Wizard Magazine

felipecarratu

ÍNdiCE

04 LETTER

compromisso renovado

24 MONEY

mobile payment: você ainda vai usar

06 WIZARD WORLD

o que acontece no mundo Wizard

26 FAMILY

a rede

08 WIZARD STUDENTS

gente como a gente que estuda na Wizard

28 SPORTS

sonho materializado

10 COVER STORY

de volta à cidade do rock

30 HEALTH

correr ou sobreviver a uma prova

14 EDUCATION

estude! vale a pena

31 WISH LIST

dicas de compras

18 TRAVEL

Los Angeles

32 ANDERSON SILVA

novos desafios

20 USEFUL PHRASES

useful phrases for trips

34 OPINION

o futuro do ensino de idiomas

22 PERSONAL FINANCE

here I go!


lETTEr

EXpEdiENTE

CompromiSSo

rENoVado

O

lançamento da Wizard Magazine, um objetivo acalentado

por mim há vários anos, é a oportunidade que tenho de

renovar, em nome de toda a comunidade Wizard - direção,

franqueados, professores e funcionários, nosso compromisso

com você, aluno de uma de nossas mais de 1.200 escolas no

Brasil e em dez outros países.

Este compromisso se reflete no trabalho diário que desenvolvemos

com o objetivo de proporcionar para você a melhor experiência

no ensino de idiomas, inovando sempre no desenvolvimento

de materiais didáticos, buscando continuamente melhorar

ainda mais a qualidade e, por fim, garantindo que você aprenda

uma nova língua.

A Wizard Magazine se soma a todo este trabalho, uma vez que

ela será mais uma forma efetiva de comunicação da Wizard com

seus alunos e familiares em todo o Brasil. Mais do que abordar

assuntos da Wizard, a revista trará sempre temas atuais e de interesse

dos leitores, como histórias inspiradoras, dicas de economia

pessoal, saúde, esportes, cultura, turismo, entre outros.

Espero que você goste. Boa leitura.

PROFESSOR CARLOS WIZARD MARTINS

foto: Marcio Scavone

FUNDADor • Carlos Wizard Martins

Ceo • Giovanni Giovannelli

DIretor De eXpANSão e NoVoS NeGÓCIoS • Arno Krug Jr.

DIretor De mArKetING • Alexandre Max

CoNSelho eDItorIAl • Carlos Wizard Martins,

Charles Martins, Lincoln Martins, Giovanni Giovannelli,

Arno Krug Jr., Alexandre Max e Raul Fagundes Neto

DIretor eXeCUtIVo • Raul Fagundes Neto

(raul.fagundes@wizardmagazine.com.br)

reDAÇão • Fabíola Ribeiro, Fernando Marchi, João Luis

Costa, Raul Fagundes Neto e Vanessa Moiseieff (revisão)

ApoIo eDItorIAl • Rodrigo Duarte,

coordenador de Comunicação Wizard

proJeto GráFICo e DIAGrAmAÇão

Maré Design Estúdio (maredesign.com.br)

proJeto eDItorIAl

Medialink Comunicação (medialink.com.br)

ColABorADoreS • Dubes Sonego,

Gustavo Hoffman, Daniel Amato, Natália Silva,

Thiago Ramos e Martha Gattarosa

GereNte ComerCIAl • Caio Campos

(caio.campos@wizardmagazine.com.br)

ApoIo ComerCIAl • Sueli Pessoa,

gerente de Parcerias Wizard

FINANCeIro • Joelma Santos

(joelma.santos@medialink.com.br)

pArA ANUNCIAr

comercial@wizardmagazine.com.br | (11) 3817-2131

PRÉ-IMPRESSÃO, IMPRESSÃO E ACABAMENTO

Plural Indústria Gráfica

Esta revista foi impressa em couché 150g brilho

capa) e couché 80g (miolo).

Os artigos assinados são de responsabilidade

dos autores e não representam a opinião da revista, da

Medialink ou da Wizard. A reprodução de reportagens

e artigos só é permitida com previa autorização

por escrito da Wizard Magazine.

A revista Wizard Magazine é uma publicação da Medialink

Comunicação editada sob licença da Wizard Brasil.

4


Conheça e aprenda com a trajetória do

professor que se tornou um dos

maiores empreendedores do Brasil

DISPONÍVEIS NAS MELHORES LIVRARIAS DO BRASIL

concecte-se com a gente:

facebook.com/editoragentebr

@EditoraGente


Wizard World

WIZARD

WORLD

O que acontece no mundo Wizard

Sustentabilidade com o Audio Card

A Wizard apresentou recentemtente aos seus

alunos mais uma inovação: o Audio Card, tecnologia

que substitui os CD-ROMs nos exercícios de listening.

Com ele, e também com a WizPen, o aluno tem

acesso à correta pronúncia das palavras e expressões,

em qualquer lugar que esteja. Além da praticidade, o Audio

Card da Wizard também colabora com o meio-ambiente,

pois elimina o uso do CD e o consumo de aproximadamente

500 mil toneladas de plástico nos próximos cinco anos.

divulgação

¿ Usted habla portugués?

divulgação

A Wizard já tem duas escolas na Costa

Rica, onde aplica cursos regulares de

idiomas, entre os quais o de Português para

Estrangeiros. Um detalhe interessante é que

atual mente grande parte dos mais de 500 alunos

da Wizard no país estudam português, uma

vez que a Costa Rica vem se fortalecendo como um

importante provedor de serviços de contact center

para vários países, entre eles o Brasil.

Descarte de celulares

Uma iniciativa que se expande.

Diversas escolas da rede

Wizard já contam com locais

apropriados para descarte de baterias

de celulares. Um convênio com a

empresa Ecocel garante que esse material

seja recolhido e adequadamente

reciclado.

6


Wizard STUDENTS

WIZARD

STUDENTS

Gente como a gente que estuda na Wizard

divulgação

divulgação

divulgação

Un jeune Tenor

Aos 15 anos de idade, Paula

Eduarda é a tenor mais nova a

entrar no livro de recordes, o

famoso Guinness Book. Aluna

do curso de francês na unidade

da Wizard em Guarulhos (SP),

Paula estuda para aprimorar

sua pronuncia do idioma e

aumentar a compreensão das

árias que costuma cantar durante

suas apresentações, quando

interpreta peças de Puccini e Bizet.

Chico Buarque, Ary Barroso e

compositores clássicos brasileiros,

como Villa-Lobos, também fazem

parte do repertório desta jovem

recordista.

Inglês para

a miss

A gaúcha Gabriela Markus,

Miss Brasil 2012, é aluna

da Wizard há cerca de cinco

meses. Cursando inglês na

unidade da rua Haddock Lobo,

em São Paulo (para onde

se mudou para se preparar

para o Miss Universo do ano

passado), Gabriela está no

nível Intermediário. “Em

Porto Alegre (RS) estudei

alemão, mas decidi aprender

inglês, pois é o idioma mais

falado no mundo”. A decisão

pelo aprendizado também

influenciou a família. Sua

mãe, Inge Gertrud Markus,

também faz Wizard, em

Porto Alegre.

Da TV para as

aulas de inglês

Nicholas Torres brilhou

interpretando o divertido Jaime

na novela Carrossel do SBT.

Sucesso dentro e fora da telinha,

o ator, cantor e dublador mostrou

que também se sai muito bem

ao utilizar o idioma inglês em

uma recente apresentação. O

repertório variado do show incluiu

músicas americanas e, ao ser

entrevistado pelo apresentador

do evento, o aluno da Wizard

Osasco/Campesina fez questão de

ressaltar a importância de estudar

um segundo idioma para a sua

vida pessoal e profissional. Após o

show, Nicholas esbanjou simpatia

ao receber o público Wizard

no camarim.

8


COVER STORY

De volta à

Cidade

do Rock

Rock in Rio retorna ao Brasil em

sua 13ª edição com um conjunto de

atrações capaz de, mais uma vez,

fazer história.

10


ORock in Rio, maior evento de música

e entretenimento do mundo,

está de volta ao Brasil dois anos

depois da última edição local. Agora, após

fazer sucesso em Portugal e na Espanha

no ano passado, é a nossa vez de, novamente,

curtir a grande festa da música

entre os dias 13 e 22 setembro, na Cidade

do Rock, no Rio de Janeiro.

Quem for a ao menos um dos sete dias

de shows da 13ª edição do Rock in Rio,

tem tudo para presenciar momentos marcantes

da história da música. Foi assim em

outras edições. É praticamente certo que

aconteça de novo.

Foi no Rock in Rio, por exemplo, que

bandas como Queen, Iron Maiden, Guns

n’Roses e REM fizeram algumas das apresentações

mais marcantes e para maior

público de suas carreiras. E onde bandas

nacionais, como os Paralamas do Sucesso,

ganharam projeção nacional. Não à toa,

em suas doze edições, o evento coleciona

mais de 6,5 milhões de espectadores que

assistiram shows de 968 artistas. >>

Wizard No

roCk iN rio

Escola de Inglês oficial da edição brasileira

do Rock in Rio pela segunda vez

consecutiva, a Wizard estará presente no

evento promovendo diversas ações, entre

as quais um campeonato onde os participantes

poderão tocar guitarra seguindo

uma musica previamente escolhida e

participar de um concurso cultural que

premiará, a cada dia do evento, com uma

bolsa de estudo completa, de um ano, na

Wizard.

11


CoVEr STorY

do da The E Street Band, a banda Muse,

a cantora Beyoncé, o ator cantor Justin

Timberlake e o badalado DJ David Guetta.

Mas uma das bandas mais aguardadas

é sem dúvida a do vocalista Bom Jovi. Em

turnê de promoção de seu novo álbum, o

ídolo do hard rock romântico americano

foi o responsável por fazer os 85 mil

ingressos para a quinta noite do evento

deste ano esgotar em uma hora e meia.

Um feito notável, mesmo em um festival

que vendeu cerca de 500 mil ingressos

em quatro horas.

Brief

Here comes another edition

of Rock in Rio, the biggest music

festival in the world! National

and international artists of various

genres will play at this seven-day

event. The list is huge and includes

names like Metallica, Iron Maiden,

Muse, Beyonce, Justin Timberlake

and Bon Jovi. The 13th Rock in Rio

will take place in September in Rio

de Janeiro.

Neste ano, o conjunto de atrações escolhidas

pela curadoria do festival mantém

a tradição de mesclar clássicos consagrados

e artistas no auge da carreira.

Entre os veteranos de outras edições do

Rock in Rio estarão presentes o quarteto

americano Metallica e os ingleses do Iron

Maiden. Mas também tocarão na Cidade

do Rock gigantes do rock, do pop e da

música eletrônica, como o cantor e guitarrista

Bruce Springsteen acompanhaalGUNS

dESTaQUES

pAlCo mUNDo (a Partir das h)

pAlCo SUNSet (a Partir das h)

SEXTA, 13/9

Beyoncé

Ivete Sangalo

Maria Rita e Selah Sue

SÁBADO, 14/9

Muse

Capital Inicial

Saints of Valery

DOMINGO, 15/9

Justin Timberlake

Alicia Keys

Jota Quest

George Benson + Ivan Lins

Nando Reis + Samuel Rosa

QUINTA, 19/9

Metálica

Alice in Chains

Sepultura + Tambours du Bronx

Rob zombie

SEXTA, 20/9

Bon Jovi

Nickelback

Frejat

Mallu Magalhães + Banda Ouro Negro

SÁBADO, 21/9

Bruce Springsteen & The E Street Band

John Mayer

Ivo Meirelles + Frenanda Abreu

+ Elba Ramalho

DOMINGO, 22/9

Iron Maiden

Slayer

Sepultura + zé Ramalho

12


Education

Estude!

Vale a pena

Pesquisa mostra que pessoas que sabem

mais de um idioma têm maior capacidade

de concentração em locais agitados. Mais tempo

de estudo também ajuda a retardar doenças

degenerativas, como Alzheimer.

Estudar um segundo idioma é realmente

necessário? Esta pergunta

certamente já passou pela cabeça

da grande maioria das pessoas ao menos

uma vez na vida. Sim, é necessário

e diversos estudos científicos apontam

vantagens que vão muito além do fundamental

melhor preparo intelectual que

um jovem deve ter para enfrentar a vida

profissional.

Um deles, desenvolvido pela Northwestern

University, dos Estados Unidos e publicado

no Proceedings of the National

Academy of Sciences of United States of

America (PNAS), aponta que pessoas bilíngues

conseguem se concentrar melhor em

ambientes agitados e barulhentos do que

aqueles que falam apenas um idioma. Isso

porque o estudo dos idiomas acaba por

fortalecer áreas do cérebro que são usadas

para perceber e analisar sons e ruídos.

Dessa forma, o cérebro de uma pessoa que

sabe mais de um idioma está melhor preparado

para processar os sons que lhe interessam

do que outra que não sabe. O mesmo

acontece com músicos durante ensaios, de

acordo com o estudo.

No longo prazo, estudar também é

uma das recomendações que os médicos

fazem para reduzir e atrasar as possíveis

manifestações de doenças neuro-degenerativas

como o Alzheimer, por exemplo.

De acordo com o coordenador do

Instituto do Cérebro do Instituto Israelita

Dr. Edson Amaro Junior

foto: Ramede Felix

14


de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, dr.

Edson Amaro Junior, estudar não impede

que uma doença possa se instalar, caso a

pessoa tenha propensão para isso, mas

atrasa e dificulta sua progressão.

“Já está estabelecido que quanto mais

tempo o indivíduo passa na escola, estudando,

mais demora a sentir os efeitos da

degeneração cerebral, no caso de doenças

como Alzheimer e outras”. Segundo

Amaro, esse tipo de problema em geral

começa a se instalar a partir dos 20 anos,

mas somente 40 ou 50 anos depois é que

se manifesta. “Combinado com a prática

de exercícios e alimentação saudável,

quem estuda tem a chance de retardar os

efeitos por cinco ou seis anos. Ou seja, o

indivíduo tem vários anos a mais de convivência

com a família e interação com

o ambiente que o cerca. E isso vale para

qualquer tipo de aprendizado, não somente

de idiomas”, finaliza. (JLC)

Brief

Did you know that people who

speak more than one language have

a greater ability to concentrate? This

was one of the conclusions reached

in a recent a study conducted by

Northwestern University. According

to the research, the study of a new

language strengthens the area of

the brain that is used to notice and

analyze noise.

15


Quer vender pela Internet?

Akatus Online é um intermediador de pagamentos completo para seu e-Commerce.

Fácil instalação, rapidez na transação e pacotes de recebimento adequados ao seu negócio,

sem custos fixos mensais e sem taxas surpresa.

Mais formas de

pagamento

Cartões de crédito, Transferência

bancária e Boleto bancário.

One-step Checkout

O cliente finaliza a compra em

apenas uma página.

Proteção para sua loja

Análise de risco inclusa em todas

as transações.

Online

Akatus, a forma mais fácil e

segura de pagar e receber online

www.akatus.com


Nunca mais

perca uma venda!

Mobile

Agora todos podem aceitar Cartões de Crédito

com Akatus Mobile, um aplicativo grátis para Smartphones e Tablets.

Sem mensalidade,

sem taxas surpresa.

Você escolhe quando

quer receber.

Feito para iOS e Android*

Baixe o aplicativo grátis em akatusmobile.com

Leitor de Cartões

de Crédito Akatus

Aluno Wizard tem desconto na compra do leitor.

Adquira o seu em akatus.com/wizard

* Verifique os aparelhos compatíveis no site www.akatusmobile.com


Los Angeles

pAra passear, conhecer, comprar...

Passar uma temporada em Los Angeles

oferece ao turista a oportunidade de conhecer um dos

mais fascinantes locais dos Estados Unidos.

18


Travel

Surf, compras, passeios, cultura e entretenimento.

Tudo isso, e mais, está

reunido em uma só cidade nos Estados

Unidos: Los Angeles. Famosa por abrigar

em cerca de 1.300 km² locais mundialmente

famosos como Hollywood e Beverly

Hills, a cidade oferece diversas outras atrações,

passeios e alternativas. O público que

gosta de filmes, for para lá para passear ou

para fazer negócios, certamente não chegará

a uma cidade desconhecida. Porém, alguma

dicas são importantes para quem vai a

passeio ou negócios.

Como toda megalópole, Los Angeles

enfrenta os problemas usuais de trânsito e

transporte público. A cidade, por ser muito

extensa, desestimula o hábito de andar a

pé. De fato, o carro é o instrumento de locomoção

mais utilizado pelos habitantes e

também pelos turistas. Andar de táxi pode

sair caro, caso você permaneça em Los Angeles

por um período longo. Se assim for,

uma ideia é alugar um carro com GPS, pois

algumas áreas da cidade não são suficientemente

sinalizadas.

Problemas de locomoção resolvidos,

o que não falta é o que ver e fazer em Los

Angeles. Desde museus, passando por parques,

restaurantes, bairros como Beverly

Hills e locais de compra, a cidade oferece

de tudo, e bastante. Museus como o Getty

Center oferecem ao visitante um excelente

acervo de quadros, esculturas e arte moderna,

instalados em um prédio confortável e

em um local mais do que adequado para

descansar os pés e tomar uma bebida gelada.

E o melhor: de graça.

Obviamente, não se pode deixar de ir aos

estúdios que fizeram a fama da cidade como

capital mundial do entretenimento: visitas

podem ser agendadas para o Universal

Studios e também em Beverly Hills. De um

lado, onde os filmes foram feitos. De outro,

as mansões de atores, atrizes, diretores e

outros que fizeram e fazem parte da cidade.

As visitas com guias são recomendadas, pois

eles conhecem muito bem as mansões, suas

histórias, moradores antigos e atuais.

Por extensão, imperdível conhecer a

Calçada da Fama, no Grauman´s Chinese

Theater, em Hollywood Boulevard, e conferir,

literalmente, as pegadas dos grandes

astros do cinema.

Ok, cinema não é seu hobby. Prefere

música de qualidade? Los Angeles também

tem. No Hollywood Bowl os shows são

gratuitos durante o dia e há espaço para

se fazer piqueniques enquanto assiste as

apresentações. Outra possibilidade é o Walt

Disney Concert Hall. Sua arquitetura inusitada

não deixa o visitante errar de caminho

e as apresentações são muito disputadas na

casa. Porém, lá o ingresso é pago.

Seu interesse é fazer compras? Los Angeles

tem a oferecer dezenas de lojas, as mais

exclusivas e badaladas estão concentradas

em Rodeo Drive, onde Julia Roberts filmou

ao lado de Richard Gere para o inesquecível

Uma Linda Mulher. Mas prepare-se, pois

não é barato. Porém, outras opções são possíveis

na cidade onde The Grove aparece

como a sugestão óbvia. Sim, óbvia mas nem

por isso dispensável. Em cerca de 500 mil

m² reúnem-se diversas lojas, restaurantes,

spas e muitos outros locais onde você encontra

praticamente de tudo que há à venda

na cidade. Não quer comprar nada? Mesmo

assim, vale o passeio.

Los Angeles tem muito, além disso tudo,

para oferecer, desde praias para curtir um

sol ou surfar, até uma vida noturna repleta

de atrações, com shows de artistas famosos

de cinema, stand ups, casas de música e outros.

O difícil não é conhecer, o problema da

cidade é por onde começar.

Brief

Los Angeles offers a host of attractions

for every imaginable type of tourist. From

surfing to shopping, cultural experiences

as well as diverse entertainment, all this

and much more can be had in the city

immortalized in Hollywood movies.

19


Useful Phrases

Useful Phrases

for Trips

1

I

2

Could

3

4

Keep

5

6

Could

7

Can

8

Do

9

How

would like to book a room for two please.

Gostaria de reservar um quarto para dois, por favor.

I get a Wake-up call for 6am?

Vocês poderiam me acordar às 6h da manhã?

(Pedido feito ao telefonista do hotel.)

Can you keep an eye on my bags please?

Você poderia ficar de olho nas minhas malas/sacolas,

por favor?

your carry-on luggage with you at all times.

Mantenha sua bagagem de mão com você o tempo todo.

You will have to check those bags.

Você vai ter que despachar essas malas.

I have a window seat?

Poderia sentar perto da janela?

I sit here?

Posso sentar aqui?

you have change for a $20 (twenty)?

Você troca uma nota de $20?

many in your party? OK, so you need a table for__.

Mesa para quantos? OK, então você precisa de uma

mesa para ____ pessoas.

10

How would like your steak? (rare, medium-rare, welldone)

Como / Que ponto você quer sua carne? (mal-passada,

ao ponto, bem-passada)

20


Personal Finance

Here I go!

Economizar

para transformar

em realidade

seu sonho não

é um bicho de

sete cabeças.

Basta saber

como guardar

um pouco todo

mês. Dicas valem

para tudo

na vida!

Viajar pela Europa, correr a América

Latina de ônibus, visitar o Extremo

Oriente, aprender um novo idioma,

comprar uma moto ou um carro, garantir

um futuro melhor. Difícil encontrar quem

nunca tenha pensado em correr o mundo

na juventude. O maior impedimento costuma

ser dinheiro. Mas o primeiro emprego,

free lancers esporádicos ou parte

da mesada são mais que suficientes para

você realizar sonhos de consumo que, nesta

fase da vida, custam o que parece ser

uma fortuna. Basta um pouco de disciplina

financeira.

Segundo o professor José Eduardo

Amato Balian, que dá aulas no curso de finanças

pessoais na ESPM – Escola Superior

de Propaganda e Marketing, há um roteiro

básico, e bastante simples, que pode ser

seguido: levantar os custos do que se quer

comprar, dos ganhos e das despesas mensais,

definir quanto é possível investir todo

mês e abrir uma poupança para colocar o

dinheiro. Aplicações de risco, como investir

na bolsa, só são recomendadas para

quem tem dinheiro sobrando.

Um exemplo. Um jovem de 17 anos,

que queira viajar para o exterior com o

dinheiro da mesada, de R$ 400, terá primeiro

que pesquisar quanto vão custar

passagens aéreas, estadia, eventuais cursos

e despesas gerais, como alimentação

e entradas em shows e museus. Digamos

que o total seja de R$ 5 mil. O passo seguinte

é definir quanto dos ganhos mensais

podem ir para a poupança da viagem.

Na hipótese de ser R$ 200, o jovem viajante

saberá que vai levar 25 meses para

juntar o valor necessário.

“Mas é importante sempre separar o

dinheiro assim que ele entra, antes de começar

a gastar. A conta é: o que eu ganho,

menos o valor que eu quero economizar

dá a quantia que tenho para gastar no

mês”, diz Balian.

22


Professor José Eduardo Amato Balian

Atrás do primeiro milhão

Boa parte das dicas se aplica não só

divulgação

para a conquista de desejos materiais, mas

para se poupar para qualquer outra coisa

na vida, lembra o professor. Além delas,

vale dizer que existem outros hábitos que

podem ajudar na hora de economizar, seja

para guardar para eventuais emergências,

ter uma poupança que permita dar entrada

na casa própria ou estudar.

Um dos mais efetivos é eliminar dívidas

de cartões de crédito e cheque

especial, antes de começar a poupar. Os

juros cobrados neste tipo de modalidade

de crédito são mais altos que qualquer

aplicação financeira que se possa fazer.

Outra sugestão é cortar da rotina pequenos

gastos que, no final do mês, fazem a

diferença. O cafezinho na hora do almoço,

que custa R$ 3, por exemplo, pode

levar embora R$ 90 em 30 dias. Colocar

o dinheiro em aplicações que nunca estão

prontamente disponíveis para saque,

como os CDBs, também ajuda a proteger

a poupança de crises de empolgação ou

momentos de necessidade.

Para quem já faz o básico e tem algum

dinheiro guardado em aplicações seguras,

como a poupança e títulos do governo, é

possível começar a experimentar com

aplicações de maior risco, como ações.

Mas sempre uma pequena fração das

economias (10% ou 20%), nunca todo o

dinheiro guardado. Nesse caso, uma boa

dica para quem quer começar a testar

suas habilidades, sem o risco de perder

dinheiro, é treinar em simuladores de investimentos

como o SimulAção, da Bolsa

de Valores de São Paulo (bmfbovespa.

com.br/simulacao).

Brief

Whether your dream is to travel

the world, buy your home or dream

car, secure your financial future, or

attain your first million, whatever the

case may be, having the financial

discipline to control your spending as

well as saving part of what you get, is

crucial in achieving these goals.

23


Money

Mobile Payment:

Você ainda vai usar

* Daniel Amato

A

rápida evolução dos smartphones

e das tecnologias de transmissão

de dados transformaram estes

aparelhos em verdadeiras centrais de

serviços e entretenimento. Quem diria,

na época do lançamento do primeiro telefone

celular, que iríamos usá-lo para

tirar fotografias, enviar mensagens, ouvir

música, assistir filmes e, nas horas vagas,

ainda “tuitar” e postar no Facebook e no

Instagram?

Mais recentemente, os smartphones

passaram a ser utilizados também

para uma função que até então era uma

exclusividade das famosas “maquininhas”:

a de receber pagamentos por

meio de cartões de crédito. Essa inovação

tornou esses aparelhos também

uma importante ferramenta de trabalho

para profissionais liberais, microempresários

e micro-empreendedores

que vendem produtos ou serviços, mas

até então não tinham a possibilidade

(por questões financeiras ou outras) de

oferecer essa comodidade, tão comum

no mundo moderno, para seus clientes.

Embora ainda seja novidade, desfrutar

dessa possibilidade é mais fácil e barato

do que parece. Basta baixar o aplicativo

da empresa de meios de pagamentos de

sua escolha no aparelho com plataforma

iOS ou Android, se cadastrar e ter uma conexão

com a internet (seja ela 3G, 4G ou

via Wi-fi). Para oferecer ainda mais conforto

e agilidade aos clientes, algumas empresas

do segmento oferecem a opção de

compra de um leitor de cartões de crédito,

por preços a partir de R$ 100,00, para

ser acoplado em seu celular. A segurança

na transação é um dos pontos fortes deste

tipo de tecnologia.

Como toda inovação tecnológica, há

uma barreira cultural a ser vencida. Se você

é um profissional liberal ou empresário e

não utiliza essa alternativa, provavelmente

contará com ela em um futuro próximo. Se

você é um consumidor e ainda não pagou

por um produto ou serviço usando esse

tipo de tecnologia, pode se preparar que

certamente você o fará. E pode confiar!

* Daniel Amato

é empreendedor do segmento de TI

e sócio-investidor da Akatus

24


Family

A rede

Facebook, Twitter, LinkedIn, Flickr,

entre outras, abrem o mundo para os jovens.

O que fazer para protegê-los?

É

um fenômeno e veio para ficar.

No Brasil, segundo levantamento

feito pela consultoria

comScore, 97% das pessoas com

acesso à internet frequentam o Facebook

ou o Twitter.

Mais conservador, o Ibope Media

informa que o número de internautas

que acessam as redes sociais ultrapassa

os 46 milhões de pes soas,

de um total de 53,5 milhões que têm

acesso à Internet. Nesse contexto, é

relevante a questão sobre o que

muitos pais fazem em relação à adesão

dos filhos a essas páginas, como

Google+, Flickr, LinkedIn, MySpace,

entre outros. A preocupação, novamente

gira em torno da possibilidade

dos jovens participarem

de comunidades perniciosas, por

exemplo: organizações neonazistas

ou promotoras de comportamentos

problemáticos, como incentivo a

anorexia, ou mesmo que acabem aliciados

por redes de pedofilia. Mas só

existe o lado ruim das redes sociais?

A resposta de especialistas é a

de que as redes potencializam toda

e qualquer atividade humana, tanto

as boas quanto as ruins. De acordo

com o professor Alexandre Hashimoto,

coordenador de Sistemas de

Informação da Faculdades Rio Branco

(SP), as redes sociais trazem benefícios

importantes para o indivíduo,

como manutenção de vínculos

de amizades (que antes delas perdiam-se

por conta de mudanças de

municípios, escolas ou trabalhos),

ampliação do network para fins profissionais

e mesmo o encontro de

comunidades onde as pessoas podem

encontrar afinidade com seus

gostos, preferências e hobbies.

“Na rede social, o indivíduo encontra

seu valor e é reconhecido por

ele”, afirma Hashimoto. Porém, ele

ressalta que, na adolescência, esses

jovens não tem, ainda, um senso

crítico mais apurado, que evitaria

que se colocassem em situações de

risco. “Por isso a supervisão é necessária”,

explica.

Para a psicóloga e pedagoga Ana

Paula Camargo, supervisora pedagógica

do Ensino Médio do Colégio Rio

Branco, em São Paulo, esse cuidado

é muito necessário. “Por mais que os

Brief

Brazil is a country where

most people use social networks.

According to recent

surveys, over 85% of Brazilians

with internet access are on

Facebook and Twitter. This

phenomenon has spurred debate

as to youth participation

on such networks, its risks and

positive impacts.

pais não se sintam à vontade nas redes

sociais, eles precisam contornar

essa dificuldade para se aproximarem

de seus filhos, abrirem canais

de comunicação”, afirma. Para ela,

as redes sociais aumentaram a exposição

dos jovens e das crianças ao

mundo, com tudo o que isso tem de

bom e ruim. “É muito ruim quando

uma criança tem acesso a um conteúdo

pornográfico, por exemplo, mas

conheço, por outro lado, dezenas de

jovens que adqui riram maior consciência

de suas obrigações sociais,

fazem caridade e encontram pessoas

afins nas redes. Esse é um lado bom

que precisa ser dito”. (JLC)

Psicóloga Ana Paula Camargo

divulgação

27


Sports

Sonho

materializado

* Gustavo Hofman

Foram longas noites e madrugadas

acompanhando o Boston Celtics de

Larry Bird, o Los Angeles Lakers de

Magic Johnson, o Detroit Pistons de Isiah

Thomas e o Chicago Bulls de Michael Jordan.

Depois vieram Shaquille O’Neal, Tim

Duncan, Kobe Bryant e LeBron James. Agora,

o público brasileiro que sempre acompanhou

a NBA pela televisão terá a chance de

ver um jogo do melhor basquete do mundo

in loco.

A data histórica já está definida: 12 de

outubro. O Rio de Janeiro foi a cidade escolhida

para receber Washington Wizards

e Chicago Bulls, em partida válida pela prétemporada

da liga.

Há muitos anos a NBA realiza ações espalhadas

pelo planeta, inclusive no Brasil, com

clínicas de basquete e eventos, principalmente

para jovens. Mas agora é diferente,

e a realização desse jogo na HSBC Arena é

apenas consequência da evolução do próprio

basquete brasileiro.

A seleção já conquistou três medalhas de

bronze olímpicas (1948, 60 e 64) e dois títulos

mundiais (1959 e 63), com uma geração

que merece ser louvada para sempre, liderada

por Wlamir Marques, Ubiratan e Amaury

Passos. Além dessas conquistas, o país ainda

tem cinco títulos pan-americanos, sendo

o de 1987 o mais emocionante e emblemático.

A conquista sobre os norte-americanos

em plena Indianápolis, liderada por Marcel

e Oscar, ajudou a mudar o rumo da história

do esporte. Boa parte da origem do Dream

Team de 1992 está aí.

Após um período de abandono por parte

dos dirigentes no final dos anos 1990 e

início da década seguinte, o basquete brasileiro

se reergueu graças ao talento de seus

jogadores, muitos chegando à NBA (Leandrinho,

Nenê, Tiago Splitter, Anderson Varejão,

Fab Melo e Scott Machado jogaram a

última temporada).

Além disso, o surgimento do Novo Basquete

Brasil (NBB) – a liga nacional brasileira

– tem contribuído demais com esse

cenário positivo. Na seleção, a chegada do

técnico argentino Rubén Magnano devolveu

a credibilidade à equipe, e a tendência

é que a evolução persista por muito tempo.

O basquete brasileiro vive.

* Gustavo Hofman é jornalista, comentarista

dos canais ESPN e ex-aluno da Wizard

Brief

In October, Brazil will be hosting an incredible NBA

(National Basketball Association) game! The NBA introduced

the world to big names like Magic Johnson, Michael Jordan,

and Shaquille O’Neal. This match, Washington Wizards versus

Chicago Bulls will be held in Rio de Janeiro. This will be a must-see!

28


29

foto: Domenic Gareri / Shutterstock.com


Health

Correr ou

sobreviver

a uma prova

* Thiago Ramos

divulgação

O

fenômeno da corrida de rua vem

crescendo a cada ano, em número

de praticantes e também em

quantidade de provas realizadas. Esse

crescimento é acompanhado por diversos

fatores, entre eles a busca por saúde e bem

estar pelas pessoas e ainda, o aumento da

profissionalização por meio das empresas

especializadas em oferecer a corrida de rua

como um serviço para seus clientes.

Ao mesmo tempo, o número de praticantes

correndo sem as devidas precauções,

os famosos corredores de final de

semana, vem aumentado dia a dia. Eles

estão mais propensos a lesões, porque

correm com a postura errada e fazem os

treinos sem a orientação de um profissional

habilitado para prescrever o treinamento

que respeite as suas limitações.

Encontramos esses corredores de final

de semana também em provas de corrida

de rua, participando, muitas vezes, sem

um plano de treinamento, sobrevivendo

àquela prova de rua muitas vezes embalado

pela adrenalina.

Embora muitos terminam a prova

extremamente cansados e com fortes

dores pelo corpo - precisando de vários

dias para a total recuperação, isso poderia

ser evitado com um planejamento

sistematizado de treino.

Correr é planejar e controlar todas as

variáveis que envolvem o treinamento

esportivo, para que possamos tirar o máximo

do nosso rendimento na corrida de

rua, com segurança e colhendo os frutos

nas competições que nos propomos a fazer

durante o ano.

E você, corre ou sobrevive a uma prova?

* Thiago Ramos de Oliveira é

consultor esportivo da KM Esportes

e treinador VO2 PRO.

30


WiSh liST

diCaS dE

CompraS

para o chef

As facas elétricas da

Cuisinart facilitam a

vida de quem gosto de

cozinhar. Com botão

de segurança para

travar na posição de

controle, elas também

contam com lâminas

de aço inoxidável que

não enferrujam ou

perdem o fio. Preço

sugerido: R$ 299

(spicy.com.br).

refrescante

e alinhado

Dica da Schwarzkopf

para os cabelos

masculinos. O

3DMension Shampoo

Cabelo & Corpo (preço

sugerido de R$ 60,38)

é extremamente

refrescante e prático

e também pode ser

usado como gel para o

corpo e para os cabelos

diariamente, graças à

sua fórmula que contem

pantenol, meltol e

cafeína

(SAC 0800-704-2334).

Quentinho

Nesse finzinho de

inverno, nada melhor

que manter seu pai

aquecido. Esta malha

de algodão da Colombo

está disponível em várias

cores a partir de

R$ 79,95. A rede de lojas

tem mais de 350 pontos

de venda, em 24 estados

diferentes, então, será

fácil encontrá-la para

o paizão. Se não der, vá

pelo site:

colombo.com.br

Conectado

Último lançamento da

Apple, o iPhone 5 já

é vendido no Brasil e

foi redesenhado para

acomodar a tela com

tecnologia Retina,

que permite melhor

visualização de fotos

e vídeos, além de mais

rápido, com o uso de um

chip A6. Preço sugerido:

R$ 1.699 (apple.com.br).

31


divulgação

NOVOS

DESAFIOS

Anderson Silva, aluno Wizard.

32


Anderson Silva

Rio de Janeiro, 26 de março de 2013, 10h23.

O brasileiro Anderson Silva, o maior lutador do mundo

de MMA (Mixed Martial Arts) na categoria pesos-médios,

encontra Carlos Wizard Martins, fundador da Wizard,

a maior rede de escolas de idiomas do mundo.

Na oportunidade, Anderson e Carlos anunciaram

para a imprensa o patrocínio da Wizard

ao lutador pelo período de um ano.

A

cena descrita acima pode

parecer, à primeira vista, um

encontro entre duas personalidades

com trajetórias e perfis

totalmente distintos, mas isso não é

verdade. Na realidade, ambos, o esportista

e o professor, cada um a seu

modo, têm muitas coisas em comum,

em especial a determinação para

conquistar seus objetivos.

Carlos e Anderson passaram a

infância na mesma cidade, Curitiba

(PR), e são originários de famílias

humildes. Os dois, e as semelhanças

não param por aí, encontraram

no período que viveram nos Estados

Unidos a força para superar as adversidades

e para vencer, fazendo o que

mais gostam. Anderson lutando, Carlos

ensinando a língua inglesa.

Carlos, 56 anos, cuja trajetória de

vida acaba de ganhar uma biografia

de autoria do escritor e jornalista

Ignácio de Loyola Brandão (Carlos

Martins, Sonhos não têm limites, 224

páginas, Editora Gente, R$ 34,90),

começou a aprender inglês no Brasil

com os missionários Mórmons. Aos

17 anos foi para os Estados Unidos

da América, primeiro Nova Iorque,

depois Salt Lake City, no estado de

Utah. Lá, estudou inglês, deu aulas de

português, fez faculdade e aprendeu

a importância e o valor do trabalho,

da perseverança e da busca diária

por aquilo que se deseja. De volta ao

Brasil, após trabalhar por alguns anos

em uma fábrica de papéis na região

de Campinas, Carlos Martins criou a

Wizard e fez dela a maior referência

em ensino de idiomas no País.

Anderson, o Spider, 38 anos, começou

a lutar quando criança, com

apenas cinco anos. Ainda no Brasil,

em 1997 iniciou a participação de

torneios locais da MMA. Já em 2002,

foi para o Japão disputar o circuito

Pride, onde ficou por dois anos. Em

2006, estreou no UFC de forma arrasadora,

nocauteando o norte-americano

Cris Laben em apenas 50 segundos

de luta. Começava ali a lenda

do brasileiro Anderson Spider Silva, o

maior vencedor do UFC de todos os

tempos, dono de uma invencibilidade

recorde de 16 lutas e de 10 vitórias

seguidas em desafios de títulos.

Separados por diferentes gerações

e pelos caminhos da vida, embora

com histórias de superação e

sucesso muito próximas, Anderson

e Carlos estiveram juntos naquela

manhã no Rio de Janeiro para eliminar

um ponto que ainda os separava,

a língua inglesa. Na oportunidade,

Anderson Silva anunciou que seu

próximo desafio seria aprender, definitivamente,

o idioma inglês. Agora,

com a revanche já agendada contra

Chris Weidman (que o venceu por nocaute

em luta no dia 7 de julho) em

28 de dezembro em Las Vegas (EUA),

Anderson Silva tem dois grandes desafios

para vencer. Em ambos contará

com o apoio total da Wizard.

Brief

The life stories of teacher

Carlos Wizard Martins, founder

of Wizard, and MMA fighter

Anderson Silva have many

things in common, especially

their determination in reaching

their goals. Both came from

humble beginnings, both grew

up in Curitiba and have lived

in the United States, both have

overcome the odds and hardships,

and have found the strength to

fight and come out on top.

Carlos and Anderson

(currently sponsored by Wizard),

have recently teamed up for

a mutual purpose: make the

fighter become fluent in English.

33


Opinion

O futuro do

ensino de

idiomas

* Carlos Wizard Martins

foto: Celso Congílio

Estudiosos e profissionais do setor

vêm apontando e debatendo, já

há algum tempo, o impacto e os

efeitos das novas tecnologias e formas

de comunicação - como redes sociais,

smartphones e tablets - no ensino.

A partir da forte e crescente influência

que essas novas tecnologias, combinadas,

vêm tendo no dia a dia de cada um

de nós - mudando a forma como trabalhamos,

como vivemos e até como nos relacionamos

-, elas também estão afetando

e ainda afetarão a forma como ensinamos

e aprendemos nas escolas, sejam elas de

ensino fundamental, faculdades, cursos

profissionalizantes ou de idiomas.

Na área de idiomas isso já vem acontecendo,

de forma acelerada, ao oferecer

aos alunos várias alternativas de acesso

às informações, além de maior quantidade

delas. Entretanto, ao contrário do

que muitos acreditam, não se trata de

uma revolução, mas sim de uma evolução.

Isso significa que o modelo que

temos hoje - baseado em metodologia

associada ao conhecimento e preparo

dos professores em sala de aula - não

será simplesmente substituído por um

sistema 100% online, uma vez que isso

significaria abrir mão de uma parte enorme,

embora intangível, do processo de

aprendizagem, que é a interação pessoal

entre professores e alunos.

A partir de minha experiência de vida

- inclusive de quem já viu, no passado, a

televisão ser apontada como a substituta

do rádio ou o vídeo ser proclamado como

o começo do fim dos cinemas -, tenho convicção

que o modelo híbrido será o mais

aceito e utilizado, com a utilização da plataforma

digital com o objetivo de tornar o

processo de aprendizagem, seja de crianças,

jovens ou adultos, cada vez mais fácil

e prazeroso. Nosso objetivo é encantar o

aluno lhe oferecendo aquilo que ele ainda

nem imaginou ser possível.

* Carlos Wizard Martins

é fundador da Wizard

34

Similar magazines