Views
3 months ago

jornal GESJ 2018 correção

O SERVIDOR Março,

O SERVIDOR Março, 2018 REFLEXÕES Luiz Antonio Viana Pérez vianaperezla@gmail.com “Por qual razão não entendeis a minha fala? Porque não podeis ouvir a minha palavra” – Jesus. (João, 8:43.) “Não nos esqueçamos, pois, de que é sempre fácil assinalar a linguagem do Senhor, mas é preciso apresentar-lhe o coração vazio de resíduos da Terra, para receber-lhe, em espírito e verdade, a palavra divina.”¹ Jesus fala aos nossos corações num sussurro amoroso, delicado e perfumado pelo seu amor por nós. Mas, ainda impregnados pelos desejos, rústicos de outras eras, nos deixamos envolver pelos convites, igualmente rústicos, da sedução dos prazeres terrenos imediatos. Não sobrando, assim, muito espaço para reflexões, tais como: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” – mas eu me amo? “Não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você”. – mas eu sei o que é bom para mim? ... É tempo de deixarmos de lado os desejos supérfluos e passageiros. É tempo de abandonarmos o ego, de olhar nos olhos dos irmãos mais próximos e, igualmente nos préocuparmos com as necessidades dos irmãos não tão próximos. Lembrarmo-nos do exemplo do Mestre Nazareno, quando ajoelhado diante de seus discípulos lavou seus pés, um a um. – Era tradição da época, que a pessoa de posição mais baixa, da casa, lavasse os pés dos convidados, preferencialmente por escravos. Jesus “levanta-se da ceia, depõe a veste e, tomando um pano de linho, cingiu-se. Então, jogando água na bacia, começou a lavar os pés dos discípulos e enxugá-los...”² Com este gesto, Jesus nos ensina que não se pode servir permanecendo no comodismo, que é necessário sairmos da zona de conforto. O gesto de levantar denota que há algo a ser feito, em favor do próximo, no serviço no bem. É preciso levantar o olhar, para termos uma visão, mais ampla, das tarefas que nos aguarda a boa vontade, mais ainda, a mobilização plena dos talentos que nos foram emprestados pelo Divino Pai. Não somos fracos como pensamos; somos acomodados na ilusão terrena de que o descanso restabelece as forças e, nos entregamos à inatividade viciosa e egoísta. Assim como o exercício físico fortalece os músculos, o exercício da caridade fortalece o coração e o espírito. O trabalho no bem nos espera, comecemos a mobilizar nossas forças, como trabalhadores da última hora. Não importa se o companheiro de trabalho, de tarefa, não se empenha como entendemos que deveria. Façamos por nós e por ele. Não sabemos de suas limitações e capacidades. Mas, sabemos das nossas. Portanto, façamos o que nos compete fazer que, muitas vezes, significa, simplesmente, silenciar. Ouvir as palavras do Mestre Nazareno é muito mais que decorar o seu Evangelho. Trata-se de descer o Monte, como Ele o fez – depois de ter proferido O Sermão do Monte – e servir os mais necessitados, agir com coerência ao Seu discurso. Desçamos do Monte do nosso orgulho e personalismo. AMA, TRABALHA, ESPERA E PERDOA. 1.Fonte Viva Cap. 48 – Francisco Candido Xavier –Emmanuel 2.João 13:4;5 ATENÇÃO! O GESJ está necessitando de doações de roupas para a Caravana da Esperança! Sabe aquela roupa que está parada no seu armário há um tempão? Ou aquela blusa que você já não gosta mais? Já pensou em doar? Ajude quem precisa! 6 (Entregar na quinta-feira) GESJ

Março, 2018 COORDENAÇÃO DE DOUTRINA SUSTENTABILIDADE E ESPIRITISMO O SERVIDOR cante conosco Ser Criança COMPOSITORES: Allan Filho + Carlos Alexandre + Gustavo Novaes Introdução: ( D7+ G16/A ) Caros Amigos (as), preocupados com a preservação do meio ambiente e entrando na corrida da pegada ecológica, comunicamos que o Tema Anual do GESJ em 2018 será SUSTENTABILIDADE E ESPIRITISMO. Como no ano passado, o tema será apresentado nas palestras públicas do terceiro sábado de cada mês, das 17h30 às 18h30, com palestrantes diversos que abordarão vários aspectos sobre SUSTENTABILIDADE, como por exemplo: Consumismo e Impactos Ambientais, A Casa Espírita e a Educação Ambiental, A Regeneração da Terra e etc. Além da abordagem do tema nas palestras públicas, a Evangelização e Mocidade realizarão atividades ecológicas dentro e fora do GESJ, bem como, estamos promovendo uma série de ações internas no GESJ para minimizar os impactos ambientais causados pela produção de lixo, uso de copos descartáveis e etc. E já aproveitamos para alertar a todos os companheiros (as) que tragam as suas garrafinhas para o GESJ, de modo a diminuir o uso dos copos descartáveis. Vamos juntos nessa? D7+ G16/A D7+ G16/A Tudo que envolve meu caminho é sinal de esperança. D7+ G16/A D7+ G16/A Mesmo quando caio me permito reerguer o coração. Bm A Bm Pois então, como uma criança aprendendo a lição, A G Correndo os mesmos riscos, não teme o crescer, F#m G A Faz seu novo dia e deixa acontecer... sua alegria é viver. D7+ G16/A D7+ G16/A Tudo que envolve minha vida é procura de harmonia. D7+ G16/A D7+ G16/A Mesmo quando surge a tristeza não me deixo abater. Bm A Bm Sendo assim, quero ser criança sem medo de mim, A G Quero entrar na dança e nada temer, F#m G A Fazer meu novo dia e ver acontecer toda a alegria de viver em paz. 0 GESJ 7

Jornal Servidor_2011_Marc¦ºo1 - Três Lagoas
jornal 23c - Agrupamento de Escolas das Dairas
jornal Eu Amo a Lapa_abril_ 2012_diagramação
Jornal "O Capuchinho" - julho de 2010 - Paróquia Nossa Senhora ...
Entrevista ao Jornal de Cultura - FCS - Universidade Agostinho Neto
Pedreiro mata cachorra a facadas e é indiciado - Jornal da Manhã
Grande Marília e Sorriso iniciam instalação na ... - Jornal da Manhã