Pedro Almeida, diretor do

Founder Institute. Em seguida Ricardo Carvalho fez uma

breve apresentação da G2Capital, abordando um pouco

da historia da empresa e convidou Fernando Nigri para

apresentar a Smarkio, empresa na qual a G2 liderará o

próximo round de investimento. Por fim, Camila Farani

falou sobre as novas perspectivas para o mercado de

startups e contou um pouco do que os investidores estão

procurando como negócio.

SOBRE A G2CAPITAL

G2Capital é uma butique privada de investimento em

startup. Com formato colaborativo e associados com

mais de 20 anos de experiência em diversas áreas, a

G2Capital ocupa uma posição ainda pouco explorada e

cercada de grandes negócios e talentos em estágio inicial,

o investimento seed.

A empresa foi fundada em 2017 e gerencia 3 pools de

investimento, sendo 2 deles voltados para o aporte em

empresas que advém do programa Shark Tank Brasil.

Além disso a G2 já conta com um portfólio de 15 startups

investidas em diversas verticais.


11

Fotos André Solano

NVESTIMENTO


12

EMPREENDEDORES

PELO MUNDO

O PODER DO

MARKETING DE

INFLUÊNCIA

por

Brunä Goulart, gaúcha, nascida em Gravataí, mãe da Julie,

sempre amou a internet e a sua infinita possibilidade

de alcance entre pessoas. Com 11 anos de idade, época

em que morou nos EUA e utilizava a rede social MYSPA-

CE, começou a desenvolver layouts para os perfis de

todos seus colegas percebeu uma facilidade em criar

maneiras diferentes para deixar cada perfil de uma forma

única e bem posicionado.

Quão efetivo é o Marketing de Influência?

• Pesquisas mostram que:

O tempo passou mas a paixão por entender pessoas

fez com que hoje, como empresária, o hobby

pudesse se transformar em negócio ajudando

empresas e profissionais a posicionarem-se e

gerar autoridade nas redes sociais. Seu trabalho

possibilitou a entrada em um outro nicho de atuação,

com base própria de Influenciadores Digitais

em todo o Brasil e em todas áreas de atuação.

Atualmente desenvolve campanhas estratégicas

com influenciadores digitais na internet e também

leva Influenciadores Digitais para Eventos ao VIVO,

independente da temática. A missão da Brunä é fazer

com que as campanhas tenham o máximo de assertividade

possível e por isso estuda muito bem o

mercado antes de lançar uma campanha no ar.

O começo do trabalho da Brunä é a estrutura dos

perfis em redes sociais. Como Especialista em Instagram,

o primeiro passo, segundo ela, é deixar perfis

posicionados como autoridades.

Fonte: mediakix.com


13

Quem é o Influenciador Digital?

O Influenciador Digital é um indivíduo que utiliza uma

rede social para expressar análises e influenciar a opinião

de outros indivíduos, através de publicações em

texto ou vídeo online e, que são seguidos por um determinado

público.

Na minha visão percebo que, os Influenciadores

Digitais, hoje são vistos

como celebridades. Antigamente

apenas pessoas famosas recebiam

mimos de grandes marcas ou eram

convidados para eventos importantes

ou até fazer publicidade para grandes

marcas.

Como é ser um Influenciador Digital?

Ser um Influenciador Digital significa que você terá

que compartilhar o seu dia-a-dia com as pessoas. Você

estará inspirando pessoas a fazerem o que você faz.

Sempre tem alguém prestando atenção nos hábitos

que você compartilha, em quais produtos você utiliza.

Hoje em dia o foco das pessoas está direcionado muito

mais para a plataformaInstagram, e quem tem perfil,

o conhecido @, sabe que utilizamos muito os Stories.

“Os Stories, para mim e quem sabe até para você,

são a nova televisão . Nos Stories, os Influenciadores

estão compartilhando o seu dia-a-dia e

quando desenvolvemos campanhas estratégicas

com Influenciadores é através dos Stories que temos

grande maioria do alcance.”

Como contribuem para a sociedade?

Hoje o mundo está muito diferente graças ao marketing

de influência. Os influenciadores podem ser considerados

as novas celebridades . Isso também significa

que o Influenciador tem um efeito direto na decisão

de compra, decisão de estilo de vida e decisão das opiniões

de outras pessoas. Antigamente a compra de um

produto era com base nas propagandas da TV. Hoje,

uma pessoa que possui autoridade na internet pode

falar que um produto ou serviço é ótimo, como uma

propaganda, conhecida informalmente como “publi”,

e o seguidor por sua vez pode realizar a compra pela

identificação.

O Marketing de Influência faz as empresas olharem

seus mercados e público-alvo de uma outra forma.

EMPREENDEDORES

PELO MUNDO

CASES DE SUCESSO COM INFLUENCIADORES DIGITAIS:

• Evento ao VIVO do Roberto Shiniyashiki

com presença de Influenciadores Digitais

em parceria com o WeMentor(Box de

assinatura mensal de livros e portal online

com Mentores) totalizando mais de

312,000 seguidores alcançados em 3 dias;

Acredito muito que a era digital veio

para ampliar a nossa visão sobre o mundo

e fazer nos percebermos que vivemos

em um mundo onde existem infinitas

possibilidades de criar e inovar

Brunä

• Publicidade para a Protegecell (Empresa

de Seguro para celulares);

Quer mais dicas sobre o

Marketing de Influência?

Siga-me no Instagram:

@brunagoulartoficial.

Site oficial:

www.brunagoulart.com

• Publicidade do Filme Online Gratuito da

autora Elainne Ourives;


14

GESTÃO E NEGÓCIOS

5 NÍVEIS DE FRACASSO

Quando conversamos sobre fracasso no empreendedorismo,

é comum alguém dizer que já fracassou. Porém,

na maioria das vezes, o termo “fracasso” fica mal-empregado

e vago por não deixar clara a ideia do que realmente

ocorreu.

De acordo com nosso amigo dicionário Houaiss, a

definição da palavra “fracasso” é:

1 som estrepitoso provocado pela queda ou destroçamento

de algo; barulho; estrondo

Ex.: a casa desabou com um f. assustador

2 falta de êxito; malogro; derrota

Exs.: o empreendimento foi um f.

os muito ambiciosos custam a aceitar o f.

Devido a esse abismo etimológico, resolvi desenvolver

os 5 níveis de fracasso, usando como base os 10 graus

da escala Richter, medida que classifica a intensidade e

a magnitude de um terremoto.

Para fazer a analogia, utilizei o seguinte método:

cada nível de fracasso corresponde a

2 graus da escala Richter.

A partir da definição da palavra, fica mais

claro entender porque no nível 1 eu cito

apenas falhas e erros, pois, apesar de

serem inevitáveis, eles podem ser

contornados com certa suavidade.

01

Falhas e erros

contornáveis

Desses dois não existe escapatória.

Por mais que as decisões sejam pautadas

na racionalidade, nenhuma

empresa está livre de errar e falhar.

Geralmente não se sente, mas é

detectado. Caiu em engano? A

decisão se deu como errada?

Ainda dá para corrigir e seguir

em frente. É quando o dono

de uma padaria, para se diferenciar

da concorrência,

resolve investir em um

forno para fazer biscoito

da sorte. Porém, seu público

não adere à ideia.

O dono cometeu um erro,

mas que não comprometeu

o negócio como um todo.

03

Patrimônio

Perdido

Perdeu tudo o que investiu na

empresa e todas as suas economias

e ainda vendeu seus bens

pessoais para cobrir o rombo.

Teve destroçamento, contraiu pequenas

dívidas. Aqui se deve ter

a decisão de fechar a empresa,

mudar de ramo ou arrumar outra

colocação.

02

Dinheiro

mal

aplicado

Perdeu tudo o que investiu na empresa.

Houve tremores, mas ainda

saiu sem dívidas. É um alerta

para pensar se continua ou não.


15

04

Quebra e

despedaço

Perdeu tudo o que investiu e tudo

o que tinha, e ainda saiu devendo.

Desesperador. Provoca danos

graves e afeta toda a cadeia produtiva.

Aqui se fica negativado.

Caso seja pequena ou média empresa,

deve-se pedir a recuperação

judicial ou fechar a empresa

de vez.

05

Catastrófico

e devastador

Aqui é a devastação total. Apocalipse.

Perdeu tudo o que investiu,

perdeu também o dinheiro emprestado

dos outros. Deve para

banco, governo, funcionários e

para toda a cadeia de valor. Apesar

da chance de pedir recuperação

judicial, é muito remota a sua

recuperação. O mais provável é a

falência. O fim.

GESTÃO E NEGÓCIOS

Observe que me limitei ao abalo profissional e financeiro,

não levando em conta os estragos na

vida pessoal, pois nesse caso a escala deveria ir até

100.

Quero deixar claro, que não faço apologia ao fracasso.

Não defendo que um empreendedor precise

fracassar para fazer sucesso. Pelo menos, não acima

do “Nível 2 de fracasso”, onde o baque é suficiente

para rever seus conceitos de gestão.

Eu fracassei no “Nível 4”, e posso dizer com propriedade

que os danos causados, me levaram a um

atraso na minha vida de pelo menos 10 anos, que

é o tempo que planejei para pagar todas as dívidas

que envolveram minha quebra. Sem contar o desgaste

físico e emocional.

Por não termos, ainda, cultura empreendedora no

Brasil, quem fracassa não é visto com bons olhos

pelo mercado, que vai fechando as portas que seriam

necessárias para se dar a volta por cima.

LEONARDO DE MATOS

Palestrante de Vendas e Empreendedorismo Autor do

livro “QUEBREI – Guia Politicamente Incorreto do Empreendedorismo”

(Alta Books); Criador e Vendedor do Adubo

Orgânico Bosta em Lata; Vencedor do Prêmio: “O Melhor

Vendedor do Brasil” de 2016; Empreendedor no 1º

episódio da 1ª temporada do programa Shark Tank Brasil

– Negociando com Tubarões do Canal Sony e Band; Coordenador

da Pós-Graduação em Marketing na UNiRP; Formado

em Direito com MBA em Comunicação e Marketing.

Para não fracassar, atenha-se aos sinais que a empresa

vai emitindo quase que imperceptivelmente.

Fique atento para poder enxergar e antever as

ações necessárias para corrigir a rota. Foque no

seu principal talento. Exerça a sua capacidade empreendedora.

Seja determinado.

Caso fracasse, analise em qual “Nível” você se encontra.

Isso é importante porque você deverá fazer

um planejamento para superar essa derrocada da

maneira menos dolorosa possível e no prazo menos

longo que sua força, coragem e vontade lhe

permitem praticar.


16

GESTÃO E NEGÓCIOS

ATLANTIC CONNECTION:

O EVENTO QUE ALINHA AS OPORTUNIDADES BRASIL & PORTUGAL

por: liberdade de ideias

No dia 24 de agosto, o Teatro CIEE receberá a terceira

edição do Atlantic Connection - evento que conecta empresários

brasileiros com oportunidades em Portugal.

Personalidades que palestrarão serão os grandes destaques.

tic Awards – uma premiação de startups, na qual uma

banca altamente qualificada elegerá a melhor entre dez

candidatas que farão o pitch. A vencedora participará

da Missão Web Summit Lisboa 2019. “Em 2018, tivemos

mais de 250 participantes no Atlantic Connection

e, para este ano, esperamos mais de 300. O potencial

dos negócios em Portugal é muito grande, porém, para

implementar algo por lá é preciso cuidado, assim como

em qualquer lugar. Em nossos painéis, os empresários

entenderão como funciona a parte burocrática em Portugal:

concorrência, precificação, mão de obra, custo

operacional, benefícios, tributação, enfim, será um diálogo

bastante produtivo para quem deseja ir e expandir

no País”, detalha Migliorelli.

Para conectar Brasil e Portugal, o 3º Atlantic Connection

acontecerá em agosto

O número de brasileiros que estão de olho no mercado

de Portugal é cada vez maior, afinal, o governo de lá está

oferecendo importantes subsídios, tanto para abertura

de empresas, quanto para a legalização de vistos. De

acordo com o relatório divulgado pelo SEF – Serviço de

Estrangeiros e Fronteiras (órgão responsável pela imigração

no país), em 2018, a quantidade de brasileiros

vivendo em Portugal teve alta de 23,4%. Entretanto, o

número de brasileiros impedidos de entrar na província

também subiu de 1.336 em 2017, para 2.866 no ano

passado (aumento de 114,5%).

Para explorar mais esse mercado, abrir e mostrar as

oportunidades, além de esclarecer os caminhos a serem

percorridos pelos empresários que pretendem internacionalizar

seus negócios, será realizado no dia 24 de

agosto, o Atlantic Connection 2019, que contará com a

presença de mais de 300 participantes.

Com três anos de existência, o Atlantic Connection já

está entre os principais eventos do gênero do Brasil,

sendo que, já estão confirmados para essa edição, o

presidente da Federação das Câmaras Portuguesas no

Brasil, Nuno Rebelo de Sousa; o fundador e CEO do

Inodev Portugal, João Cabral; o fundador da Bossanova

Investimentos, João Kepler; o general manager da Startupi,

Geraldo Santos, entre outros.

“O Atlantic Connection é destinado a empreendedores,

empresários e investidores luso brasileiros, levando aos

participantes muito conteúdo sobre tecnologia, inovação,

empreendedorismo, informações do ecossistema e

oportunidades entre Brasil e Portugal”, explica o Ceo &

Founder da Atlantic Hub, Eduardo Migliorelli.

Além dos cinco painéis e duas palestras, haverá o Atlan-

Também será realizado o Atlantic Awards

uma premiação de startups

SERVIÇO:

Dia: 24 de agosto de 2019

Onde: Espaço Sociocultural – Teatro CIEE

Rua Tabapuã, 445 – Itaim Bibi, São Paulo, SP

Horário: 9h às 17h

O que: Palestras, Painéis com especialistas, Feira com

startups e patrocinadores, networking, mentorias de

startups

Ingressos:

www.atlantichub.com/atlanticconnection2019/

Sobre a A Atlantic Hub é uma empresa portuguesa,

que auxilia empresários brasileiros a abrir operações

internacionais com todo o mundo, a partir

de Portugal. Com competências em diferentes

áreas – negócios, marketing, serviços financeiros

e tecnologia –, a empresa atua em todo o Brasil

com eventos direcionados a empreendedores

internacionais, investidores e fomentadores de

novos negócios e missões empresariais. A Atlantic

Hub ainda possui um fundo de investimentos

em startups, que agrega investidores brasileiros

e portugueses com o intuito de investir em startups

brasileiras que estão em estágio de internacionalização

das operações.


17

GESTÃO E NEGÓCIOS


18

GESTÃO E NEGÓCIOS

QUEM NÃO PROSPECTA, NÃO VENDE!

Durante estes últimos 7 anos de Funil de Vendas, temos

implantado diariamente o processo de vendas de

clientes de nosso CRM (www.funildevendas.com.br),

aplicando conhecimentos nos pilares tecnológico e metodológico.

Os resultados são surpreendentes e 95% de nossos

clientes que usam frequentemente o Funil de Vendas

têm um aumento em torno de 8 a 30% em suas vendas.

MILAGRE?…NÃO. PROCESSO!

Toda venda é construída sobre três fatores: Atração, Relacionamento

e Fechamento. Neste artigo irei falar sobre

um dos pilares fundamentais para que a venda flua

da melhor forma possível: A Prospecção.

Entramos em uma era da digitalização e temos acesso

a muitas informações e ofertas. Os clientes estão cada

vez mais disputados e hoje quem tem AUTORIDADE e

RELACIONAMENTO está pelo menos 80% à frente dos

concorrentes.

Portanto, você deve construir isto ao longo do processo

de vendas.

Embora Prospecção faça parte da venda, ela é uma etapa

que deve ser construída estrategicamente. Até chegar

no decisor da compra, você pode percorrer um longo

caminho, principalmente se logo na primeira ligação

que fizer, tentar vender seu “peixe”.

A prospecção é uma das principais ações e está ligada

com o fator Atração. Como bom vendedor, tenho que

me perguntar constantemente:

• Como estou atraindo oportunidades e

sendo atraído por elas?

• Estou sendo eficiente em prospectar?

• Estou tentando vender na primeira ligação?

Caso esteja tentando efetuar uma venda na primeira

ligação para possíveis clientes, esqueça, você não terá

tanto êxito. E porque?


19

Eis algumas dicas valiosas que costumamos passar somente

para nossos clientes:

1. Separe vendas de prospecção

Tenha calma, você chegará lá. Todo vendedor tem que

ter em mente que prospectar não é vender, desta forma

você estará mais apto a ouvir os “NÃOS”.

2. Busque o petróleo

A palavra prospectar é um termo utilizado no universo

do petróleo e gás, que consiste na busca e reconhecimento

da ocorrência dos recursos naturais. Trazendo

para o universo de vendas, literalmente temos que “cavar

fundo” para encontrar as melhores reservas deste

“ouro negro”. Em outras palavras, precisamos buscar

oportunidades nos lugares corretos para torná-las em

resultado financeiro.

de compartilhar, desta forma você se torna uma referência

no assunto.

Uma forma interessante e eficiente para promover um

conteúdo de valor, é usar o Linkedin para realizar postagens

ou enviar uma mensagem diretamente ao decisor

ou influenciador.

Hoje a tecnologia está encurtando espaço entre você e

seu futuro cliente.

5. Meça os resultados, gerencie as vendas

e evolua com os resultados

Esta é uma das principais atividades que todo vendedor

de sucesso faz com muita dedicação. Após você retirar

o petróleo o que fará com ele?

Pois é, infelizmente grande parte dos profissionais de

vendas deixam escoar pelas mãos ótimas oportunidades,

porque não tem gestão sobre o processo de Atração

(prospecção), Relacionamento e Fechamento.

Empregam muito esforço nesta primeira etapa, porém,

esquecem de dar continuidade e deixam por muitas

vezes as oportunidades sem respostas. Portanto, nesta

questão é imprescindível o uso de um CRM focado no

processo comercial.

6. Faça sempre e sempre

GESTÃO E NEGÓCIOS

Atentes de mais nada é preciso preparar o cenário para

a prospecção. Não é em todo lugar que você deve buscar

e aliás, nem todo mundo pode ser seu cliente. Esta

é uma etapa crucial e deve ser meticulosamente planejada.

Quanto mais específico você for, mais assertiva será sua

prospecção. Defina a área geográfica, porte da empresa

(faturamento, número de funcionários, etc.), atividade

(CNAE), tempo de mercado, etc.

Ex: Corretoras de plano de saúde na cidade de Jundiaí

/ SP, com faturamento maior que 5 milhões por ano e

que possuam mais de 10 vendedores.

Como dizemos por aqui… Meta não se bate no final do

mês e sim todos os dias. Portanto, aprimore seus resultados:

Prospectando melhor, buscando oportunidades

mais qualificadas, vendendo para quem já comprou um

dia de você e gerenciando tudo isto de forma simples.

Assim, não há duvidas, você venderá mais e melhor.

Lembre-se:

3. Tenha em mente quem é o dono

da caneta

Saiba exatamente quem é o usuário, influenciador e decisor

nas empresas que prospectará, desta forma você

será mais assertivo e o ciclo da venda pode ser encurtado.

4. Use a tecnologia

Use o Marketing Digital (Conteúdo) a seu favor. Se você

tem uma informação que possa ajudar a oportunidade

ou cliente a tomar uma decisão importante, não deixe

Quem não prospecta,

não vende!

THIAGO PIRINELLI

Sócio Fundador

do Funil de Vendas


20

GESTÃO E NEGÓCIOS

IDEIAS INCRÍVEIS PARA USAR NO

INSTAGRAM DO SEU E-COMMERCE

E AUMENTAR SUAS CONVERSÕES!

O Instagram é uma das redes sociais que mais surpreendeu

nos últimos tempos. Ela surgiu tímida, com foco em

imagens, fazendo muito sucesso entre os profissionais

do ramo.

No entanto, conforme foi ganhando mais usuários e

após a sua aquisição pelo Facebook, a rede social deu

um boom nas suas funcionalidades e ganhou a preferência

de usuários de todas as idades e dos mais variados

perfis.

Quer utilizar o Instagram para melhorar comunicação

com o seu público? Vou falar aqui um pouco do que postar

no Instagram para vender mais.

Antes de irmos para a parte prática, é importante contextualizar

e falar de algumas funcionalidades que abordaremos

no texto de hoje. O canal começou com o foco

em imagens, como já falamos. Além de ser uma rede

social — ou seja, permitir e incentivar a interação via

curtidas e comentários entre os usuários - a plataforma

oferecia filtros para os usuários colocarem em suas fotos

e dar um toque especial às postagens.

Hoje já são mais de 40 disponíveis. Com a evolução da

plataforma, além das fotos, tornou-se possível postar vídeos

e combinações de imagens e vídeos, em formato

de slides, no feed do perfil do usuário.

Após alguns anos, surgiram o recurso Stories: vídeos de

15 segundos ou imagens que ficam disponíveis por 24

horas no perfil — a menos que o usuário salve a publicação

nos destaques para deixá-la fixa no feed. Inspirado

no que existia na rede social Snapchat, as Stories

ganharam filtros divertidos, além da opção de adicionar

localização, horário, temperatura, GIFs e emojis nas postagens.

A atualização mais recente foi o IGTV: um app

de vídeos totalmente integrado ao Instagram, em que

os usuários podem gravar e subir vídeos de até uma

hora para contas verificadas e 10 minutos para contas

comuns.

Mas ai surge a pergunta de 1 milhão de reais: Por que

usar o Instagram é importante para o e-commerce?

Um dos desafios do e-commerce, quando comparado

à loja física, é não poder apresentar o produto pessoalmente

para o cliente. Ele não pode tocar, experimentar,

ter noção de tamanho, nem degustar o produto. Dessa

forma, as fotos e os vídeos são os grandes aliados do

lojista — o melhor recurso para se aproximar do cliente

e apresentar o produto com detalhes, transmitindo

ideias, sensações e emoções.

É claro que é preciso considerar se o público da loja

acessa e consome conteúdos desta rede social, mas, no

geral, é uma das redes sociais que mais faz sentido para

os lojistas.

O que postar no Instagram da loja virtual, Alfredo?

Se você já compreendeu a colaboração que esta rede

social pode trazer para a sua loja, é hora de se preparar

para as postagens. Sabemos que nem sempre é fácil

criar conteúdo para as redes sociais — é preciso reservar

um tempo, coletar ideias, produzir e editar imagens

ou vídeos etc. Além disso, também devemos considerar

que o recomendado não é replicar o mesmo conteúdo

em todas as plataformas, mas sim aproveitar as suas

funcionalidades únicas para divulgar a sua mensagem

em cada uma delas.


21

Exemplo: uma das funcionalidades exclusivas do Instagram

é o anúncio, que marca os produtos e direciona

o usuário para a sua página de detalhe. Use esse recurso

para aumentar o tráfego direcionado para a sua

loja. No [ebook] Guia essencial de anúncios nas redes

sociais (inserir link), você encontrará mais informações

sobre anúncios no Instagram e em outras redes sociais.

5. FAÇA PROMOÇÕES E SORTEIOS

Faça promoções ou sorteios no Instagram com determinados

requisitos.

GESTÃO E NEGÓCIOS

POR ISSO, SEPARAMOS A SEGUIR

AS 7 IDEIAS PRÁTICAS E CRIATIVAS

PARA POSTAR NO INSTAGRAM DA

LOJA VIRTUAL E ARRASAR.

1. USE AS HASHTAGS QUE ESTÃO BOMBANDO

NO MOMENTO

Explore as hashtags utilizadas pelo seu público para interagir

com eles. Dê atenção especial para as que estão

fazendo sucesso naquele momento para não perder o

timing — ou seja, a hora ideal ou mais adequada para

usar a tendência.

Exemplo: utilize a #tbt (Throwback Thursday, retorno à

quinta-feira passada, em tradução livre) em uma quinta-feira

para relembrar momentos marcantes da sua

loja.

2. MOSTRE OS SEUS BASTIDORES

Mostre as operações da loja para o seu público no Instagram.

Isso ajuda a fazê-los sentirem-se, literalmente,

dentro da loja, aumentando o engajamento e a confiabilidade.

Exemplo: poste imagens dos produtos sendo embalados.

Faça Stories de uma parte do processo de produção

do produto e deixe-os salvos como destaque no

perfil da loja.

3. CRIE HISTÓRIAS E NARRATIVAS

Use o Instagram para contar histórias da sua loja.

Exemplo: grave vídeos contando o nascimento da sua

loja ou o lançamento de um novo produto. Você pode

subi-los para o IGTV e transformar essa série de vídeos

numa atração especial do seu perfil. Além disso, use o

Stories e o feed de notícias para divulgar sempre que

postar um vídeo novo.

Exemplo: divulgue uma promoção na qual seja necessário

usar certas hashtags, marcar amigos ou seguir o

perfil para participar.

6. FAÇA DESAFIOS

Uma boa ideia para postar no Instagram é usar a criatividade

e desenvolver desafios para seu público participar,

divulgando a sua marca.

Exemplo: um e-commerce de moda pode desenvolver

desafios de estilo com os seus seguidores. A ação pode

ter a parceria de uma consultora de moda e você pode

incentivar os usuários a postarem seus looks com a #

do desafio.

7. REPLIQUE O CONTEÚDO DO USUÁRIO

Sempre que um usuário postar uma imagem com o seu

produto, valorize-o pedindo permissão e replicando a

imagem no seu perfil.

Exemplo: você pode montar um destaque de Stories

com imagens de usuários usando o seu produto.

Gostou de saber mais sobre o que postar no Instagram?

Observe que, independentemente da estratégia que

você trace para a sua loja na rede social, é fundamental

ter boas imagens.

AGORA PARA COLOCAR EM PRÁTICA FAÇA

UM POST NO INSTAGRAM DE SUA LOJA

COM A HASHTAG #BORAVENDER E #EM-

PREENDAREVISTA PARA QUE EU POSSA

DAR UM FEEDBACK DO QUE PODE MELHO-

RAR PRA AUMENTAR SUAS VENDAS.

Alfredo Soares

Head Global SMB da VTEX. É fundador da

Xtech Commerce, plataforma que em três

anos criou mais de 40 mil lojas virtuais e

transacionou mais de 500 milhões de reais.

4. ANUNCIE O SEU PRODUTO

Divulgue imagens e informações do seu produto, incentivando

o usuário a visitar a loja.


22


23

GESTÃO E NEGÓCIOS


24

GESTÃO E NEGÓCIOS

MUITO

ALÉM DAS

REDES SOCIAIS

Abrir uma conta em uma rede social, escolher uma imagem

de perfil, postar uma foto de capa e pronto! Agora

você já pode se dizer um influenciador. Com o passar

dos anos, e principalmente após a chamada “quarta revolução

industrial”, mais e mais pessoas tiveram a possibilidade

de expressar suas ideias e opiniões. Esse direito

passa de um privilégio exclusivo dos que tinham acesso

aos meios de comunicação em massa e atualmente

está nas mãos de praticamente toda a sociedade. Agora,

qualquer um pode ser um influenciador. Será mesmo?

A palavra “Influenciar”, do latim influentia, que segundo

o dicionário Aurélio de língua portuguesa tem o sentido

de “poder de modificar o pensamento ou comportamento

de outrem sem o uso da força ou imposição”.

Portanto, já resolvemos o mistério das primeiras palavras

deste artigo. Influenciar alguém não tem nenhuma

relação com as redes sociais desta pessoa, mas sim com

um “poder” ou uma “habilidade” deste. É interessante

pensar como o dicionário permanece como uma ferramenta

poderosa nos dias de hoje, mesmo frente a toda

poderosa tecnologia. Desta forma entendemos as redes

sociais apenas como um meio, uma ferramenta, que

alguém pode usar para influenciar outros. Influenciar

pessoas não é algo novo. Na verdade é uma habilidade

muito requisitada há tempos e muito bem desenvolvida

por grandes figuras da história da humanidade, principalmente

aquelas que moviam as grandes massas. Assim,

influenciar não pode ser medido apenas em números

absolutos, mas sim na capacidade de fazer outras

pessoas acatarem suas recomendações, acreditarem

em suas opiniões e concordarem com suas afirmações.

Um bom influenciador deve convencer as pessoas a fazer

algo, deve movê-las alguma ação que, de início, talvez

não estivessem dispostas a realizar.

dinheiro em troca de um produto ou serviço? De fato,

qualquer um de nós, interessados em empreender de

alguma maneira devemos desenvolver essa habilidade

tão em destaque nos dias de hoje. Veja por exemplo

como a Disney move as massas de todos os cantos do

planeta para seus parques, criando nelas o desejo, desde

muito jovem, a visitar seus empreendimentos. Perceba

que mesmo quando ainda andava entre nós, Walt

Disney mantinha viva nas pessoas a chama da realização

dos seus sonhos e desejos.

E era por meio desse belo e convincente discurso que

Walt levava as multidões à loucura, e é esse mesmo discurso

que ainda faz seus parques e seus estúdios faturarem

bilhões de dólares. Não importa a plataforma e

muito menos o número de seguidores atrelados a sua

conta do Instagram ou Facebook, influenciar pessoas

é uma habilidade humana ainda muito rara. Desenvolvê-la

pode levar anos, requer muito estudo, dedicação

e prática. Mas tudo isso nos leva a uma verdade ainda

mais impactante: Pessoas são seus funcionários, pessoas

são seus concorrentes, pessoas são seus fornecedores,

pessoas são seus clientes. Você nunca entenderá de

negócios se não entender de PESSOAS!

Disneyland lotada

Não é o trabalho de qualquer empresa, de um empresário,

ser acima de tudo um bom empreendedor? Qual o

objetivo destes, se não convencer as pessoas a dar-lhes

Walt Disney nos estúdios da emissora americana ABC

“Se você pode sonhar,

você pode realizar”.

BRUNO GONÇALVES

Especialista em metodologia

Disney @uau.business


25

DE EXECUTIVO A

EMPREENDEDOR

MARKETING

Criar a própria empresa na área de tecnologia é abandonar

o plano de negócios e cercar-se de pessoas apaixonadas

pelo que fazem

A vida de empreendedor começou recentemente para

mim. Criei o GR1D em 2017, um marketplace de APIs.

Mas eu já entendia o que significava montar uma empresa

desde que fundei a TeRespondo, onde atuei entre

2002 e 2005. Ela competia com gigantes, como Google

e Yahoo.

Por mais que tentasse criar soluções cativantes, era um

pica-pau que furava o barco para conseguir uma fatia do

negócio. No final, não houve saída a não ser vendê-la ao

concorrente Yahoo.

Aquela foi a primeira lição: ser empreendedor é planejar

um negócio para ver outro completamente diferente

acontecer, mas nunca desistir dele. O business plan ficou

no passado.

O tempo que se passa em uma mesma empresa, antes

valorizado pelas pessoas do mercado, também perdeu

importância. Como executivo, vivi ciclos de três anos em

cada empresa pela qual passei. Era período suficiente

para iniciar e finalizar projetos empolgantes e ansiar por

novas oportunidades.

Ao deixar a vida executiva, precisei de seis meses para

me convencer de que não precisava do salário. Na época,

estruturava o GR1D e soube que, em 2006, Mark

Zuckerberg recusou a aquisição do Facebook por US$

1 bilhão. Tínhamos o mesmo propósito: o dinheiro era

menos valioso do que aquilo que construiria com a empresa.

Como executivo, participei da revolução do comércio

eletrônico e da publicidade. Como empreendedor, participo

da revolução do mercado financeiro. Para descobrir

os modelos de negócio do futuro, não basta pesquisar

tecnologia. Criar produtos e serviços baseados em seres

humanos exige o entendimento de como eles interagem

com cada iniciativa. Os problemas vão surgir, e as soluções

podem ser desenvolvidas através do design, ferramenta

estratégica para entender as dores dos usuários.

Para trabalhar no GR1D, busco pessoas apaixonadas

pelo que fazem e que têm diferentes conhecimentos

específicos.

Um desafio é que elas, muitas vezes, não se relacionam

com áreas diferentes das suas, já que os universos são,

a princípio, distantes – como design e machine learning.

Felizmente, trabalho de maneira recorrente com alguns

talentos capazes de criar diálogos entre assuntos diferentes,

mas convergentes.

Com a tecnologia, é possível criar um serviço que pode

explodir da noite para o dia, sem a necessidade de processos

longos e demorados. Uma empresa que começa

pequena pode se tornar rapidamente grande, dando

poder às pessoas que realmente fazem acontecer.

Como disse Thomas Edison, e repetiu o empreendedor

Steve Adams, “visão sem execução é alucinação”.

Guga Stocco

CEO da GR1D, cofundador da Domo

Invest, embaixador do Stanford

Research Institute (SRI) no Brasil e

membro dos conselhos consultivos

da TOTVS, B3, Carrefour e Hapvida.


26

MARKETING

MAIOR EVENTO DE MARKETING

PROMOCIONAL DA AMÉRICA LATINA

ACONTECEU EM SÃO PAULO

Conteúdo gratuito e experiências ao vivo movimentaram

a Brazil Promotion 2019, maior feira de Marketing

Promocional da América Latina, que aconteceu entre 6

e 8 de agosto, em São Paulo.

atualização sobre o que existe de mais novo no setor

e apontamos as principais tendências, gerando valor e

diferenciais competitivos para os participantes”, explica

Thaís De Vitto, diretora da Brazil Promotion.

Ao lado dos mais de 200 maiores expositores de brindes,

presentes corporativos, soluções para merchandising

no ponto de venda, marketing digital, novas tecnologias

e serviços para eventos, a programação entregou mais

de 40 horas de palestras, com especialistas do setor e

atividades especiais, entre elas gravação de brindes ao

vivo, papo gourmet com chefs especialistas, experiências

sensoriais e muito mais. Com o tema “Conexões

Criativas”, a 17ª edição da feira teve como objetivo,

promover networking entre empresas, marcas e visitantes.

“Nosso evento vai muito além de uma feira de negócios.

Proporcionamos oportunidades para que as pessoas se

conheçam e se conectem, expandindo seus contatos.

Além disso, oferecemos uma oportunidade única para

A área de exposição da feira recebeu mais de 200 expositores.

Todos eles apresentando seus lançamentos em

produtos e serviços para ações promocionais, incluindo

marcas como Nadir Figueiredo, Copag, Pilot Pen, Uatt?

Presentes, Scarf Me, Lansay Fico, entre muitos outros.

A Empreenda Revista também esteve na feira e entregou

exemplares da revista a todos que passaram por lá.

Seguindo o mesmo formato lançado na edição passada,

os corredores convencionais deram espaço às ruas

orgânicas que circundavam 8 Ilhas de Experiências, chamadas

de Clusters. Cada uma dessas ilhas comportou

até oito estandes, mantendo no centro áreas de palestras,

experiência e interação com programação exclusi-

va. Para acessar as experiências o visitante atravessou o

estande dos expositores.


27

Confira os Clusters desta edição:

1 – SHOWROOM DE IDEIAS: exposição virtual com os

principais lançamentos e novidades do Marketing Promocional.

2 – PAPO RETO PDV: palestras gratuitas com especialistas

falando sobre tendências e intervenções no ponto

de venda. Curadoria: O Negócio do Varejo.

MARKETING

3 – CENÁRIOS E IDEIAS: espaço para os visitantes

mergulharem no processo criativo. Uma viagem lúdica e

fascinante que revelou grandes segredos da criação no

dia a dia dos profissionais.

4 – SEMINÁRIO PRÊMIO CAIO: palestras gratuitas

apresentando os cases que se destacaram este ano no

mercado de eventos. Curadoria: Revista / Portal Eventos.

5 – PAPO GOURMET: dicas preciosas, os visitantes

puderam participar de experiências incríveis na preparação

de pratos especiais com um renomado chef de

cozinha e estreitar relacionamento ampliando o seu networking.

6 – IMAGINAÇÃO RADICAL: um túnel escuro e cheio

de mistérios que desestressou totalmente os visitantes.

7 – PAPO RETO LIVE MARKETING: palestras gratuitas

e entrevistas com profissionais do setor apresentaram

conteúdo selecionado com o melhor do Live Marketing.

Curadoria: Ampro, Revista Live Marketing e ABC da

Comunicação.

8 – GRAVAÇÃO DE BRINDES AO VIVO: espaço para

os visitantes que aprenderam como é feita a personalização

de brindes. No local foi possível conhecer tipos

diferentes de gravação.

Fotos Renato Bueno


28

MATÉRIA DE CAPA

Patricia Meirelles, mãe, comunicadora, empreendedora

e resolvedora de problemas, como ela mesmo se

intitula, é formada em Relações Públicas e pós-graduada

em Administração de Empresas. Ela também

possui algumas especializações tais como, como Negociação

e PNL.

A empreendedora é apaixonada por conectar pessoas

e compartilhar boas notícias, e o propósito de

tornar o mundo um lugar melhor a levou a empreender.

Pessoas, casos de sucesso e superação são

suas fontes de inspiração. Ela acredita que estar

próxima delas, é uma forma de aprender e adquirir

insights incríveis para aplicar na vida e nos

negócios.

Para Patrícia, ser empreendedor é ser protagonista

de sua vida, a empreendedora nos

contou que começou aplicar suas competências

empreendedoras nela mesma, quando

se viu fora do peso, Patrícia chegou a pesar

88kg.

A Empreendedora é uma comunicadora

nata e ainda na faculdade começou

a se destacar entre seus amigos,

em determinado momento

organizou um encontro de

networking em sua casa

e resultou em sua

contratação

para a empresa

que na época ela tanto almejava fazer parte. Nesse episódio

Patrícia teve sua primeira lição, é importante criar

suas próprias oportunidades.

“OPORTUNIDADE A

GENTE NÃO ESPERA,

A GENTE CRIA”

Para a empreendedora, é importante ir atrás do que

você realmente almeja, a proatividade vem levando Patricia

a conquistar tudo o que deseja. Seus questionamentos

foram fundamentais para que ela conseguisse

entender o que realmente a deixaria realizada.

Patrícia é responsável por criar um grupo de mulheres

empreendedoras (MEPS – Mulheres Empreendedoras

de Sucesso), o crescimento do grupo e a qualidade

agregadora de Patricia em conectar pessoas fez

com que ela idealizasse seu primeiro grupo de negócios.

Na mesma época, o empresário e atualmente governador,

João Dória, fez o convite para que Patrícia

assumisse o LIDE do Futuro, um dos maiores

grupos empresariais do País.

A vontade de ter suas mensagens chegando a muito

mais pessoas, fez com que a empreendedora trilhasse

novos caminhos, ela queria ter um programa de TV,

porém prestes a estrear, desfez a sociedade por terem

interesses diferentes. A não estreia abriu a possiblidade

de Patricia começar a atuar no YouTube.

Como mulher, empreendedora e de muita

atitude, Patrícia tem consigo que o

“não” está garantido, por isso ela

não para diante das dificuldades.


29

MATÉRIA DE CAPA

“A PESSOA PRECISA

COMEÇAR A EMPRE-

ENDER NELA MESMO,

PRINCIPALMENTE EM

SEU AUTOCONHECI-

MENTO”


30

MATÉRIA DE CAPA

CANAL

PATRICIA MEIRELLES TV

Em seu canal Patricia Meirelles TV, a empreendedora

entrega conteúdos relevantes a jornada

do empreendedor. Ela é responsável por

entrevistar grandes nomes nacionais e internacionais,

A empreendedora estreou programa

BOAS NOVAS no seu canal do YouTube entrevistando

um dos maiores empreendedores do

Brasil e do mundo, Jorge Paulo Lemann.

São muitas as entrevistas históricas do canal,

uma delas é com Warren Buffett, o maior investidor

de todos os tempos. Patricia nos contou

que para entrevistá-lo, levou uma câmera

na bolsa e conseguiu 2 horas com ele, contrariando

a todos que diziam que ela não conseguiria.

CURIOSIDADE: uma hora com Warren Buffett é

no mínimo 5 milhões de dólares.

O Canal Patricia Meirelles TV é focado em entregar

conteúdos valiosos a uma grande massa

de pessoas, temas como empreendedorismo,

autoconhecimento fazem parte da trilha de

conteúdo postada semanalmente.

Recentemente, Patrícia intermediou

o encontro histórico

de duas lendas da história

mundial, o ex-jogador de

futebol, Edson Arantes do

Nascimento – Pelé, e o

ex-presidente dos Estados

Unidos da América,

Barack Obama.

Em uma suíte de hotel

em São Paulo, Patricia

vivenciou esse

encontro que é um

marco na vida da

empreendedora.


31

MATÉRIA DE CAPA

WHINDERSSON NUNES - O QUE ELE NUNCA FALOU EM UMA ENTREVISTA

RANDI ZUCKERBERG - ELA INVENTOU O FACEBOOK LIVE!

WAZE: URI LEVINE DA DICAS DE COMO RESOLVER PROBLEMAS E LUCRAR


32

MATÉRIA DE CAPA

INFLUENCER DIGITAL

O que move a empreendedora a ser uma influenciadora

digital é a diferença que ela pode fazer na vida das

pessoas. Patricia mostra em seu canal dicas de como as

pessoas podem aprender mais sobre determinador assunto,

ela tem a missão de democratizar um conteúdo

fazendo com o que mais pessoas possam ter acesso a

conteúdos impactantes e que possam conhecer o que

os maiores empreendedores do mundo fazem para ter

sucesso.

Uma dica dada por ela, para quem quer ser um Influencer

Digital, é seguir seu coração. Foque na sua audiência,

seja genuíno na sua entrega e entregue muito conteúdo.

AUTORIDADE X VISIBILIDADE

Nem toda pessoa que possui uma visibilidade, possui

também a chamada autoridade. No caso de Patricia

Meirelles, a empreendedora possui as duas qualidades

descritas acima.

Com milhares de seguidores, Patricia também ensina

através de seus vídeos a todos os que a acompanham

que a conexão entre pessoas deve ser feita no olhar, é

importante que as pessoas sejam verdadeiras e se conectem

com o coração.

HAJA NATURALMENTE

Patricia é muito natural diante das câmeras, carregar a

autenticidade faz parte do lema de vida da empreendedora.

A comunicação é se conectar de coração e de

verdade. “O nosso coração é 50 mil vezes mais forte que

o cérebro”, para a empreendedora é melhor conversar

com duas pessoas e se conectar do que entregar milhares

de cartões e não olhar nos olhos de ninguém.

O fato de Patrícia não ser um personagem na internet

e por sempre surpreender seu público, fez com que ela

conquistasse o que é mais importante nessa área, a credibilidade.

Patrícia é genuína em suas conexões, sempre pensa em

entregar algo que faça seu público crescer, e sabe fazer

excelentes conexões.

“Se pergunte no que você quer

influenciar as pessoas, no que

você deseja ajudar as pessoas.

Não faça pelo dinheiro, e

sim pelo que você pode agregar

na vida delas”.

“Muita gente confunde o networking,

conexão por interesses são percebidas.”

PROBLEMAS NO PERCURSSO

Patricia, assim como muitos outros empreendedores,

fez parcerias erradas ao longo de sua jornada empreendedora,

para ela, a experiencia causou muito desgastante,

mas a ensinou a ser a empreendedora que é hoje,

uma pessoa forte e atenta aos detalhes. Da

experiência ela leva a lição de que não é

o que te acontece que importa e sim o

como você reage ao que te acontece

que vai te fazer crescer.


33

ETAPAS DA CRIAÇÃO DE AUTORIDADE:

1. Conheça a você mesmo

2. Preste atenção no que você sente

3. Entregue a sua verdade – sua essência

4. Esteja conectada com seu público sem ser

comercialmente

5. Estude muito, busque coisas novas

6. Tenha atitude

MELHOR EMPREENDIMENTO DE TODOS

MATÉRIA DE CAPA

Para Patricia Meirelles, seu maior empreendimento

é ser mãe, os ensinamentos

diários da maternidade a fazem

uma pessoa muito melhor.

Segundo a empreendedora,

não é fácil separar a Patricia

mãe da Patrícia influencer, ela

respira seu negócio, é muito

dedicada e coloca muita energia

no que ama. Como o trabalho

é algo prazeroso, não

influencia sua rotina com a

família.

Muitas mulheres abrem

mão da maternidade em

determinado momento

para priorizar a carreira.

Para ser mãe é necessário

fazer algumas renúncias,

Patrícia nos contou que procura

sempre estar bem com

ela mesma, assim consegue

conciliar sua rotina e ser

uma mãe presente na vida

de sua filha. Ela precisou

adiar alguns projetos para

viver a experiência da gravidez

e agora está pronta

para retomar a todos e com

sua melhor companhia, sua

filhinha.

Empreender na maternidade

é não se culpar em ficar

distante, é muitas vezes terceirizar

parte da educação e

não se culpar por isso.

Educar sua filha, passar os valores

certos, ser exemplo para

esse ser humano em formação,

ser referência, são desafios

que a empreendedora

está pronta para enfrentar.

DICA PARA QUEM QUER

SE TORNAR UM

INFLUENCIADOR DIGITAL

Prepare-se e seja autêntico, o influenciador

digital ao escrever seu texto, ao

gravar seu conteúdo, deve se preocupar

com a verdade de sua entrega. Lembre-

-se que isso não é um hobby, você está

se propondo a impactar vidas, isso é

muito sério.

Sua dedicação é importante principalmente

porque as marcas estão procurando

pessoas que são verdadeiras em

sua entrega, seus números de seguidores

não são tão relevantes, sua autoridade

sim.

Promova conteúdo que gere impacto,

que valorize a marca que você representa

e que te faça bem.

Fotos Gustavo Arrais


34

COMPORTAMENTO

5 C’S DA INFLUÊNCIA!

Ou você influencia, ou você é influenciado. Ou ainda, influencia

e é influenciado ao mesmo tempo. A influência

existe desde a primeira interação humana na mais remota

família, tribo ou comunidade de nossos ancestrais.

No início, algum líder influenciava seus seguidores a

segui-los de caverna em caverna em busca do alimento

e subsistência. Depois, algum líder convenceu seus

seguidores a deixar de ser nômades para se tornarem

agricultores.

Mais tarde, alguém influenciou outros a constituirem

feudos, erguerem castelos, murarem cidades, conquistar

continentes, estimular comércio internacional, criar

indústrias, movimentos de libertação, guerras…

A história da humanidade é uma sequência de líderes e

liderados, reis e súditos, ídolos e fãs, profetas e missionários,

enfim, influenciadores e influenciados, até chegar

ao universo de digital influenceres tão comum hoje

nas redes sociais.

Vejamos 5 C’s que encontrei em comum em todos esses

círculos de influência:

CONEXÃO - Qualquer que seja o grau da persuasão

exercida, ela começa sempre por uma conexão e

identificação que se fortalece a cada dia, palavra ou

ato daquele que exerce a influência. Influenciadores

constroem pontes em vez de muros com seus influenciados.

O grau de conexão atua no nível do cérebro

reptiliano e emocional, muito mais forte que no cérebro

racional. Razão nenhuma explicaria! Vemos hoje

influenciadores e youtubers com 4 anos de idade, e

líderes mundiais adolescentes como a Malala Yousafzai

que já ganhou até prêmio Nobel.

COMUNICAÇÃO - Influenciadores são excelentes

comunicadores que sabem compartilhar suas visões,

opiniões e posicionamento para grandes grupos. Eles

arrastam e convencem muitas pessoas a segui-los de

forma espontânea e voluntária. Usam o poder da palavra,

da emoção, de uma causa ou do próprio exemplo

de vida e não através do poder opressivo ou coercitivo.

O mensageiro é a mensagem e a mensagem é

o mensageiro.

CONGRUÊNCIA - A duração dessa influência

está ligada diretamente ao grau de coerência e congruência.

Influenciadores precisam ser ou exercer o

que falam. Presenciamos o desaparecimento deles na

mesma velocidade que surgiram, quando se descobre

a verdade por trás das câmeras, relações públicas e

muitas selfies. Outro dia uma vegana que tinha milhares

de seguidores foi fotografada comendo frango.

Consegue imaginar o efeito?

COMPARTILHAR - Esse é o principal verbo conjugado

pelos maiores influenciadores digitais. Eles

estão compartilhando consistentemente seu tempo,

energia, atenção e conhecimentos. Vou repetir! De

modo consistente. Atualmente na internet a regra é

consistência. Não adianta entregar hoje e talvez amanhã.

É preciso trabalhar e entregar algo visto como

valor dia após dia.

COMPETÊNCIA - Deixei por último um dos mais

importantes de todos que separa homens de meninos

e mulheres de meninas. Observo muitos influenciadores

fruto de muita embalagem, maquiagem e

propaganda, mas pouco conteúdo, competência e

autoridade. Muitos falam que não basta ser, é importante

parecer. Eu completaria: Também não basta

parecer, é importante ser. Portanto, invista em desenvolver

cada vez mais competência.

Se você trabalhar atentamente esses 5 C’s conseguirá

não só influenciar e liderar muitas pessoas, mas também

influenciar e liderar a si mesmo. Mais difícil do que

alcançar o sucesso e milhões de seguidores é desejar o

que alcançou, permanecer feliz nessa missão e, principalmente,

permanecer um seguidor apaixonado e realizado.

Seja mais do que um digital influencer.

#SEJAEXTRAORDINÁRIO

Marcos Sousa é conferencista

internacional, palestrante, escritor e

especialista em vendas, motivação,

comportamento e Programação NeuroLinguística

(PNL).

@palestrantemarcossousa

www.marcossousa.com.br


33

COMPORTAMENTO


36

COMPORTAMENTO

Não sei qual a experiência

que você tem

com a meditação. Certamente

já ouviu falar, mas pode

ter tentado ou não, conseguido

ou não, até gostado ou

detestado.

Confesso que eu já passei

por todas essas fases, ou

seja, já estive de todos os lados dessa moeda

para te trazer com propriedade o que realmente

é meditação. Bem, não existe um dado histórico

absolutamente correto para afirmarmos onde surgiu a

meditação, mas sabemos que ela sempre foi muito usada,

em especial pelos orientais egípcios e outras civilizações

um tanto quanto desenvolvidas.

Há muitos anos estuda-se uma relação direta entre a

meditação e o alto desempenho das pessoas em seu

âmbito profissional. Quando descobrimos que grande

parte das mentes mais brilhantes e assertivas no mercado

mundial usam a meditação como uma arma para

potencializar suas habilidades, começamos a vê-la com

outros olhos.

- OPRAH WINFREY ASSUME A MEDITAÇÃO PELO ME-

NOS UMA VEZ AO DIA POR 20 MINUTOS, COMO FORMA DE

AUMENTAR A CRIATIVIDADE E AJUDAR A ESTABELECER SUAS

METAS COM SABEDORIA.

- WILLIAM FORD ACREDITA NA MEDITAÇÃO COMO UMA

MANEIRA DE MANTER O FOCO EM ATIVIDADES RELEVANTES, ELE-

VAR A CLAREZA DIANTE DE DECISÕES IMPORTANTES E DAR A CO-

RAGEM NECESSÁRIA PARA ENFRENTAR AS SITUAÇÕES DE CRISE QUE

O SEU CARGO TRAZ.

- JACK DORSEY COM UMA ROTINA DE TRABALHO DE 18 HORAS POR

DIA E UMA AGENDA LOTADA, O EMPRESÁRIO USA SEUS PRIMEIROS MOMEN-

TOS DA MANHÃ PARA MEDITAR E SE EXERCITAR. O SEU TEMPERAMENTO

SERENO E PACIFICADOR É ALVO CONSTANTE DE ELOGIOS DOS SEUS COLEGAS

DE TRABALHO E COLABORADORES.

- STEVE JOBS DESCREVEU A MEDITAÇÃO COMO UMA FORMA DE SE CO-

NECTAR PLENAMENTE CONSIGO MESMO.

“SUA INTUIÇÃO FICARÁ MAIS AGUÇADA,

SUA VISÃO SE TORNARÁ MAIS CLARA,

E VOCÊ FICARÁ MAIS CONSCIENTE DE

SI MESMO NO TEMPO, NESSE

MOMENTO ESPECÍFICO: AQUI E AGORA”

MEDITAÇÃO,

O DIFERENCIAL

DOS GIGANTES

Mas afinal, o que é meditação?

Vou te explicar como faço no curso de Ciência da Felicidade

e Bem Estar na PUC MINAS.

Meditação é a academia de musculação da mente! Para

qualquer decisão que você vai tomar no seu negócio

ela precisa ser feita com muito êxito. Então, tudo que

pode influenciar na qualidade dessa decisão precisa

ser eliminado. Em se tratando de seres

humanos, por mais que tentemos é difícil

separar o tempo todo o pessoal do profissional,

em especial quando falamos

de emoções.

Por exemplo, quando algo nos afeta

profundamente na vida pessoal, uma

briga com uma pessoa querida, uma

incerteza num relacionamento ou mesmo

a culpa de ter gerado uma situação

desagradável com outras pessoas, nos

geram pensamentos diários a respeito

da situação vivida e muitas vezes podemos

sentir algumas emoções negativas, o

famoso frio na barriga, mesmo estando em

momento de trabalho. É esse tipo de situação

que acaba, muitas vezes, roubando nossas horas

produtivas e criativas, e pior, ainda que você

não queira e saiba que não deva, se pega pensando,

pensando e pensando.

Outro exemplo é quando estamos ansiosos para

que algo aconteça em nossas vidas, mesmo no

âmbito do trabalho, então somos tomados por

pensamentos futuros, sobre o que pode acontecer

de bom, de ruim e uma série

de possíveis dúvidas quanto ao

que deve ser feito, caso seus

pensamentos se tornem realidade.

Isso nos faz muitas vezes sofrer

por algo que nem aconteceu,

e ninguém pode garantir

que vá acontecer, aumentando assim,

a quantidade de pensamentos

que também tendem a gerar emoções


37

negativas, que definitivamente

influi e muito nas decisões

tomadas diariamente. Resumindo, não

conseguimos controlar totalmente nossos

pensamentos, e isso é natural. Mas como podemos resolver

isso? Tendo uma mente mais forte!

E qual a forma mais eficiente de deixar sua mente forte?

Colocando-a em uma academia de musculação - a

meditação. A meditação é capaz de te ajudar a colocar

seus pensamentos exatamente onde você gostaria e necessita.

Assim ela aumenta seu foco, sua criatividade,

diminui seus pensamentos ociosos e aumenta em

muito sua produtividade e assertividade em

tomadas de decisões.

Ela ajuda a organizar sua mente e a torná-la

cada vez mais poderosa.

Nesse momento você deve estar

perguntando, então como meditar?

Bem, você pode começar com 10 minutos

por dia, e em pouco tempo você

já perceberá mais clareza em sua vida.

Existem no Youtube bons tutoriais sobre

meditação, mas para conseguir dar

sequência e ter resultado no processo,

você PRECISA entender o que muitas pessoas

não entendem. Várias dessas pessoas

até entenderam a necessidade, mas tentam

e falham, param e saem dizendo “eu não consigo

meditar”.

Em algum momento você se pega

pensando em outra coisa externa,

e quando isso acontece, a maioria das

pessoas desistem e se julgam incapazes de

meditar.

Porém, é aqui que está o grande erro e o

grande segredo.

Assim como numa academia de musculação, para que

um musculo fique forte, você precisa estender e depois

contrair o músculo repetidas vezes, certo?

Assim também funciona na meditação.

Quando seu pensamento “foge” você tranquila e

calma, simplesmente o traz de volta para a respiração,

e cada vez que esse pensamento vai e volta,

você está fazendo exatamente o que precisa

ser feito para fortalecer sua mente, assim como

na academia.

Entendendo isso, você estará pronto para

começar a praticar uma das maiores armas

dos grandes empreendedores e mentes brilhantes

ao redor do mundo, a meditação,

que fortalecerá seu potencial em todas as

áreas da sua vida e te ajudará a aumentar

seu nível de felicidade e sucesso nos

negócios.

Boa meditação!

COMPORTAMENTO

Então você precisa entender muito bem a essência

da meditação no próximo parágrafo, para

que sua experiência possa ser a melhor possível,

e meditar se torne um hábito tanto quanto

o sucesso das suas decisões e do seu negócio.

A essência consiste em um treino, para

conseguir colocar seu pensamento

onde você quiser e ordenar.

Um exemplo de uma das meditações

mais simples é aquela

que você sentado, em um local

silencioso e sem distrações, com

a coluna ereta e de olhos fechados

para evitar distrações visuais,

começa a prestar atenção única e

exclusivamente em sua respiração,

e tudo que a envolve.

Consultor, Mestre em Ciência

da Educação e Professor

da PUC MINAS: Ciência da

Felicidade e Bem-Estar


38

MARKETING DIGITAL

PAPEL DOS INFLUENCIADORES DIGITAIS

NA SUA ESTRATÉGIA DE MARKETING

Existem algumas ferramentas que grandes líderes utilizaram

ao longo da história para gerenciar e liderar muitas

pessoas, e uma delas, considerada a mais inteligente

para se fazer esse movimento, é a de identificação.

A identificação, faz com que as pessoas se vejam naquela

figura. Funciona como um espelho delas mesmas.

E é nessa identificação que os influenciadores digitais

atuam, eles mostram partes da vida real deles, coisas

que muitas pessoas passam, e a partir daí, conquistam

seguidores e fãs.

Quem são os influenciadores digitais?

Influenciadores são exatamente o que o nome diz, influenciam,

mudam a forma de comportamento de seu

público, mudam a perspectiva que eles têm sobre diferentes

aspectos de consumo e visão de mundo.

Se eles possuem essa capacidade de mudança e de contato,

conexão real com seu público, não há por que não

serem uma grande ferramenta dentro de uma estratégia

de marketing. Afinal, se o público que sua empresa

quer atingir, conversa com o público daquele influenciador,

e por um acaso ele tem afinidade com seus produtos

ou serviços, ele também pode servir de fonte de

inspiração para aqueles que o seguem.

E onde os influenciadores estão?

Os influenciadores digitais estão, necessariamente, inseridos

nas Redes Sociais! Elas podem ser diferentes entre

si, mas eles estão presentes nelas. O caminho deles

até elas se divergem entre si, alguns começaram com

blogs, outros no Youtube, e conforme foram adquirindo

público, aumentaram o portfólio de redes.

Por quê?

Na era da economia e estruturas horizontais, fica claro

o papel das redes sociais. A informação e a troca hoje, é

constante e é também uma via de mão dupla.

As redes sociais, além de serem os canais de comunicação,

que as pessoas utilizam para se conectar umas com

as outras, também representam os canais utilizados por

empresas para fazerem o mesmo processo.

A diferença é a intenção no uso, enquanto usuários utilizam

as redes para se informar e de maneira recreativa,

empresas e influenciadores estão ali para mostrar que

sim, são como todos nós, mas também precisam mostrar

o produto e o que fazem para lucrar.

Nesse caso pode ser um serviço, produto, ou propaganda

do lifestyle que levam.

E por que os influenciadores são tão cruciais nesse

processo todo?

Eles fazem parte da geração de millenials, da geração da

identificação

Os influenciadores fazem um trabalho muito parecido

com o que acontecia com famosos antigamente, quan-


39

do eram escolhidos para serem embaixadores ou influências

de alguma marca. Só que eles fazem de uma forma

verdadeira e que gera uma conexão real.

Ou seja, eles realizam essa conexão de forma “natural”,

simplesmente por demonstrarem aspectos cotidianos

da vida, coisas que as pessoas com quem se comunicam,

se identificam facilmente.

É claro que existem intenções por trás das imagens e

conteúdos postados, principalmente para àqueles que

trabalham com isso.

Mas vários deles, admitem

que precisam

falar de produtos

porque recebem patrocínio,

mas que

usam de qualquer

maneira aquela marca.

Esse movimento

se tornou normal

e mais convincente

do que a utilização de

famosos nas campanhas.

Então sim, há uma segunda

intenção de gerar

venda com aquela informação,

mas como as empresas

não conseguem

atingir seus usuários da mesma

forma que os influenciadores, de

um jeito pessoal e acessível, eles

se tornam a grande ferramenta

de contato com o público.

Hoje, o público não espera apenas um serviço ou produto,

mas sim um significado em utilizar e consumir daquela

marca.

•QUEM SÃO AS PESSOAS QUE CONSOMEM DA MARCA?

•QUAL O PROPÓSITO DA MARCA?

•EM QUAIS ASPECTOS EU ME VEJO E ME RELACIONO COM

ESSA MARCA?

Essas são questões que o público espera que uma marca

possua, e os influencers são uma forma de personificar

seus consumidores e gerar uma conexão mais forte

entre eles.

Liderança e Vendas

A liderança estratégica, juntamente de um bom plano

de vendas, é a fórmula perfeita para alavancar seu negócio

de maneira que seu público te aceite e você consiga

conversar cada vez mais, de forma mais próxima,

com as pessoas que consomem do que você produz.

Pensando nisso, os influenciadores digitais podem ser-

vir como porta-vozes da sua marca e das coisas que

você gostaria de estar falando para seu público, mas

não tem uma abertura tão próxima com eles.

Eles podem te proporcionar uma extensão de marca

maior do que o alcance atual.

Para isso, é necessário entender até onde a sua marca

pode ir e se a história dela condiz com a imagem e publicidades

feitas sobre ela.

Diego Carmona

Fundador da Leadlovers

Tem coisas que você

não pode afirmar da

sua marca, porque

não é o que ela faz

ou promete, e os

porta-vozes, no caso

os influenciadores, serão

responsáveis pelo

que falam.

E nesse caso, não pode

haver mentiras, dissonâncias

cognitivas, o que

você afirma e o que os

seus porta-vozes afirmam,

tem de fazer parte

do contexto e realidade

da sua marca.

Lembre-se, os influencers

são líderes de

um grupo por si só, se

eles afirmarem algo, as

pessoas que acreditam neles, assumem

aquilo como verdade.

Utilizando desses mecanismos

de maneira inteligente, sua

marca só tem a ganhar com isso.

MARKETING DIGITAL


40

EDUCAÇÃO

O CAMINHO É MAIS IMPORTANTE QUE O FIM

No mundo corporativo e do empreendedorismo, muito

se fala que, para alcançar um objetivo, é preciso focar

nele, no seu destino, e lutar muito para atingi-lo. Não

discordo.

Quem não procura se capacitar dificilmente chegará ao

tão sonhado fim do caminho. É que você vai passar por

diversas situações que exigirão conhecimento e preparação

para serem superadas.

Acredito ser necessário, quando se tem um sonho ou

desejo, transformá-lo em um objetivo e usar todos os

recursos necessários, com muita garra e determinação,

para tornar esse sonho uma realidade.

Porém, o que muitos esquecem é que, entre o início e o

fim dessa jornada, há um caminho longo a se percorrer

e que, nele, você pode viver inúmeras experiências enriquecedoras.

E é nesse processo que é importante focar,

muito mais do que no objetivo final.

Acontece que a trilha para a concretização de um sonho

geralmente é longa e tem várias etapas. Cada uma dessas

etapas, quando concluídas, são pequenas vitórias a

serem celebradas, fases que trazem experiência, amadurecimento

e conhecimento.

Esse caminho também exige de quem o percorre diversas

competências e habilidades, como ousadia, coragem,

determinação, compromisso, disciplina, foco,

resiliência, atenção, entre outras. É, também, uma oportunidade

de crescimento, tanto pessoal, quanto profissional,

ao se desenvolver essas características.

Ninguém nasce pronto. Ninguém sabe de tudo. Pense

que a sua jornada em direção ao seu sonho é o momento

de preparar-se, saber mais, crescer, ser feliz e viver.

Sendo assim, é muito proveitoso buscar o conhecimento.

Aliás, é essencial.

Também devemos usar o processo todo para aprender

com os erros. É nos pequenos enfrentamentos do dia a

dia, com os percalços, erros e fracassos que se aprende.

O erro é nosso maior professor, pois nos ensina, além

da maneira como não fazer, a ver um problema de forma

diferente e reforçar nossa resiliência e determinação.

Muita gente sonha com algo. Deseja muito. Quer

alcançar aquele objetivo. Mas, esquece que, para chegar

lá, é preciso uma série de passos.

Outros depositam sua realização pessoal apenas naquele

ponto final, não lembrando que, antes dele, há vários

estágios que representam conquistas menores a serem

valorizadas, e que o real sucesso e a felicidade está no

caminho, nunca no destino.

Por isso, para ser bem-sucedido, procure focar no caminho

e não no destino, pois ele lhe trará as mais belas e

enriquecedoras experiência

Janguiê Diniz

Mestre e Doutor em Direito

Fundador e Presidente do Conselho

de Administração do Grupo Ser

Educacional.


41

PRODUTIVIDADE


42

PRODUTIVIDADE

EMPREENDEDORISMO E MÍDIAS SOCIAS

COMO ALAVANCAR SUA IDEIA!

Embora ainda exista o ceticismo em relação ao auxílio

das redes sociais e de seu alcance quando falamos em

empreender, cada vez mais nos é mostrado com clareza

a importância das mesmas quando você pretende colocar

sua ideia para o mundo. A rapidez com que as informações

viajam em rede é inestimável a olhos nus, em

segundos notícias chegam aos quatro cantos do mundo

e podem causar situações irreversíveis.

O poder das redes sociais na atualidade é extremamente

relevante, uma vez que recorremos a elas em inúmeros

momentos de nosso dia, como por exemplo, quando

você está em outra cidade e acessa o INSTAGRAM

ou até mesmo o GOOGLE para localizar um restaurante,

além dos aplicativos que hoje facilitam nossas vidas de

maneira significativa.

Talvez nosso erro seja pensar em redes sociais como

aplicativos e plataformas de comunicação, enquanto na

realidade é um todo que se não existisse traria impactos

relevantes em nosso modo de viver, em que fazemos as

coisas na nova economia dentro do contexto atual em

que tudo é resolvido de maneira rápida e, quando a tecnologia

se junta ao mundo dos negócios, conseguimos

diminuir a burocracia na resolução de coisas extremamente

simples.

É claro que obter sucesso na divulgação de suas ideias

tem um pequeno segredo, como tudo que desejamos

desenvolver de maneira presencial ou Online, retirar a

verdade do que você desenvolve ou até mesmo criar

personas para impressionar sua audiência é um tiro no

pé.

Sabemos que não existe sucesso contínuo para quem

não vende soluções reais e que realmente cure as dores

de seus clientes, sendo que não podemos esquecer o

fato de que a última estratégia e talvez a mais antiga,

por consequência a que mais é válida é de fato, o que

seu cliente dirá sobre seu produto ou serviço.

Divulgar nas mídias sociais soluções equivocadas é

como fazer com que a vida útil de seu negócio seja breve,

pois empreender passa longe de ser apenas “Glamour”,

a realidade do empreendedor esbarra na verdade

constante do cotidiano.

Para sobreviver é necessário estar preparado para as

adversidades, compreendendo que o que você mostra

nas mídias é exatamente o que as pessoas esperam ver

quando lhe encontram pessoalmente, seja você um influenciador

digital ou criador de um produto ou serviço.

Não se esqueçam de que:

“Quem empreende com verdade sempre

se joga com convicção e coragem!”

FERNANDO SEABRA,

Especialista negócios, inovação e

startups; é Líder do GRI - Grupo de

Relacionamento com Investidores do

DEMPI e Acelera FIESP, hoje o maior

projeto de incentivo ao investimento

anjo em Startups da América Latina.


43

PRODUTIVIDADE


44

DESIGN E INOVAÇÃO

FUTURO E REALIDADE CONECTADOS

POR UM MUNDO VUCA

O QUE VOCÊ TEM SIDO PARA O FUTURO QUE DESEJA?

COMO NOS POSICIONAR FRENTE ÀS GRANDES E RÁPIDAS

TRANSFORMAÇÕES DE UM MUNDO VUCA:

VULNERÁVEL, IMPREVISÍVEL, COMPLEXO E AMBÍGUO?

VUCA, descreve quatro características

marcantes do momento em

que estamos vivendo: Volatilidade,

Imprevisibilidade, Complexidade e

Ambiguidade. Apesar desse termo

ser incorporado mais recentemente

ao vocabulário corporativo e

dos negócios, ele surgiu na década

de 90 no ambiente militar.

A escola militar U.S. Army War College

utilizou esse conceito para

explicar o mundo no contexto pós-

-guerra fria. No entanto, ele também

se aplica perfeitamente ao

ambiente de negócios atual, o que

gera novos desafios tanto para os

profissionais quanto para as organizações.

A evolução da tecnologia sempre foi a grande responsável

pelas transformações nas empresas, com impactos

profundos no modo de produzir e consumir. Desde a

revolução industrial, a substituição de atividades mecânicas

e repetitivas por máquinas é comum, o que cria

e proporciona novos postos de trabalho mais qualificados,

que resulta na mudança da educação e capacitação

de mão de obra para cérebro de obra.

Com o início do tsunami promovido pela revolução

digital, acelera o ritmo de extinção e criação de novas

ocupações e modelos de negócios. Estamos vivendo

simultaneamente os dois mundos, o da era industrial

promovido pelo pensamento linear (linear, segmentado,

unidisciplinar e previsível) e o da era digital pelo

pensamento exponencial (exponencial, conectado,

transdisciplinar e imprevisível). Viver na coexistência de

dois mundos provoca medo e dúvidas, passamos anos

aprendendo o modelo linear e agora colidimos com

essa provocação de um novo modelo de pensamento,

que combina e explora melhor o mundo digital.

Entender e adotar as novas tecnologias como a Inteligência

Artificial, Big Data, Internet das Coisas, Realidade

Aumentada e Virtual, Machine Laearning, Impressão 3D,

entre outras, será de grande valor para se posicionar perante

essas mudanças e fundamental estrategicamente,

pois significa melhoria de produtividade e vantagem

competitiva, e o que não falta são discussões na mídia

sobre o futuro dessas maquinas e tecnologias, na relação

com o ser humano no desenvolvimento de novas

modalidades de trabalho e novos hábitos de consumo.


45

Algumas são visões utópicas e outras distópicas, mas a

única certeza é de que devemos utilizar essas inovações

para promover melhores experiências ao ser humano,

proporcionar momentos que nos trazem prazer e nos

ajuda a viver melhor, valorizar o que nos humaniza. As

tecnologias exponenciais devem descobrir “como” otimizar,

agora descobrir “o que” e “por que” otimizar deve

ser o homem.

Alguns dos principais impactos para as organizações é

a dificuldade de ter previsibilidade nos planejamentos,

habilidades ágeis para interpretar as falhas e corrigi-las,

criar a partir do caos e confusão e ainda estabelecer

uma gestão que acompanhe a dinâmica de mudança.

DESIGN E INOVAÇÃO

A diferença agora é que ao invés de projetar cenários de

longo prazo, precisamos ter agilidade na capacidade de

resposta às demandas desse ambiente VUCA, e com a

maestria de não separar o futuro da realidade. Entender

que a mudança é o processo no qual o futuro invade

nossas vidas.

Essas mudanças e impactos implicam um novo mindset

para empreender ou intraempreender, uma nova forma

de nos prepararmos para o mercado e para a vida, na

busca por absorver conteúdos relevantes. Empreender

será nosso único destino, ou você tem uma estratégia e

sonho próprio, ou então será parte do sonho e da estratégia

de alguém.

Este novo cenário exige uma mudança de atitude, que

podemos chamar de “mentalidade do aprendiz eterno”.

Que valoriza o aprimoramento contínuo das aptidões

em sua área de atuação, assim como o desenvolvimento

de novas habilidades complementares, sempre buscando

estar na fronteira do novo e do conhecimento.

“Os analfabetos do século

XXI não são aqueles que

não sabem ler ou escrever,

mas aqueles que se recusam

a aprender, desaprender e

voltar a aprender.”

Alvin Toffler

Na frase, Alvin Tofller fala da importância da necessidade

constante na avaliação de nossas relações com as

atividades que exercemos, estar receptivo a tentar desaprender

como fazer uma atividade de um jeito antigo

e reaprender de uma maneira diferente.

Nesse cenário de mudanças e colisões de uma era com

a outra, existe uma preocupação crescente das organizações

com o futuro do trabalho, sua produção e das

relações de mercado e consumo com o usuário.

Muitas são as publicações que falam das tendências de

trabalho, profissões e novas demandas da sociedade

perante ao consumo, sendo que nem todos eles (trabalho

e consumo) são ligados diretamente à tecnologia.

COMO SE PREPARAR PARA O FUTURO?

O QUE VOCÊ QUER?

QUAIS SÃO SUAS FORTALEZAS?

O MUNDO É DIGITAL, APROXIME-SE!

APRENDIZADO CONSTANTE!

NÃO TENHA MEDO!

A partir dessa colisão da era industrial com a digital houve

um estilhaçamento de novos postos de trabalhos e

novas habilidades, profissões como Analistas de Cyber e

Smart City, Designer de Inovação, Arquiteto de Experiências,

Gerente de Integração Homem-Máquina, Detetive

de Dados, Curador de Memórias Pessoais, Designer de

Interiores de Casas e Escritórios Inteligentes, Designer

de Personalidade e Interface de Máquinas, Agente de

Prevenção contra Cybers Ataques, entre tantas outras

que abrangem as mais diferentes áreas do conhecimento.

As organizações precisam ajustar seus conhecimentos,

e capacitar novas habilidades e competências aos seus

colaboradores de como funcionam essas tecnologias

exponenciais. Obvio que não será necessário que todos

saibam como funcionam, mas será um pré-requisito primordial

adquirir a mentalidade de querer ser empático

a elas e aprender de maneira contínua.

Também devemos nos orientar e ser capazes de identificar

por conta própria as oportunidades de aperfeiçoamento,

e de eliminar lacunas de conhecimento.

Na próxima edição falarei sobre essas mudanças a partir

das profissões que deixam de existir e as novas que

começam a surgir; como isso muda o mindset de uma

organização; como nos adaptar para atender a quebra

implantada na nossa mente sobre a lógica de consumo

e quais são essas tendências.

Marcos Batista Apresentador

Inova360 da Record News, Palestrante,

Professor, Consultor e Empreendedor

Inovação | Design | Empreendedorismo

| Startup


46

DIREITO

INFLUENCIADORAS DIGITAIS

MULHERES QUE

LEVANTAM OUTRAS

MULHERES

As mulheres são a maioria da população brasileira e têm

uma atuação muito impactante na economia, e é obvio

que também já ocuparam seu espaço no mundo virtual.

De acordo com uma pesquisa da Indahash, mulheres

são a maioria no mercado de influenciadores, chegando

ao patamar de 68% do mercado, o que é um número

bem relevante.

Se tornar uma influenciadora digital significa muito mais

do que um estilo de vida ou até mesmo um status social

, tornou-se acima de tudo uma profissão.

Bem mais do que apenas postar o #lookdodia, as mulheres

influenciadoras atuam nos mais diversos segmentos:

moda, beleza, saúde, fitness, culinária, gastronomia,

educação e também é claro empreendedorismo

e negócios.

As influenciadoras trabalham com blogs, canais do Youtube,

Podcasts, perfis do Instagram, entre tantas outras

redes fazendo tutorias, dando dicas ou divulgando marcas

e produtos.

E qual a importância das influenciadoras digitais para o

empoderamento feminino no mundo dos negócios?

Apesar de o empreendedorismo feminino estar crescendo

no Brasil, principalmente quando se trata de microempresas,

sabemos da dificuldade das mulheres em

obter autoconfiança e coragem para darem os primeiros

passos no seu próprio negócio.

E as influenciadoras digitais por meio de seus posts, vídeos

e imagens têm o poder de inspirar essas mulheres

que desejam começar a empreender. Elas dão dicas

valiosas para quem quer começar um novo negócio ou

para quem já está no mundo do empreendedorismo.

Aqui preciso destacar que quando falamos em influenciadoras

digitais não estamos apenas falando daqueles

perfis que têm milhares de seguidores, longe disso.

Um verdadeiro influencer se preocupa em entregar um

conteúdo de valor para sua audiência. Quando essas influenciadoras

compartilham sua rotina de como equilibram

o tempo dedicado à família com o trabalho, sobre

suas experiências em seu empreendimento, ou ainda

engajam as mulheres a fomentarem os negócios umas

das outras, isso cria uma representatividade feminina.

Sabe por que isso é importante?

Porque as mulheres foram ensinadas a ocupar os espaços

privados, e se preocupar com o cuidado dos filhos e

com as tarefas domésticas, enquanto o espaço público

sempre foi considerado do universo masculino, e infelizmente

essa desigualdade ainda persiste em alguns

casos.

E as influenciadoras digitais seja na tv, na

música, na moda e principalmente as

mulheres empreendedoras (modelos

femininos tão diversificados), nos mostram

que não precisamos mais ficar só

na plateia ou sermos mera coadjuvantes,

nós podemos sim ser

protagonistas da nossa própria

história.

CAMILA MEDEIROS

Advogada da Mulher

Especialista em Empoderamento

Feminino


47

DIREITO

O NEGÓCIO JURÍDICO POR TRÁS DOS

INFLUENCIADORES DIGITAIS

Com a crescente relevância das redes sociais, surgiu a

figura do digital influencer, ou influenciador digital, que

através de estratégias de marketing visa atingir um público

alvo. Geralmente possui habilidades de comunicação

eficaz, que induz comportamentos e modifica opiniões

ao oferecer produtos ou serviços para o seu público.

A atividade não possui regulamentação no CNAE - Classificação

Nacional de Atividades Econômicas, entretanto,

há projetos de leis que buscam regulamentar essa

atividade, sendo eles a PL 4.289/16 e PL 8.569/17.

Marketplaces também foram criados para comercializar

a influência online, por exemplo, o Inflr, uma plataforma

baseada na tecnologia blockchain com o objetivo de conectar

influenciadores e anunciantes. Nesse cenário, é

de suma importância tanto para o influenciador, quanto

à empresa contratante buscarem a formalização de um

contrato, seja de prestação de serviços ou de patrocínio,

objetivando garantir uma boa relação negocial, evitando

a insegurança jurídica e eventuais falhas na comunicação

no acordo.

Dessa maneira, evita-se a informalidade e a desqualificação

da atividade, visto que, na maioria das vezes as

negociações são realizadas por rede social, Whatsapp,

telefone ou e-mail. Assim, ficará estabelecido direitos e

obrigações das partes, bem como, tratará sobre questões

relativas ao uso de imagem, voz, propriedade intelectual,

práticas de compliance, confidencialidade,

exclusividade, necessidade de medição dos resultados,

além de prazo, tempo, layout, tipo de abordagem, roteiro,

eventuais penalidades e multas.

Instagram, Facebook, Youtube, Twitter, Snapchat. Vale

destacar, que no aspecto tributário assume o personagem

de microempreendedor, podendo realizar uma

carga tributária diferenciada com liberdade no enquadramento,

atraindo benefícios tributários. Dependendo

do tipo de contrato para postagem de conteúdo nos canais

– merchandising - a atividade poderá incidir impostos,

que será calculado a depender se o influenciador

utiliza pessoa física ou jurídica.

É importante destacar as exigências de cada rede social,

no que se refere às normas e condutas exigidas, termos

de uso, política de privacidade, e também identificar os

vídeos/postagens que possuam conteúdo publicitário,

pois o Código de Defesa do Consumidor exige que a publicidade

seja claramente identificada, como recomenda

a Associação Brasileira dos Agentes Digitais - ABRADI,

por meio do Código de Conduta para Agências Digitais

na Contratação de Influenciadores.

Diante do exposto, o influenciador digital assume um

protagonismo relevante no cenário social, considerando

a conjuntura de inovação no mercado, que cada vez

mais se baseia na Era da Informação. Todavia, para que

se realize um negócio atraente e satisfatório para os

envolvidos de maneira ainda mais sustentável,

as relações comerciais devem ser pautadas na

credibilidade e na transparência, tornando-se

fundamental a busca pela segurança visando

reduzir eventuais demandas judiciais.

Em relação às questões trabalhistas, trata-se de prestação

de serviços, e as regulamentações se darão através

do Código Civil, Código de Defesa do Consumidor, Lei

da Propriedade Industrial, Lei de Direitos Autorais, Marco

Civil da Internet, Código de Auto-Regulamentação

Publicitária do CONAR, entre outras regulamentações

atinentes aos provedores de aplicação utilizados, como

GABRIELA BARRETO, Advogada,

Palestrante e Coautora do Livro

“Mulheres que Empreendem e

Transformam” .

gabriela.lima.barreto@hotmail.com

@gabrielabarretoadv


48

INOVAÇÃO PARA

RESULTADO

NEGÓCIO INOVADOR DE RESULTADOS

EFETIVOS. SIM, É POSSÍVEL.

Quando coisas inesperadas acontecem….

E não, isso não é um texto motivacional.

No lançamento da Revista Empreenda de Julho, onde

temos o querido Fernando Seabra na capa, tive a grata

surpresa de ser chamada no painel com participação do

próprio Seabra, Felipe Moller (do instagram @fabricadementes)

e o especialista em varejo Fred Rocha. O assunto:

Negócios, Startups e Inovação.

E dentre tantos insights e assuntos de alta relevância

que falamos neste painel, vou ressaltar uma fala do

Fred, que disse que tinha palestrado no dia anterior no

Sul do Brasil, numa cidade de médio porte e quando ele

questionou sobre quantos empreendedores e empresários

ali usavam ERP nos seus negócios, cerca de 80%

respondeu que ainda usava caderno e caneta.

Pare um minuto e analise isso comigo: hoje temos milhares

de opções de ERP – que nada mais é que um software

integrado de gestão empresarial que reúne numa

única solução as informações de áreas como Contabilidade,

Finanças, Fiscal, RH, Suprimentos, Patrimônio

e Vendas. De todos tipos, nacionais ou internacionais,

para todos os segmentos e todos os bolsos. Empresas

que gastam juntas milhões de reais em propaganda,

marketing, patrocínio de eventos, eventos próprios, parcerias….

E mesmo assim, cerca de 80% usam caderno e caneta.

OITENTA POR CENTO. Sinceramente, quando ouvi isso,

consegui até imaginar uma conversa entre o Gestor/

Diretor e algum colaborador que “descobriu” um ERP

novo:

GESTOR: - COM A QUANTIDADE DE INFORMAÇÕES DESTES CADERNOS,

NÃO QUERO NEM PENSAR DE ALGUÉM DESCUIDADO DEIXANDO RASGAR/

MOLHAR OU PERDÊ-LOS. TEMOS QUE TER UM PLANO B DISSO

COLABORADOR: - CHEFE, E PORQUE A GENTE NÃO CONTRATA O SOF-

TWARE XYZ E COLOCA TODAS AS INFORMAÇÕES LÁ. OS PRIMEIROS MESES

SÃO DE GRAÇA E TEM MUITA GENTE GOSTANDO.

GESTOR: - JURA? HUM… ME PARECE BOM. MAS QUEM COLOCARIA

ESSAS INFORMAÇÕES LÁ? PORQUE TEMOS MUITOS DADOS BEM ESTRATÉ-

GICOS E RELEVANTES.

COLABORADOR: - EU CONSIGO. MAS EU PRECISARIA DE UNS 3 DIAS

DE TRABALHO PARA ATUALIZAR TUDO.

GESTOR: 3 DIAS? E VOCÊ ESTÁ ACHANDO QUE AQUI NÃO TEM NADA

PARA RESOLVER PARA VOCÊ FICAR 3 DIAS À TOA SÓ NESTA ATUALIZAÇÃO?

ESQUECE! GUARDA BEM ESSE CADERNO E ESTÁ RESOLVIDO!

Você pode achar que esta situação é longe do seu contexto,

pode achar que você e o seu mercado não fazem

parte desta estatística, mas você sempre pode encontrar

algum processo, projeto ou área que parece que

voltou 300 anos e está na época das cavernas.

Até pode ser que não seja com ERP, mas que sempre

existirá algo que faça você se sentir um primitivo. Ou

você resolve TODAS as demandas do seu trabalho - das

simples até as cabeludas - com a mesma facilidade e rapidez

que pede um Uber? Ou que pede delivery para o

seu almoço?

D-U-V-I-D-O. E TRUCO forte que isso não é verdade,

a não ser que você seja uma “Eupresa” (empresa de

uma pessoa só) ou é um dono e diretor com uma miopia

forte da realidade do seu negócio.


49

A QUESTÃO É QUE ENQUANTO:

• Não tivermos clareza dessas demandas, prioridades e

desafios no dia a dia do trabalho;

• Não conseguirmos responder porque é tão fácil pedir

Uber, porém é tão complexo, oneroso e custoso fazer

qualquer ação na empresa;

• Precisar envolver 7 diretores, 4 estagiários, 3 gerentes,

5 analistas de 3 áreas diferentes para tomar uma decisão

de negócios,

• Chamarem a equipe de Inovação – ou quem está buscando

fazê-la - de lentos;

• Achar que a sua sala de puff colorido vai fazer mágica

sozinha e bater as metas anuais da empresa

ATIVIDADE PRÁTICA:

Retomando o exemplo do início deste artigo, do

gestor que prefere formas arcaicas de processos

do que inovar, quando você se deparar com um

contexto parecido questione-se:

INOVAÇÃO PARA

RESULTADO

NÃO ADIANTA:

• encher a boca para falar que “Somos Disruptivos”

• que a “Inovação é Mandatória na Empresa”

• ter como meta “ser referência em Transformação

Digital no setor”

• ou ainda ter orgulho por ter participado de 30 eventos

de Inovação só este ano.

Desculpa a sinceridade, mas se você se viu em algum

deste tópicos, volte 3 casas e fique 1 rodada sem jogar.

Já foi o tempo que as pessoas, clientes e colaboradores

acreditavam que palavras bonitas e termos de inovação

faziam e convenciam a respeito do seu negócio.

Em uma pesquisa feita com empresas de diversos segmentos

e tamanhos, a ACE - aceleradora de startups que

possui um braço forte de inovação corporative – descobriu

que:

• 60,1% dos colaboradores acreditam que o nível de inovação

nas empresas que trabalham, são moderados ou

abaixo do esperado.

27% acreditam que Inovação parece não ter importância

no trabalho

• 25% das empresas dizem conseguir calcular o ROI de

Inovação

Acredito que a inovação precisa e deve ser efetiva ao

invés de disruptiva, quando nos deparamos com estes

dados e tópicos, percebemos que, muito além de nos

assustarmos, precisamos aplicar a metodologia startup:

questionar, testar e validar a todo momento, cada dúvida

e incerteza que surgir.

Para que esse processo seja efetivo, vamos tirar o glamour

deste termo e direcioná-lo para a realidade de

qualquer empresa. A forma mais tangível de verificar se

a inovação é efetiva, é verificar se o resultado dessa inovação

irá te ajudar a bater suas metas ou ainda:

• AUMENTAR RECEITA

• DIMINUIR DESPESA

• MELHORAR PROCESSOS

Qual processo ou ferramenta que precisa

ser feito ou melhorado e que me ajudará

a aumentar a receita ou produtividade do

nosso negócio, projeto ou área?

Esta mudança me ajuda a atingir minhas

metas e tornar a empresa mais rentável,

diferenciando-se do mercado e garantindo

a longevidade? Se sim, o que preciso fazer?

Quanto tempo será necessário para tal?

Quanto de investimento a empresa precisa

dispor neste contexto? Quem eu preciso

trazer para me ajudar? Quais serão as

etapas necessárias para atingir as metas e

objetivos propostos? Como saberei que deu

certo ou não todo este processo? Quais os

KPIs que definirei para esta análise?

Lembre-se: a sua empresa só existe porque resolve

o problema de seu cliente, assim como as áreas

da empresa e seus colaboradores, só existem para

resolver problemas internos, ajudando com isso

a empresa atender seu cliente, se diferenciar no

mercado, ser rentável e garantir sua longevidade.

Não tem achismo, não tem futurologia, não tem

glamour. É preciso arregaçar as mangas, testar,

validar e tangibilizar cada engrenagem para ter

um Negócio Inovador de Resultados Efetivos.

TESTAR, VALIDAR E TANGIBILIZAR.

Utilize a atividade prática de hoje e manda bala.

Seja bem-vindo ao mundo dos Negócios Inovadores

e de Resultados. Caso queira comentar a respeito,

pode enviar uma mensagem no Instagram

para @nandanogueiraa.

Nanda Nogueira

CEO da Closedgap e Steps 4 Startups,

especialista em Inovação para Resultados.

Consultora, mentora, palestrante

e facilitadora de workshops de Inovação

para Resultados.

@nandanogueiraa

linkedin.com/Nandanogueira


50

CASE DE SUCESSO

THIAGO CARMONA,

PALESTRANTE E COMEDIANTE,

O HUMORISTA EMPREENDE FAZENDO RIR.

Thiago Carmona nasceu em Belo Horizonte, é formado

em Publicidade e Propaganda, com pós-graduação em

Gestão Administrativa e MBA em Gestão de Pessoas.

Já atuou como professor universitário e hoje foca sua

carreira em três áreas: palestras corporativas, shows

de humor e ao empreendedorismo.

Após os estudos em 2009 abriu uma pequena agência

com um sócio, e seu primeiro cliente foi o grupo de

humor Queijo, Comédia e Cachaça de Minas Gerais.

Começava ali sua aventura no mundo do entretenimento

e do empreendedorismo.

Ele não tinha nenhuma pretensão de ser humorista,

mas o trabalho como produtor do

grupo o fez começar a se interessar

por aquele ambiente. Depois

de algum tempo acompanhando

e participando das apresentações

como stand by, tomou ainda mais

gosto em fazer as pessoas rirem.

E nessa aventura começou a observar

os erros, acertos, o que

funcionava, o que não funcionava,

e acabou percebendo que tinha

um texto de Stand Up sem saber,

escrito após o nascimento do seu

primeiro filho, sobre o outro lado

de ser pai.

E conforme foi se apresentando,

continuou escrevendo sem o compromisso

de ser humorista. “Isso

foi muito bom, porque eu tinha

uma mente livre, sem responsabilidade

de ser engraçado, e essa

liberdade a gente não pode perder

de jeito nenhum para poder empreender

bem”, comenta Thiago.

Em 2011 deixou o grupo para seguir na sua nova profissão.

Após ser um dos finalistas no maior concurso

de Stand Up da América Latina, foi participar de outras

competições nos programas do Faustão, Ana Hickmann,

Celso Portiolli, sendo com isso um dos poucos

humoristas a vencer nos três maiores canais abertos

do Brasil. A partir daí não teve mais jeito, Thiago se

tornaria uma referência no humor brasileiro, participando

de outras atrações da TV e fazendo shows por

todo Brasil.

Integrante e um dos fundadores da companhia de humor

Desculpa Qualquer Coisa, Thiago e seus amigos

se uniram em torno de um desejo em comum: criar

um grupo em que a busca pela originalidade, qualidade

e renovação do repertório sejam constantes. Oferecendo

ao público um humor original, diversificado

e de alto nível criativo. No roteiro da companhia estão

os shows de comédia stand up, uma peça de teatro,

um show musical em dupla e palestras motivacionais.

Além do trabalho do grupo, Thiago desenvolveu duas

palestras, Criatividade e Inovação - não mude de vida,

mude a forma de ver a vida! voltada justamente para

o estímulo ao pensamento empreendedor e questionador.

E a outra, direcionada à Segurança no Trabalho

e na Vida - Um por todos e todos por um.

Ele já viajou mais de 21 estados brasileiros com espetáculos

e palestras, realizou parcerias de sucesso

com empresas nacionais e internacionais.

Porém, ele ressalta que

ser um palestrante comediante

gera desconfiança por parte dos

contratantes. Mas após verem o

material que é apresentado, observam

o diferencial, pois existe a

preocupação de desenvolver todo

o conteúdo sob medida para cada

organização. Assuntos sérios são

tratados de forma divertida, didática

e prática, se utilizando dos fatos

do cotidiano.

Carmona nos conta que as dificuldades

de empreender existem

em todas as áreas, mas na área

do humor tem uma vantagem,

a visibilidade. “O ponto positivo

é porque empreendo fazendo rir.

Descobri que o riso é uma das coisas

que mais falta para as pessoas.

Ninguém consegue rir pensando em

outra coisa” acrescenta.

Para o futuro Thiago nem pensa na

possibilidade de mudar os rumos,

que não seja o humor. Mas não quer ser visto apenas

como humorista, palestrante, mas também como um

comunicador. Um cara que troca ideias, que fala de

assuntos que entende e aprende sobre os que não entende.

Quer estar nos palcos até quando puder, isso é

sua terapia.

Atualmente se apresenta com o show O Poderoso Negão,

no qual faz uma coletânea de todos seus textos

criados desde o início de sua carreira. O roteiro fala

de preconceito racial, relacionamentos, filhos, leis. E

estreou esse ano também seu segundo show solo, intitulado:

Involução, um espetáculo que estimula as pessoas

a refletirem suas ações criticamente. Tudo isso

de uma forma irônica, sarcástica e bem humorada,

levando o público a muitas gargalhadas.


51

CASE DE SUCESSO

“O CONHECIMENTO É UMA

FERRAMENTA QUE DEVE

SER COMPARTILHADA,

ESSE É O MOTOR PARA

CRIARMOS UMA SOCIEDADE

EMPREENDEDORA E

VERDADEIRAMENTE

CRIATIVA”


52

CASE DE SUCESSO

OS ERROS QUE ME MOVERAM ATÉ AQUI

Desde muito nova comecei a empreender, minha primeira

experiência com vendas foi aos 9 anos de idade

quando em minha casa me aventurei a vender “laranjinha”

(nome que damos aqui em Goiás àqueles sucos

congelados que são vendidos em saquinhos), minha

investidora foi minha avó paterna Sebastiana Batista

de Sousa que me incentivou a ganhar dinheiro com o

propósito de gastar em parques de diversões em uma

festa religiosa que acontece anualmente na cidade onde

fui criada.

Assim fizemos, ela me deu dinheiro para comprar os ingredientes

necessários, eu produzi as laranjinhas e as

vendi por algum tempo.

Consegui arrecadar no ano de 1997 uma quantia de

aproximadamente quarenta reais, eu estava anestesiada,

contava e recontava este dinheiro diversas vezes no

dia, lembro-me de cantar em voz alta no banheiro por

não acreditar que conseguira aquele montante vendendo

para meus amigos e vizinhos, saí de uma realidade

de não ter nenhum centavo no bolso para uma pequena

fortuna, levando em consideração minha idade e que o

salário mínimo do ano era cento e vinte reais não conseguia

pensar em outra coisa, eu estava rica.

E para os que ficaram curiosos, não, eu não paguei minha

avó, ela não me cobrou e vamos combinar não era

justo, ela era minha avó afinal de contas. Foi a primeira

vez que gerei riqueza do zero e estava pronta para fazer

isso centenas de vezes.

A Festa em louvor ao Pai Eterno chegou e gastei todo

meu dinheiro, foi incrível, e foi aí que aprendi duas lições

valiosas em minha vida, empresas têm um dinheiro

que não é nosso e o nome dele é fluxo de caixa e a

outra é que devemos ser honestos e honrar quem nos

deu oportunidade, minha avó não queria mais investir

em mim!

Foi então que decretei falência do meu primeiro negócio.

Desde então empreendi em vários outros negócios,

sempre com os olhos em um futuro melhor, aprendendo

com meus erros e com uma vontade enorme de vencer

na vida.

Vendi chocolate, semi joias, tarefas da faculdade e trabalhos

acadêmicos também, até montar minha primeira

empresa verdadeiramente, uma Farmácia de Manipulação

no ano de 2012, onde meu sócio entrara com

o capital e eu com o trabalho, e foi aí que peguei uma

das chaves mais valiosas no mundo, a chave dos relacionamentos.

Sua rede de contatos é valiosíssima e acredite o que falta

em você hoje está em alguém, seu networking pode

te fazer chegar a lugares onde nunca ousou sonhar.

Passados 1 ano de nossa sociedade, nos separamos e

comprei sua parte, me uni a um grupo transformando

minha empresa em uma franquia pois sozinha não estava

indo bem, com esta nova marca aprendi sobre

gestão de negócios, gestão com pessoas, financeiro,

estratégias de vendas, metas, capacitação de colaboradores

, processos e tantas outras coisas e foi então que

recebi outra chave valiosa, a chave da informação, do

conhecimento, você pode ter a vontade e a disposição

de trabalhar, mas sem a informação sem conhecer sobre

seu negócio, sem estudar e estar à frente das novidades

seu empreendimento está fadado ao fracasso e


53

posso afirmar que mais uma vez gerei riqueza do zero

e desta vez sem errar no que eu errei da primeira vez!

Verdadeiramente posso te afirmar que se recebesse

hoje uma herança bilionária, amanhã acordaria e faria

exatamente o que faço hoje, eu nasci para liderar e alavancar

a vida das pessoas, sem sombra nenhuma de dúvidas

desempenho meu papel na sociedade com amor,

e por isso sou próspera e venho colhendo frutos, tenho

certeza que essa não é nem sobra do que há de vir, e é

aqui que te entrego mais duas chaves poderosas, a chave

do amor e do propósito definido.

CASE DE SUCESSO

Não existe outro caminho

para o sucesso a não ser

amando o que você faz!

Dentro da nossa marca ganhei diversos prêmios por alguns

anos consecutivos e acredite meu foco não era ser

a empresa que mais cresceu no ano, mas por desenvolver

um trabalho com amor os resultados positivos vieram

e por consequência o reconhecimento, por diversas

vezes acordamos mais cedo que todos e trabalhamos

até bem mais tarde, o dinheiro até te motiva por um

tempo, mas se não tiver amor não se sustenta!

E para caminhar ao final, termino lhe entregando a chave

poderosa do sonho, do propósito definido, quando

se tem um sonho você passa pelas adversidades, pelas

angústias, pelo vale, com seu corpo anestesiado, com a

certeza que aquela situação é parte do caminho e não a

linha de chegada, e mais, quando você sabe onde quer

chegar, quando se tem clareza do seu propósito, você

já se vê lá na frente, não são as pedras do caminho que

te pararão, você busca todas as estratégias e forças de

onde humanamente não existe para superar.

Hoje com trinta anos de idade posso lhe assegurar com

toda certeza que o medo é a raiz de muitos males, ele é

quem te impede de tentar e por consequência de acertar,

agradeço imensamente a todas as vezes que errei

pois acredite, foram meus erros que me moldaram, me

ensinaram e me fizeram chegar até aqui.

ANA PAULA M. N. SASAKI,

30 anos, casada com Jorge Willian, mãe do Davi,

Empresária, Farmacêutica e Palestrante.


54

DICA EMPREENDA


55


56


57

ACONTECEU


58

More magazines by this user
Similar magazines