ANIMES E HISTÓRIAS

danisjean

SUA REVISTA DE ENTRETENIMENTO

•OS CAVALEIROS DO ZODÍACO

•SHURATO

•SAKURA CARD CAPTORS

•DIGIMON

ENTRE OUTROS

ANIMES E HISTÓRIAS


Carta Ao leitor

Saudações caros leitores!

Sejam bem vindos a essa grande aventura que é o

mundo do Anime!

É com muito orgulho que apresentamos

a nossa primeira edição e escolhemos

alguns de nossos Animes favoritos para dar

inicio a essa grande aventura, Nas próximas

páginas você irá iniciar uma viagem

através do tempo e relembrar e ou conhecer

alguns dos animes que fizeram parte

da infância de muitos e que até hoje tem

lugar reservado no coração da galera.

Cuidadosamente buscamos trazer a essência

principal da cada um dos animes

escolhidos para permitir aos leitores um

conteúdo de qualidade e super divertido e

trazemos ainda uma super entrevista com

o dublador Diego Rastichong que já dublou

personagens com Ralfh (Os Simpsons), Max

(Turma do Pateta), Nick (Jimmy Neutron),

Roliço ( 101 Dalmatas) entre outros. Esta

revista foi feita pensando em vocês! Tenham

uma ótima leitura!

Equipe

Mais Anime


Sumário

Shurato --------------------------------------------- Página 04

YnoYasha ------------------------------------------- Página 05

Pokémon ------------------------------------------- Página 06

Sakura Cardcaptor --------------------------------- Página 08

Digimon -------------------------------------------- Página 10

Os Cavaleiros do Zodíaco ------------------------- Página 12

Entrevista com Diego Rastichong ----------------- Página 21

YuYu Hakusho -------------------------------------- Página 27

Bleach ----------------------------------------------- Página 28

Equipe ----------------------------------------------- Páginá 29


Tenkū Senki Shurato “A Guerra Celestial de Shurato” ou simplesmente

‘‘Shurato’’, uma série de mangá criada por Hiroshi Kawamoto

e transformada em anime pela Tatsunoko Productions.

Shurato começou a ser publicado no final da década de 1980, na

magazine Shōnen King, da revista Shōnen Gahosha, e foi animado

pelos estúdios da Tatsunoko Productions. Estreou na TV Tokyo

em 6 de abril de 1989 e continuou até 18 de janeiro de 1990.

Países em que teve maior sucesso foram Japão, França e Brasil.

Shurato Hidaka e Gai Kuroki são dois melhores amigos de infância.

Eles são opostos um do outro em personalidade. Enquanto lutavam

um contra o outro, na final de um torneio de artes marciais,

eles são subitamente encobertos por uma misteriosa luz que

cai do céu e transmigrados para o Mundo Celestial. Nesse Mundo,

as pessoas dependem de seus Souma, uma forma de energia

espiritual. Shurato, com seu o Shakti, tem uma força quase infinita.

Seu amigo Gai descontrolado e a ponto de máta-lo, Shurato

é salvo pelo Rei Carla. No Palácio Celestial de Vishnu, Shurato

descobre que faz parte de um grupo de oito guardiões lendários.

Conhecendo os principais personagens

Shurato, o Rei Shura: É o personagem principal do anime, foi transmigrado

para o Mundo Celestial com seu amigo Gai. Shurato é o típico heroi cabeça

quente, impulsivo e suas emoções sempre o faz agir antes de pensar. Ele tende

a pensar mais com o estômago do que o cérebro. Possui uma personalidade

temperamental e infantil, agindo as vezes por impulso ou por pura irresponsabilidade.

Quando está treinando, ele não tem domínio algum do seu Souma.

Gai, o Rei Yasha: Gai é o amigo de infância de Shurato, melhor amigo e rival

esportivo. A personalidade dele é quase um oposto polar de Shurato. Gai

sempre está frio e calmo, preferindo enganar os oponentes do que lutar com

eles. Logo que chega ao Mundo Celestial é dominado pelo poder do Souma

negro e passa a lutar contra Shurato. É derrotado por Shurato e acaba

meio que se fundindo ao espírito do amigo para guiá-lo ao caminho da luz.

04

Dan, o Rei Hiba: Dan é o mais mal humorado do grupo. Ele é teimoso, cabeçudo

e, às vezes, pode ser um tirano. Ele é muito forte e gosta de lutar para exibir

sua força. É o mais violento entre os guardiões. Quando era jovem, acreditava

que a força bruta era a que determinava quem era o mais poderoso. Perdeu

para Shurato, mas voltou a vida e se uniu a ele na luta contra as forças do mal.

Mas após receber conselhos sábios de Vishnu, determinou-se a defende-la.


Ryouma, o Rei Dragão: É fiel amigo de Hyouga. Ele o mais forte entre os

guardiões e o primeiro a se unir a Shurato e Hyouga. Ryouma foi para o

Mundo Celestial e foi escolhido o Rei Dragão. Seu melhor amigo é Hyouga,

O Rei Celestial. É determinado e sua arma é uma lança, na qual pode

desferir golpes em alta velocidade. Ele se sacrificaria de boa vontade

para qualquer um de seus amigos, ele odeia desonestidade e deslealdade.

Hyouga, o Rei Celestial: Amigo inseparável de Ryouma, foi o primeiro a

se tornar amigo de Shurato. Hyouga é o líder do Grupo, um papel que ele

leva muito seriamente. Ele foi escolhido como Rei Celestial com 12. Ele

é dedicado completamente a Vishnu. Como a maioria dos heróis, Hyuoga

é dedicado aos seus amigos, especialmente o melhor amigo dele Ryouma.

Ele menospreza as pessoas que são desonestas ou desonradas.

Leiga, o Rei Karla: É um personagem com trejeitos afeminados e muito brincalhão.

Leiga é o cérebro do grupo, ele é um excelente estrategista e sabe

todas as técnicas todo o Mundo Celestial. Seu melhor amigo é Kennya, o Rei

Dappa, e o adimira muito pelo grande poder que possui. Leiga gosta mesmo

de galantear as garotas, em especial a Rakesh. Seus poderes são baseados

em ataques com penas, tanto ofensivos, como a técnica da Visão Voadora.

Lengue, a Rainha Nahla: Lengue é a única mulher entre os guerreiros Celestiais,

ela tem um temperamento quente e sempre atos duro. Quando

ela começou seu treinamento, era tão determinada que nenhum homem

conseguia derrota-lá, e assim se tornou uma excelente guerreira. Ela é

apaixonado por Indra e o segue cegamente. Ela recusa acreditar que Indra

traiu Vishnu, até mesmo depois de ver a prova com os próprios olhos.

Kennya, o Rei Dappa: Kennya é o guardião que mais desenvolveu o poder

do Souma. Seu melhor amigo é Leiga, o Rei Karla. Ele é muito devoto e

disciplinado, normalmente é visto meditando. De expressão séria e disciplinar,

é o único que consegue neutralizar seu Souma na Caverna do Luar,

além de neutralizar o Souma de seus companheiros. Kennya acaba morrendo

do mal das bolhas vermelhas e é ressucitado pelas mãos de Vishnu.

Vishnu, a Deusa da Harmonia: É a líder suprema das forças divinas. Vishnu

é a Deusa de Harmonia do Mundo Celestial. Ela é o que mantém a terra

viva e próspera. Sem ela, morreriam o Mundo Celestial e a Terra. Ninguém

sabe muito sobre sua Deusa, a qual é sempre gentil, amável e nunca

vacila em ajudar uma criatura em necessidade, não importa o que seja. Por

causa disto, é amada grandemente e venerada por todos do Mundo Celestial.

Ele é transformada em pedra, Vishnu morre durante a guerra contra a mal.

Rakesh, a Sucessora de Vishnu: Rakesh é uma bela garota que vivia no monte

Jurai. Ela foi a primeira pessoa a ver Shurato quando ele chegou ao Mundo

Celestial e é apaixonada por ele. Rakesh tem o poder da cura, é a sucessora

de Vishnu e ocupa seu lugar após sua morte. Seu melhor amigo é seu o

bichinho de estimação, filhote de Naga chamado Mii. Ela está sempre alegre

e é bem romântica. Rakesh sempre da uns puxões de orelha em Shurato.

05


InuYasha é uma série de anime e mangá que apresenta um extenso elenco

de personagens criados por Rumiko Takahashi. A maior parte da história

se passa em uma versão ficcional do Japão no período feudal, e apresentando

partes ocasionais de Tóquio na atualidade. O cenário e enredo de InuYasha incorporam

muitos elementos do folclore japonês, os principais personagens (ambos

os protagonistas e antagonistas), incluem monges budistas, sacerdotisas,

e vários tipos de “youkais” (literalmente significa demônio,espírito ou monstro).

História

A história começa em Tóquio, no Japão, com

uma garota de 15 anos chamada Kagome Higurashi.

Ela vive com sua mãe, seu avô e seu

irmão mais novo, Sota, nas terras do santuário

Shinto. Quando ela vai procurar seu gato,

Buyo, no poço perto de sua casa, um monstro

a puxa para o Poço Come-Ossos e a leva consigo.

Assim, ela reaparece no período Sengoku

do Japão. Aparentemente, um yokai tinha

atacado uma aldeia perto do poço, com objetivo

de roubar a Joia de Quatro Almas e matar

a sacerdotisa que a protegia, mas foi selado em

uma árvore. Por Kagome ser muito parecida

com a antiga sacerdotiza da joia foi alvo de

um yokai serpente e no meio da fuga a garota

encontrou hanyou InuYasha, que tava lacra-

Depois de libertar InuYasha , o mesmo ataca o yokai sepente matando-o e em seguida

tentar atacar Kagome por ser muito parecida com a sacerdotiza que havia o selado na árvore.

Logo em seguida descobrimos que a garota é a reencarnação da antiga sacerdotiza

que protegia a joia. Por causa do grando poder da Joia de Quatro Almas muitos yokais

viviam atacando Kagome até que em um desses ataques para impedir a fugo de um yokai

que havia conseguido pegar a joia a garota acidentalmente atingiu a joia com uma flecha a

quebrando em vários pedaços. É a partir daí que se inicia a história de InuYasha e Kagome

tentando recuperar os fragmentos da joia e encontrando aliagos e inimigos no caminho.

06


Personagens Principais

Inuyasha é metade youkai, metade humano. Foi

selado numa árvore por Kikyou. Passados 50

anos, Inuyasha foi libertado por Kagome que fugia

de um youkai e para se salvar soltou Inuyasha.

Inuyasha sente uma paixão por Kagome e por

Kikyou. Quer vingar-se de Naraku por se ter

passado por ele e ter matado Kikyou. Transforma-se

em humano na primeira noite de cada mês.

Kagome é uma garota que vive nos tempos atuais

e por acidente para na Era Feudal do Japão. Uma

menina de personalidade forte e decidida, é capaz

de arriscar a própria vida pelos seus amigos e mesmo

não percebendo é a mais altruísta do grupo.

Shippo é um filhote de raposa. Seus pais foram mortos pelos

irmãos relâmpago e tentando vingar os seus pais, Shippo

junta-se a Kagome e a Inuyasha. Inuyasha acaba por matar

os irmãos relâmpago e Shippo continua a viagem com eles.

Sango foi criada pelo seu pai como uma extreminadora

de Youkais. Sango procurando

vingança pelo que Naraku fez a sua família,

segue Inuyasha e os seus companheiros.

Miroku é um sacerdote que procura vingança a Naraku

por ter colocado uma maldição que é passada de

geração em geração que é um buraco negro na mão

que suga tudo o que tiver á frente. Com o passar dos

anos esse buraco negro vai acabar por sugar Miroku.

07


O anime Pokémon é divido em cinco temporadas: a série original, Advanced Generation,

Diamond & Pearl, Best Wishes! e, atualmente, XY, que começou a ser

transmitida em 2013. Cada temporada é baseada em um videogame da franquia.

Nas transmissões internacionais, a série é dividida em 17 temporadas.

História

Ash ganha seu primeiro

Pokémon, um Pikachu

e sai para sua jornada

por Kanto, um mundo

habitado por criaturas

chamadas Pokémon.

Ao chegar na cidade

de Veridiana, ele fica

sabendo sobre a Liga

Pokémon, do Planalto

Índico. Para participar,

precisa ter 8 insígnias

de Ginásio, que ele terá

que conquistar através

de batalhas Pokémon.

Alguns Pokémons do personagem Ash:

Nesse meio tempo,

ele conhece a Equipe

Rocket, uma quadrilha

de ladrões Pokémon.

Três de seus membros,

Jessy, James e o

Pokémon falante Meowth,

descobrem o

poder do Pikachu do

Ash e decidem rouba-lo;

até hoje não conseguiram.

Nessa 1ª temporada

de Pokémon,

que estreou em setembro

de 1998 nos

Estados Unidos e em

maio de 1999 no Brasil,

juntam-se a turma

do Ash: Misty e Brock,

Pikachu Charmander Squirtle Bulbasaur

08

Pidgey

Butterfree

Muk

Metapod


Personagens Prícipais

Ash Ketchum:

Ash é o protagonista do anime

Pokémon. Ele é um treinador

de Pokémon de 10

anos, que tem o sonho de ser

o maior Mestre Pokémon

do mundo. Ash sempre

tem Pikachu em seu time,

é o seu pókemon preferido.

Brock:

Brock era líder do

ginásio de Pewter City,

mas após o retorno

de seu pai, começou

a viajar com Ash e

Misty para ser o maior

criador de Pokémon

de todos os tempos.

Misty:

É a primeira amiga que Ash

faz em sua jornada. Ela é uma

das quatro líderes do ginásio

da cidade de Cerulean,

junto com suas três irmãs.

O sonho dela é ser a melhor

treinadora de Pokémon

do tipo água do mundo.

Professor Samuel Carvalho:

O professor da região de Kanto.

Estudioso de Pokémon de Pallet

Town, ele entrega aos novos treinadores

um de seus Pokémon

(Bulbasaur, Charmander ou

Squirtle) e foi ele quem entregou

o Pikachu para Ash.

Cuida de todos os Pokémon

de Ash que não estão com ele.

Jessie, James e Meowth (Equipe Rocked):

São três membros da Equipe Rocket, uma organização

que quer roubar os Pokémon do mundo e usá-los

para fins maléficos. Acabam escolhendo o Pikachu de

Ash para tentar roubar, mas sempre são interrompidos

e derrotados, sempre terminando voando pelos

céus, mas utimamente isso tem mudado após serem

escalados por Giovanni para liderarem a Equipe

Rocket na região Unova que tiveram de deixar

Woobuffet, Seviper, Yanmega, Mime Jr e Carnivine

no departamento da Equipe Rocket pois pokémons

de outras regiões seriam suspeitos em Unova.

Fique por dentro das novas aventuras:

https://www.facebook.com/oficialpokemonbrasil

09


Sakura

Cardcaptor

Sakura Cardcaptor começou a ser publicado em 1996 na revista japonesa Nakayoshi.

Em 1997, Sakura virou um anime de grande sucesso não só no Japão, mas

também no Brasil em 2001– por aqui as aventuras da Card Captor foram exibidas

pelo Cartoon Network, pela Globo e Boomerang. Além disso, ainda foram produzidos

dois longas baseados no mangá. Sakura Card Captors conta a história da jovem Sakura

Kinomoto. A garota levava uma vida comum. Ela cursava a quarta série escolar e

treinava para ser uma Líder de Torcida. Mas um dia, Sakura acabou encontrando um

misterioso livro no escritório de seu pai. Curiosa, ao abri-lo, ela liberou as Cartas Clow

– 52 cartas criadas pelo mago Lead Clow, que misturou magia inglesa e chinesa para

atribuir poderes às cartas. Em seguida ao acidente, surge Kero, o Guardião do Lacre

do livro. Despertado, ele descobre que todas as Cartas Clow haviam escapado do livro

e agora deveriam ser capturadas, caso contrário uma grande desgraça poderia acontecer.

O fato de Sakura ter aberto o livro indicava que ela não era uma garota comum. O

próprio Kero explica que só quem possui poderes mágicos poderia abrir o livro onde as

Cartas Clow estavam trancadas. Por isso mesmo mesmo o Guardião do lacre nomeia

Sakura como Card Captor com a missão de capturar todas as Cartas que escaparam.

Personagens Príncipais:

10

Sakura:

Garota de dez anos no início

da história e vive numa cidade

com o nome de Tomoeda no

Japão, com o seu pai e irmão.

Kero:

Guardião do lacre das Cartas

Clow. Ele ajuda Sakura a capturalas

e ensina sobre seu funcionanamento.

Ele adora doces.

Syaoran Li:

Descendente do criador das cartas,

veio de Hong Kong tentar busca-las,

mas se deparou com Sakura

que já havia capturado algumas.

Tomoyo Daldoiji:

É prima de 3° grau e amiga de

Sakura. Gosta muito de confeccionar

roupas, filmar cada

aventura e canta muito bem

Yukito:

É por quem Sakura nutre uma

paixão. Yukito está quase sempre

comendo, apesar de ser magro.

No final da série, revela-se

que ele seria um alter-ego de Yue.

Meiling Li:

É prima de Syaoran e morre de

ciúmes de Sakura com ele. Ela é uma

ótima lutadora de artes marciais.


Cartas Clow

No total, há 19 cartas no mangá e 52 no anime, não

incluindo a carta Sakura The Hope (Esperança) e a

Carta Clow The Nothing (Vácuo), ambas do 2° filme.

Existem cartas que não se vê sendo capturadas no

anime, como The Arrow (Flecha, capturada no 1º

filme da série), The Through (Através), The Bubbles

(Bolhas), The Libra (Balança), The Wave (Onda).

Fique por dentro:

https://www.facebook.com/cardcaptorsakura.club

http://projetosakura.net

11


12

Digimon Adventure foi um anime criado por Akiyoshi Hongo e produzida pela Toei Animation, foi lançado

no Japão entre 7 de março de 1999 e 26 de março de 2000. Narra a história dos sete digiescolhidos lutando

contra os digimaus e ao longo da série eles vão evoluindo seus digimons até a última fase. Como muitos

mistérios do mundo Digimon a desvendar, desafios a completar, “objetos” a conquistar e muita amizade

para partilhar, o anime se torna uma aventura incrível e de tirar o fôlego.

Sete crianças estão num

acampamento de verão,

quando de repente estranhos

aparelhos caem do

céu - os digivices (digital

devices ou dispositivos

digitais) e então eles são

transportadas para o Mundo

Digital (Digimundo),

conhecido também como

Ilha Arquivo. Cada uma

das crianças conhece um

digimon que se torna seu

companheiro. As crianças

percebem que existem

digimons bons e digimons

maus e iniciam uma

luta contra os inimigos

que pretendem dominar

o Digimundo com a força

das trevas, contando com

a ajuda dos seus digimons

que, com o passar

do tempo, se tornam mais

poderosos e conseguem

se converter em criaturas

maiores e mais fortes.

Cada um dos digiescolhidos

recebe um brasão. Cada

brasão é o espelho da maior

virtude de cada uma das

crianças - Coragem, Amizade,

Amor, Esperança,

Confiança, Sabedoria, Luz e

Sinceridade. Para que um

brasão brilhe e ative o seu

poder, é necessário que o

seu portador exiba a característica

que ele representa.

Desta forma, possibilita

aos digimons atingirem

um nível mais podereso.

Alguns dos escolhidos são

confrontados com dúvidas

por não se acharem merecedores

do seus brasões,

mas com o passar do tempo

e com a ajuda dos digimons,

todos eles provam ser

dignos deles. Ao enfrentarem

inimigos cada vez mais

poderosos, eles descobrem

que não conseguirão

cumprir a missão sem a

Oitava Criança Escolhida.

Então todo retornam para para o Mundo Real, onde travam uma luta contra o tempo tentando encontrá-la antes

do terrível Myotismon, que aterroriza a cidade de Odaiba inteira com o objetivo de a matar. A Oitava Criança

revela-se ser Kari e muitas coisas passam a acontecer por volta disso. Porém, há um grande desequilíbrio entre

os dois Mundos e eles são obrigados a regressar ao Mundo Digital. Ao voltam ao Digimundo, enxergam

que tudo estava completamente diferente e dominado pelas forças das trevas, uma vez que uma hora no

Mundo Humano pode significar bastante tempo no Digimundo e então começa a grande aventura de verdade.

Fique por dentro sobre o que acontece no “Digimundo”:

http://www.geracaodigimon.net

@geracaodigimon

@gd_oficial

facebook.com/geracaodigimonbr


Personagens Principais

Tai Kamiya: É o líder dos Digiescolhidos

e é aquele que é

mais atirado à luta. Seu espírito

de liderança às vezes incomoda

seus parceiros, principalmente

Matt. Também se sente com uma

enorme responsabilidade em

relação à sua irmã Kari. Tai possui

o brasão da Coragem e seu parceiro

Digimon é Agumon.

Matt Ishida: Um tanto orgulhoso,

mas também companheiro e

amigo de seus parceiros. Matt

também sente uma enorme responsabilidade

a respeito de seu

irmão T.K. Quando está entediado

ou sozinho, costuma tocar

sua gaita. Possui o brasão da

Amizade e seu parceiro Digimon

é Gabumon.

T.K. Takaishi: O irmão mais novo

de Matt. É muito brincalhão e animado,

assim como seu parceiro

Patamon. No início, se via sob a

proteção de seu irmão mais velho,

com o decorrer da série ele se

mostra mais independente. T.K.

possui o brasão da Esperança e

seu parceiro Digimon é Patamon.

Kari Kamiya: A irmã mais nova de

Tai, foi a última a ser integrada ao

grupo, por estar gripada quando

seu irmão foi para a colônia de

férias. Kari possuia a saúde um

tanto debilitada, já que caiu doente

outras vezes na série, como em

“Kari em Perigo”. Ela é a mais

pura dos digiescolhidos. Kari possui

o brasão da Luz e sua parceira

é Tailmon.

Mimi Tachikawa: Muito mimada,

é uma garota cheia de vontades

em sua família, ao contrário de

Sora. Ela pensa mais em seu

bem estar do que no dos outros.

Apesar disso, ela ama muito seus

amigos. Mimi possui o brasão da

Sinceridade e sua parceira Digimon

é Palmon.

Joe Kido: É o mais velho do grupo

e por causa disso acredita que

está numa posição de responsabilidade

em relação aos outros digiescolhidos.

Joe ajuda muito seus

amigos e aliados quando alguém

está ferido ou doente, por saber de

medicina, já que seu pai é médico.

Joe possui o brasão da Confiança e

seu parceiro Digimon é Gomamon.

Koushirou “Izzy” Izumi: É o

mais inteligente do grupo e é

o cérebro da equipe. Sempre

carrega consigo seu laptop, de

onde tira muitas informações

cruciais no desenrolar da

série. Obviamente carrega o

brasão da Sabedoria e seu parceiro

Digimon é Tentomon.

Sora Takenouchi: É considerada

como a “mãe” do grupo, por sempre

estar pensando em seus parceiros.

Apesar disso, ela não se considera

digna de seu brasão, pois tinha uma

relação um tanto conflituosa com sua

mãe, porém ela é muito amorosa. O

seu brasão é o do Amor e sua parceira

Digimon é Piyomon.

13


Os Cavaleiros do Zodíaco

é uma série japonesa de

mangá escrita e ilustrada

por Masami Kurumada. O

título original do mangá é

Saint Seiya. Foi publicado

na revista Weekly

Shonen Jump de 1986

a 1991 e foi adaptado

para anime pela Toei Animation

de 1986 a 1989.

A lenda conta que os cavaleiros aparecem quando as forças malignas

tentam dominar o mundo. Na época atual a paz está ameaçada e eis

que surge um grupo de jovens pro-vindos de diferentes partes da Terra.

Eles foram reunidos com o propósito de evitar que o mal reine sobre

o planeta. Esses jovens são chamados de Os Cavaleiros de Atena.

14

Entre esses jovens está Seiya

que foi enviado a Grécia para

conseguir a armadura de Pégaso.

Depois de conseguir a Armadura

Sagrada no Santuário

de Athena, ele regressa ao Japão

para cobrar uma promessa

feita Mitsumasa Kido, o falecido

fundador da Fundação GRAAD.

O acordo consistia que ele reecontraria

sua irmã se ele se tornasse

um Cavaleiro de Bronze.


Na volta de Seiya quem o recepciona

é Saori Kido, neta do Mitsumasa

Kido. Ela lhe faz uma proposta que

se ele vencesse a Guerra Galáctica,

ela o ajudaria a encontrar sua irmã.

A Guerra Galáctica é apenas o início

de uma dura jornada para os Cavaleiros

de Atena, mas Seiya não está

sozinho, ele conta com Shiryu, Hyoga,

Ikki e Shun que são seus amigos.

Seiya e seus companheiros

enfrentarão muitas batalhas,

começando pelos Cavaleiros

Negros, depois os Cavaleiros

de Prata, em seguida

os Cavaleiros de Ouro, os

guerreiros de Asgard, Poseidon

e seus Generais Marinas

e por último Hades e

seu exército de Espectros.

Atualmente foi lançado a continuação

do anime chamada de

"Saint Seiya: Soul of Gold" (Os

Cavaleiros do Zodíaco: Alma de

Ouro), a história gira em torno do

cavaleiro de ouro Aioria. Todos

os guerreiros dourados ressurgem

em Asgard e enfretam batalhas

contra as forças do mal.

Mais sobre Os Cavaleiros do Zodíaco:

Quer saber mais sobre Os Cavaleiros do Zodíaco, visite este site:

http://tudosobreoscavaleirosdozodiaco.blogspot.com.br/2011/12/historia-de-os-

-cavaleiros-do-zodiaco.html

Ficou curioso para conhecer os mangás, entre neste site:

http://mangasjbc.uol.com.br/cavaleiros-do-zodiaco-saint-seiya-a-historia/

15


Personagens Principais

Seiya de

Pégasus

É o Cavaleiro de

Bronze de Pégasus

e protagonista

da história. Ainda

pequeno, foi separado

de sua irmã Seika

quando viviam no

orfanato e enviado

à Grécia por

Mitsumasa

Kido .

Shiryu

de Dragão

Um dos mais poderosos

Cavaleiros de

Bronze e grande amigo

de Seiya, Shiryu completou

seu treinamento

na China, guiado

pelo sábio Mestre

Ancião.

Shun de

Andrômeda

Apesar de ser um

habilidoso Cavaleiro,

Shun é contra a violência,

preferindo

sempre resolver as

coisas de forma

pacífica.

Saori

É a reencarnação

da deusa

Athena do século

20. Antes de despertar

como Deusa, era

apenas uma garota

mimada, que abusava

de sua posição de

neta do velho senhor

Mitsumasa

Kido .

Hyoga

de Cisne

Cavaleiro de Cisne

treinou nas montanhas

da Sibéria, em

temperaturas abaixo

do zero absoluto.

As vezes tem o

temperamento

frio.

Ikki

de Fênix

Irmão mais velho de

Shun, Ikki é considerado

o mais forte dos

Cavaleiros de Bronze.

Protegido pela constelação

de Fênix, a

ave que renasce

das cinzas.

16


Os Cavaleiros de Atena

Os Cavaleiros de Atena são guerreiros que lutam contra as forças do mal.

Na época da primeira Guerra Santa muitos jovens lutaram e só sobraram

apenas garotos. Como odiava armas, a deusa da Sabedoria os vestiu

com armaduras feitas com Oricalco, Gamanium e Pó de Estrelas e as

banhou com a "Vontade Divina". Ela deu-lhes habilidades de elevar o seu

cosmo até o infinito. Assim nasceram Os Cavaleiros de Atena. Os cavaleiros

são hierarquizados conforme o poder. Eles são divididos em Cavaleiros

de Bronze, Cavaleiros de Prata e Cavaleiros de Ouro. As armaduras

são entregues a cada um de acordo com o domínio do cosmo.

Cavaleiros de Bronze

São os cavaleiros de classe mais baixa

da hierarquia dos cavaleiros de

Atena. São mais fracos que os de prata

e os de bronze. Conseguem atingir

a velocidade do som com seu poder.

Dominam o sexto sentindo e alguns

deles conseguem elevar o seu cosmo

ao infinito, superando até mesmo

os cavaleiros de ouro, provando que

qualquer um se tiver determinação

e coragem, pode superar os guerreiros

de ouro. No mangá clássico

diz que são 48 cavaleiros de bronze.

Cavaleiros de Prata

São os cavaleiros que possuem força

intermediária na ordem dos Cavaleiros

de Atena. São conhecidos como "Especialistas

em Batalha", pois são mandados

a qualquer parte do mundo para

cumprir uma missão. São considerados

mais fortes que os de bronze. Movimentam-se

na velocidade do som e dominam

por completo o sexto sentido e

podem alcançar o Sétimo Sentido. Existem

vinte e quatro armaduras de prata.

17


Cavaleiros de Ouro

Eles vestem armaduras douradas e estão entre os mais poderosos

personagens. Movimentam-se na velocidade da luz e dominam totalmente

o Sétimo Sentido e podem alcançar até o oitavo sentindo

chamado de Arayashiki. São protegidos pelas Doze Constelações

Zodiacais. Suas noções de ética, retidão e honradez são superiores

aos outros cavaleiros e são muito respeitados por causa disso.

No momento que as doze Armaduras

de Ouro ficam perto

umas das outras ou se encontram,

elas brilham e produzem

sons muito altos. Esse fenômeno

se chama ressonância.

Quando dois guerreiros dourados

lutam um contra o

outro a luta dura uma eternidade

e recebe o nome

de "Guerra de Mil Dias".

18

Quando dois guerreiros

dourados lutam

um contra o outro a

luta dura uma eternidade

e recebe o nome de

"Guerra de Mil Dias".


Os Cavaleiros de Ouro dominam uma técnica lendária conhecida como

Exclamação de Atena. Para fazê-la é necessário que três cavaleiros dourados

unam seus cosmos para formar um único golpe. Seu poder é muito

imenso. Se duas Exclamações de Atena se unirem, seu poder aumentará

infinitamente. Atena proibiu os guerreiros de ouro de usarem esse poder,

pois ela considera uma covardia e também porque ocasiona um dano terrível.

Quem usa essa técnica é considerado covarde, desonrado e bárbaro.

A técnica mais poderosa

desses guerreiros é

o "Sacrifício dos Cavaleiros

de Ouro". Para fazer

essa técnica, os doze

Cavaleiros de Ouro elevam

seus cosmos e liberam

uma energia tão forte

e brilhante como o Sol.

A Armadura de Ouro de

Libra tem seis pares de

armas douradas que só

podem ser utilizadas

em situações excepcionais

e com a autorização

do cavaleiro de

Libra. Os pares de armas

são: Espada, Lança,

Escudo, Tonfá, Nunchaku

e Sansetsukon.

19


Letra da primeira música de abertura dos

Cavaleiros do Zodíaco na versão brasileira

Angra - Saint Seiya

Composição: Angra

Faça elevar

O cosmo no seu coração

Todo mal combater

Despertar o poder

Sua constelação

Sempre irá te proteger

Supera a dor

E dá forças pra lutar

Pegasus Fantasy

Desejos a realizar

Pois as asas e um coração sonhador

Ninguém irá roubar

Saint Seiya

Guerreiro das estrelas

Saint Seiya

Nada a temer

Oh, yeah

Saint Seiya

Unidos por sua força

Saint Seiya

Pegasus

Até vencer

Quer conhecer mais sobre a banda Angra que fez e cantou a primeira música de

abertura Saint Seiya dos Cavaleiros do Zodíaco, acesse o site oficial:

http://www.angra.net/

20


Entrevista com o Dublador:

Diego Rastichong

+Anime: Diego, fale um

pouco sobre você.

Diego: Olha, eu nasci

12 de maio de 85. Sou

taurino, ascendente de

virgem e um peixes. Se

você for astrólogo, você

já vai poder me conhecer

um pouco aí. Por

que eu sigo arrisca os

astros, aí. (risos) Não,

é sério? Vai falar um

pouco sobre mim! Que

legal! Pô eu sou, cara,

eu tento ser espontâneo

e sincero em tudo que

faço. Tento ser legal, claro

que sou ser humano,

cheio de falhas, cheio

de problema, egoísta,

é… Sou hipocondríaco.

Acho que tô sempre

morrendo com um câncer

novo e não sei o quê.

E essas coisas de louco.

Mas tento ser bacana

com as pessoas, ser

gentil, legal. Acho que

isso é um fator crucial

pra sua vida ser

agradável e valer a pena.

+A: Como você entrou

na área de dublagem?

D: O Nizo Neto, filho do

Chico Anysio me conhecia

de alguns trabalhos.

Gostava do jeito que eu

fazia as coisas. Já era

meio louco, criança. Ele

viu aquilo e falou: Pô

vou colocar esse moleque

pra fazer um teste

lá pro personagem. Que

era o Bambi da Disney.

Ah, o meu primeiro personagem!

O Bambi! Mas

assim, comecei com

Bambi e aí daí fui pra

outros, fiz uma porrada

de personagem aí, pô.

No Rio de Janeiro até

os 21 anos, dublei coisa

pra caramba mesmo. E

é um setor maravilhoso,

também atuei muito, fui

4 anos ator da Globo.

Trabalhei muito tempo

como ator também

e músico e tal. Mas a

dublagem é fenomenal.

É um meio que tem uma

mágica ali, porque você

faz a voz da pessoa. Por

exemplo, a dublagem,

ela é tão mágica que

você vê personagens

como Don Ramon, o

Seu Madruga. Ele é único

e especial aqui no

Brasil pela voz do Seidl

que fez a voz dele. Por

que a voz do Ramon no

México é uma voz assim

de fumante, meio feia,

não é legal e a voz do

Don Ramon no Brasil

dublada é fenomenal. O

Seidl fazendo uma voz

mais gostosa do Seu

Madruga, levando umas

porradas da Dona Florinda.

Então a dublagem

às vezes influencia toda

uma gama de cultura

dentro de um cenário. E

eu respeito muito isso.

21


Por exemplo, o Ed Morf

também. O cara que

dubla o Ed Morf é esplendoroso

na dublagem

dele. Ele é um branquelo,

gordinho, loiro, tem

nada a ver com o Ed

Morf. Mas bota aquele

jeito de brasileiro pilantra

que cai muito bem no Ed

Morf. Então, a dublagem

às vezes salva filmes

e esteriótipos. É muito

legal! Eu gosto muito!

+A: Como é a sua

preparação para dublar

um personagem?

D: Não tem que preparar

muito não. Você

chega lá na real, é bem

assim. O pessoal fala:

Esse personagem aí é

teu. Ah, beleza então.

Xô vê, olhar um pou

22

quinho pra ele. Olha

faz tal voz assim nesse

naipe. O diretor te guia

um pouco nessa. Não

há muita preparação na

dublagem, não. É raro o

pessoal se preparar pra

dublar um personagem.

Você chega lá descobre

o personagem, lê

o texto e vai. Sacô? É

tipo isso. Não rola muita

preparação não.

+A: E como é feita a

preparação de voz?

D: Aí, sim! A gente tem

que tomar um cuidado

especial com a voz. Não

pode fumar, não pode

beber, não pode cheirar,

não pode sugar, não

pode ficar doidão, não

pode beijar pessoas desconhecidas.

Tôfalando

um texto do Stand Up,

né? (risos) A gente vira

quase um malafaia, só

que a gente não vai pra

igreja, só isso. Mas a

gente tem que ser muito

rígido com a garganta,

com o trato vocal pra

não ter um calo, não ficar

gritando muito, não

tomar gelado. Não pode,

por exemplo, não pode

fazer pigarro, não pode

fazer. Você tem que evitar

pra não atrapalhar

a sua garganta. Eu não

evito nada. Eu faço tudo,

não tô nem aí! É voz de

falcão mesmo, voz de

doidão. Pra mim tá de

boa, eu não me preocupo

muito com isso. Mas

há de se preocupar,

é bom se preocupar.

+A: Como é feito o trabalho

de dublagem?

D: A gente chega no

estúdio e encontra lá

um set pronto. As imagens

são divididas

em loops dos filmes.

O que é um loop? São

20 segundos de filme

que em São Paulo

chamam de anéis. Aí

a cada loop, você,

você ensaia o loop e

grava. Com texto na

sua frente e a tevê do

outro lado. Tudo na

sua frente, o texto e a

tevê. Mas o texto bem

pertinho e a tevê um

pouco mais a frente.

Você vê a voz e encaixa

junto com o texto,

se o texto não encaixar

na boca de jeito

nenhum, você pode

alterar o texto um

pouquinho. E é isso,

mano! É bem tranquilo!

É muito divertido!


+A: Como que são escolhidos

os dubladores

para cada personagem?

D: O diretor do filme escolhe.

Ele analisa pela,

pelo esteriótipo, pela

qualidade de voz, pelo

estilo e às vezes, é como

eu falei. O Ed Morf é

dublado por um gordinho,

alto, branquelo, bem

gordo, loiro. Então tipo, o

cara não tem nada a ver

com o Ed Morf, mas a

voz dele caiu como uma

luva para o Ed Morf. Então

cabe ao diretor essa,

esse discernimento de

qual voz cabe melhor

em qual personagem.

+A: A dublagem brasileira

é considerada uma

das melhores do mundo.

Qual a sua opinião a

respeito disso?

D: Eu acho que os nichos

variam aí. Por exemplo,

o pessoal do Rio fala

que a dublagem de São

Paulo é ruim, porque o

sotaque é meio esquisito,

eles falam meio sem

vida. A galera do São

Paulo fala que a galera

do Rio é muito louca e

faz muita besteira e fala

muito à vontade e não é

legal. Eu acho que cada

uma tem seu, seu, a sua

mágica ali e as duas

são muito boas. Eu respeito

muito as dublagens

de qualquer estado

e acho que os outros

estados também vão

começar a entrar nesse

meio de dublagem.

+A: E quais os personagens

que você já fez?

D: Cara, eu fiz o Max da

turma do Pateta, fiz o

Ralph dos Simpsons que

é o filho do policial bem

bobão que tem lá. Fiz o

Presley do Múmias Vivas

que foi um desenho que

não bombou muito, mas

era muito interessante

passava no Disney Cruj.

Fiz o Nick do Jimmy N

Nin, que era o bully do

Jimmy Neutron. Eu fiz

o bully de vários desenhos,

do Meninas Superpoderosas,

o bully é o

valentãozinho, né! Entre

outros também, fiz também…

Eu fiz muita coisa

não lembro. Fiz o Roliço

dos 101 Dálmatas.

É, realmente trabalhei

muito com “Sessão da

Tarde”, fiz uma porrada

de filmes da “Sessão da

Tarde”. Pequeno Grande

Time. E meu irmão, eu

não vou lembrar porque

é muita coisa, mas assim

a minha voz até

hoje eu tô em casa…

Patolino do Baby Looney

Tunes. Eu vejo lá,

eu tô em casa. Ah, ó, lá

tua voz. Alguém me liga:

Tô te ouvindo aqui. Então

eu parei de dublar há

10 anos e até hoje tem

coisa minha passando

aí. Isso é mó barato!

23


+A: Qual foi o personagem

que você mais

gostou de dublar?

D: Cara, o que mais

gostei foi o Patolino do

Baby Looney Tunes.

Porque era uma voz assim

bem forçada. Doía

muito, mas eu curtia

porque era totalmente

fora da minha realidade,

eu podia ser o

Patolino neném por um

tempo. Isso era muito

legal, meu irmão!

24

+A: E qual foi o personagem

mais difícil que você já fez?

D: Cara, foi recente. Eu

falei que parei de dublar

há uns 10 anos, mas eu

ainda dublo aqui e ali.

Dublei em São Paulo

um pouquinho e no Rio

eu fiz um jogo chamado:

Batman: Arkham

Origins, que foi dublado

aqui pela Warner e tal.

Contrato federal com a

Warner e tipo, era um

personagem… Ele não

era nem… Tinha 400

falas, em 3 horas a gente

gravou tudo, mas, cara,

tinha que fazer a voz de

um vilão muito agressivo.

Era um tank que é

tipo aquele vilão de porrada.

“Ei, pega o morcego.”

Então pra mim que

tem voz uma voz de moleque,

de adolescente,

foi bem difícil. O diretor

me cobrava muito. “Faz

voz de vilão, meu irmão!

Mata o cara! Você vai

matar o morcego!” “Pega

o morcego!” Então dava

muito trabalho pra minha

personalidade, entrar na

personalidade do vilão

gigante, fortão, mas foi

legal o trabalho no final.

No final, eu fui jogar e falei:

Cara, parece que sou

grandão e fortão mesmo.

A+: Você lembra-se da

sua primeira vez dublando?

Lembra-se da sensação?

D: Ai, bicha, eu lembro!

Foi mágico! Subi no negocinho

porque eu era

bem pequenininho, tinha

6 anos de idade. Subi

numa caixinha assim,

alta e falei: “Flor! Passarinho!”

E se você for

alocar o filme, tiver em

casa o Bambi, o original

da Disney, você vai ver

lá que tem meu nome no

personagem Bambi e é

minha voz falando: “Flor!

Passarinho!” É bem assim

que ele nasce assim,

não é nem o Bambi

criança. É o Bambi bebê.

Então esse personagem

me marcou muito e até

hoje eu sou influenciado

por ele, bicha! (Risos)


A+: Você lembra-se da

sua primeira vez dublando?

Lembra-se da sensação?

D: Ai, bicha, eu lembro!

Foi mágico! Subi no negocinho

porque eu era

bem pequenininho, tinha

6 anos de idade. Subi

numa caixinha assim,

alta e falei: “Flor! Passarinho!”

E se você for

alocar o filme, tiver em

casa o Bambi, o original

da Disney, você vai ver

lá que tem meu nome no

personagem Bambi e é

minha voz falando: “Flor!

Passarinho!” É bem assim

que ele nasce assim,

não é nem o Bambi

criança. É o Bambi bebê.

Então esse personagem

me marcou muito e até

hoje eu sou influenciado

por ele, bicha! (Risos)

+A: Existe dificuldade

em ter que sincronizar

sua fala com a do personagem

para não ficar

estranha em questão de

tempo entre a imagem

e o áudio?

D: No inglês não tanto

por incrível que pareça.

No espanhol tem mais,

porque eles falam muito

rápido e no japonês

então é hilário. Porque

você vai dublar o filme,

aí a fala é: “Pegue sua

mãe, ela acabou de sair!”

E o personagem fala:

“Aoriatoga!” Como é que

você vai botar uma frase

dessa numa boca dessa

tão pequena? Quase

que não tem como! Então

você reduz. “Pegue

sua mãe, ela acabou de

sair!” “Pegue sua mãe,

ela acabou de sair!”

Você tem que dar uma

reduzida, é complicado

pra caramba dublar

filme chinês, japonês.

Essas línguas que são

totalmente avessas

as nossas, a nossa.

Fica muito difícil. Mas

o pessoal tira de letra.

Taí as dublagens japonesas

são excelentes.

+A: Existem técnicas para

não perder as pausas de

respiração entre as falas?

D: Cara, é a mesma

técnica do rappper. Você

se acostuma a respirar

rápido e em qualquer

pausinha que você tem.

Se você for rappper,

você sabe do que eu tô

falando. Se você tem

uma brecha pra puxar

ar, você puxa, sacô? Pô,

não sei o que lá, não sei

o que lá. Nossa! Puxei

um catarro! (risos) Você

tá falando, tá falando

aqui. “Pô, e aí, cara, chega

aí.” Ó, eu já respirei

aqui. “Chega aqui, deixa

eu te falar uma coisa.

Olha só!” Ó, entre “uma

coisa” e “olha só”, eu

respirei, mas foi muito

rápido. Então às vezes

você tem que aprender a

respirar quase que seja

imperceptível para não

ficar feio. Tem dublador

que não se preocupa

com isso e fica horrível.

A dublagem cheia de

respiração, mano. Você

vê o personagem não

está respirando e o cara

tá. Fica feio pra caramba!

25


+A: Você já dublou

mais de um personagem

em uma mesma

sequência?

D: Já, já dublei sim, cara. E

mais de uma vez. É muito

legal! É um dos trabalhos

mais, mais gratificantes

pro um dublador poder

fazer mais de um personagem.

De preferência,

mais de dois em uma

série ou filme. O diretor

tem que confiar muito no

dublador pra abrir essa

brecha pro cara fazer.

Porque realmente se ele

não souber fazer as três

vozes muito diferentes

com interpretações completamente

diferentes,

fica ridículo. Porque dá

pra ver que é a mesma

pessoa. Então é muito legal

quando acontece isso.

É raro, um dublador ter

essa moral. O Gui-lherme

Briggs, por exemplo. Tira

de letra. Se der cinco papéis

num filme, ele faz os

cinco como se fosse pessoas

diferentes dublando.

Isso é um talento maravilhoso

do nosso brasileiro!

+A: É comum você ser

conhecido nas ruas

pela voz? Já aconteceu

alguma situação curiosa

com relação a isso?

26

D: Já, já aconteceu sim algumas

vezes. Não só com

dublagem, mas com rádio

também. De eu chegar,

tava falando com minha

mulher um negócio aqui e

blá, blá, blá. E o cara fala:

“Ei, peraí, peraí! Você é

aquele maluco lá do programa?

Caraca, mano!

Pô, eu participo direto e

não sei o quê” Acontece

em todo lugar, é mais difícil

do que pela imagem.

Pela imagem é muito

mais fácil, mas com a voz

também rola e é legal pra

caramba, né? Pô, o cara

se ligou na minha voz,

mano! Como? Que bandido!

Que sagaz, mano!

Perspicaz o cara! É difícil!

A+: Como funciona o

mercado de dublagem

no Brasil?

D: Olha, vou ser bem

sincero com você. É

uma panelinha, brother!

Pra você entrar no

mercado de trabalho,

você tem que conhecer

a galera. Se você não

conhece, você não entra.

Como é que você

vai conhecer? Ah, mas

como é que eu vou conhecer?

Não é tão difícil

assim também. Você

tem que ser esperto.

Se vai nos dubladores,

faz contato, faz amizade.

Sem querer ser piegas

e antiético como falam,

mas leva um presentinho,

sacô. Pro diretor, troca

uma ideia com ele,

fala que tá muito interessado

em ser dublador.

Que conhecer a galera.

Conheça a ser enturmar

com a galera. Ah, a galera

marca. São artistas.

Ah, amos hoje beber e

num sei que lá. Vai junto,

sacô. Mesmos que

não seja da galera, você

vai se entrosando. Seja

gentil, legal, carismático,

agradável. Se vai se

entrosar. E no mercado

de dublagem como

é uma panelinha, que é

mesmo. Pra você entra

você tem que ser amigo

da galera e ser uma

pessoa aberta a fazer

novas amizades. É isso.


27

A história fala de Yusuke Urameshi, conhecido

como o deliquente da escola, um sujeito agressivo,

durão, mal educado, principalmente um malandro

e briguento de primeira. Mas tudo isso

deve ter uma razão, pois sua mãe desleixada, não

cuidou devidamente bem do seu filho, ao longo

do tempo Yusuke foi tomando uma personalidade

díficil, e com isso arrumou vários inimigos

devido a essa questão. Seu principal rival e futuro

amigo, Kuwabara Kasuma, um dos alunos mais

encrenqueiros da escola, sempre arruma uma

confusão. A vida de Yusuke muda após um acontecimento,

ele morre, mas o que todos não esperavam

e que ele salva a vida de um garoto que

iria ser atropelado por uma carro desgovernado,

para o azar de Yusuke ele encontra bela Botan a deusa da morte, e contou que sua morte não

estava prevista no mundo espiritual, ele corre o risco de virar uma alma penada, logo em

seguida chega a oportunidade, pois ela oferece a ele o teste para ressuscitar, mas comprindo

com algumas missões no mundo real, Yusuke aceita fazer o teste, daí em diante sua verdade

jornada pela vida recomeça.

Yu Yu Hakusho é dividido nas quatro sagas:

• Detetive Espiritual (episódios 01 a 25): Yusuke

morre ao tentar salvar uma criança e, pelo ato

bom recebe uma segunda chance no mundo espiritual.

A saga conta as provas que Yusuke enfrenta

para se tornar detetive espiritual e, após

se tornar um, seus primeiros casos.

• Torneio das Trevas (episódios 26 a 66): Toguro

desafia Yusuke para que se enfrentem no

“Torneio das Trevas”, competição onde participam

humanos e demônios. Yusuke aceita o desafio

e entra no torneio ao lado de Hiei, Kurama,

Kuwabara e Genkai.

• Portão do Inferno — Saga do Capítulo Negro

(episódios 67 a 94): Yusuke recebe a missão de

derrotar o Sensui, um ex-detetive espiritual que

deseja abrir uma porta dimensional entre o Makai e o Ningenkai para que todas as criaturas

possam invadir o mundo dos homens.

• Makai — Saga dos Três Reis (episódios 95 a 112): Yusuke vai até o Makai para encontrar seu

pai (um dos três reis do Makai), mas acaba se deparando com uma revolta entre os Youkais

e se vê obrigado a entrar em um torneio.


Principais personagens do Yuyu Hakusho,

personalidades e super poderes

Nessa parte irá se mostrado a seguir um pouco da vida de cada um dos principais

personagens, personalidade, acontecimentos, ações de vida e super poderes.

Yusuke Urameshi - É uma pessoa de temperamento forte, que não

leva desaforo pra casa, conhecido como um aluno rebelde e que

mata as aulas no telhado da escola Sarayashiki, devido a questão de

se meter em constante brigas, foi começando a ter fama de delinqüente,

desde então começa a ser odiado pela maioria dos professores

e colegas. Depois que Yusuke volta para a sua vida rotineira

acaba ganhando super poderes e com seu tiro espiritual ( Leigan ),

passou a ser o detetive sobrenatural.

Kuwabara Kazuma - O cara mais brigão da escola Sarayashiki,

sempre arruma briga na saída, conhecido como o Badboy (Garoto

mal) da parada. Depois que Yusuke renasceu ele mudou sua personalidade

drasticamente, pois yusuke o salvou de alguns problemas

e passou a ser um dos melhores amigos do Yusuke, se não o

melhor. O longo de seu caminho e mesmo com seu jeito um pouco

desajeitado e previsível conseguiu desenvolver seus poderes, tornando

em forma de uma espada espiritual.

Kurama - É um ladrão demônio da classe S, conhecido como youko

(raposa) no mundo das trevas, era um ladrão que roubava e matava,

depois de um certo tempo renasceu através de humano, e passsou

a ter valor pela vida, passou a fazer de tudo pela sua mãe, até

roubar coisa precisas para salvar a vida dela. Sua personalidade é

gentil, e ao mesmo tempo frio e calculista. O poder que ele carrega

está relacionado com uma rosa de espinhos, uma planta que cresce

como chicote, além de ter vários truques na manga.

28

Hiei - É um demônio abandonado por sua mãe, criado em meios de

ladrões no mundo das trevas, traiu seu clã e se juntou ao Kuruma,

e passou a roubar objetos espirituais de grande valor. Ele foi o que

mais resistiu, e deu um trabalho imenso para Yusuke captura-lo.

Para amenizar sua pena no mundo espiritual se aliou ao Yusuke,

e passou a segui-lo desde então. Seu poder verdadeiro poder está

escondido no braço direito, além de ser o mais rápido, usa uma

espada bastante resistente e tem o olho diabólico.


Equipe

Danilo - Produção Gráfica

Elizabeth - Editora

Mateus - Produção Gráfica

Weverton - Produção Gráfica

Simone - Produção Gráfica, Pesquisa

More magazines by this user
Similar magazines